Issuu on Google+

25 a 29 de Setembro de 2013 - Relat贸rio de Encerramento


Festival Internacional Tarrafa Literária Criado em 2009, o Festival Internacional Tarrafa Literária é um evento que reúne grandes nomes da literatura nacional e internacional com o intuito de proporcionar debates sobre as principais tendências em literatura, jornalismo, ciência, história, futebol, entre outros temas. Em 2013 completa sua quinta edição, onde a intenção é promover um encontro literário sem qualquer rótulo acadêmico ou pretensioso, de modo divertido e descontraído. O evento que é realizado em Santos desde a sua primeira edição, considera os atrativos do porto, das praias e a praticidade do Sistema Anchieta - Imigrantes para o acesso à região, um local bastante favorável para quem vem de fora, seja para um programa diferenciado de um dia, seja para aproveitar a totalidade da programação.

A Tarrafa Literária conta com o incentivo cultural da Lei Rouanet e Ministério da Cultura do Governo do Estado de São Paulo através do Proac. Conta com o patrocínio da Sabesp, Petrobrás e o apoio do SESC, Prefeitura de Santos e do Instituto Moreira Salles.


 Abertura

DATA:

25 a 29.09.2013

SESC, em 25.09  Evento/ Mesas

Teatro Guarany, 26 a 29.09  Tarrafinha

SESC, em 28.09

Teatro Guarany

Interior do Teatro


PrĂŠ evento


Convite eletr么nico


Convite eletrônico programação


Site


Site Festival Internacional Tarrafa Literária O site criado para o Festival Internacional Tarrafa Literária funcionou como uma importante ferramenta para a divulgação do evento. Através do site foi possível conhecer um pouco mais do Festival, os autores , consultar toda a programação, localização e ficar conectado com todas as novidades através do link de noticias que direcionava os usuários diretamente ao Facebook.


Home


Evento


Autores


Programação


Localização


Parceiros


Contato


Link de notĂ­cias


Agenda


Agenda


Show de Abertura Hamilton de Holanda Trio 25/09 - SESC


Abertura e agradecimento de Apoios e Patrocinadores


Show de abertura Hamilton de Holanda Trio


Detalhes do show de abertura Hamilton de Holanda Trio


Show de abertura Hamilton de Holanda Trio


Encerramento do show de abertura Hamilton de Holanda Trio e integração de convidados


Encerramento do show de abertura Hamilton de Holanda Trio e integração de convidados


Abertura das mesas da Tarrafa Literรกria


25/09

Mesa 1 Autores Envenenados

Nome: Data: 26/09 HorĂĄrio: 18:00 Mediador: Maria Fernanda Rodrigues Participantes:

Michel Laub Daniel Pellizzari PĂşblico: 62 participantes

26/09

27/09

28/09

29/09


Daniel Pellizzari Nasceu em Manaus, em 1974, e é escritor, tradutor editor. Em Porto Alegre, fundou com os amigos Daniel Galera e Guilherme Pilla a Livros do Mal, editora por onde publicou seus primeiros volumes de contos, Ovelhas que voam se perdem no céu (2001) e O livro das cousas que acontecem (2002). Publicou também o romance Dedo negro com unha (DBA, 2005). Traduziu obras de autores como William Burroughs, David Mitchell e David Foster Wallace. Em 2012, lançou em seu site a antologia Melhor seria nunca ter existido (Livros do Mal 2.0). Na Tarrafa, lança Digam a Satã que o Recado foi Entendido.

Michel Laub Nasceu em Porto Alegre, em 1973. Escritor e jornalista, foi editor-chefe da revista Bravo e coordenador de publicações e internet do Instituto Moreira Salles. Hoje é colunista da Folha de São Paulo e da revista Vip, além de colaborar com diversas editoras e veículos. Publicou cinco romances, todos pela Companhia das Letras: Música Anterior (2001), Longe da água (2004, lançado também na Argentina), O segundo tempo (2006), O gato diz adeus (2009) e Diário da queda (2011), que teve os direitos vendidos para onze países e virará filme. Recebeu os prêmios Bienal de Brasília (2012), Bravo Prime (2011) e Erico Veríssimo (2001). É um dos integrantes da edição Os melhores jovens escritores brasileiros, da revista inglesa Granta. Na Tarrafa, lançou A Maçã Envenenada.


Mesa 1 – Autores Envenenados


Mesa 1 – Autores Envenenados


25/09

Mesa 2 Nome: A Ficção dos Desajustados Data: 26/09 Horário: 20:00 Mediador: Antônio Xerxenesky Participantes:

Juan Pablo Villalobos Alexandre Soares Silva Público: 56 participantes

26/09

27/09

28/09

29/09


Juan Pablo Villalobos Nasceu em Guadalajara, no México, em 1973, publicou em 2010 seu primeiro romance, o elogiado Festa no covil. Contado pelo filho de um traficante, o livro se vale da perspectiva infantil para observar de um ângulo inusitado o mundo do narcotráfico e a violência da vida mexicana. Autor de contos e textos de crítica e ensaios, Villalobos vive no Brasil, país sobre o qual escreveu recentemente uma série de crônicas para a revista Granta. Seu segundo romance, Si vivieramos en un lugar normal foi publicado no ano passado e se volta sobre as disputas políticas no interior do México dos anos 1980, a partir do ponto de vista de um adolescente filho de um helenista desbocado, afeito aos palavrões e xingamentos. Ele lança este livro na Tarrafa, que acaba de ser publicado sob o título Se Vivêssemos em um Lugar Comum.

