Page 1

Violência no estado tem recuo expressivo em abril

Balanço divulgado pela Secretaria da Segurança Pública e Justiça (SSPJ) demonstra que houve uma redução generalizada nas ocorrências de maior gravidade. Página 8

Ano III • 20 de Abril a 5 de Maio de 2013 • nº 19 • R$ 1,50

Jornal do Vale A NOTÍCIA EM PRIMEIRA MÃO NO VALE DO ARAGUAIA E SÃO PATRÍCIO

Vale Comunicação Ltda.

ARAGARÇAS

Prefeito Aurélio Mendes faz entrega de uniformes e kits

www.jornaldovale.inf.br

Marconi se diz feliz para ir à luta e sinaliza reeleição Bem-humorado, Marconi Perillo diz estar animado para administrar o Estado por mais dois anos. Ele anunciou edições do Governo Itinerante – Um Governo Junto de Você – em Aparecida de Goiânia e no município de Águas Lindas, no Entorno do Distrito Federal. Para entregar obras e serviços. “Não tenho preguiça, gosto de trabalhar”, discursou, de improviso. Vamos acelerar o passo, revela. Segundo ele, a Casa Verde investirá R$ 13 bilhões e 500 milhões em obras rodoviárias. O programa estatal será dividido em quatro ações, explica. Página 3

Alunos da rede municipal são beneficiados com kit escolar e uniformes Os 2,5 mil alunos matriculados na rede municipal de ensino de Aragarças foram beneficiados pela administração municipal com a distribuição de kit escolar. Além de materiais de primeiras necessidades, como mochila, cadernos, lápis, lápis de cor, borracha e apontador, eles receberam também uniforme escolar. Página 9

Contribuintes terão desconto de 95% para a regularização de débitos fiscais em Aragarças Página 9 Itapirapuã

PREFEITA ZÉLIA Camelo CONSEGUE MÁQUINA JUNTO AO ESTADO Página 2

Soja se torna uma nova Afronta à Justiça alternativa de renda no Vale do Araguaia Prefeita de Itapirapuã recebe chaves de máquina das mãos do Governador Marconi Perillo

JUSSARA

PREFEITA Tatiana anuncia pavimentação de avenidas marginais da BR-070 A obra será executada com recursos próprios do município, que, se encontram em caixa. Página 4

PARCERIA

Prefeita Zélia de Itapirapuã, faz visita a prefeita de Jussara Na reunião, as prefeitas, de Jussara e de Itapirapuã, aproveitaram para conversarem sobre assuntos comuns às duas cidades vizinhas. Algumas parcerias também foram discutidas, inclusive em relação à Jacilândia que pertence a Itapirapuã, mas que oferece demanda de atendimento no município de Jussara. Página 7

Mesmo sem nenhum resultado efetivo, após a condenação dos mensaleiros, o Supremo Tribunal Federal vem sofrendo seguidas retaliações do Congresso Nacional. As mais recentes são a ameaça de acabar com a atribuição de investigações do Ministério Público e a avocação da competência jurisdicional para que o Congresso dê a última palavra sobre matérias constitucionais. Página 6

Mesmo sem nenhum resultado efetivo, após a condenação dos mensaleiros, o Supremo Tribunal Federal vem sofrendo seguidas retaliações do Congresso Nacional. As mais recentes são a ameaça de acabar com a atribuição de investigações do Ministério Público e a avocação da competência jurisdicional para que o Congresso dê a última palavra sobre matérias constitucionais. Página 6

PEC 37: o Brasil contra o resto do mundo Página 6

Vilmar Rocha recebe título de cidadão de Cocalzinho A proposta foi feita pelo então vereador Júlio Arruda, ainda em 2010. Segundo o ex-vereador, o Vilmar Rocha é merecedor do título pelos grandes serviços já prestados ao município ao longo de todos os seus cinco mandatos no Congresso. Pagina 10


2

20 de Abril a 5 de Maio de 2013

EDITORIAL

POLÍTICA PÚBLICA DE QUALIDADE

Por José Eduardo Álvares Dumont - Economista m meio a inúmeros problemas de natureza institucional os brasileiros acompanham atentamente o desdobramento das questões inerentes ao Caso Cachoeira, Mensalão e outros de menor importância para a mídia nacional. Entretanto em todos os casos percebemos, claramente, a preocupação do cidadão no

E

sentido de que os resultados venham a preservar e fortalecer a justiça brasileira que, efetivamente, faz parte do poder público nacional. Sua independência fortalece a todos que buscam, de forma ordeira e salutar, uma melhor qualidade de vida. Estes citados fatos polarizaram todas as atenções dos brasileiros deixando para segundo plano até mesmo o relevante acontecimento eleitoral que,

recentemente, aconteceram em todos os municípios de nosso país. As costumeiras denúncias, que sempre ocorrem por ocasião das eleições municipais, foram quase imperceptíveis e dissipadas pela dimensão dos fatos anteriormente mencionados. Entretanto devemos ressaltar que a violação de programas governamentais, no período em que ocorreu o pleito, não foi utilizada

pela máquina pública, inclusive, desconhecendo-se denúncias que revelassem seu acontecimento. Portanto, devemos parabenizar os gestores públicos pela retilínea condução dos programas de Renda Mínima tão importantes na transformação da vida dos menos favorecidos e desta forma sedimentando-se como política pública inviolável.

ZÉLIA CONSEGUE MÁQUINA JUNTO AO GOVERNO ESTADUAL A prefeita Zélia Camelo de Oliveira conseguiu uma moto niveladora (patrol) para o município graças à atuação do deputado federal Roberto Balestra. A Prefeitura foi recebida pela atual prefeita com os maquinários totalmente sucateados e esta aquisição será importante para alavancar os serviços de recuperação das estradas vicinais facilitando o escoamento da produção agrícola e promovendo o desenvolvimento do setor agropecuário. As chaves foram entregues a Zélia pelo governador Marconi Perillo, durante solenidade na Praça Cívica, em Goiânia. A máquina destinada a

Itapirapuã faz parte de um lote de 32 máquinas, caminhões e equipamentos que foram entregues pelo Governo de Goiás a 29 prefeituras de todas as regiões do Estado. São treze tratores agrícolas, cinco motos niveladoras, três caminhões, seis retro escavadeiras e cinco pás carregadeiras. DEPUTADO BALESTRA VIABILIZOU MÁQUINA Os recursos para a aquisição dos veículos são provenientes de um convênio entre o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, representado pela Caixa Econômica Federal, e o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Gestão e Planejamento

(Segplan). Dos R$ 6,3 milhões, a União arcou com 62% e o Estado, com 38%. O governador fez questão de salientar que os benefícios entregues hoje vão chegar a 400 mil habitantes de diferentes regiões de Goiás. “Esse maquinário vai beneficiar cerca de 400 mil habitantes destes municípios, que poderão contar com a ação eficaz e imediata do poder público nas demandas sociais por transporte e logística. Esta é uma cerimônia de caráter municipalista. Ser municipalista é ser parceiro de fato. Nenhuma solenidade de governo tem sentido se o objetivo final não for a melhoria das condições vida do cidadão.” (Materia por Nilson Almir)

Pitos&Pitacos Vale do Sao Patrício

Ouça a Rádio Rio Bonito FM, em Itapirapuã-GO, sintonize 88,5 fm e fique ligado na melhor programação da região do Vale do Araguaia.

EXPEDIENTE

JORNAL DO VALE, UMA PUBLICAÇÃO DA Vale Comunicação Ltda Vale Comunicação Ltda CNPJ: 10.304.281/0001-20 Redação: Avenida Teresina nº 380 sala 602 Edf Evidence Office, Alto da Glória, Goiânia-Go CEP: 74715-815 (62) 3201-4533 ou (62) 9193-2365 Escritório Itapirapuã: Av São João n 40 centro Itapirapuã-GO CEP: 76550-00 falar com Lindomar Gonçalves Representante Comercial no Vale do São Patrício: Edson Roberto Silva (62) 8500-6924 (OI) (62) 8230-5595 (TIM) Web site: www.jornaldovale.inf.br

jornaldovalenoticias@gmail.com Envie sua crítica, denúncia, artigo para email da nossa redaçao. Jornalistas: Sebastian Pereira (1656-JP) Diretores Executivos: Marcela Suassuna Moreira e Marcelo Fabiano Moreira Diretora Comercial: Valéria Cruzcel - (62) 9183-9876 Colaboradores: Psicóloga: Mara Suassuna Economista: Jose Eduardo Dumont Diagramação Rodrigo T. Martins (rodrigotxt@gmail.com) Tiragem: 10 mil exemplares

email: redacao@jornaldovale.inf.br ou

Circulaçao semanal e dirigida.

Cidades de circulação: Goiânia, Cidade de Goiás, Itapirapuã, Matrinchã, Jussara, Ceres, Rialma e Aragarças.

Ceres – a Biblioteca de Ceres é uma das melhores organizada e bem estruturada. Mas desde sua fundação tem um problema; o calor insuportável e os computadores, diferente das outras cidades, são muito limitados. O que dificulta a vida dos usuários, principalmente de quem não é da cidade e depende da biblioteca .

Rialma – Abertura do 29º Campeonato da Amizade de Rialma. O evento que contou com a presença massiva do público de Rialma e cidades vizinhas,foi um sucesso. A movimentação começou bem cedo com a presença dos jogadores e torcedores a partir da 9h da manhã.No intervalo desse jogo aconteceu a cerimônia de entrega da reforma e ampliação dos vestiários do estádio, com a presença do Secretário de Esportes do Estado, Célio da Silveira, também vereadores e secretários. O Prefeito Janduhy e a Vice Dorcas Vidigal agradeceram a presença do público e autoridades que prestigiaram o evento. Ceres – As obras de reforma do Curumim, antigo parquinho da cidade, vemse arrastando desde a antiga administração.Mas mesmo assim, com o que já esta pronto, tem aumentando cada dia mais o número de pessoas fazendo caminhadas no local e ao que tudo indica, quando for concluída a obra terá a efetiva presença da população que após muitos anos sem nada terá um novo lugar para sair com a família, fazer exercícios físicos, descontrair e etc. Ceres –Tem recebido varias faculdades e cursos ao longo dos últimos anos e para completar estas faculdades e cursos, ao que tudo indica, Ceres terá mesmo a universidade de medicina; uma parceria da prefeitura de Ceres juntamente com uma família de tradição na cidade e ainda, uma das mais renomadas e respeitadas universidade do Brasil a UniEvangélica, que já possui uma unidade com diversos cursos em nossa cidade. Assim, será concretizado o sonho de diversos políticos professores da cidade e a própria população que com a chegada de faculdades e cursos como enfermagem, letras, informática e outros

têm diminuído a saída de pessoas da cidade e tem aumentando a chegada de gente de todo o Brasil fazendo com que cresça a cada dia o mercado imobiliário, alimentar e outros.

