__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

ZELO

8 ª

E d i ç ã o

-

A n o

I I I

-

R $

7 , 0 0

-

w w w. z e l o d i g i t a l . c o m . b r

Gastronomia

Liliane Lobo e filhas unem talentos para comandar buffet

Perfil

A história de sucesso do engenheiro Rodrigo Meirelles

Decoração

Projetos unem conforto e sofisticação

MO Verão com cores vibrantes


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

18:13

Page 2


Rosângela Motta

11/8/2009

20:43

Page 11

Divulgação

POR AÍ...

Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

rosangela@zelodigital.com.br

João Augusto

Índias urbanas

Para os índios, o ato de enfeitar-se é um código de comunicação que expressa seus sentimentos, suas tradições e suas crenças. Para Camila Klein, um código de estética, beleza e sensualidade. Foi pensando nisso que a designer paulista de bijuterias Camila Klein criou uma coleção exótica e sofisticada para a nova temporada de moda. A designer inspirou-se na América do Norte e no México, resgatando um pouco do misticismo dos índios norte-americanos e dessas culturas que apaixonam pela riqueza de seus materiais, suas cores e simbolismos.

Plástico

Linoplasto é o nome da nova técnica do artista plástico goiano Oscar Fortunato. Ela mistura serigrafia e vulcanização por meio de uma sobreposição de camadas e mais camadas de tinta. Todo o processo é inédito, autoral, concebido e realizado pelo próprio artista. O resultado, impressionante, será apresentado oficialmente na próxima individual de Oscar, intitulada Outsider, toda inspirada na obra de Bob Dylan, o único gênio vivo para o artista. A abertura da mostra, na Potrich Arte Contemporânea, será no primeiro dia de outubro. É esperar pra ver. Divulgação

Finalista

Thays Vieira de Miranda, 20, aluna de Gastronomia da Faculdade Cambury, foi uma das três finalistas da 3ª Copa Bunge de Panificação e Confeitaria. Em busca da valorização de produtos do Estado, Thays criou, sob orientação do professor Fabiano Carvalho, a “Flor do Cerrado”, um cookie de polpa de pequi com maracujá. A final aconteceu no dia 23, na Feira Internacional de Panificação (Fipan) em São Paulo. A receita de Thays foi selecionada entre outras 6 mil inscritas. É a primeira vez que uma aluna da Cambury é finalista em concurso na área de confeitaria.

Bahia Gourmet

Os chefs baianos Beto Pimentel e Márcia Pinchemel se reúnem no Bahia Gourmet 2009 para ministrar a aula “O Encontro do Cerrado com a Mata Atlântica”. Nascida em Salvador e morando há 30 anos em Goiás, onde é sócia do restaurante Le Bistrô, em Pirenópolis-GO, Márcia volta à capital baiana para apresentar, em uma parceria com Beto Pimentel, a cozinha típica da Região Centro-Oeste do Brasil utilizando frutos do cerrado. O evento acontece entre os dias 27 e 29 de agosto, no Shopping Iguatemi.

Flores

Criar crepes alusivos à primavera. Esta é a proposta dos chefs de cozinha do Sr. Crepe, que trabalham diuturnamente na elaboração de novas receitas da iguaria para serem apresentadas durante a Ambientar 2009 – Mostra de Interiores, já que a creperia será um dos points gastronômicos da exposição. A mostra será entre os dias 18 de setembro e 18 de outubro, no ápice da estação mais colorida do ano.


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

20:43

Page 12

 GASTRONOMIA

Marca de grandes festas Liliane Lobo e filhas comandam buffet dos eventos mais chiques de Goiás Carol Magalhães

U

ma fábrica de aromas, beleza e sabores. Assim pode ser definido o Liliane Lobo Buffet e Decoração, que se configura entre os melhores de Goiás. Conhecido por sua qualidade e sofisticação, ele marca presença nos eventos mais requintados do Estado, a exemplo do tão comentado enlace matrimonial da modelo Fernanda Tavares com o ator Murilo Rosa, em 2007, na cidade de Goiás. Outra comemoração que gerou “burburinho” nas rodas do high society e nas colunas sociais foi o chá de panela, com decoração e menu indiano, de Juliana Cardoso, em maio deste ano, para 400 talheres. A empresa é comandada por Liliane Lobo, 52, e suas filhas, Cristal, 20, e Tana, 19. Liliane se encarrega da administração do buffet, enquanto Cristal cuida da decoração e Tana coordena e elabora os cardápios, além de exercer o ofício de personal chef. “Acompanhamos cada detalhe junto à nossa equipe. Nada passa despercebido”, frisa Cristal. E acrescenta: “Este é um dos motivos que fazem com que nosso negócio tenha crescido 300% só no último ano. Realizamos, em média, 40 festas por mês.” Tana atribui esse progresso aos investimentos feitos em inovação, que incluem materiais, pratos diferenciados, pesquisas, cursos, participação em feiras e congressos, além de viagens ao exterior. “Conseguimos aliar toda a experiência da minha mãe com as novidades trazidas pelos estudos que eu e a ZELO 12

Liliane Lobo com as filhas e sócias, Cristal e Tana: buffet oferece cardápios personalizados e sempre traz novidades


Cristal fizemos ao longo desses últimos anos”, comenta, esbanjando simpatia e satisfação. A família Lobo organiza desde jantares, almoços e brunchs mais íntimos a casamentos sofisticados, solenidades e confraternizações empresariais que recebem até 4 mil pessoas. A firma conta hoje com 60 funcionários, entre fixos e temporários. O segredo do sucesso, segundo Liliane, é fazer o que se gosta, se esforçar e apostar em novidades. “Lançamos um cardápio distinto a cada estação do ano. É claro que procuramos personalizar as propostas de acordo com o cliente e a finalidade do evento. Mas o fato é que o nosso processo de criação é constante”, revela.

Trajetória

Tudo começou por acaso. Liliane Lobo era proprietária de uma boutique chamada Encontro Natural, mas os parentes e amigos sempre apostaram nos dotes culinários dela e no extremo bom gosto na composição de ambientes. Naquele tempo, era comum ser requisitada pelas amigas para ensinar receitas e organizar celebrações de pequeno porte. Foi quando, em 1993, em um chá das cinco, elaborado para 100 mulheres, foi encorajada por sua tia Lúcia Lobo a investir nesse ramo. A novidade foi anunciada ali mesmo e as primeiras clientes já se prontificaram a fechar contratos. A loja de roupas foi deixada de lado e nascia, então, o Liliane Lobo Buffet. Contudo, a ousadia da empreendedora foi além e ela inaugurou ainda a Di Terra – Galeria de Flores, uma revolução no setor de floriculturas, sendo a primeira a trazer as famosas rosas colombianas para Goiânia. Com a expansão das empresas, Liliane se viu em um dilema: conciliar as funções operacionais e estratégicas com duas filhas pequenas, Cristal e Tana, além das complicações na saúde de sua mãe. Teve, portanto, de tomar uma difícil decisão: fechar uma delas, a Di Terra. O momento foi de pesar. Entretanto, por outro lado, a opção se fez necessária, uma vez que precisava de mais tempo para o buffet, que crescia a “passos largos”, e para cuidar de sua mãe, que

11/8/2009

20:43

Page 13

Fotos: Haroldo Cardoso / Alexandre Cerqueira

Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

A família Lobo reunida na empresa: buffet organiza desde eventos mais íntimos até grandes festas

faleceu logo depois. As filhas acompanhavam o dilema da mãe e, desde pequeninas, a ajudavam. Cristal elaborava tábuas de frios, algo arrojado para a época, e fazia cursos com floristas renomados; enquanto Tana arriscava os primeiros passos na culinária. As duas cresceram vendo a mãe trabalhar em eventos, passar noites em claro e se dedicar a uma empreitada promissora, porém muito ousada e cheia de dificuldades. Apesar das peculiaridades do segmento, Cristal e Tana não hesitaram ao escolher a profissão que desejavam seguir. Cristal, além de inúmeros cursos de decoração e arranjos florais, faz o 4º ano de Arquitetura e Urbanismo na Universidade Católica de Goiás (UCG). Mas é categórica quanto ao seu futuro: “Projetos, só de festas. Não penso em me dedicar à arquitetura de residências nem de estabelecimentos comerciais.” Já Tana Lobo se graduou em Gastronomia pela Anhembi Morumbi (SP). Em São Paulo, chegou a estagiar, por seis meses, com o chef Erick Jaquin, no La Basserie. Posteriormente, se especializou em Cozinha Internacional pelo Institut Paul Bocuse, na França. A escola dispunha de três restaurantes, onde aprendeu da Gastronomia à arte de servir bem. Depois, no final de 2008, ela, a irmã e a mãe fizeram um tour pela Europa em busca de novos ingredientes, apetrechos culinários e de decoração, bem como receitas inéditas, que foram adaptadas ao paladar brasileiro. ZELO 13

PINGUEPONGUE

ZELO - Como é trabalhar em família? LILIANE - É admirável ver que minhas filhas estão seguindo os meus passos e que fazem isso com muita alegria e propriedade, pois se prepararam para as atividades que executam. CRISTAL - É maravilhoso porque uma dá suporte à outra. Porém, tem a questão de que não há como separar o profissional do pessoal. Isso porque, em casa, continuamos trabalhando, trocando ideias e pensando em novidades. TANA - Crescemos no buffet, mas, mesmo assim, aprendemos com minha mãe todos os dias. Ela é um exemplo para nós, um porto seguro. Nós três nos completamos.

ZELO - Qual é o conselho que vocês dariam para quem pretende investir nesse ramo de negócio? LILIANE - Inovar e investir em conhecimentos. CRISTAL - Tem que ter talento, disposição para o aprendizado constante e paixão pelo que faz. Isso porque esse tipo de negócio não é fácil. Não temos tempo para nada. O trabalho não tem hora para acabar. Praticamente, temos evento de segunda a segunda. TANA - Geralmente, quem entra no ramo da gastronomia pensa no glamour da profissão. Mas ser chef não tem nada de glamouroso. É preciso “ralar” muito; fazer, pelo menos, cinco anos de estágio, bem como pesquisas e cursos em outras cidades e países. Além disso, o charme não combina com o dia em uma cozinha quente, nem com touca, uniforme e avental pouco elegantes e, muito menos, com o recebimento de ordens a todo instante. É como eu digo: tem que ter humildade e aptidão. Z


11/8/2009 20:43

Acess贸rios: Cida Flores / Foto: Classe A / Cabelo e Maquiagem: Solange Moreira

Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd Page 14


Blog

Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

Ulisses Aesse

11/8/2009

20:43

Page 15

Foto: Agência Brasil

ulissesaesse@hotmail.com

Foto: Agência Senado

Experiência de longevidade

O PSDB parece estar sem lideranças políticas aqui no Estado. Foi preciso buscar o exprefeito de Goiânia Nion Albernaz, que havia pendurado a chuteira, para traçar estratégia de sobrevivência do partido no poder. Nion tem participado dos principais e maiores eventos do partido. Tem emprestado a sua experiência de ‘longevidade’ política aos companheiros tucanos.

Não perder nada

O senador Marconi Perillo (ele é do PSDB) já está em campanha há tempo. No estilo ‘formiguinha’, a ordem é não dispensar nenhuma cerimônia de entrega de prêmios ou títulos de cidadania. Quando as homenagens ‘inflacionam’ na agenda, Marconi manda representantes. Um deles é o ex-secretário e ex-deputado Leandro Sena, que vai disputar a eleição a deputado estadual no próximo ano.

