Issuu on Google+

DOS CONDUTORES DE VEÍCULOS RODOVIÁRIOS E TRABALHADORES EM EMPRESAS DE TRANSPORTES RODOVIÁRIOS E ANEXOS DE OSASCO E REGIÃO

25 ANOS DE LUTAS E CONQUISTAS


EXPEDIENTE

ÍNDICE SEDE CENTRAL Rua Presidente Castelo Branco, 56 - Centro - Osasco - São Paulo/SP CEP: 06016-020 Telefone: (11) 3685-4333 www.sincovero.com sincovero.cad@uol.com.br

SUBSEDE

Est. Kizaemon Takeu , 3.026 - Sl. 17 Pirajuçara - Taboão da Serra São Paulo/SP - CEP: 06775-000 Telefone: (11) 4137-3337

PRESIDENTE

Antonio Alves Filho

Editorial . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 03 Campanhas Salariais . . . . . . . . . . . . . . . 04 Homenagem Especial . . . . . . . . . . . . . . 05 Regulamentação da Profissão . . . . . . . . 06

DIRETORES EFETIVOS

Osmar José dos Santos (1º vice-presidente), Itamar Donizete Luiz (2º vice-presidente) Luiz Carlos Segatelli (secretário-geral), Francisco Aderbal Silva (secretárioadjunto), Veralmir Pereira Leite (secretário de finanças), João Reis da Silva (secretário-adjunto de finanças), Antonio Melo Nascimento (secretário de cultura), Luiz Cândido Valen m (secretário social), José Siqueira Cavalcante (secretário de comunicação), Pedrinho Oliveira Souza (secretário jurídico), Marcelo Barros Massoline (secretário junto ao aposentado), Francisco de A. F. de Souza (secretário de patrimônio)

SUPLENTES DA DIRETORIA

Idelfonso P. Gonçalves, Francisco C. Alves de Lima, Marcos Dias Parreira, João Ba sta de Souza, João Ba sta de Melo, Francisco A. do Nascimento, José Aparecido Sabino, José Valmir de Jesus, Delmiro F. da Silva, Luciano V. de Oliveira, Altair Ribeiro de Paula, Roberval A. de Almeida, Clodomir J. de Moraes

Bandeiras de Luta . . . . . . . . . . . . . . . . . 07 Nova Central . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 08 Humanização dos Transportes . . . . . . . 09 Entrevista . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10/13

CONSELHO FISCAL EFETIVO

Juarez T. Vasconcelos, Jozuel Carlos de Lima e Cícero Messias de Oliveira

SUPLENTES DO CONSELHO FISCAL

José Antonio Abade, Antônio A. P. Rodrigues e Fenaldo R. Magalhães

Histórico do Sindicato . . . . . . . . . . . 14/15

CONSELHO DE DELEGADOS

Nossa Diretoria . . . . . . . . . . . . . . . . 16/17

DELEGADOS JUNTO À FEDERAÇÃO

Depoimentos Lideranças Sindicais . 18/19

Carlos D. G. de Andrade, Alcebíades F. da Silva, Nivaldo P. de Souza e Jorge E. D. de Mesquita

Severino J. dos Santos e Francisco F. Ferreira Nunes

25 anos em Defesa da Categoria! É uma publicação do Sindicato dos Condutores de Veículos Rodoviários e Trabalhadores em Empresas de Transportes e Anexos de Osasco e Região (SINCOVERO). Editores: Valter Soares da Paixão e Luiz Orlando Pereira Coelho Coordenação/Secretaria de Comunicação do Sindicato: José Siqueira Cavalcante Jornalista responsável: Willian Ribeiro - Mtb nº 42.181/SP Fotos : Banco de imagens do Sindicato e J.L. Mar ns Revisão: Diretoria do Sindicato Editor de Arte/Finalização: Romualdo Catozzi Impressão/Acabamento: QS Comunicação Ltda. Avenida Rangel Pestana, 1.292, Sala 08, Brás, São Paulo/SP - CEP 03002-000 - Tel.: (11) 3326-4565 / (11) 3313-4095 - www.qsgraph.com.br - qsgraph@ qsgraph.com.br Tiragem: 5.000 exemplares / Janeiro de 2012

2

Serviços. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20/21 Clube de Campo . . . . . . . . . . . . . . . . 22/23 Depoimentos Polí cos . . . . . . . . . . . 24/25 11ª Copa Sincovero . . . . . . . . . . . . . 26/27


Compromisso de luta pela categoria Há 25 anos nosso Sindicato Si di surgiu como um importante instrumento de luta e comba vidade em defesa dos condutores de Osasco e Região. Isto porque, em meados de década de 1980, os companheiros da categoria eram ví mas de inúmeras barbaridades come das pelos patrões, como, por exemplo, não dispor de direitos trabalhistas e receber salários mínimos. Uma vergonha! Este momento de triste lembrança, porém, foi superado com o empenho de pessoas que tinham o desejo de ver seus di-

reitos respeitados e a garantia de oferecer um futuro melhor para seus familiares. Hoje, com felicidade, podemos afirmar que o Sincovero é o verdadeiro representante dos condutores de Osasco e Região, pois seus diretores fazem da organização e preparo político armas de grande valor para atender as necessidades dos trabalhadores. Prova disso são as inúmeras conquistas ob das neste período, como aquisição da sede social, da subsede, de espaços para descanso e lazer, de importantes serviços, vitórias nas Campanhas Salariais

e, acima de tudo, do orgulho em dizer que faz parte de um dos maiores sindicatos do país. Completamos o Jubileu de Prata e fazemos questão de agradecer cada um de vocês, caros companheiros, que no decorrer desta jornada acreditaram no trabalho e por isso mantiveramse engajados conosco. Esta revista que está em suas mãos retrata em detalhes as lutas, batalhas e mobilizações, onde as mãos firmes da categoria foram sempre fundamentais para as vitórias ob das por este Sindicato.

À luta, companheiros!!!

