Page 1

REVISTA Edição nº 3 - Novembro/2012

SUA FAMÍLIA PODE SER MAIS FELIZ COMEMORE SEU DIVÓRCIO

RECONSTRUINDO O AMOR CONJUGAL


Sumário Evento

Ministério

Ação social Encasa Família O ministério Encasa Família realiza ação social beneficiando famílias carentes.

7

O que é o Encasa Família Saiba mais sobre o projeto e seus objetivos

14

Artigo Cursos

8

Curso para Noivos O curso “Antes do Sim” ajuda casais que estão se preparando para este novo desafio em suas vidas.

Testemunho

9

Amor que perdoa, amor que restaura Conheça as histórias de casais que fizeram o curso “Eu disse Sim”

Sociedade CRIMES EM REDE Violência e a criminalidade

Sua família pode ser mais feliz Pr. Josué Gonçalves Reconstruindo o Amor conjugal Sandra Xavier e Romes Xavier Homem de Verdade Pr. Mac Anderson Casamento, mais que um evento Pr. Paulo Júnior

15 16 17 18

Notícias da Internet

12

Comemore seu Divórcio! Pr. Enoque Lima

22

EXPEDIENTE REVISTA

Revista ENCASA é uma publicação da Associação Encasa: Ministério de Famílias. As matérias assinadas por colaboradores e articulistas são de responsabilidade dos mesmos e não expressam necessariamente nossa opinião.

PRESIDENTE Uerles Cesario Jucelena Peres VICE PRESIDENTE Antônio Junior Shirley Florência EDITORES Carlos Antônio de Souza Simony Malaquias

JORNALISTA RESPONSÁVEL Vivian Béda MTB/Go 2835 PROJETO VISUAL Rodrigo Martins IMPRESSÃO Grafica América REVISÃO GERAL Enoque Lima


Editorial

FAMÍLIAS SEM CRISTO

P

or onde temos andado percebemos que as famílias estão enfrentando uma crise profunda de valores, de identidade e também espiritualmente. O número de famílias disfuncionais cresce a cada ano, os valores estão sendo pervertidos por meio dos meios de comunicação e até mesmo nas próprias instituições de ensino já não se pode confiar num ensino de valores cristãos. Subjaz tudo isso o fato de que as famílias estão longe de Deus. Não existe comprometimento, arrependimento e piedade. Os valores passam por uma mudança significativa. Uma nova geração surge marcada pela tecnologia e pelos valores pós-modernos. Com pressupostos humanistas caminham para uma vida desprovida de verdades absolutas e vivem numa constante transformação. Esta geração se espelha em modelos “multiformes”, caminham pela estrada do descartável. Já não se pode aplicar disciplina. Cada um segue seu caminho e toma suas decisões. Senhores de si caminham para a própria destruição. A crise então está instalada. Sem valores a família caminha para a perca de sua identidade. Cada vez mais crianças crescem com problemas de entenderem o que são e qual o seu papel. Estamos vendo a célula mater da sociedade ser minada na sua estrutura mais básica: o casal. Antes o casamento era uma instituição venerada e respeita na sociedade. Como o passar do tempo e da perca da identidade dos

4

R EVISTA ENCASA

membros da família novas configurações surgem e querem ser aceitas. Homossexuais reivindicam o direito ao casamento e não menos que isso também o direito de criarem filhos. Imaginem como está a cabeça dessas crianças. Os problemas estão cada vez mais próximos de nós. Antes só ouvíamos falar dos problemas pelos meios de comunicação. Agora são nossos parentes, vizinhos e até mesmos muitos de nós que estão enfrentando situações agravantes. Os divórcios, valores invertidos, os pecados sexuais tidos como normais, a falta de verdades absolutas forjam famílias fracas, desajustadas e cada vez mais dominadas por um espírito da época que tem como características a fragmentação, a absorção de tudo sem crivo e uma liberdade que na realidade leva a uma vida sem limites, padrões ou valores duradouros.


Editorial As famílias estão sem Cristo. Suas decisões, seus desejos e seus projetos não passam pela cruz. Pelo contrário, fogem dela. Ao invés de uma vida de abnegação e comprometimento com o outro, estamos vendo o egoísmo exarcebado. No lugar de dialogo, compreensão e apoio mútuo, estão caminhando para o individualismo, os relacionamentos interesseiros, vazios e pelo hedonismo. Sem Cristo não há valores reais, sem Cristo toda mensagem de amor e espiritualidade é apenas um discurso farisaico e vazio. Sem Cristo a família é massacrada, corrompida e anulada em sua proposta original. Não foi assim desde o começo. Deus criou o homem e a mulher para terem uma vida vibrante em sua presença. Como seus representantes cuidariam do jardim, produziriam e cresceriam em suas atividades culturais formando uma sociedade criativa, altruísta e com valores

(62)

reais. Além disso, no plano original de Deus haveria uma perfeita comunhão dEle com a família. Esta é então nossa batalha, mostrar para a humanidade que famílias fazem parte do propósito de Deus para vida dos homens e que em sua soberania e graça aprouve escolher as famílias como lugar de desenvolvimento dos indivíduos. Portanto, os valores, identidade e vida espiritual devem ser gerados no seio da família (Dt 6.6) e a partir dela atingir toda sociedade (Sl 128). Que esta seja nossa meta, nossa vida, nosso ministério, nosso alvo. Pr. Antônio Junior Que Deus nos Pra. Shirley Florencia ajude!

3211-1166 R EVISTA ENCASA

5


Da Redação

A

Vívian Béda. Jornalista e Editora MTB/GO 2835

o receber o convite para ser a editora da revista Encasa senti-me privilegiada e ao mesmo tempo extremamente responsabilizada, pois trabalho com informação e as notícias do dia a dia não são nada animadoras para a família, os valores e paradigmas tão bem estabelecidos no passado, hoje são revirados de cabeça para baixo e recolocados de uma maneira totalmente contrario a palavra de Deus. Acredito que o Ministério Encasa desempenha um papel fundamental na restauração dos verdadeiros valores familiares, e que nossa revista contribuirá significativamente para divulgação desses valores. Aos nossos parceiros e colaboradores muito obrigado. A toda nossa equipe de trabalho nosso reconhecimento pelo esforço e dedicação nesta edição.


EVENTO

AÇÃO SOCIAL ENCASA FAMÍLIA

A

lém dos cursos oferecidos aos casais o ministério Encasa Família realiza ação social beneficiando famílias carentes. Foi realizado em creche de nossa cidade distribuição de brinquedos para crianças carentes, apresentação com peças teatrais, palhaços que alegraram os pequeninos e um delicioso lanche para todos. O Encasa Família também esteve presente em centro de recuperação de dependentes químicos da nossa cidade levando alimentos, roupas e dedicando parte do tempo e habilidades, ministrando a palavra, louvores a Deus que alegram corações carentes de afeto e atenção, conversando com os recuperandos encorajando-os a continuar lutando por uma vida de liberdade em Jesus. O ministério Encasa Família atua há mais de 10 anos em diversas igrejas e entidades sociais, desenvolvendo seu trabalho para gloria de nosso Deus e beneficio da família.

R EVISTA ENCASA

7


CURSOS

CURSO DE NOIVOS Durante alguns anos acompanhando e aconselhando casais temos detectado que não são poucas as crises enfrentadas pelas famílias em decorrência de contraírem o matrimônio sem a compreensão do que é “tornar uma só carne”. O não preparo para está importante decisão tem acarretado serias conseqüências, e o processo de “tornar se um” se faz necessário avaliar, compreender e decidir sobre vários aspectos da vida, e há alguns pilares de suma importância que compreendido na fase do noivado o conduzirá a refletir a vontade de Deus em sua vida Visando ajudar casais que estão se preparando para este novo desafio em suas vidas fora escrito esta excelente obra para orientá-los

sendo fiel aos valores e princípios bíblico sendo assim um preventivo diante das adversidades. O curso é mais uma contribuição prática para os nossos jovens casais visando amadurecer sua importante decisão de viver uma vida a dois, “deixando seus pais” deixando algumas comodidades, hábitos... E dedicando-se ao outro, unindo-se a ele e ao mesmo tempo crescendo em direção à maturidade, capacitando-os a construírem uma relação duradoura, formando assim famílias que amam a Deus e vivam em unidade, e podendo assim contribuir para o fortalecimento do reino de Deus.

Áudio Profissional e Instrumentos Musicais (62) 3293-0088 Av. São Paulo nº 741 St. Campinas Goiânia - GO

8

R EVISTA ENCASA


Testemunhos

Amor que perdoa, amor que restaura Graça e paz. Sou Jader Francisco, casado com Cristiana e pai de João Victor (sete anos) e Davy Helias ainda em gestação (38 semanas), somos membros da Igreja Esperança Veiga Jardim. Somos uma família feliz em Cristo. Nem sempre fomos essa família unida e feliz. Quando solteiro desviei-me dos caminhos do Senhor, comecei a beber e aprofundar-me no “mundo” das drogas. Conheci a Cristiana construindo um relacionamento estável de amor e respeito, tudo estava bem, com meu ótimo salário não me faltava nada, mas logo comecei a andar com “amigos da vida fácil” afastando-me de minha esposa que estava grávida. Perdi minha família com minha ausência no lar, chegando ao absurdo de não acompanhar o crescimento de meu filho até os três anos de idade, perdi momentos importantes de meu pequeno João Victor. Envolvi-me em um relacionamento extraconjugal, e infelizmente tornei-me também usuário de COCAINA e vendedor da mesma, apesar das vendas (lucro) servir mais para meu consumo. Gastava o dinheiro do aluguel para sustentar meu vicio, chegando a overdose duas vezes e indo parar no hospital. Decidimos então pelo divórcio, contei tudo para minha esposa, pois estava com “outra” ha mais de dois anos. O amor de minha esposa surpreendeu-me, pois recebi seu perdão mesmo sabendo de tudo. Seu perdão foi o começo, porem ainda faltava Jesus em nossos corações e a cicatrização das feridas abertas. Graças a Deus conhecemos o casal de pastores Carlos Zago e Valeria Zago que investiram em nossas vidas com muito amor e carinho, nos apresentaram Jesus como único salvador e restaurador. Não resistir ao amor de Cristo, entreguei meus caminhos ao Senhor Jesus, eu e minha esposa, depois de um abençoado culto. Os falsos amigos sumiram e as dificuldades