Alexandre Soares Silva Nasceu em São Paulo em 1968. Se formou em Literatura Inglesa na PUC de São Paulo e trabalhou como tradutor e roteirista (escreveu “O Negócio” - série da HBO). Publicou dois romances infanto-juvenis (“Na Torre do Tombo” e “A Origem dos Irmãos Coyote”, Ed Global) e dois romances adultos (“A Coisa Não-Deus”, Ed Beca, e “Morte e Vida Celestina”, Ed Candide), ambos passados numa cidade imaginária do Paraíso chamada Quaresmeiras Roxas, que também aparece de passagem em “A Alma da Festa”, lançado nesta Tarrafa. É colunista da revista Vip. A Realejo vai publicar em 2014 uma coletânea dos seus textos de blog e das suas colunas de imprensa com o nome de “A Humanidade é uma Gorda Dançando num Banquinho”.


Mesa 2 – A Ficção dos Desajustados


Mesa 2 – A Ficção dos Desajustados


25/09

Mesa 3 Nome: A Filosofia Explica Data: 27/09 Horário: 16:00 Mediador: Mario Vitor Santos Participantes:

Clóvis de Barros Filho Júlio Pompeu Público: 62 participantes

26/09

27/09

28/09

29/09


Clóvis de Barros Filho É atualmente um dos mais requisitados palestrantes do país. Suas aulas e palestras sobre ética já foram ouvidas por centenas de milhares de pessoas, em todos os estados do país. Doutor pela universidade de Paris e pela Escola de Comunicações e Artes da USP, o professor Clóvis atua no mundo corporativo desde 2005, por meio de seu escritório, o Espaço Ética, e tem como clientes algumas das maiores empresas do país. Atuando nos mais diversos tipos de eventos corporativos (desde reuniões de diretoria, eventos gerenciais, até convenções de venda) o palestrante Clóvis de Barros Filho especializou-se em vários temas inerentes ao mundo das empresas, tais como ética, motivação, confiança. Sua principal palestra, A Vida Que Vale a Pena Ser Vivida, já foi vista por centenas de milhares de pessoas, em todas as capitais do país, e é também o tema de seu best-seller, pela editora vozes.

Júlio Pompeu Graduado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1995) e Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1998) e mestrado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1999). Cursa doutorado em Psicologia na Universidade Federal do Espírito Santo. Atualmente é presidente do Conselho de Ética Pública do Estado do Espírito Santo e professor de Ética do Departamento de Direito da Universidade Federal do Espírito Santo. Pesquisa os comportamentos morais em grupos específicos a partir de um triplo eixo: representações sociais, ideologias e relações de poder. Oferece cursos e palestras na Casa do Saber do Rio e de São Paulo e em órgãos públicos e empresas desde 2004 sobre Filosofia moderna e contemporânea.


Mesa 3 – A Filosofia Explica


Mesa 3 – A Filosofia Explica


Mesa 3 – A Filosofia Explica


25/09

Mesa 4 Nome: Mais Que Mil Palavras Data: 27/09 Horário: 18:00 Mediador: Fernando Costa Netto Participantes:

Bob Wolfenson André Liohn Público: 108 participantes

26/09

27/09

28/09

29/09


Bob Wolfenson Fotografa há 35 anos, cresceu no Bom Retiro, bairro judaico localizado na região central da cidade de São Paulo. Nos anos 1980 viveu durante um ano em Nova Iorque, onde trabalhou como assistente do fotógrafo de moda norte-americano Bill King. Na sua volta ao Brasil, inicia um período mais prolífico de sua carreira, voltado à fotografia de moda. Enriquecido pela experiência americana, passa a colaborar com as principais publicações brasileiras e grandes agências de publicidade internacionais. Nos anos 90, consagra-se como um dos grandes nomes da fotografia no Brasil. Em 1995, é laureado pela Funarte (Fundação Nacional das Artes do Ministério da Cultura) como o melhor fotógrafo do ano na categoria arte. No ano seguinte, recebe o prêmio de melhor fotógrafo de moda pelo Phytoervas Fashion Awards. No São Paulo Fashion Week de 2003, realiza uma grande exposição de retratos de moda, Moda no Brasil por Brasileiros.

Uma campanha para a Grendene, para a qual fotografou Gisele Bündchen, lhe rende o 1º prêmio da Fundação Conrado Wessel.Em 2008, lança pela editora Schoeler o livrocaixa-portfólio Cinepolis, trabalho que revela uma visão cinematográfica da vida cotidiana, sublinhando seus aspectos melancólicos e devastados. Em 2009, a partir do portfólio editado, realiza a exposição Cinepolis, no Museu de Arte Moderna da Bahia. Bob revisita suas memórias de infância na exposição coletiva Bom Retiro e Luz: Um Roteiro, 1976 – 2011, que homenageia os tradicionais bairros paulistas. A mostra, concebida para o Centro de Cultura Judaica de São Paulo em 2011. No campo da publicidade e moda, alguns de seus clientes são: Volkswagen, Itaú, L’oreal, Vivara, Arezzo, Mitsubishi, Claro, C&A, Vivo, Credicard, Tim, Riachuelo- Osklen, além das conceituadas revistas Vogue, Elle, Wallpaper, Photo.