Foto: Moreira Mariz

Um senador rápido

O senador Demóstenes Torres é um parlamentar ágil. Como dizem os apaixonados pelo velho faroeste, é ‘rápido no gatilho’. Toda a ação contra as dragas no Rio Araguaia teve a sua rápida intervenção. Demóstenes só pensa em uma coisa: ser um parlamentar atuante, coerente com seu tempo e pronto para, quem sabe, um dia, governar Goiás. Esse sonho ele ainda acalenta.

Iram Saraiva (o pai) tem tudo para dar um pulinho alto: o de trocar a Câmara Municipal pela Câmara Federal. Iram tem experiência, é carismático, tem livre trânsito em Brasília (já foi senador e presidente do Tribunal de Contas da União) e, o principal, gosta de fazer política. Mas, quando o assunto é a eleição do ano que vem, ele desconversa.

A queda política do ex-governador do Distrito Federal Joaquim Roriz prenuncia o fim de uma era: a dos coronéis e dos populistas. Ao ser rejeitado pelo ‘moderno’ José Roberto Arruda, Joaquim Roriz mostra que em política nem tudo é ter votos, mas propósitos que apontem para uma sociedade menos assistencialista e mais tecnológica. O recado vem do seu próprio partido: o PMDB, que promete apoiar Arruda no seu projeto de reeleição.

O dever de Maguito

Divulgação Câmara

A vez de Iram Saraiva

Um dos últimos coronéis

Diz que vai ganhar

O vereador Negro Jobs está disposto a disputar mesmo as eleições ao governo de Goiás em 2010. Não só disposto, como está convencido de que vai ganhar a corrida. Para isso, evoca a sua ‘predestinação’. Quem conversa com Negro Jobs entende tudo: o moço não aceita falar em derrota. ZELO 15

O prefeito Maguito Vilela tem o dever de fazer de Aparecida de Goiânia um grande canteiro de obras. O eleitorado apostou maciçamente na sua vitória, acreditando que o peemedebista ‘salvaria’ a cidade do caos administrativo e estrutural. Maguito não pode deixar que a ‘síndrome de governador’ tome conta de sua gestão. Em outras palavras: deve ir menos a Brasília e centrar mais seus esforços na solução dos problemas da cidade. Aliás, muitos.

Dois problemas do distrito

Os distritos da cidade de Goiás (eles são cinco: Buenolândia, Calcilândia, Davinópolis, São João e Uvá) sempre conviveram com o descaso dos prefeitos da cidade. O atual prefeito de Goiás, Márcio Caiado, lembra que isto não acontecerá em sua administração. Pelo contrário, todos os distritos terão a atenção devida. Em tempo: em Calcilândia, a ponte que leva até a cidade de Heitoraí está há anos caída e sem condições de tráfego na região. Uma tarefa para o bom Márcio Caiado. Sem falar que a onda de roubo às propriedades rurais na região de Calcilândia tem assustado.


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

20:43

Page 16

 ARQUITETURA

Foto: Clausem Bonifácio

Conforto e sofisticação

Quarto de casal projetado por Ana Paula e Marco para a Casa Cor: uso de objetos inusitados com nova roupagem é uma das marcas da dupla

Ana Paula Pascoal e Marco Machado estreiam em grande estilo na Casa Cor Carol Magalhães

L

e Corbusier, Mies Van Der Rohe, Walter Gropius e Frank Lloyd Wright. Esses são alguns dos ícones da arquitetura modernista que servem de inspiração para Ana Paula Pascoal e Marco Machado, responsáveis pelo ambiente mais votado entre os visitantes da última edição da Casa Cor Goiás, segundo pesquisa informal realizada pelos organizadores da mostra: o Quarto e Banho do Jovem Casal. A composição minimalista chamou atenção por ser um espaço com identidade própria. O projeto, que ocupou 29 m2, exprimiu integração, leveza e

amplidão, características conquistadas por meio de vidros e espelhos reaproveitados. Já as cores cinza, bege e marrom garantiram conforto visual e sensação de bem-estar. Por outro lado, o piso em mármore conferiu sofisticação, enquanto o mobiliário escolhido concedeu charme e aconchego ao quarto. Em evidência, a cadeira da década de 1950, em tom castor, representante legítima do estilo modernista. A imagem e o som, elaborados para o entretenimento do casal, consistiram em um convite ao relaxamento, objetivando amenizar o estresse e a correria do dia-a-dia. Outro ponto marcante ficou a cargo da iluminação, que focalizava pontos de maior destaque, proporcionando tranquilidade. Estreantes na Casa Cor ZELO 16

Fotos: Marco Machado

Apartamento de cobertura projetado pela dupla

Projeto com uso de materiais alternativos


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

20:43

Page 17

Quem é quem?

Ana Paula Pascoal e Marco Machado: arquitetos se destacam com projetos que aliam beleza e inovação

Goiás, os arquitetos também se dedicaram ao desenho dos armários, trabalhados em linhas retas. Eles ainda cuidaram pessoalmente do design de um painel em aço oxidado de demolição, que foi concretizado pela artista plástica Divina Roncaratti. Além disso, se sobressaiu a escultura de parede em borracha do artista plástico Márzio Fiorini. O interessante foi que a preocupação com a “sustentabilidade” já estava nos planos dos profissionais antes mesmo de ser explorada pela mostra. Tal fato se fez notável, uma vez que eles foram os primeiros a entregar e a executar o projeto do ambiente. “O uso de objetos inusitados com nova roupagem é a nossa marca. Buscamos materiais 'perdidos' e damos Foto: Marco Machado

Empório Marzuk: iluminação dá o aspecto futurista

personalidade a eles. O efeito é surpreendente, sem contar que a reciclagem contribui de forma atuante na recuperação do meio ambiente”, explica Ana Paula Pascoal. E acrescenta: “Isso auxilia, da mesma forma, na personalização do ambiente.”

Talento

A dupla empresta seu traço e talento a inúmeros trabalhos realizados em Brasília, Minas Gerais e Goiás. Na cidade de Goiânia, eles são conhecidos por projetos residenciais e comerciais, a exemplo da Originale Pizza, Empório Arepa, Loja Kaya (Araguaia Shopping), Empório Paris (Aldeia do Vale), Lunettier Ótica, entre outros. Ao todo, em dois anos de parceria, assinaram mais de 60 obras. “Obtivemos um retorno muito rápido. Acredito que isso se deve à nossa paixão pelo que fazemos”, pontua Ana Paula Pascoal, que, juntamente com Marco Machado, teve uma participação expressiva na Morar Mais 2007.

Agradecimentos: Ana Paula Pascoal e Marco Machado (62) 3661.3102 (62) 8412-5982 (62) 9611-1306 ZELO 17

A aptidão de Ana Paula Pascoal para a arquitetura apareceu cedo. Aos 13 anos, chegou a projetar uma parede com filetes de pedra para a casa onde vivia com a família. A ideia foi prontamente aceita e colocada em prática por seu pai. Nesta época, também desenhou a área de lazer, que foi assinada e executada por seu tio, o engenheiro civil Hélio Levy da Rocha (in memoriam). Entretanto, apesar da alma de artista, optou por cursar Economia na Universidade Católica de Goiás (UCG), graduando-se em 1996. O curso lhe ajudou no exercício da função de inspetora fiscal, no Tribunal de Contas do Estado de Goiás, a qual ocupa de 1986 até hoje. Contudo, sentia que sua vida não estava completa. Foi então cursar Arquitetura e Urbanismo na Unip. Na faculdade, foi colega de turma de Marco Machado. No quarto ano da graduação, começaram a elaborar projetos juntos e descobriram afinidades profissionais. Os dois se tornaram sócios em um escritório. Hoje, com 37 anos, Ana Paula Pascoal se sente realizada na carreira. Ela concilia com muita maestria as funções de arquiteta, inspetora fiscal e dona de casa. E, como se não bastasse, ainda faz especialização em Iluminação e Design de Interiores no Ipog (Instituto de Pós-Graduação). Marco Machado, 26, descobriu no último ano do curso de Administração de Empresas da UCG que não era nada daquilo que queria para seu futuro profissional. Herdou de seu avô paterno o gosto pelo desenho e, por esse motivo, foi orientado pela tia Márcia Pinheiro a não desistir de seus sonhos. Então largou tudo e investiu no curso de Arquitetura e Urbanismo da Unip. O arquiteto é conhecido por sua criatividade, precisão, detalhamento, personalização dos projetos, e foco no atendimento. Comprometido com a carreira, dedica a maior parte de seu tempo ao escritório e aos clientes que cativou graças à qualidade, inovação e beleza das edificações que realiza em parceria com Ana Paula Pascoal. Z


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

20:43

Page 18

MARIA BONITA EXTRA A grife Maria Bonita Extra, das franqueadas Camila Loyola, Flávia Loyola e Bárbara Loyola, apresentou na Casa Cor Goiás desfile das peças da coleção Verão 2010 da marca, que foram exibidas no Fashion Rio, no Rio de Janeiro. Além da coleção Verão 2010, o desfile trouxe criações da Maria Bonitinha, a linha infantil da marca, que foram apresentadas por clientes goianas da grife.

Fotos: Walter Folador

Camila, Flávia e Bárbara Loyola

Clenon Loyola e Flávia

Camila Loyola, Yordana, Patrícia, Caroline, Ana Carolina, Ana Luiza e Loanda

Laís e Bárbara Loyola

Camila Loyola e Valéria Perillo

Adriana Rezende

Camila Loyola, Renata Rassi e Bárbara Loyola

Milucha, Nair Lobo e Cida Monteiro

Marcos Ávila e Nádia Kanjo

Cristiano Dayrell, Bárbara, Camila Loyola e Hugo Frota

Bárbara, Clenon Loyola, Ludmila Dalul e Camila Loyola

Luciana Pena e Daniela Pena

Ana Paula Rezende


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

20:43

Page 19

Fotos: Walter Folador

Macaquinho estampa relógio

Vestido em organza papoula

Vestido em laise papoula

Macaquinho em laise turquesa

A coleção Verão 2010 da Maria Bonita Extra é inspirada na personagem Dorothy, do filme O Mágico de OZ, e traz muitos vestidos curtos, cores fortes e peças transparentes

Modelos desfilam no encerramento do desfile da Maria Bonita Extra. À direita, Cintia Melo e as filhas, Bárbara e Valentina, apresentam roupas da coleção

Transparência e cores vibrantes são características marcantes das peças. À direita, as modelos mirins Mariah e Luisa Naves de Abreu, Camila Loyola e Laís

Vestido em seda com estampa laços e fitas


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

20:43

Page 20

Foto: Ângela Motta

 ARTE

Desconstrução de formas

Milton César junto a um de seus quadros: artista fabrica próprias tintas e materiais de trabalho com pedras, placas de papelão e objetos encontrados em ferros-velhos

Depois de São Paulo, Milton César traz para Goiás a exposição “Estudo de Estrutura”. Obras são marcadas por pesquisa de linguagem Ranulfo Borges