Presidente Antonio Alves e sua diretoria durante Campanha Salarial

3


Organização e União para as vitórias nas Campanhas Salariais

Sindicato vai à luta e orienta trabalhadores em mobilização

As Campanhas Salariais promovidas pelo nosso Sindicato, ao longo desta jornada de lutas e mobilizações, foram marcadas por importantes vitórias para a categoria em Osasco e Região. Aliás, neste quesito, nascemos fortes e engajados, pois entre 1986 (ano da fundação) e durante 1987 nossos representantes arregimentaram os companheiros nas bases e organizaram uma série de greves em Osasco contra as empresas que pagavam salários mínimos para a categoria. O presidente Antonio Alves, uma das primeiras vozes nos enfrentamentos, afirma que os êxitos nas Campanhas Salariais são resultado da união e compromisso entre Sindicato e Trabalhadores. “As greves que realizamos e conquistas que ob vemos à 4

época foram de extrema importância neste processo de junção da categoria pelos obje vos. Com o passar do tempo intensificamos a organização e nos tornamos ainda mais fortes”. E esta força para dobrar a intransigência patronal nas negociações - cada vez mais acentuada - e dos demais inimigos dos interesses da categoria, não se fez ao acaso, mas com muito preparo para os enfrentamentos. “Aprendemos que para vencer os desafios é preciso estar preparado. Por isso, nossos diretores têm sólida formação polí ca e sindical, o que lhes dão as melhores condições para defender com os direitos dos trabalhadores”, disse o presidente. Vale destacar que no período que envolve as negociações da

Campanha Salarial são realizadas uma série de reuniões para tratar das linhas estratégicas de negociação, estudo da conjuntura econômica e social, entendimento das necessidades da categoria, dentre outras ações. Na série histórica de conquistas, os trabalhadores foram beneficiados com reajuste salarial de 8% superior aos 6,5% do ano passado e acima da inflação do período -, excelente valor de PLR, além da ampliação e manutenção das cláusulas sociais. Os bons resultados ob dos, no entanto, não são mo vo de acomodação da nossa diretoria. “Conquistas são importantes quando se batalha por outras. Vamos sempre à luta por melhores condições para nossos companheiros”, disse Antonio Alves.


Homenagem ao nosso eterno líder!

Ismeraldo Nunes da Silva Dentre as pessoas que ajudaram a escrever nossa história de lutas e conquistas merece lugar de destaque o presidente fundador e inesquecível companheiro, Ismeraldo Nunes da Silva. Sua liderança convicta, senso de organização e enorme determinação nos enfrentamentos foram virtudes marcantes para as vitórias obƟdas pelo Sindicato, as quais até hoje têm impactos posiƟvos em nossa trajetória. O companheiro Ismeraldo, além disso, teve como grande

caracterísƟca a inteligência políƟca e enorme lucidez estratégica para defender com competência os direitos dos trabalhadores da categoria. Mesmo nas situações mais diİceis, quando os mais céƟcos já davam a batalha por encerrada, então, ele lançava uma linha de ação corajosa e virava o jogo. Os patrões, por exemplo, não se esquecerão dos embates pela conquista do piso salarial e das incríveis mobilizações pela valorização dos trabalhadores. “Ismeraldo era apaixonado pelo que fazia e não me-

dia esforços para valorizá-la. Foi o nosso Ɵmoneiro e seus ensinamentos são referência em nossa caminhada”, afirmou, emocionado, o presidente Antonio Alves. Nesta revista, que retrata com jusƟça os 25 anos do nosso Sindicato, dedicamos singela homenagem ao eterno líder Ismeraldo Nunes da Silva, cujas vivências e lembranças jamais sairão dos corações de amigos, parceiros e familiares.

Fique com Deus e até sempre!!! 5


a l e p s o d i n u Todos

o ã ç a t n e Regulam

a t s i r o t o M e d o da Profissã

A proposta para regulamentação da profissão de motorista no país faz mais de 20 anos que embolora nas gavetas do Congresso Nacional sem uma definição favorável aos companheiros em transporte. Neste longo período - onde, por exemplo, elegemos o companheiro Lula à presidência da República - os verdadeiros soldados em defesa dos trabalhadores colocaram em tramitação mais de 30 projetos específicos sobre o tema, isto, sem contar outros tantos sobre penosidade, jornada de trabalho, aposentadoria especial, dentre outros. O presidente do nosso Sindicato, Antonio Alves, a propósito, elege os culpados por este problema que aflige a categoria. “Projetos com diferentes obje vos pela regulamentação existem, porém, eles não são discu dos com profundidade e

6

implementados por causa de correntes polí cas envolvidas com os interesses do patronal”. O fato é que conforme dados fornecidos pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Terrestres (CNTTT), do qual o Sincovero é filiado, o transporte ostenta o triste posto de segundo em mortes por acidentes de trabalho, perdendo apenas para a construção civil. “A regulamentação da profissão é um direito prioritário aos companheiros e à sociedade, pois oferece melhores condições de trabalho e colabora na formação profissional com redução de acidentes”, disse. Estão em andamento MAIS dois importantes projetos sobre o tema, que conta com a presença do movimento sindical, inclusive com nosso Sindicato colaborando nas dis-

cussões e consultas. Um é o projeto de lei da Câmara, nº 319/2009, de autoria do ex-deputado federal gaúcho Tarcísio Zimmermann, e, outro, o também PL nº 271/2008, do senador Paulo Paim. “Diferentemente de outros momentos, cujos projetos foram elaborados por desesperos em anos eleitorais, e portanto, sem base técnica sólida para negociação, desta vez os parlamentares buscaram a voz do movimento sindical no transporte para análise e observações. E nós colaboramos com a melhor das intenções”, afirmou o presidente. E completa com uma importante mensagem. “Independentemente dos resultados temos que intensificar a mobilização e nossa voz de exigência pela regulamentação, que o governo tem a obrigação de nos conceder” destacou.