financeiras aumentaram, mas graças a Deus pelo também casal de pastores Valmir e Nalva, pois deles recebemos o convite para fazermos o curso de casais “EU DISSE SIM”, e atra- O casal Jader e Cristiana vés deste curso nossos com seu filho João Victor corações foram totalmente curados, aprendemos sobre aliança, responsabilidades do homem e da mulher no lar, convivencia, prioridades, aprendendo a honrar o conjuge, conflitos na vida espiritual do casal, perdão, reconstruindo o amor conjugal, intimidade e ministério. Depois do curso mudamos de vida completamente, hoje somos “pastores de família” na igreja dirigido pelos pastores Nelson Elias e Valeria. Aprendi que minha família é prioridade em minha vida, pois é uma dádiva de DEUS. Devo tudo isso em primeiro lugar a DEUS e depois a minha querida esposa, pois seu amor e cuidado não abandonaram-me quando todos viraram as costas. Minha família foi reconstruída, ganhei meu emprego de volta,compramos nossa casa, nosso carro, tenho meu “nome” de volta. Minha esposa hoje tem o sorriso mais lindo do mundo, meu filho é meu melhor amigo, somos pela graça e misericórdia de Deus uma referencia de família feliz. Não perca a esperança, sempre existira uma solução para seu casamento, muitas vezes o erro não esta no outro e sim em você mesmo, ame mais seu cônjuge, brinque mais com seus filhos, aproveite intensamente o momento familia e seja feliz com Jesus. Obrigado Jesus, obrigado minha queria esposa Cristiana. A MULHER SABIA EDIFICA A SUA CASA... Provérbios 14.1 R EVISTA ENCASA

9


Testemunhos

Carlos & Simony Ao longo destes anos ministrando cursos de casais “Eu Disse Sim”, vários testemunhos ajudaram-nos a continuar, motivando-nos apesar das situações adversas Monitores do curso que tentam nos parar. Destacamos uma turma muito especial onde dois casais estavam em completa ruína, um dos casais estavam separados ha mais de três anos, o outro, alguns meses. Humanamente não havia solução, foi um verdadeiro desafio que nos levou a um tempo especial de jejum e oração intercessória por eles. Ainda durante a ministração do curso, o

casal separado há mais de três anos reatou seu casamento, bem como o outro casal com menor tempo de divorcio também, um verdadeiro milagre produzido por nosso Senhor Jesus, pois nosso curso é apenas um instrumento de benção para a família, toda recuperação familiar é realizada por nosso Deus. Com nossa experiência percebemos em muitos casais a falta de disposição em lutar pelo casamento tirando tempo para investir, orar e estudar a palavra de Deus em família. O casal deve compartilhar os problemas permitindo que seja sarado por Jesus, (Tg 5.16) e assim continuar lutando por relacionamento duradouro e vivido dentro dos princípios e valores bíblicos.

Euvaldo & Priscila É de grande importância participar do curso “Eu disse sim”, pois nos faz relembrar valores, a resgatá-los dentro da família, consolidandoas, não só como um projeto válido para a igreja, mas para toda a sociedade, atuando na preservação e no fortalecimento dos laços relacionais familiares. Não são poucas as horas de planejamento, oração e ação efetiva que naturalemente norteiam todo o trabalho do Ministério Encasa Família, do qual fazemos parte.

Nossa preocupação sempre será a valorização da família e sua sustentação como célula mater da sociedade, pois buscamos o compartilhar de experiência e o ensino das lições que são base de um Monitores do curso relacionamento duradouro e feliz, primando sempre pela obediência ao senhorio de Cristo, nossa base e sustento familiar.

Pastor Romeu & Pra. Ivone Consolidação para a felicidade Apesar de minha experiência como pastor, pai e esposo, reconheço que o curso de Casais “Eu Disse Sim” acrescentou muito em minha vida, pois acredito na consolidação familiar para a felicidade não só do casal e filhos, mas também da igreja.

10

R EVISTA ENCASA

A família como base de toda sociedade tem sido fragilizada por conceitos e valores extremamente malignos, mas graças a Deus por todo o trabalho do Encasa e seus colaboradores que lutam por uma família forte e feliz. Parabéns a todos que fazem do Encasa um verdadeiro instrumento de benção na consolidação familiar. Pr. Romeu Ivo - Presidente da Igreja Esperança.


Testemunhos

Paulo & Euzania Resgatando o mais importantes, Deus. Eu pensava que o curso apenas tratava do relacionamento do casal, mas percebi que ele vai, além disso, na verdade ele trás Deus para dentro de nosso casamento. Ele restaura não só a vida conjugal, mas uma vida com Deus, cada lição tornou-se vida para nosso casamento.

Sergio & Danielle Aprendizado preventivo. O início do nosso relacionamento foi um pouco difícil e o curso abriu uma oportunidade para que nos conhecêssemos melhor como casal. Fazer este curso ainda no início do nosso casamento foi muito bom ajudou-nos prevenir em muitas situações. As lições de aprendizados nos compartilhamentos, o espaço abertos para o casal dialogar foi muito importante, pois não havia atrito, era um momento de aprendizado. Obrigado Encasa Família, obrigado Senhor Jesus.

Valmir & Reginalva A dor do coração de um pai e uma mãe Durante uma de nossas ministrações do curso, nosso filho foi preso. Seria normal parar e socorrê-lo, porém continuamos a ministração, mesmo com coração angustiado escolhemos confiar na ação sobrenatural de nosso Deus que guardaria nosso filho. Através dessa dor de pai e mãe nossa motivação foi maior, e todo esforço alcançou resultados expressivos na ministração do curso e nosso Deus realmente cuidou de nosso filho. A dor que cura casais, sentimos literalmente, a misericórdia que perdoa, ministramos com amor vívido. R EVISTA ENCASA

