Page 1

1


2


PROPRIEDADE Fundação Comendador José Ferreira Trindade 15, Monté de Clausen, L-1343 Luxembourg Tél:(00352) 43.27.49 Fax: (00352) 46.90.70 Gsm: (00352) 621.152.104 info@casamagazine.eu www.casamagazine.eu Facebook: C.A.S.A. Magazine

DIRECTOR

Comendador José Ferreira Trindade

REDAÇ ÃO

Rodrigues Silva, Sabrina Sousa COLABORARAM NESTE NÚMERO

Drª Marlene Rodrigues, Madame Carvalho, Patricia Ferreira, Palmira Correia Paula marques

FOTOGRAFIA

Rodrigues Silva, Arquivo C.A.S.A., Palmira Correia, Sergio Sousa

Responsável de edição Rodrigues Silva

ARTE

LAYOUT DESIGN E PAGINAÇÃO Rodrigues Silva

ASSINATURAS & PUBLICIDADE Rodrigues Silva , Luis Cunha +352 621 50 29 03 */* +352 691976743 +352 46 48 19 ENVIO DE CORRESPONDÊNCIA

Editorial Foi com imensa alegria que tomamos conhecimento do noivado do Grão-Duque Herdeiro Guillaume com a Condessa Stéphanie. Num momento de austeridade e de negativismo, este evento é aquele pequeno parêtisis que todos gostamos de apreciar. Apesar da família grão-ducal ser tão próxima do seu povo, sendo que muitos aparentam não lhes dar muita importância, a verdade é que um evento como um casamento real faz qualquer pessoa ter um momento de magia. E porque participar ao “conto de fadas” nos está tão próximo, a equipa do Casa Magazine transmite os parabéns aos noivos, desejando-lhe um futuro de imensa felicidade. O Casa Magazine promete acompanhar este evento de perto, trazendo-lhe um pouco desse sonho real. Equipa C.A.S.A. Magazine

C.A.S.A. MAGAZINE 15, Monté de Clausen, L-1343 Luxembourg

Direitos de reprodução (textos e fotografias) reservados para todos os países. A redacção não é responsável pela perda ou deterioração dos textos e fotografias que lhe são enviados. O material (textos e fotografias) não é devolvido, salvo acordo prévio. Nota: Toda a publicidade inserida nesta revista é seleccionada, devendo por isso ser lida com atenção. O C.A.S.A. Magazine é de total imparcialidade para com tendências político-partidárias, de índole desportiva ou clubística e de quaisquer religiões.

3


C.A.S.A. Magazine conteúdoS

6

Comemorações 4 & Festividades

Novos Talentos 10

05 Aniversário LOVE Dance 32° Aniversário C.A.S.A.

A bailarina portuguesa Diana Matos Cantora Rosete Caixinha

12

POLÍTICA SOCIAL 14

Secretário de Estado José Cesário CLAE O Encontro das Nações

Exclusivo 20

14

Cubanas BIJU João Paulo Rodrigues

Eventos 24

Futuro Associativo 26

Cancro da Mama

União Juventude de Esch Futebol Clube do Porto

26 Lazer 28

Les 3 Amis Carros ecológicos

30 2


“O Futuro precisa de toda a sociedade, é dizer que procuramos soluções para ajudar (…) lançamos um apelo a toda a comunidade: Não voltem as costas às iniciativas sócio-culturais a organizar pela instituição C.A.S.A. Agradecemos a todos os patrocinadores, amigos e a toda a comunidade por toda a boa vontade, de estarem diretamente envolvidos em todas as ações do C.A.S.A. e esperamos poder continuar a contar com a solidariedade de todos, durante este ano difícil de 2012. Só todos juntos poderemos conseguir mas, com a vossa ajuda a ajudar aqueles que ainda mais precisam. O C.A.S.A. foi criado a 30 de Março de 1980 com o intuito de ajudar as associações portuguesas que começavam a existir um pouco por todo o Luxemburgo (…). A partir dessa data todo o tipo de situações começaram a aparecer, sobretudo situações de ajuda ao próximo (…). Nisto começou a existir um elo de proximidade e comunicação cada vez maior entre as autoridades luxemburguesas e a comunidade lusófona, onde o C.A.S.A. tem o papel de intermediário e moderador facultando precisamente essa proximidade. (…) Devido ao elevado número de pedidos de ajuda, a prestação de serviços passou a fazer-se também para além das terças e sextas mas unicamente com marcação prévia. Os apoios oferecidos por esta instituição são gratuitos, confidenciais e diversos: apoio social, jurídico, psicológico e administrativo. Há que salientar que o C.A.S.A. não é uma agência intérim ou um centro de emprego. (…) Para além de todas estas intervenções, o C.A.S.A. tem também um papel crucial a nível cultural, propondo a toda a população lusófona que relembrem o melhor do nosso país tanto a nível gastronómico como festivo, mas também proporcionar à comunidade luxemburguesa e outras que conheçam melhor e o melhor da nossa cultura. O C.A.S.A. dá valor à vida porque recuperar o prazer pela vida é possível, por isso, estas Festividade sócio-culturais ajudam a partilhar o modo de vida: 9 e 10 de Junho – Comemorações do dia de Portugal (Place Guillaume e Place d’Armes na Capital) 5ª Festa sócio-cultural na Prisão de Scharrig prevista para 27 de Junho 11º Piquenique das comunidades lusófonas – Parque de Bonnevoie 7º Encontro dos deficientes – Parque de Bonnevoie 5º Encontro dos + de 50 – Parque de Bonnevoie (outras datas e pormenores em www.casa-asbl.lu) É com todo este trabalho que o C.A.S.A. mantém sempre a sua juventude e a mesma vontade de trabalhar de há 31 anos. Relembramos que desde sempre estes serviços foram e continuam a ser prestados por voluntários e são gratuitos. Daí deixamos o nosso maior apreço a todos aqueles que nos ajudam todos os dias da melhor forma que sabem, e aqui incluímos também os nossos patrocinadores. É com muito orgulho que continuaremos a prestar os nossos serviços sempre para o melhor da sociedade.”

Deixo aqui toda minha amizade aos Patrocinadores, Colaboradores, Amigos do C.A.S.A. Embaixada e Consulado-Geral, e a todos os leitores do C.A.S.A. Magazine.

3


Comemorações & Festividades

Aniversário sem igual Cinco anos de uma paixão em comum, de trabalho árduo e de uma amizade que foi crescendo ao longo dos tempos, foi o que as Love Dance festejaram no Centro Cultural de Cessange no passado mês de Fevereiro.

U

ma festa muito animada e pautada pela boa disposição e boa música que aqueceram os dias ainda frios que se

4

faziam sentir na capital. Esta festa permitiu-lhe, mais uma vez, mostrar o trabalho que têm desenvolvido e partilhar, com todos os que as acompanharam nestes últimos cinco anos, o que de melhor tentam fazer. Esperando soprar as velas dos próximos anos, foi com emoção que o grupo soprou as velas deste quinto aniversário. A noite foi muito animada, contando com momentos divertidos proporcionados pelos convidados das Love Dance. Entre os presentes, pudemos contar com a colaboração do grupo “Onda musical” O grupo Sexto Sentido também esteve presente na festa, animando os presentes com dança, mas ainda, aliando a música e divertimento, proporcionaram alguns sketches cómicos, onde reinou a boa disposição. Não podendo deixar de valorizar os nossos valores nacionais, e como a dança é uma paixão que as Love Dance partilham com outros grupos, independentemente das vertentes, foi agradável ouvir e ver o grupo de Cavaquinhos e as Estrelas do Minho.


Estas actuações permitiram, uma vez mais, a proximidade do público com os intervenientes e assim passar mais um bom momento. Uma festa de aniversário que contou com a organização da associação CASA que, como sempre, apoia este grupo e, assim, incentiva novos talentos. As Love Dance sentiram, assim, todo o carinho e força que os presentes lhes transmitem, e a quem elas agradecem todo o apoio recebido e, acima de tudo, as presenças que permitiram a realização de uma festa de arromba, como esta.

Uma festa muito animada e pautada pela boa disposição

5


Comemorações & Festividades

Já lá vão

32°Anos

Contando com a presença de diversas personalidades do panorama social português no Luxemburgo, este evento teve como objectivo o celebrar de mais um ano da associação que muito faz pela sociedade portuguesa.