André Liohn Paulista, de Botucatu é um homem corajoso. Aos 39 anos, ele ganhou o prêmio Robert Capa de 2011 por sua cobertura da guerra civil na Líbia, onde o embaixador americano Christopher Stevens e mais três diplomatas foram mortos por extremistas muçulmanos. Foi o primeiro sul-americano a obter a honraria em 57 anos. O prêmio é dado para fotos de conflitos. André é correspondente de guerra há mais de dez anos e já esteve na Somália e na Síria. Faz free lances para redes como CNN, a revista Newsweek e a ONG Human Rights Watch. Doze de suas imagens foram premiadas, todas elas em Misrata, a cidade mais devastada pela guerra, que ficou dois meses sitiada pelas tropas do ditador Muamar Khadafi.

Trabalha sem colete porque, em sua opinião, ele atrapalha seus movimentos. Viu a morte de dois colegas em Misrata: o inglês Tim Hetherington e o americano Chris Hondros, atingidos por um morteiro. Liohn ajudou a trasladar os corpos. Fundou, com mais dez fotógrafos, a ADIL (Almost Dawn in Lybia), para coletar doações ao líbios com os direitos autorais de seu trabalho. Pretende fazer algo parecido no Brasil sobre “o momento em que o trauma se realiza na vida de uma pessoa. É um país muito injusto”. Ele prefere captar a ação sem se vincular a nenhum exército – ou seja, não fica “embedado”, como define o jargão dos profissionais que têm proteção dos soldados e tanques. Esteve perto da morte algumas vezes. Numa delas, estilhaços de uma bala se alojaram em seu pescoço. Noutra, ficou refém na Turquia.


Mesa 4 – Mais Que Mil Palavras


Mesa 4 – Mais Que Mil Palavras


Mesa 4 – Mais Que Mil Palavras


25/09

26/09

27/09

Mesa 5 O Escritor é um Fingidor?

Nome: Data: 27/09 Horário: 20:00 Mediador: Manuel da Costa Pinto Participantes:

Gonçalo M. Tavares Antonio Geraldo Figueiredo Ferreira Público: 88 participantes

28/09

29/09


Gonçalo M. Tavares Nasceu em 1970, em Luanda. Passou a sua infância em Aveiro. Publicou a sua primeira obra em dezembro de 2001. Editou romances, contos, ensaio, poesia e teatro. Em Portugal recebeu vários prêmios, entre os quais: o Prêmio José Saramago 2005 e o Prêmio LER/Millennium BCP 2004, com o romance Jerusalém; o Grande Prêmio de Conto da Associação Portuguesa de Escritores "Camilo Castelo Branco" com Água, Cão, Cavalo, Cabeça. Prêmios internacionais: Prêmio Portugal Telecom 2007 (Brasil); Prêmio Internazionale Trieste 2008 (Itália); Prêmio Belgrado Poesia 2009 (Sérvia); Nomeado para o Prix Cévennes 2009 - Prêmio para o melhor romance europeu (França). Os seus livros estão a ser editados em trinta e cinco países.

Antonio Geraldo Figueiredo Ferreira Nasceu na vizinha Mococa (SP) dedicou-se nos últimos dez anos, a escrever o seu primeiro romance."As Visitas que Hoje Estamos" foi publicado pela editora Iluminuras, no final do ano passado, com pouco alarde. O trabalho de Ferreira atraiu a atenção e recebeu palavras de louvor de críticos e artistas.O texto de Costa Lima tinha o título "Uma grande surpresa". Trocando em miúdos, defende que o livro traz uma linguagem rural inédita na literatura brasileira, diferente tanto da tendência naturalista quanto dos experimentalismos de Guimarães Rosa. Mora no interior, em Aceburgo fica a quase 290 km de São Paulo. Parece a típica imagem de uma cidade mineira: tranquila, com ruas de paralelepípedo, igreja vistosa, festas religiosas e repleta de "causos“.


Mesa 5 – O Escritor é um Fingidor?


Mesa 5 – O Escritor é um Fingidor?


Mesa 5 – O Escritor é um Fingidor?