D

epois do sucesso de público no Museu Brasileiro de Escultura (Mube), em São Paulo, o artista plástico Milton César traz para Goiás a exposição “Estudo de Estrutura”. A mostra, que no ano passado foi visitada por sete mil pessoas na capital paulista, pode ser vista de 7 a 28 de agosto no hall do Teatro Municipal de Anápolis. “Estudo de Estrutura” é uma amostra do trabalho de Milton, que é marcado pela experimentação de materiais e de linguagens. Uma de suas características é trabalhar em sintonia com a natureza. Na composição das obras, o artista usa minerais e material reciclado. Ele próprio fabrica suas tintas com minerais, principalmente as pedras de Pirenópolis moídas. Malacacheta, juta, placas de

papelão, carvão, pedra de tapiocanga e embalagens também estão entre os produtos utilizados. O resultado é um trabalho artesanal, que une técnica apurada com um toque rústico. “Sou meio feudal”, resume o próprio artista. Em seu processo criativo, está presente a ação de reestruturar e reconstruir. É a arte ajudando a preservar um mundo cada vez mais devastado. Voluntária ou involuntariamente, Milton dá sua contribuição ao utilizar objetos descartados em ferros-velhos e no lixo. Mas seu trabalho vai bem além do apelo ecológico. É a busca constante de novos caminhos para a criação. Como se pode observar em seu momento atual, que pode ser definido em duas palavras-chaves: trincha e splash. O artista conta que escolheu a trincha como tema de uma série de quadros por, entre outros motivos, ser este pincel de ponta larga um dos seus principais instrumentos de trabalho. “O meu instrumento de trabalho é utilizado para realizar a minha pintura particular, o meu mundo interior, gerando uma comunicação exterior”, esclarece. A trincha também representa, simbolicamente, o ato de “apagar tudo e começar de novo”. Essa fase representou a preparação para o que viria a seguir, o splash, que ZELO 20

Foto: Divulgação

Um dos últimos trabalhos que Milton realizou em Goiânia foi o cenário para o show Canto de Mulheres

significa a evolução de tudo que Milton vem pesquisando desde que abandonou os limites do óleo sobre tela, utilizado no começo da carreira, em 1993. A frase “splash e estudo de estrutura” resume mais exatamente esse trabalho atual. Splash é um conceito amplo. Significa ao mesmo tempo a desconstrução e a reconstrução de conceitos e convenções. Representa ainda uma explosão, no sentido mais amplo que esta palavra pode tomar dentro da arte: explosão de cores, de formas, de conceitos e de criatividade. “Tudo no mundo 'splesha', mas ao mesmo tempo nasce de novo. Tudo tem um fim e um começo”, resume Milton. Z


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

20:46

Page 21

 MODA E ARTE

Lugar do inusitado

Peças da Valentina Bolsas e Acessórios trazem mix de referências nada óbvio

U

ma loja que oferece bolsas e acessórios exclusivos, capazes de fazer bonito em qualquer lugar. Assim é a Valentina, que foi criada com a proposta de fugir do circuito comercial dos shoppings e butiques tradicionais. “Cada peça é uma criação única e personalizada, destinada a pessoas diferenciadas, que preferem fugir do lugar comum”, explica a proprietária, designer e decoradora Adriana Lima. As peças da Valentina misturam

elementos do vintage, moderno, artesanal e contemporâneo, num mix antenado e nada óbvio. Em cada bolsa, colar ou pulseira estão presentes referências do artesanato brasileiro, além das tendências lançadas pelos grandes centros da moda no mundo. A Valentina está instalada anexa a uma galeria de arte, no Setor Marista. Isso não é por acaso: Adriana se diz apaixonada por arte. E é dentro do mesmo espírito de funcionamento de uma galeria que Adriana quer reunir a

Foto de produtos: Ivan Erick

ZELO 21

Valentina a grandes talentos de Goiânia nas áreas de moda e design. Lá serão encontrados acessórios e roupas criados por novos designers e nomes já conhecidos. E o primeiro deles já chegou à loja. É o estilista Marcos Manzutti, dono da marca Beijodelíngua, que, entre outros trabalhos, já criou roupas para personagens de programas da Globo. Nesse início de temporada na Valentina, Manzutti apresenta uma coleção de vestidos, cuja característica principal é a “desconstrução” das formas. Mas tudo marcado pela simplicidade. “Nada que não se possa usar no diaa-dia”, explica. Mas o estilista desenvolve também peças exclusivas para festas. Os acessórios de Adriana também já foram usados por mulheres pra lá de descoladas e formadoras de opinião. Mas o currículo chique é o que menos interessa à dupla. Para eles, o que interessa hoje é mostrar que as marcas Valentina e Beijodelíngua fazem a diferença, com um conceito novo, que já conquistou clientes em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e até fora do País.

Rua 1136 nº 56, Setor Marista. www.valentinabolsas.com.br www.valentinabolsas.blogspot.com. Foto: Kell Motta

Marcos Manzutti assina coleção de vestidos


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

20:46

Page 22

fashionmania Adevania Silveira

Fotos: Divulgação

adevaniasilveira@terra.com.br

Cori

Cores

Verão da diversidade

Micros, mínis, médios ou longos; amplos ou sequinhos; molinhos ou estruturados; nude ou flúor, luxo ou pop. Nunca se viu um verão tão democrático como o que foi apresentado na semana de moda paulistana, a São Paulo Fashion Week. Desse caldeirão de tendências, extraímos as que mais se destacam.

Neon

O nude foi a cor predominante nas passarelas da semana de moda paulistana, mas não pense que se trata apenas daquele tonzinho cor da pele. A cor da estação aparece nas versões azul, rosa, verde, lilás e beges, só que beeeem clarinhos. Os nudes estão até nos biquínis, dando um ar superdelicado. O bom é que essa cor facilita e muito na combinação com cores mais fortes, como o flúor e texturas variadas. E, repetem os especialistas, é uma cor que dá um ar elegante à produção. As cores “cheguei”, os flúor e os cítricos (verdes, laranjas, vermelhos) comparecem como pontos de luz em várias coleções. Mas, cuidado, use em doses menores para não sair por aí parecendo um sinalizador! O verão também será composto por muito preto e branco, uma combinação clássica e atualíssima ao mesmo tempo.

Ronaldo Fraga

Estampas

Neon

OEstudio

Cavalera

As coleções desta temporada têm presença forte de estampas artsy, aquelas que parecem pinceladas rápidas, feitas à mão, e que lembram obras de arte. Podem aparecer em formas abstratas ou em listras, xadrezes e florais. Além de bastante atuais e femininas, são ótimas para combinar com peças masculinas.


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

20:46

Page 23

Forum

2nd Floor

Sapatos

Triton

Calças

O jeans vem desgastado (distroyed), puído e em versões bem desbotadas, quase brancas, no conhecido délavé, amado por uns e odiado por outros, como euzinha, que prefere os escuros. Há também muita harem, sarouel e boyfriend. Os shapes são bem democráticos: sequinhos ou com laterais aumentadas, algumas vezes o efeito maxi aparece nos bolsos – como na coleção da Uma. A alfaiataria vem em tecidos mais leves. O comprimento das peças varia do curto ao médio e longo.

Triton

Ellus

Terceira peça

Adorei a tendência da terceira peça nesta temporada porque ela sempre dá um up a qualquer visual. Fora que alguns estilistas brincaram com peças clássicas como o colete, renovando sua modelagem. Destaque para o charmoso mini-colete que a Ellus apresentou, bordado com correntes e que produz grande efeito sobre a roupa. Em versões mais leves, feitos em tecidos como tricoline e algodão, os blazers se mantêm como peça-chave no guardaroupa, para homens e mulheres. A Maria Bonita, então, criou um jeito muito charmoso e prático de carregá-lo, naqueles momentos em que a temperatura sobe mais: pendurado às costas como mochila, preso por duas alças fixadas na sua parte interna. Para as meninas, a moda boyfriend não morreu, ou seja, os blazers masculinos mais compridinhos continuam com tudo, e podem compor lindamente com shortinhos.

As sandálias comparecem mais pesadas, com tiras largas e solas mais espessas, apagando a ideia de que sandália de tirinhas finas é igual a verão. Sapatos tipo oxford continuam, com e sem salto.

Colcci

OEstudio

Saias e vestidos Meninas, malhem suas pernas! Os mínis e micros estão em alta! Saias e vestidos podem ser curtíssimos, mas bastante fluidos. Os ricos detalhes estão nos recortes, plissados, dobraduras e babados – lisos ou encorpados.

Uma

Decotes

Alexandre Hercovitch

Mangas e cinturas chegam sem muita novidade, com muito tomara-que-caia e de um ombro só, inclusive nos biquínis, que não servem para tomar sol, mas para fazer uma cena linda à beira da piscina, sob o guarda-sol ou a bordo de navios e iates, pois sobram tecidos. Já nas mangas valem as máxi e bufantes, estruturadas com ombreiras, compridas, e em camadas de babados. As cinturas podem ser baixas, médias ou altas, usadas em calças, macacões, saias, shorts e até biquínis! ZELO 23

Osklen

Osklen

Efeitos e texturas

Acabou a ditadura do brilho só para a noite. Ele agora passeia livremente durante o dia também. Valem os paetês – a onda agora são os de tamanhofamília –, as tachinhas, as correntes e os tecidos metalizados. As transparências também valem nesta temporada, só que aparecem em tecidos menos moles, mais estruturados.


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

20:46

Page 24


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

20:46

Page 25

Só para Homens João Camargo Neto

Fotos: Divulgação

joaoncamargoneto@gmail.com

Maridódromo

Pensando no conforto dos homens que gostam de acompanhar as mulheres nas compras, mas que não têm a mesma disposição, o Goiânia Shopping espalhou lounges pelos corredores para o merecido descanso masculino. Sofás convidativos, piso de madeira, mesas de apoio e paisagismo propiciam ambientes aconchegantes para assistir tranquilo à maratona feminina pelo shopping.

América Latina

Alô, solteiros

A Dremel, da família Bosch, lança no mercado brasileiro a Versaflame. A ferramenta térmica é movida a gás butano liquefeito (o mesmo utilizado em isqueiros). É ideal para acender lareiras, churrasqueiras e até para inflamar o narguilé.

Importação

Inspiração russa

Deus ouviu nossa prece, mas quem a atendeu foi O Boticário. O Dia do Homem é festejado em 15 de julho no Brasil e foi incorporado em 2009 no calendário de datas comemorativas da marca paranaense com o lançamento do perfume Dimitri Redvolution.

PREMIER

Emporio Armani entrou em cena e a pochete deixa de ser brega. O apetrecho foi sensação na Semana de Moda de Milão Verão 2010, no final de junho. Belo relógio é objeto de desejo para os homens de hoje. Guess, símbolo da sofisticação e design moderno, que o diga.

Já a Natura se inspirou nas Cordilheiras dos Andes para criar o desodorante Amor América Palo Santo. Palo Santo é uma madeira perfumada, tradicionalmente usada como incenso no Peru, Bolívia, Equador, Argentina e Chile. O óleo é floral e fresco, com notas resinosas e ambaradas.

A vitrine da Aramis no Flamboyant já expõe a Armani Collezioni. Entre as opções da parceria destacam-se costumes, completa linha de camisaria, gravatas, polos, blazers e diversos outros itens que primam por atemporalidade, tecidos nobres e delicados, acabamentos desenvolvidos e assinados pelo renomado estilista.

A Centauro está comercializando com exclusividade a italiana Ellesse. A marca é sinônimo de moda, estilo de vida e esporte. O filósofo norueguês Lars Svendsen, autor do livro Fashion: a philosophy, ministra palestra em São Paulo em 5 de novembro. A obra dá o que falar no jornalismo de moda. Clientes seletos conheceram o Audi A6 no novo trecho do Rodoanel, em São Paulo. Com direito a clínica de golfe e traslado de helicóptero.