Rialma – os organizadoras da festa da pecuária de Rialma, tem trabalhado a todo vapor em parceria com a prefeitura, juntamente comapoio do deputado Talles Barreto para fazer este ano uma grande festa com muitas novidades.Tem sido comentado pela população que um dos shows que esta previsto,será o do cantor sertanejo Eduardo Costa, provocando assim uma grande expectativa da população de Rialma e das cidades vizinhas que prestigiam a festa. Rialma – Líder da bancada do PSD na Câmara de Rialma, o vereador Paulinelly Geraldo Carneiro, e um dos parlamentares mais atuantes até mesmo com o governador Marconi Perillo que, já solicitou mais uma audiência com o vereador, afim de tratar interesses e liberação de obras não somente para Rialma, mas para toda a região do Vale do São Patrício. Ceres – a policia em Ceres tem trabalhado constantemente no combate ao tráfico de drogas e delinqüentes da cidade. O conjunto BernardoSayão, tem recebido constantes ações da Polícia Militar, diminuindo assim o comércio de drogas e usuários no local. A ação tem acontecido freqüentementetambém em outro setores da cidade. Carmo do Rio Verde –O prefeito de Carmo do Rio Verde, Delson José Santos (PSDB) em quatro meses de mandato está colocando a folha de pagamento que estava atrasada; salário, décimo terceiro e etc.Em questão de dias,têm sido pago o mês atual mais o que estão atrasados, aos poucosassim, saldando a dívida com os trabalhadores da prefeitura. Ceres – a população de Ceres e região têm sofrido desdea administração passada com o abandono do maior ponto turístico da cidade de Ceres; o lago - que atualmente encontra-se interditado e

destruído pelos vândalos.Obra esta que custou muito dinheiro na administração do ex-prefeito Valter Melo e hoje está abandonada, acabada.A população não entende o total descaso e abandono de um local como aquele usado pela população para caminhadas e exercícios físicos. O local que poderia estar movimentando o turismo e a economia municipal tem movimentado o comércio e uso de drogas. Carmo do Rio Verde – em quatro meses de mandato o prefeito de Carmo do Rio Verde já conseguiu veículos novos, como uma ambulância para cidade.Ele está também recapeando o asfalto que liga Carmo do Rio Verde a Ceres. Na administração passada, este asfalto, foi quase extinto da cidade, mas agora as ruas já estão voltando a ser trafegáveis. Rianápolis – A emenda do deputado federal Roberto Balestra (PP), que representa o município de Rianápolis no Congresso Nacional, trousse ao município uma pá-carregadeira para atender as necessidades. A entrega do maquinário foi dia 12 em Goiânia e contou com a presença do prefeito José Carlos (PSDB) e do vice, Gilber da Pax Aliança, além do próprio Roberto Balestra, do deputado estadual Talles Barreto, do presidente da Câmara Municipal, Edson Egidio e de outros representantes do município. Ceres – vira e meche a população de Ceres tem sofrido acidentes e até mesmo mortes, em virtude da proibição de festas com som automotivo. Consequência disto, é que os jovens da cidade não tem lugar pra se divertirem, sendo obrigados a irem para as cidades vizinhas como Carmo do Rio Verde. Ceres –nasceu em Ceres a Vale Cap em parceria com o hospital São Pio X tem sorteado vários prêmios como carros, TVs, computadores, motos e outros. Dia 12 será o sorteio especial do dia das mães e você, com apenas R$10,00 poderá concorrer a três motos e um carro 0 km. Além de ainda poder ajudar o hospital Pio X.Adquira a sua cartela no ponto de venda mais próximo de você e participe!

Anuncie no Jornal do Vale e tenha a certeza de retorno do seu investimento.

Tel: (62) 9193-2365 e-mail: jornaldovalenoticias@gmail.com


20 de Abril a 5 de Maio de 2013

Edição 32

política

Marconi Perillo nega ‘crise’ e admite reeleição C

om um brilho nos olhos, como definiu o presidente reeleito do PSDB Estadual, Paulo Silva de Jesus, o governador do Estado, Marconi Perillo (PSDB), negou a existência de nova crise política, não descartou disputar a reeleição em 2014, referendou o nome de Vilmar Rocha (PSDB) como opção ao Senado e anunciou 2013 e 2014 como “tempos de prosperidade”. “Não adianta as aves agourentas tentarem impedir”, atacou. Ele participou, ontem, na Assembleia Legislativa, da convenção que homologou o novo diretório da legenda. Usando uma calça azul e uma camiseta esportiva de cor azul claro, o líder tucano lembrou que é o único político em atividade no Brasil que ganhou quatro eleições majoritárias consecutivas – três para o governo do Estado e uma ao Senado. Mais: o dirigente afirma que estaria muito animado após realizar, em 2011, o ajuste fiscal e equilibrar as contas públicas, elaborar o planejamento de gestão e de ações em 2012 e que, em 2013, montará um canteiro de obras nos 246 municípios de Goiás. “Não ficará sequer um município sem ações do governo.” Marconi Perillo afagou o vice-governador do Estado, José Eliton, que desligou-se do DEM. “Absolutamente leal ao projeto político para qual foi eleito”, disparou. Mais: deu sinais claros de que quer Vilmar Rocha na disputa ao Senado. “Deixou seu mandato na Câmara dos Deputados para atuar na condução do Estado e ajudar a viabilizar grandes projetos”, destaca. Ele referiu-se a Jovair Arantes, presidente do PTB, e a Roberto Balestra,

que comanda o PP em Goiás, como “artífices da base aliada e esteios, não só em Brasília, da governabilidade”. Até o senador Wilder Morais (DEM) foi mencionado em seu discurso. “Um companheiro inestimável”, aponta. Da tribuna, defendeu a reeleição do advogado Paulo Silva de Jesus à presidência do PSDB em Goiás. “É um operário a serviço do PSDB, desde a sua fundação”, elogia. Ele lembrou do passado político de Paulo Silva à época da ditadura civil e militar (19641985). “O seu irmão, Ismael Silva de Jesus, morreu sob torturas, em 1972, durante o regime civil e militar”, frisa. Não é cacique, é militante, referiu-se ao dirigente reeleito. Bem-humorado, Marconi Perillo diz estar animado para administrar o Estado por mais dois anos. Ele anunciou edições do Governo Itinerante – Um Governo Junto de Você – em Aparecida de Goiânia e no município de Águas Lindas, no Entorno do Distrito Federal. Para entregar obras e serviços. “Não tenho preguiça, gosto de trabalhar”, discursou, de improviso. Vamos acelerar o passo, revela. Segundo ele, a Casa Verde investirá R$ 13 bilhões e 500 milhões em obras rodoviárias. O programa estatal será dividido em quatro ações, explica. “Primeiro, manutenção e conservação de 20 mil quilômetros. Segundo, reconstrução da malha com 2.200 quilômetros. Terceiro, a conclusão de rodovias até então inacabadas. Por último, duplicações de estradas e abertura e término de contornos”, adianta. Ele prometeu entregar, no

ano que vem, em Anápolis, o aeroporto de cargas. A obra estaria avaliada em R$ 170 milhões. Para Goiânia, o tucano informa que o Estado construirá três viadutos. O inquilino da Casa Verde relatou sobre a reforma na Rodovia dos Romeiros, em Trindade. Apesar dos números negativos na área de segurança pública, Marconi Perillo prometeu reduzir os índices de criminalidade no Estado. Segundo ele, as unidades estaduais de saúde geridas por Organizações Sociais teriam mudado a qualidade dos serviços prestados à população “visivelmente”. Além dos programas Renda Cidadã, Bolsa Universitária e Cheque Moradia, prometeu incrementar o Bolsa Futuro. “O meu compromisso que agora renovo é

o de cumprir as promessas e terminar bem o governo”, registrou, emocionado. 2014 Pragmático, o governador não quer antecipar o debate eleitoral no Estado. “Eleição somente em 2014: agora é arregaçar as mangas”, atira. “Mas nunca estive tão feliz e animado para ir à luta como estou hoje”, dispara. Em um claro tom de resposta aos seus adversários políticos, Marconi Perillo garante estar com “ a alma leve e a consciência tranquila”. “Não será por causa da tristeza de nossos adversários que ficaremos tristes”, alfinetou PMDB & PT. Trezentas pessoas participaram, ontem, do fórum estadual do PSDB, calculou a organização do encontro.

3

INVESTIMENTO

Governador entrega 32 máquinas a municípios

O secretário das Cidades, João Balestra, acompanhou o governador Marconi Perillo (PSDB) na entrega de 32 máquinas para 29 municípios goianos no mês passado. Os recursos para aquisição do maquinário são oriundos de emendas da bancada goiana na Câmara dos Deputados. O investimento total é de mais de R$ 6 milhões - já incluída a contrapartida do Estado (de 38%). Os deputados que propuseram o investimento à bancada goiana foram Roberto Balestra (PP) e José Tatico (PTB). Serão beneficiados os municípios de Fazenda Nova, Santa Bárbara, São Luis de Montes Belos, Goianira, Mimoso, Padre Bernardo, Ipameri, Damolândia, Itapirapuã, Nova Glória,

Rianápolis, Turvânia, Castelândia, Caturaí, Itauçu, Nova Crixás, Santa Fé, Água Limpa, Córrego do Ouro, Iaciara, Inhumas, Itaberaí, Santa Helena, Nerópolis, Santa Rosa, São João d’Aliança, São Miguel do Passa Quatro, Varjão e Vianápolis. Serão entregues caminhões, motoniveladoras, pás carregadeiras, retroescavadeiras e tratores. “Essas máquinas são caras, e municípios menores não tem condições de adquirir uma dessas. Uma emenda deste tipo pode mudar radicalmente para melhor a realidade de uma população, porque permite que obras pontuais sejam realizadas com muito mais celeridade”, afirma João Balestra.

Vice-presidente da Colômbia elogia preocupação de Marconi com Segurança Pública O último compromisso do governador Marconi Perillo em Bogotá, foi uma audiência com o vice-presidente da República, Angelino Garzon, na residência oficial da Vice-Presidência. Garzon recebeu o governador ao lado da esposa Monserrat Muñoz. Durante 40 minutos, o vice-

-presidente e o governador de Goiás conversaram sobre segurança pública, especialmente, além de política e economia. Garzon foi presidente de um importante departamento colombiano e é um político de muita experiência. Ele elogiou o governador por demonstrar

preocupação com a segurança pública, interesse revelado pela visita à Colômbia. O vice-presidente falou das iniciativas do governo no País para debelar a violência e a criminalidade e vencer o tráfico de drogas. Defendeu a existência de uma única polícia nacional, com coor-

denação do governo federal, experiência que deu certo e é da simpatia do governador Marconi também. Segundo o vice-presidente, o combate à insegurança exige “unidade e centralização”. Ele afirmou ainda que a violência, insegurança e criminalidade conspiram contra a Democracia.


4

20 de Abril a 5 de Maio de 2013

JUSSARA

Tatiana anuncia pavimentação de avenidas marginais da BR-070 com recursos próprios

PROJETO TEM APROVAÇÃO DO DNIT O engenheiro da prefeitura de Jussara, Sr. Higor fez a presentação do projeto e respondeu a perguntas técnicas sobre o mesmo. Já o representante do DNIT, Engenheiro Eurípedes Domingos Maestro Cunha, parabenizou a prefeita Tatiana pela iniciativa corajosa de tocar essa obra tão importantes em tão pouco tempo de administração, afirmando a aprovação do projeto e autorização para a sua execução. O engenheiro informou que alguns ajustes necessários poderão ser feitos ainda a tempo do início das obras.

