Issuu on Google+

© João Roque Dias, CT Lisboa, Portugal

A Babel Global: Crise ou Loucura?


© 2010 João Roque Dias. All rights reserved. No part of this document may be published, stored in a retrieval system, or transmitted in any form or by any means, electronic, mechanical, photocopying, recording or otherwise, without prior written permission. All product names and images mentioned in this document are for identification purposes only and may be trademarks or registered trademarks of their respective companies and the exclusive property of their respective owners. I make no warranties as to the accuracy or currency of the information contained on this document. This document is available to all users "as is”, without any representations or warranties of any kind, either express or implied, including warranties or fitness for a particular purpose or of regular updating or otherwise. I also make no representations, warranties or undertakings that this document will be free from defects, including, but not limited to inaccuracies or typographical errors. Versão: 19MAR2010 A primeira versão desta apresentação foi realizada em Porto Alegre (RS), Brasil, no III Congresso da ABRATES – Associação Brasileira de Tradutores e Intérpretes


CELULARES, NÃO!

EXCEPTO PARA DISCUTIR PREÇOS COM ALGUM CLIENTE


A Babel Global: Crise ou Loucura? Um muito obrigado Ao Paulo Wengorski e à ABRATES, pela loucura do convite Ao Renato Beninatto, por me ter metido nesta loucura... A todos os Congressistas, pela vossa paciência... À Imigração do Aeroporto de São Paulo, por me ter deixado entrar


Um agradecimento muito especial a

Willis Haviland Carrier (1876 – 1950)

por ter inventado o ar condicionado


A Babel Global: Crise ou Loucura?

PROGRAMA Falando de Babel... A História da Tradução em 6 slides. Para que serve a Tradução? Esqueçam a cultura... Tradução e Tradutores. Uma história sobre a loucura... Modas e manias à volta da Tradução. E nós no meio... Sexo: a origem de tudo. Mesmo dos nossos problemas... Uma, duas, três. Perdeu você. Pode trabalhar... A bola de cristal diz-nos tudo. Até o futuro... Indicadores para tradutores. Mesmo às 3 da manhã... O triângulo de ouro. E antes, o triângulo de lata...


Sabia que... A Tradução (e os Tradutores) nasceram com um simples caso de falta de licença numa obra de construção?


CEO do Cliente VP Marketing Chefe de Projecto Contabilistas Advogados

ArtĂ­fices, i.e., os Tradutores (de joelhos)


Na Idade Média, traduzia-se apenas um livro – a Bíblia. Que ninguém lia... Era a época dos verdadeiros freelancers... Sem agências... Sem TRADVS ou UerdeFastvs... Sem prazos apertados... Sem problemas de pagamento... Não havia crise... Nem loucura... Éramos poucos (mas felizes...)


Com a mania dos portugueses andarem de barco, começou a GLOBALIZAÇÃO


Mist茅rio da Hist贸ria: quem traduziu a carta que D. Manuel I mandou ao Samorim?


Alguns anos mais tarde... Os portugueses querem vender aos alemães Os brasileiros aos finlandeses Os italianos aos israelitas Os argentinos aos canadianos Os americanos aos russos Os chineses querem vender a todos... Nasce a Tradução – e o Tradutor – Global !


Mercadorias vs. Serviรงos

COM ARMAZENAMENTO

SEM ARMAZENAMENTO


O preço das mercadorias Basta somar os custos da produção Investigação e Desenvolvimento Engenharia Materiais Produção (máquinas e mão-de-obra) Montagem (máquinas e mão-de-obra) Garantia da Qualidade Peças de refugo Embalagem Marketing Distribuição ÇO E PR

E ... algum lucro, p.f.!


Quer vender tradução como mercadoria?

Faça a PERGUNTA ERRADA

Quanto devo cobrar pela minha tradução?


A pergunta correcta

Quanto me custa fazer ESTE serviรงo para ESTE cliente? 1. TEMPO. O SEU TEMPO. TEM TEMPO? 2. DINHEIRO. O SEU DINHEIRO. Para pagar as coisas necessรกrias para fazer o trabalho.


De onde vem o dinheiro da tradução?

Do NOSSO próprio bolso. Quando: Lemos o Dr. Jivago em português Compramos uma televisão (com o manual traduzido) Assistimos a uma conferência com interpretação simultânea Utilizamos um serviço / produto multilingue (ex., aeroporto, Windows)

Vemos uma série televisiva legendada Pagamos os impostos (tradução de tratados, interpretações nos tribunais...)