ESTAMOS JUNTOS PELAS BANDEIRAS DE LUTA DO MOVIMENTO SINDICAL BRASILEIRO Nosso Sindicato não está à frente somente das lutas e mobilizações que envolvem justamente os bene cios dos condutores de Osasco e Região. Encabeça, sim, com o mesmo vigor importantes bandeiras de reivindicação do movimento sindical, como, por exemplo, a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais e o fim do Fator Previdenciário, que há anos vêm atormentando a vida dos trabalhadores em todo o país. Para muitos especialistas em Direito Trabalhista, a redução da jornada de trabalho das exorbitantes 48 horas de labuta para 44, em 1988, pouco ajudou naquilo que os trabalhadores realmente desejam, que é gozar de mais tempo para a família, estudos e descanso. O presidente Antonio Alves, neste sen do, observa com propriedade que o movimento sindical e trabalhadores, unidos, de-

vem batalhar pela redução para as 40 horas. “O que a lei preconiza hoje é uma total exploração da relação capitaltrabalho, expondo os companheiros aos interesses dos patrões”. E ressalta. “Nosso Sindicato está na luta, com as bases mobilizadas e ancoradas pela Nova Central, para vencer esta batalha contra o patronal e governo federal”. Ele ainda cita que o sistema de horas, em vigor oferece mais um agravante em prejuízo dos companheiros: o tempo de deslocamento de casa para o emprego e vice-versa, que soma mais tempo para os patrões. “As 44 horas, neste caso, transformam-se em 48, 50 horas. Um verdadeiro absurdo”. Na outra frente de luta da classe trabalhadora - que exige tanto esforço quanto a supracitada - está o nefasto Fator Previdenciário, criado pelo Governo Fernando Hen-

rique Cardoso, cujo mecanismo, desde então, é responsável pelo aumento do tempo de contribuição e diminuição dos valores das aposentadorias. “Não podemos ficar parados esperando a morosidade do governo, que muito conversa, protocola, mas nada resolve. As lideranças sindicais, com nosso apoio, têm o dever de pressionar com estratégias inteligentes para dar fim a este sistema que assalta os companheiros que tanto se dedicaram para o desenvolvimento deste país”, bronqueou. A presidente Dilma Rousseff, ao contrário de seu antecessor, abriu as portas do Planalto para o movimento sindical no sen do de buscar soluções, especialmente com relação ao fator previdenciário. Porém, a indefinição sobre a implantação entre o sistema 85/95 e Tempo de Contribuição adiou a apresentação de proposta para dezembro, como informou o ministro da Previdência, Garibaldi Alves. Antonio Alves, a propósito, não poupou crí cas ao ex-presidente Lula. “O companheiro, que veio do meio sindical, assim como nós, em seu governo marcado por conquistas e progresso para o Brasil, esqueceu-se de olhar para estes problemas que são lesivos aos trabalhadores”.

7


Nosso grande parceiro em todas as batalhas A luta e mobilização do nosso Sindicato em defesa dos direitos dos trabalhadores em transporte ganha enorme representa vidade com a somatória de parceiros, como é o caso da Nova Central Sindical de Trabalhadores no Estado de São Paulo. Com a liderança firme e marcante do seu presidente, Luiz Gonçalves, esta en dade conhece a fundo as reais necessidades da nossa categoria, pois agrega em suas bases os principais sindicatos do setor, que representam milhares de companheiros em todo o Estado. Prova disso é que a Nova Cen-

tral, desde sua fundação em 2005, tornou-se uma voz de peso na luta por reivindicações históricas do transporte, tanto no âmbito de suas bases de atuação quanto no plano federal. “Somos filiados a esta central, pois comungamos do mesmo engajamento em bene cio dos companheiros que carregam a grande responsabilidade de transportar milhares de passageiros”, disse o presidente Antonio Alves. Vale destacar que o Sincovero é literalmente um parceiro de primeira ordem da Nova Central, tendo, inclusive, par cipado efe vamente das ações de mobilização e organização

Sindicato e Nova Central SP unidos pelo bem-estar dos companheiros no transporte

8

que foram primordiais para seu estabelecimento. Já o secretário-geral, Luiz Carlos Segatelli, destaca uma caracterísca muito significa va da central: o poder de unicidade. “Um dos lemas que norteiam o trabalho desenvolvido pela Nova Central é o desenvolvimento social, que toma forma através do amplo poder de unicidade junto às en dade do transporte executado com competência pelo presidente Luizinho e sua diretoria”. Aliás, foi esta atuação polí ca que estreitou os laços de luta e mobilização entre nosso Sindicato e os Condutores de São Paulo, que hoje defende os interesses de mais de 40 mil companheiros que trabalham na maior frota de ônibus urbano do mundo. “O setor de transporte é mais forte quando tem suas lideranças e trabalhadores unidos em torno da mesma causa. Nosso dever é mobilizar as frentes e organizá-las para o enfrentamento polí co”, destacou o presidente da NCST-SP, Luiz Gonçalves. Ele aproveitou para parabenizar nosso Sindicato pelo excelente trabalho realizado na sua base de atuação. “A região de Osasco tem valor estratégico importante para a economia do nosso Estado, e neste contexto o trabalho do Sincovero tem sido decisivo para o bem-estar dos seus representados. Estamos juntos em defesa do transporte”.


SINDICATO COLOCA HUMANIZAÇÃO DO TRANSPORTE NA SUA PAUTA DE MOBILIZAÇÕES

Os acidentes de trânsito têm alcançado índices alarmantes em todo o mundo. Segundo dados atualizados da Organização das Nações Unidas (ONU), por ano, mais de 1,3 milhão de pessoas se acidentam ou perdem suas vidas nesta verdadeira guerra que se instalou nas ruas, avenidas e estradas. Quando o assunto é o Brasil, então, o cenário ganha ares literalmente catastróficos. Isto porque o quinto maior produtor mundial de acidentes é dono de marcas tristemente impressionantes, como 1 milhão de acidentes, com 50 mil feridos e sequelados e mais de 40 mil ví mas fatais. Soma-se a este fato, também, os enormes prejuízos causados na economia nacional, uma vez que em torno de 3% do Produto Interno Bruto nacional se esvai em ações de socorro e perda de produção, respec vamente. Foi baseado neste conjunto de fatores, que a Nova Central Sindical de Trabalhadores no Estado de São Paulo, numa ação inédita no movimento sindical brasileiro, criou o programa “Desafios da Humanização do Trânsito e dos Transportes no Brasil”.

