Issuu on Google+


Editorial Prazer... mais uma edição da Revista Belleza Total recheada de informações e dicas deliciosas. Como matéria de capa destacamos: Hepatite; Tráfico de Crianças e a editoria Invista em Você esclarecendo um pouco sobre o curso de farmácia a todos que ainda não escolheram sua opção para o próximo vestibular. Um agradecimento especial aos nossos colunistas que sempre nos agracia com suas belas dicas: William Meireles, Léo Tramontin, Cintia Demori, Adriane Werner e Patrícia Lisboa. Abrilhantando nossa capa, a belíssima Nívea Stelmann que bateu um papo descontraído com nossa querida Leidinara Batista falando da sua carreira e projetos. A todos os nossos leitores, um abraço e até a próxima edição.

Cláudio Roberto twitter.com/claudiototal Editor: Revista Belleza Total Diretor: Rede Farmatotal/Mastermais


©Medley 2011. ®Marca Registrada. ANÚNCIO – 23/05/2011.

Na vida é importante ter em quem confiar. Pesquisa IBOPE confirma: Medley. O genérico que os médicos mais confiam e recomendam. Pesquisa realizada entre 18/5 e 9/6/2010, por telefone, com 1.001 médicos das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis, Salvador, Fortaleza, Belém e Brasília.

Serviço de Informações Medley

0800 7298000 www.medley.com.br

Uma empresa do Grupo sanofi-aventis

Medicamento Genérico – Lei 9.787/99.

Para você, só o melhor.


Expediente Revista Belleza Total Ano 3 | nº 17 agosto/ setembro Editor Cláudio Roberto Gonçalves Jornalista Responsável Ana Maria de Jesus - DRTPR 5316 Redação Ana Maria de Jesus Leidinara Batista - DRTPR 8889 Comercial Kelly Lima Diagramação Ricardo Mota Jurça Capa Foto: Marcos Duarte Tiragem 20 mil exemplares Impressão Posigraf Envie sua sugestão ou crítica para o e-mail: redacao@bellezatotal.com.br Acesse: facebook.com/revistabellezatotal twitter.com/revbellezatotal www.bellezatotal.com.br Telefone para contato: (41) 3383-6168 Os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não refletem, necessariamente, a opinião da revista.


BELLEZA

Men’s

Leo Tramontin Promoter e produtor Colunista da revista Belleza Total contato@leotramontin.com.br

Tricotadas da vovó Sem grandes receios, o que você acha de reunir a sua garota, mãe, avó e tias? E colocar as gatas na parede e falar com tom bem firme “quero que façam um tricô para mim!”. O artesanal veio na velocidade 10 para garantir ao inverno ares de nostalgia, pitadinhas de infância. Para aqueles que quiserem acertar em cheio no look, a imagem acima é o alvo perfeito. Vale para qualquer idade.

COLORIU DE VEZ

E agora rapaziada? Usar ou não usar uma jaqueta de couro colorida? Elas estão por aí, causando tudo o que podem nas mais diversas marcas. Mas ainda resta aquela dúvida sobre o investimento. Pagar caro?... mas nem pensar! É uma peça com o prazo de validade bem definido. Também não dá para ficar por fora dos burburinhos. Quer saber, o negócio é encontrar uma peça barata, sem perder a qualidade e o acabamento (principalmente!). Vale apostar nas cores: verde musgo, azul royal, mostarda e vermelho bem forte. Depois é só agarrar uma calça com tonalidade neutra e finalizar com aquele suéter monocromático que há tantas temporadas não sai de seu guarda-roupa.


Trench coat Direto dos figurinos dos detetives para a sua realidade: trench coat. Uma peça que beira à altura do joelho, às vezes com duplo abotoamento, cinto por cima e gola elegante pra caramba. Em dias chuvosos, o trench é o rei. Em dias de frio, protege do vento. Em dias de sol e calor ele poderá ficar dormindo em casa, guardadinho. A dica fica por conta daqueles dias que você acorda sem o menor ânimo para caprichar no visu, pode colocar uma roupa simples por baixo e o trench por cima, elas vão adorar, te achar o cara mais charmoso do lugar.

Hora de marchar Quando o assunto é camuflado, logo aparece algum engraçadinho para dizer “vai meter bomba na guerra?”. O fato é que a estampa já passou da fase de tendência para clássica, a que nunca sai de moda. Claro, sem cair no caricato e realmente parecer uma trincheira de desenho animado (menos é mais). As dicas são: evite manchas grandes, as em tamanho pequeno ou médio ajudam a compor um visual mais organizado. Não exagere! Caso escolha uma jaqueta camuflada, nada de colocar uma calça com a mesma estampa (opte pelo bom e velho jeans azul). 11


BELLEZA G i r l ’ s

Cintia Demori Consultora de imagem Colunista da revista Belleza Total

BRINCOS GRANDES Nada de brincos discretinhos escondidos entre os cabelos! Eles estão grandes e, dentre todos os acessórios, são de longe os meus preferidos porque sempre aparecem, sempre chamam a atenção. No trabalho cuidado com brilhos e exageros! Para o dia opte por modelos que não sejam tão compridos e sem pedras. Aqueles modelos bem maravilhosos prefira usar a noite e nos finais de semana, mas não saia sem eles, independente do comprimento do seu cabelo, se estarão soltos ou presos, tanto faz! Se ficar bom no seu formato de rosto, tá valendo!

JEANS RESINADO Jeans resinado parece couro, mas não é. Por isso é mais barato, ecologicamente correto, aquece nos dias frios e tem aspecto chique e glamouroso - vão bem em diversas ocasiões, dia e noite (de novo - os modelos mais brilhosos evite usar no ambiente de trabalho!). Em variadas cores e modelos também não deixarão você passar despercebida!


Porque nós mulheres sempre temos pequenos sonhos, mesmo que seja um brinco novo! TRICÔ

O tricô atual tem cara daquele feito em casa pela vovó, mas está totalmente repaginado com brilhos, paetês, e também efeito metalizado e resinado, como no jeans. Sugiro e recomendo, dá aquela atualizada no look, sem exagero, e para as mais clean, dispensa até o uso de acessórios – como preferir!

CHELSEA BOOTS Começa a esfriar e aparecem as chelseas boots! Talvez essa seja um dos modelos mais confortáveis (e quase sempre com salto baixo) dentre todos os que estão na moda. Muito discretas - quando em cores sóbrias, como preto e marrom café -, elas são a cara do frio, vão bem com todos os tipos de calças (seja jeans ou alfaiataria) e todos os tipos de barras. Como tem essa carinha mais comportada são ótimas, inclusive para trabalhar.

13


BELLEZA

C o v e r


Vencedora da última edição do reality show A Fazenda de Verão, da Rede Record, Angelis Borges viu sua vida dar uma reviravolta de 180º. Ao contrário do que se possa pensar, o sucesso não subiu à cabeça como acontece com algumas pessoas que se destacam de forma rápida na mídia. A responsabilidade – marca registrada dessa mineira -, em cumprir a agenda repleta de compromissos como fotos, eventos e suas apresentações como DJ, que tomam grande parte de seu tempo, não impedem de retribuir o carinho dos fãs que tem por todo o Brasil. De personalidade forte, ela diz não se arrepender das atitudes que toma, pois encara tudo o que vive como um aprendizado. A ideia de participar do reality show surgiu após o convite da Rede Record. Angelis preparou um vídeo e foi aprovada. Dentro do reality já sabemos como foi sua trajetória: com seu jeito meigo e determinada, conquistou os telespectadores do programa o que lhe rendeu o primeiro lugar em A Fazenda. Antes da fama, Angelis fazia um curso de Dj na tranquila cidade de Betim, Minas Gerais. Para Angelis, a participação no programa foi positiva e trouxe para sua vida aprendizados importantes. “Amadureci muito com tudo que passei e vivi lá dentro. Levo lições de como ser alguém melhor, de respeitar

ainda mais o próximo e de que a vida é curta demais para sofrer com os nossos problemas”. Após a fama, o número de convites para eventos aumentou consideravelmente. Ela diz que tinha consciência de que isso fosse acontecer, mas que ainda está aprendendo a lidar com a situação.

