Page 1


finais

UMA HISTÓRIA


felizes

COM VĂ RIOS


“É uma grande alegria comemorarmos o 10º aniversário de nossa Associação Cultural. Quanto benefício ela tem prestado à juventude e em especial à de Ribeirão das Neves. São cursos de banda de música, violão, violino, teclado, bateria, flauta, teatro, coral, dança jazz, street dance, não só para alunos internos e semi-internos, mas também para outros jovens de Neves que queiram exercitar estas artes. No futuro desejamos fazer muito mais, com as bênçãos de Deus.” Jairo Azevedo - Sistema Divina Providência


A Associal Cultural Divina Providência está completando uma década. Mais do que 10 anos de vida, são 10 anos de vidas que o seu trabalho ajudou e vem ajudando a transformar. Graças aos seus esforços, de outubro de 2001 até hoje, milhares de crianças, jovens e idosos já tiveram oportunidades de desfrutrar as diversas manifestações artísticas e culturais. Oportunidades que trouxeram mais alegria de viver a essas pessoas. E, para muitas, significaram a descoberta de novos talentos e até mesmo de novas perspectivas de vida. É isso que mantém motivada a Associação Cultural Divina Providência. Saber que a arte e a cultura têm o poder de abrir olhos e horizontes. Por essa razão, cada dia ao longo dos seus 10 anos foi uma luta incessante para viabilizar projeto atrás de projeto, expandindo gradativamente o público beneficiado. Hoje, a cada nova turma e novo aluno que se formam, maior é o empenho da Associação Cultural Divina Providência em continuar propiciando atividades como dança, música, pintura, artesanato, teatro e esporte para as pessoas menos favorecidas. Afinal, a Associação sabe que investir em arte e cultura tem um efeito multiplicador. Não se trata somente de prover mais educação e qualidade de vida a quem necessita. Os resultados alcançam as almas, elevam os pensamentos e valorizam o espírito humano de cada um de nós.


protag

NO SEU PAPE


gonista

EL SOCIAL


“Dez anos depois de sua fundação, a Associação Cultural continua na sua missão de levar oportunidades de acesso à cultura e ao esporte aos jovens atendidos pelo Sistema Divina Providência. O acesso aos bens culturais tem o poder de transformar a vida dos meninos. O fazer cultural é um importante meio de socialização e resgate da identidade da pessoa, por isso é tão importante.” Luzinete Assis Coordenadora de Projetos e Parcerias Institucionais


A Associal Cultural Divina Providência é o braço cultural do Sistema Divina Providência de Resgate da Dignidade Humana, organização gestora e mantenedora de uma rede de entidades sem fins lucrativos que, desde 1976, prestam auxílio à população carente. A Associação foi criada em 2001 com o desafio de promover projetos artístico-culturais para o público do Lar e da Cidade dos Meninos São Vicente de Paulo, enriquecendo assim a formação ofertada. Em função disso, inicialmente a entidade foi denominada “Associação Cultural dos Amigos da Cidade e Lar dos Meninos São Vicente de Paulo”, nomenclatura modificada apenas em 2010. Com o tempo, além de mudar de nome, a Associação Cultural expandiu a sua atuação, acompanhando a organização e o crescimento do próprio Sistema Divina Providência. Atualmente, ela elabora e coordena projetos culturais desenvolvidos na Cidade e no Lar dos Meninos, bem como na Creche Centro Infantil União e no Lar dos Idosos. A Associação também é responsável pela prospecção de parcerias institucionais, bem como pela arrecadação de recursos para toda a rede, por meio das Leis de Incentivo à Cultura e do Fundo para a Infância e Adolescência, contribuindo inclusive para formação e manutenção de cursos profissionalizantes. Como se vê, a Associação Cultural desempenha um papel de protagonista nas ações do Sistema Divina Providência.


de cida

A CULTURA COM


adania

O INSTRUMENTO


“A cultura valoriza e engrandece o ser humano, independente de cor, classe social ou idade. A cultura dá às pessoas a capacidade de compreender e respeitar. A cultura e a educação são fortes aliadas para resgatar jovens de situações adversas.” Maria Nogueira Colaboradora da Associação Cultural Divina Providência