Em seu audacioso plano de 10 anos estão previstas, no leque de ações, a reciclagem de condutores (amadores e profissionais), cursos de qualificação, campanhas de conscientização, que ao final em 2020 devem colaborar para a redução de acidentes em 50%. A primeira etapa desta importante missão aconteceu, em julho passado, com o seminário promovido pela Nova Central sobre o tema, que congregou especialistas em transportes, polí cos, acadêmicos e lideranças sindicais, com destaque para a diretoria do Sincovero. O presidente Luizinho, na oportunidade, fez questão de convidar o presidente Antonio Alves para somar esforços em torno desta batalha em favor da humanização dos transportes no país. Este convite, aliás, melhor dizendo, convocatória, foi aceita de

pronto. “O nosso Sindicato que representa milhares de trabalhadores em transporte alinha-se com enorme honra ao compromisso da Nova Central na luta por um sistema mais funcional, produ vo e gerador de qualidade de vida para os cidadãos”, disse o presidente. Neste sen do, a contribuição se dará através de cursos e seminários, onde os trabalhadores receberão uma série de orientações com respeito às leis de trânsito, convivência integrada e pacífica nas vias, dentre outras. “Atuamos numa região pulsante de São Paulo, onde o sistema de transporte é significa vo para seu desenvolvimento. Ao prepararmos nossos motoristas, certamente, ajudaremos na queda do índice de acidentes e no bom resultado da cadeia produ va”, destacou Antonio Alves.

Nossa luta, assim com a da Nova Central, também é em defesa da vida dos cidadãos

9


Uma trajetória de lutas e conquistas para os Condutores de Osasco e Região O nosso Sindicato completa seu Jubileu de Prata, ou seja, 25 anos de existência, tendo na linha de frente uma das mais importantes lideranças sindicais de nosso Estado, que é o presidente Antonio Alves. Tal afirmação não poderia ser mais justa para este “companheiro de luta”, que há pouco mais de dois anos tem a missão de conduzir com jus ça, honra e compromisso os rumos da nossa categoria em Osasco e Região. Importantes conquistas nas Campanhas Salariais, ampliação de serviços para os trabalhadores, engajamento nas

10


principais bandeiras de luta da classe trabalhadora brasileira, enfrentamento com garra e coragem contra a intransigência patronal, enfim, destacam que Antonio Alves e sua diretoria a va fazem jus aos anseios daqueles que os elegeram. Sua condução ao tão importante posto não se deu ao acaso. A história do presidente confunde-se com o lastro de lutas e mobilizações promovidas pelo Sindicato, onde desde o início marcou sua posição em defesa dos trabalhadores com

a tude, organização e conhecimento polí co. As vitórias ob das são importantes, mas para Antonio Alves, devem ser valorizadas por outras, pois uma categoria forte e pujante se constroi desta forma. “Completamos uma data singular em nossa trajetória sa sfeitos com as conquistas, mas sabedores de que a luta jamais termina”. Nesta entrevista, o presidente fala do trabalho realizado pelo Sindicato, da mobilização da categoria nos

enfrentamentos, das vitórias ob das na Campanha Salarial finalizada com excelentes conquistas e da estratégia para a obtenção de bandeiras históricas. Ele também aproveita para alfinetar o Governo Federal que não resolve a questão da regulamentação da profissão de motorista, além da redução da jornada de trabalho para 40 horas e o fim do Fator Previdenciário. Então, companheiros, fica o convite: não perca esta entrevista imperdível!!!

11


QUAL A IMPORTÂNCIA DO SINDICATO PARA OS TRABALHADORES DE OSASCO E REGIÃO? A nossa importância é grande, pois organizamos todas as ações polí cas em defesa dos trabalhadores da categoria. Porém, não é tudo, uma vez que sem os trabalhadores não teríamos força e voz para enfrentar os sem números de batalhas vitoriosas que vemos ao longo da história. Aliás, o nosso Sindicato é obra dos anseios destes companheiros, que, cansados da exploração e desvalorização patronal, transformaram-no como exemplo na luta por seus direitos. COMO VOCÊ AVALIA O SEU MANDATO À FRENTE DO SINDICATO? Avalio, certamente, como vitorioso, haja vista que dei continuidade ao excelente trabalho dos presidentes anteriores (Ismeraldo ‘in memoriam’ e Valentim) e beneficiei os trabalhadores com outras importantes conquistas. Vitórias nas campanhas salariais, ampliação de serviços aos companheiros, maior poder de representa vidade nas negociações, integração polí ca com as demais en dades do setor, fortalecimento da relação com a Nova Central, enfim, retratam este cenário posi vo. Não posso aqui deixar de registrar a competência da minha diretoria - eleita democra camente pelos trabalhadores – que não medem esforços para que as reivindicações se tornem realidade. VOCÊ CONSIDERA A CAMPANHA SALAͳ RIAL 2011 VITORIOSA? Os patrões neste ano u lizaram-se dos mais variados expedientes para não atender nossas reivindicações, sempre pautados em jus fica vas nada convincentes. Eles, no entanto, se depararam com um me de representantes extremamente preparado para o enfrentamento e uma categoria unida em seus obje vos.

