Issuu on Google+

ÓRGÃO OFICIAL DO SINDICATO DOS CORRETORES DE SEGUROS, CAPITALIZAÇÃO, PREVIDÊNCIA PRIVADA E DE EMPRESAS CORRETORAS DE SEGUROS NO ESTADO DO CEARÁ.

Nº 192 - JANEIRO DE 2013

AÇÕES 2013 – O SINCOR/CE E SEUS PARCEIROS FOCADOS NO CORRETOR DE SEGUROS CEARENSE Ao longo de sua trajetória, o SINCOR/CE tem sido um sindicato que se caracteriza por ações e parcerias. São as parcerias que permitem a viabilização de projetos, a execução de ações sociais e o bom relacionamento entre todos que atuam no mercado de seguros. Obtivemos bons parceiros em todos esses anos e, por consequência, temos realizado excelentes projetos e alcançado resultados positivos. Para 2013, contamos com as parcerias conquistadas e com as novas que irão se Manoel Nésio

CARNAVAL 2013 - FOLIÃO CONSCIENTE NÃO BRINCA COM A VIDA (Página 04)

Seguros: ouvidoria passa a ser obrigatória

firmar no decorrer do ano.

O que se espera é que o ano de 2013 traga muito mais benefícios aos corretores de seguros do Estado do Ceará e à população cearense. Nosso sindicato, assim como o nosso Estado, se encontra em franca expansão. E, para que possamos crescer, precisamos fomentar nossos corretores de seguros de ferramentas que possibilitem a excelência na prestação de seus serviços. Para isso, contamos com nossos parceiros seguradores, que sempre se fizeram presentes em nossas ações e eventos voltados para o mercado de seguros. (Página 03)

MOTORISTAS QUE TIVERAM CARRO ROUBADO PODEM TER IPVA RESTITUÍDO (Página 08) CONTRIBUIÇÃO SINDICAL

CNSP cria regras mais rígidas quanto aos recursos do DPVAT

Susep, órgão regulador do setor, aumenta a pressão para reduzir número de reclamações dos clientes. (Página 12) SUPERINTENDENTE REGIONAL E GERENTE FILIAL DA ICATU SEGUROS VISITAM SINCOR/CE. (Página 02)

TERRORISMO FISCAL

(Página 07)

(Página 06)

(Página 9)

POR UM SEGURO DPVAT CIDADÃO (Página 09) Henrique Jenkins, Manoel Nésio e Artur Benicio

Mercado cresceu 23,6% até novembro (Página 06)

O CORRETOR DE SEGUROS (Página 10)

PARCELAMENTO DO DPVAT: UMA VITÓRIA CONTRA A INADIMPLÊNCIA Este ano, os proprietários de veículos que pagam mais pelo Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) – como ônibus, motocicletas e micro-ônibus – não terão mais que passar sufoco. (Página 02)


2

Janeiro 2013

PARCELAMENTO DO DPVAT: UMA VITÓRIA CONTRA A INADIMPLÊNCIA Este ano, os proprietários de veículos que pagam mais pelo Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) – como ônibus, motocicletas e micro-ônibus – não terão mais que passar sufoco. Um decreto presidencial Manoel Nésio

que possibilita ao condutor

dividir em três vezes o valor do imposto (janeiro, fevereiro e março) foi acatado pelos estados da Federação. O parcelamento é facultativo e seu pagamento vence junto com o da cota única ou da primeira parcela do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Para se ter acesso ao parcelamento do DPVAT, o valor da parcela deve ser, no mínimo, de R$ 70,00. Também é preciso ressaltar que a medida não vale para veículos licenciados pela primeira vez, ou seja, veículos zero quilômetro. Neste caso, assim como o pagamento para exercícios em atraso, apenas o pagamento à vista é aceito. É de conhecimento geral o quanto é difícil para os proprietários de motos pagar o DPVAT no início do ano e também honrar seus outros compromissos, portanto, a medida é muito bem-vinda. O parcelamento do DPVAT pode diminuir a inadimplência, principalmente junto aos donos de motocicletas, cujo Seguro Obrigatório é mais caro, devido ao grande número de acidentes. Com a opção de parcelar seu Seguro Obrigatório, as pessoas poderão administrar melhor suas contas, o que diminuirá a quantidade de devedores e de veículos circulando irregularmente. Os interessados em parcelar o Seguro DPVAT não terão dificuldade alguma, pois o procedimento é muito simples. B a s t a

q u e

a c e s s e m

o

s i t e :

http://www.dpvatsegurodotransito.com.br/pagamento/ para obter as informações necessárias de como e onde pagar. Chega de inadimplência no pagamento do Seguro Obrigatório, pois é ele que garante um valioso suporte financeiro às vítimas de acidentes de trânsito. No Brasil, todo cidadão que sofre um acidente causado por veículo automotor de via terrestre, seja pedestre, motorista ou passageiro, tem direito ao Seguro DPVAT nos casos de morte (R$ 13.500,00), invalidez permanente (até R$ 13.500,00) e reembolso de despesas médicas e hospitalares (até R$ 2.700,00). Sindicato dos Corretores de Seguros, Capitalização, Previdência Privada e de Empresas Corretoras de Seguros no Estado do Ceará - CNPJ: 23.706.344/0001-16 Integrante do Sistema Confederativo da CNC - Confederação Nacional do Comercio Sede: Rua Perboyre e Silva, 111 - Salas 606/607 - 6º andar - Ed. Alvorada - CentroFortaleza/Ce., CEP: 60030-200 - Tel.: (85) 3226-1328 - Fax: (85) 3226-6181

Editores: Emerson Braga e Fernando Carvalho Diretor Responsável: Manoel Nésio Sousa Redator: Emerson Braga Tiragem: 5.000 exemplares

SUPERINTENDENTE REGIONAL E GERENTE DA FILIAL DA ICATU SEGUROS VISITAM SINCOR/CE. O Sindicato dos Corretores de Seguros, Capitalização, Previdência Privada e de Empresas Corretoras de Seguros no Estado do Ceará - SINCOR/CE., recebeu no dia 10 de janeiro, a visita dos Srs. Henrique Jenkins - Superintendente Regional da Icatu Seguros e Artur Benicio – Gerente da sua Filial em Fortaleza. Nésio agradeceu a parceria entre SINCOR/CE e a Icatu Seguros, destacando a integração e a troca de experiência que um encontro como esse proporciona e elogiou o trabalho que a Icatu Seguros vem fazendo em todo o país, especialmente na região norte e nordeste, junto aos clientes e corretores de seguros. Em 2012 a Cia passou por uma reestruturação na Regional N/NE, expandindo sua atuação através da criação de quatro Superintendências Regionais e três novas filiais. O projeto de expansão da Regional está sendo conduzido pelo Diretor Cosme Novaes. Na oportunidade, Nésio foi parabenizado pelo Sr. Henrique Jenkins, pelo excelente trabalho que o SINCOR/CE. vem realizando nesses últimos anos junto ao mercado de seguros e à sociedade. A Icatu Seguros em Fortaleza/Ce., fica na Av. Des. Moreira, 2120 - Sala 706 - Aldeota. Henrique Jenkins, Manoel Nésio e Artur Benicio


3

Janeiro 2013

AÇÕES 2013 – O SINCOR/CE E SEUS PARCEIROS FOCADOS NO CORRETOR DE SEGUROS CEARENSE 3

A

o longo de sua trajetória, o

SINCOR/CE – DPVAT. É importante

SINCOR/CE tem sido um

que prefeituras, poder público e

sindicato que se caracteriza

entidades privadas se sensibilizem a

por ações e parcerias. São as parcerias

fim de que o SINCOR/CE possa

que permitem a viabilização de

aumentar a capilaridade do

projetos, a execução de ações sociais e

atendimento DPVAT nas cidades do

o bom relacionamento entre todos que

interior.

atuam no mercado de seguros.

