Page 26

“oco” ou uma “cavidade”, examinemos o sol. O sol é o centro energético de luz, de calor e de vida do sistema solar, razão pela qual ele é freqüentemente comparado a um coração. Físicos como o americano Eugene Parker e o russo Alexander Tschishewiski, e muitos outros antes deles chegaram a concluir que o sol é “a estrela em que vivemos”. Suas pesquisas sobre a interação entre o ritmo do sol e o processo da terra criam uma nova imagem do mundo. Da terra, vemos o sol como um disco limitado de uma estrela longínqua. Mas, na realidade, o sol é uma fonte de energia animada por uma pulsação rítmica, uma fonte irradiante de calor e de luz cujos raios atingem os confins do sistema solar, penetrando todos os corpos deste sistema. Logo, na realidade, vivemos dentro do sol. Desta imagem do sol que engloba o mundo inteiro nasceu um ramo da ciência que estuda as relações que existem entre todos os processos vitais da natureza e o grande organismo que é o sol. Atualmente, os especialistas mostram de forma científica o que já havia sido transmitido à humanidade por esotéricos como, por exemplo, Rudolf Steiner, Helena Petrovna Blavatsky, Max Heindel e Jan van Rijckenborgh. Sem o sol, a vida sobre a terra é impossível. A energia do sol determina os fenômenos atmosféricos, o crescimento dos vegetais, o comportamento dos animais e, em particular, a atividade do sistema nervoso, o coração e o sangue dos seres humanos. Estas relações entre o centro e a periferia operam em duas direções, pois o sol, enquanto organismo vivo, também é influenciado pelos impulsos provenientes da periferia. Assim, o coração é um órgão dotado de

um batimento rítmico que se liga a todas as células do corpo. O poeta Christian Morgenstern resume tudo isso em uma só frase: “O sangue é o sol”. As pesquisas de Tschishewiski combinam duas áreas: o sol e a circulação do sangue no homem. Segundo ele, o sol não é um corpo celeste esférico, mas um “espaço oco” que engloba todos os processos vitais da terra. No centro dessa cavidade, acontecem constantes explosões de energia: o plasma solar vai correndo em ondas poderosas no espaço interplanetário e depois volta ao co-

25

A forma do coração humano parece muito com um átomo (Principles of light and colour, Babbitt).

Pentagrama2000_02  

A CÉLULA E O A CLARIVIDÊNCIA É A “TU SONDAS O O MISTÉRIO A AUDIÇÃO, INSTRUMENTO DA DO SANGUE PERSONALIDADE DA CAPACIDADE CORPO QUE ELE COME...

Pentagrama2000_02  

A CÉLULA E O A CLARIVIDÊNCIA É A “TU SONDAS O O MISTÉRIO A AUDIÇÃO, INSTRUMENTO DA DO SANGUE PERSONALIDADE DA CAPACIDADE CORPO QUE ELE COME...

Advertisement