12

Moral da história foi que, de fato, saímos vencedores desta longa batalha com uma série de bene cios para os trabalhadores, tendo como carro-chefe o reajuste salarial acima da inflação do período. QUAIS SÃO AS BANDEIRAS DE LUTA DOS CONDUTORES DE OSASCO? A nossa luta permanece incessante por bandeiras fundamentais, como, por exemplo, melhores condições de saúde e segurança no ambiente (mesmo observando que vários ajustes foram realizados), infraestrutura adequada nos pontos iniciais e finais dos ônibus, respeito dos patrões ao que está contemplado na Convenção Cole va, o excesso de multas impostas aos motoristas no trânsito e, logicamente, ampliação das conquistas sociais e reposição das perdas salariais. A PROPÓSITO, COMO ESTÁ A RELAÇÃO DO SINDICATO COM O PATRONAL? A nossa relação com o patronal é respeitosa, mas tratada com firmeza por nós no que se refere aos direitos dos trabalhadores. Quando esta situação sofre desequilíbrio, especialmente quando relega os trabalhadores, então, não ficamos calados e intensificamos o tom da discussão. FALE SOBRE A ATUAÇÃO DA NOVA CENͳ TRAL ESTADUAL SÃO PAULO? A nossa relação com a Nova Central é especial, pois estamos integrados desde o início quando par cipamos da organização e mobilização que felizmente culminou na sua fundação, em 2005. O presidente Luiz Gonçalves é um parceiro de todas as horas e lutas, que está sempre preocupado com o fortalecimento da nossa representação pelos interesses dos trabalhadores dos Condutores de Osasco e Região. O GOVERNO FEDERAL SE EMPENHA EM DEFESA DOS TRABALHADORES? Acredito que a presidente Dilma Rousseff deveria olhar com mais atenção e cuidado


itens da pauta do governo, como a redução da jornada para 40 horas semanais e o fim do fator previdenciário, que vem prejudicando terrivelmente a classe trabalhadora. O movimento sindical e as demais frentes sociais estão atentos e permanecerão firmes e unidos na pressão em favor dos trabalhadores, que, ao contrário do que muitos pensam, são as verdadeiras molas propulsoras do desenvolvimento neste país. COMO VOCÊ OBSERVA O ENTRAVE PELA REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO DE MOTORISTA NO BRASIL? A regulamentação está há mais de 20 anos sem uma resolução favorável no Congresso Nacional, o que colabora para os problemas que tristemente percebemos no setor. Este entrave, na minha avaliação, mostra

o quão o governo se articula contra o país, à medida que a falta de uma resolução impede que os milhões de trabalhadores sejam respaldados por melhores condições de trabalho. Quem também paga um preço caro é a população que tem de conviver diariamente com um mundo de problemas, que seriam equacionados se houvesse uma regulação de normas para as diversas categorias profissionais. 25 ANOS DE SINDICATO SIGNIFICA... Uma história construída com dedicação e empenho pelas mãos incansáveis de companheiros que acreditam na luta e mobilização como elementos de transformação por seus direitos.

ESTE É O NOSSO COMPROMISSO!!!

Presidente Antonio Alves tem compromisso com os interesses da categoria em Osasco e Região

13


Cada palmo desta via é marcado por conquistas para a categoria!

1998 1997 1996 1995 1994 1993 1992 1991 1990 1989 1993 1988 1987 1986 1989

1986

O desejo dos trabalhadores de contar com uma representação forte se torna realidade com a fundação do Sindicato.

1987

Com luta e mobilização promovemos várias greves contra os patrões que pagavam salários mínimos aos companheiros.

Entrega da cesta básica com nova composição para os trabalhadores

14

Nossas primeiras assembleias foram realizadas na Igreja de Santo Antônio, com total adesão da categoria.

1992

A diretoria do nosso Sindicato, numa negociação emblemá ca, dobra a intransigência dos patrões da CMTO e garante piso salarial aos companheiros do transporte urbano.

Sindicato forma companheiros no 4º Encontro de Cipeiros

Protestamos pelos direitos dos trabalhadores, em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília.

1996

Com luta e organização promovemos uma greve na Rodoviário Afonso.

1997

Numa manifestação histórica, na Rodovia Régis Bi encourt, pressionamos os patrões e evitamos a demissão sumária de 500 companheiros.

Presidente Antonio Alves mobiliza categoria para a Campanha Salarial


Nesta história de 25 anos do nosso Sindicato, as lutas, mobilizações, enfrentamentos, conquistas, engajamentos, enfim, simbolizam os jolos sólidos que nos tornam uma referência em defesa dos trabalhadores em transporte urbano. Com inteligência política e coragem para enfrentar os de-

safios é que, a partir de agora, inauguramos juntos dos companheiros uma nova fase de vitórias, todavia, valorizando os momentos especiais e gloriosos. “Parabenizamos a família dos Condutores de Osasco e Região pela trajetória marcante, que

formamos com passos firmes e austeros. Vitórias existem para comemorar, mas o futuro nos reserva muito trabalho e desafios a superar. Por isso, sempre à luta, companheiros!”, afirma a diretoria do Sindicato.

2011 2010 2009 2008 2007 2006 2005 2004 2003 2007 2002 2001 1999 2000 2004 1998

Companheiros aprovam por unanimidade a construção do Clube de Campo, em Santana de Parnaíba.

Inauguramos em nossa sede, em Osasco, a Secretaria da Mulher, que torna-se um espaço de atuação polí ca das companheiras e pluralidade nas discussões.

2000

2005

2002

2006

Nossas manifestações são exemplo de democracia e civilidade, porém, sem jamais abdicar de lutar com coragem pelas reivindicações dos trabalhadores. A categoria se une ao chamamento do Sindicato e garante a manutenção dos cobradores em seus postos de trabalho.

União e capacidade da diretoria marcam sua trajetória de conquistas

Nosso Sindicato ganha mais um parceiro forte nas lutas e mobilizações, filiando-se à Nova Central Sindical de Trabalhadores no Estado de São Paulo (NCST-SP). Ampliamos a grade de serviços na sede em Osasco e na subsede em Tabõao da Serra. Além disso, nossa diretoria realiza a maior campanha de mobilização nas bases.

Congressos tornaram-se essenciais para nossa mobilização na categoria

Numa ação inédita na busca pela Saúde e Segurança no Trabalho elegemos companheiros a cipeiros em todas as garagens da categoria.

2008

Presidente Antonio Alves e diretoria atuante fincam bandeira de luta e integração do Sindicato pela regulamentação da profissão de motorista.

2010

Nosso Sindicato, a pedido da Nova Central São Paulo, engaja-se na luta pela humanização do trânsito e dos transportes no Brasil.

2011

Sindicato completa 25 anos tendo consolidado sua posição legí ma de representante do transporte urbano de Osasco e Região.

