Issuu on Google+

ANO II

EDIÇÃO Nº 80

PORTO VELHO, DE 14 À 20 DE DEZEMBRO DE 2013

R$ 2,50

www.rondoniagora.com ARTIGO

O procurador do MPF, Reginaldo Trindade, chama atenção do eleitor para a responsabilidade da escolha. PÁGINA 2

Comissionados poderão ganhar até R$ 6.600,00

Câmara dá carta branca para prefeito criar “trem da alegria” Na última sessão de 2013, os vereadores de Cacoal aprovaram projeto do Executivo autorizando o prefeito Padre Franco (PT) a contratar 168 servidores de confiança para ganhar salários de até R$ 6.600,00. O “trem da alegria” prevê gastos de R$ 300 mil com novos “amigos” e “compadres” do prefeito no próximo ano. A vereadora Maria Simões, que votou contra, apontou a incoerência da gestão de Padre Franco. PÁGINA 5

NATAL

Ji-Paraná dá exemplo para Porto Velho

Arquivo/Rondoniagora

Arquivo/Rondoniagora

faleconosco

RUMO AO PROGRESSO

ROLIM DE MOURA

PRÉ-CANDIDATOS

Machadinho ganha ciclo econômico

Prefeito anuncia a quitação de dívida

Lideranças mantêm corrida no suspense

Prefeito Marinho da Caerd (PV) fala do novo ciclo econômico com a construção da usina de Tabajara. PÁGINA S8 E 9

O prefeito Cesar Cassol (PP) pagamento de débitos deixados pelo antecessor com folha e fornecedores. PÁGINA11

Lideranças apontadas pelas pesquisas com chances de concorrer ao Governo preferem o suspense. PÁGINA 4

Anúncios e Assinaturas

(69) 3225-9705

jornal@rondoniagora.com comercial@rondoniagora.com

/jornalrondoniagora

A decoração de Natal de Ji-Paraná, administrada por político do PSB, é classificada como a melhor do Estado. PÁGINA 10

@rondoniagoranet

Arquivo/Rondoniagora


2

Opinião

/jornalrondoniagora @rondoniagoranet

PORTO VELHO, DE 14 À 20 DE DEZEMBRO DE 2013

Reginaldo Trindade Procurador da República, especialista em Direito Constitucional.

A Responsabilidade da Escolha Numa democracia “verdadeiramente democrática”, concebida, desde Lincoln, como Governo do Povo, pelo Povo e para o Povo; a política obrigatoriamente precisa se aproximar da sociedade, de modo que reflita, em suas decisões, os anseios da cidadania. Há muito um clamor generalizado por ética, transparência, moralidade, vergonha na cara, ecoa das ruas. Esse grito tem contrastado demasiadamente com práticas pouco republicanas de alguns representantes do povo. Rondônia teve (tem) a chance de protagonizar, nos três níveis (federal, estadual e municipal), um excelente teste para saber até que ponto a vontade política se aproxima da vontade popular. No âmbito federal, o julgamento político do deputado federal Natan Donadon escandalizou o país inteiro e sua sonora absolvição no plenário da Câmara dos Deputados produziu a mais surreal situação que se viu nos últimos tempos: a figura do deputado-presidiário. Na Câmara de Vereadores, mais recentemente, o parlamento municipal deu as costas para a sociedade e absolveu cinco dos cinco vereadores acusados de condutas não condizentes – por assim dizer – para alcançar o mandato. Resta, então, daqueles três testes/ níveis, apenas o estadual. Na Assembleia Legislativa de Rondônia tramita processo político também contra alguns de seus membros. Não se almeja vê-los todos cassados, mas também não esperamos que todos sejam absolvidos. A expectativa é ver todos julgados e, principalmente, penalizados – na exata medida da responsabilidade de cada um (e desde que sejam culpados, naturalmente).

Está certo que todas essas decisões são eminentemente políticas. No entanto, há algo de muito errado numa democracia quando a vontade política se distancia tanto da vontade popular. A sociedade esteve bastante vigilante quando do julgamento dos vereadores. Chegou a pernoitar no local, a fazer filas para tentar garantir um lugar no plenário. Semelhante ou mesmo maior mobilização há de ter lugar no julgamento dos deputados estaduais. E nem se argumente que, pelo fato de a absolvição ter sido geral, a mobilização popular foi vã e inócua. De modo algum. A sociedade fez a parte dela. A política também precisa fazer a sua. Estamos num permanente processo de construção de um país melhor e, assim, cada um tem que fazer a sua parte. Mas nem todos querem fazê-la. Aliás, nem todos querem um país melhor. Às pessoas de bem, sobretudo as idealistas, resta jamais perder a fé nas instituições e, sobretudo, no ser humano. Com a depuração da política, expurgando-a das velhas “raposas boas de voto”, anseia-se que pessoas de bem se aventurem (verbo a ser utilizado no presente) ou se dediquem (verbo a ser utilizado no futuro) a participar das eleições, concorrendo a cargos no legislativo e no executivo. O normal seria que apenas as pessoas melhores e mais capazes representassem o povo no governo e no parlamento. No entanto, não é tarefa fácil fazer escolha dessa magnitude. Em nosso entendimento, dois requisitos são essenciais ao interessado em ser escolhido: a honestidade e a boa vontade. Sem honestidade não se chega a lugar algum. Ela é o ponto de partida, a espinha dorsal, o fundamento essencial, a característica “sine qua non”, a

É UMA PUBLICAÇÃO SEMANAL DE CENTRAL DE JORNALISMO, PRODUÇÃO, MARKETING E ASSESSORIA LTDA REGISTRADO NO ISSN: 2238-4243 | CNPJ: 08.892.185 AV. GUAPORÉ, 4248 – CEP: 76.824-370 – BAIRRO IGARAPÉ – PORTO VELHO – RO FUNDADO EM 1 DE OUTUBRO DE 1999 POR ELIÂNIO NASCIMENTO, GERSON COSTA E IVONETE GOMES.

“Com a depuração da política, expurgando-a das velhas “raposas boas de voto”, anseia-se que pessoas de bem se aventurem ou se dediquem a participar das eleições, concorrendo a cargos no legislativo e no executivo”

virtude imprescindível para todo e qualquer agente público que almeje disputar eleições, vencê-las e nos representar a todos. A boa vontade também é igualmente imperativa. As ações do administrador e legislador público hão de ser, sempre, norteadas pelo interesse público. A realização do bem comum deve invariavelmente moldar as decisões e as políticas. A honestidade volta-se mais para o passado; a boa vontade, mais para o futuro. Assim, nas eleições do próximo ano e em todas que se sucederão, uma consulta ao passado dos candidatos, para aferir quem é (ou, ao menos, já foi) honesto; bem como uma análise quanto ao futuro prometido à população (as propostas do candidato), talvez ajudem bastante naquela tarefa nada singela, mas demasiadamente sublime, a mais sublime no regime democrático, de escolher os melhores para nos representar. A boa notícia é que desvendar o passado e o futuro de cada candidato é tarefa relativamente simples hoje em dia.