11


SOCIEDADE

CRIMES EM REDE

D

ados estatísticos da Agência Goiana do Sistema de Execução Penal, Agsep, referentes aos três últimos anos, divulgados em agosto deste ano, mostram, entre tantas revelações, dois curiosos aspectos: houve o aumento de crimes como roubos e latrocínios, bem como, dos crimes de tráfico de entorpecentes; e verificou-se que os crimes qualificados registram maior aumento, indicando que a agressividade dos criminosos está potencializada. Outra constatação insofismável é que cada vez mais jovens povoam o mundo do crime, vez que cerca de 80% da população carcerária é composta de pessoas na faixa etária dos 18 aos 29 anos. Nesse sentido, numa análise empírica, ainda carente de um estudo científico mais aprofundado, pode-se dizer que quanto maior o avanço das drogas sobre a sociedade mais acelerado está o aumento da criminalidade? Essa é uma questão importante de ser considerada nas políticas públicas de segurança, na medida em que sugere uma estratégia ampla e direcionada à conscientização sobre o mal que as drogas fazem aos usuários e suas famílias, além de, no fim das contas, elas atingirem, direta e indiretamente, a segurança de todos. A apreciação parece simplista, mas envolve um movimento complexo de ativação de uma série de atividades correlacionadas, que juntamente funcionam para a manutenção e ampliação do crime: para o custeamento do tráfico os criminosos se articulam em várias frentes de delitos, organizados em quadrilhas que agem de maneira estratégica contra os mecanismos policiais e as estruturas coercitivas do Estado. Na outra ponta, está o usuário, que de refém das drogas pode também passar à condi-

12

R EVISTA ENCASA

ção de criminoso, sustentando, assim, o próprio crime. As drogas, por sua vez, aparecem mais sofisticadas e é cada vez maior a parcela da sociedade submetida a esse mal, seja como viciada seja como vítima dos crimes oriundos dessa rede. Tendo isso em vista, de uma maneira mais ampla, o governo brasileiro deve observar esse momento com o máximo de cuidado e mover-se em ações de enfrentamento da questão, catalisando os esforços dos estados e da sociedade organizada. De nada adiantarão esforços isolados, sem planejamento estratégico, sem integração das forças policiais, sem o necessário compartilhamento dos setores de inteligência e comunicação de dados e informações entre os diversos atores estatais, incluindo aqui o Ministério Público, o poder judiciário e o sistema de execução penal. Com efeito, em meados da década de 80, o crack surgiu como um turbilhão no tecido social brasileiro, especialmente nas áreas mais pobres que logo foram conflagradas pelas organizações criminosas com muita competência.


NOTÍCIAS DA INTERNET Em duas décadas, o crack já tinha cobrado um alto preço, deixando problemas físicos e emocionais sérios não apenas em seus usuários, mas em comunidades inteiras, em todas as classes sociais. Assim, as iniciativas de prevenção e tratamento aos dependentes químicos devem sair dos programas eleitoreiros dos candidatos em época de votação e das salas refrigeradas dos burocráticos gabinetes de planejamento e ganhar as ruas, os guetos, as praças e os mais diversos logradouros públicos. Não podemos olvidar que o Brasil é hoje o maior consumidor de crack e o segundo maior consumidor de cocaína do mundo. Isso é muitíssimo grave e aumenta sobremaneira a complexidade do problema. Não podemos empreender um plano eficaz de enfrentamento ao crime e à violência no Brasil – que, aliás, assola a sociedade e, mormente, os grandes centros urbanos –, sem antes compreendermos essa equação que se faz notória: maior consumo de drogas, maior criminalida-

de comum, maior criminalidade organizada. A violência no Brasil hoje significa principalmente uma afronta ao Estado Democrático de Direito e às garantias constitucionais de pleno desenvolvimento sustentável de nossa nação. Resgatar a paz, a liberdade, o direito de viver, é sem dúvida o maior desafio dos mandatários de nosso País. Mas é preciso que sejam adotadas medidas repressivas e preventivas efetivas, e não um acervo de pirotecnias e contemplações apelativas, mescladas de extorsões junto às entidades públicas e pobres da população, que assistimos por aí, através de alguns arremedos de projetos. EDEMUNDO DIAS DE OLIVEIRA FILHO Delegado de Polícia (aposentado). Pastor Evangélico. Escritor. Mestre em Direito Público (Unex/Espanha). Presidente da Ag. Goiana do Sistema de Execução Penal.

R EVISTA ENCASA

13


Ministério

O QUE É

ENCASA? O ENCASA é uma associação que visa auxiliar as famílias dentro das diversas problemáticas existentes nesse mundo moderno, propondo soluções à luz das escrituras e colaborando no fortalecimento dos cônjuges e no estabelecimento de um lar feliz. O ENCASA tem como objetivo instrumentalizar igrejas com ferramentas para trabalhar com famílias. Nesse sentido a associação disponibiliza o curso para casais “Eu disse sim”. Várias igrejas já utilizam essa ferramenta. São inúmeros os testemunhos de curas e restauração de casais que fizeram o curso como última tentativa de salvar seus casamentos e tiveram uma renovação total no seu relacionamento. O curso possui dez lições sobre assuntos de grande relevância e conflituosas do casamento. Será apenas três meses de duração, que com certeza, poderá impulsionar o seu casamento. Em 2012 lançamos o curso “Mulheres de Fé” com o propósito de fortalecer as mulheres na fé e prepará-las para os grandes desafios da vida. O curso apresenta dez mulheres da Bíblia que foram exemplos a serem seguidos. As lições procuram apresentar todas as características dessas mulheres que fizerem a diferença no seu tempo, mas que até hoje inspiram e motivam. A última novidade do ENCASA é o lançamento do curso para noivos, “Antes

14

R EVISTA ENCASA

Associação Encasa: Ministério de Famílias do sim”, que estará disponível para todas as igrejas a partir de janeiro de 2013. Ele vem preencher uma necessidade muito grande na maioria das igrejas que desejam preparar os seus jovens para o casamento. Sabemos que o sucesso do matrimônio começa com uma boa preparação dos noivos para enfrentar os desafios da formação do lar. O curso de noivos apresentam lições fundamentais para os que desejam obter sucesso na constituição de sua nova família. Entendemos que Deus levantou essa associação para fazer a diferença e contribuir numa área tão esquecida, mas de vital importância para as igrejas e para a sociedade, que são as famílias. Nosso desejo é que onde estiver uma igreja, haja também um ministério de famílias trabalhando e cuidando dos noivos e dos matrimônios, utilizando das ferramentas que disponibilizamos: o curso para casais “Eu disse sim” e o curso para noivos “Antes do Sim”.

