Page 1

ANO XIX - Nº 382 - Distribuição Gratuita - São Paulo -1ª quinzena de março de 2019- Tel.: (11) 2785-5339 - www.jornaldomomentonews.com.br

Com enredo ‘Oxalá, salve a princesa! Mancha Verde é campeã do carnaval de São Paulo

Divulgação

No Dia Internacional da Mulher, mais quatro DDMs passam a funcionar 24 horas na Capital

O casal de mestre-sala e porta-bandeira trouxe uma fantasia intitulada ‘Brilho das riquezas’. Marcelo Luiz e Adriana Gomes se apresentaram com uma fantasia A escola de samba Mancha Verde foi, pela primeira vez, a campeã do carnaval de São Paulo. A escola levou para o sambódromo uma homenagem a figura de Aqualtune, avó de Zumbi dos Palmares, e sua luta pelos direitos de negros

e mulheres, com o enredo Oxalá, salve a princesa! A apuração das notas do Carnaval de São Paulo 2019 foi realizada na tarde desta terça-feira 05. A Mancha fez 270 pontos, seguida pela Dragões da Real com 269,9. Detentora de 15 títulos

no carnaval paulistano, a escola de samba Vai-Vai teve a menor nota, com 268,8 pontos foi rebaixada. A segunda menor nota foi da Acadêmicos do Tucuruvi, 269,2. As duas escolas rebaixadas desfilarão no Grupo de Acesso em 2020.

Chuvas causam mortes, alagamentos, transbordamentos e prejuízos em São Paulo

Para o atendimento 24 horas, além do efetivo lotado nas DDMs, haverá o reforço

de 49 policiais que serão realocados de outras unidades. As DDMs da Capital que

passam a atender 24 horas compreendem 44 bairros da cidade de São Paulo.

Leia pág. 02

Ataque a escola em Suzano: Dupla de ex-alunos mata 8 pessoas e se suicida

Antes de matar cinco alunos, duas funcionárias e ferir 11 alunos, dupla aluga carro, atira em dono da locadora de veículos

Divulgação

Moradores de São Paulo tentam se recuperar dos estragos causados pelas chuvas Reprodução

Maiores perdas foram em vidas, os temporais provocaram a morte de 13 Leia pág. 03 pessoas e deixaram 6 pessoas feridas.

Os assassinos suicidas foram identificados como Guilherme Taucci Monteiro de 17 anos e Luiz Henrique de Castro de 25 anos. Os dois eram vizinhos e ex-alu-

nos da escola. A polícia encontrou com eles, um revólver calibre 38, uma besta – arco e flecha medieval, garrafas de coquetel molotov, um recarregador

de revólver e uma machadinha. Encontrou também uma bolsa com algo suspeito, simulando explosivo que, tratava-se de pacote fake.

Leia pág. 06


São Paulo, 1ª quinzena de março de 2019

Editorial

Por uma sociedade livre e sem violência de gênero Riselda Morais

No mês das mulheres, no qual comemoramos o Dia Internacional da Mulher em 08 de março, temos muitas conquistas a comemorar, mas temos também, muitas lutas diárias pela frente até conquistarmos a igualdade de gênero, vencermos a violência e o preconceito. Aos poucos, as mulheres estão ocupando cargos que antes eram ocupados exclusivamente pelos homens, essa inserção feminina está em todas as áreas profissionais. Corajosas mulheres, mães, donas de casa e chefes de família estão desbravando novas fronteiras e indo a luta, estão identificando as necessidades organizacionais e agregando valores as equipes, antes formadas só por homens, ocupando espaços que vão desde as plataformas de petróleo até o canteiro de obras. Mercado de trabalho - O número de mulheres em cargos de chefia, nas 150 melhores empresas para trabalhar aqui no Brasil, passou de 11% em 1997 para 42% em 2018. No entanto estas conquistas ainda causam estranheza e resistências na sociedade que dificulta-lhes a execução de suas funções por mais focadas e objetivas que sejam. Enquanto de um lado o mercado de trabalho atual exige requisitos encontrados nas mulheres como a sensibilidade, dinamismo, percepção aguçada, bom relacionamento interpessoal e versatilidade, por outro lado, nega seus direitos no cargo oferecendo um salário médio 30% menor que o dos homens. Quando se trata de desempregados, o número de mulheres é duas vezes maior que a de homens. Participação na política - Apesar de ser maioria na sociedade, 52% do eleitorado, as mulheres brasileiras têm historicamente uma reduzida participação em cargos de poder, na legislatura (2019-2022) ocupam 77 das 513 cadeiras, o que representa 15% na Câmara dos Deputados e apenas 12 das 81 cadeiras do Senado. Quando se trata de política, o Brasil ocupa a posição 156º no ranking de 190º em participação das mulheres na política. Violência - Segundo levantamento da Organização Mundial da Saúde, o Brasil é a 5ª nação mais perigosa para as mulheres entre as 84 pesquisadas. Mais de 4 mil mulheres são assassinadas, anualmente, no Brasil. É possível que fique ainda mais perigoso, com a flexibilização da posse de armas, conforme decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, o número de feminicídios cometidos com arma de fogo pode aumentar significativamente. Segundo dados da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), atualizados anualmente, o Brasil concentrou em um ano 40% dos casos de assassinatos de mulheres ocorridos nos 23 países – com 1.133 mulheres assassinadas apenas por serem mulheres. O número de assassinatos de mulheres em 2019 aumentou, ocorreram 126 feminicídios e 67 tentativas de homicídio, crimes cometidos por parceiros ou ex-parceiros. Segundo dados do Mapa da violência contra as Mulheres 2015, no período de 1980 a 2013, foram assassinadas 106.093 mulheres e hoje, uma mulher é assassinada a cada duas horas no Brasil. Cerca de 55,3% dos feminicídios acontecem no ambiente doméstico, 50,3% dos assassinatos são cometidos por familiares e 33,2% dos assassinos são marido, namorado ou ex. Esses dados colocam o Brasil como o sétimo país do mundo com maiores taxas de feminicídio. Segundo a ONU, diariamente 119 mulheres morrem no mundo, seis mulheres são assassinadas por hora, vítimas de seus parceiros. Os estupros que antes eram cometidos nas vielas, nos becos e no escuro, são agora cometidos de forma coletiva e em público, dentro de parques, escolas, campus de faculdades, festas. Em 2017 foram registrados 60.018 casos de estupros no Brasil, uma média de 164 estupros por dia, um estupro a cada dez minutos. Enfrentamento - Apesar das muitas conquistas femininas, ainda temos que encarar os problemas das desigualdades salariais, da pouca representatividade na política e da violência doméstica. No trabalho se faz necessário que reconheçam cargos e esforços iguais com remuneração igual para homens e mulheres. A valorização profissional não deve depender de gênero e sim de competência e capacidade! É hora dos homens de mente primitiva perceberem que devem conservar os bons costumes e não o machismo e a violência. É hora de reconhecerem que a mulher é um ser individual, com vida própria e não o objeto do qual ele se acha dono. Nos lares, é hora dos pais ensinarem aos seus meninos a mudança de atitudes e comportamentos machistas; ensinar a respeitarem as meninas, as tratarem com gentilezas e não com agressão; que nos momentos de estresse não se deve aliviar as tensões maltratando ninguém, falando com desdém, rispidez, desvalorizando; ensinar aos meninos para que possam se tornar bons homens, bons namorados, bons maridos, bons pais e antes de tudo bons filhos, porque uma personalidade agressiva vai maltratar a todos, inclusive aos próprios pais. Os homens têm a responsabilidade de eliminar a violência contra as mulheres e meninas. Devemos também, ensinar as nossas meninas a se dar valor e mostrar-lhes que ter valor não é ter preço e principalmente que não devem ter medo de denunciar ameaças ou agressões e que não deixem de fazer por vergonha, pois quem deve se envergonhar é o homem que agride uma mulher. A lutar para conquistar cargos e bens por merecimento em seu trabalho, em sua profissão! Pela igualdade, para o bem e pelo avanço de uma sociedade livre e sem violência de gênero!