Alguns poucos cliques na rede mundial de computadores podem resolver. Os próprios candidatos são obrigados a registrar suas propostas. Ainda que não fossem, eles mesmos fazem isso, pela Internet ou por qualquer outro meio de divulgação. Os mais céticos dirão que, não raro, há uma distância abissal entre o prometido para alcançar o voto e o realizado depois de tê-lo conquistado. Isso é verdade; mas, quem disse que o papel do cidadão de bem, comprometido com a vida em comunidade, exaure-se em escolher os seus representantes? Somente a vigilância diuturna, acompanhando o que os administradores e legisladores, nossos representantes, estão fazendo é que permitirá saber se estão honrando tudo o que prometeram. O descumprimento das promessas pode ser, assim, facilmente identificável e, então, a cobrança social e popular pode acontecer. Em último caso, dali a algum tempo, nas próximas eleições, o povo pode vetar a reeleição daquele que prometeu realizar o bem comum e não se desincumbiu adequadamente de sua missão. Devemos nos lembrar dos julgamentos políticos, que tanto nos escandalizam hoje, na hora de fazer o nosso próprio julgamento – popular. Nossa vida é cercada por escolhas. Colhemos aquilo que plantamos. Na vida em sociedade, numa democracia, a escolha mais relevante é feita em apenas alguns segundos, no sagrado momento individual na cabine de votação. É ali que a responsabilidade mais deve prevalecer. Do contrário, aqueles segundos significarão anos de desmandos e todos nós pagaremos pela inadequação da escolha.

Jornalista responsável: Gerson Costa – SRT 518/RO Editores: Eliânio Nacimento – SRT 526/RO I Ivonete Gomes – SRT 345/RO Colaboradores: Alexandre Araújo – SRT 699/RO Assem Neto - SRT 023/AC - Carlos Terceiro DRT 325 - Correspondente e representante em Brasília. Fotógrafo: Anderson Carneiro Projeto Gráfico: Edson de Melo Diagramação: Cesar Prisisnhuki Faria Tiragem: Cinco mil exemplares

(69) 3225-9705 jornal@rondoniagora.com comercial@rondoniagora.com /jornalrondoniagora @rondoniagoranet


Política

/jornalrondoniagora @rondoniagoranet

PORTO VELHO, DE 14 À 20 DE DEZEMBRO DE 2013

3

Deputados entram em recesso Arquivo/Rondoniagora

ESTADO PODE DISPOR DE QUASE R$ 7 BILHÕES PARA EXECUÇÃO DE AÇÕES DOS TRÊS PODERES NO PRÓXIMO ANO Os deputados estaduais rondonienses encerraram os trabalhos ordinários na última quarta-feira, quando importantes projetos foram analisados e aprovados, como a proposta orçamentária para 2014 e o Plano Plurianual de Investimentos. Apesar de receber bastantes críticas, o Orçamento acabou aprovado, até porque os deputados ficaram sem saída: O Executivo avisou que não poderia cumprir as obrigações definidas nas emendas parlamentares. A Casa tinha duas saídas, ou aprovava a proposta, ou não poderia iniciar o recesso. Os membros optaram pelas férias. O valor total do Orçamento 2014 é de R$ 6.975.299.323,00. Desse montante, serão destinados R$ 186.349.501,00 para a Assembleia Legislativa; R$ 104.206.000,00 para o Tribunal de Contas; R$ 514.462.903,00 para o Tribunal de Justiça; R$ 187.546.448,00 para o Ministério do Público; R$ 39.227.247,00 para a Defensoria Pública e R$ 5.869.555.956,00 para o poder Executivo. Segundo o relator Neodi Carlos (PSDC), o Governo não conseguiu atingir as metas orçamentárias em 2013, gerando um déficit provocando um atraso no pagamento de fornecedores e também de obrigações e encargos. A peça aprovada em plenário, já contempla o substitutivo do relator. “Reiteradas vezes, alertei a

“O Governo alegou que os deputados não poderiam alterar o Estatuto da Polícia, porque a iniciativa pertence ao Poder Executivo”

Deputados retornam as atividades no próximo ano equipe econômica do Governo sobre a necessidade de ajustes e adequações, mas infelizmente nem obtivemos respostas. Quero deixar registrada minha preocupação com o orçamento total e o crescimento geral estimado em mais de 6% e um aumento da receita da fonte 100, em 7%”, explicou o relator. Um ponto destacado por ele foi que no orçamento de 2014 a transferência constitucional aos municípios decorrentes da arrecadação projetada de ICMS e IPVA, que deveria ser de no mínimo

R$ 826 milhões, é prevista em R$ 609 milhões, com uma diferença a menor de R$ 217 milhões, significando um rombo de 25% no repasse da verba aos municípios, provocando ainda mais prejuízos às prefeituras, que já enfrentam dificuldades com a queda nas receitas do FPM e outros repasses.

VETO Em outra importante votação, o Parlamento rejeitou o veto total do governador Confúcio Moura ao projeto de lei

complementar, de autoria do presidente Hermínio Coelho sobre a Polícia Civil. . O Governo alegou que os deputados não poderiam alterar o Estatuto da Polícia, porque a iniciativa de pertence ao Poder Executivo, haja vista que traz obrigações que afetam a organização e o funcionamento da administração estadual, inclusive gerando despesas financeiras. Hermínio Coelho questionou a justificativa garantindo que haveria valorização do funcionalismo e não existiria qualquer gasto. Arquivo/Rondoniagora

Corregedoria do Detran inspeciona Ciretrans do interior do Estado O corregedor geral do Detran, delegado Cristiano Lopes Ferreira, esteve inspecionando as Circunscrição Regional de Trânsito – Ciretrans instaladas no interior do Estado. Segundo o corregedor este tipo de ação faz parte do cronograma estabelecido pelo órgão objetivando dar celeridades e transparências nos serviços prestados a população. Para o corregedor é necessário este tipo de inspeção para coibir qualquer ato ilícito, fato este que na visão do mesmo é cada vez mais difícil de ocorrer.

Lopes afirmou que neste atual governo as irregularidades que chegaram ao conhecimento foram todas apuradas e citou como exemplo a “Operação Hidra de Lerna”, que desbaratou uma quadrilha de funcionários públicos, despachantes e outros que acessavam a base de dado do órgão e alteravam a características em veículos, baixavam débitos, multas para licenciar carros e motos. “Estamos desenvolvendo um trabalho em conjunto com o setor de inteligência da Secretaria de Segurança o que vem nos

permitindo coibir os atos ilícitos pratica recorrente em tempos passados. O cidadão de bem não pode pagar por atos exclusos seja ele praticado pro funcionário do órgão ou de fora e agimos dentro dos rigores da Lei”, disse o corregedor –geral queacrescentou - O Detran, vem promovendo junto aos servidores constantes capacitações profissionais, mantendo-os atualizados sobre as mudanças nas legislações e orientando-os sobre as instruções normativas uma prioridade do diretor –geral Corregedor faz visita a todas as unidades do órgão Airton Pedro Gurgacz.


4

Política

/jornalrondoniagora @rondoniagoranet

PORTO VELHO, DE 14 À 20 DE DEZEMBRO DE 2013 Arquivo/Rondoniagora

G GERSON COSTA IINFORME POLÍTICO Jornalista

/jornalrondoniagora

@rondoniagoranet

gerson@rondoniagora.com

Fogo amigo A Operação Cartas Marcadas não desanimou o ex-prefeito José Bianco (DEM). Na engenharia desenhada entre PSD, PSDB e DEM, Bianco se mantém na reserva disposto a assumir

a postulação de pré-candidato a governador pela coalizão oposicionista. Caso não seja possível, a Assembleia Legislativa é o caminho natural, avisam aliados e correligionários.

