Issuu on Google+

PESCARIA DE CAIAQUE Conheça essa nova modalidade de pescaria que está fazendo a cabeça dos pescadores aventureiros. - Pág 10

PROMOÇÃO Entregue esse cupom na loja PESCA DEL MARE e participe do sorteio de um molinete

Nome:

Endereço da loja na contracapa do jornal

Telefone

RIO PESCA Ano 0 nº 01 - Distribuição Gratuita De 10 de Outubro a 10 de Novembro de 2013

www.riopesca.com contato@riopesca.com

PREVISÕES PARA O MÊS

Saiba como estará as condições para a pesca de praia

Pág 02

Saudável e eficaz

A pesca fazendo aumentar a qualidade de vida na terceira idade

Pág 04

LULAS

Aprenda como capturar lulas para usar de iscas nas suas pescarias

Pág 13

artificiais

Dicas de como ter êxito com as suas iscas artificiais Pág 15 comportamento

A evolução técnica da pesca no Rio de Janeiro Pág 06

MULHERES NA PESCA

A mulher assumindo o seu lugar na pescaria Pág 05

Cristiane Cavalcante e seu belo exemplar de Pampo Isca: Lula - Local: Jaconé

CBLL

Rio Grande do Sul é o Campeão no 1º campeonato Brasileiro de Lançamento Limitado Pág 14

OPEN RECREIO

Veja como foi o evento realizado pelo Clube de Pesca Três Anzóis na noite do dia 07/09 no Recreio dos Bandeirantes.

Pág 07


Iniciando na pescaria Página 02

RIO DE JANEIRO, 10 de Outubro de 2013

Direção Genaro Braga

EDITORIAL

A

partir de agora o Pescador terá o seu canal de divulgação sobre esse esporte que cresce cada vez mais no Brasil. A pesca esportiva tem conquistado, ao passar do tempo, pessoas de diversos tipos e classes sociais. Antigamente eram vistos apenas alguns pescadores em praias e lagoas, que pescavam para seu próprio sustento. Hoje a realidade é outra: não importa a classe social nem a idade. Por se tratar de uma forma de terapia, a pesca ajuda nos tratamentos de algumas doenças e até mesmo (acredite) emagresse. Estaremos realizando entrevistas com pescadores de diversos pesqueiros, ouvindos suas reclamações e sugestões para melhorar ainda mais esse esporte tão emocionante. Além, é claro, de dicas e truques para quem está iniciando nesse esporte, que muitas vezes tem dificuldade em adquirir o material certo e como localizar os peixes. O Jornal Rio Pesca é feito para você pescador e para isso contamos com sua participação. Estamos também disponibilizando o CLASSIPESCA um classificados gratuito em nosso site www.riopesca.com/ classipesca. Aproveite ! Participem enviando suas fotos, dúvidas e sugestões para o Jornal Rio Pesca e concorra a diversos brindes!

@ contato@riopesca.com

RIOPESCA.COM

www.riopesca.com.br

Ano 0 - Edição Nº 01 O canal de Informação para o Esporte Distribuição gratuita e dirigida Colaboradores Eduardo Barreira Sergio Vinicios

Redação: Rua Visconde de Itabaiana 113 Engenho Novo - 20780180 Web

www.riopesca.com.br

@

02/10 Quarta - Feira Sol e Chuva +21ºc

04/10 Sexta - Feira Nublado + 23 ºc

01/10 Terça - Feira Chuva + 21 ºc

03/10 Quinta - Feira Sol e Chuva + 20 ºc

05/10 Sábado Chuva + 25 ºc

30/09 Segunda- Feira O - 13 km/h

01/10 Terça- Feira SO - 23 km/h

Estações do Ano

FEITO PARA VOCÊ PESCADOR ESPORTIVO

Direção: Genaro Braga Editora Chefe: Cristiane Cavalcante Revisão: Elaine Dourado Reporter: Barbara Cristina

30/09 Segunda - Feira Chuva + 25 ºc

contato@riopesca.com.br comercial@riopesca.com.br Atendimento 21 2135 8966 Comercial 21 7609 0052

O Jornal Rio Pesca, é um produto de circulação mensal, com caráter informativo ao público em geral. Não nos responsabilizamos por opiniões e conceitos emitidos em artigos assinados. O material publicado só poderá ser reproduzido com autorização expressa da direção ou dos respectivos autores.

Verão 21/12

Outono 20/03

02/10 Quarta- Feira SSE - 11 km/h

Inverno 21/06

Primavera

03/10 Quinta- Feira L - 13 km/h

Fases da Lua

22/09

Nova

04/10

Cresc. 11/10

06/10 Domingo Chuva + 25 ºc Lembrando que as previsões dependem do clima e podem sofrer alterações !

04/10 Sexta - Feira NEN- 14 km/h Cheia

05/10 Sábado NNE- 13 km/h Ming.

18/10

26/10

PESQUE COM CONSCIÊNCIA, SIGA A TABELA DE MEDIDAS MINIMAS DO IBAMA Nome / Nome científico

Tamanho mínimo

Badejo-de-areia / Mycteroperca microlepis Badejo-mira / Mycteroperca acutirostris Bagre / Cathorops spixii Bagre / Genidens genidens Bagre-branco / Genidens barbus Cação-anjo-asa-longa / Squatina argentina Cação-anjo-asa-curta / Squatina occulta Cação-anjo-espinhoso / Squatina guggenheim Caçonete / Mustelus schmitii Cherne / Epinephelus niveatus Corvina / Micropogonias furnieri Garoupa / Epinephelus marginatus Linguado / Paralichthys patagonicus/P. brasiliensis Miraguaia / Pogonias cromis Palombeta / Chloroscombrus chrysurus Pampo-viúva / Parona signata Pampo/Gordinho / Peprilus paru Papa-terra-branco ou Betara / Menticirrhus littoralis Parati ou Saúba / Mugil curema Peixe-espada / Trichiurus lepturus Peixe-porco, Peroá ou Cangulo (*) / Balistes capriscus Peixe-rei / Odonthestes bonariensis Pescada-olhuda ou Maria-mole / Cynoscion striatus Pescadinha / Macrodon ancylodon Robalo-flexa / Centropomus undecimalis Robalo-peba ou Robalo-peva / Centropomus parallelus Sardinha-lage / Opisthonema oglinum Tainha / Mugil platanus/Mugil liza Trilha / Mullus argentinae

Tabela de conersão LIBRAS x KILOS 1 lb 2 lb 3 lb 4 lb 5 lb 6 lb 7 lb 8 lb 9 lb 10 lb 12 lb 15 lb 20 lb 25 lb 30 lb

0,45 KG 0,9 KG 1,35 KG 1,81 KG 2,26 KG 2,71 KG 3,17 KG 3,62 KG 4,07 KG 4,53 KG 5,43 KG 6,79 KG 9,06 KG 11,32 KG 13,59 KG

35 lb 40 lb 45 lb 50 lb 55 lb 60 lb 65 lb 70 lb 75 lb 80 lb 85 lb 90 lb 95 lb 100 lb