Pr. Uerles Cesario e Pra. Jucelena Peres


Artigo

SUA FAMÍLIA PODE SER MAIS FELIZ Pr. Josué Gonçalves

O

primeiro e mais importante ministério é a família. Devemos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para que nossas famílias sejam felizes. Nenhuma tarefa é mais importante do que a de amar a família. Santidade e poder começam no lar. Não se pode destruir um homem que ama sua família. Comece hoje mesmo a fazer algumas escolhas radicais em favor de sua família. Ainda que você não possa mudar todas as coisas erradas, existem muitas coisas que você pode transformar. Comece com as pequenas coisas. Cada pequena conquista lhe dará novo ânimo para continuar tentando, até transformar coisas maiores. A fé pode romper a crosta do impossível. A dor parece abrir a força o coração para que ele possa experimentar mais amor. Porque muitos corações precisam ser quebrados a fim de alcançar transformação. Quase todas as atividades do nosso corpo que encaramos com irritação ou desgosto, como bolhas, calos, inchaço, febre, espirros, tosse, vômitos e especialmente a dor, são reações de defesa do organismo. Sem estes sinais de advertência e passos no processo da cura, viveríamos em grande perigo. Você não pode alterar seu passado, mas as páginas do seu futuro estão completamente brancas. Comece a escrevê-las agora mesmo. A partir de você, toda a sua geração será transformada. Você é a semente de Deus que vai gerar nova vida e um relacionamento saudável e lindo. A felicidade tão sonhada vai iniciar-se com você. Você é o precursor,

o ponto de partida de um novo amanhecer. Através de você as promessas de Deus se tornarão realidade em sua família. Trabalhe duro e espere um milagre. Nós faremos o nosso melhor; Deus fará o resto. Para o futuro bem-estar da família, o casal deve desenvolver um ao outro, da mesma forma que aperfeiçoa a fé, o caráter, e saúde de seus filhos. A responsabilidade de edificar uma família feliz e saudável é totalmente sua. Entretanto, saiba que transformar a sua família não é tarefa sua, embora você tome parte no processo. Sua responsabilidade é descobrir a vontade de Deus e obedecê-la. Reconheça-o como o idealizador, condutor e protetor da família; ele é o edificador pôr excelência e lhe dará esperança e coragem. Dependa de Deus, para que este desenvolvimento saudável e dinâmico aconteça. Coloque sua vida nas mãos do Senhor. Confie n’Ele, e Ele o ajudará. Deus pode fazer aquilo que nós não podemos. Ninguém quer mais o bem estar da família do que Deus. O próprio Deus uniu vocês. Não permita que nada, nem ninguém destruam esta união. R EVISTA ENCASA

15


Artigo

RECONSTRUINDO

O AMOR CONJUGAL Sandra Xavier e Romes Xavier Efesios 3.20-21

"Ora, aquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós, a ele seja a gloria, na igreja e em Cristo Jesus, pro todas as geracoes, para todo o sempre. Amem!"

P

ara um relacionamento a dois não existe uma formula mágica de sucesso, nem uma receita única como de um bolo, mas agradeço ao meu Deus, pois através do curso “Eu disse sim” aprendi que é possível resgatar o amor, incentivar uma vida de fé no relacionamento e mudar hábitos e atitudes no casamento. Frustrações e problemas individuais po-

16

R EVISTA ENCASA

dem atrapalhar no relacionamento, pois o amor é dinâmico e não estático, cultivado dia após dia por uma soma de ações, palavras e ate mesmo desejos. Acredito que todos nós sabemos que o casamento é como uma planta que obrigatoriamente deve ser regada para não morrer. No curso somos lembrados dos verdadeiros valores matrimoniais e da importância de se perdoar e ser perdoada, pois a responsabilidade compartilhada pelo casal é e sempre será mutua, não existe só um culpado quando o problema conjugal acontece. Todo casamento passa por crises, dificuldades que podem ou não determinar seu fim. Devemos compreender que só o verdadeiro amor produzido por nosso Senhor Jesus resistirá as “tempestades” emocionais, físicas, financeiras e sexuais que por ventura aconteçam. O “Eu disse sim” é como um mestre que nos guia ao verdadeiro dono do amor, Jesus Cristo. Em Cristo encontramos forças para continuar ao lado do homem que Deus nos deu, portanto o que Deus uniu não separe o homem.


HOMEM Pr. Mac Anderson

N

Artigo

DE VERDADE

ossa cultura ensina que um homem de verdade deve ser fisicamente forte, ter muito dinheiro, falar grosso e deitar-se com a maior quantidade de mulheres que conseguir. Este não é o padrão bíblico de masculinidade. “Ser macho não significa transar com várias mulheres. Um homem de verdade é aquele que é capaz de conquistar, respeitar e amar a mesma mulher por toda a vida”. O grande desafio hoje é reencontrar o nosso papel numa sociedade feminina. A mulher conquistou o seu espaço, assumiu novos papéis e participa, de maneira significativa, das decisões do lar e do país. Elas estão fazendo a diferença e escrevendo uma nova história. No Brasil, a maioria das carteiras de trabalho assinada é de mulheres e um grande número delas são as mantenedoras da casa. Elas também são a maioria das eleitoras e superam em muito a freqüência em nossas igrejas. Nossos filhos são educados por elas, em casa e na escola. Elas decidem a cor e o modelo do carro, dos móveis e da casa. Decidem o lugar das férias e também escolhem nossas roupas. Afinal de contas, para que serve o homem mesmo? “Não é que as mulheres desejam o nosso lugar. É que tem tanto homem sem atitude, que elas decidiram assumir o papel”.

Qual é o padrão de homem segundo a Bíblia? A resposta está no equilíbrio, pois o maior exemplo de liderança masculina foi Jesus Cristo. Soube tratar os pobres, e também os mestres, com a mesma humildade. Um homem de verdade não é aquele que se impõe pela força, sujeitando sua esposa com um autoritarismo exacerbado. Também não é aquele que não tem postura firme e que “deixa a esposa mandar”. O verdadeiro homem, dentro do padrão de Deus, é equilibrado, sóbrio (1Tm 3:2) e moderado (Tt 1:8). É firme, mas sabe ser tenro. É seguro sem ser ignorante. É forte sem perder a sensibilidade. Lidera com autoridade, mas ama com profundidade. Ele ama como Jesus amou (Ef 5:25 a 28). “E tu dentre todo o povo procura homens capazes, tementes a Deus, HOMENS DE VERDADE”. Êxodo 18:21ª

R EVISTA ENCASA

17


ESPECIAL

CASAMENTO, MAIS QUE UM EVENTO Por Pastor Paulo Júnior Igreja Cristã Sal da Terra

N

o livro de Gênesis, capítulo 2, vemos que Deus forma a mulher e a apresenta ao homem. Um momento maravilhoso, sublime! Aquele homem solitário – que não tinha alguém como ele, com quem compartilhar, com quem repartir, com quem experimentar as bênçãos do relacionamento. Um homem que não estava só, mas que era só. Que não tinha alguém de mesma natureza, de mesma essência com quem pudesse se relacionar. Deus trouxe à luz a mulher de dentro do homem. Agora, o homem podia se relacionar com alguém que era, literalmente, como ele, porque saiu de dentro dele. Alguém de mesma natureza e identidade, mas em uma feição diferente, uma forma diferente, com particularidades e peculiaridades muito próprias. Homem e mulher eram agora duas expressões distintas de uma mesma pessoa. Uma mesma pessoa que podia ser revelada e conhecida em duas formas, feições, características, aptidões, gestos, tendências, maneiras diferentes uma da outra. Porém, uma mesma pessoa. Isso é maravilhoso! O ser humano vai, agora, poder compartilhar com sua própria natureza, comungando de uma mesma essência, mas

18

R EVISTA ENCASA

vai vendo coisas que não seria capaz de ver em si mesmo. Era como se Deus colocasse diante do homem um espelho: a mulher! E, outro espelho diante da mulher: o homem! Um espelho que nos deforma, mas que nos revela. Eu olho para minha mulher e me vejo um tanto deformado, porque ela tem formas e maneiras e jeitos totalmente diferentes de mim. Mas, ela tem a capacidade de revelar o que eu não sei de mim mesmo. Podemos dizer ao nosso cônjuge: você me deforma, mas me revela; você me esvazia, mas me revela. Meditando sobre isso, descobri uma coisa muito interessante, que contraria muitas coisas que já pensei no passado: a Bíblia tem poucos ensinamentos a respeito de casamento. Se olharmos numa perspectiva quantitativa, numérica; se fizermos um exame analítico, na verdade há poucas referências a casamento na Palavra de Deus. Na verdade são referências muito particulares. Será por quê? É porque a Bíblia não é rica em falar de casamento; mas ela é rica e transborda em ensinamentos a respeito de marido e mulher. A Bíblia não está ocupada em falar de casamento. Os principais textos tomados para falar a respeito de casamento não falam disso, mas falam de marido e mulher. Falam de pais e filhos.


NOTÍCIAS DA INTERNET

Porque a ocupação e o alvo da Palavra de Deus não é falar do evento, não é falar da estrutura, da organização; não é para falar de como duas pessoas se organizam; não é para traçar um código de comportamento para um ‘novo’ evento chamado casamento. De Gênesis a Apocalipse, o propósito é tratar de pessoas. Então, a sua ênfase não é o casamento, mas sim as pessoas envolvidas nele. A Palavra de Deus não começa falando de um casamento, mas começa falando de um homem e de uma mulher que entenderam, vislumbraram, perceberam, discerniram ser parte da vida um do outro e que, por isso, formaram uma aliança entre si: o homem com a sua mulher, a mulher com o seu homem. Eles se aliançaram. É disso que a Palavra de Deus fala: de duas pessoas que se aliançam. E, sabe qual é o nosso problema? É que, muitas vezes estamos falando de casamento, de como consertar e salvar casamento, o que é melhor para o meu casamento, quais as estratégias e os passos para um casamento feliz, e nos esquecemos de falar das pessoas, de reconhecê-las e às suas relações. Muitas vezes nós olhamos para o casamento como se fosse o evento mais importante de nossa vida, e esse evento vai ganhando tanta força que supera em im-

