Issuu on Google+

Sou um sim Só para meus solitários ossos Nada tem rumo Armas não resolvem Amor me desculpe Amor me desculpe Sou uma causaperdida Não adianta ir Não adianta vir Loucura é querer Amor me desculpe Amor me desculpe Sou uma causaperdida O fogo acende e apaga Minha causanão tem nenhuma justificação Me lembro sempre dos direitos e esquerdos motivos Me lembro, e nada disso tem razão Por isso sou apenas Algo sem nenhuma razão Acho até que posso Mas me duvido em seguida, pois Eu sou uma grande causaperdida


Sou um sim