S

endo que o ano decorrente não foi muito positivo, tendo em conta que continuamos a ver portugueses em dificuldade a fugirem de um país que, tal como nos anos 70, pouco tem a oferecer aos seus habitantes. Contando nomeadamente com a presença de um dos seus fundadores, o CASA atribuiu o estatuto de membro honorário a pessoas que, tal como esta associação, trabalham em favor da união e bem-estar da comunidade portuguesa no Luxemburgo, tal como, e citando unicamente algumas pessoas, membros da

6


Rádio Latina, a Associação mais antiga do Luxemburgo (Associação Juventude de Esch), ou ainda o Cônsul, ou o médico cardiólogo Dr. Ramos do Olival, ou os representantes luxemburgueses presentes, entre outros. O evento contou, como é hábito, de discursos de agradecimentos, mas em particular, com a presença de representantes da cidade do Luxemburgo, de entre os quais Xavier Bettel, que agradeceu o trabalho de todos os presentes, bem

como do trabalho tão pouco valorizado do Comendador Trindade. O bourgmestre da cidade do Luxemburgo ofereceu aos presentes algumas palavras de português demonstrando, assim, a vontade cada vez mais crescente das instituições Luxemburguesas em integrar a comunidade portuguesa que, mesmo nos dias de hoje, tem alguma dificuldade. O festival de folclore e dança, foi oferecido pelos inúmeros ranchos e grupos etnográficos do Luxemburgo, tal como a Aldeias De Portugal, Alto Minho, Cavaquinhos, Mocidade Portuguesa, Concertinas, Os Borguinhas e Luso-Luxemburguês, que desfilaram ao longo da via principal e tentaram afugentar a chuva que acabou por antecipar o enceramento do desfile e ficando por atuar, mas não perdendo o valor, grupos como o Grupo da Nazaré, Love Dance, Sexto Sentido e Estrelas Lusas.

O bourgmestre da cidade do Luxemburgo ofereceu aos presentes algumas palavras de português.

Mas a festa, mesmo assim, conseguiu superar a força da natureza, sendo que continuou até tarde, com um buffet que satisfez os vários amigos, convidados e mais gulosos que vieram celebrar 32° aniversario da Asbl C.A.S.A.

7


“Paparazzi Lux”

8


9


ComemoraçõesNovos & Festividades Talentos

DIANA MATOS

ESCOLHIDA PARA DANÇAR NOS JOGOS OLÍMPICOS

A

bailarina portuguesa Diana Matos foi escolhida para dançar na Cerimónia de Abertura dos Jogos Olímpicos Londres 2012, no próximo mês de Julho. Depois de uma rigorosa temporada de casting, Diana Matos foi seleccionada para fazer parte do grupo de bailarinos que irão dançar no arranque dos Jogos Olímpicos, uma cerimónia que prima sempre pela originalidade e magnitude, difundida em todo o mundo. Diana Matos esteve, bem perto de nós nos

10

dias 17 e 18 de Março, em Bruxelas, Bélgica, para leccionar no Internacional Hip hop Dance Workshop, e no fim-de-semana seguinte, 24 e 25 de Março, em Wales, Reino Unido. Com 23 anos, Diana Matos reside, actualmente, em Londres, onde é professora de dança nos Huskys Studios e no Studio 68 e onde já gravou os últimos videoclips dos artistas Faze Black, Pixie Lott e JLS. É, também, uma das bailarinas da cantora pop Jessie J, a artista sensação no Reino Unido.


Nova Gerencia. O Restaurant-Brasserie International encontrasse aberto com uma nova e dinâmica gerência, a cargo do Sr. Vasco Tavares, que abraçou este novo projecto com corpo e alma. Este projecto esta, em parceria com o Hotel e encontrasse vocacionado para, servir as milhares de pessoas que ocorrem as famosas termas de Mondorf-Les-Bains no Luxemburgo para fazer o seu tratamento de Saúde. Assim oferecendo, um variado leque de ofertas entre, os vários quartos com o máximo de conforto e privacidade, a BRASSERIE que se encontra aberta, de Segunda a Domingo, das 08h00 até 01h00 manha e pelo RESTAURANT que se encontra aberto, aos almoços, das 11h00 às 14h00 e das 18h00 até as 22h00 para os jantares e pudera encontrar um cozinha internacional aos dispor dos vários paladares e das várias pessoas internacionais, que já se tornaram clientes habituas e amigos da casa. Um espaço agradável, entre o convívio e bem estar. Estamos a sua espera para o receber nas várias, áreas que se encontram a sua disposição, visitemos. Publicidade

Nouveau à Mondorf-Les-Bains C’est dans cadre somptueux que

Vasco Tavares

et son equipe, Ont le plaisir de vous accueillir afin de déguster une cuisine riche et variée de type internationale. Fermé le lundi, le RESTAURANT quant à lui, vous accueille Du mardi au dimanche, de 11h00 à 14h00, et de 18h00 à 22h00 La BRASSERIE vous accueille tous les jours de la semaine Du lundi au dimanche, de 08h00 à 01h00

58 Avenue François Clément L-5612 Mondorf-les-Bains (Munneref) Tel.: 26 67 26 53 ;Fax: 26 67 16 33 */* Email: tvsarl@internet.lu

11


Novos Talentos

Uma grande voz Rosete é uma artista completa com imenso talento que prova, uma vez mais, que vontade, talento e trabalho caminham juntos para fazer sucesso.

R

osete Caixinha chega-nos de Portugal para nos encantar com a sua grande voz. De facto, grande é o espanto quando ouvimos este vozeirão sair desta mulher, pequena, e de aparência tão calma. É de arrepiar… Nasceu em Portugal e desde sempre esteve ligada ao mundo da música, sendo que muito naturalmente, Rosete seguiu esta direcção, começando, ainda adolescente, a encantar pelo Algarve. A sua paixão pela música leva-a a aperfeiçoar-se constantemente, tendo seguido por inúmeras vezes aulas de canto. Começa a sua vida enquanto cantora profissional na Alemanha, onde viajou para seguir um curso de canto e aí participou em diferentes eventos, uma experiência que permitiu-lhe evoluir imenso como pessoa e como profissional. De volta a Portugal, Rosete faz espectáculos em diferentes hotéis, ou ainda colabora no “Banda Alhada”,

12

um festival das músicas do mundo. No entanto, é em 2003 que Rosete ganha notoriedade à escala nacional e lança-se para um “novo” universo do panorama musical em Portugal. Sendo uma das concorrentes finalista da primeira edição da Operação Triunfo. Esta experiência foi, para Rosete, “a oportunidade de conhecer o mundo artístico, de ganhar experiência

necessária para seguir a minha paixão”. De facto, na Operação Triunfo, Rosete pode mostrar o seu talento, surpreender com a sua grande voz, viajar por Portugal e não só (como a viajem a Cabo Verde), e, acima de tudo, travar conhecimentos com pessoas de renome da música portuguesa. Um período muito bom, que Rosete recorda com muita satisfação por ter feito parte dessa aventura. Aqui ela aprendeu igualmente a lidar tanto com a imprensa como com os fans, mas boas relações se guardaram desse tempo. No fim da experiência, Rosete foi obrigada a esforçar-se para se manter no mercado, sendo que, para isso, percorreu o país em concertos temáticos, em comédias musicais, desfiles de moda, numa orquestra de jazz.


Ao longo da carreira que foi construindo em Portugal, Rosete conquistou um lugar participando na comédia musical de Filipe la Féria «Menina do Mar». Mais tarde, integra o elenco da tour nacional do teatro musical «Revista É só Rir» e «Vamos Contar Mentiras» com Octácio Matos e Lúis Aleluia. Mas entre estas experiências, Rosete não deixa de parte a sua carreira a solo, e em 2006 lançou o seu primeiro álbum «Onda de Luz», da produção de Mike Myers e participa ao lançamento do álbum “Fuga Projet” que mereceu o prémio Talento SPA/Antena3 Portugal RTP em 2008. Sentindo que já teria experimentado o que o panorama português lhe oferecia, e sempre em busca de se aperfeiçoar, Rosete abraça o desafio de cantar em barcos de cruzeiro internacionais. Esta experiência permitiu-lhe abrir horizontes e ver uma outra realidade, não só das belezas naturais de que este mundo é feito, mas também das diferenças culturais e morais que existem à sua volta. Em 2011, Rosete decide lançar-se no estrangeiro, e muda-se para Metz, França. Aqui o seu trabalho e talento depressa é remarcado

pelos profissionais sendo que já lançou o single “Close to Heaven”, um projecto com o DJ RLS que tem vindo a ter um imenso sucesso e passa nas rádios nacionais francesas. O segundo single “Waiting for the Sun” RLS feat Rose Universal France, gravado em Los Angels, promete ser o single do Verão. Esta colaboração permite a Rosete estar na Universal, uma editora de grande importância no panorama musical internacional. No entanto, e como quem a conhece pessoalmente reconhece, Rosete não pára de surpreender e de tentar sempre ir mais além do que se espera, e por isso dá os primeiros passos no mundo do cinema, fazendo figuração no filme “Au Bonheur des Ogres” de Nicolas Barny, “uma nova experiência que achei muito enriquecedora e que adorei imenso” nos confessa a artista. No seu dia-a-dia, Rosete dá aulas de canto em Metz, actua em Amnéville e mantém-se muito activa na busca de novos projectos profissionais. No Luxemburgo, a Rosete tem vindo a fazer espectáculos no Casino de Mondorf-les-bains.