Conheço centenas de pessoas que seriam capazes de dar a vida pelo casamento, mas têm dúvidas se seriam capazes de dar a vida pelo seu cônjuge... portância o cônjuge, a pessoa com quem estamos casados. Trabalhamos pelo casamento, damos a vida pelo casamento, compramos roupa para o casamento, gastamos o dinheiro que não temos pela festa e manutenção do casamento... Até quase nos esquecermos de quem são as pessoas envolvidas no casamento, e a importância que elas têm como partes de nós mesmos. Dia a dia elas vão se tornando menores; quase que meros coadjuvantes, partes secundárias, elementos compulsórios e inevitáveis de um projeto de felicidade individual. E, vamos então ganhando força na estrutura, na organização, no sistema, de modo que o casamento se torna para nós o grande evento e os cônjuges vão se tornado a atração do evento. E se, em algum momento, um dos cônjuges começa a comprometer a qualidade do evento, nós imediatamente começamos a pensar em trocar de atração. O evento está sendo prejudicado porque o ator – a atração – vai perdendo R EVISTA ENCASA

19


ESPECIAL qualidade. E as pessoas começam então a “se matar” para melhorar a atração e continuar fazendo parte do evento. É isso que faz com que os homens se tornem malabaristas, mágicos, palhaços para salvar o evento, para melhorar a atração, para continuar com o espetáculo em cartaz. O espetáculo se tornou o mais importante. A estrutura se tornou o mais importante. De modo que as pessoas que estão inseridas nela, que a compõem, que são o sentido de tudo, se tornaram secundárias. Qual é o marido que nunca se sentiu entrando num globo da morte? Qual é o marido que nunca saiu de casa com a sensação de que está acelerando aquela moto para fazer o seu grande show? “Que Deus nos acuda porque agora eu vou sair de casa em alta velocidade e tenho a superar todos os desafios, e tenho que dar um jeito, porque tenho que terminar meu número e ainda sair ileso”. Aí ele se esforça, dá o melhor de si e espera pela aclamação dos “espectadores”. Mas, o que vem são algumas palmas isoladas, um tapinha nas costas. O espetáculo não foi de todo ruim, foi médio. E ele já se sente com a corda no pescoço: “se eu não melhorar o meu número, a minha família vai mudar de atração”. Porque já não somos mais nós que valemos: o que vale é o espetáculo que produzimos. Já não somos nós que temos que ser convincentes, mas o nosso malabarismo! Quantas pessoas amarguradas, ofendidas porque o/a malabarista da sua casa não conseguiu equilibrar todos os pratos e já

20

R EVISTA ENCASA

quebrou uma meia dúzia deles? Quantas vezes tomamos esse “fracasso” numa conotação pessoal? Como se o problema fosse uma agressão e uma afronta pessoal. Por quê? Porque com o passar do tempo o que nos dá segurança não é a pessoa; o que nos faz sentir bem não é a pessoa, ela é secundária; mas é o evento, o aparato, a estrutura de vida que ela nos proporciona. Conheço centenas de pessoas que seriam capazes de dar a vida pelo casamento, mas têm dúvidas se seriam capazes de dar a vida pelo seu cônjuge. Elas não têm dúvida de dar a vida para salvar a casa, salvar os filhos, salvar o casamento como estrutura, como organização. Mas, estão tão cansadas de ver o número repetido, sem graça, açucarado, sem novidades, que estão sendo seriamente tentadas a mudar de atração. E, por incrível que pareça, quando mudam de “atração”, ainda dizem que fizeram isso em nome e em favor da felicidade do seu casamento. Quanto nós estaríamos dispostos a dar um pelo outro? Nos levantaríamos na plateia e aplaudiríamos com todas as forças do nosso coração, apenas por reconhecer o esforço, mesmo sabendo que o espetáculo não foi lá “essas coisas”? Estaríamos dispostos a cooperar nos ensaios, sem amargura ou condenação? Ainda que isso leve mais tempo que imaginávamos? “Essa é, enfim, osso dos meus ossos e carne da minha carne.”


DICA DE LEITURA LIVRO “MULHERES DE FÉ”

Mulheres de fé é um projeto audacioso e que expressa na exposição de cada autora uma preocupação com as mulheres em nossas igrejas. Os novos tempos trouxeram o desafio de se pensar como ser mulher. Como a mulher cristã deve comportar-se dentro de uma nova realidade familiar? O que podemos aprender com as mulheres que viveram no passado? Que experiências elas tem para nos transmitir? Como elas lidaram e a reagiram aos desafios de seu tempo? De fácil leitura, abordagens coerentes e reflexões contundentes as lições do livro “Mulheres de Fé” nos presenteiam com a oportunidade de caminhar ao longo da Escritura e ao mesmo tempo apontam para ma maneira de viver a vida cristã hodiernamente. No livro estão algumas mulheres que a Escritura Sagrada destaca, aproveite cada lição para refletir sobre sua vida. Boa leitura!

Depoimento sobre o Livro “Mulheres de Fé”.