Sindicato investe em formação e qualificação dos companheiros

15


NOSSA DIRETORIA TRABALHA FORTE PELO BEM-ESTAR DOS COMPANHEIROS Nossa diretoria eleita pelos companheiros de forma democrá ca não brinca em serviço quando o assunto é defender os interesses da categoria. Composta por membros com enorme formação polí ca, sindical e estratégica, eles organizam nossas bases de atuação e elevam o poder de luta e mobilização do nosso Sindicato nos enfrentamentos. Nestes 25 anos pode-se afirmar que não apenas a atual diretoria, mas, todas as demais que antecederam-na, veram par cipação essencial para consolidar nossa posição de influência e respeito junto aos trabalhadores e ao movimento sindical, respec vamente. Confiem, portanto, em nossos diretores e vamos juntos à luta por grandes vitórias para os trabalhadores em transporte urbano de Osasco e Região.

Antonio Alves Filho Presidente do Sindicato

Osmar dos Santos 1º Vice-Presidente

Itamar D. Luiz 2º Vice-Presidente

Luiz C. Segatelli Secretário Geral

“Esta diretoria finca um novo tempo na história do Sindicato com fortalecimento e grandes conquistas”.

“Esta é a diretoria que luta em defesa dos companheiros em transporte urbano da região”.

“O nosso Sindicato sempre enfrentou os desafios com inteligência polí ca e mobilização dos trabalhadores”.

“A junção de forças entre a diretoria e os companheiros é o segredo do nosso sucesso ao longo destes anos”.

Francisco A. Silva Secretário Adjunto

João Reis da Silva Secretário Adjunto de Finanças

Antônio Melo Nascimento Secretário de Cultura

“Parabenizo ao companheiro Antonio Alves e diretoria pelo esforço, pois estamos no caminho certo”.

“Nosso Sindicato está mais forte e engajado do que nunca em defesa dos trabalhadores”.

“A categoria de Osasco e Região tem importância fundamental para o que é hoje nosso Sindicato”.

“Nosso Sindicato não medirá esforços para atender aos companheiros em suas necessidades”.

Francisco de A. F. de Souza Secretário de Patrimônio

Marcelo B. Massoline Secretário Junto ao Aposentado

Pedrinho O. de Souza Secretário Jurídico

José S. Cavalcante Secretário de Comunicação

“Trabalhamos arduamente a favor do bem-estar dos companheiros”.

“Este grande Sindicato integra lideranças do passado, presente e futuro, que somam um me imba vel”.

“Os companheiros da nossa categoria estão muito bem representados por este Sindicato comba vo e valente”.

“Os companheiros são guerreiros e responsáveis por esta história de grandes conquistas”.

Luiz C. Valentim Secretário Social

Altair R. de Paula Suplente da Diretoria

Luciano V. de Oliveira Suplente da Diretoria

José Valmir de Jesus Suplente da Diretoria

“Tenho muita honra de ajudar na construção desta história de luta, mobilização e coragem nas batalhas”.

“Com luta e empenho transformamos nosso Sindicato num dos mais importantes do país”.

“Estamos unidos para que o Sindicato defenda sempre com unidade e jus ça seus companheiros”.

“Com garra empunhamos a luta pelos direitos dos trabalhadores”.

Veralmir P. Leite Secretário de Finanças

16


Roberval A. de Almeida Suplente da Diretoria

João B. de Souza Suplente da Diretoria

Marcos D. Parreira Suplente da Diretoria

Francisco C. Alves de Lima Suplente da Diretoria

“Muitos foram os obstáculos, os desafios que superamos em prol da categoria”.

“Completamos esta data especial orgulhosos das muitas conquistas e mais fortes”.

“Foi na luta e mobilização que crescemos durante este tempo”.

“Somos grandes porque temos independência e nunca cedemos as pressões dos opositores”.

Clodomir J. de Moraes Suplente da Diretoria

Francisco A. do Nascimento Suplente da Diretoria

João Batista de Melo Suplente da Diretoria

Idelfonso P. Gonçalves Suplente da Diretoria

“Este Sindicato é formado por lideranças que têm política e engajamento com a categoria”.

“Agradeço a todas as diretorias que foram importantes para a construção deste importante Sindicato”.

“Nosso Sindicato historicamente tem compromisso com a categoria. Por isso, hoje, é enorme”.

“O transporte é força importante para o desenvolvimento do país e o Sindicato par cipa deste processo”.

Delmiro F. da Silva Suplente da Diretoria

José A. Sabino Suplente da Diretoria

Jozuel C. de Lima Conselho Fiscal Efetivo

Juarez T. Vasconcelos Conselho Fiscal Efetivo

“Construímos nossa rica história indo para a rua e exigindo com vigor nossos direitos”.

“Transformamos um sonho em realidade, que, hoje, faz 25 anos de vitórias”.

“Temos a somatória de anos e anos de uma série de lutas em defesa da categoria”.

“A organização e preparo deste diretoria são valores fundamentais para a força que emana das bases”.

Cícero M. de Oliveira Conselho Fiscal Efetivo

Fenaldo R. Magalhães Suplente do Conselho Fiscal

Antônio Ap. Rodrigues Suplente do Conselho Fiscal

José A. Abade Suplente do Conselho Fiscal

“Estamos unidos e organizados contra todos os desafios que se puserem a nossa frente”.

“A esperança e a vontade para trabalhar marcam a trajetória vitoriosa do nosso Sindicato”.

“Nosso Sindicato executa papel estratégico na luta dos trabalhadores em transportes de todo país”.

“Os Condutores de Osasco e Região nos ajudaram a escrever esta história de garra e coragem”.

Nivaldo de Souza Conselho de Delegados

Carlos D. G. de Andrade Conselho de Delegados

Alcebíades F. da Silva Conselho de Delegados

Jorge E. D. de Mesquita Conselho de Delegados

“O processo democrá co conduzido por nossas lideranças foi grande responsável pelo nosso crescimento”.

“Com luta e organização enfrentamos os embates e dobramos todos os adversários”.

“A união entre trabalhadores e Sindicato é o combus vel necessário para as vitórias que conquistamos”.

“Temos a sa sfação de conduzir com coragem os rumos desta grande categoria do transporte”.