Para o mês de maio de 2013,

Obtivemos bons parceiros em todos

em seu 24º aniversário, o SINCOR/CE

esses anos e, por consequência, temos

aspira realizar um grande evento para

realizado excelentes projetos e

brindar toda a classe corretora de

alcançado resultados positivos. Para

seguros, em um abraço fraterno e

2013, contamos com as parcerias

coletivo com as seguradoras e Manoel Nésio

conquistadas e com as novas que irão

entidades parceiras, em que certamente

seriedade e por atender com presteza

abrilhantar nossos seminários.

festejaremos um primeiro semestre de

sua funcionalidade – retorna em 2013

Também terá início a 5ª Turma do

intenso crescimento. Em nosso

2013 traga muito mais benefícios aos

com

e

Programa Amigo do Seguro, com o

calendário de festividades, também

corretores de seguros do Estado do

aprimoramentos que enriquecerão

valoroso objetivo de fornecer

Ceará e à população cearense. Nosso

ainda mais nosso estimado periódico,

qualificação para jovens de 16 a 20

sindicato, assim como o nosso Estado,

nos formatos impresso e on line. No

anos, de forma que eles possam ser

se encontra em franca expansão. E,

site/news do SINCOR/CE, as

inseridos no mercado de seguros.

para que possamos crescer, precisamos

Seguradoras poderão inserir suas

As ações relativas ao DPVAT

fomentar nossos corretores de seguros

logomarcas a fim de terem seus

também serão incrementadas,

de ferramentas que possibilitem a

trabalhos reconhecidos e divulgados

buscando deixar a população cearense

excelência na prestação de seus

por uma entidade séria e ilibada, como

ciente da existência e da importância

serviços. Para isso, contamos com

o sindicato dos corretores de seguros

deste valioso seguro social e prestando

nossos parceiros seguradores, que

do estado do Ceará.

um atendimento gratuito, correto e

se firmar no decorrer do ano. O que se espera é que o ano de

novo

dinamismo

sempre se fizeram presentes em nossas

Neste ano que se inicia, será

cordial às vítimas de acidentes de

ações e eventos voltados para o

dada a largada para o 9º ciclo de

trânsito e a seus familiares.

mercado de seguros.

palestras, que tanto têm colaborado

Convocamos nossos associados a

O ano de 2013 promete ser

para o mercado de seguros cearense,

participarem do Projeto Corretor

marcado por muito trabalho e

orientando e capacitando nossos

novidades que irão motivar e dar novo

profissionais. Neste novo ciclo,

ânimo ao mercado de seguros cearense.

esperamos que as Seguradoras se

O Jornal do SINCOR/CE –

façam ainda mais presentes, trazendo

nacionalmente conhecido por sua

palestrantes de renome a fim de

planejamos para o dia 12 de Outubro realizar as comemorações do Dia do Corretor de Seguros, oportunidade para que empresas corretoras e seguradoras possam congratular, através do jornal do SINCOR/CE, este importante profissional. Para

a

Diretoria

e

colaboradores do SINCOR/CE, seria motivo de grande alegria caso pudéssemos encerrar nossas atividades em 2013 com uma grande confraternização, todos juntos, corretores e seguradores, em um

Parceiro e ansiamos novas ações em

grande encontro, com a sensação do

conjunto com a Polícia Rodoviária

dever cumprido e a certeza de que a

Estadual do Ceará, SINDILOJAS e

cada ano estaremos mais fortes e mais

DECON, que tanto colaboraram nos

capacitados para atendermos com

trabalhos desenvolvidos em 2012,

excelência o segurado, que é o nosso

como a já emblemática Blitz do

maior bem.

Aviso - Contribuição Sindical De conformidade com o que estabelece o Artigo 605 da CLT, o Sindicato dos Corretores de Seguros, Capitalização , Previdência Privada e de Empresas Corretoras de Seguros no Estado do Ceará – SINCOR/CE – de acordo com o Artigo 580 da CLT, que estabelece o recolhimento da Contribuição Sindical de uma só vez, comunica aos corretores de seguros Pessoas Física e Jurídica, as datas do recolhimento da Contribuição Sindical referente ao exercício de 2013. Empregadores (Pessoa Jurídica), de acordo com o Artigo 587 da CLT, o recolhimento da Contribuição Sindical efetuar-se-á no período de 1º a 31 de janeiro de 2013. Autônomos (Pessoa Física) conforme o Artigo 583 da CLT o recolhimento da Contribuição Sindical realizar-se-á no período de 1º a 28 de fevereiro de 2013. Estamos enviando através dos Correios os respectivos boletos destinados nominalmente a cada contribuinte, com seus respectivos valores, e o pagamento deverá ser efetuado pelo código sindical da entidade beneficiada (Sincor-Ceará) expressa no referido boleto na Caixa Econômica, conforme o Artigo 588 da CLT. Fortaleza/Ce., 30 de novembro de 2012.

Manoel Nésio Sousa Presidente do SINCOR/CE.


4

Janeiro 2013

CARNAVAL 2013 - FOLIÃO CONSCIENTE NÃO BRINCA COM A VIDA No Brasil, o trânsito faz mais

prolongado aumenta o número de

de 36 mil vítimas fatais por ano, ou

mortes nas estradas brasileiras. Nos

seja, uma média de 100 mortes diárias.

próximos dias, teremos mais um

A frota total de veículos no país mais

carnaval e, com ele, renova-se a

que dobrou nos últimos dez anos e

esperança de que desta vez o número

atingiu 64,8 milhões em dezembro de

de acidentes e vítimas seja menor. O

2010, segundo levantamento do

movimento mais intenso nas rodovias,

Departamento Nacional de Trânsito

o desrespeito ao limite de velocidade e

(Denatran). De acordo com dados do

a falta de manutenção dos veículos

Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica

contribuem para a ocorrência de

Aplicada), o país gasta cerca de R$ 30

acidentes que poderiam ser evitados.

bilhões em despesas hospitalares,

No balanço do Carnaval de

indenizações. Mais de um milhão de

2012, divulgado pela Polícia

pessoas morre nas ruas e estradas do

Rodoviária Federal (PRF), foram

mundo a cada ano. No Brasil, as

apontados 122 óbitos causados por

tímidas estatísticas oficiais indicam

acidentes de trânsito nas rodovias

cerca de 36 mil mortes anuais. Milhões de pessoas ficam feridas, a maioria permanentemente, formando um gigantesco contingente de incapacitados, dependentes da previdência social e do apoio de familiares. A reeducação de motoristas tem obtido bons resultados, através do cumprimento da legislação que exige o uso de cinto de segurança e proíbe a condução de veículos sob efeito de álcool e drogas. Porém, muitos motoristas ainda continuam desrespeitando as leis. A cada feriado

federais durante os primeiros dias da Operação Carnaval, entre 17 e 19 de fevereiro do ano que passou. Durante o feriado de Carnaval, no último ano, foram registrados em todo o país 1.984 acidentes, com 1.148 feridos e 122 óbitos. O que nos leva a uma reflexão acerca da proximidade das festividades de Momo. Para seguir viagem em segurança, é preciso tomar alguns cuidados e não somente com o automóvel. Tanto o veículo quanto seu condutor devem estar em boas