25/09

26/09

Mesa 6 Vida Longa aos Textos Curtos

Nome: Data: 28/09 Horário: 16:00 Mediador: Vladir Lemos Participantes:

Marcelo Rubens Paiva Antônio Prata Público: 282 participantes

27/09

28/09

29/09


Marcelo Rubens Paiva Nascido em São Paulo em 1959, mudou-se para a cidade do Rio de Janeiro em 1966, depois que seu pai, o ex-deputado federal socialista Rubens Paiva, foi cassado e exilado pelo Golpe de Estado no Brasil em 1964. Voltou a morar em São Paulo em 1974. Estudou no tradicional Colégio Santa Cruz. Depois, estudou engenharia agrícola na Universidade Estadual de Campinas. E então, aos vinte anos de idade, sofreu o segundo grande trauma: após saltar em um lago, fraturou uma vértebra (a quinta cervical) do pescoço ao chocar a cabeça em uma pedra, ficando tetraplégico. Após tratamento de fisioterapia e terapia ocupacional, voltou a locomover as mãos e os braços, relatando os fatos em seu primeiro livro, Feliz Ano Velho. Publicado em 1982, foi traduzido para muitos idiomas e se converteu no livro nacional mais vendido da década de 1980, contando com mais de quarenta edições. O livro virou peça dirigida por Paulo Betti e também filme, dirigido por Roberto Gervitz. Ganhou os prêmios Jabuti e Moinho Santista. Formou-se em comunicação pela Universidade de São Paulo e em teoria literária pela Universidade Estadual de Campinas1 . Em 1986, lançou seu segundo romance: "Blecaute". Em 1990, lançou o romance "Ua:brari". Em 1992, lançou "As Fêmeas", um ensaio sobre sexualidade2 . No começo da década de 1990, apresentou o "Fanzine", um programa de entrevistas na TV Cultura3 . Em 1996, lançou o romance "Não És Tu, Brasil", baseado no episódio histórico da Guerrilha do Vale do Ribeira. Em 1994, lançou o romance "Bala na Agulha". Em 1998, montou E aí, Comeu?, peça dirigida por Rafael Ponzi.


Adaptou o livro As Mentiras que Os Homens Contam para o teatro. Em 2003, estreou a peça No Retrovisor, com Marcelo Serrado e Otávio Müller, dirigida por Mauro Mendonça Filho. Em 2003, lançou o romance "Malu de Bicicleta", o qual Flávio Tambellini transformou em filme em 20101 . Em 2006, fez a peça Amo-te, dirigida por Mauro Mendonça. No mesmo ano, lançou o livro de contos "O Homem que Conhecia as Mulheres"4 . Em 2008, lançou o romance "A Segunda Vez que Te Conheci"4 . A partir de 2009, passou a dirigir suas próprias peças. A primeira experiência foi com A Noite Mais Fria do Ano, com Hugo Possolo, Paula Cohen, Alex Gruli e seu amigo e também dramaturgo Mário Bortolotto. Em 2010, dirigiu O Predador Entra na Sala, com Raul Barreto, Anna Cecília Junqueira e Celso Melez e o texto teatral da autora Priscila Nicolielo, Lá Fora, Algum Pássaro Dá Bom Dia. Participou de projetos teatrais como a Mostra de Teatro do Serviço Social da Indústria com a peça Os Marcianos, do Festival de Um Minuto no Espaço Parlapatões, Teatrokê, Terça Insana. Escreveu também para a Rede Globo episódios com Pedro Cardoso para o Fantástico e, com João Falcão, para a série Guerra dos Sexos. Trabalhou na revista Veja, em que foi crítico literário, passou pela Vogue, Folha de São Paulo, como colunista, articulista e repórter e, desde 2004, é colunista aos sábados do Caderno 2 do jornal O Estado de São Paulo, onde também mantém o blog premiado pelo TopBlog de 2009 como "Melhor Blog de Comunicação" no portal www.estadao.com.br. Paiva escreveu os roteiros do documentário "Fiel", "Polanski" e dos filmes baseados em seus livros "Malu de Bicicleta" e "E Aí... Comeu?", parceria com Bruno Mazzeo. Recebeu o prêmio em 2012 da Academia Brasileira de Letras pelo roteiro de "Malu de Bicicleta“.


Antonio Prata Nasceu em São Paulo, 24 de agosto de 1977 é um escritor e roteirista brasileiro. Filho dos também escritores Mário Prata e Marta Góes, cursou Filosofia (na USP), Cinema (FAAP) e Ciências Sociais (PUC-SP), mas não chegou a concluir nenhuma das faculdades. Escreve às quartas-feiras no caderno Cotidiano da Folha de São Paulo e é roteirista contratado pela Rede Globo, onde colaborou na novela Avenida - Brasil, de João Emanuel Carneiro. Escreveu crônicas para a revista Capricho entre 2001 e 2008 e também para o jornal O Estado de São Paulo, entre 2003 e 2009. Foi um dos 16 participantes do projeto Amores Expressos, passando um mês em Xangai para escrever um romance.


