Issuu on Google+

PoR Que NãO? Ação Social Ação Social

, edição n. 02

Saiba o que rolou no feriado de Tiradentes e "morra de dor-de-cotovelo" daqueles que participaram da Ação Social na Escola Elim! pág 04

informação relevante

Degustação

“Campanha Inspeção Ambiental Veícular de SP (ControlAR), leia mais a respeito.” pág 07

Notícia:

As notícias mais importantes das últimas semanas, todas juntas para que você possa ficar “por dentro” das últimas. Pág 09

EntRetenimento:

pág 11 "Suco de laranja: a mentira" - matéria da Dani

Reflexão externa “ Um sushi pra lá de arretado”

Reflexão Interna:

"Faculdade e Liberdade. No que isso dá?! Leia mais em ..." pág 03

Feedback:

pág 08

EntRetenimento:

"Transformação. Amadurecimento. Amor. Nossa irmã Michele Choi nos conta de sua experiência na JOCUM no Havaí." pág 06

“Tudo o que você queria saber sobre o 91 mais charmoso do Brasil" entrevista do Kang pág 10

Reflexão externa

"Tem curiosidade de como é estudar no exterior? Beth 90 nos conta” pág 05

"Queremos ouvir as suas opiniões sobre essa edição do PQN..."

pág 12


PoR Que NãO?

Jornal P.Q.N.

EDitorial

como sonífero, mas porque é legal), verão que há algumas inovações. Isso porque o jornal é dinâmico, não tendo uma estrutura fixa e pronta. Na verdade, as idéias das novas seções partiram da iniciativa dos próprios colaboradores. Mas, além das seções e textos, o que nos deixa mais felizes é a participação de novas pessoas. Isso me lembra um ponto importante: o PQN não foi, e não é pra ser algo fechado, instrumento de poucas pessoas. Todos são mais do que bem-vindos em participar, escrever o que desejam compartilhar com a Mocidade. Não tenham vergonha! E caso sejam convidados a escrever um texto para uma seção, não se acanhem e participem! Sejam bem-vindos a bordo! A Fênix não pode ir pro be-le-léu de novo! Pensemos que o jornal está numa maratona, e não em uma corrida de 100m. Com vocês, chegaremos até a linha de chegada, e uma vez no pódio, poderemos olhar pra trás e ver quão bom foi ter o jornal usado pelas mãos de Deus. Sem vocês, um irlandês louco vai nos impedir de chegar lá. Portanto, convido a todos os interessados a falar conosco. As reuniões acontecem todos os sábados, às 16:30, no Berçário. E, gostaria de agradecer a todos que contribuíram nesta edição, com o tempo, esforço, criatividade e compromisso. Até ao Kang, mesmo não sabendo que sua entrevista sairia no Jornal! HÁ! Pegadinha do Malandro!! Espero que todos se divirtam nas páginas que se seguirão, pois garanto que será uma ótima leitura! Um abraço efusivo, e nos vemos na próxima edição. - U-Ai-Not? Niu’s Peiper

Âvê~~ Fênix!! E o P.Q.N. ressurge das cinzas!! Olá Mocidade! Quanto tempo não!? Pois é né! Muitas águas se passaram debaixo da ponte da vida desde o nosso último encontro. E seria uma pena perder oportunidades que nunca voltam. Pois já dizia uma “grande” música: ‘Time is ticking...’ Aos 91’s que estão “brisando” (como bem diriam eles próprios), o Jornal “PorQueNão?” foi criado no 2° semestre do ano passado para ser “um jornal da Mocidade para a Mocidade.” Ele foi criado com o intuito de que, por meio dessas humildes páginas e palavras, pessoas conhecessem mais o caráter de Deus, e conhecêssemos mais uns aos outros. Acredito que alcançamos tais objetivos nesta edição! Posso dizer que o tema principal desta edição se refere à questão de como nós, jovens cristãos, estamos lidando no ambiente em que estamos. Como estamos falando do amor de Jesus na faculdade e pros nossos irmãos em Cristo? Como temos buscado conhecer nosso Deus de forma íntima e profunda no nosso dia-a-dia? Como, diante de tão grande amor vindo de Deus, nós agimos diante das pessoas que precisam de Jesus em suas vidas? Será que vale a pena nos sacrificar um pouco para que outras pessoas conheçam a Jesus? Para nos dar luz às essas perguntas, nossos colaboradores contam suas experiências vividas, tanto aqui do ladinho, como no exterior. O legal é que podemos ver duas verdades que independem de lugar ou situação: Deus sempre nos ama e está conosco, e todos merecem e precisam da salvação de Jesus. Então, PorQueNão fazer nossa parte também, com passos de fé!? Aos leitores que guardaram a edição anterior debaixo do travesseiro para sempre ler (não para usar

02

Equipe PQN

Participações “Mais do que Especiais”

Alberto Anderson André 85 Chris 89 Cris 86 David 85 Fabi Rodrigo Stefani

Beth 90 Dani 90 Henem Kang 91 Michelle Choi

unida mocidade


PoR Que NãO?

Faculdade

reflexão interna

Por Henem Kim Jesus Cristo mora em seu coração. Isso torna você o sal da terra. Não porque você realmente o é, mas porque o sangue de Jesus nos torna sal. A presença dele em nós pode não ser às vezes tão real, porém, os nossos colegas, sedentos de amor, logo sentem o perfume de Cristo. É impossível evitar. A paz, alegria e o amor nos delatam. Deixem que seus colegas “te experimentem” para que possam saber que vocês são os que salgam o mundo. Para isso não é necessário ser exemplar, corretíssimo ou perfeito. Basta ser o que você é. Mostrar seu verdadeiro eu: suas falhas, qualidades, dilemas e principalmente sua fé. Eles logo sentirão um perfume diferente.

Algumas verdades sobre a faculdade: 1. Não é tudo EXATAMENTE como você imaginava, esteja preparado; 2. O vestibular não é EFETIVAMENTE seletivo, aliás, por vezes você duvidará do próprio mérito; 3. Abra bem os olhos, um mundo diferente se abrirá (o problema é que você continua o mesmo, ou seja, continuará dormindo nas aulas, cabulando etc). Sobre o assunto, a palavra LIBERDADE me vem à mente. Nesse mundo novo você “é o que é”. Ponto. Você não será tachado o ‘santinho’, o ‘careta’ ou o ‘crente’. Mas por outro lado, será que isso não significa indiferença, o que é pior? “Eu sou cristão. Ponto. Você é ateu. Ponto. Eu aqui e você lá. Eu te respeito e você me respeita.” Veja que o muro invisível ficou ainda mais intransponível. Lembre-se, porém, que você tem a LIBERDADE que Jesus Cristo deu. Liberdade de exalar o perfume de Cristo. Não digo que você se tornará um aluno exemplar ou uma pessoa santíssima. Como mencionei, você continuará dormindo, cabulando, copiando etc (certas coisas são difíceis de mudar). Para salgar a carne é preciso que as moléculas do sal se infiltrem na carne. O sal e a carne se unem de tal forma que diferenciá-los a olho nu é impossível. Mas é experimentando que podemos dizer com certeza que a carne salgada é definitivamente diferente de uma carne sem sal (mais gostoso também).

03

unida mocidade


PoR Que NãO?

Escola elim

ação social

Por Guilherme 85

Como muitos de vocês devem saber, participamos de uma ação social na Escola Elim, dirigida pela irmã missionária Jae Jin Kim, no meio do feriado de Tiradentes. No domingo, fomos para o Gidowon, onde foi feita a programação do dia seguinte, que seria a ação social propriamente dita. Uma parte do grupo foi para o bazar, que ajuda a manter a escola arrecadando dinheiro para as despesas; a outra parte foi para a escola realizar as atividades preparadas. Confesso que pensei duas vezes antes de decidir se iria participar da ação social. Afinal, quem gostaria de perder dois dias de um precioso feriado, ainda mais às vésperas de uma prova “terrível”, de entregas de trabalho e afins? Tudo o que fizemos foi divertido, proveitoso e, acima de tudo, recompensador. Pudemos compartilhar e conversar; nos divertimos preparando os teatros, servindo o jantar para o Time de Deus, achando um cachorro adormecido no meu sleeping bag... Sem falar das travessuras das crianças, que “massacraram” o Endy e o André! Mas, a parte mais tocante foi ver as crianças ouvindo e prestando atenção a tudo o que ensinávamos (okay, não forcemos muito!), respondendo às nossas perguntas, guardando aquilo para eles. Acredito que, para as pessoas que foram ao bazar, deve ter sido muito bom conhecer a irmã missionária Jae, que tem sido tão amorosa e tão “mãe” para essas crianças... Logo, a minha resposta para a pergunta lá de cima é: sim, eu gostaria de “perder” dois dias de um feriado para passar um tempo com meus irmãos em Cristo e, mais ainda, ver Deus agir na vida dessas crianças, que ainda têm muito a oferecer ao nosso Senhor. E a sua? Qual é?

04

unida mocidade


PoR Que NãO?

intercãambio

reflexão externa

Por Elizabeth Choi 90 indianos, chineses, coreanos americanizados, coreboes, os mexicanos, e a lista vai indo. Também conheci um grupo de coreanos cristãos e no final foram com eles que eu melhor me identifiquei. Ah, quase ia me esquecendo da minha colega de quarto. Foi difícil de me acostumar a morar com uma estranha, mas felizmente nos damos bem desde o começo e agora somos quase bff, hehe. Bom, minha vida em geral e repleta de aulas, estudos, projetos e provas, e um tempo para encontrar com amigos, e de fim de semana tentar ir pra igreja. Me sinto bem estando aqui, mas tambem morro de saudades do Brasil, de casa, da familia, igreja, de nao precisar lavar minhas própria roupa, da comida (!!!), da cidade, dos velhos amigos, ugh acho que vou comecar a ficar com nostalgia. No entanto, tive ótimas e não tão ótimas experiencias aqui, e acredito que continuarei a sempre estar vendo e aprendendo coisas novas.

Na seção internacional de hoje, temos uma participação direto de Upper East Side! Isso mesmo! Não é a Serena, muito menos o Nate, mas calma! É alguém que partiu há um ano e nos faz muito falta, e vem nos contar as fofocas que rolam em NY! Ok, chega de brincadeiras! Com vocês, Elisabeth Choi 90! Compartilhando conosco sua vida de universitária internacional! Então, se você pensa ou tem curiosidade de como é estudar fora, fique atento o que ela tem a nos dizer! Minha experiência estudando fora do Brasil? Hmm.. não tenho muito o que falar, brincadeira, tenho sim! Mas nem sei por onde começar ou sobre o que falar. Já faz quase um ano que sai de casa para fazer faculdade nos Estados Unidos em New Jersey (ao lado de Nova Iorque, já que muitos haviam me perguntado onde ficava essa jossa), e nesse meu primeiro ano já aprendi muitas coisas. Acredito que só de sair do pais para viajar ou para qualquer outra razão muda ou expande sua perspectiva do mundo. Pra mim não foi apenas isso, mas também sai ou “mudei” de “bolha.” Logo depois que me formei do colegial muitas coisas ao meu redor mudaram mesmo no Brasil, e saindo de casa para morar no campus da faculdade realmente transformou muito a minha vida. Obviamente houve a mudança de ter liberdade dos pais e de não ter ninguém ao meu lado falando para fazer ou não fazer coisas. Também aprendi a me virar em varias coisas, como fazer laundry, utilizar transportes pú blicos, cuidar das minhas despesas, administrar meu próprio tempo, e acho que o mais importante, decidir meus próprios limites. No começo foi difícil pois houve o choque de cultura, nostalgia, e até mesmo de achar minha própria identidade como uma aluna internacional. Levou nao so tempo para eu me adaptar mas tambem tive que passar por varios micos. Mas tudo bem, whatever, hehe. E foram nesses momentos difíceis em que eu mais busquei e senti Deus cuidando de mim, e também sentia que havia muitas pessoas orando por mim. Com o tempo fui conhecendo todo tipo de gente, os drogados, emos, geeks, losers (ta vai, ninguem e loser), safados, aquelas loiras cheerleaders ou os americanos bombados jogadores de futebol americano, os nerds, os

05

unida mocidade


PoR Que NãO?

jocum

reflexão externa

Por Michelle Choi 89 tempo todo, mesmo quando eu não percebo (Jó 33:14). E o melhor de tudo, sem precisar que a minha casa esteja em pedaços. Ouvir a sua voz, receber visões, sentir a sua presença foram as maneiras que Deus demonstrou o seu amor. O amor que eu ainda não conhecia porque não compreendia e não sabia o quanto transformaria a minha vida. Amor perfeito, incondicional e estável, independente de quem eu sou e o que eu posso oferecer. Apesar de sempre ouvir, nunca pude viver, por causa do pecado que muitas vezes me afastava de Deus e me fazia pensar que Ele não se agradava de mim. Mas agora sei, pela graça, que justamente por ser pecadora é que preciso muito desse amor, todos os dias da minha vida. Um amor que me constrange e me leva para perto dEle. Consigo agora continuar e permanecer estável porque Ele foi e é primeiro.

No ano de 2008, estive no Havaí para participar de um treinamento missionário realizado pela JOCUM (Jovens com uma missão), com duração de 6 meses, conhecido como ETED, escola de treinamento e discipulado. A JOCUM é uma organização missionária internacional e interdenominal, que tem como fundador Loren Cunningham. Ele recebeu de Deus uma visão, na qual ondas de jovens entravam nos continentes e pregavam o evangelho. A partir disso, na procura de ouvir a voz de Deus e obedecer, a JOCUM tem se tornado hoje esse grande instrumento nas mãos de Deus, fundando centros de treinamentos, em quase todos os países do mundo e Universidade, no Havaí. O treinamento é dividido em três meses teóricos e os outros três de viagem missionária. O prático tem como temas: O coração do Pai, Missões, Fortalezas (de nossas vidas que devem ser quebradas), Choques Culturais, Espírito Santo, Batalha Espiritual, e outros. Se eu resumisse a minha viagem em apenas uma palavra seria “necessário”. Porque pude conhecer e experimentar de maneira nova as coisas de Deus, das quais mudaram a minha vida. A mudança aconteceu lentamente, eu me lembro de cada semana ser especial e única, em que Deus trabalhava em diferentes áreas da minha vida, e muitas vezes repetindo o que era difícil para mim entender ou receber. E graças a essa persistência é que eu pude compreender um pouquinho do sEu Amor. Deus enfatizou o tempo todo sobre o amor que Ele tem por mim durante essa viagem das mais diversas maneiras, através de pessoas, de versículos bíblicos e de encontros pessoais. Esse último, creio que foi o de maior importância, e para isso foi necessário aprender primeiro a ouvir a voz de Deus. Apesar de ter nascido em berço cristão e crescido dentro da igreja, nunca aprendi a ouvir a voz de Deus na pratica. Não acreditava que Deus poderia se relacionar tendo uma simples conversa comigo. Muitas vezes desejei ouvir a voz de Deus, e esperava que Ele viesse de maneira sobrenatural, através de sonhos, anjos, ou tremedeira no chão. A minha descrença e o não conhecimento de que Deus poderia se manifestar através de uma voz interior me impediam de muitas vezes o ouvir. Hoje, sei que Deus fala, o

06

unida mocidade


PoR Que NãO?

Controlar

informação relevante

Por André 85

Desde o ano de 2008, a prefeitura da cidade de São Paulo organiza uma campanha de Inspeção Ambiental Veicular para controlar a qualidade do ar e melhorar a saúde e aumentar a expectativa de vida da população. A inspeção consiste em verificar o funcionamento do motor, a cor da fumaça liberada, vazamentos, entre outros e verificar por computador os níveis de CO e hidrocarbonetos liberados pelo escapamento do veículo. Após a verificação, se aprovado, o veículo recebe um certificado de aprovação. A inspeção é obrigatória para todos os veículos movidos a diesel, aos veículos a gasolina, gás, flex e álcool fabricados a partir de 2003 até 2008 e todas as motocicletas e motonetas, exceto as de 2 tempos.

Abaixo segue a tabela com as datas para realizar a inspeção: Todos os Veículos (exceto caminhões) Final Início do Início da Término da Placa Agendamento Inspeção da Inspeção 1 5/jan 1/fev 30/abr 2 1/fev 3/mar 31/mai 3 1/mar 2/abr 30/jun 4 1/abr 3/mai 31/jul 5 1/mai 3/jun 31/ago 6 1/mai 3/jun 31/ago 7 1/jun 3/jul 30/set 8 1/jul 3/ago 31/out 9 1/ago 2/set 30/Nov 0 1/set 3/out 31/dez

Para mais informações visite o site da campanha: http://www.controlar.com.br/

07

unida mocidade


PoR Que NãO?

Koban

Degustação

Por Stefani 86

Nesta edição comentaremos sobre o famoso e badalado restaurante da culinária japonesa, o Koban. Cardápio & Sugest��es: O rodízio de sushis e sashimis contempla desde o carpaccio de salmão com finas fatias de salmão cobertas por um molho especial, shimeji amanteigado e temperado na grelha, temakis de diversos recheios envoltos por nori crocante até os deliciosos sushis criados e desenvolvidos para agradar tanto o paladar ocidental quanto o oriental. Porções generosas de cream cheese incrementam o sabor dos temakis e sushis como o hot cream (sushi empanado com salmão e molho tare) e o batera. A refeição pode ser arrematada com uma sobremesa como o creme de papaia, que é cortesia da casa. Não há restrição de repetição dos pratos, entretanto a cada sushi sobrado (repetição) é cobrado o valor de R$1,00. Então, não comam com os olhos!

Elogios & Críticas: “Achei bonito, não muito barato, mas o legal foi poder jantar com o pessoal da mocidade” (Debora 86) “Gostei do ambiente, meio moderno, natural e aconchegante! A comida também era gostosa (comi muito hehe), tinha uns pratos bem diferentes e fio legal experimentar algo novo.” (Stefani 86) “ Ambiente e comida gostosos, mas preço salgado.” (Anderson 88) “ Normal. Se for usar a mesma avaliação da Folha de São Paulo de 1 a 5 estrelas, eu dou 3 estrelas.” (Alberto 88) “ Achei muito caro para o que a gente comeu. Tem (restaurantes) mais baratos e mais gostosos.” (GuiJu 85) “ Muito caro. Andando 300 passos para frente tinha um Aoyama que era bem mais barato.” (André 85) “ Tava com muita fome e só comi o que tinha na minha frente.” (Tiger/Alex 88)

Preço: Almoço (seg a sex) – R$30,90 Almoço (sab) – R$43,90 Jantar (todos os dias) – R$43,90 + Serviço de 10% Localização: Unidade Moema Al. dos Arapanés, 397 – Moema /SP - Tel: 5051-7404 Unidade Itaim R. Dr. Mário Ferraz, 449 – Itaim/SP - Tel: 3079-0109

Mais informações em: http://www.restaurantekoban.com.br/

Curiosidades: - O koban é o talismã que o manekineko (gato com uma pata levantada) segura. Ele é considerado pelos japoneses como símbolo de prosperidade. - O dono do Koban é o sushiman e chef Élson. Ele nasceu em Jacobina, interior da Bahia e chegou a São Paulo em 1981. Trabalhou em um restaurante chinês, onde apaixonou-se pela gastronomia oriental. - Em 2002, o chef Élson abriu seu próprio negócio: o restaurante Koban.

