Page 1

RELATÓRIO DO SERVIÇO DE HIGIENIZAÇÃO DA BIBLIOTECA DO CONJUNTO DAS QUÍMICAS

INTRODUÇÃO COLEÇÃO LOCALIZAÇÃO E ARMAZENAMENTO ESTADO DE CONSERVAÇÃO TRATAMENTO METODOLOGIA MATERIAIS E EQUIPAMENTOS UTILIZADOS EQUIPE CONCLUSÃO ANEXOS


INTRODUÇÃO O serviço de higienização foi realizado na Coleção de Periódicos da Divisão de Biblioteca e Documentação do Conjunto da Químicas, que é integrada pelos acervos da Biblioteca da Faculdade de Ciências Farmacêuticas e do Instituto de Química da Universidade de São Paulo.

COLEÇÃO A maior parte da coleção é de títulos correntes em diversas línguas. Os títulos mais antigos datam do final do século XIX. O acervo é constituído de volumes encadernados e fascículos.

LOCALIZAÇÃO E ARMAZENAMENTO Os periódicos mais utilizados pelos leitores estão armazenados no pavimento térreo da Biblioteca em cerca de 50 fileiras de estantes num total de 2715 prateleiras (fotos 1 e 2). As coleções mais antigas e com menor número de consultas ocupa sala no 2º pavimento e estão guardadas em armário de estantes deslizantes com 288 prateleiras. (Foto 3).

Foto 1

Foto 2

ESTADO DE


CONSERVAÇÃO DO ACERVO A coleção está em bom estado de conservação, com alguns títulos mais comprometidos por causa de acondicionamento inadequado e de oxidação dos papéis. Foram detectados os sequintes danos no acervo: Sujidades: concentrada no corte superior dos volumes na coleção do pavimento térreo e generalizada e intensa na coleção do 2º pavimento (Foto 4). Danos biológicos: Anobídeos nas sequintes coleções: Current topics in bionergetics Chemical Enginneering Canadian Journal of Chemistry Beriche der deutschen chemistchegeselllschaft Russian chemical reviws Antibiotcs Annuall Chimistry Annalesde microbiologie Fungos: Em volumes atingidos por vazamento dos dutos do ar condicionado; em volumes armazenados em locais sem ventilação e com maor umidade e nos volumes nº 112 à 120 da Nature..

Danos na encadernação e suportes: perdas de capas e lombadas (Foto 5). Danos por mau acondicionamento e manuseio: folhas rasgadas, dobras e orelhas, grampos e clips, fascículos amarrados com barbantes, distorções (Fotos 6, 7, 8, 9, 10).


TRATAMENTO REALIZADO Limpeza das estantes com aspirador, pano e álcool. Higienização dos volumes e fascículos; cortes superior, inferior e lateral, folhas iniciais e finais. Oxigenação das folhas e limpeza das capas. Higienização folha a folha em volumes da coleção do 2º pavimento que apresentavam excesso de sujidades. (Foto 11). Volumes com umidade e fungos foram colocados para secar em ambiente ventilado e depois higienizados. Foram separados para re-encadernação volumes com capas e lombadas soltas. Fascículos sem capas ou com capas danificadas, sem condição de manuseio e com risco de perda de texto foram envolvidos em capas de papel alcalino de 75gr e 180gr. (Foto 12). Retirada dos insetos, limpeza profunda e sinalização com tarjas nos vulomes atacados por anobídeos. (Foto 13). Foram retirados grampos e clips, desfeitas dobras e orelhas, retirados os barbantes que uniam fascículos. Na coleção do 2º pavimento os barbantes foram trocados por cadarços. (Foto 13). Obras com distorções foram colocadas sob peso. (Foto 14 e 15).