Emerson Braga - Assessor de Imprensa

condições para pegar a estrada.

imprudência são os maiores

Imprudência na direção, panes

responsáveis pelos acidentes nas

mecânicas e elétricas, desconforto dos

estradas. É preciso que os condutores de

ocupantes do veículo em longas

automóveis mantenham seus ouvidos e

jornadas, tudo pode ser evitado, ou

olhos atentos, para escutar e ver os

minimizado com um planejamento

sinais sonoros e visuais da estrada. Se

prévio. A checagem do funcionamento

houver temporal, a atenção deverá ser

do automóvel é indispensável, mas há

redobrada. Divertir-se com moderação

outros detalhes que precisam ser

é uma maneira de se preparar para o

levados em conta. Ultrapassagens

retorno, cujos cuidados devem ser

devem ser feitas com segurança,

redobrados, devido os excessos e

mantendo-se uma distância segura e

cansaço.

atentando para os limites de velocidade.

Neste carnaval, faça uma boa viagem e

O respeito à sinalização e aos outros

retorne com segurança!

motoristas é imprescindível para um deslocamento saudável. Os atos de

Emerson Braga - Assessor de Imprensa


5

Janeiro 2013

Reajuste do valor das aposentadorias

A

partir de janeiro/2013 o valor dos benefícios de quem ganha um salário mínimo será reajustado em 9%. Com isso o valor mínimo das aposentadorias, pensões e benefícios assistenciais, conhecidos como LOAS e renda mensal vitalícia, pagos pelo INSS passará de R$ 622,00 para R$ 678,00. Para os segurados e dependentes que recebem valor superior ao salário mínimo o reajuste será de 6,20%. Juntamente com o reajuste dos benefícios previdenciários também foi divulgado o novo valor máximo (teto) das aposentadorias e pensões para o ano de 2013: R$ 4.159,00. A cota do salário-família passa a ser de R$ R$ 33,14 para o segurado com remuneração mensal não superior a R$ 646,24 e de R$ 23,35 para o segurado com remuneração mensal superior a R$ 646,24 e igual ou

inferior a R$ 971,33. O INSS também informou em seu site as novas alíquotas de contribuição dos trabalhadores empregados, domésticos e trabalhadores avulsos. As alíquotas são de 8% para aqueles que ganham até R$ 1.247,11; de 9% para quem ganha entre R$ 1.247,12 e R$ 2.078,52 e de 11% para os que ganham entre R$ 2.078,53 e R$ 4.157,05. Essas alíquotas – relativas aos salários pagos em janeiro deverão ser recolhidas apenas em fevereiro. Pulo do gato Elaborei algumas simulações de cálculo com esses novos valores e a conclusão que cheguei é assustadora. Por exemplo, um homem que se aposentar por tempo de contribuição com 35 anos de serviço e 53 anos de

Corretor PF e PJ pagam Imposto Sindical duplicado para receber as comissões

A

pós a publicação da Circular 447/12*, divulgada pela Susep em

agosto do ano passado, surgiu a dúvida: corretor pessoa física e

Imposto Sindical duplicado para receber as comissões? A resposta é sim, segundo o presidente do SincorJoaquim Mendanha

Joaquim Mendanha. Ele explicou que

“Dessa maneira, o papel do corretor

ao se cadastrar em uma seguradora X,

passa a ser mais reconhecido”,

como pessoa física, e em uma

observou. *Através da Circular 447, cujo art.2º

seguradora Y, como pessoa jurídica, o profissional precisa comprovar o recolhimento do Imposto nas duas

Dúvidas sobre trabalho e previdência. Tem como recuperar essa perda de 6,20% para 9%? Os Tribunais Federais já decidiram que a forma desproporcional de reajuste é legal e constitucional. Alertamos aos nossos leitores, aposentados e pensionistas que as promessas de revisão de

aposentadoria visando a recuperação dessa defasagem não são acolhidas pelo Judiciário. Com essas alterações, qual será o valor máximo das aposentadorias? Embora o valor máximo de contribuição tenha aumentado para R$ 4.159,00, ninguém terá saláriode-benefício superior a R$ 3.739,42, nem mesmo quem contribuiu durante toda a vida sobre o teto. Qual é a receita para saber quanto recolher para não jogar dinheiro no lixo? Não existe milagre. Dependendo de cada caso, um bom planejamento previdenciário lhe permitirá conhecer o valor da renda futura da aposentadoria e adequar as contribuições a ela. Isso já é o suficiente. Fonte: Bocchi Advogados

.

Seja sócio do Sincor-Ceará O Sindicato dos Corretores de Seguros, Capitalização, Previdência Privada e de Empresas Corretoras de Seguros no Estado do Ceará– SINCOR/CE – é a entidade representativa da categoria no Estado do Ceará. O Sindicato completará, no mês de maio de 2013, 24 anos de fundação. O Sincor/Ce faz parte, juntamente com os demais sindicatos de todo o Brasil, da Fenacor – Federação Nacional dos Corretores de Seguros Privados, de Capitalização, de Previdência Privada e das Empresas Corretoras de Seguros. O Sincor/Ce é o representante oficial dos Corretores de Seguros e das Empresas Corretoras de Seguros do Ceará, e a nível estadual, tem um papel importante no mercado de seguros. Aos corretores, empresas corretoras, seus dependentes/funcionários, a nossa entidade oferece uma série de serviços e benefícios oriundos de convênios e acordos com entidades de classe e empresas seguradoras. Para usufruir desses benefícios, o corretor deve filiar-se ao Sincor/Ce.

pessoa jurídica precisam pagar um

GO e diretor secretário da Fenacor,

idade receberá apenas 59,9% da média das contribuições que efetuou. O prejuízo será ainda maior para uma mulher de 48 anos de idade e 30 anos de contribuição, pois receberá apenas 50,17% do valor dessa média. Infelizmente o trabalhador que não se programar e deixar de planejar sua aposentadoria estará cada vez mais jogando dinheiro na lata do lixo.

fica claro que as empresas que atuam no mercado de seguros, capitalização, previdência privada e resseguro

Para nós que fazemos a diretoria do Sincor-Ce é uma honra recebê-lo como sócio do sindicato e assim podermos beneficiá-lo com toda a estrutura que a entidade dispõe e oferecer-lhe nosso esforço e solidariedade corporativista. Sendo sócio do Sindicato você estará fortalecendo a categoria e ajudando a diretoria a combater as irregularidades do mercado e a conquistar novos benefícios para a classe. Filiando-se ao sindicato, você ganha a legitimidade básica para pleitear, no futuro, funções executivas na sua diretoria, inclusive Presidente da entidade, no próximo pleito. Não perca tempo!

