Page 1

Jornal

JBC Bairros & Cidades Ano 01 nº 12 • Curitiba • PR • Publicação mensal • Abril 2019 • Distribuição Dirigida

COMUNIDADE DO PILARZINHO GANHA CMEI COM CAPACIDADE PARA 150 CRIANÇAS Página 07 Crédito da foto: Lucilia Guimarães/SMCS

LEIA

+

GOVERNO RATINHO JÚNIOR CHEGA AOS 100 DIAS COM 78,4% DE APROVAÇÃO PÁGINA 06

PREFEITURA FAZ DRENAGEM E LIMPEZA NO CANAL DO IPÊ PÁGINA 08

LANÇADOS PROGRAMAS PARA MELHORIA DA EDUCAÇÃO EM ALMIRANTE TAMANDARÉ PÁGINA 04

CONHEÇA A HISTÓRIA DO BAIRRO PILARZINHO

PÁGINA 07

A REFORMA DA PREVIDÊNCIA E SEUS PONTOS POLÊMICOS PÁGINA 02

Governo do Estado visita Pinhais para conhecer o projeto de calçadas porosas PÁGINA 04


Jornal Bairros & Cidades direito

curitiba

A REFORMA DA PREVIDÊNCIA E SEUS PONTOS POLÊMICOS

André F. Govaski Advogado - OAB/PR 89.973 Tel. (41) 99896-6797

Jornal Bairros & Cidades www.jornalbairrosecidades.com.br jornalbairrosecidades@gmail.com

JBC

Bairros & Cidades

Redação e Dep. Comercial |41| 3362-0604 |41| 99655-5622 jornalbairrosecidades@gmail.com

Crédito da foto: Cido Marques/FCC

INTERSECÇÕES UNE AMANTES DO CAFÉ EM DEBATES NO CINE PASSEIO

A Proposta de Reforma da Previdência (PEC 6/2019) foi encaminhada pelo Presidente Jair Bolsonaro ao Congresso Nacional em 20 de fevereiro de 2019, visando a alteração dos dispositivos constitucionais que versam sobre a seguridade social da população brasileira. Dentre as principais mudanças propostas no texto elaborado pelo Poder Executivo, consta o aumento da idade e das contribuições mínimas a serem implementadas pelos trabalhadores. A idade, no caso das mulheres, será de 62 anos, mantendo-se os já exigidos 65 anos para os homens. Em ambos os casos, a contribuição mínima será aumentada dos atuais 15 para 20 anos de recolhimentos previdenciários. No entanto, as polêmicas surgem nas alterações da Aposentadoria Rural e do Benefício de Prestação Continuada (BPC) para os idosos. Os trabalhadores rurais, pelo texto enviado ao Congresso Nacional, passam a ter exigência de idade mínima de 60 anos, tanto para os homens quanto para as mulheres, acrescidos de 20 anos de efetiva contribuição. Atualmente, basta a comprovação da condição de trabalhador rural como segurado especial, não exigindo a lei o recolhimento de contribuição ao INSS. Pela reforma, a contribuição do rural deve ser efetiva sobre a sua produção, ressalvando o mínimo de R$ 600,00 por ano. Já o Benefício de Prestação Continuada (BPC), de caráter assistencial e prescindível de contribuição, atualmente é devido no valor de um salário mínimo aos idosos a partir dos 65 anos de idade, e aos deficientes físicos de qualquer faixa etária, desde que comprovem situação de miserabilidade, com critério objetivo de renda mensal per capita inferior a um quarto do salário mínimo. Pelo novo texto, os idosos passam a receber R$ 400,00 iniciais a título de BPC desde os 60 anos de idade, valor que será mantido até implementarem 70 anos, quando então receberão um salário mínimo integral, sendo mantida a regra de necessária comprovação da condição de miserabilidade, o que já foi alvo de críticas pelo Presidente da Câmara, Dep. Rodrigo Maia (DEM-RJ). Outros treze partidos (PR, SD, PPS, DEM, MDB, PRB, PSD, PTB, PP, PSDB, Patriotas, Pros e Podemos) já se posicionaram oficialmente contra as alterações do Benefício Assistencial de Prestação Continuada e da Aposentadoria por Idade Rural, pedindo a exclusão destes pontos da reforma. Em que pese os calorosos debates, fato é que a reforma da previdência já foi aprovada em 09 de abril de 2019 pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, com parecer do Relator Dep. Delegado Marcelo Freitas (PSL-MG) pela sua admissibilidade. A reforma ainda passará por uma comissão especial, para discussão do mérito, só então será votada em plenário, quando será divulgado o texto final aprovado pela Câmara dos Deputados, o qual será remetido ao Senado Federal.

