Page 3

editorial 100 95

A Revista Nacional de Reabilitação - REAÇÃO - é uma publicação bimestral da C75& G 12 – Comunicação e Marketing S/C Ltda. Telefone (PABX): (11) 3873-1525 Fax: (11) 3801-2195 25

www.revistareacao.com.br contato@cg12.com.br

5 0

Diretor Responsável - Editor Rodrigo Antonio Rosso Reportagem: Maria Luiza de Araujo Beatriz Martins Consultores Técnicos: Romeu Kazumi Sassaki Carlos Roberto Perl Colaboradores: Geraldo Nogueira Marta Gil Karolina Cordeiro Fabiano Puhlmann Márcia Gori Neivaldo Zovico Samara Del Monte Silvia de Castro Alex Garcia Tatiana Rolim Celise Melo (Celelê) Marcos Souza Suely de Sá Yanez Willian Machado Maria de Melo Mario Roney Luciene Gomes Marcelo Moreira Antunes Dayana Machado Karolina Cordeiro Deborah Prates Kica de Castro Isabel Mcevilly Luiz Marins Foto Capa Adriana Buzelin e Scafo SP Marketing: Jackeline Oliveira Depto. Comercial: Etiane Bastos Administração: Amanda Lucas Assinaturas:

Fone: 0800-772-6612 Tiragem: 20 mil exemplares Redação, Comercial e Assinaturas: Caixa Postal: 60.113 - CEP 05033-970 São Paulo - SP É permitida a reprodução de qualquer artigo ou matéria publicada na Revista Nacional de Reabilitação, desde que seja citada a fonte.

100 95 75

Diretor/Editor

Orgulho do Brasil !!!

N

osso País é cheio de belezas e riquezas naturais. Somos – ou pelo menos já fomos – o melhor futebol do mundo... Temos gênios reconhecidos, cientistas, pensadores, músicos fantásticos... atletas, modelos internacionais, mulheres lindas, reis e rainhas em quase tudo. Tem tanta coisa para nos orgulharmos de sermos brasileiros, não é mesmo ? Mas já há alguns anos, temos um orgulho ainda maior... um bem especial. Um orgulho que vem contagiando e conquistando – porque respeito e consideração se conquista e não se impõe pela mídia garganta abaixo como acontece em muitas situações – um orgulho diferente, que aprendemos a ter por respeito e admiração por um grupo de atletas, esportistas, que sempre existiram, mas até bem pouco tempo atrás ninguém ouvia falar deles... ou nunca se deu tanto espaço e atenção, ou até mesmo, nunca havia se tido a devida “consideração” por eles. E hoje, vemos o Brasil torcendo, acompanhando e principalmente, “reconhecendo” o esforço, a dedicação e o patriotismo desses nossos irmãos brasileiros, os nossos atletas com deficiência... os “para-atletas” !!! Deficiência tem os outros... deficiência tem os atletas “comuns”, principalmente aqueles que tem patrocinadores fortes, espaço na mídia e na imprensa, participam de programas de TV, são tratados como estrelas, saem nas capas das revistas, andam em seus carrões, desfilam com lindas mulheres, são flagrados pelos fotógrafos em bons restaurantes e nas baladas... bebem, aprontam, afrontam... deficiência tem eles. A deficiência da falta de respeito, falta de compromisso e de amor pelo esporte e pelo nosso País. Diferente dos nosso para-atletas, que são um exemplo e motivo de orgulho profundo de nossa nação. Esses sim, são heróis ! Heróis sem capa, sem escudo, sem super-poderes... mas com um poder enorme de superação. Um poder enorme de amar o esporte e o nosso País. São motivo de orgulho para todos nós brasileiros !!! As Paralimpíadas – ainda não me acostumei com essa nova nomenclatura, e para ser sincero, nem me convenci dela – de 2016 serão aqui no Brasil. E a meta desses nossos super para-atletas é ambiciosa, porém, atingível. Cada vez mais acredito que chegaremos entre os primeiros no ranking de medalhas. O desempenho dos para-atletas brasileiros vem superando até as expectativas dos mais otimistas. E eles acabaram de provar isso mais uma vez, ficando em 3º lugar no Mundial ! Foram 16 medalhas de ouro, 10 de prata e 14 de bronze, ficando atrás apenas, pasmem, dos EUA e da Rússia. Acompanhe a matéria completa nessa edição. Mas a maior medalha mesmo, a maior conquista de todas dessa rapaziada que está aí, não é a que se pode pendurar no pescoço, mas sim a medalha e o prêmio moral que essas vitórias e conquistas representam... é o respeito, a consideração, o carinho e o reconhecimento de toda uma nação ao trabalho, esforço e superação desses atletas maravilhosos. Afinal, isso tudo, essa exposição na mídia, esse reconhecimento, esse carinho, acabam refletindo na sociedade de muitas formas, mas principalmente, no combate ao preconceito que ainda existe com a pessoa com deficiência em nosso País. Que bom que somos vitoriosos nos esportes, que bom que somos pessoas vitoriosas na vida ! Que bom que a mentalidade das pessoas está mudando, que as novas gerações, presentes e futuras, estão aprendendo a ver a pessoa com deficiência com igualdade. Isso é prova do que sempre disse durante todos esses anos de Revista Reação: só é preciso OPORTUNIDADE ! E isso vem acontecendo... está sendo dada a oportunidade e a pessoa com deficiência vem provando, todo dia, que tem COMPETÊNCIA. Que bom que somos iguais ! Parabéns a Todos que de tantas formas diferentes são engajados nesse mesmo propósito. Parabéns às pessoas com deficiência: exemplo e motivo de orgulho do Brasil !!!

“O Senhor, pois, é aquele que vai adiante de ti; Ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te espantes...” Deuteronômio 31:8

25 5 0 twitter.com/revista_reacao

Rodrigo Antonio Rosso

facebook.com/reacaorevista

3

Revista Reação Ed. 93  

Julho/Agosto 2013

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you