situações. Mendanha destacou ainda, que o

devem exigir dos profissionais a

tributo não esta relacionado apenas

comprovação do recolhimento. Os corretores de seguros (pessoas

Seja associado do Sindicato dos Corretores de Seguros, Capitalização, Previdência Privada e de Empresas Corretoras de Seguros do Estado do Ceará.

físicas e jurídicas) que não estiverem

Venha ao SINCOR/CE., solicitar sua Filiação Pessoa Física ou Jurídica.

aos corretores associados ao Sincor. “Mesmo não sendo cadastrado no sindicato, o corretor tem que pagar o imposto, pois essa taxa é cobrada por

em dia com o recolhimento do Imposto Sindical terão suas comissões de corretagem retidas pelas

Lei”, frisou. Para Mendanha, a comprovação do

seguradoras até a regularização da

imposto pode ser considerada

pendência. *O imposto Sindical, além de previsto

positiva, pois o corretor de seguros ganha quando a profissão dele é normatizada, evitando que outros

na CLT, é definido como obrigatório

08:00h às 15:00h, ou pelo site www.sincorce.com.br ”

Atenciosamente, Manoel Nésio Sousa Presidente do SINCOR/CE.

nos termos do art. 5º, alínea b da Lei 4.594/64.

profissionais não credenciados ou autorizados exerçam a atividade.

“Maiores informações no número: (85) 3226-1328 no horário de funcionamento

Fonte: CQCS | Crislaine Cambuí

Sindicato dos Corretores de Seguros, Capitalização, Previdência Privada e de Empresas Corretoras de Seguros do Estado do Ceará RUA PERBOYRE E SILVA N° 111, Sls. 606/607 6° AND. ED. ALVORADA CEP.: 60030-200 FORTALEZA/CEARÁ/CENTRO Fone: (0**85) 3226-1328 Fax: (0**85) 3226-6181 REG.M.T.E. COM O Nº 46000.01.3329/99 E-MAIL: sincorce@terra.com.br - sincorce@sincorce.com.br - site: www.sincorce.com.br


6

Janeiro 2013

CNSP cria regras mais rígidas quanto aos recursos do DPVAT O Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) acolheu proposta do superintendente da Susep (Superintendência de Seguros Privados), Luciano Portal Santanna, através da Resolução nº 273, e alterou e consolidou as normas do DPVAT. O objetivo foi estabelecer regras mais rígidas para administração dos recursos provenientes do seguro, criando mecanismos com maior eficiência de controle e fiscalização dos gastos em relação às despesas administrativas da Seguradora Líder. O CNSP vedou quaisquer doações e patrocínios que não estejam diretamente relacionados com os objetivos operacionais e institucionais do Seguro DPVAT. O Conselho também vedou o nepotismo, como a contratação de pessoas com vínculo e parentesco, até o segundo grau, com o presidente, diretor ou membro do conselho de administração da Seguradora Líder

ou seguradora consorciada. A medida também inclui pessoa jurídica cujo presidente, diretor ou sócio que detenha mais de 5% das ações com direito a voto que seja parente de algum membro da alta administração do consórcio. A Seguradora Líder encaminhará à Superintendência de Seguros Privados (Susep) dados estatísticos sobre prêmios, sinistros e estornos do consórcio, bem como relatório mensal demonstrativo da destinação dos prêmios arrecadados, sinistros pagos e provisões constituídas. As despesas administrativas serão realizadas e controladas em observância aos princípios da eficiência, razoabilidade, publicidade e da impessoabilidade. A Seguradora Líder deverá estabelecer critérios objetivos e transparentes para aquisição de produtos e serviços contratados junto a terceiros.

Mercado cresceu 23,6% até novembro O mercado de seguros, sem contar o ramo saúde, gerou uma receita de prêmios da ordem de R$ 116,1 bilhões de janeiro a novembro do ano passado. Dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep) divulgados nesta sexta-feira indicam essa cifra é 23,6% maior que a registrada no mesmo período em 2011. Outra boa notícia para as seguradoras foi que, embora a taxa média de sinistralidade tenha registrado ligeira elevação, passando de 46% para 47%, o volume de sinistros retidos cresceu bem menos que a receita global do setor, com uma variação de 11,7%, para R$ 26,1 bilhões, entre os dois períodos comparados.

Já as despesas comerciais, que englobam as comissões pagas aos corretores, somaram pouco menos de R$ 12,8 bilhões no acumulado de janeiro a novembro, com incremento de 19,3%. Ainda de acordo com a Susep, outubro foi o melhor mês do ano para as seguradoras, com uma receita de prêmios apurada de aproximadamente R$ 12,3 bilhões. Esse valor é 6,2% maior que o montante apurado em outubro e 31,6% superior ao que havia sido computado em novembro do ano passado. Fonte: CQCS

Fonte: CNSP

Sem corretor, o barato pode sair caro Os consumidores devem ficar atentos

De acordo com Clarimundo, a Susep

ao contratar qualquer tipo de seguro,

tem intensificado esforços contra as

como alerta a Superintendência de

práticas ilegais no mercado. “A Susep

Seguros Privados (Susep) em posição

vem fazendo amplo movimento de

que visa a proteção dos cidadãos

combate ao seguro pirata, contando

contra possíveis golpes.

com o apoio da Polícia Federal,

“Compre seguro sempre por

Receita Federal, Ministério Público,

intermédio de um corretor

assim como todos os Procons e

autorizado, pois a segurança na

entidades que representam os

aquisição é bem maior. Sem um

corretores. O consumidor precisa de

profissional devidamente habilitado,

maiores esclarecimentos para que não

o barato geralmente sai caro e o

seja presa fácil de criminosos que

consumidor fica sem qualquer

burlam a venda de seguros”, explica.

proteção, perdendo o dinheiro

Nesta linha, ele acrescenta que o

investido”, reforça o assessor da

segurado pode buscar informações

Susep, Clarimundo Flores.

junto à Susep, através do site

Ele ressaltou também, que antes da

www.susep.gov.br , no qual é possível

contratação, deve-se ter certeza de

obter a listagem de todas as empresas

que a empresa que oferece o seguro é

autorizadas a comercializar seguros.

legalizada e autorizada pela autarquia.

