Issuu on Google+

Rm REVISMARKET Revismarket

O mercado Electro em revista

e d a r u t Lei e-semana fim-d 5

Conheça as 12 tendências cruciais para 2012 A Trendwatching publicou as 12 tendências de consumo cruciais para 2012. Segundo o estudo, tal como em anos anteriores, algumas marcas olharão para o abismo enquanto outras vão obter resultados interessantes, pois os mais criativos atenderão às necessidades cambiantes dos consumidores.

Flawsome

P

ara os consumidores, em 2012, as marcas que se comportarem de maneira mais humana, inclusive mostrando suas falhas, serão fantásticas. O sucesso nos negócios, no final das contas, tem mais a ver com estar alinhado com a cultura dos consumidores do que simplesmente com o conhecimento de “novas” técnicas e tecnologias.

A

o passo que em 2011 os consumidores rejeitaram a maneira como muitas empresas se aproveitaram deles, notícias de empresas que fizeram coisas boas servem para lembrá-los que personalidade e lucro podem ser compatíveis. Aliás, em 2012, os consumidores não vão

12 Tendências 1. Red Carpet 2. DIY Health 3. Dealer-Chic 4. Eco-Cycology 5. Cash-Less

6. Bottom of the Urban Pyramid 7. Idle Sourcing 8. Flawsome

9. Screen Culture 10. Recommerce 11. Emerging Maturialism 12. Point & Know

esperar que as marcas não apresentem falhas; vão até receber bem as marcas que são “flawsome”, quer dizer, que apresentam algumas falhas e que são, de maneira geral, humanas. Marcas que são honestas a respeito de suas falhas, que demonstram empatia, generosidade, humildade, flexibilidade, maturidade, humor e algum carácter e qualidades humanas.

E

m Julho de 2011, a Domino’s, rede de fastfood dos Estados Unidos, lançou uma campanha promocional de um mês em Nova Iorque. Num enorme outdoor em Times Square, a marca transmitiu ao vivo opiniões de consumidores (boas e ruins) enviadas pelo Twitter para o painel digital.


Rm Revismarket

REVISMARKET O mercado Electro em revista

Screen Culture

E

m 2012, a “vida” vai acontecer por meio de ecrãs. Mais do que uma tendência, Screen Culture é o meio como muitas destas tendências se vão manifestar. 2012 verá a convergência de mega correntes tecnológicas. Os ecrãs serão ainda mais omnipresentes, móveis, sempre ligados, interactivos e intuitivos. Para a maior parte dos aparelhos, o futuro será um mundo em que os consumidores se vão importar menos com estes e mais com o conteúdo que pode ser acedido por meio do ecrã.

S

eja por meio da convergência do online e do offline, os consumidores irão descobrir novos produtos ou decidir a respeito destes com a ajuda de amigos, fãs e seguidores. Toda a cultura de consumo será influenciada e se dará na dominante Screen Culture. Alguns exemplos: • A rede de supermercados Sainsbury, no Reino Unido, em parceria com a fornecedora de televisão Sky, permite aos clientes assistirem aos principais eventos desportivos enquanto fazem compras usando docas para iPad e colunas acopladas ao carrinho.

de Leiturae-semana fim-d 5a

• Em Outubro de 2010, a marca de telecomunicações 8ta, da África do Sul, instalou nas suas lojas vitrines que podiam ser activadas pelo toque, permitindo aos consumidores examinarem o catálogo da loja. Usando tecnologia da One Digital Media (também da África do Sul), as vitrines da loja permitem ouvir informações sobre os produtos, assim como vê-los na loja. No espaço de vendas, outros ecrãs sensíveis ao toque utilizados em mesas de exposição de produtos e embutidos em paredes apresentam os produtos da 8ta. • Em Setembro de 2011, a Hao Di Lao e a Huawei anunciaram uma parceria para instalar ecrãs nos restaurantes da Hao Di Lao em Xangai e em Pequim. Os clientes podem sentar-se e partilhar a sua refeição com familiares e amigos localizados noutros lugares através destes ecrãs. Os clientes da Hao Di Lao já podem usar iPads disponibilizados nas mesas para pedir comida.


Leitura fim de semana 5