Mesa 6 – Vida Longa aos Textos Curtos


Mesa 6 – Vida Longa aos Textos Curtos


Mesa 6 – Vida Longa aos Textos Curtos


25/09

26/09

Mesa 7 A Beleza Salvará o Mundo

Nome: Data: 28/09 Horário: 18:00 Mediador: Matthew Shirts Participantes:

Glória Kalil Contardo Calligaris Público: 419 participantes

27/09

28/09

29/09


Gloria Kalil Iniciou sua carreira como jornalista na Editora Abril na década de 70 para se dedicar em seguida, e por muitos anos, à indústria têxtil. Foi diretora de produto da Scala D´Oro Têxtil, uma das grandes tecelagens e estamparias brasileiras e depois foi a primeira empresária a trazer uma grife internacional para o Brasil, a Fiorucci, inteiramente produzida no país. De volta ao jornalismo nos anos 90, escreveu livros sobre moda e comportamento que se tornaram imediatamente best sellers. No jornalismo de eletrônico Gloria também foi pioneira: criou em 2000 o primeiro site de moda, o www.chic.com.br, e apresentou na televisão o primeiro quadro sobre moda em um canal aberto (no programa “Mais Você” da Rede Globo de Televisão). Hoje, ela corre o país fazendo palestras, dedica-se a realização do Fashion Marketing, e é colunista de moda e comportamento do programa de maior audiência da televisão brasileira, o Fantástico, da Rede Globo de Televisão).

Contardo Calligaris Nasceu em Milão, 1948 é um psicanalista italiano radicado no Brasil. É colunista da Folha desde 1999, fez graduação em Letras que o permitiu ensinar teoria da literatura. Tornou-se membro da Escola Freudiana de Paris em 1975. Doutor em Psicologia Clínica pela Universidade da Provença (França), onde defendeu a tese "A Paixão de Ser Instrumento", estudo sobre a personalidade burocrática. Professor de Antropologia na Universidade da Califórnia em Berkeley (Estados Unidos), e de Estudos culturais na New School of New York. O primeiro contato com o Brasil foi em 1986, após a edição de seu primeiro livro de Psicanálise, "Hipótese sobre o fantasma". país, para se reanalisarem com ele e é autor de diversos livros.


Mesa 7 – A Beleza Salvarå o Mundo


Mesa 7 – A Beleza Salvarå o Mundo


Mesa 7 – A Beleza Salvarå o Mundo


Mesa 7 – A Beleza Salvarå o Mundo


25/09

Mesa 8 A Fórmula do Amor

Nome: Data: 28/09 Horário: 20:00 Mediador: Rodrigo Simonsen Participantes:

Elizabeth Kantor Francisco Daudt da Veiga Público: 142 participantes

26/09

27/09

28/09

29/09


Elizabeth Kantor Recebeu seu Ph.D. em Inglês pela University of North Carolina e seu título de Mestre em Filosofia pela Catholic University of America. É autora do best-seller The Politically Incorrect Guide to English and American Literature, além de colaborar regularmente com publicações como Huffington Post, The Washington Times, National Review e Boston Globe, dentre outras.

Francisco Daudt Nasceu no Rio de janeiro em 1948. Mora e trabalha no mesmo bairro do Cosme Velho, onde sempre viveu. Formado médico pela Faculdade de Medicina da UFRJ em 1971, praticou clínica gastrenterológica (pós-graduado pela PUC-RJ) durante cinco anos, quando decidiu migrar para a psicanálise. Como médico, pôde fazer sua formação desvinculada de instituições, escolhendo seu analista didata, seu supervisor e seus professores de teoria freudiana. Pratica psicanálise clínica desde 1978, tendo lecionado teoria freudiana durante dez anos, quando resumiu seu aprendizado em um livro de 400 páginas. Na Tarrafa, lança seu último livro, "A Natureza Humana Existe".


Mesa 8 – A Fórmula do Amor


Mesa 8 – A Fórmula do Amor


Mesa 8 – A Fórmula do Amor


25/09

Mesa 9 Onde Está o Borogodó?

Nome: Data: 29/09 Horário: 16:00 Mediador: Jorge Oliveira Participantes:

Xico Sá Joaquim Ferreira dos Santos Público: 182 participantes

26/09

27/09

28/09

29/09


Xico Sá Atualmente é colunista dos jornais Folha de S. Paulo, Diário de Pernambuco, Diário do Nordeste, O Tempo, de Belo Horizonte e Correio da Bahia. Também faz parte da bancada do programa "Cartão Verde" da "TV Cultura", juntamente com o craque Sócrates, o jornalista Vitor Ernesto Birner e o apresentador Vladir Lemos. É parceiro musical do grupo Mundo Livre S/A. Nos anos 2000 participou do clipe da música Tenho, do cantor Sidney Magal. É autor de, entre outros livros, "Chabadabadá - aventuras e desventuras do macho perdido e da fêmea que se acha" (Editora Record), “Modos de macho & Modinhas de fêmea” (Editora Record) e “Divina Comédia da Fama”(Editora Objetiva).

Joaquim Ferreira dos Santos Nasceu no Rio de Janeiro e é jornalista. Entre outros livros, escreveu Feliz 1958 O ano que não devia acabar e Um homem chamado Maria, biografia do cronista e compositor pernambucano Antônio Maria.


Mesa 9 – Onde Está o Borogodó?


Mesa 9 – Onde Está o Borogodó?


Mesa 9 – Onde Está o Borogodó?


