Issuu on Google+

Bem Viver e Sociedade, by Willy Damasceno  Cultura, QUINTA-FEIRA, 13 de setembro de 2007

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA - ANO 2 - nº 102

Quinta-feira, 6 de agosto de 2009

www.cadernow.com.br

Entrevista

Renato Cecin Um

DJ

cosmopolita

Décor

Mandalas By Dani Muniz

Life

Arquitetura Geórgia Barros

Tudo

Lei antifumo

Contagem regressiva




QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

editorial Willy Damasceno

d o s S a n to s é

a

DIREÇÃO COMERCIAL / MARKETING Adelaide Gomes adelaide@cadernow.com.br

Recentemente foi publicada a Lei nº. 11.941/2009 que atraiu especial atenção do mercado empresarial devido às facilidades trazidas para o parcelamento dos impostos federais e contribuições sociais. Tal parcelamento é chamado por muitos de “Refis da crise” e veio para acalmar os ânimos de muitos segmentos da economia, que devido à alta carga tributária enfrentada no nosso país e as implicações negativas da crise econômica mundial, têm sofrido muito nos últimos dois semestres. Este novo dispositivo possui poucas restrições para a adesão do contribuin-

COORDENAÇÃO-GERAL Willy Damasceno willy@cadernow.com.br

REDAÇÃO Guilherme Otani Denise Capeleti guilherme@cadernow.com.br redacao@cadernow.com.br

te ao parcelamento, buscando possibilitar ao maior número de pessoas físicas e jurídicas a regularização de sua situação perante a Fazenda Nacional. Os benefícios previstos para a adesão ao parcelamento são variáveis em relação ao número de parcelas, sendo o máximo de redução previsto de 100% da multa de atraso, 45% dos juros de atraso e 100% sobre o valor dos honorários advocatícios devidos pelo contribuinte para a Fazenda Nacional. Por esta facilitação, a quitação do débito poderá ser realizada à vista ou em até 180 parcelas mensais e sucessivas, que serão reajustadas mensalmente pela taxa Selic. Diferentemente de outros programas

de recuperação fiscal, o contribuinte não será obrigado a aderir com todos os débitos que possui, podendo optar pelas dívidas que deseja pagar e incluí-las no parcelamento a seu critério. A partir de 17/8/2009, os pedidos de adesão dos contribuintes poderão ser formulados e o prazo final para a opção pelo pagamento dos débitos usufruindo dos benefícios previstos pela nova lei encerra-se em 30/11/2009. Ressalte-se que o contribuinte deverá sempre buscar a orientação especializada para, analisando o seu caso específico, verificar débito a débito a possibilidade de adesão ao parcelamento. irenealvesdossantos@gmail.com

JORNALISTA RESPONSÁVEL Carmem Rita Mauro Cagno - MTB 11.469 redacao@cadernow.com.br

ADMINISTRAÇÃO / FINANÇAS Marcos Martin marcos@cadernow.com.br

COMERCIAL Alex Martin alex@cadernow.com.br

DIAGRAMAÇÃO E EDITORAÇÃO Cesar Ricardo Builcatti diagramacao@cadernow.com.br

ARTE Silvia Megumi Mizoguti arte@cadernow.com.br

FOTOGRAFIA Andréa Matsumoto redacao@cadernow.com.br

Renato Cecin

expediente

es

dv

eA

lv

og

Ire n

ad a

Refis da crise

Foto: Arquivo Pessoal

Maria Herbene e Raimundo Damasceno, meus pais, em noite de festa. Aproveito o Dia dos Pais para cumprimentá-lo. No dia 17 de outubro próximo, minha mãe emplaca os 81 anos e aproveita a oportunidade para comemorar com ele as Bodas de Brilhante

Agosto começa e minha atenção se volta para a próxima data comemorativa em sociedade, o Dia dos Pais, que cai sempre no segundo domingo do mês. Aliás, a cidade respira Dia dos Pais. Foi o jeito que o comércio encontrou de fazer bons negócios no início do segundo semestre do ano evidenciando que pai também merece ganhar carinho extra, um presente que simbolize a admiração do filho. Ele, com a pose de durão, creio que uma postura de 40 anos atrás, os da minha geração sabem do que estou falando, também tem um coração que é alimentado por emoções. Papais que hoje já são avôs. Os pais mais jovens têm uma relação mais próxima com os filhos. Penso que a maioria se comporta desta maneira e quando há sinceridade e a verdade prevalece o pai ganha o up grade de amigo. Conheço muitos que vibram nesta frequência e é uma satisfação viver e conviver com eles. Neste domingo, aqueles que têm o privilégio de ter o seu pai vivo que o cerque com calorosas manifestações de carinho. Se ele tiver, como o meu, 82 anos, estar juntos, mesmo sem falar muito, é o melhor presente. Reunião em família sempre gera uma energia positiva. Considero importante a família na vida das pessoas. O mundo se moderniza e o pai continua sendo o líder e a sua presença equilibrada constrói famílias felizes. E como ser humano, passível de erros, muitas vezes não consegue se realizar como tal e se frustra. Pai, não é aquele que gera o filho e sim aquele que o conduz para a vida. Parabéns, papai, pelo seu dia. O entrevistado do número 102 do Caderno W é o DJ Renato Cecin, hoje alinhado entre os melhores do mundo. Tive o prazer de entrevistá-lo e me senti um pouco mais jovem. De espírito, pelo menos.

capa

Um Feliz Dia dos Pais

CADERNO W - R. Eng. Gualberto, 427 - CENTRO - (11) 4790-3414 | DISTRIBUIÇÃO GRATUITA - disponível também nas bancas: Praça Norival Tavares, Colinas do Sol, Patão Centro, Banca Mauricio Mogilar


estilo

QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

Atraindo a positividade com boas notícias

Desde que iniciei como colunista social ouço a frase, “em sociedade tudo se sabe, mas nem tudo se comenta”. Diante dos últimos acontecimentos eu me pego pensando nela. Se eu fosse comentar tudo o que ocorre em uma sociedade, arrumaria, sem dúvida, sarna para me coçar. E é o que menos quero no momento. A energia que alimenta o Caderno W é outra. Atraio a positividade através das boas notícias e a negatividade é eliminada naturalmente. Tenho consciência de que sou um instrumento do Criador neste sentido. Hoje vejo o meu trabalho como uma missão. E por isso procuro, na medida do possível, irradiar Luz aos leitores. Deslizes ocorrem no convívio social. Ninguém é irrepreensível. Uns pisam mais na bola, outros menos. Todos temos telhado de vidro e, portanto, ninguém pode julgar ninguém e muito menos atirar pedras. A mudança de comportamento, mais para proativo do que para reativo, é fruto da exposição à Luz do Criador. Quando aprendemos a dominar os pensamentos a existência adquire um outro sentido e se forma uma nova consciência. Vive-se mais feliz. Que é, creio eu, o que todo mundo está buscando, não importa qual seja a religião. A felicidade é um estado de espírito. Ela não se encontra nas coisas e nem nos lugares e sim dentro de cada um. Portanto, é uma sensação espiritual. Não tem nada a ver com bens materiais. Para que se manifeste basta apenas dar asas às boas vibrações, que emergem quando compartilhamos, quando erradicamos o egoísmo de nossas vidas. Temos que ser como Deus, altruístas. Os bens materiais são passageiros. Deles somos meros administradores. Quando partimos para a outra dimensão, que é inevitável, levamos apenas as sensações, as emanações, oriundas de nossas ações, positivas ou negativas, e é bom observar que a identidade de cada um no outro plano quem constrói somos nós mesmos. É a lei da causa e efeito. Colhe-se aqui ou lá, o que se plantou. Os pensamentos, palavras e atitudes, aqui e agora, revelarão o nosso futuro.