Contactos para concertos: 0033 609792938 email: rose.eventsbooking@gmail.com; contacto no Luxemburgo: info@precisousqueen.com 13


POLÍTICA SOCIAL

Secretário de Estado das Comunidades

José Cesário Pela segunda vez no Luxemburgo, mas primeira enquanto visita de trabalho, o Secretário de Estado das Comunidades tem como principal intuito conhecer a realidade das suas comunidades e inteirar-se de todo o trabalho realizado pelas associações locais.

T

endo como principais objectivos a questão da educação e a questão social, esta visita impôs, ao Secretário, uma série de visitas, nomeadamente, um encontro com os Ministérios da Educação e do Trabalho, bem como com as diversas associações que aqui trabalham em prol da comunidade portuguesa. Este trabalho teve como objectivo conhecer ao pormenor a realidade do país, as dificuldades, e a melhor forma de como o Secretário iria introduzir as modificações do sistema já previstas. Um trabalho que visa, nos próximos anos, mudar algumas mentalidades e alterar a forma de trabalho das comunidades portuguesas. Começando pelo tema da educação, o objectivo será preparar o próximo ano lectivo, bem como reestruturar o sistema do ensino português no estrangeiro. Primeiramente, ainda não certificamos nem avaliamos os conhecimentos e qualidades dos alunos de língua portuguesa, um ponto que deixará de acontecer, pois é importante fazê-lo, de forma a proporcionar e garantir um ensino de qualidade. Em segundo, trabalhamos para aumentar o ensino português no estrangeiro e assim inseri-lo nos sistemas de ensino locais, sendo a única forma de igualar

14

o ensino da língua portuguesa ao ensino de outras línguas estrangeiras. Em terceiro e igualmente importante, temos de analisar com rigor a qualidade do professor, bem como a sua real utilização. De facto, no contexto económico em que vivemos, não nos é permitido desperdiçar recursos sejam eles materiais e humanos, pelo que teremos de controlar e racionalizar o uso desses mesmos recursos, nomeadamente, os professores. Finalmente, mas não menos importante, será necessário implementar modalidades de apoio diferenciadas consoante as necessidades de cada cidade/freguesia. Como é óbvio, temos de adaptar os meios de apoio à


população que a eles recorre. Estes objectivos deverão ser atingidos no correr dos próximos dois anos, no entanto, esta realização será condicionada pela situação económica e social que o país atravessa, prevendo-se adaptações ao programa. A preocupação do Secretário de Estado foca-se igualmente nas condições laborais e sociais dos portugueses que hoje emigram sem condições mínimas garantidas e se sujeitam a situações degradantes e inumanas. As visitas às diferentes associações, nomeada-

mente à Bairrada (associação onde fazia questão de estar presente na data do aniversário) e ao CASA, puderam esclarecer o Secretário sobre as reais dificuldades com que os portugueses se deparam ao chegar a Luxemburgo. Consciente de que no Grão-Ducado a comunidade portuguesa tem uma ajuda por parte das autoridades locais superior de outros países, a nova vaga de emigração, que em muito se assemelha aos anos 70, nos leva para problemas sociais que, nos ditos anos 70 não aconteciam. Embora o fluxo migratório destas duas épocas se assemelham, os motivos que regem esse fluxo e a forma como o fazem divergem em muitos pontos. Hoje as pessoas têm menos medo de arriscar, passando por situações que deveriam ser evitadas. Com o intuito de melhor apoiar a comunidade portuguesa no estrangeiro, diversas reformas serão postas em prática, como a reestruturação dos consulados e embaixadas, em que a estipulação de objectivos a cumprir obrigarão uma reorganização e mudança de atitudes. Esta reestruturação tem como principal objectivo a aproximação dos serviços à comunidade portuguesa, servindo de apoio a esta. O Secretário pede a todas as associações para continuarem o seu trabalho, porque

são o pilar das comunidades portuguesas e porque Portugal precisa destas para melhor enfrentar todos os problemas que vão surgindo, prometendo, por isso, mais apoios económicos para fazer face a estes mesmos problemas. José Cesário pede confiança a todos os portugueses, porque estamos num período onde é preciso mudar o país. O futuro, que hoje já bate à porta, é sorridente, com o aumento das exportações, em que teremos de acreditar em nós para evoluir, sabendo que uma mudança nunca é fácil, o Secretário pede ao povo português a compreensão e aceitação dessas mudanças que são necessárias nos dias de hoje.

15


Política Social

CLAE

e a questão migratória dos países latinos

A busca de soluções parte sempre pela partilha de experiências e pelo diálogo, um trabalho ao qual a CLAE se tem esforçado a manter sempre atual.

N

um período que nos leva a rever o fluxo migratório, é importante perceber em que consiste e qual o impacto deste na sociedade em que vivemos. Foi com esse objectivo que a CLAE reuniu numa sessão representantes da população italiana, espanhola e portuguesa. A escolha dessas três sociedades apenas deve-se ao facto de uma, cada vez mais recorrente, comparação dos imigrantes dos dias de hoje e daqueles que imigraram nos anos 70. Os portugueses, continuando a estarem em primeira posição neste fluxo migratório, vários são os pedidos de informação

16

que embaixadas e associações têm recebido da parte de portugueses que desejam abandonar português. Pessoas desesperadas que têm vindo a aceitar contratos de uma semana ou um mês e que partem de “malas e bagagens” sem olhar para trás, e muitas vezes sem tomar precauções. Um facto que difere do que aconteceu com os imigrantes dos anos 70, que vinham para o Luxemburgo com um contrato e que apenas após se estabelecer traziam a família. A comunidade espanhola, apesar da crise, não tem sofrido muito com a questão da imigração, mesmo se a realidade atual mostra um

Pessoas desesperadas qu contratos de uma s e m a partem de “malas e bag trás, e muitas vezes sem


ue têm vindo a aceitar ana ou um mês e que gagens” sem olhar para m tomar precauções.

crescimento deste fluxo e ao aparecimento de questões direcionadas às embaixadas e instituições espanholas que dificilmente têm respostas concretas. Por seu lado, a comunidade italiana ressente um elevado número de imigrantes qualificados, mas que consideram muito positivo, pois são mente que mais tarde voltam e ajudam na (re) construção do país. Será uma questão de desespero, de irresponsabilidade ou simplesmente um abuso, são questões postas na mesa e com as quais deveremos encontrar soluções. Questões que continuam a ser sempre tema de conversa em todas as reuniões.

CLAE

26 r ue de Gasperich L- 1617 Lux embourg Téléphone : 00 352 29 8 6 86-1 Fax : 00 352 29 86 01 migrations@clae.lu

Publicidade

Soins du Jardin Desfrutar o aroma natural das flores é um prazer que pode ter durante o ano inteiro. Desenvolvemos jardins, mantemos e tratamos plantas, árvores, relva . Trabalhamos nas áreas da venda de plantas ornamentais, construção e manutenção de jardins e decoração de espaços verdes. 17


POLÍTICA SOCIAL

O Encontro das Nações Futebol, Cultura e Animação, três conceitos que unem todas as nacionalidades do mundo sem descriminações nem preferências.

T

A Capital organiza mais uma edição do Encontro das Nações dia 17 de Junho no Complexo Boy Konen em Cessange. Um evento que terá início às 9h00 e durará o dia todo (fim previsto às 20h00). Esta iniciativa tem como objetivo reunir num só espaço e num só dia as diferentes comunidades que moram da cidade. Uma Capital onde se

18

concentram mais de 140 nacionalidades diferentes, necessita de momentos de partilha e de união. É com o objetivo de integrar todas as pessoas que decidiram, neste país, nesta cidade, construir a sua vida. Algo que apenas é totalmente possível se todos participarmos e aceitarmos os braços abertos que o Luxemburgo oferece. Este dia pretende simbolizar a união que se pretende ao longo de todos os dias, e, para isso, a

cidade do Luxemburgo decidiu proporcionar este evento com atividades comuns a todos, como o futebol, a música, e a alimentação. “É um ótimo dia para conhecer as culturas do mundo, provar novos sabores e partilhar bons momentos, esperamos que as pessoas estejam presentes, porque fazemos este evento para vocês”, confia Xavier Bettel “estamos sempre abertos a ideias que nos possam ajudar na integração das comunidades da cidade, pois este é um

dos pontos importantes que a cidade do Luxemburgo tem como objetivo), acrescenta. Este ano, para além do Torneio de Futebol, o evento contará também com o “Beach Soccer”, ou então volei de praia, e para os mais pequeninos haverá atividades que despertarão o seu lado mais aventureiro. Um dia que promete dar o ponto de partida ao Verão, que fará aparecer os mais tímidos, e até mesmo o Sol, caso este decida esconder-se.


19


Exclusivo

Lança Edição Especial em homenagem ao Fado A marca de calçado portuguesa Cubanas lançou uma edição especial para homenagear o Fado, considerado recentemente Património da Humanidade. A apresentação oficial foi no dia 14 de Março de 2012, no decorrer da Feira GDS (Düsseldorf), uma das mais promissoras Feiras de Calçado a nível mundial.

A

Edição Especial será composta por um sapato e uma mala, nas cores preto e cobre, tendo em conta que o preto é muito usado no vestuário das fadistas e os acessórios são normalmente em ouro. Para além deste aspecto, há que salientar que tanto o sapato como a mala vão primar pela qualidade e selecção criteriosa dos materiais, que serão materiais nobres portugueses como a pele, cortiça e madeira. De modo a tornar esta edição autênti-

20

ca, limitada e exclusiva, cada sapato e mala terão uma chapa metálica e será ainda gravado o número de série no forro, com especial atenção para o primeiro exemplar. Depois da apresentação oficial que decorreu da Feira, a edição especial estará em exposição na Loja Cubanas, na Rua Serpa Pinto 12 (Chiado, Lisboa). Será posteriormente comercializada, durante o próximo mês de Junho, juntamente com a colecção Outono/Inverno’12. Símbolos da identidade nacional, o

Fado e a Cubanas reúnem, entre muitos outros, um objectivo comum: levar a qualidade e o que de melhor se faz em Portugal, a todo o mundo. Assim sendo, um dos principais objectivos da Cubanas, com esta edição especial, é precisamente promover no maior número possível de países, a

qualidade do calçado e fado português, enquanto elementos que nos prestigiam e enriquecem. A cor, a filigrana, a cortiça, a madeira, o toque da pele, o brilho do metal, reúnem todas as emoções do verdadeiro sentido do fado. www.cubanas-shoes. com


ÍCONES DE CINEMA INSPIRAM A NOVA COLECÇÃO DA

BIJU

Os acessórios de moda utilizados ao longo dos tempos pelas principais estrelas de cinema, foram a fonte de inspiração para a Colecção Primavera/Verão da marca Biju.

M

ais uma história de sucesso e superação nos dias que correm em Portugal. A moda dos anos 50 e dos anos 90 foram transpostas para os acessórios casuais. Já os acessórios de praia têm um registo dos anos 60. A elegância exótica marca o espírito desta estação. As cores vivas mantêm-se e a grande novidade, recai nos tons pastel, que surgem em diversos tonalidades e surpreendem pelo seu resultado.

A marca Biju, 100% nacional, uma marca registada da empresa Masterbiju SA., empresa portuguesa que nasceu em 1986 e que se dedica, desde a sua fundação, ao comércio de acessórios de moda. Em meados de 2000, após anos de expansão da rede de lojas e de amadurecimento do negócio, a BIJU expande a sua actividade à área de franchising.

Com mais de 25 anos de presença no mercado e 60 lojas no território nacional, o projecto BIJU é hoje um conceito de empresa moderna e jovem, que oferece garantia para um franchising de sucesso. Fazendo da moda a mudança, do design o seu estilo e da

inovação o seu valor, a BIJU oferece em cada artigo qualidade a um preço atractivo aos seus clientes que ficam satisfeitos e que voltam.

www.biju.pt

21


Exclusivo

“Estou muito grato à vida” João Paulo Rodrigues, que se revelou um cantor de mão cheia, depois de uma imitação primorosa que surpreendeu os portugueses e tornando o grande vencedor da primeira edição do programa “A Tua Cara Não Me é Estranha”. Foi num ambiente de grande euforia e alegria, que falou, em exclusivo, ao CASA Magazine. Com 33 anos de idade e 14 de “palhaçadas”, o ator, que se celebrizou com o seu talento para o humor e que adorou a sua participação no concurso da TVi, ainda mais porque finalmente já não lhe chamam Quim Roscas mas o seu próprio nome.

E

stava preparado para ganhar “A Tua Cara Não Me é Estranha”? Nem sequer pensava nisso. Se começa-se a pensar em alguma coisa do género, corria-me mal. Esteve desde o início em primeiro lugar. Foi nitidamente o preferido dos espectadores? É verdade, mas não pensava muito nisso. Os portugueses estiveram rendidos à sua simpatia e boa disposição... Sou mesmo assim. Sou naturalmente bem-disposto, brincalhão e meio apalhaçado. Quando o Luís Jardim dizia que é difícil trabalhar comigo nos ensaios, é mesmo verdade. Estou sempre a brincar. Só vinha a Lisboa ensaiar uma hora uma vez por semana? Sim, ao domingo tínhamos o ensaio geral. Qual foi a imitação que gostou mais de fazer? O António Variações encheu-me a alma, porque, como ele próprio dizia, a voz dele estava entre a Sé de Braga e Nova Iorque,

22

mas a que mais curti foi a Aretha Franklin. Ficou agradavelmente surpreendido com o convite para participar neste concurso? Fiquei. Sobretudo porque desconhecia que as pessoas soubessem que eu cantava... Como é que um artista com a sua voz, não canta? Não imagina: o meu ego não pára de crescer desde que este programa começou... mas não lhe consigo responder porque não estou na música. Acho que isso se deve ao facto de o humor ter aparecido primeiro. A partir de agora vai começar a equacionar essa possibilidade? Claro que sim. Aliás, já recebi convites e estou a ponderar seriamente em fazer alguma coisa mas, primeiro, quero ouvir a

“Curiosamente semp Luxemburgo sentimoOs nossos espetácul cheios e as pessoas Adoro o Luxemburgo.


re que vamos ao -nos em casa. os estão sempre são excelentes.

Cria-se mais cumplicidade com o público num ambiente pequenino? Sem dúvida. Eu e o Pedro Alves costumamos atuar num bar à saída da Maia que se chama Tertúlia Castelense, onde nós estamos como eu estou agora consigo. Essa proximidade com o público é uma espécie de laboratório, percebe-se logo o que as pessoas gostam.

opinião de quem sabe, porque eu sou um pouco como o António Variações, os meus gostos musicais vão da Sé de Braga até Nova Iorque... Pediu-me para não lhe ligar de manhã porque está nas aulas. Tem aulas de quê? Sou finalista em Direito. Acabar o curso foi uma imposição familiar? Não. Fui eu que impus a mim próprio porque sempre quis fazer o curso de Direito. Aliás, isto das anedotas e da comédia surgiu no primeiro ano da faculdade e não foi nada que eu tivesse planeado.

O salto profissional deu-se com o “123” da Teresa Guilherme? Foi. Conhecemos a Teresa num festival de anedotas alentejanas em Serpa que acabámos por ganhar e ela gostou tanto de nós que nos convidou para o “123”. A seguir ficaram residentes da Praça da Alegria. E logo de seguida passámos novamente para o prime time com Tv rural e Portugal Tal&Qual. Já estão a preparar um novo programa para a RTP? Eu e o Pedro Alves, juntamente com os nossos argumentistas, o Henrique Dias e o Frederico Pombares, e a Filbox, do Miguel Cadilhe, vamos começar a gravar uma sitcom que vai ser o máximo! Entretanto eu e o Pedro continuamos a fazer espetáculos pelo país aos fins-de-semana

Também vão fazer espectáculos fora do país? Somos muitas vezes convidados pelas comunidades portuguesas. Já fomos três ou quatro vezes ao Luxemburgo, assim como a França. À Suiça já fomos mais de 20 vezes… São sempre bem recebidos? Muito bem. Curiosamente sempre que vamos ao Luxemburgo sentimo-nos em casa. Os nossos espetáculos estão sempre cheios e as pessoas são excelentes. Adoro o Luxemburgo. Casou-se há quanto tempo? Eu e a Juliana casámo-nos em 2009, depois de três anos de namoro. A sua filha já o reconhece na televisão? A Rita só tem dois anos mas já sabe que sou eu. Quando viu o António Variações disse à mãe: “Olha o pai “mascalado” Está muito babado com a sua bebé? Estou encantado. A minha filha é a minha maior motivação. O que gostaria de dizer mais? Gostaria de mandar um grande beijinho para todos os portugueses do Luxemburgo.