Fãs

Angelis conta que em nenhum momento imaginou que pudesse vencer o programa e sabe da importante atuação dos fãs que conquistou durante o tempo que esteve confinada. Ela costuma brincar e diz que ganhou por call center, devido a movimentação que os fãs-clubes fizeram cada vez que ia para a roça e também na grande final. “Eu me sinto honrada pelo carinho. Sempre recebo lembranças que mostram o carinho deles por mim”, revela. O relacionamento com os fãs é intenso, cheio de amor, carinho e respeito. O fã clube é bastante atuante e quando souberam que a DJ seria entrevistada pela revista Belleza Total fizeram questão de participar e fizeram algumas perguntas que podem ser conferidas no bate-pronto. Confira! Por Ana Maria de Jesus

Bate-pronto Belleza Total: Um dia perfeito. Angelis Borges: Música e churrasco na piscina com as pessoas que amo. BT: Do que mais se orgulha de ter feito até hoje? AB: Ter chegado primeiro no meio de tantos espermatozóides. (risos) BT: Felicidade se resume a? AB: Em viver um dia de cada vez como se fosse o último. BT: O que faria diferente em um novo relacionamento? AB: Nada. Vivo intensamente. BT: Quais pessoas te inspiram? AB: Meus pais. BT: Você se considera bonita e sexy? Posaria nua? AB: Sexy? Jamais! (risos). Não consigo ser sexy. Bonita...digamos que dou para o gasto. Eu não posaria nua. Não é o meu foco e nem o meu perfil. BT: Alguma proposta para trabalhar em televisão? AB: No momento estou focada na carreira de DJ. BT: Quais são os pontos negativos da fama? AB: As pessoas acabam invadindo um pouco a sua privacidade e sua vida pessoal, como se o reality ainda continuasse na vida real. BT: Como lida com a curiosidade dos fãs? AB: Tento lidar da melhor maneira possível. Sempre brinco e tento, dessa forma, correspondê-los. BT: Você ficaria com um fã? AB: Por que não? 15 15


BELLEZA W o r k o u t

William Meirelles

treinamento personalizado

Quem busca treinar com qualidade, sem lesões e chegar com rapidez aos objetivos deve procurar uma assessoria esportiva ou um profissional de educação física especializado A onda de cuidar da saúde e da boa forma fazendo exercícios físicos pegou mesmo e a ordem agora é buscar uma atividade física que combine com o jeito de cada um. Claro que isso tudo é muito positivo, mas a decisão de mexer o corpo não é tão simples quanto amarrar um par de tênis nos pés e sair por aí correndo, pulando ou puxando peso. Pode parecer fácil. Afinal, há dicas em sites, revistas e até aplicativos para telefone celular que prometem transformá-lo num atleta de alta performance. Mas, mesmo com tanta modernidade, os relógios de corrida, as revistas sobre atividade física e os sites de esportes não têm tecnologia suficiente para determinar o melhor treinamento para cada pessoa. Esses produtos podem dar dicas de como realizar uma atividade, mas não sabem se determinado indivíduo tem uma patologia grave, qual a sua condição física, se os seus desequilíbrios musculares poderão criar lesões ao tentar realizar a façanha de se aventurar na atividade física. 16

A corrida, por exemplo, é democrática. À primeira vista, todos podem pegar um par de tênis e sair pelos parques e ruas da cidade, alegres e cheios de energia. O treinamento com pesos parece ainda mais tranquilo: é só passar a catraca da academia e levantar os pesos. Para a turma das barras e muros dos parques, pode parecer que é só começar a saltitar, pois é treinamento funcional e treinamento militar. NÃAAAOO! A atividade física não é simples assim. Toda a atividade física precisa ser adequada a cada indivíduo e todo esforço deve ser adequado à realidade de cada praticante. Somente o profissional de educação física é capaz de realizar a avaliação e a prescrição dos exercícios e determinar a carga adequada para a realização da atividade. O professor fará uma planilha de treinamento direcionada a você. São utilizados princípios de treinamentos (individualidade biológica, volume X intensidade, especificidade). Além

disso, é o profissional da área que saberá adequar o treinamento ao seu dia a dia. Ele irá observar, ao seu lado, a correta execução dos exercícios propostos e perceber qual sua disposição para atividade no dia. O professor presente é capaz de atuar sobre a qualidade do dia treinado e também realizar avaliações periódicas para mostrar a evolução do treinamento. Vale a pena investir em você. Quando pensar em atividade física, procure uma academia, uma assessoria esportiva ou até mesmo um personal trainer. Lembre-se: investir na prevenção é não gastar com a remediação.

William Meirelles é Professor Especialista em Treinamento Individual e Qualidade de vida pela PUC/PR. Diretor técnico da GF Assessoria Esportiva, Personal Trainer, Avaliador Físico e Triatleta em Curitiba www.gfassessoriaesportiva.com.br


17 17


BELLEZA

Estethics


O inverno é a estação preferida pela maioria das pessoas para fazer tratamentos estéticos, já que a incidência do sol é menor. As opções de tratamentos estéticos são inúmeras, mas há uma, em especial, que está fazendo sucesso e vem conquistando os frequentadores das clínicas de estéticas: o Galeno Sculptor. Em Curitiba a estética Los Angeles saiu na frente e foi a primeira a ter o aparelho na cidade. Considerado um dos mais eficazes, o aparelho age com eficiência na eliminação da gordura localizada. Desenvolvido na Harvard Medical School, tem substituído, em alguns casos, a cirurgia de lipoaspiração. Chamado de termocriolipólise, o procedimento, além de eliminar as células de gordura, também trata a flacidez. Com todos esses benefícios, ser tornou o mais novo queridinho do mercado da estética. A esteticista Manuella Saldanha Ravaglio, da estética Los Angeles, explica como acontece o processo. Durante o tratamento o tecido gorduroso é congelado e quebrado através das ondas de choques de ultrassom e, logo em seguida, ocorre o aquecimento e, nesse processo acontece a ação contra a flacidez. A vantagem é que todo esse processo ocorre em uma mesma sessão, que dura cerca de uma hora, e pode eliminar até 25% da gordura localizada. “A ventosa do aparelho fica uma hora sugando a gordura para dentro do aparelho que será resfriada e congelada, ou seja, será induzida à morte. A célula de gordura chega a uma temperatura negativa de -6ºC ocorrendo uma ruptura celular”, explica a esteticista.

pode acontecer a cada 15 dias. O motivo, segundo Manuella, deve-se ao ciclo das mortes das células que após o procedimento levam cerca de 30 dias para morrerem e serem expelidas pelo corpo através da urina e fezes. O aparelho pode ser aplicado em qualquer parte do corpo. “A célula ficará toda cristalizada morta e o organismo detectará como um corpo estranho e será expelido”, explica.

Nem todas as pessoas estão aptas para fazer o tratamento. Gestantes, pessoas com muita sensibilidade, alergia ao frio e que tomam anticoagulantes estão entre aqueles com restrições. Em Curitiba, a estética Los Angeles está localizada à rua Sete de Setembro, 6.490.

Por Ana Maria de Jesus

O tratamento é realizado apenas uma vez por mês. Caso seja em regiões diferentes, o processo 19


BELLEZA

A c ot ur a kl W


A profissão de farmacêutico é uma das mais antigas que existe, as chamadas profissões clássicas. A importância e a responsabilidade do profissional é tão grande que, em alguns casos, alguns pacientes, antes de irem ao médico, passam em uma farmácia procurando pelo profissional. Vale lembrar, que a visita ao médico é indispensável. De acordo com Cynthia França Wolanski Bordin, coordenadora do curso de Farmácias da Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUC/PR, a profissão oferece um leque de atividades bastante amplo no mercado de trabalho.

ao implantar treinamentos de atendimento. Durante o curso, na grade curricular, o estudante terá que avaliar alguns atores, que farão o papel do paciente, diagnosticar os sintomas e apontar a patologia. “Nesse processo acontece um acompanhamento do paciente. Vamos usar como exemplo o diabético. Muitas vezes ele precisa de uma orientação para usar adequadamente a insulina, como armazenar os medicamentos, entre outros itens”, esclarece a coordenadora.

