Page 1

um toque a mais

sustentabilidade

IPT testa torre projetada por Oscar Niemeyer em túnel de vento por Ana Paula Rocha

Técnica do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo avaliou se a fundação da nova torre, que transmitirá o sinal digital do Distrito Federal, suportaria os esforços de vento da região

O

IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo) realizou ensaios de esforços de vento para o desenvolvimento da estrutura de uma torre de transmissão de TV digital projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer para o Distrito Federal. Os testes foram feitos durante uma semana pelo CMF (Centro de Metrologia de Fluidos), que abriga o túnel de vento do instituto. Localizada na cidade de Sobradinho, a 20 km de Brasília, a torre de 180 metros de altura com diâmetro médio de 12,5 metros será responsável pela transmissão do sinal digital de 12 canais abertos. A construção, executada pela Secretaria de Obras do Estado, será feita em concreto com platôs intermediários. O investimento está estimado em R$ 64 milhões. "O projeto especificou o emprego de fundação direta, mas durante a prospecção do solo foram verificadas interferências no tipo de terreno. Então, surgiram as dúvidas se a fundação estava certa ou não", explica Pedro Afonso de Oliveira Almeida, professor doutor da Poli-USP e diretor do LSE (Laboratório de Sistemas Estruturais), que trabalhou em conjunto com o IPT. Os laboratórios foram contratados para avaliar os esforços da fundação da torre em situação real. "O túnel de vento moderno de hoje permite que em menos de 20 dias o projetista saiba dos efeitos medidos em modelo reduzido", conta Almeida. Para a realização dos ensaios de esforços do projeto, os pesquisadores adotaram uma maquete da torre em escala 1 por 150, com 1,2 metro de altura por 8 centímetros de diâmetro. Os testes foram referenciados pela norma NBR 6123, da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), que especifica as características dos ventos em cada região do país. A projeção dos esforços sobre a estrutura foi considerada na situação limite de uma rajada de vento a 40 metros por segundo, sendo que na norma a velocidade de rajada do vento para Brasília é de 35 metros por segundo. "Verificamos que os esforços estimados pelo túnel de vento, mesmo acima do que é pedido na norma, estão dentro ou são menores do que aqueles estimados no projeto. Ou seja, a fundação corresponde às expectativas e dará segurança ao projeto", concluiu Almeida.

O projeto A torre de TV Digital foi projetada por Niemeyer em formato de curvas que lembram uma flor. A base cilíndrica funciona como um "caule" que exibe duas "pétalas" para abrigar dois espaços cobertos: do lado direito, uma cúpula de vidro compõe o ambiente de um bar, e do lado esquerdo, um pouco mais abaixo, ficará um salão para exposições. O terceiro nível da Torre de TV Digital é um mirante circular. A perspectiva é de que o novo monumento seja entregue no primeiro semestre de 2010. O investimento de R$ 64 milhões virá da Terracap, empresa pública vinculada à S e c r e t a r i a d e Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente do Distrito Federal, que também é a dona do terreno de 40 mil m² onde a torre será construída. O local foi escolhido pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) por ser um dos pontos mais altos da região.


um toque a mais

sustentabilidade

Plano diretor prevê a construção de oito novas pontes em Teresina

U

ma obra marcante com investimentos de mais de 70 milhões de reais, a ponte do Sesquicentenário significa um marco para a cidade e trará novas perspectivas de investimentos, especialmente, para o setor imobiliário. Erguida sobre o Rio Poti, é construída com tecnologia estaiada, suspensa através de cabos de aço – o que existe de mais moderno e avançado em projetos de grandes estruturas de engenharia do mundo – terá uma extensão de 363 metros e largura de 28,35 metros com seis faixas de rolamento de veículo, além de faixas para bicicletas e pedestres. Um mirante de 125 metros de altura permitirá aos teresinenses e turistas uma visão panorâmica da cidade que está pronta para crescer. A torre do mirante será servida por dois elevadores panorâmicos. A ponte vai propiciar a construção de novos conjuntos arquitetônicos aproximando duas importantes regiões da cidade, hoje isoladas. Este corredor de tráfego será um notável vetor de crescimento que irá incrementar o processo de verticalização da cidade. A inauguração está prevista para o primeiro semestre de 2010.


revista2