Page 14

esportes

"É uma sensação muito boa saber que estou no caminho certo e com as melhores pessoas ao meu lado. Minha equipe é muito boa e sei que com eles posso chegar muito longe”. Júlio Spadaccini está invicto na sua categoria. Seu trabalho árduo teve recompensas vitoriosas e isso fez com que chegasse ao maior evento do mundo, o UFC. Mas como todo atleta, há sempre desafios a serem enfrentados, e para Júlio foi sofrer uma lesão no ombro, onde rompeu 3 ligamentos e teve uma fratura no úmero. Logo que acorreu a lesão, o atleta ficou muito para baixo por estar no auge do sucesso e por um descuido, corria o risco de perder tudo o que havia construído, até mesmo sem saber se iria conseguir voltar no mesmo nível. Porém contando com ajuda de ótimos profissionais, que o deixou apto a voltar melhor do que nunca. Patrocínios, apoios e parcerias são essenciais para o desenvolvimento e crescimento de um atleta, e no esporte vimos pouco investimento e valorização de algo que colabora para

a saúde, educação, desenvolvimento social e econômico no Brasil. Segundo a F/Sam Business Sports, empresa de Gestão e Marketing Esportivo, em 2018 o investimento público foi menor que 2017 no país, chegando a uma redução aproximada de 78% fazendo com que atletas tivessem suas carreiras comprometidas. Em 2019, segundo o jornal UOL, o ministério do esporte terá redução de R$ 478,2 milhões no orçamento, sabendo que o orçamento atual é de R$ 656,6 milhões. Essa redução é substancial em um ano importante para desenvolvimento esportivo no país. Porém o investimento de empresas privadas no esporte têm aumentado por justamente eles entenderem essa importância, um retorno considerado, maior que 2017. A FGV (Fundação Getúlio Vargas) diz que o esporte é instrumento para trans-

formação da sociedade. Hoje para Júlio, o esporte é mais do que sua profissão, “é superação, é minha vida, é o que eu respiro e o que eu quero levar para sempre até uma futura aposentadoria”. Mesmo com um abalo na economia voltada para o esporte, Spadaccini ainda persiste, assim como muitos atletas, a continuar em busca de realizações de sonhos. Ser lutador profissional era sua meta, agora batalha para chegar ao maior evento do mundo. Para um bom desenvolvimento de um lutador há regras que precisam ser seguidas, assim como a alimentação e o cuidado físico. Com isso ele conta com seus atuais parceiros e patrocinadores, Bembolado delicias para suas refeições, a clínica Rfisio que faz toda parte de fisioterapia e recuperação muscular, a clínica de estética Es-

paço Zen onde faz trabalhos para perda de peso com drenagens e também outros processos. Mas para o atleta, sua família, sua namorada e amigos são seus maiores apoiadores, pois estão sempre dando forças para continuar. Fora dos rings, Júlio Spadaccini é uma pessoa comum, que gosta de estar sempre em família, reunir os amigos, sair para jantar com sua namorada e viajar sempre que possível. Além de lutar, sua prática de esporte como hobby é jogar bola e musculação, mas mesmo nos dias de folga ele não deixa a luta de lado e aproveita os tempos vagos para estar treinando. Nesse ano de 2019, Júlio espera que seja de muitas conquistas, tanto profissionais quanto pessoais e que consiga chegar cada vez mais perto de se tornar um atleta a nível internacional.

Foto - Arquivo Pessoal

14

ABR/2019

www.revistarevival.com

Profile for Revival USA

Revival - Abril 2019 - Edição #9  

Revival - Abril 2019 - Edição #9  

Advertisement