Issuu on Google+

Compartilhar

Igreja em Florianópolis, 17 de Maio de 2009

Faz um pouco mais de um ano q ue a Igreja começou a trabalhar mais per to d o Jardim Carolina - e nesta ediç ão você pode ler e ver como e ste trabalho tem andado. Que a cada dia sejamos mais conduzidos à levar a Bo a Notícia do evangelho àq ueles q ue estão ao nosso re dor, e pregar o evangelho no s conf ins da terra - q ue pode estar ao lado da nossa casa


Reunião de Domingo na casa do Luiz e da Telma. Em média 15 irmãos participam ali todas as semanas

Chá de bebê realizado no Ja destaque), que está espera Algumas irmãs da Igreja em

“Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e devemos dar nossa vida pelos irmãos.” (1 Jo 3.6)

A

capela era pequena, feita de madeira, com grandes vidros nas paredes do lado. Do lado de fora, grama e árvores (algumas frutíferas), alguns pequenos prédios e um campo de futebol. Clima perfeitamente rural. Nenhum sinal de civilização. Dentro do pequeno templo, um homem de baixa estatura, barbado, nascido em Salvador e morando em Jundiái, no estado de São Paulo, estava perto de um púlpito de madeira, e conversava com os jovens reunidos ali. A data nos cadernos de anotações dos jovens maraca o dia 26 de Janeiro de 2007. Eles estavam em Biguaçú, na Grande Florianópolis. — Para onde vamos hoje? — Ele pergunta aos outros. Tinham uma tarde livre, e estavam decidindo aonde iam pregar o evangelho, e colocar em prática o que aprenderam nas últimas semanas.

"Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera, a esse glória na igreja, por Jesus Cristo, em todas as gerações, para todo o sempre. Amém!" (Ef 3.20) Esse versículo em Efésios é ânimo para mim ao perseverar em oração pelas vidas que estão no Carolina, perseverar trabalhando no campo, sejam "nos dias de sol ou nos dias de chuva e até mesmo nas tempestades..." Dou glórias ao Senhor - porque em tudo devemos glórificá-Lo - por estar aprendendo coisas preciosas com os irmãos que lá estão. Recebo mais que dou. Aprender com a simplicidade deles, a maneira com que servem a comunidade é um exemplo para mim, com certeza! Quando olho para o começo do trabalho neste bairro, desde 2007 com a campanha, é lindo de ver a fidelidade de Deus, e sei que não posso esperar menos, até porque para Ele não há limitações e nisso prossigo, que o Senhor é poderoso, para fazer infinitamente


O campo de vôlei abaixo fica do lado da casa do Luiz e da Telma, e tem sido muito usado pelo Senhor para estabelecer laços entre os jovens de Florianópolis e os do Jardim Carolina

ardim Carolina para a Jucélia (Ju, no ando uma menina (Maria Eduarda). m Florianópolis estavam presentes

mais do que pedimos ou pensamos. O que mais me importa é glorificar a Deus com esses irmãos, em cada visita, em todo o tempo. "Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém." (Rm 11.36) Vanessa Xavier O projeto no Carol ampliou minha visão sobre evangelismo. Muitas vezes fui até o bairro com algum texto pronto, alguns versículos separados, mas o Espirito Santo sempre conduziu de forma diferente. Até que aprendi que "pregar o evangelho", está em cada atitude sua. Cada abraço...cada olhar... Compreendi que evangelizamos com a vida e que as nossas palavras são apenas complemento, apenas confirmam o que as pessoas veem em nossa vida, em nossas atitudes!! Andreia Farias

“E o Espírito do Senhor se apoderará de ti, e profetizarás com eles, e serás transformado em outro homem.” (1Sm 10.6) Louvado seja o Senhor dos Senhores, pois os clamores dos seus filhos têm sido atendidos, e seus rios de água viva, tem se derramado sobre aquele Jardim. A presença impactante de Jesus tem gerado transformação das sementes plantadas, e temos presenciado um mover que gera vida a partir destas sementes, formando futuras árvores frondosas, saudáveis que gerarão muitos frutos. Cremos nisto tudo, quando olhamos para o sorriso daquelas famílias que nos esperam ansiosos na porta de suas casas, testemunhando com alegria, que sentem algo diferente que não sabem explicar, e neste momento dizemos: é o poder transformador do Espírito do Senhor.

Fábio & Carina


Edson, Telma, Alex, Leidiane, Jonathan, Luiz e Maikon, na sala de casa, onde acontecem as reuniões nos domingos

As primícias do Jardim Primeiro contato batizado do Jardim Carolina, Luiz e Telma tem aberto a casa todas as semanas para as reuniões aos domingos - e desde que Cristo passou a habitar neles, muita coisa mudou - e não foi só na família deles. Saiba mais detalhes nesta entrevista feita pelo Adelar e Carmem

Como vocês estão a partir do momento em que a Igreja começou a funcionar aqui? Telma – Eu tenho visto que a nossa família mudou bastante, né. Esta semana mudou mais ainda, porque nós estávamos sendo relaxados, não lendo a bíblia. Mas nesta semana eu peguei os dois pequenos [Maicon e Leidiane], e todos os dias de manhã lemos a Bíblia. Enquanto a Leidiane não decora um pedaço da bíblia ela não tem sossego. Tem sido bem gostoso. Luiz – Desde quando a Igreja começou a participar aqui, desde o primeiro encontro, nossa vida tem mudado bastante. Nós tínhamos outros pensamentos, a gente se envolvia com outras coisas, mas começamos a descobrir um outro lado


melhor para viver com as pessoas. A gente muito feliz com tudo o que está acontecentambém está mais em paz, mais tranquilo do aqui dentro. agora, porque nós sabemos que o caminho de Deus, é o caminho verdadeiro, e tem Telma – Também temos conhecido mais pessoas mudado a nossa vida tanto dentro de casa que a gente não conhecia – como a Jú, por exemquanto fora dela. Me sinto muito em paz plo, ou a Cátia. A gente não tinha relacionamencomigo mesmo e com a to com elas, mas depois das reuminha família, e cada vez a “Estou muito feliz com niões de oração que houve aqui, gente está melhorando mais. a gente começou a ter. Tem o que tem acontecido outra mulher aqui do bairro Estou muito feliz com tudo o que tem acontecido desde desde que a igreja que ainda hoje veio perguntar que a igreja começou a parti- começou a participar se domingo passado teve reucipar aqui no loteamento. nião. Ela achou que não teria E no outro lado, no bairro, aqui no loteamento” porque era dia das mães, mas — Luiz disse que vai vir no próximo eu tenho também visto que tem muita coisa que está se modifidomingo. Temos tido amizade cado. A gente se empenhou em falar da palavra com pessoas que não conhecíamos antes. Temos para várias pessoas, e muitas delas já estão partimais vizinhos. cipando aqui nas reuniões de domingo, e mais gente está interessada em participar, porque E vizinhos bem diferentes, né? acha que é uma coisa boa, uma coisa certa. Eu acho que é a melhor coisa que tem pro bairro. Telma – Sim, vizinhos na palavra. Vocês já conheciam as pessoas que estão participando agora aqui. Vocês tem visto mudança na vida delas?

Luiz – Eu só quero agradecer a Deus pelas oportunidades que ele tem dado, e porque pelo intermédio dEle os discípulos tem vindo para cá, nos preparar para o Senhor, para Luiz – Sim, sim, e muita. Muita. Todos os dias a Deus. Isso foi muito importante para nós. E gente se encontra e vê que eles através da palavra que vocês já tem um outro jeito de olhar, “Esta semana peguei tem trazido aqui no bairro, de conversar, de cumprimenalém da minha família ter os filhos menores e tar. Nas próprias famílias a sido mudada de todas as forgente já vê diferença. Eles tem todos os dias de mas (educação, amor entre a mais união, mais diálogo – o manhã nós lemos a família) outras famílias mudaque não acontecia antes. Sobre ram completamente o modo bíblia juntos” as reuniões, eles ficam ansiode viver. É isso que é impor— Telma tante para nós. Agradeço sos para a reunião, tanto os jovens quanto os casais. muito à igreja por ter chegado Alguns filhos deixaram de participar de coisas pertinho da gente aqui. que não prestavam, e agora participam junto com o jovens da Igreja. Telma – E os jovens ficam ansiosos para cheE eles sentam falta do pessoal da Igreja, gar o sábado, porque o Heitor tem feito um tradaqueles que estão mais preparados e que balho de ginástica com eles. O Marcelo tem tem ensinado muitas coisas para nós aqui, dito para nós “Ah, na terça-feira, dou graças como a união, o amor... a palavra de Deus. E porque vem quarta”. Fica bem disposto para isto para nós é muito importante. Eu me sinto vir à reunião


Avisos

Coloque seus avisos aqui no Geladex@gmail.com

Compartilhar

Aniversários da próxima semana

17 Domingo

18 Segunda

Jonatas D. Voskelis Tel:3240-2385 Walace da R. Gomes Tel: 3224-1939 Fernanda Orben de Souza Tel: 3228-1710 Marcos Beling Tel: 3246-2686 Rosemeire Tel: 9936-0179

20 quarta

21 quinta

Waldomiro Santos Filho Tel: 8843-8675 Cristiane Brandalize Tel: 8817-9741 Francisco Miranda Tel: 3241-3076 Álvaro Osni Magalhães Tel: 3238-0498

24 domingo

Nadja Pierezan Tel: 3034-2405 Daniela W. Da Silva Tel: 3242-2285

Compartilhar Edição: Rogérinho. Supervisão: Cabral e Adelar. Impressão: Pedro Ribeiro. Revisão: Júlia Farias, Esther Farias do Amaral Mande seu aviso para geladex@gmail.com, ou fale com nossa equipe. Associação da Igreja em Florianópolis  www.igrejaemflorianopolis.com.br Rua Tereza Cristina, 62, Estreito (rua da Farmácia do Canto)  Tel: 3224-2377

alguns direitos reservados


Compartilhar de 17 de Maio de 2009