Francisco L. Ferreira Nunes Delegado Junto à Federação

Severino J. dos Santos Delegado Junto à Federação

“Com o apoio dos companheiros alcançamos nossos obje vos com luta e mobilização”.

“Os companheiros podem confiar em nosso trabalho, que é incansável na busca por bene cios”.

ESSE TIME BRIGA DE VERDADE PELA CATEGORIA! 17


Lideranças que aju história do Sindica Não contamos com um sindicato filiado, mas, sim, com um parceiro de todas as horas e de todas as lutas. Sua trajetória de 25 anos tem sido coroada de sucesso e tenho certeza de que os trabalhadores da categoria em Osasco e Região estão muito bem representados. José Calixto Ramos Presidente da Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST)

Os companheiros de Osasco são guerreiros e construíram sua história com muita luta e perseverança, que se traduziram em importantes conquistas e representa vidade. Esta data emblemá ca significa que o trabalho está no caminho certo e que o movimento sindical tem um grande aliado. Luiz Gonçalves Presidente da Nova Central Sindical de Trabalhadores no Estado de São Paulo (NCST-SP) Este sindicato forte e pujante nunca abdicou dos enfrentamentos para buscar o que de fato interessa aos trabalhadores. Parabéns companheiro Antonio Alves e diretoria pelos 25 anos de vitórias, lutas e mobilizações no transporte nacional. José Dias Trigo Presidente da Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado de São Paulo (FTTRESP) Foi pelas mãos dos trabalhadores que o Sindicato dos Condutores de Osasco e Região nasceu e com eles muitas batalhas venceram nesta caminhada. Tenho sa sfação de parabenizar esta categoria valente pelos 25 anos de atuação em defesa dos interesses do transporte. Omar José Gomes Presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Terrestres (CNTTT)

18


daram a escrever a ato nestes 25 anos Os trabalhadores do transporte urbano de Osasco e Região estão muito bem representados pelo Sindicato liderado pelo companheiro Antonio Alves. Desejo sinceros parabéns pelos 25 anos com votos de sucesso nas lutas e mobilizações. Isao Hosogi (Jorginho) Presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Urbano e Rodoviário de São Paulo Parabenizo este importante sindicato pelo seu compromisso para com os interesses da categoria. Isto é resultado de sua diretoria forte e atuante que se dedica ao máximo nas lutas e mobilizações. Parabéns pelo aniversário e sucesso nesta longa trajetória!!! José Aparecido Biazon Sindicato dos Trabalhadores em Depósito de Distribuição de Bebidas de São Paulo (Sindbeb) É com enorme sa sfação que cumprimento Antonio Alves e sua diretoria pelos 25 anos do Sindicato dos Condutores de Osasco. Renovo as esperanças para uma sequência de trabalho com realizações e conquistas para esta categoria trabalhadora e comprome da por seus interesses. Luiz Gonzaga Presidente do Sindicato dos Setores de Esc. Adm. do Transporte de São Paulo A marca deste sindicato é a boa administração e os laços de amizade e parceria estabelecidos com seus companheiros. Eles, por exemplo, foram grandes na formação do Conselho Municipal de Saúde em Osasco, que hoje é responsável pela melhora do bem-estar das pessoas. Chico do SAMU

19


Lutas e Mobilizações se transformam em benefícios Serviço de primeira para nossa categoria!!! Nas lutas e enfrentamentos nosso Sindicato dedica-se ao máximo para conquistar importantes bene cios para os companheiros de Osasco e Região. Prova disso é quem hoje adentrar a sede em Osasco e a subsede em Taboão da Serra, respec vamente, será atendido com cordialidade e rapidez, tendo à disposição uma série de serviços (médico, odontológico, jurídico, dentre outros.) oferecidos por profissionais treinados e qualificados. Ainda reforçamos nosso compromisso para o bemestar dos trabalhadores com opções de lazer e entretenimento numa de nossas grandes conquistas nestes 25 anos: o Clube de Campo, em Santana de Parnaíba. “Após tantas batalhas estamos muito honrados em beneficiar os companheiros com tamanha diversidade de serviços. Este, com enorme sa sfação, é o compromisso deste Sindicato”, destacou o presidente Antonio Alves.

20

Presidência

Secretaria Geral

Departamento Financeiro


Miriam - Secretária

Departamento Jurídico

Departamento Odontológico

Departamento Médico

Departamento de Homologação

Barbearia

Sindicato e o Hospital Cruzeiro do Sul: uma parceria de sucesso O Hospital e Maternidade Cruzeiro do Sul há vinte anos é parceiro do Sindicato dos Condutores de Osasco e Região, cuidando da saúde dos nossos companheiros e suas famílias. Os associados da en dade que u lizam os serviços do hospital têm à sua disposição uma infraestrutura de alto nível, com um tratamento humanizado, marca registrada da Ins tuição. Nestes serviços destacam-se os Planos de Saúde CRUSAM, voltado aos trabalhadores do transporte de Osasco e Região e associados do Sindicato, e o Saúde 24H, um

serviço de aconselhamento telefônico. A sólida parceria entre o Hospital e o Sindicato, iniciada na gestão do ex-presidente Ismeraldo, con nua, agora com a direção de Antônio Alves. O diretor do Hospital, Dr. Rubens Corrêa da Costa Filho, parabeniza o Sindicato dos Condutores e salienta a importância desta parceria entre as duas en dades cuja função é cuidar dos interesses do cidadão. “A direção do hospital Cruzeiro do Sul e eu gostaríamos de parabenizar o trabalho desenvolvido pelo Sindicato nesses 25 anos

de caminhada, trabalho este de enorme importância para a categoria, que com muita luta e mobilização viabiliza os interesses da classe de trabalhadores.”

