Page 1


Editorial A cada editorial uma alegria, pois é mais um trabalho realizado e finalizado com a garantia de boa informação a todos os nossos queridos leitores. Nesta edição, uma entrevista com Nelson Freitas, um dos maiores SHOW MAN do País. Falando um pouco da sua trajetória e novos projetos, bem humorado e inteligente, no auge dos seus 50 anos, ainda possui a doçura e a leveza de uma linda criança. Como matéria de capa, destacamos: Aniversário da Rede Farmatotal, Reprodução Assistida e Analfabetismo no Brasil. Quero aproveitar o tema “Analfabetismo no Brasil” para fazer um pedido a todos os brasileiros deste nosso país amado; as eleições estão chegando, sejam conscientes, votem com personalidade e procure conhecer a vida dos novos comandantes deste nosso barco chamado BRASIL, quase sempre à deriva, para que possamos ter qualidade de vida, saúde, alfabetização de massa, professores devidamente remunerados e um país digno de ser chamado de nosso. Nunca venda seu VOTO, faça do seu poder uma arma contra a corrupção e a melhora de vida de cada brasileiro; seja patriota. VOTE, você pode escolher. Uma boa leitura; continuem mandando sugestões de pauta e até a próxima edição.

Cláudio Roberto twitter.com/claudiototal Editor: Revista Belleza Total Diretor: Rede Farmatotal/Mastermais


©Medley 2011. ®Marca Registrada. ANÚNCIO – 23/05/2011.

Na vida é importante ter em quem confiar. Pesquisa IBOPE confirma: Medley. O genérico que os médicos mais confiam e recomendam. Pesquisa realizada entre 18/5 e 9/6/2010, por telefone, com 1.001 médicos das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis, Salvador, Fortaleza, Belém e Brasília.

Serviço de Informações Medley

0800 7298000 www.medley.com.br

Uma empresa do Grupo sanofi-aventis

Medicamento Genérico – Lei 9.787/99.

Para você, só o melhor.


Expediente Revista Belleza Total Ano 3 | nº 14 setembro/outubro Editor Cláudio Roberto Gonçalves Jornalista Responsável Ana Maria de Jesus - DRTPR 5316 Redação Ana Maria de Jesus Leidinara Batista - DRTPR 8889 Comercial Kelly Lima Diagramação Ricardo Mota Jurça Capa Fotos: Lissandro Kaell / Alle Vidal Tiragem 20 mil exemplares Impressão Posigraf Envie sua sugestão ou crítica para o e-mail: redacao@bellezatotal.com.br facebook.com/revistabellezatotal twitter.com/revbellezatotal www.bellezatotal.com.br Telefone para contato: (41) 3383-6168


BELLEZA

Men’s

Leo Tramontin

Colorindo a testosterona

De verdade? Não sei como a homarada vai digerir esta tendência, mas, caro muchacho, ela está por aí, com toda força que podemos sonhar. A alfaiataria colorida ganhou as passarelas de 2013, na promessa de cair nas graças do povo. Não vejo muita luz no fim do túnel para o look todo de uma cor, agora, se quiser investir em calças e blazers com cores pra lá de chamativas, tá valendo! Calça verde + camiseta branca, ou blazer laranja e calça jeans, eis as minhas apostas.

Pochetão, o retorno Meu pai Jairo sempre fala “a língua é o chicote da ...”. Sim, sim! É mesmo! De tanto que falávamos mal das pochetes, olha só que legião ressurgiu das tumbas fashionistas? As próprias, (me recuso a pronunciar novamente). Primeiro elas guardam as suas chaves do carro e da casa, os documentos, preservativos, canivetes e celulares, depois guardam o bom gosto e por aí vai, até te jogar nas valetas dramáticas da vida. Em seu último desfile, a Kenzo apresentou uma nova versão das diabinhas, com máscara de boazinha, entre 10

montarias sensacionais para a piazada. E ai? Vai encarar? Até segunda ordem, estou fora!

Solta o azulão, paixão Podem ir apostando alto nas variações de azul – grandes acertos estão garantidos. Se colocar uma calça clara, mais folgadinha, com camiseta azul marinho e camisão jeans, puxa, amigo, está tudo pronto para causar suspiros das gatas. Esta cor sugere uma vibe bem tranquila, chic, como a Grécia e atual, no mesmo estilo da sua pressa durante o dia a dia. Vale para todas as idades, só não vale virar o nariz.

Esportista de branco Se a intenção é rodar por aí, no alto do conforto, aqui está uma sugestão. Deu branco na cabeça! Ele, junto com a turma esportiva, fazem parte de uma galera que está com tudo para o próximo verão. Sem medo de usar o branco! Sujou, lavou, moleza, basta jogar na máquina. É uma cor mais complicadinha – se você estiver num duelo com a balança, evite ao máximo, ainda mais

o look completo. Tanto para o dia, quanto para a noite. O ar esportivo garante casualidade e, a ausência de cor, também, além de encorpar pontos refinados.

Mangas Na moda masculina, para estilizar a produção, a dica do momento é dobrar as mangas das camisas. Assim como dobrar as barras das calças, este truque é ótimo para aqueles que desejam modernizar o look. Vale enrolar a camisa até o cotovelo, ou mesmo uma leve puxada. Camisas, blazers e jaquetas também adoram esta tendência! E o melhor, ajuda a refrescar nos dias quentes. David Beckham é a inspiração do dia.

Leo Tramontin Promoter e produtor Colunista da revista Belleza Total, portal Ledux e assina a coluna Adom/ Moda no blog As Patrícias, no UOL. Editor fashion do site Cinto Sem Nó pela Mundo Livre FM. contato@leotramontin.com.br


Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

11

Foto divulgação: Gucci

Foto divulgação: Kenzo


BELLEZA G i r l ’ s

Cintia Demori

Tendências

de moda

roupas, sapatos e todos os tipos de acessórios

ESMALTES

Variando entre tons de azul e roxo, em todas as tonalidades. Aproveite pra ousar nessas cores tão chiques. Quem trabalha em ambiente mais formal, prefira as cores em tons fechados e sem excesso de brilho.

CABELOS SOLTOS No melhor estilo: o mais natural possível! Também continua em alta: deixá-los de um lado só. Se você curte baby-liss, essa é a hora! Mas lembre-se de deixá-los com aspecto natural. Ondas mais estruturadas e em ordem vão bem à noite e em festas.

SPYKES

Chegaram de mansinho, pequenininhos e foram tomando a devida proporção. Super moder12

nos, dão um up em qualquer produção. Se for a sua cara, invista!

METALIZADOS

Ouro, prata e cobre devem estar presentes em seu guarda-roupas. Sapatos, bijus, acessórios para os cabelos, blusas, bolsas... no lugar em que você preferir. Pode ser usado durante o dia também, mas atenção para não exagerar. Já durante a noite, aproveite e ouse, como o seu gosto permitir.

MAXI COLAR

Podem transformar looks básicos em fashion. Os coloridos alegram looks neutros e os monocromáticos e os metalizados com pedras (tipo preciosas) e franjas são mais indicados para a noite.

COR LARANJA

Veio do verão e ficou com

tudo. A cor laranja, em diversas tonalidades, acompanham você no trabalho e na balada, já que o tom mais escuro e fechado também fica legal no escritório. Sejam em peças como aqui, camisa e saia, ou mesmo blusa, vestido, sapatos. Se você curte, aproveite!

Ladylike As românticas com certeza vão aprovar o estilo Ladylike. As saias e vestidos rodados, que marcam a cintura, prometem trazer à tona toda a delicadeza feminina. Democrática, pode ser usada por diferentes tipos de corpo.

“A moda passa. O estilo fica”.

Coco Chanel

Cintia Demori Consultora de imagem Colunista da revista Belleza Total


Fotos: Divulgação

13


BELLEZA

Actual


Formada por uma pele muito fina, a região pede cuidados especiais Sempre que ouvimos a expressão envelhecimento precoce, logo associamos a imagens de marcas de expressões no rosto. E a gama de produtos de beleza destinado ao tratamento facial são para todos os gostos, seja para usar durante o dia ou à noite, e com sabores dos mais diversos, sempre fomentado pela Indústria da Estética. Mas sabemos que além do rosto existe um local que também tira o sono das pessoas vaidosas e requer atenção especial e específica: o pescoço. A médica dermatologista Mônica Felici, da Clínica Splendore e Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologista, lembra que é natural os cuidados começarem pelo rosto, para manter a aparência jovial e saudável. Mas é preciso lembrar que o pescoço também fica exposto aos raios ultravioletas e que na região também existe a perda de colágeno, elasticidade, ressecamento e diminuição da espessura da pele, além das marcas de expressões. "Todos esses problemas podem ser evitados com cuidados básicos diários, principalmente a partir dos trinta anos quando os primeiros sinais aparecem. Desta forma, o mesmo protetor solar e hidratante utilizados na face devem ser aplicados no pescoço, o

se preveniu, pode utilizar das tecnologias disponíveis. As alternativas para combater o envelhecimento do rosto são quase as mesmas indicadas para o rejuvenescimento do pescoço, tanto em relação à perda da elastina, quanto à rugas e manchas. "O fortalecimento da musculatura por meio da ginástica facial é uma das alternativas para a região do pescoço. Mas o paciente que busca resultados potentes e rápidos, pode usufruir das tecnologias a laser, como o equipamento Titan", afirma a dermatologista.

que ajudará a evitar o surgimento precoce dos sinais de envelhecimento e manter uma pele exuberante e harmônica", diz a médica. Popularmente conhecida como papada, a flacidez da pele do pescoço, assusta homens e mulheres. Uma das formas de evitá-las é fugir do efeito da acumulação de gordura nessa área, propício nas pessoas que engordam e emagrecem com frequência. Para quem não

Há outros métodos eficazes para a região, como o laser de CO2 fracionado, no entanto, é um pouco mais agressivo. O Titan ainda é considerado a melhor alternativa e até mesmo uma opção para quem deseja fugir da cirurgia, cuja indicação também é comum para essa região. "Ele é apontado por grande parte dos médicos como o melhor tratamento para o pescoço e outras regiões. É uma luz do espectro infravermelho que promove um aquecimento térmico profundo, porém sem queimar o tecido. O calor funciona como um gerador de colágeno e que diminui a flacidez. A sessão é rápida, por volta de 45 minutos, e dispensa a sedação", explica. Mônica lembra que é imprescindível continuar a utilizar o filtro solar após as sessões que são, em média, três, dependendo de cada caso. 15


BELLEZA W o r k o u t

William Meirelles

Hora do

Exercício O organismo humano apresenta alterações fisiológicas durante as horas do dia, mas não há comprovações científicas sobre qual o melhor período para as atividades físicas. O certo é ir para o treino não se importando com o horário. Pela manhã, os estudos indicam aumento de níveis hormonais importantes para o treinamento, como a testosterona, hormônio responsável pelo aumento da massa muscular. Para atletas, essa é uma diferença importante. Já para quem treina apenas para manter a forma e a saúde, esses índices não chegam a fazer diferença. Para quem pratica atividade física pela manhã, é importante não ir para o treinamento imediatamente ao acordar. A ação não provoca problemas para o sistema cardíaco, como se pensava antigamente, mas é prudente despertar adequadamente para que o corpo esteja mais preparado para a atividade. Outro ponto importante é não fazer atividade física em jejum. Ao dormir, ficamos em torno de 6 a 8 horas sem nos alimentar. Com isso, as reservas energéticas diminuem. Para 16

quem treina pela manhã, é imprescindível realizar um desjejum para aumentar a glicemia. Banana amassada com mel ou um pedaço de bolo simples com leite de soja são bons exemplos de refeições pré-treino.

treinamento acelera o metabolismo, aumenta a frequência cardíaca e pode atrasar a vinda da sonolência, mantendo a pessoa alerta por mais tempo. E, na rotina do treinamento, o descanso é fundamental.

A atividade física noturna deve seguir as mesmas regras do treinamento matinal. Vale ressaltar que o cortisol, hormônio relacionado à degradação de proteínas e não muito bom para o treinamento, pode estar em níveis elevados no organismo, por causa do estresse do dia.

Diante disso tudo, não se pode dizer que exista um horário mais adequado para a atividade física. O importante é respeitar o relógio biológico de cada um, sua disposição ao horário, sua rotina de vida (trabalho, refeições, lazer) e nunca deixar de realizar a atividade física. Exercite-se!

O grande problema da atividade física no horário da noite é que, a depender da hora do treino, ele pode atrapalhar o momento do sono. O

William Meirelles Professor especialista em treinamento individual e qualidade de vida .


BELLEZA

Business


A franquia de farmácias que mais cresce no Brasil A rede de farmácias Farmatotal está de aniversário e os motivos para comemorar são muitos. Idealizada pelo seu atual diretor presidente Cláudio Roberto Gonçalves, a empresa traçou como objetivo ser a melhor franquia do varejo farmacêutico no país. Voltada para o fortalecimento horizontalizado do pequeno e médio varejo, a rede Farmatotal oferece a seus franqueados uma comunicação moderna e atuante, atendimento padronizado, mix de produto, mídia televisiva, encartes, rádio interna e revista personalizada, enfim, todos os componentes necessários à alta competitividade e globalização da atividade. Atualmente são mais de 180 lojas em cinco estados brasileiros: Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e agora conquistando o sexto Estado, Tocantins. O objetivo é audacioso, estar presente em todo Brasil nos próximos três anos, sabemos dos desafios e estamos preparados. Na rede Farmatotal há mais do que medicamentos, encontra-se bem-estar em primeiro lugar, aqui não fazemos clientes, conquistamos amigos.

PRÊMIOS

O reconhecimento pelo trabalho desenvolvido já rendeu frutos. A Farmatotal recebeu três importantes prêmios no mercado

paranaense, estado onde iniciou as atividades, destacamos: • Melhores do Ano/PR – 2012 • Prêmio Master Estadual/PR – 2011 • Troféu Imprensa Estadual/PR – 2009

Presente em todas as lojas franqueadas, o veículo está disponível para todos os clientes. Em 2012 a revista passou por uma reformulação deixando-a mais moderna.

Sempre determinada a levar novidades às lojas franqueadas, em 2009 nasceu a revista Belleza Total, mais um produto de sucesso da rede e tem como objetivo principal entreter nossos clientes e amigos.

Já estamparam as capas da revista as seguintes personalidades: Luis Melo, Hellen Lyu, Paulo Zulu, Adriana Birolli, Vavá e Márcio, Marisa Orth, Chico Anysio, Guta Stresser, Eri Johnson, Nany People, Roupa Nova, Carlos Massa, Britto Júnior e, nesta edição, Nelson Freitas.

A revista Belleza Total é recheada de boa leitura e informação sobre beleza, comportamento, saúde, turismo, atualidades entre outros, além de estampar uma celebridade na capa de cada edição, aproximando o artista de seus fãs.