NOME DE PESO

Ivone Cassol mandou nota dizendo que não é candidata a nada em 2014

Líderes políticos mantêm suspense sobre eleições IVONE CASSOL, NEODI E ALEX TESTONI NEGAM PRÉ-CANDIDATURA, MAS NÃO ESCONDEM DESEJO DE CONCORRER O PSD está com as portas abertas para uma eventual candidatura do prefeito de Ouro Preto do Oeste, Alex Testoni, ao Governo de Rondônia. O PSDC também mantém o mesmo pensamento sobre o deputado estadual Neodi Carlos. E o PP, liderado pelo senador Ivo Cassol, também estaria propenso a somar forças para garantir uma grande coalizão para a ex-primeira-dama de Rondônia, Ivone Cassol. Mas os três políticos, referendados pela população através de pesquisas de opinião, mantêm suspense sobre a sucessão de 2014. E o PSD tem o caso mais atípico. Depois de ter dois pré-candidatos – Hermínio Coelho e Alex Testoni-, pode acabar sem nenhum. Hermínio parece ter recuado no projeto de candidatura própria e Alex Testoni voltou maravilhado dos Estados Unidos e pensa em fazer investimentos naquele País. Restaria ao PSD, que pretende lançar o deputado federal Moreira Mendes ao Senado, compor com o PSDB do ex-senador Expedito Junior ou mesmo lançar o próprio Moreira ao Governo.

No PSDC, depois do lançamento do seu nome como pré-candidato, o deputado Neodi Carlos recuou. “Mantive até conversas com o PMDB, mas resolvi ficar no meu canto”, disse o parlamentar, que deve mesmo disputar a reeleição no partido. A legenda, presidida por Edgar do Boi, deu toda condição de Neodi concorrer ao Palácio Presidente Vargas, mas ele não encontrou apoio no líder do grupo, o senador Ivo Cassol. O parlamentar, que está impedido de concorrer em 2014, pensou em lançar a esposa, Ivone, nas eleições majoritárias. Ela própria em nota encaminhada a imprensa retrucou qualquer comentário a respeito, explicando que não é candidata a nenhum cargo eletivo, apesar de aparecer nas pesquisas de intenção de voto.

HERMÍNIO VOLTA

O deputado estadual Hermínio Coelho está de volta ao cenário. Depois de um breve recesso, ele voltou a denunciar as mazelas do Governo e do contrato do ex-senador Expedito Junior (PSDB) de vigilância. Sobre a candidatura ao Governo, o parlamentar prefere não falar sobre o assunto, deixando a cargo do PSD a decisão de escolher o futuro nome para concorrer ao Governo. Hermínio tirou férias neste final de ano depois de colocar em votação várias matérias de interesse do Executivo e o Orçamento de 2014.

Nome como Bianco na Assembleia Legislativa dá peso ao Parlamento desgastado há vários anos com representantes sem qualificações e com mandatos marcados por situações vexatórias, como é o caso de corrupção. Marcos Donadon, Valter Araújo e Carlão de Oliveira, políticos populistas, chegaram ao Poder por méritos assistencialistas e acabaram na presidência daquela Casa. Dois estão presos e falta pouco para o terceiro cumprir pena também.

INCOERÊNCIA Bianco já falou aos amigos próximos que não caminha com o projeto de reeleição do governador Confúcio Moura. O irônico é que o DEM continua com cargos no Governo. Walter Silvano Gonçalves é presidente do Iperon por indicação do próprio Bianco. Em sua gestão, Walter foi secretário particular do ex-governador.

ASSOMBRAÇÃO Deputado Luizinho Goebel (PV) parecia ter visto fantasma na sessão da última quarta-feira, 11. Disse aos mais próximos que ouviu de uma fonte segura que a Polícia Civil faria uma nova operação no Poder Legislativo. E se houver mesmo, quem vai segurar o rojão é o deputado Maurão de Carvalho (PP), já que o presidente da Casa, Hermínio Coelho (PSD), está de férias marcadas.

VIGILÂNCIA ARMADA O Tribunal de Contas de Rondônia vai gastar R$ 75.354,10 com segurança privada em 12 meses. O contrato foi assinado com a empresa acreana Estação Vip de Segurança Privada Ltda. Os vigilantes farão a guarda patrimonial da sede da Corte e das unidades espalhadas no interior do Estado. O valor global ficou estimado em R$ 904.249,90. Por falar em vigilância privada, os ex-funcionários da Rocha, demitidos porque o Governo cortou o contrato, aguardam o pagamento de verbas rescisórias.

CADÊ O EXEMPLO O Tribunal de Contas precisa dar o exemplo e arrumar outra ferramenta para garantir o pagamento de pequenas despesas com servidores em trânsito. Basta uma olhada nas páginas do Diário Oficial da Corte para verificar a grande quantidade de adiantamentos, os suspeitíssimos suprimentos de fundos, para motoristas no valor de R$ 4 mil para acompanhar uma equipe de técnicos ao interior. Como diz o ditado, papel cabe tudo, inclusive vistosos relatórios de prestação de contas.

RUMO A REELEIÇÃO Engana-se quem subestima a capacidade eleitoral do senador Acir Gurgacz (PDT-RO). O parlamentar consolidou sua liderança no segundo maior colégio de Rondônia – Ji-Paraná – sua base política, e seu trabalho já é reconhecido por lideranças de Porto Velho. O produtor rural enxerga em Acir o político com grande capacidade de articulação em Brasília para resolver questões de conflitos agrários e fomento da produção agrícola. No centro do poder, o senador soube cultivar boas relações e o resultado é positivo. Ji-Paraná ganhou infraestrutura e a Saúde em Ariquemes passará por profundas mudanças graças ao trabalho do parlamentar.


Ji-Paraná

/jornalrondoniagora @rondoniagoranet

PORTO VELHO, DE 14 À 20 DE DEZEMBRO DE 2013

5

Decoração natalina ganha apoio de alunos da rede pública de Jipa Arquivo/Rondoniagora

JI-PARANÁ É UMA DAS CIDADES MAIS ENFEITADAS PARA O NATAL AO LONGO DA BR-364 Com poucos recursos e o empenho dos alunos da rede pública de ensino, a decoração natalina de Ji-Paraná já é classificada como uma das melhores dos últimos anos, ganhando inclusive de Porto Velho, onde foi gasto R$ 800 mil com pisca-pisca comprado na Bolívia. A abertura do Natal na cidade foi realizada na semana passada com a chegada do Papai Noel e a inauguração da Casa de Papai Noel e da árvore de 12 metros feita com garrafas pets trabalhadas pelos estudantes da rede pública e a Associação das Mulheres de Negócios. A ideia do prefeito Jesualdo Pires (PSB) e dos segmentos sociais é melhorar a alto estima do cidadão de Ji-Paraná e atrair pessoas de outros municípios para visitar a cidade, estimulando o setor de serviços. A Casa do Papai Noel, por exemplo, há quinze anos encanta a todos que a visita nesta época do ano, especialmente durante a noite, quando as luzes estão acesas e as portas abetas

Receita para o sucesso do Natal em Ji-Paraná: poucos recursos e o envolvimento da sociedade ao público. No lado externo já estão dispostos vários enfeites, mas chamam a atenção duas novidades: a árvore de natal de 12 metros de altura e o presépio, ambos os pontos mais procurados para fotogra-

fias. A Casa do Papai Noel, segundo o prefeito Jesualdo, foi o último e maior dos 12 pontos da cidade que foram contemplados com cenários natalinos, a maioria deles produzidos a partir da coleta por

alunos de escolas públicas de mais de 150 mil garrafas pets. Juntamente com esses pontos está a iluminação das principais vias da cidade, como a BR-364, Avenida Marechal Rondon, a Ponte sobre o Rio Machado e a Avenida Brasil.