METODOLOGIA Cada participante tem uma mesa de trabalho, com caixa protetora e um carrinho de livros. Recebe um kit com lápis, borracha, régua, caderno, estilete, tesoura, faca sem corte, prancheta, espátula de teflon, trinchas em 3 tamanhos, juba, panos de pó. (Foto 16). Toucas, luvas e máscaras ficam à disposição da equipe que deve obrigatoriamente usar o equipamento de proteção pessoal. É destinado a cada membro da equipe uma fileira de estantes. Iniciando pelas prateleiras superiores, são retirados os volumes na ordem que se encontram na estante e colocados no carrinho de livros. (Foto 17). Procede-se a limpeza da estante com uso do aspirador e pano de pó e álcool. ( Foto 18)


Os volumes são levados no carrinho para a sala de higienização. Com o aspirador é retirado o excesso de pó que se acumula no corte superior dos volumes (Foto 19).

EQUIPAMENTOS E MATERIAS UTILIZADOS Materiais e Equipamentos Álcool - litro Apagador de lousa mágica Aspirador de Pó Borrachas Cabides Cadarço – pacote com 10 Cadernos Caixas protetoras Canetas mágica Caneta pilot Carrinho de livro Durex - caixa Escova de Aspirador de Pó Espátula de teflon Estiletes Etiquetas adesivas Extensão elétrica Facas sem corte Filme fotográfico – 36p. Fita adesiva grande Juba Lápis Luvas plásticas – caixa com 50 pares Máscara com elástico – caixa com 50 Mesa de higienização Panos de pó Papel alcalino – 120gr – Al Papel alcalino – 75 gr – A4 - resma Papelão – pacote com 5 folhas Quadro de avisos Régua Revelação de fotos Saco de aspirador de pó - pacote Tesouras Toucas – pacote com 10 Trincha 571 - 3 Trincha 571- 1,5 Trincha 835 - 0

Quantidade

Preço Unitário

25 1 3 11 2 12 11 8 3 2 8 1 rolo 2 6 11 10 2 11 1 1 11 11 42 17 1 24 pacote com 250fl. 1,5 1 1 11 36 2 11 2 11 11 11

1,58

Inicia-se a higienização individual dos volumes (Foto 20): Limpeza dos cortes superior, inferior e lateral do volume Higienização das folhas iniciais e finais. Oxigenação das folhas. Limpeza da capa com pano de pó. Remoção de grampos, dobras, orelhas.

189,00 1,00 10,50

8,00 15,00 2,75 2,03 5,00

6,00 7,50 50,00 6,83 3,53 13,60 5,75 1,50


Secagem das obras. Colocação de capas protetoras. Troca de cadarços Retorno dos volumes às estantes.

EQUIPE Sob a direção de Norma Cianflone Cassares a equipe foi composta por 1 supervisor e 10 participantes, sendo 3 conservadores, 5 estudantes de história com experiência em higienização de documentos de arquivo e 3 pessoas treinadas para o trabalho. (Foto 21) A carga horária foi 20h00 semanais por participante. Equipe: Claudinei Vieira da Silva / 9825-9258

Fernanda Sposito / 6242-2712

Maria Aparecida da S. Santos / 3761-1004

Fransueldes de Abreu / 229-2464

Maria Marluci Pontes dos Santos / 6724-8786

Gilvanete Cristina da Silva / 3765-1945

Priscila Zioni Ferretti / 274-7342

Larissa Raeli Cestari / 3812-9189

Romilde Romeira Batista / 4149-9597

Luisa Hamaki Hirayama / 6422-5814

Rosângela Ferreira Leite / 3271-4193 Foto 21 – Montagem da sala de higienização

CONCLUSÃO Foram higienizados 176,833 volumes em 126 dias úteis de trabalho. A média de obras higienizadas por participante foi de 16.076 A média de obras higienizadas por dia foi de 127. A média de obras higienizadas por hora foi de 31,75. As fotos a seguir demonstram o resultado positivo da limpeza do acervo e conseguente ordenação realizada.

Relatório do serviço de higienização da biblioteca do conjunto das químicas  

relatório sobre higienização realizada em bibliioteca do conjunto das químicas da Faculdade de Ciências Farmacêuticas e do Instituto de Qu...

Relatório do serviço de higienização da biblioteca do conjunto das químicas  

relatório sobre higienização realizada em bibliioteca do conjunto das químicas da Faculdade de Ciências Farmacêuticas e do Instituto de Qu...

Advertisement