Fonte: CQCS | André Luiz


7

Janeiro 2013

CONTRIBUIÇÃO SINDICAL

O

SINCOR/CE já começou a emitir as guias de recolhimento

da contribuição sindical para todos os corretores de seguros do Estado do Ceará. Isto se deve à edição de 10 de agosto de 2012 do Diário Oficial da União, versando sobre o acesso ao cadastro de corretores por entidades representativas do mercado e sobre contribuição sindical. Como a circular já entrou em vigor, o SINCOR/CE seguiu a norma legal e fez a remessa das

da Federação, o SINCOR/CE utiliza a tabela da CNC (Confederação Nacional do Comércio), sendo que anualmente os sindicatos enviam as guias com os respectivos valores a todos os profissionais cadastrados para operações em nosso Estado. A Contribuição Sindical – nos exatos termos do que dispõem os arts. 578 a 580 da CLT e 149 da CF/88 – é devida ainda que o integrante da categoria econômica ou profissional não

guias. Informamos que os

esteja filiado à entidade de

Corretores de Seguros (Pessoa

representação de classe. Tal

Física e Pessoa Jurídica), que não

situação decorre do fato do

estiverem em dia com o

encargo ser compulsório, de

Recolhimento da Contribuição

natureza parafiscal, exigível de

Sindical, que é obrigatório por lei,

todos que pertencem a

terão suas comissões de

determinada categoria

corretagem retidas pelas

profissional (AC 2004.000753-

Empresas atuantes no mercado de

1, 1ª Câmara de Direito Público,

seguros até a regularização do

julgamento em 2004). Havendo dúvidas e

tributo. Além de previsto em CLT, a contribuição também é definida como obrigatória nos termos do art. 5º, alínea “b” da Lei 4.594/64. Em 09 de agosto de 2012, a SUSEP editou a Circular 447/2012 publicada no DOU (Diário Oficial da União), que em

débitos existentes (após o

Horário: 2ª a 6ª feira – 18h30 às 21h45

recadastramento em 2008),

Local: Faculdade Farias Brito – Rua Castro Monte, 1364 – Varjota – Horário de atendimento: 8h às 19h Telefone: (85) 3486-9010 Responsável: Ana Carla (NEC – térreo)

favor entrar em contato com o SINCOR/CE pelo telefone (85) 3226 1328 ou pelo email sincorce@fenacor.com.br.

empresas que atuam no mercado

SINCOR/CE.

privada

complementar aberta e resseguros deverão exigir dos respectivos corretores a comprovação do Recolhimento da Contribuição Sindical. Como os demais estados

Período de Inscrição: 15/01 a 21/02 Inicio do curso: 26/02

Lísias Barbosa - Diretor do

previdência

Segue abaixo para conhecimento, informações sobre o Curso de Habilitação para Corretores de Seguros 2013 em Fortaleza:

necessidade de consultar os

seu artigo deixa claro que “as

de seguros, capitalização,

Prezados(as) Senhores(as);

Investimento: 7 parcelas de R$ 585,00 (Capitalização, Vida, Previdência e Todos os Ramos) Maiores informações: unidadepe@funenseg.org.br ou (81) 3423-1134 / 6653 das 13hs às 22hs. Atenciosamente, Lísias Barbosa Diretor do SINCOR/CE. 0**(85) 3226-1328 0**(85) 8736-0920 sincorce@terra.com.br E contem sempre com o SINCOR/CE.

ANUNCIE NO JORNAL DO SINCOR O Jornal do SINCOR/CE., tem uma tiragem de 5.000(cinco mil) exemplares além de ser disponibilizado para todos os contatos de a-mails/mala-direta do Sindicato e estar disponível on-line no site da entidade: www.sincorce.com.br . Você segurador, proprietários de oficinas, empresários podem anunciar aqui e unir forças com quem luta pelos direitos de nossa categoria e do segurado. Para anunciar ligue: (85) 3226-1328 – FAX: (85) 3226-6181 ou pelos emails: sincorce@sincorce.com.br; sincorce@terra.com.br


8

Janeiro 2013

MOTORISTAS QUE TIVERAM CARRO ROUBADO PODEM TER IPVA RESTITUÍDO

A

Rio Grande do Norte Bahia (veja aqui e aqui informações

restituição está disponível em quase

sobre a restituição)

todos os estados e é um

direito desconhecido por muitos

Ceará

brasileiros.

Pernambuco: caso o carro seja

Muitos brasileiros que tiveram o

encontrado, a restituição é

carro roubado ou furtado não sabem

proporcional ao período do roubo;

que têm direito a receber de volta

no caso de perda total, restitui-se a

parte do IPVA pago. A restituição

partir do momento em que o carro

está disponível em quase todos os

parou de circular. Para pegar a

estados.

restituição, o motorista deve ir ao Detran ou à Receita estadual com o

A cada dia a esperança de seu

boletim de ocorrência, cancelamento

Geraldo só diminui. O técnico em refrigeração teve o carro roubado na semana passada em frente ao local

o resultado pelos dias que a pessoa

tiveram o veículo roubado ou furtado

do registro do veículo (em caso de

ficou sem o veículo.

em Belo Horizonte, em 2012, menos

perda total) e o documento do

de 2% pediram o dinheiro do IPVA

veículo. Sergipe

onde estava trabalhando. Até agora

O pedido de restituição deve ser feito

nem sinal dele.

assim que o veículo for localizado.

“6h15 eu paguei o IPVA, 8h30 eu estava sem o carro. Quando adquiri ele foi com muita dificuldade, não

de volta. - NORTE

Caso não seja, o dono só pode dar

“Eu acho que tem gente que nem

entrada no início do ano seguinte.

sabe. Eu mesmo não sabia”, disse

“Ele tem direito a restituição do

Lincoln Alves Filho, corretor de

Amazonas To c a n t i n s ( t e l e f o n e p a r a

seguros.

informações: 0800631144) Pará - CENTRO-OESTE

foi fácil não. E foi de mão beijada”,

IPVA entre a data do crime e a data

contou Geraldo Campos de Lima.

que o carro foi restituído pra ele.

Confira como pedir a restituição do

Quando o veículo fica furtado ou

IPVA nas regiões em que esse direito

roubado até o dia 31/12, o

está disponível:

Distrito Federal Mato Grosso: é preciso entrar com

- SUL

um processo. O valor não é restituído

Na maioria dos estados brasileiros os donos de motos, carros e caminhões roubados podem receber de volta parte do IPVA.

contribuinte precisa esperar vencer o ano até pra que a gente calcule qual

um abatimento em outro veículo que

procedimento de pedido de

venha a adquirir.

restituição) Paraná (acesse aqui o formulário

Estados que não têm restituição do

superintendente de arrecadação da Secretaria de Fazenda de MG.

com o pedido de restituição)

O valor médio do imposto devolvido

- SUDESTE

motorista fica isento do pagamento

ano passado em Minas passou dos

Minas Gerais São Paulo Rio de Janeiro

durante o período em que ficar sem o carro.

- NORDESTE

Fonte: G1

foi o período que o contribuinte ficou Em Minas Gerais a restituição do IPVA é garantida por lei, mas o reembolso não é automático. O contribuinte precisa ir à Secretaria da

em dinheiro, mas o motorista recebe Rio Grande do Sul Santa Catarina (acesse aqui o

sem o veículo na posse dele”, afirmou Osvaldo Scavazza,

Fazenda, apresentar o documento do veículo e o Boletim de Ocorrência. Para saber o valor a que tem direito, em Minas Gerais, é preciso dividir o total do imposto por 365, que é o número de dias do ano. E multiplicar

