Page 25

NÃO HÁ NADA DE NOVO SOB O SOL Todas essas relações vêm sendo demonstradas há séculos por pesquisadores como Paracelso, H. P. Blavatsky, Rudolf Steiner e Max Heindel,que apresentaram uma visão global do sol. Mas muitos na época consideraram essa teoria como puro “inútil.” Jan van Rijckenborgh e Catharose de Petri, tendo como base a Gnosis, expuseram as mesmas idéias, mas as pessoas reprovaram o fato de não serem “científicos”. Hoje, quando a ciência está chegando às fronteiras da vida, muitos pesquisadores aprofundam-se em antigos conceitos esotéricos e gnósticos para daí beber os dados que devem ser avaliados. Na realidade, não há nada de novo sob o sol!

be apenas um clarão, uma centelha dessa energia da luz original: é Cristo que está nascendo no coração humano. Por volta do vigésimo-quinto dia de gravidez, o coração é formado e começa a bater. Ele bate mais ou menos cem mil vezes por dia e quarenta milhões de vezes por ano; em setenta anos, são quase três bilhões de vezes. Será que não podemos perceber, ao menos uma vez em nossa vida, o chamado de nosso coração? De ouvir ao menos uma vez a batida misteriosa de nosso coração na porta de nossa existência? Contrariamente aos outros órgãos, o coração pode ser ouvido continuamente: ele emite um som, sua maravilhosa sinfonia, seu pulsar, que pode ser percebido quase que no corpo inteiro. Os outros órgãos só são percebidos quando têm algum problema. O coração, por sua vez, está sempre se manifestando e sua mensagem é importante: ele está sempre testemunhando a presença da luz dentro de nós. 24

O EQUILÍBRIO É UMA EXIGÊNCIA

O coração está relacionado com a identidade da pessoa. De fato, carregamos nossos sentimentos no coração. Expressões do tipo: “meu coração me diz que” mostram que o coração é dotado de uma consciência. Deste modo, se o coração e a cabeça estiverem em equilíbrio, os sentimentos e os pensamentos irão inspirar à vontade decisões e atos que estão em sintonia. Quando alguém age “com todo o seu coração”, esta pessoa está claramente consciente do sentimento que a está fazendo agir, e segue este sentimento, transformando-o em ação. Um equilíbrio como este é a condição para uma excelente saúde. Ele favorece a circulação de energias no organismo como um todo. Sentimentos, pensamentos e ações vão se encadeando de maneira correta. Como órgão que aspira e expira o sangue, o coração é ativo. Mas, como órgão de consciência acontece justamente o contrário: é passivo, um espaço “vazio”. O conceito de “músculo oco” ou de “cavidade cardíaca” aplicada ao coração representa muito bem este princípio que é, ao mesmo tempo, ativo e passivo.

“A ESTRELA EM QUE VIVEMOS”

Para os budistas, o coração é a gruta de Buda e para os cristãos, é o estábulo de Belém. É por essa razão que o místico Angelus Silesius diz: “Se Cristo nascesse mil vezes em Belém, mas não em teu coração, estarias perdido”. Para nos aprofundar na análise desta idéia do coração considerado como um

Pentagrama2000_02  

A CÉLULA E O A CLARIVIDÊNCIA É A “TU SONDAS O O MISTÉRIO A AUDIÇÃO, INSTRUMENTO DA DO SANGUE PERSONALIDADE DA CAPACIDADE CORPO QUE ELE COME...

Pentagrama2000_02  

A CÉLULA E O A CLARIVIDÊNCIA É A “TU SONDAS O O MISTÉRIO A AUDIÇÃO, INSTRUMENTO DA DO SANGUE PERSONALIDADE DA CAPACIDADE CORPO QUE ELE COME...

Advertisement