Page 21

Invenções Dia 18/04 Isabel Teixeira, uma das melhores atrizes de sua geração, transita com a mesma competência pelo drama e pela performance. Dos clássicos à improvisação, seu trabalho, sempre com forte marca pessoal, une duas tradições – o teatro moderno fundado entre nós com o TBC (Teatro Brasileiro de Comédia) e a mais contemporânea manifestação de uma arte inclassificável. O mote é o livro The Story of My Typewriter, de Paul Auster, com ilustrações de Sam Messer. O fio condutor é a história da velha máquina de escrever de Auster, uma Olympia portátil, com a qual ele resiste, solitariamente, aos novos teclados virtuais e às formas digitais de armazenamento, debruçando-se sobre ela para criar histórias.A trama ao redor do livro de Auster, porém, abre espaço para a inserção de histórias pessoais. Entre essas histórias, Isabel Teixeira conta o episódio de sua conversão ao judaísmo, em 2003.

Ficha Técnica Concepção Geral/ Isabel Teixeira e Roberto Setton Atuação/ Isabel Teixeira Imagens e iluminação/ Roberto Setton Sonoplastia/ Aline Meyer Data/ 18/04 Horário/ 20h Idade/ Livre Local/ 2º andar Capacidade/ 25 pessoas Duração/ 50 minutos

Isabel Teixeira, atriz formada pela EAD, participou de Rainhas – Duas Rainhas em Busca de um Coração, recriação livre de Mary Stuart, de Schiller, de Toda Nudez Será Castigada, de Nelson Rodrigues, de Um Bonde Chamado Desejo, de Tenessee Williams, dirigida por Cibele Forjaz, de Agatha, de Margherite Duras, sob a direção de Roberto Lage, e de Gaivota e Ensaio Hamlet com Enrique Diaz. Fotojornalista desde 1990, Roberto Setton realiza paralelamente trabalhos autorais como Mãos (Centro Cultural São Paulo, 1998) e Domingo (Pinacoteca do Estado de São Paulo, 2005).

21

Palcos  

Programa para mostra de arte cênicas

Advertisement