Para se tornar um bom profissional, além do comprometimento com os estudos, é imprescindível buscar instituições de qualidade. A PUC-PR ciente da grande responsabilidade que é educar mantém o curso de farmácia como um dos melhores do Estado. O curso possui um período de cinco anos, com uma base grande de conteúdo de humanas, citologia, química e biologia celular. Nesse tempo, várias atividades são realizadas em paralelo pelos estudantes. A partir do terceiro período, inicia ciência farmacêutica e o contato com os pacientes. Cinthya aponta alguns diferenciais do curso que possibilitam uma melhor formação. “Na instituição temos uma Farmácia Escola, que possui uma melhor ambientalização do estudante na área. Trabalha-se com medicamentos industrializados, manipulados e homeopáticos, sempre atento ao controle de qualidade dos produtos”, informa. A preparação para o mercado também acontece através da inserção dos alunos em hospitais onde percebem a realidade e as necessidades dos pacientes.

Para aqueles que querem seguir a profissão, mas ficam receosos na hora de procurar emprego podem ficar tranquilos. O mercado anda carente desse profissional e, quando formados, rapidamente são absorvidos. Engana-se quem pensa que o campo é restrito. O leque de atuação do profissional é amplo e inclui, entre outras, a área de cosmética que tem absorvido cada vez mais profissionais. A pesquisa é uma área que tem sido vista com bons olhos por esses profissionais. “Temos formado excelentes pesquisadores, porque o farmacêutico têm uma base química muito forte e também há formação na área de saúde. Essa interdisciplinaridade dá origem a um profissional extremamente interessante voltado na busca de respostas de pesquisa”, esclarece Cinthya.

Mercado

Apesar das perspectivas de atuar em várias áreas, em algumas, o domínio é absoluto: é o caso do mercado de farmácias. De acordo com a legislação brasileira, todas as farmácias têm a obrigatoriedade em manter um profissional dentro do estabelecimento enquanto ele estiver aberto. “Também há áreas que o profissional tem suas atividades compartilhadas, onde as empresas fazem questão de ter um farmacêutico. As principais são as áreas de indústria farmacêutica, a indústria de alimentos e a indústria de cosméticos”, explica. Atualmente o mercado passa por uma carência do profissional, principalmente o setor de farmácias. Para as pequenas cidades, a situação é ainda mais complicada. Muitos estudantes procuram os grandes centros para estudarem e, ao concluírem o curso, não voltam para as suas cidades, que geralmente são do interior. Este é um dos motivos da defasagem dos profissionais em algumas regiões. Por Ana Maria de Jesus

Sempre pensando na qualidade de aprendizado de seus alunos, a PUC-PR está sempre em busca de inovação e, mais uma vez, sai na frente 21


BELLEZA

Actual

Adriane Werner

A m i z a d e ou

coleguismo? Como deve ser o ambiente de equipe? Todos vivemos em grupo. Seja na escola, no trabalho, na comunidade, na Igreja ou em outros ambientes, sempre precisamos conviver com pessoas que podem ser muito diferentes de nós. Essas diferenças deveriam ser enriquecedoras, mas, ao contrário, às vezes se tornam irritantes. Nem sempre é possível gostar de todos à nossa volta.

muitas vezes diferentes e, mais do que isso, até conflitantes. Gostar de todo mundo é impossível. É natural que tenhamos mais afinidades com alguns colegas e menos com outros. Na hora de fazer um churrasco em sua casa, por exemplo, é provável que você queira convidar alguns colegas e deixar outros de fora da lista. Isso tudo é natural.

Trabalhar ou estudar em um ambiente em que todas as pessoas se gostem e sintam amizade umas pelas outras certamente seria agradável e tornaria a convivência até mais leve. Poder descontrair em alguns momentos, confraternizar em situações festivas, desabafar nos momentos difíceis... quem não quer?

O que não é natural, nem saudável, em ambientes de grupo é deixar que a falta de afinidade ou de amizade prejudique o bom andamento dos trabalhos. Não precisamos ser amigos de todos, mas primar pelo espírito de equipe é necessário. Gostar ou não de alguém é normal, mas isso não nos dá o direito de prejudicar ou deixar de ajudar alguém de quem não gostamos.

Mas a verdade é que, quando falamos de seres humanos, falamos de estilos diferentes, gostos diversos, formação cultural e familiar 22

Respeito é fundamental. Amizade é diferente de coleguismo. E o que mais precisamos no

ambiente de trabalho, na sala de aula ou no grupo de convivência é coleguismo. Ser bom colega significa tratar o outro como nós mesmos gostaríamos de ser tratados. Não precisamos oferecer carinho ou afeto a alguém com quem não tenhamos amizade, mas devemos tratá-lo com ética e lisura de caráter. Se é demais pedir que ajudemos aos nossos desafetos, pelo menos podemos tentar não atrapalhá-los – isso, sim, seria deslealdade e falta de espírito de equipe. Se não podemos ser amigos de todos, que tentemos ao menos NÃO SER INIMIGOS.


23


BELLEZA

gastronomy

A

mandioca

Patrícia Lisboa Docente do Curso de Tecnologia em Gastronomia da PUCPR Consultora nas áreas de Gastronomia e Nutrição.

A alimentação e os aspectos que envolvem a cultura alimentar são temas relevantes bastante estudados desde a antiguidade. Os alimentos tradicionais, assim como suas receitas, têm sido reconhecidos como patrimônio cultural na atualidade. Sua importância contribui diretamente no processo de impulso ao turismo no sentido da obtenção de experiências singulares pelo turista e conservação das culturas locais. A mandioca é considerada um dos alimentos mais significativos para a cultura alimentar brasileira. Nesse universo de estudos em que a identidade cultural de alguns povos se relaciona com produtos alimentícios, suas receitas, seus sabores e odores, é possível identificar na mandioca um produto que pode gerar vários produtos, tornando-a um patrimônio bastante representativo e importante, uma forte influência identitária e de avanços tecnológicos da cozinha tradicional brasileira. 24

na alimentação brasileira

A diversidade de mandioca é classificada tradicionalmente pelos ameríndios desde o período pré-colombiano em dois grupos principais, “mansas”, doces ou de mesa e mandiocas “bravas”, amargas ou venenosas, assim classificadas por conter altas taxas de ácido cianídrico, enquadradas em centenas de variedades. A única maneira de separar os dois grupos é pela toxidade, sendo as mandiocas bravas mais venenosas que as mansas. A mandioca é o produto mais popular da alimentação brasileira desde o início da colonização. Os registros do preparo da farinha, seu principal produto, usados no preparo de mingaus, beijus, caldos e bolos, usada por todas as camadas da população. Presente tanto nos pratos cotidianos mais simples quanto em outros mais finos e elaborados, ocupa lugar de destaque no sistema culinário nacional e regional desempenhando em algumas regiões do

país relevante papel na construção de identidades culturais. A tapioca, também conhecida como beiju, é uma preparação típica da culinária nordestina brasileira, feita com a fécula da mandioca, também chamada de goma de tapioca, goma seca, polvilho ou polvilho doce. Originalmente preparadas pelos índios tupis guaranis ao longo do litoral brasileiro, a tapioca logo se espalhou pelos demais povos indígenas, como os cariris no Ceará e os jês, na Amazônia oriental. Ainda se transformou posteriormente na base da alimentação dos escravos no Brasil. Tudo isso serviu para transformar a tapioca, num dos mais tradicionais símbolos da culinária por quase todo o nordeste.


