Page 1

ANO IV - N 30 - NOVEMBRO I DEZEMBRO DE 2011

FECHAMENTO AUTORIZADO. PODE SER ABERTO PELA ECT.

FIQUE POR DENTRO:

Microsseguro

funeral vip

Primeira Resolução Oficial I PÁG. 26

Momento da despedida se torna um evento social caro e sofisticado I PÁG. 28

CEIA DE NATAL

NADA TRADICIONAL I PÁG. 10

DECOLE

PARA A REPÚBLICA DOMINICANA I PÁG. 16

a ligação do mundo real com o desconhecido

CONHEÇA OS RITUAIS FÚNEBRES EM DIVERSAS CULTURAS I PÁG.20


ExPEDIENTE Diretor geral ROBERTO MÁRCIO DE CARVALHO Direção de Marketing ROSA CARVALHO Administração Financeira SABRINA COSTA Executiva de Contas LORENA ALVES Design Gráfico CAMILA PILó CAROLINA VENTURA ATENDIMENTO AO ASSINANTE A revista In Memorian é uma publicação da Arte-Final Comunicação em parceria com o SINDINEF. VALOR DA ASSINATURA MENSAL - R$15,00

SUMÁRIO

nº30 | Ano 4 | Nov - Dez 2011

EDITORIAL

04

CLIPPING

06

MARKETING

08

ESSêNCIA DO SABOR

10

PREMIAÇãO

12

EMPRESÁRIO DO ANO

NOVIDADE

13

ANIVERSARIANTES

14

ASSISTA

15

PREMONIÇõES

DECOLE

16

REPÚBLICA DOMINICANA

PERFIL

17

DAVINCI

TENDêNCIA

19

COM AGNI MELO

CAPA

20

LIVRO

23

RITUAIS FÚNEBRES

INMEMORIAN www.revistainmemorian.blogspot.com twitter: inmemorian inmemorian.revista@gmail.com tel. (31)3241 6069

VELóRIOS INUSITADOS

NEGóCIOS EM AÇãO

24

FIQUE POR DENTRO

26

FUNERAL VIP

28

MILISTóRIAS I GOBBO

30

POR CLAUDINEY SOUZA

MICROSSEGURO SINDINEF Rua Espírito Santo, 1059 Bairro: Centro | CEP.: 30160-031 Belo Horizonte | MG | Tel.: (31)3273.8502 (31)3273.8503 www.sindinef.com.br

ARTE FINAL COMUNICAÇãO R. Dr. Plínio de Moraes, 464 Loja 13 I Cidade Nova | CEP.: 31170-170 Belo Horizonte | MG Telefax: (31)3241.6069 art@artfinal.com.br | www.artfinal.com.br


EDITORIAL |

COMECE O ANO NOVO AGORA!

Sabemos que existe a linha do tempo, mas não espere janeiro chegar. Comece agora as transformações que vão fazer com que seu 2012 seja realmente novo e motivador! “Jamais haverá um ano novo se continuar a copiar os erros do velho.” Essa frase, mais do que verdadeira, é do poeta português Luiz de Camões. Portanto, não adianta esperar que alguma coisa mude assim que a rolha sair voando do champanhe. é melhor começar a agitar já para que 2012 realmente seja tudo de bom. “A primeira mudança é a de atitude. é ela que atrai as outras transformações”, diz a psicóloga e terapeuta Valéria Meirelles “Não acredito nessa história de que pensamentos positivos atraem coisas boas. Acredito, sim, que uma mudança de pensamento reflete nas nossas atitudes. E isso traz coisas boas”, completa ela. A virada da folhinha é o momento ideal para assumir uma nova postura. Não porque as atitudes sejam dependentes de qualquer calendário, mas porque nós precisamos de marcadores que nos dêem a sensação de que algo tem começo, meio e fim, segundo Valéria. Nem sempre as coisas saem como planejamos, claro. Dependemos de uma série de fatores externos para que muitas delas se realizem. Portanto, é preciso planejar de forma que você seja a principal responsável pela concretização dos seus planos: nada de ficar esperando ganhar na loteria para poder melhorar seu padrão de vida, por exemplo, até porque depende de sorte e de uma série de energias astrais, força do pensamento, o segredo , e por aí vai. Na verdade seria ótimo ganhar uma graninha que não é extra e sim milionária, mas vamos lá! Você não vai ficar parada neste final de 2011, certo? Confira estas dicas espertas para começar desde já as mudanças para 2012. 1. Avalie: O primeiro passo é avaliar quais foram as promessas de ano novo feitas no final de 2010. Era para comprar um carro novo? Viajar para a Europa? “Avalie o que deu certo e o que deu errado”, aconselha a psicóloga Olga Tessarini. “Por meio dessa análise é possível detectar erros de percurso, ações inadequadas e atitudes equivocadas. Assim, fica mais óbvio o que é preciso fazer para mudar agora”. 2. Mude a casa: Se é para mudar, a casa não pode ficar de fora. é lá que você passará boa parte de seu 2012. Descarte tudo o que não tiver sido usado nos últimos dois anos. Doe, é uma boa hora para começar. 3. Comece agora: Inicie a dieta em uma sexta-feira. Esperar pela segunda-feira é uma péssima estratégia. 4. Perdoe: Isso faz mais bem a você do que aos outros. nº 30 | Ano 4 | nov I d ez 2011

5. Otimize seu tempo, tenha tempo, tempo, tempo. 6. Escreva seus planos. Ah claro, tenha uma agenda, é essencial. 7. Faça as pazes com o trânsito e como o Brahma Kumaris indica: Opte pela calma. 8. Cuide do seu dinheiro, crie uma fórmula e guarde um pouco do seu 13º. 9. Tenha uma vida plena como quer Viçoso, um guru amigo meu . 10. Diga sim às oportunidades, seja seguro sempre, arrisque mais. 11. Seja o templo da sua alma, guie você na direção da sabedoria e do discernimento. 12. Segundo o compositor e músico Lenine fica a dica: Não se leve tão a sério, seja mais leve! Enfim, confira a edição 30 da In Memorian fim de ano, boa leitura, boas festas para você e toda sua família. Agradeço a todos que ao longo de 2011 estiveram com agente na revista, nos apoiando, interagindo e divulgando seus negócios. Que os sonhos, hoje apenas sonhos, num breve futuro se transformem em realidade. Feliz Natal e Feliz Ano Novo! Rosa Carvalho 4


CLIPPING |

I LIVE IN A CEMETERY

Parede viva em Londres prende a poluição

Eric AdjeteyAnang, de 25 anos, está renovando o mercado funerário ao criar caixões com a forma de animais e objetos,

nas Filipinas, 10.000 famílias moram, estudam, cozinham, se casam e criam filhos num cemitério.

no Gana. O negócio foi iniciado pelo avô, em 1950, e por ano o fabricante já conta com cerca de 200 a 300 encomendas.

Quando Daniel Johns - vocalista do Silverchair- escreveu

De acordo com a CNN, os caixões tornaram-se tão populares

esse verso, obviamente estava fazendo uma metáfora. O que

que Eric faz exportação para países como Estados Unidos,

ele não podia imaginar é que nas Filipinas, 10.000 famílias

Canadá, Bélgica, Espanha e Coréia do Sul. A idéia surgiu após o

moram, estudam, cozinham, se casam e criam filhos num

falecimento do avô que, segundo Eric, gostava muito de viajar.

cemitério. Para a maioria das pessoas, passar uma noite no

Por isso, assim que tive oportunidade fiz-lhe um caixão-avião

cemitério é algo que varia entre o improvável e o impossível.

para que ele pudesse viajar mesmo depois da morte.

Mas para cerca de 10.000 famílias que habitam os 54 hectares do Cemitério Norte de Manila, dormir no cemitério é apenas

Uma das paredes da estação Edgware de metrô em Londres acaba

parte do dia-a-dia. A reportagem é da revista online Vice

de ficar mais ecofriendly. Nesta semana terminou a instalação de

Magazine.

um jardim vertical na parede, cujo objetivo é impedir a circulação de poluentes típicos de zonas de muito trânsito. A parede tem

Algumas dessas famílias herdaram mausoléus de seus

180 metros quadrados cobertos por diferentes plantas.

antepassados e decidiram viver neles, outros chegaram a Manila em ondas de migração vindo da zona rural do país,

A parede está em estado de testes e serão avaliadas diversas

e sem dinheiro nem parentes foram parar, ainda vivos, no

plantas com folhas menores e diferentes hábitos, para só então

cemitério. O fato é que por não terem outro local para morar,

se determinar aquela que é mais eficiente em termos ecológicos.

eles habitam os mausoléus, ou tendas armadas entre as

A instalação foi feita em uma plataforma construída com material

criptas.

reciclado, que será monitorado todas as semanas para se avaliar a eficácia da absorção das plantas.

