Page 6

SERÁ QUE A VERDADEIRA NATUREZA HUMANA É DESCONHECIDA?

A visão holística coloca em evidência temas como, por exemplo, o da reencarnação. A este tema também estão ligados certos processos do corpo astral, do veículo etérico e da consciência. Mas as duas escolas de pensamento citadas anteriormente (medicina alopática e medicina paralela) são semelhantes quanto a este ponto, pois, por mais que tenham abordagens e análises eruditas, os pesquisadores científicos dos dois extremos não se ocupam nem um pouco com o princípio imortal que está depositado no ser humano. A terceira abordagem procede, portanto, de um ponto de vista completamente diferente. Para ela, o Corpo físico não é um fim em si: é o instrumento, a forma, dependendo das circunstâncias e de um conjunto sublime e sempre mutante, vivo, flamejante, composto de três partes. Aqui, o Corpo físico é comparado a um só lado do triângulo, sendo que as outras duas partes são a Alma e o Espírito. Quando os três lados formam um triângulo eqüilátero, pode-se dizer que o Corpo tornou-se um canal perfeito, o instrumento infalível da Vida original. No início do século XXI, quase não se trata a respeito deste assunto e a função da Alma, sobre a qual falamos, raramente é abordada. Uma ligação direta entre o homem e o Espírito é uma ilusão para quase toda a humanidade da era do materialismo. O resultado é que o corpo físico continua sendo uma estrutura completamente diferente da estrutura original, aérea e transparente, que representa a combinação do Corpo etérico e do Corpo físico. É por essa razão que escolhemos este tema: “O corpo, instrumento da Alma”. Um ser cujo Corpo, Alma e Espírito formassem um triângulo eqüilátero, que viveria no perfeito equilíbrio de Alma e de Espírito, é realmente raro em nossos dias, e a consciência comum nem pode imaginá-lo. É que o Corpo do homem de hoje está submetido a outras leis, completamente diferentes das leis originais.

O leitor que tiver a coragem de ler estas linhas com atenção chegará à conclusão perturbadora de que o Corpo está unicamente a serviço dele mesmo e que o ser humano parece ser apenas uma máquina que garante e fabrica infinitamente apenas material genético. Mas esta “máquina”, com suas atividades e suas experiências, vai desenvolvendo uma consciência, uma sensibilidade natural, que, em um certo sentido, faz com que ele se abra também para as influências sutis. Esta consciência dispõe de um órgão de comando, que é o cérebro, por meio do qual o homem tenta compreender as causas e os efeitos. É esta função cerebral que faz do ser humano um “pensador”. Entretanto, digamos que, muito antes de seguir este caminho, o pensamento era uma atividade que emanava da colaboração entre a Alma e o Espírito.

A ORIGEM IMORTAL

Para o materialista, a “alma” e o “espírito” têm um sentido completamente diferente daquele que é dado pela Doutrina Universal. A ciência tradicional tem razão em dizer que não há alma autônoma. Quando o corpo desaparece, a alma natural começa a se dissolver e o foco de consciência, que fica por detrás do osso frontal, acaba se extinguindo. A partir deste ponto de vista, é impossível considerar o Corpo físico como um instrumento da Vida Original, pois senão sua característica principal seria a imortalidade! Mas a ciência também se engana porque o Corpo representa uma possibilidade. Ele não responde a nenhum critério de imortalidade, entretanto, certos órgãos ainda estão logicamente bastante ligados à função de instrumento da Vida Original. De fato, no decorrer de um processo de transformação, eles podem mudar a ponto de poder servir com maior ou menor intensidade para a volta à Vida Original. O corpo, a alma e o mental naturais terrestres não são capazes de entrar no campo de vida sublime e sereno da trípli5

A busca sem fim (René Magritte, 1993).

Pentagrama2000_02  

A CÉLULA E O A CLARIVIDÊNCIA É A “TU SONDAS O O MISTÉRIO A AUDIÇÃO, INSTRUMENTO DA DO SANGUE PERSONALIDADE DA CAPACIDADE CORPO QUE ELE COME...

Pentagrama2000_02  

A CÉLULA E O A CLARIVIDÊNCIA É A “TU SONDAS O O MISTÉRIO A AUDIÇÃO, INSTRUMENTO DA DO SANGUE PERSONALIDADE DA CAPACIDADE CORPO QUE ELE COME...

Advertisement