Page 5

Venho pois por este meio dirigir-me a V. Exa., como deputado com responsabilidades na liderança na Nação, e como representante dos cidadãos, no sentido de lhe solicitar que reflicta sobre a questão do AOLP90 e encete as diligências que considerar pertinentes para, no âmbito das suas funções, suscitar a desvinculação da nossa Nação do AO90. Tal desvinculação em assuntos/convenções desta natureza não é inédita e tem antecedentes claros: Em 1915, o Brasil, após ter adoptado integralmente a Reforma Ortográfica Portuguesa de 1911, renegou, em 1919, tal decisão; Mais tarde, também o Brasil, que tinha assinado com Portugal a Convenção Ortográfica Luso-Brasileira em 1945 (adoptada no Brasil pelo Decreto-lei 8.286, de 05.12.1945) veio em 1955 (dez anos mais tarde...) a revogar tal decisão (Decreto-lei 2.623, de 21.10.1955). O AOLP90 não é, necessariamente, um facto consumado; os interesses da Nação podem determinar essa desvinculação, ou mesmo revogação, e é isso que importa, corajosa e tempestivamente, assumir e realizar. Subscrevo-me respeitosamente,

ACORDO ORTOGRÁFICO? NÃO, OBRIGADO! – Pág. 5 de 5

Profile for João Roque Dias

AOS DEPUTADOS  

Carta registada com aviso de recepção enviada por diversos cidadãos a todos os Deputados da Assembleia da República em Setembro de 2012

AOS DEPUTADOS  

Carta registada com aviso de recepção enviada por diversos cidadãos a todos os Deputados da Assembleia da República em Setembro de 2012

Profile for roquedias
Advertisement