Mas as famílias não apenas dormem nos cemitérios, eles também tiram o sustento de suas atividades cotidianas.

O projeto faz parte de uma série de resoluções para se resolver

Adolescentes ajudam a transportar caixões ao custo de pouco

o problema da poluição na capital inglesa. Além de essa não

menos de um real, algumas crianças fazem coleta de metal,

ser a primeira parede verde em Londres, árvores estão sendo

plástico e lixo para vender, os adultos fazem serviços diversos

plantadas nas áreas mais carregadas da cidade e as pessoas estão

como manutenção das tumbas e mausoléus e ainda tocam

sendo incentivadas a andar e pedalar mais.

pequenos comércios.

nº 30 | Ano 4 | nov I d ez 2011

Por Amanda Previdelli, de INFO Online.

6

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA-PROJETO DE LEI Nº 7.888 DE 2010. Veja a lei na íntegra no blog da Revista In Memorian: www.revistainmemorian.blogspot.com Microsseguro: Duas entidades que representam o setor de assistência funeral e familiar foram à Susep para conhecer mais detalhes da nova regulamentação aprovada para o microsseguro, através de Resolução do CNSP. Os presidentes da Associação Brasileira de Empresas e Diretores do Setor Funerário (Abredif ), Lourival Antônio Panhozzi; e da Associação Brasileira de Administradores de Serviços de Assistência Familiar (Abrasaf ), César André Marchetti, foram recebidos pelo Superintendente da Susep, Luciano Portal Santanna. No encontro, ambos revelaram o interesse de empresas do segmento em atuar na atividade securitária, seguindo as normas estabelecidas pela nova legislação.

Homem cria caixões com formas de animais e objetos

Alguns dos projetos são muito simbólicos, um advogado que pede um caixão-tartaruga ou um caixão-lesma porque apesar de se mover lentamente chega sempre ao seu destino, afirmou o fabricante. Para si, Eric escolheria um avião ou um martelo “porque é aquilo que eu faço”, afirmou. Fonte: Correio da Manhã


MARKETING| elimar melo

IDENTIDADE VISUAL: BELEZA QUE PÕE MESA? Hoje nossa provocação vem de uma publicitária. Num tom de

O principal da construção de uma marca está no valor que a

tristeza e quase indignação, ela relata o descaso do empresariado

mesma representa no mercado e a posição favorável que ela

com os aspectos da identidade visual das organizações e nos

encontra na mente do consumidor (Posicionamento), que como

pede ajuda para esclarecer sobre o assunto. Veja:

escreve Ries (2001) “ a batalha pelo cliente não se dá nas lojas, ela

Oi Elimar! Sou designer e publicitária e percebo que não há uma preocupação de grande parte dos empresários desse setor com a identidade visual de suas

acontece é na mente do consumidor).

marcas, bem como muita resistência à idéias novas. Percebo que muitos possuem

Falamos de uma “batalha” de percepções e não uma de preço ou

logotipos e campanhas publicitárias poluídas e ultrapassadas, feitas sem qualquer

outro atributo dos produtos e serviços. E percepção, apesar de

embasamento profissional.

todas as variáveis, pode ser uma construção que a empresa faz na mente do cliente. Melhor dizendo, DEVE ser uma construção

O que é mais grave é que vários desses empresários menosprezam a importância de uma identidade visual bem construída e não vêem que isso é um sinal claro de um planejamento de marketing muitas vezes desestruturado, “empurrado com a barriga” ou até inexistente. Sabemos que a publicidade e o design são um dos

da empresa; senão alguém construirá a IMAGEM da sua empresa. Esse alguém, normalmente, é o concorrente; e ele não costuma ser tão generoso para ajudar nessa construção, concorda?

membros do marketing, que em conjunto com outras ações fortalecem a empresa.

O descaso para com layout, design, cores, tipografia, nomes, No entanto, não deixa de ser fundamental, uma vez que a identidade visual é a

placas, limpeza das instalações, papel de correspondência,

“cara” das organizações para o mercado, para os consumidores. Além de fazer esse

apresentação pessoal, uniformes, ambiente de trabalho e outros

desabafo, gostaria que você explicasse de forma mais detalhada a importância de uma identidade visual bem construída, baseada em planejamento e pesquisas, bem

aspectos que auxiliam na construção da imagem da organização

como das campanhas publicitárias.

tem sido grande, por onde eu tenho andado.

Abraço, Lorena.

Bem, beleza não põe a mesa, mas abre o apetite. Assim, é de fundamental importância o cuidado com todos esses aspectos de

nº 30 | Ano 4 | nov I d ez 2011

Bem Lorena, aí vai a resposta, e esta começa com uma pergunta para o leitor: Beleza faz diferença? Se sua resposta for não; pode parar de ler o artigo por aqui mesmo. Porém, se sua resposta for sim, ficará fácil compreender os motivos de ter uma identidade visual que o destaque no mercado. Basta saber se pessoas bonitas chamam sua atenção ao passarem por você. Assim se dá e se dará com sua marca se ela for trabalhada para ser melhor percebida pelas pessoas. Em Marketing se usa muito a expressão Branding para descrever o processo de construção de uma Marca. É evidente que isso não se faz apenas com um desenho gráfico bonito e interessante, mas isso não minimiza a importância do design bem feito. Essa construção é o que primeiro chama a atenção. 8

construção de uma marca. Existem especialistas no mercado para auxiliarem as empresas nas descobertas ou redescobertas de suas marcas. Conheço muito bons profissionais que tornaram marcas transparentes em imagens poderosas. Por mais conhecimento e boa vontade que o empresário tenha, por mais sucesso que a marca já tenha alcançado até na atualidade, chega um instante em que ela terá que se adaptar ás novas condições do Mercado para continuar existindo, certo? Elimar Melo é pós graduado em Marketing, Comunicação Social, Gestão Empresarial e Mestre em Administração. envie-nos perguntas, críticas, elogios, sugestões e dúvidas: inmemorian.revista@gmail.com


ESSÊNCIA DO SABOR | Sobremesa i Sorvete de Iogurte e Limão - 6 porções

Ceia de natal nada tradicional

Ingredientes: 3 copos de iogurte natural desnatado, 2 colheres de chá de essência de baunilha, 1 colher de sopa de suco de limão, 20 gotas de adoçante líquido, casca de

Se você está cansado do tradicional Peru e todos aqueles pratos que você come todo Natal

limão ralada.

desde que se entende por gente, escolhemos um cardápio com pratos leves, saborosos e Modo de Preparo: Misturar todos os ingredientes. Levar ao congelador até endurecer

criativos para pegar os seus convidados e o seu paladar de surpresa!

levemente. Retirar e bater no liquidificador por alguns minutos. Levar novamente ao congelador por duas horas e repetir a operação. Posicionar em tacinhas e decorar com folhinhas de hortelã. Servir imediatamente. Informações nutricionais por porção: 65 Kcal, 7g de carboidratos, 5g de proteína, 2g de gorduras totais.

Bebida i Fanta Laranja Caseira - 4 copos Ingredientes: 3 cenouras, 2 limões, 1 maracujá e1 litro de água mineral gasosa.

Entrada I Damasco com Pasta de Ricota - 10 porções

Modo de Preparo: Bater a cenoura no liquidificador, coar e retirar o bagaço (aproveitar em outra preparação). O suco da cenoura deve ser adicionado ao do limão e maracujá. Por último, acrescentar a água gasosa e, se necessário, adoçante.

IngredienteS: 250 g de damasco turco, 500 g de ricota, 4 dentes de alho, 3 colheres de margarina

Informações nutricionais (por copo): 35 kcal, 8 gramas de carboidratos, quantidades

light e 2 colheres de salsa picada.

não significativas de proteínas e gorduras.

Preparo: Amassar a ricota ou triturar no liquidificador e depois levar para uma vasilha; amassar

Consultora: Josefina Bressan, coordenadora do Departamento de Nutrição da SBD

todo o alho, misturar na ricota com a margarina e a salsa picadinha; Partir os damascos ao meio e

(2004-2005).

rechear com esta pasta. Outra opção é servir com torradas, biscoitos ou pão integral. Informações nutricionais por porção: 81kcal, 20g de carboidrato.