A Associação Cultural Divina Providência tem como missão desenvolver e gerenciar projetos, angariando os recursos necessários para a manutenção do Sistema Divina Providência. Ela atua com ética e transparência, promovendo atividades culturais capazes de beneficiar o público atendido e impactar positivamente sobre as suas comunidades. Com essa visão e esses valores, ela vem realizando suas ações em Riberão das Neves, na Cidade dos Meninos São Vicente de Paulo, e em Belo Horizonte, junto ao Lar dos Meninos, a Creche União e o Lar dos Idosos. É um trabalho que propicia uma grande contribuição social, abrangendo atividades nas seguintes áreas:

ARTESANATO ARTES CÊNICAS ARTES PLÁSTICAS LITERATURA MÚSICA ESPORTES


10 anos em

NO SEU PAPE


m cartaz

EL SOCIAL


20 0 N A 2 ata uto l de

20 a E 01 str eia . Surge a Associação Cultural dos Amigos da Cidade e Lar dos Meninos São Vicente de Paulo, responsável pela elaboração e coordenação de projetos que utilizassem a cultura como ferramenta de transformação social.

No final de 2002, os alunos das oficinas de teatro, de dança e da banda de música da Cidade dos Meninos se apresentam no Teatro Clara Nunes com o espetáculo Auto de Natal: O menino que tinha a cara do sol. A peça foi dirigida pelos atores Paulo Henrique Azevedo e Antônio Leite, na época instrutores da Associação Cultural.


O Coral da Cidade dos Meninos participa de uma série de apresentações gratuitas em praças e teatros de Belo Horizonte, em um inesquecível encontro de corais reunindo grupos de toda a cidade.

A 20 pre 0 n S o Msenta 5 hop c pin ina ao g s

de o 20 0 C E 4 ora nc is ontr

e 20 J R 03 uli om eta eu Alunos da oficina de teatro da Cidade dos Meninos produzem e encenam a mais famosa peça de Shakespeare, apresentando-se para a plateia da BHTrans.

O Coral da Cidade dos Meninos é convidado a se apresentar no mês de dezembro em um dos maiores centros de compras de Belo Horizonte, como uma das suas atrações de sua programação de Natal.


a ar s d as o Lnino 6 c e 0 iot e d e 0 2 ib l ade s M B id do C Criação de bibliotecas para atender a Cidade e o Lar dos Meninos, com obras de referência, literárias, nãoliterárias e infanto-juvenis. Os espaços são informatizados, com sistema de controle do acervo e computadores para consultas e pesquisas dos alunos.

7 ra 0 ei stra ural 0 m 2 ri o ult P MC

A Associação realiza a 1ª Mostra Cultural, evento em que os alunos das oficinas expõem seus trabalhos e realizam shows de dança, música e teatro. As apresentações acontecem anualmente, ora na Cidade dos Meninos, ora no Lar.

8 a ao em 0 ir duc ada D e 0 2primpro rav V g D

O espetáculo “Lembranças da Minha Infância”, com participação de todas as oficinas artísticas da Cidade dos Meninos, é registrado em CD e DVD. No show, os alunos interpretam cantigas de roda em ritmos variados. A gravação aconteceu em junho, no Teatro da própria entidade, com participação aberta ao público.


as c n rb a 2 em ncia Linfa 9 D ha 0 V in 0 m D 2 a d O grande sucesso do primeiro DVD inspira uma segunda edição do projeto. Os alunos novamente se apresentam, registrando canções tradicionais do repertório popular, como Marcha Soldado, Fonte do Tororó e Borboletinha.

a e c 0 n 1 da om 0 2 u de n M

Como reflexo da ampliação das responsabilidades da Associação, contribuindo não somente na realização de atividades artísticas e culturais, mas na captação de recursos para todo o Sistema Divina Providência, bem como na formação e manutenção de cursos profissionalizantes, a instituição agora passa a se chamar “Associação Cultural Divina Providência”.


“Trabalhar na área cultural é gratificante. Lembrome de várias vezes quando mães, chorando de alegria, chegaram me abraçando, após seus filhos brilharem em palcos, fazendo ótimas apresentações. Os alunos se espelham nos professores. Compiam seu comportamento artístico e social. O aluno que dedica à arte cultural não tem tempo para coisas ruins. A transformação é notória.” João Jacinto Ferreira Maestro, compositor, arranjador, professor e coordenador cultural da Cidade dos Meninos.

