Issuu on Google+

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE

1


2 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE

3


Edição Nesta

84.

56. Carmo

SAÚDE

Doença do Pânico: a sensação de ter a vida por um fio.

46. EDUCA

Natal, crianças, afeto, presentes e contentamento!

Dalla Vecchia O ator carazinhense, em entrevista exclusiva à Versa, conta sua trajetória, desde a infância no Rio Grande do Sul, até o momento atual, em que divide o prazer de atuar com o prazer pela fotografia e com o budismo.

®

VERSA MAGAZINE EDIÇÃO #24 DEZ 13 + JAN 14

CAPA: PAULO LIMA FILHO TRATAMENTO DE IMAGEM: ANDRÉ LUI BERNARDO FOTO: FILIPE MARQUES. 4 VERSA MAGAZINE EDIÇÃO #24 DEZ 2013 + JAN 2014

08. SOLIDARIEDADE

Leão XIII: há mais de meio século promovendo a vida em Passo Fundo.


80.

ASTROLOGIA

Veja o que os astros têm a dizer e esteja pronto para mais um ano de muitas emoções...

32.

CULTURA

Maior organização de jovens universitários do mundo promove interação de diferentes culturas.

DECORA

Dê seu toque especial à mesa do jantar de Natal e demonstre amor aos que lhe querem bem.

24.

102.

16.

108. SUPERSTIÇÃO

confira também

Dicas para os grandes momentos de um homem.

72. MODA PRAIA

Dicas para ter um look estiloso na praia.

34. 42. 62.

PET

Adeus ao amigo: Como administrar a perda de um animal de estimação?

TURISMO

Economize, planeje e aproveite bem as suas férias.

SEGURANÇA

Erradicar a violência contra as mulheres ainda é um desafio em Passo Fundo.

68. 94.

ARTIGO MODA

Moda para praia e para fora dela.

ECONOMIA

Cartão de crédito: ele pode ser seu aliado!

Hoje em dia vivemos com muitas atividades no trabalho, em casa, com a família e amigos e, muitas vezes, esquecemos de cuidar da nossa saúde física e mental.

e ainda...

MODA MASCULINA

Simpatia, se não funciona, mal não faz... Que tal aprender algumas mandingas para atrair a sorte, a fortuna e o grande amor em 2014?

BEM ESTAR

10 FINAL DE ANO Acerte no presente do seu amigo secreto. 18 COMPORTAMENTO Rotina: Tempo é dinheiro, mas também é VIDA! 50 POLÍTICA No mínimo, curiosos. 52 BEM ESTAR Vai começar uma atividade física? 78 ESPORTE O retorno do futsal passo-fundense. 86 CIÊNCIA Na mira das vacinas. 88 TECNOLOGIA Adeus ao olho de vidro.

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE

5


EDITORIAL

Expediente da edição #24 Dez 13 + Jan 14 DIRETORA Fabiana Lima // fabiana@revistaversa.com.br EDITORA Taís Rizzotto // tais@revistaversa.com.br COMERCIAL Liliane Catto // comercial@revistaversa.com.br Rebeca Tolentino // comercial2@estrategia.art.br

A vida que temos, a que queremos e a que nos é possível ter! Por vezes a impossibilidade de visualizar uma perspectiva pode influenciar uma carreira. Foi isto que ocorreu na vida do ator carazinhense Carmo Dalla Vecchia, capa desta edição da Versa. Ao perceber o limite daquilo que enxergava decidiu ir além, ousar, inovar e se permitir outras experiências. A cidade de Santa Maria no Rio Grande do Sul perdeu um provável profissional da área de educação física. Por outro lado, o Brasil pode conhecer o talento e a capacidade na arte de interpretar. A edição de dezembro/janeiro, também aborda a questão da competitividade excessiva no trabalho: Como identificar a sua ocorrência? A melhor maneira de escolher os presentes de Natal para os pequenos e, ainda, as tendências da moda para expor o corpo na estação dos maiôs, biquínis e cangas. Obrigada pela escolha e boa leitura!!

Taís Rizzotto e Fabiana Lima

capas. Últimas

DIAGRAMAÇÃO André Lui Bernardo Paulo Lima Filho CRIAÇÃO PUBLICITÁRIA André Lui Bernardo Lisiane Dembinski Paulo Lima Filho JORNALISTAS Fabiana Duarte Rezende Taís Rizzotto Tainara Scalco JORNALISTA RESPONSÁVEL Taís Rizzotto // MTB 11.842 tais@revistaversa.com.br FOTOGRAFIA Gui Benck REVISÃO Equipe Ironi Andrade Sistema Educacional REDAÇÃO redacao@revistaversa.com.br fone: 54 3601 0100 PUBLICAÇÃO

A revista VERSA MAGAZINE é uma publicação da Brasil Sul Editora Ltda.

CNPJ - 11.962.449/0001-57 Rua Bento Gonçalves, 50 sala 902 Centro - Passo Fundo EMPRESA DO GRUPO

Passo Fundo/RS // fone: 54 3601 0100

Artigos assinados e Informes Publicitários são de responsabilidade de seus autores e podem não caracterizar a opinião da Revista Versa. É proibida a reprodução completa ou parcial do conteúdo desta publicação sem a prévia autorização da Brasil Sul Editora Ltda. Somente as pessoas que constam neste expediente são autorizadas a falar em nome da revista.

Departamento Comercial comercial@estrategia.art.br

www.revistaversa.com.br www.estrategia.art.br 6 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE

7


SOLIDARIEDADE

Leão XIII

© 123RF

há mais de meio século promovendo a vida em Passo Fundo

8 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014


O

que lhe comove? É o mesmo que comove alguém que mora centenas de quilômetros distantes daqui? Existe algo em comum, sim. Neste mundo em que o individualismo impera em uma concorrência ferrenha entre os que se consideram os mais fortes, ainda há pessoas que olham para o próximo com compaixão e dedicam parte de suas vidas a fazer o bem, sem olhar a quem. Mais, ainda sobre a comoção.... ajudar a quem sabe como ajudar faria você se movimentar? Padrinhos e madrinhas de crianças atendidas pela Leão XIII diriam que o que os comove é o cinquentenário de um trabalho exemplar em prol da infância e da adolescência; é o respeito e a preocupação pelo bem-estar do outro; e, também, a confiança em quem dedica a vida a fazer o bem. Há 23 anos como madrinha de crianças da instituição, a alemã Elisabeth diz ter ficado impressionada com o atendimento prestado pela Leão XIII, em Passo Fundo. “O que mais me chamou a atenção é a alegria das crianças e ver como elas são tão bem cuidadas, assim como a disposição dos professores. Além disso, os jovens têm a oportunidade de escolher de quais oficinas ou cursos querem participar. Acho isso muito importante para seu desenvolvimento”, declarou em visita recente a Passo Fundo. Elisabeth, assim como outros diferentes colaboradores da Alemanha que fazem parte da instituição Kinderhilfe (que significa cuidado com as crianças), vem periodicamente até a cidade para

ver, de perto, as ações que a comove: o trabalho precioso que a Assistência Social Diocesana Leão XIII realiza, todos os dias, com mais de três mil – sim, são TRÊS MIL –  crianças e jovens em vulnerabilidade social e econômica, que são daqui.

53 anos dando oportunidade de vida digna

Neste ano de 2013, a Assistência Social Diocesana Leão XIII completou 53 anos de história de promoção humana e cristã na cidade de Passo Fundo. Todos os anos, a entidade atende, diariamente, a mais de 3,2 mil crianças e adolescentes carentes, oriundos das vilas periféricas da cidade. Além disso, o Centro de Educação Sócio-Profissional - CESP Leão XIII forma, a cada ano, mais de mil jovens, encaminhados ao mercado de trabalho. Em quase 30 anos de convênio com a Kinderhilfe, e contando com a contribuição de padrinhos e madrinhas de Passo Fundo, a Leão XIII já pôde cuidar de mais de 72 mil crianças e adolescentes. Além disso, nesse período, mais de 15 mil pessoas concluíram cursos no CESP. Entre as diversas fontes de recursos, o apadrinhamento de crianças é um dos mais importantes. Na cidade, centenas de pessoas são engajadas como padrinhos e madrinhas, que colaboram para que a entidade possa atender a um expressivo número de crianças e de jovens em situação de risco.

Educação com liberdade e dignidade

A missão da Leão XIII é de assistir, educar e promover os atendidos, transformando seu meio e sua vida. O trabalho da Assistência Social é feito nos bairros

de origem das crianças, por meio de três escolas de educação infantil. Após o período na educação infantil, os atendidos são encaminhados para um dos seis Centros de Apoio Sócio-Educativo em Meio Aberto, onde permanecem no turno inverso da escola. Ao finalizarem os estudos, os adolescentes podem frequentar um dos cursos profissionalizantes do CESP, que fica na sede da entidade. É por meio de dez núcleos de atendimento que a Leão XIII desenvolve atividades de promoção, priorizando a atuação na alimentação, na saúde, na educação, na arte, na cultura, no esporte, no lazer e na iniciação profissional. A entidade busca educar de forma democrática, sem exclusão, com liberdade e dignidade. Segundo o relatório de atividades, no último ano letivo, o trabalho com a arte e a educação, valorizando a cultura popular e suas expressões, foi prioridade. Também foram realizadas atividades de reforço escolar, evitando a evasão e a repetência.

Apadrinhamento

Colaborando com a Leão XIII, você se tornará padrinho ou madrinha. O apadrinhamento pode ser pessoal, grupal ou empresarial e é livre, espontâneo e por tempo indeterminado. Ao se tornar padrinho ou madrinha, não é assumido compromisso legal com o afilhado e tampouco com a Leão XIII. A colaboração e participação são voluntárias.  Para manter a privacidade, a Leão XIII não fornece o endereço do padrinho para o afilhado ou para a sua família. Quando uma criança é desligada do programa, o padrinho será comunicado dos motivos (por exemplo, mudança de residência).

Há, ainda, duas formas de apadrinhamento • NOMINAL: para aqueles colaboradores que pretendem escolher uma criança para apadrinhar. Neste caso, a madrinha ou o padrinho recebe um histórico com fotos e dados sobre a criança e poderá acompanhar seu desenvolvimento. • ANÔNIMO: para as pessoas que querem colaborar sem se envolver pessoalmente com uma das crianças. A colaboração passa a ser anônima e, de certa forma, vai para todas as crianças que não possuem um padrinho ou madrinha,  na forma de fortalecimento dos programas de saúde, educação e de assistência, desenvolvidos pela Leão XIII.  • A entidade está sempre aberta a visitação.  Talvez seja isso de que você necessita para se comover...

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE

9


FINAL DE ANO

Acerte no presente do seu

amigo secreto

Final de ano, época de celebrar a vida e a amizade. E, nessas comemorações, não adianta tentar fugir: o amigo secreto vai te pegar.

Lembra-te: Um pouco de carinho na escolha não faz mal a ninguém. Geralmente, o que damos é uma tradução daquilo que sentimos ou nossa impressão sobre a pessoa presenteada.

Outras dicas: • Usa as redes sociais para investigar um pouco sobre os gostos do teu amigo secreto. • Tá difícil para todo mundo? O grupo pode elaborar uma lista com dicas de presente. Cada um cita o que gostaria de ganhar e dá uma ajudinha na hora da compra. • Um belo embrulho e um cartão demonstram instantes de dedicação que fazem muita diferença. Irão conquistar teu amigo logo de cara. • Nunca dê roupa íntima a colega de trabalho, como lingeries. Pega mal. • O presente do chefe não precisa ser de um preço acima do que foi determinado para todos. A não ser que tu sejas um puxa-saco.

10 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014

CD ou livro: sempre boas opções, desde que tu saibas o gosto do amigo. Não dá algo de teu gosto pessoal pensando em pedir emprestado mais tarde! Vinhos: desde que teu amigo goste de uma bebida. Se for uma amiga, que ela não esteja grávida!

© 123RF

G

eralmente, a tradição acontece entre os colegas de trabalho. Há quem ame, há quem odeie. A dúvida quanto ao presente certo tem sido o maior dilema dos participantes. Para te ajudar neste momento, vamos dar algumas sugestões que irão dar uma boa mão na hora da escolha do presente. E nunca esqueça: o amigo secreto é uma brincadeira para aproximar as pessoas, um momento para aproveitar o clima de descontração. Observa um pouco teu amigo secreto, descobre seus gostos e arrisca-te em algumas de nossas sugestões. Vale dar um presente ou fazer combinações.

Camisetas básicas, de cores neutras, sem estampa. Existem, no mercado, opções a preços acessíveis e são presentes muito usáveis.

Para as mulheres, vale uma echarpe, um lenço ou brincos.

Para homens, dá para apostar em uma capa para o notebook ou em um porta-cartões.

Vale-presente: uma boa pedida que irá agradar a todos!

Presentinhos clichês: relógio, porta-retrato, porta-trecos, canecas e itens de decoração. Tem certeza: a pessoa vai acabar usando de um jeito ou de outro.


AUDI

ou MERCEDES ou

BMW

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 11


INFORME PUBLICITÁRIO

Viva com prazer e satisfação 2014!

V

ocê já tem sua Missão bem definida? E qual a sua Visão de futuro? Qual é o seu maior objetivo? O que quer ser? Onde quer chegar? Nossa missão estabelece o que fazemos e porque fazemos. Nossa visão define onde queremos chegar e o que queremos nos tornar. Ambos estão relacionados como nossos valores e são um norte como plano de vida. Justificam porque levantamos da cama todos os dias. Quando nos dedicamos com satisfação à nossa missão, a vida e suas tarefas diárias se tornam mais prazerosas. Cada vez mais, andamos no modo automático. Realizar tarefas é apenas com o intuito do dever cumprido, com muito pouca ou nenhuma satisfação pessoal. O trabalho virou somente fonte de renda e pouco tem a ver com a realização profissional. A alegria da vida diminui dia após dia, onde o que há é uma aversão em viver de segunda à sexta. As redes sociais funcionam como um desabafo na espera do final de semana. Falta uma visão de futuro clara que nos permita visualizar onde queremos estar e quem queremos ser. Falta um plano de vida com metas e objetivos para traçar o caminho ideal e assim poder curtir com entusiasmo nossa jornada. O autoconhecimento é o alicerce para a realização de metas e objetivos. Conhecer suas competências e limitações para poder trabalhar em prol de seu sucesso. Sabendo como reagimos a determinados estímulos é que conseguimos nos preservar e cumprir as etapas necessárias, nos mantendo firmes no nosso propósito. Sem autoconhecimento não há como identificar nossas reais demandas nem tampouco se estamos ou não no caminho certo para nossa felicidade. Nossa missão é o que nos move. O que nos toca mais fundo e nos traz a determinação necessária para transformar obstáculos em desafios. Aquilo que nos complementa e realiza

12 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014

como ser integral. É o que nos motiva a querer ser melhor a cada dia e nos torna protagonistas ao invés de vítimas da nossa própria existência. Aqueles que estabelecem com exatidão sua missão e visão de futuro sabem exatamente onde querem chegar e qual o caminho ideal para conquistar o sucesso de suas empreitadas. São estas as pessoas que fazem a diferença. São líderes, empreendedores, pessoas de sucesso. Quais os seus objetivos pessoais e profissionais para os próximos 12 meses? Quais seus objetivos financeiros para daqui um ano? O que você pode fazer para se tornar uma pessoa realizada? E qual será seu primeiro passo? Lembre-se, seus sonhos não tem pernas, mas você tem... então corra atrás! Boas Festas e um Extraordinário 2014!

Nadina Hoffmann Diretora Grupo Hoffcie Jornalista Coach Profissional Analista Comportamental Assessment nadina@grupohoffcie.com.br facebook.com/Training.Hoffcie (54) 3046 8353


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 13


LÍNGUA PORTUGUESA

Redação Boas estratégias podem ser a solução para a produção de bons e premiados textos A produção de textos apresentase como um grande desafio, seja para crianças, seja para jovens, seja para adultos. Observa-se até mesmo certa resistência à escrita. Contudo, a realidade impõe uma necessidade urgentíssima de se formularem textos e isso pode ocorrer em razão de provas de concursos – incluindo aí os vestibulares e o Enem – ou, ainda, em razão do desempenho de atividades profissionais, que vão desde a elaboração de uma simples mensagem eletrônica, até a confecção de relatórios gerenciais. O que complica a vida das pessoas é o fato de que, na verdade, não há uma fórmula para se ensinar e/ou aprender escrever bem.  O que existem são estratégias de leitura e de escrita que facilitam e norteiam a arte de escrever de forma escorreita, clara, concisa, objetiva, bonita e bem articulada. As estratégias do Sistema Educacional Ironi Andrade, entretanto, e felizmente, têm dado certo nesse sentido. E o resultado pode ser observado nas manifestações que se seguem:

Aprendi muito durante as aulas e nos atendimentos individuais. Meu desempenho no ENEM e em vestibulares, demonstrando a qualidade de ensino, obteve uma melhora notável.” Pietro Rambo Sordi

14 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014

“O curso, na minha opinião, foi de grande aproveitamento. Descobri novos modos (e que não conhecia) para pRoduzir um texto. As correções individuais agradaramme muito. Aprendi bastante com o curso de redação e, se pudesse, faria de novo.” Cibely Bavaresco – Nota 8,1 no vestibular de verão da UPF 2013 – aluna do 2º ano do Ensino Médio

“O curso foi muito importante. Cresci muito e não me arrependo de tê-lo feito. Os professores foram ótimos e muito competentes. Foi muito gratificante fazer o curso aqui.” Luiz Henrique Roveda - aprovado em Direito na IMED e na UPF

(54) 3046-1122 / 3046-0717 Rua Fagundes dos Reis, 825 - Sala 2f Centro - Passo Fundo - RS www.ironiandrade.com.br

“Quando busquei os serviços do Sistema Educacional Ironi Andrade, esperava obter excelência no domínio da Língua Portugu esa. De fato, foi isso o que eu encontr ei. No entanto, a  maior aprendizag em que obtive foi como encarar a vida e, consequentemente, a postura que devemos ter diante de uma prova, ou algo semelhante. Assim, crei o que a minha subjetividade foi o que teve maior acréscimo nas aulas.” Bárbara Battistel – 1º lug ar geral do vestibular de verão UPF /2013

timo. ação é ó de  Red temas e das o rs u c  “O dos uito entação A apres nas aulas foi m ções s re r ta o s c o p s a ro n p o, do alun a, mas é s ” o o it lh e o v o n pro o , s lh e ldad ais, “o as dificu individu a ercebem mo a clareza e p e s e u s q e m n re té p sea o. A os vício nte curs uras ou sc o. Excele concisã crever sem fre s e a e s de os.” s modism Menin Mende os Doming


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 15


© 123RF

BEM ESTAR

Qualidade de vida Hoje em dia vivemos com muitas atividades no trabalho, em casa, com a família e amigos e, muitas vezes, esquecemos de cuidar da nossa saúde física e mental. E embora todos saibamos que o estresse do dia a dia pode prejudicar a saúde e repercutir nos demais aspectos da vida, grande parte da população não adota atitudes para uma vida mais saudável. A prática de exercícios físicos é uma forma de cuidar da nossa saúde, seja pelos efeitos benéficos já conhecidos sobre o sistema cardiovascular, pulmonar e metabólico (diminuição da gordura corporal, por exemplo), seja pelos benefícios psicológicos. Os praticantes de algum esporte frequentemente relatam que o começo, ou seja, as primeiras atividades físicas após o abandono do sedentariamente, são mais árduas. Porém, com o decorrer do tempo, os relatos dos efeitos prazerosos da prática esportiva são uma constante. A liberação de endorfinas é uma explicação, mas certamente não é a única. A melhora gradativa do condicionamento 16 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014

A escolha de esportes individuais, mas do gosto de muitas pessoas (corrida, por exemplo), ou coletivos aumenta a sociabilidade e contribui para o bem estar do esportista.

físico eleva a autoestima. A escolha de esportes individuais, mas do gosto de muitas pessoas (corrida, por exemplo), ou coletivos aumenta a sociabilidade e contribui para o bem estar do esportista. Contudo, para que a atividade física redunde somente em benefícios é importante ter alguns cuidados: iniciar gradativamente para evitar lesões; contar com um material adequado, como um tênis com absorção de impacto para corredores; avaliação médica, especialmente para pessoas com algumas doença cardiovascular como hipertensão ou cardiopatia. Outra sugestão é que o iniciante em uma modalidade esportiva se informe com os outros praticantes. Dicas importantes podem surgir em grupos de ciclismo, corrida, futebol, etc. Afinal, o esporte é uma atividade social. Cada um com seu propósito: superando seus limites, divertindo-se com os amigos, melhorando sua saúde ou simplesmente combatendo o estresse. O que você está esperando? Pratique esta idéia!


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 17


COMPORTAMENTO

Rotina

Tempo é dinheiro, mas também é VIDA! Redação Versa

redacao@revistaversa.com.br

V

ocê já participou de alguma reunião em que alguém chegou atrasado? Ou, melhor, vou refazer a pergunta: você já participou de alguma reunião em que todos chegaram na hora? Para aqueles que moram em grandes cidades, sobra como desculpa padrão... o trânsito. Porém, para a maioria das pessoas, a desculpa padrão sempre está relacionada às tarefas que temos que cumprir no nosso dia a dia. As pessoas adoram dizer que estão cheias de atividades para fazer, que o dia passa muito rápido e que estão sobrecarregadas. Percebe-se até mesmo um certo prazer de alguns ao dizerem isso. Acredito que frases como essas sejam utilizadas para justificar o fato de algumas pessoas estarem sempre atrasadas e não conseguirem terminar nada dentro do prazo.  No mercado de trabalho atual, dentre as habilidades procuradas nos candidatos, a mais procurada (e quase em extinção) é a capacidade de organização e cumprimento de prazos, ou seja, fazer o que se prometeu, simples assim! A falta de foco no trabalho, clareza das prioridades e de persistência, transformam pessoas talentosas em profissionais limitados. Fique atento para a necessidade de manter uma agenda organizada e honrar com os

18 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

compromissos assumidos no seu dia a dia. Não importa a ferramenta que você vai utilizar, se sua agenda é de papel, no celular ou no computador, o que importa é ter um método de organização que funcione e ajude você a concluir suas tarefas da melhor forma possível.

As pessoas adoram dizer que estão cheias de atividades para fazer, que o dia passa muito rápido e que estão sobrecarregadas.

Graças às novas tecnologias, ficamos acessíveis sete dias por semana. Já não basta responder a um e-mail no mesmo dia, é preciso responder instantaneamente pelo smartphone. O processo de tomada de decisão também ficou mais rápido. Precisamos ser rápidos e ao mesmo tempo precisos; um erro pode

DEZ 2013 + JAN 2014

impactar muitas pessoas. A urgência tomou conta de nossas vidas, apesar de nem todos saberem diferenciar a “urgência” das prioridades. Graças a esse modelo de gestão das nossas vidas, muito profissionais vivem “esgotados” física e mentalmente. Mas, precisamos ficar atentos e não nos tornar reféns desse modelo de gestão vigente. Busque ter um estilo de vida que respeite sua agenda pessoal. Pense quanto você precisa de fato ganhar para viver bem, e analise se toda essa correria é realmente obrigatória ou se você entrou no ritmo dos demais que precisam ter muito, para poder gastar muito e que não sabem dizer NÃO para as coisas. Atualmente, tudo é “urgente”. As pessoas acostumaram-se a deixar tudo para a última hora, e ninguém sabe dizer não. Só aprenderemos a gerenciar melhor o nosso tempo quando alguém disser: “Não vou poder fazer isso para você!” Só assim você aprenderá que, da próxima vez, precisa solicitar antes e se organizar melhor. Enquanto uns vão atropelando os outros, a nossa vida vai-se tornando uma espécie de “maratona”, uma corrida contra o tempo para fazer coisas que não são prioridades, mas que são urgentes graças à desorganização de alguém. Até quando você vai deixar que roubem o seu tempo? Você é o dono dele e deve administrá-lo com qualidade. Tempo é dinheiro, mas também é vida!


© 123RF

Curiosidade Você sabe quantos dias de sua vida você perde executando tarefas rotineiras? Veja só: 60 60 30 10 45 60 5 7 70 30 150 10 50

Gabriel Colle Palestrante Empresarial

Embaixo de um chuveiro Escovando os dentes três vezes ao dia Preparando café Aguardando a porta eletrônica da garagem abrir Fazendo a barba Esperando elevadores Digitando senhas Amarrando os cordões dos sapatos Parado em sinaleiras fechadas Parado no carro esperando abastecer Mastigando a comida Enchendo um copo com água Esperando o computador inicializar (Fonte: Portal Ciência & Vida)

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 19


MERCADO DE TRABALHO

Existem limites Competitividade no mercado de trabalho exige cautela em alguns aspectos Quando está no seu local do trabalho, você se imagina em um jogo? Encontrar pessoas competitivas no ambiente corporativo é cada vez mais comum.

Redação Versa

redacao@revistaversa.com.br

S

egundo pesquisa realizada pela OfficeTeam, aproximadamente 50% dos gerentes entrevistados acreditam que seus empregados são mais competitivos hoje do que há 10 anos. Principalmente em TI (tecnologia da informação), um setor inovador que passa por constantes atualizações. O mercado é ainda mais desafiador. A constante exigência em relação à qualificação profissional e a segurança do emprego são alguns dos motivos para o aumento deste novo perfil de profissional. Competitividade é saudável para o crescimento e para o planejamento de metas. Porém, é preciso estar atento para não extrapolar a linha do bom senso e a ética. Algumas empresas incentivam a concorrência, outras são mais voltadas para trabalhos em equipe. Por isso, é importante conhecer a cultura da empresa em que trabalha. A fofoca fará com que você perca a credibilidade entre os colegas de trabalho. Meça as consequências da sua competitividade, trabalhe com foco

20 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

no bem da equipe e mantenha uma boa convivência. Seja humilde e não perca o foco no objetivo estabelecido pelo seu superior. Nunca finja ser quem não é. Apropriação intelectual é um erro fatal.

Posturas importantes para a sua carreira profissional

- Saiba trabalhar e valorize o trabalho em equipe. Somos avaliados e, consequentemente, remunerados de acordo com os resultados que produzimos, quer seja para a empresa para a qual trabalhamos quer seja para os clientes a que atendemos. Hoje em dia, somente é possível conseguir bons resultados trabalhando em equipe, de maneira cooperativa, com doses saudáveis de competição. Quando não existe o espírito de equipe, é comum vermos situações em que alguém está mais preocupado em não deixar que o colega se destaque do que em obter o próprio sucesso. Em uma verdadeira equipe, todos têm um objetivo comum e trabalham para alcançar esse objetivo. No final, todos ganham, pois a equipe produz bons resultados. - Não perca tempo procurando culpados. Não pense, nunca, no problema, pense sempre na solução. O mercado

DEZ 2013 + JAN 2014

quer profissionais que, diante de um problema, concentrem esforços na busca de soluções e não na busca de culpados/ explicações. Claro que imprevistos existem e injustiças são cometidas. O importante é não se apegar ao que aconteceu ou ao que foi perdido. Concentre seus esforços em buscar alternativas, novos caminhos. Essa é a postura esperada. - Não seja um mero cumpridor de normas; seja rebelde na medida certa. Pode parecer estranho, mas as empresas modernas não investem no funcionário que se limita a cumprir tudo o que lhe é determinado, sem questionar e sem sugerir mudanças. Seja crítico, esteja sempre questionando se as coisas têm que ser feitas da maneira como está definido ou se podem ser mudadas para melhor. Não fique limitado a cumprir o que foi determinado. Lembre-se de que você não é pago para cumprir normas, mas sim para obter resultados, desde que eles sejam obtidos por meios éticos. - Compartilhe informações e conhecimentos, esteja sempre disposto a ajudar. Sabe aquele profissional que ocultava informações dos colegas, pois acreditava que a “posse” dessas infor-


© 123RF

mações poderia ajudar no crescimento da sua carreira? Provavelmente ele ainda exista, mas essa postura é inadmissível.  As redes de computadores e as Intranets corporativas existem justamente para que as informações sejam compartilhadas por todos na empresa. Também é importante que você esteja sempre disposto a ajudar os seus colegas, a ensinar o que você aprendeu. Aliás, um dos perfis de profissional mais valorizado atualmente é

justamente o profissional que domina os conhecimentos técnicos da sua profissão e, ao mesmo tempo, é capaz de ensinar esses conhecimentos para os seus colegas, sem temer a competição. - Trabalhe com amor, com dedicação, com o coração, de tal maneira que as pessoas não saibam se você está trabalhando ou se divertindo. Essa postura é baseada na máxima zen que diz o seguinte: “Quem é mestre na arte de viver distingue pouco entre o trabalho e

o tempo livre, entre a própria mente e o próprio corpo, entre a sua educação e a sua recreação, entre o seu amor e a sua religião. Com dificuldade sabe o que é uma coisa e outra. Busca simplesmente uma visão de excelência em tudo que faz, deixando que os outros decidam se está trabalhando ou brincando. Ele pensa sempre em fazer ambas as coisas ao mesmo tempo”. Esse trecho resume bem o que significa gostar do que se faz, trabalhar com amor, com dedicação.

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 21


22 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 23


© GUI BENCK

MODA MASCULINA

Os noivos que nos desculpem, mas o fato é que a noiva é e sempre será a principal estrela da festa de casamento. Isso não significa que o noivo também não deve estar impecável no seu grande dia. Escolher um traje de noivo adequado e elegante é imprescindível. Há três opções de roupa para o noivo: o fraque, para casamentos mais formais, o meio-fraque, um dos mais usados, e o terno, para casamentos informais ou os mais simples. Em relação às cores: se for de manhã, as cores cinza ou são ideias. Já à tarde, a roupa do noivo deve ser mais escura, como o cinza escuro ou azul marinho. Para cerimônias à noite, o ideal é um traje grafite ou preto. Lembre-se que a camisa deve ser mais clara que o terno, e a gravata em tons mais escuros do que a camisa.

24 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014

PRODUÇÃO: TEVAH MODA MASCULINA MODELO: MAURÍCIO SCHLEDER FOTOGRAFIA: GUI BENCK


© GUI BENCK

Faz parte do look do formando a camisa social, calça jeans (lisa, sem detalhes) ou calça de sarja e sapato social. Esse estilo de roupa usa-se mais em ambiente social. Um jantar ou festa em um nível mais requintado e para trabalhar também é uma boa pedida.

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 25


© GUI BENCK

Quando o assunto é combinar roupas com sapato, camisa com calça, calça com cinto não há quem não fique em algum momento perdido. E um dos desejos de alguém que sempre está na moda é ficar atento as dicas de combinação de roupa. 

26 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014


© GUI BENCK © GUI BENCK

É inegável que o homem de hoje em dia está cada vez mais atento as dicas de beleza e estilo, porém as mulheres ainda ganham neste quesito. Uma peça de roupa que tem sido tendência é a camisa polo. Ela traz toda elegância a qualquer estilo de roupa desde do esporte fino até o estilo casual. No entanto é interessante estar atento a algumas dicas importantes na hora de se vestir. Confira abaixo como combinar a camisa gola polo com outras peças de roupas.

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 27


Para quem está procurando por dicas de estilo para a festa da virada e quer apostar em algo diferente do velho e tradicional look branco total, aqui vão algumas dicas e sugestões para você garantir o estilo sem precisar gastar muito e aproveitando várias peças do seu guarda-roupa!

As bermudas quadriculadas estão chegando para a moda masculina, assim como acessórios, camisetas e sapatos em tons vibrantes. Agora é a hora de colocar muita cor no visual, e pra você que ainda não está acostumado com muitas cores fortes, vamos começar com apenas uma peça.

Cada uma dessas cores tem um significado diferente, a cor branca é simboliza a paz, já a verde a riqueza, vermelho é amor e amarelo é felicidade. É pensando nessas cores que a maioria das pessoas buscam roupas para essa ocasião especial. No ano novo os homens também querem ficar bonitos.

© GUI BENCK

O verão está aí já e em vários lugares do país o calor vai tomar conta dos dias desse final de ano. Para você montar um look super legal e com a cara do verão separamos um visual básico e com um toque de cor, que fica por conta da bermuda quadriculada.

28 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014


© GUI BENCK

Como escolher sua camisa A camisa é peça-chave no guarda roupa masculino, mesmo que você não precise trabalhar com roupas sociais, sempre terá uma ocasião em que você irá usar essa peça de roupa masculina. Para não errar na hora de escolher esse traje tão especial, vale se ligar em algumas dicas. Medidas Lembre-se, para comprar uma camisa com as medidas corretas, você não deve considerar apenas o tamanho, medidas das mangas e gola também são muito importantes. Dica: as mangas devem acabar na dobra dos punhos. Caimento Esqueça as camisas que deixem sobrar pano em seu corpo, todas as roupas devem ser usadas nas medidas certas, não se deve sobrar ou faltar nada. Mesmo se você estiver gordinho, use a camisa que caia normalmente em seu corpo, mas se ficar apertada esqueça! Tipos de colarinho Existem alguns tipos de colarinho e cada um combina melhor com um formato de rosto, veja. Colarinho inglês: alonga o rosto e possui um estilo moderno. Colarinho italiano: combina com rostos redondos, pois, é um pouco mais curto. Colarinho Frances: é um modelo básico e combina com todos os rostos. Pronto, com essas dicas você esta preparado para se vestir de forma correta e elegante sempre. Não importa se for para trabalhar, passear ou fazer uma entrevista, com esses macetes aplicados na hora da escolha, não tem como errar a camisa.

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 29


INFORME PUBLICITÁRIO

VAN COIFFURE BEAUTY CENTER: Um local para você se surpreender

© Gui Benck

O

conceito de beleza mudou muito com o passar dos tempos. Nos últimos anos outra necessidade se impôs ao mundo moderno: o bem estar. Van Coiffure Beauty Center chega para oferecer beleza e bem estar em uma área de mais de mil metros quadrados e uma equipe de mais de vinte pessoas preparadas para cuidar do seu cabelo, corpo e alma. Mais que um espaço para você cuidar da sua beleza: um local para você se surpreender. Através de uma mega estrutura criada em Passo Fundo, o novo Beauty Center de Van Coiffure é mais que um salão, é um verdadeiro centro de convivência, um local inovador, onde é possível encontrar uma proposta diferenciada para o conceito de bem estar, inspirado nas grandes novidades e tendências europeias. O local é ecologicamente correto, aproveitando ao máximo a luz do dia

30 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

e a sua beleza, que também conta com aquecimento solar. Além disso, este Beauty Center é o único do Rio Grande do Sul a oferecer o serviço de jardim das pedras. Aqui você também encontra massagem, hidromassagem, pilates, sauna e muitos outros serviços especiais. Um dos destaques é o espaço das noivas, com todo o serviço que uma noiva precisa. Há, também, um local dedicado apenas para o sexo masculino, todo adaptado às necessidades do homem moderno. Espaço para cortes e atendimento à crianças e, ainda, uma cantina, onde é possível realizar reuniões, encontros informais entre amigos ou um happy hour no final de um dia corrido de trabalho. Van iniciou sua carreira em uma cidade pequena e encontrou em Passo Fundo um local para a realização de seus sonhos. Ele conta que sua inten-

DEZ 2013 + JAN 2014

ção sempre foi de montar um grande centro de beleza que tivesse todos os ambientes necessários para o cuidado da beleza e do corpo, com comodidade. Um local onde todos pudessem se sentirem em casa. “Este salão é um presente para todos, independentemente de sua classe: todos têm o direito de frequentar este ambiente. Também acredito que a cidade de Passo Fundo é digna e merece um espaço como esse, não somente os grandes centros. Aqui encontrei um local adequado para isso. Cada espaço foi pensado no cliente, para que sinta-se bem com serviços de alta qualidade que oferecemos. Além disso, procuramos trabalhar honestamente e com muita humildade. Somos uma família de braços abertos para atender ao público de Passo Fundo e todo nosso estado”, declarou Van.


FOTOS © GUI BENCK

Paraí RS - Rua Sete de Setembro, 179 - (54) 3477 1637 Passo Fundo Centro - Independência, 553 - (54) 3622 0111 Passo Fundo Bosque - Daltro Filho, 1539 - (54) 3622 0441 / 0442

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 31


© 123RF

DECORA

Ceia e carinho

Outras dicas simples e fáceis • Preencha um vaso transparente com bolas de natal coloridas, com diferentes tamanhos;

Dê seu toque especial à mesa do jantar de Natal e demonstre amor aos que lhe querem bem

E

ntão é Natal! Momento especial em que todos organizam suas agendas para encontrar aqueles que querem bem. É a confraternização da família e dos amigos, através de uma ceia farta, cheia de gostosuras típicas da época. O cuidado com a decoração é uma importante demonstração de carinho, que alegra os olhos e a alma dos convidados. Em sua mesa do jantar, crie um momento que reflita seus desejos e tradições, com criatividade e bom gosto.

Veja nossas sugestões:

Pense nas cores que irão compor sua decoração. As mais tradicionais são o verde e o vermelho, mas você pode fazer a combinação de seu gosto (sempre fica bonito usar vários tons de uma mesma cor). Encontre uma bela toalha de mesa,

32 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

que será a base de tudo. Tire do armário aqueles jogos de pratos e talheres guardados para os momentos especiais. Selecione os copos e as taças. Coloridos oi tradicionais, misture modelos e crie um efeito especial. Pequenos laços de fita na haste podem fazer diferença. Um guardanapo dobrado com cuidado e preso por fitas pode ficar lindo em cima dos pratos. Adicione enfeites sobre a mesa. Pequenas caixinhas com mimos, bolachas decoradas ou outros doces irão alegrar seus convidados. Você ainda pode recorrer às frutas, às taças coloridas, às pinhas, às flores, às bolas, às estrelas... Mas, cuidado com enfeites muito grandes, que podem ocupar muito espaço ou atrapalhar a visão entre as pessoas sentadas à mesa.

DEZ 2013 + JAN 2014

:

• Taças viradas ao contrário podem ser bons castiçais (acenda pequenas velas sobre o pé e deixe um enfeite dentro do corpo, que estará virado para baixo); • Combine a toalha com o guardanapo; • Aposte em diferentes formatos e cores de velas; • Uma mesa composta por várias cores, com sintonia entre elas, garante alto-astral; • Cupcakes continuam em alta e também servem de decoração; • Por fim, o mais importante: não existem regras! A festa é sua! Aposte em criatividade e bom gosto. E tenha uma excelente celebração!


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 33


PET

Adeus ao amigo: Como administrar a perda de um animal de estimação? Redação Versa

redacao@revistaversa.com.br

A

© 123RF

brir a porta de casa e se deparar com uma verdadeira festa. Quem, a não ser seu cão (ou gato, claro, por que não?!), daria pulos de alegria, encheria você de beijos, soltaria gritos de pura emoção após o retorno de um passeio rápido, uma ida até a padaria? Só aquele doce bichinho, não é mesmo? Mas, como nem tudo nesta vida é eterno, chega o dia em que aquela alegria

se vai. A morte é o fim para os seres vivos, inclusive para o seu grande amigo. O que fazer nessa hora? Como administrar essa perda? “Frequentemente, na rotina clínica, nos deparamos com uma situação difícil: a da perda do pet de estimação da família, um ente inserido no seio familiar e muito amado”, conta o médico veterinário do Centro Clínico Veterinário, Nédio Guizzo Júnior. Apesar de não se tratar de uma pessoa, é normal sofrer pela morte de um ser que, em muitos casos, foi um companheiro de longa jornada. Assim como em qualquer perda, a maioria das

34 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014

pessoas não estão preparadas para essa passagem. “Independentemente das circunstâncias da perda do pet, receber essa notícia e perceber a eminência da chegada desse momento – e a dor dessa perda – é sempre de difícil assimilação pelas partes envolvidas. O período de luto é diferente para cada pessoa. Nesse momento, ter a companhia de amigos e de parentes ajuda a processar o que se está enfrentando, assim como a companhia dos demais pets da família, se esse for o caso”, ressalta o médico veterinário.


Eutanásia

...ter a companhia de amigos e de parentes ajuda a processar o que se está enfrentando, assim como a companhia dos demais pets da família... Fabrício Fioreze, médico veterinário.

Fases da perda • É possível observar cinco fases da perda. Elas são classificadas por psicólogos como: • A negação: “Não acredito que meu pet esteja doente e/ou morto”; • A raiva: “Estou me sentindo traído porque meu animal de estimação está me deixando (me deixou), tenho raiva dos parentes que parecem não sentir o mesmo”; • A negociação: “Se eu gastar muito dinheiro em medicamentos veterinários, meu cão ou gato não morrerá (ou, se eu me enfiar no trabalho, não sentirei essa dor)”; • A depressão: “Estou tão triste, por que me importar em fazer outra coisa senão ficar deitado no sofá? Deixar de dar atenção devida os familiares e demais animais da casa”; • A aceitação: “Meu pet está morrendo/morreu. Eu aceito isso”.

“Os animais de estimação fazem parte, de certa forma, da nossa formação de caráter, ensinando-nos até no momento de sua partida a aceitarmos e superarmos a dor da perda. Quando eles ainda estão entre nós, eles são uma fonte inesgotável de entretenimento, especialmente quando parece que estamos um pouco para baixo ou tristes”, diz Nédio. Ele ainda ressalta que a compreensão da morte do cão ou do gato pode ter um impacto ainda maior quando há necessidade de eutanásia. “Partindo da premissa de que os animais submetidos à eutanásia são seres sencientes, portanto, capazes de sentir, interpretar e responder aos estímulos dolorosos e ao sofrimento, há a necessidade imperiosa de se obedecer a diretrizes e normas que garantam o atendimento aos princípios de bem-estar animal e respeito aos parâmetros éticos. Quando o bem-estar do animal estiver comprometido de forma irreversível, sendo um meio de eliminar a dor ou o sofrimento dos animais, os quais não podem ser controlados por meio de analgésicos, de sedativos ou de outros tratamentos”, explica. Quando animais morrem ou são submetidos à eutanásia, há impacto psicológico no ser humano. De acordo com o veterinário, visando a minimizar esse impacto negativo, a equipe envolvida na execução da eutanásia, na rotina de urgências e de emergências e na rotina de pacientes críticos, deve passar por treinamentos continuados. No contato direto com os proprietários de animais de estimação, precisa haver esclarecimentos suficientes para o entendimento da necessidade de determinado processo, da severidade e da irreversibilidade de doenças terminais e degenerativas. “Deve ser facultado ao proprietário o direito de presenciar o ato da eutanásia, quando esse for o caso e, se necessário, um período de tempo a sós com o animal, para que se possa assimilar adequadamente o momento, quando na eminência da morte ou nos momentos que precedem a eutanásia”, ressalta.

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 35


Seguir em frente

pessoalmente na assistência de animais em situação de risco”, afirma Nédio. Apesar de os animais serem insubstituíveis, assim que chega a fase de recuperação, é possível pensar em ter um novo animal. “Só você saberá quando estará pronto. Mas, quando decidir adotar novamente, lembrese de que cada pet é único. Mesmo que você adote um filhote da mesma raça, ou de feições similares, ele terá uma personalidade diferente do seu cachorro ou gato anterior. Perder um animal de estimação representa uma grande mudança. E, embora seja difícil, é importante colocar seus sentimentos pra fora. Isso encerrará uma etapa e o ajudará a seguir em frente. Certamente, seu melhor amigo iria querer isso”, conclui o veterinário.

Sepultamento

Atualmente, há várias opções para a destinação do corpo do animalzinho. Há possibilidade de sepultura impermeabilizada em um cemitério para

© 123RF

A lembrança dos bons momentos, das brincadeiras, das lambidas, das mordidas e até das travessuras, como sofás e chinelos rasgados, pode ajudar a superar a dor. Também é bom recordar como os pets ajudaram de forma incondicional durante o tempo de convivência, sem críticas ou cobranças, ter a paz de espírito de ter proporcionado o melhor tratamento possível ou a melhor qualidade de vida quando a cura não pode ser alcançada. “Seguir em frente não implica esquecer o seu animal. Há inúmeras maneiras de se lembrar e de homenagear seu amigo de quatro patas e fazer isso poderá ajudar no processo de aceitação. É possível escrever sobre seu animal, em blogs, redes sociais ou de forma particular, somente como forma de desabafo, ou criar um álbum de fotos. Fazer uma doação para uma instituição de caridade para animais carentes, apadrinhar um animal ou engajar-se

Seguir em frente não implica esquecer o seu animal. Há inúmeras maneiras de se lembrar e de homenagear seu amigo de quatro patas e fazer isso poderá ajudar no processo de aceitação.

36 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014

animais, em que será cobrada uma taxa anual para manutenção do parque e jardim além dos serviços funerário. Porém, ainda são poucas as cidades que oferecem esse tipo de serviço. Entre as vantagens dessa opção está a de ter um espaço perpétuo para o fiel amigo, podendo realizar visitas sempre que sentir vontade. Outra opção é a cremação, que ocorre individualmente. Feita com exclusividade, proporcionando a segurança de que a cinza é realmente do seu animal. A cremação sempre poderá ser acompanhada pela família. Há, ainda, a opção do sepultamento em casa, no jardim. Existem, ainda, as empresas de recolhimento que também fazem a cremação, porém, nesse caso, sem devolução de cinzas para o proprietário. Os animais poderão também ser destinados à vala séptica coletiva, serviço oferecido gratuitamente por algumas prefeituras.


}

à

î

àî

}àî

Ü

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 37


INFORME PUBLICITÁRIO

Antes e depois

© 123RF

venha ser a próxima vítima!

Miranda Woman Place – Fitness - Nutrição - Fisioterapia

Fitness Inteligente para mulheres Treinos diferentes a cada aula, elaborados de forma individualizada e que respeitam o organismo feminino, sem subestimar capacidades ou ultrapassar limites. Conta com serviços de apoio nutricional incluso, apoio com aulas outdoor, apoio extra com aulas aos sábados de manhã e apoio Run. Estacionamento facilitado, treinos externos, cyber café, loja sportwear, fisioterapia e nutrição.

“Conheci o trabalho da MWP por meio de uma das professoras da academia, que sempre me incentivou a fazer alguma atividade física. Já tinha visto as fotos de antes e depois, mas, como eu estava muito acima do peso, realmente eu não acreditava que alguém pudesse ter um resultado daqueles somente com a academia.Parecia que era impossível, sem a intervenção médica ou sem ingestão de remédios, conseguir um resultado daqueles. Relutei muito para dar um pontapé inicial e assumir que eu precisava fazer alguma atividade física. No início, acho que eu mesma, mentalmente (até sem querer talvez), criava empecilhos e desculpas para não começar ou não acreditar. Sempre disse que isso não era para mim, que devia ser muito chato fazer exercício, que não tinha tempo... A partir do momento em que eu realmente caí na real e vi o que eu estava fazendo comigo mesma, mudei radicalmente! Assumi que eu não queria aquilo, que queria me sentir mais bonita, melhor e, a partir disso, eu passei a ver as fotos

Kids

Fitness Inteligente para Crianças Treinos diferentes a cada aula, atrativos e dinâmicos, que respeitam o crescimento e o organismo infantil como um todo, sem subestimar capacidades ou ultrapassar limites. Conta com apoio nutricional incluso e aulas outdoor com slackline e parede de escalada.

XPlace

Fitness Inteligente para homens e mulheres Treinos diferentes a cada aula, elaborados de forma individualizada e que respeitam o organismo, sem subestimar capacidades ou ultrapassar limites. Conta com serviços de apoio nutricional incluso, apoio com aulas outdoor e apoio extra com aulas aos sábados de manhã.

38 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014

Summer

Interativo e dinâmico, o projeto busca levar conhecimento sobre exercício e treinamento físico, nutrição, fisioterapia e saúde e dar suporte aos praticantes de exercício físico na cidade de Passo Fundo.


como forma de estímulo. Eu queria estar nelas! Eu queria fazer parte do grupo que conseguiu mudar. Às vezes, as pessoas que também não acreditavam que isso era possível, diziam: ‘Você vai desistir, todo mundo começa academia e logo para!’. Porém, desde o primeiro dia em que disse para mim mesma que queria mudar, foquei e não desisti! Passei a ignorar os comentários pessimistas e a assumir que queria aquilo para mim e não para ninguém. E, como o objetivo era meu, não adiantava chorar ou me lamentar por estar acima do peso. Era preciso uma atitude ativa, e fui à luta! Como sempre há os dois lados, encontrei também muitos amigos que me ajudaram e me estimularam a continuar! Na primeira conversa com a Miranda, o que mais me marcou, o que jamais vou esquecer e repito até hoje é a afirmação dela de que “90% é sua cabeça” e é isso mesmo. Isso é o que me repeti no início e repito até hoje: tudo é questão da cabeça, do foco, da concentração, da disciplina. Tudo depende de você!  Quando soube da forma de treinamento, personalizada de verdade, me convenci de que havia encontrado o lugar certo! Queria algo voltado para mim, para as minhas necessidades e expectativas, além de que não prejudicassem um problema que tenho no joelho – sentia fortes dores que me limitavam muito. Fui diagnosticar e descobri estar com condromalácia –

É preciso confiar em si mesmo e acreditar nas ótimas profissionais da Miranda Woman Place e no excelente trabalho que a Miranda tem feito.

comprometimento no joelho - e alguns exames clínicos alterados. Além disso, havia a parte emocional: eu estava me sentindo péssima, feia, não gostando do meu corpo, não me sentindo bem com nenhuma roupa que colocava.  Atualmente estou ótima! Super-alto astral, gostando muito de mim mesma e do corpo que estou adquirindo. Além de ter melhorado outros

fatores como pele, sono... Tenho muito mais disposição e sinto falta quando não treino, já que os treinos pela manhã me deixam muito mais ativa ao longo de todo o dia. Minha vida mudou por completo, ou melhor, minha maneira de encarar a vida, de saber que “se eu quero eu posso”. A qualidade de vida é algo que destaco. Hoje me alimento muito bem, descobri novos sabores, me locomovo com mais facilidade, as dores no joelho diminuíram muito e as minhas noites de sono são muito melhor. Isso tudo despertou uma consciência do bem que o exercício físico traz em todos os aspectos, refletindo nos meus filhos, que já estou incentivando desde cedo a praticarem atividades físicas. Tudo isso veio de mim! Como a Miranda me disse, 90% é cabeça! Foco e disciplina são palavras fundamentais. É preciso acreditar em si mesmo e confiar nos ótimos profissionais da MWP.” Da aluna Janaina Oliveira, após meses do início do Fitness Inteligente.

WorkOUT

Treinos externos realizados na Miranda Woman Place com o objetivo de aumentar a condição aeróbia e o gasto calórico, otimizar a liberação de endorfinas, acentuar resultados, sair da rotina, melhorar a saúde e a autoestima, trazer bem estar.

Pocket

Revista informativa do grupo Fitness Inteligente que conta com colaboradores responsáveis e serviços de ponta.

DEPOIS

ANTES

Fones (54) 3601 2724 / 9920 2427 / 9165 2427 Rua Capitão Araújo, 189 - Centro e Rua Capitão Eleutério, 680 - Centro - Passo Fundo RS DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 39


NUTRIÇÃO

Comece o ano de

forma saudável Conheça mais sobre a biomassa e fique em forma em 2014.

N

o início de cada ano, há sempre uma reprogramação mental, com o objetivo de atingir metas ou objetivos que ficaram pendentes do último ano. De acordo com a nutricionista Carolina Mattos, que é mestra em endocrinologia, metabologia e nutrição, não raramente há uma avalanche de pacientes buscando resultados rápidos no final do ano para passar bem o verão. “A proposta é entrar 2014 com um novo estilo de vida: mais saudável e mais adequado, com o corpo que se deseja ter”, ressalta a especialista.

Veja as dicas que a nutricionista tem para você:

© 123RF

• Inicie a 1ª semana do ano livrandose das toxinas acumuladas em 2013 com uma dieta desintoxicante, que

é uma dieta natural, sem corantes, conservantes, produtos químicos, rica em folhosos verdes escuros, frutas vermelhas, oleaginosas e sementes como linhaça, chia ou quinoa. O princípio é eliminar qualquer alimento industrializado evitando, nesse período, as proteínas de origem animal, o glúten e a lactose. Para pacientes que estão em fase de hipertrofia, as dicas não são aconselháveis, pois há a redução do consumo de proteínas, formadoras de massa magra. • Para melhorar sua imunidade e evitar as doenças comuns no verão, busque informar-se sobre os probióticos, orga-

40 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014

nismos vivos que, quando utilizados obedecendo à quantidade adequada, conferem benefício à saúde. Da mesma forma, os alimentos prebióticos, que são fibras capazes de auxiliar a manutenção das bactérias benéficas no intestino. Alguns exemplos de alimentos ricos nessas fibras são alcachofra, cevada, centeio, cebola, banana, alho, aspargo e batata yacon. • Lembre-se de manter-se sempre hidratado e de, sempre que consumir bebida alcoólica, intercalar com água sem gás, a fim de matar a sede com a água e apreciar a bebida que está consumindo.


Biomassa de banana verde

Conforme esclarece Carolina, a biomassa, exemplo de alimento funcional e prebiótico, é um preparado de banana verde, rico em fibra solúvel, potássio, magnésio, possuindo baixo índice glicêmico, ou seja: sua digestão e absorção são mais lentas, assim a quantidade de glicose liberada no sangue ocorre gradativamente, mantendo os níveis de glicose sanguínea controlados, reduzindo a necessidade de liberação de insulina. Isso auxilia a prevenção de diabetes, o acúmulo de gordura corporal, além de aumentar a saciedade. “Alguns estudos apontam que o consumo de biomassa de banana verde reduz o colesterol, o que a torna importante na prevenção do desenvolvimento de doenças cardiovasculares”, disse a nutricionista.

Receita de Biomassa • Lave as bananas verdes com casca, uma a uma, utilizando esponja com água e sabão; após enxague bem. • Em uma panela de pressão com água fervente, cozinhe as bananas verdes com casca, cobertas com água por 20 minutos. • Ao término do cozimento, abra a panela de pressão com cuidado, mantendo as bananas na água quente da panela. • Aos poucos tire a polpa da casca e leve a polpa imediatamente ao processador. É importante que a polpa esteja bem quente. Coloque a quantidade desejada da polpa cozida quente no processador e bata até obter uma pasta bem espessa.

Caso queira, guarde em um pote plástico ou em formas de gelo no congelador por até 4 meses.

Suco funcional com biomassa Excelente opção de café da manhã! Ingredientes 1 laranja descascada; 1 folha de couve lavada sem o talo; 100 ml de suco de uva; 1 colher de sopa de linhaça; 1 colher de sopa da biomassa de banana verde ou 1 quadradinho da forma de gelo. Modo de preparo: Bata os ingredientes no liquidificador.

Carolina Mattos é mestre em endocrinologia metabologia e nutrição

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 41


TURISMO

Economize, planeje e aproveite bem as suas férias Neste ano a grana ficou curta e não vai dar para viajar? Ora, não fique triste! Planeje-se e tenha a certeza de que, nas próximas férias, você poderá pegar a estrada rumo ao seu paraíso.

© 123RF

P

or meio de um plano e de ações, você poderá transformar o sonho das férias longe de casa em realidade. O início de tudo é economizar. Deixando de lado algumas despesas supérfluas, você pode poupar um bom dinheiro no final de cada mês. Veja bem: com R$ 100 ou R$ 200 guardados mensalmente, no final de um ano representam um bom dinheiro que você terá para contribuir com os gastos de seu passeio. Você também pode tentar dar uma esticadinha nesse dinheiro, fazendo aplicações financeiras de curto prazo como poupança, títulos públicos, fundos DI, fundos de renda fixa e CDBs. Pesquise um bom roteiro e faça tudo com antecedência. Quanto maior o tempo de planejamento até chegar a viagem, maiores as chances de encontrar preços melhores para as suas despesas. Seria ideal programar as férias para os meses de baixa temporada, como março, abril, setembro e outubro, quando os preços de boa parte dos serviços de turismo, que incluem hotéis e passagens, têm os valores reduzidos. Ao fazer o levantamento de custos,

42 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

pense em quanto você poderá gastar em hospedagem, passagens, meios de transporte no local, alimentação, passeios e, claro, com compras. Através da internet, é possível conferir os preços de itens como ingressos em pontos turísticos, passagens, restaurantes e bares. Se a viagem for mais longa, você também pode utilizar sites de busca de hotéis e de passagens aéreas, em várias categorias. É bom comparar no mínimo três fontes diferentes para encontrar o melhor valor. Também é comum ocorrerem promoções de passagens, especialmente se você tiver flexibilidade na data da viagem.

Investir em férias faz bem para você. Entre os benefícios estão:

- Redução do stress: fazer atividades prazerosas ou somente um final de semana de descanso reduz os hormônios do estresse e diminui a pressão arterial; - Mais saúde para seu coração: homens que não tiram férias ao menos uma vez ao ano tem mais 30% de

DEZ 2013 + JAN 2014

chances de ter um ataque do coração; - É bom para a família: sair da rotina do dia a dia ajuda a melhorar os laços entre a família; - Você melhora no trabalho: renovando as energias, você trabalhará melhor. Mas, coloque o sono em dia e deixe as tecnologias de lado;


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 43


- Mais felicidade: pesquisas apontam que mulheres que tiram férias com mais frequência apresentam níveis mais baixos de tensão e depressão, em comparação com aquelas que demoram mais para tirar uma folga. (Fonte Health Magazine). Escolhendo os destinos certos, a viagem pode se tornar ainda mais fácil. Através de uma agência de viagens, você pode, até mesmo, parcelar o seu passeio para ótimos lugares.

Azul poderá ter segundo voo diário entre Passo Fundo e Porto Alegre Em 09 de dezembro deste ano, a companhia aérea Azul iniciou a realização de voos diários (com exceção dos

domingos), entre Passo Fundo e Porto Alegre. A iniciativa foi comemorada por muitas pessoas, especialmente aquelas que realizam a rota com frequência. Com a grande procura pelas passagens, a Azul já solicitou uma segunda frequência diária de voos entre a cidade e a capital gaúcha e aguarda a autorização da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil). Esta nova frequência seria para um voo pela manhã. Porém, se você tem interesse de comprar as passagens, é bom se antecipar. O valor inicial da passagem é de R$ 49,90 que, com as taxas de embarque e da agência, chega próximo aos R$ 80,00. Como acontece com todas as companhias aéreas, quando mais perto

Veja alguns exemplos de quanto você irá gastar – por pessoa – para cada um destes lugares (com saída de Porto Alegre). Os preços são da Flytour Viagens, válidos para Natal, Reveillon e férias: - PORTO SEGURO – 08 dias 9 X R$ 103,91, com entrada de R$ 233,80. À vista: R$ 1.169,00. - FORTALEZA – 08 dias 9 X R$168,80, com entrada de R$ 379,80. À vista: R$ 1.899,00. - PORTO DE GALINHAS – 08 dias 9 X R$ 176,98, com entrada de R$ 398,20. À vista: R$ 1.991,00. - LISBOA – 06 dias 9 X R$ 58,79, com entrada de R$ 132,29. À vista: R$ 661,44. - PARIS – 07 dias 9 X R$ 132,85, com entrada de R$ 298,92. À vista: R$ 1.494,60. - ROMA, FLORENÇA E VENEZA DE TREM – 08 dias 9 X R$ 615,65, com entrada de R$ 1.385,21. À vista: R$ 6.926,04

44 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014

da data da realização da viagem, mais caro fica valor. Se você decidir comprar um dia antes, por exemplo, corre o risco de não conseguir adquirir a passagem ou pagar um valor até dez vezes mais caro que o preço inicial.

Horários de voos entre: Passo Fundo e Porto Alegre:

Segunda a sexta-feira – saída 16:10 e chegada 16:58 Sábados – saída 14:05 e chegada 14:57

Porto Alegre e Passo Fundo:

Segunda a sexta-feira – saída 14:56 e chegada 15:45 Sábados – saída 12:50 e chegada 13:40


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 45


EDUCA

Natal, crianças, afeto, presentes e contentamento! Que bom se pudermos conciliar todas essas palavras nesse momento tão especial do ano, que é também muito esperado pelas crianças.

E

ntretanto, papais e mamães, vovôs e vovós, ‘dindos’ e ‘dindas’ amorosos estão incumbidos, nesses dias que antecedem a data, de uma tarefa importantíssima: AGRADAR aos pequenos, entregar a cada um deles, no Natal, o presente – seja pelas próprias mãos do velho Noel, seja magicamente deixando sob a árvore enfeitada – que cause CONTENTAMENTO. É verdade que a cada ano que se passa mais opções de presentes para as crianças surgem no mercado e são divulgadas amplamente em campanhas de marketing das empresas fabricantes e dos estabelecimentos comerciais. Com isso, de forma sedutora e inteligente, fazem-nos “escolher” o presente. Mas, pergunto: como é feita essa escolha? A geração de adultos que “encomenda” o presente, que intermedia a conversa com o Papai (e agora até a mamãe) Noel, teve experiências muito diferentes na infância, pois o contexto era outro, com menos acesso a informação, veiculação mais restrita das novidades e poder de compra igualmente menor do que encontramos na atualidade. Nossas faltas e desejos não atendidos daquele tempo podem, em maior ou menor dimensão, influenciar as escolhas que nós adultos fazemos agora.  E, então, corremos o risco de

46 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

cometermos excessos, na tentativa de não frustrarmos as crianças, na busca de realizar os seus desejos plenamente. Outro fator relevante é que as crianças, que são os principais protagonistas dessa história, precisam ser ouvidas, percebidas, sentidas. Os adultos que estão no seu entorno precisam conviver e conhecer a criança, dedicar um tempo para observar como essa criança brinca (e não só do que e com o que ela brinca). E por que não brincar com ela para obter essas respostas? Nesse tempo corrido em que todos vivemos, na tentativa de conciliar compromissos profissionais e a rotina atribulada, nem sempre temos (ou criamos) a oportunidade de conversar e brincar com a criança para entrar no seu universo, porque ‘brincar é coisa séria’. Brincar é indispensável à saúde física, emocional e intelectual da criança. É um momento de autoconhecimento, de expressão e de realização. Por meio das brincadeiras e dos brinquedos, as crianças desenvolvem suas potencialidades, sua afetividade e harmonizam-se, pois, brincando, a criança experimenta, descobre, inventa, aprende, desenvolve habilidades, estimula a curiosidade, a autoconfiança e a autonomia. Brincar proporciona o desenvolvimento da linguagem, do pensamento, da concentração e da atenção.

DEZ 2013 + JAN 2014


© 123RF

Brincar é indispensável à saúde física, emocional e intelectual da criança. É um momento de autoconhecimento, de expressão e de realização.

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 47


© 123RF

Com isso, quero reforçar que “brincar” é infinitamente mais importante que o brinquedo em si. Se partirmos desse princípio, as “escolhas” dos presentes para as crianças devem propiciar a sua interação, seja dela com o brinquedo, da criança com seus pares ou com os adultos. Quando o brinquedo não permite a intervenção direta da criança, no manuseio, na exploração, na transformação, temos um indicativo de que não é a melhor opção, pois brinquedo é para brincar e não para apreciar ou apenas observar como funciona.  O contentamento da criança, ao ganhar o presente, não está ligado diretamente ao brinquedo ou ao jogo. Está, sim, alicerçado no ato de brincar e de jogar, com quem brinca e como brinca. Saliento ainda que, para a criança, é essencial o “como se entrega” esse presente e, principalmente, se ele é acompanhado de afeto. Aí reside o contentamento, pois o presente

48 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

significa que alguém está presente, que se importa, está perto, próximo, que participa da vida da criança, que a percebe, a conhece, a valoriza e a ama. Não nos precisamos preocupar, então, com a sofisticação, com a tecnologia ou o com valor cadastrado no código de barras do presente. Nossa principal ocupação enquanto adultos que desejam presentear, materializar o afeto pelas crianças e possibilitar momentos de contentamento é estar atento aos sinais que ela emite. E, para isso, é imprescindível chegar pertinho, bem pertinho, na conversa no fim de noite ou no café da manhã, no trajeto até a escola, enquanto tomam banho ou escovam os dentes, em situações inusitadas, num genuíno processo de pesquisa e investigação. Depois de “coletar” as informações, é preciso escolher com gosto e tempo, imaginando a reação da criança ao receber e como vai brincar e, o mais importante, com

DEZ 2013 + JAN 2014

quem vai brincar... nesse caso, se o adulto que presenteia conseguir colocar-se em cena e fazer parte da brincadeira, melhor ainda! O verdadeiro sentido e o significado da data residem na capacidade de reunir esses elementos: Natal, crianças, afeto, presentes e contentamento. E isso pode ser feito comsimplicidade, como, por natureza, são as crianças: simples! Natal de LUZ a todos!

Ângela Mara Berlando Soares Mestra em Educação, Psicopedagoga Clínica e Institucional, Especialista em Educação Especial


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 49


POLÍTICA

No mínimo,

curiosos

Alguns projetos encaminhados na Câmara de Vereadores despertam dúvidas sobre a sua real utilidade. Os vereadores são escolhidos para representar a população perante o Legislativo. Lá são estabelecidas as normas sobre as quais a administração deve-se pautar. Mas, em alguns casos, essas leis fazem-nos refletir sobre a sua eficácia na comunidade.

A

função do Legislativo resume-se à atividade de elaborar leis, sempre com a participação do prefeito no respectivo processo. Além disso, cabe à Câmara de Vereadores fiscalizar os atos do Poder Executivo, tomar deliberações e julgar infrações político-administrativas. Todas as semanas, uma série de projetos são colocados em pauta no Legislativo. Alguns assuntos são de extrema importância, outros nos fazem refletir... Elencamos alguns projetos, no mínimo, curiosos, que foram votados na Câmara desde 2010. Acompanhe!

50 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

“Fica instituído o dia 1º de março como Dia do Combatente da Guerra do Paraguai no município de Passo Fundo, conforme especifica.” Autoria – Aristeu Dalla Lana “Coíbe o gotejamento irregular proveniente de aparelhos de arcondicionado.” Autoria – Roque Vicente Pereira Letti   “Dispõe sobre a proibição da comercialização de pulseiras coloridas de silicone, devido à conotação sexual a que lhes foram atribuídas, ‘pulseiras do sexo’, no âmbito do município de Passo Fundo.” Autoria – Luiz Miguel Scheis   “Dispõe sobre o uso de válvulas de descarga e de vasos de caixa acoplada, conforme especifica.” Autoria – Diogenes Luiz Basegio   “Determina a leitura de versículo bíblico e dá outras providências.” Autoria – Sidnei dos Santos Ávila   “Dispõe sobre a proibição da utilização de telefone celular ou equipamento similar no interior de Agências Bancárias, no âmbito do município de Passo Fundo”. Autoria – Luiz Miguel Scheis   “Autoriza o Poder Executivo Municipal, implantar a identificação dos alunos da rede municipal de ensino, através de crachá, conforme especifica.” Autoria – Aristeu Dalla Lana

DEZ 2013 + JAN 2014


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 51


BEM ESTAR

Vai começar uma atividade física? Legal! Mas, antes, confira como está sua saúde!

© 123RF

O

calor chegou e, com ele, aquela vontade de perder uns quilinhos e a inspiração para fazer algum exercício para cuidar do corpo e da alma. Porém, não é uma boa ideia partir do sedentarismo ao desportismo de uma hora para a outra. Conferir como está a sua saúde e buscar o melhor exercício para você é essencial para garantir os bons resultados. “Uma revisão médica antes de iniciar a prática de exercícios físicos é aconselhada para detectar possíveis limitações ou contraindicações a alguns exercícios ou modalidades esportivas. Também ajuda a selecionar o exercício físico ou a modalidade esportiva mais indicada às necessidades, tendo em vista a saúde do praticante e suas preferências”, esclarece o personal trainer e professor de basquete, Anderson Martins Fell. Ou seja, o novo praticante deve procurar um médico de sua confiança para os exames e um educador físico especialista na modalidade esportiva por ele escolhida. Segundo Anderson, o médico costuma fazer algumas perguntas e uma revisão física completa, dando atenção especial à pressão arterial e à frequência cardíaca. Também solicita a realização de alguns

52 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

exames complementares simples, como eletrocardiograma, hemograma e raio X. “O objetivo dos exames é detectar a eventual presença de fatores que limitem a capacidade física do indivíduo ou até mesmo contraindicar a prática de alguma modalidade esportiva”, ressalta.

Já o educador físico fará avaliação:

- Antropométrica: para determinar circunferências ou perímetros, massa corporal, quantidade de gordura e de massa magra. - Neuromuscular: para analisar resistência muscular localizada, força e flexibilidade. Com essas informações, o educador físico pode montar um programa de treinamentos adequado para cada indivíduo, independentemente de suas necessidades e limitações.

Quando um sedentário começa a praticar exercícios físicos sem orientação corre o risco de ter problemas, sobretudo:

- No sistema cardiovascular: acidente vascular-cerebral, infarto agudo do miocárdio, arritmias; - No sistema osteoarticular ligamentoso: entorses, distensões, fraturas, ruptura de ligamentos, entre outros.

DEZ 2013 + JAN 2014


Faça a revisão de sua saúde e lembrese de que atividade física praticada regularmente melhora a saúde nos seguintes aspectos, segundo a Organização Mundial da Saúde: • Reduz o risco de morte prematura; • Reduz o risco de morte por doença cardíaca; • Reduz o risco do desenvolvimento de diabetes; • Reduz o risco do desenvolvimento de hipertensão arterial; • Auxilia na redução do nível de hipertensão nas pessoas que já a possuem; • Reduz o risco do desenvolvimento do cancro de cólon; • Reduz sentimentos de depressão e ansiedade; • Auxilia no controle de peso; • Ajuda a construir e a manter saudáveis ossos, músculos e articulações; • Ajuda os idosos a se tornarem mais fortes e mais aptos a se locomoverem sem cair; • Promove bem-estar psicológico. •Auxilia na redução do nível de hipertensão nas pessoas que já a possuem. •Reduz o risco do desenvolvimento do cancro de cólon. •Reduz sentimentos de depressão e ansiedade. •Auxilia o controle de peso. •Ajuda a construir e manter saudáveis ossos, músculos e articulações. •Ajuda os idosos a se tornarem mais fortes e mais aptos a se locomover sem cair. •Promove bem-estar psicológico.

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 53


54 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 55


PERSONALIDADE

Pelos personagens, eu faço coisas que não faria na minha vida. O ator carazinhense Carmo Dalla Vechia, em entrevista exclusiva à Versa, conta sua trajetória, desde a infância no Rio Grande do Sul, até o momento atual, em que divide o prazer de atuar com o prazer pela fotografia e com o budismo.

56 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

B

asta que um holofote se acenda para o ator Carmo Dalla Vecchia deixar de lado a timidez e mostrar toda a intimidade que tem com a arte de interpretar. O ator, nascido na cidade de Carazinho em 21 de agosto de 1970, dá vida atualmente ao vilão Manfred, da novela Joia Rara, exibida pela TV Globo. Aos 43 anos e mesmo tendo mais de duas décadas de carreira como ator, Carmo ainda se considera uma pessoa tímida. Aos 19 anos, quando resolveu sair da casa dos pais, já na cidade de Santa Maria, para participar de um concurso de modelos, Carmo sentiu-se como um bicho do mato, que nada entendia de cidade grande. Ele se assustou e voltou para casa. Foi aí que decidiu fazer o curso de educação física, graduação que Carmo não concluiu. “Eu me lembro de olhar pela janela do apartamento em que morávamos em Santa Maria e ficar aflito de ver que a cidade terminava dali a 800 metros. Eu queria sair de lá de qualquer jeito”, revela. Foram as aulas de teatro no Rio de Janeiro, dois anos mais tarde, que o ajudaram a enfrentar o momento mais difícil de sua vida: a saída definitiva

DEZ 2013 + JAN 2014

da casa dos pais. Filho de um bancário e de uma dona de casa, Carmo tem duas irmãs. É descendente de alemães e italianos, soma 14 peças de teatro, 2 filmes e 22 novelas, minisséries e episódios de programas de televisão. O pouco tempo livre que tem atualmente, ele gasta fotografando. Em 2013 fez sua primeira exposição chamada «Tíbias, cérebros, crânios, rádios e úmeros,” na cidade do Rio de Janeiro. Os papéis interpretados na televisão são variados, mas, seja qual for, Carmo pesquisa muito. Se preciso for, até feio ele fica. Carmo tem uma vida intensa e pública, mas conta que é muito caseiro. Sabe lavar, passar e cozinhar. Houve um momento em sua vida em que limpava o próprio apartamento e andava de ônibus.  

Curiosidade

Para fazer a minissérie A Cura, pela TV Globo, em 2010, Carmo, emagreceu 16 quilos e deixou crescer barba, cabelo e até as unhas. “Pelos personagens, eu faço coisas que não faria na minha vida. Nesse caso, eu malhava em jejum e perdi todo esse peso em dois meses. Nada saudável.”


© FILIPE MARQUES

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 57


© DIVULGA’ÇÃO

Quais as suas lembranças da cidade de Carazinho?

Lembro do convívio com meus avôs, da minha infância sempre cercada de muitos primos, muita alegria, muita árvore pra subir, muita comida caseira. São todas lembranças sempre boas. Nasci em Carazinho, mas em pouco tempo fomos morar em Alegrete. Como meu pai era bancário, passamos por algumas cidades, por causa das transferências dele. Em Santa Maria, por exemplo, cheguei com sete anos de idade.

Quais são suas principais lembranças da cultura do Rio Grande do Sul?

O chimarrão eu tomo até hoje, diariamente. Também acho que eu tenho um jeito desabrido (um pouco áspero) que o gaúcho tem de falar. 58 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

Lembro do convívio com meus avôs, da minha infância sempre cercada de muitos primos, muita alegria, muita árvore pra subir, muita comida caseira.

DEZ 2013 + JAN 2014

Antes de você viver grandes personagens na televisão, o dinheiro era menor.  Quais foram as dificuldades e as privações que você enfrentou?

A de todos que iniciam uma carreira e dependem do seu próprio trabalho. Menos conforto, insegurança, não podia viajar tanto. Mas isso tudo sempre me pareceu um trampolim, nunca uma pedra no caminho.

Como explicar o sentido do teu trabalho, o sentido da arte de interpretar?

Difícil explicar. Pro índio não existe o sentido de arte, ele manifesta isso como a própria vida dele existe. Cozinhar pode ser arte, dirigir pode ser arte, um esporte pode ser arte. Um ator tem que ter prazer com essa massa singular


© DIVULGA’ÇÃO

que é o seu trabalho e o sentido está no gostar de manifestá-la.

Assim como muitos, você sente uma grande necessidade de que os outros gostem de você. Certo?

Fácil de entender. Todo mundo gosta de ser amado. Acho que nós, artistas, também temos, no nosso trabalho, o desejo de que gostem do que fazemos, ou, no mínimo, de fazer as pessoas pensarem sobre suas próprias vidas. Necessito de que gostem de mim, porque existo e não moro sozinho no planeta terra e porque, para eu ser feliz, preciso que você seja feliz.

Fale-nos um pouco sobre o teu hobby, fotografar...

Surgiu há muito tempo, em Santa Maria, quando trabalhava de assistente de um fotógrafo e materializou-se quando fiz a novela “A favorita”, quando realmente aprendi a fotografar. Fiz uma exposição esse ano. A fotografia, na minha vida, deixou-me um ator melhor. Nela, o esforço para ser amado é menor.

De que forma, o budismo ajudou? Ou ainda ajuda?

O budismo deu um sentido para tudo o que faço hoje. Se me tornei ator, se obtive alguns êxitos de ordem mundana ou não, foi graças à mudança total de como vejo o mundo à minha volta. Entender que até nossos problemas servem também para nos fazer feliz e ter a chance de praticar essa religião com uma filosofia humanista fez uma mudança total na forma com que me relaciono com o mundo. Não sou vítima de nada; os milagres sou eu quem faço e, se não me sinto bem, ou tenho algo que me incomoda para resolver, a responsabilidade é toda minha. DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 59


© FILIPE MARQUES

O budismo deu um sentido para tudo o que faço hoje. Se me tornei ator, se obtive alguns êxitos de ordem mundana ou não, foi graças à mudança total de como vejo o mundo à minha volta.

60 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 61


© 123RF

SEGURANÇA

Basta! Erradicar a violência contra as mulheres ainda é um desafio em Passo Fundo.

As ocorrências multiplicam-se nas delegacias. São mulheres, vítimas de quem um dia foi considerado amor para a vida toda. Mesmo com o subsídio de leis, ainda são recorrentes casos de maus tratos a mulheres em Passo Fundo.

62 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

Redação Versa

redacao@revistaversa.com.br

“O

anjo se transformou em monstro.” É dessa forma que a dona de casa A.C. resume a pessoa com quem conviveu por 20 anos. As agressões começaram durante brigas esporádicas, mas logo se transformaram em rotina. No almoço, antes de dormir, na frente dos filhos... Lembranças de momentos de terror que ainda angustiam A.C. quando fala a respeito. A decisão de procurar ajuda foi um desafio para a mulher. O medo de represálias falava mais alto. E é para mudar esse contexto de medos que programas de combate à

DEZ 2013 + JAN 2014

violência contra a mulher multiplicam-se Brasil afora. Em Passo Fundo, uma patrulha deve trabalhar de modo integrado com todos os órgãos responsáveis pela proteção contra a violência. O objetivo é auxiliar as mulheres que foram vítimas de violência doméstica e que possuem medidas de proteção. Passo Fundo é o segundo município do estado a receber esse tipo de policiamento. Pelo menos 15 policiais devem atuar na patrulha. A ideia central é realizar visitas às residências das vítimas de agressões domésticas e acompanhar as mulheres em atendimento pós-delito, encaminhando a vítima, em caso de necessidade, aos locais designados para atendimento de mulheres em situação de violência. 


*Promoção válida de 03/12 à 25/12 ou enquanto durar o estoque. *Tudo em 10x sem juros no cartão. *Somente duas unidades de cada produto.

Seu desejo de Natal Anel Zircônia Solitário Ouro 18K

Aliança Ouro 18k - o par

A partir de

R$ 329,00 10x R$ 32,90

A partir de

R$ 440,00 10x R$44,00

Pingente Ouro 18K

Brinco Ouro 18K Zircônia

A partir de

R$ 69,90 - unidade 10x R$6,90

A partir de

R$ 296,00 10x R$29,60

Pulseira Ouro 18K Branco e Amarelo

Cuia e Bomba Ouro 10k e Prata 600 - Conjunto

A partir de

R$428,00 10x R$42,80

A partir de

R$ 440,00 10x R$44,00

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 63


Nosso compromisso, em razão daquilo que queremos falar e ouvir da sociedade, passa por focalizar assuntos como a violência doméstica.

© 123RF

Guilherme Cruz, jornalista.

64 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014

Histórias como a de “Sílvia” - documentário sobre a Lei Maria da Penha produzido em Passo Fundo vence concurso nacional em 2013. Sílvia era uma das integrantes do grupo Mulheres da Paz, programa de prevenção à violência. Líder do movimento, Sílvia foi assassinada pelo genro após tentar defender a filha durante uma briga. Os fatos parecem apenas mudar de endereço Brasil afora, e as estatísticas comprovam. Passo Fundo, por exemplo, é o segundo município em maior registro de ocorrências de violência contra a mulher no Rio Grande do Sul.    E foi esse índice que impulsionou Amanda SchArr, Fabiana Beltrami, Gerson Lopes e Guilherme Cruz a produzirem um curta-metragem voltado para o tema. “Nosso compromisso, em razão daquilo que queremos falar e ouvir da sociedade, passa por focalizar assuntos como a violência doméstica,” conta Guilherme.  O quarteto literalmente mergulhou na história de Sílvia. Os depoimentos foram colhidos com os familiares dela durante sete dias, período também destinado para a edição do material. A dedicação possibilitou uma leitura mais minuciosa sobre o fato, o que culminou na construção de um roteiro voltado totalmente para a conscientização sobre o tema.  O grupo busca maneiras de viabilizar algumas ideias. Como são produtores independentes, precisam de recursos para concretizá-las. E foi a partir de uma pesquisa que eles chegaram ao Concurso de Curta Documentário sobre a Lei Maria da Penha. “É uma realidade de fomentação na qual produções que não têm apelo mercadológico ganham viabilização. É uma maneira de descentralizar os debates paras outros eixos e para outras regiões do país.”  O curta sobre Sílvia ganhou o primeiro lugar no concurso. O direito de transmissão foi adquirido pela TV Câmara, que o inseriu em sua programação e ainda  retransmitiu para canais parceiros. Também está disponível em “hotsites”, nas redes de difusão audiovisual e online do Banco Mundial e seus parceiros,


*Somente duas unidades de cada produto.

*Tudo em 10x sem juros no cartão.

*Promoção válida de 03/12 à 25/12 ou enquanto durar o estoque.

Seu desejo de Natal Relógio Technos

Relógio Euro

A partir de

R$ 471,00 10x R$ 47,10

A partir de

R$ 355,00 10x R$35,50 Relógio Orient

Relógio Lince Relógio Orient

A partir de

R$ 276,00 10x R$27,60

A partir de

R$ 399,90 10x R$39,99

3 Relógio Condor

Relógio Mondaine

A partir de

R$ 197,80 10x R$19,78

A partir de

R$ 142,60 10x R$14,26

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 65


© 123RF

sendo traduzido para o espanhol, para o inglês e para o francês.  Durante a concepção do audiovisual, os jornalistas contam que se depararam com vivências trágicas, impressionantes e com a exposição da violência “da pior forma possível”. Por outro lado, encontraram elementos positivos na transformação dessas mulheres. “Hoje, aquelas mulheres do Jaboticabal são o epicentro da sua família e estão estimulando as filhas, as vizinhas e as mães a discutirem o tema que antes era considerado um tabu,” relata Guilherme, referindo-se ao bairro em que Sílvia morava e onde o documentário foi feito.  Erradicar a violência contra a mulher seria uma utopia? Quando perguntado sobre o tema, o grupo é 66 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014

Hoje, aquelas mulheres do Jaboticabal são o epicentro da sua família e estão estimulando as filhas, vizinhas e mães a discutirem o tema que antes era considerado um tabu. Guilherme Cruz, jornalista.

enfático. “É na luta das mulheres e de homens que acreditam na erradicação que conquistamos uma das leis mais importantes para a afirmação feminina, que é a Lei Maria da Penha.” Eles ainda salientam alguns pontos que precisam ser discutidos, como a redução de índices de mortalidade feminina, a educação e as oportunidades econômicas.  “Participamos contentes desse primeiro concurso de documentários, mas esperamos que ele não seja uma plataforma política. Esperamos que ele cresça e faça parte da agenda cultural, levando a um debate pertinente para todos.” Se depender da qualidade do primeiro vencedor, o concurso tem tudo para chegar na sua 15ª edição com o melhor resultado possível. 


*Somente duas unidades de cada produto.

*Tudo em 10x sem juros no cartão.

*Promoção válida de 03/12 à 25/12 ou enquanto durar o estoque.

Seu desejo de Natal Óculos Vogue

Óculos Solar Detroit

A partir de

R$ 332,00 10x R$ 33,20

A partir de

R$ 199,92 10x R$19,99

Óculos Solar Yvis La Torre Óculos Carrera

A partir de

R$ 296,00 10x R$29,60

A partir de

R$ 516,00 10x R$51,60

Óculos Solar com Proteção UVA e UVB

Óculos Solar Ray Ban Aviador

A partir de

R$ 476,00 10x R$47,60

A partir de

R$ 89,90 10x R$8,99

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 67


ARTIGO MODA

TRYA

SALINAS

68 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014


Juliana Scchneider

juscchneider@gmail.com

A

s marcas de beachwear brasileiras são as mais desejadas do mundo, literalmente. Com materiais cada vez mais tecnológicos, inusitados e muita criatividade, os estilistas apostam em peças diferenciadas e cheias de estilo para o verão que bate à porta. Sim, nós, mulheres brasileiras, gostamos de biquínis pequenos e tradicionais para ficar com uma marca mínima do sol, não é verdade? Mas, a tendência do beachwear no Brasil vai para o lado oposto dessa cultura. As passarelas da principal moda-praia do mundo mostraram que os biquínis e maiôs não se resumem ao famoso “cortininha” e com peças de modelagens e efeitos incríveis, nos propõem um universo de possibilidades que vai muito além. As principais tendências de moda-praia que desfilaram nas

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 69


BLUE MAN passarelas da São Paulo Fashion Week e da Fashion Rio na edição de verão 2014 mostraram que moda e o beachwear andam de mãos dadas. Estampas geométricas e de azulejos portugueses, o preto e o branco e as transparências em recortes são algumas das apostas que vimos tanto nas roupas quanto na moda-praia. Além disso, as marcas renomadas do país carregam um DNA muito forte em suas coleções. A Blueman, por exemplo, é a cara do Rio, com muita cor, estampas e descontração. Já a Adriana Degreas imprime bem a sofisticação e a sobriedade, com uma cara mais paulista em suas criações. Além de biquínis e maiôs, as marcas apresentaram, também, em suas coleções, peças para serem usadas no dia a dia, ou até mesmo à noite, como vestidos, saias, blusas e shorts, além das já conhecidas saídas de banho. Aliás, mesmo as tradicionais roupas de banho, em alguns casos, ganharam uma roupagem tão sofisticada que podem tranquilamente serem usadas como roupa. Alguns tops e maiôs ficam ótimos em produções como sobreposições ou collants, respectivamente. Tá, mas o que fazer se, na hora do nosso banho de sol, queremos sempre as peças menores? Como vou aderir à tendência das modelagens modernas e diferenciadas? Não pensem que os estilistas não levam esse tipo de pergunta em consideração. Segundo eles, essas peças mais “conceituais” que desfilam nas passarelas, são perfeitas para um passeio de lancha ou um final de tarde em badalações na beira do mar. E, as peças para o banho de sol, fiquem tranquilas meninas: elas não vão deixar de existir.

Juliana Scchneider trabalha com moda. Atua como consultora de imagem pessoal e produtora de moda em Passo Fundo e região. Quer saber um pouquinho mais sobre seu trabalho? curte lá: facebook.com/juscchneider Ou, ainda, pelo e-mail juscchneider@gmail.com.

70 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014


LENNY NIEMEYER

ADRIANA DEGREAS

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 71


© GUI BENCK

MODA PRAIA

DICAS PARA TER UM LOOK ESTILOSO NA PRAIA.

PRODUÇÃO: SENSUAL MODA ÍNTIMA MODELOS: MANUELA SCHLEDER e CERENELLA DREHMER FOTOGRAFIA: GUI BENCK

Maiô fora da praia: estilista dá dicas de como usar Fato é: todas as marcas de moda praia estão investindo em peças para serem vestidas fora das areias. Basta reparar nos desfiles das grifes do segmento: os maiôs surgem elaborados, prontos para serem usados no nosso dia a dia. As fashionistas já investem nesta mania há tempos, mas ainda existe a resistência das mulheres em geral por receio de como combinar. Mas ta na hora de acabar com este “medo”. 72 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014


© GUI BENCK

Estampa de onça, o animal print que nunca sai de moda! A estampa onça é super feminina e já é um clássico do guarda roupa da mulher que ama moda. Saber usá-la é necessário uma dose de bom senso para que as combinações fiquem harmoniosas. A estampa de onça é considerada hoje um ‘pretinho básico’ em termos de print. O clássico padrão do leopardo ou onça é atemporal e por isso sempre presente e solicitado nas coleções. DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 73


© GUI BENCK

74 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014


Guia do biquíni: o modelo certo para o seu tipo de corpo!

Eu tenho... Barriguinha e pneuzinho Aposte em: - Calcinhas de laterais mais largas, que não marcam a parte do corpo que você quer justamente disfarçar! - Partes de baixo mais altas, que fiquem um pouco abaixo do umbigo. Ter o cós em faixa ou dobrado também ajuda a disfarçar! - Cores escuras, listras verticais e estampas miúdas.  Evite: - Peças de número menor que o seu. Se não for do seu tamanho, o biquíni vai te apertar e pode criar volume até onde não existe! Fuja também de tirinhas muito finas, que apertam demais o corpo. Eu tenho... Seios grandes Aposte em: - O importante aqui é dar sustentação aos seios: por isso, modelos meia-taça ou com bojo (sem enchimento!) são ideais. - Prefira tops com alças largas, que também ajudam a sustentar os seios. - Combine uma parte de cima mais discreta (de cor escura, por exemplo), com uma de baixo mais chamativa: isso desvia a atenção do volume dos seios! Evite: - Os modelos tomara que caia e cortininha. Como têm pouca sustentação, eles deixam os seios “escapando” e podem até te fazer pagar mico depois de um mergulho!

Eu tenho... Pouco peito Aposte em: - Tops com bojos, drapeados e torcidos e detalhes como laços, bordados e babados aumentam o volume da região. - Aproveite para ousar nas cores e estampas na parte de cima: cores vivas e claras e desenhos grandes e coloridos criam a sensação de volume nos seios. - Deixe o biquíni cortininha bem franzido para dar a impressão de mais volume. O tomara que caia torcido também ajuda nesse efeito! Evite: - Tops com alças largas e tomara que caias retos dão a impressão de seios ainda menores! Fuja! Eu tenho... Quadril largo Aposte em: - O truque é procurar modelos com calcinhas mais largas ou com regulagem nas laterais, que não marcam. - Aposte em cores escuras na calcinha e tops estampados, ou com detalhes como babados, que desviam a atenção para a parte de cima do corpo. - Se quiser usar um modelo de amarrar do lado, dê um nó e deixe as pontas caídas: evite o lacinho, que aumenta o quadril. Evite: - Calcinhas muito pequenas: pela proporção visual, elas vão dar a impressão de que seu quadril é ainda maior! Eu tenho... Pouco bumbum Aposte em: - Invista em calcinhas com babados, estampas grandes e coloridas (listras horizontais são ótimas!) e detalhes como laços, zíperes e bordados. - Se estiver em forma, pode apostar nos lacinhos finos nas laterais, que dão mais volume à região. - Calcinhas mais cavadas também dão a impressão de que o bumbum é maior! Evite: - Cores escuras e estampas miúdas na calcinha: assim como nas roupas, esses itens são bons para afinar e emagrecer – o que não é o objetivo no caso! DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 75


© GUI BENCK

Moda Chapéu Praia A moda praia sempre fica em evidência no verão por tratar-se altas temperaturas em razão do clima tropical típico do Brasil. No entanto, essa moda não consiste apenas no vestuário, ou seja, biquínis, maiôs e cangas, como também nos acessórios. O chapéu, por exemplo, é um adicional muito recomendado para ser utilizado em praias, pois tem como finalidade proteger do sol. Além disso, ele dá um toque a mais no visual, deixando mais sofisticado. Mas para quem não sabe como aderir a essa peça, segue algumas dicas para arrasar no verão. DICAS: Existem vários modelos de chapéus que podem ser usado na praia, desde o modelo mais tradicional, como os de palha, como também o modelo panamá e etc. Bonés também podem ser opções, caso sua intenção seja criar um look mais descontraído e despojado. Escolha um modelo levando em conta seu gosto e também o seu formato de rosto, pois assim você saberá qual combina melhor com suas feições. Para saber qual escolher, segue as dicas: Rosto oval: prefira os modelos em que a aba e a copa (parte de cima do chapéu) sejam proporcionais. Rosto redondo: O ideal é que a copa seja mediana ou alta e a aba deve ser proporcional a altura da copa para dar a impressão de um rosto mais alongado e fino. Rosto quadrado: Para equilibrar os traços marcantes desse tipo de rosto, escolha um chapéu com uma aba mais larga e a copa média. Rosto retangular: Esse tipo de rosto combina com modelos que tenham copa e aba baixa. Rosto triangular: Combina melhor com modelos que tenham a copa e a aba em tamanhos menores e em formato arredondado.

76 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 77


ESPORTE

© 123RF

O retorno do futsal passo-fundense Equipe formada somente com atletas da cidade entra em ação já em 2014, buscando espaço na série Prata do futsal gaúcho.

P

asso Fundo sempre foi e é um seleiro de bons atletas. Inúmeros jogadores já competiram em grandes equipes nacionais e internacionais e estão voltando para participar de um novo projeto, em que o maior interesse é levar os amantes do futsal aos ginásios todos os sábados: surge a equipe “APF FUTSAL” (Associação Passofundense de Futsal).  A ideia de retomar o futsal profissional na cidade surgiu em uma conversa entre os amigos e atletas Maurício Schleder, Attílio Gonçalves, Jefferson Machado e Diego Bernardi.“Passo Fundo sempre teve time de futsal profissional, mas, desde 2005, as atividades estavam paradas. Agora, em 2014, o esporte estará retornando com tudo!”, disse Schleder. Conforme Maurício, o objetivo é voltar com o time profissional e que os jogadores da cidade não precisem jogar em outros lugares. Ao mesmo tempo, quer que os amantes do esporte não

78 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014

tenham que se deslocar para outras cidades vizinhas para assistir aos jogos. “O futsal  leva muitos torcedores apaixonados aos ginásios nos dias de jogos. Na época em que a equipe jogava no Capingui, sempre lotava, pois o povo de Passo Fundo é muito apaixonado pelo esporte. Como o futsal está há tempos fora do estadual, esse retorno será mais uma opção de lazer para os sábados à noite”, ressaltou. O presidente do time é o empresário Luis Flavio Braga Gonçalves. O treinador da equipe será Tiago Bortolon, que é ex-jogador da antiga equipe da UPF, com experiência de dez anos atuando na Europa. O preparador físico será Diego Bernardi, também ex-jogador e, hoje, profissional na área de Educação Física. Os jogos acontecerão no Sest/ Senat. “A equipe que estamos formando, só com atletas de Passo Fundo, tem um potencial enorme. Temos a certeza de que a equipe buscará o título da série Bronze para que, já em 2015, participe da série Prata do futsal gaúcho”, declarou Schleder.


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 79


CULTURA

Cidadão

global Maior organização de jovens universitários do mundo promove interação de diferentes culturas.

© 123RF

Quem nunca quis colocar uma mochila nas costas e desbravar as maravilhas do mundo? Ânsia de juventude à parte, a AIESEC possibilita aos jovens uma troca de conhecimento entre culturas e, de quebra, incentiva a liderança entre os futuros profissionais.

A

busca por novas experiências fora do país tem aumentado a cada ano. Um dos motivos é o incentivo que as universidades têm dado aos jovens estudantes. Outro aspecto é a variedade de intercâmbios oferecidos por agências e por organizações. Sem dúvidas, um currículo que vem junto com um carimbo de passaporte pesa bastante na seleção de trabalho. E é pensando nesse novo contexto de cidadão global que a AIESEC possibilita aos jovens intercâmbios com diferentes culturas. A organização surgiu após a Segunda Guerra Mundial, em 1948, fundada por estudantes de sete países europeus que tinham como objetivo promover o intercâmbio de técnicas administrativas e de recursos huma-

80 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

A organização surgiu após a Segunda Guerra Mundial, em 1948, fundada por estudantes de sete países europeus que tinham como objetivo promover o intercâmbio de técnicas administrativas e de recursos humanos.

DEZ 2013 + JAN 2014

nos. Desde então, a AIESEC cresceu em tamanho e em campos de atuação. A instalação no Brasil ocorreu em 1970 e, hoje, abrange mais de 113 países e territórios.

Trabalho no exterior

A oportunidade de trabalhar no exterior é o elemento essencial da plataforma e é a experiência mais intensa oferecida pela AIESEC, que possibilita que cerca de 20 mil membros trabalhem fora de seu país a cada ano nas áreas administrativas, técnicas, educacionais e de desenvolvimento.

Experiência de liderança

Por meio da gestão de mais de 780 escritórios no nível local, nacional e internacional, a organização oferece cerca de 24 mil oportunidades da liderança aos membros, a cada ano. Isso provê, aos nossos membros, uma experiência valiosa e prática em gestão e em liderança.


m

mil

in te po rcâ r a mb no io s

universidades parceiras

86

20

2400

il

aiesec em números

membros voluntários

780

comitês locais

24 mil

experiências de liderança

8 mil organizações parceiras

Conferências

As conferências oferecem a oportunidade de praticar a liderança, de adquirir conhecimentos importantes para vida profissional e de desenvolver uma rede internacional de contatos. São organizadas pelo menos 500 conferências ao ano para capacitar e para desenvolver os membros e a organização.

Redes de aprendizado

Pela interação virtual e real, as redes da aprendizagem permitem que diferentes pessoas encontrem-se para desenvolver suas habilidades e o conhecimento em assuntos de interesse comum. A maioria dos parceiros envolve-se com a AIESEC através de uma dessas plataformas para desenvolver seu perfil, atrair talentos para sua organização ou apoiar nossos esforços, possibilitando aos jovens descobrirem e desenvolverem seu potencial.

A AIESEC • Reconhecida pela UNESCO como a maior organização de jovens universitários do mundo, a AIESEC está presente em 113 países e territórios e tem mais de 86.000 membros. Por meio do trabalho dentro da organização e de intercâmbios profissionais, explora e desenvolve o potencial de liderança de seus jovens. • A AIESEC é apolítica, independente, sem fins lucrativos e totalmente gerida por jovens estudantes e recém-formados. O trabalho se dá através de uma plataforma internacional oferecida aos membros, que lhes permite criar sua própria experiência com as oportunidades disponíveis.

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 81


© 123RF

INFORME PUBLICITÁRIO

BSI Solutions recebe prêmio

Destaque Gaúcho 2013 Empresa é reconhecida pelo trabalho de assessoria em exportação e importação

Thiago Gaviolli - diretor da BSI Solutions

Equipe BSI Solutions no evento de entrega do Prêmio.

D

istinguir as empresas que se evidenciaram pelo crescimento no mercado durante o ano. Esse é o objetivo do Prêmio Destaque Gaúcho organizado pelo Grupo Bandeirantes. Em uma cerimônia realizada na Fenac, em Novo Hamburgo, no último dia 2 de dezembro, a empresa BSI Solutions, de Passo Fundo, foi agraciada pelas atividades desenvolvidas nos setores de exportação e importação. Segundo indicadores, o mercado brasileiro vêm se expandindo e tomando espaço de outros mercados. Com o foco nos processos de importação e exportação, a BSI Solutions tem como objetivo

82 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

Fabiana Lima, representando a BSI Solutions, recebe o prêmio em Novo Hamburgo

atender os clientes que necessitem de assessoria. Profissionais altamente capacitados, experientes e com grande conhecimento no comércio exterior proporcionam transparência e total segurança nas negociações. A BSI Solutions também trabalha com importação e distribuição de pneus para caminhões, ônibus e tratores. Desde 1921 no mercado chinês, a Doublestar TireTM construiu sua marca com valores embasados na tecnologia

DEZ 2013 + JAN 2014

de alta qualidade certificada pelo Inmetro. A certificação dos produtos aliada à rígida inspeção alfandegária e a logística planejada são algumas das mais práticas soluções que a empresa busca para garantir o sucesso dos clientes. Este prêmio comprova a seriedade dos serviços prestados pela BSI Solutions.


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 83


ARTIGO - SAÚDE

Doença do Pânico:

a sensação de ter a vida por um fio. “Foi de repente. Senti medo de ter medo. Sim, não estou enganado: medo de ter medo. Estava em casa, preparandome para ir ao trabalho. Era início da manhã. Foi quando mergulhei na escuridão. A realidade afastava-se de mim. Nada havia acontecido de especial. Não consegui vestirme e muito menos pegar meu carro na garagem. Estava paralisado. Fui mergulhando cada vez mais fundo naquele abismo de insegurança que me esfolava violentamente. Com grande esforço liguei para um amigo: estou tendo um ataque cardíaco ... vem me salvar! O que passou, vim a descobrir depois, foi algo que chamam Doença do Pânico. Foi o maior medo que senti em minha vida. Fiz exames do coração. Graças a Deus deu tudo normal. E descobri: a Doença do Pânico tem tratamento.” Dr. Valmor Bordin

Médico psiquiatra e escritor

A

Doença do Pânico, embora muitos não a reconheçam ou a associem à necessidade de chamar a atenção, precisa ser tratada. Ela é desencadeada por alterações do cérebro e do estado emocional da pessoa como um trauma, a perda de uma pessoa querida ou pela solidão. A doença pode ser hereditária, ou seja, algum familiar pode ter apresentado a doença ou outros sofrimentos emocionais. Detecta-se que a pessoa sofre desse mal pelas queixas do paciente. Em geral, são pessoas que já consultaram vários

84 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

clínicos e cardiologistas e não encontram explicação nem alterações em nenhum exame clínico ou cardiológico, ou seja, a Doença do Pânico não tem exames a fazer, apenas para descartar outras patologias. Só psicólogos ou psiquiatras podem diagnosticar as queixas do paciente. Os sintomas podem ser físicos e psicológicos. Em geral, a doença apresenta os seguintes sintomas: formigamentos pelo corpo, taquicardia, pressão na cabeça, sensação de “sufocamento”, tremores, fraqueza nas pernas, ondas de frio ou calorões, tontura, sensação de desmaio, medo de ter um infarto, medo de “enlouquecer”, pensamento de ter doença grave embora todos os exames clínicos estejam nor-

DEZ 2013 + JAN 2014

mais. Podem também ocorrer sintomas semelhantes aos da labirintite: vômitos, diarreia,sentimentos de profunda baixa auto-estima e falta de apoio familiar ou da própria equipe de saúde, inclusive da medicina. A Doença do Pânico é caracterizada pelo medo aumentado. A pessoa tem medo de tudo. As estatísticas são de que aproximadamente 4% da população apresentam a Síndrome do Pânico. Porém, apenas 1,5% procuram ajuda, os outros 2,5%, principalmente os homens, buscam o álcool como alívio para doença. A convivência com uma pessoa com Síndrome do Pânico é muito difícil. Ela se isola, e “empobrece” suas relações e fica muito dependente da família. Há casos em que a pessoa sofre crises diárias e tem a nítida sensação de ter um infarto, falta ao trabalho e não tem vontade de se divertir ou de participar de reuniões. Sente medo de restaurantes, de elevadores, de lugares fechados como cinema, supermercado, igreja, ou seja, onde tem muita gente e lugares fechados. O tratamento mais apropriado que conhecemos hoje é a medicação e a psicoterapia. Síndrome do Pânico tem cura desde que o paciente assuma o desejo de tratar-se. Isso é fundamental. Há tratamento. Mas o fundamental é que o paciente possa fazer o tratamento médico e psicoterapia.   Sugiro diminuir o café preto, os refrigerantes, o cigarro, evitar bebidas alcoólicas e deixar de tomar chimarrão à noite.


© 123RF

Você sabia... ... que 90% dos pacientes com Doença do Pânico vão ao cardiologista imaginando um infarto? ... que o tratamento da doença é muito promissor? ... que é uma das maiores causas da falta ao trabalho? ... que a insegurança pode impedir uma gravidez tranquila? ... que crianças podem sofrer de episódios de Pânico?

Sugestão de filme Dr. Valmor Bordin

Médico psiquiatra e escritor

“COPYCAT — A VIDA IMITA A MORTE”. 

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 85


CIÊNCIA

Na mira das vacinas Cientistas anunciam imunização contra o crack e a cocaína. Uma revolução na política de combate às drogas: pesquisadores americanos dizem ter descoberto uma vacina capaz de anular o efeito da cocaína e do crack. A imunização já foi testada com sucesso em ratos e em macacos. Tainara Scalco

A

pesquisa foi desenvolvida na Faculdade de Medicina Weill Cornell, em Nova York. Os cientistas manipularam o vírus que causa a gripe comum. Ele foi acoplado a uma molécula artificial, criada em laboratório, que tem exatamente o mesmo formato da molécula de cocaína. Depois, esse vírus foi injetado em cobaias. E, para a surpresa de muitos, a expectativa inicial dos cientistas fez jus: o sistema imunológico dos animais criou defesa contra a molécula. A partir daí, se o animal consumisse cocaína, ela era destruída pelo organismo. Não chegava ao cérebro e, portanto, não produzia efeito. Conforme o geneticista Ronald Crystal, líder do estudo, o organismo dos animais foi ensinado a ver a molécula de cocaína como uma espécie de intrusa. A vacina também funciona contra o crack. Ela não causou efeitos colaterais, mas mostrou ter duração limitada: 13 semanas em ratos e sete em macacos. Não se sabe por quanto tempo manterse-á eficaz em humanos (os testes em pessoas começarão em 2014). Além disso, a vacina não elimina a dependência química e psíquica - o dependente sente falta da droga e continua tendo vontade de consumi-la. A diferença é que, se ele fizer isso, não obterá efeito. Por isso, a vacina não dispensa o acompanhamento psicológico. Mas, poderá ser de grande ajuda para quem luta contra o vício.

86 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

Recaídas A injeção pode servir para evitar recaídas em viciados sob tratamento, entre outras funções. Um novo estudo nacional para medir a eficácia da vacina acabou de ser finalizado, e os resultados devem ser liberados no segundo semestre do ano que vem. É preciso pelo menos mais um teste clínico antes que o tratamento possa ser analisado pela FDA [agência de controle de medicamentos dos EUA], para distribuição no país.

Outras injeções Cientistas pesquisam injeções para tratar outros tipos de vício em drogas. Entre as substâncias cujo vício pode ser combatido estão a morfina e a metanfetamina. As vacinas estão sendo testadas em animais. No caso da metanfetamina, talvez em dois anos os testes já sejam feitos em humanos.

DEZ 2013 + JAN 2014

© 123RF

tainara@revistaversa.com.br


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 87


TECNOLOGIA

Adeus ao

olho de vidro Próteses oculares já não assustam mais como antigamente. Hoje, são fiéis ao olho natural e quase imperceptíveis ao serem utilizadas.

N

a infância Wanda Rizzotto descobriu que não enxergava do olho esquerdo; tratava-se de um problema congênito. Com o passar do tempo, aprendeu a lidar com a visão reduzida. Quando chegou aos 76 anos de idade, desenvolveu um glaucoma nesse mesmo olho. A doença manifestou-se de forma muita rápida. Ela passou a sentir dores fortes e, em poucos dias, recebeu o diagnóstico: teria que fazer a retirada do olho. A notícia assustou-lhe, num primeiro momento, mas, de acordo com o médico, era a única alternativa. Um mês após, Wanda já estava sem o olho. Começava aí um novo processo: a expectativa acerca da colocação de uma prótese. Foram 58 dias até a chegada do novo olho. De cor azul, exatamente igual ao outro olho, a prótese surpreendeu toda a família. “Não esperava que fosse ficar tão bom! Meu olho tem até um pequeno movimento. Praticamente não se nota a diferença entre o natural e a prótese”, afirma Wanda.

Quando a prótese é indicada?

A prótese ocular é indicada quando existe perda total de visão (cegueira absoluta) e este olho apresenta sintomas como dor e desconforto, quando está muito feio sob o ponto de vista estético ou quando foi totalmente perdido. 

88 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

Como ela é colocada?

Conforme esclarece o médico oftalmologista Gilberto Vargas, diretor técnico do Hospital da Visão de Passo Fundo, antes de colocar a prótese, é necessária uma cirurgia com a finalidade de preparar o local (chamada de cavidade ocular). “A prótese é colocada como se fosse uma concha, recobrindo a superfície da cavidade”, informa o médico.

Como é seu uso?

De acordo com o Dr. Gilberto Vargas, o uso é simples, muito parecido com uma prótese dentária. Porém, ela deve ser usada sempre, inclusive para dormir. Deve ser retirada uma ou duas vezes ao dia, apenas para limpeza e higiene da cavidade, sendo imediatamente recolocada.  

Diferença imperceptível

“A prótese não tem muita tecnologia, está mais para uma obra de arte, em que as cores e formas do olho têm de ser desenhadas e pintadas o mais próximo possível do olho remanescente, para que não haja diferença entre o olho real do paciente e a prótese. Quando a prótese é bem feita, essa diferença é imperceptível”, ressalta o especialista.

DEZ 2013 + JAN 2014

Pode lavar com detergente!

Ao ser retirada para a manutenção, a prótese de olho deve ser lavada de forma muito simples: com detergente líquido neutro em água corrente. Ao mesmo tempo, é preciso lavar a cavidade ocular com solução fisiológica.

Melhora na autoestima

Segundo o diretor técnico do Hospital da Visão, a utilização do termo “prótese” e a valorização do resultado estético é importante para a melhora na autoestima do paciente. “Além disso, é bom ressaltar que o paciente que usa a prótese tem uma vida normal. Pode, inclusive, tirar carteira de motorista (categoria B) e desenvolver praticamente qualquer atividade”, disse. As atividades que não podem ser exercidas são a de motorista profissional, piloto de avião e aquelas que exigem estereopsia (visão de profundidade) como cirurgiões, dentistas, operadores de máquinas de precisão. “Tivemos um governador do RS que usava prótese (Amaral de Souza) e tem um ator de cinema que usa (Willian Hurt). Há várias pessoas famosas que usam, e ninguém nota”, disse o oftalmologista. famosas que usam, e ninguém nota”, disse o oftalmologista.


© 123RF

Quando a prótese é bem feita, essa diferença é imperceptível.

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 89


INFORME PUBLICITÁRIO

DIGITAL SMILE DESIGN Experimente sorrir antes do tratamento Comparável aos olhos que são a janela da alma e o espelho do mundo -, o sorriso é a forma mais singela de comunicação e o ingresso à troca de intimidades entre as pessoas. Entendido como o cartão de vistas do rosto, ele impulsionou a busca por processos que ofereçam o melhoramento de suas características físicas, tais como o DSD – Digital Smile Design.

90 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

Katia Honor Scatolin e Renata Spode Clínica PRODONTO

A

partir da percepção de que o sorriso expressa sentimentos, para além de suas funcionalidades orgânicas, a Odontologia Estética firmou-se como um importante ramo dessa área do conhecimento. Realizada com o mínimo de desconforto, ao contrário da odontologia exclusivamente restauradora, que se encontrava estritamente ligada à saúde bucal, a odontologia estética apropria-se das diversas especialidades da área, para atender à necessidade dos pacientes que buscam o aperfeiçoamento de seus sorrisos. Um divisor de águas na Odontologia Estética surgiu no Brasil com os conhecimentos do Dr. Christian Coachman, provocando uma verdadeira revolução na

DEZ 2013 + JAN 2014

área. Intitulado de DSD, o Digital Smile Design é uma ferramenta que auxilia no planejamento da transformação e da reabilitação de sorrisos. O DSD permite desenhar, de forma digital, um novo arranjo dental de acordo com as singularidades de cada paciente. Dessa forma, ele pode ver e testar, por meio de uma simulação, o futuro do seu novo sorriso, antes mesmo de iniciar o processo. Participando ativamente do tratamento, evita-se que suas expectativas, ao contrário de antigamente, sejam frustradas ao término do processo. Entende-se, dessa forma, que a utilização de ferramentas digitais para aprimorar e para facilitar o trabalho em equipe, e a comunicação com o paciente, passam a ser fundamentais na obtenção de um resultado customizado em cada novo sorriso.


Etapas do processo:  Primeiro passo: Um pequeno ensaio fotográfico da face e dos dentes. Obtenção de modelos de estudo e radiografias. RENATA SPODE CRO: 9114 Especialista em Prótese Dental Clínica PRODONTO

Segundo passo: Análise facial e dental, com o desenho digital do novo sorriso. KATIA HONOR SCATOLIN CRO: 9129 Especialista em Dentística Clínica PRODONTO

Terceiro passo: Transferência para os modelos de gesso e obtenção de uma moldeira de teste.

Quarto passo: Teste estético do novo design do sorriso, com a simulação diretamente na boca (mock up).

Finalização

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 91


INFORME PUBLICITÁRIO

Câncer

o apoio psicológico é fundamental

E

studos recentes apontam evidências de que a resposta psicológica do paciente de câncer  constitui uma variável significativa sobre os resultados do tratamento. Sabe-se que o pensamento e os sentimentos não provocam e não curam o câncer. Porém, são fatores muito importantes que contribuem para a integração do ser humano em sua totalidade. Os sentimentos interferem na química do organismo, assim como a química do corpo afeta os sentimentos. O tratamento é eficaz, mas exatamente porque é eficaz, tem paraefeitos. Os relatos dos pacientes não escondem isso. Mas, nesse duro transe, quando a pessoa inicia o tratamento, ela está fazendo uma opção de vida. O sistema imunológico é fortemente afetado pelos sentimentos.  Determinados tipos de atitudes psicológicas podem influenciar positivamente no sistema de defesa. Assim, a psicologia atua como ferramenta indispensável no sentido de promover  condições  de qualidade de vida ao indivíduo. Desse modo, facilita o processo de elaboração de eventos desgastantes relacionados ao diagnóstico, além do próprio  tratamento, entre os quais períodos por vezes prolongados de tratamento, terapêutica farmacológica e seus efeitos colaterais, a submissão a procedimentos invasivos, as alterações de humor e comportamento, incluindo a ansiedade, a desmotivação  e a depressão. A instabilidade emocional é comum, uma vez que o tratamento do câncer é um desafio e, em cada estágio, há novas decisões a serem tomadas. A

92 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

pessoa pode, então, sentir-se ameaçada, sem controle sobre sua vida, angustiada, deprimida ou paralisada, dependendo do modo particular de cada um. Nesse contexto, entra a psico-oncologia, campo interdisciplinarda saúde que estuda a influência de fatores psicológicos sobre o desenvolvimento, o tratamento e a reabilitação de pessoas com câncer. Dentre seus principais objetivos estão a

lhora de sua qualidade de vida e, muitas vezes, para um melhor enfrentamento e para a adesão ao tratamento. Sentirse acompanhado nesse processo ajuda a minimizar os temores, fazendo com que a pessoa sinta-se mais facilmente ajustada ao tratamento e encorajada a enfrentá-lo com serenidade. Para saber mais sobre a relação com os pacientes com câncer, a Revista Versa conversou com a psicóloga clínica Ivana Gradaschi. Veja o que ela contou:

Versa – Quais os impactos da descoberta de um câncer?

Dificilmente a palavra câncer é falada em alto e bom som em razão do pavor a tudo o que representa.

Ivana - O câncer  sempre foi uma doença  temida na nossa cultura  e a sua descoberta leva  a conflitos  e a transformações tanto físicas quanto emocionais. Tamanho é o medo que, não raro, a história da doença é acompanhada do silêncio e do segredo.

Versa – É difícil tratar sobre o tema?

Ivana - Dificilmente a palavra câncer é falada em alto e bom som em razão do pavor a tudo o que representa. Independentemente da evolução da oncologia, da descoberta de novos tratamentos que tornam as chances de cura maiores, o tabu persiste. Mas o instinto de sobrevivência, claro, e principalmente os laços familiares, identificação  de variáveis psicossociais e de os amigos e a crença espiritual do indivíduo contextos ambientais em que a intervenção  auxiliam muito. psicológica  possa auxiliar  o processo Versa – Por que escolher trabalhar de enfrentamento da doença, incluindo nesta área? situações potencialmente estressantes Ivana - Quando comecei a trabalhar com a que os pacientes, os familiares  e os pacientes de câncer procurei, dentro dos profissionais são submetidos. recursos de cada indivíduo, despertar Tendo um espaço de escuta adequado, novamente a vida interior e fazer com o indivíduo não reprime o que pensa e que o indivíduo conheça toda a plenitude o que sente, e isso contribui para a me- possível, a si mesmo e o significado de sua

DEZ 2013 + JAN 2014


Versa – Como tornar mais fácil?

Ivana - Dependendo do modo particular de cada um, muitas fantasias passam pelo pensamento da pessoa diagnosticada, tais como fantasias de dor, de sofrimento ou de cura, que podem fazer parte do chamado “pensamento mágico” que, por sua vez, funciona como uma tentativa de anular e de afastar o medo que acompanha  o paciente nesse período. Psicoterapia e grupos de apoio funcionam como facilitadores, uma vez que, através deles, o indivíduo tem a possibilidade de, ao expor seus pensamentos, ampliar a consciência de si, aprendendo  com seus sintomas e desenvolvendo-se como pessoa.

Versa – Como o terapeuta pode contribuir?

Ivana - Como o paciente com câncer geralmente perdeu o relacionamento central de sua vida antes mesmo do desenvolvimento do câncer, ele se sente muito sozinho e isolado dentro de um universo hostil e desinteressado. O terapeuta, com sua presença  e com interesse verdadeiro, pode proporcionar a oportunidade de um relacionamento intenso, estender uma corda ao paciente, unindo-o ao mundo e às outras pessoas. Com a restituição do contato e da ligação, tendo como foco

© 123RF

vida e de sua morte. Se acreditarmos no valor do indivíduo e na qualidade sagrada da vida humana, nosso interesse não acaba com a aproximação da morte. A responsabilidade do terapeuta não está limitada a determinados estágios do desenvolvimento. Porque a morte não é nada. Ela é inevitável. Todos vão morrer; o que importa é como você vive e morre.

principal a vida, e não a morte, o medo que o paciente  sente da morte diminui consideravelmente. À medida que a busca do “eu” continua, a vida adquire objetividade e excitamento. A sensação esmagadora de perda e de isolamento desaparece e surge um sentimento de compromisso e envolvimento. O terapeuta  também precisará trabalhar os seus próprios sentimentos relacionados à natureza terminal da doença de um paciente. Em qualquer psicoterapia individual séria, há uma constante comunicação entre o inconsciente do paciente e do terapeuta. Se os sentimentos do terapeuta estiverem mal resolvidos, por ele estar trabalhando com alguém que está morrendo, fazendo-o sentir que seus esforços são inúteis e sem esperança, provavelmente esses sentimentos serão transmitidos ao paciente.

Versa – Como você vê este trabalho?

Ivana - Algo que me faz refletir enquanto terapeuta e em relação aos meus pacientes  é uma citação de Boris Pasternak, em Dr.Jivago (filme), que diz: “A maior parte das pessoas precisa viver uma vida de duplicidade constante e sistemática. Sua saúde fatalmente será afetada se você, dia após dia após dia, disser o contrário daquilo que sente, se rastejar diante daquilo que não gosta e exultar  com  coisas que só trazem apenas infelicidade. Nosso sistema nervoso não é apenas ficção, é uma parte de nosso corpo físico, e nossa alma existe no espaço e está dentro de nós, como os dentes estão dentro da boca. Ela não pode ser eternamente violada com impunidade”. 

Ivana Gradaschi

Psicóloga Clínica - CRP 07/20375 Pós-graduanda  em Psicologia Hospitalar e Formação Sistêmica Rua Teixeira Soares, 777 - Sala 603 Ed.Columbia Work Center Passo Fundo/RS Telefone:(054) 9143-9064

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 93


ECONOMIA

Cartão de crédito ele pode ser seu aliado!

© 123RF

Bote a mão na consciência e pense: o limite do cartão de crédito não é uma extensão da sua renda! Esse pode ser o primeiro passo para você ter uma relação, digamos assim, amigável com o seu cartão de crédito.

A

pesar de muitos temerem o dia da chegada da fatura em casa, o cartão de crédito não é um vilão; ele apenas precisa ser usado de forma consciente. Conforme a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), se vocês dois se tornarem amigos, há diversas vantagens.

94 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

Entre elas está não ser necessário ter dinheiro físico ou cheque na hora das compras. Além disso, as despesas do mês podem ser pagas em um único dia. Outro ponto positivo é que, se você efetuar uma compra logo após o fechamento da fatura, isso significa que terá até 40 dias após a compra para pagar.

DEZ 2013 + JAN 2014

O cartão também te dá a possibilidade de realizar compras com prazo maior para pagamento ou compras parceladas. Em alguns casos, a administradora não cobra taxa pela utilização do cartão.  Outro fator positivo é que pode ser mais fácil controlar as despesas através da descrição da fatura.


A Sensual Moda Íntima traz todo o charme da estação estampado nos biquínis, maiôs, cangas e acessórios. Cores vibrantes e estampas diferenciadas para deixar seu look super moderno com a cara do verão 2014.

3045.6533 | R. Coronel Chicuta, 415 3045.5533 | R. Teixeira Soares, 889 DEZ 2013 + JAN 2014 EDIÇÃO #24redemodaintima VERSA MAGAZINE 95 www.sensualmi.com.br


Confira as dicas da Abecs:

1.

Planeje suas compras. Faça uma lista de quem deseja presentear e calcule o quanto pretende gastar, sempre respeitando a sua capacidade de pagamento;

2.

Fique atento ao seu limite de crédito. As compras parceladas anteriormente reduzem o valor total do limite até serem quitadas;

3. 4.

Se comprar pela internet, já sabe: use seu cartão de crédito apenas em sites de sua confiança e com uma conexão segura. Cuidado com e-mails falsos que pedem para preencher cadastros ou apresentam promoções suspeitas; Como o movimento no comércio aumenta nesta época do ano, evite andar com dinheiro vivo no bolso para não correr riscos. Faça compras mais seguras com seu cartão de crédito ou débito;

© 123RF

5.

Para não levar sustos no futuro, guarde e some todos os comprovantes do seu cartão, sem se esquecer de incluir as compras parceladas. Assim, você tem um controle melhor dos seus gastos;

96 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014

6. 7. 8. 9. 10.

Perdeu ou roubaram o seu cartão? Ligue imediatamente para a central de atendimento da administradora e faça o bloqueio na hora; Informe-se sobre descontos, sorteios e promoções de Natal para as compras com cartão. Além de segurança, conveniência e agilidade, você ainda pode ganhar bônus ou prêmios; Na hora de parcelar, sempre pergunte se a compra vai ter juros. E lembre-se de considerar em seu orçamento de janeiro as despesas típicas de início de ano, como IPVA, IPTU, materiais escolares etc.; Pague a fatura do cartão sempre no vencimento. Se não conseguir pagar o valor integral, lembre-se: no mês seguinte, tem que pagar o restante mais os juros; e Cartão de credito é igual a namorado: não se empresta!


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 97


CONSTRUÇÃO CIVIL

Mercado imobiliário A cidade não para de crescer

98 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014

P

asso Fundo é uma cidade que não para de crescer. Ao observarmos sua evolução, percebemos uma grande quantidade de novos empreendimentos, especialmente daqueles que vislumbram o céu. Em diferentes arquiteturas, todos os dias são levantados novos prédios que irão abrigar negócios, famílias ou ambos, através da aposta em um setor em contínua ebulição neste município: o


mercado imobiliário. Atividade que tem dado certo a quem investe no ramo e tem trazido sucesso para os negócios. Empreendedor da área há mais de três décadas, Renato Miranda, proprietário da Bolsa Construtora e Incorporadora, falou com a Revista Versa a respeito de suas certezas e de suas previsões para o mercado imobiliário de Passo Fundo. Segundo ele, o crescimento gigantesco desse mercado teve início com a concre-

tização da Universidade de Passo Fundo que, à medida que foi atraindo muitos estudantes, consolidou a cidade como polo regional e impulsionou a área de imóveis. O desenvolvimento deu-se a partir da venda de apartamentos a investidores, que os disponibilizavam para locação. “Hoje, passados vários anos deste ciclo, o mercado continua ativo porque as pessoas daqui e da região escolhem Passo Fundo para fazer seus

investimentos, especialmente pelos bons preços que o mercado oferece”, disse Renato. Hoje, os principais investimentos da cidade na construção civil e na urbanização estão focados em prédios destinados ao mercado dos investidores e da habitação familiar própria. Além de muitas apostas na área de empreendimentos comerciais, já que existem muitos profissionais liberais

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 99


que precisam de instalações adequadas para exercerem suas atividades. Ainda segundo Miranda, paralelamente a essa realidade, o setor de urbanização teve importante expansão em Passo Fundo, pois a cidade também cresceu horizontalmente. “Hoje, a Bolsa já realizou trabalhos em mais de cinco mil terrenos urbanizados da cidade, utilizados não somente para uso residencial como, também, logístico-industrial”, ressaltou. Um importante exemplo dessa realidade é o último grande empreendimento da empresa: o bairro Cidade Nova que, recentemente, foi premiado como o empreendimento do ano, trazendo para a cidade um novo conceito em urbanização. “Trata-se de um bairro planejado, com completa infraestrutura, composto por terrenos grandes, por avenidas largas e com um planejamento para o mercado, com previsão de shopping center em área de 92 hectares e mais de 700 terrenos. Já está completamente concluído, com muitas empresas e novos empreendimentos se estabelecendo”, informa Renato.

O que o futuro aguarda

Apesar de algumas pessoas assustarem-se com a quantidade de obras sendo executadas na cidade, segundo o proprietário da Bolsa, Passo Fundo

100 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

Vejo o futuro com muito otimismo. Nossa cidade é polo regional e, hoje, se desenvolve além das atividades tradicionais, como comércio e serviços. Renato Miranda possui um grande equilíbrio entre a oferta e a procura pelos imóveis e, dessa forma, não se deve afirmar que se está construindo demais. Ou seja, o que se produz é exatamente aquilo que o mercado tem absorvido. “Vejo o futuro com muito otimismo. Nossa cidade é polo regional e, hoje,

DEZ 2013 + JAN 2014

se desenvolve além das atividades tradicionais, como comércio e serviços. Além disso, percebo uma nova fase para o progresso em razão da instalação de novas indústrias. Isso demonstra que, nos próximos anos, mais empresas deverão ser atraídas para a cidade, que abre uma grande perspectiva para o crescimento. E, enquanto houver crescimento, sempre haverá construções. Pelo potencial que Passo Fundo apresenta, tem chances de ter importante desenvolvimento nos próximos anos”, declarou.

Uma dica

Uma dica para quem pretende investir no mercado imobiliário é que aproveite os imóveis que o mercado oferece, assim como as condições de prazo. Uma boa maneira de fazer uma poupança pode ser firmando esse compromisso. “Existem pessoas que começaram com grande esforço para comprar seu primeiro imóvel e, a partir disso, adquiriram outros imóveis, o que significa uma boa garantia para o futuro. Nunca vi ninguém ficar pobre comprando imóvel. Se é para dar um conselho, é este: faça um esforço, inicie com um compromisso pequeno que, dentro de alguns anos, você poderá ter uma bela carteira imobiliária”, disse Renato Miranda. 


O HO DESEJA UM FELIZ NATAL E QUE 2014 SEJA REPLETO DE COISAS BOAS, ÓTIMAS COMPANHIAS, FAMÍLIA REUNIDA, SORRISO NO ROSTO, REALIZAÇÃO PROFISSIONAL E, PRINCIPALMENTE, DE MUITA SAÚDE PARA TODOS NÓS!

HO - Saúde para você enfrentar novos desafios! DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 101


ASTROLOGIA

2014 o ano de júpiter

O que o ano que vem aguarda para você?

Veja o que os astros têm a dizer e esteja pronto para mais um ano de muitas emoções... “Pela tradição, o ano de 2014 é regido por Júpiter e a posição do astro no ascendente do mapa astral do ano reforça isso. É um ano de turbulência que começa com mudanças fortes na política e na economia. E, quem souber se adaptar a essa turbulência, tem boas chances de sucesso. O ano vai favorecer muito o turismo, o esporte, o conhecimento e a indústria em geral. Teremos muitas surpresas com descobertas de riquezas inesperadas no subsolo do Brasil. Grandes oscilações tendem a ocorrer gerando inquietação especialmente nos meses de julho e agosto”, revela o astrólogo e numerólogo, Régis Caanabarro.

102 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 103


ÁRIES: invista nos seus sonhos

Júpiter rege sua casa 9,que é ligada ao estrangeiro, longas viagens, à espiritualidade, à lei e aos estudos avançados. O ano é favorável para iniciar ou para concluir estudos superiores. É momento de investir nos seus sonhos e pensar mais no futuro. Esse ano você tende a exagerar especialmente nos gastos em geral. Cuidado para não estourar o cartão de crédito. O período favorece quem deseja mudar de emprego ou buscar um novo rumo profissional. É provável que no meio do ano você tenha despesas com consertos na sua casa. Em agosto, é provável que você tenha problemas com pessoas de leão ou virgem. Na saúde, você tende ao exagero, especialmente na comida. Não descuide do sono e evite temperos muitos fortes.

TOURO:mudanças inesperadas

Júpiter rege sua casa 8, ligada às mudanças inesperadas,às mudanças emocionais e psicológicas. Esse ano promete algumas alterações profundas e inesperadas, especialmente em maio e outubro. O ser amado deverá estar melhor que você, a sorte parece bafejá-lo de coisas boas. O ano exige muita cautela com os negócios, especialmente ao emprestar dinheiro ou assinar como fiador. Muita prudência para não se arrepender depois. Quem está sozinho pode ter uma bela surpresa, que fará seu coração pular em agosto ou setembro. A saúde exige muito maior cuidado nos meses de junho e julho. Você pode ter problemas digestivos no mês de agosto.

GÊMEOS: durma bem e não deixe de se divertir

Júpiter rege sua casa 7, que é do casamento e das parcerias. É um ano que favorece quem tem questões pendentes na justiça, pois tudo tende a se resolver de forma muito rápida. O início de 2014 será marcado por muitos desencontros e mal entendidos, que exigirão muito esforço para serem superados. Financeiramente, os meses de maio a agosto tendem a ser favoráveis. Para quem está só, os melhores meses são maio e novembro, pois podem ocorrer boas surpresas. O ano não favorece viagens longas. Preocupação com a família nos meses de abril e setembro. A saúde requer maior cuidado nos meses de janeiro, fevereiro e dezembro. É bom manter um padrão regular de sono e não esquecer o lazer.

104 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014

CÂNCER: desapegue do passado

Júpiter rege sua casa 6: do trabalho e da saúde. Esse é um excelente ano para qualquer tipo de tratamento de saúde, terapia ou para procedimentos estéticos. O ano favorece muito a quem deseja ganhar peso, e as mulheres que desejam engravidar. No mês de agosto, poderá ter problemas com mulheres de leão ou aquário. O ano é mais favorável para quem já tem um relacionamento antigo. O período será difícil para novos relacionamentos. O ano favorece a mudanças no trabalho, prestar concurso público ou a buscar uma melhor qualificação profissional. Você tende a ficar mais saudosista nos meses de abril a maio. Mas para progredir, você não pode ficar preso ao passado.

LEÃO: ano bom para o amor

Júpiter rege sua casa 5, ligada ao amor, à beleza, à arte, aos filhos e à diversão. O ano favorece quem trabalha com moda, ensino ou lazer. É um período favorável ao amor e ao relacionamento familiar. A paixão tende a aumentar e pode provocar crises de ciúmes. Mas é bom ter cuidado com os exageros nos gastos e no desejo de deixar sua casa mais bela. Preocupações familiares em janeiro e fevereiro. Você pode rever pessoas que foram importantes no passado no mês de julho ou agosto. Conflitos com amigos em maio e junho podem aborrecê-lo. É preciso saber reconhecer quando você está errado. Pedir desculpas não mata nem tira pedaço de ninguém.

VIRGEM: busque sua força interior

Júpiter rege sua casa 4, ligada à família, ao lar e à vida familiar. É um ano que fará você voltar-se para dentro e buscar a força interior. É possível que você queira melhorar sua casa, reformar ou deixá-la mais agradável. Você não terá muita vontade de sair, ficando mais caseiro. Preocupações familiares nos meses de fevereiro e março. Momento favorável financeiramente nos meses de agosto e setembro. Um dinheiro que você já contava como perdido vai aparecer. O ano favorece os relacionamentos mais antigos, que podem ganhar um gás extra. Você receberá apoio dos amigos nos momentos mais difíceis.


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 105


LIBRA: momento para encontrar seu par

CAPRICÓRNIO: assuntos espirituais favorecidos

Júpiter rege sua casa 3, que está ligada aos estudos, aos irmãos, à vida intelectual e às viagens curtas. É um ano favorável aos trabalhos intelectuais e aos escritos em geral. Período muito bom para quem trabalha com comunicação ou ensino. Você se mostrará mais magnético e atraente e vai chamar atenção do sexo oposto. Mas pode trazer problemas para quem já é comprometido. Momento difícil nos relacionamentos afetivos no mês de abril. O ano favorece muito quem busca seu par. A saúde requer mais atenção no mês de outubro. É bom evitar os excessos em outubro e novembro. Momento muito favorável nas questões profissionais em maio e em agosto.

Júpiter rege sua casa 12: da vida espiritual, das limitações e do carma. Esse ano você só terá progresso se suas ações refletirem aquilo que você acredita. O avanço é lento mas firme e duradouro. É um ano que favorece aos assuntos espirituais, a busca do conhecimento interior e o desenvolvimento pessoal. É um bom momento para fazer seu mapa astrológico ou numerológico, para conhecer melhor seu potencial. O ano pode produzir uma maior aproximação com a pessoa amada. Os meses de agosto e novembro são complicados para o amor. O ano favorece todo o tipo de tratamento de saúde.

ESCORPIÃO: não espere sentado

Júpiter rege sua casa 11: dos amigos, da vida e das grandes esperanças. Você fica mais otimista e visionário esse ano. Vai ser difícil manter os pés no chão... Cuidado para não sair voando! O ano favorece a fazer novas amizades e participar de novos grupos sociais. No meio de tanta novidade, muita coisa boa vai surgir. O ano é marcado pela forte presença feminina em sua vida. Momentos turbulentos no amor nos meses de janeiro, maio e outubro. Viagens inesperadas podem surgir em abril. Financeiramente, os melhores meses são abril e outubro. Saúde mais frágil em agosto e novembro.

Júpiter rege sua casa 2, ligada ao dinheiro e às questões materiais. Você pode ter bons ganhos materiais nesse ano, mas isso vai exigir muito trabalho e esforço. E vai ter que segurar bem o dinheiro, que tende a escorrer pelas suas mãos. Você poderá ter uma promoção no trabalho ou, até mesmo, uma nova proposta que lhe abra grandes horizontes. É um ano favorável para buscar emprego, fazer concurso público ou buscar uma melhor qualificação profissional. Só não terá conquistas se ficar sentado esperando as coisas caírem no seu colo. No amor, o ano promete uma certa turbulência, especialmente nos meses de abril e outubro.

SAGITÁRIO: energia, vontade e dinamismo

Júpiter é o regente do seu signo e, nesse ano, fortalece sua energia, vontade e dinamismo. Para resolver questões importantes, o melhor é evitar conflitos e buscar a negociação e o diálogo. Você ficará muito mais confiante e animado, mas, é bom segurar um pouco o entusiasmo e não correr riscos exagerados. Você tende a gastar demais e a ter um certo descuido nas finanças. Dinheiro extra pode surgir nos meses de julho ou agosto. O ano favorece o casamento, os relacionamentos mais antigos e quem deseja aumentar a família.

AQUÁRIO: vai ser difícil manter os pés no chão

PEIXES: hora de explorar seu potencial

Júpiter rege sua casa 10: do progresso e do sucesso. É um ano que favorece ao trabalho e traz bons resultados para quem se esforçou para mostrar um bom trabalho. A presença de seu regente Netuno no seu signo marca momentos importantes nesse ano e nos seguintes. É hora de buscar explorar melhor seu potencial pessoal e profissional, de ser ambicioso e ousado. Pense alto, mas não tire os pés do chão. Financeiramente, o ano é cheio de altos baixos e promete algumas surpresas em julho ou agosto. No amor, o ano promete bons momentos de maio a setembro. O início do ano que exige maior cuidado com a saúde.

Fonte: Régis Caanabarro, astrólogo e numerólogo - regiskiron@gmail.com 106 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 107


SUPERSTIÇÃO

Sorte e fortuna

em 2014!

Simpatia, se não funciona, mal não faz... Que tal aprender algumas mandingas para atrair a sorte, a fortuna e o grande amor em 2014?

Dinheiro o ano todo

Na casa da Dona Mari Salete, o Natal e a virada do Ano Novo são momentos de reunir toda a família e comemorar o amor, celebrar a união de todos e fazer preces para um novo período de fartura e paz no lar. Para desejar a cada um que escolhe o seio de seu lar para passar um momento tão marcante da vida, ela dedica parte de seu tempo para confeccionar patuás de proteção e amuletos que irão garantir dinheiro na carteira de seus filhos, noras, sobrinhos e amigos o ano todo. A pedido da Versa, Dona Mari ensina a você como fazer o patuá do dinheiro:

Você vai precisar do seguinte material: • pequenos quadradinhos de papel branco; • folhas de louro; • lentilha; e • fita adesiva para selar o patuá.

Como fazer:

• Separe um quadradinho de papel e coloque em seu centro um pedaço de folha de louro e três grãos de lentilha. Feche bem, formando um pequeno pacote. Passe fita adesiva ao redor, para garantir a durabilidade. Já está pronto. Após a virada de ano, guarde o patuá em sua carteira, e só o retire após a virada do próximo ano. E o substitua por um novo. • Para garantir que o dinheiro estará presente no ano todo em sua vida, você também pode colocar uma moeda de R$ 1,00 embaixo do prato de cada convidado. Você deve comer os alimentos típicos, como a lentilha e o porco, nesse prato e retirar a moeda após a refeição. Ela também deve ser guardada na carteira durante todo o ano e trocada por uma nova, depois de doze meses. 108 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014


Outra simpatias • Da romã: chupe sete sementes na noite de réveillon, embrulhe todas num papel e guarde o pacotinho na carteira para ter dinheiro o ano inteiro; • Da uva: coma três uvas à meia-noite, fazendo um pedido para cada uma delas; • Da champanhe: dê três pulinhos com uma taça de champanhe na mão, sem derramar nenhuma gota, e jogue todo o champanhe para trás para deixar tudo o que for ruim no passado; • Pule num pé só (o direito), à meia-noite, para atrair coisas boas; • Tire os pés do chão: passe as 12 badaladas em cima de uma cadeira ou banquinho e depois desça com o pé direito; • Bolso sempre cheio: não passe a virada do ano de bolsos vazios para não continuar o ano inteiro desse jeito;

Para o grande amor • Quem está à procura do par ideal deve usar roupas íntimas novas na noite da virada; • Cumprimentar uma pessoa do sexo oposto na hora do brinde também ajuda. Quem está interessado em alguém deve escrever o nome do pretendido - ou da pretendida - sete vezes na sola do sapato esquerdo; • Quando der meia-noite, bata sete vezes com esse pé no chão, repetindo sete vezes o nome da pessoa; • Lençóis novos garantem um feliz ano novo aos casados. Boa sorte!

DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 109


110 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014


DEZ 2013 + JAN 2014

EDIÇÃO #24

VERSA MAGAZINE 111


112 VERSA MAGAZINE

EDIÇÃO #24

DEZ 2013 + JAN 2014


Versa24 web