Prato Quente I Bacalhau Galego - 4 porções nº 30 | Ano 4 | nov I d ez 2011

Ingredientes: 1 kg de bacalhau, 500g de batata inglesa, 1 molho de couve, 4 cebolas grandes, 2 colheres de sopa de azeite de oliva e azeitonas pretas. Modo de Fazer: Deixar o bacalhau de remolho de um dia para outro (12h). Desprezar a água, cozinhar o bacalhau em postas em outra água, sem adicionar sal. Depois de cozido, retirar o bacalhau da água, o excesso de pele e as espinhas. Subdividir o bacalhau em pedaços menores e reservar. Na água de cocção do bacalhau, cozinhar a batata e a cebola, previamente cortadas em rodelas. Quando a batata estiver quase cozida, acrescentar a couve cortada em tiras e corrigir o sal, se necessário. Depois de cozida a batata, escorrer os legumes e reservar. Em um refratário, colocar um pouco de azeite no fundo e arrumar os ingredientes em camadas, na seguinte ordem: batata, bacalhau, cebola, couve e azeite para regar. Levar ao forno somente para aquecer, na hora de servir. Depois de pronto, acrescentar as azeitonas pretas para enfeitar. 10

Informações nutricionais por porção: 350 kcal, 22g de carboidrato


PREMIAÇÃO | EMPRESÁRIO DO ANO

INFORME |

CENTRO FUNERÁRIO DE ARAPONGAS ACOMPANHAMENTO DO EMPREENDIMENTO: Já está em fase final de acabamento a reforma e ampliação do Centro Funerário de Arapongas. Faltando apenas alguns detalhes para a conclusão, este empreendimento do Grupo Prever estará totalmente disponível em breve para a comunidade de Arapongas e região. São instalações amplas e modernas, que oferecerão conforto e praticidade às famílias enlutadas.

Acima, José Carlos Valêncio, Reginaldo Czezacki e Dr. Fernando Ribas. Ao lado, o empresário Reginaldo Czezacki recebendo o prêmio ao lado de sua esposa Helena Czezacki.

ENTREGA DO PRÊMIO EMPRESÁRIO DO ANO 2011 A REGINALDO CZEZACKI No dia 09 de setembro aconteceu a entrega do prêmio Empresário

levaram Reginaldo Czezacki a ser eleito Empresário do Ano 2011.

do Ano 2011 ao empresário Reginaldo Czezacki, promovido pela

Logo após a exibição do vídeo, Reginaldo subiu ao palco para

ACIM entre outras instituições . O evento foi realizado no Moinho

receber a placa comemorativa das mãos do presidente da ACIM,

Vermelho e contou com a presença de aproximadamente 700

Sr. Adilson Emir dos Santos. O troféu Empresário do Ano 2011 foi

pessoas, entre elas autoridades políticas municipais, estaduais

entregue pelo Sr. Wilson Iabiku, que foi Empresário do Ano 2010.

e federais, bem como importantes empresários de diversos

Recebeu ainda uma homenagem do Lar Escola da Criança de

segmentos de Maringá, além de familiares e amigos do Reginaldo

Maringá e também do Deputado Estadual Sr. Wilson Quinteiro.

e colaboradores do Sistema Prever.

nº 30 | Ano 4 | nov I d ez 2011

Nesse momento, oficialmente Empresário do Ano 2011,

12

O início da cerimônia deu-se por volta das 21h, com a entrada

Reginaldo proferiu um discurso emocionante, contando outros

do homenageado da noite, Reginaldo Cezacki, acompanhado de

detalhes de sua história, agradecendo a colaboração de todos

sua esposa, Helena Czezacki. As principais autoridades presentes

que o ajudaram a ser o grande empresário que ele é hoje, desde

foram convidadas a discursar, recordando pontos importantes da

colaboradores que já passaram pelo Grupo Prever, até parceiros

trajetória de Reginaldo que o levaram a posição de destaque da

empresários de outros segmentos, a imprensa, os associados e

noite, bem como ressaltando as características empreendedoras

familiares.

e humanas que o tornaram o importante empresário que ele é hoje.

Para encerrar o cerimonial, Dom Anuar Batisti, Arcebispo de Maringá, proferiu uma bênção a Reginaldo Czezacki e toda sua

Após os discursos, foi exibido um vídeo contanto a trajetória de

família. Os convidados foram agraciados com um belo jantar

Reginaldo, mostrando principalmente que desde pequeno, já

que tornou-se um momento de confraternização e alegria. Aos

dava sinais de que seria uma pessoa de sucesso. A participação

presentes, ficou evidente a contribuição de Reginaldo Czezacki à

da mãe, esposa, filhos, sócios, parceiros e amigos, transformaram

Maringá e demais cidades onde o Grupo Prever atua.

essa homenagem em um momento emocionante para todos os presentes, que puderam ter a real noção dos motivos que


ASSISTA |

ANIVERSARIANTES |

Por Alysson Oliveira - Cineweb

PREMONIÇõES Sandra Bullock protagoniza o suspense sobrenatural “Premonições”. Ela interpreta uma mulher que pensava ter uma vida perfeita, mas é destruída quando recebe a notícia que seu marido morreu num acidente de carro. Bullock é Linda Hanson. Ela se prepara para dar a notícia às duas filhas pequenas, que estão na escola. Buscando conforto, liga para a mãe e para a melhor amiga, mas acaba adormecendo. Quando acorda, no dia seguinte, tem a surpresa de achar o marido Jim (Julian McMahon, da série “Nip/Tuck”) tomando café e vendo televisão. Ela fica com a sensação de que aquilo tudo era apenas um sonho. Porém, num outro dia acorda e descobre que o marido está realmente morto, ao encontrar diversas pessoas em sua casa lhe dando condolências. Linda percebe que o tempo está lhe pregando uma peça: a semana da morte do marido passa com os dias fora de ordem. Se, por um lado, ela pode estar enlouquecendo, por outro, existe a possibilidade de salvar a vida de Jim.

nº 30 | Ano 4 | nov I d ez 2011

NãO ESTÁ NA LISTA? ENVIE-NOS SUA DATA DE ANIVERSÁRIO! CONTATO@REVISTAINMEMORIAN.COM.BR

14

2 5 6 11 19 21 24 26 28 29

Nov Nov Nov Nov Nov Nov Nov Nov Nov Nov

Jeremias Martins da Paz Alice do Espírito Santo Pagliaro Maurício Amaros Brasildes da Silva Neto Juliano Alvarenga Campos Marilene Lemos Marcelo Ivan de Almeida Martins Fernando Freitas Rios Hernon Freitas

Assistência Familiar J. Pax Pagliaro Serviços Sociais LTDA Sistema Vida Familiar Planos Assistenciais Vida Plano de Assistência Funerária Padre Victor Funerária Santo Antônio Organização Funerária Mundial Pax LTDA

17 20 21 25 26 28 28 29

Dez Dez Dez Dez Dez Dez Dez Dez

Carlos André Funeraria Teófilo Otoni José Silveira de Carvalho Neto Funerária Redentor Ltda ME João Carlos Indústria de Urnas Tanabi Carlos Laerte Organização Social de Luto Paranaense Nésio (Macarrão) Assistencial Santa Clara Marciel Vesco Funerária Carvalho - SP Tádia Salgueiro Rodrigues de Carvalho Funerária Carvalho - SP José Roberto Júnior Serviços Funerários Rosendo LTDA

Emirtra Funerária a Caminho do Ceú

Isso se ela realmente quiser, pois o casamento dos Hanson não era tão perfeito quanto parecia. Tanta confusão só piora a vida de Linda, que acaba procurando ajuda médica e também espiritual. O padre que consulta a acusa de falta de fé. Essas opções fazem com que o filme, dirigido pelo alemão de origem turca MennanYapo, transite entre o suspense e o melodrama, com Linda tendo sérias dúvidas sobre sua sanidade e seu casamento. Sandra Bullock tenta dar credibilidade a uma mulher comum, com um problema incomum. Ela já provou que pode ser boa atriz, em “A casa do lago” e “Confidencial”, mas aqui, o roteiro repleto de pontas soltas não a ajuda muito a desenvolver uma personagem com credibilidade.