Verdade Universal: escrever na palma da mão

No mundo ACTUAL, a TRADUÇÃO serve apenas para duas coisas:

GANHAR DINHEIRO NÃO PERDER DINHEIRO


A Tradução na cadeia de valor Custos da Transacção MÃO-DE-OBRA TECNOLOGIA MÃO-DE-OBRA INTANGÍVEL

PRODUÇÃO DA INFORMAÇÃO TRANSFERÊNCIA DA INFORMAÇÃO TRADUÇÃO DA INFORMAÇÃO EXTRACÇÃO / AVALIAÇÃO DA INFORMAÇÃO

CUSTOS FIXOS E REAIS

CUSTOS ATRIBUÍDOS

CUSTO DA TRANSACÇÃO

CUSTOS ESPERADOS


A loucura continua ... Traduzir tudo (sapatos, moldes e aviões) depressa, muito depressa, cada vez mais depressa, com terminologia inventada ontem, sem erros (e com seguro contra erros), com garantia de qualidade (normas e mais normas), o cliente está à espera, ... ... ...

Tudo por 3 cêntimos a palavra (escolha a moeda...) E pagamento a 90 dias.


A loucura continua ... Para ganhar mais uns cobres, inventamos coisas como: ƒ ƒ ƒ ƒ ƒ ƒ

Memórias de Tradução Educação do Cliente Formação Contínua Certificação de Tradutores Normas de Serviços Linguísticos Desenvolvimento Profissional

E continuamos a ganhar 3 cêntimos a palavra (escolha a moeda...) E pagamento a 90 dias...


Muitas empresas apresentam-se assim:


E são apenas assim: Sem contudo cobrarem menos aos clientes finais. E pagando mal aos aos seus tradutores! Argumentos clássicos: ƒ ƒ ƒ ƒ ƒ ƒ

somos pequeninos somos novinhos o cliente não paga mais... estamos a começar somos de um país pobre estamos em crise...


“Oferta de trabalho”: um caso real

Os freelancers que colaboram com a XXXXXXX fazem-no por 0.03 € / palavra, tendo em conta que somos uma empresa portuguesa e os nossos clientes nem sempre estão dispostos a pagar o que pretendemos. Mas o nosso lema é, mais vale por menos mas sempre a trabalhar.


Resposta real:

Declino a V. proposta por três razões: 1) EUR 0,03 é um preço humilhante para um tradutor profissional. 2) O meu preço não tem em conta, nem reflecte, a minha nacionalidade (também sou português), mas antes a especificidade e o nível do meu trabalho. 2) O meu "lema" é totalmente diferente do vosso.


Inquérito (absolutamente) científico: Aos tradutores independentes na sala: 1º Quanto paga um cliente brasileiro a uma empresa de tradução? 2º Quanto paga um cliente português a uma empresa de tradução? 3º Quanto paga um cliente dos EUA a uma empresa de tradução?

Alguém já viu cliente discutir preços na Internet?


A formação em tradução

Tem modas: Cursos de tradução / secretariado. Cursos de Tradução apropriados pelas Faculdade de Letras (muitas vezes, não passando de cursos de letras) Moda francesa: Cursos LEA (Línguas Estrangeiras Aplicadas) Continua a moda: Cursos LA (Línguas Aplicadas) Mais moda: a tradução não existe! Viva a Comunicação Internacional: tradução apenas como capítulo da CI...


A formação em tradução

E tem manias: Tradução Técnica é agora tudo: Literatura, economia, medicina, direito, jornalismo e até a tradução de “coisas de engenheiros”...

Alguns Prémios de “Tradução Científica e Técnica” atribuídos recentemente em Portugal: Histórias – Livro V, Heródoto Obras Completas – Aristóteles Utopia – Thomas Morus Poética – Aristóteles Chave dos Profetas – Pe. António Vieira (a loucura continua...)


A formação em tradução

Training translators is not an academic endeavor and should not be compared to Ph.D. study in linguistics or literature. Instead, it is professional training, similar perhaps to training computer programmers or accountants. Prof. Roger Chriss


Os tradutores no mercado: como se apresentam

Bridging the Language Gap I have a passion for languages I have learnt English all my life Cheapest price around I have a Masters in Translation

RidĂ­culo. Simplesmente ridĂ­culo.


Perguntas que ninguĂŠm nos faz:

Sabe escrever (bem) na TL? Sabe pontuar e escrever sem erros? Como sabe do assunto na SL?

SugestĂŁo para os clientes: repetir as perguntas.


Os tradutores no mercado Pretende-se tradutor para estágio não remunerado. Perfil do Candidato: Alunos finalistas de Mestrado ou Pós-Graduação, vertente de Tradução (ou outro curso equivalente); domínio da língua inglesa, sendo factor preferencial o domínio de uma segunda língua estrangeira (espanhol, alemão, francês ou italiano); excelente capacidade de comunicação escrita e verbal; espírito de trabalho em equipa, organização e responsabilidade; conhecimentos de informática na óptica do utilizador; conhecimentos a nível do software de tradução SDL Trados. Tarefas: –

TAREFAS GERAIS: familiarização com as tarefas diárias de uma empresa de tradução.