25/09

Mesa 10 Vidas em Riscos

Nome: Data: 29/09 Horário: 18:00 Mediador: Luiz Fernando Vianna Participantes:

Adão Iturrusgarai Guto Lacaz Público: 164 participantes

26/09

27/09

28/09

29/09


Adão Iturrusgarai Nasceu em Cachoeira do Sul, 1965 é um dos mais importantes cartunistas brasileiros. Publicou seu primeiro desenho aos dezessete anos, no Jornal do Povo, de sua cidade natal. Aos dezoito, ele se mudou para Porto Alegre, onde estudou Publicidade e Propaganda na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Atualmente publica sua tira diária Aline no Jornal Folha de São Paulo, Jornal do Brasil, Tribuna do Norte em Natal, Diário de Pernambuco e Correio da Manhã em Portugal. Colabora também com as revistas "Caros Amigos" e "Capricho". Já recebeu diversos prêmios, e seus álbuns de quadrinhos são editados pela Devir e distribuídos no Brasil e em Portugal.

Guto Lacaz Nasceu em São Paulo, em 1948. É arquiteto pela FAU/USP e artista plástico. É basicamente um artista plástico que, às vezes, cruza os terrenos da ciência e da tecnologia, sobretudo quando constrói as suas máquinas e aparelhos paradoxais ou absurdos. Em seu conjunto de obras podemos encontrar esculturas lúdicas, videoinstalações, multimídia, eletroperformances, projetos e instrumentos científicos. Participou de diversos eventos, entre eles SKY ART na USP (1986), e Water Work Project, Toronto, Canadá (1978). Lecionou comunicação visual e desenho de arquitetura na Faculdade de Artes Plásticas da PUC/Campinas, em 1978-80. Foi professor do curso A Técnica e a Linguagem do Vídeo, no festival de inverno de Campos do Jordão, em 1983. Foi editor da revista Around AZ.


Mesa 10 – Vidas em Riscos


Mesa 10 – Vidas em Riscos


25/09

Mesa 11 Admirável Mundo Velho

Nome: Data: 29/09 Horário: 20:00 Mediador: José Luiz Tahan Participantes:

Roberto Pompeu de Toledo Moacir Assunção Público: 87 participantes

26/09

27/09

28/09

29/09


Roberto Pompeu de Toledo Nasceu em São Paulo, 1944 é um jornalista brasileiro.Formou-se em 1966. Trabalhou por pouco tempo na Rádio Bandeirantes e depois na Rádio Eldorado, ambas na cidade de São Paulo. Após trabalhou no Jornal da Tarde e em seguida, foi para a revista Veja.Depois trabalhou no efêmero Jornal da República e na revista IstoÉ, nesta como redator-chefe. Voltou para a Veja e saiu novamente, para ser o editor-executivo do Jornal do Brasil. Retornou à Veja pela terceira vez, sendo o editor da seção Internacional, editor-executivo e correspondente em Paris. Em 2007 é editor especial da revista Veja. Faz reportagens especiais e mantém uma coluna na revista, publicada na última página, a cada dois números.

Francisco Moacir Assunção Filho Nasceu em Araripina/PE em 1964. Jornalista e pós-graduado em ciências sociais. Iniciou a carreira lançando um jornal próprio, o Agrovale, no Vale do Paraíba/SP. Também colaborava com jornais de bairro da Zona Leste de São Paulo. Em Brasília, trabalhou no Jornal de Brasília. É professor na Universidade São Judas Tadeu, possui um blog sobre política internacional e escreveu três livros: Os homens que mataram o facínora (2007, Record), Luiz Carlos Prestes, um revolucionário brasileiro (2008, Editora Lazuli) e Ficha Limpa - a lei da cidadania - manual para brasileiros conscientes (2011, Ed. Realejo). O primeiro trata da história de Lampião, o segundo sobre Luiz Carlos Prestes e o terceiro da Lei da Ficha Limpa.


Mesa 11 – Admirável Mundo Velho


Mesa 11 – Admirável Mundo Velho


Mesa 11 – Admirável Mundo Velho


Eventos Paralelos


Tarrafinha 27/09 - SESC


Tarrafinha Tarrafinha é um espaço dedicado para crianças, com atividades lúdicas e encenação de pequenas peças teatrais de clássicos da literatura. A edição de 2013 trouxe como tema o “Quintal da Infância”, cujo roteiro reúne música e literatura, reúne canções de autoria de grandes cantores da Música Popular Brasileira, como Chico Buarque, Wilson Moreira e Milton Nascimento, e textos de importantes escritores nacionais, como Carlos Drumonnd de Andrade, Manuel Bandeira, Mário Quintana e Guimarães Rosa. Um espetáculo divertido e cheio de cultura.


Apresentação Tarrafinha Canto Livro


Apresentação Tarrafinha


Oficina de Criação Literária Gonçalo Tavares 25 e 26/09 - SESC


Oficina de Criação Literária Durante dois dias, sob o comando do autor Gonçalo Tavares, o SESC recebeu a Oficina de Criação Literária, onde o autor abordava temas do dia para despertar nos participantes insights que os levavam a escrita. Atividades em grupo, abordaram temas do cotidiano e a importância da literatura/escrita exerce em nossas vidas.