DECOLE | PUNTA CANA

Por Lorena Santos

PERFIL | DA VINCI

UM PARAÍSO NA REPÚBLICA DOMINICANA Se você não se contentar com a beleza extasiante das praias de Punta Cana, o clima delicioso, os hotéis aconchegantes e all-inclusive (o que eu duvido muito), fizemos um apanhado de passeios que podem ser feitos por lá. Ilha Saona - É, sem dúvida, o passeio principal do cardápio. Você é levado de ônibus até Baiahybe, a 1h30 de Punta Cana,

A HISTÓRIA DA MONTADORA DA VINCI CONTADA PELO EMPRESÁRIO GERALDO BONATO

e lá embarca num catamarã para uma ilha com mar ainda mais bonito (acredite) do que o de Punta Cana. Há parada para snorkel num aquário natural. Almoço e bebidas estão incluídos. Alguns tours

Foi em Independência, no interior do Ceará onde tudo aconteceu.

mais em conta. Quando o cliente conseguia entender a diferença

oferecem a volta da ilha a Bayahibe em

Toninho é um agente funerário que te leva pra casa e pede a

entre capota e transformações ai as coisas ficavam mais fáceis.

lanchas rápidas à la James Bond. Sai entre

mulher pra fazer uma galinha caipira enquanto coloca a prosa

Hoje atuamos com cinco montadoras GM/FIAT/HYUNDAI/

US$ 80 e US$ 100 para adultos, crianças

em dia. Três funerárias, três Santana Quantum. Quando uma das

TOYOTA/VOLKS, onde desenvolvemos cinco perfis distintos.

pagam metade.

empresas fazia dois serviços simultaneamente, uma delas ficava

Inclui capotas que quando comparadas, o cliente opte pela

sem auto fúnebre. Disse-me que precisava de um quarto carro,

transformação por inteiro.

mas que fosse barato, tivesse duas mesas, e financiamento direto.

nº 28 | Ano 4 | j ul I ag o 2011 nº 30 | Ano 4 | nov I d ez 2011

Dos carros, diversificamos para linha de mobiliário de salas de Nasceu então o Funeral Home Service, um trailler em formato

homenagem, sem contudo desviar o foco. Sempre pensamos

de trem bala acoplado em um automóvel comum, tracionado

em algo diferenciado. È muito gratificante quando um cliente diz

para cortejos e translados com custos enxutos, enquadrando-se

que o nosso produto é diferenciado. Para nós somente interessa

dentro do orçamento das funerárias de pequeno e médio porte.

fazer o melhor.

A partir disso começaram a pedir um veículo motorizado, um

Nossa produção é limitada, não somos uma empresa de larga

auto fúnebre. Nasceu a Marshall Limousine, montada sobre a

escala. Temos uma unidade fabril semi artesanal. Já tivemos

La Romana & Altos de Chavón - La Romana, adiante de Baiahybe, é onde fica um

plataforma GM Montana 1.4 flex. Nosso conceito, que graças a

convites de empreendedoras para abrimos uma nova unidade no

megacondomínio caixa-alta totalmente voltado para americanos, o Casa de Campo. O

Deus, já era bom em razão do trailler, cresceu consideravelmente

Nordeste onde o mercado é muito promissor. Mas ainda estamos

passeio leva também a Altos de Chavón, um vilarejo medieval mediterrâneo fake, com

com a Marshall. Carro mais luxuoso, status de Limousine. As

com o foco direcionado nos países Mercosul. Com orgulho

marina e shopping, que é o anexo mais recente de La Romana. Sai desde US$ 75. (Também

encomendas foram crescendo dia a dia, vez por outra deparamos

podemos dizer que nasceu na Da Vinci a primeira Limousine com

há passeios de meio dia, por US$ 35).

com orçamentos de clientes com “capotas” consideravelmente

mesa eletrônica para funerais.

Reef Explorer - Meio dia num deck flutuante em Cabeza de Toro. Snorkel nos corais, mergulho com tubarões e arraias, caiaques, colchões flutuantes. Massagista a bordo. Sucos e água incluídos. US$ 89, apenas para maiores de 13 anos. Manati Park - Um ecoparque temático com jardins tropicais, minizoológico, espetáculos folclóricos, shows de golfinhos amestrados, réplica de aldeia indígena e feira de artesanato. Dá para agendar encontros com golfinhos. A entrada no parque custa US$ 30 para adultos, US$ 15 para crianças. O ingresso + encontro com golfinhos sai US$ 95. Discoteca ImaginE - Até a vida noturna em Punta Cana tem estrutura de excursão. A disco Imagine, que funciona numa caverna e está próxima ao aeroporto, tem ônibus que passam pelos hotéis recolhendo freqüentadores. O pacote de transporte + entrada para

16 16

uma semana custa US$ 55 (e inclui uma noite de open bar). Por US$ 35, você compra transporte + entrada para uma semana + 2 drinks.


TENDÊNCIA | A ARTE DE ARRUMAR

Por Agni Melo

festas de fim de ano na empresa O final do ano é marcadopelas confraternizações corporativas.

Bebidas

Por reunir toda a hierarquia da empresa no mesmo ambiente. Esse

Essa não vai ser a primeira nem a última oportunidade que você

tipo de evento oferece uma oportunidade única de exposição de

vai ter ao longo da sua vida para tomar cerveja, vinho, ou qualquer

imagem, que pode ajudar ou atrapalhar a carreira dependendo

coisa que estejam servindo. Limite-se a poucos copos ou taças.

do comportamento.

O primeiro passo é comparecer, ainda

Um dos deslizes mais comuns cometidos por quem excede na

que sejam momentos de descontração e comemoração, não se

bebida alcoólica é flertar com um colega ou supervisor. Isso pode

pode esquecer que esses eventos são profissionais, portanto,

ter uma repercussão negativa - profissional ou pessoal - quando

uma extensão do seu trabalho. Assim, faltar à festa pode dar a

o comportamento exagerado foi documentado com fotos ou

impressão de que o colaborador não valoriza a empresa onde

comentários em redes sociais.

trabalha. Esses encontros são boas oportunidades para ampliar a Conversas

rede de contatos e ganhar visibilidade com os superiores.

Mantenha as conversas leves e descontraídas, nada de falar A postura apresentada no evento deve ser a mesma do trabalho,

das catástrofes do mundo. Os assuntos de trabalho devem ser

ainda que acompanhada de descontração. Para manter a linha,

evitados. A ideia é se descontrair e compartilhar os bons resultados

uma das principais dicas é evitar bebida alcoólica em excesso. Ver

da empresa.

um colega embriagado exibindo comportamento inapropriado Circule

ou até perigoso não é nada agradável!

É bem-visto e interessante profissionalmente aproveitar a Quem

comete

excessos

em

festas

corporativas

acaba

estigmatizado, fazendo com que no próximo evento o mesmo

oportunidade para conversar com pessoas de outras áreas, com as quais se tem pouco contato no dia a dia.

comportamento seja esperado pelos colegas. Também é comum que a pessoa não seja convidada para certos encontros e até a

Hierarquia

chance de promoção pode diminuir. Fato é que somos observados

Espere o gestor dar abertura para um contato mais próximo. Para

constantemente e muita gente fica mal vista na empresa por

os líderes, é importante agir com simpatia e naturalidade, deixar a

conta de deslizes que comete nessas ocasiões. Para não correr

equipe à vontade e agradecer a contribuição durante o ano.

riscos, seguem algumas dicas para garantir que as festas de fim de ano sejam bem aproveitadas:

Dança É aceitável dançar quando o contexto permitir, principalmente se

Figurino

há pista de dança, DJ ou banda, mas sem exageros.

E natural querer caprichar no visual nessas ocasiões. Pra não errar, é interessante atentar para o horário, local da confraternização e

Imagem da empresa

para a orientação de vestimenta contida no convite. A dica é não

Lembre-se que você representa a companhia. Em festas que

sair muito do guarda-roupa profissional de sempre. Se a festa for

envolvem não só os colaboradores, mas também a presença de

formal, a sugestão é usar uma roupa que serviria para trabalhar,

clientes, o cuidado deve ser redobrado para não prejudicar a

se a reunião acontecer em um ambiente mais descontraído, vale

imagem da empresa.

usar o que se vestiria em um casual friday. Atenção mulheres! Evitar decotes, lingerie aparecendo e saltos exagerados.

Críticas Não critique nada do evento. Os organizadores fizeram o que

Convite e convidados

puderam para que tudo coubesse no orçamento e satisfizesse os

Só vale levar família ou parceiro se a empresa explicitar que é

desejos de todos os presentes.

permitido. Apresentar seu acompanhante aos seus colegas de trabalho e até mesmo ao seu superior. Também para os familiares

Postura profissional

a preocupação deve ser desde a roupa com que vai à festa até com

É importante prestar atenção à comunicação não verbal, como

o que se fala. Mostrar conhecimento e interesse pelo trabalho do

a forma de se sentar, comer e beber. Mantenha-se arrumado.

companheiro é indicado.

Privilegie sempre o equilíbrio e a discrição. Boas festas!