TAREFAS ESPECÍFICAS: Tradução de textos de inglês para português Releitura de textos escritos em inglês Revisão de textos em português, traduzidos a partir do inglês


ATENÇÃO FALTAM 3 SLIDES ATÉ AO SEXO


A caça ao erro, automotive style

SAE J2450 – Quality Metric for Language Translation of Service Information Consistent standard (...) objectively measured: regardless of the source language, regardless of the target language, and regardless of how the translation is performed, i.e., human translation or machine translation.


As modas do mercado

Normas de Tradução? NÃO SERVEM PARA NADA. Devem ler-se uma só vez. (para não parecermos estúpidos nas conferências...) E deitadas rapidamente no lixo.

Norma EN 15038 = Operação de marketing das empresas de tradução europeias...


De onde vem a concorrĂŞncia?

2009


De onde vem a concorrĂŞncia?


Vamos fazer contas:

Década

2000 2010

Aumento

Por ano

1 bilhão 100 milhões (mil milhões)

Entrada no mercado

80 milhões

POR ANO: Uma Alemanha / Uma Etiópia / 1/4 de Brasil NOTA 1: O trabalho no sector terciário em África, na Ásia e na Índia é RESIDUAL. NOTA 2: A mulher árabe ainda não entrou no mercado de trabalho...


Um exemplo:

ESTIMATIVA DA UE: Portugal precisa de 70 a 80 Tradutores por ano.

FACTO ESTRANHO: A LISTA DE CORREIO DA TRADULÍNGUAS TEM 2500 ENDEREÇOS DE TRADUTORES...


Outro exemplo: Estudos da FIT: 85% dos novos “tradutores”, “salta fora” logo no 1º ano... Dos 15% restantes, a quase totalidade “dá o salto” no 2º ano...


Concorrência moderna: trabalhar por leilão Uma, duas, três! Perdeu você. Pode ir trabalhar... PROPOSTA: “Ganhar” a possibilidade de trabalhar num leilão em que NINGUÉM conhece as regras... SUGESTÃO: Umas boas noitadas de leitura de textos sobre TEORIA DOS JOGOS!


Leilões: um negócio para especialistas... Atribuição de licenças pela Federal Communications Commission através de audições (i.e., entrevistas) Licença para dentistas de Cape Cod (vendida à Southwestern Bell por 41 milhões de dólares). Baralhar e dar de novo... Durante anos! 1993 – Convite da FCC às operadoras para apresentar propostas sobre a modalidade dos leilões. Começou a caça aos especialistas em Teoria dos Jogos...

Na Tradução, brincamos aos leilões...


Tendência normal: andar em cardume

Ser membro de uma associação: é fino dá (parece dar…) credibilidade faz-nos gente reputada

Mas, ganhamos mesmo com isso?


SugestĂŁo: levar o cardume a passear

As nossas associaçþes devem estar: Nas feiras industriais Nas feiras dos livros Nos congressos profissionais

(Per)seguir o dinheiro !


Ler o passado. Prever o futuro.


Investimento europeu em I&D

Nos Estados Unidos: 1% pĂşblico + 2% privado


Investimento mundial em I&D


Investimento federal EUA em I&D (Energia)


Imagine que s達o...


Indicadores fundamentais p/ tradutores Sabe qual é (mesmo às 3 da manhã e cheio de sono) a sua:

1. FREQUÊNCIA DE NOVOS TRABALHOS 365 DIAS / Nº DE TRABALHOS = FREQUÊNCIA DE NOVOS TRABALHOS Probabilidade de receber um novo trabalho quando estamos ocupados Estimativa da PERDA DE TRABALHO quando estamos ocupados

365 dias / 130 trabalhos = 1 NOVO TRABALHO / 2,8 DIAS Uma semana em Lisboa = PERDA DE 2,5 TRABALHOS

2. FACTURAÇÃO MÉDIA TOTAL DE FACTURAS / Nº TRABALHOS = FACTURA MÉDIA Estimativa da PERDA DE RECEITA quando estamos ocupados Decisão sobre que trabalho permite optimizar a receita

EUR 50 000,00 / 130 TRABALHOS = € 385,00 / TRABALHO Uma semana em Lisboa = PERDA DE € 385,00 x 2,5 = € 963,00


E o triângulo? Onde está o triângulo?


TRIÂNGULO EM DESEQUILÍBRIO

TRADUTOR

NEGÓCIO POBRE CLIENTE POBRE TRADUTOR POBRE PREÇOS BAIXOS PAGAMENTOS TARDIOS

CLIENTE

DINHEIRO ORÇAMENTOS APERTADOS NEGÓCIO SUBFINANCIADO


TRADUTOR

SELECÇÃO JUSTA SERVIÇO DE QUALIDADE

TRIÂNGULO DE OURO

CLIENTE

PAGAMENTOS JUSTOS E A TEMPO

DINHEIRO ORÇAMENTOS SAUDÁVEIS NEGÓCIO SAUDÁVEL


CRISE OU LOUCURA?


Muito obrigado pela V. loucura em me escutarem Jo達o Roque Dias, CT jrdias.com


A Babel Global: Crise ou Loucura