Mas tomou-lhe o gosto? Claro que sim e fui aproveitando as oportunidades que foram surgindo e o curso foi ficando para trás. Como foi que tudo começou? Comecei a fazer stand up comedy num bar com o meu amigo Rui Xará há 14 anos. Na altura não existia nada em termos de humor e nós decidimos criar uma noite de comédia à quinta-feira. Um ano depois aquilo já era um sucesso tremendo no Porto.

23


Eventos

Cancro da Mama,

Porquê EU?

S

ó no Luxemburgo uma mulher por dia recebe o diagnóstico de cancro da

mama. Este foi um dos motivos pelo qual a Association Luxembourgeoise des Groupes Sportifs Oncologiques (ALGSO) contactou o Centro de Apoio Social e Associativo (CASA) para a organização de uma conferência em língua portuguesa. Este tipo de sessões de esclarecimento permitem à comunidade lusófona manter o mesmo pé de igualdade de conhecimentos que as outras comunidades presentes no país, daí que se pretenda uma grande adesão a este tipo de eventos. A primeira sessão decorreu a 21 de Janeiro com a palestrante Dra. Emmanuelle Mendonça (médica em processo de especialização em ginecologia e obstretícia). O objectivo principal é alertar as pessoas para o problema do que é o cancro, qual a sua incidência, quais as pessoas que poderão estar mais predispostas e o que fazer para se prevenir. Um estilo de vida saudável, alimentação sã e actividade física são sem dúvida a melhor forma de prevenção

24

para doenças cancerígenas. No caso específico de cancro da mama o rastreio pela mamografia em todas as mulheres a partir dos 40 anos é a mais eficaz. A 2 de Março em Oberfeulen, desta vez a convite do Club Senior Vital an Aktiv 50+ e em parceria com a ALGSO e o CASA, a Dra. Marlène Rodrigues (psicóloga clínica e da saúde, a exercer no Luxemburgo desde 2007) apresentou os diferentes factores psicológicos da doença e a grande importância do apoio familiar para a cura da doença. Este tipo de iniciativas pretende-se que sejam cada vez mais numerosas. As acções de esclarecimento sobre os mais diversos assuntos facultam às pessoas uma ideia mais objectiva sobre a problemática, livres de falsas interpretações e julgamentos. No caso concreto do cancro da mama pretende-se alertar para a ideia tabu : « é preferível não saber, de toda a maneira só acontece aos outros». Quanto mais conhecimento houver, melhor, pois assim consegue-se estar alertado para uma eventualidade


pessoal, familiar ou de um conhecido. Saber informar correctamente e o que fazer numa situação em concreto. Não se deseja que sejam apenas as mulheres a frequentar as acções de informação, mas também o sexo masculino, pois estes têm um papel de enorme importância no acompanhamento da mulher na doença, como parte integrante do casal. Assim como a restante família. Aqui fica o alerta para que sempre que ocorra uma iniciativa do género não deixe de participar, vai ver que se sentirá a sensação do dever cumprido. O saber é uma forma de prevenção. E quanto mais cedo se previne, mais rápida tende a ser a cura. Publicidade

Salão de cabeleireiro unissexo na cidade de Esch Alzette, com vários serviços de qualidade como de estética, manicure, pedicure e unhas de gel ao seu serviço, passa pelo nosso salão ou telefone para marcar a sua vez. 25 34 87 Rue de Belvaux n°10 L-4026 Esch sur Alzette * / * Telf.: +352 26 57


Futuro Associativo

T 42°

endo por base a paixão pelo futebol, a União Juventude de Esch apagou mais uma vela com os seus fundadores, algo que poucos poderão ainda ter a sorte de realizar. De facto, Fernando Couto e Vasco Guimarães, que a 18 de Março de 1970 estavam presentes em 2012 com António Gonçalves, atual presidente, e festejaram, orgulhosamente este dia. Esta associação não vive, nos dias de hoje, com a mesma energia e a mesma glória que no início. De facto, o contexto em que se insere modificou, sendo que

Anos de História A primeira associação portuguesa no Luxemburgo celebrou mais um ano de vida, lutando contra todas as adversidades, mas mantendo a união que sempre caracterizou este clube. a sua motivação primeira, o futebol, deixou de estar no centro da sua atividade. Numa altura de campeonato português, esta associação era das mais badaladas, mas desde que o campeonato português deixou de fazer parte do desporto luxemburguês, e não se tendo juntado a equipas luxemburguesas, o futebol deixou de ser a atividade deste clube. Confrontado com a possibilidade de atualizar a associação, de forma a se modelar nos dias de hoje, o presidente afirma, com uma certa tristeza, “é difícil dizer aos fundadores e aos mais antigos que este clube, que sempre existiu pelo e para

26

o futebol, deixará de viver futebol e passará a viver de uma outra atividade”. Este acredita que se fosse o caso, os mais antigos deixariam de aparecer e poderia ser um grande desgosto. Apesar de não ter a sua principal atividade na ordem do dia, de vez em quando ainda organizam algumas atividade futebolísticas. No entanto, hoje, esta associação vive mais de bailes e festas organizadas para animar aqueles que guardam um amor ao clube. De dia é o local predileto dos reformados, que passam tardes sem fim, simplesmente a falar. O presidente acredita que “para alguns, nós somos a sua companhia, o que faz com que não se sintam tão sozinhos”. Mas mesmo com estes a associação vem sentindo o efeito da crise, onde os reformados contam os cêntimos para se poderem pagar uma bebida para toda a tarde, sendo que por vezes o presidente tenta evitar aumentar os preços. A força deste clube sente-se com os mais antigos, mas


a vida dos dias de hoje, o contexto em que vivemos leva a que o presidente tenha um certo receio que “não haja uma nova geração para continuar com isto, eu terei de me afastar, sei que é um cargo de muita responsabilidade e que pede muito tempo, por isso precisamos de sangue novo, só espero que apareça quem acredite” Tal como outras associações, esta necessita da frescura da juventude, com novas ideias e novas paixões, que como comunidade portuguesa tão individual e assumida no Luxemburgo poderá fazer renascer o que os nossos pais ou avós construíram.

O presidente acredita que “para alguns, nós somos a sua companhia, o que faz com que não se sintam tão sozinhos”.

27


Futuro Associativo

Uma paixão azul e branca Um clube, uma história, uma paixão que tenta sempre manter-se no topo e no quotidiano de todos os portistas.

28

F

oi em 1984 que a casa do Futebol Clube do Porto abriu as portas no Luxemburgo. Um clube repleto de histórias que, tal como acontece em muitos países além Portugal, acolhe no Luxemburgo o seu cantinho. Uma história que se inicia no campeonato de futebol português do Luxemburgo, sendo que o primeiro grande jogo foi entre a equipa portista vinda diretamente de Portugal e a equipa da Jeunesse d’Esch. Em 1988 Jorge Nuno Pinto da Costa deslocou-se ao Luxemburgo em visita da sua casa. E foi na temporada de 9192 que, pela primeira vez, o F.C. Porto do Luxembur-


go sagra-se Campeão do Campeonato Português no Luxemburgo (F.A.P.L.). Foi em 2002 que é inaugurada a Casa do F.C.Porto na rue Adolphe Fisher no Luxemburgo, onde ainda hoje os adeptos se reúnem. Em 2007 esta filial é requalificada como a 9ª delegação (onde até então era a nº 51). Quando o campeonato português no Luxemburgo funde-se com o campeonato luxemburguês, a equipa de futebol torna-se ASL Porto. Mas a associação, a casa azul e branca mantém a sua identidade de sempre. A ASL Porto tem perdido adeptos, e isso vê-se na motivação dos seus jogadores, algo “que não se entende, somos tantos portistas mas tão poucos a apoiar o

clube”, um sentimento partilhado por todos. Muitos adeptos comentam que deixaram de ir ver os jogos porque a equipa perde, mas mesmo com vitórias, a verdade é que cada vez há menos adeptos a acompanhar este clube. A Casa do Porto, por seu lado, tem vindo a procurar sempre inovar e vangloriar o clube que representam, adaptando-se aos dias modernos, como recentemente com um campeonato de PS3. Mas como todas as paixões exigem trabalho e tempo, esta Casa continua à procura de novas caras com novas ideias, estão abertos a todas as propostas. Todos os dias, a Casa do F.C.Porto serve refeições diárias de qualidade e a preços bastante acessíveis. Frequentemente organizam serões de karaoke e atividades que vão propondo. Francisco Miranda Belchior (presidente) nos confia que “é difícil manter esta Casa aberta, quando temos de ajudar a nossa equipa a manter-se animada, muitas vezes a casa está cheia e no campo não há nenhum adepto”, e neste desabafo, “precisamos de adeptos, todos temos azul e branco no coração, e gostamos de festejar as vitórias do nosso clube, mas para podermos festejar as vitórias, os jogadores precisam de se sentir apoiados, e isso funciona tanto em Portugal como aqui”. As novas tecnologias precisam da juventude de hoje para poderem dar a sua entrada nesta Casa, sendo que “respeitando as nossas cores, nada nos impede de nos atualizar”, confia Alberto Soares, tesoureiro.