Prefeita assina autorização de licitação, observada pelo presidente da Câmara Nilson Gomes

Câmara lotou: obra desperta interesse da comunidade

Deputado Claudio Meirelles desacou importância da obra

Engenheiro do DNIT Dr. Eurípedes Domingos parabenizou a prefeita Tatiana pela decisão de tocar a obra com recursos próprios

de Trabalho, composto pelo Secretário dos Transportes, Negrinho Vilela, engenheiro da prefeitura Higor de Souza Braga, Secretário do controle Interno, Jânio Américo de Melo e Secretário de Finanças Valdison Benedito Bellini. Também foram assinadas as

a obra, terá que ser encaminhado à Câmara Municipal e ao Ministério Público, com total transparência”, enfatizou a prefeita.

autorizações para a Comissão de Licitação abrir processo licitário para contratação das obras de pavimentação asfáltica e de iluminação das avenidas. Tatiana determinou que “... todas as decisões, processo licitatório, custo da obra e projeto, tudo referente

CLAUDIO MEIRELLES DESTACOU OBRA O deputado estadual

Claudio Meirelles destacou a importância da obra que vai urbanizar as avenidas marginais da BR-070, com pavimentação asfáltica, calçadas e iluminação. São benefícios importantes para os moradores da região e para todos de Jussara. Segundo o deputado

“... é uma obra de grande importância com grandes méritos para a prefeita Tatiana que anuncia os serviços em menos de cem dias de administração, e principalmente pelo fato de ser tocada com recursos próprios do município”, completando que “... irá ajudar destinando recursos através de emenda parlamentar no valor de R$ 100 mil para as obras de iluminação das avenidas”. Entre os presentes, autoridades, comerciantes, profissionais liberais, líderes classistas, políticos, e o presidente da Câmara Nilson Gomes, e os vereadores Juesmar Garcia, Chiquinho da Nova Jussara, Juraci da Ambulância, Ricardo Nascimento, Marcinho do Zila, Neto do Moto Táxi, Cheiro do Juvêncio, polícia militar, representante do DNIT e da Polícia Rodoviária Federal, deputado Claudio Meirelles.

Blog Notícias de Jussara

TATIANA DETERMINA TRANSPARÊNCIA A prefeita Tatiana assinou decreto constituindo Grupo

Blog Notícias de Jussara

R

ealizada a audiência pública para pavimentação asfáltica e iluminação das avenidas marginais da BR-070 no perímetro urbano de Jussara. A Câmara Municipal ficou completamente lotada, as pessoas puderam conhecer o projeto técnico das obras, e os custos previstos. A pavimentação asfáltica de quase 25 mil m2 está orçada em cerca de R$ 750 mil, com previsão de construção de ilhas separando as avenidas da BR e estacionamentos em frente ao comércio local. A obra será executada com recursos próprios do município, que, segundo o Secretário de Finanças Valdison Benedito Bellini, encontram-se em caixa.

Beneficiários assinaram contratos para construção de casas Prefeitura comprou terreno para construção de mais casas em Jussara

Assinados contratos para construção de mais setenta casas em Jussara

F

oram assinados os contratos para construção de setenta casas no Residencial Santos Dumont em Jussara, numa parceria entre o Governo Federal e a prefeitura municipal, através do Progra-

ma Minha Casa Minha Vida. Os contratos foram assinados pelos beneficiários e a Caixa Econômica Federal numa reunião realizada no auditório da Biblioteca Municipal. Esteve presentes o Supe-

rintendente Regional da CEF, Dr. Ubiratan Lima, o Gerente Regional em Jussara, Francisco Vieira, o engenheiro Gustavo Rocha, da GR Engenharia, os vereadores Juesmar Garcia, Nilson Gomes, Arthur

Assista as Reuniões da

CÂMARA MUNICIPAL DE ITAPIRAPUÃ-GO

É seu direito acompanhar tudo que se passa na administração da sua cidade! Participe, compareça!

CÂMARA DE ITAPIRAPUÃ TRANSPARÊNCIA E PUBLICIDADE AS SESSÕES SÃO TRANSMITIDAS AO VIVO PELA RÁDIO RIO BONITO 88,5 FM. OUÇA E FIQUE POR DENTRO. Câmara de Itapirapuã

Praça Túlio Varnes Pacheco, 47 - Centro ITAPIRAPUÃ-GO

Junqueira, o vice-prefeito Clézio Ascêncio e a prefeita Tatiana Santos de Castro. INVESTIMENTOS DE R$ 3,8 MILHÕES Já estão em construção cerca de 59 casas e, agora nesta segunda etapa, mais 70 unidades serão construídas em terreno doado pela Prefeitura. As casas medem 52,4 m2 e estão orçadas em 54.600,00, mas que com o subsídio do Governo Federal, tem o preço reduzido para R$ 47 mil. O valor do investimento é de R$ 3,8 milhões e tem um subsídio de R$ 508 mil, sendo financiado pela caixa, do valor total, cerca de R$ 3,3 milhões. Na fase de construção as prestações serão de R$ 40,00. Já na fase de amortização o valor será de R$ 320,00. CAIXA DESTACOU DOAÇÃO DE TERRENO O Superintendente Regional da Caixa Econômica Federa, Ubiratan Lima destacou a importância de o terreno ter sido doado pela prefeitura já que “... de início o beneficiário já entra ganhando cerca de R$ 20 mil reais, que é o valor do terreno doado pela prefeitura”, explicou. O superintendente parabenizou a prefeita pela parceria feliz ao saber que já foi adquirido mais uma área pela prefeitura para construir mais casas.

Prefeita Tatiana feliz por contribuir com melhoria de vida da população jussarense

Garotinha Patricia Souza Dias ganhou uma bicicleta TATIANA COMPROU UM ALQUEIRE PARA NOVO LOTEAMENTO Tatiana disse estar determinada a construir mais casas e que pretende fortalecer as parcerias com a Caixa, “a recente aquisição do terreno para construir mais casas é prova disso” afirmou a prefeita. NILSON GOMES PARABENIZOU TATIANA O vereador Nilson Gomes mostrou otimismo com a ação da prefeitura na administração da prefeita Tatiana

em fortalecer cada vez mais a parceria com a Caixa pra construir mais casas para a população de Jussara. “Estamos a sua disposição prefeita, lá na Câmara, para ajudar no que for preciso. Pode contar com os vereadores, estamos juntos na luta por melhorar a nossa cidade”, destacou o presidente da Câmara. Na reunião foi sorteada uma bicicleta entre os beneficiários premiando a garotinha Patrícia Souza Dias, que acompanhava os pais, beneficiários do Programa Minha Casa Minha Vida.


20 de Abril a 5 de Maio de 2013

Edição 32

5

OPINIÃO

Insustentabilidade dos agrotóxicos Por Frei Betto* Brasil é o campeão mundial no uso de agrotóxicos no cultivo de alimentos. Cerca de 20% dos pesticidas fabricados no mundo são despejados em nosso país. Um bilhão de litros ao ano: 5,2 litros por brasileiro! Ao recorde quantitativo soma-se o drama de autorizarmos o uso das substâncias mais perigosas, já proibidas na maior parte do mundo por causarem danos sociais, econômicos e ambientais. Pesquisas científicas comprovam os impactos dessas substâncias na vida de trabalhadores rurais, consumidores e demais seres vivos, revelando como desencadeiam doenças como câncer, disfunções neurológicas e má formação fetal, entre outras. Aumenta a incidência de câncer em crianças. Segundo a oncologista Silvia Brandalise, diretora do Centro Infantil Boldrini, em Campinas (SP), os pesticidas alteram o DNA e levam à carcinogênese. O poder das transnacionais que produzem agrotóxicos (uma dúzia delas controla 90% do que é ofertado no mundo) permite que o setor garanta a autorização desses produtos danosos nos países menos desenvolvidos, mesmo já tendo sido proibidos em seus países de origem. As pesquisas para a emissão de autorizações analisam somente os efeitos de cada pesticida isoladamente. Não há estudos que verifiquem a combinação desses venenos que se misturam no ambiente e em nossos organismos ao longo dos anos. É insustentável a afirmação de que a produção de alimentos, baseada no uso de agrotóxicos, é mais barata. Ao contrário, os custos sociais e ambientais são

O

Secretário da Agricultura debate na Faeg temas do agronegócio incalculáveis. Somente em tratamentos de saúde há estimativas de que, para cada real gasto com a aquisição de pesticidas, o poder público desembolsa R$ 1,28 para os cuidados médicos necessários. Essa conta todos nós pagamos sem perceber. O modelo monocultor, baseado em grandes propriedades e na utilização de agroquímicos, não resolveu nem irá resolver a questão da fome mundial (872 milhões de desnutridos, segundo a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura 2014 FAO). Esse sistema se perpetua com a expansão das fronteiras de cultivo, já que ignora a importância da biodiversidade para o equilíbrio do solo e do clima, fazendo com que as áreas utilizadas se degradem ao longo do tempo. Ele cresce enquanto há novas áreas a serem incorporadas, aumentando a destruição ambiental e o êxodo rural. Em um planeta finito, assolado por desequilíbrios crescentes, a terra fértil e saudável é cada vez mais preciosa para garantir a sobrevivência dos bilhões de seres humanos. Infelizmente não há meio-termo nesse setor. É impossível garantir a qualidade, a segurança e o volume da produção de alimentos dentro desse modelo

degradante. Não há como incentivar o uso correto de pesticidas. Isso não é viável em um país tropical como o Brasil, em que o calor faz roupas e equipamentos de segurança, necessários para as aplicações, virarem uma tortura para os trabalhadores. Há que buscar solução na transição agroecológica, ou seja, na gradual e crescente mudança do sistema atual para um novo modelo baseado no cultivo orgânico, mantendo o equilíbrio do solo e a biodiversidade, e redistribuindo a terra em propriedades menores. Isso facilita a rotatividade e o consórcio de culturas, o combate natural às pragas e o resgate das relações entre os seres humanos e a natureza, valorizando o clima e as espécies locais. Existem muitas experiências bem-sucedidas em nosso país e em todo o mundo, que comprovam a viabilidade desse novo modelo. Até em assentamentos da reforma agrária há exemplos de como promover a qualidade de vida, a justiça social e o desenvolvimento sustentável. Para fomentar esse debate, e exigir medidas concretas por parte do poder público, foi criada, em abril de 2011, a Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida. Dela par-

ticipam cerca de 50 organizações, como a Via Campesina, o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) e a Federação dos Trabalhadores do Ramo Químico da CUT no Estado de São Paulo (Fetquim). Confira o site na internet: www.contraosagrotoxicos.org. A campanha visa à conquista da verdadeira soberania alimentar, para que o Brasil deixe de ser mero exportador de commodities (com geração de grandes lucros para uma minoria e imensos danos à população) para se tornar um território em que a produção de alimentos se faça com dignidade social e de forma saudável. A outra opção é seguir nos iludindo com os falsos custos dos alimentos, envenenando nossa terra, reduzindo a biodiversidade, promovendo a concentração de renda, a socialização dos prejuízos e a criação de hospitais especializados no tratamento de câncer, como ocorre em Unaí (MG), onde se multiplicam os casos dessa gravíssima doença, devido ao cultivo tóxico de feijão. *Frei Betto é escritor, autor de “A arte de semear estrelas” (Rocco), entre outros livros.