CAPA | rituais fúnebres

a ligação do mundo re al com o desconhecido A morte é o gênio inspirador, a musa da filosofia. Sem ela

conta que, por causa da morte de Jesus, todas as pessoas têm a

marcando uma espécie de margem entre os limites do mundo

vigília continua toda a noite e por muito tempo entre membros

provavelmente a humanidade não teria filosofado. Desde os

chance de viver eternamente nos céus com Deus. E para marcar

dos vivos e o mundo dos mortos.

da família, parentes, conhecidos e outras pessoas, para

primórdios da civilização, a morte é considerada um aspecto que

esse fim, nada mais justo que um ritual fúnebre. Todas as culturas

fascina e, ao mesmo tempo, aterroriza a humanidade.

possuem algum tipo de regra para essa ocasião. Como a morte é

Funeral no México

sepultados. Neste ritual, queimam-se incensos, muita recitação

a principal ligação do homem a um lado que ele busca entender

O dia de finados é comemorado com muita festa e alegria. Exceto

de “Sutra”(uma oração para acalmar o morto) e por fim, passa-

A morte e os supostos eventos que a sucedem são, historicamente,

incessantemente, as religiões ficam responsáveis por esta parte.

pelo motivo da comemoração, são muito semelhantes a uma

se para o crematório onde os ossos depois de incinerados são

fonte de inspiração para doutrinas filosóficas e religiosas, bem

Segue-se com isto alguns rituais fúnebres e interessantes:

festa de aniversário. O morto é inclusive, convidado a participar

colocados em caixas específicas para mais orações

passar uma última noite com os defuntos antes que estejam

do banquete e os vivos festejam para que ele fique bem. As festas

para os seres humanos. Falar sobre morte provoca certo

Funeral Humanista

podem ser em casa ou no cemitério, mas tem que ter muita

Funeral Judaico

desconforto, pois damos de cara com a finitude, o inevitável, a

Os humanistas não têm crenças religiosas. Usam a razão, a

alegria e “comes e bebes”. Para sintetizar a visão da morte para o

“Assim como veio, ele deve ir,” diz Cohêlet. Um funeral judaico

certeza de que um dia a vida chega ao fim.

experiência e os valores humanos para guiar seu pensamento. Os

mexicano, encontrei o seguinte conteúdo:

é uma cerimônia de calma e dignidade; uma mortalha branca é usada tanto pelos ricos como pelos pobres, um caixão simples

nº 28 | Ano 4 | j ul I ag o 2011 nº nº30 29| |Ano Ano44| |nov set I d out ez 2011

humanistas percebem que a morte é inevitável e não acreditam

20 20

O mistério da morte é parte do enigma da alma e da vida em si:

na vida após a morte. Um funeral humanista permite a família

“No México contemporâneo, temos um sentimento especial

de madeira, um enterro rápido sem ostentação são alguns dos

entender a morte significa realmente entender a vida. Durante a

e amigos da pessoa falecida lembrá-lo e dizer adeus. Muitos

diante do fenômeno natural que é a morte. A morte é como um

costumes simples que predominam. A morte é a crise da vida.

vida como a conhecemos, o corpo seria vitalizado pela alma; na

humanistas acreditam que têm o direito moral de doar seus

espelho que reflete como vivemos e nossos arrependimentos.

A maneira de um homem lidar com a morte indica muito sobre

morte, ocorreria uma separação entre o corpo e a alma. Porém a

órgãos depois da morte se pode ajudar a alguém mais. Isto é

Quando a morte chega nos ilumina a vida. Se nossa morte precisa

sua atitude para com a vida.

alma continua a viver como sempre fez, agora livre das restrições

visto como uma decisão individual.

de sentido, tão pouco sentido teve a vida, “diga como morre e te direi como é”. Fazendo uma comparação com os cultos pré-

Assim como há um estilo judaico de vida, também existe um

bondade, virtude e altruísmo – estão na alma, é lógico presumir

Funeral na antiga Mesopotâmia

hispânicos e a religião cristã, se sustenta que a morte não é o fim

estilo judaico de morte. Da mesma forma que a maneira judaica

que ele ascenderá a um estado mais elevado após cumprir suas

Os povos mesopotâmios tinham por costume enterrar os corpos

natural da vida, se não uma das fases de um ciclo infinito. Vida,

de viver é uma perspectiva distinta e um estilo de vida singular

responsabilidades na terra.

dos mortos da maneira mais escrupulosa, sendo o cadáver

morte e ressurreição são os estados do processo que nos ensina

assim também é a maneira judaica de morrer. Implica atitudes

cuidadosamente acompanhado de todas as marcas da sua

a religião cristã.”

singulares em relação a Deus e a natureza, e relativamente ao

físicas do corpo. E como o verdadeiro caráter da pessoa – sua

A Bíblia se refere a dois tipos de morte: a morte física, que

identidade pessoal e familiar, como os seus pertences, objetos de

acontece com todas as pessoas quando param de viver e a morte

uso, roupa e até mesmo as suas comidas prediletas.

espiritual, quando elas não mantêm um relacionamento com

problema do bem e do mal. Há também uma maneira distintiva

Funeral no Japão

de demonstrar as qualidades específicas judaicas de reverência

Quase a totalidade (9o %) dos Japoneses são enterrados segundo

pelo homem e respeito pelos mortos.

Deus e Jesus Cristo. O Velho e o Novo Testamento falam da morte

Era tido muito cuidado, para que nada faltasse na travessia, nada

as tradições budistas. A cerimônia se inicia com o Wake, passando

de maneira diferente. O Velho Testamento fala mais de morte

perturbasse, ou violasse o espaço sagrado do túmulo. Antes do

à cremação e , por fim, ao enterro na sepultura da família. Quase

Por exemplo, a proibição tanto da cremação (a eliminação rápida

física e o que significava para os israelitas. O Novo Testamento

enterro era escolhido o local, tendo em conta a pertença do morto

100% dos japoneses são cremados. O velório Japonês se chama

e não natural do corpo) e o embalsamamento (a preservação

fala mais de morte espiritual. Conta a história da vida de Jesus

a uma determinada família ou importância social. Situados junto

“Tsuva” e envolve todo um processo ritualístico. Até a forma

não natural do corpo), mostram uma filosofia do homem e seu

Cristo na Terra, que inclui sua morte e ressurreição. Também nos

às cidades, os cemitérios a elas pertenciam de modo essencial,

como o roupão é colocado no morto deve seguir um padrão. A

relacionamento com Deus e com a natureza.

nº 28 | Ano 4 | j ul I ag o 2011

como uma inesgotável fonte de temores, angústias e ansiedades

21


LIVRO | velórios inusitados

por mário marinho

Velórios inusitados mostra como a morte não pode ser levada tão a sério Um operário é surpreendido com o anúncio de sua própria morte publicada em um jornal. Estabelece-se o caos até que ele percebe que há ali um desejo de vingança. Mas vingança de quem? De quê? Do outro lado do mundo, um homem gasta milhares de dólares para enterrar um cão. Mulheres caracterizadas para um funeral mexicano. Para eles, a morte é o espelho da vida e deve ser celebrada com alegria.

Funeral Hindu

não é levado para fora através da porta para o funeral. Em vez

Na sociedade hindu, era praticada a incineração crematória. O

disso, o corpo é retirado através de uma janela ou parte de trás

cadáver não era conservado com as marcas da sua identidade,

da barraca.

nº 30 | Ano 4 | nov I d ez 2011

personalidade e inserção social, mas completamente consumido pelo fogo, destruído até às cinzas, que eram lançadas ao vento,

As pessoas que ajudam a carregar o corpo da pessoa falecida

ou nas águas dos rios, sendo o morto privado de todos os seus

para o túmulo são considerados infectados e tem que ficar longe

traços identitários. Sendo tratado como vítima de um sacrifício,

de fazer certas coisas. Durante o período de luto, as mulheres da

a destruição do cadáver marcava a destruição integral da sua

casa não se lavam nem se vestem bem, e por vezes até fazem

existência, ficando livre de todos os seus pecados.

dietas especiais.

Nesta sociedade a morte era interpretada como a via de acesso

Os costumes funerários esquimós são bastante estranhos em

ao Absoluto, ao Eterno, e à paz originária: as comunidades

termos de enterrar uma pessoa. O que eles fazem é dobrar o

hindus não procuravam a sua permanência na terra. A lenda

corpo da pessoa morta ao meio e depois colocar o cadáver do

desta sociedade diz que quando a “mãe terra” se encontrava

seu lado em uma caixa. Esta caixa é levantada em torno de três a

sobrecarregada de pessoas vivas, apelava ao deus Brahma,

quatro metros acima do solo por meio de quatro apoios. A caixa é

que enviava a “mulher de vermelho” (que representa a morte,

então pintada com aves, peixes e outros animais. Às vezes, a caixa

na mitologia ocidental) para levar pessoas, aliviando assim, os

está envolvida com peles. Itens como roupas, utensílios e armas

recursos naturais e a sobrecarga populacional da “mãe-terra”.

de fogo são colocados dentro da caixa.