For men

Os novos banheiros masculinos do centro de compras também foram cuidadosamente pensados para os meninos. A combinação dos materiais, como o vidro das bancadas e a madeira das divisórias, confere ao espaço layout sóbrio e leve. O piso preto fosco salienta a fortaleza masculina.

High

O X1, da Sony Ericsson, é a solução ideal para quem procura convergência de entretenimento multimídia e comunicação móvel via Internet em uma tela VGA de 3". Atemporal, a camisa polo da marca francesa Lacoste é um clássico que nunca sai de moda. Produzida com puro malte, lúpulo alemão e o dobro de maturação, a Imperial Ouro é uma preciosidade para quem aprecia cerveja nobre. As campanhas publicitárias dos antitranspirantes Axe esbanjam bom humor. “O homem que está antenado com a moda entende que sua imagem está relacionada com seu sucesso.” Henri Rene C. Stad, diretor de Estilo da Aramis Menswear.

ANOTE AÍ: Não demora e a calça saruel, modelo marroquino, vai virar sensação entre os goianos. Para acompanhar, sandálias mais sofisticadas em couro quando a proposta for casual, tênis para o dia-a-dia e até mesmo sapato à noite.

AGUARDE: O cinza vai dominar o verão.


11/8/2009

20:46

Page 26

 MODA E DECORAÇÃO

Foto: Ângela Motta

Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

Local de puro charme Adevania, Eleonora e Fabiana dividem ateliês de criação na Vila 516

Vila 516 reúne criações nas áreas de moda e decoração assinadas por Fabiana Queiroga, Eleonora Hsiung, Adevania Silveira e Marina Potrich

Q

uando se fala em moda e estilo de vida, Goiânia oferece um pouco de tudo o que há de melhor nas grandes cidades do mundo. Um exemplo é a Vila 516, local que reúne quatro ateliês de moda, de acessórios e decoração. Os trabalhos são assinados por Fabiana Queiroga, Eleonora Hsiung, Adevania Silveira e Marina Potrich. Instalada numa ampla casa no Setor Marista, a Vila 516 inaugurou em Goiânia um conceito em voga há bastante tempo em cidades como Paris e São Paulo: oferecer produtos diferenciados, que fogem do padrão do que é vendido em shoppings, feiras e no comércio tradicional. As criações trazem a marca de cada uma das designers e conquistaram aficionadas por moda e por peças exclusivas. O lugar também chama a atenção pela ambientação, um misto de galeria de arte e oficina. As clientes são recebidas em clima de informalidade. Quase sempre as compras terminam em um gostoso bate-papo com as donas do espaço, regado a chá, no pequeno

jardim que a vila dispõe. Na loja, é possível encontrar camisetas de moulage, vestidinhos de algodão supercriativos, tops, sapatos e acessórios irreverentes. E mais: uma parte da arara é dedicada a um bazar permanente com produtos a preços bem em conta. Em suas criações, Fabiana traz um novo conceito em design: o chamado surface design, que consiste na criação de imagens, gerando estampas que podem ser aplicadas sobre qualquer tipo de superfície. Em outras palavras, quando pensar em Fabiana Queiroga lembre de superfícies de parede, objetos e roupas ilustrados com um mundo imaginário e inovador. É um trabalho que ela desenvolve em seu estúdio de design, o Fabq, a partir de uma tendência europeia, mantendo um posicionamento de diferenciação e inovação no mercado. As coleções de Fabiana são inspiradas em um mundo imaginário, trazendo em seus desenhos gaiolas douradas, pássaros mágicos e outros temas lúdicos, aplicados em acessórios e roupas

exclusivas. Seu estilo pode ser sintetizado em uma frase: “vista um mundo imaginário”. Suas criações estão espalhadas em residências de bairros nobres da Capital e de condomínios como Aldeia do Vale e Alphaville. Já os trabalhos de Eleonora Hsiung refletem sua ideia de moda como elemento de praticidade, mas também de expressão e liberdade individuais. Com suas criações, ela quer cooperar, sempre com irreverência, para o desenvolvimento de uma visão que ultrapasse os limites do modismo. “Estilo além da curva” é o seu lema. Atualmente, Eleonora prepara uma coleção de camisetas. Parte das peças abordará a multidisciplinaridade e a cooperação: parceiros de métiers diversos, como as artes plásticas, a arquitetura, o design gráfico, lançarão seus olhares sobre a moda desenvolvendo peças conceituais, segundo a perspectiva de suas áreas de atuação. A partir delas será criada uma linha comercial. O ateliê de Eleonora também funciona como uma usina de ideias prontas para serem transformadas em roupas sob encomenda. A jornalista Adevania Silveira, que há três anos foi atraída pela moda e lançou sua marca de roupas femininas, é a mais nova integrante do grupo. Há dois meses inaugurou o seu showroom e ateliê na Vila. É lá que recebe as clientes e se dedica à quarta coleção, que será lançada em setembro. A partir de um versículo bíblico que diz que do coração procedem as fontes da vida, Adevania concebeu uma coleção que deseja fazer as pessoas refletirem sobre a qualidade do pensamento e das ações humanas. Com estilo vanguardista, vestidos, saias e tops são o forte da grife que leva seu nome. As criações de Adevania Silveira eram vendidas em loja própria, a Bodhichitta, bastante conhecida em Goiânia, mas no final de 2008 ela decidiu fechá-la para se dedicar exclusivamente à produção de suas roupas.

Onde encontrar:

Vila 516. Rua 1.129 nº 516, Setor Marista. Fone: (62) 3278 5206 Adevania Silveira: (62) 9972 1772 Fabiana Queiroga: (62) 8122 7785 Eleonora Hsiung: (62) 9971 2323


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

20:46

Page 27


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

20:46

Page 28

Agenda Verde Ranulfo Borges ran.borges@ig.com.br

Fotos: Divulgação

Gustavo Veras: projetos ecológicos

Como está Goiânia no cenário nacional em relação às construções sustentáveis?

Goiânia está iniciando este processo como o resto do Brasil. Já existem cerca de três empreendimentos lançados na Capital com atitudes voltadas à sustentabilidade. O Ecovillaggio é um dos mais completos empreendimentos residenciais do Brasil, com itens relacionados à ecologia. São Paulo está hoje um pouco à frente, mas existem mais empreendimentos comerciais baseados neste conceito do que residenciais.

Esse conceito faz a diferença na hora de o goiano adquirir um imóvel?

Acredito que sim. Talvez se o preço de venda for muito aumentado em

Construções sustentáveis

A Loft Construtora é uma das pioneiras de Goiânia no conceito de construção sustentável. Um de seus empreendimentos, o Residencial Ecovillaggio, em Aparecida de Goiânia, utiliza itens como aproveitamento da água das chuvas, telhas recicláveis, energia solar, telhado verde e pomar. Os benefícios vão tanto para o meio ambiente como para o morador, pois os custos do condomínio e de manutenção do imóvel ficam menores. Quem responde a algumas perguntas sobre o tema é o engenheiro Gustavo Veras, um dos sócios da Loft, juntamente com Bruno Veras e Rachel Veras. decorrência do custo da obra, que sobe 5% em média, o cliente não compre. Mas se o imóvel tiver um preço competitivo, este perfil o diferencia na escolha, até porque estes projetos trazem economia ao bolso dos moradores.

O que uma empresa ganha ao investir nesse tipo de projeto?

No caso do Ecovillaggio, ganhamos na mídia espontânea. Comercialmente falando, apesar de não termos aumentado o valor de venda, o resultado foi muito bom. A empresa passa a ser vista de uma outra maneira pelo mercado. A partir de agora, todos os nossos empreendimentos terão este conceito, podendo sofrer variações apenas na relação e quantidade de itens aplicados.

Casa azul

A Caixa Econômica Federal (CEF) lança em novembro cartilha que orientará construtoras sobre como obter o Selo Casa Azul, que classificará os projetos segundo o grau de sustentabilidade. A CEF não oferecerá facilidades para o financiamento de empresas que adotem o selo. ZELO 28

Exposição

O projeto Araguaia Ativo, idealizado pelo senador Marconi Perillo, promove exposições itinerantes, lançamento de livros e debates sobre o rio e os cerca de 70 municípios que compõem sua bacia. O roteiro inclui as cidades de Aruanã, Aragarças, cidade de Goiás e Goiânia. O jornalista Marcos Vilas Boas (foto) integra a equipe.

Cristiane Torloni, Victor Fasano e outros globais lançaram um movimento em defesa da Amazônia. Bem que Leonardo, Bruno e Marroni e Zezé Di Camargo e Luciano, Almir Satter e artistas do cerrado podiam fazer o mesmo pela região.

Orgânicos

Agricultura familiar tem tudo a ver com alimentos orgânicos. O cultivo exige técnicas artesanais, que geram mais empregos, com investimentos menores. Máquinas e agrotóxicos são para grandes lavouras. O ator Marcos Palmeira é pequeno produtor do ramo.


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

20:46

Page 29

FOTO-SÍNT

ESE

Fotos: Divulgação

PEC do cerrado

O cerrado é um dos biomas mais importantes do planeta. Mas sempre foi ignorado pela grande mídia. Enquanto isso vai sendo devastado. Foi esquecido até mesmo pela Constituição, que considera patrimônio nacional Floresta Amazônica, Mata Atlântica, Serra do Mar, Pantanal Matogrossense e a Zona Costeira.

É por isso que o deputado federal Pedro Wilson (PT) apresentou proposta de Emenda Constitucional para tornar o cerrado patrimônio, assim como a caatinga. Mas a PEC tramita há 13 anos na Câmara Federal.

Luxo engajado

A Edun, grife de moda sustentável do cantor Bono Vox (foto), desenvolve parceria com a LVMH, dona de marcas sofisticadas como Louis Vuitton. A Edun vende roupas de algodão orgânico cultivado em países em desenvolvimento, como Índia, Peru, Quênia e Uganda. A marca quer se beneficiar do marketing da nova parceira, enquanto a LVMH aproveita a porta de entrada para a África e outros mercados emergentes.

YSL recicladas

A Yves Saint Laurent também lançou sua primeira coleção sustentável, batizada de New Vintage. Mas em vez de fabricar novas coleções, a grife fez uma espécie de “reciclagem”. São peças clássicas da marca (trenchcoat, bolsa, vestido sem alça) feitas com tecidos que sobraram no estoque. Essa reciclagem de ideias e materiais tem sido uma das tendências da moda. Além de ecologicamente correto, ajuda a enfrentar a crise.