Foi em 2002 que é inaugurada a Casa do F.C.Porto na r ue Adolphe Fisher no Lux emburgo

29


Lazer

P

rocura um local agradável, com um toque de requinte e sabores para todos os

Modernidade e tradição de mãos dadas à mesa com os

“Les 3 Amis”

30

gostos? “Les 3 Amis” reúne todas estas características e muito mais. Proprietários deste estabelecimento há cerca de um ano, Alberto Pereira Mesquita, Maria de Lurdes Pereira Marques e Anabela Mendes souberam conjugar bom gosto e tradição num espaço único e convidativo. Boa disposição, profissionalismo e menus diversificados fazem deste restaurante o sucesso que os gerentes tanto aguardavam ao lançarem o projecto, reflectindo-se no seu trabalho quotidiano, num atendimento privilegiado, em que cada cliente é único e especial. Alberto Mesquita faz questão de dedicar grande parte do seu tempo à escuta das necessidades e desejos dos seus clientes, procurando alcançar um serviço de excelência. O espaço “Les 3 Amis” está vocacionado para todo o tipo de eventos: desde baptizados, comunhões a festas privadas ou almoços de negócio, a gerência promete não desiludir e tornar cada momento especial. A receita deste sucesso ? é simples: simpatia, um espaço requintado (com capacidade para cerca de 80 pessoas) e menus gourmet que atraem cada vez mais curiosos e surpreendem quem se deixa seduzir. Especialidades como o bacalhau na telha, polvo grelhado com gambas e “terra e mar” são muito apreciados. De terça a sexta-feira, os clientes podem contar com buffets quente e frio, mas também menus franceses e italianos, atraindo assim uma clientela cada vez mais diversificada e internacional.

Para acompanhar estas propostas culinárias, a casa propõe vinhos de requinte, que merecem uma degustação. Do Alentejo ao Douro, as principais regiões portuguesas encontram-se representadas em sabores autênticos, a par com vinhos da casa que não deixam os clientes indiferentes! Um pedaço de vinhas ao alcance de todos…


Mas as surpresas não ficam por aqui, e os doces típicos da casa deliciam as papilas gustativas mais exigentes. O Chefe aconselha o crepe selvagem, cujo apenas o nome atiça a curiosidade de muitos, mousse de coco com ananás e tiramisu. O estabelecimento encontra-se aberto de terça-feira a domingo, das 10h00 às 15h00 e a partir das 18h00, sendo que aos sábados apenas abre a partir das 17h00. E porque os gerentes estão atentos às novas tendências, um site internet e uma página Facebook estão ao dispor dos clientes. Após um ano de actividade, a gerência faz um balanço positivo das actividades e planeia já mais novidades para breve. Fique atento.

31


Lazer

Carros ecológicos O

s carros elétricos necessitam de bateria para serem usados, ao contrário dos outros tipos de automóveis (mesmo os ecológicos) que utilizam outro tipo de combustíveis e até outras energias para se movimentarem. No entanto, tal como acontece com todos os outros tipos de baterias, existem vários modelos, marcas e até performances que permitem a sua utilização durante um determinado período de tempo, denominado de autonomia das baterias. A necessidade de usar o seu automóvel durante várias horas por dia, leva que muitos condutores procurem as melhores soluções de autonomia para os seus veículos. Por isso vamos aqui deixar algumas indicações que deverá ter em atenção na sua procura. Existem as baterias de chumbo, as baterias de níquel e as baterias de lítio, sendo que são as últimas as mais indicadas, pela sua qualidade e pela autonomia que oferecem. De uma forma geral, a autonomia das baterias nos carros elétricos é contabilizada pelos quilómetros feitos e não pelo tempo de utilização. Durante muito tempo a autonomia destas era bastante reduzida, com poucos quilómetros testados, mas hoje em dia já existem valo-

32

Dentro dos carros ecológicos podemos destacar alguns tipos mais importantes: carros solares, carros eléctricos, carros a hidrogénio e carros a biocombustíveis

res muito mais altos, como é o caso do Audi A2 que bateu o novo recorde, com mais de 600km feitos com apenas uma carga feita. No entanto, como é lógico, esta autonomia depende muito da condução feita, sendo que quanto mais recursos o automóvel precisar, mais bateria vai gastar, por isso a sua autonomia será muito menor. Porém, dado que os veículos ecológicos, nomeadamente os carros elétricos, estão cada vez mais a ser utilizados, é necessário que a autonomia das baterias sejam sempre um motivo de discussão e melhoramentos. Assim, algumas marcas garantem que no prazo de 10 anos as baterias vão aguentar mais de 800km com apenas uma carga, o que em casos práticos, é quase como viajar do norte ao sul do nosso país (em linha reta, como é óbvio). Vantagens Os carros ecológicos estão cada vez mais presentes na nossa sociedade, no entanto poucos conhecem as suas reais vantagens de utilização, seja para os seus utilizadores ou para o planeta em si, já que é uma das suas principais vertentes. Poluição – os carros ecológicos permitem a condução sem qualquer tipo de emissão de gases poluentes,

sendo assim bastante vantajoso para o ambiente já que não contribuem (como acontece com os restantes veículos). Assim, além de estar a contribuir para um planeta mais saudável, estará ainda a comprometerse com a redução do efeito de estufa cada vez mais importante. Barulho – estes veículos permitem ainda uma condução bastante mais silenciosa, principalmente nos carros elétricos onde não existe o barulho do motor que foi substituído pelo motor elétrico, bastante mais silencioso. Existem exceções que podem não cumprir este requisito, no entanto na maior parte das vezes, o barulho é muito mais reduzido do que os carros normais, facilitando assim a condução. Custo – o custo associado a este tipo de veículo pode ser dividido em duas etapas, na compra e na manutenção. Na compra, é muito comum ver preços bastante elevados, principalmente pelos valores dos seus componentes, no entanto esse valor é atenuado através do custo baixo de manutenção e dos combustíveis usados, sejam os biocombustíveis ou as energias alternativas. É ainda importante salientar que estes veículos não pagam o pagamento de imposto sobre veículos e imposto

de circulação, o que reduz ainda mais os custos. É certo que existem outras vantagens dos carros ecológicos, nomeadamente no que diz respeito à sua utilização perante o planeta, no entanto estas três enumeradas são as mais importantes. Assim, se ainda não tem um carro ecológico e está à procura de uma boa solução, aguarde pelo lançamento dos carros ecológicos de 2011 e escolha o mais adequado para si.

Renault Twizy Com preços a partir de 6.990€, este carro eléctrico urbano está a ganhar cada vez mais adeptos. O modelo Twizy 45 tem uma potência de apenas 6 cavalos,mas para os que procuram um carro um pouco mais potente está prevista uma versão de 17 cv a um preço um pouco mais elevado mas que se mantem muito abaixo da média dos carros citadinos. O seu funcionamento é totalmente mantido por uma bateria de 100 quilos que fica totalmente carregada em cerca de 3 horas e meia. Para ter uma ideia, este citadino tem 1,19 metros de largura,1,46 m de altura e 2,32 metros de comprimento


33


Cada Caso É Um Caso.