Este livro foi uma benção em minha vida. Quando comecei a lê-lo eu estava profundamente magoada com meu marido e com dificuldades de perdoá-lo, mas no decorrer de minha leitura fui identificando-me com cada historia relatada. Percebi então que minha vida não era diferente daquelas mulheres, mas a forma com que eu lidava com a situação estava errada. Portanto,

Fone: (62) 3548.5728

quando comecei a pensar e agir como elas, percebi de imediato a transformação em minha vida. Dei lugar ao perdão e escolhi perdoar e amar meu marido. Agradeço a Deus pela oportunidade de ler este livro e recomendo a todas as mulheres a experimentarem uma transformação genuína em suas vidas. (Gislaine Gomes dos Santos)

 Cozinhas  Eletrodomésticos  Papeis de parede Nacional e Importado  Lavanderia  Cooktops  Área de Lazer  Coifas

Garant 05 Anosia

 Quartos  Fornos  Closets  Micro-ondas  Home Theaters  Escritório  Banho  Corporativos

Visite nossso website: www.atualidadecozinhas.com.br Rua Dom Miguel Qd 107 Lt 16 St Jardim Maria Inês II - Aparecida de Goiania-GO

Viva com ¨Prazer¨

R EVISTA ENCASA

21


NOTÍCIAS DA INTERNET

COMEMORE SEU DIVÓRCIO

A

liviada por ter saído de um casamento fracassado? Que tal fazer uma superfesta para comemorar? Estranho? Pois celebrar o divórcio está se tornando tão freqüente que o tema ocupou um dos primeiros capítulos de “Salve Jorge”, novela das nove que entrou no ar recentemente. A nova novela global ‘Salve Jorge’ mostrou em seu inicio uma festa de descasamento da personagem de Cléo Pires. Na trama de Glória Perez, Bianca (Cléo Pires) está se divorciando e se transferindo dos Estados Unidos para o Brasil. Para comemorar a nova fase, ela surge celebrando com o ex-marido o novo estado civil. - Achamos muita coisa na internet sobre o tema, principalmente nos EUA. A Glória usou ícones de casamento no descasamento, que também são usados. No caso da personagem da Cléo não queríamos fazer nada infantil, até porque ela é superconceituada. A festa é mais para mostrar uma nova fase da vida. Ela está chegando de Nova York e aproveita para fazer uma

22

R EVISTA ENCASA

apresentação dela para a sociedade – explica a produtora de arte Fernanda Bedran. Durante a festa, telões vão exibir imagens descontraídas sobre o tema, como uma aliança em cima da palavra “divórcio”, placa de um carro onde se lê “ele se foi” e camisetas com diversas frases do tipo “livre” - Como ela é moderna eu trouxe essa coisa da tecnologia – diz Fernanda. A ex-noiva chega na festa num carro conversível e vestido branco. O detalhe inusitado está nas mãos dela: um buquê de peônias pretas, jogado ao fim da “cerimônia”. O ex também participa do evento e os dois confraternizam no meio do salão, bem felizes. - Às vezes o ex-casal participa da festa, mas nem sempre o casamento terminou tão feliz, então pode acontecer do ex não ir – conta Fernanda. Sentiu falta de alguma coisa? Como toda festa que se preze, o descasamento também tem seu bolo. Na trama, ele virá separado, com uma parte preta e outra branca, e o noivo estará enterrado em uma dessas metades. - Já vi festas onde o bolo era a noiva empurrando o noivo no abismo, e tinha sangue… Foi o que vi de mais inusitado – lembra Fernanda. Não concordamos com esse comportamento social permissivo e tolerante que expressa o desejo egoísta de uma sociedade idiotizada pela mídia. Nossos valores e praticas são segundo o padrão bíblico de amor e respeito ao cônjuge, companheiro (a) que Deus nos deu, e, que o uniu o Senhor não separe o homem. Noticia no blog: http://pastorenoquelima.wordpress.com/


DEPOIMENTO Como pastor auxiliar do Pr. Abigail na presidência do Ministério Fama, tenho pautado meu ministério, pelos principio ensinado pelo nosso presidente. Por isso, me preocupo com a instituição familiar. Fui criado em uma família tradicional, pautada em princípios bíblicos. Somos em mais de setenta membros que descende do Pr. Abigail e da Pra. Nair. É também por esse modelo, que busco orientação para conduzir a edificação da minha família. Mesmo diante dessa sociedade, que busca desconstruir os princípios e tradições cristãs. Não tenho me cansado em buscar orientação em Deus, para melhor ensinar, apoiar e participar do ministério da família de nossa igreja. Pois assim, entendo ser de vital importância para o crescimento e manutenção da igreja como um todo. Neste contexto, a associação Encasa Família, tem sido uma ferramenta para cuidarmos de

Pr Abinair Vargas e sua família Pastor Vice Presidente da Assembléia de Deus Ministério Fama nossas famílias. Para tanto, destaco o curso de casais, “Eu disse Sim” oferecido pela superintendência de família de nossa igreja. Como eu, os que têm a oportunidade de fazê-lo, percebem na prática a importância de investirmos tempo, priorizando o que de mais precioso o Senhor colocou em nossas mãos, nossa família. Seja uma benção para sua família, estude conosco.

O QUE É O CURSO DE CASAIS “EU DISSE SIM”? É uma extensão do Encasa Família que vem para contribuir na solidificação dos casais. É um curso voltado para os cônjuges cristãos e não cristãos que visa passar uma visão Bíblica acerca do casamento, trabalhando na orientação, aconselhamento e na intercessão pelos mesmos.

O curso oferece Lições tais como: 1 - Aliança 2 - Responsabilidade do Marido e da Mulher 3 - Comunicação 4 - Prioridades 5 - Honrando o Cônjuge 6 - Conflitos 7 - Perdão 8 - Reconstruindo o amor conjugal 9 - Intimidades 10 - Ministério R EVISTA ENCASA

23


Revista ENCASA Familia  
Revista ENCASA Familia  

Revista ENCASA Familia - Edição 03

Advertisement