Page 1

Roberto C. Carmona

Ame Deus Ame pessoas

Publicado para: Conferência Anual da Convenção Baptist de Botswana Radisele, 30 Mar - 01 Abr 2018


AME DEUS AME PESSOAS

1

“Respondeu-lhe Jesus: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento". Este é o grande e primeiro mandamento. O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo". Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas.” Estas palavras também estão nos evanglehos, Mark 12.30, Luke 10.25-28. Temos neste texto duas palavras que trabalharemos em algumas sessões: MANDAMENTOS & AMOR A proposta é de analisar através das escrituras como entender a relação entre os Mandamentos e o Amor. Há atualmente uma compreensão acerca de Amor que dita ser este impossível de existir enquanto os Mandamentos estiverem em cena.

Veremos assim que as escrituras mostram

exatamente o contrário: Amor depende dos Mandamentos.


SEÇÃO 1

MANDAMENTOS E Sua Legitimidade Muitas pessoas acreditam que os dois mandamentos foram dados por Jesus para substituir os Dez Mandamentos de Deus. Ao final eles dizem, “estamos sob a Graça e não sob a Lei”. No entanto esses dois são na verdade um resumo dos dez. Mais que um resumo, são o cumprimento deles, de acordo com Mateus 5.17, onde ninguém menos do que Jesus dise: “Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim para revogar, vim para cumprir..” DEZ MANDAMENTOS Eles se referem aos Dez Mandamentos em Exodo 20.1-17 AME DEUS - Mat. 22.37, 38 estão relacionados com os versos 3, 4, 5 e 7 de Êxodo. Os 4 primeiros mandamentos para que mantenhamos a devoção a Deus. AME O SEU PRÓXIMO - Mat. 22.39. estão relacionados com os versos 12, 13, 14, 15, 16 E 17. Eles são os próximos 6 e foram dados para nos guiar em manter o Amor ao próximo. A explicação é clara em Mat. 22.40 - “Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas..” Um texto suporte está em Rom 13.8-10 - “A ninguém fiqueis devendo coisa alguma, exceto o amor com que vos ameis uns aos outros; pois quem ama o próximo tem cumprido a lei. Pois isto: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não cobiçarás, e, se há qualquer outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. O amor não pratica o mal contra o próximo; de sorte que o cumprimento da lei é o amor.” Mat. 7.12 nos mostra o que chamamos de Regra de Ouro do relacionamento: “Tudo quanto, pois, quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles; porque esta é a Lei e os Profetas.” Os dois mandamentos estão descritos também em Gal 5.14 como o cumprimento da Lei.

2


Torcer a Palavra de Deus para acomodar à nossa própria visão acerca do que deveria ser é um ato detrutivo para nós. 2 Pedro 3.15-18 - “e tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor, como igualmente o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada, ao falar acerca destes assuntos, como, de fato, costuma fazer em todas as suas epístolas, nas quais há certas coisas difíceis de entender, que os ignorantes e instáveis deturpam, como também deturpam as demais Escrituras, para a própria destruição deles. Vós, pois, amados, prevenidos como estais de antemão, acautelai-vos; não suceda que, arrastados pelo erro desses insubordinados, descaiais da vossa própria firmeza; antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, tanto agora como no dia eterno.” Portanto, mantenhamos uma compreensão sadia sobre os mandamentos. Sobre Graça e Lei. Sobre Amor, assunto de nossa próxima seção: Amor não é um sentimento que nos leva a mutualidade. Pessoas dizem e praticam: “Se alguém for gentil, eu serei também”.

3


SEÇÃO 2

AMOR - Entendendo Seu Significado Os dois mandamentos que Jesus menciona no texto principal de nosso estudo são baseados em uma ação: AMAR Amar é o assunto. O mundo oferece sua própria maneira de pensar e praticar sua visão de amor. Temos que deixar Jesus Cristo intervir em nossas mentes a fim de incutir nelas a Sua maneira de Amar, o verdadeiro Amor. O amor é mais conhecido no mundo como um forte sentimento em nossos corações em relação a outraa pessoa, especialmente quem é mais próximo e querido para nós. Isto na verdade é afeição responsiva e é boa ao passo em que mantém os que são próximos em um bom relacionamento. Mas veremos na escritura que Amor não tem nada a ver com isso. Podemos encontrar o centro da questão do Amor na Escritura em João 3.16. e como texto suporte Efésios 2.1-10. A Bíblia diz que Deus Amou o mundo. Aqui temos o principal argumento para afirmar que Amor não depende de afeição entre pessoas. Sendo Deus nosso modelo de Amor temos que pensar em nossa situação antes de sermos salvos por Ele. Éramos merecedores do Seu Amor se aplicarmos a visão de mundo do amor? Antes de nascermos de novo: Demonstramos a Ele afeição por sua vontade, Suas Obras, pela vida que temos sendo resultado de Sua criação? Pelo Seu cuidado provendo tudo de que necessitamos para manter essa vida? Certamente não. Éramos impossibilitados disso. Estávamos mortos e portanto separados dele em nossa vida passada.. Rom 3.23 - “...porque todos pecaram e destituídos são da Glória de Deus”

4


O PADRÃO DE AMOR DE DEUS - 1 João 4.7-21, através destes versos encontramos instruções sobre a verdade sobre a operação do Amor de Deus em nossa nova vida. 1 João 4.7, 8, Se você deseja ter certeza sobre sua salvação pense nesses versos. Entendendo o Verdadeiro Amor, somos capazes de examinar a nós mesmos e perceber se somos de fato salvos ou somos meros religiosos. 1 João 4.9, 10 - O que é e como o Amor se manifesta. Se Amor dependesse de nossas habilidades ou sentimentos, não seria necessário para Deus enviar seu Filho para morrer na Cruz por nossos pecados, fazendo-nos justos. 1 João 4.11 - A maneira de amar pelo padrão de Deus. Aqui está o elevado nível que temos que copiar e aplicar em nossas próprias vidas o verdadeiro Amor. 1 João 4.13 - Se temos o Espírito, amamos. Isso quer dizer ser nascido de novo. Pessoas salvas são as que podem aplicar o verdadeiro Amor. 1 João 4.14, 15 - Testemunhar nos faz aproximar do padrão de Amor de Deus. Permanecer nele pela Salvação nos leva a desejar saber mais e mais sobre o Seu Amor. 1 João 4.17, 18 - Quem tem medo de proclamar sua fé não se aperfeiçoa no Amor. Portanto os que não testemunho de Sua ação redentora em suas vidas são dignos de punição. 1 João 4.19 - Nossas ações de Amor devem ser centradas nisso. Nossos próprios esforços de mostrar amor não nos faz melhores cristãos ou mais próximos de Deus. Ele é quem nos traz para perto pelo Seu Amor primeiro e então podemos agir por Sua vontade em nossos corações. 1 João 4.20, 21 - Desobediência é o centro do pecado. Eis porque são pecadores no mundo, porque Adão desobedeceu a Deus em seu primeiro mandamento. O resultado é um homem que tenta amar a Deus por sua própria vontade e não é capaz o seu próximo.

5


Assim, AMOR está ligado aos mandamentos de Jesus. João 14.15-23 traz que quem diz amar a Deus deve manter os mandamentos de Jesus. A quem faz isso lhe é dado o Espírito Santo, será feito seu co-herdeiro, será a morada do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Violar um só desses mandamentos é o caminho para a destruição como descrito em Mat 5.18-20. Jesus diz que a Lei não passará até que tudo esteja completo. Isso se dará quando de Sua segunda vinda para levar o Seu Povo ao céu.

6


SEÇÃO 3

ENTENDENDO O PROBLEMA DO AMOR E MANDAMENTOS Os dois mandamentos que Jesus menciona no texto principal de nosso estudo são baseados em uma ação: AMAR Amar é o assunto. O mundo oferece sua própria maneira de pensar e praticar sua visão de amor. Temos que deixar Jesus Cristo intervir em nossas mentes a fim de incutir nelas a Sua maneira de Amar, o verdadeiro Amor. O amor é mais conhecido no mundo como um forte sentimento em nossos corações em relação a outraa pessoa, especialmente quem é mais próximo e querido para nós. Isto na verdade é afeição responsiva e é boa ao passo em que mantém os que são próximos em um bom relacionamento. Mas veremos na escritura que Amor não tem nada a ver com isso. Podemos encontrar o centro da questão do Amor na Escritura em João 3.16. e como texto suporte Efésios 2.1-10. A Bíblia diz que Deus Amou o mundo. Aqui temos o principal argumento para afirmar que Amor não depende de afeição entre pessoas. Sendo Deus nosso modelo de Amor temos que pensar em nossa situação antes de sermos salvos por Ele. Éramos merecedores do Seu Amor se aplicarmos a visão de mundo do amor? Antes de nascermos de novo: Demonstramos a Ele afeição por sua vontade, Suas Obras, pela vida que temos sendo resultado de Sua criação? Pelo Seu cuidado provendo tudo de que necessitamos para manter essa vida? Certamente não. Éramos impossibilitados disso. Estávamos mortos e portanto separados dele em nossa vida passada.. Rom 3.23 - “...porque todos pecaram e destituídos são da Glória de Deus” 7


O PADRÃO DE AMOR DE DEUS - 1 João 4.7-21, através destes versos encontramos instruções sobre a verdade sobre a operação do Amor de Deus em nossa nova vida. 1 João 4.7, 8, Se você deseja ter certeza sobre sua salvação pense nesses versos. Entendendo o Verdadeiro Amor, somos capazes de examinar a nós mesmos e perceber se somos de fato salvos ou somos meros religiosos. 1 João 4.9, 10 - O que é e como o Amor se manifesta. Se Amor dependesse de nossas habilidades ou sentimentos, não seria necessário para Deus enviar seu Filho para morrer na Cruz por nossos pecados, fazendo-nos justos. 1 João 4.11 - A maneira de amar pelo padrão de Deus. Aqui está o elevado nível que temos que copiar e aplicar em nossas próprias vidas o verdadeiro Amor. 1 João 4.13 - Se temos o Espírito, amamos. Isso quer dizer ser nascido de novo. Pessoas salvas são as que podem aplicar o verdadeiro Amor. 1 João 4.14, 15 - Testemunhar nos faz aproximar do padrão de Amor de Deus. Permanecer nele pela Salvação nos leva a desejar saber mais e mais sobre o Seu Amor. 1 João 4.17, 18 - Quem tem medo de proclamar sua fé não se aperfeiçoa no Amor. Portanto os que não testemunho de Sua ação redentora em suas vidas são dignos de punição. 1 João 4.19 - Nossas ações de Amor devem ser centradas nisso. Nossos próprios esforços de mostrar amor não nos faz melhores cristãos ou mais próximos de Deus. Ele é quem nos traz para perto pelo Seu Amor primeiro e então podemos agir por Sua vontade em nossos corações. 1 João 4.20, 21 - Desobediência é o centro do pecado. Eis porque são pecadores no mundo, porque Adão desobedeceu a Deus em seu primeiro mandamento. O resultado é um homem que tenta amar a Deus por sua própria vontade e não é capaz o seu próximo.

8


Assim, AMOR está ligado aos mandamentos de Jesus. João 14.15-23 traz que quem diz amar a Deus deve manter os mandamentos de Jesus. A quem faz isso lhe é dado o Espírito Santo, será feito seu co-herdeiro, será a morada do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Violar um só desses mandamentos é o caminho para a destruição como descrito em Mat 5.18-20. Jesus diz que a Lei não passará até que tudo esteja completo. Isso se dará quando de Sua segunda vinda para levar o Seu Povo ao céu.

9


REPARANDO O PROBLEMA

2

AMOR & MANDAMENTOS andam juntos 1 João 5:2, 3 - “Nisto conhecemos que amamos os filhos de Deus: quando amamos a Deus e praticamos os seus mandamentos. Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; ora, os seus mandamentos não são penosos,.” O PROBLEMA Apocalipse 2.4

- A raiz do problema está relaciona com Amor. Tendemos a

acomodar o Evangelho aos nossos desejos ao invés do Amor de Deus. O centro do Evangelho é o Seu Amor e deveríamos manter isso em nossa vida diária como uma comunidade cristã. A SOLUÇÃO Apocalipse 2.5 - Aqui temos a solução a esse problema, obediência ao que deveríamos fazer de fato. O verso nos traz algumas ações que devemos tomar ao percebermos que estamos em erro..

10


3 Ações - LEMBRAR, ARREPENDER, VOLTAR LEMBRAR - Na leitura de Neemias vemos como eles se aplicaram em lembrar das obras de Deus para abençoar a Israel. Se fizermos isso hoje, todos os dias, seremos capazes de manter os Seus Mandamentos e Amor em nossas vidas.. ARREPENDIMENTO - É CENTRAL PARA NOSSA CURA ESPIRITUAL Mateus 4:17 - A partir deste momento Jesus começou a pregar dizendo: “Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus” Jesus inicia sua missão mostrando como reparar os erros na vida humana. Neemias 9.2 diz que o povo de Israel confessou os seus pecados, e os de seus pais. Atos 17.11 traz um registro sobre o povo de Beréia. Como eles eram comprometidos com as escrituras, examinando-as a fim de verificar se um ensino era de acordo com o escrito. Muitas vezes dizemos que não somos responsáveis pelos erros que cometemos, pois fomos ensinados assim. Continuamos fazendo coisas as quais não são requeridas na Palavra e firmamos nossa atitude no fato de termos sido ensinados assim. Ao dizermos que fomos ensinados o que se entende é que oouvimos algo e tomamos por verdade sem verificar nas escrituras. Somos preguiçosos ao fazer assim. Isso é um grande erro. Se mestres do passado ensinaram errado e nós aceitamos seu ensino, eles não são os únicos errados. Nós estamos nos seus erros também. VOLTAR - Quando somos pela Graça através do sacrifício de Jesus, o Espírito Ssanto nos é dado para um propósito. Para nos guiar no caminho que devemos andar. Isto significa CONVERSÃO. Muitas vezes a compreensão de conversão se dá pela ação de uma pessoa em deixar seus antigos hábitos, religião, e passar a manter hábitos e crenças de cristãos. Mas conversão é quando nós damos as costas ao caminho que nos estava levando à morte rendendo nossas vidas a Jesus com o nosso Senhor. Isto é. nossos desejos não devem mais tomar lugar em nossa vida, mas a Sua vontade. 11


Neemias 9.38 - Arrependidos, os líderes de Israel decidiram voltar de seus pecados escrevendo um documento selado com o compromisso de obediência ao Senhor, isso em frente de toda a congregação. É tudo uma questão de atitude, ação - Amor e Mandamentos precisam de nossa ação em considerá-los a prioridade em nossa vida cristã. Os que entendem isso devem tomar posição e dar os passos necessários para cumprir este compromisso. Neemias 10 traz os artigos do documento. Tudo é sobre manter os mandamentos de Deus uma vez que estes abençoam o povo, amando uns aos outros e a Deus. Mais especificamente eles se comprometeram a servir a Casa de Deus. Creio que este é o estado da igreja que encontramos em Atos 2.42-47. A Igreja Purê de Batatas. Unidade está estituída para a Gloria do Reino de Deus. Eles tiveram a extrema compreensão de Neemias 10.

12


CONCLUSÃO

3

Tendo ouvido tudo o que a Palavra de Deus tem a dizer sobre nós mesmos, ao percebermos que estamos na mesma situação daqueles que vimos na escritura, apenas uma questão deve haver em nossa mente e nos queimar no interior: O QUÊ FAZER? Atos 2:37 - “Ouvindo eles estas coisas, compungiu-se-lhes o coração e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, irmãos?” A RESPOSTA: ARREPENDER-SE Primeiro para os líderes. Pastores e outros líderes da igreja em todo o lugar. Se queremos ver nossos ministérios bem sucedidos, deve haver uma ação de mudança das regras que dirigem nossas comunidades e que estão baseadas em mentalidade carnal/natural. Existimos para servir e em fazendo isso nós sinalizamos que os mandamentos de Deus continuam mostrando Seu Amor ao mundo.

13


Marcos 10:45 - “Pois o próprio Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos.” Enquanto pessoas continuarem lutando por posição em uma liderança baseada em mentalidade carnal não alcançaremos o estado da igreja em Atos: UNIDADE E isso foi uma das orações de jesus ao Pai: João 17:21 “...a fim de que todos sejam um; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste.” Como diz a figura acima: FAÇA ALGO A RESPEITO - Qual será a nossa ação? Deus nos encoraja a manter Seus Mandamentos com Amor por causa do Seu Reino. humildemente levantemos diante do Senhor como UM POVO.

14

Ame deus ame pessoas  

Um estudo sobre Mandamentos é Amor, como um depende do outro.

Ame deus ame pessoas  

Um estudo sobre Mandamentos é Amor, como um depende do outro.

Advertisement