Page 1

EDI05 – Incentivando o aprendizado virtual através do relacionamento Aula 4: Atividade 12 – Investigando as emoções nos diálogos nos ambientes virtuais Nome: Giselle Leite Santana É possível verificar a ocorrência de diálogos em AVAS, utilizando-se de ferramentas específicas que permitam a interação entre as pessoas que o frequentam e a utilizam, como chats (bate-parpo), fóruns, emails, diários de bordo, murais entre outros. É necessário o dialogo entre educadores e educandos e entre os próprios educandos, a fim de gerar a motivação necessária para que um aluno se matenha num curso ministrado num AVA. Neste dialogo, o educador mantem um dialogo com o educando,mantendo o interesse dos educandos aceso e colocando textos (mensagens) de forma problematizadora, mantendo assim uma linha de afeto, fazendo com que os educandos se sintam parte do processo como um todo e ao se sentirem parte deste processo, eles mesmo poderão colaborar para que haja sucesso e para que o aprendizado seja constante nesta relação. É observado também a cooperação como parte do processo da construção do conhecimento. Quando educandos e educadores co-operam entre sim, possibilitam que surja um dialogo que permita novas construções. Observa-se que o dialogo que ocorre dentro de um AVA ocorre totalmente através de textos escritos, sendo assim, tanto o educador quanto o educando deve colocar nestes textos, o Maximo de sua intenção e afeto. O educador deve promover o afeto entre os educandos e dele para os educandos. A interação feita através do afeto permite que educandos e educadores modifiquem a si próprios, assimilando e sedimentando novos conhecimentos. De acordo com Piaget, a função do educador é propiciar situações que permitam a interação entre ele e os educandos e entre os educandos, pois a interação social favorece a aprendizagem. Para Freire e Piage, um sujeito não aprende sozinho, mas a partir do momento que aprende a agir cooperativamente na relação com o outro, onde estes podem dialogar na busca de um novo conhecer, fortalecendo as trocas que ocorrem. A motivação deve estar sempre presente nos educandos para que estes não sejam levados a abandonar o projeto ao qual fazem parte. Percebe-se participação ativa no ambiente, aqueles educando que participaram enviando e respondendo emails, respondendo fóruns, postando no mural, diário de bordo e portfólio.


Para Freire e Piaget, são consideradas indicadores de dialogo as categorias: cooperação, equidade na relação, geração de conhecimento, incentivo e participação continua.

Afetividade com emoções positivas Nas interações realizadas no Fórum X, da EDI05, Aula Z, observou-se o diálogo e análise abaixo: Diálogo:

Análise do diálogo: Na disciplina X, pôde-se observar a ocorrência da categoria de diálogo “Cooperação”, evidenciando emoções positivas. Observa-se a categoria de diálogo “cooperação” quando os educandos passam a se ajudar mutuamente, colaborando entre si e com o grupo como um todo, objetivando um fim comum. É como se estivesem auxiliando os colegas em suas dúvidas, expondo suas idéias e assim estas servissem para construir um conhecimento coletivo. É quando os educandos se encontram de acordo ou intelectualmente satisfeitos e quando não ocorre nenhuma relação de autoridade, mas sim de respeito mútuo. Observa-se também a categoria de diálogo “geração de conhecimento”. Foi quando o educador, concebeu um nível de explicitação sobre um determinado tema e depois isto passou a aparecer numa estruturação mais complexa, permitindo reconhecer que o educando consegiui um melhor entendimento do que estava sendo exposto durante o forum, ou simplesmente quando o aluno admitiu que aconteceu conhecimento devido a colaboraçao dos outros.

Afetividade com emoções negativas Diálogo:


Análise do diálogo: Observa-se a categoria de diálogo “incentivo” através do uso da ferramenta emails. O incentivo era feito através do email diretamente ao educando, ou ao grupo deles, incentivando a continuarem a participar do curso, interagindo e realizando as tarefas solicitadas. Era feito também através de convites para participar dos grupos criados, para realizar tarefas que eram solicitadas. Era feito também com a finalidade de participarem mais ativamente dos fóruns com a intenção de tornar a discussão mais interessante.

Conclusão Portanto, pode existir dialogo ao se utilizar qualquer ferramenta oferecida pelo ambiente virtual, desde que os alunos sejam instigados, eles respondem ativamente e passam a participar efetivamente, cooperando com os colegas, incentivando-os e, também, desenvolvendo intelectualmente. Aos se sentirem parte do processo, ao perceberem que não estão sozinhos e ao perceberem que estão adquirindo aprendizagem, os educandos se motivam e permanecem fazendo parte ativamente deste processo até o final.

Atividade 12 afetividade giselle  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you