EXPEDIENTE

2

Ano 01 • nº 12 • Abril 2019

Exposições, filme e debates sobre o café e a cultura alimentar em seu entorno agitaram o Cine Passeio No dia 11 último. A ação faz parte do projeto Intersecções, uma série de eventos que será feita abordando temas relacionados à economia criativa, fortalecendo o complexo cultural como espaço de inovação. “Dentro da pasta economia criativa dividimos os encontros em quatro importantes áreas: cultura alimentar, moda, design e as artes integradas. A ideia é que a gente fale de economia criativa abraçando as linguagens artísticas, culturais e novas tendências de mercado que não são contempladas nas outras linguagens”, explicou a consultora de Economia Criativa da Fundação Cultural de Curitiba, Karla Keiko. Nesse primeiro encontro o tema café foi apresentado e debatido com expositores convidados, para gerar uma reflexão sobre suas funções como agentes neste grande ciclo. “Estamos celebrando o dia mundial do café que foi dia 14 de abril. Queremos levantar essa percepção de que as quatro áreas que dividimos não vivem sozinhas, são integradas e unidas, não temos como falar de uma sem citar a

Jornalista Fernando Cruz Jornalista Responsável DRT/PR 5109 Antonio Fernandes Diretor - Presidente

Endereço para correspondência: Rua Raposo Tavares, 1404 | Pilarzinho | CEP 82100-000 | Curitiba | PR As matérias assinadas não expressam necessariamente a opinião do Jornal.

outra”, concluiu Karla Keiko. Participaram produtores e processadores do grão, designers de produtos ligados à manufatura ou suportes para consumo até a produção cinematográfica envolvendo o tema. “Esses encontros são importantes porque conectam a gente com o público. Apesar de ser uma iniciativa que opera aqui, consigo atingir mais pessoas de fora pela internet do que curitibanos”, afirmou a provadora de café, Fabiola Jungles. As atividades da Intersecção do Café começaram com degustações, demonstrações e exposições de produtos ligados ao tema na Caffeeterie. A aposentada Lucélia Costa estava conhecendo o espaço quando viu a exposição. “É maravilhoso essas ações, incentiva o produtor e estimula as pessoas que moram na cidade e não se dão conta de ler o rótulo, ou do que estão consumindo”, disse. Na programação houve ainda uma roda de conversa entre os convidados e o público e a pré-estréia do documentário “Café não é só café”, com a presença de um dos produtores do filme, Luiz Eduardo Melo, proprietário do Supernova Coffee.

Jornal

Uma publicação de: Bandeira UM Agência de Notícias Ltda. CNPJ 07.314682/0001-56

JBC

Jornal

Bairros & Cidades


3

Ano 01 • nº 12 • Abril 2019

Jornal Bairros & Cidades

SEU IPTU AJUDA NO DESENVOLVIMENTO DE

COLOMBO

IPTU 2019

Pavimentação asfáltica

Pague em dia!

Até

15/04

10% desconto à vista

Os recursos para as obras que Colombo precisa vêm do IPTU de cada um. Mantenha o imposto em dia. Pague seu IPTU à vista até o dia 15 de abril com 10% de desconto. Ou parcele em até 5 vezes, pagando a primeira até o dia 15 de abril.

ou até

5X


Jornal Bairros & Cidades almirante tamandaré

4

Ano 01 • nº 12 • Abril 2019 Crédito das foto: SMCS

LANÇADOS PROGRAMAS PARA MELHORIA DA EDUCAÇÃO EM ALMIRANTE TAMANDARÉ Cerca de 1,3 mil alunos dos 5º anos das escolas municipais participaram do lançamento do Programa pela Valorização da Educação (com a parceria da Votorantim Cimentos), do Caravana da Educação (que levará todos os equipamentos educacionais para todos os territórios da cidade), Programa Municipal de Ação e FortaleO prefeito Gerson Colodel e o vice Daniel Lovato participaram cimento da Aprendizagem lançamento do Programa pela Valorização da Educação. dos Educandos e da entrega oficial de uniformes, kits escolares, mochilas e tênis. Além de uniformes para os profissionais e equipamentos para as escolas. “Investimentos de R$ 2,3 milhões para que todas as crianças, professores, profissionais de educação possam ter mais recursos para a aprendizagem de nossas crianças”, afirmou o prefeito Gerson Colodel. O secretário municipal de Educação e Cultura, Jucie Parreira, destacou que é de fundamental importância investir no Programa Municipal de Ação e Fortalecimento da Aprendizagem dos Educando dos 5º anos. Na cidade, são 54 turmas e mais de 1,3 mil alunos que encerrarão o ciclo do ensino fundamental deste ano e terão que estar preparados para a escola pública estadual. “Estamos firmando este ano ainda mais os diretos de nossas crianças. Sem direitos, não há paz”, destacou o secretário. Os uniformes e kits estão sendo entregues para todas as unidades e atenderão também os alunos da EJA – Educação de Jovens e Adultos. No dia, foi realizada também a entrega da premiação do Concurso Criativos da Escola – para incentivar projetos de melhoria do bairro, da região onde cada grupo morava. O grupo vencedor foi o Mentes Renovadas, do Jardim Oliveiras. Eles receberam uma passagem para Morretes como prêmio da participação no concurso.

pinhais

colombo

Crédito da foto: Ilson L. de Jesus/ PMC

PREFEITURA INFORMA: COMO DENUNCIAR FALSOS AGENTES DA DENGUE “Quando alguém receber áudios ou denúncias sobre falsos agentes é necessário instruir estes cidadãos a efetuar um boletim de ocorrência”, disse o Secretário de Saúde, o médico Antoninho Barth. De acordo com o médico todas as vítimas de falsos Agentes da Dengue devem ligar no número 190 da Policia Militar, bem como fazer boletim de ocorrência nas Delegacias do Alto Maracanã ou Sede do município. “Orientamos que sejam observadas as identificações de crachá, uniformes, conforme publicado no site da Prefeitura Municipal de Colombo www.colombo. pr.gov.br. Importante salientar que nenhum agente aplica veneno nas casas, não cobra pelos serviços e não fazem cadastro de benefício social”, enfatiza Barth. Além disso, observar se nos locais que ocorreram essas fraudes, têm câmeras de segurança, número da placa de carro, ou outras informações que podem auxiliar a investigação policial. “As pessoas também podem ligar na Coordenação da Vigilância Ambiental ou no Programa de Controle de Endemias para confirmar nomes de agentes e localidade que estão sendo trabalhadas”, orientou o secretário. O telefone para contato é (41) 3666-6846 ou 3663-3321 e o horário de funcionamento é das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Crédito da foto: Ilson L. de Jesus/ PMP

Governo do Estado visita Pinhais para conhecer o projeto de calçadas porosas Esta técnica não permite o acúmulo de água e tem como objetivo melhorar a trafegabilidade do local e colaborar com o meio ambiente Na última semana, técnicos do Paraná Cidade, órgão ligado a Secretaria Estadual de Desenvolvimento (SEDU) visitaram Pinhais para conhecer uma iniciativa pioneira do município, a calçada em concreto poroso. O grupo esteve na cidade e visitou a Rua Vinte e Quatro de Maio, onde há pouco mais de dois anos foi realizada a obra de concreto poroso, também chamada de concreto permeável. O material não permite o acúmulo de água e tem como objetivo melhorar a trafegabilidade do local e colaborar com o meio ambiente. O superintendente executivo do Serviço Social Autônomo da SEDU, Ál-

varo Cabrine, destacou a iniciativa que deve ser estimulada em obras do estado. “Para evitar alagamentos nas cidades, este é um exemplo que apresenta bons resultados, boa permeabilidade com baixo custo de implantação e manutenção”, destacou. A equipe da Prefeitura de Pinhais acompanhou a visita e explicou que o projeto foi iniciado na Usina Municipal de Asfalto. A engenheira Cristina Espínola foi responsável pela apresentação do projeto e falou das vantagens e benefícios. “Durabilidade maior, manutenção quase zero, além da execução da obra ser mais rápida. As pessoas começaram a investir e a cuidar dos seus imóveis, devido à valorização do local, a cidade ficou mais bonita, houve uma transformação de atitude”, explica Cristina Espínola.


5

Ano 01 • nº 12 • Abril 2019

Jornal Bairros & Cidades

SER AMIGO DOS RIOS É INVESTIR R$ 3,5 BILHÕES EM SANEAMENTO.

Lambari do Rabo Vermelho (Astyanax fasciatus) Rio Barigui

Ser Amigo dos Rios é cuidar para que a vida volte às nossas águas. Por isso, a Prefeitura de Curitiba e a Sanepar estão realizando o maior investimento em saneamento da nossa história. São novas ligações de esgoto, limpeza das margens, programas de educação e muito mais. E você também pode fazer a sua parte. Não jogue lixo nos rios, descarte o óleo de cozinha nos pontos de coleta e faça a ligação correta na rede de esgoto. Quem avisa Amigo dos Rios é. Saiba mais em: www.amigodosrios.com.br


Jornal Bairros & Cidades

6

Ano 01 • nº 12 • Abril 2019

paraná

Crédito da foto: André Rodrigues

GOVERNO RATINHO JÚNIOR CHEGA AOS 100 DIAS COM 78,4% DE APROVAÇÃO O governo Ratinho Júnior chega aos 100 dias com aprovação de 78,4% do eleitorado paranaense, segundo levantamento da Paraná Pesquisas divulgado no inicio deste mês. Segundo o instituto, o índice de eleitores que desaprovam a atual gestão é de 15,3% e outros 6,3% não souberam ou não quiseram opinar. Ainda de acordo com a pesquisa, 15,9% dos entrevistados consideram a administração ótima, e 43,6% boa. Outros 26,2% avaliaram a gestão como regular 6,7% como ruim e 4,3% péssima. O levantamento ouviu 2.508 entrevistados entre os dias 31 de março e 5 de abril e tem margem de erro de 2%. A aprovação de Ratinho Júnior é praticamente igual entre homens (78,2%) e mulheres (78,6%). Os índices de desaprovação também variam pouco em relação a gênero: 15,6% dos homens desaprovam a atual administração, assim como 15,1% das mulheres. Governador Ratinho Junior, durante uma solenidade ao lado do jornalista Fernando Cruz.

VACINAÇÃO CONTRA

INFLUENZA GRIPE

os Vam s nos todo

VACINAR

10 A 19 DE ABRIL

CRIANÇAS DE 6 MESES A 5 ANOS , GESTANTES, MÃES ATÉ 45 DIAS APÓS O PARTO, PESSOAS COM 60 ANOS OU MAIS, TRABALHADORES DA SAÚDE, PROFESSORES, DOENTES CRÔNICOS

FEBRE AMARELA TODOS OS DIAS NAS UNIDADES DE SAÚDE DAS 08:00 ÀS 17:00

CRIANÇAS DE 6 MESES A 5 ANOS E 11 MESES DE IDADE, GESTANTES, MÃES ATÉ 45 DIAS APÓS O PARTO

22/ABRIL A 31/MAIO

VACINAÇÃO CONTRA

SÁBADO 4 DE MAIO GRIPE E FEBRE AMARELA

CRIANÇAS A PARTIR DE 9 MESES ADULTOS ATÉ 59 ANOS


7

Ano 01 • nº 12 • Abril 2019

curitiba

Crédito da foto: Divulgação

A HISTÓRIA DO BAIRRO PILARZINHO O Pilarzinho começou a se formar em 1792, com a construção da capelinha de Pilar, demolida em 1932, data da construção da capela atual. No local existiam apenas extensas chácaras de imigrantes alemães, onde se explorava a terra com o cultivo de cereais, criação de gado e plantação de hortaliças. A história do surgimento da Cruz do Pilarzinho remonta aos tempos dos primeiros colonizadores do Paraná, que usavam a cruz como símbolo de conquista e posse de terra. Construída em madeira, era sempre renovada pelos moradores, que passaram a vê-la como um sinal da fé cristã e como um documento histórico. Ninguém sabe ao certo quando e por quem ela foi levantada na atual Rua Hugo Simas, esquina com Raposo Tavares. Ponto inicial na confluência das Ruas Nilo Peçanha e Cláudio Manoel da Costa. Segue pelas Ruas Cláudio Manoel da Costa, Desembargador Hugo Simas, Santa Cecília, João Tschannerl, Antônio Costa, Rua 3 do Jardim Roma, sem nome, Rio Barigui, Ruas Particular Gava, Eugênio Flor, João Gava, João Enéas de Sá, Nilo Peçanha, até o ponto inicial. Origem do Nome O nome do bairro Pilarzinho é uma decorrência da devoção de seus primeiros habitantes e colonizadores, provavelmente de origem espanhola, à Nossa Senhora do Pilar, cuja capela foi fundada em 1782, e até hoje permanece localizada na rua São Salvador. Não se tem qualquer notícia sobre a existência de um pequeno pilar, ou seja, um “pilarzinho” na região, sendo atestada pelo historiador Ermelino de Leão, em seu Dicionário Histórico e

Geográfico do Paraná, a tese de que o nome do bairro viera da santa padroeira dos espanhóis. A mudança de Pilar para Pilarzinho pode ter decorrido de uma forma carinhosa que os moradores chamavam o lugar em que viviam ou em função do reduzido tamanho da capela de Nossa Senhora do Pilar.

curitiba

Jornal Bairros & Cidades Crédito da foto: Lucilia Guimarães/SMCS

COMUNIDADE DO PILARZINHO GANHA CMEI COM CAPACIDADE PARA 150 CRIANÇAS

Geografia O Pilarzinho está localizado na região norte da cidade de Curitiba e faz divisa com os bairros São João, Vista Alegre, Bom Retiro, São Lourenço, Abranches e Taboão e com o município de Almirante Tamandaré. Localizase no ponto inicial na confluência das Ruas Nilo Peçanha e Cláudio Manoel da Costa. Segue pelas ruas Cláudio Manoel da Costa, Desembargador Hugo Simas, Santa Cecília, João Tschannert, Antônio Costa, Rua 3 do Jardim Roma, sem nome, Rio Barigui, rua particular, Eugênio Flor, João Gava, João Enéas de Sá, Nilo Peçanha, até o ponto inicial. Curiosidades Históricas Para animar os fins de semana na década de 30, os jovens contratavam um gaiteiro e dançavam em casa a tarde toda. As moças levavam café, bolo e bolacha e os rapazes pagavam o músico. O Presente No Pilarzinho localiza-se o parque Tinguí e Tanguá, que preserva a natureza num lugar destinado anteriormente a ser depósito de lixo. No bairro também está o bosque Zaninelli, onde está a Universidade livre do meio ambiente, espaço destinado a assuntos relacionados ao meio ambiente.

A história do surgimento da Cruz do Pilarzinho remonta aos tempos dos primeiros colonizadores do Paraná.

O prefeito Rafael Greca lembrou que, quando assumiu o cargo, a obra estava parada.

Curitiba ganhou dia 10 último seu 221º Centro Municipal de Educação Infantil, o CMEI Heloína Greca, na Vila Nori, no bairro Pilarzinho. Este é o 16º CMEI entregue à população desde o início da atual gestão. Ele tem capacidade para atender 150 crianças, do berçário ao pré. O prefeito Rafael Greca lembrou que, quando assumiu o cargo, a obra estava parada e graças ao Plano de Recuperação de Curitiba foi possível beneficiar a população com mais uma unidade, que recebeu R$ 2,4 milhões em investimentos. “Fazemos tudo dentro da sustentabilidade e Curitiba volta a ser Curitiba, a brilhar a luz dos pinhais”, disse o prefeito. “Confiei este espaço à memória de uma prima da minha mãe que foi emérita professora de Curitiba. Toda sua vida foi dedicada à grande causa da educação e ao grande nome de Curitiba”, completou o prefeito. Para a secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, colocar em funcionamento mais uma unidade é motivo de comemoração. “Este CMEI estava em ruínas, era uma reivindicação antiga da comunidade, e ao vê-lo assim tão lindo só podemos agradecer. Hoje é mais um dia de festa para a educação de Curitiba”, declarou. As famílias prestigiaram a entrega da obra, que já tem cerca de 50 crianças e ampliará a capacidade de atendimento ao longo dos próximos meses. Solange Camargo, mãe de Isabela, de 8 meses, contou que está satisfeita. “Consegui vaga rápido, em cerca de um mês, e estou muito feliz”, disse Solange. Representando a família da professora que dá nome ao CMEI, participaram os primos dela Dante, Ruth e Rosi Greca, que também são primos do prefeito. “Muito obrigado, Rafael, por esta oportunidade. Ela teve uma carreira dedicada à educação e esta unidade será uma referência na vida de muitas crianças, assim como ela foi uma referência na educação”, comentou Dante. Heloína Greca (1918-2010), filha de Ercília e Domingos Greca, dedicou a vida ao ensino e à pedagogia e foi diretora-geral da Educação de Curitiba. Também se dedicou à formação continuada.


Jornal Bairros & Cidades são josé dos pinhais

Crédito da foto: Ademar Marques/PMSJP

PREFEITURA FAZ DRENAGEM E LIMPEZA NO CANAL DO IPÊ Com o objetivo de evitar transtornos em dias de chuva e alagamento na região, a Prefeitura de São José dos Pinhais, por meio da Secretaria de Obras, está fazendo limpeza e drenagem em todo o leito do Canal do Ipê, que é o responsável pela vazão da água nas imediações do Bairro Ipê, Jardim Alegria, Jardim Araguari e Jardim Ipê II. O trabalho atende a uma determinação do prefeito Toninho Fenelon que esteve na região e viu a necessidade desta obra para tranqüilizar os moradores que habitam o entorno do canal. “No passado essa região foi cenário de enchentes e muito sofrimento para a população e nós queremos deixar esse problema apenas na lembrança. Com a drenagem do canal, o risco de enchentes por aqui é inexistente e isso tranqüiliza os moradores e nós também”, disse o prefeito Toninho que esteve no local fazendo vistoria na obra. Para o secretário de Obras Marco Setim, que coordena todo o trabalho na região, esta era uma obra esperada pelos moradores já que o risco de alagamento era uma preocupação de todos. “Nossas equipes atendendo a uma determinação do nosso prefeito Toninho e estão no local fazendo este trabalho que terá bons resultados, uma vez que o medo das enchentes nesta região virou coisa do passado, pois a Prefeitura tem como meta principal dar prioridade a este tipo de serviço que tranqüiliza a população”, afirmou Setim.

Prefeito Toninho Fenelon e o secretário de Obras Marco Setim durante vistoria das obras de limpeza e drenagem no Canal do Ipê.

PROGRAMA DO

COLPANI Rádio Cidade AM 670

de segunda a sexta feira das13h às 15h

8

Ano 01 • nº 12 • Abril 2019 paraná

Crédito da foto: Dálie Felberg /Alep

MESA EXECUTIVA AVALIA POSITIVAMENTE A PRESENÇA NA EXPOLONDRINA

Presidente Ademar Traiano (PSDB) destacou a importância da interiorização da Assembleia.

Após o término das atividades da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) na ExpoLondrina, o presidente e o primeiro-secretário do Legislativo estadual, deputados Ademar Traiano (PSDB) e Luiz Claudio Romanelli (PSB), fizeram um balanço das atividades na primeira interiorização do ano. Para o presidente Traiano, a presença nesses eventos é essencial para que a Assembleia possa se comunicar melhor com a população. “É desejo do Poder Legislativo estar presente, democratizando a Assembleia. Estaremos presentes em outras feiras pelo Paraná, porque é oportuno a gente fazer esse tipo de contato, conversar com a população, ouvir as nossas bases. Há um clamor da sociedade pela presença dos parlamentares. A Assembleia precisa comunicar-se melhor com a população e esses eventos são fundamentais para isso”, avaliou Traiano. O presidente disse ainda que a presença em Londrina “foi uma demonstração do respeito que Governo e Assembleia têm por essa região que é geradora de riquezas, principalmente, no agronegócio. Aqui no espaço da Assembleia, vivemos intensamente um período de agenda permanente, com os deputados em reuniões com os secretários, prefeitos e população em busca de melhorias para os municípios do Paraná”. Para o primeiro-secretário, Romanelli, a participação da Assembleia superou as expectativas. “Foi melhor do que eu esperava, porque proporcionou uma interação grande com a sociedade civil organizada, com os agentes políticos que participaram também. Foi extremamente produtiva com debates sobre temas altamente positivo. Essa experiência da interiorização da Assembleia, em parceria com a Sociedade Rural do Paraná e o Governo do Estado é um modelo que pode ser replicado para outros lugares”.

Profile for robert bicudo

jornal Bairros & Cidades, edição 12, abril de 2019  

jornal Bairros & Cidades, edição 12, abril de 2019  

Profile for robertob
Advertisement