Agradecemos nossos franqueados e aos clientes amigos pelo sucesso da rede, e garantimos continuar trabalhando para manter a qualidade e trazer ainda mais novidades e tendências a cada consumidor da rede Farmatotal. 19


BELLEZA

Actual

Mam達e de primeira viagem


Os nove meses de gestação a espera pelo primeiro filho é um misto de alegria e ansiedade. Imagens de como será a vida após a chegada do rebento passam como filme na cabeça da mamãe. Após o nascimento as dúvidas e insegurança começam a surgir e, o filme que era para ser só de comédia, tem os seus momentos de drama. Por ser uma experiência nova é natural que o medo apareça, pois a mulher ainda não se sente preparada para entender os sinais enviados pelo bebê. O apoio do marido, da família e do pediatra é fundamental para que a segurança passe a fazer

parte do dia a dia. Para ajudar as mamães de primeira v iagem, a rev ista Belleza Total conversou com o obstetra Marcelo Guimarães que deu dicas importantes. Ele explica que a preparação deve começar durante a gestação através do pré-natal, onde a mamãe recebe orientações sobre as mudanças que acontecerão em seu corpo, dos hábitos de alimentação saudável que deve adotar e também sobre a escolha do parto: humanizado ou cesariana. De acordo com o obstetra, todo início de gravidez ocorrem al-

guns efeitos adversos como náusea, vômito, cólicas e, junto com o desconforto, vem o medo de perder o bebê. “A gestante deve procurar o seu médico para que todas as suas dúvidas sejam sanadas, e fique claro quais sintomas são normais e os que podem ser considerados patológicos”, esclarece.

Amamentação Após o parto, uma das principais dúvidas é sobre a amamentação. Marcelo alerta que após o nascimento do bebê, ele deve ser alimentado segundo a livre demanda, ou seja, todas as vezes que sentir fome ou a cada três horas. Durante a madrugada, só deve acontecer quando solicitado. “Se a criança dormir toda a noite, não há nenhum problema se ficar sem ser amamentado”, esclarece. Muitas mulheres acham que seu leite é fraco e que seu filho não está sendo muito bem alimentado, o que é um mito. Cada leite é produzido para as necessidades de cada bebê e são exclusivos para cada um. Não existe leite fraco.

Rachaduras Algumas mães apresentam, durante a fase de amamentação, rachaduras nos bicos dos seios, o que torna esse momento um sacrifício. “Quando as mamas ficarem engurgitadas, a paciente deve realizar massagem circular nas mamas e, através da ordenha manual, esgotar o leite que ficou empedrado”, ensina. A mama deve ser esgotada após cada amamentação para evitar que empedre.

Por Ana Maria de Jesus

21


BELLEZA

Actual

Sérgio Brandão

vdo e n d a Voto Se para você vender o voto é quase a mesma coisa que vender a alma, para muita gente, não. Isso é mercadoria que se compra e se vende ali, na esquina. Nos centros urbanos e rural a prática é tão comum que dependendo do lugar existe até tabela. Família grande, claro, vale mais, família pequena, um pouco menos. Os valores? Variam do dinheiro vivo a cesta básica. Depende da necessidade de quem vende e do oportunista que compra. De qualquer forma, vender ou comprar voto é crime em qualquer circunstância. Qualquer troca, de qualquer gênero, que envolva negociação com o voto, se caracteriza crime eleitoral.

O vendedor do voto é normalmente o miserável, disposto a qualquer negócio para ganhar um dinheirinho. O comprador é o sorrateiro. O que chega de mansinho e aos poucos vai se apresentando. Nunca, ou quase nunca é o interessado direto, mas com procuração dele. De qualquer forma, os dois denigrem e atrapalham, atrasando o processo democrático do país. Desde que a justiça eleitoral passou a acompanhar melhor onde pipocam as denúncias de compra e venda de voto, os casos diminuíram, mas ainda acontecem, especialmente no interior, nas regiões mais pobres, onde se conhece casos até de entrega do título eleitoral a terceiros, quando

outra pessoa vota pelo titular. Ao menos avisado, o cidadão sem acesso a informação, muitas vezes o crime da venda do voto nem é do conhecimento dele. A rotina se repete a cada eleição e há anos o dinheiro da venda até já faz parte do orçamento familiar. Em 1998, trabalhando na produção de um programa de tv para um candidato, gravando no interior do estado, uma família de pequenos agricultores nos servia de personagem. Terminada a gravação, o pessoal da produção pede as autorizações de praxe, que autoriza a veiculação de imagem e som de todo o material gravado. Era uma propriedade pequena, mas que garantia o sustento de todos já há muitos anos. A palavra autorização da imagem e som para uso em campanha na tv, mexeu com o bichinho da ganância daquele homem. Perdemos a gravação que claro, não foi ao ar. Mais tarde vejo a mesma família no programa de um dos adversários. Uma forma indireta de venda, muito mais que o voto, neste caso da própria alma. Como diz a campanha do TSE que está no ar, “Valorize seu voto. Vote em sua cidade”! Sérgio Brandão Jornalista Politico

22


BELLEZA

Actual

Ideias inovadoras conquistam

mais clientes

24


No mercado cada vez mais competitivo, quem tem criatividade se sobressai. É isso que os jovens empresários estão descobrindo. Mas a criatividade é apenas o primeiro passo de uma caminhada intensa. De acordo com a consultora do SEBRAE-PR, Fernanda Pesarini, não basta somente ter uma boa ideia, é preciso transformá-la em um serviço ou produto que satisfaça a necessidade de alguém. Depois disso vem o planejamento, a criação de um conceito, a elaboração de uma estratégia para atingir os clientes e muita pesquisa. “É essencial pesquisar fornecedores, estudar a concorrência e buscar uma boa localização”, explica a consultora. Outro item importante é o investimento. Ele pode variar conforme o tipo de negócio. Fernanda explica que o perfil dos jovens que procuram consultoria no SEBRAE-PR é desde aqueles que já têm um respaldo financeiro e querem transformar um hobby em oportunidade, até os que preferem riscos mínimos e por isso apostam na tecnologia, por exemplo. “Muitos jovens estão criando aplicativos para telefonia e plataformas para redes sociais em empresas porque o investimento inicial nesta área é quase nulo. Isso possibilita arriscar no mercado, uma vez que o risco é pequeno”, analisa ela. E ousadia é outra característica marcante desses empreendedores.

Lucro

Quem investe quer retorno. Segundo Fernanda, os novos empresários devem ter em mente que o lucro vai depender muito do investimento inicial e da rentabilidade. Antes de ter de volta o capital investido, a empresa precisa ter um ponto de equilíbrio, ou seja, precisa gerar uma receita financeira que supra as despesas. “Para a pequena empresa, uma boa meta inicial é equilibrar as contas. Neste caso, de seis meses a um ano é um

e internacionais. Em seguida o estilo de pintura é escolhido por um cardápio, que traz inovações como inglesinha, degradê, caviar, filha única, entre outras. Pietra já comemora o sucesso de seu negócio, que inaugurou em junho deste ano.

Uma ideia fantástica

bom prazo para se pagar o investimento”, afirma a consultora. E nesses primeiros meses a persistência, trabalho e paixão pelo que faz, é a chave do sucesso. Duas empresárias paranaenses seguiram essas dicas e estão colhendo os bons frutos que suas ideias criativas proporcionaram.

Um bar de esmaltes

Quase sempre as ideias acabam nascendo por acaso. A empresária paranaense Pietra Juglair e Souza conheceu o conceito de Nail Bar em uma de suas viagens a Londres e se encantou com a ideia. Ao retornar ao Brasil ela visitou alguns nails bars para entender melhor o conceito e ver como poderia ser adaptado para a mulher curitibana. Em quatro meses nasceu o Pietra Nail Bar, que traduzindo significa um bar de unhas. A ideia foi deixar as garrafas de lado e dar espaço nas prateleiras para os vidros de esmaltes. As clientes escolhem entre mais de 700 cores de esmaltes de diversas marcas nacionais

“Antes de abrir um novo negócio é preciso pensar num diferencial”. O conselho dado pela consultora do SEBRAE-PR foi levado a sério pela Chef Patissier Andressa Schmidt. “A ideia de ter um negócio próprio já vinha de muito tempo, porém o grande desafio era decidir que tipo de negócio abrir. Na minha área já existiam muitas chocolaterias, lojas de cupcakes e brigadeirias, eu queria me destacar em algo. A ideia acabou nascendo de uma conversa com uma amiga, que ao experimentar o meu brownie ficou encantada, e brincando me disse: ‘Você deveria abrir uma loja só com brownies’. Depois disso, Andressa levou apenas uma semana para achar uma boa localização e mais dois meses para fazer a reforma. Em maio deste ano ela inaugurou a Brownieria Fantástica, a primeira casa especializada em brownies do Sul do país. Os mais de dez sabores exclusivos desenvolvidos pela chef dão um toque todo especial à guloseima e atraem cada vez mais clientes. Andressa comemora e dá a receita para os novos empresários. “Em primeiro lugar, você tem que ter certeza dos seus objetivos, do que você realmente quer, pois abrir um negócio é 100% de dedicação e muito trabalho. Posso dizer que desde que abri a Brownieria Fantástica não a deixei um minuto sozinha sem ter a certeza de que tudo estava funcionando perfeitamente. Depois é tentar inovar, ser original. Se algo do tipo já existe, tente ser diferente em alguma coisa. E em terceiro lugar é ‘vestir a camisa’ e trabalhar muito!”, finaliza ela. Por Leidinara Batista 25


BELLEZA

Actual

Um dos principais problemas dos países - principalmente dos subdesenvolvidos -, o analfabetismo é uma das causas que precisa ser combatida com urgência, pois está mais que comprovado que para um país crescer com responsabilidade econômica e social é indispensável investir na educação, mas não é difícil perceber que essa não é a realidade em nosso país. O investimento não pode ser olhado como caridade dos governantes, mas como ação imprescindível para que a qualidade de vida seja melhor para todos.

26

De acordo com os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2010, há no Brasil 14 milhões de analfabetos. O índice é assustador, mas não é novidade e nem é recente, já que a triste realidade dura décadas. As regiões que tiveram os maiores índices de analfabetismo foram: Nordeste, 17,6%; e o Norte com 10,6%. O Sudeste obteve 5,1% e o Sul apresentou a menor taxa com 4,7%.


BELLEZA

Actual

mesmas formas que premiam aqueles que têm mais escolaridade, também punem e excluem os que não a possuem. Portanto, não se pode avaliar uma escola visando apenas a estrutura física e as atividades extracurriculares como o xadrez, judô, futebol, entre outros esportes que, sem dúvida, são importantes. Mas é essencial que a prioridade analisada seja o método de ensino, a aprendizagem dos alunos e a qualidade dos professores.

Alfabetização e letramento

Para a pedagoga Valderice Rippel, doutora em Educação e professora pesquisadora da Unipan/Anhanguera de Cascavel, no Paraná, o alto índice de analfabetismo acontece porque vivemos em um regime que favorece a concentração de renda. Com o sexto maior PIB do mundo, o país também apresenta a sexta pior distribuição de renda, fato agravado, segundo a pedagoga, porque grande parte da elite brasileira não possui interesse na mudança desta situação. “O poder público não investe o suficiente na educação, visto que essa ferramenta geraria a mudança necessária neste quadro de desigualdades tão alarmante. Um povo instruído não se deixa manipular e enganar com tanta facilidade quanto um povo que não tem o devido nível educacional”. 28

No Brasil, infelizmente, a prioridade nunca foi a educação, e fica evidenciado quando somente 5,87% do PIB é voltado para o ensino público, enquanto os países desenvolvidos destinam 15%. A pessoa não alfabetizada é um cego social, pois não consegue decodificar a escrita, despertando-lhe um sentimento de culpa e de vergonha frente aos letrados e, consequentemente, acabam exclusos do mundo da informação. Para mudar esse quadro é preciso investir maciçamente na área educacional, mas também é preciso contar com a participação dos pais e da comunidade. A sociedade valoriza os méritos da educação como ferramenta para a produtividade e como mecanismo de impulso social. Essas

O primeiro passo é entender que alfabetização e letramento possuem definições diferentes. A alfabetização consiste na decodificação dos sinais gráficos, ou seja, na capacidade de ler e escrever um bilhete simples. No letramento, além de ler e escrever, é preciso compreender o que está sendo lido. “Hoje, os professores buscam alfabetizar letrando, isto é, desenvolver no aluno, além da capacidade de distinção de letras e a fonética das palavras, o raciocínio necessário à sua compreensão e associação com a realidade que o cerca”, alerta Valderice. Atualmente o levantamento feito pelo IBGE, para chegar ao índice de analfabetismo, é o de alfabetização. O hábito de leitura ajuda no letramento e, para se tornar um leitor assíduo, é preciso que a criança tenha acesso a livros, sempre ajustados à sua faixa etária. “Para tomar gosto pela leitura não é suficiente apenas o acesso aos livros, é fundamental que a escola demonstre todos os benefícios que o livro pode proporcionar”, completa a pedagoga. O analfabetismo faz com que a pessoa fique excluída do acesso a trabalhos que exigem conhecimento técnico e intelectual prévio, restringindo-o a trabalhos braçais. Em geral, não possui autonomia para buscar informações, receber instruções mais complexas ou pro-


duzir comunicação escrita de certa complexidade. Não é capaz de aprender por conta própria, sem a mediação de professores, o que gera a falta de perspectiva de vida. Com a incapacidade de decifrar os códigos da escrita, os não alfabetizados veem-se presos a um mundo restrito.

Alfabetização para adultos

Para a presidente da Sociedade Brasileira de Alfabetização, a professora doutora titular da Universidade Estadual Paulista, UNESP, Maria do Rosário Longo Mortati, muitas foram, e ainda são, as dificuldades de ordem política, social, cultural e educacional, para que a educação se efetive como dever do Estado e direito do cidadão. Em sua opinião, a sociedade civil vem se organizando para participar sistematicamente da discussão e proposição de medidas para enfrentar os desafios atuais da educação brasileira. “Apesar das constatações pessimistas, há sempre expectativas otimistas para buscarmos concretizar o ideal de educação de qualidade para todos os brasileiros, como forma de garantir a todos os cidadãos condições de participarem da construção do país que desejamos”, explica Maria do Rosário. Uma das formas encontradas para combater o analfabetismo entre os maiores de 15 anos são os Centros Estaduais de Educação Básica para Jovens e Adultos, o Ceebja, e o Educação de Jovens e Adultos, o Eja, - que ajudam aqueles que querem retomar os estudos. O cansaço após uma longa jornada de trabalho é uma das principais dificuldades encontrada pelo aluno. Aliados a isso estão o baixo salário dos professores, o elevado número de alunos por classe e a falta de infraestrutura das instituições que, juntos, perpetuam a péssima instrução oferecida pelo sistema de ensino. Outra questão que vem sendo bastante debatida – e defendia por parte da sociedade – é a meritocracia. O sistema prevê premiar o profissional que possui um trabalho de destaque com bons resultados, neste caso dentro da educação – e punir aqueles que não apresentam resultados satisfatórios. Sobre a qualificação dos profissionais da educação, Valderice diz que a categoria tem o dever ético de participar das ações de formação continuada para ter a fundamentação teórica necessária à reflexão e a análise da realidade, indispensáveis para a construção de sua práxis docente. “É fundamental que o profissional tenha uma formação sólida na sua graduação, para que a reciclagem seja uma ampliação do conhecimento e não uma forma de suprir lacunas, como geralmente vem ocorrendo. Para incentivar os docentes a se reciclarem, os cursos devem ocorrer durante a jornada de trabalho e ser bancada pelo Estado, sempre respeitando o projeto pessoal do professor, sua ascensão profissional e certificação”, alerta Valderice.

Programas sociais A situação econômica é um dos motivos que levam os alunos a abandonarem a escola assim que terminam o ensino médio e ingressarem no mercado de trabalho com o objetivo de ajudar na renda familiar. Para incentivar a entrada na universidade, sem a preocupação se conseguirão pagar os estudos, no caso de cursarem uma instituição privada, o Governo Federal auxilia com programas que são determinantes para a conclusão dos estudos. Entre eles estão o Prouni e o FIES. Para Valderice, os programas são importantes diante da inversão perversa que existe no país, já que as melhores escolas de ensino fundamental e médio são privadas e as excelências do ensino superior, públicas. “A grande massa populacional recebe baixa qualidade no ensino fundamental e médio e, via de regra, as faculdades e universidades públicas exigem uma qualificação elevada dos candidatos no vestibular”, alerta. Os programas sociais Prouni e FIES atuam justamente para melhorar esse cenário, que permitem que as universidades e faculdades privadas operem com um grau maior de estabilidade financeira e investir, de fato, em corpo docente qualificado, infraestrutura operacional com melhores bibliotecas e laboratórios. Por Ana Maria de Jesus

29


BELLEZA

C o v e r

Foto: Alle Vidal


Ele completou 50 anos de idade com muitas histórias e piadas para contar, afinal já são mais de 25 anos de carreira. Bonito, inteligente, versátil, simpático e muito bem humorado. Essa é a descrição que mais chega perto do profissional Nelson Freitas, nossa capa do mês, que contou um pouco da sua carreira, da sua vida e adiantou as novidades que vem por aí.

31


BELLEZA

C o v e r

O humorista, que desde 2001 integra o elenco do programa Zorra Total e anima as noites de sábado, começou a carreira artística aos 23 anos. Em 1982 ele largou seu trabalho na Marinha Mercante e optou por aperfeiçoar o que já podia ser considerado um dom: entreter as pessoas. Foi aí que sua carreira como ator começou e desde então o sucesso o acompanha. Apesar de ser mais conhecido por seu trabalho como comediante, Nelson estreou na televisão como protagonista, na minissérie “Rosa dos Rumos”, exibida pela extinta TV Manchete. Depois disso muitas oportunidades vieram e novas facetas foram surgindo. “Em 2006 fiz o longa-metragem “Demoninho de Olhos Pretos”, que foi filmado em doze dias. A história era baseada em contos do Machado de Assis e eu interpretava oito personagens. Isso foi DNA (Deus nos Acuda) tinha dias que eu não sabia nem quem era eu”, lembra ele. Seu

mais recente desafio foi no ano passado, quando participou do quadro ‘Dança dos Famosos’, do Domingão do Faustão. Segundo ele, esse desafio ‘foi pra matá o véio’, referindo-se a idade. Mas os quase ‘50 mil kilômetros rodados’ na época em nada atrapalharam seu desempenho, e ao final foi o vice-campeão da edição. Além de atuar, cantar e dançar, quando tem um tempinho de folga se dedica à sua nova paixão: surfar. “Não tenho rotina. Vivo um corre-corre e quando sobra um tempo, eu jogo um futebol com os amigos, corro na praia, fico em casa curtindo meu povo, lendo um livro ou assistindo a um filme. E agora inventei de pegar onda e virei um vovô surfista... estou adorando!” No teatro já atuou em inúmeras peças, mas seu último espetáculo “Nelson Freitas e Vocês” faz tanto sucesso que Foto: Lissandro Kaell

já está há mais de quatro anos em cartaz. No palco o ator conta diversas histórias engraçadas sobre as relações humanas desde a infância, até a melhor idade. O espetáculo, no formato stand up, começou a ser desenhado em 2006 e desde o início contou com uma preciosa colaboração. “Chamei o ‘Amado Mestre’ Chico Anysio, que desde sempre foi meu maior ídolo, pra me ajudar nessa empreitada, sendo o diretor da peça”. E a parceria deu tão certo, que em 2009 já havia passado a barreira dos 500 mil espectadores. Para Nelson, falar do grande nome do humor brasileiro e do legado deixado por ele é sempre emocionante. “É difícil mesurar essa contribuição, pois desde que me entendo por espectador, já via o Chico como algo fenomenal, da maneira como ele colocava as palavras ao que chamamos de “delivery” que é como se fecha um assunto ou piada. Eu e muitas gerações bebíamos dessa fonte arduamente. Depois viemos a trabalhar juntos no Zorra e ficamos amigos, e esse legado de tantas histórias e personagens, fica para toda uma nação. Para mim, cada minuto ao lado dele era uma aula de vida. Sinto muito sua falta, e desde que ele se foi, toda vez que falo dele no show, me dá um nó na garganta, difícil de contornar”.

32

TRÊS PAÍSES, TRÊS PAIXÕES

Ele já morou na Argentina, hoje vive no Brasil, mas diz que tem vontade de se mudar para a Austrália. O que cada um desses países representa para a sua história? Nelson explica: “A Argentina foi uma dessas mudanças de rumo que a vida te proporciona, e que te marcam para sempre. Eu já tinha dez anos de carreira e andava meio desanimado, pois não havia conseguido me estabilizar na profissão. Aí, em 1997, como a vida tem dessas trocas, levou meu amado pai e um mês depois me mandou para Buenos Aires, protagonizar a novela “Chiquititas”. Morei lá por dois anos e adorei cada momento. Buenos Aires é carregada de cultura e


história, e foi um capítulo muito especial na minha vida. Já a Austrália é um amor recente. Minha enteada, Gabriela, resolveu procurar melhores oportunidades e optou por lá, o que fez ela muito bem. É um país tropical, cercado de praias maravilhosas, com um povo acolhedor e que principalmente, respeita suas leis. E é lá que está morando meu amado “neto” Felipe, de quem quero cada vez mais ficar perto. Tenho ido pelo menos uma vez por ano, e meu sonho, em longo prazo, é me aposentar por lá”.

ESTILO DE VIDA

Nelson Freitas é o tipo de pessoa que sempre vê a vida com bom humor. “A vida é sempre um momento difícil. Assim que você sai do conforto da barriginha da sua mãe, a ampulheta roda e você começa a viver o intervalo inevitável dos dois eventos mais certos e definitivos: o nascer e o fenecer. Um caminho cheio de espinhos, com algumas flores em forma de amigos e parentes, cujo perfume se transforma num combustível para seguir em frente e realizar algumas coisas que foram programadas pelo grande arquiteto do universo. E que seguindo os sinais, lhe trazem um conforto e a confiança de que a vida é bela. Nós é que caga nela... putz eu estava indo tão bem...”, filosofa ele. Mas engana-se quem pensa que o humor está presente em 24 horas do seu dia. “Na verdade eu sou um cara sério, a minha maneira de ver a vida é que é bem humorada. Sou extremamente otimista, sem perder o realismo, e isso contribui com minha personalidade e meu jeito de ser. O humor foi uma consequência, achei que seria um veículo fantástico para externar meus demônios, e acabou dando certo, foram todos pra casa do chapéu”, brinca o comediante. E é em tom de brincadeira, mas com determinação, que ele faz os planos para o futuro. “Daqui a dez anos me imagino como um ‘moço velho’, fazendo espetáculos em inglês em algum palco na Austrália. Curtindo o meu neto, aproveitando a vida e colhendo os frutos de algumas boas decisões tomadas ao longo do caminho. E se ainda houver espaço, quero continuar feliz e cheio de novos projetos e sonhos”. Com toda esta disposição, alguém duvida?

VEM POR AÍ

Enquanto essa aposentadoria não chega, Nelson segue firme em novos projetos. A partir de novembro, o ator poderá ser visto também num novo seriado da TV Globo, “Como Aproveitar o Fim do Mundo”, uma trama inspirada na profecia de que o mundo irá acabar em 2012, mais precisamente no dia 21/12/2012. Nelson será Raposo, colega de trabalho dos protagonistas vividos por Alinne Moraes e Danton Mello. A série, composta por nove episódios, irá ao ar às quintas-feiras, após a “Grande Família”. Por Leidinara Batista

Foto: Alle Vidal 33


BELLEZA W o r l d

Catedral - Canela 34


Gramado já faz parte do roteiro de turismo de luxo o ano todo. Há cinquenta anos a cidade vive apenas do turismo e a cada ano atrai mais turista e eventos. Em 2011, a prefeitura registrou quase cinco milhões de visitantes. E pela proximidade, 5 km de distância, Canela acaba entrando no pacote. As temperaturas amenas o ano todo e a possibilidade do termômetro marcar abaixo de zero no inverno são alguns dos atrativos para quem busca conhecer um pouco mais da serra gaúcha, a 125 km de Porto Alegre. E há algum tempo o público deixou de ser apenas casais apaixonados, basta olhar pelas ruas principais para constatar que famílias com crianças, idosos e grupos de amigos já cederam aos encantos destas duas cidades. Sem contar as empresas, que estão escolhendo a cidade para realizar eventos internacionais.

Canela

Para chegar à Canela passa-se primeiro por Gramado. E para quem chega de ônibus, a rodoviária está localizada no centro da cidadezinha. Basta atravessar poucas ruas para se deparar com a avenida principal, de onde se pode avistar a famosa ‘Catedral de Pedra’. Ela pode ser vista de longe, imponente ao final da avenida, na Praça da Matriz. Toda coberta de basalto, inclusive o chão, levou quase 30 anos para ser construída. Em 2012 ela foi eleita uma das sete maravilhas do Brasil. Logo do outro lado da Rua Borges de Medeiros é impossível não ver a loja de chocolates Caracol. No inverno, as cadeiras ao ar livre se tornam acolchoadas e ainda são disponibilizados cobertores quentinhos para quem quiser fazer o lanche na área externa. Descendo a avenida principal o turista encontra uma pracinha digna de cenário de novela de época. A Praça João

Decoração da Festa Colonial - Canela

Correa é um dos palcos recheados de atrações na temporada de inverno de Canela. E dizem que influenciou muito na escolha do nome da cidade, pois Canela recebeu este nome devido a uma caneleira localizada nas proximidades da praça. A árvore servia de ponto de encontro e pousada para os tropeiros que cortavam o município. Logo depois da pracinha, outro ponto preferido de parada para os turistas é o porta-retratos gigante, de 4 metros de altura, que durante o inverno produz neve artificial a cada meia hora, garantindo uma linda foto de recordação. Mais afastado do centro está o Parque do Caracol, um dos pontos turísticos mais visitados da região. Belos jardins, trilhas ecológicas e uma cascata de 131 metros garantem o deslumbramento dos visitantes. Ali, o turista pode conhecer mais da história da imigração do Sul do país de uma forma divertida, num delicioso passeio de trem. Ou ainda, subir no elevador panorâmico a 30 metros de altura e ter uma vista privilegiada de 360º do parque. Para os mais corajosos, o passeio de teleférico proporciona uma vista espetacular do parque.

Gramado

Apesar de pequena, Gramado é uma cidade para se curtir com tempo, apreciando cada detalhe, pois os pontos turísticos e as opções do que se fazer são inúmeras. Apesar do nome, a Aldeia do Papai Noel é o único parque natalino do Brasil aberto o ano todo para visitação. Ali estão: a casa do Papai Noel, toda decorada com motivos natalinos; a fábrica de brinquedos, onde os ajudantes confeccionam brinquedos o ano inteiro; a praça da neve, com direito a neve artificial e bonecos; e diversas outras atrações. Outro parque que faz a alegria de toda a família é o Mini Mundo, uma pequena cidade em miniatura com réplicas de prédios famosos em todo o mundo. Aproximadamente 50 réplicas de castelos, ferrovias, moinhos, cascatas e casas típicas, que encantam os visitantes. Ligando Gramado a Canela, está a Avenida das Hortênsias, que dá acesso a alguns dos principais parques, como o Mundo a Vapor, um mini museu

35


BELLEZA W o r l d

Já a Rua Coberta, localizada em frente ao Palácio, trata-se de uma pequena galeria com muitos bares, restaurantes e lojas. Durante a temporada de inverno há apresentações musicais e eventos que atraem o público nas noites geladas.

Rua Coberta - Gramado

Hollywood Dream Cars - Gramado

sobre máquina a vapor que atrai a atenção por sua fachada que recria um acidente de trem ocorrido na França, no ano de 1895. No episódio uma locomotiva descontrolada acabou atravessando a estação de trem e ficou pendurada pela parte de trás. Perto dali está o ponto turístico preferido dos turistas masculinos, o Hollywood Dream Cars, um museu com dezenas de carros antigos e motos. E se o visitante quiser mais que apenas olhar, pode alugar Lamborghinis, Ferraris e Porches para dar uma volta. E, ainda na Avenida das Hortênsias, estão as tão procuradas fábricas de chocolate, sem dúvida um dos motivos que atrai muitos turistas à Gramado. Marcas como a Prawer, Planalto, Caracol e a famosíssima Lugano, abrem suas 36

Pertinho dali está a Igreja São Pedro, conhecida como a Catedral de Gramado. A estrutura montada em pedra basáltica exibe arte nos vitrais sacros que causam belos efeitos luminosos, lembrando as passagens da vida do Apóstolo Pedro ao lado de Cristo. Um pouco mais afastado do centro está o famoso Parque do Lago Negro. Recomenda-se ir de carro, pois ele é um tanto escondido; O parque tem esse nome porque todas as árvores ali plantadas foram trazidas da Floresta Negra da Alemanha. Mas são as hortênsias que roubam a cena nas fotos. O lugar fica especialmente bonito na primavera, quando elas estão em sua plenitude. Se a viagem for romântica, o passeio de pedalinho é indispensável.

portas para os visitantes acompanharem Além dos chocolates, cafés de perto a fabricação de seus chocolates. coloniais e churrascarias, ir a Gramado e não comer fondue é quase um Já no centro, a Avenida Bor- pecado. A maioria dos restaurantes ges de Medeiros é o ponto principal que servem o prato funciona com o da cidade. Grande parte das lojas, res- chamado “rodízio”, em que é servido taurantes e hotéis estão ali. Bancos de três tipos de fondue: queijo, carne e madeira e termômetros de mercúrio chocolate, nesta ordem. A dica nestes gigantes fazem o turista se sentir den- locais é pechinchar, pois com uma boa tro de um cenário de novela. lábia consegue-se reduzir até R$ 30 no preço final. Ali está o famoso Palácio dos Festivais, palco do famoso Festival de E se o retorno à Porto AleCinema de Gramado, que é realizado gre for de ônibus, a dica é comprar um todos os anos durante o mês de agos- pão quentinho na Casa do Colono, ao to, quando um tapete vermelho é es- lado da rodoviária. Assados em fornos tendido por toda a Rua Coberta para à lenha, os pães e as cucas estão sempre receber seus convidados e a imprensa quentinhos e deliciosos. A parte mais diespecializada. Durante a noite, nos fi- fícil é escolher entre tantos sabores. nais de semana, o cinema é aberto a visitações. Por: Leidinara Batista


37


BELLEZA H e a l t h

38


Somente 4% das mulheres cessam abruptamente a menstruação sem apresentar qualquer tipo de irregularidade menstrual prévia. O diagnóstico se baseia na sintomatologia, ou seja, através da percepção de seu próprio corpo, não existindo qualquer exame laboratorial ou de imagem que tenha capacidade diagnóstica superior à queixa da paciente. O médico Marcial Navarrete Uribe, do Centro Multidisciplinar da Dor, explica sobre este período que causa tanto desconforto entre o sexo feminino. A pré-menopausa é o período reprodutivo, enquanto a perimenopausa se inicia alguns anos antes da menopausa, ocasião em que começam as alterações do ciclo menstrual, com ou sem sintomas vasomotores. “A idade média para o início da perimenopausa ocorre por volta

dos 47 anos e, para a maioria das mulheres, dura em torno de quatro anos”, esclarece o médico. Os sintomas mais comuns durante essa fase são os calores, que podem ir do aquecimento leve ao intenso, seguido de uma sensação de frio após a onda de calor. Também ocorre transpiração copiosa e episódios de suor noturno. “Podem ocorrer com frequência as alterações vaginais que se manifestam através de corrimentos, irritações e coceiras. A incontinência urinária, alterações de memória, irritabilidade, intolerância, depressão, tristeza, melancolia, perda da libido, queda de cabelos e pelos do corpo, inchaço, peso nas pernas e taquicardia também costumam estar presentes”, alerta o profissional.

39 39


BELLEZA H e a l t h Existem fatores que, normalmente, não são correlacionados às alterações hormonais, mas que prenunciam a menopausa, entre eles, o ganho de peso, as dores generalizadas, incluindo o tórax, o que pode levar a acreditar que se trata de angina. Há aquelas mulheres que não apresentam manifestação sintomática e que, com toda certeza, são a minoria. A maioria sentirá alguns desses sintomas. Outras sentirão todos e, às vezes, tão fortes que podem comprometer a qualidade

O termo menopausa precoce – ou climatério precoce – é a perda da função ovariana, temporária ou definitiva. Ocorre por volta dos 40 anos e caracteriza-se pela ausência da menstruação, falta de estrogênios e níveis elevados nas gonatrofinas.

de vida, os relacionamentos sociais e sexuais, anulando a autoestima e tornando o emagrecimento uma tarefa difícil de ser alcançada. Para minimizar o desconforto, recomenda-se dieta balanceada, atividades físicas regulares, sempre aliado a hábitos saudáveis. A terapia hormonal, de acordo com o médico Marcial, é a proposta mais racional e efetiva, especialmente para aquelas que apresentam perda de medula óssea. No entanto, pacientes com históricos de trombose venosa profunda, doenças cardiovasculares, câncer de mama, de ovário ou de útero na família não são aconselhadas para esse tratamento. Uma vez eliminada as restrições, é preciso analisar os prós e os contras da terapia. Deve ser levantada a informação se a paciente tem útero ou não, o que, por si só, já cria um fator relevante na avaliação. Uma vez que se opte pelo tratamento terapêutico, é importante que haja o acompanhamento regular. A utilização de produtos hormonais só deve ocorrer considerando as particularidades de cada paciente. Por Ana Maria de Jesus

40

As principais causas dos sintomas envolvem deficiências enzimáticas, uso de medicamentos quimioterápicos, doenças autoimunes como hepatite crônica, hipotireoidismo, artrite reumatóide, tireóide, tabagismo e infecções como: caxumba, citomegalovírus, varicela e malária.


BELLEZA H e a l t h


Na maioria das vezes os homens só lembram de ir ao médico quando o desconforto já incomoda bastante. Atitude como esta torna o sexo masculino mais vulnerável a doenças que, diante das consultas de rotinas, poderiam ser evitadas ou ter maior sucesso no tratamento. De acordo com dados do Ministério da Saúde (MS), a cada oito consultas ginecológicas apenas uma é urológica. Patologias como cálculo renal, infecção e incontinência urinária, doenças renais e vesicais também são tratados pelo profissional. O médico Celso Dantas, urologista do Hospital Badim, do Rio de Janeiro, e membro da Sociedade Brasileira de Urologia, alerta que a primeira visita ao profissional deve acontecer ainda quando se é bebê, para que sejam descartadas alterações genitais ou urinárias congênitas. “Os pais devem acompanhar o desenvolvimento dos filhos e levá-los ao urologista pediátrico caso percebam fimose, problemas urinários ou testiculares”, alerta o médico que lembra que a prevenção é sempre o melhor tratamento.

Prevenção O câncer de próstata está entre as causas que mais matam entre os homens e cresceu em torno de

120% entre os anos de 1979 e 2006, segundo os dados do Inca – Instituto Nacional do Câncer. Mesmo diante de números tão assustadores, ainda não há a consciência de prevenção.

É necessário que a consulta com o urologista aconteça pelo menos uma vez ao ano, assim como é feito com o ginecologista. A consulta deve acontecer em todas as faixas etárias, para prevenção e diagnóstico de doenças urológicas. Em pleno século XXI, ainda há um grande preconceito em fazer o exame de toque retal – popularmente conhecido como exame do toque. Em 2011, o Centro de Referência em Saúde do Homem, em São Paulo, atendeu 15 mil pacientes para consultas de oncologia e patologias da próstata. Desses, 20% se recusaram a passar pelo exame. Mesmo diante de tanta re-

sistência, há motivos para comemorar. A cada ano cresce o número de homens que aderem ao exame e pode-se dizer que a grande aliada da saúde masculina são as mulheres. O incentivo feminino aos companheiros, filhos, irmãos e amigos tem feito toda a diferença na busca pelo profissional. De acordo com o urologista Luiz Guilherme Santos, da Secretaria de Saúde de Niterói e do Hospital Universitário Antonio Pedro, do Rio de Janeiro, membro da Sociedade Brasileira de Urologia e da Sociedade Européia de Urologia, a rotina de prevenção da próstata deve iniciar aos 45 anos. Os homens que possuem histórico familiar, de parentes em 1º grau, devem antecipar as consultas em cinco anos e começar a partir dos 40 anos. Dr. Santos alerta que o exame de toque retal tem o objetivo de diagnosticar a presença ou não da patologia que, detectada precocemente, possui um maior índice de cura. “Através do exame conseguimos evitar algumas complicações e até mesmo cirurgias, baseado em um tratamento clínico precoce e de consulta informativa”, esclarece o profissional.