15,85 KG 18,12 KG 20,38 KG 22,65 KG 24,91 KG 27,18 KG 29,44 KG 31,71 KG 33,97 KG 36,24 KG 38,5 KG 40,77 KG 43,03 KG 45,3 KG

30 cm 23 cm 12 cm 20 cm 40 cm 70 cm 70 cm 70 cm 50 cm 45 cm 25 cm 47 cm 35 cm 65 cm 12 cm 15 cm 15 cm 20 cm 20 cm 70 cm 20 cm 10 cm 30 cm 25 cm 50 cm 30 cm 15 cm 35 cm 13 cm

Tabela de conersão

Tábua de Marés 1º Semana

Segunda - Feira - 30/09 06:40 11:50

0,1 m 19:05 1,0 m 23:35

0,3 m 1,0 m

07:20 12:15

1,20m 19:40 1,20m

1,20m

00:15 08:00

1,1 m 12:50 0 m 20:25

1,1 m 0,2 m

Terça - Feira - 01/10 Quarta - Feira - 02/10 Quinta - Feira - 03/10 00:55 08:45 01:40 09:25

1,3 m 14:15 0 m 21:35

Sábado - 05/10 02:30 10:00

1,3 m 14:50 0 m 22:05

1,2 m 0,1 m 1,2 m 0,1 m 1,2 m 0,1 m

Domingo - 06/10 03:10 10:30

1,3 m 15:25 0,1 m 22:30

1,2 m 0,1 m

Tábua de Marés 2º Semana Segunda - Feira - 07/10 03:45 11:00

1,3 m 15:55 0,2 m 22:50

1,2 m 0,2 m

Terça - Feira - 08/10 04:20 11:35

1,2 m 16:25 0,4 m 23:05

Quarta - Feira - 09/10 13:30

2 lb 4 lb 6 lb 8 lb 10 lb 12 lb 14 lb 17 lb 20 lb 25 lb 30 lb 40 lb 50 lb

1,2 m 13:35 0 m 21:05

Sexta- Feira - 04/10

DIAMETRO x LIBRAS 05:10

0,14 0,16 0,2 0,25 0,275 0,3 0,35 0,375 0,4 0,45 0,5 0,6 0,65

06/10 Domingo SO - 10 km/h

1,1 m 17:00 0,5 m 23:10

1,1 m 0,3 m 1,0 m 0,4 m

Quinta - Feira - 10/10 02:35 07:35

0,4 m 10:50 1,0 m 11:25

0,7 m 0,8 m

Sexta- Feira - 11/10 02:35 07:35

0,4 m 10:35 1,0 m 11:50

Sábado - 12/10 04:20 08:50

0,4 m 10:10 0,9 m 12:10

0,8 m 0,9 m 0,8 m 1,0 m

Domingo - 13/10 06:35 13:20

0,3 m 19:20 1,0 m 23:20

0,5 m 0,9 m

Atividade dos Peixes Muito Alto Alto Médio Baixo


07/10 Segunda - Feira Chuva + 21 ºc

09/10 Quarta - Feira Nublado + 22 ºc

11/10 Sexta - Feira Trovoada + 30 ºc

13/10 Domingo Nublado + 34 ºc

08/10 Terça - Feira Nublado + 22 ºc

10/10 Quinta - Feira Nublado + 29 ºc

12/10 Sábado Chuva + 23 ºc

Lembrando que as previsões dependem do clima e podem sofrer alterações !

07/10 Segunda- Feira ENE - 11 km/h

08/10 Terça- Feira ENE - 11 km/h

09/10 Quarta- Feira ENE - 11 km/h

10/10 Quinta- Feira L - 8 km/h

11/10 Sexta - Feira NEO- 11 km/h

12/10 Sábado SO - 31 km/h

Peixes da estação CORVINA Embora seja encontrada o ano inteiro a corvina costuma encostar nas prais pelos meses de Outubro, Novembro e Dezembro, sendo mas fácil a captura de exemplares maiores. Vivem em locais com fundo arenoso, normalmente em cardumes não muito numerosos . O Tamanho mínimo para a captura é de 25cm Utilizar varas com comprimento variando entre 3,90m e 4,20m, molinete ou carretilha com linha de 0,25mm a 0,30mm e chicote de 0,40mm para um anzol.

PAPA TERRA ( BETARA ) O papa terra é uma espécie de peixe que alcança até 40 cm comprimento. De coloração cinza-escura de corpo alongado. Formam pequenos cardumes vivendo em fundos de areia ou lodo, sempre perto da costa, dentro das baías, desembocaduras de rio, enseadas e nas águas rasas da praia. Alimentam-se de pequenos invertebrados, principalmente crustáceos. São peixes muito comuns, de carne saborosa. O Tamanho mínimo para a captura é de 20 cm

PAMPO Podem ser encontrados em todo o litoral brasileiro sendo que se subdivide em cinco espécies. Freqüentam locais próximos à formações rochosas e praias na região em que as ondas estouram. Melhor época: novembro, dezembro, janeiro e fevereiro. Sem Tamanho mínimo para a captura Deve-se utilizar um equipamento composto por uma vara de 4,2m, um molinete ou carretilha linha com 0,25mm de diâmetro e anzóis com haste curta de tamanho 2/0 ou 3/0.

Iniciando na pescaria

13/10 Domingo S - 11 km/h

Direção Genaro Braga

dicionàrio da pesca

Decifrando a pescaria

ARRANQUE O uso de linha amarrada à frente da linha principal de maior resistência e diâmetro. Geralmente para a pesca de praia utilizase arranque cônico ( 0,25mm x 0,52mm) facilitando o arremesso a longas distâncias. SNAPS Significado do nome: Fechar , Prender. São presilhas , prendedores, engates utilizados para troca de iscas e anzois com maior agilidade ZANGARILHO Isca artificial composta de uma aste de plastico envolto com silicone e tecido, com coroa pontuda de aço, usada para a captura da LULA . SUPORT HOOK Anzol extra ou auxiliar, geralmente colocado nas iscas de fundo tipo Jumping Jig, ou metal Jig. PRESSÃO ATMOSFÉRICA Fenômeno da natureza é o maior responsável pelo sucesso ou fracasso de sua pescaria. Nem alta nem baixa deve ser constante.