“Tenho muito orgulho de participar do projeto Cidade dos Meninos de São Vicente de Paulo, que considero o melhor projeto social do Brasil. É muito gratificante contribuir de forma efetiva para que milhares de adolescentes se tornem pessoas de bem. Que tenham acesso à moradia, à educação de qualidade, alimentação, práticas esportivas e culturais. Além de orientação moral e humana e ainda aprendam uma profissão.” Rubens Menin Empresário, apoiador do Sistema Divina Providência


“Ao longo dos seus 10 anos de existência, a Associação Cultural não tem medido esforços para promover o desenvolvimento humano e a melhoria da qualidade de vida da população, em especial das crianças e adolescentes da Região Metropolitana de Belo Horizonte. A entidade tem sido parceira primordial do Poder Público na construção de políticas públicas que promovam a garantia de direitos a toda sociedade.” Maria Gláucia Brandão Subsecretária de Estado de Direitos Humanos

“O aluno dos cursos se destaca uma vez que é bem preparado e tem também uma formação ética de respeito e responsabilidade. É gratificante também poder perceber e mesmo participar da ajuda ao próximo do mesmo jeito que fui ajudado quando mais jovem.” Carlos Roberto Costa Líder comunitário


CENAS DE UMA


A EXPERIÊNCIA


teatro A atividade artística me ajudou a ser menos tímida e me dar melhor com as pessoas. Me sinto outra pessoa, uma pessoa calma e feliz. Pretendo seguir carreira fora da instituição, pois eu faço o que gosto. Jéssica Camila Aluna do curso de teatro

Eu me sinto em uma outra dimensão, aonde eu posso demonstrar vário sentimentos, expressões e interpretar coisas além da imaginação. Isabella Cunha Borges Aluna do curso de teatro


“É bom quando trabalhamos com aquilo que realmente gostamos, e foi assim com o teatro Fiz cursos, participei de grupos, oficinas e tive a oportunidade de lecionar nesta área. Flaviana Antônia da Cruz Moura Instrutora dos cursos de Teatro


danca O ensino da arte rompe barreiras de exclusão. Esses jovens se reconhecem como participantes e construtores de seus próprios caminhos. A arte é muito mais do que puro divertimento, ela permite a quebra de diversos bloqueios psicológicos, proporcionando uma grande abertura social. Karine Melo da Silva - Instrutora das oficinas de Dança Jazz


O contato com a atividade artística mudou a minha vida, ela trouxe mais criatividade, me fez perceber o quanto a cultura é importante para mim e para a sociedade. Quando eu apresento, parece que eu tô voando e correndo atrás de tudo que eu sonhei. Francielle Cristina de Paula Vieira - aluna dos cursos de jazz e teatro

Em 2010, passei por várias experiências e, principalmente, quando conheci a dança, que foi uma das coisas que eu foquei bastante, um futuro pra minha vida Débora Fernanda Lana Pimenta Aluna do curso de jazz e atualmente integrante da Companhia de Dança Vênus.


arte e


artesanato Depoimento de um instrutor de oficinas de arte e artesanato (de preferência um que atue nas duas áreas). Depoimento de um instrutor de oficinas de arte e artesanato (de preferência um que atue nas duas áreas) Depoimento de um instrutor de oficinas de arte e artesanato (de preferência um que atue nas duas áreas). Nononono de Nononoono Instrutor das oficinas de arte e artesanato


esporte O esporte mudou a vida do meu filho, porque ele ficou mais responsável, dedicado. Ele tenta ajudar outras pessoas com o judô, dando aulas na creche além de ajudar de outras formas. Elizabeth Rosa

Mãe de Gleydson Carneiro da Silva, aluno de judô.


A prática esportiva é realmente levada a sério, tanto que a equipe de Judô da Cidade dos Meninos já é pentacampeã dos jogos escolares de Minas Gerais, sendo temida nas competições por sua capacidade e disciplina, daí o nosso êxito. Shiran Antônio Oliveira Costa Mestre de judô e coordenador de esportes na Cidade dos Meninos


musica

Eu amo tocar o meu ‘cello’ e expresso os meus sentimentos nele. Só ele sabe os meus sentimentos... Lorena Hellen dos Santos M. Aluna da oficina de violino.