A

hiperactividade é uma doença que se encontra directamente relacionada com o comportamento: défice de atenção / hiperactividade. Os sintomas da hiperactividade surgem antes dos 4 anos, intensificando-se até aos 7 anos de idade. A hiperactividade é mais comum no sexo masculino do que no sexo feminino. As crianças hiperactivas são mais propensas a acidentes e à medida que vão crescendo tornam-se agressivas, revelando comportamentos anti-sociais, podendo inclusivamente apresentar uma baixa auto-estima. Isto cria problemas não só para o bebé, a criança ou pessoa que tem problemas destes, mas para todas as crianças e pessoas que têm de interagir com ela. Ainda não se sabe qual a causa desta doença, contudo presume-se que pode resultar de um imaturo desenvolvimento cerebral, ou de um desequilíbrio da actividade química do cérebro. Existem investigadores que se inclinam para uma predisposição genética (pais hiperactivos, com problemas psicológicos ou neurológicos), como causa desta doença, assim como a associam ao consumo de tabaco, álcool e determinados medicamentos. Existe uma tendência para que os encarregados de

34

educação, professores e educadores, considerem uma criança hiperactiva, quando esta demonstra comportamentos de indisciplina ou se esta é simplesmente faladora. Contudo a criança deve ser examinada por especialistas (pedopsiquiatra, pediatra e psicólogo), que efectuarão exames ao nível da visão, audição, memória e aptidão mental, assim como realizarão uma avaliação dos comportamentos da criança (em casa e na escola). A prescrição de medicamentos deve ser efectuada apenas quando a criança entra na escola, e auxiliam-na ao nível da atenção, concentração, diminuição de movimentos compulsivos e melhoria da aprendizagem. Os medicamentos mais eficazes são os estimulantes, como o metilfenidato, a pemolina e a dextroanfetamina. Características específicas da criança hiperactiva ao nível da atenção: - Falta de atenção; - Presta pouca atenção a pormenores; - Dá erros por falta de atenção; -

Não conclui tarefas;

-

Distrai-se com facilidade;

- Dificuldades de organização; - Esquece-se facilmente de actividades diárias; - Perde objectos frequentemente; - Satura-se de tarefas que exijam concentração; etc. Características específicas da criança hiperactiva ao

nível da hiperactividade / impulsividade: -

É faladora e irrequieta;

- Apresenta dificuldades em brincar sem fazer barulho; - Está em constante movimento; - Intromete-se e interrompe assuntos com frequência; -

forma mais harmoniosa. Os gabinetes técnico especializados também são importantes para auxiliar o desenvolvimento do aluno, se este necessitar de apoio psicológico (acompanhamento individual e sessões de dinâmica de grupo); terapia da fala (desenvolvimento da expressão oral); psicomotricidade (desenvolvimento da lateralidade, coordenação, etc.).

Enerva-se com facilidade;

- Corre e trepa em locais impróprios e sem condições para fazê-lo;

Ensino-Aprendizagem As crianças com hiperactividade deverão beneficiar de um processo ensino-aprendizagem organizado e estruturado em que encarregados de educação, professores / educadores e restantes técnicos se envolvam de forma a elevar as características cognitivas, motoras e sócio-afectivas do aluno. A criança deve ser integrada no ensino especial ou no ensino regular consoante as suas necessidades e dificuldades. De qualquer forma, numa primeira fase a criança deverá frequentar uma sala de estimulação global (onde beneficiará de uma estimulação ao nível sensorial, psicomotora, etc.) e só posteriormente frequentar a escolaridade (onde numa fase mais avançada efectuará aquisições ao nível académico, de língua portuguesa, matemática, etc.). Estas crianças e jovens deverão em qualquer destas fases beneficiar de uma estimulação no âmbito da educação física, educação musical, informática, expressão plástica e expressão dramática, pois são áreas que contribuem para o desenvolvimento global da criança/jovem de uma

O processo ensino-aprendizagem deve estar organizado em função das necessidades do aluno, tendo em conta as suas vivências e experiências. Este deve ser delineado procurando desenvolver a capacidade de observação, atenção, memória, calma, concentração, autonomia pessoal e social, expressão, etc. Para além disto, deve auxiliar no desenvolvimento das habilidades e capacidades motoras, capacidade de trabalho individual e em grupo elevar a auto-estima e auto-confiança, assim como o respeito pelas regras sociais. O aluno deve ainda, se possível frequentar uma actividade desportiva (karaté, natação, etc.) extra-escolar, ou outras no âmbito da expressão plástica, ou informática, de forma a complementar a aprendizagem das matérias escolares.

Um grande Bem-Haja a todos os estimados leitores, sejam felizes e até à próxima edição com mais « Cada caso é um Caso ». Casso queiram participar, puderam enviar a suas cartas com seu problemas ou duvida com a total descrição da nossa parte. pudera enviar para: C.A.S.A. Magazine Cada caso é um Caso 15, Monté de Clausen, L-1343 Luxembourg Marlène RODRIGUES Psicóloga Clínica e da Saúde


“RENASCER” ogem me as palavras ao mesmo tempo que procuro escrever o que me vai na Alma. Há dias assim, há dias em que procuro entender cada grito dela, cada murmúrio...Tento aprofundar esta confusão que me desassossega, e mergulho no meu Eu, aquele que ainda não conheço, aquele que ainda me é estranho, ou não me faltassem algumas Primaveras mais para o conhecer...A cada momento da minha introspectiva, que se revela demorada vou procurando o porquê da minha insatisfação, analiso cada detalhe à medida que vou aprofundado...O foco são as decisões...Medito sobre elas, para onde me levam, na verdade elas são uma espécie de coordenadas que me irão levar a um determinado destino. Todavia na minha analise acabo por entender de que de facto estas decisões são importantes, e quase que obrigatórias no sentido de uma mudança. Na realidade uma decisão geralmente contempla uma mudanças é disso que se trata. No fundo a minha questão depois de analisada nesta minha viajem interior trata se de um renascimento que obrigatoriamente implica uma mudança, que por sua vez me obriga a uma decisão, no caminho que me leva ao destino, como podemos observar são três detalhes que marcam a diferença e que estão interligados:Decisão = Mudança = renascimento, três passos que muitas vezes nos levam a estradas novas por caminhos velhos. Depois de realizada a viagem ao meu Eu, depois de compreendidos os gritos da Alma, senti que o renascimento é algo natural, o renovamento obrigatoriamente faz parte da mudança, é de facto um bem necessário para cada Eu interior, para a sanidade do ser Humano. Basicamente tudo se renova, no ciclo necessário ao renascimento, as flores desabrocham depois da longa ausência do Inverno, os pássaros regressam talvez eles também tal como eu regressam da sua introspectiva, e sem duvida que regressam felizes na PRIMAVERA contemplando nos com as suas maravilhosas melodias.. Mudanças são sim humanamente aceitáveis ,no sentido de uma renovação, de um renascimento, e porque não concretiza lás para assim descobrir o destino, até a Natureza as utiliza. Na verdade eu vou depois desta minha viagem tirar partido do regresso desta PRIMAVERA para concretizar o tão ansiado renascimento... A ver vamos onde me leva o destino.

Patricia Ferreira (Poetiza Popular) Publicidade

35 17 A, allée John W. Léonard L-7526 Mersch


Este mês será um mês de transição, aonde terá de se aplicar mais que o normal. Falta pouco para começar a recolher os frutos de tudo o que tem plantado, é necessário que tome determinadas decisões com rapidez. Está para cima o tempo de consolidação para os problemas da sua vida, alguma paz interior.

Não seja tão apressado nas suas decisões, neste mês. Olhe em volta, analise bem todas as decisões que tomar, e separe bem a vida pessoal da profissional. Não aja sem conhecer todos os factos e sem fazer a sua própria investigação, se assim o fizer, se abrem caminhos deliciosos.

Este mês você está muito frágil e isto pode fazer com que tome atitudes inesperadas e inconsequentes. Cuidado com as decisões avaliem as consequências poderá vir a perder mais do que a ganhar. Modere-se e controle os seus ímpetos, que muitas vezes magoa quem o rodeiam.

É provável que este mês possa fazer uma viagem para esquecer todas as mágoas que tem passado nos últimos tempos, e descarregar todas as energias negativas . AMOR- Oiça a pessoa amada, ela poderá ajuda-lo a tomar as melhores decisões

eteu esta atitude vai ajuda loa que a pessoa amada tenha mais confiança em si SAÚDE- A Coluna

AMOR-Neste sector pode haver mais

conflitos controle-se SAÚDE – Articulações

AMOR – Pensamento positivo. SAÚDE - Rins

SAÚDE – Joelhos

Não se deixe ir a baixo, levante-se e não deixe cair os ombros em sinal de derrota. Você é forte e vai encontrar a paz interior. Não maltrate para não ser maltratado.

