__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:49

Page 1

ZELO Ano 2 - Nº 6 - Outubro de 2008 - R$ 7,00 www.zelodigital.com.br

Pára-quedas As emoções do esporte com grupo de homens e mulheres Viagem Nova Zelândia oferece roteiro com paisagens cinematográficas Perfil Leonardo Rizzo na vida doméstica e no mundo dos negócios

MODA

Em clima de nostalgia


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:49

Page 2


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:49

Page 3

´


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:49

Page 4

ZELO Editorial

08 - Turismo - Nova Zelândia

Flores em tudo

“A primavera chegará, mesmo que ninguém mais saiba seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la...”, anuncia a poeta Cecília Meirelles. A estação mais alegre do ano já pode ser vista em vários pontos da cidade. Ipês, Flamboyants e Bougainvilles. Aqui na Zelo, entramos de vez no clima da temporada. Nesta edição, trazemos ensaio do fotógrafo João Augusto, que tem como cenário o jardim da residência do casal Orlando de Moraes e Glória Pires, onde será instalada a mostra Morar investe Mais 2009. O Emiliana Azambuja jornalista Rosenwal Ferreira conta em culinária menos calórica suas impressões sobre Nova Zelândia, país com jardins tão belos que parecem ter sido criados na prancheta de um visionário futurista.

GASTRONOMIA

CARROS ANTIGOS

15 - Perfil - Fernando Peixoto 18 - Política - Ulisses Aesse 16 - Esporte - Pára-quedismo 23 - Gente - Leonardo Rizzo 29 - Estética - Lipo de Bervely Hills 38 - Evento - Summerflex João Augusto

MODA - 30

Veja entrevistas com clubes o estilista das Aficionados formam noivas Fernando Peixoto, que fala da em Goiânia

fase florida que vive em Brasília e Goiânia, e com Wanessa Clara, um dos destaques da Mostra de Interiores Ambientar 2008. Acompanhe ainda as emoçõesvisual de domar Merchandising comos céus com um grupo de pára-quedistas de conceitos internacionais Goiânia e Brasília. Na coluna Só para Homens, um bate-papo com o empresário Leonardo Rizzo, um apaixonado pelo elemento água. E mais: estréia das colunas Brasília e Moda, assinadas por Kátia Daniel e Adevania Silveira. Boa leitura!

VITRINISMO

Editorial

MODA

Rosângela Motta

ZELO 4


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:49

Page 5

Eva MENDES Photographed by Steven MEISEL New York 2008

SHOPPING FLAMBOYANT - SHOPPING BOUGAINVILLE - SHOPPING BUENA VISTA


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:50

Page 6

ZELO EXPEDIENTE

Edição geral Rosângela Motta Edição Ranulfo Borges Edição de fotografia Ângela Motta e Kell Motta Direção comercial Ângela Motta (8407-6213) Revisão Fátima Toledo (8477-9004) Diagramação Henrique de Paula Projeto gráfico Carlos Sena Pré-impressão e Impressão Gráfica Formato Ltda Colaboradores Ranulfo Borges, Pablo Kossa, Carol Magalhães, Ana Paula Bravo, Kátia Daniel, Ulisses Aesse, Rosenwal Ferreira, Adevania Silveira, Walter Folador, Fábio Lima, João Camargo Neto, Henrique de Paula, Fátima Toledo Motta Editora Ltda Goiânia: Rua C-156 Quadra 328, Lote 18, Jardim América - CEP 74.275 - 160 - Goiânia-Goiás Telefone: (62) 3259-6510 Site: www.zelodigital.com.br E-mail:contato@zelodigital.com.br revistazelo@gmail com Brasília: SQN Bl.0 Terreo, Cep: 70.846-150 Tetefone:(61) 8559-1007

Ângela Motta

Ranulfo Borges

Ulisses Aesse

Kell Motta

Carol Magalhães

Pablo Kossa

Adevania Silveira

Henrique de Paula

Astero Motta

Rosenwal Ferreira

João Camargo Neto

Ana Paula Bravo

Káttia Daniel

NOSSA CAPA

A modelo Bethannya Dourado (Matriz Models) foi fotografada por João Augusto, beleza de Luciano Lima e produção de Bell Júnior e Ronan Gonçalves. Bethannya usa vestido Kadoch para Carmem Cardoso

Foto: João Augusto


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:50

Page 7


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:50

Page 8

TURISMO

Cenários feitos para cinema

Montanhas, florestas e vales que aparecem no filme “O Senhor dos Anéis” formam paisagens da Nova Zelândia Rosenwal Ferreira

ZELO 8


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:51

Page 9

Fotos: Kétina Ferreira

Cenários urbanos se alternam com inesquecíveis paisagens naturais de árvores centenárias,

flores multicoloridas, imensas cadeias de montanhas e rios de águas límpidas. Abaixo, Rosenwal e Kétina Ferreira, durante viagem de trem. O percurso por trilhos entre Christchurch e Nelson é considerado uma das mais belas jornadas ferroviárias do mundo.

Q

uem assistiu ao filme “O Senhor dos Anéis” certamente teve dúvidas se o cenário que envolve montanhas, vales, rios límpidos, árvores centenárias e flores multicoloridas foi uma criação via computadores ou se as paisagens existem de fato. Por incrível que pareça, os locais são de uma palpável realidade e não exigiram qualquer retoque artificial. Muitas das locações, incluindo a cidade em que vive o joalheiro que moldou o anel, são imagens naturais nos inacreditáveis vales da Nova Zelândia. A cidade de Nelson – berço de um dos mais incríveis museus do mundo, o WOW (World Of WearableArt & Classic Cars) – foi escolhida para muitas das cenas. Uma viagem de Christchurch a Nelson mostra paisagens dignas de um irretocável calendário. São imensas cadeias de montanhas entrecortadas por rios caudalosos de águas límpidas num encontro majestoso com as ondas do mar. Não é por acaso que a viagem de trem entre as duas cidades, nas engrenagens do bucólico Trazalpine, é considerada como uma das mais belas jornadas ferroviárias do mundo. Nas confortáveis poltronas, o pasZELO 9

sageiro pode curtir vinhos de safra nobre observando uma paisagem deslumbrante. Após cruzar as planícies de Canterbury, a viagem segue até os Alpes cobertos de neve e atinge o George Arthur National Parque com suas incríveis cachoeiras a mais de 737 metros de altura, logo após um dos mais longos e históricos túneis do mundo, Otira Tunnel, construído antes da Primeira Guerra Mundial. O passageiro perde o fôlego quando vislumbra a floresta Pristine, com árvores tão majestosas que parece ter sido criada na prancheta de um visionário futurista. O tour prossegue mostrando a parte selvagem, tão primitiva quanto possível, da West Cost com uma visão espetacular do mar da Tasmânia. São 231 quilômetros que ninguém pode colocar defeito. Em qualquer uma das cidades que fazem parte do circuito, incluindo o ponto final Greymonth, é possível fotografar flores de variedades tão inacreditáveis que só essa visão compensa a viagem. Depois de percorrer qualquer extensão do território Kiwi, é fácil entender porque os índios do país afirmam que a região foi escolhida como o jardim de Deus. z


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:51

Page 10


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:51

Page 11


POR AÍ...

parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:51

Rosângela Motta

Fotos: Divulgação

Prêmio Top 100 de Artesanato Com o objetivo de estimular o arte-

sanato brasileiro, o Sebrae lança a segunda edição do Prêmio Sebrae Top 100 de Artesanato. As 100 unidades vencedoras ganharão um certificado de premiação, direito de uso do selo Prêmio Sebrae Top 100 de Artesanato até março de 2010, participação nas rodadas de negócios em 2009 e divulgação de três produtos em sites e em materiais promocionais.

MIXER

• A Le Lis Blanc, no B uena Vista, reabriu com conceito novo, mais charmosa e tão moderna como as peças que recheiam as araras da loja.

• Bem sortida, a Idéias em Forma é ótima para comprar presente de última hora ou enfeite para casa.

Page 12

Jóias de Simone Zoccoli

Fósforo

A goiana Fósforo está presente em quatro categorias, entre elas a de Revelação para Diego de Moraes e o Sindicato (foto), do Prêmio Dynamite de Música Independente – melhores de 2007. As indicações foram colhidas entre mais de 300 jornalistas, produtores e formadores de opinião do meio musical. A curadora Suzana Gnipper mais uma vez está à frente do trabalho. Para votar, basta acessar o site www.premiodynamite.com.br.

A designer Simone Zoccoli é uma artista nata. Seu talento para intuir o que agrada às mulheres fica evidente na beleza das peças que compõem a coleção de verão 2009. Simone está sempre preocupada em experimentar novas formas e texturas, o que resulta em peças modernas e únicas. Dentre suas jóias, destacam-se brincos, anéis, pulseiras e colares com design inovador. A designer acaba de inaugurar uma impecável loja na Rua 145, no Setor Marista. O projeto, que foi assinado por Regina Amaral, Fátima Mesquita e Márcia Albiéri, une delicadeza, modernidade e feminilidade no mesmo ambiente.

Morar Mais

A 2ª edição mostra “Morar Mais – O chic que cabe no bolso” acontece nos meses de março e abril de 2009 na residência do casal Glória Pires e Orlando Moraes (foto), na Avenida T-03, ao lado do Centro Cultural Jesco Puttkamer, no Setor Bueno. O evento conta com a participação de alguns dos mais destacados profissionais das áreas de arquitetura, decoração, paisagismo e design de Goiânia. A mostra trabalha com o conceito de brasilidade, soluções criativas e que respeitam o meio ambiente. Lá, todos os produtos terão preço, facilitando a pesquisa para quem está interessado em decorar a casa. Foto: Walter Folador

• Fr a n c i s c o C o s t a , d i r et o r d e c r i ação da Calvin Klein, figura na lista dos 25 latino s mais influent es de No va Yo rk, divulgada pelo jo rnal The New York Post.

• Comandada por Sandro Torres e Vanessa Cruz, a Arte Plena tem ótiZELO 12

mas opções em presente.

• O Restaurante Naturale foi rebatizado com nov o nome: Contemporane. A tro ca acontec e d epois de se te anos d e fu nci onamen to e estud os de mercado feitos pelos sócios Eurione Ferreira e Flora e Arlan Oliveira.


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:51

Page 13

A ordem é misturar

PERFIL

Wanessa Clara mescla estilos e usa elementos naturais para compor ambientes arrojados

Carol Magalhães Foto: Divulgação

Wanessa Clara, designer de interiores, aposta na mistura equilibrada de elementos como o rústico e o moderno

Escritório de Arquitetura e Design de Interiores – Wanessa Clara, Rose Vaz e Maristela Barros (62) 3259-0139/ 8151-7025. Galeria Pátio do Lago, sala 30 - Av. T-3, 2.673, Setor Bueno. Agradecimentos:

Summerflex - Loja 01: Av. T9 nº 620, St. Bueno. Fone: (62) 3942-7820 Loja 02: Centro Empresarial Sebba, St. Nova Suíça. Fone: (62) 3259-2935 Reis Tintas - Flamboyant - Rua 69 nº 99, Jardim Goiás (62) 3221-0500 Av. T-7 nº 480, Setor Bueno (62) 3251-2327

M

isturar se tornou unanimidade no trabalho de designers de interiores de todo o mundo. Presença certa em eventos nacionais e internacionais de arquitetura e decoração, a fusão de estilos distintos, como, por exemplo, o moderno com o rústico ou o clássico com o contemporâneo, garante ambientes arrojados e de bom gosto. Mas isso não é tarefa fácil. Requer conhecimento, pesquisa e, sobretudo, talento para acertar nas combinações. Para a designer e estudante de Arquitetura Wanessa Clara, 30, o segredo está na harmonia. A intenção, segundo ela, é que os elementos usados na composição de um espaço estejam em perfeita sintonia. Adepta dessa tendência, a jovem profissional foi um dos destaques da Mostra de Interiores Ambientar 2008, encerrada no final de setembro, no Residencial Solar Universitário, em Goiânia (GO). Responsável pelo Salão de Festas e Eventos, juntamente com Cristiane Ávila e Simone Sebba, ela mostrou que é possível sim mesclar com equilíbrio. Com altas doses de requinte, o ambiente se destacou pela junção do moderno com o rústico. Mesas em madeira de demolição, desenhadas por Wanessa Clara especialmente para a exposição, coexistiram com cortinas controladas por controle remoto e sistemas de som e imagem de última geração. O toque final ficou a cargo das mesas em MDF trabalhadas como extensão da parede e dos painéis feitos com placas de cimentício (material constituído por quartzo, cimento, resina e fibra de celulose). A designer de interiores, que também participou da Casa Cor 2008 com a bilheteria, em parceria com Ana Paula Gonçalves, conta que outra forte tenZELO 13

dência para a decoração é a volta triunfante do papel parede, mas com a diferença de que, agora, ele apresenta versões que imitam texturas, madeiras e tecidos. “É um artifício bastante utilizado na atualidade e que confere traços de sofisticação.”

Naturais

Igualmente em voga, está a inserção de componentes naturais na elaboração de projetos. “Vegetação, fibras de bananeira e pastilhas de coco são bastante procuradas e têm excelente aceitação”, ilustra a profissional, que foi uma das poucas goianas convidadas para a abertura da II Bienal Brasileira de Design, ocorrida no dia 8 de outubro, no Museu Nacional de Brasília (DF). Mais uma novidade do mercado é o espelho bronze, que concede a idéia de amplitude. “Além disso, continua a aposta na utilização do vidro tanto no design de interiores quanto na arquitetura. Na decoração, ele dá a noção de espaço. Nos planejamentos arquitetônicos, por outro lado, auxilia na economia de energia, pois aproveita a iluminação externa. Mas, nesse último caso, seu uso deve ser feito com mode ração para que a construção não interfira na privacidade de seus moradores e nem se transforme em uma estufa”, salienta. Wanessa Clara acredita no potencial das novas tendências, mas faz uma ressalva: “O cliente deve procurar um profissional que atenda às suas necessidades por meio de um projeto totalmente personalizado. Isso porque não adianta seguir modismos se as novidades do segmento não se encaixarem no perfil do contratante. Afinal de contas, quem irá usufruir dos resultados desse tipo de trabalho será o usuário e não o arquiteto ou o decorador.” z


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:51

Page 14

Onde estão as ciclovias de Goiânia? ARTIGO

Pablo Kossa

pablokossa@bol.com.br

C

omo nossos governantes estão com a cabeça em outros tempos... Todos com idéias do período da industrialização do País, como se JK ainda fosse o presidente e a realidade objetiva ainda fosse a de outrora. É realmente de deixar impressionado qualquer um! Não existe o menor levante de um debate público sobre uma política de ciclovias para Goiânia. Por outro lado, as idéias mirabolantes povoam os desertos criativos dos gestores públicos: metrôs, viadutos, metrôs, trincheiras, metrôs, elevados... Soluções tortas que priorizam ou o transporte individual (poluidor, não inclusivo e que penaliza a maioria por conta do trânsito horrível, lento e de grande impacto ambiental) ou a pirotecnia (já que o metrô é uma solução caríssima e de baixa aplicabilidade em uma cidade como Goiânia – e a situação ainda se agrava se for uma ação isolada, fora de um contexto em prol da mobilidade geral das pessoas dentro do município). Passou da hora de alguém com peito levantar algumas conversas que vão certamente incomodar a classe média/alta, mas que são estratégicas para o futuro de Goiânia. Por exemplo, nós, que temos um carro ou moto, já podemos nos acostumar com a idéia de que, dentro de alguns anos, vamos ter que pagar pedágios para circular em regiões adensadas da cidade. Ninguém deixa o seu veículo em casa só por que é um cidadão consciente. É triste afirmar isso, mas a conscientização normalmente só aparece quando aliada a pesadas multas e fiscalização rigorosa, vide o exemplo recente do

relaxamento geral frente à lei que proíbe álcool no volante a partir do momento que as pessoas viram que a punição severa era de difícil execução prática. Sob essa ótica, as ciclovias são uma excelente alternativa para nossa sociedade. Goiânia é uma cidade relativamente plana, onde as bicicletas poderiam ser uma saída interessante para grande parte da população – o trânsito agradeceria, pois iria diminuir o número de carros circulando; o meio ambiente agradeceria, pois iria diminuir a emissão de gases nocivos na atmosfera; a saúde pública agradeceria, pois iria diminuir o número de pessoas sedentárias na nossa cidade. Poderíamos pensar em estacionamentos de bicicletas com a vigilância 24 horas da Guarda Municipal em pontos estratégicos da cidade (Praça Cívica, Praça Universitária, Campus II da UFG, Praça da Nova Suíça, Praça do Cruzeiro...) e, aproveitando os canteiros das grandes avenidas, interligar esses pontos com ciclovias. Outra alternativa a ser debatida seria a integração desses estacionamentos com o transporte público, interligando pontos da cidade que não passem pelo Centro, por exemplo. Enfim, pensando um pouquinho e com um grupo de especialistas em trânsito se debruçando sobre o assunto, poderíamos bolar um belo plano para que Goiânia assumisse uma postura de cidade ecológica também em relação às ciclovias. Basta um mínimo de coragem administrativa e criatividade no plano de ação. Vamos ver se avançamos nesse ponto na próxima administração da Capital... z

ZELO 14


parte - A - FORMATO:Layout 1

PERFIL

20/10/2008

20:51

Page 15

Estrelas no altar

Com ateliês em Goiânia e Brasília, o estilista Fernando Peixoto é sinônimo de glamour e beleza. Seus modelos exclusivos e personalizados transformam as noivas em verdadeiras deusas

Ana Paula Bravo

O

Foto: Divulgação

designer de moda Fernando Peixoto é considerado um dos maiores talentos da alta costura nacional. Suas criações são referência em glamour, sofisticação e elegância, desde o início dos anos 90, quando inaugurou seu primeiro ateliê. Especializado em moda noiva, seus modelos exclusivos e diferenciados tornaram-se presença obrigatória nos casamentos mais chiques e badalados, principalmente no Centro-Oeste. Com ateliês em Goiânia e Brasília, Fernando Peixoto hoje é o estilista queridinho das noivas que desejam mais do que um casamento e um marido perfeitos, mas que querem também um vestido perfeito. No grande dia de suas vidas, as noivas Fernando Peixoto não cruzam simplesmente os salões de igrejas ou templos em direção aos seus futuros maridos. Como estrelas de Hollywood, elas desfilam no tapete vermelho vestidas com toda a graça, glamour e exuberância que a ocasião exige. Os modelos exclusivos e personalizados, produzidos em tecidos diferenciados e com corte e caimento impecáveis, valorizam a silhueta, realçando o que a noiva tem de mais belo. A fórmula do vestido perfeito é única para cada noiva e o sucesso dela não depende apenas de suas medidas, mas é fruto de uma cuidadosa consultoria de imagem realizada pelo estilista antes mesmo de esboçar o primeiro traço. A criação é seguida de uma extensa pesquisa. “Procuro saber onde é o casamento, o estilo da cerimônia, o número de convidados. Além, é claro, de analisar o tipo físico da noiva, saber sobre o que ela gostaria de vestir e como seria para ela o vestido dos sonhos”, explica o designer. A partir dessas informações, escolhe-se o tecido e só então entra em cena o gênio criador do artista, que juntará inspiração e conhecimento técnico, para costurar os mínimos detalhes. Detalhes que se revelam em bordados, drapeados, plissados, nervuras, tomas, dobraduras e o que mais a imaginação do estilista for capaz de inventar para surpreender e encantar. Fernando Peixoto é goianiense, formado em Design de Moda pela UFG, com especialização nos melhores ateliês da alta costura da França, onde também cursou História da Arte no Museu du Louvre, em Paris. Filho de costureira, iniciou-se na alta costura aos 12 anos, trabalhando como office-boy para o estilista Levi Parma. Aos 18 anos, inaugurou seu primeiro ateliê. Atualmente, Fernando Peixoto atende a clientela em luxuosos ateliês no Lago Sul, em Brasília, e no Setor Marista, em Goiânia. z

Designer de moda Fernando Peixoto: vestidos são criados depois de extensa pesquisa

ZELO 15


20/10/2008

20:52

ESPORTE

Um abraço dos céus

Page 16

Fotos: Ângela Motta e Fábio Lima

parte - A - FORMATO:Layout 1

Modernas tecnologias trazem mais segurança e aumentam o prazer de voar entre os atletas do pára-quedismo

Ana Paula Bravo

O

homem não nasceu com asas nas costas. Mas nasceu com asas na imaginação. Daí ficou fácil realizar o sonho de ganhar os céus e voar, voar, voar... E não estou falando do brasileiro Santos Dumont nem muito menos dos irmãos norte-americanos Wright, que há mais de 100 anos disputam a polêmica paternidade da aviação. Falo do balonista francês Andre-Jacques Garverin, que, em 1798, muito antes da primeira aeronave alçar vôo, já ganhava os céus equipado com um pára-quedas. Eureka! Estava inventada “a melhor coisa que o homem pode fazer vestido”, anuncia o pára-quedista Rogério Messias. “É muito bom! Não tem nada a ver com aquele frio que dá na espinha quando a gente des penca numa montanha-russa. A gente não sente medo. Ao contrário. É como se a gente fosse abraçado pelo vento. Um abraço de mãe, gostoso, carinhoso e que protege”, compara a pára-quedista Verônica Janaína Ramalho. Experientes -- Rogério tem 300 saltos no currículo e Verônica, 215 --, eles garantem que a emoção da primeira vez renova-se e é mais intensa a cada nova experiência. Uma ótima notícia para os brasilienses e saltadores de primeira viagem Rodrigo Lima

Sônia Ferreira conta como é a sensação de saltar: “Para ter esse prazer, vale tudo”

Barbosa e Thiago Taveira. Os dois acabavam de voltar do salto número um de suas vidas e já se preparavam para o segundo, quando a reportagem da Zelo chegou ao Centro Avançado de Páraquedismo (PQD), em Goiânia, para acompanhar a aventura dos homens-pássaro. “É uma sensação indescritível. Só saltando para saber. A gente se sente livre, em contato direto com a natureza, com a adrenalina literalmente nas alturas. Você se sente vivo, com aquele mundão à sua frente”, descreve Rodrigo. Para Thiago, a experiência ZELO 16

ainda foi mais excitante. “Na descida, quase que chupo manga no pé”, brinca o estreante, que se deixou levar ao sabor do vento e desenhou no ar uma trajetória diferente da planejada em terra e, ao pousar, tirou fino de uma mangueira. O susto não foi suficiente para desencorajá-lo para o próximo salto. “É sensacional, um show! Não vejo a hora de saltar outra vez”, diz. Incidentes de percurso não costumam amedrontar os amantes do esporte. Além da atração por esportes radicais e a paixão por desafiar os limites, atualmente os pára-quedistas contam com mais um importante empurrão “avião-abaixo”: as avançadas tecnologias que garantem segurança máxima e índices mínimos de acidentes. “O equipamento é infalível. O reserva, inclusive, hoje é acionado automaticamente, sem que o pára-quedista precise apertar qualquer botão. O que pode acontecer é falha humana, ou na navegação ou no pouso ou na dobragem do equipamento”, diz Rogério. É exatamente esse alto índice de segurança que faz com que mesmo os que sentem um misto de pânico e prazer no salto não abandonem o esporte. “É um pavor, um terror, uma aflição!”, confessa a pára-quedista brasiliense Sônia Ferreira, que chega ao seu 12º salto ainda conciliando


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:52

Page 17

Foto: Ivan Fideles

Rodrigo Barbosa (esq.) chega ao solo com segurança após salto. A foto seguinte

mostra ele, Thiago Taveira e Sônia Ferreira dentro do avião, prontos para ganhar as alturas. A veterinária Ludmyla Veiga (acima) diz que o prazer de voar é uma mistura de

liberdade e poder: “Voando eu consigo entender a simplicidade e, ao mesmo tempo, o milagre que é o vôo de um pássaro”

sentimentos contraditórios. Segundo ela, a melhor parte é navegar, ou seja, passear no ar, voar mesmo. “Para ter esse prazer, vale tudo. Inclusive o terror na hora de saltar do avião, a apreensão, até ter certeza de que o equipamento vai funcionar direitinho, e o pavor de me arrebentar toda no pouso”, avalia Sônia. Já para a veterinária Ludmyla Veiga, o prazer de voar mistura liberdade e poder. “Eu me sinto mais próxima de Deus. Voando, consigo entender a simplicidade e, ao mesmo tempo, o milagre que é o vôo de um pássaro”, conta. Com apenas quatro saltos na bagagem, a médica pretende fazer carreira, não só pelo esporte. Com o patrocínio do Cevam, ONG goiana defensora dos direitos da mulher, Ludmyla terá a honrosa missão de levar aos céus o páraquedas, ou melhor, a bandeira das causas femininas. “A idéia é divulgar o trabalho da ONG, atrair simpatizantes e voluntários para os trabalhos desenvolvidos lá”, diz. Esse prazer tão intenso, capaz de desafiar medos e superar limites, é velho conhecido de Gabriel Petronílio Pires, instrutor de PQD e tricampeão brasileiro na modalidade Precisão por Equipe. “Um salto nunca é igual a outro. O próximo é sempre melhor, mais prazeroso, mais excitante, mais empol-

Com o patrocínio do Cevam, Ludmyla terá a honrosa missão de levar aos céus a bandeira das causas femininas gante”, assegura. Gabriel fala com a experiência de quem já tem 3.380 saltos na bagagem, participações em campeonatos estaduais e nacionais, e de quem traz no sangue o gosto picante da aventura. Ele é filho de Eurípedes Pires da Silva, considerado o Pai do PQD do Centro-Oeste e que, nos últimos 40 anos, acumula mais de 6 mil saltos e formou cerca de 27 mil novos pára-quedistas. A eficiência ao passar adiante a técnica, a teoria e a paixão pelo esporte é tanta que Eurípedes desmente o ditado “santo de casa não faz milagre”. Na casa dele, faz sim. “Meus quatro filhos são pára-quedistas. Dois deles são instrutores e um é dobrador oficial”, orgulha-se. Nem as esposas de Eurípedes fogem à regra. “Estou no terceiro casamento. As duas primeiras esposas saltavam e a atual salta ZELO 17

também”, diz. Três dos principais Clubes de PQD de Goiás pertencem à família de Eurípedes, que é o proprietário do Centro Avançado de PQD, onde futuros páraquedistas encontram as mais avançadas tecnologias para a prática de um salto radical e também seguro. Além de pára-quedas de última geração, os tais infalíveis, o Centro Avançado de PQD possui simuladores, hangar e avião próprios. O curso para iniciantes, que custa R$ 550, inclui 8 horas de aulas teóricas -- quando são adquiridas técnicas de navegação e segurança -- e o primeiro salto solo, realizado com a presença de dois instrutores, um no céu (no avião) e outro na terra. De acordo com Eurípedes, que já experimentou mais de 60 tipos diferentes de pára-quedas, os equipamentos de hoje, todos importados e que chegam a custar R$ 12 mil, são o que há de mais moderno em tecnologia e permitem total segurança aos adeptos do esporte. Segundo ele, acidentes ainda acontecem, mas em menor número e com menor gravidade. “No ar, só acontecem em função de choques entre pára-quedistas, principalmente nas modalidades em grupo. Acidentes fatais praticamente não existem”, assegura. z


parte - A - FORMATO:Layout 1

BLOG Ulisses Aesse

20/10/2008

20:52

Page 18

Placar do contra

ulissesaesse@hotmail.com

Adib contra todos

O prefeito de Catalão, Adib Elias, é um guerreiro dentro do PMDB. Polêmico, ao longo do tempo, reuniu um grupo feroz de adversários (isso é natural em política. Até arrumaram uma denúncia contra ele). Mesmo assim, Adib mostrou que é possível combater a hipocrisia na campanha eleitoral. Em tempo: no Brasil, qualquer político que desponta é vítima de armadilhas políticas. E, por um bom tempo, não vai ser diferente.

Com os pés no chão

Ao contrário de Henrique Santillo (que começou um bom governo em 1986 e depois terminou mal, principalmente com o desgaste do caso do césio 137 e também motivado pelo atraso de salários de servidores), Alcides Rodrigues (que começou mal seu governo e caminha dentro dos conformes) deverá fazer uma gestão que surpreenderá seus adversários (e mesmo alguns aliados). Ponderado, Alcides age sem demagogia. É um governador sóbrio e humano, embora cometa injustiças através de sua assessoria (alguns agem de forma amadora, como se seus atos fossem os últimos da história da humanidade).

Onde é que eles erraram?!

Foi só aparecer um candidato de fora (isso não quer dizer que ele não tenha moral e prestígio para administrar a cidade), como Maguito Vilela, para tirar o sono dos amigos de Ademir Menezes, Marlúcio Pereira e José Macedo. Se a gestão de Ademir foi boa, se a gestão de Macedo também foi boa em Aparecida de Goiânia, então por que mais de 70% dos eleitores preferiram Maguito? Ademir, Marlúcio e Macedo devem fazer mais leitura dos fatos políticos e não se acomodar com leituras passivas (aquelas do 'sim, senhor', do 'amém' e do 'tá ótimo') dos assessores.

Foto: Adalberto Ruchelle

O poder de Meirelles O todo-poderoso Henrique Meirelles (ele é presidente do Banco Central e darling do presidente Lula) pode até não ter votos (embora tenha sido o deputado federal mais votado em Goiás em 1998), mas será o 'fiel da balança' nas eleições de 2010. Se for mesmo disputada por Iris e Marconi, a eleição deverá ser concorrida voto a voto. Os 30% de votos, de preferência por Meirelles, farão a diferença para um dos candidatos: ou Iris ou Marconi. Isso se Meirelles não for mesmo candidato ao governo. ZELO 18

Na área de Segurança Pública, Goiás já vem colecionando uma porção de crimes bárbaros: o esquartejamento da jovem inglesa Cara Marie Burke; a volta dos assaltos a bancos; o retorno dos seqüestros; o aumento recorde da criminalidade na Grande Goiânia; o retorno dos crimes de jaguncismo (não respeitando nem mesmo famílias mais tradicionais: o médico Boadyr Veloso foi executado) e até denúncia de canibalismo na CPP. O crime está com um a zero.

O pesadelo de Túlio

O craque marqueteiro Túlio Maravilha vai viver um grande pesadelo como vereador em Goiânia. Túlio não vai poder faltar às sessões para jogar (ainda) no Vila Nova e deve enfrentar a resistência de seus colegas. Mais: como Túlio vai viajar para as partidas (que devem acontecer às quartas e quintas) e participar das sessões ao mesmo tempo? Videoconferência?!!

Foto: Marco Monteiro

Túlio Maravilha: difícil conciliar carreiras


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

Nível mais baixo

Iris Rezende viu e conferiu o nível de como deverá ser a campanha de 2010 em Goiás, quando, provavelmente, disputará o governo com o senador Marconi Perillo. Sandes usou na campanha o termo “babando”, uma palavra que Iris detesta em seu dicionário. O mesmo núcleo de Sandes deverá ser o que fará a campanha do governo tucano em 2010. Foto:Divulgação

20:52

Page 19

Disputa apertada

Inflação na disputa para o Senado em 2010: Alcides Rodrigues pode ser candidato, Iris de Araújo pode ser candidata, Demóstenes Torres é candidato, Lúcia Vânia é candidata, Ronaldo Caiado pode ser candidato, Henrique Meirelles pode ser candidato, Iris Rezende pode ser candidato. O pior de tudo é que só existem duas vagas abertas. Alguns vão rodar!!! Foto: Marco Monteiro

Uma parceria com problemas?!

Empresário, Walter Paulo tem uma história que poderia render bom filme. Ex-funcionário técnico da UFG, ele é hoje dono de uma das maiores faculdades particulares de Goiás: a Faculdade Padrão, com cerca de 10 mil alunos. Após fazer parceria (um acordo comercial) com o Jóquei Clube de Goiás, a Padrão ainda patina com sua obra que está sendo construída na área do clube. Um sócio, antigo, chega a dizer que se houver descumprimento do acordo, a parte que romper deverá pagar uma multa de R$ 6 milhões. Na área do clube (na Avenida Anhangüera) está sendo construída uma espécie de campus da Padrão. Walter nega divergências. Diz que a paralisação é motivada por ação da Amma (que ele chama de 'Semma') e da Prefeitura de Goiânia. Zel o - Qual o motivo das obras

Foto: Adalberto Ruchelle

Walter Paulo: empresário luta para colocar unidade da Padrão em funcionamento

terem sido embargadas? Wa l t e r P a u l o - Sinceramente, não sei. Acho até que pode haver algum motivo político. Zel o - Era para a Padrão (unidade do Jóquei) funcionar ainda este ano? Wa l t er Pa u l o - Era para estar funcionando ainda no primeiro semestre. ZELO 19


Fashion Mania

parte - A - FORMATO:Layout 1

Adevania Silveira

20/10/2008

20:52

Page 20

O céu é o limite

adevaniasilveira@terra.com.br

Uma das mais respeitadas, antigas e elegantérrimas companhias aéreas do mundo, a Air France está em ritmo de comemoração desde agosto, pelos seus 75 anos de história. Símbolo do estilo de vida francês, a companhia sempre traduziu essa imagem no conforto e design das cabines, refeições gourmet, louças e talheres assinados, serviço de bordo discreto e atencioso. E os uniformes dos comissários de bordo? Meu bem, todos vestidos sabe por quem? Dior, Balenciaga e, atualmente, Christian Lacroix. Assim não dá nem vontade de desembarcar em Paris...

Fotos: Divulgação

Lindas, lindas

A designer Camila Klein desenvolveu uma linha moderna e sofisticada para a coleção alto-verão 2009, com peças despojadas para as festas de final de ano que coordenam com looks mais jovens. Os colares e pulseiras em formato de folhas, entrelaçadas em couro, é a grande aposta da marca. As peças são ma-ra-vi-lho-sas! A coleção altoverão já pode ser encontrada nas lojas da marca e em multimarcas do País. Em São Paulo, fica no MorumbiShopping, e no Rio, no Shopping Rio Design Barra.

Elegância, sempre

Na ponta do pé

A joalheria H. Stern mergulhou no universo da companhia de dança mineira Grupo Corpo para desenhar a última coleção. Acostumada a forjar sentimentos em ouro e pedras, o resultado não podia ser outro a não ser jóias com desenhos surpreendentes. Imagens de bailari nos, coreografias, figurino e os pingos de suor que caem no chão foram traduzidos em cortornos, texturas e pedras que bordam a co leção de 63 peças, divididas em 10 linhas batizadas com os nomes de balés do Grupo Corpo apresentados desde 1992.

Românticos, vaporosos, refrescantes e joviais, os vestidos da coleção de Rodrigo Rosnes são inspirados na sofisticação da realeza húngara. Achei bacana e perfeitos para as festas de fim de ano, quando enfren tamos calor em algumas re giões do País, inclusive em Goi ânia. Rosnes é uma das re ve lações da moda paulistana e consegue produzir peças leves e elegantes com seda e os derivados georgette de seda e chiffon. É a chance de se combater os abomináveis vestidos de seda de alcinha, com pontas e pedrarias que povoam as festas de fim de ano. ZELO 20

O primeiro que Gisele beijou

O primeiro homem que Gisele Bündchen (na foto, ainda novinha) beijou (quem diria!) mora em Palmas, no Tocantins. Ex-colega de escola, Alessandro Bogado, o Bogadinho, morava em Horizontina, PR, cidadezinha de 17 mil habitantes no Rio Grande do Sul, terra natal dos dois. O moço hoje é casado, pai de um filho e evangélico. O mais interessante que a modelo contou na revista Gloss de outubro é que, depois dele, só beijou Leonardo DiCaprio, o surfista Kelly Slater e o atual, o jogador de futebol americano Tom Brady, com quem deve se casar em breve. Bem econômica a Gisele.


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

Moda literária

Erika Ikezili (foto), Simone Nunes e Patrícia Centurion são algumas das top designers que, ao lado dos alunos do Instituto Europeo de Design, preparam uma coleção completa inspirada no clima e nas referências sociais e históricas oferecidas por obras badaladas da literatura mundial. Entre outros livros clássicos e modernos, Dom Casmurro, A Insustentável Leveza do Ser e Odisséia vão se transformar em peças de roupa, jóias e acessórios. O grande desfile deve acontecer no final do ano, em local ainda a ser escolhido. Depois conto mais novidades.

20:52

Page 21

Olfato

Uma delícia o novo perfume de Jean Paul Gautier, o Ma Dame. A fragrância feminina traz notas de laranja, acordes rosados com um toque gustativo de grenadine, overdose de musk com a intensa energia do cedro. Ma Dame, que em francês significa “minha dama”, revela o desejo de Jean Paul Gaultier expressar sua nova visão de feminilidade. A concepção da palavra madame não significa apenas uma mulher que convive com o luxo e o status pela posição social. A proposta é recriar o termo como uma identidade pessoal.

Do lado de cá

Bem-sucedida com a própria marca, Stella McCartney acaba de abrir a sua primeira loja no Brasil, na NK Store, de Nathalie Klein, em São Paulo. A edição de outubro da revista Vogue RG traz entrevista com a estilista queridinha de uma constelação de famosos em que ela fala sobre a marca criada em 2001, a ex-madrasta – a quem não poupa adjetivos nada generosos –, e o vegetarianismo, a militância e a discrição, que considera as maiores heranças de sua mãe, morta em 1998, e o peso de ser filha de um beatle.


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:52

Page 22

SÓ PARA HOMENS João Camargo Neto

jndcneto@gmail.com

Ecobags masculinas

Os homens sempre quiseram aderir à onda das ecobags, mas as temáticas encontradas nas lojas sempre foram bem femininas. A marca gaúcha Ostyn veio para preencher este espaço. Ela confecciona sacolas de patchwork – sim, retalho – com sobras de tecidos de camisas masculinas. Quem quiser, pode pedir pelo site ostyn.com.br.

Ilustradas

A grife de bodywear e underwear Giorgio Fadelli não tem medo de arriscar. A cada temporada, histórias conceituais fortalecidas pelas cores, listras e estampas. Na linha de cuecas, além das ilustrações sobre boxers de cotton, há novos padrões de listrados mais sofisticados.

Sugestão

PREMIER

• O p l a y bo y q u e c o n t i n u a r c ombinando cinto c aramelo co m sapat o deve so licitar liv ro de Gló ria K alil na list a de amigo sec ret o.

• Out ras co mbinações t iro -eq u e d a : b l a z e r m a r i nh o , c a l ç a c i n z a , s a p a t o p r e to , m e i a p r e t a ; terno bege, sapato marrom c laro, m e i a b eg e. • Pa letó ve r d e m a r i nh o , c a m i s a v e r m e l h a , j ea n s p r e t o e

Vai presentear, mas não quer sair de casa para escolher? Recorra ao endereço livrariapop.com.br. Nele, você encontra tudo voltado para o consumidor masculino. Livros, réplicas de objetos de filmes, “catecismos”, toys art...

b o t a pr e t a f o r m a m c o m b i n a ç ã o b a c a n a p a r a a p o n t e a ér e a .

• A m o d a r ea l m en t e é o q u e a g e n t e v es t e . O v er m el h o , a p o s t a p a ra a e s t a ç ã o p a s s a d a , s a i u p o u c o do g u a r d a - r o u pa n o r a r o frio que se fez po r aqui.

• Uma pena o exito so Festival Cultur al e Gastro nôm ic o Alemão , idealiza do por L eopo ldo Veiga Jardim , deixar de aco nt ecer.

Xadrez no clima quente

O xadrez venceu as festas juninas e o inverno e promete tomar conta do verão. A combinação de peças cai bem. Para não errar, entretanto, nunca é demais prestar atenção: puxar do xadrez uma cor que se casa com a outra peça; se o xadrez for pesado, escuro, procure o tom certo, por exemplo, calça xadrez com marrom combina com blusa bege. Pode ser usado, ainda, com listrados e florais.

Aposta

Murilo Rosa participará das gravações de Vazio Coração, filme que será rodado em Goiânia no final do ano. Antes disso, dá um tempo em Nova York com a esposa e modelo Fernanda Tavares, com quem se casou em julho de 2007 na Igreja Nossa Senhora do Rosário, na Cidade de Goiás.

• Na ho ra de esc olher a meia para usar com o tênis, opt e pela branca. É mais seguro, embora o i d e a l s e j a c o mb i n a r c o m c o r e s em destaque no c alç ado.

• G r a ç a s a o e m p e n h o d o S ebrae, do gestor Renato Jaym e e do c hef W ill Na v arr o (Venda do B ento), ho je pelo menos dez est a b e l e c i me n t o s c o m e r c i a l i z a m p r a t o s co m ca r n e s e x ó t i c a s e m Go iânia.


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:52

Page 23

“Trabalhar comigo é um caminho para o sucesso sempre” Leonardo Rizzo é um executivo de êxito. A prosperidade no mundo dos negócios é ponto celebrado na sua carreira. Mesmo assim, a palavra “sucesso” é pequena para caracterizá-lo. Vilaboense de nascimento, goianiense desde 1969, economista por formação, casado, pai de três filhos, empresário do ramo imobiliário, ele é dono de humor ímpar. Quem o conhece, mesmo de longe, sabe da predileção pela boa bebida. Quando perguntado, porém, sobre o melhor líquido para o calor escaldante que tem tomado conta de Goiânia, surpreende. “Água”, responde. Ex-presidente do Vila Nova, conta que, claro, assiste a todos os jogos do clube e, quando tem tempo, joga futebol, golfe, pensa e lê. Seu nome é uma marca, mas Rizzo não teme fragilizá-la ao confessar que chora, até mesmo porque não revela o motivo. Acompanhe, nas linhas seguintes, um rápido bate-volta com o personagem que cresceu regado pelos conselhos da imortal – ao menos no coração dos goianos – Cora Coralina. Com ele, a Zelo inaugura nova seção na coluna Só Para Homens. Nela, você acompanha, a partir desta edição, curiosidades sobre a vida de expoentes das artes, dos negócios, da política, da academia, da vida. Enfim, um rastro na areia para quem quer passos para seguir. Zelo - Em noites quentes, qual é o vinho recomendado? Leonardo Rizzo - Vinho da safra. Zelo - Os executivos têm alternativa ao terno? Leonardo Rizzo - Blazer e gravata à disposição. Zelo - Qual é o melhor lugar para comer em Goiânia? Leonardo Rizzo - Minha casa. Zelo - E para beber? Leonardo Rizzo - Com os meus amigos. Zelo - Em tempos de lei seca, ter uma

Empresário Leonardo Rizzo diz

que dorme religiosamente às 21

horas todos os dias. No detalhe, capa de “1808”, livro que ele está lendo no momento

adega em casa é uma boa pedida? Leonardo Rizzo - É para quem pode. Zelo - Qual o último DVD que você assistiu? Leonardo Rizzo - O Povo Brasileiro [documentário produzido pela diretora Isa Grinspum Ferraz em 2000]. Zelo - Que livro está lendo? Leonardo Ri zzo - 1808, de Laurentino Gomes (Planeta, 408 páginas). Zelo - Qual foi a última coisa que você aprendeu? Leonardo Rizzo - Que a gente sempre aprende. Zelo - Que espetáculo você gostaria de rever? Leonardo Rizzo - Flamingo, de Antônio Guedes, em Brasília. Ze lo - O que você faz quan do está de folga? Leonardo Rizzo - Vejo todos os jogos do Vila Nova e curto a minha família. Se sobrar mais tempo, jogo bola, golfe, penso e leio. ZELO 23

Zelo - Como é seu dia? Você tem rotina? Leonardo Rizzo - Acordo cedo, levo meus filhos à escola, trabalho, almoço quando dá tempo e durmo, religiosamente, às 9 horas da noite durante a semana. Zelo - Seu n ome é uma marca. Como você lida com a exposição? Leonardo Rizzo - Com “rizzos”... Zelo - Como é trabalhar com você? Leonardo Rizzo - Muito difícil, mas muito prazeroso... Trabalhar comigo é um caminho para o sucesso sempre. Zelo - Como foi a sua infância? Le onardo Riz zo - Maravilhosa, na Cidade de Goiás. Fui lobinho, tomei muito banho de rio e ouvi os conselhos de Cora Coralina. Zelo - Homem se prepara para grandes festas ou isso é coisa de mulher? Leonardo Rizzo - Se prepara para tudo. Z el o - Q u a l f o i a ú l t i m a v ez q u e v o c ê chorou? Leonardo Rizzo - Ontem à noite.


Toque Cultural

parte - A - FORMATO:Layout 1

Ranulfo Borges

20/10/2008

20:52

Page 24

Agenda básica Novembro

Bolshoi Pub

ran.borges@ig.com.br

Goiânia do tempo dos trens

Cerrado Rock Festival (Dia 1º, no Clu be Jaó ) - Deton au tas, Tihuan a, Mr. Gyn , Top DJ Jú nio r Faria. Pon tos-d e-venda na Tri bo do A çaí e Club e Jaó. Informações: 3269-8084 Igo r P rado Blue s Ban d & Ly nwood Slim (1º) - Participação espec ial do gaitista ame ri cano Lyn wood sl im, em breve to ur no Brasil.

O antigo Setor Ferroviário é um bairro que guarda boa parte da história de Goiânia, que está completando 75 anos. O quadro de Alexandre Liah (acima) mostra a região, retratada na década de 1970. Nesse tempo, os trens ainda cortavam a região, que abrigava a ferrovia Goiás e oficinas de locomotivas. Liah lembra que, também nessa época, vários artistas, como Siron Franco, Kleber Gouveia e DJ Oliveira, tinham ateliê instalado por lá. Por sinal, o bairro foi um dos mais retratados de Goiânia nas décadas de 1970 e 1980, tanto por artistas consagrados como por estudantes. A foto de Fernando Leite (ao lado), do Diário da Manhã, mostra a antiga estação ferroviária, que guarda um pouco desse passado.

Mag ic Slim (29 ) - No me da mú si ca neg ra norte-ameri cana, com 74 an os – mais de 50 de carreira – e 25 CDs g ravad os, Mag ic Sli m toca blu es de rai z, sem pedais e sem set list. “Toca com o coração.”

Goiânia Ouro Quadro de Alexandre Liah e foto de Fernando

Leite mostram cenas do antigo Setor Ferroviário

Goiânia Noise mais internacional

Para fazer jus à fama, a 14ª edição do Goiânia Noise Festival, que acontece entre os dias 21 e 23 de novembro, no Centro Cultural Oscar Niemeyer, traz dez atrações internacionais. Entre elas, já estão confirmadas Vaselines (Escócia) -- com participação de integrantes do Belle & Sebastian --, Black Lips (EUA), Helmet (EUA), Black Mountain (Canadá). Do Brasil, vêm nomes como Inocentes, Gangrena Gasosa, Loop B, e o ex-Los Hermanos Marcelo Camelo, que estréia em carreira solo.

Black Lips: banda americana é uma das atrações da 14ª edição do Goiânia Noise Festival ZELO 24

Café Cultura

 Terças-feiras: blues, com Paulo

Moraes e convidados  Se xtas-feir as: jazz , co m Fr ed Valle, Marcelo Maia e Dejan Cosic Teatro Conce rtos Goiânia Ouro (02/11) Cia de Teatro Nu Escuro (21, 22 e 23/11) Goiânia em Cena – Festival Internacional de Artes Cênicas (24/10 a 04/11)

Cine ma Mostra C in ema e Direitos Humanos (SP) (31/10 a 06/11) VI Festival de Cinema Brasileiro de Goiânia (10 a 17/11)


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:53

Page 25

Um humorista “farsante”

Divino Magalhães de Almeida, mais conhecido como Juquinha, completa 30 anos de carreira este ano. Aos 48 anos, ele sobrevive do ofício. Mas diz que a tarefa não é nada fácil. Para conseguir isso, teve de se tornar um “farsante”. “Sou um ator, mas por questão de sobrevivência me tornei também humorista e mestre-de-cerimônias”, explica. O apelido Juquinha veio com o personagem do quadro “Cadeira de Barbeiro”, programa de TV da campanha de Darci Accorsi para prefeito em 1985. Atualmente, apresenta na Record um programa que mistura variedades e venda de carros. Qu em é v ocê h oje em di a, o Juq uin ha ou o Divin o Mag al hães? O Divino Magalhães. Mas as pessoas acham que eu sou o Juquinha. Com q ual dos do is você se i den ti fi ca m a is ? Com o Magalhães. Não vivo na fanta-

Divino Magalhães completa 30 anos de carreira

com muita disposição e bom humor. No detalhe, foto do personagem Juquinha na década de 80

sia. Realidade, pé no chão, sucesso é uma ilusão, Juquinha é uma conseqüência do trabalho. Ele representa alegria, carinho com as pessoas. Magalhães tem vontade que as pessoas sejam felizes. E o Juquinha faz com que ele consiga isso.

Sabe-se que você também de sen volve u m t r a b a l h o c o m o vo l u n t á r i o . Co m o é esse lado da sua vid a? Levo um pouco de humor para creches e sou voluntário no Hospital do Câncer, na parte de pediatria. Riso é um remédio.


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:53

Page 26

Prioridade para o conforto DECORAÇÃO

Com design moderno e conceitos avançados em ergonomia, poltronas proporcionam bem-estar e dão toque de sofisticação a escritórios e residências

Rosângela Motta

E

Fotos: Divulgação

rgonomia, alta tecnologia, conforto e design arrojado orientam a criação de poltronas e cadeiras para escritórios. Elas são sinônimos de relaxamento, conforto, sofisticação e estilo. A Tango possui um sistema de deslize totalmente confortável e 360° de rotação, além de um mecanismo de retorno automático de assento. Com sua revolucionária reclinação com ajuste automático, a Freedom funciona como uma balança: quando o usuário se reclina, seu peso equilibra automaticamente a força necessária para um apoio sem esforço. A poltrona 68 é totalmente ergonômica. Seu novo mecanismo de sincronia acompanha de maneira suave os movimentos do usuário toda vez que ele se inclina para trás. Já o tecido em tela utilizado no encosto da Liberty foi desenvolvido especialmente pela designer Elizabeth Whelan e oferece ao mesmo tempo força, resistência, flexibilidade e suporte ergonômico. z

No sentido anti-horário: cadeira 68, que

acompanha de maneira suave os movimentos;

Liberty, que alia força e flexibilidade; Tango, com seu sistema de deslize confortável, e Freedom, que equilibra o peso do usuário

Onde encontrar: Forma-Giroflex, Alameda Ricardo Paranhos, 992, Setor Marista ZELO 26


20/10/2008

20:53

Page 27

Mix de moda e decoração

Fotos: + Foto - Walter Folador

parte - A - FORMATO:Layout 1

Arquitetos, decoradores e designers de interiores marcam presença em mais uma edição do Encontro Casa Mix. Este ano, além de lançar tapetes e objetos de decoração da Casa Mix, a empresária Cláudia Ducatti prestigiou os seus parceiros de móveis, explorando a arte do design em suas mais variadas formas. Manequins dirigidas pela cenógrafa Letycia Rossi de Faria, da Quasar Cia de Dança, deram vida aos sete ambientes criados por Cláudia Ducatti especialmente para o evento. O som ambiente, pilotado por Simone Junqueira, reproduziu pérolas da bossa nova (MPB).

Forma

Artefacto

Época Decorações

Manequins deram vida aos sete ambientes do Encontro Casa Mix

A cenógrafa Letycia Rossi e o coreógrafo Henrique Rodovalho

Sacaro ZELO 27


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:54

Page 28

Fragrância intensa

zelo

Rock’n Rose Couture, do legendário estilista Valentino, é a nova edição do clássico Rock’n Rose. Dizem que essa é a fragrância mais intensa, sensual e provocante já lançada pelo estilista. Mais sofisticado que seu antecessor, Rock’n Rose Couture possui uma concentração maior de óleos, o que aumenta seu efeito de longa duração e sua intensidade. O frasco é revestido por uma renda preta e arrematado com um botão de rosa. Um luxo!

BELEZA Underwear

Eva Mendes (foto) é a estrela da nova campanha da Calvin Klein Underwear que lança a linha Seductive Comfort. Ela é também a garota-propaganda da nova fragrância da grife Secret Obsession. O vídeo, no entanto, foi proibido nas TVs americanas porque um dos seios da atriz ficava à mostra. Em Goiânia, a Calvin Klein Underwear foi inaugurada recentemente no Shopping Buena Vista, pelos empresários Joaquim Campos Júnior e Vanessa.

Foto: Walter Folador

Eva MENDES Photographed by Steven MEISEL New York 2008

Beauty

Foto: Â ngela Motta

O Le Touche foi uma das atrações do Camarote VIP Café Cancun, na Micarê Goiânia. Os convidados contaram com escova e maquiagem. Na foto, a beautyartist Ivani com a jovem Thaynara Hannah.

SHOPPING FLAMBOYANT - SHOPPING BOUGAINVILLE - SHOPPING BUENA VISTA

Nécessaire

 O verão de 2009 busca inspiração

nos anos 1970. Na cabeça, tranças, e todas bem desestruturadas. Arremate com acessórios pequenos.  Com um mix de produtos e serviços

MAKE-UP PRIMAVERA-VERÃO

A tendência para a próxima estação pega carona no colorido dos anos 1970/80. Nesta estação, vamos encontrar pelas ruas looks com toque simples, natural e bronzeado saudável. Veja as dicas da maquiadora da wet n wild Rosângela Bazalia.  A boca ganha cor intensa com batons

vermelho (estilo Marilyn Monroe), laranja e goiaba (tons sexy, mas menos ousados), sem contorno. O gloss vem nas cores rosa, coral, nude, cor de boca e incolor para dar um up ou realçar os lábios naturais.  As sombras ganham cores com e sem cintilância – verde, lilás, rosa, laranja, azul, cobre, marrom, prata, bronze e

diferenciados, a arquiteta Rubiana Teixeira inaugurou, no Setor Oeste, o Rubi, novo conceito de beleza e estética.  O hairstylist Wanderley Nunes é o novo consultor das marcas de coloZELO 28

dourado. Não podem faltar na nécessaire máscaras para alongar, curvar e definir ou cílios postiços, além de lápis para contorno em cima e embaixo dos cílios.  O blush nesta estação será mais discreto - em tons rosa, coral, pêssego e o bronze (para dar ar saudável ao look). Para ressaltar os traços, o iluminador pode ser aplicado nos cantos dos olhos, boca, testa e nariz.

ração de consumo da Wella: Koleston, Wellaton e SoftColor.  A Dermage lança linha Age Inverse, que, além de combater rugas, proporciona firmeza e elasticidade.


parte - A - FORMATO:Layout 1

20/10/2008

20:54

Page 29

Lipo de Bervely Hills

MEDICINA ESTÉTICA

Técnica avançada, que acaba de chegar ao Brasil, permite cirurgia em menos de duas horas, com anestesia local, sem internação nem pontos, e retorno imediato às atividades

Ana Paula Bravo

E

nquanto muita gente ainda discute sobre os riscos da lipoescultura e está na dúvida cruel se se arrisca ou não em nome da beleza, alguns poucos privilegiados já descobriram que o polêmico procedimento faz parte do passado da cirurgia plástica e tem mais é que ser banido mesmo do farto menu oferecido pelas clínicas de medicina estética. Não por ter sido proibido, como aconteceu recentemente no Espírito Santo, mas porque está obsoleto. É que chegou ao Brasil a última palavra no assunto, a Lipoescultura de Beverly Hills. A nova técnica, que permite que o procedimento seja realizado com anestesia local, sem pontos ou internação, em menos de duas horas e com retorno imediato às atividades normais, é uma revolução no mercado da beleza. O procedimento não só remove a gordura, como também promove a retração da pele, melhorando o contorno corporal, e, o que é mais importante, apresenta índices altíssimos de segurança. “Tenho 1.000 proce dimentos realizados e nenhum caso de complicação séria no pós-operatório”, orgulha-se o cirurgião plástico Eduardo Sitnoveter, pai da versão brasileira da técnica. O pai da criança mesmo é o farmacêutico e dermatologista californiano Jeffrey Klein. Em 1980, ele desenvolveu uma solução anestésica local para oferecer maior segurança aos procedimentos de lipoaspiração, que, até então, utilizavam anestesia geral ou peridural e apresentavam altos índices de complicação pós-operatória. A tal solução permite que se infiltre mais anestésico e se retire menos gordura do paciente, aumentando consideravelmente a margem de segurança do procedimento. “Os vasos sangüíneos são mais poupados, diminuindo o trauma e possibilitando uma recuperação bem melhor”, explica Sitnoveter. A Solução de Klein, aliada à técnica antiga, deu origem à Lipoescultura Tumescente. Daí pra frente, Sitnoveter foi associando tudo o ZELO 29

que há de mais moderno na cirurgia plástica, desde equipamentos a técnicas manuais de manipulação da gordura até marcação das áreas tratadas. A cânula utilizada pelo brasileiro, com 2 mm de diâmetro (uma mecha com 25 fios de cabelo), é tão fina que cabe dentro da tradicional; o aparelho acoplado à cânula (PAL) vibra, evitando que o cirurgião tenha que fazer movimentos bruscos, e reduzindo a próximo de zero os riscos de perfurar ou lesionar algum órgão. Sitnoveter avisa que, apesar de ser um pós-operatório bem tranqüilo, nas primeiras semanas são comuns leve inchaço, aparecimento de manchas roxas, e dor de mode rada a leve nas áreas lipoesculturadas, embora haja relatos de pacientes que não apresentaram nenhum desses incômodos. “Fiz abdome completo, flancos e culotes há duas semanas e devo ser diferente, porque praticamente não tive nenhuma mancha roxa”, garante a estudante Ana Carolina Lima. Em um único procedimento é possível tratar até 40% da área corporal ou 7% do peso do paciente. “Dependendo do caso, se o paciente é pesado ou tem grande quantidade de gordura na área tratada, pode-se retirar até 10 litros de gordura de uma única vez. Para pacientes medianos ou magros, a retirada de apenas 300 centímetros cúbicos (uma lata de Coca-Cola) pode ter um resultado espetacular. A meta da lipoescultura de BH não é remover o máximo de gordura possível, mas esculpir seu corpo para você ter um resultado”, avisa o cirurgião. “Para ser sincero, a técnica não tem novidade nenhuma. Imagine um carro que você compra sem nada e depois manda instalar todos os mais modernos opcionais disponíveis no mercado. É o mesmo carro, só que mais confortável, seguro, rápido, econômico, bonito etc”, compara. A nova técnica ainda não é realizada em Goiânia. No Brasil, apenas a equipe de Sitnoveter faz esse tipo de lipoescultura, no Rio de Janeiro. z


Vestígios

parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

Produção: Bell Júnior e Ronan Gonçalves

Fotografia: João Augusto - www. joaoaugusto.com.br Beleza: Luciano Lima

Modelos : Bethannya Dourado (Matriz Models),

Paloma Ambrozin e Kadu Sedato (Casa de Artistas) e Sara Oliveira (Voga Model) Agradecimentos especiais:

Rogério Mesquita - Vinicius Moreira - Morar Mais

13:31

Page 1


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:31

Page 2

Sara: Macacão e acessório Mob, bolsa Luberon e sapatos acervo Paloma: Vestido For e flor preta para Carme m Cardoso Bethannya: Sapato e bolsa Luberon, vestido Cabocla para Fuxica, anel e pulseira Simone Zoccoli Kadu: Tênis Calvin Klein, calça camiseta e casaco VR e lenço marroquino Simone Zoccoli


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:31

Page 3

Sara: Ve stido Mob, acessórios Simone Zoccoli e sapatos Luberon Bethannya: Calça Carmim e blusa Caos para Carmem Cardoso, sapatos e casaco Mob, óculos Calvin Klein, le nço e acessórios Simone Zoccoli e sapatos Luberon K adu: Look Total VR Paloma: Vestido Luiza Masteli para Fuxica, cinto Carmem Cardoso, acessórios Simone Zoccoli e sapatos Luberon

ZELO 32


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

Sara: テ田ulos Gucci, blusa Calvin Klein, cinto Caos para Carmem Cardoso, acessテウrios Simone Zoccoli Kadu: Look total VR Paloma: Vestido Wez para Carmem Cardoso

13:31

Page 4


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:31

Page 5

Bethannya: Vestido Luiza Masteli para Fuxica e acess贸rio Simone Zoccoli Sara: Vestido Equus para Carmem Cardoso


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:31

Page 6

Paloma: Blusa Cabocla para Fuxica, calcinha Scala e ace ss贸rio Simone Zoccoli Bethannya: Bata VR e cueca feminina Calvin Klein

ZELO 35


Com a ajuda dos deuses

PSICOLOGIA

Dramatização de mitos gregos ajuda a romper barreiras e a revelar o verdadeiro “eu”

Ana Paula Bravo

P

assamos a vida usando máscaras. Desde pequenos aprendemos que é preciso adequar a nossa imagem àquilo que esperam ver de nós. Dependendo do lugar, da hora, da companhia ou circunstância, trocamos habilmente de máscara, com a mesma naturalidade com que substituímos a roupa suada por uma que ainda tem o cheirinho do amaciante. São máscaras que às vezes nos enfeitam, outras vezes nos escondem, mas que em todas as vezes nos protegem. Dos outros. Das coisas. De nós mesmos. Mas até quando precisamos de tanta proteção? “Chega uma hora que ficamos tão isolados, tão alienados, que perdemos o contato com a realidade, com o nosso verdadeiro eu”, explica a psicanalista Rai Barros. Essa é a hora de livrar-se de suas máscaras, caro leitor! Vivenciando os mitos gregos, os pacientes de Rai recebem aquele empurrãozinho dos deuses para finalmente detonar o processo de individuação, um dos conceitos centrais da psicologia analítica, criado por Carl Gustav Jung, de quem Rai é discípula. O processo consiste em fazer com que o indivíduo identifique-se menos com as condutas e valores encorajados pela sociedade e mais com as orientações emanadas de “si mesmo”, ampliando, assim, a sua consciência. Recentemente, um grupo de 16 pessoas embarcou nessa “viagem” da individuação. Capitaneado por Rai, o grupo isolou-se em uma chácara no município de Goianira (20 km de Goiânia) para vivenciar o Mito de Possêidon. O objetivo foi trabalhar as funções sensação, pensamento, intuição e sentimento, um dos passos necessários para iniciar o processo de individuação, segundo Jung. Na turma de “viajantes”, o jornalista, crítico de arte e escritor Brasigóis Felício. A ele foi confiada a importante missão de encarnar Possêidon, o deus supremo do mar, deus

Foto: Ângela Motta

Escritor Brasigóis Felício medita durante vivência em torno do Mito de Possêidon realizada em

chácara próxima a Goiânia: “Todo mundo que participa acaba sofrendo alguma mudança de vida”

O processo consiste em fazer com que o indivíduo identifique-se menos com condutas e valores encorajados pela sociedade

também dos terremotos e tempestades. “Uma experiência forte, transformadora e reveladora”, define o escritor. Brasigóis conta que a dramatização serviu para despertar verdades adormecidas. “A vivência do mito trouxe à tona coisas que eu sabia, mas não sabia que sabia. A minha alma me dizia que aquilo não era novo, mas minha consciência desconhecia”, diz. Rai explica que, ao vivenciar o mito, os “viajantes” entram em contato com forças extremamente poderosas e transformadoras, ZELO 36

capazes de quebrar couraças, derrubar torres e rasgar as máscaras que nos escondem de nós mesmos. “Todo mundo que participa da vivência acaba sofrendo alguma mudança na vida”, assegura. “Ninguém escapa de sair da estagnação e pôr a vida novamente em movimento”, garante Brasigóis, que, ao retornar do isolamento, finalmente tomou coragem para realizar um sonho antigo: “Comprei uma moto.” Para o jovem Raul Barbosa de Carvalho, que estava desempregado há um ano, sair das entediantes marolas e enfrentar as ondas gigantes enviadas por Possêidon significou um novo emprego. “Fiz entrevista na segunda, treinamento na terça e na quarta e na quinta-feira comecei a trabalhar”, conta. Já para a agropecuarista Marília Nize Mattoso Cardozo, que andava reclamando do paradão em sua rotina, Possêidon provocou uma verdadeira tempestade na sua agenda. Está chovendo convite! Às favas com os escrúpulos.


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:32

Page 8

Dia da Noiva

Tratamentos tão especiais quanto este dia Penteado Teste do penteado Maquiagem Pedicure e Manicure Banho de Lua Modelação sobrancelha Limpeza de pele profunda

Unidade I

Depilação Massagem relaxante Hidromassagem Lanche Especial Suíte Auxílio para vestir

CABELO E MAQUILAGEM

Av. T1 - Nº 2326 St. Bueno - 3251-22-40 - 3251-7794 Unidade II Rua C 137 Nº 125 - St. Nova Suíça


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

Summerflex 13:32

Page 9

Um coquetel descontraído e muito animado comemorou o sucesso da parceria entre a Summerflex/Persiflex e profissionais exp ositores da Ambientar 2008. O clima de harmon ia, se mpre presente nos eventos da Summerflex, foi contagian te e realmente virou festa! Entre os co nvidados, estavam ren omados profissio nais da arqu itetura e deco ração e jovens profissio nais qu e provaram, em seus ambientes, terem um g rande fu turo. A Summerflex é a principal re vendedora das persianas Persiflex, além de ofe rece r um mix de produtos de fabricação própria.

Luiz Sérgio e Madalena Marques (Persiflex), Flávio e Helen Simone Pereira (Summerflex)

Stand Summerflex

Augusto Thomé, Andréa Andrade e Júnior Roriz

Equipe Summerflex

Ana Paula Munhoz e Gabriela Saback

Jorge Perillo e

Hellen Cologerpoulos

Clarismar Machado e Laciana Taquary

Maria Célia Morais e Nélia Brandão ZELO 38

Rossana Franco, Simone Ferreira

(Mais Marketing ) e Helen Simone

Pedro Paulo, Ednara Braga, Flávio Paraguassú e Clarismar Machado


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:33

Page 10

Fotos: Ângela Motta e Paulo José

Gracielle Lopes, Nádia Amaral e Sara Moreschi

Helen Simone e Denise Bufáiçal

Luanne Tahan, Clarismar e Lorena Tahan

Marcelo Perini e Juliana Barbosa

Mariane Barcelos, Clarismar Machado e Daniela de Oliveira

Aline di Prado, Flávio e Helen Simone Pereira e Sandra Camargo

Marília Abrão e Débora Félix

Rose Campos Vaz e Clarismar Machado

Silvana Cambota

Makel Adriano

Mariana Mendonça, Helen Simone e Luana Mendonça

Neyton Guimarães Rosa e Edson Abrão

Irma Leão, Daniel Almeida, Andréia Carneiro e Nando Nunes

Loja 01: Av. T9 nº 620 St. Bueno Festa

Simone Sebba, Elsiony Moura, Helen Simone, Wanessa Clara e Cristiane Ávila ZELO 39

Fone: (62) 3942-7820

Loja 02: Rua C255, Sl. 13

Centro Empresarial Sebba. St. Nova Suíça Fone: (62) 3259-2935


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:33

Page 11

Fotos: +Foto Walter Folador

Cuisine nouvelle Humberto Marra, Carlos Augusto Alves Borges e André Barros

A Maxim’s Ambientes inaugurou seu novo showroom com um coquetel superbadalado, que reuniu arquitetos, decoradores e simpatizantes da marca. Além de conhecer a nova linha de móveis, assinada pelo arquiteto Leo Romano, os convidados se deliciaram com o bufê exclusivo, criado pelos chefs Humberto Marra e André Barros. O DJ Múcio comandou o som ambiente.

Marcos Queiroz e Luciani Stival Raisa Theil

Cláudia Zuppani, Carlos Augusto Alves Borges e Maria Abadia Haich

ZELO 40


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:34

Page 12

Sônia Lima, Andréia Carneiro e Irma Leão Medalhão napolitano sobre camas de folhas e molho: prato de entrada

Flávio Paraguassu

Leo Romano

e Marília Teixeira

Jean Begerrot e Sebastião Damasceno Rose Vaz e Wanessa Clara

Carla, Viviane, Cláudia Oliveira e Patrícia Queiroz

Carol Wojtyla e Denise Vieira

Bobó do chef: camarão e fita de coco

Fernando Parrode e Ana Paula de Castro

Fran Jácome, André Alf, Ludmila Amaral e Fabiana Araújo

Silvana Cambota e Daniel Almeida

Tânia Franco e William Hanna

Viriato Guimarães e Geyza Porto

ZELO 41

Leopoldo Veiga

e Priscila Guimarães

Eliane Mendonça e Marco Patti


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:35

Page 13

Sol Delivery

Num clima descontraído, os empresários Alexandre Castro, Andrea Castro e Alessandra Mota pilotaram animada festa de inauguração do Chopp Sol Delivery, no Setor Marista. O serviço personalizado oferece comodidade e praticidade ao consumidor, que poderá desfrutar o chope Sol, Heineken, Kaiser e Xingu. O lançamento contou com petiscos de boteco, samba de raiz e chope gelado.

Fotos: Ângela Motta

Ana Paula, Júnior Meireles, Cristina e Antônio Thomé

Andrea Castro e Alessandra Mota

Andrea Castro, Alexandre Castro e Ana Paula de Castro

Luana Chaves

Cristiano Araújo e

Nataly, Thiago

Caramashi e Célia

Luciene Lopes

Luís Faleiro, Daniela Katenas e Rodrigo Flávio Fernando Calvet, Juliane e Ludmila Moreira

Cristiano Araújo, José Guilherme Schwam e Luciano Mendonça

Nathan

Cida e Joaquim Rosa

Maísa Gouveia

Marcus Lucius, Andrea, Cristiano Araújo,

Luciene, Alessandra, Alexandre e João Victor

Gustavo Rizério,

Alexandre Castro e

Flávio Paraguassu

Alessandra Mota

e Tatiana Potrich

Augusto Thomé e Júnior Roriz ZELO 42

Carmem Paiva, Denise e Sérgio Paiva

Daniela, Júlio Roberto, Cláudio Cardin e Luciana


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:35

Page 14


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:36

Page 15

VERÃO MOB

César Brito, Daniela Palmerston e Gustavo Loureiro

Flávia Ferreira e Kélia Maris

Fotos: Fábio Lima

Com champanhe e música turbinada pela DJ Lu Praude, Gustavo Loureiro e Daniela Palmerston receberam clientes no coquetel de lançamento da coleção de verão 2009 da MOB, no Flamboyant. A MOB buscou inspiração nas cores e na atmosfera alegre e descontraída do México para criar a coleção Verão 2009. O cardápio foi assinado por Mara Manuela, da Marcelli Rotisserie.

Adriana Rezende

Mariana Marques

DJ Lu Praude

Sandro Torres e Wanessa Cruz

Experimente usar nada.

Goiânia Shopping . 62 3093-6707

G

Shopping Flamboyant . 62 3095 6707

G

Shopping Bougainville . 62 3091 2994

www.scalasemcostura.com.br


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:36

Page 16

Scala no Bougainville

A Scala Sem Costura inaugurou sua terceira loja em Goiânia, no Shopping Bougainville, junto com o lançamento da coleção primavera-verão 2008/2009. Inspirada no tema “Garden Party”, a coleção sugere lingeries com estampas florais e de borboletas que remetem ao frescor da primavera, transmitindo leveza e sensualidade. Fotos: Â ngela Motta

Daiane Oliveira e Rosa Gorgon

Geovanna Gomes e Hugo Teixeira

Roberta Pessoa e Marcelo Jorge

Ildeumar Moraes, Fabiana Nogueira, Sivone e João Grego

Equipe Scala

Sivone e Ivany Ribeiro

Lucas Milan, Sivone Grego, João Grego e Guilherme Milan

Lúcia Vilela

Daiane Oliveira

Camila Nardelli ZELO 45

Eliezer Ricardo

e Ana Paula Menezes

Carmem Cardoso, Andréia e Lucimar Cardoso

Luzia América e Camila Melo


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:38

Page 17

Versato

Fotos: Â ngela Mota e Fábio Lima

Os empresários Eduardo Jacintho e Márcia Simonsen receberam arquitetos e decoradores no lançamento do showroom da Versato Acabamentos. Durante animado brunch, os profissionais conheceram em primeira mão o novo mix de materiais de acabamento, como porcelanatos, mosaicos, revestimentos, louças e metais.Tudo exposto de ma neira versátil e dinâmica.

Márcia Simonsen e Eduardo Jacintho

Doricelma Mariotto e

Genésio Maranhão e Henrique Araújo

Adriane Conti

Carla Spencieri e Ana Arlete

Hilberto Santana e Edmara Cavalcante

Stela Mares e Maristela Fernandes Lourdes Cavalcante, Márcia Albiére, Ilza Bicalho e Cláudia Dayrell

Bianca Keico, Flávio Paraguassu e Patrícia Queiroz

Márcia Simonsen, Pedro Paulo,

Eduardo Jacintho e Simone Borges

Equipe Versato: Carla, Mônica, Gesni e Cláudia

Telma Mantteucci e Glenne Batista

Marília Teixeira ZELO 46

Rua 146 nº 379, Setor Marista. Fone: (62) 3945-0075


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:39

Page 18

Fotos: Â ngela Motta e Fábio Lima

Alexandre Perine e Andréia Andrade

Elza Ferreira, Ilézio Ferreira, Elizabeth Oliveira e Joaquim Barbosa

Ambientar 2008

A Ambientar 2008 – Mostra de Interiores, no Residencial Solar Universitário, reuniu 121 expositores, entre arquitetos, decoradores, designers de interiores, paisagistas e estudantes. A realização da mostra foi da Consciente Construtora. No total, 47 ambientes em uma área de 2,4 mil m2. Restaurante panorâmico, café, creperia e bazar foram algumas das atrações. Gabriella Saback e Ana Paula Munhoz

Fabíola Campos, Larissa Leite, Camila Oliveira e Juliana Martins

Rodrigo Ferreira, Ozair Ferreira, Michelle Barcelos e Túlio Ganzarolli

Cláudia Dayrell, Ilza Bicalho e Lourdes Cavalcante

Rosana Paiva, Adriano Frausino, Mariana Mendonça, Luana Mendonça, Ana Canêdo, Marcos Simão e Adriana Frausino

Argus Ridan e Selvo Afonso ZELO 47

Daniela Rocha

Janderson de Oliveira e Lorena Silva

DJ Múcio


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

Fotos: Via Foto

13:39

Page 19

De bem com a vida

Noite de máscaras. Esse foi o tema da grande festa de 15 anos do programa Pelos Bares da Vida, orquestrada pelo jornalista José Guilherme Schwam, no Master Hall. Decoração e cardápio impecáveis. Na pista de dança, poucos resistiram à animação da Banda Focus.

Leopoldo Moreira, Mirian Mansur e José Guilherme Schwam

Nova loja

Rosângela Motta, José Guilherme Schwam e Ângela Motta

José Evaristo, Marco Machado e João Paiva

Carolina e Marcelo Neves

Márcia Brandão, Donizeth e Moema Tavares

Miguel Abrão e Joana Darc Fotos: Arquivo Pessoal

O empresário Aniel Campos recebeu amigos e parceiros para brindar a abertura da loja Fuxica, na Rua 133, no Setor Marista, e apresentar a coleção Verão 2009. Nas araras, peças modernas e que expressam o estilo da loja, cuja idéia é antecipar tendências. A Fuxica tem projeto assinado pelo arquiteto Alexandre Perine.

Tânia e Aniel Campos, Fabiana e Alexandre Polliana e Getúlio Nóbrega, Aniel Campos,

Perini

Camila Campos, Tânia Campos e Antonieta Nóbrega

Douglas Alexander e Caeron

Eliane Peixoto e Mirna Alexander ZELO 48

Tânia e Aniel Campos e equipe de vendas


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:40

Page 20

Carmem Cardoso

Carmem e Lucimar Cardoso reuniram poderosas clientes para coquetel de lançamento da coleção de Verão 2009 do seu casting de marcas. Sempre atenta às principais tendências do circuito fashion, a dupla de empresárias trabalha com marcas renomadas, como Caos, Lorrane Rabelo, Tráfico Z, Lia Rabelo, Name, Tâmara Capelão, Regina Salomão, Shampoo, Blue Banana, Mônica Negreiros, Guaraná Brasil e Ópera Rock. Fotos: Ângela Motta

Maria Helena Simões e Bethania Simões

Adriana Vasconcelos Siqueira Freitas

Carmem Cardoso

e Lucimar Cardoso

Wanessa Cardoso e Elizete Oliveira

Sandra Mara

Ferreira e Lucimar Cardoso

Wanessa Cruz

Áurea Geraldino

e Danila Geraldino

Nadeth e Eliane Machado

Vivian Nadder e Geane Sales

Lorena Rezende

Luciane Marques e Márcia

Márcia Dias

Cassiano

ZELO 49

Patrícia Georgyane Marques

Elizângela Godinho e Verônica Abrão

Wanessa Bretones


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:40

Page 21

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12


13:41

Page 22

Capital Fashion Week

kattiadaniel@gmail.com

fotos: Maurício de Souza e Clausem Bonifácio

Kátia Daniel

21/10/2008

Casa Cor Brasília 2008

"Banheiro Público Feminino" (esq.), das arquitetas Fernanda Mendes, Juliana Cas e Melissa Lopes,

traz acabamento clássico e moderno. Destaque para o porcelanato da coleção "Bemim Neolitic Bronze", de Eliane Martins. Acoplada ao Quarto do Casal, a

Varanda (acima) harmoniza tecnologia, qualidade de vida e elementos naturais num só lugar

A Casa Cor Brasília 2008 ficou em cartaz até dia 19 de outubro num dos endereços residenciais mais badalados da Capital do País: a Mansão dos Flamboyants, no Park Way. A 17ª edição da maior mostra de arquitetura de interiores do Centro-Oeste ocupou um espaço de 20 mil metros quadrados, sendo três mil metros de área construída. Em meio a jardins, lagos e palmeiras imperiais, foram montados 47 ambientes, criados por 76 arquitetos, decoradores, designers e paisagistas. “A Mansão dos Flamboyants foi escolhida para sediar a Casa Cor por várias razões, entre elas, a história da casa. Desde os anos 80, o espaço é cenário das maiores festas da República”, informa Eliane Martins, organizadora do evento.

DIRETO DA PRAÇA DOS TRÊS PODERES

 Agora o cidadão pode participar, contribuir com sugestões e fiscalizar os projetos de lei de consolidação. Atualmente, estão sob consulta pública três projetos: sobre crédito rural (PL 3692/08), sobre assistência social (PL 3800/08), e telecomunicações e radiodifusão (PL 3516/08).

 Acontece nos dias 11 e 12 de novembro, no auditório Nereu Ramosa, na Câmara dos Deputados, a IX Conferência das Cidades. A finalidade do evento é de promover o debate e a reflexão sobre temas relevantes à política e estratégias para sustentabilidade das cidades. ZELO 51

Durante quatro dias, Brasília deixou de ser apenas a capital do País e se transformou também na capital da moda. De 17 a 20 de setembro, foi realizada a quinta edição do Capital Fashion Week e mais de 40 mil pessoas circularam pelos oito mil m2 do Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Os números mostram porque este é considerado o maior evento de moda do Centro-Oeste e o terceiro do País. Ao todo, 37 desfiles mostraram coleções alto-verão 2009. A abertura oficial foi de Carla Amorim, designer brasiliense de jóias. A produção do Distrito Federal foi representada pela Jukaf, 2Tempos, SeteMares, Summershop, Zinc, Água da Ilha, Cláudia Galdina, Miranda Castro e Biruta. O trabalho das artesãs da cidade também fez sucesso com as participações da Cia do Lacre, 100% Cerrado, Bem Me Quer e Talentos do Brasil. Fotos: CFW

Brasília

parte - B ok - FORMATO:Layout 1

Luana Piovani foi a grande sensação do

CFW, desfilando para a grife Lança Perfume

 Os cidadãos poderão ter a oportunidade de manifestar suas demandas, anualmente, em audiências públicas a serem promovidas pelo Ministério Público nas diferentes comarcas pelo País. A proposta do projeto é do senador Demóstenes Torres (DEM-GO).


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:41

Page 23


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:41

Page 24


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:42

Page 25


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:43

Page 26


parte - B ok - FORMATO:Layout 1

21/10/2008

13:43

Page 27

Profile for Revista Zelo

Zelo 06  

Sexta edição da Revista Zelo

Zelo 06  

Sexta edição da Revista Zelo

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded