Page 1

REEDIÇÃO FOLHA LARANJAMAIO DE 2018

REEDIÇÃO

Capa

#ATUAJOTA

Mensagem do Presidente da JSD

Editorial

Ao fim de seis meses de mandato, importa avaliar

Rafaela Gonçalves

o que foi feito durante estes meses que passaram e A JSD das Caldas da Rainha tem o prazer de

perspectivar os meses que se seguem. Se na

apresentar a segunda reedição da Newsletter a

primeira edição desta nova plataforma de difusão

Folha Laranja. Esta segunda reedição pretende

referi que este seria o espaço de apresentação de

seguir a linha da anterior, realizando uma viagem

contas do trabalho realizado e comunicação com

aos últimos três meses da JSD das Caldas da

militantes e jovens em geral, nesta segunda

Rainha. Assim, nesta edição traremos ao público

mensagem importa dizer o que foi feito e o que

um balanço dos primeiros seis meses de mandato

nos propomos a fazer.

da actual Comissão Política e do seu trabalho

Tivemos 181 dias intensos da vida interna do

desenvolvido.

partido, com múltiplos actos eleitorais que fazem

Além disto, daremos nota das actividades levadas a cabo pela JSD Caldas da Rainha e todas as suas presenças, sendo de referenciar com especial importância a deslocação à Povoa de Varzim para atender ao XXV Congresso Nacional da JSD, momento de grande importância à Comissão

parte do dia-a-dia de um partido democrático.

Caldas da Rainha esteve presente no XXV

Intensidade que se fez notar de igual forma na

Congresso Nacional da JSD com 13 Congressistas,

actividade estritamente da JSD das Caldas da

vendo a suamoção sectorial aprovada por larga

Rainha, com a entrada de novos militantes, com a

maioria.

melhoria na comunicação, com aproximação às

pelo

Pag.2

freguesias, com apresentação de propostas para o

solidário de sublinhar o

desenvolvido

No passado mês de Fevereiro, a JSD das

nosso concelho, com manutenção do espírito

Política caldense. Ainda

XXV Congresso Nacional JSD

importante trabalho

Núcleo

Residencial

e

acima

de

tudo

com

muito

companheirismo, vontade e animação.

de

Somos sem sombra de dúvida a juventude que nas

Alvorninha ao longo destes três meses, na

Caldas da Rainha mais próxima da juventude se

inauguração do Espaço Jota na Sede das Caldas da

encontra e que melhor os compreende e defende

Rainha e a manutenção da comunição com a

nos locais próprios. O nosso desejo é que os

sociedade no seu geral,

da juventude social

próximos seis meses sejam tão positivos ou mais

democrata caldense através quer das suas redes

que estes que passaram, os desafios mantém-se,

sociais, quer na imprensa local, com a contínua

aproximar

presença de crónicas escritas por militantes.

responsáveis nos cargos que desempenhamos na

a

politica

do

jovens,

sermos

autarquia, formar os nossos quadros e aqueles que A Folha Laranja volta em Agosto mas a actividade da JSD manter-se-á e assim convidamos todos a acompanhar o nosso trabalho!

quiserem ficar a conhecer mais e continuar a desenvolver

novas

formas

de

contacto

JSD Alvorninha

e

No passado dia 24 de Março, realizou-se

comunicação com os mais novos. Este é o nosso

o Jantar de Tomada de Posse da equipa do

A Comissão Política das JSD das Caldas da Rainha

caminho, unidos seremos cada vez mais. A TUA

deseja a todos boas leituras.

JOTA!

Núcleo Residencial de Alvorninha. Pag.6


REEDIÇÃO FOLHA LARANJAMAIO DE 2018 |

2 com

a

intervenção

social

sempre

novo na vida de todos. Ainda durante a

XXV Congresso Nacional da JSD

pautaram o percurso da JSD, quer ai

sua

nível local, como ao nível nacional.

importância da JSD debater as questões

Rafaela Gonçalves

Nacional, no passado dia 30 de Abril,

Ainda no âmbito do XXV do Congresso

recebemos na Sede da JSD das Caldas Nos dias 13, 14 e 15 de Abril teve lugar no Pavilhão Municipal da Póvoa do

da Rainha, André Neves o candidato

apresentação

salientou

a

fraturantes da sociedade, relembrando que desde sempre na história desta juventude, foram estas as bandeiras com que sempre pautou o seu caminho.

apoiado pela Concelhia Caldense e por

No final da apresentação foi possível a

unanimade

Congressistas,

colocação de perguntas e intervenções,

presentes no próximo fim-de-semana na

como foi exemplo, a do Presidente da

Póvoa do Varzim. Este deslocou-se às

Comissão Política das Caldas, Rodrigo

Caldas para apresentar aos militantes

Amaro

locais a sua candidatura e quais os

Constantino, numa nota de apoio a este

A JSD das Caldas da Rainha esteve

pontos que de maior relevância ele

candidato.

representada

aponta ao futuro da Juventude Social-

Varzim o XXV Congresso Nacional da JSD, onde foi eleita a p presidente da Juventude

Social-democrata,

eleição

disputa por dois candidatos: Margarida Balseiro Lopes e André Neves.

por

13

Congressistas,

apresentado uma moção sectorial sob a temática: “Mais Solidariedade, Melhor Educação”. Esta moção tem como principal objectivo a sensibilização das camadas mais jovens da sociedade à importância da responsabilidade social, propondo a criação de um programa paralelo ao currículo escolar das Escolas Secundárias ao nível nacional, através de um

concurso

aberto

a

todas

as

instituições públicas de ensino para que possam

desenvolver

projectos

do

âmbito social que tenham projecção junto das freguesias, concelhos ou regiões. No final deste concurso, este programa

ambiciona

premiar

os

melhores projectos com as atribuições de verbas para a aplicação destes. Com esta moção, a Comissão Política da JSD caldense,

pretende

alertar

para

a

importância deste tipo de questões afectas à sociedade no seu geral, uma vez que estes tópicos e a preocupação

pelos

13

democrata.

e

o

ex-Presidente

Rui

No final do Congresso tivemos o nosso militante Rui Constantino eleito para o

Numa conversa informal, começou por

Conselho Nacional da JSD, assim como a

se apresentar a todos os presentes o seu

Moção Sectorial apresentada pelo nosso

percurso profissional, algo que salientou

colega André Santos aprovada por larga

como

maioria.

importante

compreensão

e

para

a

sua

identificação

com

muitas das reclamações dos jovens portugueses actualmente. De entre muitas outras questões, apresentou algumas das suas propostas para a inovação

da

JSD

na

interna,

reforçando

comunicação a

ideia

da

necessidade de modernização e maior comunicação em todos os níveis da Jota; a reformulação do sistema interno, algo que

como

ajustamento

de

essencial

para

o

valores

como

a

meritócracia e as questões afectas ao Ensino em Portugal, ao emprego jovem, entre outras questões, aproximando a JSD ao maior número de jovens possíveis, colocando esta juventude de


REEDIÇÃO FOLHA LARANJAMAIO DE 2018 |

3 éticos e morais. Nos últimos anos, a JSD

sociedade,

tem ocupado um espaço importante na

entre outros. As melhores candidaturas,

defesa dos estudantes, nomeadamente

que serão analisadas por um júri

aqueles que são do ensino universitário,

independente, composto por técnicos

CONGRESSO NACIONAL

que têm sido afectados por políticas

da área educativa e social. Este processo

negativas do actual governo. Daí, o

será de âmbito nacional, para manter a

DA JSD

intuito desta moção focar a sua atenção

transparência

no ensino secundário tentando assim

Execução:

incutir aos estudantes uma sensibilidade

acompanhado por uma verba anual

“Mais solidariedade, melhor educação!”

social, que actualmente representa um

destinada

Enquadramento

de

pilar tão importante da vida em

projectos aprovados pelo júri. A gestão

ensino, mais do que transmissores de

sociedade. Proposta: Esta moção prevê

de recursos e a sua aplicação aquando a

conhecimento,

a criação de um programa nacional de

aprovação dos projectos candidatos será

como função passar valores como o

responsabilidade

escolas

supervisionado e dirigido pela Secretaria

altruísmo, companheirismo e empenho.

secundárias ao nível nacional, através da

de Estado da Educação. Existindo a

Estes são valores que hoje em dia,

criação de um concurso aberto a todas

possibilidade

muitas vezes são abandonados, por

as escolas secundárias públicas do país,

compromissos com os municípios das

culpa de um modo de vida da sociedade

para que os seus alunos desenvolvam

escolas vencedoras, para que eles

em que prevalece a competitividade e

um projecto social com aplicação na sua

próprios fizessem o acompanhamento

um estilo de vida frenético, onde não há

freguesia, concelho ou região. Dividido

dos

tempo para as coisas simples da vida.

em quatro fases: candidatura, análise,

atribuída aos mesmos, sendo que essa

Neste sentido, tentado incutir aos mais

execução

e

relatório

verba seria delegada pela secretaria de

novos um lado social na forma como se

Sectorial

ao

XXV

relacionam em sociedade surge esta

Juventude Social-Democrata Fase da

projectos

moção que tem como tema “Mais

candidatura: Será aberta uma fase de

apresentados e acompanhados de um

Solidariedade,

candidatura

escolas

relatório de todo o processo da sua

porque só educando melhor as novas

secundárias, em que os alunos terão

execução, por parte dos proponentes,

gerações, teremos melhores alunos,

oportunidade

uma

numa última cerimónia, onde serão

melhores profissionais e no fundo

actividade/proposta/projecto/acção com

igualmente distribuídos prémios de

melhores cidadãos. Juventude Social-

enfoque na sociedade civil, de forma a

participação.

Democrata A JSD deve ter enquanto

criar nos jovens estudantes do país uma

juventude partidária, uma voz activa na

sensibilidade quanto à responsabilidade

construção de um melhor ensino em

social.

Portugal. Contribuindo decisivamente

desenvolvido por um grupo de jovens da

para uma estratégia duradoura da

mesma Escola ou por vários grupos.

educação, não tendo em conta apenas a

Fase de Análise: Nesta fase serão

vertente lectiva, mas também aspectos

seleccionados

humanos, sociais, culturais, desportivos,

critérios como: a viabilidade, impacto na

MOÇÃO

SECTORIAL

APRESENTADA NO XXV

As

instituições

devem

melhor

ter

também

educação!”,

Este

social

a

nas

final.

Congresso

todas

de

Moção

as

desenvolver

projecto

projectos

pode

da

ser

segundo

responsabilidade

e

isenção.

Este

ao

projectos

e

Fase

programa

apoio

de

social,

dos

de será

melhores

existência

respectiva

de

verba

estado ao município. Relatório final: Os vencedores

serão


REEDIÇÃO FOLHA LARANJAMAIO DE 2018 |

Segunda proposta apresentada na Assembleia Municipal

4

Pinheiro, passando por Ferreira da Silva até Daniel Eime, são diversos os artistas que fizeram das Caldas o seu centro criativo. A ESAD ocupa um lugar de excelência na indústria artística, sendo diversos os reconhecimentos internacionais, entre estes a

No passado dia 24 de Abril, foi apresentada em

classificação como uma das melhores escolas

Assembleia Municipal, a proposta da JSD das Caldas

artísticas do mundo. Na ESAD nascem muitos

da Rainha para a criação de um Roteiro de Arte

artistas que usam a cidade como alavanca para a sua

Urbana.Esta é a segunda proposta da nova comissão

carreira artística, e que por fim acabam por sair por

política da JSD a ser apresentada na Assembleia

falta de oportunidades de reconhecimento.

Municipal, tendo descido à segunda comissão para que seja discutida pelos deputados. Esta proposta

Dai a JSD das Caldas da Rainha ter discutido e

tem como objectivo a promoção daquele que é um

trabalhado nesta proposta até a levar à Assembleia

dos principais vectores da estratégia municipal, que

Municipal, a actual comissão política acredita que só

são as artes e o mundo criativo.

valorizando os artistas locais e aproveitando a maisvalia que é ter um pólo universitário dedicado às artes

Aliás, a cidade das Caldas da Rainha é dotada de uma

se pode construir uma estratégia comum de

veia artística inigualável. A Arte ocupa grande parte

promoção das Caldas da Rainha enquanto cidade

da história da cidade sendo inúmeros os artistas de

criativa. Com esta proposta procuramos dar o mote e

renome que por aqui passaram. Desde Bordalo

envolver todos, cidade, ESAD, artistas e cidadãos.


REEDIÇÃO FOLHA LARANJAMAIO DE 2018 |

Discurso 25 de Abril na Assembleia Municipal “Estamos na véspera das comemorações do quadragésimo quarto aniversário do 25º de Abril. Permitam-me

que

digira

algumas

palavras relativamente a este marco histórico para a nossa vida democrática. Começando desde logo por enaltecer a coragem dos militares que nas Caldas da Rainha, no dia 16 de Março de 1974, iniciaram o processo revolucionário. Processo

concluído

umas

semanas

depois por bravos militares de todo o País de forma convicta e patriota, enfrentaram um regime autoritário instalado há 41 anos, saindo dos seus quartéis e dando voz a uma nação ávida de valores como a democracia, a igualdade e a liberdade de expressão. Obrigado… A todos eles devemos a oportunidade de ter construído um País diferente, mais livre e justo que aquele que era conhecido. Sou um filho da democracia, mas não só, sou também filho do projecto europeu, pois quando nasci, em 1990, Portugal já pertencera à CEE. Felizmente, não vivi nenhum tempo de opressão. Para mim, liberdade, projecto europeu, democracia, direitos e deveres, são palavras que sempre couberam no léxico lá de casa.

Portanto, A Democracia e Liberdade não são propriedade de ninguém, muito menos por usucapião, elas andam de mão dada e têm um valor inestimável que todos devemos

5 preservar e defender daqueles que utilizam

Social e o Personalismo, que julgo terem sido

discursos demagógicos e populistas, não

grandes vitórias nesta viagem democrática

para as valorizar, mas sim, para as atacar e

que os portugueses têm navegado.

fragilizar.

A pluralidade, é talvez a maior das

A Democracia e Liberdade são de todos

vitórias deste processo que teve início há 44

aqueles que no seu dia-a-dia, com maior ou

anos, que com a liberdade de expressão

menor visibilidade, contribuem para que esta

permitem que qualquer cidadão possa

condição de vida se perpetue no tempo, sem

afirmar o seu pensamento e desejos de ter

grandes palavras, mas sim em grandes

um País cada vez melhor.

gestos.

A Justiça Social, num país que escondia

No entanto,

profundas

diferenças

sociais

e

de

Hoje vivemos um tempo de grandes

oportunidade, este traduziu-se num pilar

desafios, desafios esses que põem à prova

essencial da vida em sociedade, criando um

diariamente a democracia tal como a

elevador social baseado no mérito e

conhecemos.

competência e não somente no meio em que

Exige-se, aos novos agentes políticos que

a pessoa nasce.

reflictam sobre os perigos que ela hoje

O Personalismo, para o qual o início e o

enfrenta, pensando que nada é garantido e

fim da política residem na pessoa humana, a

como tal devemos readaptá-la ao contexto

pessoa passou portanto a ser o centro da

actual.

acção política como deve ser sempre.

Até porque como referi há pouco, hoje

Permitam-me que conclua citando uma frase de Francisco Sá Carneiro, o fundador do PSD:

surgem

cada

vez

mais

movimentos

populistas que arrastam multidões cegas e se tornam facilmente virais através das diversas redes sociais, mas tudo isto se verifica por força das falhas e crimes que têm ocorrido em diversos estados democráticos. As novas gerações são principalmente aquelas que mais se afastam da vida política, dos políticos, no fundo da tomada de decisão. Não podemos continuar achar que passados 44 anos os anseios, as vivências e a forma de ver o mundo sejam iguais: - Portugal mudou; - A Europa e o Mundo mudaram. Logo, a forma como vemos a democracia e o Estado também eles se devem converter aos novos tempos. O PPD/PSD como um dos grandes partidos nacionais que contribuiu para a conquista da democracia no nosso País. Tem como alguns dos seus princípios a Pluralidade, a Justiça

“Democrata é aquele que pratica a democracia e não aquele que dela apenas se reivindica.” Assembleia Municipal das Caldas da Rainha 24/04/2018 Deputado Rodrigo Amaro – PPD/PSD


REEDIÇÃO FOLHA LARANJAMAIO DE 2018 |

Órgãos do Núcleo da JSD Alvorninha tomaram posse Tiago Félix No passado dia 24 de Março, realizou-se o jantar de tomada de posse do núcleo da JSD de Alvorninha. Este jantar realizou-se no restaurante Ar Puro e contou com a presença de 80 pessoas. Este núcleo recém-criado tem como principal objectivo representar e dar voz à juventude desta freguesia, e já conta com 60 militantes dos 14 aos 30 anos dos mais diversos pontos da Freguesia. Este núcleo vai contar com 8 gabinetes que

iram

freguesia, enaltecendo as qualidades do

vice-presidente do PSD distrital de Leiria

Eng. José Henriques, presidente da

e presidente do PSD das Caldas da

Junta de Freguesia de Alvorninha, assim

Rainha, Dr. Hugo Oliveira, destacou os

como de Tiago Félix presidente deste

bons quadros que a JSD tem formado ao

núcleo.

algumas

longo dos anos. Quadros que primam

do panorama

pela credibilidade e responsabilidade,

nacional da estrutura, e do processo

assim como pela sua autonomia e

eleitroal que se avizinha. O presidente

irreverência. Finalizou mencionando a

da junta de freguesia de Alvorninha,

importância da JSD na apresentação de

Eng.

propostas, como motor de impulso para

Fez

ainda

considerações acerca

José

Henriques,

destacou

a

juventude de Alvorninha, tendo-a como um

bom

exemplo,

salientando

a

participação activa de vários membros deste núcleo em várias associações, indicando assim o genuíno interesse da JSD pela comunidade.

da

Rainha, Rodrigo Amaro, enalteceu o

Freguesia, num total de 26 membros da

valor dos núcleos, considerando-os o

comissão política.

estado mais puro da actividade política

A

JSD

de

a

procuram melhorar a vida de todos. O

O presidente da JSD de Caldas da

da

resposta

núcleo para um melhor trabalho na

áreas

estratégicas

dar

6

juventude

Alvorninha

e

apresentou

também algumas algumas das suas propostas como a criação de um roteiro turístico digital para a freguesia, através da ampliação da aplicação do City Guide da cidade de Caldas da Rainha, a colocação de pontos wi-fi Free em vários pontos da Freguesia, e uma maior valorização e facilidade borucratica para a urbanização jovem da Freguesia. Um dos pontos altos da noite foi apresentação do logotipo deste novo núcleo.

pela

proximidade

empregam.

Referiu

e

paixão também

que a

expectativa que existe em torno deste núcleo e dos jovens que o compõem, Mencionou ainda o que foi alcançado por esta concelhia nos seus ainda curtos meses de mandato. O presidente da Câmara Municipal de Caldas da Rainha, Dr. Tinta Ferreira, dirigiu-se a todos os que ao longo dos anos têm contribuído para o bom trabalho que se desenvolve na freguesia, realçando a coragem deste grupo de jovens que se associaram para prestar um serviço à comunidade.

Nas intervenções o presidente do

Destacou ainda a importância dos mais

plenário da JSD de Caldas da Rainha, Rui

novos se juntarem a movimentos e

Constantino, destacou a importância do

estruturas que prestam serviços e que

a mudança futura.


REEDIÇÃO FOLHA LARANJAMAIO DE 2018 |

7

City Guide

Artigo de Opinião

Tiago Félix

Joana Santos

Mercado de Santana, a título de exemplo. Em menos de 3 meses desde o arranque

No dia 23 de março, o núcleo da JSD de Alvorninha esteve reunido com os responsáveis do City Guide de Caldas da Rainha, no sentido da criação de um roteiro

turístico

digital

na

nossa

freguesia, através da ampliação desta aplicação

para

das

últimas

eleições

autárquicas, o valor da abstenção entre os mais jovens (cerca de 59%), tornou ainda mais evidente a necessidade de uma

aproximação

aos

jovens

da

Alvorninha. Esta que foi muito positiva,

constituída por um número significativo

onde a JSD Alvorninha disponibilizou a

de jovens, é uma freguesia rural e

sua ajuda no que seja necessário para

envelhecida, em que por vezes os jovens

esta ampliação! Foi ainda garantido que

ficam

num

detrimento da terceira idade, e da

próximo

esta

ampliação será feita. Nesta

mesma

para

segundo

plano,

em

constante inevitabilidade de arranjar

sexta-feira

decorreu

também a Assembleia de Freguesia,

medidas que combatam o isolamento

Alvorninha, Tiago Félix, participou como

é pouca, aquela que na idade adulta se

membro e deu aconhecer os resultados

fixa na freguesia. São estes e outros

desta

a

problemas que pretendemos combater

recomendação para que a junta de

com a criação de um núcleo da JSD em

freguesia reúna todas as associações da

Alvorninha. Embora existam alguns

Freguesia com os responsáveis do City

entraves, Alvorninha é uma freguesia

Guide, para que se tornem utilizadores

com

desta aplicação para consigam aqui

crescimento, aliado a infraestruturas já

divulgarem os seus eventos!

existentes, como a barragem e o

fez

ainda

com menos de 18 anos), evidenciando o interesse

enorme

nesta

ideia,

sendo

que

esperamos chegar brevemente aos 60

Ambicionamos poder representar da melhor maneira os jovens da nossa freguesia, e não só aqueles que se identifiquem com a nossa ideologia, apresentando medidas ambiciosas, mas sempre realistas e concretizáveis. Com a grande

potencial

mobilização

que

pudemos

verificar até agora, este núcleo tem

futuro. Ainda que a juventude não seja escassa,

e

de 40 militantes (alguns deles também

todas as condições para vingar no

entre os idosos, por exemplo.

onde o presidente do núcleo da JSD de

reunião

deste projecto, já contamos com cerca

militantes.

freguesia de Alvorninha. Apesar de a população de Alvorinha ser

muito

freguesia

decorrer

de

futuro

a

No

para

o


REEDIÇÃO FOLHA LARANJAMAIO DE 2018 |

Olhar JSD ‘Portugal Rural’ 04/04/2018

Em Portugal, verificamos diariamente que o interior está a ficar mais despovoado, os seus territórios de baixa densidade são uma dura realidade, por consequência, a população está cada vez mais envelhecida. Deste modo, surgem problemas de sustentabilidade destes territórios, podendo assim dividir o país em dois: Portugal Litoral e Portugal Rural. O ‘Portugal Rural’ assiste a um cada vez mais

acentuado

e

preocupante

despovoamento, com as suas áreas produtivas em queda abrupta, com perda notória de população e de massa crítica e com um cenário de abandono inquietante. O nosso território é, por isso, assimétrico e a nossa população não tem acesso às oportunidades de

Mas se esta falta de oportunidades afecta em particular as populações destes territórios, sentem-se de uma forma redobrada essa intensidade na faixa dos mais jovens. Ser jovem com perspectiva de vida nestes territórios

existirem rendimentos suficientes para

Assim surge o repto para tentar que

sua sustentabilidade.

estas cheguem um pouco mais além das

Deste modo terá algo de ser feito. Tais

áreas temáticas já muito debatidas e

como: políticas de habitação jovem nas

começar a explorar os problemas dos

freguesias rurais, incentivos ao emprego

futuros jovens, pois esses serão os

nesses territórios mais desfavorecidos,

anciões de amanhã.

incentivos à economia primária por

Está na hora das agendas políticas das

jovens empresários.

juventudes

Estes são apenas alguns exemplos, mas

partidárias

comecem

a

debater temas para todos e para toda a

se

juventude. Pois tem de deixar de ser

implementar algumas destas ideias, e

«Tabu» tratar de certos temas que não

tornar o rural mais apetecível para os

são tão apelativos nem simpáticos. Mas

jovens, temos garantia que no futuro

a coragem de debate-los tem de surgir e

estes territórios estarão conservados e

tem de se fazer algo, pois se não for

desenvolvidos, podendo assim ser a

feito, daqui a um conjunto de anos, o

maior arma do nosso país. Tal como um

nosso

país que não assente na produtividade

país

esta

despovoado

nas

pouco

a

pouco

se

conseguir

freguesias rurais. Perdendo assim todo o

nunca poderá ser sustentável.

seu encanto, perdendo a maquina

Tem de ser debatido o futuro. Os jovens

produtiva do sector primário, ficando

de hoje, são os homens de amanhã.

assim um país mais pobre e sem futuro. Este desequilíbrio nota-se por todos, e principalmente pelos mais jovens, pois em contrapartida, no ‘Portugal litoral’ encontramos uma crescente dificuldade de acesso ao arrendamento, onde os

Sabendo que as juventudes partidárias muito

ao

encontro

para quem começa uma carreira. O êxodo para as cidades tem tornado o país dividido em duas velocidades. Por um lado, temos um país despovoado, sem esperança e envelhecido onde não existem grandes incentivos a continuar por lá, por outro lado existe um país

será certamente mais difícil.

vão

pelas políticas de juventude e educação.

preços são especulativos e insuportáveis

forma igual.

não

8

das

preocupações dos jovens em toda a sua plenitude, pois estas acabam por ficar

especulativo

e

que

absorve

os

rendimentos para conseguir habitar, que esvaziam as famílias e as inibe de acrescentar o seu agregado por não

Luís Gomes Vice-Presidente JSD Caldas da Rainha.


REEDIÇÃO FOLHA LARANJAMAIO DE 2018 |

9 Assisti ao discurso do ex-presidente

Olhar JSD “A Retórica como ferramenta política” 09/05/2018

do Brasil, Lula da Silva, antes da sua

cada

detenção, através da televisão portuguesa.

convenceu o povo de que era dele que

Ao ouvi-lo vi como é um bom exemplo do

precisavam.

uso da linguagem no discurso político. Lula da Silva foi condenado a 12 anos de prisão por corrupção e branqueamento de capitais, mas naquele dia saiu da praça de S. Bernardo

Definida

como

“arte

de

bem

falar”,

“argumentação”, “comunicação clara” ou “eloquência” a retórica é utilizada nas mais diversas ocasiões, mas sempre com o objetivo de passar uma ideia e de convencer o público. É uma técnica da linguagem com

discurso a cada estado, a cada público, a

do Campo como herói, reforçando a sua relação com o povo. Elogiou a operação Lava Jato pelo seu trabalho no combate à corrupção porque, segundo o próprio, “rico também tem de ser preso”. Criticou a comunicação social e fez um balanço da sua

problemática

regional

Trump

Na política a retórica é necessária para fazer passar a mensagem de forma persuasiva e também não se trata de nenhuma “manha”. A argumentação é mais clara quando se recorre a um discurso bem estruturado e que envolve as três dimensões da retórica. Cabe a cada um usá-la para o fim que pretende. Na minha preferência, para o que é factual, para a verdade, para o bem.

vida como político e ativista. Quem se

O inimigo não é a retórica, mas a

concentrar no pathos do seu discurso deixa-

forma como o recetor a interpreta. O

se levar pela voz emocionada e pela paixão

somatório do logos, do pathos e do ethos tem

política aguerrida do antigo presidente. A

um poder invisível para o recetor distraído e

organização do discurso é brilhante e parece

concentrado

espontânea com toda a confusão que se faz

interlocutor. A retórica está na base de

sentir à volta de Lula, mas o tom de voz

grande parte das nossas decisões de compra,

crescente, o gesticular e a fluidez convencem

de

qualquer um de que Lula é inocente, embora

personalidade, no fundo, está na base das

o mesmo nunca o tenha dito explicitamente

decisões que tomamos ao longo da vida.

no seu longo discurso. Ao longo dos últimos

Para ver mais além há que ser cético, crítico,

Atualmente somos bombardeados

anos também em Portugal assistimos a

ponderado e racional mais do que emocional.

com retórica na publicidade, seja em

políticos a recorrerem ao uso da retórica para

palavras ou em imagens. Os concursos

se defenderem de acusações mediáticas,

televisivos em que de 5 em 5 minutos se

como um ex-primeiro ministro que até foi

apela ao telefonema, em que se afirma

comentador político no canal de televisão

“quantas mais vezes ligar mais hipóteses tem

pública portuguesa e que veio também

de ganhar” não são mais do que retórica.

defender Lula aquando da sua prisão.

fins persuasivos e por isso muito ligada, desde a sua origem, à política e ao sistema judicial. O seu aparecimento data do século V a.C. na Sicília. Assenta em três dimensões: logos, pathos e ethos. Logos que se refere à razão, pathos à paixão e ethos à ética. Para ser bem-sucedida a retórica obriga à organização

do

conteúdo,

expressão

linguística e física adequada e memorização do conteúdo.

Mostram-nos o carro ou o dinheiro que podemos ganhar – pathos – falam-nos dos outros vencedores que só ligaram uma vez – logos – e asseguram sempre que tudo é aleatório e segue regras específicas – ethos. Tudo isto é real e verdadeiro, mas a forma como é apresentado ao recetor, com pormenores

linguísticos,

visuais

e

até

sonoros leva ao convencimento do mesmo de que precisa de ligar, mesmo que não o queira fazer num primeiro momento.

voto,

apenas

de

na

afinidade

“casca”

com

Obama, Marcelo Rebelo de Sousa e até Trump são outros exemplos de como a

Claudia Monteiro

retórica tem um forte impacto no público-

Vice-Presidente JSD Caldas da Rainha.

alvo e na tomada de decisão do mesmo. Nunca nos vamos esquecer de todas as barbaridades, pelo menos aos olhos dos mais moderados, que Trump defendeu durante a sua campanha eleitoral. E conseguiu ganhar. Na minha opinião, a retórica não foi o principal fator, mas com a adaptação do

do

uma


REEDIÇÃO FOLHA LARANJAMAIO DE 2018 |

Inauguração do Espaço Jota Rafaela Gonçalves

10

Inauguração do Moinho da Madeira de Boisias Paulo Clemente

possível visitar o interior do moinho, sendo ainda possível agendar visitas na Junta de Freguesia. Agora em pleno funcionamento, com um espaço circundante apto a

No passado dia 2 de Março, a

Terminar em grande! Pelo menos

Comissão Politica da JSD das Caldas

para os fregueses de Alvorninha que

da Rainha teve o prazer de inaugurar

se juntaram no final do feriado

o mais recente espaço na sua sede: o

municipal

Espaço Jota.

inauguração do Moinho de Madeira

Este espaço pensado e levado a cabo pelos membros da Comissão Política tem como principal objectivo o fomentar do convívio entre os militantes da JSD das Caldas da Rainha, não se restringindo apenas a estes. Será utilizado no futuro para promover a aproximação entre não apenas os militantes da JSD mas também com a sociedade juvenil no seu geral. A JSD das Caldas da Rainha convida todos a conhecerem este mais recente espaço.

pelas

18h

para

a

das Boisias.

família Barros-Caetano, mas em condições de degradação, foi ainda no mandato do Sr. Avelino Custódio nasce

a

reabilitação

parceria deste

para

ícone

a da

freguesia. Com um investimento simbólico da Camara Municipal e Junta de Freguesia, procedeu-se no ano de 2017 à reabilitação do moinho de madeira, mantendo toda a sua estrutura no formato original. À familia cabe a parte de permitir o acesso às instalações e formar alguns

voluntários

no

manuseamento do moinho. O objetivo desta intervenção, não se centra

merendas

e

uma

vista

com

paisagens de campo e tranquilidade, o Moinho das Boisias ganha vida, mais um pouco de Alvorninha ganha vida!

Existindo desde 1960 na posse da

que

lanches e convívios no parque de

no

melhoramento

paisagístico local, mas sim na possibilidade

de

transmitir

conhecimento das tradições e lavora da nossa terra. Para tal, na última sexta-feira e sábado de cada mês é

O núcleo de Alvorninha da JSD convida-vos a todos a passarem e desfrutarem.


REEDIÇÃO FOLHA LARANJAMAIO DE 2018 |

Por onde andámos?

11

Próximas Actividades:

Rafaela Gonçalves

-

Conversas Informais;

-

JSD Solidária;

A Tua Jota marcou presença na Expo

-

Formações Sub-18;

Lourinhã, no passado dia 30 de Abril.

-

Reuniões Instituicionais;

Um concelho oestino e onde tivemos

-

Participação em

oportunidade de visitar o certame

actividades de Verão;

acompanhados pelo companheiro,

-

Iniciativa “Verão Laranja”;

Jorge Faria de Sousa, presidente do

-

Rentrée Política.

PSD local.

Marcámos ainda presença no II Festival da Costoleta representado pelos nossos militantes Rodrigo Amaro, Bruno Martins e Tiago Félix

A Tua Jota esteve ainda nas Comemorações do 15 de Maio, estando presente nas cerimónias de homenagem que aconteceram ao longo do dia.


REEDIÇÃO FOLHA LARANJAMAIO DE 2018 |

12

SABIAS QUE?

AD – Aliança Democrática! Foi a primeira coligação entre o PPD-PSD, CDS-PP e o PPM, para as eleições legislativas de 1979 e 1980, que resultaram em duas vitórias por maioria absoluta. Com lideranças carismáticas, Francisco Sá Carneiro no PSD, Diogo Freitas do Amaral no CDS e Gonçalo Ribeiro Telles no PPM, esta coligação viria a ser convidada a formar o VI Governo Constitucional, tomando posse a 3 de Janeiro de 1980, sobe a liderança de Francisco Sá Carneiro. A AD representava a possibilidade de existir uma alternativa de direita, responsável, séria e com um projecto para o país, diferente dos anteriores Governos Constitucionais, trazendo a estabilidade e rigor necessários para trabalhar o país de 1980 e futuro.

Defender Gerações! A JSD orgulha-se de ter sido pioneira, a primeira organização política de juventude a ter um site, e defensora de diversas propostas jovens, como por exemplo o fim do Serviço Militar Obrigatório ou a existência do Cartão Jovem.

43 Anos! A JSD das Caldas da Rainha pode orgulhar-se de ser das estruturas concelhias mais antigas e ininterruptas do país, desde 1974. Contando até à data com 21 ex-presidentes, entre os quais o actual Presidente da Câmara Municipal das Caldas da Rainha, Dr. Tinta Ferreira, e o Vice-Presidente da Câmara Municipal das Caldas da Rainha, Dr. Hugo Oliveira.


REEDIÇÃO FOLHA LARANJAMAIO DE 2018 |

13

Reedição Folha Laranja MAIO de 2018

Esta 2ª reedição serve de Homenagem a Carlos Alberto “Pisco”, militante do PPD-PSD, um verdadeiro social-democrata que nos deixou no passado dia 21 de Maio

JSD Caldas da Rainha encontra-nos em: JSD

Folha laranja Maio #jsdcaldas  
Folha laranja Maio #jsdcaldas  
Advertisement