Dr. Rubens C. da Costa Filho Diretor presidente do Hospital Cruzeiro do Sul

21


Lazer e entretenimento é no Clube de Campo O Clube de Campo da categoria, instalado em Santana de Parnaíba, é o verdadeiro reduto para descanso, lazer e entretenimento dos nossos companheiros e seus familiares. Neste grande complexo oferecemos chalés, casas de campo, churrasqueiras, quadras poliespor vas, campo de futebol, além de piscinas (infan l, semi-olímpica e olímpica), enfim, todos eles cercados de natureza por todos os lados. Vale destacar que no campo de futebol são realizados os jogos da Copa SINCOVERO, em sua 11ª edição, que já se tornou febre entre os trabalhadores. Mas a direção do Sindicato quer oferecer mais opções aos companheiros e seus familiares. Segundo o presidente Antonio Alves, para 2012, estão previstas as construções de campos de bocha, malha e boliche. “Esta espaço é do trabalhador e nele devemos inves r em ações de lazer e diversão para que eles e seus entes queridos tenham o prazer de visitá-lo quando desejarem”, disse.

Venha aproveitar as maravilhas deste espaço que é seu!!!

Quiosques

Salão de festa

Campo de futebol

Playground

22


O Clube de Campo é uma conquista do Sindicato para os companheiros do transporte de Osasco e Região

Companheiros e seus familiares se divertem nas piscinas do Clube de Campo

Animação está garantida em nossas festas...

Categoria desfruta de momentos de lazer e descontração em meio à natureza

... com o bom e velho forró, que agita a categoria

23


Líderes políticos que a história do Sindic A relação da prefeitura de Carapicuíba com o Sindicato é marcada pelo bom diálogo, com bons resultados em prol da sociedade nas negociações. Parabenizo, portanto, os companheiros de Osasco e Região por serem representados por esta en dade comprome da pela valorização de sua categoria e bem-estar social. Sérgio Ribeiro Prefeito de Carapicuíba Parabéns ao Sindicato dos Condutores pelos 25 anos de luta por melhores condições de trabalho e pela legi midade da categoria. Que essa comemoração de Bodas de Prata sirva de mo vação para que vocês se fortaleçam ainda mais e con nuem determinados por inúmeras conquistas. Chico Brito Prefeito de Embu das Artes

O Sindicato dos Condutores de Osasco e Região luta de forma valente em defesa dos trabalhadores, porém, nunca se negou a buscar soluções para o desenvolvimento da nossa cidade. Os 25 anos de atuação desta importante en dade no movimento sindical merece respeito e nossa admiração. Parabéns pelo excelente trabalho! Daniel Fonseca Prefeito de Cajamar

Em 25 anos de atuação, defendendo os interesses do trabalhador em transporte e de todos os usuários deste importante serviço, o SINCOVERO recebe os cumprimentos da Prefeitura de Itapevi e de sua população. Dra. Maria Ruth Banholzer Prefeita de Itapevi

24


ajudaram a escrever cato nestes 25 anos Nossa relação com este importante Sindicato foi sempre pautada pelo diálogo em torno do bem-estar dos trabalhadores e da nossa população. Por isso, faço questão de parabenizar o SINCOVERO pelos seus 25 anos de luta, mobilização e compromisso com os legí mos interesses da sociedade. José Carlos Alves Prefeito de Pirapora do Bom Jesus Um Sindicato que construiu sua história com empenho e unidade dos trabalhadores, sem jamais abrir mão dos seus sonhos. Sucesso e parabéns por tantas conquistas e vitórias responsáveis por uma en dade forte e pujante com o qual temos orgulho em dialogar. Aluisio Pinheiro Vereador e presidente da Câmara Municipal de Osasco (PT-SP)

O trabalho realizado pelo Sindicato dos Condutores de Osasco vai além de sua representação nas bases, pois ele tornou-se linha de frente nas principais bandeiras de luta do setor no país. Seus 25 anos são evidentemente marcados por conquistas. Parabéns! Arnaldo Faria de Sá Deputado federal por São Paulo (PTB)

Falo com bastante orgulho deste Sindicato que é sinônimo de luta e enfrentamento pelos interesses dos trabalhadores em Osasco e Região. Quero parabenizar sua diretoria pelos 25 anos e desejar uma trajetória de sucesso e conquistas. João Paulo Cunha Deputado federal por São Paulo (PT)

25


11ª COPA SINCOVERO A DA CATEGORIA EM DISP Urubupungá / Campeão da Série Ouro

ETT Carapicuíba / Vice-campeão Série Ouro

A COPA CO SINCOVERO foi uma iniciaƟva do nosso Sindicato com o objeƟ obje vo de valorizar a práƟca do esporte na categoria, além de promover a integração de trabalhadores e familiares com a enƟdade. pro Desde De 2001, quando de sua edição inaugural, este campeonato tornou-se to exemplo de democracia, confraternização e espiríto esporƟ es vo entre as pessoas, que ao longo dos seus 11 anos contou com co jogos e lances emocionantes. “Quero “ parabenizar aos companheiros que formam as equipes e durante d meses disputam nossa Copa com lealdade e vontade de ganhar. Uma categoria forte, é isso, pois se forma com a união de todos em todos os momentos”, disse o presidente Antonio Alves.

26


AGITA TRABALHADORES PUTAS EMOCIONANTES Ralip / Campeão da Série Prata

Osasco Filial / Vice-campeão Série Prata

A final da 11ª edição da COPA SINCOVERO foi celebrada com um jogo amistoso entre os Ɵmes do Sindicato e dos ArƟstas, que contou com as ilustres presenças de Tiririca (humorista e deputado federal), Marquito (Programa do RaƟnho), a dupla Rosa & Rosinha, dentre outras celebridades que animaram pra valer esta grande festa de homenagem à categoria. 27


DOS CONDUTORES DE VEÍCULOS RODOVIÁRIOS E TRABALHADORES EM EMPRESAS DE TRANSPORTES RODOVIÁRIOS E ANEXOS DE OSASCO E REGIÃO

SEDE PRÓPRIA: Rua Presidente Castelo Branco, 56 - Osasco/SP - CEP: 06016-020 - Tel.: (11) 3685-4333 SUBSEDE: Estrada Kizaemon Takeuti, 3.026 - Sl. 17 - Taboão da Serra/SP - CEP: 06775-000 - Tel.: (11) 4137-3337


25 anos de lutas e conquistas