Por Ana Maria de Jesus 43


BELLEZA

Medicine


O desejo de ser mãe acompanha quase 100% das mulheres. O instinto materno acontece ainda na infância, quando a menina coloca no topo de sua lista de presentes a boneca. Não é raro vê-las brincando de casinha com as suas “filhinhas”. Mas o que fazer quando a fase adulta chega e após várias tentativas não se consegue realizar o sonho de ter filhos? Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 15% dos casais sofrem com o problema da infertilidade e, no Brasil, são quase 300 mil pessoas. Até admitir que precisam de ajuda, há muito sofrimento na vida do casal. É nesse momento que entra a medicina através da reprodução assistida. O tratamento consiste em um conjunto de técnicas utilizadas por médicos especializados que trabalham para viabilizar a gestação em mulheres que encontram dificuldades para engravidar. De acordo com o médico João Ricardo Auler, especialista em medicina reprodutiva e diretor-médico da Clínica Pró Nascer (RJ), a procura por ajuda profissional deve acontecer quando todas as tentativas de gestação natural falharam. João Ricardo alerta para as evidências que mostram que a fertilidade começa a cair a partir dos 35 anos e este é um dos motivos de incentivo para que as mulheres optem 45 45


BELLEZA

Medicine

por ser mãe antes dos 30. Não se pode ter como ponto de partida somente a idade para procurar um especialista, mas sim o tempo em que não se consegue engravidar. “O indicado é procurar ajuda profissional quando as tentativas falharam após dois anos de relações sexuais frequentes e sem o uso de contraceptivos”, orienta. Não existe uma idade mínima para o tratamento e, ao contrário do que se possa pensar, não há riscos maiores de a criança vir com algum problema de saúde devido ao tratamento. Segundo o profissional, as chances são as mesmas de uma gestação natural. Como em todos os tratamentos existem os prós e os contras, na reprodução assistida não é diferente. Os pontos positivos são que na maioria dos casos a mulher consegue realizar o sonho da maternidade. Os contras estão relacionados à síndrome do hiperestímulo ovariano e gestão múltipa, o que ocasiona na gestação de gêmeos, trigêmeos e até quadrigêmeos. No Brasil, o tratamento não é custeado pelo Governo Federal, mas o Ministério da Saúde (MS) possui planos em incorporá-lo à tabela do Sistema Único de Saúde (SUS). Atualmente, seis hospitais brasileiros realizam gratuitamente o procedimento, geralmente financiados pelos governos estaduais. Desses, três estão na capital paulista.

Embriões No território brasileiro, a reprodução assistida só pode ser feita se não houver riscos de vida para a mãe. Mulheres maiores de 35 anos não podem receber mais do que quatro implantações de embriões. A restrição deve-se ao fato de que uma gravidez múltipla é de alto risco para qualquer idade e aumentam com o passar dos anos. Na Europa, segue a tendência de transferir poucos embriões nos tratamentos. Em 2009, comparado com os anos anteriores, foram realizados mais procedimentos com menos de três embriões, às vezes, chegando a apensas um. Como resultado, os casos de trigêmeos caíram para menos de 1% e, pela primeira vez, os índices de gêmeos ficaram abaixo de 20%.

Inseminação artificial e In Vitro

Os tratamentos de reprodução assistida mais procurados – e conhecidos – no Brasil são: inseminação artificial e In Vitro. Não é raro a confusão entre as duas técnicas. O especialista João Ricardo esclarece a diferença. Na inseminação artificial, também conhecida como inseminação intra-uterina, o sêmen do marido é coletado por masturbação, capacitado no laboratório e depois inserido através de um catéter dentro do útero. Neste caso, a fertilização ocorre dentro do corpo da mulher.


Na fertilização In Vitro, o sêmen do marido também é coletado através da masturbação e capacitado no laboratório. Os óvulos da mulher são coletados e a fertilização é feita no laboratório e, neste caso, depois de três a cinco dias o embrião é colocado no útero. “O tratamento leva em torno de 20 dias e a chance de gestação gira em torno de 40% a 50%, dependendo da indicação”, esclarece.

Bebê de proveta

Desde o primeiro bebê de proveta, em 1978, na Inglaterra, o número de crianças que vieram ao mundo através da reprodução assistida chegou aos 5 milhões. Os dados foram apresentados durante o Encontro Anual da Sociedade Europeia de Reprodução Humana e Embriologia. O levantamento dos números conta até 2008, com estimativa também para 2011. No Brasil, o primeiro bebê de proveta foi Anna Paula Caldeira, uma paranaense da cidade de São José dos Pinhais. Se antes havia certa curiosidade sobre as crianças que vinham através de tratamento, pode-se dizer que hoje não há mais. Atualmente a maior barreira é a questão financeira, pois o valor zé alto, em torno de 20 mil reais, o que acaba privando boa parte da sociedade.

Mãe após os 40

É comum ver mulheres adiando a maternidade para investirem na carreira profissional e quando sentem que o relógio biológico está apitando – ou já apitou – ficam preocupadas quando tentam e não conseguem engravidar. Atualmente, no Brasil, mães com mais de 40 anos respondem por 4% dos nascimentos, em 1999 era de 1,8%. Alguns especialistas questionam a maternidade tardia com o argumento de que o vigor físico e o psicológico não são mais os mesmos e falta energia para o dia a dia com os rebentos. Também falam da possibilidade dos filhos sofrerem impactos psicológicos por terem pais que mais se parecem com os avós dos amigos, além de maior risco de se tornarem órfãos. Mulheres com gravidez tardia estão mais expostas a diabetes e hipertensão e também aumenta o risco da criança vir com alguma doença cromossônica, como a Síndrome de Down que cresce 20 vezes quando a gestante tem mais de 40 anos. Isso ocorre porque a qualidade dos óvulos diminui à medida que a idade avança. Por Ana Maria de Jesus 47


BELLEZA

Pet’s


A maioria das pessoas que gostam de animais quer ter um. Entre os preferidos estão os cães e os gatos, mas fique atento para os cuidados necessários antes de adquirir um pet. Requisitos como tamanho, espaço e disponibilidade de tempo para os bichinhos devem ser avaliados antes de levá-los para a casa. O médico veterinário Márcio Waldman, do Pet Love – maior e-commerce de produtos pet do Brasil -, dá alguns conselhos que devem ser analisados com atenção para o bem-estar de caninos e felinos, levando sempre em consideração os diferentes comportamentos e necessidades dos mesmos. O primeiro passo é buscar a orientação de um bom veterinário e tirar todas as dúvidas para que o novo membro da família sinta-se realmente em casa. “É importante levantar os hábitos, pois algumas atividades precisam ser realizadas diariamente como, por exemplo, tempo para passear. Ou onde o animal ficará caso a família precise viajar. Esses dados precisam ser verificados antes da aquisição”, alerta o profissional. Outro ponto importante é fazer um estudo do local destinado para ele, pois os de grande porte, que vivem em ambiente mui-

to pequeno, exigem cuidados extras para evitar o aparecimento de doenças psicossomáticas.

Cuidados Tomada a decisão de ter um pet, organize-se para incluí-lo nas atenções do dia a dia, principalmente ao que diz respeito a sua saúde. Aconselha-se que as visitas ao veterinário aconteçam, no mínimo, duas vezes ao ano para a realização de um check-up. A vacinação, item obrigatório, deve estar sempre em dia para

o controle de parasitas internos, no caso dos vermes, e os externos, como pulgas e carrapatos. Também devem ser definidos os espaços para a alimentação e para as necessidades fisiológicas. Nas janelas, grades ou redes zelam pela segurança do animal, no caso de apartamentos ou sobrados.

Atenção A consciência de que, ao ter um pet, ele dependerá totalmente dos seus cuidados deve estar claro. Não se pode cogitar que após meses, e até anos, o dono não o queira mais e decida “dar um fim” largando-o longe de casa. “Os motivos da desistência dos animais de estimação são inúmeros e dos mais variados possíveis, que passam pelo tradicional ‘eu achei que era mais fácil’, até aos ambientais, por deixálos sozinhos durante grande parte do dia. Seja qual for o caso, o ideal é procurar uma pessoa de confiança para assumi-los e que ofereça um novo lar, levando carinho e alento ao pet”, alerta Waldemar. Por Ana Maria de Jesus 49


Belleza Total 14  

Revista Belleza Total Edição 14 Nelson Freitas Design e Diagramação: Ricardo Jurça

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you