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

 MODA

11/8/2009

20:46

Page 30

JARDIM Fotos Ivan Erick

Styling Marcos Manzutti Beleza André Moreira

Assistente de Produção Micael Bezerra Philipe Mortaso

Modelo Skarlathe (Voga Model)

Ilustrações Fabiana Queiroga pelo Studio Fabq

Blusa em linho, shorts jeans paetizado com saia em transparência sobreposta Lola e sapato Morgatta


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

20:40

Page 3

2 PHU FDGR YDL FRPSHW L U  SRU  YRFr

*U DGXDomR 6XSHU L RU

3yV*U DGXDomR

 $QRV

 $QR

*HVW mR ([HFXW L YD GH 1HJyFL RV *DVW U RQRPL D (VW pW L FD H &RVPpW L FD

*HVW mR GH 5HFXU VRV +XPDQRV *HVW mR GH 7 , (YHQW RV 0DU NHW L QJ

   7XU PD (VW pW L FD H %HO H]D

)RW RJU DI L D H , PDJHP

   7XU PD 3XEO L FL GDGH

'HVL JQ GH , QW HU L RU HV 3U RGXomR 3XEO L FL W iU L D 'HVL JQ GH -yL DV H *HPDV 'L U HL W R   DQRV

7U HL QDPHQW RV &XU VRV VRE PHGL GD SDU D VXD RU JDQL ]DomR


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

Editorial

11/8/2009

20:40

Page 4

ZELO

E

sta nova edição da Zelo mantém a qualidade editorial que se tornou marca registrada da revista. Não faltam entrevistas com gente de destaque. É o caso de Liliane Lobo e suas filhas, Cristal e Tana, que comandam o Liliane Lobo Buffet, responsável por algumas das festas mais chiques de Goiás. Entrevistamos também Ana Paula Pascoal e Marco Machado, autores do ambiente preferido pelos visitantes da última edição da Casa Cor Goiás: o Quarto e Banho do Jovem Casal. E por falar em Casa Cor, veja a cobertura do desfile da Maria Bonita Extra realizado no evento. Outro personagem que nos conta sua trajetória de sucesso é o jovem engenheiro civil Rodrigo Meirelles. Aos 28 anos, ele ocupa a diretoria de uma das maiores incorporadoras do Brasil. O artista plástico Milton César fala sobre a exposição “Estudo de Estrutura”, que esteve em cartaz em São Paulo e agora chega a Goiás. No editorial de moda, as principais tendências para a primavera-verão 2009/2010, em belíssimo ensaio produzido por Marcos Manzutti e Ivan Erick. E, como não poderia deixar de ser, trazemos a cobertura das festas vips de Goiânia. O casamento de Renata e João Alberto, filho do go vernador Alcides Rodrigues, e o aniversário do cerimonialista José Bomfim são algumas delas. Uma novidade é a estreia da coluna Agenda Verde, sobre cidadania e meio ambiente, assinada por Ranulfo Borges. Confira ainda uma matéria sobre azeite, que hoje é um ingredien te indispensável na cozinha do brasileiro. E, ainda, beleza, carros, arte, gente e lugares badalados. Rosângela Motta

Artigo - Pablo Kossa

7

Gastronomia - Liliane Lobo Buffet

12

Perfil - Rodrigo Meirelles

8

Decoração - Projetos de Marco Machado e Ana Paula Pascoal 16 Arte - Milton César

Moda - Primavera-verão

20 30


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

Calçados e Acessórios

AV. T-2, 60 - sala 20 Gal. T-2 Center - St. Bueno Goiânia - GO Fone: (62) 3092 6858

11/8/2009

20:40

Page 5


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

20:40

Page 6

ZELO

Ângela Motta

 EXPEDIENTE

Ranulfo Borges

Edição geral Rosângela Motta Edição Ranulfo Borges Jornalista Responsável Astero Motta (JP - 2233) Direção Comercial Ângela Motta (62) 8407-6213 Projeto e produção gráfica Carlos Sena Zelo em Brasília: Kell Motta (61) 8559-1007 Revisão Fátima Tolêdo (62) 8544-6071

Ulisses Aesse

Kell Motta

Pablo Kossa Carol Magalhães

Colaboradores Ranulfo Borges, Pablo Kossa, Carol Magalhães, Ulisses Aesse, Adevania Silveira, João Camargo Neto, Fátima Tolêdo, Carlos Sena, Walter Folador, Rodrigo Baêta, Paulo Oliani, Marcos Manzutti, André Moreira, Tagori, Alexandre Cerqueira e Ivan Erick

João Camargo Neto

Astero Motta

Pré-impressão e Impressão Gráfica Formato Ltda Motta Editora Ltda Rua C-156 Quadra 328, Lote 18, Jardim América - CEP 74.275-160 Goiânia - Goiás Telefone: (62) 3259-6510 www.zelodigital.com.br contato@zelodigital.com.br revistazelo@gmail com

Adevania Silveira

Sena

 NOSSA CAPA A modelo Skarlathe (Voga Model) foi fotografada por Ivan Erick, beleza de André Moreira e stylling de Marcos Manzutti. Skarlathe usa peças da Lola. Micael Bezerra, Marcos Manzutti, Skarlathe, André Moreira, Ivan Erick e Philipe Mortosa ZELO 6


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

20:40

Page 7


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

20:40

Page 8

 PERFIL

Rodrigo Meirelles, 28, é diretor de uma das maiores incorporadoras do País

Executivo do oceano azul Q

Navegar sempre em novos mares é o lema do engenheiro Rodrigo Meirelles

João Camargo Neto

“Com o tempo você começa a ver que, além de delegar, tem de treinar e confiar algumas coisas às pessoas e, com isso, começa a se preocupar com a formação delas”

uando aceitou ser estagiário da EBM Incorporações em São Paulo, mesmo morando em Goiânia, o então estudante de Engenharia Civil Rodrigo Meirelles ainda não tinha lido A estratégia do oceano azul. A obra, de autoria de W. Chan Kim e Renee Mauborgne, apresenta uma nova maneira de pensar sobre estratégia, o que resulta em criação de novos espaços corporativos, o oceano azul. Rodrigo leu o livro recentemente, aos 28 anos. Hoje, diretor comercial de uma das maiores incorporadoras do Brasil, líder de mercado em Goiânia, onde ingressou como estagiário, se encaixa com perfeição nos exemplos institucionais dados pelos autores na obra estrategista. Eles perfilaram empresas que criaram novos nichos e encontraram um outro caminho para o crescimento. De forma semelhante, Rodrigo, pessoa física, trilhou seu início na vida corporativa de maneira nada convencional, e desbravou pessoas jurídicas. Quando estagiário, seu salário era todo gasto com o traslado de Goiânia a São Paulo e a estada para atuar no escritório paulista. Ele já previa que não seria em vão. “Para realizar meus planos a longo prazo, abri ZELO 8

mão de algumas coisas que eu poderia ter hoje e não tenho”, destaca.

Vida de campeão

A semana de Rodrigo não esbanja lacunas. Ele sai de casa às 6h30 – normalmente direto para a academia – e retorna às 19 horas, depois de passar o dia todo no escritório. Ao menos três dias por semana, almoça com a esposa e os filhos. Nos outros, alterna entre comer em frente ao computador, enquanto trabalha, e em algum restaurante de Brasília, Salvador ou São Paulo. As três capitais são as principais praças de atuação da EBM fora de Goiânia e Rodrigo as visita duas vezes ao mês. Se engana quem pensa que o executivo em questão é limitado à rotina escritório-casa-escritório. Também pudera... Rodrigo Meirelles, antes de chegar ao topo da EBM, nadou muito. E o sentido não é figurado. Nadou profissionalmente entre 1996 e 2000, quando integrou a seleção brasileira, e, em seguida, o Vasco da Gama, juntamente com Gustavo Borges, Leonardo Costa, Gabriel Mangabeira, o goiano Carlos Jayme e outros nomes de envergadura aquática irrepreensível.


Nesses quatro anos, Rodrigo foi 14 vezes campeão nacional nas categorias 100 Peito e 200 Medley. Ele largou tudo porque, primeiro, “estava de saco cheio das piscinas” e, para piorar, coincidiu com um evento delicado na juventude de qualquer um: a separação dos pais. A decisão de abandonar o esporte profissional talvez não tivesse sentido à época em que foi tomada. Hoje, porém, diante da recente e próspera trajetória, o nadador executivo – ou seria executivo nadador? – não tem do que se arrepender. “Todos os meus amigos do Vasco e da seleção não estudaram mais, trancaram a faculdade e focaram apenas na natação. Eu não podia parar de estudar”, lembra. Não podia porque, com a separação dos pais, teve de começar a trabalhar para ajudar em casa. A ligação com a água, entretanto, o acompanha até hoje. Difícil é o fim de semana em que Rodrigo não se refugia no Lago de Caldas Novas ou na fazenda de algum amigo para praticar wakeboard. Vinte e poucos anos e, finalmente, era chegado o momento de desvirginar-se no mundo dos negócios. Rodrigo, vocacionado a empreender, montou um escritório de avaliação de franquias. Ao mesmo tempo, participava de um grupo de promoteurs que badalou Goiânia com a produção de festas no início da década. “Eu era o administrador da turma. Meu foco era o negócio em si. Eles gostavam da bagunça e do que ganhavam dela”, descontrai. Quem tem visão de futuro e opta por uma faculdade de Engenharia Civil não se reduz a um canteiro de obras. Pelo menos não no caso de Rodrigo Meirelles. Além de franquias, seu escritório começou a avaliar o setor imobiliário, atuação que resultou no convite para integrar a EBM, primeiramente como estagiário. De lá para cá, seis anos se passaram. Ele foi gerente de Projetos e, há três anos, é diretor comercial da EBM, que possui portfolio com mais de 1,5 milhão de metros quadrados edificados em projetos realizados em Goiás, São Paulo, Distrito Federal e Minas Gerais. Os valores defendidos pela empresa não se distanciam dos enraizados no caráter dele. Ética, responsabilidade socioambiental, solidez, inovação, valo -

11/8/2009

20:40

Page 9

Fotos: Haroldo Cardoso / Rodrigo Baêta

Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

Rodrigo num apartamento decorado da EBM : campeão nacional de natação por 14 vezes, engenheiro treinou com atletas como Gustavo Borges, mas trocou piscinas pela carreira no mundo corporativo

rização do ser humano, excelência no relacionamento com o cliente, qualidade nos produtos e serviços, união organizacional e transparência são comuns à EBM e, não menos, ao seu diretor comercial.

