Page 30

Homenagem a Jacó Guinsburg e Anatol Rosenfeld Dia 17/04 Palcos faz uma homenagem a dois dos maiores intelectuais do teatro brasileiro: Jacó Guinsburg e Anatol Rosenfeld. Cibele Forjaz, aluna de Jacó, e uma das mais importantes diretoras do país, preparou dois pequenos diálogos. Um, a partir de Leone de Sommi, autor, no século 16, da primeira peça em hebraico e teórico que antecipou várias das ideias sobre encenação que só se tornariam hegemônicas no final do século XIX. Ao traduzir e publicar pela primeira vez Sommi no Brasil, Guinsburg uniu as duas vertentes mais importantes de seu trabalho: a reflexão sobre o teatro e o judaísmo. O outro diálogo é tirado de aulas e textos de Guinsburg sobre Anatol Rosenfeld. Dois atores revivem no palco um pouco da inteligência fulgurante desses dois homens fundamentais para nossa cena.

30

Professor, editor, tradutor, Jacó Guinsburg (Bessarábia, 1921) formou várias gerações de artistas e intelectuais, na EAD e na ECA-USP. Nas diversas editoras onde trabalhou – e, principalmente, na sua Editora Perspectiva –, traduziu e publicou a bibliografia mais importante de artes cênicas e de judaísmo entre nós, inclusive a obra completa de seu amigo Anatol Rosenfeld. É autor, entre muitos outros livros, de Stanislavski e o Teatro de Arte de Moscou, Aventuras de uma Língua Errante - Ensaio de Literatura e Teatro Ídiche, Leone De Sommi: Um Judeu no Teatro da Renascença Italiana, Guia Histórico da Literatura Hebraica, Dicionário do Teatro Brasileiro. Anatol Rosenfeld (Alemanha 1912 - São Paulo SP 1973), foi um dos mais importantes filósofos,

Palcos  

Programa para mostra de arte cênicas

Advertisement