Funeral Mulçumano

A morte é um lugar inacessível para os vivos, e cada sociedade,

Quando um muçulmano morre, ele deve ser lavado,

tem uma maneira de encará-la baseada em seu código de

preferencialmente por um membro da família, amortalhado num

conduta, hierarquia de valores, e tradições. Os rituais fúnebres

tecido limpo e branco e depois uma oração deve ser feita para

e a elaboração do luto sofrem mudanças de acordo com os

assim o morto ser enterrado.

processos econômico-sociais vividos pelas sociedades e com as diferentes regiões dominantes em casa uma delas.

Funeral Esquimó

22

Quando uma pessoa morre, todos os seus valores são levados

Esses rituais fúnebres são de essencial importância, fazendo

para fora de casa e colocados a “arejar” para que se desinfectem.

parte das preocupações cotidianas de muitas sociedades antigas

Mesmo os membros da família do falecido trazem todos os seus

e atuais, pois deles dependem o direito ao repouso eterno.

pertences fora, colocando-os ao ar. O corpo da pessoa morta

Enquanto isso, nos Estados Unidos, outro guarda na sala da casa, em caixão de vidro, o corpo da mulher amada. O candidato a político encontra uma forma diferente de se lançar candidato. Terá sucesso? E a loura que ataca às portas do cemitério em plena meia-noite? São histórias que nascem do segundo evento mais importante do homem: a morte. Estes e muitos outros casos e causos são contadas neste livro, em textos leves, fáceis e saborosos que trazem realidade, ficção, imaginação – num coquetel nada tétrico.


NEGÓCIOS EM AÇÃO | POR CLAUDINEY SOUZA Claudiney é Contador, Advogado e Diretor da Prevenir Assistencial Ltda - Empresa de planos funerários em BH. Contato para Consultoria Empresarial e Tributária - claudineyjsouza@ig.com.br - Tel: 31-9956-5642.

Desconsideração da personalidade jurídica Blindagem patrimonial dos sócios A personalidade da pessoa jurídica não se confunde com a de

Para Guilherme Calmom Nogueira da Gama (2006, p.78-

seus integrantes nem com a de seus administradores, e isso era

79), é necessário esclarecer que a introdução expressa da

norma expressa no artigo 20 do código civil de, 1916, BRASIL,

desconsideração no Código Civil de 2002 atende à intenção de

consagrando, portanto, a autonomia patrimonial. A distinção

afastar, através da introdução de valores constitucionais e de

entre os bens da pessoa jurídica, como autonomia patrimonial,

princípios éticos, o Direito privado da orientação individualista

e os bens das pessoas físicas, geram importantes conseqüências

que guiava o Código Civil de 1916 que, na seara da Teoria da

no que se refere às responsabilidades patrimoniais, já que pelas

Pessoa Jurídica, resultava em sociedades que objetivavam apenas

obrigações dos sócios e administradores não responde a pessoa

a satisfação egoística de seus membros.

jurídica e nem esta responde com seus bens pelas obrigações de seus sócios administradores, salvo algumas excepcionalidades.

A partir da idéia de constituir uma empresa e se tornar empresário, uma atividade econômica, para ser desenvolvida, se origina de

A teoria da Desconsideração da Personalidade Jurídica hoje

uma sociedade, seja ela simples, limitada, por ações, entre outras.

presente em nosso ordenamento, consubstanciada no artigo

As responsabilidades dos sócios pelos passivos da sociedade são,

50 do Código Civil de 2002, vem demonstrando que a aplicação

em regra, limitadas ao montante que desejam aportar ao capital

deste instituto torna-se necessária, pois a chamada autonomia

social.

patrimonial apregoada no antigo código Civil de 1916 poderia ser desconstituída se a gestão da sociedade implicasse em confusão

Assim, os bens pessoais de cada sócio são distintos dos bens

patrimonial, atualmente, observando os requisitos e pressuposto

da sociedade. Logo, o patrimônio da sociedade não deve se

elencados no artigo 50 do Código Civil de 2002.

confundir com o patrimônio de seus sócios. Existem exceções legais, onde é comprovada a fraude na gestão e no objetivo social da empresa. Exemplo disso é o caso que vislumbra a desconsideração da personalidade jurídica por encontrar-se no abuso da utilização da sociedade, quando os sócios utilizam-se desta para benefício próprio e em prejuízo de terceiros. O que se

nº 30 | Ano 4 | nov I d ez 2011

busca com a desconsideração da personalidade jurídica é afastar a divisão existente entre os bens da sociedade e os bens pessoais dos sócios e considerá-los como uma universalidade de bens que deve responder pelas obrigações contraídas pelos sócios em nome da sociedade com o intuito de fraude. No Brasil, alguns normativos passaram a prever a desconsideração da personalidade jurídica, sendo que o último deles, em comento, o art. 50 do Código Civil, sedimentou esta teoria no Direito brasileiro. A grande questão é que, atualmente, a jurisprudência de nossos tribunais, principalmente nas questões que envolvem direitos trabalhistas e tributários, está sendo aplicado na teoria da desconsideração da personalidade jurídica, desprezando os requisitos exigidos, notadamente a fraude, para poder ser 24

aplicada.

Todavia, uma sociedade limitada, por exemplo, em função

proteger o empreendedor daquilo que a própria lei deveria

da limitação da responsabilidade dos sócios pelas dívidas da

fazer. Alguns planejamentos se tornam necessários em razão de

sociedade, que confere aos sócios, vem sendo desconsiderada

decisões judiciais que começam a atacar, não respeitar requisitos

pelos tribunais sem que haja elementos que justifiquem tal

legais e generalizar, tornando muito comum a difícil luta de

exceção.

ser empresário, que é contrair dívidas tributárias e bancárias, na tentativa de sobreviver em um mercado extremamente

O entendimento jurisprudencial, ao contrário, tem feito da

competitivo com incentivos mínimos e obrigações multiplicadas

desconsideração da personalidade jurídica a regra, ensejando

a cada ano.

a responsabilidade ilimitada dos sócios que respondem diretamente, com seus bens pessoais, independentemente

A forma de blindagem patrimonial a ser utilizada dependerá de

da ocorrência de abuso ou fraude na gestão e uso da pessoa

diversos fatores, e deve ser realizada por técnicos competentes,

jurídica.

sempre se atentando para utilização de métodos legais. A idéia é essa blindagem não fraudar credores ou burlar o fisco, mas sim

Tendo em vista essa infundada realidade jurídica, diversos

permitir que a responsabilidade dos sócios seja efetivamente

empresários se utilizam de mecanismos legais procurando blindar

limitada ao montante atribuído por ele ao capital social da

seu patrimônio pessoal, tendo que se socorrer ou ser socorrido

sociedade, não estando seu patrimônio pessoal sujeito aos riscos

por operadores do direito para conseguir aquilo que a própria

do negócio.

constituição de uma empresa de sociedade limitada deveria fazer: proteger seus bens pessoais de dividas da sociedade.

Além disso, que uma empresa, vítima de mercado competitivo e de governo com sede de arrecadação, não tenha seu sócio

Alguns escritórios de advocacia e especialistas em Direito

punido severamente por ter tido a coragem de ser empreendedor

Tributário, são duramente criticados e acusados de desenvolver

e gerador de empregos.

planejamentos para burlar a lei ou fraudar execuções, enquanto que, na realidade, são realizados mecanismos legais a fim de


FIQUE POR DENTRO | Art. 4o Consideram-se também como planos de microsseguro os

§1o O pagamento do prêmio ao correspondente de

Microsseguro Primeira Resolução Oficial

de previdência complementar aberta que atendam ao disposto na

microsseguro considera-se feito à sociedade seguradora.

presente Resolução e cujos benefícios sejam iguais ou inferiores ao

§2o A remuneração ajustada entre a sociedade seguradora e

capital segurado máximo estabelecido pela SUSEP para planos de

o correspondente de microsseguro deverá estar expressa no

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP No 244, de 2011.

microsseguro de pessoas.

contrato entre as partes.

aos microempreendedores individuais na forma estabelecida

Art. 5o A SUSEP estabelecerá as condições específicas para

§3o Não se aplica ao correspondente de microsseguro de

pela Lei Complementar nº 123/2006, com alterações produzidas

funcionamento das sociedades e entidades que operem em

que trata esta Resolução a legislação especial aplicável aos

Dispõe sobre as operações de microsseguro, os corretores e os

pela Lei Complementar nº 128/2008, fornecida por sociedades

microsseguro.

representantes comerciais.

correspondentes de microsseguro e dá outras providências.

seguradoras e entidades abertas de previdência complementar autorizadas a operar no país, mediante pagamentos proporcionais

Parágrafo único: O capital base para as sociedades que operem

Continuação da Resolução CNSP No 244, de 2011.

aos riscos envolvidos.

exclusivamente em microsseguro será de 20% (vinte por cento) do

§4o A SUSEP disciplinará a atividade do correspondente de

valor definido na legislação vigente.

microsseguro.

A SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS –SUSEP, no uso

§1o Para fins desta Resolução, define-se como microsseguro a proteção securitária destinada à população de baixa renda ou

da atribuição que lhe confere o art. 34, inciso XI, do Decreto no 60.459, de 13 de março de l967, torna público que o CONSELHO

§2o A Superintendência de Seguros Privados – SUSEP definirá

NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS – CNSP, em Sessão realizada

os ramos que poderão ser comercializados em planos de

Art. 6o A SUSEP poderá estabelecer regras de capital e de provisões

§5º O correspondente de microsseguro não pode ter como

em 29 de novembro de 2011, considerando o que consta do

microsseguro, bem como os critérios mínimos a serem

técnicas diferenciadas para operações de microsseguros, observado

atividade principal a comercialização de seguros.

Processo CNSP No 6/2011, na origem, e Processo SUSEP no

observados pelos planos de negócios específicos, com definição

o disposto nas resoluções do CNSP que normatizam a matéria.

15414.005235/2011-64, e com base nos incisos II, VI, XI, XII do

objetiva do público-alvo a que se destinam.

artigo 32 do Decreto-Lei no 73, de 21 de novembro de 1966, no

Art. 9o As sociedades e entidades poderão ofertar planos Art. 7o A SUSEP disciplinará a habilitação e o registro das

de microsseguro por intermédio de correspondentes de instituições financeiras e demais instituições autorizadas a

§1o do art. 3o do Decreto-Lei no 261, de 28 de fevereiro de 1967,

Art. 3o Consideram-se planos de microsseguro aqueles que

pessoas naturais que realizem intermediação exclusivamente

nos arts. 73 e 74 da Lei Complementar no 109, de 29 de maio de

contenham a definição objetiva do público-alvo do segmento de

em microsseguro, os quais serão denominados corretores de

funcionar pelo Banco Central do Brasil, na forma disciplinada

2001 e Lei no 4.594 de 29 de dezembro de 1964, resolveu:

baixa renda ou do grupo de microeempreendedores individuais

microsseguro.

pela SUSEP.

a que estão destinados e que observem o plano de negócios da Art. 1o Esta Resolução dispõe sobre as operações de microsseguro,

sociedade ou entidade e, entre outros, os seguintes parâmetros:

Parágrafo único. O corretor de seguro habilitado a intermediar

Art. 10 Fica a SUSEP autorizada a adotar as medidas necessárias

os corretores e os correspondentes de microsseguro e dá outras

I – tipos de produtos e coberturas oferecidos, isoladamente ou

seguro, previdência complementar aberta e/ou capitalização fica

à execução do disposto nesta Resolução.

providências.

em conjunto;

automaticamente autorizado a angariar e promover contratos de

Art. 2o Todas as operações de microsseguro e a intermediação

II – limite máximo de garantia e/ou de capital segurado;

dessas operações ficam subordinadas às disposições da presente

III – prazo máximo para pagamento da indenização ou do capital

Art. 8o As sociedades e entidades que comercializem microsseguro

Resolução.

segurado;

nos termos desta Resolução poderão contratar e/ou firmar convênio

Continuação da Resolução CNSP No 244, de 2011.

com qualquer pessoa jurídica, na condição de correspondente de

IV – prazo de vigência;

microsseguro, que poderá recolher e repassar prêmios e promover

V – formas de comercialização, inclusive com a utilização de

quaisquer atos necessários à operacionalização de microsseguro.

microsseguro.

meios remotos;

nº 30 | Ano 4 | nov I d ez 2011

VI – formas de contratação por apólices, bilhetes ou certificados individuais, simplificados. §1o A SUSEP fixará as condições para as contratações por apólices, bilhetes ou certificados individuais, simplificados, bem como para a comercialização por meios remotos, estabelecendo as informações obrigatórias a cada modalidade específica. §2o Os planos de microsseguro, na forma determinada pela SUSEP, poderão contemplar a prestação de serviços de assistência e a cessão de direitos de títulos de capitalização. §3o A SUSEP estabelecerá os critérios que poderão ser utilizados nos planos de microsseguro para a definição objetiva do público26

alvo a que se destinam.

Art. 11 Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação. Rio de Janeiro, 6 de dezembro de 2011.

LUCIANO PORTAL SANTANNA Superintendente da Superintendência de Seguros Privados


FUNERAL VIP | corretas. “Essas transformações indicam uma mudança de cultura”, diz Marta. Outros serviços cada vez mais comuns são a contratação de músicos, em especial violinistas. “Somos facilitadores desse processo de luto. Estamos sempre preparados para as diferentes reações e atitudes, para não julgar e dar atenção total”, afirma a gerente. Se contra a morte não há remédio, pelo menos que ela seja cercada de conforto.

DESPEDIDA COM ESTILO: ALGUNS ITENS PODEM ENCARECER O ADEUS > Filme com retrospectiva e cenas da vida do homenageado. > Tratamentos e maquiagem de rejuvenescimento póstumo, que deixa a pele mais macia, lisa e acetinada, além de ocultar

funeral vip

a palidez. > Manicure e preenchimento de bolsas sob os olhos e intervenções para redeuzir o inchaço ou recuperar o volume e até reconstituição facial. > Santinho e lembrancinhas como os “bem-velados”, no funeral e na missa de sétimo dia. > Transmissão do velório pela Internet. > Músicos contratados e trilha sonora com as músicas preferidas do falecido.

Momento da despedida se torna um evento social caro e sofisticado

> Manobrista para o velório e motorista para a família.

O luxo chegou ao mercado funerário. Método de rejuvenescimento

reparadores faciais. A tanatopraxia, técnica para preparação de

> Assistente social que cuida da agenda para avisar os convidados o local e o horário do velório.

póstumo, revoada de pombos, empertigados violinistas, carros

corpos, é capaz de eliminar odores, reduzir inchaços e melhorar a

> Bufê que pode servir de café e lanche a um cardápio com diversas opções de menu.

importados. Tal qual nos Estados Unidos, o Brasil descobriu

aparência da pele, eliminando hematomas e rugas. O tratamento

esse mercado e os profissionais do setor estão se desdobrando

é complementado por maquiagem, que elimina a palidez. No

para oferecer serviços de alto nível, para que o momento da

caso de pessoas com olhos fundos ou que perderam muito peso,

despedida seja compatível com o estilo de vida do falecido.

é possível fazer preenchimento com silicone.

Uma funerária: Até R$ 12 mil Aluguel de carro de luxo: R$ 2,3 mil

AnuncioBrucker_18,5x12.pdf

Tudo com o objetivo de fazer com que a última lembrança seja a melhor possível.

2

02/12/11

Coroa fúnebre de orquídeas: até R$ 4 mil

09:10

“É igual a uma cirurgia plástica. É o mesmo método, mas a pessoa está morta”, afirma Pedro Patussi, proprietário da Tanart. “Hoje em

Inovamos a cada dia para que você tenha a melhor solução em fornos crematórios.

com a taxa de óbitos estável nos últimos anos e longevidade

dia a estética na morte é tratada como em vida. O tratamento

crescente do brasileiro, o setor funerário cresceu 15% nos

do corpo deixa a pele acetinada, macia”, afirma. Há tratamentos

últimos quatro anos. “Nossa alternativa foi oferecer novos

também para cabelo e manicure. Dependendo dos serviços, o

serviços para atender a camada da população que busca um

valor pode chegar a R$ 3,8 mil.