Pensamento e ação

A natação é um esporte solitário. “São a piscina, a raia e você.” A filosofia da atividade que praticou na infância e adolescência, porém, não conseguiu impregnar o individualismo em Rodrigo Meirelles. Ele se revela empenhado, além da família, com os colaboradores do departamento que comanda. “Com o tempo, você começa a ver que, além de delegar, tem de treinar e confiar algumas coisas às pessoas e, com isso, começa a se preocupar com a formação delas”, revela. Rodrigo põe a fé a sua frente. Mas só fica sabendo que ele é evangélico quem toca no assunto. Ele não é da vertente dos bitolados que não dão um passo sem justificar que sua ação é embasada na Bíblia, que ele chama de “Manual do Fabricante”. Ele vai à igreja aos domingos de manhã, para levar o casal de filhos, e à noite, para participar do culto dominical. Durante a semana se esforça para participar de algum grupo de estudo bíblico na casa de outro membro. A conversão à Igreja Maranata não alterou muito a rotina de Rodrigo. “As mudanças maiores acontecem de forma ZELO 9

mais radical quando se trata de um cara totalmente 'doidão'”, brinca. Ele nunca foi inclinado aos vícios comuns à juventude e, em função da vida esportiva, não bebia, não fumava e nem chegava tarde das baladas. A fé não converteu o estilo de Rodrigo Meirelles porque este não precisava de endireitamento, mas, como nada acontece na vida da gente por acaso, o fez, no mínimo, enxergá-la diferente. Quem convive com ele tem o prazer de desfrutar do raciocínio que, acima da religião, é benéfico à conduta pessoal e profissional de qualquer cristão, muçulmano ou budista. Se é que é uma recomendação, ou se é que você quer uma orientação, anote aí. Se ainda está em dúvida, ao menos reflita. Certamente você também não chegou até aqui por acaso. “Hoje meu valor principal está na minha família. E não em mim e para mim. Tem muita gente que casa para ser feliz. Quando você começa a enxergar o amor de Deus na sua vida é o contrário. Você casa para fazer a outra pessoa feliz. Se consegue fazer isso, aí, sim, a vida dá certo.” Para arrematar, Rodrigo Meirelles garante que o lema pode ser estendido além-casa e aplicado à vida profissional e em outras esferas da sociedade. Vale a pena tentar. Mal não faz. Afinal, se esforçar para fazer alguém feliz nunca matou ninguém. Vai que a lei da reação funciona com você também. Z


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

20:40

Page 10

 ARTIGO

Ah!, essa gente moderna demais... Pablo Kossa

pablokossa@bol.com.br

T

alvez o pior lugar do mundo para eu expor esse tipo de ideia seja aqui, nas nobres páginas da Revista Zelo, mas como sou um cara de pouco bom senso e que a normalidade não é meu referencial de vida, ok, encaro esse desafio. Confesso de público para você, caro leitor: não tenho a menor paciência com o novo. O novo pelo novo não me diz nada. Para falar a verdade, é até pior: uma coisa perde pontos na minha análise subjetiva só pelo fato de ser nova. E não consigo entender quem sempre está louco atrás da última novidade. A angústia de se sentir sempre atrasado, tudo so last week, deve ser o verdadeiro inferno. Sempre ter que saber qual é a tendência de Milão, qual a banda que está na capa da Nem Music Express, o que aquele conceituado diretor iraniano está lançando, qual o blog referência em Nova York... Sejamos francos: tudo isso é um saco! Eu tenho um seriíssimo problema com o novo. Já o percebo com um desdém que vem do fundo do meu peito. Eu realmente tenho necessidade do crivo da História para que eu sinta alguma complacência com qualquer coisa. Com obras de arte, a situação só se agrava! Prefiro sempre arriscar o escasso tempo de hobby para apostar no certo, naquilo que já tem respaldo consolidado do que confiar na indicação do blog incensado das últimas tendências. E que fique claro que não me orgulho disso. Não me sinto nem pior e nem melhor por não ligar para a velocidade em que se atualizam as coisas no mundo. Só me sinto distante disso. Simples. Criei um critério subjetivo para o caso da música. Só vou ouvir artistas que passem no teste dos 10 anos de carreira ou três discos lançados. Se a banda mostrar essa conZELO 10

sistência, a crítica especializada reconhecer o trabalho, caso citem referências estéticas que me interessem, aí sim posso ceder meu ouvido àquele trabalho. Inclusive, não tenho problema em ter humildade e ouvir os trabalhos anteriores do artista com atenção e reconsiderar minha opinião (sou o mestre da reconsideração). Mas, antes disso, por favor, não precisam contar comigo. Naturalmente, tenho consciência de que perco muita coisa boa e acabo perdendo artistas em seu período mais criativo. Ok, é o preço que se paga. Não posso me queixar. E essa forma como vejo o mundo não é nada interessante para quem trabalha com o que eu trabalho. O jornalista é aquele cara que busca o novo o dia inteiro, na procura incessante pelo que ninguém sabe. O produtor cultural é o sujeito que se propõe a descobrir o novo em vários sentidos. Tsc, eu sou esquisito demais e sempre escolhi os caminhos mais tortuosos mesmo. Normal. A análise aprofundada, a reflexão bem feita, o resgate histórico me interessam bem mais do que o novo pelo novo. Sempre me divirto quando encontro alguém e a pessoa pergunta se eu vi/li/ouvi a última. A resposta quase certa é que não. E o meu interlocutor faz aquela cara: ”Nossa!!! Mas como??? Ele é um jornalista...” Fazer o quê? Sinto reconforto quando ouço a palavra clássico, pois sei que gerações passaram pela obra e a continuam valorando. Deve ser coisa de gente velha... Ou muito chata... Ou ainda as duas coisas. Cabe a você sacar onde eu me enquadro. Texto inspirado na música Supercool de João Brasil -http://www.youtube.com/watch?v=lk9L0qCPh8 Z


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

Regata em seda, bermuda em alfaiataria e sapato mocassim Maria Bonita Extra; bolsa Valentina

11/8/2009

21:25

Page 31


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

Vestido em seda com bordados em pedraria INPS para Fuxica, pulseira e colares Valentina e sapato Morgatta

11/8/2009

21:26

Page 32


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

Vestido em preto-e-branco Adevania Silveira, sapato Selo, pulseira e arranjo de cabeรงa Valentina

11/8/2009

21:26

Page 33


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

Vestido nude em algodĂŁo resinado BeijodelĂ­ngua e sapato Morgatta

11/8/2009

21:26

Page 34


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

Vestido em linho e colar resinado Caos para Carmem Cardoso, carteira em renda pura Valentina e sapato Morgatta

11/8/2009

21:26

Page 35


11/8/2009

21:26

Page 36

Fotos: Paulo Oliani

Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

Alcides Rodrigues e Raquel Rodrigues

Casamento de Renata e João Alberto

João Alberto Vieira Rodrigues e Renata de Araújo Asmar

Os médicos Renata de Araújo Asmar e João Alberto Vieira Rodrigues trocaram alianças diante do apóstolo César Augusto e de centenas de convidados no último dia 17, na Igreja Fonte da Vida. A decoração ficou por conta de Valéria Junqueira, que decorou o gazebo montado no altar com rosas, orquídeas e lírios. Após a cerimônia, os noivos receberam cumprimentos no Oliveira’s Place, ao lado dos pais dela, Elias José Asmar e Sônia Maranhão Araújo, e dele, governador Alcides Rodrigues e primeira-dama, Raquel Rodrigues. O som ficou a cargo do DJ Marcos Silveira e cerimonial de José Bomfim.

César Augusto e Fábio de Souza Lúcia Vânia

Milca Severino e Linda Monteiro

Iris Rezende e Maguito Vilela

Henrique Meirelles e Eva Missini

Lucinha Valente e Nabih Salun

Ernesto Roller e Andreia

Paulo Afonso e Solange Ferreira

Marcos Ávila e Nádia

Luis de Medeiros Pinto e Ana Rosa

Batista Custódio e Marly

Lamis, Rubens Cosac e Luís Carlos Rodrigues

Marcus Vinicius e Leila Faria

Sergio Caiado


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

21:26

Page 37

Carolina Rezende e Isabela Perillo

A 13ª edição da Casa Cor Goiás 2009 reuniu, no Colégio Estadual Lyceu de Goiânia, personalidades e especialistas no assunto. Durante os 40 dias de exibição, o público pôde conferir nos 42 ambientes as novidades desta edição, apresentadas por 58 profissionais renomados. Este ano, a Casa Cor Goiás tomou como inspiração a sustentabilidade.

Fotos: Ângela Motta e Walter Folador

MOSTRA

Elbio Moreira e Silvana Moreira

Ana Paula de Castro, Sanderson Porto e Ednara Braga

Maysa Melo , Hugo Machado e Amanda Melo

Flávio Paraguassú e Edmara Cavalcante

Carminha Ramos e Cristiano Rezende

Flora Maria e Maria Elvira Crosara

Geórgia Silveira e Daniele Barbosa

Léo Romano e Marcelo Trento

Maurem Françoise e Fernando Parrode

Clarismar Machado, Helen Simone e Flávio

Ana Maria Miller e Isabel Jácomo

Luiza Rezende e Aline Jaime

Tayná Gonçalves e Eduardo Bittar

Severino de Sousa, Ricardo Ponce e Wemerson Caetano

André Brandão e Márcia Varizo

Monique, Renata Louza e Elisa Frota

Sheila Podestá, Eliane Martins e Joel Braga

Kátia Jacarandá

Andrea Fonseca e Marco Antonio Accioli

Daniel Almeida, Mariana Clímaco e João Camargo Neto

ZELO 37


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

21:26

Page 38

Fotos: Divulgação

Pedro Canedo, Ademir Menezes e Sérgio Lucas

Aniversário

Pedro Canedo, Eliana Caiado Canedo, Raquel Rodrigues e Alcides Rodrigues

DE PEDRO CANEDO

Elcival Caiado-Terezinha e Ana Flávia

Alianças

Pedro Canedo, da Iquego, comemorou aniversário ao lado de centenas de amigos na Maison Florency, entre eles, o governador Alcides e a primeira-dama Raquel Rodrigues.

Ana Laura e Ana Flávia Fotos:Espaço Fotográfico

A jornalista Carol Magalhães e o empresário Rafael Figueiredo Jorge trocaram alianças no último dia 22, na Sedna Lounge. A cerimônia, com buffet assinado por Liliane Lobo e decoração de Cristal Lobo, foi conduzida pelo pastor Gentil R. Oliveira e contou com a presença de 100 convidados.

Carol Magalhães e Rafael Figueiredo Jorge

Maria Magalhães, Luzinan Bento, Carol Magalhães, Rafael Figueiredo, Vanessa Chaves e Roberto Willian ZELO 38


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

21:26

PARABÉNS, BOMFIM!

Page 39

A festa de aniversário do cerimonialista José Bomfim reuniu 200 convidados na Maison Florency. A qualidade da comemoração não deixou a desejar: pista de dança sob o comando do DJ Henrique e decoração impecável de Alessandro Gemus. Para recarregar as energias, buffet Maison Florency.

Ester e Paulo Panarelo ter e Paulo Panarelo

Adriano Pinheiro e Viviane Baeta Joana D'arc e Miguel Abrão

Fotos: Ângela Motta

Eduardo Oliveira e Valéria Junqueira

Alessandro Junqueira e Rodrigo Menezes

Cláudio Valente, Rosa Ribeiro e Eduardo Guedes

Leandro Savine, Patrícia Zacharias e Magno Pinheiro

Alex Gebrim e Cléria Pimenta Maisa Gouveia e Gilson Ramos

Rômulo Lisboa, Ana Cláudia Rocha, Nathália Lisboa e Mateus

Rosângela Motta e José Bomfim

Francisco Corrales e Claudete Corrales

Britz Lopes e Márcio Abreu Márcia Brandão e José Guilherme Schwam Ana Manuela Fiadeiro e Cristina Lopes

Valterci Melo e Flávia


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

21:26

Page 40

Nova Citroën

A Citroën do Brasil inaugura a Liberté Flamboyant. É a 124ª concessionária completa da marca em todo o Brasil e a primeira da região Centro-Oeste a apresentar a nova identidade visual. Fotos: Walter Folador

Sérgio Leão e Letícia Cunha érgio Leão e Letícia Cunha

Senador Marconi Perillo e Ivan Segal, presidente da Citroën do Brasil Brasil.

O sim de Isadora Guimarães e Cacildo Antunes

Luís de Medeiros Pinto, Sérgio Leão e Antônio Maia

Fotos: Maria Célia Siqueira

Noivos com Maria Tereza e deputado Pedro Wilson

Brinde com Carlos Alberto Antunes e Laudelina Inácio

Isadora Guimarães e Cacildo Antunes casaram-se numa bela cerimônia na Catedral Metropolitana. Padre César Garcia fez a bênção das alianças musicada por Ave Maria, de Charles Gounod. Valéria Junqueira decorou a igreja com arranjos enormes de gypsofilas, lírios e botões de rosas. O buffet contou com a chancela do Hannas Buffet. Após a celebração, os noivos e os pais dos noivos, deputado federal Pedro Wilson e Maria Tereza e Carlos Alberto Antunes e Laudelina Inácio, receberam os cumprimentos no Clube da Asmego. ZELO 40


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

Carlos Santana e Elen Gardênia

Célio Taquary, Denise Vieira, Karol Wojtyla e Maria Aparecida Taquary

Laciana Taquary e Karol Wojtyla

Fotos: Espaço Fotográfico

Ana Beatriz, Eduarda, Ana Clara e Lucas

Daniel Alves, Karol Wojtyla, Denise Vieira, Carmo Alves e Maria de Fátima

Erika e David Serra Maia

D’BOU

21:28

Page 41

União de Denise e Karol Wojtyla Foi no Espaço Sofisticato, ao fim da tarde, o casamento de Denise e Karol Wojtyla. Denise usou vestido da estilista Maisa Gouveia e cabelo e maquiagem assinados por Ivani Barroso, do Lê Touche. Depois da celebração religiosa, os noivos receberam os cumprimentos no salão de eventos do Sofisticato. O buffet foi assinado por Valéria Noleto e a mesa de bolo ficou a cargo de Maria Valentine. Fotos: Ângela Motta

Selena e Vander Anhesini

O casal Fernando Samaúma e Andréa Mota reinaugurou o D’bou New, na Avenida Portugal, no Setor Marista

Priscilla Auad e Rogério Sabath

Hernane Marques e Millena Grace

Ângela Motta, Thaynara Hannah e Rosângela Motta

Foto: Rick Janz

Andréa Mota e Fernando Samaúma

Tânia Vicente e Clayton Sampaio


11/8/2009

21:29

Page 42

Zelo Sophistiqué

Christiane Freitas e Ângelo Baú

Andrea Abrão

A Revista Zelo marca presença na quinta edição do Bazar Sophistiqué, no Oliveira’s Place. Moda, gastronomia, arte e música integraram a eclética programação do evento dirigido por Christiane Freitas e Ângelo Baú.

Adriana Sá, Christiane Freitas e Anna Luiza Sant’anna

Adriana Lima

Yramaia Lemos

Alice Dias e Paula Dias

Fotos: Ângela Motta / Haroldo Cardoso: Tagori

Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

Ângela Amorin e Jumaria Amorin

Rosa Irlene Serafim

Cláudia Carvalho

Fabiana Vasconcelos e Doriana Vasconcelos

Flávia Freitas

Jiovanka Renovato e Geovana Guimarães

Karine Terra

Karine Toledo e Ide Toledo Lima

Magda Santos e Christiane Freitas

Márcia Carneiro

Maria de Lourdes, Patrícia de Oliveira e Maria do Rosário

Priscylla Pedrosa

Patrícia França

Sandra Regina Andrade

Tatiana Zaiden e Cristina Zaiden

Patrícia Loyola e Ana Paula Castro

ZELO 42


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

21:29

Page 43

Aniversário de Leonardo O engenheiro Leonardo Pinheiro comemorou aniversário em grande estilo. A festa começou às 7 da manhã, quando Leonardo e mais 12 amigos saíram de sua casa, na Alameda Ricardo Paranhos, e pedalaram até Trindade. De lá, seguiram para a fazenda da família em Santa Rosa, onde uma outra turma animadíssima o esperava para o “Parabéns a você”.

Fotos: Ângela Motta e Walter Folador

Leonardo Pinheiro e Roberta

Fernanda Santos

Ludmila Dalul e Clenon Loyola

Eduardo Bittar e Ana Francisca Figueredo

Guilherme, Leonardo, Carolina, Maria Helena, Gustavo, Roberta, Giovanna, Jehovah, Beatriz e Bernardo

Leonardo Pinheiro

Juliene Corado

Rodrigo Araújo e Karla Hernandes

Gustavo Jaime e Fernanda

Tiago Bandeira

Karina Bandeira e Liliana Nunes ZELO 43


11/8/2009

21:29

Page 44

LANÇAMENTO AMBIENTAR NO BOLSHOI

Joaquim Barbosa, Elizabeth Oliveira, Ilézio Ferreira e Elza Ferreira

FESTA CANTÃO NA FICTION Fotos: Ângela Motta e Tobias Ragonesi

aconteceu

Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

Gustavo Luz

Gilmar e Raquel Montalvão Roberto e Ricardo Lima

Mavione de Sousa

Telma Matteucci e Cláudia Dayrell

BAZAR MORGATTA CALÇADOS

Nando Nunes

Edna Alves, Rejane Ferreira e Selma Santos

Amon Lima

Nanda Rocha

Walter Folador

Geane Rosa

Humberto Furlaneto e Daiene Granzotto

Fábia da Silma e Marcelo Botelho

Cristiane, Claudete Corralles e Lili Moreira ZELO 44

Thiago e Priscilla Rahif


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

21:29

Page 45

 ARTE

Brasília

Lourenço de Bem executa obra durante a maratona

Artistas participam do evento “40 Horas de Criação” no Atelier Lourenço de Bem, no Setor de Mansões do Lago Norte, na capital federal Fotos: Kell Motta

Joana Limongi

Glênio Bianchetti e Ailema de Bem Bianchetti

Lúcio Bianchetti

Nando Negreiros

Massimo Massaglia

Salete Henkes ZELO 45


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

21:29

Page 46

 GASTRONOMIA

Indispensável à mesa

Astero Motta

O

s números confirmam: o Brasil está entre os dez maiores consumidores de azeite, com vendas anuais de 32.000 toneladas, conforme dados da Associação Brasileira de Produtores, Importadores e Comerciantes de Azeite de Oliveira (Oliva). A União Europeia representa 81% da produção mundial, sendo a Espanha o maior produtor mundial, seguida pela Itália, Grécia, Síria, Tur quia, Tunísia e Marrocos.

A palavra azeite provém do vocábulo árabe “Az + zait”, que significa sumo de azeitona. Apesar de não haver uma data certa para o aparecimento das oliveiras, presume-se que tenham surgido na região da Ásia Menor e Mediterrâneo Oriental há mais de 5.000 anos. Os fenícios, sírios e armênios foram os primeiros povos a consumi-lo, competindo aos gregos e romanos levá-lo para a Europa e o Ocidente. Segundo a mitologia, os deuses Atenas e Poseidon disputavam a soberania do lugar. Para decidir o vencedor, foi solicitado aos dois a criação de algo que fosse útil aos homens. Atenas ganhou, criando a oliveira. No Egito, se atribui sua origem a Isis, irmã e esposa do deus Osiris. Ela teria ensinado aos homens a arte de extrair o famoso óleo. Na Bíblia, o azeite é utilizado como o símbolo da presença de Deus e do Espírito Santo. Em Gênesis, quando as chuvas do dilúvio tinham cessado e a arca ainda navegava sobre as águas, o patriarca Noé teria soltado uma pomba que retornou trazendo um ramo de oliveira.

Hoje, o azeite é um símbolo no Mediterrâneo, ao lado do vinho. Com aromas de ervas, pimentas, trufa, gengibre, nozes, canela e baunilha, é cada vez maior o número de azeites exclusivos que recheiam as prateleiras dos principais empórios do País.

Antioxidante

As propriedades nutricionais e terapêuticas do azeite vêm sendo demonstradas em vários trabalhos científicos. Devido à grande quantidade de gordura monoinsaturada do azeite, ele ajuda a reduzir o colesterol ruim (LDL), o que contribui na prevenção de infarto. Outro benefício é que o consumo moderado do azeite faz com que o organismo não acumule gordura, principalmente na parte abdominal. Possui, ainda, uma poderosa ação antioxidante, altamente recomendada para inibir os efeitos dos radicais livres no organismo, prevenindo o envelhecimento precoce. Os povos mediterrâneos, maiores consumidores de azeite, têm baixo nível de incidência de infarto e câncer, graças a uma dieta saudável que contém o azeite.

Foto: Divulgação

Brasileiros se rendem ao sabor e aos benefícios do azeite e já estão entre maiores consumidores do mundo. Saiba como escolher um bom óleo


Foto: Kell Motta

Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

Com aromas diversos e tonalidades que vão do dourado ao verde-escuro, e sabores entre frutado, adocicado e picante, há milhares de azeites produzidos em todo o mundo, cada qual com suas características, que variam de acordo com o país produtor, o tipo de colheita, solo, seleção e o modo de produção. Devido a essas particularidades, há sempre um tipo adequado para cada tipo de receita. O chef André Barros, do Country Clube de Goiás, dá a dica de como usálos. “O extra-virgem, escuro e de sabor acentuado, próprio para dar sabor a saladas e temperos, é obtido por prensagem a frio com o mínimo de pressão e calor. É feito através do esmagamento do fruto. Já o azeite virgem é o da prensa quente, mas ainda se utiliza o mínimo de manipulação, que resulta

11/8/2009

21:29

Page 47

em óleos ricos em sabor”, explica. Produtos confiáveis podem ser encontrados em lojas especializadas e supermercados. Os preços são variados, mas, como sempre, os mais caros são os mais elaborados. O gerente Bernardino Almeida Neto, que há 20 anos trabalha no Empório Casarão, sugere o extra-virgem, cuja acidez fica entre 0% e 0,8%. “Os azeites Casa Portuguesa (R$ 12,93), Azeite Italiano Colavita (R$ 44,43 lt), Azeite Grego Minerva (22,93), Borges Espanhol (R$ 44) e Azeite de Oliva Extravirgem Italiano San Giuliano (R$ 56) são os mais procurados, pois têm baixa acidez, um dos fatores fundamentais na escolha deste produto”, explica. A Oliviers & Co., a maior empresa multinacional de azeites finos, trabalha com 25 tipos do produto de marca própria, que custam entre R$ 25 e R$ 51. A Oliviers foi a primeira boutique de azeites extra-virgens finos de Paris. Devido à qualidade de seus azeites e à proposta educativa sobre o produto, se tornou referência internacional na comercialização de azeites finos.