Kia Soul Coquetel de lançamento

A Destak Kia realizou um alinhado coquetel para celebrar o lançamento do Kia Soul, que está na mídia e faz sucesso entre o público que consome novidades em design. O carro realmente é bonito, moderno, estiloso e vem sendo apresentado com notável bom gosto passando credibilidade para o consumidor. Só pelo fato de ser Kia é garantia de qualidade. Com o competente Fabrício de Oliveira o simpático gerente da marca, Osmar Paro Jr.

Simone de Oliveira

Wagner e Cláudia

Janaína, Michelle e Mariângela

Gabriel, Luís Costa e David Bispo

Evelyn e Niltinho

Andréa e Rogério

Maurício e Geralda

Fotos Andréa Matsumoto






QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

Decorar é conferir alma ao ambiente

life

4ª Mostra de Arquitetura SCA

Geórgia Barros

Eu conheço Geórgia Barros há mais de duas décadas, morava em Goiânia, e desde que se casou com Tonico Andari e veio morar em Mogi se revela uma amiga querida que admiro e constato, ano após ano, que o seu desempenho na atividade profissional que desenvolve lhe confere satisfação: decorar com bom gosto e elegância ambientes de residências e escritórios, proporcionando aos seus donos uma melhor qualidade de vida. Materializa sonhos. Geórgia irradia boa energia e, como não poderia deixar de ser, compareci à SCA para cumprimentá-la e conferir a presença de seu escritório, que conta com duas parceiras chiquérrimas, Denise Zurron e Juliana Balciunas, na 4ª Mostra de Arquitetura SCA, que exibe fotos em painéis estrategicamente dispostos no interior da loja, de apenas alguns projetos realizados, que enfeitam em destaque a Glamour aí ao lado revelando o talento delas. Fotos que valem por mil palavras! Um luxo acessível.

Fotos Willy

Daniela e Wagner

Crisluce, Soraya e Virgínia

Paulo, Paula e Ana Cazarine




QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

glamour

Fotos Divulgação

Decorar é transformar sonhos em realidade




QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

“Abra os olhos e encontre beleza onde menos espera.” (Jean Paul Gaultier)

fashion

Releitura

Promoção

Nadia Store e N Levi’s ® Elemento Nadia Store Elemento N D Jean Paul para

uas lojas que comercializam grandes e conceituadas grifes, no Mogi Shopping (a Nadia Store e a Elemento N), deram a largada para suas imperdíveis promoções. Confira alguns exemplos. Guilherme Otani

sapato New Order De R$ 197 por R$ 98,50 Na Elemento N

Matsumot o

blusa Cris Barros De R$ 744 por R$ 372 Na Nadia Store

Quatro calças e a clássica jaqueta jeans foram reconstruídas sob o olhar de temas familiares da Maison Gaultier: listras marítimas e bondage. Todas as Levi’s® reinterpretadas foram mostradas como complemento dos looks masculinos criados com as peças de alfaiataria da coleção de Gaultier. 

jeans Diesel De R$ 930 por R$ 399 Na Nadia Store

jeans masculino Mandi De R$ 249 por R$ 124,50 Na Elemento N

Fotos Divulgação

camisa Mandi De R$ 189 por R$ 94,50 Na Elemento N

jeans feminino Doc Dog De R$ 356 por R$ 178 Na Elemento N

Fotos An dréa

vestido Calvin Klein De R$ 520 por R$ 260 Na Nadia Store

A coleção masculina spring/ summer 2010 de Jean Paul Gaultier, apresentada em seu último desfile, em Paris, mostrou a reinterpretação muito particular de peças icônicas da Levi’s®, com total liberdade de criação e apoio da marca. “Levi’s® é o sonho americano, é um mito, é o jeans original. Foi divertido trabalhar minhas versões para o 501®”, declarou Jean Paul. 


QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

A

lém de ser um alimento muito barato, o ovo é rico em proteína de alta qualidade, fornece de 70 a 75 calorias, possui as vitaminas A, D, E, ácido fólico, B12, B6 e B1 e os minerais ferro, fósforo e zinco. Estas propriedades nutricionais contribuíram para que o Sesi-SP, por meio do seu programa Alimente-se Bem, criasse oito novas receitas nutritivas e econômicas (dentre as quais destacamos a de gratinado de ovos), e oferecesse, este mês, um curso com receitas deste tipo visando, entre outras coisas, à garantia de mais nutrientes à mesa. Este menu foi elaborado para desmitificar a relação entre o consumo de ovos e a ameaça de doenças cardíacas. A lista de qualidades é longa e quase todos os nutrientes estão concentrados na gema, a parte mais temida, porque é onde também está a gordura nociva. A gema é fonte de ferro, por exemplo, que é fundamental para evitar a anemia. Possui, ainda, altas doses de uma substância chamada colina, que vem sendo apontada pelos pesquisadores como um nutriente importante para a boa formação cerebral do feto e para o desenvolvimento intelectual da criança. Mais informações: 11 3528-2000 (capital) ou 0800551000 (outras localidades). Guilherme Otani

paladar

Ovos Sesi

Ingredientes:

8 ovos 2 xícaras (chá) de abóbora com casca, picada 2 colheres (sopa) de óleo 2 dentes de alho picados 2 colheres (sopa) de cebola picada 3 xícaras (chá) de água

sal a gosto 2 colheres (sopa) de amido de milho 1/2 xícara (chá) de talos de salsa picada 2 colheres (sopa) de salsa picada 2 colheres (sopa) de queijo ralado 2 colheres (sopa) de farinha de milho branca

Divulgação



Modo de preparo: Cozinhe os ovos por dez minutos, após levantar fervura. Descasque-os e reserve, sob refrigeração. Em uma panela, cozinhe a abóbora com o óleo, o alho, a cebola e a água. Verifique o sal e deixe, até a casca ficar macia. Retire do fogo e bata no liquidificador com o amido de milho. Novamente no fogo, acrescente os talos de salsa e deixe formar um creme espesso. Reserve. À parte, misture

a salsa e o queijo ralado com a farinha de milho. Reserve. Corte os ovos cozidos em rodelas médias (separe algumas fatias para enfeitar). Reserve. Em um refratário, disponha os ovos cortados, cubra com o creme de abóbora, polvilhe com o queijo ralado, a salsa e a farinha de milho e leve para aquecer em forno médio, por dez minutos. Enfeite com os ovos reservados.




QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

zen Cabala

Equilíbrio

SEM ESTRESSE

Carlos Handhu é instrutor de meditação.

carloshandhu@hotmail.com

Todos já ouvimos sobre os efeitos fisio- reais, gerando sobrecarga e desgaste físico, lógicos benéficos da meditação em relação mental e emocional, reduzindo a imunidade à saúde orgânica: pressão arterial, diabe- e o equilíbrio geral do organismo. Durante tes, imunidade, capacidade respiratória, vi- a meditação, além de inibir o acionamentalidade, sono e outros aspectos; além da to do eixo HPA, o sistema endócrino libera importância como ação preventiva e trata- endorfina (tranquilizante e analgésico tão mento complementar para diversas doen- potente quanto a morfina) e serotonina (o ças. E uma boa parte do interesse inicial dos famoso hormônio do bem-estar e felicidaque buscam a meditação é sua relevância de), resgatando a harmonia e gerando uma no controle do estresse, mal que atinge a sensação de paz revigorante. É o contramaioria da população em diversos níveis ponto ideal para toda reação de estresse. de intensidade. Num nível mais profundo, a “Meditar é parar O estresse é uma reação nameditação desenvolve ainda uma o pensamento e tural - fisiológica e psicológica acompanhar a nova atitude do praticante em re- diante das situações que se respiração. E isto lação ao funcionamento da próapresentam cotidianamente, basta para se acalmar pria mente e de como forma sua e que, na verdade, representa e para se conhecer.” visão de mundo, propiciando um Pensamento Zen discernimento maior diante dos todo um refinamento do sistema de defesa do homem que próprios pensamentos (suas orilutava pela sobrevivência desde tempos gens e seus efeitos) e um abandono graduprimitivos. Isso se processa da seguinte al dos mecanismos ilusórios gerados peforma. Quando se percebe o perigo (real los condicionamentos. Isto significa que o ou imaginário), é acionado o eixo HPA no mundo pode tornar-se menos agressivo e cérebro: o hipotálamo libera o hormônio ameaçador para a mente, pois a adaptabicorticotropina que ativa a glândula pitui- lidade e clareza geradas pela consciência tária, esta, por sua vez, secreta o hormônio meditativa torna o indivíduo mais flexível e adrenocorticotrófico que faz as glândulas menos reativo, gerando maior capacidade adrenais liberarem outros três hormônios, em promover mudanças diante das situaadrenalina e noradrenalina (que aumentam ções e maior centramento para enfrentar as a pressão arterial e a frequência cardíaca, dificuldades. Tudo isto significa menos prealém de desviar o sangue do sistema gas- juízo à saúde e mais qualidade de vida. trointestinal para os músculos) e o cortisol Lembre-se, a felicidade depende só de (que libera a glicose de reserva do corpo nós! Namaste. para se ter mais energia). Isto é totalmente benéfico quando são neestá formando cessárias ações enérgicas, maior concentraNOTA: Carlos Handhu o curso “Meção e agilidade de reação, ou seja, situações uma nova turma para ca”, em Mogi, que necessitam de doses extras de energia ditação – Teoria & Práti os conhecie atenção. O problema ocorre justamente onde o aluno receberá is para desenquando o eixo HPA fica sendo ativado numa mentos fundamenta m segurança, constância além da necessidade, em funvolver sua prática co . Informações: ção de medos, preocupações e expectativas qualidade e resultado -1860. que nem sempre correspondem a situações (11) 8118-5292 / 4759

Cometendo erros, que ótimo! Existe uma grande história sobre dois homens que haviam sido alunos do grande kabbalista Rav Elimelech de Lizhanzk, que viveu no século XVIII. Rav Elimelech faleceu 16 anos antes de seu irmão e colega kabbalista, Rav Zusha. Estes dois homens resolveram viajar para encontrar o irmão de seu mestre, pois achavam que precisavam de um novo professor. Na viagem, eles ficaram em uma hospedaria meio suspeita, cheia de gente agitada e sem até mesmo o simples conforto de água corrente. Seguindo a tradição kabbalística, eles lavavam as mãos ao se levantar de manhã a fim de remover a negatividade da noite anterior (para mais explicações, você pode ler “The Way of the Kabbalist”). Contudo, sem água corrente, isso seria impossível. Um dos homens saiu do quarto de fininho no meio da noite para procurar água. Ele encontrou uma garrafa de bebida alcoólica, voltou para o quarto para dormir e levantou-se bem cedo para lavar as mãos com a bebida antes que seu amigo acordasse e o visse. Depois de acordar, eles partiram a fim de se encontrar com o irmão do mestre deles, sempre imaginando se este homem se tornaria seu professor. Quando chegaram ao destino final e encontraram Rav Zusha, ele, de alguma maneira, sabia que um dos homens não havia limpado espiritualmente as mãos da negatividade da noite quando se levantara de manhã. Rav Zusha disse a ele: “Toda a negatividade que meu irmão limpou de você, da sua alma, você trouxe de volta.” Neste exato momento, os dois homens souberam que haviam encontrado seu mestre. Somente uma alma verdadeiramente elevada poderia sentir a presença de uma escuridão espiritual tão sutil. A maneira como estes alunos se tornaram merecedores de ter um mestre foi porque um deles cometeu um erro e não lavou as mãos. A maioria de nós faz pior do que isto. Mas o

que nos dá a chance de ter um mestre, de seguir o caminho de um grande kabbalista, na verdade, são os erros que cometemos. Os erros fazem parte de quem somos. No nosso DNA, nas profundezas da nossa alma, sabemos que vamos cometer erros nesta vida. Nós vamos cair. Neste caminho, precisamos estar dispostos a cometer erros. Eu cometo erros, todos os professores do Kabbalah Centre também cometem. Nenhum de nós é perfeito. Não temos todas as respostas. Mas quando a resposta nos escapa, nós sabemos a quem perguntar. Nós perguntamos aos nossos mestres. Eu, muitas vezes, vejo pessoas que se sentem culpadas, que se afastam de seus estudos de Kabbalah ou do seu professor de Kabbalah, por causa da negatividade que causam enquanto percorrem este caminho. O fato de ainda ter bloqueios, de ainda cometer erros é o que faz você merecer continuar neste caminho.  Considere este e-mail uma confissão: Todos nós cometemos erros. E vamos continuar a cometer erros.  Mas você não pode permitir que isso lhe detenha. Esta semana, no meio de uma das épocas mais sombrias do ano kabbalístico, perdoe suas próprias falhas. Considere seus erros uma garantia de que você pode forjar um caminho em direção a uma versão melhor de si mesmo. Porque se você se achava perfeito, ou mesmo numa ótima situação, está com muito mais problemas do que nós que cometemos erros... Pelo menos, nós sabemos onde estamos. Então, se você está cometendo erros agora, peça ajuda ao seu professor. Se você ainda não tem professor, agora é a melhor hora de começar esta parceria que os kabbalistas têm encorajado há milhares de anos. Rav Shimon bar Yochai tinha um professor, cometia erros e ainda assim conseguiu escrever o Zohar. Sigamos seus passos de grandeza. Tudo de bom, Yehuda

Sequência dos 72 Nomes da Semana:

escaneie da direita para a esquerda

37. GRANDE FIGURA Este Nome eleva minha percepção dos efeitos em longo prazo de todas as minhas ações.  Vejo a cada momento a grande figura dos desafios espirituais, antes de eles se tornarem as bases do caos e de crises.




QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

déjà vu Judith Freire

Nezinha Namura

Maria Helena Rizek e Meire Macary

Fotos Arquivo Willy

Wílson e Cida Cruz

Sônia Grieco

A amiga Amelinha Boari enviou-me esta foto, onde apareço em sua companhia e na de Nazaré Mendes, pelos idos Anos 70, num baile de carnaval do Clube de Campo. Tem tudo a ver com esta seção, que faz o maior sucesso entre os leitores resgatando momentos que só trazem boas lembranças

Izidoro Franco de Oliveira e cliente

Chico e Irene, ao fundo, Paulo e Jacks

Vera Eroles


10

QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

“Tudo é ousado para quem nada se atreve.” (Fernando Pessoa)

frege

e O tani

rm By Guilhe

Notinhas

Amenidades • Josi Cardoso dá um tempo no atendimento que presta com massagens e terapias ligadas à fisioterapia e estética para, daqui um tempinho, carimbar o passaporte na Itália. Passa algumas semanas por lá.

• Jonathan Vilela, “cria” do Centro de Arte Lilian Gumieiro, voltou a hypar num navio na Europa - ano passado ele já esteve por lá - , fazendo o que mais sabe (e gosta): dançando.

• João Victor, Carol e Ronaldo Alabarce vão dividir o teto com mais um habitante no começo do ano que vem. Ela está grávida.

! a t o n e m o T o “A Noite dos Palhaços

O premiad curta temporada em ta ol v e d ”, os d u M na Livraria no Teatro Eva Herz , onal, traz os ci a N to n ju on C o d ra Cultu tagner e Fernando on M s go in om D s re ato icidade física , Sampaio para a com or sem palavras, um lógica do absurdo e h as intolerâncias entre mostrando conflitos verente do irre urbanas e o universo original, de 87. HQ palhaço, com base na

• Projeto verão: estamos sabendo que a Sorveteria Daurinho passa por metamorfoses arquitetônicas, se preparando para a estação quente.

• Já é possível se ouvir um dos gritos da moda dos últimos tempos, para eles: camisa polo com gravata.

• Manira Andery aderiu à onda e, agora, arrasta o sari pelo Orkut.

• Cool: já assistiu ao “Diana Krall – Live in Rio”? O DVD do show é excelente.

Taís Saraiva incorporando a gerente Vivara na gelada Por to Alegre.

oto éa Matsum Fotos Andr

decaleabdear, a r b a a r d p s a o r t a n p e e r p aidpadrioçsõneso umordeiorsasseegim M o o v d a d n t n n l o e a c a z i e c a M f d n o e e s r ã v a e BGet mentos atem, cpean, tven eraginohKã, àemnuGoSebi r1e3n,cniaonAdoreunmLoduons gseg Sam nos 15 pCtl

Precaução

H1N1 A UMC aderiu ao esquema do “vamos prevenir” e pede pra avisar: o início de suas aulas foi prorrogado pro dia 17 (antes, tudo recomeçaria dia 10). É a tal da gripe suína...

Momento olho no olho entr e Mari Gonzales e este que vos escreve, em fes ta no Privê


Valéria

IN

POR ONDE ANDA?

Rê Scavone Renata Scavone é médica veterinária formada – e doutorada - pela USP. “Nômade”, se mudou de Mogi para São Paulo na época da faculdade; e de São Paulo para a praia há quase dois anos. Trabalha para uma das maiores editoras técnicas do mundo na elaboração, tradução e revisão de livros e textos médicos e biológicos.

Divulgação

Sugestão Kopenhagen para o Dia dos Pais: uma garrafa de chocolate em embalagem prata, com o tradicional laço personalizado da grife, contendo sete garrafinhas (de chocolate ao leite, com casquinha crocante de açúcar por dentro e recheadas com licor de framboesa, anis, whisky, conhaque, cachaça, cointreau e licor de cereja). A Linha Bar é uma opção fina e sofisticada, para agradar aos paladares especiais. Por R$ 68. No Mogi Shopping tem.

Divulgação

1) O que é o Valéria Bittencourt Atelier de Eventos? R: Temos a infraestrutura e know-how necessários para a organização de qualquer tipo de evento. Nosso papel é organizar, negociar e realizar; para que tudo seja perfeito. A assessoria para casamentos é um dos nossos focos principais, já que eles exigem muita dedicação e tempo, o que a maioria das pessoas não dispõe, atualmente.    2) Como surgiu a empresa? R: Em Lorena, cidade onde nasci, vivia fazendo festas e recebendo amigos informalmente, sempre procurando deixar os convidados surpresos e satisfeitos. A cada evento, recebia muitos elogios e as pessoas me diziam que eu deveria me dedicar profissionalmente àquilo. Ao me mudar para Mogi, organizei uma recepção em casa e, logo, surgiu a oportunidade de fazer um coquetel de lançamento de coleção para uma loja (para ajudar uma amiga). A partir dali, através de um trabalho despretensioso e que despertou grande fascínio, passei a me dedicar à área.   3) Em que consiste organizar um evento? R: Muitas responsabilidades e inúmeros detalhes! É preciso, entre outras atribuições, definir o estilo da festa, quanto se quer gastar, pesquisar e negociar com fornecedores e cuidar para que a execução seja perfeita. Apresentar ideias inovadoras é um de nossos grandes diferenciais. Procuramos captar a essência de cada cliente, para que a festa tenha a personalidade dele e seja inesquecível.    4) Qual é sua maior satisfação profissional? R: O melhor momento da minha profissão é ver a felicidade e satisfação nos olhos dos clientes. Nós, que trabalhamos com sonhos e momentos únicos, não temos o direito de deixar a desejar. Olhar a festa funcionando e as pessoas se divertindo é a maior gratificação.

Divulgação

Andréa Matsumoto

Bittencourt

g.o.

e O tani

rm By Guilhe

ssoal Arquivo Pe

QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

Presente

11


12

QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

entrevista

Caderno W - Como foi que tudo começou? Renato - Tudo começou com a decoração e a organização do som das famosas festas à fantasia da turma de Odonto, cujas primeiras edições ocorreram no antigo FRO. Foi ali que eu comecei a me envolver com música. Caderno W - Quando surgiu o Renato Cecin DJ? Renato - Lembro-me que existia a figura do DJ, mas ainda não era uma profissão interessante. Eu e um grupo de amigos, entre eles Gláucia Monsorehs e o Maurício, que era veterinário, organizáva-

Renato Cecin

Arquivo Pessoal

D

enise Capeleti está em férias e reabilito a minha porção entrevistador com o maior prazer. É um desafio. Há tempos eu pensava em destacar na capa do Caderno W o DJ Renato Cecin, que é aqui da terra e mora em São Paulo. Sempre que há folga em sua agenda, vem a Mogi para rever a família e os amigos. Sua mãe, Regina, fã incondicional, colaborou para que rolasse esta entrevista. Há cinco anos Renato comanda as pick ups, aos sábados, como residente da famosa casa noturna The Week e tem sido convidado para tocar em grandes festas em Nova York, Atlanta, Amsterdã e Barcelona. Aproximando-se as férias de Denise, corri atrás da entrevista e consegui em algumas semanas acertar o dia para a nossa conversa. Tive a satisfação de recebê-lo em casa em companhia das amigas Claudinha Ramos e Tereza Batista. O Renato que conheci nos Anos 80, na casa da Tenente Manoel Alves dos Anjos, é 16 anos mais jovem do que eu, está mais maduro, realizando-se profissionalmente e fazendo o que mais gosta na vida, que é ver o público que curte música eletrônica se chacoalhar na pista de dança. Em tom de brincadeira, disse-lhe que tem 43 em corpinho de 23, referindo-me à sua boa forma física. Está muito bem. Lembro-me do dia em que o conheci, estava iniciando como DJ, influenciado, é claro, pelo irmão José Cecin Zohgbi, da Firmauto Veículos- que na época era DJ e proprietário da Out Door no mesmo local onde funcionou o Chateau Entourage, e depois de uma casa também noturna em Guararema, a Fairplay-, começou a se interessar pelo assunto e quando percebeu estava atuando como profissional da área na Festa da Kanguru, a convite de Ttina de Oliveyra, e depois na Festa da Carlota, consolidando com a amiga Gláucia Monsores um evento que marcou época e deu, sem dúvida, início a um outro momento na noite mogiana. Em seguida vieram o The Ópera e o ProjetoN, de Fer Alves, onde Renato pode realmente se exercitar, se sobressair, a ponto de ser convidado para tocar na famosa festa da X-Demente e, como era esperado, foi um salto para as próximas oportunidades, aproveitadas na medida em que surgiam. É ligeiro. Decidiu morar em São Paulo e correr atrás de seu sonho. Desde 2004 integra o Blue Angels, da The Week, através da qual tem viajado pelo mundo abrilhantando grandes festas. Acaba de retornar de uma mega party em Atlanta, nos Estados Unidos. Está alinhado entre os maiores DJs do planeta. E como bom leonino que é, investe em seu trabalho, reciclando-se sempre e, de olho no futuro, voltou a estudar. Adora cozinhar e resolveu encarar a Faculdade de Gastronomia da Anhembi Morumbi. Passou no vestibular e está adorando o curso. Acha que música tem tudo a ver com comida e pensa um dia unir as duas coisas em um só espaço, quem sabe num restaurante com pista de dança. Talento ele tem e de sobra para isto. Além do mais, é muito criativo. Concluindo, Renato está em seu melhor momento. A entrevista que fiz com ele revela isto. Confira.

mos festas, aliás uma se tornou famosa, a da “Carlota”, pelos idos de 1993 ou 94. Caderno W - E o ProjetoN? Renato -Depois da “Carlota” surgiu a Fernanda Alves na parada e teve início o ProjetoN. Isto em 1995. A Gláucia e o Maurício se desentenderam quanto à escolha do local, o salão social do Clube Náutico Mogiano, e ficamos eu e Fernanda. Nesse período surgiram oportunidades de começar a tocar fora de Mogi. No início do ProjetoN, eu conheci o Flávio Monteiro, um carioca que promovia uma grande festa que se chamava X-Demente,

que me convidou para tocar no Rio de Janeiro. Caderno W - Como surgiram as oportunidades em São Paulo? Renato - Sérgio Calil, um dos sócios do grupo Base, em São Paulo, me viu tocando e me convidou para ser o DJ da casa. Caderno W - Como foi o seu primeiro contato com Nova York? Renato - Na época do ProjetoN fui a Nova York comprar material, discos, para uma das festas. Não havia internet ou portais para se baixar músicas. Se queria músicas novas, tinha de ir até a fonte. E a

mais representativa, sem dúvida, era Nova York, uma cidade maravilhosa, sobretudo quando se tem a oportunidade conhecer pessoas que vivem lá e que te mostram a alma da cidade, fugindo do programa de turista. Caderno W - E a música eletrônica, quais os segmentos que existem? Renato - A música eletrônica tem vários segmentos. O House é a versão modernizada da música Disco, muito dançante. Quando comecei a criar minha identidade dentro da música havia um segmento chamado de House Tribal, com mais ele-

mentos de percussão. São detalhes que acrescentados ao ritmo criam uma sonoridade diferente. Caderno W - Antes da The Week onde você trabalhou? Renato - Toquei no Base, na Disco Fever, na Love e na Level, cujo proprietário foi meu padrinho. Depois surgiu a The Week com uma proposta nova que não era apenas musical, também de iluminação e tudo mais... Estou lá há 5 anos. Caderno W - Como é tocar fora do Brasil? Renato - O primeiro lugar em que eu toquei foi em Atlanta, no


13

QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

entrevista

Estado da Geórgia. No dia 1º de agosto rolou festa em Atlanta e retorno para lá no dia 6 de setembro. É emocionante. Em Atlanta vai ser a minha sexta apresentação. Mas eu acho que o melhor lugar do mundo para se divertir é o Brasil. Porque a mistura que a gente tem... Essa coisa multirracial, todas as cores, todas as tribos... É uma coisa que não se vê em lugar nenhum. Então os gringos veem pra cá e ficam enlouquecidos. Porque o brasileiro é bonito, temos grandes festas em São Paulo, Rio, Florianópolis.. . Eu fui tocar agora na Espanha pelo clube The Week e foi maravilhoso. Mas não acho que exista mais tanta diferença.

em grandes circuitos de festas fora do Brasil. No circuito de Barcelona, um festival de música eletrônica, a The Week marca presença com uma festa brasileira que vai se realizar num clube chamado Souvenir, simplesmente um dos mais badalados da cidade e promete ser incrível! Mas as nossas festas em São Paulo também são assim, prestigiadas por gente do mundo inteiro. A The Week funciona aos sábados com a noite Babillon, na qual eu sou residente, e nos outros dias eles fazem festas corporativas.

Caderno W - Como vai a The Week? Renato - A The Week é considerada uma das melhores casas da cena eletrônica no mundo e uma das que conseguiram fechar eventos

Caderno W - Como o DJ Renato se recicla? Renato - Hoje eu estou numa situação confortável como DJ,

Renato Cecin na infância

Com a sobrinha, Isabella

Fotos Arquivo Pessoal

com a possibilidade de me manter, me reinventar e me modernizar... E não é só como DJ. Entendo que todas as pessoas, em qualquer atividade, têm de se reciclar. Porque senão vem um profissional melhor e ocupa o seu lugar.

Com a mãe, Regina e os irmãos, José e Sâmea

Caderno W - Estou sabendo que está frequentando um curso de gastronomia. Pretende conciliar música e comida? Renato - No futuro, sim. Penso em um lugar bacana com boa música e boa comida.A Faculdade de Gastronomia dura dois anos e meio, e pretendo em seguida fazer outros cursos para aprimoramento.

Caderno W - E o seu espaço de trabalho? Renato - O DJ atua sempre em um plano mais elevado, de onde poder ver o público dançando. Na The Week somos três residentes durante a noite. Cada um toca quatro horas. Divido a cena com o Ogival Neto e o Paulo Pacheco, tocando House em variações diferentes. Caderno W - Como é o seu cotidiano em Sampa? Renato - Com planos de aliar música e gastronomia procuro preencher o meu tempo com o curso que estou fazendo. Trabalho em média três noites por semana, e toco em outros Estados, geralmente na sexta-feira. Pego o avião e faço a apresentação de sexta para sábado. Gosto de ir ao cinema, a restaurantes, de um bom vinho e da companhia dos amigos. Caderno W - E como fica Mogi em sua vida? Renato - Tenho a minha família e inúmeros amigos em Mogi. Eu venho à cidade duas vezes por mês para visitar meus pais e é um tempo muito breve.

´


QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

Tocar bem é fundamental, mas não é só isso

entrevista

Caderno W - Voltaria a tocar em Mogi? Renato - Eu até tocaria em Mogi, sim. A Ttina de Oliveyra, que é minha amiga desde a época em que começou a promover a Noite da Kanguru, já me convidou, faltou só espaço na agenda que anda bastante congestionada de compromissos.

Caderno W - Quais os seus planos para os próximos meses? Renato - Tenho muitos, com destaque para as viagens. Retorno aos Estados Unidos em setembro e depois vou a Paris. A The Week tem festas fechadas em Paris, Londres e Toronto. Caderno W - Como você vê a noite em Mogi? Renato - Hoje eu não saberia te dizer porque não a tenho conferido. Caderno W - E a idade? Como você lida com ela? Renato - Eu, particularmente, nunca tive problema com essa coisa da idade, porque acho que sempre vivi muito bem cada fase de minha vida. Eu não tenho arrependimentos por ter deixado de fazer isto ou aquilo, sempre fiz o que eu

Com a top model Gisele Bündchen e amigas numa festa em Barcelona, onde atuou como DJ

quis. Não queimo etapas. Sou uma pessoa de muita sorte porque tive a possibilidade de conhecer lugares que sempre sonhei. Caderno W - Ainda pinta? Renato - Eu continuo pintando e percebo que as pessoas apreciam a minha arte,mas hoje eu faço para presentear os amigos. Houve um momento lá atrás que, a convite da Gláucia, fui morar em Viena onde permanecemos mais de um ano. E foi uma experiência maravilhosa, um dos melhores momentos da minha

Com o grande amigo Júnior e a irm ã, Sâmea

vida. Foi um tempo ótimo. Caderno W - O que diria para um jovem que quer ser DJ? Renato - Tocar bem é fundamental, mas não é só isso. Para as pessoas que querem ser DJ é muito fácil porque a música está ali na sua mão... Você tem um computador e um gravador de CD, tem o acervo que quiser , mas eu acho que é a determinação... E eu vejo assim as coisas, pelo menos comigo sempre ocorreu assim... Não tenho isto como uma doutrina, é uma

coisa que a vida me ensinou: que quando eu quero, eu consigo. Eu sonhei, achei que era distante, mas com persistência me realizo profissionalmente. Às vezes, mesmo que você não tenha programado, a vida te leva a um rumo. E quando menos espera chega a um lugar que você enxergou que poderia ser interessante. Nada cai do céu, nada é de graça... Você não se torna bom da noite para o dia como num passe de mágica. É fruto de muito trabalho. Willy Damasceno

Fotos Arquivo Pessoal

Arquivo Pessoal

14


15

QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

lazer Q

Dia do Voo

Red Bull

Flugtag 2009

ueda da Bolsa e Aeroflintstones. Bananair, Barril do Chaves e Cláudia Arraia. Niagara Fools, Vai Lacraia, Tropa de Elite e Wilsoooon. Não, não é a escalação de algum time de futebol do interior mas, sim, alguns dos 40 participantes confirmados para o 2º Red Bull Flugtag – O Dia do Voo, que acontece no próximo dia 15, no Parque Ecológico do Tietê, em São Paulo. Entre os quarenta times que tentarão decolar com suas máquinas voadoras – todas 100% caseiras e sem motor – estão representados 12 Estados brasileiros. Os paulistas são maioria, com 20 equipes. O evento é a segunda visita do Red Bull Flugtag ao Brasil. Na primeira edição, em 2006, mais de 30 mil pessoas acompanharam a ação no Parque do Carmo, também em São Paulo. Tal como há três anos, as regras são simples: cada equipe selecionada construiu uma máquina caseira com, no máximo, dez metros de envergadura e 200 kg de peso, contando o piloto, e nenhum tipo de motor para impulsionar a decolagem. Ganha quem mais chamar atenção com sua máquina e seu voo e, também, a que mais longe voar antes de “aterrissar” no lago do parque. O Parque Ecológico do Tietê fica às margens da Rodovia Ayrton Senna e tem acesso no km 17, no sentido São Paulo–Rio de Janeiro. Elaborado em 1976 pelo arquiteto Ruy Ohtake, foi revitalizado em 2004 e hoje chega a receber cerca de 200 mil visitantes por mês.

Apollo 11 Quarenta anos depois, o foguete que levou o homem à lua volta à ativa. Uma réplica 30 vezes menor do original Apolo 11 é a aposta de uma equipe paulistana para competir. Guilherme Otani

Humor

Iran Thieme e Sérgio Mallandro

Fotos Divulgação

S

ob o comando de Iran Thieme, humorista dos programas “Show do Tom” e “Tudo é Possível” (Rede Record), “Proibido Não Rir” se realizará nos dias 15 e 22, no Bar Avenida, em Pinheiros, e conta com a participação especial de Sérgio Mallandro. Com 1h15 de duração, o show mistura stand-up comedy e humor de personagens, com quatro humoristas que assumem o compromisso

de fazer o público rir. Iran, além de interpretar ‘Santos’, também se apresenta de cara limpa junto aos convidados. O espetáculo traz alguns dos melhores comediantes da noite paulistana. O show conta com o patrocínio do “Humor Tadela”, maior site de humor da América Latina, da AFEU (Associação dos Funcionários das Emissoras Unidas) e da empresa de tecnologia em comunicação, ALÔ CHIP.


16

QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

Gerações da mesma família dedicadas à odontologia

versátil

Profissão

Uma árvore genealógica composta por dentistas

Andréa Matsumoto

Dante, Cláudia, Edson, Cláudia e Edson

J

á na década de 20, João Benedito de Almeida se destacava na odontologia aqui em Mogi. Seu filho, José Benedito de Almeida, traçou os mesmos passos profissionais e seu sobrinho (e “meiofilho”, já que foi criado por João), Isidoro Franco de Oliveira, que começou a auxiliá-lo aos 12 anos de idade, seguiu, “obviamente”, carreira na área.  O filho de Isidoro, Edson Dahyr Franco de Oliveira, se formou em 1979 pela Universidade de Mogi das Cruzes, se espelhando nos ascendentes; e tem por “discípulos” os filhos Cláudia e Dante, e os so-

brinhos Cláudia Alves Sant’Anna Ventura e Edson Alves Sant’Anna (este, atuando na área de implantes).  Dr. Edson Dahyr, que tem uma vasta bagagem e extenso currículo na cidade (muitos certamente se lembram – ou já frequentaram– seus consultórios na av. Voluntário Pinheiro Franco, na Vila Hélio, no fim dos anos 80; ou na Victório Partênio, próximo ao shopping, alguns anos depois), é especialista em ortodontia pela Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas (APCD) - São Paulo, desde 1992. Já deu aulas no Senac, por alguns anos. Hoje em dia, trabalha no de-

senvolvimento de novas pesquisas na área de tecnologia. E vai muito bem, obrigado. Atualmente, está em novo endereço: seu consultório especializado em ortodontia fica no Edifício Marene (sala 8 da av. Narciso Yague Guimarães, 1.178 – 11 47994013), na calçada – e mesmo quarteirão – da padaria Nossa Senhora do Socorro. Com a equipe, formada pelos filhos e sobrinhos mencionados anteriormente, ele trabalha com todos os tipos de aparelhos ortodônticos, desde os convencionais até os mais modernos (bráquete au-

toligado, por exemplo) e estéticos, como as porcelanas e safira. Oferece, também, tratamentos para dores de cabeça provenientes da chamada “mordida errada”; aparelhos para crianças, onde é possível corrigir e prevenir má oclusão (a tal “mordida”); auxílio em distúrbios funcionais, como respiração bucal e mau posicionamento da língua; implantes e cirurgias de dentes impactados. Clínica geral, restaurações estéticas, próteses, odontopediaria e prevenção também estão neste rol. Guilherme Otani


17

QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

kids

Leitura

Do jeito que você é

By

Denise Capeleti

Crianças

brincadeiras Histórias, artes e

Telma Guimarães nasceu em Marília (SP), onde formou-se em Letras pela UNESP. Aluna de intercâmbio nos Estados Unidos, professora de escolas de inglês, ingressou no magistério oficial do Estado como professora efetiva de inglês em Campinas, onde mora até hoje. Escritora desde 1987, já publicou mais de cem títulos, entre obras infantis e juvenis de português, inglês e espanhol e didáticos de ensino religioso. Em 88, recebeu da APCA o título de Melhor Autora pelo livro infantil Mago Bitu Fadolento. arães Castro ria de Telma Guim to au de é é cê a primeira edição Do jeito que vo Elma. Está em su de s õe aç ade str ilu e Andrade o ética e pluralid orda temas com Ab . as gin pá 24 e tem 20,90. cultural. Preço: R$

Fotos Divulgação

Sandra acaba de se mudar para o prédio e é muito diferente das outras crianças: seu cabelo é esquisito, suas roupas são estranhas. Por causa disto, a turma do condomínio começa a criticá-la e não quer brincar com ela. Mas, depois de alguns dias, todos percebem que, apesar das diferenças, têm muito em comum e podem ser amigos. Com belas ilustrações de Elma, esta é mais uma história encantadora de Telma Guimarães, que, com sensibilidade, instiga as descobertas e experiências que ampliam horizontes e possibilitam o amadurecimento de meninos e meninas.

“Ainda acabo fazendo livros onde as nossas crianças possam morar.” (Monteiro Lobato)

B

rincadeira é assunto muito sério para a criança, uma atividade social. Ao brincar, ela descobre o mundo, imita gestos e atitudes dos adultos, conhece leis, regras e experimenta sensações. Adquire elementos imprescindíveis para a construção de sua personalidade. Tal atitude integra, desenvolve, socializa e propicia a valorização da criança, aumentando sua autoestima. E pode se desenvolver de várias formas. A contação de histórias e a arte são partes deste universo e, pensando nisto, um espaço para as crianças foi reservado no Reverbera.

Histórias Toda criança gosta delas - de ouvir e contar - , associando realidade à fantasia e, geralmente, se identificando com algum personagem, projetando algo de (ou em) sua vida. As histórias e dramatizações favorecem o desenvolvimen-

to da imaginação e a criatividade, despertam a observação e atenção, ajudam a organizar ideias e pensamentos, a ampliar vocabulário, a enriquecer experiências e a desenvolver a sociabilidade.

Artes e brincadeiras As crianças valorizam muito os objetos que usam para brincar, sejam eles brinquedos ou sucatas em geral. O uso de sucatas é privilegiado no Reverbera pois, além de estimular a criação e possibilitar a exploração de materiais diferentes dos tradicionais, favorece a reflexão a respeito da necessidade da reciclagem e da sustentabilidade. Guilherme Otani (interino)

Serviço: Em Mogi Rua Manoel Pimenta de Abreu, 164 Tels.: 11 2837-7287 e 8573-2757

S E


18

QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

tudo

By

Denise Capeleti Curso

t i n f u A i

mo

Le

Contagem regressiva

Câncer: a doença e seu tratamento O Universo do Conhecimento (al. Ministro da Rocha Azevedo, 419, Jardim Paulista) promove, de 12 de agosto a 16 de setembro, o curso “As dimensões do problema câncer: aspectos epidemiológicos, sociopolíticos, econômicos e o aumento vertiginoso dos custos em oncologia”, que apresenta uma visão multidisciplinar do tema a profissionais de saúde e áreas relacionadas. O curso é voltado a profissionais interessados em oncologia clínica, como psicólogos, farmacêuticos, químicos, biólogos, nutrólogos, generalistas e outros especialistas de áreas afins.

Ômega 3

Dieta contra a

Fotos Divulgação

degeneração macular

A

contagem regressiva para o Estado de São Paulo respirar novos ares já começou. Desde segunda-feira da semana passada (27/7), por pontos centrais das cidades de São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto e Santos, ampulhetas gigantes foram instaladas, registrando quanto tempo falta para que o fumo seja terminantemente proibido em ambientes fechados de uso coletivo em todo o Estado (o que acontece amanhã, dia 7). Na capital, o contador foi ins-

talado na praça Oswaldo Cruz, no início da avenida Paulista (foto). Em Campinas, ela está no Largo do Rosário, na esquina das avenidas Francisco Glicério e Campos Salles. Ribeirão Preto pode conferir a ampulheta na Praça Carlos Gomes, no centro da cidade. A última foi instalada em Santos, na Praça das Bandeiras, na avenida Ana Costa. A partir de amanhã, fica proibido fumar em ambientes como bares, restaurantes, casas noturnas

e outros estabelecimentos comerciais. Mesmo os fumódromos em ambientes de trabalho e as áreas reservadas para fumantes em restaurantes ficam proibidos. A nova legislação estabelece ambientes 100% livres do tabaco. A nova lei restringe, mas não proíbe o ato de fumar. O cigarro continua autorizado dentro das residências, das vias públicas e em áreas ao ar livre. Confira mais informações no site da campanha: www.leianti-

fumo.sp.gov.br. Sexta passada (31), cerca de 500 agentes da Vigilância Sanitária e do Procon realizaram uma megablitz educativa em todas as regiões do Estado, com o objetivo de intensificar as ações de orientação a proprietários e clientes de estabelecimentos comerciais para que, amanhã, todos já estejam conscientes dos principais aspectos e da importância da nova legislação para a saúde pública. Guilherme Otani (interino)

Pesquisa americana sugere que pessoas que sofrem de degeneração macular (perda gradativa da vizão) relacionada à idade devem seguir dietas ricas em ômega 3 e alimentos com baixo índice glicêmico. De acordo com o estudo, os ácidos graxos - encontrados em abundância em peixes como salmão e cavalinha - podem desacelerar ou até mesmo frear o progresso da doença. A pesquisa também revelou que pessoas que estavam no estágio mais avançado da doença e que seguiam uma dieta de baixo índice glicêmico, acompanhada de suplementos de vitaminas e minerais antioxidantes, como vitamina C e zinco, parecem ter reduzido o risco do avanço da degeneração em até 50%.


19

QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

shopping Neste sábado, concorra a mais um prêmio no Shopping

Promoção

Viagem à

Divulgação

Amazônia

N

o próximo sábado, 8, acontece o segundo sorteio da promoção “Destinos Incríveis Mogi Shopping”, que leva o ganhador e um acompanhante para o Ariaú Amazon Towers Hotel, um local estratégico em meio à selva amazônica, que conta com confortáveis apartamentos de onde se pode admirar uma exuberante vista e biodiversidade locais. A viagem inclui visita a Manaus, passeio de barco e pescaria, com tudo pago. E a promoção prossegue até dezembro, com o sorteio de mais

três destinos incríveis: Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, Pousada Maravilha, em Fernando de Noronha e Club Med Itaparica, na Bahia. Em junho, o shopping já premiou o consumidor Luiz Antonio Coelho Filho com uma viagem para Ponta dos Ganchos (SC). A “Destinos Incríveis” é uma parceria com a Visa.

cupons, que são depositados em uma urna próxima ao Balcão de Informações. Os clientes que utilizarem cartões Visa recebem cupons em triplo. Veja, abaixo, a data de cada sorteio e concorra!

na Palace e voo panorâmico sobre a cidade

Amazônia 8 de agosto

Bahia 24 de dezembro

Hospedagem no Ariaú Amazon Towers Hotel, com pescaria, passeio de barco e refeição completa

Hospedagem no Club Med Itaparica, com passeio ao Morro de São Paulo

A cada R$ 200 (duzentos reais) em compras, já é possível concorrer. Basta trocar as notas fiscais por

Rio de Janeiro 26 de setembro

Consulte regulamento no www. mogishopping.com.br

Como participar

Hospedagem no Hotel Copacaba-

Fernando de Noronha 7 de novembro Viagem para a Pousada Maravilha

Guilherme Otani


20 QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

autos

Lançamento

Kia

ender da Kia Motors. Equipado com motor 1.6 L, são cinco versões disponíveis: duas com câmbio automático e três com transmissão mecânica, todas elas com 124CV de potência. Em março, o Soul venceu a edição 2009 de um dos prêmios de design mais respeitados do mundo, o “red dot”, no qual concorreu na categoria “Transporte Automotivo e Caravan”. Mais uma prova de

que o design inovador do Soul surpreende os consumidores. Com valores a partir de R$ 51.490 para a versão mecânica, o novo modelo já faz parte do pool de veículos da Kia Destaque, em Mogi das Cruzes, na av. Vol. Fernando Pinheiro Franco, 577, no centro (11 4723-6666). Seu lançamento oficial, aqui, ocorreu semana passada. Guilherme Otani

Divulgação

Soul

U

nindo o melhor do design automotivo com extremo conforto e segurança, o revolucionário crossover urbano Kia Soul chega ao País para conquistar o consumidor que procura liberdade. Por fora, o carro esbanja estilo e seu desenho desafia conceitos. Por dentro, o espaço da cabine e a comodidade para o motorista confirmam o poder de surpre-


21

QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

décor

Namastê

Mandalas D

aniela Muniz, do Namastê Studio Arte, especializado em decoração de ambientes e acessórios personalizados (www.studionamaste.com.br), que expôs algumas de suas obras na última edição da Feijoada do Willy, há exatos dois meses (as fotos que ilustram a matéria são de lá), nos traz alguns esclarecimentos sobre as mandalas.

O que são “Mandala” é uma palavra que, em sânscrito,

significa círculo mágico (ou concentração de energia). Simboliza a totalidade, a integração e harmonia, sendo tida como reflexo da essência divina. Muito presentes em nosso cotidiano, as mandalas sempre foram vistas de várias formas, em épocas e culturas diferentes como, por exemplo, no símbolo chinês Yan & Young, nas abóbadas e vitrais das catedrais (criando ambientes sagrados, como “auras protetoras”), em locais de vivências e terapias alternativas e como abjetos decorativos.

Para que servem Podendo ser utilizadas na decoração de ambientes ou como recursos para o desenvolvimento pessoal e espiritual, conforme descrito acima, elas trabalham nossos aspectos físicos, emocionais e energéticos:

Fotos Andréa Matsumoto

• ativam, energizam, irradiam, curam e harmonizam; • estimulam a calma e paz interior: preparam espaços especiais para o bem-estar, relaxamento e prevenção de estresse (nas massagens, Reiki, astrologia, psicoterapia, atendimento clínico, etc); • emoções antigas e atuais poderão ser “lidas e equilibradas” por um especialista através de desenhos, traços, formas, cores e símbolos sutis, conservando a ordem psíquica ou restabelecendo-a, caso tenha desaparecido; • aumentam a capacidade de atenção e de concentração, favorecendo o encontro com o seu Eu Interior; • estimula a criatividade. É importante salientar que, para qualquer finalidade que se queira alcançar trabalhando com mandalas, é necessário que se desenvolvam a perseverança, persistência e a força de vontade. Trabalhar com elas é uma forma carinhosa de abrir o coração para a criatividade, a intuição e o amor. Guilherme Otani/Daniela Muniz


22 QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

fatos Reflexão

Dicas para o Dia dos Pais

O Dia dos Pais permite aos filhos convidarem o “velho” para almoçar fora de casa. Não fazem nada mais do que a obrigação. Ele merece. Os restaurantes aguardam um bom movimento e oferecem as suas especialidades com a maior satisfação. Aceitam reservas de mesas. É só ligar. Eis alguns deles: Rancho da Traíra, em César de Souza (4761-7142), Encontro, na rua Duarte de Freitas ( 4796-4577), Maki Temaki, na rua Ricardo Vilela (4762-1927), Cantagalo, que todo mundo sabe onde fica (4799-3022),Djapa, na av. Capitão Manoel Rudge (47268773) Fornatta di Nápoli, no Mogi Shopping (4796-9249), Mirante do Paraíba, na Freguesia da Escada, em Guararema (46936055) e para quem quer antecipar a comemoração para o sábado, O Berro, na Ricardo Vilela, que por enquanto não abre aos domingos, oferece uma das melhores feijoadas da cidade.

Boa terapia

A atriz e diretora Valeska Firmino, da Cia. Radiophônica de Theatro e Outras Cousas... está com novidade na praça: a “Improvisação para Executivos”, oficina teatral com foco no desenvolvimento das múltiplas inteligências, embasadas nas teorias de Howard Gardner. A atividade funciona como uma espécie de “academia para o cérebro”, já que se propõe a exercitar as sete inteligências. As aulas ocorrem uma vez por semana, às terças ou quartasfeiras e podem participar delas profissionais liberais, pessoas que lidam com o público, executivos, enfim, gente que quer se reciclar e viver melhor consigo e com as pessoas que o cercam. É uma boa terapia Mais informações pelos telefones: 4790-2956 e 9828-0280.

“Amigo é aquele que faz você se sentir bem do jeito que você é. E quando você precisa de um ajuste na sua atitude, um amigo dá um toque com amor. Que tipo de amigo você é?” (Shmuel Lemle)

No Cemforpe

Adelaide Gomes, do Caderno W, Fernando Yamasaki e Irineu Ballan na noite em que rolou a abertura do Restaurante e Bar do Camarão, na Major Pinheiro Fróes, em Suzano. Além do crustáceo, preparado de vários modos, a casa também oferece peixes e frutos do mar. O Festival de Camarão é a pedida. Está muito bem montada e é uma boa opção para quem quer sair da rotina. O proprietário, Irineu, tem outros restaurantes em São Paulo e em Natal, especializados em camarão Aline Chiaradia se apresentou no Mais Brasil e, como era esperado, fez o maior sucesso. Ela canta divinamente bem. No dia 27 de agosto volta a se apresentar na casa A querida Sílvia Cassalichio emplacou idade nova e, cercada por amigos, a comemorou efusivamente no Botequim Dona Villa´s, de Aninha Albergaria, que veio especialmente da praia para cumprimentá-la com o buquê de flores que a aniversariante tem nas mãos

A Destak Livraria celebra o seu primeiro aniversário com palestra de Gustavo Cerbasi, “Como conquistar e manter sua independência financeira”, hoje, às 19h30, no Cemforpe. Mais informações pelo 2564-9051.

Novidade

A Contours, academia só para mulheres, iniciou anteontem, com duração de uma hora, o SGA ( Streching Global Ativo), uma novidade em matéria de ginástica que dá resultados imediatos. Em breve também oferecerá yoga. O Pilates já foi implantado há um ano com sucesso. Para quem não sabe, o SGA mantém os mesmos princípios da Reeducação Postural Global, criado em 1995 pelo fisioterapeuta francês Philippe Souchard.

Bazar

A Lilica & Tigor, no Mogi Shopping, realiza bazar, imperdível, nesta sexta, sábado e domingo. Os descontos são ótimos na coleção de inverno.

Jantar

Manira Andery começa a convidar os amigos para o jantar que vai rolar no final de agosto, no Djapa. Em setembro, agitamos um outro no Encontro.

Festa

No final de julho estive em Penedo com Cidinha e Roberto Pires e fomos, é claro, jantar no Restaurante Vernissage, de Franklin Guanabarino. Na foto, o casal, Franklin e Denise Pires Callao, que na semana que vem retorna para Caracas após quase dois meses em Mogi curtindo a família e os amigos. De vez em quando tenho o prazer de viajar com eles

O Caderno W já marcou o dia da festa de seu segundo aniversário. Ela vai ocorrer no dia 30 de outubro, no salão do Clube Náutico Mogiano. Já comecei a alinhavar os detalhes do evento com Adelaide Gomes.


23 QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

By Guilherme Otani

luneta

Acessórios Com Charles Hudson

Com Sílvia Fusco

Com Cláudia Matos

Meire Santos Fotos Andréia Matsumoto

Com Cris Passoni

Cibele Cristina dos Santos

A

ideia de tematizar as Lunetas deu certo. Na medida do possível, vamos fazer assim. Já passamos por bolsas e sapatos e, hoje, é chegada a vez de mostrarmos os acessórios que as pessoas usam por aí.


QUINTA-FEIRA, 6 de agosto de 2009

contracapa Festa de aniversário

AnaMarb Alex Sandra, Edna e Lina

José Carlos, Milena e Débora

Fotos Andréa Matsumoto

24

Ozanira e Márcia

A querida AnaMarB rasgou folhinha no calendário e viu a sua casa na Vila Lavínia ficar repleta de amigos na noite de quinta-feira passada. Boa anfitriã os recebeu com caldos e com uma farta mesa de doces de dar água na boca, tudo preparado por ela, que é um artista também na culinária. Na foto acima, a feliz aniversariante com as filhas, Érica Cristina e Rúbia, os genros Ahmed e Ediel, e as netas Soraya, Carolina e Stela

Mieka e Olga


Caderno W - Edição 102