Soluções integrais em fornos crematórios

Acessórios auxiliares para os equipamentos

presidente da Associação Brasileira de Empresas e Diretores do

As empresas do ramo cuidam de cada detalhe de cerimônias

Setor Funerário.

fúnebres mais sofisticadas. A Funeral Home, em São Paulo,

Forno Crematório para animais (pet)

Forno Crematório para humanos

Forno Incinerador de Exumações

Processador de resíduos mortais

Modelos: BR-P1, BR-P2, BR-P3

Modelos: BR-H1, BR-H2, BR-H3

Modelos: BR-EX1, BR-EX2, BR-EX3

Dimensões reduzidas e permite triturar restos ósseos.

serviço de qualidade e pode pagar por ele”, diz Lourival Panhozzi,

nº 30 | Ano 4 | nov I d ez 2011

oferece cerca de 50 serviços, 26 ambientes e seis salas de velório. “De dez anos para cá, mudou muito a cultura de funerais no

“Trouxemos o conceito de ‘funeral home’, de Nova York”, explica a

Brasil”. Mudou mesmo. “Hoje, o funeral é o último grande evento

gerente Marta Alcione Pereira. Segundo ela, com a verticalização

M

social de uma pessoa”, afirma Nelson Pereira Neto, consultor de

das cidades americanas, as pessoas deixaram de fazer o velório

Y

funerais especiais do grupo Bom Pastor. Entre os investimentos

em casa.

para atender o público de alto padrão está a aquisição de um Na Funeral Home, o valor das salas pode chegar a R$ 6 mil, por um

já tivemos mais duas encomendas”, conta Kennedy Bacarin, da

período de 16 horas. “Oferecemos condições para prestar uma

Procópio Limousines, que adaptou o veículo para servir como

homenagem digna à pessoa que faleceu, dentro de um ambiente

carro fúnebre.

confortável e elegante.” Há diversos pacotes de serviços, que

Um dos serviços que mais se sofisticaram nos últimos anos foi

alternativas, é possível encomendar uma apresentação com fotos

a preparação de corpos. “Ninguém quer se apresentar para a

do homenageado ou uma revoada de pombos, com cerca de 30 a

sociedade em que viveu de forma pouco digna”, afirma Neto. O

40 aves brancas. Há diferenciais como o “bem-velado” (versão do

grupo tem uma equipe de 36 tanatólogos e 16 reconstrutores e

bem-casado), botões de rosa ou velas de soja, ecologicamente

Especial para exaustão. Revestida com material refratário.

CM

MY

Chrysler 300C, no valor de R$ 300 mil. “Em menos de um mês,

podem incluir até a transmissão do velório pela internet.Entre as

28

C

Chaminé

CY

CMY

K

Para cremação de animais de pequeno porte. Capacidade de 100 kg/hora. Permite grande economia no consumo de gás. Atende às normas ambientais do CONAMA.

Produzidos com a mais alta tecnologia e inovação. Capacidade de até 350 kg/hora. Garante a qualidade e excelência em seu desempenho. Atende às normas ambientais do CONAMA.

Para incinerar urnas funerárias e resíduos de exumações, contribuindo com a logística, limpeza e praticidade em seu cemitério.

Av. Joaquim Ferreira da Costa, 405 5º Distrito Industrial • 15505-131 • Votuporanga • SP Fone/fax: (17) 3421 4516

vendas@brucker.com.br • www.brucker.com.br

Software de Gerenciamento BR-SG 1.0

Carrinho para manuseio de corpos

Sistema de supervisão e gerenciamento da cremação.

Estrutura em aço SAE 1020 com plataforma superior em roletos de aço, facilitando o deslizamento do caixão ao interior do forno. 4 rodízios resistentes, facilitando deslocamento de 360°.

Monitoramento de Gases BR-MG 1.0 (acoplado ao Software de Gerenciamento BR-SG 1.0) Monitoramento de Gases CO e O2

Assistência técnica exclusiva para fornos crematórios em todo o Brasil. Brucker Service é um serviço personalizado que oferecemos para a manutenção e assistência técnica especializada em fornos crematórios de todas as marcas e modelos. Workshop e treinamento para operação do seu equipamento. Monitoramento e gerenciamento por meio de softwares exclusivos. Garantia de 1 ano em todos os seus componentes, salvo peças de reposição (desgastes pela utililização). Consultoria para abertura e implantação de novos crematórios.

FABRICAÇÃO 100% NACIONAL


MILISTÓRIAS | GOBBO Que nesse ano possamos sonhar, e acreditar, de coração, Que podemos realizar cada um de nossos sonhos, Que esses sonhos possam ser compartilhados pelo bem, E que eles tenham força de transformar Velhos inimigos em novos amigos verdadeiros, Que nesse ano possamos abraçar, E repartir calor e carinho, Que isso não seja um ato de um momento, Mas a história de uma vida.

CASAMENTO ENTRE MORTOS Vatan Yrek andava preocupado. Era uma preocupação ligada

As considerações de Vatan, por mais estranhas que parecessem,

à sua família, que lhe tirava o sono e estava prejudicando sua

estavam conforme o costume dos tártaros, que consistia na

destreza como Arqueiro Zen de sua tribo. Não podia vacilar, pois

celebração de casamento entre jovens mortos. Ou seja, um pai

era responsável pela segurança da aldeia e fazia parte do exército

cujo filho havia morrido criança, fica aguardando a época em que

tártaro do grande chefe Bleda.

o filho falecido deveria se casar.

Sendo um líder entre companheiros, graças à habilidade no

Então, procura a família que tivesse tido um filha morta quando

manejo de arco e flecha, era, desde jovem, Arqueiro Zen, isto é,

criança e contrata o casamento com os pais da menina, que, se

um arqueiro que, mesmo montado num cavalo em movimento,

estivesse viva, seria uma moça em idade de se casar. Vatan Yrek

consegue acertar a flecha exatamente no alvo desejado,

conseguiu juntar as duas coisas: após o período de treinamento

mesmo que este também esteja em movimento. Era grande

com o seu grupo de guerreiros dirigiu-se à grande tenda de Can-

responsabilidade e honra que distinguia os tártaros, pastores-

Yassi, um grande pastor, dono de muitas cabras, renas e cavalos.

Que tenhamos tempo para sentir toda a beleza da vida, E que saibamos senti-la em cada coisa simples, Que nesse ano possamos sorrir, E contagiar a todos com uma alegria verdadeira, Que não sejam necessárias grandes justificativas para nosso sorriso, Apenas a brisa do viver, Que nesse ano possamos cantar, E dizer coisas da vida, Que não sejam apenas músicas e letras, Mas que sejam canções e sentimentos, Que nesse ano possamos agradecer, E expressar a Deus e a todos: “Muito Obrigado!”, Que nesse “todos” não sejam incluídos apenas os amigos,

guerreiros habitantes das vastas estepes da Ásia Central. Sei que sua filha morreu quando criança. — disse Vatan, após os

Mas também aqueles que, nos colocando dificuldades,

Sua preocupação era de ordem familiar e estava relacionada aos

salamaleques iniciais. — Meu filho Yuri estaria completando 17

costumes de seu povo.

anos, morreu quando tinha apenas seis anos. Venho propor-lhe o

Nos deram oportunidades de sermos melhores.

— Está passando do tempo de conseguir uma noiva para Kan-

casamento entre meu filho e sua filha.

Vatanl. — Disse à mulher Karin.

E assim começamos mais um Ano Novo, Um dia que nasce, um primeiro passo, um longo caminho,

Ela nada falou. Ocupada em costurar as peles de rena para fazer

Can-Yassi concordou sem mais delongas e combinaram a data do

um agasalho, era calada e servil, como convinha à mulher de um

casamento. De volta à sua tribo, Vatan Yrek convidou os amigos

Um desafio, uma oportunidade e um pensamento:

valente guerreiro.

para as bodas, que deveriam ser celebradas na tenda do pai da

“Que nesse ano sejamos, Todos, Muito Felizes!”

— Se estivesse vivo, Yuri estaria com dezessete anos. Faz mais

menina falecida, de nome Ayrsegil.

de dez que ele morreu. — Continuou Vatan, quase que num monólogo. — Dentro de alguns dias devo me reunir com meus

Os amigos de Vatan Yrek eram numerosos, bem como os de Can-

camaradas, para treinamentos. Na aldeia do chefe tratarei de

Yassi e uma pequena multidão esteve presente na celebração. Já

encontrar a moça.

haviam sido desenhados em papéis todos os presentes que os noivos receberiam. Tais papéis foram então queimados, para que

Vatan saiu da tenda e olhou ao redor. Até onde a vista alcançava,

a fumaça, simbolizando os presentes, chegasse aos espíritos dos

a planície se estendia e o horizonte, de tão longe confundia as

noivos falecidos.

cores do céu e da terra. Rebanhos de renas e cabras de longos pelos eram vigiados por pastores montados em seus cavalos.

Este foi um dos antigos costumes dos Tártaros, um povo muito

Sabia que não iria ser fácil encontrar uma noiva (falecida) para

importante da Ásia Central nos séculos V a XVI. Chegou até nosso

seu filho (também já morto). Mas tinha de cumprir com a tradição

conhecimento através das narrativas em As Viagens, de Marco

de seu povo.

Polo, o grande viajante, mercador e aventureiro veneziano.

O SINDINEF DESEJA A TODOS BOAS FESTAS E UM ANO NOVO REPLETO DE REALIZAÇÕES E MUITO SUCESSO! QUE POSSAMOS ESTAR JUNTOS EM MAIS UM ANO, LUTANDO SEMPRE PELO CRESCIMENTO DO SETOR FUNERÁRIO BRASILEIRO!


Ediação 30  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you