Este mês deve fazer do seu bem-estar a sua prioridade. Zele pelo seu físico e pelo seu lado espiritual, ou seja, preocupe-se mais com o seu eu. Estes poderão ser pequenos passos mas que farão toda a diferença. Comece a sentirse mais positivo assim vai começar por atrair situações favoráveis para a sua vida. AMOR – Aqui é mais positivo nas suas decisões SAÚDE – Dores de cabe

AMOR- Peça desculpa pelos erros que com-

Você tem que ser mais firme e objectivo nas suas decisões. Não se deixe levar pelo coração, mas sim pela sua intuição. Este mês ainda tem alguns espinhos para si, mas tem tendência a melhorar. A aproximação de alguém amiga que vai ajudar nas mudanças da sua vida. AMOR – Você não sabe que caminho

tomar, não pense tanto siga em frente. SAÚDE –Infecções

AMOR – Só através de muita análise. Não tenham pressa SAÚDE –Problemas respiratórios

Sabe qual o segredo para ultrapassar todas as barreiras que surgem este mês? Focar-se no amor. Não é através da revolta, nem da raiva que vai atingir os seus objectivos. Tenha cuidado com os falsos amigos ou com propostas desonestas. Pare e analise antes de confiar.

Essa inconstância que sente, poderá vir a causar ansiedade, por isso deve parar pensar e perceber o que quer antes de dar mais passos. Os seus últimos passos poderão não ter sido os melhores e provavelmente precisará corrigi-los pois terá magoado alguém pelo caminho.

AMOR – Muito bom

AMOR –Não faça aos outros o que não

SAÚDE–Artérias

36

quer que faça para si SAÚDE –Alergia e ossos

Este mês não se perca do seu verdadeiro caminho, por influência de outras pessoas. Pode ouvir os conselhos, mas não tem que segui-los, pois a única pessoa que sabe o que quer é melhor para nós, somos nós mesmos. No trabalho, existem decisões para serem tomadas o mais rápido possível. AMOR – Pare de cobrar dos outros aquilo que você não sabe dar. Dê para receber SAÚDE –Pele

Este mês pede- lhe que não foque apenas na sua sexualidade. Procure acalmar a sua mente, para que possa encontrar o que há de melhor em si. Esta será a melhor forma de harmonizar consigo e com quem o rodeia. No trabalho é bom manter a calma em todas as situações. AMOR –Como anda nervoso é melhor

dedicar-se à família

SAÚDE– Infecções

Este mês saia da sua zona de conforto, e atreva-se a ter um pouco menos de timidez. Está na hora de mostrar o que vale. Mostre os seus valores, a sua força e a sua criatividade. Todos estes valores aliados ao seu bom – senso e á sua generosidade poderão deixa-lo a frente da corrida. Bom mês para tomar decisões. AMOR – Bom mês

SAÚDE –Ossos


Mousse Rápida de Chocolate Ingredientes: 250 grs. de Chocolate para Culinária ralado

Barato

30 M

Fácil

6 colheres de sopa de água a ferver 4 ovos 2 colheres de sopa de Rum raspas de chocolate q.b . cerejas em calda q.b.

Receita:

Ponha o Chocolate para Culinária no liquidificador. Ligue o liquidificador para bater um pouco. Acrescente a água a ferver e bata até obter um creme homogéneo. Junte as gemas, uma de cada vez, e o rum. Bata por mais 1minuto. Reserve. Bata as claras em castelo firme. Deite a mistura de chocolate aos poucos sobre as claras e mexa cuidadosamente, sem bater até que todo o branco das claras desapareça. Distribua a mousse por taças individuais. Leve ao frigorífico até ficar firme. Sirva decorada com raspas de chocolate e uma cereja. Publicidade

“Casa Das Bifanas” Pode contar todos os dias da semana com prato do dia a preços convidativos e vários petiscos tradicionais. Um espaço convidativo ao convívio e eventos. Proprietários Martinez Angel & Abilen

“Los Amigos” Um ponto de encontro para os amantes de desporto. com um serviço exclusivo de multimédia televisiva. 81, 78, R. de Bonnevoie, L-1260 Luxembourg * / * Tel.: 27 99 59 66 / 27 99 20 19

37


Humor Passatempo

Humor & Divertimento Descubra as diferencias: 7

Adivinhas: 1° - Qual é coisa qual

é ela que tem um olho de vidro e tira antes de dar?

-Qual é coisa, qual é ela, que quando seca fica molhada?

3° - O que será, que será

que são sete e são irmãos. Cinco vão à feira e só dois é que não?.

4° - Qual é coisa, qual é ela, que cai de pé e corre deitada?

Resultados: revista 04

Adivinhas:

1° - UM PAR DE MEIAS. 2° - O PÃO 3° - O GARFO 4° - O CABO 5° - OS PALITOS DE UMA CAIXA DE FÓSFOROS 38

5° - Qual é coisa, qual é ela,

que sobe e desce escadas, sem nunca se mexer?

6° - O que será, que será,

que quanto mais cresce. menos se vê?


-Portugal

é o país que concorre há mais tempo sem nunca ter ganho um Festival Eurovisão da Canção? -Segundo o ranking mundial de clubes de todos os tempos da IFFHS, o Futebol Clube do Porto é considerado o maior dos países de língua portuguesa e o 12º maior do mundo? -Maria Teresa de Filippis foi a primeira mulher na história a disputar um Grande Prêmio de Fórmula 1? -O gamão, considerado um dos mais antigos passatempos, é chamado de o rei dos jogos e o jogo dos reis? -O primeiro filme do cinema português foi realizado na Rua de Santa Catarina, no Porto, em 1896 por Aurélio Paz dos Reis e chamava-se “Saída do Pessoal Operário da Fábrica Confiança”? -Os habitantes do Porto são conhecidos como tripeiros pois doaram toda a carne disponível à armada que partiu para conquistar Ceuta em 1415 e ficaram apenas com as vísceras para comer, o que por sua vez deu origem ao prato tradicional as “tripas à moda do Porto”? -Desde o ano 2000 a moeda oficial de Timor Leste é o dólar dos Estados Unidos?

-O planisfério de Cantino é a mais antiga carta náutica remanescente, na qual figuram os descobrimentos portugueses, tanto no oriente quanto no ocidente, incluindo a costa do Brasil e a linha de Tordesilhas? 39


40


41


Super -Tombola Anual

42

32° Aniversário do C.A.S.A.

18° Festival de Solidariedade

Sábado 21 Abril 2012

Sábado 28 Abril 2012

1° Prémio nº 0084

1° Prémio nº 0145

2° Prémio nº 0086

2° Prémio nº 0116

3° Prémio nº 0192

3° Prémio nº 0263

4° Prémio nº 0143

4° Prémio nº 0098


43


Números Úteis Policia 113 Urgências Ambulâncias, Bombeiros, Proteção civil, Hospitais, Médicos, farmácias e veterinários de serviço 112 Embaixada de Portugal 46 61 90 1 Consulado Geral de Portugal 45 33 47 11 Instituto Camões 46 33 71 1 Santa Casa da Misericórdia 26 43 19 51 Missão Católica Portuguesa Lux. 47 15 52 Missão Católica Portuguesa Esch/Alzette 54 06 69 União dos consumidores 57 49 61 / 49 60 22 1 LCGB 49 94 24 OGBL 54 05 45 1 / 26 54 37 77 SOS Dépannage et Remorquage 37 88 37 1 ACL 45 00 45 1 SERVIOR – Séniores 47 20 21 1 RBS – Séniores 36 04 78 HELP – Cruz Vermelha 26 70 26 SOS Détresse ajuda por telefone 45 45 45 Femmes en Détresse 40 73 35 Femmes en Détresse - informação, ajuda e suporte 12344 Ajuda a crianças 12345 Europa Donna – ajuda ao cancro da mama 26561323/621478394 Parlamento Europeu 4300 1 Comissão das Comunidades Europeias 4301 1 Caisse Nationale de Sante 2757 1 Caisse Nationale des Prestations Familiales 477153 1 Adem Lux. 247 85 300 Esch/Alzette. 247 75 401 Diekirch. 802929 1 OLAI – Office Luxembourg de l’accuiel et de l’Intégration 247 85 700 Fonds nationale de Solidarité 49 10 81 -1 Ministère des Affaires Etrangères et de l’Immigration Direction de l’Immigration 247-84 040

44


www.radiolatina.lu

101.2 - 103.1 FM

45


1 an!

s e g a t n a v a s o n z e r v u Déco ! n i u j e d s i o m u d e r i anniversa Pendant tout le mois de juin, flibco.com fête le premier anniversaire de sa ligne Luxembourg - Portugal. L’occasion idéale pour fêter avec nous et profiter de nos avantages anniversaire! Plus d’informations sur www.flibco.com

46

SLA VT-20120514-1634

Déjà?

C.A.S.A. Magazine N°5  

O C.A.S.A. Magazine foi criado com o intuito de preencher uma lacuna existente nas publicações de expressão portuguesas existentes no do Grã...