Agroindústria de Ji-Paraná recebe certificação A agroindústria Ki Delícia – Mandioca, estabelecida na Gleba G, no setor de Nova Londrina em Ji-Paraná, recebeu o Cadastro Municipal de Alimentos (CMA), que permite a comercialização de produtos de origem vegetal no mercado local. A conquista representa um importante passo para a agricultura familiar que vem crescendo no Município. A entrega do documento ao proprietário, Valdecir Moraes Carneiro, foi realizada hoje (12) pelo Prefeito Jesualdo Pires (PSB) e Secretária Municipal Claudia de Jesus, na Secretaria Municipal de Agricultura e Pecuária (Semagri). O CMA é emitido pela Semagri após inspeção técnica in loco, garantindo assim que a comunidade ad-

quira produtos com qualidade comprovada. De acordo com Valdecir Moraes, o cadastro melhora a inserção dos produtos junto ao comercio. “A nossa produção atual de mandioca processada é de duas toneladas e meia por mês, mas tenho comprador para cinco ou até sete toneladas, por isso já estamos aumentando o plantio de mudas”, afirmou. A Ki Delícia – Mandioca, por enquanto entrega o produto descascado, cortado e resfriado, a dois supermercados da cidade. O produtor agradeceu o apoio da prefeitura ao seu empreendimento. “Agradeço ao prefeito Jesualdo Pires que tem apoiado o meu projeto, à secretária Claudia de Jesus da Semagri

e a sua equipe que me forneceram o trator para preparar a terra, orientaram o plantio, até o ponto que chagamos hoje, de ter o CMA e vender a mandioca nos grandes supermercados de Ji-Paraná”, ressaltou. A titular da Semagri, Claudia de Jesus, destacou a importância da emissão do CMA ao pequeno produtor rural. “Esta é a primeira agroindústria familiar a produzir e oferecer mandioca beneficiada e certificada em nosso município. Ela recebeu o suporte técnico e apoio de maquinário agrícola da prefeitura e batalhou pela obtenção do cadastro, estando apta a comercializar a produção ao comercio local”, assinalou, ressaltando que a prefeitura através da sua secreta-

ria vem apoiando vários outros empreendimentos da agricultura familiar, com benefícios diretos na fixação dos produtores no campo. “Na medida em que as famílias agregam valor à produção, melhoram a renda, e com isso a aquisição de itens necessários ao bem estar de todos, não havendo motivos para deixarem o campo”, avaliou. Para o prefeito Jesualdo Pires, parabenizou o produtor rural e frisou que a agricultura familiar vem se fortalecendo no Município, mas ainda é carente de apoio do poder público, principalmente nas orientações técnicas, maquinários e em alguns casos, até recursos para que possam alavancar seus pequenos empreendimentos.


6

Cacoal

/jornalrondoniagora @rondoniagoranet

PORTO VELHO, DE 14 À 20 DE DEZEMBRO DE 2013

Prefeito de Cacoal aumenta portarias e onera município Arquivo/Rondoniagora

POLÍTICA & ESPORTE P Jornalista

/jornalrondoniagora

@rondoniagoranet

Por Adair J.de Oliveira comercial@rondoniagora.com

Presidente Médici - I A cidade de Presidente Médici vem passando por maus bocados. Segundo fontes, a prefeita Maria de Lourdes (PT) enfrenta graves problemas em

sua administração, inclusive com vereadores da sua base aliada. Eles estariam revoltados com a situação do município e iniciaram uma debandada.

PRESIDENTE MÉDICI – II

Isso só vem a reforçar a informação de que a prefeita não vem recebendo apoio do governo estadual peemedebista. O governo federal também tem deixado a companheira em maus lençóis. Na conjuntura nacional os dois partidos caminham juntos.

PRESIDENTE MÉDICI – III Vereadores de Cacoal ladeiam prefeito Padre Franco na Cãmara Municipal Em sessão extraordinária realizada na última quarta-feira, 11, a Câmara Municipal de Vereadores de Cacoal deu carta branca ao prefeito Padre Franco (PT) para gastar mais de R$ 300 mil reais mensais com 168 portarias. Os parlamentares aprovaram o projeto de lei substitutivo 79-PMC-2013 que altera a lei municipal n.º 2.543/2009 e define a Estrutura Administrativa do poder Executivo. Houve muita polêmica e debate no Legislativo. O projeto de lei prevê a criação de 60 portarias no valor de R$ 800,00, 41 de R$ 1.200,00, 20 de R$ 1.500,00, 04 portarias de R$ 2.000,00, 04 de R$ 2.500,00, 12 de R$ 3.200,00, 10 no valor de R$ 3.500,00, mais 10 portarias de R$ 4.100,00, 04 no valor de R$ 5.000,00 e 03 portarias no valor de R$ 6.600,00. Além dessas portarias de livre nomeação do gabinete do prefeito, foram elevados os valores dos salários do controlador e contador geral do município para R$ 6.600,00. No final da sessão extraordinária a vereadora Maria Simões que votou contra o projeto de lei classificou como no mínimo incoerente a prefeitura demitir todos seus servidores comissionados, alegando falta de recursos para pagar folha de pagamento, e ao mesmo tempo

criar portarias de até R$ 6.600,00 para o gabinete do prefeito. “Diversos pais e mães de famílias estão sendo demitidos nestes dias, não consigo entender esta lógica de raciocínio. Será que estou errada? será que estou perdendo a capacidade de raciocínio?”, questiona a parlamentar. Para a vereadora é uma vergonha os salários oferecidos no concurso público, onde diversas categorias de nível superior vão receber um salário mínimo. Segundo ela, é também inadmissível ver os profissionais da educação e da saúde com salários congelados sem reajuste algum. “Na condição de representante da classe trabalhadora, não posso me calar diante disso e volto a me perguntar será que sou eu a errada da história? Concordo apenas com a elevação dos salários do controlador e do contador geral do município que a meu ver, de fato, merecem ganhar este valor devido ao tamanho da responsabilidade que têm com a vida deste município. Mas discordo totalmente da criação destes inúmeros cargos de livres nomeações para o gabinete do executivo”, desabafou Maria Simões ao ver o projeto ser aprovado. Além de Maria Simões, votaram contra o projeto apenas os vereadores Adailton Fúria e Rafael Evangelista, já os demais vereadores deram carta branca ao prefeito.

Já que perguntar não ofende, gostaria de saber da prefeita Maria de Lourdes, qual o apoio que ela tem recebido dos partidos acima citados e a quanto anda a administração do município? Esse escriba passou o dia tentando contato com a administração e com o assessor de imprensa para comentar o caso, porém não obtivemos êxito.

“COMPARTILHE O BEM, ADICIONE MAIS AMOR AOS SEUS DIAS”

Com esse bordão o Lions Clube Cacoal Centro, vem promovendo no município a campanha “NATAL SOLIDÁRIO”. Segundo um dos organizadores a meta é ajudar as famílias carentes do distrito de Riozinho. Então, deixe seu coração ser solidário, ame o próximo, valorize a vida. Vá a um ponto de coleta e doe alimentos, roupas, livros e brinquedos. A campanha já começou e vai até o dia 20 de dezembro. Quem quiser doar procure um dos pontos de coleta: “INGA, TOZZO, SICRED, LOJAS JULIE ANE, FARMÁCIA YASSUDA, PAPELARIA TEIXEIRA”. Para mais informações ligue (69) 3441-4564 ou 8114-8815.


