Page 1

                                                   


Riva Moutinho                    

O Caos da Desordem do Silêncio                      


2 2009

E-B Book Capaa: outinho  Riva Mo   Escrrito por Riva Moutin nho em: ovembro // 2006 e dezembro / 2008  BH – no   Reviisado em::  BH – deezembro ee janeiro // 2008 porr Myrian ee Riva Mou utinho    m:  Publicado em Janeiro /2009      Naa internet acessse: www.acaaoreacao.blogspot.com e w www.infinitodeemim.blogspo ot.com 

Este E‐Book esttá licenciado o sob uma LLicença Creaative Comm mons. 

Você ê pode:  •

copiar, distribuir, exibir e eexecutar aa obra 

Sob as seguin ntes condiições:  •

Atribuição: Vocêê deve darr crédito ao autor orriginal, daa forma  especifficada pelo o autor ou u licencian nte. 

Vedadaa a Criação o de Obraas Derivad das: Você não pode alterar,  transformar ou ccriar outraa obra com m base nessta. 

Para caada novo u uso ou disttribuição, você deve deixar cclaro para  outros os termoss da licençça desta obra. 

Qualqu uer uma deestas cond dições pod dem ser reenunciadaas, desde q que  você ob btenha peermissão d do autor.


AGRADECIMENTOS Agradeço a Deus por cada palavra que escrevo servir para mim antes de servir a qualquer um.

Agradeço a Deus por me amar diante de tantas imperfeições.

Agradeço a Deus pela família que Ele me presenteou.

Agradeço por todo o mal que Ele permite que caia sobre mim, pois dele também tenho me feito gente.

Agradeço a tudo diante do tão pouco que sou.


NOTA DO AUTOR

Uma das perguntas que se poderia fazer com relação a este e-book seria: por que lançar algo depois de dois anos? Por dois simples motivos: O primeiro é que repasso apenas o que a história da humanidade conta e em segundo lugar, do tempo que comecei a escrever até hoje nada mudou e, logo, o texto é tão atual que entristece. Na verdade, ele é atual antes mesmo de ter sido escrito.

Não acredito em mudanças pessoais radicais, apesar de crer que em toda regra há exceções, mas acredito que a conscientização é um processo que acontece no ritmo particular de cada um. No entanto, apenas os que querem passam por tal processo.

E antes que digam, não tenho pretensão nenhuma de tentar mudar o mundo. Estou apenas fazendo aquilo que o meu coração sentiu vontade de fazer. Sei que muitos me xingarão, mas creio que no mínimo um alguém parará em seu caminho e começará a questionar e a desenvolver pensamentos. E isto pra mim, já terá valido a pena.

Até mesmo porque independente de tudo o que foi criado, forjado, mascarado ou sei lá o quê; creio na existência de um Deus que ignora qualquer acepção humana criada e Ele é apaixonado por todos indistintamente e que não está nem aí para as regras impostas pela religião A, B, C ou qualquer outra que venha a ser criada. Ele se importa apenas com o seu coração. Ele importa apenas por você.

Assim, que a cada novo dia a gente se converta, somente e tão somente, a este Deus. Dedico este E-book a minha esposa Myrian, ao meu filho Miguel, aos meus pais e a minha irmã


“E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12:2)          


O CAOS DA DESORDEM DO SILêNCIO Riva Moutinho

Conteúdo INTRODUÇÃO ................................................................................................... 3 O “PAÍS DE ALICE” ............................................................................................ 5 A IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA................................................ 7 A Farsa do Celibato ...................................................................................... 10 Imagens, indulgências e outras hipocrisias .................................................. 12 O Holocausto ................................................................................................ 15 Poder e Riquezas ......................................................................................... 17 Pedofilia ........................................................................................................ 22 UM BREVE COMENTÁRIO ............................................................................. 26 BIBLIOGRAFIA ................................................................................................ 27 AJUDE... POR FAVOR! ................................................................................... 28

www.acaoreacao.blogspot.com / www.infinitodemim.blogspot.com

2


O CAOS DA DESORDEM DO SILêNCIO Riva Moutinho

INTRODUÇÃO O silêncio é a ausência absoluta de som. Partindo deste princípio, percebemos que nunca ouvimos o silêncio. No entanto, abster-se de falar pode também ser interpretado como um silêncio. Momentâneo, sintomático, preciso, necessário, o silêncio pode ser considerado, às vezes, como um bem necessário; mas até quando este bem não faz mal? Há muitos séculos o silêncio

tem

criado

ilusões,

estereótipos,

favorecendo

conchavos,

desenvolvendo armadilhas, etc. Assim, penso que o desastre total do silêncio ocorre justamente quando mentiras se tornam realidades absolutas, levando milhares, milhões e até mesmo bilhões de pessoas a viverem uma vida de ilusões, uma vida no “País de Alice”. A isto chamo de: O Caos da Desordem do Silêncio.

Com maior disseminação através das pessoas que detêm algum tipo de poder, o silêncio selado através da cumplicidade de atos, pensamentos, idéias e objetivos produz a cada dia um mundo mais caótico. Um mundo de indivíduos com pouca consciência e bom senso. Pessoas que não se interessam em filtrarem as informações que recebem ou a buscarem as informações que não chegam.

Quando o silêncio é rompido por alguém surgem os escândalos, as denúncias, as investigações. No entanto, muito dos indivíduos simplesmente ignoram tais fatos. Por decisão própria, escolhem a defesa do errado e a perpetuação da maldade. Ou seja, ainda que o silêncio seja rompido e verdades surjam destruindo partes deste mundo de ilusão pré-histórico, muitos indivíduos preferem, conscientemente, se esquivar de qualquer tipo de reação, pactuando com a proliferação do estado de imobilidade. É a inércia mental onde a preguiça pelo raciocínio produz seres sem ações e pior, sem reações que os levem para o caminho da verdade.