agronegócio

Secretário da Agricultura destaca na Faeg trabalho de inspeção de frigoríficos Todos os frigoríficos de Goiás são inspecionados e o trabalho da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), reconhecido publicamente em audiência na Comissão de Meio Ambiente (CMA), do Senado. Foi o que reiterou há pouco o secretário Antônio Flávio Camilo de Lima, da Agricultura, Pecuária e Irrigação de Goiás (Seagro), a um público de mais de cem pessoas, na Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), onde são debatidos assuntos urgentes do setor agropecuário. Ele também defendeu a redução de juros ao pequeno produtor, um dos anseios da categoria. “Goiás tem o melhor serviço de inspeção do País”, disse. Desoneração dos produtos do agronegócio e investimentos em infraestrutura logística mereceram, momentos antes, a atenção de prefeitos, jornalistas e lideranças do setor. Governador Marconi Perillo (PSDB), um dos palestrantes, anunciou proposta de fortalecimento da Agrodefesa, entre outras ações. “Concordo e defendo a iniciativa, que po-

de fazer com que Goiás, ainda neste ano, alcance o status de livre da [febre] aftosa, sem vacinação”, disse Perillo. A intenção do encontro, que tem também a presença do presidente da Faeg, José Mário Schreiner, é dar os primeiros passos rumo à consolidação de um instituto que, numa parceria público-privada entre prefeituras, sindicatos rurais, Faeg e o

governo estadual, sirva para alocar recursos privados destinados às ações nas áreas de seguro rural, assistência técnica, extensão rural e pesquisa agropecuária. Trabalho que deve contemplar, ainda, a formação e capacitação profissional. Também em debate o acesso a mercados ainda não alcançados e a promoção de produtos agropecuá-

rios, outras metas do ainda não criado instituto. Com isso, o governo e entidades esperam possibilitar dar mais agilidade nas áreas essenciais para o desenvolvimento da agropecuária. Conforme Schreiner, o primeiro a discursar aos presentes, Goiás está à beira de um “apagão de mão-de-obra para o campo e é preciso ampliar e intensificar qualificação”.

Desoneração dos produtos do agronegócio e investimentos em infraestrutura logística. Dois dos temas enfocados em encontro de prefeitos e lideranças do setor, na Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg). O secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação de Goiás (Seagro), Antônio Flávio Camilo de Lima, que chegou bem cedo ao local, ouve atentamente as ponderações do governador Marconi Perillo (PSDB), que anuncia em palestra proposta de fortalecimento da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), entre outras ações. “Concordo e defendo a iniciativa, que pode fazer com que Goiás, ainda neste ano, alcance o status de livre da [febre] aftosa, sem vacinação”, disse Perillo, ouvido por uma plateia de mais de cem pessoas, entre agropecuaristas, prefeitos de cidades do interior do Estado, líderes do agronegócio e jornalistas. A intenção do encontro, que tem também a presen-

ça do presidente da Faeg, José Mário Schreiner, é dar os primeiros passos rumo à consolidação de um instituto que, numa parceria público-privada entre prefeituras, sindicatos rurais, Faeg e o governo estadual, sirva para alocar recursos privados destinados às ações nas áreas de seguro rural, assistência técnica, extensão rural e pesquisa agropecuária. Trabalho que deve contemplar, ainda, a formação e capacitação profissional. Também em debate o acesso a mercados ainda não atingidos e a promoção de produtos agropecuários, outras metas do ainda não criado instituto. Com isso, o governo e entidades esperam possibilitar dar mais agilidade nas áreas essenciais para o desenvolvimento da agropecuária. Conforme Schreiner, o primeiro a discursar aos presentes, Goiás está à beira de um “apagão de mão-de-obra para o campo e é preciso ampliar e intensificar qualificação”.

Líderes empresariais do setor de alimentos escolhem Goiânia para sediar fórum nacional Produção e exportação de alimentos ganharam destaque na voz do governador Marconi Perillo (PSDB), por ocasião de encontro com os principais líderes do segmento no País. Ele fez o anúncio da intenção do governo federal em expandir as obras de infraestrutura logística, sobretudo nos setores ferroviário e rodoviário, já esboçadas e que vêm ao encontro dos interesses dos produtores. Foi ouvido pelo secretário Antônio Flávio Camilo de Lima, da Agricultura, Pecuária e Irrigação de Goiás (Seagro), também convidado para a abertura do 1º Fórum Brasileiro da Indústria de Alimentos, em Goiânia (GO), iniciativa do Grupo de Líderes Empresariais (Lide), interessado em consolidar o encontro, anualmente, na capital.  “O Centro-Oeste detém 50% da produção de alimentos, levando em conta o cenário brasileiro. A região é extraordinariamente forte para o futuro do agronegócio e, sobretudo, para a produção e exportação”, disse Perillo, ouvido por jornalistas e demais secretários de Estado. É a primeira vez que a Lide Agronegócio, que tem à frente o ex-ministro da Agricultura Roberto Rodrigues, promove o fórum em Goiânia, focado na capacidade produtiva do Estado, hoje referência mundial na produção de alimentos, de carne a soja. Nomes referenciais do setor estão em Goiânia, entre eles o embaixador do Brasil em Pequim, Clodoal-

do Hugueney, os presidentes da Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (Abia), Edmundo Klotz, e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Dirceu Barbano, respectivamente. Também à mesa o secretário Alexandre Baldy (Indústria e Comércio) e os presidentes das associações dos Produtores de Frangos (Abef ), Francisco Turra, e da Indústria de Café (Abic), Takamitsu Sato. Também entre os nomes o secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Enio Marques Pereira, e o presidente do Conselho de Comércio Exterior da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Rubens Barbosa. O fórum, já na primeira edição, deve reunir 200 líderes empresariais, produtores e personalidades do setor público para debater e analisar a relevância estratégica do agronegócio e o papel do Brasil no contexto. A programação apresenta painéis com os temas “Grãos - câmbio, tributação e mercado”, “Proteína animal - crédito, tributação e mercado”, “Alimentos industrializados - aspectos regulatórios, cadeia alimentar e consumo” e “Intercorrências - gargalos, burocracias e soluções”. Sob o tema “Eficiência e competitividade”, vem com a ambição de revelar o atual cenário e apresentar soluções para o diálogo entre o abastecimento do mercado interno com as demandas internacionais.


6

20 de Abril a 5 de Maio de 2013

PEC 37: o Brasil contra o resto do mundo O Ministério Público paga muito mais pelos acertos do que por seus eventuais erros. O sucesso do Parquet no combate ao crime organizado e aos crimes contra a administração pública rendeu-lhe diversos adversários Leonardo Dumont Especial para o Jornal do Vale

E

stá na Câmara dos Deputados, apenas aguardando data para votação, proposta de emenda constitucional que visa atribuir com exclusividade às Polícias Civis e Federal a investigação de crimes no Brasil. É a PEC 37, popularmente co­ nhecida como a PEC da Im­punidade. A aprovação desta proposta não retiraria apenas o Ministério Público das investigações, mas também outras relevantes instituições, como: Receita Federal, Coaf, INSS... Segundo a Constituição Federal de 1988, o Ministério Público é instituição defensora do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis. Promotores de Justiça e procuradores da República possuem independência funcional, ou seja, não possuem compromisso algum com acusações cegas desarrazoadas. Causa-me bastante espanto ler nestes dias profissionais do direito dizendo que o promotor de Justiça tem compromisso com a

condenação. Mentira!! Quem milita na área criminal sabe que é extremamente comum a promoção de arquivamento de inquérito policial e pedidos de absolvição (até mesmo em plenário do Tribunal do Júri) por parte do Ministério Público. Outro argumento utilizado pelos defensores da PEC da Impunidade é que a polícia seria “isenta e imparcial” para investigar. Ora, todos sabemos que a Polícia Civil está ligada diretamente ao Poder Execu­tivo, é o braço armado do Estado. Afastamentos e transferências de delegados por motivos “inexplicáveis” ocorrem com frequência, e posso afirmar categoricamente visto que antes de integrar o Ministério Público exerci o cargo de delegado de polícia no Estado de Goiás e agente de polícia no Distrito Federal. Além disso, como o Código de Processo Penal determina que o Ministério Público tem o ônus de provar o que foi imputado, nada mais natural que possa ele mesmo obter as provas necessárias para formação de seu convencimento. É assim

que ocorre, por exemplo, durante a instrução dos inquéritos civis, antes da eventual propositura de ação civil pública nas mais diversas áreas (patrimônio público, meio ambiente, etc.). O promotor pode investigar a improbidade mas não o crime? Teria que requisitar um inquérito policial para “esquentar” sua investigação? Aprovada a PEC 37 o Brasil será motivo de chacota no cenário jurídico internacional. Nos mais de 180 países em que existe a figura do Ministério Público, apenas em 3 deles, Uganda, Quênia e Indonésia, o Parquet [sinônimo de Ministério Pública na linguagem do Direito] não pode investigar. Na maioria dos países desenvolvidos nem sequer existem as figuras do delegado de polícia e do inquérito policial. Mais, a República Federativa do Brasil ao aderir ao Tratado de Roma que instituiu o Tribunal Penal Internacional comprometeu-se a manter um Ministério Público investigativo. Aprovado este absurdo jurídico estaremos sujeitos a sanções internacionais.

Afronta à Justiça

Mesmo sem nenhum resultado efetivo, após a condenação dos mensaleiros, o Supremo Tribunal Federal vem sofrendo seguidas retaliações do Congresso Nacional. As mais recentes são a ameaça de acabar com a atribuição de investigações do Ministério Público e a avocação da competência jurisdicional para que o Congresso dê a última palavra sobre matérias constitucionais. Alegam os “golpistas democráticos” que os congressistas são os legítimos representantes do povo. Em razão das distorções no processo eleitoral brasileiro, só muito ingênuo pode acreditar nessa teoria. O cidadão comum não tem nenhuma participação fora das eleições e toda sua atividade político-partidária fica limitada à obrigação de apertar tecla no dia da eleição. Além de essa alegada legitimação ser meramente presumida, o histórico de malfeitorias do Congresso Nacional e sua inteira sujeição aos desígnios do Poder Executivo desautorizam ainda mais essa tentativa

aloprada de incorporarem o Poder Judiciário. Nessa linha, o Brasil retroagiria vários séculos, deixaria de ter a tripartição dos poderes e passaria a ser um estado totalitário, já que o Poder Legislativo, por sua atuação ultimamente, passou a ser um órgão a referendar atos do Executivo nacional. Mencionar alguns fatos é necessário apenas devido à memória curta da nossa sociedade para se lembrar de situações desabonadoras. Nenhum brasileiro se sente representado por alguém que concede viagens pagas com dinheiro público para parentes e amigos voarem, para pagar noitadas em motéis com os tais cartões corporativos, que até hoje não se sabe como se gasta esse dinheiro. Vai além disso. É acintoso custear os congressistas e arcar com despesas de mordomias de toda ordem, como pagar moradia até para deputados residentes em Brasília e com cotas de Correio, quando se vive num mundo conectado pela internet. Com essas figuras na direção, este país nunca

atingirá um patamar civilizado, capaz de punir um ato criminoso de alguém, independe do cargo que ocupe. Pelos antecedentes, pelo passado sombrio de sujeiras de alguns deputados e senadores e dos presidentes das duas Casas recentemente, pela falta de capacidade técnica e até por serem legitimados apenas presumidamente, quem pretende acabar com a atribuição de investigar do Ministério Público, bem como incorporar o Poder Judiciário ao Congresso só o faz em defesa própria ou porque pirou de vez. Voltar ao estado feudal é um caminho sempre perseguido por alguns, mas a sociedade precisa deixar claro que os representantes fazem o que os representados desejam. Muito embora seja praticada em larga escala e nunca tenha sido evitada, a impunidade é algo que o brasileiro definitivamente nunca quis, muito menos agora. Pedro Cardoso da Costa – Interlagos/SP - Bacharel em direito