EXPEDIENTE:

Jornal do Momento News

Fundado em 28/11/1999, veículo de comunicação da empresa Antonio Carlos & Riselda Morais Ltda - ME - CNPJ: 03.905.472/0001-81

Telefone: (11) 2785-5339

Especialista em Comunicação e Mercado - Editora e Jornalista: Maria Riselda Morais Borges Malta MTB/SP Nº 34.190 Pfx Ed. Nº 907573 E-mail: riseldamorais@jornaldomomento.com.br Diretor e Jornalista: Antonio Carlos Borges Malta - - MTB/SP Nº 34.072 • Diagramação e Arte: Riselda Morais •Tiragem: 40.000 exemplares • Periodicidade: Quinzenal • Circulação: Zonas Leste e Norte de São Paulo. Departamento Jurídico: • Drª Gabriela Malta OAB/SP 386639 E-mail: juridico@jornaldomomento.com.br Redação: Rua Novo Aripuanã nº 163 Vila Guilhermina - CEP: 03541-010 São Paulo - SP. E-mail: redacao@jornaldomomento.com.br Site: www.jornaldomomento.com.br Redes Sociais: http://www.facebook.com/jornaldomomentonews O Jornal não se responsabiliza por idéias ou opiniões emitidas em artigos assinados e reserva-se ao direito democrático, a liberdade e a imparcialidade não oferecendo exclusividade .

Pág. 02

Jornal do Momento News

Paulo Dimas Mascaretti Nesta sexta-feira, 8, comemora-se o Dia Internacional da Mulher. A data foi oficializada em 1975 pela Organização das Nações Unidas (ONU) como reconhecimento às mulheres que lutaram e que ainda lutam por melhores condições de trabalho, pelo direito ao voto, e acima de tudo, pelo respeito à dignidade da pessoa humana para evitar violência doméstica e outros tipos de agressões. A reivindicação dos direitos das mulheres está intrinsecamente ligada às causas humanitárias. Sob essa ótica, em 1948, líderes mundiais promulgaram a Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH). O documento, aprovado durante a Assembleia Geral da ONU, defende a luta contra a opressão e a discriminação, a igualdade das pessoas e reconhece que os direitos humanos e as liberdades fundamentais devem ser aplicados a todos, independentemente da cor da pele, etnia e sexo. Após a proclamação da DUDH, uma série de medidas expandiram o corpo do direito mundial voltado à proteção e à defesa das mulheres, como a Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra a Mulher, que entrou em vigor na década de 1980 e foi aprovada por mais de 180 países. As discussões internacionais que envolvem o tema ecoaram no processo de redemocratização do Brasil e da construção da nova Constituição Federal. A pressão dos movimentos liderados por mulheres resultou em avanços significativos para os direitos individuais e sociais, que foram incluídos na Carta Magna de 1988. O inciso I do art. 5º resume esse espírito coletivo de mudança: “homens e mulheres são iguais em direitos e

Mulher, Você Pode!

obrigações”. A Constituição Federal traz também a proteção do mercado de trabalho da mulher, que direitos e deveres referentes à sociedade conjugal são exercidos igualmente pelo homem e pela mulher e que é dever do Estado coibir a violência no âmbito das relações familiares. Desde 2000, o debate público em torno da equidade de gênero trouxe avanços nas leis brasileiras para as mulheres. De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a Lei Maria da Penha contribuiu para reduzir cerca de 10% a taxa de homicídios contra mulheres praticados dentro das residências, ou seja, a norma foi fundamental para evitar milhares de casos de violência doméstica no País. Outras mudanças recentes foram a criminalização do descumprimento de medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha, a aprovação da Lei do Feminicídio e a sanção da Lei nº 13.718/2018, para tipificar crimes de importunação sexual, criada após a divulgação de casos que envolvem assédio sexual no transporte público de São Paulo.

Passos importantes para conter dados alarmantes que colocam o Brasil na quinta posição na taxa de feminicídios no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Na Jornada Mundial da Juventude, realizada em janeiro de 2019 no Panamá, o Papa Francisco afirmou que o feminicídio é uma praga que assola a América Latina. O poder público e a sociedade civil são agentes fundamentais para transformar esse quadro. A estrutura da Secretaria da Justiça e Cidadania (SJC) conta com órgãos que oferecem suporte para atendimento médico, jurídico, psicológico e de assistência social à mulher para promoção da saúde, preservação de direitos e proteção à vida. Parte desse serviço é oferecido pela Coordenação de Políticas para a Mulher e pelo Conselho Estadual da Condição Feminina. O Centro de Referência e Apoio à Vítima (Cravi) desenvolve um trabalho em parceria com o Tribunal de Justiça para atendimento às vítimas de violência doméstica, que passaram por audiências de custódia no Fórum Cri-

minal da Barra Funda. Elas recebem orientações sobre direitos, medidas protetivas e esclarecimentos sobre temas como feminicídio e a Lei Maria da Penha. O trabalho é conduzido por psicólogos e conta com o suporte da Defensoria Pública e do Ministério Público. Além disso, o governo do Estado, por meio da SJC, promoverá uma série de ações para ampliar o atendimento de serviços gratuitos voltados às mulheres nas áreas de saúde, educação, lazer, direito, psicologia e assistência social. Também serão ministradas palestras que tratam da temática e será lançada a campanha Mulher, Você Pode! para valorizar o papel da mulher na transformação da sociedade. Parte das atividades será lançada em 8 de março, mas o trabalho da Secretaria da Justiça é permanente. As conquistas das mulheres serão efetivas na sociedade quando o respeito e o real significado da data forem estendidos para os outros 364 dias do ano. Paulo Dimas Mascaretti é secretário de Justiça e Cidadania de São Paulo

No Dia Internacional da Mulher, mais quatro DDMs passam a funcionar 24 horas na Capital

Governo SP

O Governador João Doria inaugurou nesta sexta-feira (08), Dia Internacional da Mulher, o atendimento 24 horas de quatro Delegacias de Defesa da Mulher na Capital: a 2ª (Sul), 6ª (Santo Amaro), 7ª (Itaquera) e 8ª (São Mateus) DDMs. O evento aconteceu na nova sede da 6ª DDM, na Rua Padre José de Anchieta, 138, no bairro de Santo Amaro. “Com isso, nós chegaremos a sete Delegacias da Mulher operando 24 horas por dia. A nossa meta vai ser cumprida. Nós prometemos e vamos cumprir. Até 31 de março teremos 10 Delegacias da Mulher 24 horas por dia funcionando em São Paulo”, disse Doria. Para o atendimento 24 horas, além do efetivo lotado nas DDMs, haverá o reforço de 49 policiais que serão realocados de outras unidades. As DDMs da Capital que passam a atender 24 horas compreendem 44 bairros da

cidade de São Paulo. “Estas delegacias de Santo Amaro, Vila Clementino, Itaquera e São Mateus foram priorizadas em razão do número de ocorrências que são registradas ali. Todas equipadas com brinquedo-

teca, para que as mulheres possam levar os seus filhos quando forem registradas as ocorrências”, afirmou a delegada Elisabete Sato, Delegada Geral de Polícia Adjunta. Com a implantação destas unidades, o Estado pas-

sa a contar com sete DDMs funcionando 24 horas, sendo cinco na Capital. A 2ª DDM de Campinas foi a partir de 28 de fevereiro deste ano, a DDM de Sorocaba em 30 de janeiro e a 1ª DDM da Capital desde 2016.

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) considera benéfico o Projeto de Lei Complementar n.º 54/2019, aprovado pelo Senado na última quarta-feira (12/3), que torna compulsória a participação de pessoas físicas e jurídicas no chamado Cadastro Positivo, a medida pode reduzir o custo dos juros em até R$ 120 bilhões por ano. A cifra ainda representaria 6% do total das vendas do varejo, levando em consideração o faturamento de R$ 2

trilhões em 2018. De acordo com a assessoria econômica da Entidade, por meio dessa ação, a taxa média de juros pode diminuir em até 15 pontos porcentuais (p.p.), passando dos atuais 41 p.p. para 26 pontos porcentuais. Atualmente, o custo anual de juros ultrapassa os R$ 390 bilhões para os consumidores; após a inserção do Cadastro Positivo, pode chegar aos R$ 270 bilhões – R$ 120 bilhões de diferença. Para a Entidade, o ideal seria que esse número ainda fosse reduzido pela metade.

Assim, R$ 60 bilhões poderiam ser revertidos em receita para o comércio varejista, aumentando as vendas em 3%, projeção relevante, diante dos 5% de alta anual registrada em 2018. Segundo a FecomercioSP, o PLP 54/2019 é importante tanto para os consumidores, que terão mais acesso ao crédito, quanto para os credores, que contarão com mais informações e, consequentemente, garantias de recebimento. Além disso, esse modelo premia o bom pagador, pois terá mais dinheiro e menos

dívida. A Federação ressalta que as pequenas financeiras e as cooperativas serão as mais beneficiadas, visto que as grandes instituições já compartilham o histórico de crédito de seus clientes por meio do Sistema de Informação de Crédito (SCR), gerido pelo Banco Central. Ainda de acordo com a Entidade, os setores varejistas que dependem mais de vendas a prazo, como o de eletrodomésticos e eletroeletrônicos, serão alavancados. Agora, o PLP 54/2019 segue para sanção presidencial.

Cadastro Positivo deve aumentar vendas do varejo, aponta FecomercioSP


Rodovias paulistas receberam mais de 900 mil veículos durante o carnaval Riselda Morais

Na período de carnaval, 1 a 06 de março, as rodovias administradas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) receberam mais de 900 mil veículos com destino ao Litoral, Oeste Paulista e Região Serrana de Campos do Jordão. A maior movimentação foi registrada na Padre Manoel da Nóbrega (SP 055), que liga Praia Grande a Peruíbe, com mais de 270 mil veículos e a Rodovia Raposo Tavares (SP 270), entre São Paulo e Cotia, com mais de 300 mil veículos. Nos primeiros seis dias do mês de março, foram re-

Divulgação

alizados pelas viaturas das Unidades Básicas de Atendimento, 4.262 atendimentos aos usuários, sendo eles serviços de guincho, socorro mecânico e apoio.

A Central de Operações e Informação do DER contabilizou 22.085 chamadas pelo telefone de emergências 0800 055 5510. Com informações do DER.

Chuvas causam mortes, alagamentos, transbordamentos e prejuízos em São Paulo

Maiores perdas foram em vidas, os temporais provocaram a morte de 13 pessoas e deixaram 6 pessoas feridas Riselda Morais

A forte chuva que teve início na noite de domingo (10) e se prolongou pela segunda-feira (11), além de provocar alagamentos, isolou cidades, provocou deslizamentos, transbordamentos de córregos e muitos prejuízos em comércios e residências. As maiores perdas foram em vidas, os temporais provocaram a morte de 13 pessoas e deixaram 6 pessoas feridas. O Corpo de Bombeiros atendeu 1.267 ocorrências, sendo 601 dessas ocorrências de enchentes até as 6h30m da segunda-feira. As equipes atuam nos três deslizamentos mais graves ocorridos em: Ribeirão Pires, onde duas pessoas morreram, duas estavam soterradas e duas desaparecidas; no Parque São Rafael, uma criança com parada cardíaca e a mãe foram levadas ao hospital; e em Embu, três vítimas em estado grave foram socorridas. Foram registrados 54 desabamentos e deslizamentos de terra e 155 quedas de árvores. Segundo informações da Defesa Civil, foram confirmadas 13 mortes nos seguintes locais: - 4 pessoas de uma mesma família morreram em Ribeirão Pires em virtude de desli-

Pág. 03

Jornal do Momento News

São Paulo, 1ª quinzena de março de 2019

Divulgação

zamentos; - 1 pessoa em Embu das artes por deslizamentos; - 1 em São Bernardo por afogamento; - 2 em Santo André por afogamento; - 3 em São Caetano do Sul por afogamento; -2 em São Paulo, 1 por afogamento no bairro do Ipiranga e uma criança que ficou soterrada após a casa desmoronar no Parque São Rafael, na Zona Leste. O helicóptero Águia da PM realizou resgate de vítimas de alagamentos na região do Ipiranga, Avenida do Estado e Vila Prudente devido ao transbordamento do rio Tamanduateí. As águas de março já somam até agora, mais de 90% do total de 160 mm esperado para o mês inteiro. Em apenas 24 horas, as medições pluviométricas mostraram que choveu 182 mm em Santo André, o equivalente a 80% de todo o mês de março. Em São Bernardo

do Campo 78% e Ribeirão Pires 74% das médias mensais. Vias foram alagadas, impedindo o trânsito de veículos; pessoas ficaram ilhadas dentro e fora de casa; na malha ferroviária a água inundou trilhos e atingiu estações dos trens, danificando a subestação de energia da linha e impedindo a circulação de trens da Linha 10 Turquesa (Brás-Rio Grande da Serra). Trechos das Rodovias Anchieta entre o km 0 e o km 13 e da Tamoios onde ocorreram dois deslizamentos entre os km 73 norte e 79 sul sofreram interdição. Os bloqueios na Tamoios aconteceram na altura do km 58, no sentido litoral, e do km 81, no sentido São José dos Campos. Em caso de emergência, ligue para a Defesa Civil 199 ou para os Bombeiros 193. Cadastre no SMS 40199 para receber alertas de chuvas da Defesa Civil.

Thiago Lobo é o novo Secretário Adjunto de Esportes da SEME Thiago Lobo assume a partir do dia 06/03 a subsecretaria de esportes da SEME – Secretaria Municipal de Esportes e Lazer da cidade de São Paulo. Lobo ficará na função executiva da Secretaria e auxiliará o Secretário Carlos Bezerra Jr. Aos 40 anos, Thiago Lobo é odontopediatra, empreendedor social com trabalhos na África e sertão do Brasi. É formado em Gestão Pública, professor de Políticas Públicas e atualmente trabalha na diretoria do Sebrae-SP em programas voltados ao empreendedor. Na área esportiva possui vasta experiência em gestão. Proprietário de uma agência de marketing esportivo,

Divulgação

trabalhou de 2007 a 2012 na mesma Pasta quando foi responsável pela criação da Virada Esportiva, programa Clube Escola, o início das Ciclofaixas na capital e pela criação da Coordenadoria de Esportes Radicais. Trouxe para a cidade importantes eventos como os X Games, o UFC e a Mega Rampa. “Estou muito feliz e

grato pelo convite do prefeito Bruno Covas. O esporte é uma ferramenta de inclusão social e qualidade de vida. Como agente de transformação, auxilia na educação, saúde, segurança e geração de emprego e renda.” diz. Há 7 anos Thiago fundou o “Instituto Eu Quero É +”, uma rede de colaboradores especializados em várias áreas e que levam soluções aos gestores públicos. Um dos grupos é destinado aos esportes. “Acredito que uma sociedade civil organizada e engajada é capaz de auxiliar e proporcionar resultados reais na implementação de projetos e programas na criação de políticas públicas”, completa.

Cruz Vermelha de São Paulo entrega mais de 2,5 toneladas de doações para atender comunidades afetadas por chuvas Diante das fortes chuvas dos últimos dias, a Cruz Vermelha de São Paulo tem auxiliada as vítimas de regiões inundadas com doação de itens de primeira necessidade. Os materiais estão sendo destinados para regiões gravemente afetadas, como São Caetano, Jardim Damasceno, Heliópolis, Vila Prudente e Ipiranga. Até o momento, a instituição doou 2.767,57 kg de itens de primeira necessidade para amparar as famílias afetadas pela tragédia, como roupas, sapatos, mantimentos, água e itens de higiene pessoal. Os moradores do Ipiranga foram atendidos com 270,08 kg de doações. Os voluntários da instituição também estão mobilizados para ajudar uma igreja local a fazer a entrega dos itens às famílias. Na Vila Prudente, Zona Leste da capital, pessoas que tiveram as casas inundadas pela água receberam 584,95 kg de donativos. A quantidade entregue até o momento dá assistência para 100 famílias. Próximo à região, os moradores da Comunidade

do Heliópolis também foram beneficiados com 521,86 kg de itens. Em contato com diversas comunidades que já haviam sido afetadas por temporais na semana passada, a Cruz Vermelha também entregou donativos para o Jardim Damasceno, na região da Brasilândia. Foram doados 399,62 kg de doações para atender 71 famílias que ficaram desabrigadas. “Estamos muito comovidos com essa tragédia que abateu diversos locais de São Paulo. Todos os anos vemos enchentes atingindo casas, sobretudo nas regiões mais vulneráveis da cidade, onde a Cruz Vermelha atua em parceria com as lideranças comunitárias e organizações sociais. Essa aproximação com as comunidades tem sido essencial em momentos de calamidade, pois nos permitiu prestar um atendimento eficiente e rápido”, afirma a gerente de Projetos Sociais e Voluntariado da Cruz Vermelha de São Paulo, Aline Rosa. A instituição humanitária atua como importante braço do Poder Público. Em situa-

ções de desastres e calamidades, trabalha também junto à Defesa Civil no auxílio às vítimas, seja prestando socorro, oferecendo doações, apoio psicológico, entre outras ações de cuidado e atenção. Campanha Pré-Calamidade - Como uma importante referência em doações, a Cruz Vermelha de São Paulo conta com uma arrecadação permanente de roupas, sapatos, mantimentos, água, itens de higiene pessoal e de limpeza. A Campanha Pré-Calamidade da instituição tem como objetivo construir um estoque de itens essenciais para atender prontamente moradores de locais que venham a ser afetados por enchentes, incêndios, deslizamentos ou outros tipos de ocorrência. A instituição também apoia continuamente 115 comunidades da capital paulista, entregando doações mensalmente para os locais. Todos os donativos são recebidos de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h, na sede da instituição que fica na Av. Moreira Guimarães, 699 – Indianópolis.

O melhor da mídia regional, nós fazemos para você! Jornais impressos, digitais e sites

Riselda Morais

Jornais ACRM - Informando com qualidade desde 1999!

Site: www.jornalpolopaulistano.com.br E-mail: contato@jornalpolopaulistano.com.br

ANUNCIE: (11) 2785-5339

Site: www.jornaldomomento.com.br E-mail: contato@jornaldomomento.com.br


São Paulo, 1ª quinzena de março de 2019

Pág. 04

Jornal do Momento News

Instituto Consulado da Mulher abre inscrições para prêmio que assessora e empodera empreendedoras

Receitas

Chutney de abacaxi Divulgação

Ação social abre edital no Dia Internacional da Mulher e anuncia que premiará com R$ 40 mil organizações sem fins lucrativos e R$ 10 mil os negócios vencedores De 08 de março a 12 de abril, organizações sem fins lucrativos que apoiam grupos ou redes de empreendimentos liderados por mulheres na área da alimentação podem se inscrever de forma gratuita na 7ª edição do Prêmio Consulado da Mulher de Empreendedorismo Feminino. O Instituto, que trabalha no apoio e no empoderamento de empreendedoras, traz uma novidade para 2019: premiará três parceiros com R$ 40 mil cada um para gerir a assessoria de empreendimentos com base na metodologia do Consulado da Mulher. O objetivo é que as organizações inscritas repassem a metodologia de gestão desenvolvida pelo Instituto para no mínimo dois e no

máximo cinco grupos ou redes de empreendedoras pelo período de um ano. Os grupos inscritos também receberão investimento, no valor de R$ 10 mil reais, e eletrodomésticos Consul para otimizar suas condições de produção e alavancar os negócios. “Esse é um novo modelo de premiação, que reconhece o trabalho das organizações sociais parceiras e ga-

rante o recurso necessário para a aplicação da nossa metodologia de gestão, que tem resultados amplamente comprovados. Com isso, além de beneficiar grupos de mulheres em vulnerabilidade, fortalecemos a rede social que fomenta o empreendedorismo feminino no Brasil”, conta Leda Böger, diretora do Instituto. As organizações sem fins lucrativos selecionadas se-

rão qualificadas pelo Instituto - que já deixou sua marca em 23 estados e 165 cidades, beneficiando mais de 35 mil pessoas -, para replicarem a metodologia. O objetivo é somar esforços para beneficiar grupos produtivos liderados por mulheres, visando ao incremento da renda familiar e à melhoria das condições de vida para suas comunidades. Até então, as empreendedoras inscreviam seus negócios no Ingredientes: edital de maneira indepen- 1 abacaxi dente, sem o auxílio de um - 2 maçãs (tipo fuji) intermediário. - 1 pimentão vermelho Para se inscrever, basta - ½ xícara (chá) de atender aos critérios do edital uvas-passas brancas divulgado no site www.con- ½ cebola roxa suladodamulher.org.br/pre- 1 dente de alho mio2019 e preencher a ficha - ½ pimenta dedode inscrição. -de-moça - 1 colher (sopa) de gengibre ralado - ¾ de xícara (chá) de açúcar mascavo - caldo de 1 limão - 1 colher (sopa) área de exposições de manteiga - ½ colher (chá) de curry Divulgação - sal a gosto Preparo: Descasque e pique fino a cebola e o dente de alho. Lave e seque o pimentão e a pimenta dedo-de-moça. Corte o pimentão ao meio, descarte as sementes e corte cada metade em cubos de 1 cm. Descarte as sementes e pique fino a pimenta dedo-de-moça. Descasque as maçãs e corte cada uma em fatias de 1 cm. Descarte as sementes e corte as fatias em cubos de 1 cm. Transfira as maçãs para uma tigela e regue com o caldo de limão. Descasque e corte o abacaxi em cubos de 1 cm – não precisa descartar o miolo. Coloque a manteiga numa panela grande e leve

Lançamento da APAS Show 2019 reunirá supermercadistas da Zona Leste de São Paulo Maior evento do setor no mundo acontecerá em maio, em São Paulo, com ampliada e grande foco internacional Nesta sexta-feira (08/03), a Associação Paulista de Supermercados (APAS) realizará, na Zona Leste, o lançamento da APAS Show 2019, maior evento do mundo voltado para o setor supermercadista. A cerimônia terá início às 19h, na Arena Corinthians, localizada na Avenida Miguel Ignácio Curi, 111, no Bairro Artur Alvim. Representantes da indústria participam como expositores, com foco no maior relacionamento com os varejistas da região. Em 2019, a APAS Show acontecerá de 06 a 09 de maio no Expo Center Norte, em São Paulo, com a área de exposições ampliada – serão agora cinco pavilhões frente aos quatro até então ocupados, garantindo ainda mais espaço para expositores internacionais, salas de reunião de negócios e atendimento exclusivo ao público estrangeiro. Para apresentar o grande evento aos supermercadistas locais, entre março e abril, a APAS realiza encontros em todas as cidades onde conta com escritórios, como é o caso da Distrital Leste, que além da região da Zona Leste de São Paulo também é composta pelas cidades de Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba e Poá. A APAS Distrital Leste foi responsável por 11,7% do faturamento do setor no Estado

Corte da fita na abertura da APAS Show 2018 A APAS Show tem colede São Paulo em 2018, o que experiências de compra aos equivale a aproximadamente nossos consumidores”, afir- cionado números expressiR$ 12,4 bilhões. A geração ma Fábio Hiroyuki Iwamoto, vos ao longo dos anos. Em de empregos também é bas- diretor da Distrital Leste da 2018, o evento contou com 71.931 inscritos e 4.073 contante representativa: em tor- APAS. O lançamento da APAS gressistas, recorde de todas no de 62 mil pessoas trabalham em supermercados da Show 2019 na Zona Leste de as edições. São Paulo e municípios próParticiparam 738 exporegião. “Nossa Distrital Leste ximos também integra uma sitores, sendo 200 internatem muito peso, e estarmos iniciativa social. A Ação de cionais, de 19 países. Nas presentes juntos na APAS Arrecadação destina parte da Rodadas de Negócios ApexShow 2019 será uma grande cota de patrocínios dos even- -Brasil, focadas em impordemonstração de força do tos regionais a entidades as- tação e exportação, foram nosso setor. Neste Evento de sistenciais locais, sendo que realizadas 1.423 reuniões Lançamento vamos mobilizar a mesma ação se estende entre 185 empresas, conos empresários supermerca- para os corredores da Feira tando com 50 compradores distas da nossa região para em maio, ocasião em que os internacionais, de 23 países. conhecerem as novidades e expositores doam produtos O montante em geração de tendências e, cada vez mais, alimentícios e de higiene ex- negócios totalizou US$ 100 Milhões. desenvolvermos melhores cedentes dos estandes.

ao fogo médio para derreter. Acrescente a cebola, o alho, a pimenta dedo-de-moça e o gengibre. Tempere com uma pitada de sal e mexa por 2 minutos até murchar. Abaixe o fogo e junte as maçãs (com o caldo de limão), o abacaxi e o pimentão picados. Adicione o açúcar, tempere com o curry e ½ colher (chá) de sal. Misture bem, tampe e deixe cozinhar por 5 minutos – nesse tempo as frutas vão liberar o próprio caldo. Misture as uvas-passas e deixe cozinhar com a tampa entreaberta por cerca de 25 minutos, mexendo de vez em quando com a espátula até as frutas ficarem macias e o caldo reduzir sem secar completamente – o chutney deve ficar úmido. Se preferir um chutney menos pedaçudo, pressione os cubos com a espátula para desmanchar parcialmente as frutas. Transfira o chutney para um pote de vidro esterilizado, com fechamento hermético e deixe amornar em temperatura ambiente antes de levar para a geladeira. Sirva frio como acompanhamento de grelhados, carnes assadas, peixes ou ensopados. OBS: Você pode conservar o chutney por até 3 semanas na geladeira no pote com fechamento hermético.

Participação do Leitor! Envie denúncias e reclamações, reivindicações. Quer ver a sua receita de família no jornal? Envie a receita com foto, o nome do prato e seu nome com o assunto Receita para o e-mail: leitor@jornaldomomento.com.br Marcas e produtos só serão publicados sob patrocínio.

Socesp indica como reduzir mortes de mulheres por doenças cardíacas

Considerando que as doenças cardiovasculares são a principal causa de mortalidade feminina no Brasil, é premente, ante os primeiros sintomas, agilizar o socorro médico e prover tratamento imediato. Neste aspecto, porém, há um sério problema: as mulheres nem sempre têm sintomas tão acentuados quanto os homens, como fortes dores no peito. “Muitas vezes, os sinais são mais sutis, como náusea e dor no pescoço e nas costas ou na mandíbula. Isso pode gerar confusão no diagnóstico ou até demora na busca por atendimento, aumentando muito o risco de óbito”, explica o médico José Francisco Kerr Saraiva, presidente da Socesp. Por isso, a entidade alerta para a importância de as mulheres procurarem socorro médico rapidamente caso sintam alguns dos sintomas, pois essa providência reduz de modo significativo o índice de mortes por doenças cardiovasculares. Embora os problemas cardíacos sejam mais recorrentes em homens, a probabilidade de uma mulher morrer ao ter um infarto é 50% maior do que quando

Divulgação

o mal ocorre em um homem. Dentre as brasileiras, uma em cada cinco adultas está em risco de desenvolver doenças cardiovasculares, segundo levantamento do Hospital do Coração (HCor). Projeto infarto Visando reduzir a mortalidade por doenças cardiovasculares, não só de mulheres, mas de todos os pacientes atendidos em prontos-socorros e áreas de emergência de unidades de saúde, a Socesp realiza o Projeto Infar-

to. Em sua primeira etapa, concluída no final de 2018, houve a participação de mil médicos, em Osasco e municípios da Baixada Santista e Região do Alto Tietê, totalizando 18 cidades. Os clínicos são treinados pela entidade para reconhecer situações de emergência cardíaca já no primeiro atendimento. São reforçados, também, os procedimentos que devem ser adotados nos casos em que o mal é identificado. “Os resultados foram

muito positivos, com redução de 29,8% a 44,6% da mortalidade por infarto nas unidades nas quais o programa foi realizado”, salienta o presidente da Socesp, evidenciando a relevância do rápido atendimento a partir dos primeiros sintomas. Outra frente de atuação da entidade voltada à redução da mortalidade é o treinamento em massa periódico, de estudantes e da população em geral, para a realização de massagem to-

rácica em pessoas com parada cardiorrespiratória. Esta providência também salva vidas. Causas e prevenção Os fatores de risco cardíaco são os mesmos para mulheres e homens, ou seja, predisposição genética, sedentarismo, obesidade, colesterol e triglicérides elevados, pressão alta, diabetes, tabagismo, consumo inadequado de álcool e estresse. No entanto, a população feminina agrega uma causa

a mais a partir do climatério e da menopausa, fases nas quais diminui paulatinamente o hormônio estrógeno, que tem função vasodilatadora, protegendo as veias e artérias de entupimento. A prevenção é fundamental e começa com a mudança dos hábitos rotineiros, como alimentação saudável, peso adequado, parar de fumar, beber com moderação e praticar atividade física regularmente, sempre com orientação médica. Fazer um check-up anual com o cardiologista e o ginecologista também é medida importante para a saúde, o bem-estar e o coração da mulher. “Ou seja, prevenir é uma atitude importante das mulheres”, enfatiza Dr. Saraiva, lembrando que, segundo dados do DataSUS, referentes ao período 1996-2016, os óbitos femininos por problemas cardíacos no País foram cerca de 20% mais numerosos do que os causados pelo câncer de mama”. E mais: de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 8,5 milhões de mulheres morrem, anualmente, em todo o mundo, em decorrência de problemas no coração.


São Paulo, 1ª quinzena de março de 2019

Jornal do Momento News

Prêmio Crianças mais Saudáveis tem inscrições abertas para educadores das escolas públicas de todo o País

Pág. 05

Cantinho da Poesia

As inscrições são gratuitas e vão até 22 de abril; objetivo é premiar ideias e iniciativas para ajudar a promover hábitos mais saudáveis nas escolas Estão abertas, até 22 de abril, as inscrições para a 2ª edição do Prêmio Crianças mais Saudáveis. Promovido pela Fundação Nestlé e implementada com o apoio do Instituto Crescer, a iniciativa visa engajar educadores na promoção de novos hábitos no âmbito escolar. O objetivo da premiação é reconhecer e apoiar a implementação dos dez melhores projetos que promovam alimentação equilibrada e prática de atividades físicas em escolas públicas de todo o País.

Divulgação

Os projetos inscritos para o prêmio serão avaliados por uma comissão especial – composta por profissionais multissetoriais – e os dez melhores serão premiados, com a oportunidade de implantar as iniciativas que contribuam para hábitos mais saudáveis para as crianças. Os educadores contarão, ao longo da

implantação, com acompanhamento, capacitação técnica e suporte pedagógico, além de um prêmio de R$ 35 mil a ser aplicado em benfeitorias e melhorias estruturais na escola para realizar o projeto. Os interessados podem acessar o conteúdo de capacitação e inscrever suas

iniciativas por meio do site: www.criancasmaissaudaveis.com.br. Na página, estão disponíveis o regulamento e instruções para inscrição, além de conteúdos de apoio. Além disso, o portal também reúne os cases de sucesso dos projetos vencedores da primeira edição, com o objetivo de inspirar os demais educadores, além dos materiais de apoio como o Guia de Projetos, cursos online, boas práticas e sugestões de atividades para fazer em sala de aula.

100ª edição de Exposição de Orquídeas de São Paulo Espécies variadas de orquídeas e aulas gratuitas sobre cultivo farão parte do evento que tem entrada gratuita Esse ano é especial para a Associação Orquidófila de São Paulo (AOSP). Isso porque a deslumbrante e conhecida exposição de orquídeas, que acontece anualmente em São Paulo e que leva mais de 35 mil visitantes a Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social, chega a sua 100ª edição. O evento acontece dias 15, 16 e 17 de março, sexta e sábado: das 9h às 19h; domingo: das 9h às 18h, no bairro da Liberdade, e contará com aproximadamente 1000 plantas de colecionadores. Um dos destaques deste ano fica por conta das Miltonias brasileiras, espécie que encanta com suas flores duradouras, brilhantes e coloridas (tons de roxo, branco, vermelho e rosa são os mais vistos), além de seu perfume peculiar e exótico. Além da Miltonia, as belíssimas Cattleyas também

Poetisa Riselda Morais

Mulher, Menina Sou uma mulher, menina, sou forte e sou feliz uma guerreira, felina contente com o que fiz Sou uma mulher, menina, que já fez tudo que quis porém chegou o destino e me fez de aprendiz estarão em destaque no evento. Bastante popular e conhecida por suas flores grandes e vistosas, que podem ser encontradas nos mais diferentes formatos, a Cattleya é uma das ‘queridinhas’ dos decoradores de ambientes. Nos três dias de expo-

sição, o visitante terá ainda a oportunidade de apreciar espécies raras, adquirir desde pequenas mudas até orquídeas adultas floridas e também participar do curso gratuito de cultivo das orquídeas, que acontece todos os dias do evento em horários alternados.

A tradicional exposição da AOSP tem entrada gratuita e, para que gosta de cultivar e colecionar orquídeas, no local do evento também haverá aulas gratuitas sobre cultivo de orquídeas todos os dias, às 10h, 14h e 16h (não é necessário fazer inscrição prévia).

“Festa da Fazenda” agita Parque da Água Branca Com entrada gratuita, evento tem boa música, comida típica e até touro mecânico Nos dias 23 e 24 de março, o Parque da Água Branca recebe a “Festa da Fazenda”, com “modão” de viola, trazendo o melhor do sertanejo, espaço para dançar e um pavilhão só de alimentação, com uma culinária típica de dar água na boca: feijão tropeiro, arroz carreteiro, galinhada e milho são só alguns exemplos. Também não faltarão os tradicionais queijos e salames. E mais! Os visitantes contarão, ainda, com espaço repleto de doces típicos para garantir uma sobremesa com gostinho de fazenda: vai ter

Divulgação

doce de abóbora, doce de leite, canjica, paçoca e outras delícias – com destaque também para o café coado na hora e biscoito de polvilho

fresquinho. A festa inclui até um touro mecânico (a preços populares), assim como artesanato e diversos produtos, além do

espaço kids para a criançada se divertir. Para o ambiente ficar ainda mais no clima brejeiro, transitarão no local lindos pavões, galos e galinhas. A programação contará, inclusive, com o espaço místico clássico do parque, com leituras para todos os gostos, como o baralho cigano, tarot, quiromancia, entre outras vidências. Ao fazer uma consulta para saber as previsões dos oraculistas, o público ganha um amuleto especial da sorte que promete muita prosperidade.

Governo do Estado de SP oferece 120 vagas para cursos em economia criativa na Zona Leste de São Paulo Oportunidades são para cursos de recreação, vitrine e grafite A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico (SDE), oferece 120 vagas para os cursos do programa São Paulo Criativo em recreação, vitrine e grafite, na Zona Leste da Capital Paulista. As inscrições começam nesta sexta-feira, 15 de março, e se encerram no dia 21

deste mês através do site http://www.saopaulocriativo. sp.gov.br. Estão disponíveis 40 vagas para cada curso. Podem participar maiores de 16 anos, alfabetizados e que residam no Estado de São Paulo. As aulas acontecem no Parque Várzeas do Tietê sito a Avenida Kumaki Aoki, 1.390 , Distrito

Jardim Helena de manhã (8 às 12h15) ou tarde (13 às 17h15), com carga total de 160 horas. O curso começa no dia 01 de abril e tem previsão de término para o dia 17 de maio. O programa atua na qualificação e formação profissional dos inscritos com foco no desenvolvimento da criati-

vidade de forma inovadora e empreendedora. O objetivo é contribuir com a geração de emprego e renda nas áreas de moda, design, artes, gastronomia e marketing digital. Os cursos são realizados em parceria com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e do Centro Paula Souza.

Chegou como um furacão se impôs como um vendaval rompeu o meu coração não esperou meu aval Meu coração abateu sem piedade, sem dó nem me perguntou se eu gostava de sentir-me só Trouxe um amor que ardeu amor que trouxe a dor um amor que se perdeu que acabou ou partiu virou cinzas pois queimou Sou uma mulher, menina, que nem faz tudo que diz já sou menina crescida que conhece um pouco da vida mas Mulher, menina, ainda sou!

Gosto de Sentir Gosto de Sentir... Essa emoção verdadeira, bem dentro do teu olhar é como se revelasse tua forma de pensar Gosto quando descubro Nas tuas minhas manias Gosto mais quando somamos Vitórias e alegrias Gosto de sentir Tua mão suavemente O meu corpo a percorrer Tua boca úmida e quente Mil carícias me fazer E teu corpo ardentemente Me enlouquecer de prazer Gosto de sentir teu gosto Gosto de sentir teu cheiro Mas amo esse fator Cuja soma é um inteiro.

Blogger de Notícias: http://riselda.blogspot.com Blogger de Poesias: http://riseldamorais.blogspot.com Facebook: www.facebook.com/riselda.morais Instagran: riseldamorais Instagran: riseldamorais_fotografias

Participação do Leitor! Reclamações, reivindicações, eventos, receitas de família. leitor@jornaldomomento.com.br Marcas e produtos só serão publicados sob patrocínio.


São Paulo,1ª quinzena de março de 2019

Jornal do Momento News

Ataque a escola em Suzano: Dupla de ex-alunos mata 8 pessoas e se suicida

Pág. 06

Livro Anjo Dourado Autora Riselda Morais

Antes de matar cinco alunos, duas funcionárias e ferir 11 alunos, dupla aluga carro, atira em dono da locadora de veículos

Na manhã desta quarta-feira, 13, por volta das 9h, dois homens armados e encapuzados invadiram a Escola Estadual Prof. Raul Brasil, em Suzano, região metropolitana de São Paulo, disparando tiros. Os assassinos mataram cinco estudantes, uma coordenadora, uma inspetora, deixaram 11 pessoas feridas e depois se suicidaram. Segundo o Secretário de Segurança Pública, João Camilo Pires de Campos, os assassinos alugaram um Onix branco com placa de Belo Horizonte, Minas Gerais e antes de ir para a escola, passaram pelo lava rápido de Antonio Moraes e atiraram no comerciante que veio a óbito no Hospital. Ainda segundo o General, os agressores se suicidaram, ao se deparar com dois policiais da Força Tática, quando tentavam entrar em mais uma sala de aula cheia de alunos. Os assassinos suicidas foram identificados como Guilherme Taucci Monteiro de 17 anos e Luiz Henrique de Castro de 25 anos. Os dois eram vizinhos e ex-alunos da escola. A polícia encontrou com eles, um revólver calibre 38, uma besta – arco e flecha medieval, garrafas de coquetel molotov, um recarregador de revólver e uma machadinha. Encontrou também uma bolsa com algo suspeito, simulando explosivo que, segundo o secretário de Segurança, tratava-se de pacote fake. Segundo o Governador João Doria, os feridos estão divididos entre seis unidades de Saúde. O Governador João Doria, os secretários da Segurança Pública e Educação e os dirigentes das polícias Militar, Civil e Técnico-Científica acompanharam no local o trabalho de resgate e atendimento aos feridos. O governador decretou luto oficial de três dias no Estado. A Escola Estadual Prof. Raul Brasil tem segundo o Censo Escolar, 358 alunos da segunda etapa do fundamental (6º ao 9º ano) e 693 estudantes do ensino médio.

DÊ POESIAS DE PRESENTE A QUEM VOCÊ AMA!

1194899-5218 Guilherme entra atirando, segundo assassino entra 20 segundos depois Nela, também funciona um Centro de Linguas. Vítimas fatais identificadas: 1. Caio Oliveira, 15 anos, estudante. 2. Claiton Antonio Ribeiro, 17 anos, estudante. 3. Douglas Murilo Celestino, 16 anos, estudante – socorrido ao Hospital de Clínicas Luzia Pinho de Melo, foi à óbito. 4. Kaio Lucas da Costa Limeira, 15 anos, estudante. 5. Samuel Melquiades Silva Oliveira, 16 anos, estudante. Funcionárias da escola em óbito: 6. Eliana Regina de Oliveira Xavier, 38 anos. 7. Marilena Ferreira Vieira Umezo, 59 anos. Assassinos – óbito: 8. Guilherme Taucci Monteiro – 17 anos (13/07/2001). 9. Luiz Henrique de Castro – 25 anos (16/03/1993). Dono de uma locadora e de um lava rápido (tio do Guilherme). 10. Jorge Antonio de Moraes, 51 anos – transferido do PSM de Suzano para o HC/ FMUSP onde foi a óbito. Estado de saúde dos feridos levados a hospitais: 1. Adna Isabella Bezerra de Paula, 16 anos, transferida do PSM Suzano para o HC/ FMUSP – estável, na UTI. 2. Anderson Carrilho de Brito, 15 anos, transferido do PSM Suzano para o HC/FMUSP – grave, na UTI. 3. Jenifer da Silva Cavalcante – HC Luzia de Pinho Melo, estável, na UTI. 4. Leonardo Martinez Santos – socorrido ao HC Luzia de Pinho Melo – estável; passará por cirurgia. 5. Leonardo Vinícius Santa Rosa, 20 anos, estava

na Santa Casa de Suzano e foi transferido para o HC/ FMUSP, teve alta nesta quinta-feira, 14.. 6. Letícia de Melo Nunes, (Hospital Santa Maria – transferida para Hospital Geral de Itaquaquecetuba) – estável e sob acompanhamento especializado de cirurgia geral, teve alta. 7. Murillo Gomes Louro Benites, 15 anos – socorrido ao HC/FMUSP pelo Águia, estável, na enfermaria. 8 - Beatriz Gonçalves Fernandes, de 15 anos, estava na Santa Casa de Suzano, teve alta. 9 - Guilherme Ramos do Amaral, de 14 anos: Santa Casa de Suzano 10- José Vitor Ramos Lemos: Hospital Santa Maria 11 - Samuel Silva Félix: Hospital Santa Maria Este é o terceiro caso e o maior já registrado em São Paulo e o 8º massacre deste tipo no País. Segundo as investigações da polícia, os dois assassinos eram vizinhos, ex-alunos da escola e tinham um pacto para fazer ataque e se matarem em seguida. Perícia do IML encontrou vestígios de pólvoras nas perfurações das balas, o que significa que os dois morreram com disparos da arma encostada na cabeça. Segundo as investigações em curso, Guilherme matou Luiz Henrique e se matou. Funeral coletivo Nesta quinta-feira, 14, As vítimas do massacre estão sendo veladas em funeral coletivo que começou por volta das 6h30m, na Arena Suzano no Parque Max

Feffer. Milhares de pessoas já passaram pelo local, onde os familiares e amigos se despedem de seus entes queridos. Estão sendo velados na Arena: - Caio Oliveira, estudante, 15 anos - Samuel Melquíades Silva de Oliveira, estudante, 16 anos - Kaio Lucas da Costa Limeira, estudante, 17 anos - Claiton Antonio Ribeiro, estudante, 17 anos - Eliana Regina de Oliveira Xavier, inspetora escolar da escola, 38 anos - Marilena Ferreira Vieira Umezo, coordenadora pedagógica, 38 anos Está sendo velado em uma Igreja Evangélica em Suzano: - Douglas Murilo Celestino, estudante, 16 anos - Está sendo velado no Cemitério do Ypês em Suzano: Jorge Antonio de Morais, comerciante, 51 anos Está prevista para acontecer às 11h na Arena, uma missa ecumênica. Cinco vítimas serão enterradas no Cemitério São Sebastião de Suzano. Os corpos começarão a sair em cortejo, por volta das 15h, com intervalo de 30 minutos. Exceto o corpo da coordenadora pedagógica, Marilena que aguarda o retorno de um filho do exterior. Continuam no IML: Guilherme Taucci Monteiro, assassino, 17 anos. Luiz Henrique de Castro, assassino, 25 anos. O caso continua sob invertigação.

Profile for   ANUNCIE :   55 11 27855338

Jornal do Momento News  

New
Advertisement