/jornalrondoniagora @rondoniagoranet

Informe Publicitรกrio PORTO VELHO, DE 14 ร€ 20 DE DEZEMBRO DE 2013

07


8

Pesquisa

/jornalrondoniagora @rondoniagoranet

PORTO VELHO, DE 14 À 20 DE DEZEMBRO DE 2013

Machadinho do Oeste se prepara para novo ciclo econômico Arquivo/Rondoniagora

UHE DE TABAJARA GERA EMPREGO, RENDA E COMPENSAÇÕES PARA A CIDADE A implantação da usina Hidrelétrica Tabajara, parte do investimento de R$ 1,3 trilhão do Governo Federal no desenvolvimento do País, garante para o município de Machadinho do Oeste um novo ciclo de crescimento econômico e social. Os estudos de impacto ambiental e demográfico são realizados desde 2011 com a participação da Prefeitura, segmentos organizados e membros dos Ministérios Públicos Estadual e Federal. Preocupado em aproveitar o novo ciclo no município, o prefeito Marinho da Caerd (PV) implementou várias ações para a cidade ganhar suas devidas compensações e não apenas ficar com o ônus do empreendimento. A Usina Hidrelétrica Tabajara tem construção prevista para 2014 e terá potência instalada de 350 megawatts e capacidade para gerar 192 MW de energia elétrica, utilizando o sistema com operação a fio de água e nível de operação a 80 metros com 3 turbinas e um reservatório de 128,8 km². Como a área onde será construída a

Gestão do prefeito Marinho garantiu a compra de equipamentos e implementos agrícolas usina está localizada numa extensão do Parque Nacional dos Campos Amazônicos, criado em 2006, havia a impossibilidade para a construção da obra. A solução para o caso veio com aprovação da Medida Provisória 558, convertida na Lei 12.678/2012, que dispõe sobre alterações nos limites dos Parques Nacionais

De servidor público a prefeito Reeleito com boa margem de votos, Marinho coleciona homenagens que atestam o perfil de Prefeito Empreendedor. O mesmo atestam as pesquisas recentes divulgadas pelo Instituto Phoenix. Há 26 anos, Marinho escolheu Machadinho D´Oeste para viver e contribuir com o desenvolvimento local. Agricultor, radialista e servidor público de carreira, Marinho da CAERD estabeleceu forte vínculo com as questões de interesse da população. Depois de exercer o cargo de Diretor da Rádio Comunitária local e o cargo de Diretor da CAERD por muitos anos, foi eleito Prefeito em 2008 e reeleito em 2012 com expressiva votação. Respeitado pela linha de trabalho e pela seriedade com que conduz a máquina pública, projetou Machadinho a condição de um dos melhores municípios do Estado de Rondônia, tendo ao seu lado

o vice-prefeito Celso Coelho (PMDB), incondicional aliado. Nos últimos anos, o município começou a receber obras que vão desde a melhoria de vias públicas a saneamento, construções de escolas, quadras poliesportivas, creches, unidades básicas de saúde, asfalto em diversos bairros, recuperação e cascalhamento de estradas, construção de pontes, ampliação da rede de abastecimento de água tratada, iluminação pública, construção de centros cirúrgicos, aquisição de veículos, patrulha mecanizada, ônibus escolares e equipamentos agrícolas. Todas as ações positivas administrativas municipais refletem na expansão do comércio e do setor de serviço, além dos empreendimentos imobiliários que retratam a elevação da qualidade de vida da cidade.

da Amazônia, dos Campos Amazônicos e Mapinguari, das Florestas Nacionais de Itaituba I, Itaituba II e do Crepori e da Área de Proteção Ambiental do Tapajós. Neste conjunto de oportunidades em um município que precisava ser reconstruído, Marinho trabalhou com sua equipe, buscando parcerias que trans-

formaram o campo e a cidade num vasto canteiro de obras. O prefeito adotou um modelo de administração moderno e eficiente e com um rígido controle de gastos. Assim, conseguiu economizar recursos que possibilitaram a execução de novas obras e investimentos em programas de atendimento à população.

Arquivo/Rondoniagora

Prefeito de Machadinho do Oeste prepara o município para novo ciclo


Pesquisa

/jornalrondoniagora @rondoniagoranet

PORTO VELHO, DE 14 À 20 DE DEZEMBRO DE 2013

9

Censo aponta famílias produtoras Arquivo/Rondoniagora

Machadinho está localizado numa das mais belas regiões naturais de Rondônia. Elevado a condição de município em 11 de Maio de 1988, tem uma população de 31. 109 habitantes que vive de perto as perspectivas trazidas pela indústria da energia. É um dos municípios brasileiros com a maior incidência de famílias de produtores rurais assentadas pelo Incra, chegando ao impressionante número de 10.000 propriedades na zona rural com uma extensão territorial de 8.520,9 Km² e com a segunda maior malha viária do Estado, totalizando quase 3 mil quilômetros de estradas. Integrando as atividades de agricultura e pecuária, aumentando a produtividade, reduzindo custos e ampliando a margem de lucro, Machadinho comemora os investimentos e incentivos advindos da Prefeitura Municipal, em parceria com a Emater, Ceplac, Idaron e Embrapa. Os recursos estão sendo carreados para áreas consideradas prioritárias, como a saúde, a educação e a construção de novas moradias. A parceria com os parlamentares está viabilizando melhorias na rede de ensino, que inclui a substituição

da frota de ônibus, a construção de escolas modernas e a construção de quadras poliesportivas.

Ensino de tempo integral Outra novidade é a implantação do ensino em tempo integral. O prefeito Marinho da CAERD explica que a iniciativa vai preparar o município para um sistema educacional que atenda o aluno em todas as suas necessidades no processo educacional. O município que possui uma localização geográfica estratégica ligando Rondônia a Mato Grosso e Amazonas, tem planejado para os próximos anos obras que levarão a ser a nova fronteira econômica do Estado. Se por um lado os investimentos que ocasionaram o desenvolvimento no setor da pecuária foi um divisor para a economia local, a disponibilidade energética com a instalação do Linhão e a construção da Usina em Tabajara trará um ambiente favorável de negócios garantindo condições para a expansão do agronegócio fortalecendo o comércio em geral.

Machadinho é formado em sua maioria por famílias de produtores rurais


10

Informe Publicitรกrio PORTO VELHO, DE 14 ร€ 20 DE DEZEMBRO DE 2013

/jornalrondoniagora @rondoniagoranet


/jornalrondoniagora @rondoniagoranet

Rolim de Moura PORTO VELHO, DE 14 À 20 DE DEZEMBRO DE 2013

11

Em Rolim, 2013 foi para pagar dívida vencida CESAR CASSOL ESPERA QUE 2014 SEJA O ANO DE COLHER FRUTOS DO ÁRDUO ESFORÇO DE 2013 O prefeito de Rolim de Moura, Cesar Cassol e seu vice, Luizão do Trento, participaram da última sessão ordinária da câmara de vereadores do município. No encontro com os parlamentares eles agradeceram o apoio do poder legislativo para sanar as contas herdadas neste ano e relataram os projetos que estão programados para 2014. Como a visita era oficial, o chefe do executivo ganhou da casa de leis o direito de usar a tribuna. No discurso, que durou cerca de dez minutos, Cesar elogiou o trabalho da câmara este ano e elencou um a um os projetos custeados pelas emendas parlamentares de cada vereador. Ao final, assumiu que não fez tudo que a comunidade precisava neste primeiro ano. “Assumimos uma dívida muito grande e estamos terminando de quitá-la. Daqui para frente Rolim de Moura vai ser um canteiro de obras. Mas assim que assumi, confesso para vocês, que me vi incompetente para realizar o que era preciso. Tivemos que esperar dez meses para licitar a iluminação pública, por que

há muita burocracia no serviço público”, argumentou. Mesmo admitindo que muitas coisas dificultaram sua gestão neste primeiro ano, o prefeito garantiu que o próximo ano será de colheita. Citou os inúmeros projetos colocados em execução, como o CEU dos Esportes e da Cultura, no local da antiga rodoviária, o início da construção das creches do bairro Cidade Alta e Centenário, assim como o novo ginásio do bairro Olímpico. Cesar falou também do novo colégio para o Cidade Alta, no valor de R$ 2 milhões para atender o residencial Jatobá II, da revitalização da Praça Durvalino de Oliveira, do início das obras da segunda etapa de construção do saneamento básico, no valor de R$ 36 milhões e das melhorias no parque de máquinas, com a compra de uma patrol, um caminhão pipa e uma retroescavadeira. “Desde as eleições que falava, que sozinho eu e o Luizão não daríamos conta de arrumar tudo. Por isso cobro diariamente nossa bancada federal, os dois senadores de Rolim de Moura, os deputados estaduais, o governador Confúcio para que nos ajude a melhorar nossa cidade. Sei que tem vindo muita coisa, mas ainda é pouco. Precisamos fazer muito mais para nosso povo”, finalizou. Arquivo/Rondoniagora

Prefeito Cesar Cassol foi a Câmara prestar contas do mandato


12

Ouro Preto do Oeste

/jornalrondoniagora @rondoniagoranet

PORTO VELHO, DE 14 À 20 DE DEZEMBRO DE 2013

Leilão arrecada R$ 1 milhão Arquivo/Rondoniagora

RECURSO SERÁ DOADO AO HOSPITAL DE CÂNCER DE BARRETOS A região polarizada pelo município de Ouro Preto do Oeste deu uma prova viva que o espírito de solidariedade é uma marca constante na sua gente, por ocasião da realização do Leilão Direito de Viver, em prol do Hospital do Câncer de Barretos, administrado pela Fundação Pio XII. A terceira edição do Leilão Direito de Viver foi realizado com sucesso no recinto do Parque de Exposição Agri Show Norte e superou o próprio recorde conquistado em 2011 (cerca de R$ 955 mil) e passou a marca de R$ 1 milhão arrecadado. Foram leiloados aproximadamente 1400 cabeças de gado que foram doados por agricultores e pecuaristas da região, algo em torno de 5 mil estiveram durante a realização do evento. O prefeito Alex Testoni (PSD), que se fez presente durante o evento, ressaltou que o resultado obtido, é fruto da união de esforços de toda equipe comandada pelo empresário Zezinho Araujo e principalmente da população, produtores e compradores que colaboraram para que o evento beneficente superasse todas as expectativas, se consolidando assim como uns dos maiores leilão beneficente do Brasil. O prefeito ressaltou que a união dos municípios da região central

“E quem sai ganhando com a grandeza desse gesto é todos aqueles que procuram o Hospital de Câncer”

Prefeito Alex Testoni elogia trabalho do empresário Zezinho Araújo do Estado por uma causa justa, através da sua gente estão de parabéns pelo tamanho do evento o que mostra este espírito de solidariedade. “E quem sai ganhando com a grandeza deste gesto é todos aqueles que procuram o Hospital

de Câncer de Barretos no Estado de São Paulo e na unidade hospitalar instalado em Porto Velho”. Disse o prefeito que parabenizou todos que de forma direta ou indireta contribuíram para a magnitude do evento de solidariedade.

Todo o dinheiro arrecadado com o III Leilão Direito de Viver é enviado para o Hospital do Câncer de Barretos, Fundação Pio XII, que atende a pacientes com câncer e é referência no tratamento da doença em toda a América Latina.

Câmara economiza recursos e apoia ações O presidente da Câmara Municipal de Ouro Preto, vereador Edis Farias (SDD), fez um balanço das ações do Legislativo ouropretense no ano de 2013. Político experiente, ele soube conciliar os conflitos de interesse de cada um de seus oito pares neste primeiro ano de mandato a frente daquele Poder, sendo uma peça chave no bom relacionamento com o Executivo, funcionamento como ponto de equilíbrio nos momentos dos embates travados entre o prefeito Alex Testoni (PSD) e o grupo de vereadores da oposição. Para o presidente o ano de 2013, foi muito além das expectativa. “Fizemos um trabalho correto, agimos com prudência, sem radicalismo ou perseguições, acompanhamos atentamente as ações do Poder Executivo municipal, ávidos por bons resultados, que vêem ao encontro

dos anseios da população”, disse o presidente. Segundo ele, a harmonia prevaleceu, mesmo quando apareceram as diferenças. “São noves cabeças pensantes, nem sempre a unanimidade prevalece, mas, surge o equilíbrio, o respeito pela opinião alheia, fator primordial numa democracia”, enfatizou. Edis Farias coloca em destaque algumas ações neste primeiro mandato, como o enxugamento da maquina administrativa ficando um corpo de funcionários mais técnico e menos político. Outro fator é a transparências das ações da Câmara a exemplo das licitações que são abetas para que qualquer cidadão possa tomar conhecimento. Com a atitude o presidente vem garantindo uma economia considerável nas compras da Casa.

O presidente fez questão de agradecer e enaltecer o empenho de seus companheiros de Câmara. “Todos sem exceção estão empenhados em fazer o melhor, estão comprometidos com a causa pública, estabelecendo um elo importante com a população, ouvindo criticas, sugestões e alternativas para o município; é por isso, que sempre peço a presença de todos nas sessões, oportunidade impar para que possam acompanhar o trabalho do vereador, a omissão é um pecado que não devemos cometer”, disse o vereador, que deixou uma mensagem de otimismo: “peço á Deus que nos de força e saúde para o prosseguimento do trabalho frente a Câmara, haveremos de continuar buscando alternativas para a construção de uma cidade melhor que Deus nos abençoe com muita paz e saúde no ano de 2014”.

Arquivo/Rondoniagora

Edis Farias fez um balanço das ações do Poder Legislativo de Ouro Preto


Articulista

/jornalrondoniagora @rondoniagoranet

PORTO VELHO, DE 14 À 20 DE DEZEMBRO DE 2013

13

ALEXANDRE ARAÚJO COLUNA Jornalista

ALEX VERSUS CARLOS MAGNO A indecisão do prefeito Alex Testoni (PSD) em falar publicamente qual o caminho que deverá seguir nas eleições de 2014 (senado ou governo do Estado) vem produzindo muitas visagens nos bastidores da política. O certo mesmo é que no ano que vamos ter mais um empate envolvendo o prefeito Alex e o deputado federal Carlos Magno (PP), nas eleições de 2012, o homem do boné deu uma lavada no candidato apoiado por Magno, agora a briga será de MMA ou UFC o certo é que os dois protagonistas sabem como poucos mexer no tabuleiro ao final apenas um vai cantar de galo, restando os aspones lamber os beiços e chupar os dedos com sabor de execro.

/jornalrondoniagora

@rondoniagoranet

Inflacionando o mercado

POLÍTICA NOJENTA E PODRE

Quem seria este pré candidato a deputado que estaria inflacionando o mercado de “cabos eleitorais”? Segundo o bafafá político, o pré-candidato que é um novato na política,

Política = arte ou ciência da organização, direção e administração de nações ou Estados; aplicação desta arte aos negócios internos da nação (política interna) ou aos negócios externos (política externa). Politicagem = política de interesses pessoais, de troca de favores, ou de realizações insignificantes. Em outras palavras, Politicagem é usar a política de forma nojenta e podre. O negócio se tornou tão comum, estamos tão habituados a ver mutretas, conchavos, corrupção que começamos a perder a capacidade de diferenciar a Política da Politicagem. Tornou-se parte da nossa cultura.

estaria tocando fogo em dinheiro, pagando altíssimos cachês em troca de apoio político. Dizem que o dito cujo tem um bolso que parece um aquário digno de rei das arábias. Arquivo/Rondoniagora

PETISTAS ALOPRADOS E XIITAS

PREFEITA OU PRIMEIRA DAMA?

A primeira-dama do município do Vale do Paraiso Marinez Barbosa, continua agindo como se fosse a prefeita e não esposa do tal, mesmo com uma recomendação do MP. Ocorre que o prefeito Luiz do Hotel, mais conhecido como Luiz Turista, escalou a esposa para recepcionar uma médica cubana que vai prestar serviços médicos no município e para não deixar duvida de quem realmente manda no pedaço a primeira dama postou fotos em sua pagina pessoal em uma rede social o MP certamente não vai gostar desta brincadeira de mau gosto.

EX-PREFEITO CONTINUA MANDANDO O atual secretário-executivo da Emater/RO Luiz Gomes continua dando as cartas no município de Nova União no qual foi prefeito por 08 anos. Atual alcaide José Silva (PR) é apenas uma figura decorativa na cadeira, cabendo a Gomes determinar o que deve e ou que não deve ser feito na prefeitura. O povo está aguardando Janeiro chegar já que Zé Silva disse que neste período poderá renunciar o cargo e voltar a ser funcionário público municipal concursado, mas como palavra de político é como escrever nome na areia da praia na primeira onda tudo vai embora.

comercial@rondoniagora.com

FARRA DAS HORAS EXTRAS NO CB I

Uma ocorrência policial sob o nº. 4206/13 registrada na DP de Ouro Preto faz vim a público o lado nada católico do quartel do Corpo de Bombeiro no município. Ocorre que um servidor público estadual que estava desempenhando a função de bombeiro civil resolveu denunciar um sargento da respeitada instituição militar identificado pelo nome de Amaral por assédio moral. Segundo o denunciante (que preferiu não ter o seu nome divulgado) a perseguição começou quando o mesmo solicitou a 2ª via dos relatórios de horas extras fato este negado veementemente pelo sargento – BM.

FARRA DAS HORAS EXTRAS NO CB II O denunciante relatou que a primeira medida adotada pelo seu algoz foi instituir o horário de entrada no serviço para às 5h da manhã um horário que não é normal no CB para inicio de plantão. O sargento Amaral é acusado de fazer do quartel do CB uma verdadeira 25 de Março (famosa avenida paulista que comercializa todo tipo bugigangas) quando de posse de uma maquina portátil de cartão de crédito vende mercadorias “mande in Bolívia”. No entanto a denúncia mais grave relatada é que o sargento acompanhando de sua esposa comparece no período vespertino para estudar para concursos públicos, sem a farda e mesmo assim aproveita o tempo para fechar suas horas extras. Consta na queixa policial que o sargento diz que tem moral com o alto comando do CB e cita o nome do coronel – BM Rodrigues como sendo o seu protetor. Diante deste episodio visualizamos que o respeitado Corpo de Bombeiros pode ter sido contaminado com as safadezas peculiar da classe política.

2014 QUE VEM Chegamos a mais um final de ano e durante o ano de 2013, procuramos aqui neste espaço falar o que o povo pensa, sabemos que inúmeras das vezes fomos incompreendidos, mas isso faz parte do oficio de jornalista. Agradeço a direção do rondoniagora na pessoa do jornalista Gerson Costa que confiou a mim esta missão e dizer que em 2014 vamos continuar firme e forte feito aroeira aos amigos um ano de Paz, Amor e Saúde em nome dos meus filhos Anna Karolyne e Emmanuel Alexandre e minha esposa Ivaneide.

É cada vez mais insuportável debater política nas redes sociais sem que entre sem ser chamado um petista ávido por discordar de tudo e todos. Eles (petistas) querem a todo custo e na base do discurso xiita santificar os mensaleiros e presidiários: Zé Dirceu e Genoino como estas duas criaturas nocivas a sociedade não praticaram crime algum diante desta defesa titânica prefiro ficar com a frase do cantor Lobão que disse “Discutir com petista é como jogar xadrez com pombo. Ele vai derrubar as peças, cagar no tabuleiro e sair de peito estufado cantando vitória” .

VASSOURADA NO GOVERNO DE CONFÚCIO O ex-senador Expedito Junior esteve em Ouro Preto e fez um tour pelos meios de comunicação da cidade. Ao ser perguntado o que está errado no governo de Confúcio Moura (PMDB) o tucano simplificou a sua resposta “Ele (governador) tem que chegar pegar a vassoura e jogar todos os seus assessores na rua e depois fazer uma limpeza na casa com detergente industrial”. Expedito só poupou o secretario estadual de Saúde Willimes Pimentel que vem tentando colocar a casa em ordem mais forças ocultas trabalham contra, ou seja, o fogo amigo. Sobre o secretario estadual de Agricultura Evandro Padovani, Expedito afirmou que o mesmo não representa o PSDB no governo do Estado e sua indicação é por outros méritos e em tom ríspido desautorizou o secretario falar em nome do partido, recado dado só resta saber se o titular da Seagri vai obedecer a ordem do presidente da executiva estadual do PSDB.


14

Articulista

/jornalrondoniagora @rondoniagoranet

PORTO VELHO, DE 14 À 20 DE DEZEMBRO DE 2013

CARLOS TERCEIRO DIRETO DE BRASÍLIA Jornalista

RUMOS DA LUTA

Segundo a confederação, as atividades vão contar com mesas de debate e devem definir os rumos da luta dos servidores para o próximo ano.

ÚLTIMA SEMANA Esta é a última semana para que os magistrados brasileiros responda ao censo elaborado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Mais da metade dos 17 mil magistrados brasileiros já aderiram à pesquisa.

SIGILO O CNJ garante o sigilo dos dados fornecidos e, segundo o Conselho, os resultados serão divulgados de forma genérica, e vão subsidiar ações e políticas públicas direcionadas aos magistrados e aos servidores do judiciário.

FUX, SOBRE A GREVE DOS SERVIDORES

“Demagogia” e “desatino” foram as palavras usadas pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), para qualificar a decisão de se permitir a greve de servidores públicos. “A Constituição Federal, a meu ver num rasgo demagógico, permitiu a greve dos servidores públicos”, disse Fux. “A verdade é que a greve do servidor público não tem nenhuma eficácia. Ela só prejudica aqueles que dependem do serviço público”, afirmou.