Receita de tapioca Para a massa: 1 xícara de farinha de tapioca ½ xícara de água 1 pitada de sal

Para o recheio: 2 xícaras de coco ralado fresco 1 lata de leite condensado

Modo de preparo: Hidratar a farinha de tapioca, misturando a água aos poucos até parecer uma farofa sem grumos. Passar esta mistura por uma peneira fina e acrescentar o sal. Em uma frigideira antiaderente, polvilhar a goma hidratada e peneirada até formar um disco (a espessura depende da preferência de cada um – no nordeste é mais grossa e macia e no sul mais fina e crocante). Virar a preparação na frigideira para que cozinhe igualmente dos dois lados. Rechear com coco e leite condensado e servir preferencialmente ainda quente


BELLEZA H e a l t h


Espirros, coceira no nariz e garganta, coriza, congestão nasal e dificuldade para respirar são apenas alguns dos sintomas que atacam pessoas que possuem algum tipo de alergia. Para aqueles que têm asma, ainda há o desconforto da falta de ar e do chiado no peito. A chegada das estações outono e inverno, período em que os casos de alergias aumentam consideravelmente devido ao ar seco e frio, requer atenção e cuidados. Por que algumas pessoas não possuem nenhum tipo de alergia? Essa pergunta é feita com frequência aos profissionais. Para desenvolver a patologia é preciso uma predisposição genética, portanto, a alergia é geneticamente determinada e, sendo assim, hereditária. Crianças nascidas de pais alérgicos têm uma chance de 85% de também serem alérgicos. De acordo com Loraine Landgraf, especialista em alergia e imunologia do Hospital Vita Batel, deixar a casa limpa e manter o ambiente arejado são algumas formas de evitar que os ácaros fiquem alojados em tapetes e brinquedos de pelúcias, por exemplo, pois eles podem intensificar a alergia. Ingerir líquidos para manter as vias respiratórias hidratadas ajudam o corpo na recuperação dos períodos alérgicos. Mas fique atento, pois não são somente os fungos que causam alergias, elas também podem aparecer pelo consumo de determinados alimentos ou medicamentos, assim como pela utilização de algum tipo de produto e isso pode acontecer de uma hora para outra. “Uma pessoa recebe o diagnóstico de alérgico quando o seu corpo se sensibiliza a uma determinada substância, que pode acontecer mesmo após 20, 30 anos de contato direto com determinado produto, alimento ou medicamento.”, esclarece a alergista.

Tratamento A patologia não possui cura. Ainda não é possível transformar um paciente alérgico em não alérgico, mas a medicina está avançada o que permite tratamentos bastante satisfatórios. Segundo Loriane é possível conviver bem com a alergia mediante cuidados no contato com os fatores desencadeantes e seguindo os tratamentos medicamentosos aplicados pelo médico permite que o paciente tenha uma melhor qualidade de vida.

é procurar um especialista em alergia e imunologia que pedirá exames e testes alérgicos que confirmem e identifiquem o seu principal causador.

Regiões

Há pessoas alérgicas em todas as regiões do Brasil. Seja em maior ou menor número - de acordo com as condições ambientais e peculiaridades de cada região -, com uma maior incidência na região Sul. Nos estados sulistas, a maioria dos casos de alergias ocorrem durante o outono e inverno.

O ácaro é o principal Por Ana Maria de Jesus causador da alergia e está presente na poeira DICA doméstica, cobertores, edredons, estofados, . Travesseiros e colchões devem ser bichinhos de pelúcia, trocados a cada cinco anos. roupas guardadas. . Lavar roupas de inverno, edredons Para detectar se uma pessoa é alérgica, a primeira ação a ser feita é a observação. É preciso ficar atento e, ao perceber em si, ou em pessoas próximas, alguns dos sintomas que possa levar ao diagnóstico, o mais aconselhável

e cobertores que ficaram guardados durante o verão e, provavelmente, contraiu ácaros.

. Alérgicos devem evitar fazer faxi-

nas devido a poeira. Caso precise executar a tarefa, utilize máscaras.

27


BELLEZA WA co tr ul da l


Localizada no Estado de São Paulo, a 240 km da capital, Brotas está entre as principais opções de turismo para aqueles que são adeptos ao ecoturismo. Com um amplo parque de diversões na natureza, o lugar é ideal para famílias e grupos de amigos que buscam diversão aliada a aventura. A geografia privilegiada, a variedade de atividades, os atrativos naturais, aliados a boa comida e a um povo hospitaleiro faz do lugar inesquecível.

além do Rio Jacaré com suas corredeiras e afluentes. O cenário é perfeito para a prática de Turismo de Aventura e Ecoturismo. É a maior variedade deste segmento no país. Rafting, bóiacross, canionismo, cachoeirismo, caminhada na natureza, escalada indoor, rapel, arvorismo, cicloturismo, circuito de tirolesas, cavalgada, quadriciclo, passeios Off Road são apenas algumas das opções.

charrete e conhecendo o processo de fabricação de laticínios. Muitos produtores rurais da agricultura familiar oferecem, de maneira artesanal, licores, cachaças, mel, doces regionais e compotas variadas. No artesanato se pode encontrar bordados, artigos feitos em bambu e a grande novidade é um ateliê de cerâmica com apresentações da técnica Raku. “Em Brotas, todas as estações do ano são boas

Para aqueles que escolheram Brotas como destino turístico, podem contar com boa infraestrutura. As opções de restaurante variam do caipira ao temático e as inúmeras alternativas de hotelaria são atrativos para todos os tipos de gostos e bolsos. Sem contar os inúmeros sítios turísticos. Dentre eles o mais moderno observatório planetário da América Latina, pois o céu da cidade é muito estrelado, principalmente nas estações de outono e inverno.

para o turismo. No verão, o rio fica mais alto com corredeiras imponentes e a alta temperatura torna o ambiente convidativo para as atividades aquáticas como Rafting e bóiacross e para os famosos banhos de cachoeira. Já no inverno, os dias azuis e agradáveis são ideais para a prática de atividades como arvorismo, cavalgadas e trilhas. Nesta estação o nível do rio Jacaré fica mais baixo tornando as corredeiras mais tranquilas e a água mais transparente”, explica Vivian da Cunha, diretora de Marketing da ABROTUR, Associação de Empresas de Turismo de Brotas e Região.

Brotas se destaca pelo alto nível de seus profissionais de turismo, certificados pelo Inmetro. “Em Brotas já são seis atividades cujas operações foram certificadas em Gestão da Segurança pelo Inmetro”, diz Andrea Reis, coordenadora da Comissão ABETA – Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura – e empresária da primeira operadora brasileira a conseguir a certificação para passeios de quadriciclo. A chegada na cidade já impressiona os turistas. Da estrada, nas proximidades da Serra do Itaqueri, se pode ver as paisagens do relevo das Cuestas Basálticas com Mata Atlântica em suas encostas, seus morros, chapadas e pedras de arenito que afloram em meio à vegetação de Cerrado. No centro, a beleza natural do Parque dos Saltos se destaca. Lá passa o Rio Jacaré Pepira, que apresenta taxa de 89% de pureza em suas águas, quedas e corredeiras. Em 1911 a cidade já produzia a própria energia elétrica e a antiga Casa das Máquinas, se encontra no interior do Parque, como testemunha da história. Ainda no centro da cidade avistam-se os Casarões da Avenida Mário Pinotti e o Museu do Café. A cidade tem grande destaque em beleza natural com muitas cachoeiras, nascentes de água cristalina,

No turismo rural, algumas fazendas abrem suas portas, servindo deliciosos lanches da tarde, levando o turista à interação com o campo, tirando leite de vaca, passeando de

29 29


BELLEZA

30

Funny


No Brasil 8,6% da população possui mais de 60 anos. De acordo com o IBGE, de 1990 a 2000, a população da terceira idade cresceu 17%. Atualmente são cerca de 20 milhões de idosos e estima-se que em 2025 esse número ultrapasse 32 milhões de pessoas. O aumento da expectativa de vida dos brasileiros, cerca de 74 anos, e da qualidade que, a cada dia está melhor, são alguns dos pontos sedutores que tem saltado aos olhos do mercado que oferece para esta faixa etária um mercado amplo e com grande variedade de opções para todos os tipos de gosto e de bolso.

Saúde

Cuidados

Segundo pesquisa realizada pela empresa Hello Research, a prática de esporte está presente na vida das pessoas que estão na melhor idade - como eles mesmos costumam se autodenominar. A caminhada é o exercício preferido e atrai 85% dos idosos. Atividades como estar com a família, com os amigos, fazer viagens regulares e programadas também estão entre os favoritos.

O mercado já percebeu a importância do grupo na movimentação da economia nacional, o que abre muito as opções de produtos e de lazer destinados a eles. Mas é preciso ficar atento com a variedade de ofertas para não comprometer toda a renda. A melhor forma de não ter problemas financeiros futuros é programar as ações de lazer e o quanto do orçamento será comprometido.

Portanto, se a imagem que vem a sua cabeça é de que as pessoas com mais de 60 anos ficam em casa sentados em um sofá tricotando, fazendo palavras cruzadas e rodeados por netos, eu sinto lhe dizer, mas você está completamente enganado e desatualizado. O estilo vovozinha e vovozinho que fica em casa, em uma cadeira de balanço, não serve mais como referência.

Bertoncello lembra que existem módulos de compras parceladas que são debitadas diretamente do recebível do idoso. O detalhe é que se deve gastar parte do total, geralmente 30% da renda. Adotar este estilo é uma garantia de não contrair dívidas que não possa pagar em médio-longo prazo.

Para Davi Bertoncello, sócio-diretor executivo da empresa Hello Research, a mudança no estilo de vida da terceira idade atual - em relação à de antigamente -, foi a descoberta de que a idade não é restrição para se divertir. A procura por novos programas de lazer acontece justamente por essa descoberta. Há 20 anos atrás, poucas pessoas pensavam em como seria a vida após os 80 anos, hoje existem, inclusive, médicos que se especializaram em pessoas dessa faixa etária. “A expectativa de vida se prolongou e o interessante é que não foi só em tempo vivido, mas sim na qualidade que se vive após os 60 anos”, aponta Bertoncello. Esses dados chamaram a atenção do mercado que vê nesse nicho consumidores em potencial. Isso acontece porque essas pessoas possuem uma estabilização atraente como renda fixa, casa própria, tempo livre e sem dependentes que estejam, diretamente, sob sua responsabilidade financeira. Para Bertoncello, é natural que as empresas vejam com bons olhos esse grupo que possui um poder de consumo significante.

Por Ana Maria de Jesus 31


BELLEZA W o r l d


Quando se pensa em um rosto sem manchas e linhas de expressão, logo vem à cabeça fugir da exposição solar, principalmente dos famosos raios ultravioletas: o UVA e o UVB. Se expor após às 10 horas da manhã? Nem pensar! Quanto mais filtro solar, melhor. Se repassar este protetor no meio do dia, perfeito! Mas, será que todo este cuidado com a beleza da pele não esconde um problema que atinge boa parte da população brasileira? A falta da vitamina D no organismo. Obtida, principalmente, através da exposição solar. Segundo a dermatologista, Dra Luciana Bogo, a exposição solar, antes das 10 da manhã e, por pouco tempo, é muito importante, principalmente nas crianças. “A vitamina D é essencial na absorção do cálcio e para o desenvolvimento normal dos ossos e dos dentes e atua, também, no sistema imunológico, no coração, no cérebro e na secreção de insulina pelo pâncreas. É muito importante que as pessoas se mantenham em constante vigia porque fugir do sol não é, exatamente, o que tem que se fazer. Não é o saudável, como podemos observar na importante falta de vitamina D nas pessoas. O correto é ter um equilíbrio”.

bastam apenas de 10 a 15 minutos de exposição ao sol em 3 dias na semana. E recomenda: “Durante este período de tempo, não aplicar o filtro solar”. O uso contínuo do filtro solar nas crianças é um tabu a ser quebrado. A dermatologista aconselha os pais a não usarem filtro antes da escola, ou de algum passeio em que a criança não ficará exposta por muito tempo ao sol. “É dispensável o uso do protetor nas crianças todos os dias. Só recomendo usar em situações específicas. Desta

forma, prevenimos a deficiência da vitamina D nas crianças. Isso foi o recomendado no último Teraderm, da Sociedade Brasileira de Dermatologia”, conta. A vitamina D também pode ser encontrada em alguns alimentos. São eles: no óleo de fígado de bacalhau e em peixes como salmão, atum e sardinha. Também é encontrada no leite, na margarina, nos ovos, principalmente na gema, e no fígado.

A médica explica que as pessoas não precisam se encher de filtro solar quando forem pegar o sol antes das 10 da manhã. “Se for num curto espaço de tempo isso é saudável!” O que não podemos é ficar sem o sol. A exposição solar, àquela que mancha a pele, e a que causa o envelhecimento precoce, é a que é feita, frequentemente, em horários inapropriados. “Após as 10 da manhã eu indico a todos os meus pacientes o uso do filtro solar, até mesmo nas mãos, para que não tenham as manchas solares. Mas, para a obtenção da síntese da vitamina D 33


BELLEZA

C o v e r

Carisma. Esta palavra é a definição perfeita para a atriz Nívea Stelmann. Sua simpatia mesclada ao talento, a tornaram uma das atrizes mais queridas da televisão brasileira. Aos 39 anos, a atriz acumula 12 novelas, oito peças de teatro, três filmes, um ano como repórter do programa Vídeo Show e um livro recém-lançado. Casada com o empresário Marcus Rocha, e em plena lua de mel, Nívea equilibra seu tempo entre as coisas que mais ama na vida: a família e a profissão.


35 35


BELLEZA

C o v e r O rostinho angelical não entrega, mas Nívea Stelmann já completou 20 anos de profissão. O início da carreira como atriz foi no seriado Família Brasil, da TV Manchete. Logo depois, veio a oportunidade com a qual todo jovem ator sonha quando está começando. Na época, o programa "Domingão do Faustão", apresentava um quadro chamado "Estrela Por Um Dia", onde atores iniciantes tinham a oportunidade de mostrar seu trabalho. Nívea interpretou uma cena, ganhou a disputa e, um mês depois, foi convidada para atuar no seriado Malhação, em 1996. O primeiro papel de destaque veio um ano depois, na novela "A Indomada", onde interpretou a personagem ‘Carolaine’. Seu desempenho foi tão bom, que logo surgiram mais convites na emissora. Ao longo dos anos, já viveu vilãs, beldades, gostosas, já foi loira e morena. “Tive a sorte de os diretores apostarem em mim. Fico feliz por ter trabalhado com vários e de ter feito coisas muito diferentes uma das outras. Pude mostrar meu trabalho e isso me deixa muito orgulhosa”, analisa ela, desejando que seu próximo personagem seja algo que ainda não interpretou: uma protagonista. “O que falta para mim é uma protagonista bacana. Tenho vontade de fazer isso um dia”. Longe das novelas desde 2011, este ano vem sendo considerado seu ano de realizações nas outras áreas da sua profissão. Em cartaz com a peça "Batalha de Arroz num Ringue para Dois", a atriz se prepara para sair em turnê pelo Brasil. No espetáculo, ela dá vida a uma mulher bipolar, louca pelo marido e que passa por várias fases do seu casamento. Mudando de acordo com o passar do tempo, até se transformar em uma gueixa, a personagem arranca gargalhadas da plateia. Até o final do ano ela viaja com a peça pelo país e, em seguida, há planos de temporadas em Portugal e na Angola.


Fora dos palcos, há oito anos, seu personagem favorito é o de ‘mãe do Miguel’, fruto de seu casamento com o ator Mário Frias, com quem tem uma grande relação de amizade. Apesar de coruja, Nívea não se considera uma mãe super protetora, nem ciumenta. “Vivo um dia de cada vez e curto todas as fases do meu filho. Sou uma mãe super presente e educo muito meu filho. Com amor e paciência, eu sei que, modestamente, já formei um cara bem bacana para o futuro. E não sou ciumenta. Nunca fui. Quanto mais gente amando meu filho, melhor para mim e para ele”, garante ela, que sempre organiza viagens com o pequeno. Este ano, o destino das férias foi a Disney. "Pelo meu filho me joguei no navio da Disney”, conta. E se depender da atriz, Miguel ainda disfrutará por um bom tempo das regalias de ser filho único. “Aprendi a não fazer mais planos. Vivo o presente. Meu filho me completa muito e no momento estou completamente focada no meu trabalho”, diz ela, sobre a ideia de aumentar a família. Além do Miguel, a atriz tem um ‘filho’ mais novo. O livro ‘Dedo Podre’, lançado este ano, mais precisamente, em abril, no seu aniversário, nasceu de sua necessidade de desabafar sobre algumas escolhas equivocadas que fez ao longo da vida. “Ou fazia terapia por tudo o que já vivi, ou escrevia um livro, ou tinha um câncer. Então, a segunda opção foi a melhor”. Suas histórias, em parceria com a escritora Lua Veiga, têm feito sucesso com as leitoras, que se identificam a cada história. Ela explica que o assunto preferido das mulheres são os homens, principalmente as histórias amorosas mal resolvidas. Foi então que, analisando suas próprias experiências desastrosas, teve a ideia de colocar as histórias em um livro. O sucesso é tanto, que já está em sua segunda edição. Feliz, a atriz diz que não esperava toda essa identificação. “Foi uma surpresa maravilhosa e isso me estimula a escrever mais. Fico muito feliz e grata com o carinho que as pessoas têm com o meu livro”, se derrete ela. Há projetos de levar a obra ao cinema e para o teatro. “Existe o sonho. Tomara que se torne realidade. E a peça, com certeza, será feita por mim”, garante Nívea. Por Leidinara Batista 37 37


BELLEZA

Actual

O tráfico de crianças cresce a olhos vistos e já é a terceira maior renda ilegal do mundo, ficando atrás apenas do contrabando de armas e drogas. O lucro que o crime traz para os traficantes, já que a lucratividade é o seu único objetivo, não leva em conta o sofrimento da família que perde o filho tão desejado. Por mais indignação que a população possa ter diante da ação ilegal, de uma coisa não há dúvidas: só há oferta, porque existe procura. Independente de qual seja o motivo que uma pessoa procura uma criança no mercado negro a ação é considerada crime passível de detenção. Algumas mulheres, por não conseguirem engravidar, por não quererem passar por uma gestação, por problemas de saúde, ou seja lá qual for o motivo, acham que o processo legal de adoção é demorado e optam por um “caminho mais rápido” de realizar o desejo de ser mãe. O argumento utilizado? A justiça deveria ser mais rápida no processo de adoção. Essas pessoas não percebem que atrás desse inocente discurso está algo muito mais nebuloso. Engana-se quem pensa que a adoção é o único motivo dos sequestros. Trabalho escravo, pornografia infantil, casamento precoce e comércio de órgãos também pode ser o destino cruel dos traficados. Os tipos mais procurados, normalmente, são crian-

ças com a cor da pele branca e de tenra idade, além dos bebês com, no máximo, 12 meses, são os perfis preferidos daqueles que traficam crianças. Para o advogado Marco Meirelles, o argumento da demora da adoção é falido e não serve como embasamento para a defesa e o rigor aplicado em nossa legislação é necessário para que o procedimento seja seguro para o incapaz e nada é exigido além do que se pratica em países de primeiro mundo. “A proteção à criança e ao adolescente é uma meta imprescindível em um país que destina a ser sério. Infelizmente o que mais facilita o tráfico de crianças no Brasil é a agilidade com que conseguem entrar com as mesmas em outros países circunvizinhos e, para isso, usam a corrupção, que começa pela polícia, e que conta com a ajuda dos traficantes a passarem os limites do nosso território”, informa o advogado. De acordo com Meirelles, os principais destinos dos traficados são os Estados Unidos, Israel, Japão e Europa. O Brasil carrega o incômodo título de maior exportador de crianças e mulheres para prostituição das Américas, além de servir como país de trânsito para aliciadas em países latino-americanos que tem como destino a Europa, Ásia e Estados Unidos.


39 39


BELLEZA

Actual

Tráfico O tráfico utiliza vários caminhos para ter sucesso e suas ações acontece no mundo inteiro. No Brasil, o crime está mais presente em pequenas cidades, favelas de grandes centros urbanos e nas fronteiras do país. “A nossa fronteira Brasil/Paraguai é frágil, pouco vigiada e não se tem o costume de pedir a documentação de crianças acompanhadas ou desacompanhadas, o que facilita o processo irregular de adoção”, esclarece o advogado. O Protocolo Opcional à convenção sobre Venda de Crianças, Prostituição e Pornografia Infantil, em 1999, apresenta definições claras para o crime. “O tráfico é um ato de violência, mas que nem sempre a violência propriamente dita é empregada. Há casos, por exemplo, em que a situação de vulnerabilidade da vítima não permite que ela faça escolhas, como a situação do imigrante ilegal, e ainda casos de abuso do poder”, explica o advogado. A expressão tráfico de crianças vai além de quem faz o ato do sequestro, engloba o tráfico de meninas, meninos, o aliciamento, o transporte, o abrigo, o traslado entre uma região e outra e qualquer proposta de exploração. Os países pobres, devido as dificuldades que parte da população passa, principalmente a financeira são os principais grupos atingidos. Meirelles diz que a falta de uma legislação mais rigorosa transforma os países menos abastados com maior incidência em tráfico internacional de pessoas. “Tratadas como mercadorias, as crianças são vendidas por somas vultuosas onde, os tons da pele, cor dos cabelos e os olhos são fatores que determinam o seu valor de mercado, mas os destinos são mais variados, desde o turismo sexual infantil, trabalho escravo, adoção ilegal e tráfico de órgãos”, informa o advogado. O Governo brasileiro procura tomar algumas ações que coíbam o crime, mas devido a falta de recurso muito pouco é feito. Um dos motivos é o extenso território brasileiro e o pouco contingente dentro das Forças Armadas Brasileiras, o que impede que seja realizado um trabalho eficaz.


CPI

Em março de 2012 foi criada a CPI do Tráfico de Pessoas. A Comissão Parlamentar de Inquérito tem o objetivo de investigar o tráfico de pessoas no Brasil, suas causas e consequências. O trabalho da CPI ganhou o País analisando os casos de adoções ilegais, trabalho escravo e tráfico de mulheres e crianças. O deputado federal Fernando Francischini, vice-presidente da CPI, está com frequência no Paraná colhendo depoimentos de pessoas que perderam algum familiar para o tráfico humano. “O mais controvertido foi o de Audelino de Souza, o Lino, representante da ONG limiar, que intermediou a adoção internacional de 355 crianças no Paraná e em Santa Catarina nos últimos 20 anos. A ONG cobraria cerca de US$ 9 mil por processo de adoção”, conta Fernando Francischini.

Cuidados

Não existe justificativa para o tráfico de pessoas, onde o objetivo envolve sempre o ganho financeiro e nunca o bem-estar do ser humano. E como ninguém quer passar pela dor da perda ocasionado pelo crime, o deputado federal Francischini faz alguns alertas para a segurança de incapazes. Pais, governos e sociedade devem ter a atenção redobrada no cuidado de crianças e adolescentes. Estar sempre por perto, não deixá-lo com estranhos – nem que seja rapidinho -, documentação do menor sempre em dia, de preferência identificada civilmente desde a tenra idade como a carteira de identidade, frequência escolar e um bom relacionamento familiar são algumas atitudes que podem evitar as ações dos traficantes. Se perceber algo de errado, a regra número um é muita cautela, atenção e não ter medo de denunciar e falar sobre a suspeita, pois o silêncio só agrava a situação. O Ministério da Justiça recebe denúncias telefônicas através do número 180 e a CPI do Tráfico de Pessoas da Câmara dos Deputados pelo número (61)3216-6275. A denúncia também pode ser feito pelo e-mail cpitraficodepessoas@camara.leg.br.

Por Ana Maria de Jesus


BELLEZA

42

Economy


O número de micros e pequenas empresas que op- mado a alguns dos exemplos citados, se pode acrescentar o taram pela regularização tem crescido muito no Brasil. Elas barateamento do crédito, a possibilidade de novos negócios, também são as grandes responsáveis pelo aumento do número incluindo o direito de participar de licitações, alienar o ponde empregos gerados. Se você tem um empreendimento, mas to comercial, registrar sua marca e divulgá-la, além de obter acredita que, em um primeiro momento não há a necessidade maior credibilidade e facilidade de desenvolvimento de novos de regularizar, seja por achar que a empresa é muito pequena, clientes. “Os produtos e serviços oferecidos por uma empreporque considera os impostos altos demais, que na informali- sa regularizada têm sua procedência garantida e reconhecida dade o lucro é maior ou porque ainda não entendeu a impor- pelos órgãos competentes”, esclarece Carla. Se pensar com caltância da ação, seja qual for o seu motivo ajudaremos você a ma, verá que as vantagens são maiores e, no final das contas, os esclarecê-las. A revista Belleza Total prós superam, e muito, os contras. conversou com os advogados do escritório Fernando Quércia AdvoO advogado Pasqual faz um alerta Se quer formalizar a sua da importância gados Associados, a Dra Carla Apadas pequenas empreempresa, conheça quais são recida Nascimento e o Dr. Pasqual sas para a economia do País. Segunos passos a serem seguidos. do ele, pesquisas recentes revelaram José Irano, para escolher o melhor caminho e ajudá-lo nessa decisão. A advogada Carla informa que durante o ano passado, 80% dos que as primeiras ações a empregos criados tiveram origem nas De acordo com o IBGE, e pequenas empresas. Esse núserem tomadas é verificar micros a empresa considerada informal é mero reflete o amplo horizonte que a situação fiscal da as empresas possuem com a formaliaquela que não possui um sistema de empresa e dos sócios; se há dade do negócio e, financeiramente contas claramente separado das contas da família, empresa de uma até pendências na Prefeitura falando, muito mais vantajoso. “Com cinco pessoas e aquelas que não posa empresa formalizada, o empresário Municipal ou restrições que suem CNPJ. Segundo a Dra. Carla, o poderá contratar com grandes empreimpeçam a constituição sas, com o governo em todas as suas estabelecimento pode até ter CNPJ, da empresa no endereço esferas, acesso às linhas de crédito, mas se não contar com um sistema de contabilidade próprio está na classe indicado; escolher o nome à tecnologia, entre outras vantagens do informal. empresarial e fazer uma que vão auxiliar no crescimento de pesquisa para saber se não seu negócio”, diz Pasqual. Segundo pesquisas do Inshá dentro do Estado outra tituto Análise, os principais motivos empresa com o mesmo que levam as pessoas a não regularizarem a situação das empresas innome e ramo de atividade; Para que a empresa tenha êxito e formais são: custos financeiros, difidefinir a natureza jurídica vida longa no mercado, algumas ações culdades burocráticas, dispêndio de da sociedade e elaborar o devem ser feitas e o planejamento e vitempo e a expectativa de mau atendiato constitutivo; registrar são do negócio onde se atua é de funmento no setor público. Mas os índia empresa, obter o CNPJ, damental importância, ou seja, entences apontados pela pesquisa não tem sobre o ramo é 50% do caminho impedido o aumento da formalização a inscrição estadual, der percorrido. das empresas. alvará de funcionamento

Planejamento

e, por fim, a emissão de O planejamento, principalmente Uma empresa regularizada o financeiro, deve ser feito cuidadosadocumentos fiscais. têm direitos garantidos através da Lei mente para que as dificuldades sejam das Micros e das Empresas de Pequesuperadas sem um grande impacto no Porte e, entre os benefícios, estão a sobre o negócio. Todas as ações que desoneração tributária, simplificação forem feitas devem ser analisadas para que não tragam dívidas do processo de abertura, alteração e encerramento das MPEs, facilitação do acesso ao crédito e ao mercado e parcelamento para a empresa. de dívidas tributárias para adesão ao Simples Nacional. SoPor Ana Maria de Jesus

43


BELLEZA

Education


A inclusão de crianças com necessidades especiais em escolas regulares ainda é um tema bastante polêmico e debatido no meio educacional. As opiniões se dividem bastante: há quem ache que a inclusão traga benefícios para a aprendizagem e há aquele que acreditam que um processo de ensino diferenciado seja o melhor caminho. A polêmica sempre existiu e está longe de chegar ao fim. Após quase três décadas muita coisa mudou. Se antes as famílias tinham vergonha de apresentar os filhos com algum tipo de deficiência, hoje o intuito não é esconder, mas incluí-los na sociedade. Seguindo esse caminho, em 1985, foi criada a Lei 7.853 que garante a inclusão de crianças especiais nas escolas regulares e trata como criminosa a instituição de ensino que se recusar a matricular um aluno especial e, desde então, cabe aos educadores o grande desafio de obedecer a legislação sem ferir a integridade do aluno. Maria Silvia Slaviero Mueller Martinucci, diretora do Centro de Desenvolvimento Infantil Gymboree Curitiba, alerta que a lei, por si só, não resolve a polêmica sobre a inclusão, já que a criança não pode ser apenas mais um número dentro de um sistema que já existe e funciona. “Vejo muitas escolas que incluem excluindo, ou seja, aceitam a criança, porém, não tem preparo, estrutura e recurso para tal. Assim, acabam prejudicando ainda mais o aluno que precisaria de um acompanhamento especializado”, alerta. Para que essa inclusão realmente aconteça, é preciso mais do que a imposição da lei, é preciso comprometimento. A preparação dos professores e a adequação do espaço físico na escola onde a criança estará inserida são fundamentais. Outra ação importante - e precisa acontecer sem demora – é a reeducação dos pais e dos alunos

ditos como normais, o que não é uma tarefa considerada fácil. Porque, ainda em pleno século XXI, nem todos estão preparados para conviver com a diversidade. “Acredito que crianças especiais precisam de mais estímulos. Se todas as escolas regulares tivessem um grupo de profissionais especialistas em áreas como fonoaudiologia, terapia ocupacional, musicoterapia, fisioterapia, entre outras, o processo de inclusão funcionaria melhor. Porém, essa não é a realidade do Brasil”, esclarece Maria Silvia.

Inclusão

Hoje, no Brasil, a inclusão funciona com a colocação de uma a duas crianças com deficiência por turma, o que, muitas vezes, ocasiona a sensação de exclusão para eles. Isso acontece, de acordo com Maria Silvia, pelo fato deste estudante não conseguir exercer exatamente todas as atividades que as outras crianças realizam em sala de aula, mesmo acompanhada de um profissional. Inserida neste meio, ela se sente diferente e assim não consegue imaginar que existam outras crianças com necessidades diferentes, assim como ela. Segundo a pedagoga, o processo de inclusão, quando acontece através de aulas extracurriculares, é mais eficaz, pois a criança não é desafiada a cumprir objetivos do currículo escolar e aprende de uma forma lúdica. “No Gymboree oferecemos programas

que estimulam o desenvolvimento global da criança através de brincadeiras e novas descobertas. Dividido em níveis, o programa acompanha e apoia o crescimento delas”, informa.

Recepção e interação Quando os pais decidem colocar seus filhos em escolas regulares, o primeiro passo é conhecer a instituição e as condições de atendimento que ela oferece, se existem o espaço e momentos que promovam a tão buscada interação social. Verificar o preparo dos professores e funcionários é fundamental. Mas não podemos nos enganar e achar que esses são os únicos fatores. É preciso que exista um trabalho de recepção dos atuais estudantes para que aprendam a respeitar as diferenças. O que, infelizmente, ainda não acontece em nosso país. Os olhares curiosos e, às vezes, preconceituosos são algumas situações que a criança enfrentará no processo de inclusão em um primeiro momento. A ação pode ferir e prejudicar a autoestima não apenas da criança, mas também de toda a família. Nesse momento é preciso que os pais e educadores passem a segurança necessária para que o aluno que tem a deficiência não se sinta rejeitado e excluído. O diálogo é sempre o melhor caminho.

Por Ana Maria de Jesus 45 45


BELLEZA H e a l t h

Conhecida anteriormente por cuidar da estética, ao amenizar as rugas e marcas de expressão do rosto, a toxina Botulínica tipo A, o famoso Botox, surge com novas funções: dessa vez com o objetivo de melhorar não a aparência, mas sim a saúde e bem-estar do paciente. No caso da enxaqueca a aplicação do Botox promete relaxar os músculos da cabeça e do pescoço e aliviar a pressão e as fortes dores sentidas pelos pacientes. Doença que acomete mais de 10% da população mundial e é considerada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como a 19ª doença no ranking de patologias incapacitantes, a migrânea, como é chamada pelos especialistas, pode ser tratada com a aplicação do Botox em casos específicos. “A toxina botulínica não deve ser utilizada para outros tipos de dores de cabeça que não a migrânea crônica, pois ainda não existem estudos que comprovem sua eficácia e segurança” alerta o Dr. Alexandre Cercal, otorrinolaringologista de Curitiba, e adepto dessa forma de tratamento. O profissional explica que a toxina, aplicada com uma ampola em várias partes da cabeça e pescoço pode substituir ou reduzir o medicamento preventivo da enxaqueca. Quando 46

se trata de outras doenças, como em pacientes que sofrem com enxaquecas ou que têm ou tiveram doenças neurológicas, acidente vascular cerebral (AVC), paralisia cerebral, trauma medular, paraplegia, entre outros, o Botox também pode ter um papel essencial. "A substância é aplicada no músculo que está atrofiado devido à alguma lesão do sistema nervoso central, e então faz com que a musculatura em questão relaxe", Cercal explica de forma resumida. Um dos tratamentos que vêm apresentando melhor resultado é aquele em pessoas que sofreram com um AVC. A toxina botulínica tem sido usada com eficiência para tratar a rigidez muscular que provoca dificuldade no movimento, principalmente nos braços e pernas, que afeta a mobilidade das vítimas que sofreram com esse mal. Após algum derrame, além de fraqueza em algum membro, pode ocorrer uma rigidez involuntária, e é justamente para amenizar esse sintoma que a toxina é utilizada. Aliado ao processo da toxina botulínica, o paciente pode precisar de fisioterapia, fonoterapia e psicoterapia. “Cada paciente precisa de um tratamento específico voltado para sua recuperação. Para isso, deve ser insti-

tuída uma equipe muldisciplinar com um foco comum: devolver ao máximo a qualidade de vida ao paciente”, diz. Após a aplicação do Botox, o paciente começa a perceber os efeitos da toxina entre 24 e 72h após sua aplicação, mas o pico de melhora é sentido em 15 dias. Os efeitos clínicos duram cerca de quatro meses, e entre eles estão a melhoria da postura, do equilíbrio, do desempenho sexual e da qualidade do sono.


BELLEZA H e a l t h


Sexo sem proteção, compartilhamento de seringas e alicates de unha, falta de saneamento básico e transfusão de sangue sem os devidos cuidados. Essas são algumas das formas de se contrair o vírus da hepatite. Presente no mundo todo, as hepatites são doenças infecciosas que levam à inflamação do fígado e, caso não seja tratada, ou tratada tardiamente, pode levar à morte. Os tipos que mais preocupam as autoridades sanitárias do Brasil são as hepatites B e C. Estima-se que 2,5% da população brasileira estejam infectadas, a maioria reside nos centros urbanos das regiões sul e sudeste e não sabem que possuem a doença. O número é assustador e preocupante, pois o não tratamento – já que não sabem que possuem o vírus – aumentam as chances de transmissões e, consequentemente, aumenta a endemia. São cinco os tipos de hepatites: A, B, C, D e E. A hepatite C é considerada a mais perigosa e 75% dos casos se torna crônica. Na hepatite B, a segunda mais perigosa, esse número é de 10% dos infectados. Infelizmente, ainda não há vacina para hepatite C e o tratamento ocorre através de medicamentosos que, geralmente, apresentam fortes efeitos colaterais. O tipo C é a principal causa de transplantes de fígado em todo o mundo e, de acordo com estimativas oficiais do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde, o Brasil sofre atualmente uma endemia da doença.

Nova medicação Em 2013 o Ministério da Saúde passou a disponibilizar aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) dois novos medicamentos contra hepatite C: o Teleprevir e o Boceprevir, que fazem parte da classe de inibidores de protease e é considerada a maneira mais moderna para combater a doença. Cerca de 5.500 pacientes portadores de cirrose e fibrose avançada, que fazem parte do grupo de risco de progressão da doença e de morte, passam a receber a nova medicação. Os novos medicamentos possuem uma taxa de eficácia de 80%, o dobro de sucesso do tratamento atual. Os novos medicamentos não são usados sozinhos, eles chegam para somar ao tratamento conhecido. e fezes brancas. Mas é preciso ficar atento porque nem todas as pessoas apresentam os sintomas – e, se apresentar, pode levar décadas para se manifestarem -, o que faz da doença mais perigosa, pois quando a descoberta da patologia acontece o fígado

já pode estar bem comprometido. O diagnóstico acontece somente após a realização de exame sanguíneo. Portanto, mesmo sem sentir os sintomas, é aconselhável solicitar ao médico para fazer o exame de sangue, que é a única forma de detectar a patologia. Quanto mais cedo acontecer o diagnóstico, maiores são as chances do paciente levar uma vida com qualidade.

Vacinas

O tratamento deve começar o mais rápido possível e, por este motivo, o diagnóstico deve acontecer o quanto antes. Jaime Rocha, infectologista do laboratório Frischmann Aisengart, alerta sobre as três opções de vacina. “Há muito tempo o Brasil vivencia uma epidemia de hepatite. A maioria das pessoas não se vacina e acaba só descobrindo a doença quando faz o exame anti-HBsAg, seja porque o médico percebeu os sintomas da doença ou porque está fazendo um check-up rotineiro”, explica Jaime. Vacinação: a primeira é a vacina apenas para a hepatite A, com duas doses, intercaladas em um período de seis meses a um ano. Com a segunda dose, a pessoa adquire a imunidade definitiva.

De acordo com a médica infectologista Marta Fragoso, do hospital Vita, os principais sintomas da patologia são pele amarelada, urina escura, dor abdominal, vômito 49


BELLEZA H e a l t h A segunda opção é a vacina somente para a hepatite B. São aplicadas três doses, com intervalo de um e seis meses. Para as crianças, esta vacina faz parte do calendário do governo. A terceira opção é a vacina que contempla a hepatite A e B conjuntamente. São recomendadas três doses, em um mesmo intervalo da vacina contra hepatite B. As vacinas são intramusculares e podem ser aplicadas no braço, nádegas ou coxa. Ainda não há vacina contra a hepatite C.

Por Ana Maria de Jesus

Prevenção É sempre bom lembrar que o melhor tratamento é a prevenção. Cuidados básicos devem fazer parte do nosso dia a dia para que possamos ter uma vida mais saudável.

Dados do Ministério da Saúde, levantados no período de 1999 a 2011 e divulgados em julho de 2012, mostram que foram notificados 343.853 casos de hepatites no Brasil, incluindo os cinco tipos da doen��a: A, B, C, D e E. Os dados foram levantados através do Boletim Epidemiológico das Hepatites Virais no Brasil. Os números refletem a dados confirmados da patologia. Hepatite A – a maior parte dos casos notificados no período foi registrada nas regiões Nordeste (31,2%) e Norte (23,3%). Nesse grupo, também se concentram as mais elevadas taxas de incidência. Hepatite B – A região Sudeste concentra 36,6% dos casos, seguido do Sul, com 31,6%. Durante o período de 1999 e 2011, tanto o país, quanto as regiões, registraram crescimento das taxas de incidência. A região Sul registra os maiores índices desde 2002, seguida do Norte. Hepatite C – Do total dos casos de hepatite C registrado no período analisado, 55.222 foram na região Sudeste e 18.307, na Sul. Juntas, as duas regiões concentram 90% dos casos confirmados no Brasil. As taxas de incidência também são maiores nessas regiões.

• Hepatite A – saneamento básico, água tratada e alimentos com higienização adequada.

Hepatite D – Apenas pessoas que já são portadoras do tipo B podem ser infectadas pelo tipo D. A região Norte possui 76,4% dos casos. Os estados do Acre e Amazonas agregam a maioria dos casos acumulados no período.

• Hepatite B – sexo seguro, vacinação conforme as recomendações do Ministério da Saúde, não compartilhar seringas, cuidados com materiais pérfurocortantes utilizados pelos profissionais de saúde, controle de doadores em Banco de Sangue.

Hepatite E – Neste tipo da doença os sinais e sintomas são semelhantes ao da hepatite A. O tipo é raro no Brasil. Durante o período analisado, foram registrados 967 casos da doença. Do total acumulado, mais da metade 48,6% foram notificados na região Sudeste.

• Hepatite C – cuidados citados na hepatite B e o sexo seguro.

Óbitos – Entre as mortes atribuídas às hepatites virais no Brasil, o maior número registrado entre os anos de 2000 e 2011 foi decorrente da hepatite C. Em seguida, estão aqueles que contraíram a hepatite B. No mesmo período, a causa básica de óbitos por hepatites é menor nos tipos A, D e E. Os dados foram extraídos do Sistema de Informações sobre Mortalidade. (SIM) *Dados de hepatites virais notificados entre 1999 e 2011.


51



Belleza Total 17