Canal 23

Porangatu-GO

Fone: (62) 3362-1850

Não pensem que o Ministério Público investiga sem qualquer tipo de controle. O Conselho Nacional do Ministério Público (órgão de controle externo, formado por promotores, juízes, advogados e representantes do Congresso Nacional) editou a Resolução nº 13/2006 que traça com particularidades como deve ser feita a investigação criminal. Instado a se manifestar sobre a natureza das resoluções do CNMP e do CNJ, o Supremo Tribunal Federal afirmou que as mesmas são atos normativos primários, extraídos diretamente da Constituição, ou seja, estão no mesmo patamar hierárquico que as leis. Não bastasse, o arquivamento deste Procedimento de Investigação Criminal deve passar pelo crivo do Poder Judiciário, assim como os inquéritos policiais. STJ e STF já se manifestaram diversas vezes pela possibilidade da investigação criminal ser feita de forma direta pelo Ministério Público. Na composição atual do Supremo, sete dos dez

ministros em atividade já se manifestaram pela constitucionalidade da investigação ministerial.

O Ministério Público já mostrou à sociedade brasileira o quanto é importante sua participação investigativa, vide casos do TRT de São Paulo (juiz Nicolau dos Santos Neto), homicídio do prefeito Celso Daniel, Ação Penal 470 (Mensalão), caso do Bar Bodega em São Paulo (crime praticado por policiais e que a Polícia Civil pediu o arquivamento do caso).

Erros acontecem em qualquer instituição, o Ministério Público não está imune. Mas hoje pagamos muito mais por nossos acertos que por nossos erros. O sucesso do Parquet no combate ao crime organizado e aos crimes contra a administração pública rendeu-lhe diversos inimigos. A quem interessa que apenas um órgão vinculado umbilicalmente ao Poder Executivo realize com exclusividade as investigações criminais? À sociedade brasileira? Parece-me que não.    Leonardo Dumont Palmerston é promotor de Justiça no Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul.

CIDADANIA

Campanha É Legal Ter Pai ganha reforço na divulgação Após grande sucesso da campanha É Legal Ter Pai, elaborada para ampliar a atuação do Ministério Público de Goiás na garantia do direito de paternidade, a iniciativa ganhou um reforço de divulgação para este ano de 2013. Em continuação da parceria já firmada com a Rede Metropolitana de Transporte Coletivo (RMTC), 3 mil cartazes estão sendo colocados em ônibus que circulam na região metropolitana de Goiânia. Segundo esclarece a promotora Gislene Silva Barbosa, titular da 51ª Promotoria de Justiça de Goiânia e idealizadora do projeto, a retomada na divulgação da campanha tem o objetivo de ampliar ainda mais o alcance do trabalho feito pela promotoria, que é contínuo. Ela observa que, desde 2012, ano do início da campanha, houve aumento de até 100% no número de atendimentos. “É muito importante que o acesso a um direito tão importante, que é o de ter o nome do pai na certidão de nascimento, posa ser conquistado de forma totalmente gratuita”, frisa a promotora. Ela explica que, ao buscar o auxílio do Ministério Público para o reconhecimento de paternidade, a mãe da criança ou do adolescente e até mesmo um adulto, tem que indicar o suposto pai, mesmo ele que não more em Goiânia, ou no Estado de Goiás. Com a convocação para o comparecimento em audiência na promotoria,

caso não haja o reconhecimento espontâneo da paternidade, é realizado o exame de DNA para a comprovação. Uma vez comprovada, é feito o reconhecimento na certidão de nascimento e o acordo para o pagamento da pensão. Caso o suposto pai não viva em Goiás, o procedimento é feito por meio de carta precatória ministerial. Por este instrumento, um promotor de Justiça do Estado em que o suposto pai reside realiza a audiência e, caso necessário, também é feito o exame de DNA. Nas situações em que o pretenso pai não é encontrado, ou não se deixa encontrar, ela esclarece que é possível ingressar com uma ação de investigação de paternidade. Além disso, há também a possibilidade de fazer o reconhecimento de pai já falecido. APOIOS AO projeto Com o apoio das parcerias conquistadas para a iniciativa, o MP conseguiu

colocar os cartazes da campanha circulando em ônibus do consórcio da RMTC e da Metrobus. O material também foi afixado em terminais do transporte coletivo, em 23 unidades fixas de atendimento do Vapt-Vupt do Estado, e nas bilheterias e postos de venda e recarga de sitpass administrados pelo Setransp. O projeto conta ainda com a colaboração de cartórios de registro civil, da Prefeitura de Goiânia, da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e os laboratórios conveniados, Biogenetics e Biocroma. Também em caráter de parceria a campanha auxilia o Programa Pai Presente, do Poder Judiciário, na realização de exames de DNA. Embora coordenada pela promotoria da capital, a campanha não se limita a Goiânia. Mais de 20 promotorias já fizeram a adesão ao projeto, que está pronto para receber demandas do interior do Estado.


20 de Abril a 5 de Maio de 2013

Edição 32

7

Psicologa lança Livros sobre violencia contra mulheres e Crianças Obra da professora Mara Suassuna aborda trabalho do Cevam, em Goiânia. Lançamento foi na na livraria Fnac.

O

trabalho do Centro de Valorização das Mulheres Consuelo Nasser (Cevam), em Goiânia, é tema de um livro que será lançado na próxima quarta-feira (24). A obra “Cevam 30 anos - Abrindo os olhos da sociedade para a violência”, da professora do Instituto de Pós-Graduação (Ipog) e mestre em psicóloga Mara Suassuna, fala da violência contra a mulher, e mostra a desigualdade de gênero, em uma abordagem humanística. O lançamento será às 20h, na livraria Fnac, no Shopping Flamboyant. A obra é fruto da pesquisa de dissertação de mestrado da professora Suassuna e avalia a situação das mulheres vítimas de violência no estado, além de analisar as causas e o motivo que a torna, muitas vezes, permanente. Para a mestre em psicologia, embora a Lei Maria

da Penha seja um avanço na defesa das mulheres, ainda há muito para se fazer. “Há falta de espaços de abrigo para mulheres e crianças em situação de violência; programas e politicas públicas que venham solucionar as demandas de forma mais rápida e eficaz; aparelhamento

das Delegacias da Mulher e programas de capacitação e profissionalização, para que as mulheres possam quebrar o círculo da violência e terem a oportunidade de recomeçarem suas vidas com dignidade”, avalia Suassuna. Toda a renda arrecadada com a comercialização da

obra será doada ao Cevam, localizado na capital goiana, como forma de contribuir com a luta contra a violência. “Acredito que o conhecimento advindo da prática de pesquisa do Cevam me proporcionou uma maior abertura em relação à temática da violência no nosso estado. Isso não é nada diante do trabalho que é desenvolvido por Dolly Soares e Cecília Machado frente ao Cevam. Mas é minha forma de carinho e reconhecimento a essa luta e acredito ser um dever de todos nós, de contribuirmos com a causa da violência”, afirma. O Lançamento do livro “Cevam 30 anos - Abrindo os olhos da sociedade para a violência”, da professora e mestre em psicologia Mara Suassuna, foi lançado no dia 24 de abril às 20 hs, na Livraria FNAC, Shopping Flamboyant, em Goiânia, onde o mesmo esta a venda.

Prefeita de Jussara quer implatar politicas públicas para as mulheres A prefeita de Jussara, Tatiana, acompanhada pela senhora Roseli Thiago e a presidente do Conselho Tutelar Cirlei Neves estiveram em reunião com a presidente do CEVAM- Centro de Valorização da Mulher, Dores Dolly, visando a implantação em Jussara de políticas direcionadas para as mulheres. O CEVAM nasceu de uma iniciativa de sua fundadora Consuelo Nasser, que visava proteger e amparar mulheres vítimas de violência doméstica. Porém, com o passar dos anos, a história mudou - assim como a sociedade e a relação dela com esta violência. Hoje, grande parte das ações desenvolvidas no CEVAM são voltadas também à recuperação de crianças e adolescentes agredidos, abusados ou abandonados. Por isso a luta pela justiça social é tão importante: elas representam uma chance de nova vida para inúmeros seres humanos que

Prefeita Zélia Camelo de Oliveira e ex-prefeito Zacarias Ribeiro de Oliveira (de Itapirapuã) visitam Tatiana

Prefeita Zélia de Itapirapuã, visita prefeita de Jussara Ângela Esteu, Cirley Neves, Rosely Santiago e prefeita Tatiana vivem desamparados, e precisam de cuidados e ter a esperança renovada e a chance de terem uma vida normal. Nessa caminhada também buscaram apoio no Conselho Estadual da Mulher com a presidente Ângela Café, onde tiveram uma reunião muito produtiva,

que não faltou informação e orientações para se formar o Conselho Municipal da Mulher em Jussara. Na busca de capacitação estiveram também com a Dra. Chiara psicóloga e coordenadora do CRI SEMIRA - Centro de Referência da Igualdade que se dispôs a estar em Jussara

na implantação do Conselho Municipal e orientação e capacitação para os trabalhos. Jussara em breve terá uma comissão de mulheres preparadas para assumir este papel de defesa da violação dos direitos das mulheres e adolescentes do nosso município.

SEGURANÇA

Marconi e ministro da Justiça fazem convênios para melhor segurança do Entorno do DF O governador Marconi Perillo e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, assinaram convênios na tarde de hoje no Ministério da Justiça, visando o incremento de investimentos dos governos Federal e Estadual, na área da segurança pública, beneficiando os municípios da região do Entorno do Distrito Federal. Um dos convênios destina-se à construção de um presídio em Planaltina de Goiás com capacidade para 300 detentos. Ele prevê que para a construção o Governo do Estado desembolsará

R$ 8 milhões e o Ministério da Justiça, R$ 3,6 milhões. “Com a assinatura desse convênio, os recursos serão liberados rapidamente para que possamos iniciar o processo licitatório”, informou o governador. Marconi e o ministro Cardozo assinaram também um convênio de adesão do Governo do Estado ao Sinesp – Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública e Prisional. “São informações sobre dados estatísticos que os estados fornecem ao Ministério da Justiça, onde elas,

consolidadas, permitem um melhor direcionamento das políticas públicas na área da segurança pública”, explicou Marconi. Na audiência desta quinta-feira, o governador e o ministro da Justiça definiram ainda a realização de uma reunião do Gabinete de Gestão Integrada dos municípios do Entorno, que deverá ocorrer no próximo dia 21, com a presença de prefeitos, do ministro e dos governadores de Goiás e do Distrito Federal, para que sejam discutidos os problemas e encaminhadas ações de seguran-

ça pública na região. O PAC do Entorno, sugerido pelo governador Marconi ao Governo Federal, em fase final de elaboração, destinará recursos para a segurança pública na região e também fez parte da pauta do encontro de hoje à tarde. O assunto ganhará destaque em outro encontro que Marconi, José Eduardo Cardozo e os prefeitos deverão realizar no mês que vem. Na audiência, o governador esteve acompanhado do secretário de Segurança Pública, Joaquim Mesquita.

A prefeita de Itapirapuã, Zélia Camelo de Oliveira visitou a prefeita Tatiana Santos de Castro, acompanhada do ex-prefeito Zacarias Ribeiro de Oliveira. Na reunião, as prefeitas, de Jussara e de Itapirapuã, aproveitaram para conversarem sobre assuntos comuns às duas cidades vizinhas. Algumas parcerias também foram discutidas, inclusive em relação à Jacilândia que pertence a Itapirapuã, mas que oferece demanda de atendimento no município de Jussara, por estar mais próximo e também por ser onde a população do distrito acessa o comércio. PAVIMENTAÇÃO DA GO-324 A pavimentação da GO-324, que liga Jussara a Jacilândia, com trecho de cerca de 10 km no município de Jussara e cerca de 18 km no município de Itpairapuã, também

foi assunto abordado na conversa que as duas prefeitas tiveram. A construção de pontes e bueiros, inclusive a ponte da divisa dos dois municípios, foi mencionada na conversa que mantiveram as prefeitas dos dois municípios diretamente interessados na obra. PARCERIA FORTE NA REGIÃO Nessa visita recebida pela prefeita Tatiana Santos de Castro, da prefeita de Itapirapuã, fica demonstrado e comprovado o relacionamento institucional e amigo entre os municípios vizinhos. Tanto Zélia Camelo de Oliveira quanto Tatiana Santos de Castro fazem questão de reafirmar essa parceria forte e saudável entre as duas autoridades em busca das melhores soluções para as questões comuns e de interesse da população dos dois municípios de também da região.

Notícias de Goiás e da Região do Vale Cidades de circulação: Goiânia, Cidade de Goiás, Itapirapuã, Matrinchã, Jussara, Ceres, Rialma e Aragarças.

PARA ANUNCIAR, LIGUE: (62)

9193-2365

Vale Comunicação Ltda


8

20 de Abril a 5 de Maio de 2013

Violência no estado tem recuo expressivo em abril A

violência em Goiás experimentou uma queda significativa no mês de abril, tanto no comparativo com março quanto com abril do ano passado. Balanço concluído na sexta-feira (3/5) pela Secretaria da Segurança Pública e Justiça (SSPJ) demonstra que houve uma redução generalizada nas ocorrências de maior gravidade, como homicídios, homicídios culposos no trânsito, tentativa de homicídio, latrocínio e estupro. Na questão dos homicídios, modalidade criminosa prioritária para a SSPJ-GO, a queda no número de ocorrências em Goiás foi de 23% em abril em relação a março. Quando a comparação é com abril de 2012, houve 3% menos casos – 197 ante 203. Os registros de tentativa de homicídio (menos 29% de ocorrências) e de latrocínio (menos 30%) recuaram expressivamente de março para abril. Outras ocorrências de maior poder ofensivo, como roubo de veículos, ao comércio e estupro também observaram queda (veja quadro abaixo). Em relação às regiões do Estado, o Entorno do Distrito Federal foi a que obteve a maior redução no número de homicídios, com 48% menos casos em abril em relação a março. Contudo, a tendência foi confirmada em Goiânia (menos 9%) e Aparecida de Goiânia (também menos 9%). O resultado segue positivo quando se comparam os casos de homicídio nos meses de abril de 2013 e de 2012. Em Goiás, houve redução de 3% nos casos de homicídio; no Entorno do DF o recuo foi de 8% (de 48 para 44) e em Aparecida de Goiânia foi de 9% (32 para 29. Em Goiânia,

os dados ficaram estáveis (49 e 50, respectivamente). Segundo o secretário da Segurança Pública e Justiça de Goiás, Joaquim Mesquita, algumas ações permitiram o bom resultado no combate aos crimes de maior potencial ofensivo em abril. Uma delas é a adoção do Sistema de Controle Operacional (Siscope), uma ferramenta que permite acompanhar em tempo real todas as ocorrências registradas em Goiás e o trabalho da Polícia Militar. Outra medida importante é o aumento da presença policial nas ruas, principalmente na chamada “mancha quente”, que são as regiões com maior número de ocorrências. “Com o Siscope, é possível distribuir melhor a tropa. E o coronel Sílvio (Benedito Alves), que assumiu o comando da PM há um mês, tem convocado inclusive policiais do serviço administrativo e que estão em cursos de treinamento para o patrulhamento nas ruas. Em abril a Rotam também retornou ao patrulhamento 24 horas, inclusive com o dobro de homens”, avaliou Joaquim Mesquita. Os dados positivos de abril, de acordo com o secretário, ainda são altos, mas devem ser comemorados, pois houve um pico de crimes em março. “Temos observado uma curva descendente desde dezembro, mas em março tivemos esse salto. Agora, retomando a curva de queda, a tendência é de melhora nos próximos meses. O número de homicídios ainda é alto, mas cada caso a menos deve ser comemorado”, afirmou, durante entrevista a jornalista na manhã desta sexta-feira (3/5).

Goiás Ocorrências

Março/13

Abril/13

Homicídio

257

197

Tentativa de homicídio

271

192

Homicídio culposo no trânsito

68

57

Latrocínio

10

7

Estupro

41

35

Março/13

Abril/13

Homicídio

257

197

Tentativa de homicídio

271

192

Homicídio culposo no trânsito

68

57

Latrocínio

10

7

Estupro

41

35

Goiânia Ocorrências

Entorno do DF Ocorrências

Março/13

Abril/13

Homicídio

85

44

Tentativa de homicídio

77

32

Homicídio culposo no trânsito

8

6

Latrocínio

3

3

Estupro

13

11

APARECIDA DE GOIÂNIA Ocorrências

Março/13

Abril/13

Homicídio

32

29

Tentativa de homicídio

39

46

Homicídio culposo no trânsito

8

6

Latrocínio

2

0

Estupro

3

3

segurança pública

Rotam realiza “Operação Olhos de Águia” A Rotam deflagrou na sexta-feira (3/5) a primeira grande operação de combate à criminalidade em Goiânia, após a mudança de comando e atuação em tempo integral. Através da ação, a unidade especializada da Polícia Militar pretende contribuir com a redução de crimes, combatendo o tráfico de drogas, roubo a pessoas, roubo a comércios e roubo de veículos. A operação Olhos de Águia se estende durante todo fim de semana. Ao todo, 15 equipes formadas por 60 homens irão se reunir na sede da Rotam para definir as estratégias e de lá serão distribuídas para a região Centro-Sul da capital, como os Setores Pedro Ludovico, Bela Vista, Jardim América, Nova Suíça, entre outros. Segundo o comandante

Meio Ambiente: nota técnica sugere exigência da averbação de reserva legal

A coordenadora do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente, Suelena Carneiro Jayme, expediu informação técnico-jurídica a todos o promotores de Justiça com atuação na área ambiental orientando sobre a manutenção da exigência da averbação de reserva legal como condição para a prática de qualquer ato que implique transmissão, desmembramento, retificação ou alteração de domínio do imóvel rural. Ela alerta para esta exigência enquanto não houver a implementação e funcionamento no Estado do Cadastro Ambiental Rural (CAR). Segundo esclarece, existe divergência sobre a continuidade ou não de exigência da averbação da reserva legal no Cartório de Registro de Imóveis após a entrada em vigor da Lei Federal nº 12.651/2012 (Novo Código Florestal). Contudo, a coordenadora cita que

Municípios Credenciados ao Conselho Estadual do Meio Ambiente Os municípios abaixo relacionados encontram-se regularmente credenciados junto ao CEMAm para emissão de licenças ambientais das atividades constantes no anexo único da Resolução CEMAm nº 04/2011, 1. Abadia de Goiás 2. Alto Horizonte 3. Anápolis 4. Aparecida de Goiânia 5. Bela Vista de Goiás 6. Campinorte 7. Catalão 8. Cidade Ocidental 9. Estrela do Norte 10. Goianésia 11. Goiânia 12. Goianira 13. Inhumas 14. Ipameri 15. Itaberaí 16. Itapaci 17. Itapuranga 18. Itumbiara 19. Jaraguá 20. Jataí Municípios regularmente conveniados com a SEMARH para emissão de autorizações para locali-

da Rotam, tenente-coronel Renato Brum dos Santos, nos últimos dez dias (período da troca de comando)

foram feitas mais de 600 abordagens e dez prisões em flagrante, média de uma por dia. Foram retirados de

circulação três pistolas, um revólver e um fuzil, além de oito foragidos da Justiça recapturados.

o Parecer nº 259/2012, da Corregedoria-Geral da Justiça de Goiás, concluiu que enquanto não desenvolvido e implantado o CAR, continua subsistindo a obrigação da averbação da reserva legal. Além disso, ela cita Procedimento de Controle Administrativo interposto pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais para que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) reconhecesse a obrigação legal de averbar junto ao Cartório de Registro de Imóveis as áreas de reserva legal, cuja dispensa fora reconhecida pela Corregedoria do Tribunal de Justiça de Minas Gerais. A decisão liminar do CNJ foi pela suspensão da orientação e do provimento dados pelo tribunal mineiro até decisão final no Procedimento de Controle Administrativo. (Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)

1. Abadia de Goiás 2. Catalão 3. Goianira 4. Luziânia 5. Minaçu

ressalvando a necessidade de celebração de convênio específico com a SEMARH para as atividades de autorização para localização de reserva legal em propriedades de até 500 ha e desmatamentos de até 20 ha. 21. Joviânia 22. Jussara 23. Luziânia 24. Minaçu 25. Mineiros 26. Nerópolis 27. Niquelândia 28. Nova Iguaçu 29. Porangatu 30. Quirinópolis 31. Rio Verde 32. Santa Tereza de Goiás 33. Sto. Antônio do Descoberto 34. São Luís de Montes Belos 35. São Simão 36. Senador Canedo 37. Trindade 38. Trombas 39. Uruaçu 40. Vicentinópolis zação de reserva legal em propriedades de até 500 ha e desmatamentos de até 20 ha: 6. Mineiros 7. Nerópolis 8. Rio Verde 9. Trindade

Marconi abre oficialmente campanha de vacinação contra a aftosa O governador Marconi Perillo abriu hoje oficialmente a primeira etapa anual da Campanha de Vacinação Contra a Febre Aftosa em Goiás.Todo o rebanho de bovinos e bubalinos no Estado, estimado em quase 22 milhões de cabeças, deve ser imunizado, sem exceção. A campanha, que se estende de 1º a 31 de maio, foi lançada na Fazenda Maktub, em Vianópolis (GO), a 96 quilômetros de Goiânia. A

propriedade pertence ao produtor rural José Manoel Caixeta, superintendente executivo da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Irrigação de Goiás. A expectativa é que seja ultrapassado o percentual de vacinação da campanha de maio do ano passado, quando foi alcançada cobertura vacinal de 99,63%. “A cada etapa os resultados têm se mostrado melhores, prova do comprometimen-

to do pecuarista com a sanidade do rebanho e com a economia do nosso Estado”, destacou o presidente da Agrodefesa, Antenor Nogueira. Durante o evento, o governador Marconi Perillo assinou termo de cooperação técnica entre o Governo do Estado, a Secretaria da Agricultura, a Agrodefesa e a Fundepec, que define apoio financeiro à Agrodefesa para o exercício de suas ações

de controle e emergência na defesa agropecuária, assim como nas ações de prevenção, precaução e combate às doenças dos animais de notificação compulsória ou pragas quarentenárias de vegetais, nesse caso no intuito de evitar a propagação dos seus agentes infectantes nos rebanhos ou nos cultivares. Em seu discurso, o governador destacou a importância de se manter a sani-

dade dos animais por meio da vacinação. A medida vai permitir a Goiás alcançar o status de zona livre da doença sem vacinação. “Esta responsabilidade de buscarmos o certificado de zona livre de aftosa sem vacinação, vai depender muito dos produtores. Se nós tivermos um foco de aftosa em Goiás, todo esse esforço que fizemos até agora vai por água abaixo”, destacou Marconi. Quem não vacinar o

rebanho paga multa de R$ 7,00 por cabeça e R$ 60,00 se deixar de entregar a Declaração de Vacinação dentro do prazo, que é de até cinco dias após o término da campanha. Em caso de reincidência, o produtor rural paga o dobro do valor. Por meio do cadastro das propriedades em sistema informatizado, a Agrodefesa tem o controle das propriedades que estão adimplentes ou inadimplentes.


20 de Abril a 5 de Maio de 2013

Edição 32

9

educação

Aragarças lança feira para valorização do artesanato regional O prefeito Aurélio Mendes lançou, em Abril, a Feira Quarto Crescente, evento que acontecerá quinzenalmente na Avenida Beira-Rio. O objetivo é criar um espaço exclusivo para a divulgação e comércio de produtos artesanais de Aragarças e região. A feira será coordenada pela Secretaria de Indústria, Comércio e Agricultura, e Coordenadoria de Cultura, que estarão oferecendo oportunidades para que os artesões possam expor seus produtos e valorizar sua arte. O evento acontecerá a cada 15 dias, das 18 às 22 horas, com espaços demarcados para a instalação de barracas, praça de alimentação e palco de shows. O local escolhido fica à margem esquerda da Avenida Beira-Rio, próximo a

Praça do Travessias. Segundo o secretário de Indústria e Comércio de Aragarças, Bruno Henrique Lopes Cardoso, a Feira Quarto Crescente nasce com a finalidade de apoiar os artesões de Aragarças e região que ainda não tem um local onde expor seus produtos e mostrar o seu talento. “É uma iniciativa que tem tudo para dar certo. Foi criado um regimento e apresentado aos artesões para que ocorra uma feira estruturada e organizada. O município e a região tem um grande potencial, tanto é que já temos um pré-cadastro com mais de 50 inscritos”, disse ao se reunir na última quarta-feira (10), com os artesões no plenário da Câmara Municipal.

Alunos da rede municipal são beneficiados com kit escolar e uniformes O

s 2,5 mil alunos matriculados na rede municipal de ensino de Aragarças foram beneficiados pela administração Aurélio Mendes e Léo Leão com a distribuição de kit escolar que permitirão o acesso às salas de aula durante o calendário de 2013. Além de materiais de primeiras necessidades, como mochila, cadernos, lápis, lápis de cor, borracha e apontador, eles receberam também uniformes para a frequência escolar. Os materiais foram distribuídos em duas escolas, Laurita Martins e José Nogueira de Moraes, numa solenidade que contou com a presença do prefeito Aurélio Mendes, do vice Léo Leão, da primeira-dama Idanusia Mendes, da secretária de Educação, professora Mônica Maracaípes, secretários e vereadores que dão sustentação à administração na Câmara

Municipal. Para o prefeito Aurélio Mendes, o kit escolar e os uniformes reforçam o compromisso de sua gestão com a educação. “Ainda na nossa campanha, fizemos o compromisso de melhorar a qualidade do ensino em Aragarças e isso está sendo feito. Já concedemos reajuste salarial aos professores e agora estamos entregando os materiais que, com certeza, serão de grande valia aos alunos”, disse o prefeito. A secretária de Educação, Mônica Maracaípes reforçou as palavras do prefeito. Segundo ela, à administração com a distribuição dos kits mostra seu compromisso com uma educação de qualidade. “São 2,5 mil alunos que a partir de agora contarão com todo o auxílio do poder público para freqüentar as escolas do município”, ressaltou.

LEI ORÇAMENTÁRIA

Contribuintes terão Aragarças realiza audiência pública desconto de 95% para a para elaboração do LDO, LOA e PPA regularização de débitos A Prefeitura de Aragarças está facilitando a vida dos contribuintes que possuem débitos com o município. A Câmara aprovou o projeto de Lei 1.694 que cria o Programa de Recuperação de Créditos da Fazenda Pública Municipal – REFAZ/2013, concedendo desconto de 20% para o pagamento do IPTU/2013 e redução das multas, juros, da atualização monetária e descontos de até 95% para o pagamento dos tributos municipais em atraso. De acordo com o Setor de Arrecadação da Secretaria Municipal de Finanças, a iniciativa do município é regularizar a situação fiscal dos contribuintes, facilitando a negociação dos débitos tributários que poderão ser quitados com descontos especiais em até 12 parcelas, inclusive os inscritos em dívida ativa ou ajuizados. A renegociação engloba todos os tributos. O desconto previsto pelo REFAZ/2013 prevê des-

conto de 95% para o pagamento de débitos a vista; 90% em duas parcelas; 88% em três parcelas e 70% em até 12 parcelas. A tabela de parcelamento poderá ser retirada no Setor de Arrecadação, no bloco I do Centro Administrativo Municipal. Além dos tributos em atraso, os contribuintes terão desconto de 20% para o pagamento integral do IPTU até o dia 28 de julho. Segundo o prefeito Aurélio Mendes, o REFAZ/2013 é uma oportunidade que a Prefeitura está concedendo ao contribuinte Aragarcense para que possa regularizar junto ao município e desta forma colaborar para melhorar a sua cidade. “Pagando seus impostos em dia, o cidadão estará colaborando para que tenhamos uma cidade melhor, com mais saúde, mais educação e investimentos em obras essenciais que podem colaborar com a sua qualidade de vida.”

A Prefeitura de Aragarças, por meio da Secretaria de Administração, realizou na última quarta-feira, 3, na Câmara Municipal, a audiência pública do PPA 2014/2017 (Plano Plurianual) e elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e Lei Orçamentária Anual (LOA). Participaram da reunião, o prefeito Aurélio Mendes, equipes da administração municipal, vereadores, representantes de entidades e lideranças comunitárias. Na oportunidade, o secretário de Administração, Artur Mendes conduziu os trabalhos e explanou sobre os objetivos da LDO, LOA e PPA, bem como da importância da participação popular na elaboração das leis de diretrizes orçamentárias, e as responsabilidades da gestão pública junto a LRF (Lei

de Responsabilidade Fiscal). Artur fez um breve relato das mudanças que estão sendo feitas na estrutura administrativa com o objetivo de melhorar o atendimento ao público e qualificar os servidores para desempenhar melhor suas funções. Acompanhado pelo vice-prefeito Léo Leão, o prefeito Aurélio Mendes fez questão de ressaltar a reali-

zação da audiência pública para discutir as diretrizes orçamentárias. Segundo ele, a LDO, o PPA para o quadriênio 2014 a 2017 e a LOA (Lei Orçamentária Anual) compõem o processo de planejamento de uma prefeitura, ou seja, começa com a LDO que através dela serão traçadas as diretrizes para elaboração da LOA, e o PPA, que é um planejamento orçamentário

de longo prazo, para quatro anos, e nele se discute os rumos estratégicos de uma gestão inteira. “A participação da sociedade é importante para que possamos elencar as prioridades que serão inseridas no Orçamento de 2014. A LDO, a LOA e o PPA dão um norte à administração. É partir dessas leis que vamos poder direcionar o que pretendemos fazer. Essa é à hora de todos participarem e dar suas sugestões para que tenhamos uma qualidade de vida melhor”, destacou. Ao término da audiência a palavra foi aberta à comunidade com intervenções de vereadores e representantes de categorias que sugeriram ao prefeito Aurélio Mendes investimentos em vários setores, entre eles a saúde, considerada uma área essencial.

SORRISO

Programa de Saúde Bucal reforça estoque Prefeito Aurélio prestigia de materiais nas unidades de saúde troca do Comando Regional da PM

O prefeito Aurélio Mendes, acompanhado pelo secretário de Comunicação, Marcos Aurélio Fernandes, prestigiou a troca de comandante do 7º Comando Regional da Polícia Militar, com sede em Iporá. Na oportunidade, o coronel Divino Alves de Oliveira, assumiu o posto em substituição ao tam- Prefeito Aurélio Mendes prestigiou a bém coronel Ozanir posse do novo comandante Gonçalves Itacarambi, que assumirá o Comando seguintes Unidades: 12º BPM/ de Gestão e Finanças da PM Iporá, 4ª CIPM/ Aragarças, 25º (CGF). BPM/ Palmeiras, 17ª CIPM/ O 7º Comando Regional Anicuns e 20ª CIPM/ São Luís da PM abrange as áreas das de M. Belos.

A Prefeitura de Aragarças acaba de disponibilizar materiais de saúde bucal para melhorar, estruturar e aperfeiçoar o atendimento odontológico à população. O reforço atenderá as unidades de Estratégias Saúde da Família (ESF), responsáveis pelo Programa de Saúde Bucal no município. Segundo o coordenador de Saúde Bucal do município, odontólogo Arthur Albuquerque, o estoque adquirido pela Prefeitura é composto por materiais de alta qualidade, garantindo aos profissionais que atendem nas ESF’s estrutura para trabalhar e oferecer aos pacientes serviços qualificados. “A preocupação do prefeito Aurélio Mendes e do secretário de Saúde, Alex Leão, é dar toda a estrutura para que o Programa de Saúde

Bucal atinja seu objetivo que é dar um sorriso mais alegre a população Aragarcense. Estamos trabalhando nesse sentido estamos instalando um novo gabinete odontológico no ESF 305 visando ampliar o atendimento à comunidade”, disse o coordenador. De acordo com o prefeito Aurélio Mendes, o Programa de Saúde Bucal conta com profissionais capacitados para garantir, diariamente, o atendimento às pessoas que vão as unidades de saúde de Aragarças. “Queremos que o Aragarcense volte a sorrir com dentes lindos e sadios, evitando que tenhamos jovens e adultos com problemas dentários. Os materiais foram adquiridos e conforme a necessidade os estoque serão reforçados”, garantiu.

CEO – O prefeito Aurélio Mendes está trabalhando também na captação de recursos para a implantação do Centro Especializado em Odontologia (CEO), que será mais um reforço para o Programa de Saúde Bucal.