Oficina Literรกria


Oficina Literรกria


Exposição A Escrita dos Gestos 27/09 – Museu do Café


Exposição A Escrita dos Gestos Com curadoria de Paulo Roberto Pires, a exposição contou com19 retratos de 16 escritores, com a participação especial do compositor Dorival Caymmi. São imagens feitas por fotógrafos do acervo do Instituto Moreira Salles, como Marc Ferrez, Maureen Bisilliat, Edu Simões, Otto Stupakoff e Alécio de Andrade. Entre os retratados estão: Jorge Amado, Clarice Lispector, João Cabral de Mello Neto, Adélia Prado, Ferreira Gullar, Ariano Suassuna, Carlos Drummond de Andrade, Otto Lara Resende, Machado de Assis, Euclides da Cunha e Ana Cristina Cesar. Durante a abertura da exposição, aconteceu também a divulgação de programação do Festival Internacional Tarrafa Literária .


Exposição A Escrita dos Gestos


Exposição A Escrita dos Gestos


Jogo de Futebol de Craques 27/09 – Estádio da Portuguesa


Jogo de Futebol de Craques O jogo de futebol de craques aconteceu no tradicional campo da Portuguesa e contou com a presença ilustre do treinador veterano do Santos, Pepe. Momento de muita descontração e interação entre os convidados e personalidades do Festival Internacional Tarrafa Literária.


Jogo de Futebol Time de Craques – Time reunido


Jogo de Futebol Time de Craques – Interação e entrevistas com o Pepe


Almoço com Autores 27/09 – Casa de Eventos Sobrado


Almoço com Autores Em um descontraído almoço na Casa de Eventos Sobrado, escritores e mediadores puderam desfrutar de um momento de entrosamento, que certamente renderá muitos frutos para a próximas edições do Festival Internacional Tarrafa Literária .


Almoรงo com Autores


Almoรงo com Autores


Material de comunicação


Folder (capa)


Folder (miolo)


Cartaz programação


Cenografia


Banner institucional 1


Banner institucional 2


Banner Tarrafinha


Banner autores


Banner programação


Adesivo pĂşlpito


Megabanner


Fundo de palco


Assessoria de imprensa 5ยบ Festival Internacional Tarrafa Literรกria


Sumário Executivo Durante o período do Festival Internacional Tarrafa Literária, o evento foi destaque em 141 publicações de veículos nacionais, regionais e internacionais.

Total de Publicações 150 100 50

2013

0 Setembro


Sumário Executivo  O Festival Internacional Tarrafa Literária obteve um excelente destaque na mídia nacional, regional e até internacional. O evento que aconteceu de 25 a 29 de setembro, em Santos, teve repercussão em 141 veículos de comunicação (número contabilizado pela Máquina).  Revista Veja, GloboNews, Folha de S.Paulo, O Estado de S.Paulo, Revista Época, IG, Jovem Pan e CBN foram alguns veículos de comunicação que noticiaram o festival. A Tarrafa contou ainda com cobertura da Revista Brasileiros , G1, entre muitos outros.  O festival também teve grande destaque em toda a imprensa regional de Santos. A Tribuna, Jornal da Orla, Santos na web, Turismo em Santos, TV Santa Cecília, entre outros.


Sumário Executivo  Além de ilustrar as páginas de cultura e literatura, o festival esteve presente nas editorias de turismo, infantil, fotografia e de negócios.

 O porta-voz do festival, José Luiz Tahan, concedeu entrevista aos principais veículos e agências de comunicação, entre elas a Agência EFE e Agência Brasil. Na mídia internacional, o festival repercutiu no La Informacion, na Espanha.  No período, a Máquina realizou mais de 30 atendimentos à imprensa e negociou seis encontros de relacionamento com veículos de grande destaque: Valor Econômico, Veja, Cult, Época, IG e Folha de S. Paulo.


Foco Estratégico  Desenvolvimento do plano de comunicação do festival com as ações que seriam desenvolvidas durante o atendimento.  Preparação de press release, nota e boilerplate institucional sobre a Tarrafa Literária 2013 para serem utilizados como referência para os jornalistas.  Mapeamento dos veículos de interesse para a Tarrafa, com o objetivo de obter maior assertividade na divulgação da feira e suas atividades.  Agendamento de encontros de relacionamento entre os porta-vozes da Tarrafa e os jornalistas selecionados como estratégicos.  Negociação de entrevistas com porta-voz e convidados do festival para a TV Tribuna, principal emissora de Santos.


Foco Estratégico  Preparação de textos e notas específicos: Tarrafinha, Santos - dicas turísticas na cidade durante a feira e jogo de futebol que aconteceu durante a Tarrafa.

 Negociação de entrevistas presenciais e por telefone da escritora Elizabeth Kantor com os principais veículos femininos – de acordo com a compatibilidade de agenda da escritora e dos jornalistas.  Elaboração de sugestão de pauta sobre as mesas que contaram com a participação de escritores internacionais e divulgação para veículos selecionados estrategicamente.  Elaboração de sugestão de pauta com foco no tema discutido por Gloria Kalil e Contardo Calligaris e negociação com veículos femininos.  Follow up para reforçar todas as sugestões de pauta e textos divulgados. Envio de convite e follow up para confirmação de jornalistas nos dias do evento.