/jornalrondoniagora

@rondoniagoranet

Congresso Condsef Com 150 delegados, o Sindsef participa do Congresso da Condsef, em Beberibe-CE onde serão discutidas as bandeiras de lutas

para o ano de 2014. Além disso, nova diretoria será eleita para comandar os destinos dos servidores federais.

comercial@rondoniagora.com

BENEFÍCIOS SUSPENSOS

A Advocacia-Geral da União (AGU) suspendeu, no Supremo Tribunal Federal (STF), decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que determinou o pagamento de R$ 1,2 a R$ 2 milhões a 68 juízes federais. Os valores são relativos à cobrança de incorporações salariais pelos magistrados de quando ocupavam função comissionada, antes de assumirem os cargos de juízes.

ATÉ R$ 2 MILHÕES PARA CADA JUIZ

No pedido de suspensão de liminar encaminhado ao STF, a AGU destacou que a decisão do STJ poderia causar grave lesão à ordem, segurança, economia e interesse públicos. Pela determinação da Corte Superior, cada um dos 68 juízes deveria receber entre R$ 1,2 a R$ 2 milhões. Mas, segundo a AGU, o montante, cobrado indevidamente da União, iria gerar enormes prejuízos aos cofres públicos.

ENTENDIMENTO EQUIVOCADO

De acordo com os advogados públicos, o entendimento da Corte Superior foi equivocado, ao considerar que a ação da União deveria ter sido ajuizada contra os magistrados e não contra a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe). Porém, a AGU explicou que o pedido foi proposto contra a entidade, pois ela própria estava como autora principal na ação de primeiro grau e que os magistrados foram citados apenas como assistentes.


Informe Publicitário

/jornalrondoniagora @rondoniagoranet

PORTO VELHO, DE 14 À 20 DE DEZEMBRO DE 2013

E SÓ EXISTE UMA MANEIRA DE AMAR RONDÔNIA.

Temos que trabalhar muito para que fique ainda mais bela. A nossa missão é continuar a saga dos bandeirantes de Rondônia, porque todos nós também somos destemidos pioneiros.

15


16

Informe Publicitário

/jornalrondoniagora @rondoniagoranet

PORTO VELHO, DE 14 À 20 DE DEZEMBRO DE 2013

PEUGEOT 408 ALLURE MECÂNICO

Entrada + 24 x R$ 996,00

Primeira parcela para depois do Carnaval Air Bag duplo Freios abs+ref Ar-condicionado Direção eletro hidráulica progressiva Rodas de liga leve Som 3 anos de garantia

% 0 a x Ta

PEUGEOT 308 ACTIVE

Tax a

0%

PEUGEOT 208 ACTIVE A partir de R$ 39.990,00 ENTRADA +48 X R$ 555,00 Motor 1.5 flex Air bag duplo Ar-condicionado Direção elétrica progressiva Freios abs+ref 3 ANOS DE GARANTIA FRABRICAÇÃO NACIONAL

Entrada + 24 x 995,00 Primeira parcela para depois do Carnaval Motor 1.6 flex start Ar-condicionado Air Bag duplo Freios abs+ref Rodas de liga leve Som 3 anos de garantia

%

a x a T

9 0,9

facebook.com/grupolf 208 Active Valor promocional a partir de R$ 39.990,00 para Peugeot 208 active, com ar-condicionado, direção eletro-hidráulica , vidros elétricos nas 2 portas dianteira, travas elétricas nas 4 portas, air bag duplo e freios abs, ano/modelo 13/14, cor vermelho aden. Garantia de 3 anos conforme condições do manual. Simulação Crédito Direto ao Consumidor pelo Banco PSA, para o veículo acima: Entrada de R$ 19.995,00 (50%) à vista, mais 48 parcelas mensais fixas de R$ 555,57 com vencimento da 1ª parcela para 30 dias. Taxa de juros de 0.99% a.m. e 12.55% a.a, a Custo Efetivo Total de 1.24% a.m. e 15,97% a.a, com IOF de R$ 366,89 para Pessoa Física, valor final do financiamento R$ 26.667,36 , valor final do preço do veículo R$ 46.662,36. Valor do veículo à vista R$39.990,00. Prazo de entrega de 45 dias. Promoção limitada a 2 unidades ou enquanto durar o estoque. Condições de financiamentos sujeito a analise de credito e aprovação pela intuição financeira. Taxas de financiamento podem ser alteradas a qualquer momento sem aviso prévio, promoção valida ate 20/11/2013 ou enquanto durar o estoque. 308 Active Valor promocional taxa 0% para Peugeot 308 active, com ar-condicionado, direção eletro hidraulica progressiva , vidros elétricos nas 4 portas , travas elétricas na 4 portas, air bag duplo e freios abs, ano/modelo 13/14, cor vermelho Ruby. Garantia de 3 anos conforme condições do manual. Simulação Crédito Direto ao Consumidor pelo Banco PSA, para o veículo acima: Entrada de R$ 32.694,00 (60%) à vista, mais 24 parcelas mensais fixas de R$ 995,49 com vencimento da 1ª parcela para 90 dias. Taxa de juros de 0.01% a.m. e 0,01% a.a, a Custo Efetivo Total de 0,37% a.m. e 4,74% a.a, com IOF de R$ 394,88 +TC de R$ 555,00 para Pessoa Física, valor final do financiamento R$ 23.891,76 , valor final do preço do veículo R$ 56.694,00. Valor do veículo à vista R$ 54.490,00. Prazo de entrega de 45 dias. Promoção limitada a 2 unidades ou enquanto durar o estoque. Condições de financiamentos sujeito a analise de credito e aprovação pela intuição financeira. Taxas de financiamento podem ser alteradas a qualquer momento sem aviso prévio, promoção valida ate 20/11/2013 ou enquanto durar o estoque. 408 Allure Valor promocional taxa 0% para Peugeot 408 allure cambio mecânico , com ar-condicionado, direção eletro hidráulica progressiva , vidros elétricos nas 4 portas , travas elétricas na 4 portas, air bag duplo e freios abs, ano/modelo 13/14, cor Cinza Grafito. Garantia de 3 anos conforme condições do manual. Simulação Crédito Direto ao Consumidor pelo Banco PSA, para o veículo acima: Entrada de R$ 36.650,00 (63,45%) à vista, mais 24 parcelas mensais fixas de R$ 996,12 com vencimento da 1ª parcela para 90 dias. Taxa de juros de 0.01% a.m. e 0,01% a.a, a Custo Efetivo Total de 0,39% a.m. e 4,89% a.a, com IOF de R$ 366,25 +TC de R$ 555,00 para Pessoa Física, valor final do financiamento R$ 23.906,88 , valor final do preço do veículo R$ 59.650,00. Valor do veículo à vista R$ 61.490,00. Prazo de entrega de 45 dias. Promoção limitada a 2 unidades ou enquanto durar o estoque. Condições de financiamentos sujeito a analise de credito e aprovação pela intuição financeira. Taxas de financiamento podem ser alteradas a qualquer momento sem aviso prévio, promoção valida ate 20/11/2013 ou enquanto durar o estoque.

Av. Carlos Gomes, 1805, esquina com Av. Brasília 3211-0200 peugeot.com.br


Rondoniagora - Versão impressa - Ed.80