R$ 700. Só que muita gente anda

IPVA: Acre, Teresina e Amapá. Em Alagoas, em caso de furto, o

deixando o dinheiro pra lá. Dos mais de 10,3 mil motoristas que O Sincor-CE agora vai contar com uma ajuda muito especial! Trata-se de seu mascote, o Sincorcélio! Em sua estreia, ele irá responder questões referentes ao DPVAT, levantadas por vítimas de acidentes de trânsito ou por seus familiares. Seja bem-vindo, Sincorcélio! “Há alguns anos, meu irmão sofreu um acidente de moto e nós demos entrada no Seguro DPVAT, mas ele recebeu um valor bem inferior aos 13.500,00 R$ da Invalidez e aos 2.700,00 R$ referentes às despesas médicas. O que houve? Podemos recorrer para que ele receba o restante do dinheiro? KAIO GUERRA DO VALE – FORTALEZA/CE Prezado Kaio; Os valores de Invalidez e D.A.M.S. (Despesas de Assistência Médica e Suplementares) podem chegar até 13.500,00 R$ e 2.700,00 R$, respectivamente. No caso de Invalidez, o valor da indenização será proporcional à gravidade da lesão em caráter definitivo, adquirida devido ao trauma causado pelo acidente, sendo o cálculo feito através da Tabela de Acidentes Pessoais. Já no caso das despesas médicas, o valor reembolsado será baseado nos comprovantes de despesas e receitas médicas apresentados, lembrando que o cálculo do ressarcimento será baseado na Tabela do S.U.S. (Sistema Único de Saúde) e terá o teto máximo de 2.700,00 R$. Ou seja, o valor reembolsado não é o máximo, mas o proporcional. Entendeu agora, Sr. Kaio? Espero ter ajudado. Sincorcélio


9

Janeiro 2013

POR UM SEGURO DPVAT CIDADÃO

O

Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de

Via Terrestre (DPVAT), é um seguro obrigatório que foi criado para indenizar vítimas de acidentes de trânsito. O seguro veio como resposta às condições de insegurança que envolve a sociedade e o ser humano nas mais variadas situações, diante dos interesses da vida. Em um universo de tantos tipos de seguros temos o DPVAT, que é de suma importância para nossa sociedade. O DPVAT é um seguro de cunho social e que independe de culpabilidade. A falta de informação acerca do DPVAT é o fator principal para que as pessoas menos favorecidas e culturalmente carentes se tornem passíveis de má-fé. Por isto, torna-se indispensável o implemento de ações que visem divulgação do direito em questão. Todavia, algumas vítimas de acidentes de trânsito vêm se sentindo lesadas ao dar entrada em seus processos DPVAT devido a um procedimento que se tornou corriqueiro em algumas Seguradoras

seguradoras, os quais, eventualmente, são emitidos mediante cobrança de honorários por parte dos médicos, o que vai de encontro ao princípio de que o recebimento da indenização do Seguro DPVAT é inteiramente gratuito para as vítimas. A Procuradoria da República do Município de Piracicaba, Por meio d a S e g u r a d o r a L í d e r- D P VAT, celebrou o TCAC (Termo de Compromisso e Ajustamento de Conduta) nº 01/2012, determinando a obrigatoriedade na afixação de cartazes com informações sobre o Seguro DPVAT, de forma a evitar a solicitação indevida de documentos para regulação de sinistros do Seguro DPVAT. Os cartazes deverão ser postos nas dependências das Seguradoras Consorciadas, suas filiais e escritórios de representação, como também nas reguladoras de sinistros contratadas, cabendo a cada Seguradora Consorciada manter afixado um cartaz informativo em cada um desses locais citados anteriormente. No Estado do Ceará, procure o SINCOR-CE e/ou os corretores

Consorciadas. Elas estão exigindo a

credenciados para esse tipo de

apresentação de formulários ou laudos

atendimento. Não há necessidade de

em papel timbrado das respectivas

representação através de terceiros para

a abertura de um processo DPVAT, o

prestamos atendimento através do

próprio beneficiário – ou beneficiários

telefone (85) 3226 1328 e do e mail

– pode reunir a documentação

dpvat@sincorce.com.br. Por:

necessária e dar entrada pessoalmente

Emerson Braga - Assessor de

no processo, gratuitamente. Também

Imprensa

IDENTIFICANDO A VENDA CASADA O que o Código de Defesa do

consuma também outro produto ou

Consumidor prescreve é que o

serviço. Já o segundo tipo, por sua

consumidor deve ter ampla liberdade

vez, é aquele em que o consumidor

de escolha quanto ao que deseja

pode adquirir o produto ou serviço

consumir. Assim, não pode o

sem ser obrigado a adquirir outro.

fornecedor fazer qualquer tipo de

Todavia, se desejar consumir outro

imposição ao consumidor quando da

produto ou serviço, fica obrigado a

aquisição de produtos ou serviços,

obter ambos do mesmo fornecedor,

nem mesmo quando este adquire

ou de fornecedor indicado pelo

outros produtos ou serviços do

fornecedor original. Ambas são

mesmo fornecedor. Há dois tipos bastante

consideradas práticas abusivas, pois

comuns de venda casada. O primeiro é aquele em que o consumidor fica impedido de consumir, a não ser que

interferem indevidamente na vontade do consumidor, que fica enfraquecido em sua liberdade de opção.


10

Janeiro 2013

O CORRETOR DE SEGUROS Os corretores de seguros

intermediar essa negociação é

são pessoas ou empresas

obrigatória. O corretor é – por

autorizadas pela Superintendência

definição e também por lei – o

de Seguros Privados – SUSEP a

representante do segurado junto à

comercializar os produtos das

Seguradora e o mais capacitado para

Seguradoras. O papel do corretor de

um atendimento personalizado e

seguros é analisar os riscos aos quais

eficaz.

o segurado está exposto e buscar o

É ele quem conhece melhor

produto que melhor se ajuste às suas

os produtos de seguros e, portanto,

necessidades, considerando a

quem pode melhor orientar o

melhor relação entre custo e

cliente. É encargo do corretor de

benefício.

seguros cuidar dessa relação,

O seguro é um contrato de

agindo não apenas como um

difícil compreensão, possui

simples vendedor, mas

características únicas, que o tornam

principalmente como consultor na

desconhecido do grande público

indicação da apólice e defensor do

não só no Brasil, mas no mundo

segurado, no caso de ocorrência de

inteiro. Mesmo nos países onde o

sinistro.

produto seguro faz parte da rotina,

Seguradora Lider lança site e novos canais Nesta terça-feira, 15 de janeiro, a Seguradora Líder DPVAT lançou seu novo site institucional. A página, que já existe desde 2008, passou por sua primeira reformulação para se adequar aos novos padrões de comunicação virtual, além de estreitar o relacionamento com a imprensa, parceiros, seguradoras consorciadas e sociedade. O site traz identidade visual mais moderna, navegação reestruturada e novos conteúdos, facilitando o acesso às informações. As principais novidades são a criação de uma Sala de Imprensa; uma página exclusiva para divulgação de parcerias institucionais e de responsabilidade social; e novos canais de relacionamento com os parceiros e corretores que participam da operação do Seguro DPVAT.

suas peculiaridades e pormenores

De acordo com Ricardo Xavier,

são alheios à maioria das pessoas.

diretor-presidente da Seguradora Líder DPVAT, “a estratégia reflete o

Daí a importância do corretor, na

compromisso da Seguradora em zelar

assessoria ao cliente e para escolha

pela transparência em todas as

e contratação da melhor apólice.

relações com esses públicos”.