Foco Estratégico  Presença e suporte de integrantes da equipe Máquina durante todos os dias do evento.  Acompanhamento presencial de entrevistas no evento dos escritores Gonçalo Tavares e Juan Pablo Vilalobos para a revista Brasileiros, GloboNews, Bom Dia Brasil e TV Tribuna.  Acompanhamento presencial de entrevistas do porta-voz José Luiz Tahan para as principais emissoras de TV da cidade e para a Globo News nos dias do evento.  Acompanhamento de entrevistas concedidas pelo porta-voz José Luiz Tahan por telefone.  Negociação e acompanhamento de entrevistas presenciais de Elizabeth Kantor para as revistas Cláudia e NOVA.


Textos Desenvolvidos  Release institucional sobre o festival;  Boilerplate institucional sobre o festival;  Release sobre o Tarrafinha;  Release sobre turismo em Santos;  Sugestão de pauta sobre as mesas do festival;  Sugestão de pauta sobre os convidados nacionais e internacionais;  Nota para coluna social sobre o festival;  Nota sobre a noite de abertura do festival;  Nota sobre o futebol da Tarrafa (*). Divulgados  Release institucional sobre o festival;  Release sobre o Tarrafinha;  Release sobre turismo em Santos;  Nota sobre a noite de abertura do festival;  Nota para coluna social sobre o festival.


Resultados na mídia - Tipo de veículo No período, 100% das exposições foram positivas. Equipe não detectou nenhuma citação negativa para o festival.

Classificação da Exposição na Mídia

Positiva Negativa

100%


Resultados na mídia - Classificação No período, o festival teve uma exposição maior nos veículos online: 82% das inserções ocorreram em portais da internet e blogs. A Tarrafa também teve um bom destaque nas emissoras de TV, com 11%. Os jornais impressos representaram 3%, revistas 1% e rádio 2%.

Exposição na mídia 3% 1% 3%

11% Jornais TV Portais Rádio Revistas

82%


Destaques na imprensa

Revista Veja


Destaques na imprensa

Folha de S. Paulo

Coluna Painel das Letras


Destaques na imprensa

Folha de Ilustrada

Estad達o.com


Destaques na imprensa

G1 Santos

G1 Santos


Destaques na imprensa

G1 Nacional


Destaques na imprensa

TV Globo Santos


Destaques na imprensa

Globo News


Destaques na imprensa

TV Tribuna


Destaques na imprensa

Rรกdio CBN


Destaques na imprensa

Band Cidade


Encontro de Relacionamento A Máquina marcou e acompanhou encontros de relacionamento do porta-voz José Luiz Tahan com os jornalistas abaixo. Todos eles renderam notas e matérias nos veículos. Porta-voz

Jornalista

Veículo

José Luiz Tahan

Robinson Borges

Valor Econômico

José Luiz Tahan

Danilo Venticinque

Revista Época

José Luiz Tahan

Bruno Meier e Jerônimo Teixeira

Revista VEJA

José Luiz Tahan

Heitor Ferraz

Revista Cult

José Luiz Tahan

Luísa Pécora

Portal IG

José Luiz Tahan

Raquel Cozer

Folha de S. Paulo


Encontro de Relacionamento Porta-voz

Veículo

Tema

José Luiz Tahan

Revista Veja

Tarrafa Literária

José Luiz Tahan

Globo News Em Pauta

Tarrafa Literária

José Luiz Tahan

Folha de S.Paulo

Tarrafa Literária

José Luiz Tahan

Bom Dia São Paulo

Tarrafa Literária

José Luiz Tahan

Rádio Jovem Pan

Tarrafa Literária

José Luiz Tahan

Rádio CBN

Tarrafa Literária

José Luiz Tahan

Rádio CBN

Tarrafa Literária

José Luiz Tahan

Agência Brasil

Tarrafa Literária


Encontro de Relacionamento Porta-voz

Veículo

Tema

Rodrigo Simonsen

Rádio CBN Santos

Tarrafa Literária

José Luiz Tahan

Band Cidade

Tarrafa Literária

José Luiz Tahan

Rádio Cidade Jundiaí

Tarrafa Literária

José Luiz Tahan

G1 Nacional – Pop e Arte

Tarrafa Literária

José Luiz Tahan

G1 – Santos e região

Tarrafa Literária

José Luiz Tahan

Revista Brasileiros

Tarrafa Literária

José Luiz Tahan

Tv Santa Cecília

Tarrafa Literária

José Luiz Tahan

Cultura e Mercado

Tarrafa Literária


Encontro de Relacionamento Porta-voz

Veículo

Tema

Elizabeth Kantor

Revista Nova

Relacionamentos e o lançamento do livro.

Elizabeth Kantor

Revista Claudia

Relacionamentos e o lançamento do livro.

Elizabeth Kantor

Vila Mulher

Relacionamentos e o lançamento do livro.

José Luiz Tahan

TV Tribuna

Lançamento da Tarrafa

José Luiz Tahan

TV Tribuna

1° dia de Tarrafa Literária

José Luiz Tahan

TV Tribuna

2° dia de Tarrafa Literária

José Luiz Tahan

TV Tribuna

3° dia de Tarrafa Literária

José Luiz Tahan

TV Tribuna

4° dia de Tarrafa Literária


Muito obrigado!


Resultados - Tarrafa 2013