Sena

Classificação Extra-virgem:

Quando a acidez não passa de 0,8% esse teor somente é obtido através da primeira prensagem a frio a menos de 24 horas após a colheita

Virgem:

Quando a acidez não passa de 2,0%

Virgem Comum:

Quando a acidez não passa de 3,3%


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

21:29

Page 48

Rua 137 nº 563 Marista Fone: (62) 3954-4858

Rua 137 nº 565 Marista - Fone: (62) 3945-8948 - Goiânia - Goiás


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

21:29

Page 49

 DIREITO

Tendências da advocacia empresarial Humberto Lauar Sampaio Meirelles Luiz Gonzaga da Silva Júnior Victor Deusdara Cruvinel

C

om o crescimento da produção, do volume de operações e contratos firmados, as empresas hoje necessitam não apenas de um contabilista responsável, mas também de orientação e assessoria de qualidade em áreas como gestão de pessoas, marketing e, sobretudo, da assessoria jurídica, prestada por profissionais especializados. Os empresários devem definir as prioridades, considerando o cenário econômico do setor, identificar aquelas áreas de maior carência dentro de sua estrutura, e assim recorrer aos serviços de assessoria, visando otimizar resultados e, no que tange às questões jurídicas, reduzir os riscos de contingências. A advocacia voltada para as necessidades do setor empresarial, especificamente no Estado de Goiás, vem ganhando espaço nos últimos anos e acompanha a tendência dos grandes escritórios de São Paulo e Rio de Janeiro: a valorização do advogado de atuação preventiva. Esse profissional precisa entender a atividade e o perfil de seus clientes e participar efetivamente dos negócios, agregando conhecimento jurídico especializado, seja para facilitar a tomada de decisões ou evitar futuras demandas judiciais. Nesse sentido, os advogados, antigamente presos aos processos e à atuação contenciosa, transformam-se em consultores legais e também estratégicos. E, como tais, não devem circular apenas pelos corredores forenses, e sim sair de seus escritórios para frequentar os estabelecimentos de seus clientes. As extensas petições vêm sendo substituídas, na atuação consultiva, por pareceres capazes de elucidar objetivamente as dúvidas dos clientes, e alguns escritórios oferecem, inclusive, pequenos treinamentos sobre questões jurídicas específicas para funcionários das empresas. Diversas empresas, por falta de pessoal próprio especializado ou assessoria externa, acabam não dando a atenção necessária a determinadas questões e cometem, em sua rotina administrativa, pequenos erros que podem

gerar grandes problemas e muita dor de cabeça para seus gestores no futuro próximo. Para aqueles que estão nessa posição, é importante deixar de lado, em primeiro lugar, a visão simplista de que os contratos são apenas procedimentos burocráticos, quando na verdade são a essência de todo negócio, seja lá qual for o objeto do mesmo. Por meio do contrato bem redigido, podemos medir a boa-fé das partes no cumprimento do pactuado, bem como o equilíbrio entre direitos e obrigações. Assim, a assessoria jurídica na área do direito contratual tornouse de suma importância para os empresários que buscam mais segurança nas relações com clientes e fornecedores, entre outros. Do ponto de vista da formação acadêmica, e

Por meio do contrato bem redigido, podemos medir a boa-fé das partes no cumprimento do pactuado, bem como o equilíbrio entre direitos e obrigações

escritórios de advocacia especializados tem crescido a passos largos. Algumas criam relações duradouras com os escritórios, motivadas pelo serviço eficiente, o custo-benefício e o bom atendimento. E é justamente essa tríade, aliada aos princípios da ética profissional e principalmente a transparência na relação entre advogados e clientes, que deve dar ainda mais força à advocacia empresarial preventiva. O advogado, atuando preventivamente em nome da empresa, procura evitar a morosidade da Justiça brasileira, optando pela negociação e pela arbitragem para solucionar as questões, sempre que possível. As cláusulas contratuais com opção pela arbitragem têm se mostrado comuns em empresas familiares e, no caso de empresas que passam por dificuldades financeiras e que, portanto, necessitam de toda celeridade possível, a arbitragem se mostra um melhor caminho do que os processos judiciais. Ocorre que muitas famílias, não crendo na possibilidade de conflitos entre seus membros, ainda resistem em inserir as cláusulas arbitrais nos contratos societários, ou sequer formalizam a sociedade, por entenderem não haver necessidade. Em tempos de crise, vários escritórios de advocacia estão verificando aumento também no volume de ações trabalhistas após a onda de demissões e, principalmente, após o pagamento do seguro-desemprego, quando o ex-empregado não consegue novo trabalho. As empresas hoje enfrentam ainda problemas em seus processos de terceirização e procuram se resguardar contra os riscos oriundos dessa espécie de contratos. Mais uma vez, uma boa assessoria pode reduzir esse tipo de problema, além de garantir atuação nas demandas que surgirem. Uma outra dificuldade das empresas é lidar com a complexidade da legislação tributária e a burocracia fiscal, o que gera inevitavelmente erros na apuração dos impostos devidos, na compensação de créditos tributários, bem como o descumprimento de obrigações acessórias exigidas pela lei, como os diversos tipos de declarações a serem enviadas periodicamente pelos contribuintes. Z

com objetivo de se aproximarem da realidade das empresas, advogados vêm buscando cursos antes frequentados apenas por empresários e executivos, como o MBA em gestão de negócios, o que reflete a tendência do mercado nos próximos anos, ainda que tais cursos não possam mais ser considerados, isoladamente, como o diferencial na briga com a concorrência. Não é por acaso que hoje multinacionais e empresas de grande porte possuem advogados internos exercendo cargos de executivos jurídicos, se reportando diretamente aos seus presidentes. Esses profissionais são chamados a opinar com visão jurídica quando, por exemplo, a empresa estuda fechar novas parcerias, diversificar produtos e serviços, iniciar a atuação em novas regiões, implantar novas tecnologias, entre outras. Escritório Cruvinel, Gonzaga e Meirelles É certo que as pequenas empresas não posAdvogados Associados S/S suem estrutura para dispor de departamento jurídico próprio, razão pela qual a procura pelos ZELO www.cgmadvogados.com.br 49


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

21:29

Page 50


11/8/2009

21:29

 BELEZA

OURO VERDE

O café é o mais novo destaque entre as recentes soluções de combate ao envelhecimento. Pesquisas do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) mostram que o café verde é o mais potente antioxidante de origem vegetal existente no mercado. Colhido quando ainda está verde, o café é submetido a um refinamento, transformado em óleo e finalmente resulta numa fórmula que pode ser utilizada em cremes, produtos de beleza. Além do poder oxidante, extremamente eficaz na prevenção e no tratamento do fotoenvelhecimento cutâneo, este “ouro verde” ainda dá uma força no combate à celulite e até na gordura localizada.

Page 51

Fotos: Divulgação

BAROLO

Após o lançamento, em 2004, de Malbec – perfume masculino que se tornou campeão de vendas de O Boticário ao longo dos anos – e depois do sucesso da edição limitada Malbec Gran Reserva, em 2008, é a vez da fragrância Barolo conquistar espaço dentro do portfolio de O Boticário. A novidade vem para reforçar a marca conceitual Reserva Especial O Boticário. Conhecido como “o vinho dos reis, o rei dos vinhos”, Barolo é um dos mais famosos e sofisticados vinhos tintos do mundo, que usa a uva Nebbiolo, oriunda de Piemonte – noroeste da Itália –, como matéria-prima principal.

Fotos: Kell Motta

Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

MODERNA LOJA

O Lê Touche está mais atraente e encantador. É que o salão ganhou uma charmosa loja com alguns dos itens de beleza mais desejados do mundo dos cosméticos. O portfolio inclui as linhas Kérastase, Redcken, Joico, Matrix, Loreal, Keune, Sebastian, entre outras poderosas. As versões “testers” de alguns produtos podem ser experimentadas pelos consumidores. Dirigido por Bené Pires, Inês Biazzi e Ivani Barroso (foto acima), o Lê Touche é sinônimo de beleza, modernidade e sofisticação.

ÔNIBUS LONDRINO

Desde abril, as principais ruas de São Paulo não são mais as mesmas. Um ônibus “double-decker”, daqueles vermelhos de dois andares que circulam em Londres, tem chamado a atenção de quem passa pelo coração da cidade. Comprado por um fabricante de chapinhas, a Gama Italy, para ações de marketing, o ônibus está circulando pela cidade com um showroom de produtos. Até o final do ano, há previsão de transformá-lo em um salão de beleza itinerante, para trabalhar com o terceiro setor. O “Routemaster” circulou pelas ruas da capital britânica entre 1954 e 2005 e foi substituído por ônibus mais modernos.

Looks para primavera-verão

ZELO 51

O hit da estação primavera-verão será franjas desconectadas, marcadas, geométricas que chegam a cobrir os olhos. Mais conhecidas como franjas eyeskimming, elas deixam o visual com efeito sexy e sedutor. Para que a estação fria fique para trás, as madeixas ganham tonalidades quentes: dourado, laranja, vermelho variações do pêssego ao rosa e tons de castanhos que dão um up ao look.


CARROS

Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

Astero Motta

11/8/2009

21:29

Page 52

Fotos: Divulgação

asterofontenelle@yahoo.com.br

BMW lança conversível Z4

Novo Peugeot

O novo modelo esportivo BMW Z4 coupé, conversível, foi projetado para dois lugares, com o assento próximo ao eixo posterior, tração traseira e teto rígido retrátil operado por um sistema automático. Design pranejado por duas mulheres. Chega ao mercado com o valor de R$ 217 mil e com duas versões de motores à gasolina: 2.3i, com 204 cv, e 3.5i, com 306 cv. Os principais concorrentes do Z4 são o Audi, Roadster, Mercedes-Benz SLK Kompressor e o Porsche Boxster.

Primeiro modelo da Peugeot a ser identificado sem números, o coupé RCZ será mostrado ao público durante a 63ª edição do Salão de Frankfurt, na Alemanha, em setembro deste ano. Há dois anos, a marca apresentou o primeiro protótipo do modelo. O veículo usará a plataforma do 308, será equipado com motor 1.6, de 218 cv de potência, e será comercializado a partir de 2010.

Fiat Strada

A novidade da montadora Fiat é o lançamento da Picape Fiat Strada, que ganha versão cabine dupla, com o primeiro modelo do segmento capaz de levar até quatro pessoas. A picape será vendida a partir de R$ 46.440, equipada com o motor 1.8 flex com 114 cavalos de potência (abastecido com álcool). Os bancos dianteiros possuem um dispositivo com memória que facilita entrada de passageiros na última fileira e permitem que os mesmos voltem à posição predeterminada anteriormente.

Design e tecnologia

A Grafikonstruct cria, junto à agência Mohallem Meirelles, um audacioso emotion drive, apresentado em plena novela das oito, Caminho das Índias, para divulgar o novo carro da Kia Motors. O veículo, que deve chegar às lojas em outubro, provavelmente será exposto no Salão do Automóvel no mesmo mês. Dentre os utilitários, é o maior deles, medindo 4,88 m de comprimento e 1,91 m de altura. ZELO 52


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

21:29

Page 53

 ESPORTE

Na rota do Rally dos Sertões

N

em bem terminou a 17ª edição do Rally Internacional dos Sertões, a Dunas Race já contempla os planos para a competição em 2010. A organização da maior prova de off-road do Brasil, em uma das últimas atividades da programação deste ano, reconheceu que estuda pelo menos três possibilidades para o local de chegada na próxima temporada. Para a 18ª edição do Rally Internacional dos Sertões, que será disputada em agosto de 2010, três locais diferentes estão no páreo para receber a chegada da competição. Na competição para abrigar o término da maratona disputada por cami nhões, carros, motos e quadriciclos, estão Ceará, Distrito Federal e Rio Grande do Norte. “O Rally dos Sertões já passou duas vezes por Brasília, foi muito bom, e a data de comemoração de 50 anos do Distrito Federal, que acontece em 2010, é importante.” No entanto, como acontece desde 2001, Goiânia abrigará novamente a largada em 2010, como reconhecimento da crescente logística que oferece, algo que vem colocando o Sertões como um dos eventos off-road mais admirados do mundo, especialmente pelos estrangeiros que disputam a prova. (Astero Motta)

Brasília entra no páreo para ser local de chegada na versão 2010 do evento

Pilotos em ação no último rally: Goiânia abriga novamente a largada na próxima edição ZELO 53

Fotos: Divulgação


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

21:29

Page 54


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

18:22

Page 55


Revista Zelo 8b - FORMATO:Revista Zelo 8A.qxd

11/8/2009

18:23

Page 56

Profile for Revista Zelo

Zelo 08  

Oitava edição da Revista Zelo

Zelo 08  

Oitava edição da Revista Zelo

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded