Page 1

ROTEIRO

ESCAPADINHAS PELO MINHO

6 JANEIRO A 5 FEVEREIRO DE 2017

6 CONCELHOS 1 DESTINO AMARES

BRAGA

PÓVOA DE LANHOSO

TERRAS DE BOURO

VIEIRA DO MINHO

VILA VERDE


EDITORIAL

Com as “Escapadinhas pelo Minho” a Associação Comercial de Braga convida-o a conhecer melhor o Minho, lugar rico em paisagens naturais, gastronomia, cultura religiosa e muito mais. O Minho é terra, rio e mar. Região rica em tradições, onde o profano e o religioso convivem em perfeita harmonia. Ao longo deste roteiro vamos dar-lhe a conhecer as melhores sugestões para comer, dormir e visitar. Aventura, natureza, relaxamento ou lazer, seja qual for a sua necessidade, o Minho tem a resposta. Durante um mês, 28 unidades de alojamento de Amares, Braga, Póvoa de Lanhoso, Terras de Bouro, Vieira do Minho e Vila Verde colocam à sua disposição a oportunidade de usufruir de duas noites pelo preço de uma. Seja bem-vindo e volte sempre. Porque o Minho faz-lhe bem.


MINHO

Deixa-te de criquices! É mais velho do que a Sé de Braga. Cuidado com o saralhoto. Alapa-te nesse mocho. Estás como uma carroça! Estas e outras são frases do nosso vocabulário quotidiano ouvidas de Norte a Sul do país nas mais diversas gargantas. No entanto, diga-se o que se disser, ninguém pode negar a identidade destas frases: são minhotas! E o Minho é isto. Popular e alegre. Verde e azul. É lugar de muitos segredos e de trocas de beijos. É paragem obrigatória para comer e beber. É o local por excelência para dormir bem perto dos anjos. O Minho é isto. Escondido mas nada envergonhado. Disponível mas responsável. Tem praia e sol. Tem montanha e frio. Tem carne e peixe. Tem açúcar e mosto. Ao Minho, só vem quem ama. Quem sente a portugalidade. Quem gosta de sorrir. E o Minho cá está para os receber. Sempre. De braços abertos!


MAPA

TERRAS DE BOURO

VILA VERDE AMARES VIEIRA DO MINHO PÓVOA DE LANHOSO BRAGA


Amares

“Comigo me desavim/Sou posto em todo o perigo; Não posso viver comigo/Nem posso fugir de mim”. Cávado e Homem, dois nomes fortes que têm como missão zelar pelo concelho de Amares. Integrado numa zona montanhosa, tem um manancial de vales fluviais, muitos deles ainda inóspitos e praticamente desconhecidos. Santa Isabel (do Monte) e S. Pedro (Fins) tratam, a quase 900 metros de altitude, de olhar com carinho para os amarenses e providenciar que as suas termas, o seu artesanato, a sua gastronomia, as suas laranjas e as suas tradições continuam bem vivas e disponíveis para todos aqueles que, só por desconhecimento, ainda não perceberam o sem fim de coisas que Amares tem para oferecer. Amares, terra de Dom Gualdim Pais, ilustre Grão-Mestre da ordem dos Templários e fundados das cidades de Tomar e Pombal, do cantor e compositor António Variações (o tal do “É prá amanhã”, “Canção do Engate” ou da melhor homenagem a Amália Rodrigues “Voz-Amália-de-nós”). Aqui viveu e morreu Sá de Miranda de quem é o poema que começa este texto.


Braga Braga é uma cidade de enorme beleza e riqueza patrimonial, que alia a tradição à inovação, a memória à juventude, a criatividade ao convencional. Com mais de 2000 anos de uma história riquíssima, possui um dos Sacro-Montes mais antigos de toda a Europa e porta-estandarte da região Minhota, o Bom Jesus. É em Braga que se encontra a mais antiga Catedral de Portugal e a Casa-Mãe dos beneditinos, o Mosteiro de Tibães. Braga apresenta lugares que, pela sua intrínseca devoção e beleza, se impõem como marcos de obrigatória referência e visita. O Santuário do Sameiro, o Bom Jesus e a Falperra, assentando numa apelativa base religiosa, rodeiam-se de extasiantes espaços verdes e paradisíacas paisagens. O legado romano é outro dos fatores atrativos de Braga, frequentemente apelidada de 'Roma Portuguesa', fruto da sua origem na cidade romana de Bracara Augusta. Conhecida pelas suas distintas igrejas, esplêndidas casas do século XVIII, jardins, parques e espaços de lazer. A longa história de Braga é visível em todo o esplendor dos seus monumentos, museus e igrejas. Visitar Braga é fazer uma viagem no tempo dentro da modernidade. Cidade antiga e de religiosidade tradicional - sempre imponente na sua riqueza e majestade - vive de mãos dadas com o empreendedorismo e espírito jovem em áreas tão vitais como a cultura.


Póvoa de Lanhoso Mulheres de armas. Povo unido já mais será vencido. Dois lemas que hoje andam na boca do povo mas que aplicam-se que nem uma luva à Póvoa de Lanhoso. A terra do ouro, teve na “rainha” Maria da Fonte o seu ícone. O Castelo é um “tesouro” histórico e criatividade diária das suas gentes uma caixinha de surpresas. A rebelião começada por Maria da Fonte depois da proibição dos enterramentos em igrejas, confinando-os aos cemitérios, ainda, hoje, inspira um pouco por todo o concelho, a população a preservar, a divulgar, a acarinhar o que é seu. A defesa de valores tradicionais e seculares que estiveram por detrás da revolta espelha-se pelos quatro cantos do concelho. Para além do Castelo há mais dois monumentos nacionais que deve visitar: a igreja românica de Fontarcada construída no século XIII e que reflecte as austeras tradições beneditinas e a ponte medieval de Mem Gutierres, na freguesia de Esperança, edificada sobre o Rio Ave.


Terras de Bouro

Verde, verde e mais verde. Silêncio. Muito. Paz de alma e de espírito. Fauna e flora para todos os gostos e de todos os feitios. Monumentos romanos. Medievais. Modernos. Santuários (S. Bento da Porta Aberta). Albufeiras (e represas a merecerem ser descobertas). Água com todas as tonalidades de azul. Miradouros a perder de vista. Aldeia submersa e misteriosa (Vilarinho das Furnas). Nevoeiro mitológico. Animais senhores da paisagem. Vacas, lobos, javalis, porcos, ovelhas, pássaros e peixes. Trilhos traçados e por traçar. Cozido de feijão com couves. Pasteis de Santa Eufémia (é para manter segredo). Parque Nacional (até à Portela do Homem, faz favor). Miguel Torga. “Regresso às fragas de onde me roubaram/Ah! Minha serra, minha dura infância! Como os rijos carvalhos me acenaram,/mal eu surgi, cansado, na distância! Cantava cada fonte à sua porta:/o poeta voltou! Atrás ia ficando a terra morta/Dos versos que o desterro esfarelou. Depois o céu abriu-se num sorriso,/e eu deitei-me no colo dos penedos A contar aventuras e segredos/Aos deuses do meu velho paraíso.”.


Vieira do Minho

A antiguidade da ocupação humana das terras que hoje integram o concelho de Vieira do Minho pode ser atestada pelos inúmeros testemunhos arqueológicos que podem ser vistos no concelho, com particular destaque para a área da Serra da Cabreira, território ocupado desde a pré-história e as localidades de Salamonde e Ruivães, onde a presença militar de diferentes povos, com destaque para os romanos, atestam o valor estratégico desta área no controle das principais vias de penetração na província. As mamoas, menires, gravuras rupestres, fojos medievais, necrópoles neolíticas, povoações romanas, castros, além de vários utensílios de barro, ferro e outros metais, são exemplos do filão arqueológico da região. Pela extrema importância na estratégia militar, a região sofreu os efeitos da penetração dos diversos povos que invadiram a península, desde os Suevos aos Romanos e ,bem mais recentemente, aos exércitos Napoleónicos. Este seu pendor para o envolvimento na guerra determinou, igualmente, que Vieira se envolvesse nas guerras liberais, presenciando Ruivães duros combates entre liberais e absolutistas.


Vila Verde Relativamente moderno, pouco mais de 150 anos de história, o concelho de Vila Verde não deixa de ser um dos maiores do Minho. Fundado com a extinção de outros concelhos, cujas origens remontam a nebulosos tempos da Pré-História e da Idade Média. A primeira noticia sobre Vila Verde remonta ao século X, num dos raríssimos casos em que o topónimo surge antes da nacionalidade. Importante nos traços que foram ficando nas terras e nas edificações tem mão da poderosa família da condessa Mumadona, que teve a posse de boa parte do atual território. Os lenços dos namorados são imagem de marca e bem marcada um pouco por todo o concelho. Há folclore e cantares ao desafio; concertinas e festas populares. Há caldos e pratos típicos. Há vestígios romanos (Castro de S. Lourenço) e zonas pedonais. Há praias fluviais e parques de merendas. Há música eletrónica e bares pósmodernos.


ONDE

FICAR


BALTAZAR HOTEL

TERRAS DE BOURO

Datado do século XIX, o Baltazar Hotel beneficia de uma localização central, em plena Vila do Gerês, concelho de Terras de Bouro. Os quartos exibem uma decoração simples, mas com todos os confortos e o restaurante prima pela cozinha regional, sempre acompanhada pelos melhores vinhos do país.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para duas pessoas com pequeno-almoço COMODIDADES Estacionamento Gratuito; Wi-fi Gratuito; Serviço de Restaurante e Bar

55€ 2 PAX.


CASA

CASAL DO CARVALHAL

AMARES

Um alojamento rústico, situado no concelho de Amares, que cativa os seus hóspedes pelo trato familiar e pela tranquilidade e conforto que oferece. Todas as manhãs, é servido um pequeno-almoço continental com marmelada caseira e produtos biológicos frescos, cultivados no jardim da casa. Os hóspedes podem usufruir de comodidades como a piscina exterior, espreguiçadeiras, terraço, desfrutar de uma partida de bilhar ou, ainda, explorar a pequena quinta pedagógica cuidada pelos donos.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para duas pessoas com pequeno-almoço COMODIDADES Acesso Wi-fi Gratuito ; Estacionamento Gratuito; Bicicletas Gratuitas; Sala de Jogos; Sala de Fitness; Piscina Exterior

70€ 2 PAX.


CASA DA

MINDINHA

VIEIRA DO MINHO

A Casa da Mindinha localiza-se na freguesia do Mosteiro, Vieira do Minho, inserindo-se numa região rural, de elevado potencial turístico, como o comprova, a título de exemplo, a Albufeira do Ermal, a cerca de 4 km. Aqui, o hóspede pode deliciar-se com os pratos típicos da região, no restaurante da casa.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para duas pessoas com pequeno-almoço COMODIDADES Wi-fi Gratuito; Estacionamento Gratuito; Serviço de Bar na Receção; Jardim

40€ 2 PAX.


CASA DE

ALFENA

PÓVOA DE LANHOSO

Localizado na vila de Travassos, concelho da Póvoa de Lanhoso, a Casa De Alfena é uma casa solarenga do século XVIII que agrega um conjunto de edifícios rurais e antigas oficinas de ourivesaria, adaptados a uma unidade de Turismo de Habitação e a um Museu, rodeados por um jardim exuberante, com piscina. Os hóspedes podem explorar a grande variedade de flora e fauna virgens, ao redor da propriedade.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para duas pessoas com pequeno-almoço COMODIDADES Estacionamento Gratuito; Sala de Jogos ; Wi-fi Gratuito; Kitchenette

80€ 2 PAX.


CASA DE

CIMA DE VILA

VIEIRA DO MINHO

A 2km do centro da vila de Vieira do Minho, esta é uma casa de turismo pensada para quem gosta de passar uns dias na montanha, rodeado do melhor que a natureza tem para oferecer. O terraço verdejante convida a passar agradáveis momentos a observar a vista deslumbrante, em redor. Fica a caminho de pontos de interesse como a Barragem do Ermal, a Barragem da Caniçada e as Pontes de Rio Caldo.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para quatro pessoas com pequeno-almoço e jantar COMODIDADES Wi-fi Gratuito, Serviço de restaurante e bar, Estacionamento Gratuito; Kitchenette; Piscina Exterior; Jardim

175€ 4 PAX.


CASA DE

REQUEIXO

PÓVOA DE LANHOSO

A Casa de Requeixo, no concelho da Póvoa de Lanhoso, é um exemplo de uma Casa da nobreza rural do século XVI. Aqui os clientes têm a oportunidade de se integrarem na vida de campo daquele que é um espaço certificado pela SATIVA como Produtor Biológico, participando nas atividades da casa, nomeadamente, nos trabalhos da horta, na colheita dos produtos e no contacto com os diversos animais.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para duas pessoas com pequeno-almoço. Possibilidade de cama extra, por 15€ COMODIDADES Wi-fi Gratuito; Estacionamento Gratuito; Piscina Exterior; Passeios a cavalo para grupos até 6 pessoas - 15€/hora

60€ 2 PAX.


CASA DE

S.PAIO

VIEIRA DO MINHO

A Casa de São Paio, situada na Serra da Cabreira, é de construção antiga e insere-se numa quinta agrícola rodeada de vinhas, pomares e pequenos regatos. O espaço partilhado dispõe de uma piscina, lagar de vinho, salão de festas e ainda um salão de convívio com biblioteca. Em redor, os hóspedes podem visitar a Barragem de Guilhofrei e o Parque Nacional da Peneda Gerês, a apenas 8 quilómetros.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento por: Suite: 50€ - 2 pax | T2: 80€ - 4 pax | T3: 120€ - 6 pax | Casa: 350€ - 18 pax COMODIDADES Lagar de Vinho; Piscina Exterior; Churrasqueira; Jardim; Sala de Jogos

50€ 2 PAX.


CASA DO

HOSPITAL

VIEIRA DO MINHO

De construção antiga, esta casa de Vieira do Minho foi, recentemente, modernizada para proporcionar aos amantes de montanha umas férias no impetuoso Parque Nacional Peneda-Gerês. Para além do conforto do seu interior, é rodeada de belos jardins com piscina e uma mesa em pedra na qual pode ficar a observar a imensidão verdejante em redor.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para 10 pessoas COMODIDADES Lareira; Estacionamento Gratuito; Kitchenette; Sala de Jogos

150€ 10 PAX.


HORIZONTE DO GERÊS

TERRAS DE BOURO

A unidade de alojamento Horizonte do Gerês é o local ideal para passar uns dias longe da rotina diária, podendo apreciar a calma, tranquilidade e a beleza natural que o Gerês ostenta.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para 2 pessoas com pequeno-almoço COMODIDADES Estacionamento Gratuito; Wi-fi Gratuito; Restaurante; Piscina Exterior

40€ 2 PAX.


HOTEL

BRACARA AUGUSTA

BRAGA

O Hotel Bracara Augusta apresenta-se como uma versão renovada de um edifício do século XIV, dispondo de um jardim de chá e de um restaurante que serve uma variedade de cozinha internacional e portuguesa. Localizado em pleno Centro Histórico da Cidade de Braga, numa vasta área pedonal, tem, ao seu redor, pontos de visita obrigatória como a Sé Catedral ou a Arcada.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para duas pessoas com pequeno-almoço, em Hotel 4 estrelas COMODIDADES Serviço de Restaurante e Bar; Estacionamento Gratuito; Wi-fi Gratuito

89€ 2 PAX.


HOTEL DO

ELEVADOR

BRAGA

O Hotel do Elevador partilha a localização, no cimo da colina, com o popular Santuário do Bom Jesus do Monte. Possui um restaurante panorâmico com vistas sobre um jardim francês e oferece uma perspetiva ímpar sobre a cidade de Braga. O restaurante do Hotel Elevador sugere um menu variado de pratos regionais e internacionais, juntamente com uma seleção de vinhos portugueses. As janelas panorâmicas oferecem vistas soberbas sobre o vale da cidade de Braga.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para 2 pessoas com pequeno-almoço, em Hotel 4 estrelas COMODIDADES Serviço de Restaurante e Bar; Estacionamento Gratuito; Wi-fi Gratuito; Piscina Interior; Spa e Centro de bem-estar; Sala de Jogos

86€ 2 PAX.


HOTEL DO

PARQUE

BRAGA

Situado num edifício do século IXX, no exuberante Parque Natural do Bom Jesus e entre jardins românticos, o Hotel do Parque distingue-se por uma oferta diversificada e de qualidade reconhecida por caraterísticas como o seu bar com piano ou o spa. Os hóspedes beneficiam, ainda, de acesso gratuito à área de bem-estar do Hotel do Templo, a 60 metros de distância, que inclui uma piscina interior, um banho turco, uma banheira de hidromassagem e um ginásio.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para 2 pessoas com pequeno-almoço, em Hotel 4 estrelas COMODIDADES Serviço de Restaurante e Bar; Estacionamento Gratuito; Wi-fi Gratuito; Piscina Interior; Spa e Centro de Bem-estar; Sala de Jogos

86€ 2 PAX.


HOTEL DO

TEMPLO

BRAGA

Situado em pleno Bom Jesus do Monte, o Hotel do Templo disponibiliza quartos elegantemente decorados e um amplo jardim paisagístico. Apresenta um terraço para banhos de sol, uma piscina interior aquecida, um banho turco e uma banheira de hidromassagem.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para 2 pessoas com pequeno-almoço, em Hotel 4 estrelas COMODIDADES Serviço de Restaurante e Bar; Estacionamento Gratuito; Wi-fi Gratuito; Piscina Interior; Spa e Centro de Bem-estar; Sala de Jogos

86€ 2 PAX.


HOTEL DOS

TERCEIROS

BRAGA

Inserido no maior centro comercial a céu aberto, em pleno Centro Histórico de Braga, o Hotel dos Terceiros é caraterizado pelo seu interior soalheiro, com cores vivas e grandes janelas. A sua localização privilegiada coloca os hóspedes a escassos metros da principal avenida da cidade, dos vários museus e monumentos e da principal zona de animação noturna.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para duas pessoas, em Hotel 2 estrelas COMODIDADES Estacionamento Gratuito; Wi-fi Gratuito

36€ 2 PAX.


HOTEL RURAL

MARIA DA FONTE

PÓVOA DE LANHOSO

Tendo como base a estrutura de uma fazenda típica do Minho, em Calvos, na Póvoa de Lanhoso, este encantador hotel inclui, nas suas instalações, um centro hípico, um campo polidesportivo, sala de jogos e campo de ténis. Para um relaxamento total, os hóspedes podem usufruir das instalações de bem-estar do hotel, que incluem uma piscina interior, ginásio, sauna e banho turco ou, ainda, fazer um passeio de carruagem. O restaurante serve pratos da cozinha local e internacional, preparados com produtos biológicos.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para 2 pessoas, em Hotel 3 estrelas COMODIDADES Serviço de Restaurante e Bar; Estacionamento Gratuito; Wi-fi Gratuito, Piscina Exterior e Interior, Centro Hípico, Ginásio, Sala de Jogos, Banho Turco, Campo de Ténis

70€ 2 PAX.


JUSTGO HOSTEL BRAGA

BRAGA

Situado no centro de Braga, a apenas 550 metros da icónica Sé de Braga, o JustGo Hostel Braga foi recentemente remodelado apresentando um design moderno e elegante. O hostel dispõe de quartos twin e de dormitórios, alguns dos quais com vista sobre a cidade. O pequeno-almoço é servido todas as manhãs na área de refeições confortável do JustGo, havendo, ainda, à disposição dos hóspedes uma cozinha comum onde podem preparar as suas próprias refeições.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para 2 pessoas em quarto duplo ou quarto familiar com possibilidade de 2 camas individuais por 10€ cada. COMODIDADES Cozinha Partilhada; Estacionamento Gratuito; Wi-fi Gratuito

36€ 2 PAX.


LINDO VERDE

VIEIRA DO MINHO

A localização privilegiada, em pleno Parque Nacional Peneda-Gerês, faz do Lindo Verde um local de preferência pela vista fantástica que proporciona sobre a Albufeira do Gerês. Rodeado de vegetação, o alojamento permite a fuga ao stress e à rotina do dia a dia, transmitindo uma sensação de evasão e refúgio, em plena natureza.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para duas pessoas COMODIDADES Serviço de Restaurante e Bar; Estacionamento Gratuito; Wi-fi Gratuito; Piscina Exterior

40€ 2 PAX.


LINDO VERDE

Q U I NTA DOG RI LO

VIEIRA DO MINHO

A localização privilegiada, em pleno Parque Nacional Peneda-Gerês faz do Lindo Verde um local de preferência pela vista fantástica que proporciona sobre a Albufeira do Gerês. Rodeado de vegetação, o alojamento permite a fuga ao stress e à rotina do dia a dia, transmitindo uma sensação de evasão e refúgio, em plena natureza.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para sete pessoas COMODIDADES Kitchenette; Estacionamento Gratuito; Wi-fi Gratuito

200€ 7 PAX.


OLIVAL DO OUTEIRO

TERRAS DE BOURO

Estrategicamente situado na freguesia de Rio Caldo, no coração do Parque Nacional da Peneda-Gerês, a casa de campo Olival do Outeiro é o local perfeito para desfrutar de um fim-de-semana romântico, umas férias em família ou um convívio entre amigos. Proporciona aos seus hóspedes, em todos os apartamentos, extraordinárias vistas sobre o rio Cávado e as Serras da Cabreira e do Gerês.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I T0 – 60€| 2pax; T1 – 67,50€| 2pax; T1 Rés-do-Chão – 72,50€ | 2pax; T1 Casa Olival Vila do Conde – 80€ | 2pax COMODIDADES Serviço de Restaurante e Bar; Estacionamento Gratuito; Wi-fi Gratuito

60€ 2 PAX.


PARQUE AVENTURA

DIVERLANHOSO

PÓVOA DE LANHOSO

Este é o local ideal para passar um fim-de-semana ou uns dias de tranquilidade, numa envolvência natural, calma e de aventura. Renove-se ao ritmo da envolvência da Natureza, no concelho da Póvoa de Lanhoso.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para 4 pessoas com pequeno-almoço e 1 jantar COMODIDADES Serviço de restaurante e bar; Estacionamento Gratuito; Kitchenette; Parque Infantil; Piscina Exterior; Atividades de Aventura

160€ 4 PAX.


PARQUE DA

CERDEIRA

TERRAS DE BOURO

Parque de Campismo, classificado como Turismo de Natureza e galardoado com a Chave Verde, com 12 unidades de alojamento complementar e uma unidade de alojamento coletivo, restaurante e realização de atividades de lazer (Trekking, Canoagem, Parque Aventura, Peddy Paper, Orientação, Passeio a Cavalo, Paintball, entre outras).

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para 2 pessoas com pequeno-almoço e jantar em Bungalow T1-L COMODIDADES Serviço de Restaurante e Bar; Estacionamento Gratuito; Kitchenette; Wi-fi Gratuito; Piscina Exterior; Sala de Convívio; Atividades de Lazer

92€

50

2 PAX.


PENSÃO

RIO HOMEM

TERRAS DE BOURO

Localizado na vila de Terras de Bouro, o alojamento Rio Homem disponibiliza um conjunto de quartos com uma decoração tradicional, com mobiliário em madeira e pisos em parquet. Os hóspedes podem começar o dia com um bu et de pequeno-almoço, servido no restaurante da propriedade e, ainda, relaxar com uma bebida refrescante no bar.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para duas pessoas com pequeno-almoço e 1 jantar s/bebidas COMODIDADES Serviço de Restaurante e Bar; Estacionamento Gratuito; Wi-fi Gratuito

60€ 2 PAX.


QUINTA DA

MOUTA

VIEIRA DO MINHO

Localizada a 3 Km do centro de Vieira do Minho, a Quinta da Mouta apresenta acomodações modernas que se misturam com a paisagem natural do Parque Natural Peneda-Gerês. Aqui, os hóspedes podem desfrutar de um pequeno-almoço, que inclui pão regional, sumos naturais, frutas diversas e bolo caseiro. A Quinta da Mouta possui uma piscina exterior, rodeada por um jardim verdejante, com vistas panorâmicas para as montanhas.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento com pequeno-almoço em Quarto Twin, Duplo ou c/ vista para a montanha: 85€|2pax Alojamento com pequeno-almoço em Quarto Duplo c/ Banheira: 99€| 2pax COMODIDADES Serviço de restaurante e bar; Estacionamento Gratuito; Wi-fi Gratuito; Piscina Exterior

85€ 2 PAX.


QUINTA DO

PONTIDO

VIEIRA DO MINHO

A Quinta do Pontido é a casa de férias, de Vieira do Minho, escolhida pelos adeptos de mergulho e caminhadas. O terraço e o jardim, rodeados pela montanha, proporcionam paz e tranquilidade desejada.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para sei pessoas com pequeno-almoço

COMODIDADES Estacionamento Gratuito; Wi-fi Gratuito

140€ 6 PAX.


QUINTA

LEIRAS DE MONDIM

VILA VERDE

A Quinta Leiras de Mondim situa-se no Pico, concelho de Vila Verde, numa envolvência rural magnífica, a Norte de Portugal, com uma vista paisagística deslumbrante.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento tipo T2 + 1 para seis pessoas

100€ 6 PAX.

COMODIDADES Kitchenette; Estacionamento Gratuito; Wi-fi Gratuito; Piscina Exterior; Parque Infantil; Jacuzzi


TORRE DE GOMARIZ WINE & SPA HOTEL

VILA VERDE

No Hotel Torre de Gomariz Wine & Spa, localizado em Cervães, concelho de Vila Verde, os hóspedes têm acesso a um serviço de topo e a condições privilegiadas como o SPA, piscina interior, jacuzzi, sauna e banho turco. No restaurante do hotel, podem saborear o melhor da cozinha regional, e, ainda, degustar uma chávena de café na sua varanda ou no pátio. Está disponível um serviço de aluguer de automóveis e a área é popular para caminhadas.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para duas pessoas com pequeno-almoço em Hotel 5 estrelas Quarto Vitis - 175€ (dias úteis)-2pax / 220€ (fins de semana)-2pax Quarto Caméllia - 235€ (dias úteis) - 2 pax / 270€ (fins de semana) - 2 pax COMODIDADES Serviço de Restaurante e Bar; Estacionamento Gratuito; Wi-fi Gratuito; Sala de TV ; Sala de estar/ lareira ; Tower Bar; Wine Bar; Chá das 5 entre; Vinho de boas vindas no check-in; Utilização gratuita do SPA, piscina interior e exterior, jacuzzi, sauna e banho turco

175€ 2 PAX.


URBAN HOTEL ESTAÇÃO

BRAGA

A localização em frente à Estação Ferroviária de Braga faz do Urban Hotel Estação o alojamento de preferência para os visitantes e turistas que chegam à cidade de comboio. Já em pleno Centro Histórico de Braga, é de fácil acesso aos principais monumentos e ruas comerciais.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para 2 pessoas com pequeno-almoço, em Hotel 3 estrelas COMODIDADES Estacionamento Gratuito; Wi-fi Gratuito; Serviço de Bar

49€

90

2 PAX.


VA RA NDA SDO H OM EM

AMARES

O Varandas do Homem é um apartamento, recentemente, remodelado, composto por 3 suites com uma ampla varanda e vista para a beleza natural do Minho. Os hóspedes têm ao seu dispor um restaurante com o melhor da gastronomia tradicional.

2 NOITES PELO PREÇO DE 1 I N C LU I Alojamento para duas pessoas COMODIDADES Serviço de Restaurante e Bar; Estacionamento Gratuito; Wi-fi Gratuito

45€ 2 PAX.


O QUE

VISITAR


À

Descoberta DE AMARES A BRAGA

Braga é, cada vez mais, uma cidade para se estar tranquilo e relaxado. Sim, mesmo no meio do trânsito, da azáfama de quem todos os dias tem que atravessar a cidade é possível descobrir cantos e recantos que a luz do dia, nas suas diferentes fases, mostra com um rosto diferente. Mas já lá vamos. Antes, comece por dar um salto a Amares, concelho conhecido pela sua laranja e pelas termas. Com vários miradouros espalhados por diferentes locais pode-se vislumbrar cenários únicos. Dois destaques arquitetónicos saltam logo à vista. O Santuário de Nossa Senhora da Abadia, um antigo convento do primeiro quartel do século XII tem oito capelas representativas da vida de Cristo e da Virgem como surpresa inicial. Se pedir consegue que lhe mostrem o Museu de Arte Sacra existente num dos espaços anexos ao santuário. Já que está por estas bandas, veja e desfrute das intervenções feitas no Convento de Bouro e que têm merecido rasgados elogios internacionais. O segundo destaque é o Mosteiro beneditino de Rendufe onde um dos mais notáveis conjuntos de talha dourada merece visita demorada. Aprecie o jardim barroco, situado no meio do claustro e dê asas à imaginação. Caldelas é a vila termal por excelência. Recentemente, alvo de uma intervenção, as Termas transformaram a freguesia num local mais aprazível com largos passeios e mais espaços verdes. Constituída pelas bicas de água, balneário e centro de medicina física e de reabilitação, a estância termal tem também um spa para que o relaxamento seja completo.

O românico é indissociável da cidade de Braga. E se até a Sé de Braga entra nos ditados populares, a porta aberta é o inicio ou o fim de um passeio a pé cujo objetivo é “perder-se”. O centro tem mais zona pedonal, está com mais vida e por isso, aproveite para conhecer alguns dos mais famosos exemplos do românico. Ah, e os jardins de Santa Bárbara são imperdíveis. Bom Jesus, Sameiro, Falperra são um triângulo turístico que, pela sua intrínseca beleza, se impõem como marcos cruciais de visita. Com Braga aos pés e miradouros em todos os lados a expressão Braga por um canudo é facilmente percebida. O elevador do Bom Jesus é transporte nada desprezível e um regresso a tempos que teimam a desaparecer. O Mosteiro de Tibães não precisa de muitas palavras. É soberbo. Ponto final. E os seus jardins óptimos para piqueniques, para declarações de amor e para passeios de mão dada. O problema é só um: vir embora vai ser uma tarefa árdua porque ali querer ficar para sempre. O moderno começa a ser também uma traça característica da cidade. O estádio municipal é já um exlíbris da contemporaneidade. A Casa dos Coimbras vale uma visita, bem como as várias ruínas romanas espalhadas pela cidade a começar na “central” Fonte do Ídolo, passando as ruínas romanas nas Frigideiras do Cantinho e acabando nas Termas Romanas da Cividade. E ande a pé, faz bem ao coração…


Ponte do Porto - Amares

Jardim Stª Bárbara - Braga

Santuário do Bom Jesus do Monte - Braga

Mosteiro de Tibães - Braga


À

Descoberta DA PÓVOA DE LANHOSO A GUIMARÃES

Póvoa de Lanhoso. Terra da filigrana. Mas já lá vamos. Antes embeba-se de história no Castelo de Lanhoso, importante marco na definição do reino de Portugal. Depois procure bem no centro as escadas à Senhora do Pilar. A vista é deslumbrante. Embora se desconheça a origem da filigrana em Portugal, existem indícios de que poderá ter sido por estas bandas que, pela primeira vez, se desenvolveu esta arte. A freguesia de Travassos é por isso, um local de paragem. Para além do Museu do Ouro, criado em 2001, há várias oficinas em atividade. Se quiser dar um ar radical ao seu fim-de-semana, o parque de aventura “DiverLanhoso” é uma opção. Tem um conjunto de atividades lúdicas e desportivas, como tiro ao alvo, paintball, caminhadas, pontes flutuantes, slide, rappel, passeios todo-o-terreno e modalidades aquáticas, entre outras. O espírito guerreiro das Terras de Maria da Fonte está também impresso por vários locais. Ah! É na Póvoa de Lanhoso que se come o melhor bacalhau do Mundo. O restaurante chama-se “Alexandre” e antes do repasto dê um pequeno passeio na aldeia onde está inserido: S. João de Rei. Fafe é a próxima paragem e vá com calma pela estrada nacional. Aqui a traça das construções é dominada pela “arquitetura dos brasileiros”. O Museu Regional do Automóvel lembra os muitos milhares de adeptos que todos os anos procuram o concelho para ver provas de rally. O centro de Fafe é polvilhado de jardins e de esplanadas. Os muitos edifícios “apalaçados” dão um ar retro-chique ao local.

Berço da nacionalidade e Património Mundial da Humanidade, desde 2001, a cidade de Guimarães é uma referência obrigatória para todos os visitantes. A recuperação do centro histórico (uma autêntica viagem no tempo) tem merecido vários prémios internacionais. A colina sagrada, onde se situa o castelo, a igreja românica de S. Miguel onde D. Afonso Henriques terá sido baptizado, o Paço dos Duques, a Praça de Santiago ou o Largo da Oliveira são sítios para serem digeridos, vagarosamente. Um passeio pelo teleférico apresenta a cidade com toda a sua candura e beleza. Vá quando for, terá com certeza, cultura para ver até à exaustão. Guimarães é também o local ideal para comer e para dormir. A vitela assada, o bucho de porco recheado e as inesquecíveis tortas de Guimarães são pratos presentes em todos os restaurantes da cidade. E para não esquecer as terras vimaranenses tem a olaria (cantarinha dos namorados), ferro forjado e os bordados de Guimarães.


Igreja de Nossa Srª do Pilar - Póvoa de Lanhoso

Diverlanhoso - Póvoa de Lanhoso

Largo da Oliveira - Guimarães

Castelo - Guimarães


À

Descoberta DE TERRAS DE BOURO A PONTE DE LIMA

Proposta para um fim-de-semana prolongado. Por isso, depósito cheio e stress para trás das costas. Passe a cidade de Braga a velocidade de cruzeiro em direção a Terras de Bouro. Pode entrar no Parque Nacional Peneda-Gerês pelo centro do concelho ou pela freguesia do Gerês. Esqueça mesmo tudo e embarque numa viagem pelo relaxamento. Não se esqueça é da máquina fotográfica. O concelho de Terras de Bouro, só por si só, dá para estar durante uma semana. No entanto, para uma visita mais curta dois locais tornam-se incontornáveis: Vilarinho das Furnas e Santa Isabel do Monte. A aldeia submersa, situada no sopé da Serra Amarela, desapareceu sob as águas do rio Homem, em 1971, aquando da construção da barragem. Agora, quando o rio desce, aparecem nas margens, as casas, as pedras, os caminhos. Para ver de várias perspetivas. Santa Isabel do Monte é um caso à parte. Parta à descoberta da aldeia, primeiro perguntando onde fica (isto se não conseguir perceber as placas que indicam como lá se chega) e depois “perdendo-se”. Santa Isabel tem um trilho pedestre (afinal, estamos no Gerês) que é dos mais bem guardados segredos do país. Tem moinhos recuperados, estórias com diabos e paisagens únicas. Falar em Terras de Bouro é falar da vila do Gerês. Local mais cosmopolita do concelho. Mesmo no Inverno, vale a pena parar na Marina de Rio Caldo. O santuário de S. Bento da Porta Aberta vale a visita. Se quiser comer alguma coisa, o cabrito é incontornável. Como é inconcebível não provar o cozido na aldeia de Covide.

Pergunte pelo Cantinho do Antigamente. Pelo monte, sem muito perigo, entra em Ponte da Barca, pelo Lindoso. A memória coletiva das suas gentes ainda está muito presente ao longo do concelho. Aqui tem que comer a lampreia e as rabanadas de mel. Até porque a sugestão seguinte requer alguma energia. A freguesia de Lindoso é a maior do concelho e mantém intactas as características de uma aldeia que se quer minhota. A barragem é imponente e merece uma atenção redobrada. Chegar a Arcos de Valdevez já não é um bicho-de-setecabeças e, seja de Espanha seja do Porto, o concelho está bem servido de vias rápidas. Por isso, as desculpas para não visitar um dos concelhos em pleno coração do Alto Minho onde as tradições ainda estão muito enraizadas começam a esvaziar-se. O concelho tem o poético Rio Lima e o “egoísta” Rio Vez como “limites” aquáticos e as serras do Soajo e da Peneda como guardiãs. Um dos mais interessantes percursos deve ser feito no centro da vila com vários solares, igrejas, a ponte medieval, agora só para peões, a dominar a paisagem que desagua nas margens do rio. O Santuário de Nossa Senhora da Peneda merece uma espreitadela sobretudo para aqueles que vêem na natureza relação com o divino. A capital do turismo rural e a vila mais antiga do país chama-se Ponte de Lima. A ideia é deixar-se perder, sabendo, no entanto, o que se quer. Primeiro demorese nos jardins temáticos do Arnado, depois passeie pelas Lagoas de Bertiandos (que passeio!). Arroz de sarrabulho é fundamental na ementa.


Parque Nacional da Peneda GerĂŞs - Terras de Bouro

Espigueiro - Lindoso

Ponte - Arcos de Valdevez

Jardim - Ponte de Lima


À

Descoberta DE CELORICO DE BASTO A VIEIRA DO MINHO

Chamam a Braga, a Roma portuguesa. Aproveite-se o facto e use-se o ditado popular: todos os caminhos vão dar ao Distrito de Braga. Primeira paragem: Celorico de Basto. Depois de percorrer toda a A4 em direção a Vila Real, entra num concelho onde a serra e o rio pintam um quadro fortemente marcado pelo verde. O carro fica bem a descansar, debaixo de uma árvore, bem no centro do concelho, depois dos muitos quilómetros de viagem. Ponha as pernas e os pés a mexer. Paragem obrigatória, a biblioteca local que tem Marcelo Rebelo de Sousa no nome. Para além da cultura livresca, tem acesso à cultura popular e à panorâmica geral de Celorico. Descidas as escadas, perca-se no parque lúdico das margens do Rio Freixieiro, com uma surpreendente praia fluvial, quedas de água para todos os gostos e feitios e moinhos recuperados. Aliás, vale a pena ir até à freguesia de Rego (esqueça lá o carro) para apreciar uma catrefada de engenhos de tempos passados. Uma serração de madeira movida a água, uma azenha e até um alambique foram habilmente recuperados continuando a força da água a moer, a serrar e a afiar lâminas. Depois do passeio, a esplanada logo à entrada do parque pode ser um espaço óptimo para relaxar. Se estiver com vontade de recordar o passeio, os bordados a fio de ouro em peças de linho ou veludo são uma possibilidade. Cabeceiras de Basto fica a pouco mais do que vinte quilómetros e pode ser uma sugestão para o almoço. Mas antes faça exercício no centro de educação ambiental de Vinha de Mouros que se apresenta como

um importante núcleo da fauna e flora local. Uma área que dispõe ainda de um parque infantil, um espaço para merendas, minigolfe, centro hípico, circuito de manutenção e um polidesportivo. Procure a adega “Nariz do Mundo” e prove a Chanfana de Cabra ou o Cozido. Guarde segredo só para si. Com a barriga cheia não se atreva a meter-se à estrada. Opte por uma visita ao Mosteiro de S. Miguel de Refojos, com data de 670 e aprecie a igreja, a sacristia e o teto da sala de audiências do tribunal. Chegue com calma a Vieira do Minho. Um concelho que prova que homens e máquinas podem viver em conjunto…e pacificamente. Três pontos de visita obrigatória. Barragem de Guilhofrei, obra de engenharia hidráulica da bacia hidrográfica do Ave. Depois, o Conjunto de Rossas composto por um lagar de azeite, serra hidráulica, moinho de pão e engenho de linho. Finalmente, o Lagar de Azeite de Vilarchão marcado por caraterísticas comunitárias, já que serviu para toda uma população. É em Vieira do Minho que está situada a famosa barragem do Ermal e é em Vieira do Minho que existem quatro aldeias turísticas verdadeiramente imperdíveis: Agra, Campos, Lamalonga e Louredo. Esqueça o tempo e mergulhe na vida boa. Coma na “Casa Pancada”, nunca um nome foi tão ajustado a um sítio…


Vista - Celorico de Basto

Mosteiro de S. Miguel - Cabeceiras de Basto

Mosteiro de S. Miguel - Cabeceiras de Basto

Vista - Vieira do Minho


À

Descoberta DE VILA VERDE A ESPOSENDE

Vila Verde é a terra dos Lenços dos Namorados. E vir ao Minho sem levar este produto artesanal é quase como ir a Fátima e não trazer um terço. A zona mais a Norte do concelho, com Aboim da Nóbrega como pólo aglutinador, é obrigatória. Até porque Mixões da Serra fica mesmo ali… Rumo a Barcelos, dê uma paragem na Vila de Prado, veja a ponte romana e o pitoresco centro. Barcelos é um dos muitos concelhos que integra a Rota dos Vinhos Verdes, produto único no Mundo. Branco ou tinto apresenta uma mistura de aroma e agulha, que o torna um néctar muito apetecido. Chegar a Barcelos é fácil, já tem auto-estrada mesmo à porta. E há muito para ver e conhecer no centro histórico, a começar pela igreja Matriz e pelo Paço dos Condes. Nesta bonita zona, sobranceira ao Rio Cávado, não deixe de entrar no edifício da câmara municipal, no contíguo Solar dos Pinheiros e no largo em frente veja a Casa do Alferes Barcelense. A rua Direita, toda ela pedonal, é um convite para uma pequena caminhada. O Largo da Porta Nova é ideal para comer qualquer coisa rápida e o mais difícil será escolher em que esplanada. Vá à Torre situada no largo para ver o bem composto centro de artesanato. O Jardim das Barrocas é mesmo ali: aproveite para encher os pulmões de ar puro. Mas antes disso convém que se deixe levar pelas talhas e retábulos do templo do Bom Jesus da Cruz, bem visível do Largo. Escusado será dizer que em Barcelos irá ter galos por todos os lados. O nosso conselho é que se quiser um, deixe o tradicional e opte por um mais arrojado ou

mesmo por uma peça da olaria de Barcelos. Há ainda artesanato de toda a espécie que merece especial atenção. E prove um dos diferentes pratos com o galo como protagonista. De Barcelos a Esposende são pouco mais de 15 minutos por uma estrada nacional a precisar de alternativa. Esposende é mar. E escrever isto é dizer que é muito mais do que praia. O parque natural do Litoral Norte é um dos segredos mais bem guardados do Minho. Com a possibilidade de andar um bom par de horas, assista ao vivo aos jogos e brincadeiras de diferentes peixes, integrados em habitats naturais e muitos deles com histórias surpreendentes. Há ainda mamíferos, répteis e anfíbios. Não tenha medo, delicie-se apenas. Um saltinho à Apúlia. A apanha do sargaço ainda é uma atividade muito visível e merecedora de uns negativos fotográficos. Aqui, há restaurantes pitorescos onde o peixe é o responsável por mais umas lágrimas de felicidade. Tanta gastronomia merece um passeio prolongado pela cidade de Esposende. E esqueça a praia e usufrua da água com um longo passeio pelas margens da foz do Cávado. Há, inclusive, uma ciclovia para os amantes das duas rodas. Se se preveniu e saiu com um fato de banho vestido, um mergulho nas ondas (sim, nas ondas não é engano), nas piscinas de Esposende é mais uma experiência para contar quando chegar a casa e para colocar no currículo das viagens.


Ponte de Prado - Vila Verde

Foz do Rio Cávado - Esposende

Moinho - Apúlia

Templo do Bom Jesus da Cruz - Barcelos


Roteiro Escapadinhas pelo Minho  

Com as “Escapadinhas pelo Minho” a Associação Comercial de Braga convida-o a conhecer melhor o Minho, lugar rico em paisagens naturais, gast...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you