Como se trata de um contrato, a existência de um

O novo site é mais uma iniciativa da

profissional qualificado para

Seguradora Líder DPVAT para dar Fernando Carvalho - Assessor da Diretoria

continuidade aos investimentos realizados em comunicação e internet. Em 2012, a Seguradora foi reconhecida com o Prêmio Destaques do CVG-RJ (Clube Vida em Grupo) pelas iniciativas de divulgação do Seguro-DPVAT junto à população brasileira. Também recebeu o Prêmio Marketing Best, que reconheceu as companhias que mais se destacaram no ano no planejamento e execução de estratégias de marketing. Canais digitais: Site da Seguradora Líder DPVAT: www.seguradoralider.com.br Site do Seguro DPVAT: www.dpvatsegurodotransito.com.br Blog: www.viverseguronotransito.com.br Facebook: www.facebook.com/DPVAToficial Twitter: www.twitter.com/DPVAToficial Youtube: www.youtube.com/DPVAToficial

Data: 16.01.2013 - Fonte: Seguradora Líder


11

Janeiro 2013

Mercado deve crescer 15% no Ceará este ano

S

egundo

dados

da

Ceará está aquecido”.

em contraste com o avanço do

tipos, os mais contratados são

Produto Interno Bruto (PIB)

benefícios (vida, capitalização,

Superintendência de

M

Seguros Privados (Susep),

O diretor executivo da Federação

brasileiro, de 2,7%.

previdência privada) e automóveis.

autarquia que fiscaliza e

Nacional de Seguros Gerais

Segundo o especialista, a

“O carro-chefe do seguro ainda é o

regulamenta o mercado de seguros

(FenSeg), Neival Freitas, informa

estabilidade econômica, a inflação

automóvel”, enfatiza Manoel Nésio.

no Brasil, o faturamento do mercado

que, em 2011, foram pagos R$ 477

controlada e o maior acesso à renda

Segundo ele, um proprietário

de seguros no Ceará, em 2011,

milhões em sinistros e, até novembro

por parte da população, aliados às

compra o seguro, porque, muitas

chegou a R$ 1,8 bilhão. Até

de 2012, o gasto com o pagamento de

obras de infraestrutura pelas quais

vezes, adquire o bem financiado,

novembro de 2012, o mercado de

sinistros foi de R$ 489 milhões.

passa o País e o número cada vez

seja em 24 ou 72 vezes,

seguros, no Estado, arrecadou R$ 2,3

“Proporcionalmente, não houve

maior

população

diferentemente de quem tem

bilhões, um crescimento de 25% em

crescimento de sinistros, uma vez

economicamente ativa, são

dinheiro. “O que preocupa essas

relação ao ano de 2011.

que a arrecadação aumentou 25% e

condições favoráveis à

pessoas

O presidente do Sindicato dos

os sinistros apenas 2,5%”, destacou.

comercialização do seguro. Por

responsabilidade civil. Se o

Corretores de Seguros,

Ainda sem números fechados de

outro lado, ainda há questões a serem

motorista sai em um carro de R$ 22

Capitalização, Previdência Privada e

2012, o presidente do Sincor-CE,

trabalhadas, que podem atrapalhar o

mil, e bate em outro de R$ 300 mil,

de Empresas Corretoras de Seguros

acredita que houve um crescimento

crescimento do mercado, como a

em uma pancada grande, é perda

no Ceará (Sincor-CE), Manoel

acima de 15%, em comparação com

necessidade de uma reforma fiscal a

total. De cada dez carros no Estado,

Nésio Sousa está otimista quanto ao

2011.

ser realizada por parte do Governo

cerca de um quarto é segurado”,

desempenho do setor para este ano.

“Aqui no Ceará estamos produzindo

Federal.

declarou o presidente do Sincor-CE.

“Acreditamos que teremos um

mais do que essa taxa. Tudo isso foi

A

E

Bons momentos também vivem os

acréscimo de 10% a 15%, apesar da

em função da infraestrutura do

De acordo com o presidente do

seguros de residência, “já que

crise internacional, podendo um

Estado, que compra mais seguros do

Sincor-CE, tanto o mercado

Fortaleza há muitos incêndios em

setor crescer mais, outro menos, mas

que a pessoa física”, destaca o

cearense, como o nordestino - da

apartamentos, por exemplo, muitas

essa é a média geral. A porcentagem

corretor, acrescentando que o

Bahia ao Maranhão -, “está

vezes causada por causas elétricas,

é pequena, mas como o volume de

Nordeste está com uma faixa de

bombando”, a ponto de o estado de

como curtos circuitos ou

negócios é grande, gera um

seguro de mais de 11% do PIB do

São Paulo elogiar o desempenho do

aquecimento da rede”, explica

montante grande”, pondera.

mercado brasileiro.

Nordeste. Dos três estados que mais

Sousa.

Ele destaca que o Ceará tem dinheiro

Falando em nível nacional, a

produzem, segundo ele, estão a

Link da Matéria:

bastante para fazer infraestrutura em

previsão de arrecadação do setor de

Bahia, Pernambuco e o Ceará, que já

http://www.oestadoce.com.br/notici

tudo, “e o município [de Fortaleza]

seguros é de R$ 255,7 bilhões para

ultrapassou Pernambuco na área de

a/mercado-deve-crescer-15-no-

está acompanhando. Estão vindo

2012. Segundo o professor da Escola

automóvel e residência. “Só não

ceara-este-ano

para cá empresas de longe, porque

Nacional de Seguros, Bruno Kelly,

superamos a Bahia, porque lá tem um

estão vendo que tem estradas,

um somatório de fatores políticos,

polo petroquímico”, salientou o

Fonte: Jornal o estado - Caderno

aeroporto, porto e investimento. Isso

econômicos e sociais é favorável à

corretor.

é o que interessa para empresas de

expansão do setor. Entre 2010 e

No Ceará existem 28 companhias de

Economia Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2013 Nonato Almeida

seguro no mundo. Por isso que o

2011, o seu crescimento foi de 16%,

seguros. Entre os mais variados

economia@oestadoce.com.br

E

R

C

A

D

O

N

da

Á

L

I

S

é

o

medo

da

Cnseg e Fenaseg escolhem novo presidente

A SUSEP informa a publicação dos seguintes normativos: Tipo: CIRCULAR SUSEP Número: 459 Data da Publicação: 15/01/2013 Ementa: Altera a Circular Susep nº 365, de 27 de maio de 2008. Link: http://www2.susep.gov.br/bibliotecaweb/docOriginal.aspx?tipo=1&codigo=30487

Tipo: CIRCULAR SUSEP

Número: 460 Data da Publicação: 15/01/2013 Ementa: Estabelece normas sobre a distribuição, a cessão, a subscrição e a publicidade na comercialização de títulos de capitalização, e dá outras providências. [Em vigor 180 dias após a data da publicação]. Link: http://www2.susep.gov.br/bibliotecaweb/docOriginal.aspx?tipo=1&codigo=30488

Membros da Diretoria e Conselho Fiscal também serão eleitos em 19 de março. A CNseg comunicou às suas Federações associadas (FenSeg, FenaCap, FenaPrevi e FenaSaúde), que a eleição para os membros da Diretoria e do Conselho Fiscal da Confederação, será realizada no dia 19/03/2013, em Brasília. O Diário Oficial da União divulgou nesta sextafeira, 18, o edital de convocação para a eleição da Fenaseg para os membros da Diretoria e do Conselho Fiscal que também será realizada no dia 19/03/2013. A CNseg e a Fenaseg informam, ainda, que o prazo para o registro de chapas concorrentes vai até o dia 14 de fevereiro e o mandato dos eleitos vai de 30/04/2013 a 29/04/2016. De acordo com os Estatutos Sociais da CNseg, presidente, diretores e conselheiros são escolhidos pelos presidentes das federações associadas e da Fenaseg, pelos presidentes dos sindicatos filiados. Fonte: CNseg


12

Janeiro 2013

Seguros: ouvidoria passa a ser obrigatória

S

usep, órgão regulador do

determinados) da publicação da

Rio, o carro acabou sendo levado para

setor, aumenta a pressão para

- Temos a convicção de que a empresa

norma. Outra questão é o prazo para

uma mecânica na Baixada

reduzir

precisa saber quais são os problemas

responder a demanda do consumidor.

