Page 1


Time é uma das mais conhecidas revistas semanais de notícias do mundo, publicada nos Estados Unidos da América. Uma edição europeia (Time Europe, antes conhecida por Time Atlantic) também é publicada de Londres, e cobre o Oriente Médio, a África e (desde 2003)

a América Latina. Além disso, uma edição asiática (Time Asia) é editada de Hong Kong. Uma edição canadense (Time Canada) é editada de Toronto. Segundo muitos observadores da imprensa mundial, a Time é hoje a revista semanal de maior circulação no planeta.


A primeira edição da Time foi publicada em 3 de março de 1923, com Joseph G. Cannon, da Câmara dos Deputados dos EUA na capa. Antes dos seus dois principais concorrentes atuais, a Time inventou o conceito de revista semanal de notícias. Foi co-fundada em 1923 por Briton Hadden e Henry Luce.

Ambos já tinham trabalhado juntos antes na Universidade de Yale, com Hadden e Luce servindo como presidente e editorgerente, respectivamente, da Yale Daily News, uma revista feita pelos alunos da Universidade. Hadden faleceu em 1929, e Luce tornou-se a pessoa principal na Time e um ícone da mídia do século XX.


Hadden era o mais solto dos dois, que “mexia” com Luce e via a Time como algo importante mas também divertido. Isto influenciou o tom da revista, que muitas pessoas julgam não sério o suficiente para notícias sérias e cabe mais a sua extensa cobertura de celebridades (incluindo políticos), da indústri- mento e da cultura popua de entreteni- lar.

Briton Hadden


Henry Luce


A principal e mais conhecida característica da revista é sua nomeação de Pessoa do Ano, que já é realizada há mais de 80 anos, na qual a Time reconhece o indivíduo ou grupo de indivíduos que tiveram o maior efeito nas notícias do ano. Apesar do título, quem o recebe não é necessariamente humano. No passado, até mesmo ideias e máquinas tiveram a

honra. Por exemplo, em 1982, o IBM PC/ AT (computador pessoal) foi considerado pela Time o Homem do Ano.


Pessoa do Ano 2011


“The Protester” (o manifestante) foi a escolha da revista, optando por utilizar uma figura “sem rosto” para ilustrar o impacto que manifestantes tiveram no ano de 2011, desde os protesto da primavera árabe, no início do ano, ao movimento “Occupy Wall Street” que começou em New York e se alastrou pelo mundo.

Marck Zuckerberg, o criador da rede social Facebook, foi eleito pela revista Time como a personalidade do ano de 2010.


A escolha freqüentemente gera polêmica. Em 1938, o escolhido foi Adolf Hitler. Já em 1939 e 1942, Josef Stalin recebeu a “honra”.

A partir de 1999, o título foi alterado de “Homem do Ano” para Pessoa do Ano, para evitar a sugestão sexista. Os últimos a receberem o título de Homem do Ano, em 1998, fo ram o presidente Bill Clinton e o promotor Kenneth Starr, que o perseguiu no famoso escândalo devido ao caso extraconjugal do presidente com Monica Lewinsky.


Albert Einstein foi a pessoa do século na última edição da Time de 1999.


Brasileiros Apenas sete brasileiros foram capa da revista, seis presidentes (Júlio Prestes, Getúlio Vargas, Café Filho,

Juscelino Kubitschek, Jânio Quadros e Artur da Costa e Silva), e um diplomata, Osvaldo Aranha


A banda mineira Pato Fu foi eleita em 2001 pela revista como uma das dez melhores bandas do mundo.

O presidente Luis Inรกcio Lula da Silva foi eleito como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo em 2010 pela revista.


O Brasil na TIME Em 1950 a TIME lançou a Latin American Edition com circulação em 24 países do continente, incluindo o Brasil, onde a revista podia ser adquirida por 6,50 cruzeiros o número avulso, no ponto de venda, ou por 300 cruzeiros a assinatura anual, entregue na residência, através de um boleto.

A edição latinoamericana de TIME era isenta de impostos, através do recurso de enquadramento como correspondência de segunda classe nas repartições dos Correios e Telégrafos de Cuba e México, isenção simples na Argentina e no Brasil e Colômbia, através de uma tarifa especial reduzida para publicações estrangeiras.


No que diz respeito às inserções comerciais não há a presença do anunciante regional, de nenhum dos países do continente, Em relação ao Brasil, no primeiro ano da edição latino-americana, apenas dois reclames de mul

tinacionais americanas se reportam ao nosso país: General Electric anunciando a futura instalação da infra-estrutura para a TV Tupi/Rio e os tratores da Tournapull locados para a construção da estrada RioSão Paulo.

Revista fala da importância dos latinos nas eleições.


Quanto ao conteúdo editorial, o Brasil, como o México e a Argentina, pela sua importância estratégica, é assunto de praticamente todas as edições. A TIME destacava temas de interesses os mais diversos como a inauguração do Maracanã, construído ao custo de oito milhões de dólares (O correspondente a mil residências de classe média na Califórnia); os shows da humorista Dercy Gonçalves.

Getúlio Vargas é sempre chamado de “ditador” pela revista Time. Expressão que na época não tinha a mesma carga pejorativa que tem hoje, mas que em todo caso representava um clichê Yankee imputado ao político brasileiro. Getúlio Vargas mesmo eleito pelo povo, continuou a ser enxergado e denominado como “ditador” após as eleições. Ao que parece sem provocar nenhum desconforto ao Itamaraty.


A edição latinoamericana de TIME tratava também de cinema brasileiro, esportes e até assuntos policiais como o tráfico de jacus no Paraná promovido por um certo João Camargo que a revista denominava em português do Brasil, mais claro impossível, de PICARETA. Uma palavra brasileiríssima, mas fora de contexto numa edição destinada ao público latino e no idioma inglês.

Entre tantas histórias da Time, uma que se destaca é a de Henry Grunwald, o editor que criou seções como Comportamento e Sexo, liberou a assinatura de artigos e encomendou a capa histórica e controversa que trazia a seguinte pergunta: “Deus morreu?” longe da redação, sem máquina de escrever por perto e insatisfeito com a reportagem de capa, ditou pelo telefone o texto final.


Time for Kids

A Time for Kids surgiu como uma divisão da revista Time produzida especialmente para crianças, contendo algumas notícias nacionais, uma charge semanal e outros em suas oito páginas semanais.

Também produz edições especiais e elege suas próprias Pessoas do Ano. No site, também promove um programa de “repórter infantil”.


Fontes

http://www.estadao.com.br/arquivo/ arteelazer/2005/not20050227p3260.htm http://www.diariodocentrodomundo.com. br/?tag=henry-grunwald http://pt.wikipedia.org/wiki/Time_(revista)

Imagens

Goiânia, março de 2012

Revista Time Apresentação  

Apresentação Revista Time, aula professor Salvio Juliano

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you