08

unida mocidade


Giro em 30 linhas

PoR Que NãO? Notícia

Por Anderson 88 e aqueles que continuam na região sofrem de falta de comida, água e energia. Atualmente, o Paquistão possui as regiões “mais perigosas do mundo”.

NEWS

NEWS

ESPORTES - Corinthians se consagra Campeão Paulista 2009, com bela atuação de “Ronalducho”. - A final da Champion’s League será entre o Manchester United FC e o Barcelona FC. As notícias mais importantes das últimas semanas, todas juntas pra você ficar “por dentro” das últimas.

ENTRETENIMENTO - O britânico Bem Southall conseguiu o “melhor emprego do mundo”, que consiste em cuidar de uma ilha parasidíaca da Austrália por seis meses, com todas as despesas pagas, ganhando U$ 110 mil. Seu trabalho é de fazer um blog, vídeos e diário com fotos. - A versão de teste do Windows 7 está disponível para download na Internet. O usuário pode usar gratuitamente até Julho/2010, quando a licença será expirada. Importante: essa versão teste não permite “upgradear” para a versão final. Será necessário fazer backup e instalar a versão comercial. - No programa de talentos “Britain’s Got Talent”, a candidata Susan Boyle se tornou uma grande estrela do dia pra noite, sendo um hit na Internet com sua performance de “I dreamed a dream”.

NACIONAL - Confirmado 6 casos de gripe suína no Brasil*, com ainda 30 suspeitos. - Chuvas fortes em todo o país, principalmente no Norte e Nordeste, causa enchentes, tendo como resultado 126 mil desabrigados e 44 mortes*. - Após auditoria, foram descobertas fraudes no sistema Bolsa Família. Entre os beneficiados, estavam mortos, políticos eleitos. Também há suspeitas de fraude em 30 mil bolsas do ProUni para universitários que tenham renda maior que a limite. - "A lei antifumo, aprovada pelo Governo de SP, proíbe o fumo no território do Estado de SP, em ambientes de uso coletivo, públicos ou privados, começando a valer no dia 5 de Agosto."

ECONOMIA - Chrysler pede concordata, e a montadora GM pode ser a próxima caso não consiga se reestruturar. - Governo americano realiza testes de “stress” em bancos norte-americanos, e dos 19 bancos testados, 10 não passaram. Eles necessitam arrecadar mais de U$ 75 bilhões em recursos. - Grau de desemprego nos EUA é o maior desde 1983, com mais de 14 milhões de desempregados. - Com aparente melhora da economia, Bolas de Valores dos EUA e Brasil sobem, e recuperam parte das perdas do ano. Porém, há ainda controvérsias no estado da economia mundial.

INTERNACIONAL - Obama é eleito presidente dos EUA. (caso você viva numa bolha!) - OMS confirma mais de 3.500 casos* de gripe suína no mundo, com 48 mortos. O nível de alerta para a possível pandemia continua em 5, de uma escala que varia entre 1 e 6. - Conflitos se intensificam entre o governo paquistanês e militantes do Taleban no Paquistão, na luta pelo controle do vale do Swat. Há uma grande fuga dos civis,

* Dados do início de maio.

09

unida mocidade


PoR Que NãO?

entrevista

Entretenimento

Por Fabi 90

08. Net ou tv?: Net 09. Personagem com quem mais se identifica do Chaves e porquê: Pergunta difícil essa hein .. acho q não me identificaria com nenhum deles ..HAHAHAHA 10. Se eu fosse mulher por um dia, eu me maquiaria. 11. Morro de medo de guishins. 12. Melhor música de todos os tempos: Não tenho músicas favoritas .. escuto tudo menos pagode,forro,samba,rock.. 13. Melhor louvor de todos os tempos (seu louvor preferido): Louvor também não tenho preferidos mais Estrela da Manhã é um bom louvor 14. Se eu pudesse escolher um lugar no mundo pra passar o resto da minha vida, seria em uma montanha porque viveria de boa com a vida, sem muita agitação. (nota do jornal: Releia a resposta dada à pergunta 07 e note a sinceridade do rapaz.)