Fluminense. E voltou com um defeito

dos consumidores. Essas demandas

A Susep quer reduzir de 30 para 15

que não existia antes do acidente.

são reveladoras, pois mostram quais Quase dez anos após publicar uma

dias, o que consideramos um prazo

Quando ligava para a seguradora, cada

são os ajustes e os procedimentos que

resolução sugerindo a criação de

muito curto. No geral, estamos de

atendente dizia uma coisa diferente.

o fornecedor ou prestador de serviço

ouvidorias nas empresas do setor, a

acordo, as empresas já tinham

Levei quase dois meses para voltar a

precisará adotar para satisfazer o

Superintendência de Seguros Privados

recebido bem a ideia das ouvidorias,

usar o carro - recorda Rosane.

mesmo sem a obrigatoriedade - diz

em Brasília, que a medida passa a ser

cliente . Hilma acrescenta que, enquanto o

Solange.

obrigatória. As seguradoras terão de

Serviço de Atendimento ao Cliente

"Ouvidoria é corrida sem linha de

o prazo para que a companhia

enviar relatórios mensais sobre os

(SAC) tem o objetivo de solucionar

chegada" Pioneira na criação de

apresente uma resposta às solicitações

atendimentos a clientes e manter um

problemas individuais, a ouvidoria

ouvidoria no setor, a Bradesco

dos clientes.

número de telefone 0800, de ligação

tem "uma visão macro do negócio" e a

Seguros, que detém 25% do mercado

gratuita, para o atendimento. O

função de observar o que pode ser

securitário no país, anunciou que, a

ouvidor deverá se dedicar

melhorado, a partir das queixas

partir desse ano, o setor funcionará

exclusivamente à função e, antes de

registradas pelos clientes.

também como auditoria de todo o

começar a atuar, passará pelo crivo do

- Por isso é tão importante que o

serviço de atendimento.

órgão regulador. As empresas deverão

ouvidor tenha autonomia, ética,

- A intenção é que, nos próximos dez

pesquisa de satisfação com os

instalar a nova estrutura dois meses

independência para exercer sua

anos, possamos dar um salto relevante.

consumidores. E haverá mudanças no

após a publicação da norma.

função. Além de ter acesso ao gestor

Até ano passado, o SAC e a ouvidoria

SAC, o script robotizado está sendo

Segundo o superintendente da Susep,

máximo da empresa, a quem vai

pertenciam a diretorias distintas.

abandonado, afinal, cada caso é um

Luciano Santanna, a intenção é fazer

comunicar os problemas identificados

Agora estão sendo integradas. A

caso. Precisamos agir no tempo do

com que o mercado securitário

- explica.

ouvidoria, que recebe em média 80 mil

cliente - afirma Velasques.

"melhore os padrões de aten dimento

Para a Confederação Nacional das

ligações, passará a auditar o atendi

das necessidades dos consumidores, a

Empresas de Seguros (CNSeg), a

mento ao cliente, as mídias, a atuação

proteção de seus direitos econômicos,

decisão da Susep dará continuidade a

dos corretores. Essa é uma função que

bem como a transparência e harmonia

um processo que já vem sendo

exige prontidão eterna, é uma corrida

das relações de consumo".

realizado por boa parte do mercado de

sem linha de chegada - explica

A autarquia poderá acompanhar mais

seguros desde 2004. Solange Beatriz

Eugênio Velasques, ouvidor do Grupo

de perto a comunicação entre as

Mendes, diretora executiva da

Bradesco Seguros desde 2012.

companhias e o consumidor. Além de

entidade, disse, no entanto, que alguns

Velasques admite que ainda há muito o

ter uma visão mais ampla sobre os

aspectos da nova norma foram

que fazer para evitar casos como o da

conflitos que envolvem o setor para

questionados pela representante das

médica Rosane Fernandes. Em

tentar reduzi-los. Em 2012, a

empresas. A exigência de um

setembro passado, ela escreveu para a

ouvidoria da Susep registrou 43.084

funcionário exclusivo para o cargo de

Defesa do Consumidor do GLOBO

atendimentos a clientes. Destes, 633

ouvidor poderá, segundo ela, exigir a

reclamando do mau atendimento que

tornaram-se processos, a maioria

contratação de um executivo, o que

recebeu na Bradesco Seguros após

(36%) referia-se a seguros de vida.

representará aumento de custos.

sofrer um acidente com seu carro, um

Ouvidora do Procon-SP, Hilma Araújo

- Quando o assunto esteve em consulta

Hyundai. Ela teve de esperar cinco

considera a medida um avanço. Em

pública, sugerimos também que a

dias úteis para receber uma resposta.

sua avaliação, tanto o consumidor

obrigatoriedade da instalação da

- Foi uma batida pequena, mas que

quanto a empresa ganham com a

ouvidoria passe a vigorar a partir de

causou muita dor de cabeça. Não havia

decisão da Susep.

seis meses (em vez dos dois meses

oficina credenciada no município do

número

de

reclamações dos clientes.

(Susep) anuncia, no próximo dia 31,

JORNAL DO SINCORCE FILIADO À

A situação foi soluciona da, mas a Bradesco Seguros já considera reduzir

- Trabalhamos com o imprevisto, então, a expectativa do nosso cliente é diferente daquele que vai a uma loja trocar uma roupa que está com defeito. Estamos preparando para março uma

A advogada Liliana Caldeira, superintendente jurídica da Mongeral Aegon, que também já mantém uma ouvidoria, lembra que a entrada de novos grupos de consumidores de seguros, como a classe C, exige adaptação das empresas. - O mercado de seguros vive um momento vigoroso, devido à economia estável. Os consumidores também estão mais conscientes e surgiram novos grupos de clientes, como idosos, já que é maior a expectativa de vida, a geração Y, que compra tud o pela internet, e a nova classe média. As empresas devem apostar em novos canais de comunicação para não perdê-los. Fonte: O Globo

Liberdade, Igualdade e Fraternidade Impresso Especial

FEDERAÇÃO NACIONAL DOS CORRETORES DE SEGUROS PRIVADOS, DE CAPITALIZAÇÃO, DE PREVIDÊNCIA PRIVADA E DAS EMPRESAS CORRETORAS DE SEGUROS

9912281749-DR/CE SIND CORRETORES SEG ***CORREIOS***

SINCOR - CE

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DO COMERCIO DE BENS, SERVIÇOS E TURISMO.

IMPRESSO


Jornal Sincor Janeiro 2013