RIO DE JANEIRO, 10 de Outubro de 2013

Página 03

Tábua de Marés 3º Semana Segunda - Feira - 14/10 07:20 13:15

0,2 m 19:05 1,0 m

Terça - Feira - 15/10 00:25 08:00

1,0 m 13:25 0,1 m 20:25

0,4 m

1,1 m 0,3 m

Quarta - Feira - 16/10 01:00 08:45

1,1 m 13:45 0 m 21:05

1,1 m 0,2 m

Quinta - Feira - 17/10 01:40 09:30

1,2 m 14:15 0 m 21:45

Sexta- Feira - 18/10 02:25 10:10

1,2 m 14:50 0 m 22:20

Sábado - 19/10 03:15 10:45

1,2 m 15:25 0,1 m 22:50

1,1 m 0,1 m 1,1 m 0m 1,1 m 0m

Domingo - 20/10 03:55 11:15

1,2 m 15:55 0,2 m 23:20

1,2 m 0m

Tábua de Marés 4º Semana

Segunda - Feira - 21/10 04:25 11:40

1,2 m 16:25 0,3 m 23:45

1,2 m 0,1 m

Terça - Feira - 22/10 05:00 12:05

1,2 m 16:55 0,4 m

1,1 m

Quarta - Feira - 23/10 00:05 05:35

0,2 m 12:10 1,1 m 17:30

0,5 m 1,1 m

Quinta - Feira - 24/10 00:10 06:20

0,3 m 11:45 1,0 m 12:35

0,6 m 0,7 m

Sexta- Feira - 25/10 00:15 00:30

0,4 m 02:45 0,5 m 07:30

Sábado - 26/10 03:40 08:25

0,4 m 12:05 0,9 m 12:55

0,4 m 1,0 m 0,7 m 0,8 m

Domingo - 27/10 05:15 09:25

0,4 m 18:20 0,9 m 21:25

0,5 m 0,9 m

Atividade dos Peixes Muito Alto Alto Médio Baixo


Pescaria na terceira idade Página 04

RIO DE JANEIRO, 10 de Outubro de 2013

Direção Genaro Braga

14/10 Segunda - Feira Nublado + 23 ºc

16/10 Quarta - Feira Trovoadas + 24 ºc

18/10 Sexta - Feira Sol e Nuvens + 24 ºc

15/10 Terça - Feira Sol e nuvens + 25 ºc

17/10 Quinta - Feira Chuva + 24 ºc

19/10 Sabado Sol e Nuvens + 25 ºc

14/10 Segunda- Feira S - 06 km/h

15/10 Terça- Feira SE - 08 km/h

Saudável e eficaz

16/10 Quarta- Feira SE - 08 km/h

A prática da pesca faz aumentar a qualidade de vida na terceira idade

O

Estado do Rio de Janeiro é com certeza um dos mais importantes do país em termos econômicos e culturais. Em várias cidades do Estado, é possível notar a cultura e o tradicionalismo da pesca ainda firme e muito praticado, tanto por moradores locais como por gente que vem de fora apenas para pescar. Devido as ótimas condições do mar do Rio de Janeiro, a pesca é uma atividade empolgante e muito divertida para quem curte o esporte. A pesca atrai, de diversas maneiras, pessoas que procuram uma atividade saudável para levar a familia.

Não importa a Idade Pescadores de várias idades passam a praticar o esporte a fim de manter a forma e a cabeça firme, se engana quem pensa que pescaria é só ficar esperando o peixe comer a isca, para ter êxito na pesca é nescessário ter alguns conhecimentos. Além de ser uma atividade constante na areia, ajudando a aumentar o condicionamento físico. Também trabalha a coordenação motoroa fina, o equilibrio e a musculatura dos braços , pernas e tronco, melhora a musculatura ajudando na diminuição de dores nas articulares e de coluna, quando observada a ultilização correta dos materiais. Por não ser um esporte de alto impacto e que respeita a limitação de cada indivíduo devido a divercidade de modalidades que podem ser praticadas, a pesca é um grande aliado ao bem estar e a saúde.

18/10 Sexta - Feira SE - 11 km/h

Uma das principais causas de acidentes e de incapacidade na terceira idade é a queda que geralmente acontece por anormalidades do equilíbrio, fraqueza muscular, desordens visuais, anormalidades do passo, doença cardiovascular, alteração cognitiva e consumo de alguns medicamentos.

exercício da pesca + Ocontribui na prevenção

das quedas através de diferentes mecanismos:

Fortalece os músculos das pernas e costas.  Melhora os reflexos.  Melhora a sinergia motora das reações posturais.  Melhora a velocidade de andar.  Incrementa a flexibilidade.  Mantém o peso corporal.  Melhora a mobilidade.  Diminui o risco de doença cardiovascular.

Lembrando que as previsões dependem do clima e podem sofrer alterações ! 19/10 Sábado ESSE- 13 km/h

20/10 Domingo ENE - 14 km/h

Talvez o mais importante seja o fato que reduz de 30% para 10% o número de indivíduos incapazes de cuidar de si mesmos, além de desempenhar papel fundamental para facilitar a adaptação a aposentadoria. Nos adolescentes melhora a consentração o que reflete diretamente em seu desempenho escolar alem de deixa-los mas tranquilos e menos anciosos com as mudanças naturais da idade.

Segundo dados científicos Lazer sem pressa é benéfico para a saúde física e mental das pessoas É muito comum encontrar famílias inteiras nas pescarias. Além disso existem varios tipos de doenças que acomentem a terceira idade, como, por exemplo diabetes e hipertensão, e que, apesar de manter seus controles de forma medicamentosa, sabemos que o estresse agrava esses quadros. A pesca diminui o estresse auxiliando para que as doenças fiquem controladas. Existem cada vez mais evidências científicas apontando o efeito 

O mito de local de pesca é lugar de bebida e outros tipos de drogas não corresponde a realidade da pesca amadora de hoje em dia.

17/10 Quinta- Feira SSE - 10 km/h

20/10 Domingo Sol e Nuvens + 25 ºc

benéfico que a pesca traz. Com um estilo de vida mais ativo, auxilia na manutenção da capacidade funcional e da autonomia física durante o processo de envelhecimento. Além dos benefícios já citados anteriormente pela atividade aeróbica na pesca, existem também importantes benefícios, tais como treinamento de força muscular no adulto e na terceira idade . Veja o quadro abaixo:

Melhora da velocidade de andar Melhora do equilíbrio Aumento do nível de atividade física espontânea Melhora da auto-eficácia Contribuição na manutenção e/ou aumento da densidade óssea Ajuda no controle do Diabetes, artrite, Doença cardíaca Melhora da ingestão alimentar Diminuição da depressão

25% MENOS RISCO

A participação de idosos na pesca leva à redução de 25% nos casos de doenças cardiovasculares

10% MENOS AVC

Nos casos de acidente vascular cerebral, doença respiratória crônica e distúrbios mentais

João Vitor Moreira Figueira de 14 anos, pratica o esporte desde os seus 5 anos incentivado pelo tio. O fato de ser uma atividade praticada ao ar livre traz o beneficio de estar em contato com a natureza. Observamos na pratica do esporte lindos momentos dessa interação Homem x Natureza. Para as pessoas com a saúde em dia, sair para pescar com os amigos ou embarcar em uma excursão para conhecer gente nova é uma excelente maneira de dar um jeitão de férias à realidade, onde os compromissos profissionais são páginas viradas. Especialistas garantem que o contato com a natureza e a mudança de ares faz muito bem à saúde.

“A pesca e as atividades físicas são uma fonte de equilíbrio na saúde mental, porque reduzem a sensação de ansiedade. O esporte também favorece a socialização, fonte importante de benefício aos idosos”


21/10 Segunda - Feira Sol e nuvens + 26 ºc

23/10 Quarta - Feira Sol e nuvens + 28 ºc

25/10 Sexta - Feira Sol e nuvens + 28ºc

27/10 Domingo Sol e Chuva - 27 ºc

22/10 Terça - Feira Sol e nuvens + 27 ºc

24/10 Quinta - Feira Nublado + 26 ºc

26/10 Sábado Sol e nuvens + 27 ºc

Lembrando que as previsões dependem do clima e podem sofrer alterações !

21/10 Segunda- Feira ENE - 19 km/h

22/10 Terça- Feira NE - 18 km/h

23/10 Quarta- Feira NE - 14 km/h

24/10 Quinta- Feira SSE - 8 km/h

25/10 Sexta - Feira NE - 18 km/h

26/10 Sábado NNE - 11 km/h

Mulheres na pescaria

27/10 Domingo N - 05 km/h

Direção Genaro Braga

As Mulheres NA PESCA

RIO DE JANEIRO, 10 de Outubro de 2013

Página 05

Tábua de Marés

5º Semana

Segunda - Feira - 28/10 06:30 11:05

0,3 m 0,9 m

19:00 22:50

0,4 m 0,9 m

07:10 12:10

0,2 m 1,0 m

19:35

0,3 m

Terça - Feira - 29/10

Quarta - Feira - 30/10 00:05 07:50

1,0 m 0,1 m

12:45 20:10

Quinta - Feira - 31/10 00:50 08:30

1,1 m 0,1 m

13:20 20:50

1,1 m 0,2 m 1,1 m 0,2 m

Atividade dos Peixes Muito Alto Alto Médio Baixo As previsões de marés são válidas somente como referência para a pesca esportiva. Não devem ser utilizadas como guia para a navegação.

M

uitas mulheres acham que a pesca é coisa para homem! E acabam ficando “de fora” de uma excelente forma de diversão, ao ar livre, curtindo a natureza e o por-do-sol, ao lado de seu companheiro e fazendo um ótimo exercício! Sim, pescar emagrece! Além de ser um hábito saudável, psicologicamente. Deixar para trás o estresse do diaa-dia. Quem se habilita? Para tanto, é preciso aprender. Frescura, na pesca, não tem vez! Mas não precisa esquecer a feminilidade. Claro que para ser aceita no grupo extremamente masculino tem regras. Mulher chata, nem nós mesmas aguentamos. Reclamona? Nem pensar! Dessa forma, esqueça o fato de sua mão ficar fedendo a peixe e lulas, esqueça-se de reclamar que a unha quebrou ou que já saiu o batom! De resto, muito protetor solar, óculos escuros e, divirta-se! Pode ter certeza que o maridão vai adorar a companhia e os colegas ficarão com inveja da patroa estar

junto, e não reclamando como as deles. Mas não podemos deixar de falar da emoção! Sim, uma grande liberação de adrenalina quando o peixe bate na vara! Quanta alegria! Esse momento é impagável, mesmo que seja de uma pequena Cocoroca que será devolvida ao mar. A briga com o peixe e a emoção de trazê-lo até a beira da praia. A sensação de liberdade, com vento batendo no rosto e pé na areia. Não há dinheiro que pague! Ficou interessada? Peça ao maridão para acompanhar a próxima pescaria. Demonstre interesse genuíno. Mostre que ele será seu grande professor! O casamento agradece essa nova modalidade de conversa. Vocês ficarão muito mais próximos e você, bem menos estressada e em forma!Embora hoje em dia no Brasil, representemos cerca de 7% dos pescadores amadores, de acordo com o Boletim do Registro Geral da Atividade Pesqueira – RGP 2012. Mas esses dados não representam a realidade das quantidades de mulheres que hoje praticam a

maridos e gostariam de sentir a fisgada de um belo peixe? Quantas famílias não poderiam estar pescando, juntas, se tivéssemos representatividade nesse setor? Essas questões abordaremos nas próximas edições do Rio Pesca, tentando simplificar a pescaria feminina para em fim, ter a representabilidade nesse mercado cada vez maior de Pasca no Rio e em todo o Brasil. Faça sua parte. Tire sua licença de pesca amadora. É simples, rápido e custa apenas R$ 20,00 anualmente. pesca amadora. Isso se deve ao fato do desconhecimento da importância da aquisição da Licença de Pesca Amadora. Com dados insuficientes, representamos uma pequena parcela, praticamente insignificante nesse universo. E você deve se perguntar – e daí? Daí que com uma representatividade tão baixa, não somos levadas em consideração pelos fabricantes de material de pesca esportiva. Materiais pesados, robustos, que dificultam nosso aprendizado e

evolução no esporte. As mulheres que insistem no hobby sofrem com esses materiais. Isso leva, muitas vezes, a desistência da atividade. Por experiência própria e por que estar nesse mundo há um ano, tenho muita dificuldade de achar um molinete que seja direcionado para o público feminino, e isso principalmente no mercado do Rio de Janeiro. Mesmo sendo uma atividade prazerosa, que cria vínculos familiares e sociais saudáveis, pergunto a todas as mulheres que acompanham seus


Aprendendo a pescar

Página 06

RIO DE JANEIRO, 10 de Outubro de 2013

28/10 Segunda - Feira Sol e nuvens + 28 ºc

Direção Genaro Braga

28/10 Segunda- Feira NO - 06 km/h

29/10 Terça - Feira Sol e nuvens + 28 ºc 29/10 Terça - Feira O - 05 km/h

Atendimento 21 2135 8966 Comercial 21 7609 0052

30/10 Quarta- Feira S - 10 km/h

31/10 Quinta - Feira Sol e nuvens + 26 ºc

30/10 Quarta - Feira Sol e nuvens + 28 ºc 31/10 Quinta - Feira NE - 11 km/h

Lembrando que as previsões dependem do clima e podem sofrer alterações !

contato@riopesca.com @ comercial@riopesca.com

www.riopesca.com www.facebook.com/rio.pesca

EVOLUÇÃO TÉCNICA DA PESCA ESPORTIVA NO RIO DE JANEIRO - Parte 1 ARTIGO: José Vinicio Costa de Toledo

C

omo podemos reparar, nos dias de hoje, tudo que nos cerca sofreram mudanças tecnológicas. O avanço da ciência nos últimos anos assustou-nos a cada nova descoberta, a cada nova invenção. No mundo dos esportes a tecnologia provou que o homem é uma “MÁQUINA” quando utilizando os equipamentos e técnicas adequadas para cada estilo de esporte ou competição. Na pesca não foi diferente. Ao contrário do que muitos pensam, a pescaria hoje não se resume mais a uma varinha de bambu, um pedaço de linha amarrada na ponta e uma minhoca no anzol para atrair os peixes e a partir dai contar com a sorte. Para a desilusão de muitos que pensam desta forma, e ficão sempre culpando a sorte para a maioria das vezes que vão pescar, o mundo da pesca esportiva hoje se especializou muito, as indústrias do ramo gastam milhões em pesquisas todos os anos para melhorar os equipamentos e atender as demandas de materiais de pesca cada vez mais sofisticados. Hoje nos oferecem equipamentos de última geração, com inúmeros itens de materiais, inúmeros modelos de varas, molinete, linhas, anzóis, chumbos, etc...

Tudo para que o pescador aprenda a utilizar corretamente esses equipamentos, para cada estilo de pesca, assim obtendo o máximo de sucesso, uma alta performance. Hoje, na pesca esportiva, para você comprar um material bom, o que nem sempre é barato como você gostaria que fosse, mas sem o conhecimento necessário acaba paga pelo resultado

Estilos de pesqueiros que encontramos no estado O Estado do Rio de Janeiro é abençoado por Deus em todos os sentidos, para nós que admiramos a arte da pesca e praticamos este fascinante esporte. Aqui encontramos praias, lagoas, baias, canais e costões enfim, por ter tanta diversificação de pesqueiros. Talvez seja o melhor lugar do mundo para praticar a pesca esportiva. Em nossas águas se proliferam milhares de espécies de peixes, tornando assim a pescaria bem mais ativa e emocionante. O que muitos não sabem, é que, para cada estilo de estrutura de pesqueiro, ou estilo de pescaria que se vai fazer, tem um equipamento que se adequá para obter sucesso nas investidas. Muitos pescam com equipamentos totalmente inadequados que certamente os levam a frustração. Para cada pesqueiro que iremos investir (pescar), 1° precisamos conhecer os variados estilos de pesqueiros:

DICAS DE PESCARIA E EQUIPAMENTOS ADEQUADOS PARA ALGUNS DOS PESQUEIROS MAIS FAMOSOS DO RIO

1

CONJUNTOS CLÁSSICOS DE MATERIAIS:

+ PEIXES MAIS COMUNS PRAIA DE MAR ABERTO Pampo, Galhudo,

Riscadinho, Papa-terra, Corvina, Baiacu Arara e Estrutura de pesqueiro mais comum em litorais. São praias típicas Cação viola de surfistas, com ondas e marolas. Podemos citar alguns exemplos como Praia de Copacabana, Ipanema, Barra da Tijuca e Itaipuaçú. Neste estilo de pesqueiros encontramos forte corrente de água, os peixes tem tendências de se alimentar caçando minhocas de areia, corruptos e tatuís, sempre em constante movimento. Por isso , para conseguirmos capturá-los temos que procurar poitar (ancorar) o chumbo dentro d água, para que o peixe possa encontrar á isca ao passar por ela.

? MÉDIA DE TEMPO DE ESPERA COM A LINHA NA ÁGUA BEIRA

VARA – ENTRE 3,90m E 4,50m TOTALMENTE RÍGIDA COM LEVE FLEXIBILIDADE NA PONTA MOLINETE – GRANDE E COM O CARRETEL CÔNICO

LINHA – 0,18m.m A 0,25m.m ANZÓIS – MARUSEIGO Nº 12

EMPATADO COM LINHA 0,40mm, E N° 14 EMPATADO COM LINHA 0,45mm, PERNADA ENTRE 60cm E 1m

ARRANQUE – 0,50m.m A 0,60m.m CHICOTE – 50m.m a 0,60m.m de

ENTRE 3 E 10 MINUTOS

acordo com a espessura do arranque

ENTRE 5 E 10 MINUTOS

A 150gr E PIRÂMIDE Nº 04 e 05 Distorcedor de pelo menos 40lb e grampo de aço com pelo menos 80mm

MEIA-ÁGUA FUNDO

ENTRE 10 E 20 MINUTOS

CHUMBO – PIT-BOMBER DE 125gr


Quem disse que pescador não ouve música?

O Rock também faz parte dessa paixão

Evento Direção Genaro Braga

RIO DE JANEIRO, 10 de Outubro de 2013

Página 07

3º Encontro Tubarão Fishing Team No domingo dia 29/9, aconteceu na praia de Itaipuaçu – Maricá, o 3º Encontro Tubarão Fishing Team. Com o clima ameno e sem vento, os peixes colaboraram com o evento. Várias espécies foram capturadas, com predominância dos pampos e dos baiacus-arara. Atletas do Gaivotas Clube de Pesca abrilhantaram o evento com sua presença: Marcelo e Gecildo Martins e Rodrigo Mello (atual campeão estadual individual de pesca). O evento teve como objetivo apresentar, de forma prática, as técnicas e os materiais mais modernos utilizados em pesca de praia para os iniciantes da modalidade, que nem sempre terão a oportunidade de ver e utilizar estes materiais antes de adquirílos. A Pousada do Navio ofereceu apoio logístico e de alimentação ao evento. A Trabucco e ADC, marcas consagradas na modalidade, foram parceiras no evento. O idealizador do evento, Gustavo Rozzo, é atleta pescador do Gaivotas Clube de Pesca, e proprietário da Tubarão Pet & Pesca, localizada no município de Nova Iguaçu.

ARTIGOS PARA PESCA ESPORTIVA EM GERAL Grupos para pesca de praia e embarcada, com assessoria técnica especializada.

21 3763-9836 21 7237-5772 (VIVO) 21 7741-6555 ID 83*86766 Rua Alexandre Fleming, 678 Vila Nova - Nova iguaçu revendedor:


Open Recreio Página 08

RIO DE JANEIRO, 10 de Outubro de 2013

Direção Genaro Braga

Atendimento 21 2135 8966 Comercial 21 7609 0052

contato@riopesca.com @ comercial@riopesca.com

www.riopesca.com www.facebook.com/rio.pesca

Evento reune os clubes de pesca do Rio O CLUBE TRÊS ANZOIS RELAIZOU UM CAMPEONATO ENTRE CLUBES DO RIO ENTE ELES ESTAVAM O CLUBE PAMPO, O CLUBE ORCA, ENTRE OUTROS

O

evento realizado no Posto 10 do Recreio dos Bandeirantes -RJ, foi organizado pelo clube Três Anzois e contou com a presença de vários outros clubes de Pesca na qual descobrimos a importância de se filiar a um clube de Pesca. Além de todos os benefícios de ser sócio pescador o filiado pode contar com um ambiente saudável para levar seus filhos e familia, incentivar as crianças a participar desse esporte que cresce cada vez mais. Uma grande familia, como definimos os clubes reunidos para a competição. Não pela busca do primeiro lugar e sim por fazer parte desse momento desontraido entre amigos. Parabéns ao organizadores do evento, Michel e Alexsandro e atodos os outros clubes ou não que participaram.

Michel e Radiger

Mesa de Troféus

Alexsandro Borges e Carol Samper

Bruno Carneiro, Gustavo Rozzo (Tubarão pet pesca) e Alexsandro Borges

Gustavo e Helder Bastos( Pampo)

Julio petrelli (Orca), Nilton peixoto ( Tres anzóis) Rogerio Tres Anzois

Paulo Tabuas (Orca), Valério Pedra (FEPELERJ) Daniel Taboas ( Orca)

Detalhes dos trogéus

Carolina e Elida e equipe

Carol Samper(tres anzóis) Jane Costa 3 A e Boa Isca) e Tatiane 3A

Participante chegando no evento

Amauri, Rogerio e esposa e Radiger

Participantes chegando no evento

Dodoé e Jorge e amigo

Marcelo Breciani, Valerio Pedra


Open Recreio Atendimento 21 2135 8966 Comercial 21 7609 0052

@

contato@riopesca.com comercial@riopesca.com

Fernando Toca do pescador

Vencedores Reunidos

Afrânio Silva da Minhoca Feliz

Gustavo Rozzo Tubarão Pet & Pesca

Rodrigo Alonso, Fernando ( Toca) Renato Duarte, Carlos Prado e Eduardo Santos

Direção Genaro Braga

www.riopesca.com www.facebook.com/rio.pesca

Helder Bastos ( Pampo)

Julio Cesar Brito ( Abissal)

Renato duarte

RIO DE JANEIRO, 10 de Outubro de 2013

Página 09

Carolina e Elida

Grupo de pagode

Alex Novo e Simone Novo ( Caiaque & Cia) Fernando ( Toca do Pescador) Gustavo Rozzo ( Tubarão pet pesca Afrânio Silva ( A Minhoca Feliz) Jane Costa ( Boa Isca) Gilson ( Barra de São


Página 10

RIO DE JANEIRO, 10 de Outubro de 2013

Direção Genaro Braga

Caiaques

www.riopesca.com

Simone Novo

Curiosidade

Falaremos dos caiaques Duplos e suas Vantagens

+ ITENS DE SEGURANÇA São básicos e muitas vezes nem damos bola para eles mais são essenciais e fazem toda diferença, temos que sempre estar com esses itens para uma pratica segura do nosso esporte. Segue uma pequena lista de alguns dos mais importantes.

está fazendo a cabeça dos pescadores

O

1 2

a amigos pescadores sou Simone Novo da Loja Caiaques & Cia, representante da brudden náutica aqui no Rio de Janeiro, e vou a partir de hoje falar a todos vocês como e o maravilhoso mundo da Pescaria utilizando Caiaques.

Vou tentar passar a todos como a utilização do caiaque pode fazer suas pescarias renderam ao Maximo. Logo podemos ver pela foto de hoje, com um dos nossos amigos e Clientes com um belo Exemplar de Pampo (Trachinotus spp – Carangídea) pescado com camarão artificial no forte Santa Cruz em Niteroi, esse e outros peixes só puderam ser pescados por estar utilizando de uma ferramenta em especial o Caiaque, assim ele pode chegar bem próximo do ponto de pesca, essa e uma das milhares vantagem que temos em utilizar o Caiaque, segue alguns exemplos: chegar bem próximo de pontos onde a pé e de lancha não poderíamos chegar, ter a possibilidade de estar em contato direto com a natureza, chegar aos pontos sem espantar os cardumes e outras mais. Sem contar que o Caiaque trabalhando junto com a segu

caiaquesecias@gmail.com www.caiaquesecias.com.br

Na Próxima edição

O caiaque nasceu na Groenlândia e existe desde tempos imemoriais, servindo de meio de pesca e trabalho aos esquimós

Pescaria aventureira Conheça essa nova modalidade que

www.facebook.com/rio.pesca

3 rança se torna uma excelente embarcação, muito estável e de rápido acesso a locais onde jamais poderíamos chegar de outra forma, uma boa dica e para pessoas que estão iniciando nesse esporte e tentar utilizar caiaques grandes, quanto maior mais estável ele vai ser e mais confortável, e falando em conforto temos que nos atentar nesse ponto, como ficamos boas e longas horas sentados ele tem que ser bem confortável, e isso os fabricantes já estão melhorando e muito. Uma outra ótima dica e sempre utilizar trajes que

chamem bem atenção, assim fica fácil ser visualizado de longe por embarcações maiores. Sendo caiaques amarelos e laranjas de maior visibilidade, hoje já existe uma grande gama de acessórios

para caiaques que nos ajudam e muito na hora da pescaria tais como - Suporte de vara, compartimentos estanques, sistemas de ancoragem e etc. isso tudo vamos falar com calma para vocês.

4 5

Sempre utilize um sistema de segurança no seu remo, se precisar ficar com as mãos livres você não vai ficar sem remo. Colete salva vidas itens essência e obrigatório pala Marinha, sempre tenha o seu a mão. Caixa porta treco ou cooler, sempre bom manter nosso cokpit arrumado e com tudo preso dentro da caixa. Uma outra dica e sempre levar líquidos e alimentos leves para nossa pescaria. Sistemas de salva vara e suporte de vara. Cordas e afins, temos sempre que ter uma cordinha sobrando no caiaque seja para amarrar algo na emergência ou para se prenderem no caiaque do vizinho, elas sempre vão te ajudar.


PARTICIPE VOCÊ TAMBÉM ENVIANDO SUAS FOTOS Atendimento 21 3763 6201 Comercial 21 3763 6201

Para participar é muito fácil envie um email para: contato@riopesca.com com sua foto, local, e tipo de isca usada, junto com seu telefone de contato e concorra a brindes!

riopesca.com@gmail.com @ contato@riopesca.com

Destaques do mês na pesca Direção Genaro Braga

www.riopesca.com www.facebook.com/rio.pesca

CORVINA

CARAPEBA

Capturado pelo pescador :

O Pescador Ricardo em Piratininga - Niterói a Isca usada: Lula

Silvinho

usando a lula como isca em Muriqui

ROBALO FLECHA

SARGO

Um belo exemplar pego pelo pescador :

Capturado pelo pescador :

João Mauricio

Paulo

usando isca artificial ( Camarão )

usando a pindoca como isca na praia do Arpoador

PAMPO

O Pescador Bruno Carneiro em Grumari Isca usada: Lula

Corvina

Capturado pelo pescador :

Catumbi

usando lula como isca em Gragoatá

GAROUPA

Pescador Alexandre Mange Quadrado da Urca a Isca usada: Lula

DOUBLE

O Pescador Bruno Albernaz embarcado com 2 anchovas a Isca usada:

Jumping Jig

Corvina

Capturado pelo pescador :

Wallace Matos

usando sardinha como isca embarcado

RIO DE JANEIRO, 10 de Outubro de 2013

Página 11


Arranques Página 12

RIO DE JANEIRO, 10 de Outubro de 2013

Direção Genaro Braga

Atendimento 21 2135 8966 Comercial 21 7609 0052

Que nó devo usar? Conheça dois tipos de nós mais usados pelos pescadores

Q

uem não passou por isso no inicio de suas pescarias? De repente a linha parte, e agora? Atar o leaderes (Arranque) na linha principal já foi um grande tormento para quem esta iniciando na pescaria. Para isso precisamos de uma linha mais grossa para fazer a emenda e, para a modalidade de arremesso essa linha é fundamental além de servir para que a linha não parta na hora de trazer o peixe. O seu uso é fundamental por isso estamos mostrando dois tipos de nós de emenda mas usados pelos pescadores. Lembrando que nenhum nó é 100% seguro mas esses são os mas confiáveis de acordo com pescadores mas velhos.

Arranque cônico

O arranque começa com uma espessura fina e termina numa espessura mais grossa, para não haver atrito na saída de linha do carretel nem nos passadores. Esses arraques vem em carretéis com uma variação de unidades medindo 15 metros, por exemplo começando em 0,23mm e terminando em 0,47mm. Custo: Por volta de R$60,00 com 10 unidades de 15 metros. (importado)

+ DEFINIÇÕES

Nó Básico único

www.riopesca.com www.facebook.com/rio.pesca

Nó Albright / Albright Knot 1º PASSO: Faça uma alça de cerca de 15 cm com a linha mas grossa . Passe por ela 30cm da linha mas fina, passando de Cima para baixo. 2º PASSO: Volte com a linha e faça, pelo menos, sete voltas em torno dela mesma e das linhas da alça, mantendo uma leve pressão sobre as espirais 3º PASSO: Passe a ponta da linha pela alça, fazendo ela sair pelo mesmo lado que entrou, em seguida, deslize as espirais até onde estiver bem perto do fim da alça. ATENÇÃO: as espirais devem estar paralelas sem nenhuma monte por cima da outra

Com a função de fazer o líder evitar que a principal Linha (MAIS FINA) se rompa no momento da briga com o peixe e para arremessar Albright - Seu acabamento cônico facilita muito quando pescamos na modalidade de arremesso. É bastante flexível podendo ser usado para unir fios de diversos tipos de material como multifilamentos, monofilamentos, aço flexível a monofilamento etc

contato@riopesca.com @ comercial@riopesca.com

4º PASSO: O aperto é feito por etapas. Puxe a linha mas fina, após ser lubrificada com saliva num sentido e a linha dupla da alça no outro. Segure as linhas da alça e puxe a linha principal, Continue o aperto até sentir firmesa 5º PASSO: Para testar, puxe em sentidos opostos as duas partes principais das linhas. Para finalizar corte as pontas rente ao nó

Para unir linhas com menos de 30% de diferença no diâmetro ( de 90 a 95% de resistência)

1º PASSO: Sobreponha as duas pontas das linhas em um comprimento de até 25cm em sentido contrário. Firme um circulo único com uma das pontas, cruzando as linhas na metade das linhas sobrepostas

2º PASSO: Ate um nó único com cinco voltas em torno das duas linhas e puxe a ponta da linha apenas para encostar o nó. " NÃO APERTE"

3º PASSO: Com a outra ponta, proceda

4º PASSO: Com os dois nós frouxos e as duas linhas paralelas entre eles, lubrifique com saliva e comece a puxar até encostar os dois nós.

como nos dois passos acima para fazer o nó único. Encoste o nó mas não aperte ainda.

5º PASSO: Sem forçar muito a linha, puxe o mais firme possível. E individualmente puxe cada ponta.

6º PASSO: Por fim, corte as pontas rente aos nós num ângulo de 45 graus, para evitar atrito nos passadores da vara.


Lançamento para 2014

Através de pesquisas de laboratório por seis anos em aquários e no mar, a empresa YAMASHITA detectou que a lula reage à temperatura. O resultado da pesquisa criou um novo tipo de gabarito da EGI OH Q LIVE agora com tecnologia inovadora de casaco quente . O gabarito EGI OH Q LIVE com casaco quente tem a capacidade de aumentar a temperatura da água almentando a probabilidade de atrair as lulas em seu habitah

Pescando LULAS Direção Genaro Braga

RIO DE JANEIRO, 10 de Outubro de 2013

Página 13

Aprendendo a capturar lulas

chamadas de zagarilho (ou zagareio). Seu corpo pode ser semelhante aos conhecidos plugs, com

formatos variados, ou simplesmente cilíndrico. Geralmente são envolvidos por tecido, linha ou algum material que os torne mais ásperos ou aderentes. Em sua parte inferior há um, ou dois, “chuveirinhos” de arame de aço contorcido e muito afiados nas pontas, semelhante a uma garatéia com várias pontas. Existem muitos tipos de zagarilho, entretanto, as conhecidas “bruxinhas” parecem ser as mais produtivas. Como não há fisga (farpa) nos arames pontiagudos dos zagarilhos, o grande macete para não deixar escapar uma lula fisgada, é não perder tempo no recolhimento da linha após o sinal da bóia e nunca deixa-la frouxa durante esse trabalho. É preciso ter

sensibilidade para perceber quando há uma lula fisgada. Normalmente utilizam-se as “bruxinhas” dispostas num chicote, em número de duas

as iscas (pernadas de 40cm aproximados), são presas de forma eqüidistante a um rotor de modo a deixa-las mais livres e evitar que se embolem. Para estimular o ataque dos moluscos à isca, através do olfato, uma pequena tira de isca natural, sardinha ou da própria lula, é presa à “bruxinha” com eslatricot, uma delgada linha elástica muito usada para este fim, facilmente encontrada no mercado. Isto não é imprescindível, mas certamente traz bons resultados. Assim como qualquer isca artificial,

+ TEMPORDA DE LULAS Esta pescaria um tanto diferente tem início às 20 horas e 20 minutos e só termina com o nascer do Sol do dia seguinte, por volta das 6 da manhã, a temporada de lulas vai até abril, mas março é bom para a pesca na região Sudeste.

+ CHICOTE DE LULA

COM BOIA

A

pesca de lulas com iscas artificiais, embora pareça muito simples, é um tanto técnica e requer alguma experiência do pescador. Apesar de ser um grande predador, a “corrida” de uma lula quando fisgada, é bastante suave e muitas vezes mal afunda a bóia que sustenta o chicote com as iscas, confundindo o pescador distraído. É preciso estar atento à bóia, observando seus menores movimentos. Como se trata de uma pescaria light, todo o material utilizado deve ser leve a fim de proporcionar uma maior sensibilidade aos ataques do animal. Os pescadores, em geral, usam caniços longos, em torno de 3m de comprimento, de ação leve, e pequenos molinetes ou carretilhas e linha fina, até 0,25mm de diâmetro. Os caniços longos facilitam os arremessos com os compridos chicotes, e mantém a linha acima da crista das ondas. As iscas artificiais apropriadas para a pesca de lulas são

o sucesso das "bruxinhas” depende de alguns fatores. Existe uma grande variedade de cores e modelos, cujos resultados podem variar de acordo com o dia e o lugar, mas identificar qual a combinação mais produtiva é mera especulação. Isso caberia somente às lulas. Entretanto, observa-se que a combinação das cores vermelho e verde nas “bruxinhas” é a que vem apresentando os melhores resultados. As bóias preferencialmente utilizadas são alongadas, do tipo “charuto”, que tem como vantagem oferecer menor resistência ao afundamento, tornando seus movimentos mais perceptíveis. E, como a pescaria pode se estender noite adentro, algumas são equipadas com bastões de luz química (starlight).

SEM BOIA

ou três. Na ponta inferior do chicote é preso um pequeno peso de chumbo (20/30g aproximadamente), ou uma “bruxinha” pesada, a fim de manter o conjunto na vertical. Na parte superior, e distante 2m, aproximadamente, é presa a bóia que mantém o conjunto flutuando. Ao longo do chicote, as pernadas com


O que rola na pescaria Página 14

RIO DE JANEIRO, 10 de Outubro de 2013

Direção Genaro Braga

Sergio Paulo Bersano sppbersano@gmail.com RIO GRANDE DO SUL SAGROU-SE CAMPEÃO NO “I CAMPEONATO BRASILEIRO DE LANÇAMENTO LIMITADO”

Novidade para 2014

Molinete feito de Nano rolamentos de 10 esferas de carbono com aço inoxidável de dupla pele de carbono. Ele tem um novo sistema de freio dianteiro completamente selado com 3 arruelas de carbono e metal e eixo de Titanium. Equivalente a um tamanho de 50. ‘5 Rácio de 1:5. 360g de engenharia japonesa. Atendimento 21 2135 8966 Comercial 21 7609 0052

contato@riopesca.com @ comercial@riopesca.com

AGENDA Este espaço é destinado a divulgação de eventos de pesca ou similares

DIVULGUE SEU EVENTO GRATUITAMENTE ENVIANDO PARA CONTATO@RIOPESCA.COM

EM DESTAQUE

www.jornalorlasul.com.br www.facebook.com/rio.pesca

Prova de PESCA DIA 20 DE Outubro O Clube ORCA do Rio de Janeiro estará promovendo um evento entre clubes de pesca na URCA - RJ

DIA 27 DE Outubro O Clube ORCA do Rio de Janeiro estará promovendo um encontro de pescadores “AMIGOS DO ORCA II” no paredão da URCA - RJ

Seleção Gaúcha Campeã

RÁDIO

José Eduardo Oliveira, Campeão Brasileiro Juvenil

O

Rio Grande do Sul é o primeiro CAMPEÃO entre os estados filiados à Nova Pesca Brasileira, através da Confederação Brasileira de Pesca e Lançamento-NPB. O Campeonato Brasileiro foi realizado em Porto Alegre, entre os dias 12 e 15 de setembro, no Campo da Ceasa. Compareceram seleções das cinco Federações filiadas: RS,ES,RJ,SP e SC. Foi um magnífico evento organizado pela Federação Gaúcha de Pesca e Lançamento-FRAP.

Equipe da Frap-Comissão Organizadora

+ CLASSIFICAÇÃO FINAL CAMPEÃO: RIO GRANDE DO SUL 1º LUGAR: RIO GRANDE DO SUL 2º LUGAR: RIO DE JANIEIRO 3º LUGAR: SANTA CATARINA 4º LUGAR: SÃO PAULO 5º LUGAR: ESPIRITO SANTO Está de parabéns a Confederação Brasileira de Pesca e LançamentoNPB pelo brilhante evento que demonstrou um alto poder técnico e esportivo no Lançamento Limitado do BRASIL."

O Clube ORCA do Rio de Janeiro realizou um encontro de pescadores “AMIGOS DO ORCA I” no paredão da URCA

Riopesca.com Ouça diriamente a programação da Rádio Rio Pesca.com Porque pescador também gosta de boa música


www.riopesca.com

www.facebook.com/rio.pesca

Artificiais

Direção Genaro Braga

Eduardo Barreira

Curiosidade

o Jumping Jig apareceu no mercado a poucos anos e hoje já representa 30% das vendas

Pescada Branca com jumping jig

RIO DE JANEIRO, 10 de Outubro de 2013

Página 15

metalz.jumpingjig@gmail.com www.riopesca.com

Na Próxima edição

Falaremos do sucesso do Jumping Jig “Sapinho”

+ DICAS DE MONTAGEM

Hoje vamos falar da pescada branca! ( Cynoscion microlepidotus )

Como se trata de um peixe que se alimenta junto ao fundo procurando pequenos peixes, usamos esta montagem. Pude ver que utilizando a suport da maneira mais usada, a chance de perder é muito maior , porque ela não ataca com agressividade, ela simplismente quase pega a isca parada; assim, utilizando o suport desta maneira a chance de fisgar é quase 100 %, pois no que você dá o toque com ponta de vara o anzol normalmente agarra ela pela barriga assim tendo menos chance de perder. O modo que trabalhamos a isca é o seguinte: damos toques longos com a ponta da vara e em seguida deixamos a isca tocar o fundo e esperamos mais ou menos 5 segundos. Ela não ataca a isca , ela dá mordidas como se fosse um pequeno peixe; cuidado, muitas vezes o pescador pensa que é uma cocoroca e é a pescada branca que está atacando sua isca.

Pescando com jumping jig Iscas feitas de chumbo na qual seu corpo se assemelha a um peixe ou uma lula, costuma-se usar varas de 15 a 20 libras, linhas de 15 libras ( multifilamento ); ai vão perguntar “por que multifilamento?”. Pois, como estamos pescando com jumping jig, a linha não pode ter elasticidade como as monofilamento , assim na hora da fisgada a resposta é rápida. Pode-se utilizar carretilha ou molinete , isso fica a gosto do pescador; eu costumo usar morinete pois na pesca com jumping o recolhimento é mais rápido.

?

ONDE ENCONTRAR?

Marque no gps os lugares onde ela costuma aparecer se você está embarcado e está no Rio de Janeiro os lugares mas conhecidos para pescar a Pescada Branca são: Laje de fora da Praça XV Forte Imbuí (cascalho de dentro) Boia de Copacabana; Chata afundada do Pão de Açucar.

O Jumping Jig é a grande sensação dos últimos anos, trouxe uma nova forma de pescar e uma alta produtividade mesmo quando nenhum outro tipo de isca consegue bons resultados. Por isso eles passaram a ser incorporados às caixas de pesca de todos os viciados em iscas artificiais.

F

ala galera, eu sou Eduardo Barreira, pescador e fabricante das famosas “Iscas artificiais” há muitos anos e a partir dessa edição passarei a falar de cada modelo de Jumping Jig, e como trabalhar cm cada uma delas São vários modelos e técnicas e nessa edição falaremos exclusivamente da PESCADA BRANCA, uma espécie sul-americana de peixe chegando a medir até 60 cm de comprimento, possuindo coloração prateada com reflexos avermelhados. Também são conhecidos pelos nomes de corumbeba, perna-de-moça, pescada-de-rede, pescada-do-reino, pescada-perna-de-moça e pescadinha. Peixe de hábitos diurnos , podendo também ser encontrada na pesca noturna. Se alimenta de pequenos peixes, lulas e camarões. A produtividade é maior em situações de marés lentas ou paradas, dê preferência para luas de quarto crescente ou minguante ou para os períodos de repontos de maré.



Jornal rio pesca 1º ed web