A música gera no aluno a vontade de conhecer e explorar a arte que nunca teve acesso. Com isso, sua visão de vida se renova e ele passa a ter novas possibilidades na vida e também na arte. E isso o afasta de más influências, como as drogas, roubo etc. O jovem também entende que tem valor e pode ser admirado quando está apresentando a sua arte, o que melhor a sua autoestima Samuel Ekel Ferreira Félix Professor de teclado.


Através da música descobri que posso me expressar e, com isso, descobri que a música, além de arte, é uma ótima terapia. Ao cantar, sinto que estou colocando para fora tudo aquilo que me deixa agoniado, ansioso, estressado e, às vezes, até magoado ou chateado com algo ou alguém. Nelson José Ribeiro Júnior - Aluno da oficina de Canto Coral

Desde que tive meu primeiro contato com a música, nunca mais quis sair do meio musical, pois me apaixonei pela música e se tornou um amor incondicional. A música abriu as portas para o caminho correto e fechou os caminhos para o lado do mal. Clarice Gaspar Gonzaga Aluna das oficinas de bateria e digitação


literatura “Princípios Morais” 2ª edição

Jairo Siqueira de Azevedo, fundador do Sistema Divina Providência. Coletânea sobre temas relacionados à vivência familiar, como drogas, alcoolismo, preconceito, ética, moral e cidadania. O livro, escrito com uma linguagem simples e objetiva, sensibiliza e leva o leitor à reflexão.


“Livro de Prosa e Poesia”

Publicação dos alunos do Lar e da Cidade dos Meninos A obra convida os alunos a expressar seus sentimentos sobre a vida e as relações sociais, por meio de prosas, poesias e redações. O projeto desenvolve os hábitos literários e a autoestima dos alunos.

“Livro do Empreendedor de Sucesso” Jairo Siqueira de Azevedo

Livro em que o empresário Jairo de Azevedo, presidente do Sistema Divina Providência e do Grupo Seculus, relata a sua trajetória profissional, contribuindo com dicas e orientações para o êxito de novos empreendimentos.

“Muitas histórias ´pra´contar”

Coletânea da vida dos idosos do Lar dos Idosos São José. Depoimentos emocionantes captados nas sessões de terapia, terapia ocupacional e em visitas feitas por voluntários. Uma obra pioneira que incentiva o fazer literário de um público culturalmente rico, mas pouco prestigiado socialmente.


proximas

AJUDE A ESCREV


s paginas

VER AS NOSSAS


Agradecemos o apoio de todas as pessoas – físicas e jurídicas – que contribuíram de alguma forma para o sucesso dos nossos projetos. São apoiadores como as empresas aqui representadas que tornam possível a continuidade desse trabalho.


A Associação Cultural Divina Providência realiza um trabalho social importantíssimo. Seus projetos garantem ao público atendido educação formal, capacitação profissional, formação artística e cultural, além de contribuir na consolidação de valores éticos e humanos. São 10 anos beneficiando milhares de pessoas e ajudando a transformar a sociedade. Faça parte dessa história. Você pode oferecer apoio pelas Leis de Incentivo à Cultura como a Lei Rouanet, pelo Fundo para a Infância e Adolescência, fazendo doações financeiras, fornecendo alimentos, ou apadrinhando alunos do Sistema Divina Providência. Converse com a nossa equipe de Projetos e Parcerias Institucionais. Contamos com você para seguir contando essa história.


Rua São Vicente, nº300 – Olhos D´Água - Belo Horizonte – Minas Gerais - CNPJ 00.981.069/0001-43 Emails: cultural@redesolidariedade.org.br - associaçãocultural@redesolidariedade.org.br Telefones: (31) 3228-9237 / (31) 3228-9247 / (31) 3288-0038 / (31) 3288-0019 EQUIPE DE PROJETOS E PARCERIAS INSTITUCIONAIS Luzinete Assis Penha Gracia Fernanda Cruz

(31) 8634-0662 (31) 8675-5610 (31) 8519-3591

luzinete@redesolidariedade.org.br penha@redesolidariedade.org.br fernanda@redesolidariedade.org.br

10 Anos Associação Cultural Divina Providência  

Catalogo comemorativo