www.acaoreacao.blogspot.com / www.infinitodemim.blogspot.com

3


O CAOS DA DESORDEM DO SILêNCIO Riva Moutinho

Viver conscientemente livre é uma decisão pessoal, assim como viver conscientemente enganado. Ambos os modos de vida possuem suas conseqüências. Normalmente a consciência livre se torna o caminho mais espinhoso, afinal não é fácil a busca pelo conhecimento ou a dor de determinadas verdades. Os fatos que se mostram diariamente já deveriam ser suficientes para libertarem muitas pessoas de diversas ilusões, mas poucos sobrevivem ao choque de ouvirem a verdade, mantendo-se fiéis ao silêncio e por causa disto geram gerações psicologicamente doentes, retro-alimentando o ciclo do caos. O que você lerá neste E-book são tão somente fatos e nem são todos. Para comprová-los basta abrir os livros de história ou tão somente os documentos mencionados. A pergunta que se faz hoje é apenas uma: Se as mentiras que estruturam o seu país de “faz-de-conta” fossem reveladas, você sairia do seu “País de Alice” e encararia a realidade como ela é ou permaneceria sem questionar nada?

www.acaoreacao.blogspot.com / www.infinitodemim.blogspot.com

4


O CAOS DA DESORDEM DO SILêNCIO Riva Moutinho

O “PAÍS DE ALICE” O silêncio é disseminado em muitos lugares, setores, departamentos, hierarquias, etc. Onde estiver alguém que detenha algum poder, lá poderá estar o silêncio maléfico ou, ainda, poderá estar com aquele que, por algum tempo, deteve o poder ou conheceu o lado gerador do silêncio.

Para o povo este silêncio produz um mundo, produz imagens de líderes, de instituições e de qualquer outra coisa que satisfaça aos interesses egoístas ou egocêntricos de determinadas pessoas ou grupos. O mundo criado às vezes se torna tão belo que se transforma no verdadeiro ”País de Alice” (lembra do filme Alice no País de Maravilhas?).

O “País de Alice” da política é um campo farto em qualquer lugar que você vá nesta terra. Todo lugar tem o seu molde de acordo com os interesses egoístas regionais próprios. O Brasil é um exemplo próximo a nós, mas poderia ser – em escala menor – seu estado, sua cidade ou aquela associação comunitária, ou a diretoria do condomínio onde você mora.

Os escândalos rompem os silêncios, mas pouca reação é vista graças a imobilidade de cada um nós. A nossa inércia encontra na aceitação natural dos escândalos seu pior estado de putrefação mental. Demonstra claramente que nos contentamos apenas com a propaganda fantasiosa gerada e não com a ação ou com a reação que deveríamos ter a fim de persistirmos desmascarando as hipocrisias e nos restabelecendo do caos.

O “País de Alice” da religião é ainda pior, pois se ergue usando o nome de Deus. Se por um lado há uma consciência de que existem falcatruas na política, por outro lado, na religião os escândalos são contestados através da crença fiel de que qualquer coisa que não ajude a permanecer com o mundo criado, é mentira absoluta. Na intenção de dominar as pessoas, “vendem” Deus utilizando as melhores estratégicas de marketing, formando indivíduos longe da verdadeira mensagem de Cristo e idólatras de alguma instituição religiosa. www.acaoreacao.blogspot.com / www.infinitodemim.blogspot.com

5


O CAOS DA DESORDEM DO SILêNCIO Riva Moutinho

Aqui vale ressaltar que o ateísmo é a construção sólida de um outro “País de Alice” o qual satisfaz aos interesses próprios da negação absoluta e da consolidação do silêncio da alma do ser, gerando assim um específico, porém não diferente: Caos da Desordem do Silêncio.

Viver em algum ou em vários destes “Países de Alice” é fácil, difícil é sair deles e encarar a vida com a consciência livre; e consciência livre é aprender a racionalizar o racional e não ser levado por qualquer caminho apenas porque alguma estratégia foi lançada para que você fosse laçado emocionalmente. Consciência livre é buscar conhecimento com atitude própria, é reter o que é bom, é não participar do silêncio maléfico. É visualizar o caos instaurado e buscar meios de proliferar a ordem não importando a quantidade de pessoas que ouvem, mas recebendo a todos que, decididamente, desistiram de viver no “País de Alice” para viverem uma vida livre, conscientemente livre.

Neste primeiro volume entraremos no “País de Alice” da religião católica e observaremos o Caos da Desordem produzida pelo silêncio de poucos e, claro, pela inércia de muitos. Escreverei alguns fatos reais e algumas mentiras apregoadas como verdades, que distanciaram as pessoas, ao longo dos anos, do que realmente deveriam crer e as levaram a viverem uma vida religiosa distante do que é, e permanecerá sendo, a vontade de Deus para cada um de nós.

www.acaoreacao.blogspot.com / www.infinitodemim.blogspot.com

6


O CA AOS DA DESORDE D EM DO SIL LêNCIO Riva Mout tinho

Basílica de São Pedro 

A Igr reja Católic C ca Apo ostólic ca Rom mana O desasstre completo da relligião (seja a ela qual for) é que e ela foi criada por homens h e,, portanto, está cheia a de regra as morais que q têm co omo propó ósitos apen nas mante er as pesso oas sob allguma liderança hipn nótica. São o organiza ações que, no objetiivo de sattisfazerem aos dese ejos mais humanam mente egoíístas, dista anciam as pessoas da Mensa agem do Evangelho E de Jesus e as leva am a servvir com fervvor e devoçção à instittuição.

Com o apoio do imperadorr romano Constantin no (285 – 337 d.c.)) que decid diu unifica ar uma relig gião para o seu imp pério e, um ma vez que e os cristãos já posssuíam uma a certa imp portância no n meio do o povo, nasscia assim uma pode erosa instittuição político-religio osa .A esttratégia de e Constan ntino deu certo para a ele como imperad dor e serviu u para darr o ponta pé inicial naquilo n qu ue conhece emos hoje como a Igreja Cattólica Aposstólica Roma que assumiu o papel de líder máxxima da fé cristã. O Concílio C de e Nicéia em m 324 d.c.. que reuniu mais de e 300 bispo os serviu para p padro onizar o en ntão cristianismo de maneira m qu ue favorec cesse o reiinado de Constantino C o.

A histórria por si só ó conta a realidade, r objetivos e metas de esta igreja que, atua almente, po ossui maiss de um biilhão de fié éis espalhados pelo mundo e uma estru utura orga anizaciona al impecávvel que a tornou rica e po oderosa como c

www w.acaoreacaao.blogspott.com / ww ww.infinitod demim.bloggspot.com

7


O CAOS DA DESORDEM DO SILêNCIO Riva Moutinho

nenhuma outra instituição ou como nenhum outro país no mundo, por tantos séculos.

“A Primeira Sé [Roma/papado] por ninguém pode ser julgada. É somente do pontífice romano o direito de julgar... aqueles que desempenham os mais elevados cargos civis num Estado... Não existe apelo nem recurso contra uma decisão ou decreto do pontífice romano.” (Código do Direito Canônico)

A obediência cega ao papa e à organização Católica é exigida em todos os documentos do Vaticano. Infelizmente tais documentos, apesar de estarem acessíveis a qualquer um, não são divulgados. Apenas constam como alicerces do catolicismo e nada mais. Aqui é um ponto importante para pararmos e pensarmos do por que de muitas vezes não nos informarmos adequadamente sobre aquilo que queremos seguir. E não importa qual o seguimento.

As regras Católicas são distantes do Evangelho de Jesus, porém (como em qualquer outra religião) utilizam textos bíblicos para comprovarem seus delírios. O diabo também utilizou partes da Bíblia para tentar Jesus no Pináculo do Templo. Veja o que diz a publicação romana La Civilta Cattolica que um documento papal descreveu em meados do século XIX como sendo: “o mais puro órgão jornalístico da verdadeira doutrina da Igreja.” (1):

“Não é suficiente que as pessoas apenas saibam que o papa é o cabeça da Igreja... Elas devem entender também que sua própria fé e vida religiosa emanam dele; ele é o laço que une os católicos uns aos outros, o poder que os fortalece e a luz que os guia, aquele que distribui as graças espirituais, o doador dos benefícios da religião, o promotor da justiça e protetor dos oprimidos.”

www.acaoreacao.blogspot.com / www.infinitodemim.blogspot.com

8


O CA AOS DA DESORDE D EM DO SIL LêNCIO Riva Mout tinho

O Concílio do Vaticano II dizz:

“ Santo Concílio “O C enssina... que e a Igreja... é necessá ária para a salvação.... Por consseguinte, não podem ser salvos s aqueles que, q saben ndo que a Igreja Ca atólica foi fundada f po or Deus atrravés de Cristo, C se re ecusarem a ingressarr ou nela pe ermanecerr.”

Observa ando estas duas pa artes de documento d os do Vatticano, notta-se clara amente o desacordo o das regrras católic cas com os preceito os bíblicos. Em nenh hum momento na Bíblia B enco ontramos que q a igre eja é nece essária pa ara a salva ação. A Bííblia diz qu ue para a salvação é necessárrio crer e a aceitar a Jesus J Cristto como Salvador. S A Apenas isso. Jesus não n criou uma u religiã ão e nem muito m men nos fundou uma igreja a.

Dizendo o-se como o o suce essor de Pedro, mais m uma vez, o Papa P (atua almente Bento B XVI) permanecce caminh hando em desconforrmidade co om a Bíbliia e com os o padrõess econômiccos da épo oca bíblica a. Pedro em m Atos 3:6 6 diz: “Não o tenho pra ata nem ouro”, no en ntanto o Sumo Pontíífice possu ui palácios com maiss de 1.100 salas, é servido s noite e dia po or um bata alhão de crriados e, ainda, usa roupas de seda bord dadas com m fios de ou uro.

Capela Sistina  

www w.acaoreacaao.blogspott.com / ww ww.infinitod demim.bloggspot.com

9


O CAOS DA DESORDEM DO SILêNCIO Riva Moutinho

A Farsa do Celibato “As recentes revelações da grande incidência de conduta sexual indevida por parte de certos membros do clero católico romano não constituem surpresa alguma para a maioria de nós, que já fomos padres ou freiras.” (2) Primeiramente, é extremamente importante entendermos que o celibato nunca foi ensinado na Bíblia ou sequer praticado por algum apóstolo. Paulo fez algumas recomendações quanto a relacionamentos entre homens e mulheres, mas o texto bíblico em I Coríntios 7, mas como uma opinião particular e não como um mandamento de Cristo. Mas a máscara utilizada pela Igreja Católica é que ela não proíbe o sexo, mas sim o casamento de seus líderes, com o qual a Igreja poderia ter que dividir seus bens. Nunca o Vaticano expulsou um clero por ter praticado sexo, (heterossexual ou homossexual), mas já o fez por ter contraído matrimônio.

Durante séculos o sacerdócio católico foi hereditário, ou seja, padres eram filhos de outros padres ou bispos e até papas eram filhos de outros papas: o papa Silvério (536-537) era filho do papa Hormisdas (514-523) e João XI (931-935) era filho de Sérgio III (904-911). (3)

”João XII (955-964) tornou-se papa aos 16 anos de idade e mantinha um harém no Palácio de Latrão, vivendo uma vida de maldade, chegando a fazer um brinde ao diabo diante do altar de São Pedro. Este papa foi líder da Igreja durante oito anos, praticando sexo com qualquer mulher que pudesse ter e inclusive com sua própria mãe.” (4)

O papa Bonifácio VIII (1294-1303) não pensava duas vezes para ter tanto a mãe quanto a filha ao mesmo tempo em sua cama. Outro papa chamado João XXII (1316-1334) teve um filho que se tornou cardeal. O papa Sisto IV (1471-1484) taxou os bordéis com impostos para a Igreja, gerando mais riquezas através das amantes mantidas pelos padres. www.acaoreacao.blogspot.com / www.infinitodemim.blogspot.com

10


O CAOS DA DESORDEM DO SILêNCIO Riva Moutinho

“Havia 6.800 prostitutas registradas em Roma em 1490, Sem contar as praticantes clandestinas, numa população de 90.000 habitantes.” (Will Durant)

Rodrigo Bórgia, que cometeu seu primeiro assassinato aos 12 anos de idade, se tornou o papa Alexandre VI (1492-1503). Ele tinha dez filhos ilegítimos reconhecidos. Quando tinha 58 anos sua amante favorita morreu, então tomou para si uma jovem de 15 anos recém-casada e oficiou o irmão desta jovem a cardeal, posteriormente este cardeal se tornou o papa Paulo III (1534-1549), que convocou o Concílio de Trento para enfrentar a Reforma de Martinho Lutero.

Um documentário exibido em outubro de 2006 na Inglaterra intitulado “Sexo, Crimes e o Vaticano”, pela BBC examina um documento secreto interno da Igreja Católica chamado Crimen Sollicitationis (latim para Crime da Solicitação). Este documento foi criado em 1962 e distribuídos a todos os padres pelo mundo com a recomendação expressa que fosse guardado a sete chaves. O texto impunha um juramento, em que a vítima, o acusado e eventuais testemunhas se comprometem a manter silêncio absoluto sobre o que poderia se tornar um escândalo para a igreja. Quebrar este juramento significaria excomunhão da Igreja.

O documentário descobriu que sete padres acusados de abusos contra menores (pedofilia) viviam no Vaticano ou nos seus arredores. Entre eles o padre Joseph Henn, indiciado num tribunal dos EUA por 13 acusações de abusos contra menores. (5)

A igreja Católica, segundo o documentário, possui mais de 50 milhões de crianças em suas congregações e o documento Crimen Sollicitationis foi guardado por mais de 20 anos pelo cardeal Joseph Ratzinger

(5)

, hoje mais

conhecido como papa Bento XVI.

www.acaoreacao.blogspot.com / www.infinitodemim.blogspot.com

11


O CA AOS DA DESORDE D EM DO SIL LêNCIO Riva Mout tinho

Imaagens, inddulgênciaas e outrras hipocrrisias “Tod do o clérigo o deve obe edecer ao papa, p mesmo que ele e mande fa azer algo ruim; po ois ninguém m pode jullgar o papa a.” (p papa Inocê êncio III (1198 - 1216 6))

A Bíblia sempre e condeno ou a práttica de ad doração a imagens s de escu ulturas. No os tempos de d Moiséss, quando ele e subiu ao a monte p para receber os Dez Mandame entos, diante da su ua demora a em retorrnar, o po ovo doou seus pertences p d ouro a A de Arão (irmã ão de Moisés) M q que, fundindo-os, criou uma u

escu ultura

de

bezerro o.

A

adoração a d povo a essa ima do agem de d escultura fez o próprio Deus D ordenar o a Moisés M que descess se do monte. m A cena c de ad doração a uma im magem de d escultu ura vista por Moisés M foi tão t ultrajan nte que o levou à ira, que ebrando a as tábuas que Deus D

aca abara

de e

entreg gá-lo.

(Êxo odo 32).

Atualme ente a ado oração a im magens é tão comum m que, parra uma pe essoa desinformada, fica difíccil acreditar que a Bíblia ou o próprio Deus seja ntrário a essta prática.. totalmente con

O Vaticcano ignoro ou todas as a exortaçõ ões que Deus D fez na Bíblia co ontra as im magens de e escultura a e, para satisfazer seus interresses mo odificou os Dez Man ndamentos: apagou o segundo mandame ento (“Não farás para a ti imagen ns de escu ultura”) e dividiu d o mandament m to que pro oíbe a cobiiça em doiis. Este é mais

www w.acaoreacaao.blogspott.com / ww ww.infinitod demim.bloggspot.com

12


O CAOS DA DESORDEM DO SILêNCIO Riva Moutinho

um exemplo claro que a Igreja Católica Romana não se importa em alterar a própria Bíblia para que os seus interesses sejam atendidos.

A venda de indulgências foi outra

aberração

promovida

pela

igreja de Roma. Até para o crime de assassinato havia um preço estabelecido e, uma vez perdoado pela igreja o criminoso não poderia ser punido pelas autoridades civis. A revolta a essa prática, dentre outras, resultou na chamada Reforma de Martinho Lutero.

“No ano de 593, o papa Gregório I propôs pela primeira vez o conceito antibíblico de que havia um lugar chamado “purgatório”, no qual os espíritos dos mortos sofriam para assim serem purgados (limpos, purificados) de seus pecados e totalmente liberados do “débito da punição eterna”. Esta invenção foi declarada como dogma da Igreja no Concílio de Florença em 1439 e permanece como parte importante do catolicismo romano até hoje.” (6)

O papa Sisto IV (1471-1484) teve a idéia de aplicar indulgências aos mortos e acabou se tornando uma grande fonte de renda da Igreja. Afinal quem recusaria em pagar pelo livramento da alma de parentes e amigos das torturas do purgatório?

A fim de conquistar o apoio papal, o Tratado de Latrão, em 1929,

(7)

assinado entre Mussolini e o papa Pio XI devolveu poderes aos papas que, por causa da independência da Itália em 1870, tinha chegado ao fim. Com isso a Itália pagou pela apropriação dos territórios papais (de 1870 a 1929) à Santa Sé, 750 milhões de lira (pouco mais de US$ 507 milhões) em dinheiro e um bilhão de liras (quase US$ 700 milhões) em bônus do Estado. Uma parte deste dinheiro serviu para abrir o Banco do Vaticano e outras parcelas foram investidas numa “fábrica de armas de fogo italiana e em um laboratório farmacêutico canadense que fabricava anticoncepcionais.” (8) Vale ressaltar que www.acaoreacao.blogspot.com / www.infinitodemim.blogspot.com

13


O CAOS DA DESORDEM DO SILêNCIO Riva Moutinho

o Vaticano prega ser contra guerras e, até hoje, proíbe seus fiéis de utilizarem anticoncepcionais a fim de controlarem a natalidade.

Em 1933, o Vaticano assinou um tratado internacional (Concordata) com Adolph Hitler, rendendo centenas de milhões de dólares a igreja Católica Romana através de um imposto eclesiástico. Mesmo quando a maldade de Hitler se revelou a igreja Católica continuou a apoiá-lo.

www.acaoreacao.blogspot.com / www.infinitodemim.blogspot.com

14


O CA AOS DA DESORDE D EM DO SIL LêNCIO Riva Mout tinho

O Holoocausto A morte de e seis milhões de jude eus é um ma das partes mais tristes e re epugnantes s da manidade. Por história da hum pura,

mas

discriminação

n não

ape enas,

ra acial,

pes ssoas

a das a sangue eram assassinad frio não o importa ando se eram e crian nças, mulh heres, hom mens ou ve elhos. Mas s a questão o da discriminação racial r inicia ada por Hitler teve su ua base na a religião católica, c on nde a Santta Madre igreja enxe ergava os judeus j com mo o povo o que assa assinou a Cristo C e, lo ogo, um po ovo o qual precisava a ser exterm minado da face da te erra.

O papa Pio XII não disse uma u palav vra no dia em que sse tornou papa enqu uanto Musssolini exp pulsava 69 9 mil judeu us da Itália, ainda assim, acabou fican ndo conheccido por su uas palavrras chamando a aten nção de se eus fiéis co ontra o ab buso aos direitos humanos h e o silênc cio continu uou durante todo o seu papa ado sobre os horrore es cometido os pelo católico Hitle er.

o então cardeal c Jos seph Ratzzinger que e foi chefe e por E o que dizer do muittos anos do d que eq quivaleria atualmentte a Santa a Inquisiçã ão? O me esmo tribu unal que crriticou Galileu Galilei por propa agar sua teoria t de q que o sol era e o centtro do univverso e o mesmo que q condenou a mo orte na fog gueira a Joana D´Arrc em 143 31. Ratzin nger já tinha acesso o a muitos docume entos da igreja Cató ólica e me esmo dep pois de ter-se torna ado o pap pa Bento X XVI o silê êncio perm manece reinando na Santa Sé.

Tal silên ncio de Be ento XVI se s explica, pois se ele e se descculpasse pelos p acorrdos, inérccias e ap poios realizados pe ela igreja Católica na época a do Holo ocausto, elle estaria levando a julgamen ntos os papas daque ela época e os

www w.acaoreacaao.blogspott.com / ww ww.infinitod demim.bloggspot.com

15


O CA AOS DA DESORDE D EM DO SIL LêNCIO Riva Mout tinho

dem mais clérigo os que mantiveram o silêncio o durante todo este e tempo. Sem dúvid da, se isto o acontecessse, a instiituição sofreria sérioss abalos.

E uma das d provass cabais da aceitaçã ão da igreja a Católica ao Holoca austo foi que, q até hoje, h Hitlerr, Mussolin ni ou qualquer outro o persona agem que teve pape el chave no n extermínio de judeus não foram exxcomungad dos pela igreja Cató ólica. Sobrre o ponto o de vista a da Santta Madre igreja ele es continua aram católicos e, po ortanto, dignos de esttarem no Reino R dos Céus. C

ntre o Vaticano e o estado d de Israel, há a Em um acordo firmado en exigência que se garanta a a “observvar o direitto humano o à liberdad de de relig gião e conssciência.”

(9)

Interesssante que e a história a nos mo ostra clara amente que foi

sempre a igre eja Católicca que su upriu, com m todas ass forças q que conseguia, qualquer fé que não fossse a professsada por ela. e

  u em 1412,  Joana D D´Arc – Nasceu assassinada eem 1431, beattificada em 19 909  pelo papa P Pio X e canoniizada em 1920 0  peelo papa Bentto XV 

www w.acaoreacaao.blogspott.com / ww ww.infinitod demim.bloggspot.com

16


O CA AOS DA DESORDE D EM DO SIL LêNCIO Riva Mout tinho

Podder e Riqquezas “Te emei, entã ão, nossa irra e os tro ovões de no ossa vingan nça; pois Je esus Cristo o, com sua própria bo oca nos no omeou [os p papas], juízzes absolutos de tod dos os homens e até mesmo m os reis su ubmetem-sse à nossa autoridade a e.” (papa Niccolau I (185 58 -1867)) - Co ormenin, Hisstory of the Popes, p.24 43, citado em e R. W. Tho ompson, The Papac cy and the Civil Power (New York, 1876), 1 p. 36 69. -

“Gregórrio foi o primeiro papa que e literalme ente destrronou reiss. Se decidisse depo or o imperrador alem mão, Gregó ório diria simplesme s ente: “A mim m é dado o poder p de ligar e dessligar na terra e no céu.” Se desejjasse alguma propriedad p de pertenccente a

outro os,

Gregó ório

decla arava

simplesm mente, com mo o fezz em seu Síno odo Roma ano de 1080: 1 “Desejam mos mostrrar ao mundo que pod demos darr ou tira ar, à vonttade, reina ados, duca ados, conda ados, em uma u palavvra, a posssessão de todos t os ho omens; po orque pode emos ligar e desligarr.” (10) O papa Júlio II (1503-1513 3), furioso porque Luiz L XII da a França não n o m emitiu e um ma bula p papal na qual apoiaria em suas campanhas militares, desttituía o rei e entrega ava o reino o a Henrique VIII da Inglaterra, contanto o que este provasse sua piedad de apoiand do o papa em e suas gu uerras.

(11)

“O Vaticano V é... a maior superpottência de nossos n tem mpos. Seus ad deptos... que q somam m quase um m bilhão, podem p ser levados a agirr em todoss os cantoss do mundo... Devido o à importtância [para os govern nos] em terrem o papa a como aliiado na bussca de qualq quer políticca mundial... A políttica do Vatticano é diirigida www w.acaoreacaao.blogspott.com / ww ww.infinitod demim.bloggspot.com

17


O CAOS DA DESORDEM DO SILêNCIO Riva Moutinho

pelo papa... não há nenhum Parlamento, Congresso ou Senado, ou qualquer outra organização democrática... capaz de limitar suas decisões, poderes ou política... Ele é um dirigente absoluto e um autocrata, no mais estrito senso da palavra.” (Avro Manhattan, Murder in the Vatican, (Ozark Books, 1985) pp.5-7)

“Na catedral de S. Salvador [em Saragoza, Espanha], existem 300 quilos de prata, em placas usadas para adornar os dois cantos do altar nos grandes festivais [e uma]... abundância de ricos ornamentos para sacerdotes, de valor incalculável. Também há 84 cálices, 20 de ouro maciço, e 64 de prata com seu interior revestido de outro; e o rico cálice que somente o arcebispo pode tomar usando suas vestes pontifícias. Tudo isso é bagatela em comparação com a grande custódia que eles utilizam para levar a grande hóstia pelas ruas, durante os festejos de Corpus Christi... [ela é feita de ouro maciço, Incrustado de diamantes, esmeraldas e outras pedras preciosas] pesando cerca de 250 quilos... Vários joalheiros tentaram avaliar essa peça, mas nenhum conseguiu estimar o seu valor exato.” (D. Antonio Gavin, A Master Key to Popery: In Five Parts, 3ª ed. (Londom, England, 1773), p. 154)

O jornal Folha online escreveu em 02 de abril de 2005 uma matéria relacionada ao patrimônio do Vaticano: “Estima-se que os ativos totais do Vaticano alcancem à cifra que chegam a US$ 5 bilhões. Os resultados negativos não consideram o lucrativo Banco do Vaticano conhecido como Instituto Per le Opere di Religione. Os cofres do Banco do Vaticano guardam cerca de US$ 3,2 bilhões, dinheiro pertencente a investidores que moram na Cidade do Vaticano. Os dividendos das operações do banco são pagos ao papa João Paulo 2º. O pontífice tem mil apartamentos registrados em seu nome em Roma. O Vaticano possui ainda investimentos em bancos, seguros e participações em empresas de produtos químicos, aço, construções e imóveis.

www.acaoreacao.blogspot.com / www.infinitodemim.blogspot.com

18


O CAOS DA DESORDEM DO SILêNCIO Riva Moutinho

Diz-se também que a igreja é um dos maiores proprietários de terras e imóveis em todo o mundo.” No tempo da guerra civil mexicana, a igreja Católica Romana possuía “de um terço a metade de todas as propriedades do país [e cerca de metade da Cidade do México]”, revela Dave Hunt no seu livro A Mulher Montada na Besta - Volume I. “A renda obtida com dízimos, missas e a venda de artigos devocionais, como estátuas, medalhas, rosários e coisas similares arrecadam de US$ 6 a 8 milhões anuais, enquanto sua renda total alcança a soma astronômica de US$ 20 milhões,” completa. Através do site do Vaticano, qualquer pessoa pode dar sua contribuição ao papa. Esta oferta é chamada de Óbolo de São Pedro que também é realizada anualmente em todas as Igrejas Católicas do mundo no dia 29 de junho. Em matéria publicada em 09 de julho de 2008, o site Zenit traz o seguinte balanço: “Em 2007, o óbolo de São Pedro – as ofertas dos fiéis de todo o mundo a favor das obras de caridade do Papa – chegaram donativos no valor de US$ 79.837.843. Isso supõe uma diminuição com relação a 2006, quando se havia recolhido US$ 101.900.192.” Segundo o próprio site: “O Santo Padre destinou o óbolo à realização de obras de caridade a favor de populações de vários países do mundo, atingidas por calamidades, para apoiar a numerosas iniciativas das comunidades eclesiais do terceiro mundo, e para ajudar as Igrejas locais mais pobres, informa o comunicado.” No entanto, não relaciona quais seriam estas obras e nem para onde foi tal quantia. Em matéria publicada no mesmo dia (09 de julho de 2008) o Jornal Estadão publicou uma reportagem com a seguinte manchete: “Santa Sé teve prejuízo de 9,06 milhões de euros em 2007. Já o Estado da Cidade do Vaticano teve resultado positivo no valor de 6,7 milhões de euros (R$ 17 milhões).” E assim o Vaticano explica os motivos de se ter gastado tanto: “O Vaticano especificou hoje que as perdas se devem ao "brusco e acentuado investimento tendência na oscilação da taxa de juros, principalmente do

www.acaoreacao.blogspot.com / www.infinitodemim.blogspot.com

19


O CA AOS DA DESORDE D EM DO SIL LêNCIO Riva Mout tinho

dóla ar" e aos gastos g do setor s imob biliário (re estauraçõe es de edifícios e palá ácios da Santa Sé e aumento das d despessas dos imó óveis).” otivos para a tal gasta ança se justificam, afinal só o palácio onde Tais mo resid de o Papa Bento XV VI tem 5.000 quartoss, 200 sala as de espe era, 22 pá átios, 100 gabinetes de leittura, 300 casas de d banho e dezen nas de outras endências destinadass a recepções diplom máticas. depe

Tiarra do papa Pio o IX – Prata e três coroas de ouro  m maciço a fim d demonstrar a aautoridade paapal. 

www w.acaoreacaao.blogspott.com / ww ww.infinitod demim.bloggspot.com

20


O CA AOS DA DESORDE D EM DO SIL LêNCIO Riva Mout tinho

Ban ndeira do Vatiicano – consisste de duas baandas verticais em amarelo o (à tralha) e b branco, com aas  chavves cruzadas d de São Pedro e a mitra papal centradas n na banda bran nca. Em heráld dica, amarelo e  branco o representam m em geral do ois metais, ourro e prata, que não são colo ocados lado a lado. Esta é u uma  exceção especial, porqu ue as cores também repressentam as chaaves de São Peedro. (16) 

Hino o Nacionaal do Vaticcano 

Letra a oficial: Anttonio Allegra a Músic ca: Charles Gounod G Tradu ução em porrtuguês: Dom m Marcos Ba arbosa

Ó Ro oma eterna a, dos Mártires, dos Santos, Ó Ro oma eterna a, acolhe os o nossos cantos! c Glórria no alto ao Deus de e majestad de, Paz sobre a terra, justiça e caridade! A ti corremos, Angélico Pastor, Em ti t nós vemo os o doce Redentor. A vo oz de Pedro o na tua o mundo esccuta, Confforto e esccudo de qu uem comba ate e luta. Não vencerão as forças do d inferno, Mas a verdade, o doce amor fraterrno! Salve e, salve Ro oma! É ete erna a tua história, Canttam-nos tu ua glória monumento m os e altaress! Rom ma dos Apósstolos, Mãe e e Mestra a da verdad de, Rom ma, toda a cristandad c de o mundo o espera em ti! Salve e, salve Ro oma! O teu u sol não tem poente e, Vencce, refulge ente, todo erro e tod do mal! Salve e, Santo Padre, vivas tanto ma ais que Ped dro! Desçça, qual me el do rochedo, A bê ênção do doce Pai!

www w.acaoreacaao.blogspott.com / ww ww.infinitod demim.bloggspot.com

21


O CA AOS DA DESORDE D EM DO SIL LêNCIO Riva Mout tinho

Peddofilia

"Estou u convenciido que as notícias frreqüentes sobre pad dres católiccos pecadoress [pedófilo os] fazem parte p de uma u campa anha plane ejada para a (12) p prejudicar a Igreja Católica." C

(papa Ben nto XVI – Jo oseph Rattzinger) O “convvencimentto” de Rattzinger só pode ser provenien nte de alg guém interressado ap penas em manter a imagem de uma in nstituição que há muito m temp po vem fa azendo histórias de horrores e desde 19 951 quando foi nomeado sace erdote, Rattzinger con nhece os bastidores b do catoliccismo. E de e lá para cá c foi apen nas ganhan ndo mais espaço e com mo em 197 77 quando foi nomea ado arcebisspo e em 1981 quan ndo foi nom meado pre efeito da Congregaç C ção Doutrin na da Fé, pelo ulo II. Com mo dito antes tal Co ongregação o era seu antecessor: o papa João Pau ante eriormente e conhecida como Trribunal da Santa Inq quisição, ho oje, de accordo com o art. 48 da Constituição Apo ostólica so obre a Cúriia Romana a (de 1988 8): “a tare efa própria a da Congrregação pa ara a Doutrina da Fé é é promovver e tute elar a douttrina da fé f e a morral em tod do o mund do católicco. Por estta razão, tudo aquiilo que, de e alguma maneira, m to ocar este tema t cai so ob sua com mpetência..” (13) Em 2002 2 os casos de pedofiilia por parte de me embros da igreja Cattólica vaza aram por várias v parttes do mundo geran ndo muita dor de ca abeça ao então e www w.acaoreacaao.blogspott.com / ww ww.infinitod demim.bloggspot.com

22


O CAOS DA DESORDEM DO SILêNCIO Riva Moutinho

papa Karol Józef Wojtyła ou João Paulo II, por conseqüência a arrecadação caiu, arranhando a imagem da Igreja, principalmente nos Estados Unidos (o maior doador de dinheiro para o Vaticano). A Revista Veja na edição nº 1748 de 24 de abril de 2002 traz uma reportagem de capa sobre tal problema e a maneira como a igreja Católica tratava o assunto: “Igreja Católica tem como tradição tratar com discrição as denúncias de abusos sexuais em suas fileiras. Como recurso para proteger a imagem da instituição, os casos geralmente são encerrados com reprimendas simbólicas, como a transferência para outra paróquia, ou tratamento psicológico em clínica especializada.” No entanto, ficou difícil para o Vaticano manter guardada a sujeira embaixo dos tapetes da Santa Sé. E a matéria da Revista continua: “Anthony O'Connell, bispo de Palm Beach, na Flórida, renunciou no mês passado após admitir ter pago 125.000 dólares a um exseminarista que molestou sexualmente nos anos 70. Três anos depois do acordo financeiro, O'Connell foi promovido para a diocese de Palm Beach, para ocupar o lugar de um bispo que tinha sido forçado a renunciar um ano antes justamente por molestar crianças.” Em outra parte da reportagem vemos claramente como seria impossível a igreja não ter conhecimento que determinados padres cometiam tais crimes: “Há duas semanas, a Justiça obrigou a arquidiocese de Boston a divulgar 800 documentos internos sobre um de seus padres, Paul Shanley, acusado de ter molestado dezenas de crianças. Foi como abrir uma caixa de Pandora. Os documentos mostram que a arquidiocese de Boston não só repetia a conduta repugnante adotada com o padre Geoghan, transferindo Shanley a cada nova denúncia, como omitiu de outras dioceses as acusações de pedofilia que pesavam contra ele.” Enquanto o papa João Paulo II realizava uma reunião com a alta cúpula da igreja a fim de minimizar as conseqüências, a igreja gastava bilhões de dólares nos tribunais acertando acordos que silenciavam as vítimas. Segundo a

www.acaoreacao.blogspot.com / www.infinitodemim.blogspot.com

23


O CAOS DA DESORDEM DO SILêNCIO Riva Moutinho

Revista Veja (mesma edição citada acima), estes foram alguns gastos com indenizações: •

Estados Unidos – US$ 350 milhões, podendo chegar a US$ 1 bilhão,

Irlanda – US$ 110 milhões,

Austrália – US$ 2,6 milhões apenas em 1996,

Canadá – US$ 50 milhões

A Revista Super Interessante de dezembro de 2007, na edição nº 246, atualiza alguns dados: “No ano passado, 14,7 mil crianças irlandesas receberam um total de 1,3 bilhão de euros em indenizações por terem sofrido violências sexuais nas mãos de padres. Nos EUA, a arquidiocese de Boston foi condenada em 2002 a pagar US$ 85 milhões a 552 vítimas. Em 2007, a de Los Angeles desembolsou mais ainda: US$ 600 milhões, para 500 pessoas molestadas por sacerdotes.” A igreja se defende dizendo que não apóia tais atos, mas a impunidade favorece a proliferação uma vez que a mesma acredita que seja ela que deve “julgar” o acusado: “O direito canônico, isto é, a lei da Igreja Católica, coloca os pecados dessa estirpe entre os mais sérios, junto com o homicídio. No entanto, a cúpula da igreja parte do pressuposto de que só ela deve julgar os pecados cometidos por seu clero, e isso dificulta que os crimes sexuais sejam levados à Justiça. “A responsabilidade sobre o padre [acusado de má conduta sexual] é do bispo da diocese a que ele pertence”, diz o padre Geraldo Martins, assessor de comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.” (14) E antes que pensemos que tais coisas acontecem longe dos nossos olhos: “Idade: 7, 8, 9, 10. Sexo: masculino. Condição social: pobre. Condições familiares: de preferência, um filho sem pai, sozinho – ou com uma irmã. Onde procurar: nas ruas, escolas, famílias. Como fisgar: aulas de violão, coral, coroinha. Importantíssimo: prender a família do garoto. Possibilidades:

www.acaoreacao.blogspot.com / www.infinitodemim.blogspot.com

24


O CAOS DA DESORDEM DO SILêNCIO Riva Moutinho

garoto carinhoso, carente de pai. Sem moralismo. Atitudes minhas: ver do que o garoto gosta e atendê-lo em cobrança à sua entrega a mim. Como me apresentar: sempre seguro, sério, dominador, pai. Você acaba de ler o diário de um padre condenado a 15 anos de prisão por abusos sexuais: Tarcísio Tadeu Sprícigo. Em 2000, na cidadezinha de Agudos, São Paulo, ele ensinava música para um garoto de 9 anos. Essa era a fisgada. O pagamento? Favores sexuais, prestados durante um ano. Feitas as primeiras denúncias, em 2001, a igreja o transferiu para Anápolis, Goiânia. Lá, a história se repetiria com mais duas crianças – uma de 13 anos, outra de 5.”

(15)

www.acaoreacao.blogspot.com / www.infinitodemim.blogspot.com

25


O CAOS DA DESORDEM DO SILêNCIO Riva Moutinho

UM BREVE COMENTÁRIO Claro que há muitas outras coisas que poderiam ser escritas aqui, mas penso, que o que já foi escrito é mais que o suficiente para, no mínimo, questionarmos o que tem acontecido a nossa volta. E esta é a idéia: deixar de lado a passividade e caminharmos para o lado da conscientização individual. Não tenho o propósito de falar mal do catolicismo, mas tão simplesmente de demonstrar fatos que a história conta e que estão registrados no tempo e disponíveis a quem se interessar. Infelizmente muitos ouvem, lêem ou vêem a verdade, mas preferem permanecerem convivendo com as mentiras. Talvez por que acreditem que seja tarde demais para mudar algo que represente tanto na vida delas. Mas "Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma?" (Mateus 16:26) Penso que o mais sensato seja tão simplesmente crer em Cristo e em sua Mensagem. Seguir a Ele e a ninguém mais, pois em nenhum momento Ele criou algo parecido com o que conhecemos como religião e nem muito menos estabeleceu moralidades e hipocrisias como exemplos a serem seguidos. Riva Moutinho BH

"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." (João 14:6)

“Porque pela Graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie.” (Efésios 2:8,9)

www.acaoreacao.blogspot.com / www.infinitodemim.blogspot.com

26


O CAOS DA DESORDEM DO SILêNCIO Riva Moutinho

BIBLIOGRAFIA 1. Von, Dollinger J.H. Ignaz. The Pope and the Council. Londres : s.n., 1869, p. 19. 2. Jornal USA Today. Jornal USA Today. 08 de Dezembro de 1993, p. pág. 17a. 3. Hunt, Dave. A Mulher Montada na Besta . A Mulher Montada na Besta. s.l. : Actual Edições, 2001, Vol. I, p. 168. 4. —. A Mulher Montada na Besta. A Mulher Montada na Besta. s.l. : Actual Edições, 2001, Vol. I, p. 170. 5. Brasil, BBC. Papa Bento 16 ajudou a acobertar pedofilia, diz documentário. Folha online. [Online] 01 de 10 de 2006. http://www1.folha.uol.com.br/folha/bbc/ult272u57425.shtml. 6. Hunt, Dave. A Mulher Montada na Besta - volume I. A Mulher Montada na Besta - volume I. s.l. : Actual Edições, 2001, p. 190. 7. Wikipédia - Enciclopédia livre. Wikipédia - Enciclopédia livre. Wikipédia Enciclopédia livre. [Online] 23 de 08 de 2008. http://pt.wikipedia.org/wiki/Tratado_de_latr%C3%A3o. 8. Hunt, Dave. A Mulher Montada na Besta - Volume I. A Mulher Montada na Besta - Volume I. s.l. : Actual Edições, 2001, p. pág. 221. 9. —. A Mulher Montada na Besta. A Mulher Montada na Besta. s.l. : Actual Edições, 2006, Vol. II, p. 20. 10. —. A Mulher Montada na Besta. A Mulher Montada na Besta. s.l. : Actual Edições, 2001, Vol. I, p. 236 e 237. 11. —. A Mulher Montada na Besta. A Mulher Montada na Besta. s.l. : Actual Edições, 2001, Vol. I, p. 238. 12. Folha online. Leia algumas frases ditas por Joseph Ratzinger, o papa Bento 16. Folha online. [Online] 19 de abril de 2005. http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u82983.shtml. 13. Wikipédia - Enciclopédia Livre. Congregação para a Doutrina da Fé. Wikipédia - Enciclopédia Livre. [Online] 08 de novembro de 2008. http://pt.wikipedia.org/wiki/Congrega%C3%A7%C3%A3o_para_a_Doutrina_da_ F%C3%A9. 14. Revista Super Interessante. Pecados Santos. Revista Super Interessante. [Online] dezembo de 2007. http://super.abril.com.br/superarquivo/2007/conteudo_551190.shtml. 15. —. Pecados santos. Revista Super Interessante. [Online] dezembro de 2007. http://super.abril.com.br/superarquivo/2007/conteudo_551190.shtml. 16. Wikipédia - Enciclopédia Livre. Bandeira do Vaticano. Wikipédia Enciclopédia Livre. [Online] 03 de janeiro de 2009. http://pt.wikipedia.org/wiki/Bandeira_do_Vaticano.

www.acaoreacao.blogspot.com / www.infinitodemim.blogspot.com

27


O CAOS DA DESORDEM DO SILêNCIO Riva Moutinho

AJUDE... POR FAVOR! Crianças carentes 

www.visaomundial.org.br

Ajude a encontrá‐los 

www.desapareceu.org

www.desaparecidos.mg.gov.br

Riva Moutinho recomenda: 

www.caiofabio.com

www.vemevetv.com.br

www.acaoreacao.blogspot.com / www.infinitodemim.blogspot.com

28


O CAOS DA DESORDEM DO SILêNCIO Riva Moutinho

Se você puder e quiser, faça uma doação ao autor desta obra:    Banco Itaú  Agência: 3101  Conta‐Corrente: 00272‐7 

Conheça os outros E‐books do autor:   “Crônica da Matrix – O Reino Heu´s” e “A Religião da Maldição”    Na internet acesse:  www.acaoreacao.blogspot.com  www.infinitodemim.blogspot.com ⇒ Em breve: “O Caos da Desordem do Silêncio: A igreja Protestante”

www.acaoreacao.blogspot.com / www.infinitodemim.blogspot.com

29

O Caos da Desordem do Silêncio  

Desde há muito tempo, a religião tem tentado transformar o Evangelho de Jesus em argumento para se enriquecer. Este e-book traz uma pequena...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you