Page 1

08/03/2018

Empoderamento feminino


2

8 de março foi o dia escolhido para lembrar da luta das mulheres por direitos iguais

surgiu a partir de uma greve de operárias de uma fábrica têxtil em 1857

3


4

ĂŠ sempre bom lembrar do respeito que as decisĂľes femininas merecem

as decisĂľes da mulher, sempre devem ser ouvidas e aceitas

5


6

7

Brasil é apenas o 152º em ranking mundial de mulheres na política

a mulher ocupa apenas 10,5% das cadeiras na Câmara de Deputados


8

9

apenas duas mulheres ocuparam ministérios em 2017

Mato Grosso, Paraíba e Sergipe não têm nenhuma deputada federal


10

11

a Câmara de Mariana só possui uma vereadora entre seus 15 edis

Tocantins e Amapá têm três mulheres entre seus oito deputados


12

13

a mรกquina partidรกria estรก nas mรฃos do homem

mulher vota em homem e negro vota em branco


14

15

mulheres ganham em mĂŠdia trĂŞs quartos do salĂĄrio dos homens

37,8% das mulheres ocupam cargos gerenciais


16

17

mulheres que trabalham se dedicam mais a afazeres domésticos

a dedicação é maior entre negras e pardas


18

19

mais mulheres que homens trabalham em tempo parcial

a mulher aderiu Ă s novas tecnologias


20

21

o atraso escolar ĂŠ maior entre os homens negros e pardos

hĂĄ mais mulheres que homens com ensino superior


22

23

94,7% das mulheres teve acesso a prĂŠ-natal

uma em cada quatro mulheres nĂŁo evita gravidez


24

25

mulheres obesas; homens fumantes

mulheres eram 26,4% do efetivo das polĂ­cias civis


26

27

apenas 7,9% dos municípios têm delegacia da mulher

o Acre é o estado com maior taxa de fecundidade


28

29

o primeiro software de computador foi feito por mulher

a pesquisa que isolou cÊlulatronco foi esforço da mulher


30

31

o famoso jogo banco imobiliário foi criação da mulher

a mulher desenvolveu a fibra usada em colete à prova de balas


32

a mulher desenvolveu sistema de segurança domÊstica

a mulher desenvolveu identificador de chamadas

33


34

35

a mulher desenvolveu a bateria de longa duração

a mulher desenvolveu o lavador de louças


36

37

a mulher conquistou entre 1920 e 1932 o direito de votar

ZĂŠlia Cardoso foi a primeira ministra do Brasil


38

39

JĂşnia Marise foi eleita a primeira senadora do Brasil

Roseana Sarney foi a primeira governadora do Brasil


40

41

Nélida Piñon foi a primeira mulher a ocupar a presidência da ABL

Dilma Rousseff foi a primeira mulher presidenta do Brasil


42

43

CĂĄrmen LĂşcia foi a primeira mulher presidente do STF

a tenista Esther Bueno foi a primeira mulher a vencer o Grand Slam


44

45

Chiquinha Gonzaga foi a primeira brasileira a conduzir uma orquestra

Rita Lobato Velho foi a primeira brasileira a se formar em Medicina


46

Editorial Empoderamento feminino A efeméride do 08 de março, Dia Internacional da Mulher, convida à reflexão sobre o empoderamento feminino. As pesquisas de institutos sérios como o IBGE apontam a disparidade entre os gêneros, sobretudo nos parlamentos e nos executivos. Vítima de violência doméstica, pauta que está no foco do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a mulher enfrenta ainda o assédio sexual e o assédio moral no ambiente de trabalho, na iniciativa privada e no poder público. Recentemente tivemos o vazamento de uma polêmica em Mariana, envolvendo um parlamentar e uma servidora, em situação de constrangimento relatada à autoridade policial através de queixa. O Boletim de Ocorrência (BO) lavrado na Delegacia de Polícia, um documento de fé pública, apresentou um fato que teria acontecido em prédio público, no horário de expediente, envolvendo dois agentes públicos. Ainda que a suposta vítima tenha optado por retirar a queixa, cabe um inquérito por parte do Ministério Público, parte legítima para a propositura de ação, por se tratar de suposto assédio moral e assédio sexual envolvendo dois agentes públicos, em prédio público, no horário de expediente. Um comentarista de rádio local chamou o Boletim de Ocorrência de boato. Ou seja, para a imprensa local BO é igual a boato. O caso foi abafado. A omissão dos veículos de imprensa pode estar relacionada ao recebimento de verbas públicas. Pior, profissionais liberais do gênero feminino como advogadas, psicólogas e sociólogas se calaram. Educadoras, feministas, ativistas, religiosas e servidoras também se calaram. A academia se calou e as igrejas sequer ousam tocar num assunto tão espinhoso. Fica a pergunta: como combater a violência contra a mulher num mundo machista se o gênero feminino se acovarda? Nessa hora, não existe “jornalismo verdade”, tampouco “respeito ao leitor”. Em tempos de desinformação, tapemos os olhos e ouvidos.

Expediente Insight Empresa Jornalística Jornalista Responsável: Ricardo Guimarães E-mail: ricardoguim@yahoo.com.br WhatsApp: 5531989685443 Edição 6 - 08/03/2018

Livro Meu Doce Azar Psicóloga e escritora Beatriz Cortes lança sua primeira comédia romântica, Meu Doce Azar, com muitas situações inusitadas e empoderamento feminino. Com uma escrita leve e descontraída, a psicóloga fluminense Beatriz Cortes apresenta sua primeira comédia romântica: Meu Doce Azar. Conversando com o leitor sobre o empoderamento feminino, o apreço à decisão da mulher e a apreciação às diferenças. A autora coloca em pauta, também, um tema muito importante nos relacionamentos atuais – o respeito. Com mais de 250 mil leituras online, a obra Meu Doce Azar é o sucesso literário divertido, descontraído e, ao mesmo tempo, cheio de conceitos, que fará o leitor repensar sobre os relacionamentos e o amor nos tempos atuais.

Insight - Revista Eletrônica - Nº 6  

Empoderamento feminino

Insight - Revista Eletrônica - Nº 6  

Empoderamento feminino

Advertisement