Arthur Albuquerque, coordenador de Saúde Bucal de Aragarças


10

20 de Abril a 5 de Maio de 2013

RECONHECIMENTO

Vilmar Rocha recebe título de cidadão de Cocalzinho Secretário-chefe da Casa Civil foi festejado e apontado como um político correto, ético, leal e que, ao longo de 30 anos de vida pública, nunca se envolveu em escândalos

O

deputado federal Vilmar Rocha, secretário-chefe da Casa Civil, recebeu no último dia 26, o título de cidadão de Cocalzinho, cidade situada no Entorno do Distrito Federal, a 110 km de Goiânia. A solenidade, na Câmara Municipal, contou com a presença da senadora Lúcia Vânia, dos prefeitos Alair Ribeiro (Cocalzinho) e Itamar Barreto (Formosa), da deputada distrital Eliana Pedrosa e de todos os vereadores do município, além de ex-prefeitos e vereadores da região e outras autoridades políticas da região. A proposta do título de cidadão cocalzinhense ao deputado Vilmar Rocha foi feita pelo então vereador Júlio Arruda, ainda em 2010. Segundo o ex-vereador, o deputado Vilmar Rocha é merecedor do título pelos grandes serviços já prestados ao município ao longo de todos os seus cinco mandatos no Congresso Nacional. Como exemplo, Júlio Arruda citou a luta pela emancipação do município, em 1990, e a pavimentação da BR-414, que liga Anápolis a Niquelândia, passando por Corumbá de Goiás e Cocalzinho. “O deputado Vilmar Rocha lutou muito pela pavimentação dessa importante rodovia, contribuindo muito para o desenvolvimento econômico da região e facilitando também o acesso a Goiânia e Brasília”, explicou.

Em todos os discursos, Vilmar Rocha foi festejado e apontado como um político correto, ético, leal e que, ao longo de 30 anos de vida pública, nunca se envolveu em escândalos. A senadora Lúcia Vânia ressaltou também o papel do deputado à frente da Casa Civil do Governo de Goiás, como um dos homens fortes do governador Marconi Perillo, e afirmou que, pelo perfil, gostaria de ver Vilmar Rocha ocupando uma das cadeiras do Senado, ao seu lado, para lutar pelos interesses de Goiás. Vilmar Rocha se disse honrado com o título e lembrou de suas lutas em prol do município, além de reafirmar seu compromisso com Cocalzinho. À frente da Casa Civil, o deputado federal licenciado ressaltou também as ações do Governo de Goiás para a região e afirmou que o maior desafio é a infreaestrutura social. “Durante muito tempo existiu um conceito de que Governo bom é Governo que faz obras. Obras são importantes sim, mas nós entendemos que Governo bom é o que cuida das pessoas, do cidadão”, explicou Vilmar Rocha. “O Governo de Goiás tem investido muito nisso. Precisamos melhorar a infraestrutura social, oferecendo saúde, segurança e educação de qualidade. Este é o grande desafio e o maior compromisso do Governo”, concluiu.

Vilmar Rocha ao lado de autoridades locais

Vilmar recebeu o título na presença de autoridades como, a senadora Lúcia Vânia, da deputada distrital Eliana Pedrosa, dos prefeitos Alair Ribeiro, de Cocalzinho, e Itamar Barreto, de Formosa

Soja é a nova alternativa de renda no Vale do Araguaia Os produtores da região do Vale do Araguaia passam a dispor de uma alternativa de renda com a introdução da soja. A região ao longo dos anos foi ocupada pela pecuária extensiva. Com a degradação do solo, a estabilidade nos preços da arroba do boi, elevação dos custos da atividade pecuária e a retração no mercado da carne bovina os criadores sentiram o golpe. Ao tomar conhecimento da gravidade do problema econômico regional, a Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater) partiu para a sua solução. Num trabalho conjunto com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Centro Tecnológico de Pesquisa Agropecuária (CTPA) contribuíram para resolver a questão. Essas instituições de pesquisa concluíram por definir variedades de soja adaptadas às condições da região do Vale do Araguaia. Em Nova Crixás, Marcelo Pereira Ribeiro, da Fazenda Tamburi, aceitou introduzir a soja em mais de mil hectares de terra de sua propriedade. Emater, Embrapa e CTPA implantaram os cultivos de sementes específicas de soja e fizeram acompanhamento de cada fase. A demonstração do resultado ocorreu, ontem, 27, durante Dia de Campo, quando os técnicos da Emater puderam exibir aos cerca

de duzentos agropecuaristas da região a condição de cada cultivar. Job Carneiro Wanderlei, técnico da Emater em Porangatu, relacionou as cultivares envolvidas, entre as quais as linhas de BRSGO: 7960, 8360, 7460, 8160, 8460, 8560, Emgopa 313 e Luziânia. Algumas são convencionais e outras transgênicas. Os técnicos deixaram bem claro aos participantes em sua explanação nas três estações distribuídas na fazenda a importância de cada variedade em relação ao solo, combate às doenças, aos índices de produtividade e aos objetivos econômicos, entre outros, dos produtores. José Nunes Júnior, fitopatologista e gerente de Pesquisa e Precisão do CTPA, disse acreditar que a “soja vem com força total para Goiás”, especificando o Vale do Araguaia. Para esse “boom” da soja, justificou a melhoria do solo degradado e posterior volta do gado. Nunes ressaltou ainda os 37 anos de parceria com a Embrapa e a Emater para implantação da soja no Cerrado. Em sua opinião, os nove cultivares de soja anunciados pelos parceiros “são todos top de linha”. A fase de transição entre a pecuária e a agricultura é apontada como “interessante” pelo produtor Marcelo Pereira Ribeiro, um dos pioneiros na implantação da soja na região do Vale do

Araguaia. Ribeiro investe pesado em genética, mecanização e mão de obra nesse processo de mudança radical. Em seu conceito, “o melhor lugar da soja é onde ela se adapta bem”. Se a tecnologia encontrou variedades ajustadas para aquele tipo de solo pobre em nutrientes, clima, entre outros aspectos, “daqui por diante vamos comemorar os resultados positivos”, diz enaltecendo o trabalho conjunto posto em prática pela Emater, Embrapa e CTPA. O presidente do Sindicato Rural de Nova Crixás, Sílvio Luís Busnardo, é pecuarista há 30 anos na região. A introdução dos sojais no município é “bem vinda” por ele, ao observar que a “pecuária passa por dificuldades”. Em sua avaliação econômica, atualmente um boi ocupa o correspondente a um hectare. Antes, dois bois ocupavam o mesmo espaço. Sílvio atribui esse problema à degradação do solo, que reflete na baixa dos preços da terra. “O custo da pecuária ficou alto e o boi perdeu o poder de barganha”, observa. Há cerca de dez anos, compara, se pagava um salário mínimo com três arrobas de carne bovina, hoje são necessárias sete arrobas. Acompanhando essa onda altista, subiu também o preço do arame, do óleo diesel e o preço da arroba do boi gordo mantém-se estável, prejudicando o pecuarista.

A alternativa de renda para o produtor com o advento da soja é ressaltada pela prefeita Gleiva Ana Gomes, que sinaliza para a geração de novos empregos através do fortalecimento da nova cadeia produtiva. Gleiva vislumbra, também, os cursos que poderão ser proporcionados para melhoria da mão de obra local, através do Senar, Sebrae, entre outras instituições. A população de Nova Crixás é estimada em 12 mil pessoas. O município é o quinto em extensão territorial no Estado, compreendendo uma área de 7.299 quilômetros quadrados. “A equipe da Emater está de parabéns”, saudou a prefeita pelo trabalho de introdução da soja na região. Ao acompanhar os produtores no Dia de Campo de Nova Crixás, ao lado dos demais diretores da instituição, Luiz Humberto de Oliveira Guimarães, presidente da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), saudou o pioneirismo de produtores como Marcelo Ribeiro na atualidade e ao processo de desenvolvimento moderno posto em andamento na região. Beto Guimarães lembrou, ainda, dos pioneiros na década de 60, citando nominalmente Silvio Vasconcelos, que se fez presente. Em sua opinião, a Emgopa (Empresa Goiana de

Pesquisa Agropecuária) “foi a grande responsável pelo desenvolvimento agropecuário do Cerrado, através de seus pesquisadores”. Ao homenagear os pesquisadores e extensionistas presentes, Beto Guimarães concluiu taxativo: “Sem vocês não iríamos a lugar algum”, numa referência ao nível tecnológico a que chegou Goiás nos campos da agricultura e da pecuária. Compareceram ao Dia de Campo de Nova Crixás, além do presidente da Emater, Luiz Humberto de Oliveira Guimarães, os diretores Waldemar Pinto Cerqueira, de Pesquisa; Enéas Vieira, de Gestão, Planejamento e Finanças; Nivaldo Alves da Costa, de Assistência Técnica. O ato foi prestigiado, ainda, pelo proprietário da Fazenda Tarumã, Marcelo

Pereira Ribeiro; prefeita Gleiva Gomes; Silvio Busnardo, presidente do Sindicato Rural de Nova Crixás; Florêncio Wanderley, presidente da Cooperformoso; Olegário de Jesus Silva, secretário de Agricultura, de Formoso do Araguaia; José William Silveira, de Formoso do Araguaia; Jorge de Oliveira, secretário municipal de Nova Crixás; Laudemiro Rufino dos Santos, vice-prefeito de Nova Crixás; Edgar de Lima, secretário de Agricultura de São Miguel do Araguaia; Colemar Pinto de Faria, gerente regional da Emater em Mundo Novo; Jorge Luiz Fernandes, secretário municipal de Mundo Novo; Volnei Gontijo de Souza, vice-prefeito de Mundo Novo; José Gomes Gontijo, ex-prefeito de Nova Crixás, além de dezenas de agropecuaristas.


Edição 32

20 de Abril a 5 de Maio de 2013

11


12

20 de Abril a 5 de Maio de 2013

COM RESPEITO AO PRÓXIMO. É ASSIM QUE O GOVERNO DE GOIÁS E O DETRAN EVOLUEM NOSSO TRÂNSITO.

Acompanhe nossos últimos avanços. Prova Eletrônica de Legislação de Trânsito

Goiás Sinalizado

Agora, toda prova teórica é corrigida automaticamente e o candidato

É o programa que leva a sinalização de trânsito para os municípios

aprovado pode iniciar suas aulas práticas de volante

goianos e torna a vida mais segura. Mesmo sendo uma responsabilidade

já no dia seguinte.

das prefeituras, o Detran faz questão de implementá-lo.

Redução do IPVA

Prêmio Detran de Jornalismo

Para estimular um trânsito mais seguro, todo condutor que não

Uma premiação jornalística que promove a análise do nosso trânsito,

cometer nenhuma infração durante um ano tem desconto

dialogando com a sociedade as melhorias alcançadas.

no valor do IPVA.

Expansão da Balada Responsável

Vapt Vupt Detran A ideia que trouxe mais comodidade para o usuário do Detran.

Uma ação que deu certo e agora se expande. É a sociedade abraçando

Agora, em um mesmo local, são realizados todos os serviços

a ideia de que álcool não combina com direção.

relacionados ao veículo e à CNH.

Campanhas Educativas nas Escolas Um projeto que inspira os estudantes de escolas da rede pública e privada a se tornarem condutores conscientes no futuro.

Jornal do Vale ED 32  

Jornal do Vale Edição 32

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you