01. Nome completo: David Kang 02. Data de Nascimento: 26/08/1991 03. O que faz? (faculdade, cursinho, que curso..) Faço FAAP(Publicidade e Propaganda)

15. Seja sincero: dá para contar nos dedos de uma mão os livros que você já leu? Se sim, cite pelo menos 3 deles: Não. HAHAHAH .. não sou muito chegado em livros.

04. Cor favorita: Branco

16. Frases que você tem mais mania de falar: “q bad,tio “

05. Comida favorita: Comida Japonesa

17.Xaveco que nunca falha: Tinha 2 ursinho te beija e me beija. O te beija morreu então quem sobrou ? HAHAHA .. (nota do jornal: eer....)

06. Filme favorito: Não tenho filme favorito mais gostei de Hooligans, Diario de uma Paixão (nota do jornal: ou seja, ele tem -.-)

18. Deixe uma frase para a mocidade: é isso ai mocidade vamo q vamo HAHAH!

07. Hobbies: Sair

10

unida mocidade


>

PoR Que NãO?

Voceê sabia?

Entretenimento

Por Dani 90

Você sabia que... suco de laranja não mata a sede? Uau, ninguém mais lembrava disso né...Um pequeno desenho para ilustrar a idéia! Quando você está com sede significa que as células do seu corpo perderam água, ficando mais concentradas. Nesse caso, o seu organismo precisa de uma solução hipotônica, para que a água passe pela membrana semipermeável e entre nas células. Acontece que o suco de laranja é um liquido hipertônico, e num caso de desidratação extrema, ele só vai tirar mais água do seu organismo. O gatorade é uma solução isotônica, e não vai afetar em nada a concentração intracelular. Para hidratar o seu corpo,o melhor é a boa e velha água mineral!

Pois é amigos, sinto-lhes informar que quando você está naquele estado de inanição [ou semimorto para os leigos.. haha] e abre a geladeira, e vê na sua frente uma bela jarra de suco de laranja, você não vai saciar a sua sede com ela. Agora, vamos trazer uma explicação um pouco mais aprofundada e cientifica. Para isso, lembraremos de alguns conceitos básicos de biologia do colegial. Dizemos que uma solução é hipertônica quando ela está mais concentrada em relação a uma outra solução qualquer. O conceito de uma solução hipotônica é exatamente o contrario: quando ela esta menos concentrada, ou seja, tem pouco soluto permitindo a entrada de água através de uma membrana semipermeável.

hipertônico

hipotônico

membrana semipermeável

11

unida mocidade


>

~ de a sua opiniãao...

PoR Que NãO? Feedback

Olá Mocidade! Sempre querendo melhorar, queremos ouvir as suas opiniões sobre essa edição do PQN. Por favor, destaquem essa página do Jornal e entreguem para o pessoal do PQN que estarão recebendo o feedback. Valeu Mo-city! Vamos juntos fazer desse Jornal ainda melhor. Porque é um jornal “da Mocidade para a Mocidade!”

Essa edição me ajudou a conhecer melhor sobre Deus. Essa edição contribuiu para conhecer melhor a Mocidade. As matérias abordaram temas relevantes. O layout possibilitou uma leitura confortável. Lendo essa edição, você se sente com mais vontade de participar da próxima edição.

Discordo Discordo Concordo Concordo Totalmente Parcialmente Parcialmente Totalmente 1 2 3 4

Dê uma nota para essa edição do PQN, de 1 a 10: Críticas, sugestões de temas e comentários são mais que bem-vindos: ( O que você achou do Jornal? ) ( O que você achou que faltou? )

12

unida mocidade


Jornal segunda edição