Issuu on Google+


paixao s

PALAVRA DA PUBLISHER

Nós preparamos uma edição repleta de cores, vibrações, sensações e pulsações: o que é, afinal, se apaixonar? Uma das nossas preocupações foi mostrar a paixão com estilo, com classe, mas arrebatadora como ela sempre é. A paixão aguça os sentidos, aflora as emoções. Tudo vem um pouco descontrolado, desordenado, e por isso mesmo é tudo mais autêntico. Mas, apesar de tudo isso, ninguém conhece outra maneira de ser feliz. Assim, sem mais espera (porque o tempo para os apaixonados passa de maneira diferente), está aqui a edição da ZAZ dedicada à Paixão. São muitos corações, mas a batida é uma só. Marceline Almeida


c paixao v ÍNDICE

22 ESPECIAL 28 COMPORTAMENTO 33 TURISMO 40 AUTOS 47 GASTRONOMIA 54 BELEZA 62 GALERIA NO ESTÚDIO 80 MODA 109 TECNOLOGIA 115 CIÊNCIA E SAÚDE 118 NEGÓCIOS 134 ARTE 2.0 139 LITERATURA 144 ARQUITETURA 156 EUROLUCE 2011 166 SOCIAL 178 PONTO ( Z ) COLUNAS DE CULTURA 120 122 123 124 125 126 128 130

DESEJO MÚSICA CYBERBIT LIVROS CINEMA AGENDA ADEGA RÁPIDAS


c EXPEDIENTE Z/2 EDITORA

PRESIDENTE E PUBLISHER Marceline Almeida

VICE-PRESIDENTE EXECUTIVA Patricia Franco Bogdan ARTE FINAL Vander Marques

EXECUTIVOS DE CONTAS Diná Zanatta

ASSISTENTES DE CONTAS Maiana Andade, Tatiane Pomini FINANCEIRO Rie Marlene

CONSULTA EM ESTRATÉGIA E NEGÓCIOS Julimari Bonvechio de Oliveira ZAZ EDIÇÃO 65 PUBLISHER Marceline Almeida ARTE FINAL Vander Marques COORDENAÇÃO EDITORIAL Patricia Franco Bogdan DESIGN E DIREÇÃO DE ARTE Capricornia Media Trends EDITORAÇÃO Midiamania Editora e Eventos

FOTÓGRAFIA Ana Luiza Versola,Jefferson Ohara, Rafael Saes ILUSTRAÇÃO André Azevedo JORNALISMO Estagiária Karen Faccin Abraham Shapiro, Cristina Albuquerque, Elton Telles, Gutemberg Lima, Liliane Danas, Maria Joana Casagrande, Murilo Benites, Otávio Rossi, Rosangela Gaggetti MAQUIAGEM Fernando Rodrigues, Renan Dias STYLING Rosangela Gaggetti MODELOS Daiane Greco Marcílio Kurten Blasios CAPA Capricornia Media Trends Z2 idea bureau Z/2 IDEA BUREAU CRIAÇÃO / DESIGN Ricardo Sanches CRIAÇÃO / REDAÇÃO Cristiano Pacheco www.revistazaz.com.br

E RRAMOS!

A Revista ZAZ é uma publicação da Z/2 Editora Rua Guarani, 450 - Fone 44 3026 2121 CEP 87014-040 - Maringá - PR Twitter: @revistazaz

Na edição 64: No editorial “Comida de mãe” a maquiadora foi Claudia Marin. No editorial “Nova casa e sem estresse”, onde se lê: Erica Kagueiama, o correto é: Érika Fagundes, onde se lê: “Fotos: Karen Faccin”, o correto é: “Texto: Karen Faccin, sob supervisão de Ana Paula Machado Velho” No editorial “Marca de compromisso” Cida Borghetti foi eleita deputada federal e não estadual como citado. No editorial “Acrônica” onde se lê: “Produtora: Karen Faccin”, o correto é: “Produção de Moda: Karen Faccin, sob supervisão de Ana Paula Machado Velho”


nuvem de tags

x

A nuvem de tags mostra as palavras mais usadas na edição. Quanto maior a palavra, mais vezes foi mencionada. 16 revistazaz.com.br


paixao

c A EDIÇÃO 65 DA ZAZ HOMENAGEIA A OBRA DE ROY LICHTENSTEIN, PINTOR NOVAIORQUINO DO MOVIMENTO DE POP ART NOS ANOS 60. RETRATANDO A PAIXÃO DA CULTURA DE MASSA, ELE IMORTALIZOU UMA ESTÉTICA QUE, ATÉ HOJE, É ATUAL.

18 revistazaz.com.br


FOTOS: DIVULGAÇÃO/DISNEY • TEXTO: CRISTINA ALBUQUERQUE

especial REVENDO O MITO DO

PRINCIPE

22 revistazaz.com.br


ENCANTADO

A IDEIA DE QUE HAVEMOS DE ENCONTRAR O NOSSO PRÍNCIPE ENCANTADO E CAIR APAIXONADA POR ELE, CONTINUA AINDA A FAZER PARTE DO MUNDO IMAGINÁRIO DE MUITAS MULHERES.

Antes de falarmos acerca do relacionamento afetivo entre homens e mulheres, objetivo final deste bate-papo, é imprescindível voltarmos no espaço-tempo histórico para compreendermos a formação do psiquismo humano. De forma profundamente abreviada, podemos dizer que a condição de humanidade que vivemos hoje resulta de um longo processo de desenvolvimento da vida no planeta. Milhões de anos e incontáveis seres que habitaram o planeta nos legaram padrões de comportamento relacional e linhas de ação emocionais. À semelhança de uma herança material, herdamos memórias que potencialmente

preservam a integridade física e psíquica. Na medida em que a vida no planeta foi se tornando mais complexa, a habilidade de nos relacionarmos se tornou um dos padrões mais expressivos não só de sobrevivência mas, sobretudo, de aprazibilidade. A herança ancestral nos revela de forma inequívoca que parcerias bem sucedidas possibilitam a continuidade da vida. Para tanto, alguns prérequisitos precisam ser atendidos. Seres biologicamente bem proporcionados e saudáveis evidenciam a possibilidade de genes diferenciados que garantirão a replicação da espécie. No psiquismo humano, esta

trajetória evolutiva se tornou mais complexa. Pelo fato de havermos desenvolvido uma habilidade psíquica denominada subjetividade, acrescentamos ao dado "parceiro biologicamente saudável" outros atributos de natureza "emocional". Entretanto, de maneira expressiva, ficou registrado como "parceiro ideal", como "príncipe encantando" aquele ser que mais reúne atributos físicos diferenciados tais como: vigor, poder, beleza, agilidade, inteligência, mobilidade... Por esta razão, em princípio, o que encanta a mulher é o sucesso de um homem. Ter sucesso, nesta perspectiva ancestral, significa que este homem "materializa" as

revistazaz.com.br 23


Rachel Weisz como Branca-de-Neve, foto de Annie Leibovitz

condições especiais para que a vida aconteça de forma segura e prolongada. A somatória de todas as aptidões especiais atribuídas ao masculino tornouse o "mito do parceiro ideal", o "príncipe de cavalo branco". Enquanto possibilidade, este homem existe e é, por esta razão que muitos filmes (vide “Uma linda mulher”) e contos de fadas fazem o maior sucesso. Todavia, enquanto um dado de realidade este homem total não existe. Se o "ideal" for entendido como processo de desenvolvimento contínuo, como um vir a ser em termos de características diferenciadas o príncipe existirá. Se for entendido como um parceiro pronto jamais existirá. Considerando o que foi exposto, é impossível não desejar o "príncipe", isto é intrínseco à perpetuação da vida. O que 24 revistazaz.com.br

desconhecemos é que o "príncipe" ou a princesa" são construídos na relação a dois. É da natureza da relação afetiva genuína o poder de despertar nos parceiros as possibilidades relacionais latentes. Os "homens sapos" e as "mulheres rãs" são pessoas inacabadas do ponto de vista da afetividade. São seres embrionários na arte de amar. São, ainda, crianças psíquicas à espera de um ser incondicional que realize seus desejos e não de um companheiro para trocar experiências e construir a relação. É por esta razão que existem tantos interditos de um para outro nos relacionamentos. Não aspiram um companheiro; desejam ardentemente o gênio da lâmpada. Príncipe com certeza é aquele homem em processo de tornar-se Homem. Isto é, aquele ser que constantemente,

enquanto humano, materializa em sua estrutura de personalidade, mediante esforços especiais, um grande número de atributos tais como sensibilidade, vigor, generosidade, assertividade, coragem, lucidez, sucesso, companheirismo... Todas habilidades que acima de tudo o tornem para si mesmo um homem digno, respeitável e diferenciado. Assim sendo, na vida de uma mulher este homem será um grande colaborador evolutivo. Contudo, vale lembrar que homens príncipes buscam mulheres princesas. Isto significa que as mulheres também precisam materializar em si de forma substancial os atributos do feminino diferenciado. Em parte esta idéia tornou-se uma lenda. O que tem acontecido é que A mulher, infelizmente, têm confundido desenvolvimento psíquico com aquisição


A paródia de conto-de-fadas Shrek, animação da Disney, Cinderela (Disney) e Jessica Alba e Ashton Kutcher em Idas e Vindas do Amor (New Line Cinema)

de capacidades intelectuais e laborais. As mulheres, sem dúvida alguma, avançou muitíssimo em termos de ação e mobilidade no mundo mas não conseguiu se diferenciar da mesma forma em termos de desenvolvimento psíquico no que tange aos atributos do feminino. O fato de ser glamurosa, extremamente sensuais não implica no feminino propriamente dito. Estas são características parciais, extremamente básicas do feminino. O fenômeno que ocorreu com as mulheres foi um desenvolvimento extremado das habilidades cognitivas, intelectivas. O feminino em si ficou relativamente anêmico. Os homens também estão com muita dificuldade para encontrar o que trazem em si como "mulher ideal". O fato de homens e mulheres terem a possibilidade de acabarem sozinhos

não está diretamente relacionado com o feminino e o masculino, e sim, com a condição de desenvolvimento psíquico de cada um, com a forma como nos movemos nas mais diferentes esferas de atuação da vida. A expectativa de "ser cuidado", "protegido", "amparado" é também intrínseco à vida. Todos os seres aspiram esta realidade. O que está em crise não é primariamente a relação afetiva entre homem e mulher. A grande crise é existencial. Os seres humanos individualmente estão parcialmente desprovidos de significado, de sentido existencial e à espera de um salvador. Em tempos idos esperava-se um salvador religioso; hoje espera-se um salvador na forma de companheiro ideal. Transferiu-se para a relação afetiva uma expectativa que

não pertence a ela. Infelizmente, este é um fenômeno desconhecido. Aquela que ainda está na janela jogando suas grandes tranças, com certeza, continuará na masmorra. A espécie evolui, o mundo evolui. O modelo de mulher frágil que quer ser cuidada e carregada por um homem já não é mais significativa no imaginário masculino. O mais provável é que as Rapunzéis da vida encontrem um grande Ogro que as manterá nas masmorras, nas tocas, nas cavernas. As mulheres desejam príncipes? Os homens desejam rainhas auto-sustentáveis. Pareceme que tanto o homem quanto a mulher têm que percorrer um longo caminho para tornar realidade o que hoje ainda é uma possibilidade.

revistazaz.com.br 25


paixao

c NINGUÉM RETRATOU UM BOM DRAMA COMO LICHTENSTEIN. LEVANDO PARA A PINTURA E A “GRANDE ARTE” IMAGENS DE IMPRESSÃO BARATA E ORIGINÁRIAS DE ANÚNCIOS PUBLICITÁRIOS E CARTUNS, ELE LEVOU ESTAS FIGURAS COTIDIANAS ÀS GALERIAS DE ARTE. revistazaz.com.br 27


comportamento FOTOS: ARQUIVO/DIVULGAÇÃO • TEXTO: ANA PAULA MACHADO VELHO

O PERFUME DA SEDUÇÃO

l PESQUISADORES DIZEM

QUE A ATRAÇÃO NÃO COMEÇA QUANDO OS OLHARES SE ENCONTRAM, MAS SIM UM POUCO MAIS EMBAIXO, NO NARIZ. VOCÊ DUVIDA DA IMPORTÂNCIA DO OLFATO PARA O ENCONTRO AMOROSO? ENTÃO, FIQUE DE OLHO NO QUE ESTÁ SENDO DITO POR AÍ EM TORNO DESSA POLÊMICA. 28 revistazaz.com.br


Uma pesquisa de mercado mostrou que, no jogo da sedução, o cheiro desempenha um papel importante para os britânicos. O estudo realizado pelo fabricante de um amaciante de roupas apontou que nove em cada dez britânicos inquiridos se sentem atraídos por alguém que cheira bem. “Há circuitos que vão do olfato até o cérebro e levam uma mensagem muito clara: sexo”, explica Maria Rosa García Medina, especialista em sentidos químicos do Laboratório de Pesquisas Sensoriais do Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas (Conicet), da Argentina*. Estes pesquisadores afirmam que exalamos continuamente, pelos bilhões de poros na pele e até mesmo pelo hálito, produtos químicos voláteis chamados feromônios. Estudos têm demonstrado que a maior parte das espécies de vertebrados tem um órgão situado na cavidade nasal denominado órgão vomeronasal (OVN). A finalidade do OVN parece ser exclusivamente a de detectar sinais químicos – os feromônios – que podem sinalizar interesses sexuais, situações de perigo entre outras informações. Os defensores da Teoria dos Feromônios vão ainda mais longe: atestam que essas substâncias produzem reações químicas que resultam em sensações prazerosas e a ansiedade da paixão, então, seria o sintoma mais pertinente da Síndrome de Abstinência de Feromônios. Isto é, nos incomodamos quando ficamos longo tempo sem sentir esses estímulos.

revistazaz.com.br 29


Contraponto

Mas há quem diga que as sensações não são a causa do amor nem da paixão: elas são o próprio amor e a paixão. É a estimulação recebida pelo organismo, seja ela tátil (toque do outro), auditiva (fala do outro), visual (beleza do outro) ou olfativa (cheiro do outro) que nos deixa embriagados de amor. A sexóloga Eliane Maio acrescenta que é difícil generalizar as causas da paixão ou do tesão. “Cada pessoa é única. Dizermos que a atração se daria somente pelo cheiro pode ser uma questão de generalização e vai contra

30 revistazaz.com.br

o que vemos no dia a dia, pessoas que se apaixonam por uma foto, um vídeo, objetos que não apresentam o cheiro”, explica. Eliane aponta para o fato de que, como somos animais, o cheiro é importante. E mais, nós humanos, acabamos aprendendo que os cheiros, ainda mais os comprados (perfumes, hidratantes etc.), são muito importantes. Desde que nascemos somos inseridos em um mundo que nos impele a usar os mais variados produtos, com diferentes odores, e assim aprendemos que cheirar bem é muito importante em nossas vidas. Acabamos impelidos

por eles; isto é, nos direcionarmos àqueles que nos agradam mais. E quando se fala em sexo, Eliane adianta que é bom sabermos que o desejo sexual é aprendido, é cultural. Neste contexto, se o cheiro é importante na hora da sedução e na hora da relação sexual, em si, para determinada pessoa ela deve trazer isso para a sua vida e ter muito prazer. Enfim, para a sexóloga, a dica é a seguinte: “cuide-se bem, tenha uma boa auto-estima, porque, com certeza, quem se gosta, gosta dos outros. Assim, perfumar-se, cuidarse, amaciar-se, valerão à pena!”


SELEÇÃO NATURAL Segundo reportagem da revista Galileu**, tudo que nós somos, desde a cor de olhos à forma como metabolizamos uma feijoada, são determinados por proteínas, inclusive nosso cheiro. Baseada na pesquisa da geneticista Maria da Graça Bicalho, do Laboratório de Imunogenética da Universidade Federal do Paraná, a publicação diz que temos uma identidade biológica única. “É como se todas as células do corpo tivesse essa marca individual e até mesmo seu cheiro carrega estas proteínas, que são uma pista para o outro”, disse a pesquisadora. Por isso, o nariz, não mexe só com nossos amores, mas também com nossas amizades. Odores conhecidos ou compatíveis com nossa memória genética nos aproximam de um colega ou de alguém que nunca vimos mais gordo. E então, duvida ainda do poder do seu olfato?

DO INSTINTO AOS PERFUMES Diante da importância do olfato na nossa vida, não é de assustar o surgimento do perfume. Uns usam para deixar a sua marca no local, outros usam as fragrâncias como modo de fazer algum bem ao corpo e ao espírito já que algumas essências, se usadas corretamente, podem trazer inúmeros benefícios para a saúde. E os cheiros, como vimos, têm o poder de atração. Por isso, muitas fórmulas ditas do “amor” têm sido lançadas e divulgadas efusivamente. O certo é que o perfume marca uma pessoa e pode até mesmo chamar a atenção do sexo oposto. Basta saber como usá-lo a seu favor para atrair e não cometer nenhuma gafe. A história destes produtos sustenta essas questões. Nos tempos mais remotos, os homens invocavam os Deuses por meio da fumaça. Eles queimavam ervas, que liberavam diversos aromas. Foi neste contexto que surgiu a palavra “perfume”, em latim “per fumum”, que significa “através da fumaça”.

Mais tarde, diversas ervas compuseram banhos aromáticos, pomadas e perfumes pessoais dos egípcios. Mas foi Cleópatra quem eternizou a arte da perfumaria. Ela seduziu Marco Antônio e Julio César usando um perfume à base de óleos extraídos das flores de henna, açafrão, menta e zimbro. No início, esses produtos eram feitos com ceras, gorduras, óleos vegetais e sabões misturados a ervas. Com a descoberta do vidro, no século I, os perfumes ganharam uma nova cara, reduzindo sua volatilidade e ganhando formas e cores. O perfume só chegou a Europa durante o renascimento, de lá espalhou-se para o mundo todo. Quanto mais se espalhava, mais as técnicas e novas fragrâncias iam surgindo. Hoje, ganhou novas possibilidades, aromas e nomes, se tornando uma das indústrias que mais crescem no mundo todo.

revistazaz.com.br 31


turismo FALANDO SÉRIO... TEM LUGAR MAIS ROMÂNTICO QUE PARIS? ALGUMAS PESSOAS PODEM ATÉ DIZER QUE NÃO É PRA TANTO. PORÉM, A VERDADE É QUE HÁ UMA AURA APAIXONANTE QUE RONDA A CIDADE LUZ E NÃO PASSA DESPERCEBIDA NEM MESMO PELO MAIS FRIO SER HUMANO.

t

revistazaz.com.br 33

TEXTO: MARIA JOANA CASAGRANDE • FOTOS: DIVULGAÇÃO/ARQUIVO PESSOAL

O BRILHO APAIXONANTE DA CIDADE LUZ


Paris transpira história. Sua origem é responsabilidade dos gauleses (lembra dos personagens Asterix e Obelix?), antes da era cristã e sua ascensão foi com o Império Romano, no século V. Uma das hipóteses para o carinhoso apelido de Cidade Luz é por ter acolhido grande número de intelectuais responsáveis pelas ideias iluministas durante o que ficou conhecido como Século das Luzes (XVIII). Em tempos mais modernos, ela abrigou artistas e pensadores do porte de Delacroix, Van Gogh, Monet, René Descartes e Michel Foucault. Foi também palco da Revolução Francesa e das conquistas e delírios de Napoleão Bonaparte, devidamente lembradas pelo Arco do Triunfo, inaugurado em 1836 e localizado na praça Charles de Gaulle. A avenida Champs-Élysées, conhecida como “a mais bela do mundo”, é um dos endereços mais caros da Europa e dispõe de lojas luxuosas e todos os outros detalhes que dão um charme todo 34 revistazaz.com.br

especial a Paris. Isso por si só já é um senhor de um currículo. Talvez, por causa dele, a capital francesa é o destino mais visitado em todo mundo, são 27 milhões de pessoas por ano! Os visitantes vão atrás das 55 bibliotecas municipais, 134 museus, 143 teatros e quase 250 pontos turísticos como igrejas, pontes, estátuas e fontes. Dentre os museus, o Louvre é o mais famoso. Instalado em um palácio de mesmo nome, o pátio central, ocupado agora pela pirâmide de vidro, encontra-se na linha central da Champs-Élysées e contém obras-primas, como a Monalisa de Leonardo da Vinci, e a escultura grega da Vênus de Milo. Tem ainda o Palácio de Versalhes, um dos maiores do mundo com seus 700 quartos, ícone do Antigo Regime e da Queda da Bastilha (1789), foi transformado em museu poucos anos depois. Mas, porque Paris é conhecida como a cidade mais romântica do mundo? Dizem que é pelo seu charme. Poucas coisas são mais

românticas do que ter uma suíte frente à Place de la Concorde, com a Torre Eiffel ao fundo. Um chá de menta no último andar do Instituto do Mundo Árabe, com direito a vista de Notre Dame, do rio Sena e dos telhados da cidade, ou um passeio em bateau mouche, os barcos que percorrem o rio são certeza de romantismo. Adicione uma garrafa de champanhe (bem mais em conta nas prateleiras parisienses que no Brasil), uma caminhada pelas pontes da Ile Saint Louis e pelos Champs Elysées, e o clima é garantido.

Pedido

A farmacêutica Keli Miltus de Lima e o marido André Paula Lima escolheram um tour por várias capitais europeias para a lua-de-mel e adivinhem qual abria o roteiro? A francesa, claro. O casal fez a visita em novembro, no outono parisiense. “A cidade por si só é linda”, disse ela, completando que o bom gosto pode ser visto em


todos os cantos, desde os famosos cafés até uma frutaria. Para Keli, há um charme todo especial que ronda Paris, deixando-a ainda mais aconchegante e romântica. Os detalhes como as ruas floridas e a delicadeza dos lugares encantaram Keli e o frio aqueceu a experiência, com destaque para os passeios gastronômicos. À luz de velas! Falar da Cidade Luz é falar de romance, de paixão, tempero nem sempre saboroso quando em excesso. Com um quê de quentura e tempestuosidade, Paris foi testemunha de alguns casos famosos: Jean-Paul Sartre e Simone de Beauvoir, Auguste Rodin e Camille Claudel. Sartre e Beauvoir tiveram uma relação aberta e intelectual, recheada de outros romances e que durou por toda a vida. Infelizmente, nem todos com finais felizes. Rodin e

Claudel foram companheiros, no trabalho e no amor. No entanto, a moça era a amante e sucumbiu a paixão e a doença mental. O escultor inclusive é o artista responsável pela famosa “O Beijo”, que se encontra no Museu Rodin, em Paris. A paixão tem dessas, às vezes. Essa não é a realidade de Juliana Sacramento Vieira e Tarso Tiete. O romantismo de Paris é real, segundo Juliana, e se encontra nos pequenos detalhes (já vimos algo parecido por aqui, não?): o frio que deixa as pessoas mais elegantes, o cheiro diferente da cidade, o perfume das flores, a Champs-Élysées, o pôr-do-sol. O casal de São Paulo (que está na foto ao lado) é um daqueles que terá muita história a contar para os netos, como se diz por aí. Isso porque Tarso premeditou pedir a mão da então

namorada em casamento numa viagem a Paris. Plano com cara de conto de fadas: passagem de presente de Natal, reserva para jantar em um dos restaurantes da Torre Eiffel e aliança chegando pelas mãos do maïtre como sobremesa. A viagem de uma semana serviu de lua de mel antecipada para o casal. “Só espero tirar esta joia quando morrer” foi o que Juliana conseguiu dizer. E dá pra culpá-la?

revistazaz.com.br 35


drops

m

Do namoro ao casamento Junho é o mês dos namorados e do santo casamenteiro. É bem provável que a festa dos namorados tenha sua origem em um festejo romano: a Lupercália. Em Roma, lobos vagavam próximos às casas e um dos deuses do povo romano, Lupercus, era invocado para mantê-los distantes. Por essa razão, era oferecido um festival em honra a Lupercus, no qual os nomes das meninas romanas, escritos em pedaços de papel, eram guardados em frascos. Cada rapaz escolhia um frasco e a menina escolhida deveria ser sua namorada naquele ano todo. Mas a data que se transformou no dia dos namorados, nos EUA e na Europa, o Valentine’s Day, 14 de fevereiro, se deu em homenagem ao Padre Valentine. Em 270 a.C., o bispo romano Valentino desafiou o imperador Claudius II que proibia que se realizasse matrimônios. Para Claudius, um novo marido significava um soldado a menos. Mas o bispo continuou a promover uniões e foi preso. Enquanto esperava sua execução, Valentine se apaixonou pela filha cega de seu carcereiro, Asterius. E, com um milagre, recuperou sua visão. Para se despedir, Valentine escreveu uma carta de amor para ela. Foi assim que surgiu a 36 revistazaz.com.br

expressão em inglês "From your Valentine". Mesmo tido como santo pelo suposto milagre, ele foi executado em 14 de fevereiro. No Brasil, a gênese da data é menos romântica. Alguns a atribuem a uma promoção pioneira da loja Clipper, realizada em São Paulo, em 1948. Outros dizem que o Dia dos Namorados foi introduzido no Brasil, em 1950, pelo publicitário João Dória, que criou um slogan de apelo comercial que dizia "não é só com beijos que se prova o amor". A intenção de Dória era criar o equivalente brasileiro ao Valentine's Day - o Dia dos Namorados realizado nos Estados Unidos. É provável que o dia 12 de junho tenha sido a data escolhida porque representava uma época em que o comércio de presentes não era tão intenso. Outra versão da escolha da data reverencia Santo Antônio, o santo casamenteiro. Seu nome de batismo era Fernando, mas foi como Antônio de Coimbra ou Antônio de Pádua, como alguns preferem chamá-lo, que Santo Antônio ganhou popularidade entre católicos de todo o mundo. O frade, que nasceu em Lisboa em 1195 e faleceu na Itália aos 36 anos, foi canonizado um ano depois. Apesar de não ter em seus sermões nada específico sobre casamentos, Santo Antônio ficou conhecido como o santo que ajudava mulheres humildes a conseguirem um dote e um enxoval para poderem se casar. Seu dia é comemorado em 13 de junho.


Novas formas de expressão: nós entendemos.

Tudo Novo. De novo.

Estácio de Sá, 965 • 44 3028.0848 • Maringá • PR vecchiarquitetura.com.br Estácio de Sá, 965 • 44 3028 0848 • Maringá • PR vecchiarquitetura.com.br • vecchiarquitetos@gmail.com


autos FOTOS: ANA LUIZA VERSOLA • TEXTO: OTÁVIO ROSSI

PAIXÃO que acelera

O CORAÇÃO PAIXÃO E VELOCIDADE SÃO EMOÇÕES COMPARÁVEIS: COM MOTOR E CORAÇÃO ACELERADOS, EMBARQUE NA PAIXÃO PELO AUTOMÓVEL

40 revistazaz.com.br


Paixão. Palavra arrebatadora. Sentimento que todos experimentaram um dia, ou numa previsão romântica, todos um dia vão experimentar. Apaixonar-se é, antes de mais nada, estar predisposto a se deixar levar pelo sentimento. E isso pode acontecer numa velocidade digna de um motor “V12”. Alias, paixão e automóvel estão intimamente ligados. No Google, ao digitar a palavra “paixão”, o resultado é de 15 milhões de assuntos relacionados numa pesquisa que levou 0,5 segundos. Ao fazer o mesmo com a palavra “carro”, a pesquisa que levou um pouco mais tempo, cerca de 0,6 segundos, ofereceu o resultado de 116 milhões de assuntos relacionados (vale lembrar que estes números mudam a cada nova pesquisa). O slogan de uma distribuidora de combustível não deixa dúvidas: “apaixonados por carro, como todo brasileiro”. Afinal, o que é paixão? Por que muitas pessoas são tão apaixonadas pelo seu carro? Nesta edição fomos em busca de

respostas. Na literatura, escritores famosos, como Shakespeare, Goethe, Tchekhov e Descartes, relataram o sentimento da paixão. Já sobre carros muitos escrevem, mas somente os apaixonados podem entender o mundo, por vezes complexo, das quatro rodas. O ser humano expressa sua paixão pelo próximo, através de escrituras há pelo menos três mil anos, data em que foram encontrados fragmentos de poemas românticos. O fascínio por carros é mais recente, o primeiro registro de um veículo de propulsão foi em 1769, com o francês Nicolas-Joseph Cugnot, com um motor a vapor em uma máquina com rodas. Mais adiante, em 1885, na Alemanha, a dupla Karl Bens e Gottlieb Daimler inventaram o primeiro carro movido a combustão. Pouco tempo depois, em 1892, nos Estados Unidos, Henry Ford começou a produção em massa de carros movidos a gasolina. Acredita-se que desde então o fascínio humano por um veículo de

quatro rodas deu os primeiros sinais de paixão. Os anos foram passando, os carros evoluindo e a paixão por estas máquinas aumentando a cada lançamento. Hoje é difícil resistir aos encantos que um automóvel proporciona, seja simplesmente por ser um veículo de locomoção, de trabalho, seja um esportivo ou de luxo, enfim, uma conquista a ser festejada. “Já vi gente cuidadosa, que realmente trata o carro com carinho, mas também já vi pessoas que sequer calibravam os pneus”, relata com toda a convicção e experiência, Adão Aparecido dos Santos, que há 13 anos trabalha como frentista em Maringá. Durante a conversa com Adão, chegou um senhor e posicionou seu carro, um modelo sedã de luxo, ano 2010, para trocar óleo. Atento ao papo sobre automóveis aproveitou a oportunidade e entrou no assunto. “Não importa se o carro é um modelo importado ou um popular, o importante é sempre cuidar bem, deixá-lo sempre em ordem. Para muitos, revistazaz.com.br 41


o carro chega ser sinal de status, a pessoa trata com carinho e respeito e quando o dirige é como se estivesse desfilando”, opina Ledo de Souza, comerciante, que assume ser um apaixonado por carros. Outro estágio da “paixonite aguda ou crônica” é querer cuidar bem, seja da pessoa amada, seja do seu objeto de paixão, neste caso, o automóvel. Para os apaixonados por suas “carangas”, todo cuidado ainda é pouco. E vale tudo nessa hora. Levar para lavar em locais especializados, com direito a cera importada, polimento, espelhamento etc., isso sem contar uma gama gigantesca de acessórios à disposição para personalizar o carro. Segundo Mário César, gerente de loja especializada em acessórios para veículos, a pessoa pode deixar seu carro como ela quiser, colocar itens deixando com seu toque especial,

42 revistazaz.com.br

desde equipamentos de som, tapeçaria, pintura especial e até motor. “Temos clientes que sempre vem à loja atrás de novidades para incrementar o carro. E não importa se é um modelo mais novo ou mais antigo, todo mundo quer deixar o carro com uma cara nova, diferente dos demais”, explica Mário. A paixão por automóveis pode surgir em vários momentos, mas na maioria vem ainda na infância. É o que explica Neudair Fernando Sanches, presidente do Clube do Carro Antigo de Maringá. Segundo ele, a paixão por carro começa primeiro com um sonho. “Posso lhe dizer que a paixão por carro começa quando somos crianças, quando um tio, o avô, um vizinho tem um carro e você fica se imaginando dirigindo. Ai você cresce, a paixão vai aumentando e aquele carro que você tanto desejava quando criança, de repente, está em

sua frente, é o sonho se tornando realidade”, afirma Neudair. O presidente do Clube do Carro Antigo conta ainda que, quem possui um carro, principalmente um modelo antigo, tradicional, preza por manter a originalidade e que cada carro tem sua história. Hoje o clube possui pelo menos 100 associados e toda segunda quintafeira de cada mês eles realiza um encontro em frente à Catedral de Maringá. Este ano está marcado um encontro regional previsto para o último final de semana de agosto, em Maringá. Descobrir como surge uma paixão não é tarefa fácil. O importante, no entanto é saber entender e aceitar este sentimento. Seja pela pessoa admirada ou por um carro, o aconselhável é colocar o cinto de segurança e deixar se levar pelas estradas que levam à satisfação.


DE AVÔ PARA NETO

Uma paixão que passa de avô para neto. Assim explica o aposentado Carlos Roberto Marek, um dos sócios do Clube do Carro Antigo de Maringá. Dono de um DKW modelo Belcar 1967, 3 cilindros e motor 2 tempos, ele conta, com orgulho, que a relíquia um dia vai passar para o neto. Marek está com o carro há 17 anos, levou certo tempo até conseguir encontrálo, mas quando viu não teve dúvida, comprou na hora. “Certa vez, uma pessoa me me

deu um cheque assinado e disse que eu teria 30 dias para entregar o cheque ou o carro. Devolvi o cheque”, comemora o aposentado ao contar. Para ele o DKW não tem preço, e isso é, sem dúvida, paixão. Paixão que já é demonstrada pelo seu neto, João Gabriel, de um ano e meio que ao ver o avô pede para ir passear com o carro. “Quando meu neto nasceu, fiz questão de buscá-lo na maternidade. Olhei bem pra ele e disse que um dia esse carro seria dele”, orgulha-se o avô.

revistazaz.com.br 43


drops

Paixão pelo planeta A gente fala, fala, mas pouco faz para nos reconciliarmos com o planeta. No mês de junho, quando comemoramos o Dia do Meio Ambiente (5), que tal pensarmos no que podemos contribuir? Se todos adotassem ações simples, no nosso dia a dia, muitos eventos poderiam ser evitados e a gente poderia viver em harmonia com a Terra. Afinal, quem não é apaixonado por essa redonda? Entre tantas coisas a fazer pela nossa musa, poderíamos começar pelo uso parcimonioso das coisas relativas à natureza e dos produtos disponíveis no mercado de consumo. No que toca a não desperdiçar, a água e os alimentos são, de longe, os “campeões do desperdício”. Pense duas vezes na hora de deixar a água aberta enquanto 44 revistazaz.com.br

escova os dentes, por exemplo, e reflita se é mesmo necessário colocar mais um pedaço de bife ou lasanha no prato. Você vai dar conta? É preciso que fiquemos de olho no que desperdiçamos e jogamos no lixo. De acordo com a última Pesquisa Nacional de Saneamento Básico (PNSB), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apenas 18% dos 5.565 municípios brasileiros têm programas de coleta seletiva de lixo. Onde vamos parar com um volume tão grande de rejeitos? Aliás, onde vamos colocá-lo? E tem mais: mesmo com o mundo em meio a uma importante crise econômica e financeira, as emissões de dióxido de carbono (CO2), principal personagem do aquecimento global, não caíram como se esperava. A crise afetou diversos países, levando a reduções na emissão de CO2, sim. No Reino Unido, por exemplo, a queda foi de 8,6% em 2009 com relação ao ano anterior. Quedas semelhantes

ocorreram na maioria dos países industrializados. Entretanto, diversas economias emergentes tiveram crescimento elevado, mesmo com a crise. Isso se refletiu no aumento das emissões do gás. Na China, houve uma elevação de 8%, e na Índia de 6,2%. Você deve estar se perguntando. E eu com isso? Afinal, como controlar a política ambiental do mundo? Quando esse pensamento surgir lembre-se da história que a sua vovozinha contava. Aquela do passarinho que foi encontrado levando água no bico, dezenas de vezes, para ajudar a apagar o fogo da floresta. Ele justificou a tarefa dizendo: “estou fazendo a minha parte”. Faça a sua. Reveja seus hábitos de consumo dos recursos naturais e dos industrializados e, não pense duas vezes, faça xixi no banho, é mais econômico do que ser responsável por desperdiçar litros e litros de água, um dos artigos mais preciosos do mundo, numa descarga.


Retrato do planeta

Se você é apaixonado de verdade por esse mundão, saiba que a Agência Espacial Europeia (ESA) disponibilizou uma nova versão do mapa da superfície terrestre. O GlobCover 2009 atualiza o mapa anterior, de 2005, por meio da análise de dados obtidos pelo espectrômetro com resolução de 300 metros a bordo do satélite Envisat. Foram processados dados colhidos pelo Envisat de 1° de janeiro a 31 de dezembro de 2009. Segundo a ESA, o GlobCover 2009 é o mapa de cobertura territorial com a melhor resolução já conseguida. A agência destaca que o GlobCover, que foi baixado mais de 8 mil vezes em sua versão de 2005, auxilia em diversos tipos de pesquisa, como sobre os efeitos das mudanças climáticas, da conservação da biodiversidade e do uso de recursos naturais em todo o planeta. As instruções para baixar o GlobCover 2009 estão disponíveis em: http://ionia1.esrin.esa.int. (Agência Fapesp)

revistazaz.com.br 45


gastronomia

e

QUE TAL EXPERIMENTAR NOVOS SABORES QUE PODEM ESQUENTAR SUA VIDA AMOROSA? APAIXONE-SE POR NOVOS SABORES E APIMENTE SUA VIDA A DOIS

Que fique bem claro desde o início deste texto que não há comprovação científica para os fatos que serão narrados a seguir, mas é fato que desde os tempos mais remotos as pessoas vêm atribuindo a certos alimentos propriedades afrodisíacas. Aliás, o próprio termo afrodisíaco vem da mitologia grega. A antropologia mostra que gula e luxúria sempre estiveram juntas. A deusa do amor, da beleza e do êxtase Afrodite teria nascido no mar dentro de uma ostra, molusco que por sua semelhança ao órgão feminino é considerado um estimulante sexual, assim como outros alimentos que tenham a forma ou lembrem as formas femininas e masculinas. Madame du Barry, cortesã francesa do século XVIII, utilizava como receita para estimular os seus amantes uma salada de Bifun. A receita mistura camarão, coentro e gengibre ralado, considerado um ótimo estimulante sexual. Os alimentos estão relacionados a

movimentos como morder, chupar, lamber e sugar, que por sua vez estão intimamente ligados ao ato sexual. Sugestivo, não? O chef carioca Afonso Morato é um entusiasta do assunto. Ele lembra que a história traz grandes exemplos de como o homem vem associando comida e sexo. Os antigos astecas associavam o abacate ao testículo. Um fato curioso é que na época de colheita do abacate as virgens eram proibidas de saírem de casa. O chocolate era relacionado pelos astecas ao aumento do desejo sexual. O arroz e o milho são considerados alimentos que favorecem a fertilidade. “Sabe aquela tradicional chuva de arroz que a gente joga sobre os noivos após o casamento? Acredita-se que ela representa a ejaculação e o sêmen”, diz o chef Morato. Em algumas regiões do mundo espécies picantes são consideradas afrodisíacas, pois elevam a temperatura do corpo e aceleram as pulsações. O

mesmo faz o chocolate no organismo de pessoas que estão apaixonadas. Diversas são as crenças de povos em alimentos com formas fálicas como eventuais estimulantes. O célebre livro sensual Kama Sutra reconhece no mel e no leite poderosas fontes de energia. Em um artigo publicado na internet pela Universidade da Pensylvania (EUA), o médico psiquiatra especialista em Psicoterapia Sexual Rómulo Aponte afirma que a gastronomia erótica, como se chamam os estudos científicos dessa função dos alimentos, se resume à uma combinação de ciência, arte e sensualidade. “É justamente a combinação de várias reações sensoriais que tendem a conduzir-nos a um estado de euforia favorável à expressão sexual”, afirma. Algumas poções, unguentos, pós e substâncias in natura foram agregados revistazaz.com.br 47

TEXTO: GUTEMBERGUE LIMA • FOTOS: DIVULGAÇÃO

DEVORA-ME


POR DENTRO DO PODER DOS ALIMENTOS

48 revistazaz.com.br revistazaz.com

ALIMENTO

SUBSTÂNCIA

PROPRIEDADE

Alho

Alilica

Odor semelhante a secreção vaginal de uma mulher estimulada sexualmente

Amendoim

Vitamina B3

Dilata dos vasos sanguíneos

Chocolate

Fenilalanina

Sensação de bem estar e excitação

Mel

Vitamina do Completo B, C

Estimula a produção de hormônios ostra zinco; atua na produção de testoterona

Ovo de Cordona

Vitaminas B1,B2,Fé,Mg,Cu,P e Ca

Melhora o desempenho sexual

Castanha do Pará

Selênio

Aumenta a fertilidade masculina

Gérmen de Trigo

Zinco

Atua na produção de testosterona

Frutas Cítricas

Vitamina C

Ação antioxidante, protege o sêmen

Salmão de Águas Profundas

Ômega 3

Melhora o fluxo sanguíneo

Sementes de Linhaça

Ômega 3

Melhora o fluxo sanguíneo

Tomate

Licopeno

Melhora o fluxo sanguíneo

Goiaba

Licopeno

Melhora o fluxo sanguíneo

Melancia

Licopeno

Melhora o fluxo sanguíneo

Vegetais verdes-escuro e alaranjados

Beta Caroteno

Ação antioxidante

Farinha de Trigo Integral

Magnésio

Vaso-dilatador, diminui a fadiga, fraqueza e câimbras

Laticínios, Carne e Chocolate

Arginina

Libera o óxido nítrico que mantém o pênis ereto


SALADA DE LAGOSTIM COM FOLHAS E VINAGRETE DE CHIMICHURRI Ingredientes: 50 gramas de aspargos 8 tomates cereja 1 pé de endívia (legume fresco de folhas brancas e cerradas) 1 pé de alface roxa 1 pé de alface americana 2 fatias de salmão defumado 6 lagostins 1 colher (sopa) de manteiga 1 colher (sopa) de azeite 4 colheres (sopa) de chimichurri (veja como preparar abaixo)

W a essa gastronomia erótica, que traz beleza aos olhos, prazer aos odores e acende o paladar. Dessa forma, as frutas, os legumes, as raízes e as bebidas consideradas afrodisíacas não são consumidos individualmente, pois tais elementos compõem um conjunto (a parceria, o ambiente, a música, as cores, os perfumes, os cosméticos) da experiência amorosa, apontam os estudos do Museu do Sexo. Se não há confirmações científicas quanto a esses efeitos afrodisíacos, há o consenso de que um prato bem apresentado e gostoso pode funcionar como um excelente estimulante para

o amor. A reportagem de ZAZ ouviu o chef Afonso Morato e o estudante de gastronomia Felipe Tada para levantar e testar alguns pratos que merecem ser devorados a dois. “Não podem faltar pimenta (especiaria da paixão), louro (narcótico), sálvia (fertilidade). Anis estrelado (desperta o amor)”, aconselha Felipe. Ostras, morango, açafrão, alcaparra, amendoim e chocolate são outras iguarias essenciais. Drinks como caipirinha de vodka, pimenta e manga e Bloody Mary são as dicas do chef. Veja a seleção que preparamos:

Ingredientes para o chimichurri: 50 gramas de salsinha picada 1/2 cebola picada 5 colheres (sopa) de azeite 2 colheres (sopa) de vinagre Sal e pimenta a gosto Cozinhe os aspargos por dez minutos. Descasque os lagostins e tempere-os com sal e pimenta. Esquente uma frigideira com a manteiga e o azeite e frite os lagostins por um minuto cada lado. Coloque todos os ingredientes da salada em um refratário ou um prato fundo e despeje o chimichurri por cima. Chimichurri: Bata os ingredientes em um liqüidificador e coloque em um recipiente. Deixe descansar por 72 horas e está pronto.

revistazaz.com.br 49


BIFUN

Para 2 pessoas. Ingredientes: 4 unidade(s) de camarão pequeno(s) 1 colher(es) (café) de Óleo de gergelim torrado 1 colher(es) (chá) de gengibre ralado(s) 1 colher(es) (sopa) de shoyu 1 colher(es) (café) de gergelim 1 colher(es) (chá) de cebolinha verde picada(s) 1 colher(es) (café) de coentro picado(s) 1 colher(es) (café) de pimenta vermelha picada(s) 100 gr de bifum cozido(s) Modo de preparo Pique dois camarões. Misture todos os temperos e adicione os camarões picados. Acrescente o bifun cozido e frio. Faça ninhos de bifun. Despeje o molho por cima e decore com camarões inteiros e temperos verdes.

l RISOTO DA PAIXÃO

Para 2 pessoas. Ingredientes: 100 gr de morango 2 colher(es) (sopa) de vinagre branco 2 colher(es) (sopa) de azeite de oliva 1 colher(es) (sopa) de manteiga 1 folha(s) de louro 1 colher(es) (chá) de cebola picada(s) 200 gr de arroz arbório 1/2 copo(s) de vinho branco 1 litro(s) de caldo de frango Sal a gosto

50 revistazaz.com.br

Pique o morango e deixe de molho no vinagre. Aqueça o azeite e a manteiga, adicione a folha de louro e as cebola picada. Refogue. Coloque o arroz e mexa. Adicione o vinho e deixe evaporar o álcool. Acrescente o caldo, aos poucos, e vá mexendo. Acerte o ponto do arroz e corrija o sal. Adicione os morangos (sem o vinagre) e desligue o fogo. Mexa e sirva, decorando com morangos inteiros.


k COBIÇA SEM FIM

Para 4 pessoas. Ingredientes: 500g de morangos 1 carteira de gelatina sem sabor 1 cálice de licor a gosto 250g de natas 8 colheres de sopa de açúcar

Lave os morangos, retire os pedúnculos e coloque-os no liquidificador ou no processador de alimentos. Processe-os até obter um purê. Dissolva a gelatina sem sabor no licor e coloque-a numa panela. Aqueça em fogo brando. Retire do lume e reserve. Junte os morangos triturados e misture bem. Bata as natas e, à parte, misture as claras com o açúcar e bata-as em neve. Misture o preparado de morangos com a nata e, por último, adicione as claras com movimentos suaves e envolventes. Distribua o preparado por copos e deixe no congelador durante 2 horas. Retire do congelador, decore com morangos e sirva de imediato.

revistazaz.com.br 51


FOTOS: DIVULGAÇÃO • TEXTO: VINÍCIUS LIMA

beleza

l

EU

ME AMO! A saúde de Narciso

OS CAMINHOS PARA UM CORPO PERFEITO PODEM GUARDAR ARMADILHAS PERIGOSAS; POR ISSO A ZAZ BATEU UM PAPO COM PROFISSIONAIS PARA DESCOBRIR QUAL O PONTO COMUM ENTRE A BELEZA E A SAÚDE, E ACABOU DESCOBRINDO ALGUNS EXCESSOS QUE PODEM ACABAR COM OS SONHOS DE MUITA GENTE

54 revistazaz.com.br


Narciso passeava por um bosque quando se aproximou de um lago e viu a própria imagem refletida na superfície das águas. Ele se apaixonou com tamanha intensidade pelo jovem que via ali, que mergulhou nas águas à sua procura. Foi às profundezas atrás do seu semelhante e morreu de paixão por si mesmo. Foi daí que surgiu o termo “narcisista”, que define os que cultuam o próprio corpo e a própria beleza. O fim que levou Narciso pode ser um prenúncio da Grécia Antiga para os perigos de se cultuar o próprio corpo. Porém, hoje em dia, não sofremos de narcisismo, sofremos de algo que é igualmente ou mais perigoso: a busca pela imagem ideal. As pessoas querem olhar para o espelho e encontrar a perfeição, se adorar. Mas, por definição, a perfeição é inatingível, por isso a busca nunca tem fim para os que a almejam, e, por isso ela pode causar sérios transtornos. Especialistas afirmam que homens e mulheres, para terem braços torneados, tórax definido, barriga tanquinho, cintura definida e a bundinha empinada ultrapassam os limites do próprio corpo com exercícios em excesso, uso indevido de produtos químicos e alimentação incorreta. Quais males essa paixão pelo corpo pode realmente trazer? A ZAZ ouviu profissionais para descobrir quais as consequências de amar a si mesmo sem medidas. Descubra a seguir:

OVERTRAINING

Há quem sempre jura que na próxima segunda-feira vai sair do sedentarismo e começar a fazer exercícios físicos. Quando isso acontece, ótimo! O problema é quando começa errado. Por exemplo: a pessoa está parada por muito tempo e encontra uma oferta de dois meses de academia em um site de compras coletivas, para correr atrás do tempo perdido e passa a se exercitar todo dia excessivamente. Nesse caso, ela poderá cair em um problema chamado overtraining. Ele acontece quando os candidatos a narciso não deixam o organismo descansar após fazer exercícios intensos, podendo causar lesões musculares, estresse, alterações nos tendões e até insônia. Ao invés de melhorar a performance, acabam perdendo rendimento. Para evitar isso, o ideal é fazer exercícios dia sim, dia não. O que também é fundamental é o alongamento antes e depois de qualquer atividade. A profissional de educação física Jacqueline Nunes explica que o alongamento antes do exercício serve para aquecer, e depois para relaxar. “O alongamento é essencial porque vai preparar o seu corpo para a atividade física. Antes porque você vai pré-aquecer e após porque você precisa relaxar a musculatura. O aquecimento

revistazaz.com.br 55


é apenas movimentar o corpo. Dá para se aquecer se espreguiçando, com um trote ou um bambolê. No alongamento, que também é indicado antes das atividades [físicas], você vai pausadamente esticar cada membro do seu corpo, esperar no mínino 30 segundos e alongar.”

EXERCÍCIOS ESPORÁDICOS

Ao contrário dos que pegam uma carga exagerada de exercícios e fazem sem parar existem também os esportistas de fim de semana. Os riscos de correr, levantar peso e até mesmo jogar um futebol entre amigos nos finais de semana são grandes para aqueles que passaram a semana toda parados. O principal problema está relacionado ao coração. A frequência cardíaca máxima que pode ser atingida é resultado de uma conta: de 220 subtrai-se a idade da pessoa. Durante os exercícios físicos o ideal é que não ultrapasse 85% desse número. O que acontece é que mesmo com um pequeno esforço físico algumas pessoas atingem a frequência cardíaca máxima por não estar com o organismo preparado e por “mexerem o esqueleto” só de vez em quando. A prática de exercícios deve ser diária mesmo para os que não têm problemas cardíacos. Para evitar o inconveniente de uma morte súbita durante um exercício, principalmente para os que já passaram dos 35 anos, antes de iniciar as atividades, faça uma avaliação física e um eletrocardiograma para que o profissional de educação física prepare uma bateria de exercícios própria para você. A intensidade, mesmo para as pessoas saudáveis, deve ser aumentada com o

O ideal é seguir uma dieta balanceada e manter esse ritmo sem oscilar entre o nada e o tudo. Os excessos na hora das principais refeições podem ser evitados se no intervalo de cada refeição forem consumidos alimentos leves e de baixa caloria 56 revistazaz.com.br


tempo e gradativamente.

ALIMENTAÇÃO BALANCEADA

Para outros, o caminho para a boa forma está nas dietas e alimentação balanceada. Mas, aqui também, atitudes apaixonadas podem trazer problemas ainda piores. Os que precisam perder uns quilinhos não podem cair nas armadilhas das dietas milagrosas, tampouco parar de comer e muito menos se tornar seguidor da lei da compensação: um dia come tudo o que deseja e no outro dia passa fome. Está tudo errado! O ideal é seguir uma dieta balanceada e manter esse ritmo sem oscilar entre o nada e o tudo. Os excessos na hora das principais refeições podem ser evitados se no intervalo de cada refeição forem consumidos alimentos leves e de baixa caloria, como frutas e cereais. A quantidade adequada de consumo diário de calorias varia conforme o tipo físico, peso e objetivo de cada pessoa, por isso um profissional de nutrição deve ser consultado para orientar cada caso. Mas uma dica é válida para todos: consuma produtos naturais e pequenas porções de alimentos de baixa caloria entre almoço e jantar. A nutricionista Hellen Sanches fala que outro erro é comer alimentos que dão mais sensação de saciedade, deixando de lado outros nutrientes importantes para o corpo. “Um exemplo é de quem bebe leite o dia todo. O leite é rico em carboidratos, que dão sensação de saciedade. Mas essas pessoas deixam de comer frutas e verduras que são fontes de vitaminas que vão atuar na nossa saúde como um todo: pele, cabelo, unhas... Nosso organismo age em sinergia, precisa de todos os alimentos. Não adianta fazer uma dieta só de proteína, por exemplo.” A nutricionista acrescenta: “se quer buscar o corpo perfeito realmente tem que passar pela nutrição, ter uma dieta balanceada, fazer cinco a seis refeições por dia, não ficar muito tempo em jejum, consumir hortaliças e não ficar só no carboidrato e proteína”. A paixão e os excessos caminham juntos, mas saúde não combina com essas práticas. Pense nisso para nunca exagerar e acabar como Narciso, porque o fundamental é nos amarmos de forma bem saudável.

revistazaz.com.br 57


Loucos por frio

n

drops

O inverno este ano chega no dia 21 de junho e vai embora em 23 de setembro. A estação do aconchego e do namoro tem lá suas curiosidades. Vamos matar sua curiosidade. No hemisfério norte esta estação do ano é chamada de “inverno boreal”. Tem início com o solstício de inverno, que ocorre por volta de 21 de dezembro, e termina com o equinócio de primavera, que acontece perto de 20 de março. No hemisfério sul a estação é chamada de “inverno austral”, com início com o solstício que ocorre por volta de 21 de junho e termina com o equinócio de primavera, perto de 23 de setembro. Caracterizado, principalmente, pelas baixas temperaturas, nesta época do ano os raios solares incidem de forma tangencial; isto é, menos direta, deixando o tempo friozinho.

O inverno é o tempo do descanso, da quietude, quando a energia é poupada, recolhida, condensada, conservada e armazenada. Serve para a renovação interna de alguns animais e, principalmente, das plantas. Ele limpa, renova, purifica a terra para seu futuro uso e proveito durante o restante do ano. O frio também faz com que várias espécies de animais, principalmente de pássaros, migrem para regiões mais quentes. Outros bichos, como os ursos, hibernam nesse período, reduzindo grandemente sua atividade metabólica. Isso acontece nas regiões com grande incidência de neve e geadas. E como eles, nós, humanos também nos recolhemos. Optamos por ficar em lugares mais fechados, com os amigos, ao lado de uma lareira, do fogão à lenha. É ideal também para assistir um bom filme, enquanto come uma pipoquinha, enroladinho em um edredon no sofá... E, depois, dormir abraçadinho com o amor.


Menos fumaça e mais peso

Comida

Ranking

O Rio de Janeiro tem o maior índice de pessoas acima do peso do país: 52,7% da população adulta. O menor índice (36,6%) é o de Palmas. Em São Paulo, o percentual é de 48,5%. Em relação à atividade física, os moradores do Distrito Federal se saíram melhor: 22,4% fazem algum exercício nas horas de lazer. O menor índice é o de Teresina, com 13%. São Paulo, com 13,7%, está entre as piores capitais nesse quesito.

n

Os dados também mostram que 48% da população está acima do peso, entre os quais 15% têm obesidade. O crescimento de mais

drops

O tabagismo caiu no país nos últimos 5 anos, especialmente entre os homens. Já o consumo abusivo de bebidas alcoólicas aumentou entre as mulheres. Os dados são da pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel Brasil 2010). A pesquisa indica que cerca de 15,1% dos brasileiros são fumantes, enquanto 22% já deixaram o vício. Os homens são os que mais fumam, mas também são os que têm mais deixado o vício e têm diminuído a quantidade de cigarros consumidos. Os mais velhos, que já fumaram mais de 20 anos, são os que mais têm parado de fumar. Os mais velhos estão largando o tabagismo, enquanto os jovens começam a fumar, devido a sabores e cores que chamam a atenção dos adolescentes. Por outro lado, as mulheres têm abusado mais do consumo do álcool. 18% dos entrevistados disse ter consumido 5 doses para os homens ou 4 para as mulheres em única vez no último mês. Dentre elas, houve um crescimento chegando a 10,6% em 2010, apesar de os homens ainda abusarem com mais frequência do álcool. Os maiores índices foram encontrados em Recife, Salvador e Aracaju.

de um ponto percentual por ano é considerado 'preocupante' pela pasta, já que o excesso de peso está ligado ao aumento de doenças crônicas. Para Deborah Malta, da Secretaria de Vigilância em Saúde do ministério, o fenômeno está ligado a uma mudança no padrão alimentar: maior consumo de produtos industrializados em detrimento de opções mais saudáveis como frutas e legumes. O feijão é um exemplo. O índice de brasileiros que comem o alimento cinco vezes por semana caiu de 71,9% para 66,7% em apenas quatro anos. Outro dado preocupante é o sedentarismo: 14,2% da população adulta não pratica nenhuma atividade física, nem durante o tempo de lazer nem para ir ao trabalho.


A PAIXテグ SEGUNDO ROY LICHTENSTEIN

Galeria no Estテコdio

62 revistazaz.com.br


enquanto andy warhol brincava de ser famoso nos círculos de celebridades em nova york, outro novaiorquino divertiase retratando o melodrama inspirado no cotidiano da paixão, do amor e do casamento, tão estereotipados por cartuns e pela publicidade. brincamos com esta deliciosa estética reproduzindo homenageando o artista em foto e desenho, com as devidas atualizações de época: se nos quadros de lichtenstein as mulheres só choram e sofrem pelos seus amados, na nossa cultura brasileira, matriarcal por excelência e em pleno século XXI, a história é outra...

FOTOS: JEFFERSON OHARA ILUSTRAÇÕES: ANDRÉ AZEVEDO

revistazaz.com.br 63


Victor de neri oliveira, sophia egoroff fogolin oliveira, aguardando a chegada do primeiro bebĂŞ.

64 revistazaz.com.br


“Ah, querido, e dizer que tudo começou num playground aos seis anos de idade... foi o brilho nos olhos que me disse, não podemos ficar um só dia sem nos vermos”

revistazaz.com.br 65


Gl谩ucia e alexandre buzzo, empres谩rios, s贸cios e parceiros de matrim么nio. 66 revistazaz.com.br


“Eu já disse, querido, nas fotonovelas a palavra final é sempre da mulher... não que na vida real seja muito diferente, mas...”

revistazaz.com.br 67


Fernanda sordi, jornalista, ricardo michels, publicitรกrio, noivos

68 revistazaz.com.br


“tantas maneiras de dizer ‘eu te amo’, mesmo com ligações em espera -- briefings para redigir, matérias para entregar:.. a imprensa não pára!” revistazaz.com.br 69


Mรกrcia e fabio reis 70 revistazaz.com.br


Enquanto isso, não muito distante dali, fábio e márcia partem para a casa de amigos -- exatamente como tudo começou, numa “brincadeira dançante” onde o rapaz, com o carro do pai, fazia o possível para impressionar a garota... revistazaz.com.br 71


Fernanda leone e carlos lima 72 revistazaz.com.br


“ah, querido, não falemos mais sobre isso, hoje uma mulher precisa se dedicar à sua carreira tanto quanto ao seu casamento...”

fotos: jefferson ohara. make-up: renan dias. ilustrações: andré azevedo.

revistazaz.com.br 73


drops

Scrap books O que são scraps, qual a história desse artesanato?

Scrapbook (ou simplesmente scrap) é a arte de juntar lembranças em um álbum de recortes, preservando nossas recordações e histórias. A semelhança de um diário, podemos reunir textos, fotos, recortes, anotações, tíquetes de viagem, pequenos objetos e muitas outras coisas que vão avivar nossas boas memórias. O scrap é o resultado da soma das recordações com a imaginação e, como toda arte, precisa ser feita com criatividade, harmonia e sentimento. O scrap surgiu na Alemanha, passando depois à Inglaterra e se espalhando por toda a Europa, Autralia e Estados Unidos, onde desenvolveu-se principalmente no Norte entre as comunidades que valorizavam a preservação da história.

Como se envolveu com a atividade; isto é, quando e como começou sua paixão pelos scraps?

Meu envolvimento se deu através de uma amiga que esteve nos estados Unidos e trouxe de lá a idéia e papéis maravilhosos. Em 2008 surgiram os primeiros álbuns de fotografia. Naquela época procurei cursos aqui em Maringá e não os achei, sendo levada a fazê-los em Londrina, Curitiba e São Paulo. 76 revistazaz.com.br

Aquilo que era feito apenas para o prazer e uso pessoal, acabou se expandindo diante das solicitações de amigos e terceiros que viam os álbuns. Atualmente, visando atender dentro do possível todas as solicitações dos clientes, o trabalho cresceu e diversificou-se para outras áreas além dos álbuns, que continuam sendo o produto símbolo do scrap e o carro chefe dos pedidos.

O que você produz?

Basicamente eu produzo arte para as recordações, materializada em quase tudo o que se pode produzir com papéis: álbuns de fotografia (viagens, casamento, eventos, familiar etc), convites de casamento, de aniversário, de chá de bebe, de batizado etc., diário do bebe, diário da grávida, álbum de recordações, cadernos personalizados, cadernos de receita, porta retratos, quadros e agendas.

Como é o processo de escolher o material que vai dar vida aos scraps?

Quanto a escolha do material, tento sempre dar um diferencial para cada cliente, para tornar o mais único e personalizado possível aquele produto. Assim, procuro usar predominantemente papéis importados e ouvir

atentamente o cliente para saber o que ele quer e espera do meu trabalho.

Qual a reação das pessoas em relação ao trabalho? Porque os scraps têm um lado de atingir as características pessoais dos clientes, certo? Você é, então, um pouco psicóloga?

A primeira reação, geralmente é de surpresa, pelo fato de podermos transformar recordações em arte. Em seguida vem o encanto e paixão e não poucas vezes o choro. A minha frase preferida quando penso em scrap é “a vida é como um scrap, criativa e única”. Com isso em mente tenho para mim que cada trabalho é único e tem que ser muito pessoal. Assim, para conceber aquele trabalho, tento captar as características da pessoa que está encomendando, do momento a ser recordado ou da pessoa que vai recebê-lo, pois muitas encomendas são para presentear as pessoas queridas. É necessário um pouco de psicologia para poder ouvir e entender o que cada cliente quer e então transformar aquela expectativa em realidade e arte. E nos muitos casos onde a pessoa não sabe muito bem o que quer, ponho em prática um de meus lemas: “confie em mim”.


drops

q

Grafites do mundo

Há pouco tempo, o Google lançou um portal que oferece turnê virtual por 17 dos mais importantes museus de todo o mundo. Agora, o gigante tecnológico, em parceira com duas empresas sediadas no Brasil, acaba de lançar uma ferramenta que reúne as principais manifestações de arte de rua do mundo. Isso tudo sem sair de casa. Trata-se do Street Art View, uma ferramenta que mistura arte e tecnologia, permitindo o acesso, via internet, a obras de grandes nomes do grafite mundial, como os brasileiros Otávio e Gustavo Pandolfo, “Os Gêmeos”reconhecidos por intervenções em galerias e ruas das capitais dos países mais importantes, além de Banksy, Keith Haring, Blu, entre muitos outros nomes de artistas internacionais. Com o trabalho de criação assinado por Raphael Franzini e Gustavo de Lacerda e direção geral de Guga Ketzer, o portal dispõe de aproximadamente 1.500 obras em grafite. Só o

78 revistazaz.com.br

Brasil fornece mais de 400 pontos de visitação para os usuários da rede de computadores que gostam da arte das ruas. A ferramenta, uma mistura de recursos das já testadas Google Maps e do Google Street View, tecnologias que oferecem via internet, cenários e imagens distribuídas em todas as partes do globo, viabiliza buscas a partir de uma localidade ou através do nome do artista. Além de poder ser encaminhado para obras a céu aberto, a navegação ainda proporciona que o visitante tome contato com o contexto em que a arte está inserida e sua interação com a paisagem urbana. Os recursos do Street Art View permitem também que a obra seja contemplada de diferentes perspectivas, posicionando os detalhes para uma maior visualização pelo usuário. O site foi elaborado a partir da experiência de colaboração em rede. Com isso, qualquer pessoa pode incluir um novo ponto nesta coleção virtual, adicionando, por exemplo, imagens de um bairro ou de uma rua, localizados em algum lugar do mundo. Por enquanto, a maior parte das obras catalogadas pelo projeto estão localizadas no Brasil, mas trabalhos dos EUA, Europa e Ásia não param de ser registrados e recolhidos no portal.


TÓRRIDA

PAIXÃO FOTOS: RAFAEL SAES TEXTO: ROSANGELA GAGGETTI

NUMA TARDE DE SOL DE INVERNO, PRODUZIMOS UM EDITORIAL QUE, ALÉM DE CALOR, TRAZ TENDÊNCIAS DA ESTAÇÃO PARA MODA MASCULINA E FEMININA. HAJA PAIXÃO! Inverno permite sofisticação. As tendências da estação favorecem as curvas, as cores e as texturas. Nos cortes com cintura evidenciada, nas meias que deixam as pernas à mostra e nos saltos que trazem glamour, a sensualidade se fortalece nas lãs, camurças, couros, bordados e sedas. A feminilidade e romantismo despontam, conduzindo (ou deixando-se conduzir) a momentos aquecidos pela moda e pela paixão.

80 revistazaz.com.br


revistazaz.com.br 81


A sofisticação da renda do trench coat na cor preta é forte tendência do inverno 2011, que alia a delicadeza da renda ao corte clássico da peça mais pesada. Meia calça na cor berinjela. O visual elegante se completa com botas e bolsa.

82 revistazaz.com.br


Colarinhos evidentes, listras coloridas e jeans.

revistazaz.com.br 83


A suavidade do chamois, com recortes que s達o verdadeiras rendas, sofistica o vestido. A pashmina completa o visual inebriante e cheio de sensualidade.

84 revistazaz.com.br


Os acess贸rios iluminam o traje. Pulseira e brincos s茫o indispens谩veis, contrapondo o brilho dos acess贸rios ao opaco do chamois.

revistazaz.com.br 85


86 revistazaz.com.br


O jeans escuro e o anel grande e texturizado são fortes tendências da estação.

revistazaz.com.br 87


O “maxi anel” é caminho certo para o destaque. Complementando os acessórios, brincos e pulseira. O vestido com corte impecável, mostra as golas avantajadas deste inverno.

88 revistazaz.com.br


revistazaz.com.br 89


Bata branca, com bordado rebuscado: leve e sexy.

90 revistazaz.com.br


revistazaz.com.br 91


O look masculino é jovem, com cores vibrantes: calça com listras estreitas, camisa com padronagem miúda e malha em tom forte. Para ela, o visual também se sofistica com sapatos oxford, calça, jaqueta, blusa em seda com bordado, acessórios e maleta.

FOTOS Rafael Saes PRODUÇÃO E STYLING Rosangela Gaggetti ESTAGIÁRIA Karen Faccin MAKE-UP Fernando Rodrigues MODELOS Daiane Greco Marcílio Kurten Blasios LOJAS Capodarte 44 3023 4450 Evidence 44 3123 5262 Rery 44 3123 5158 Samá 44 3227 1400 Via Romanos 44 3031 2225 AGRADECIMENTOS Hotel Deville

92 revistazaz.com.br


revistazaz.com.br 93


drops

p

Compras com estilo, sem o menor esforço

Ir a Paris a negócios é sempre uma tentação. Além das inúmeras reuniões, os executivos vivem o grande dilema de estar na Cidade Luz e ter pouco tempo para aproveitar o melhor que ela pode oferecer: visitar a Torre Eiffel, o Museu do Louvre, a Catedral de Notre-Dame, o Arco do Triunfo e passear pela Champs-Élysées são apenas alguns dos destaques. A capital francesa é ainda conhecida por concentrar as mundialmente famosas marcas de roupas, acessórios, sapatos, perfumes e diversos outros itens finos, glamourosos e sofisticados. Nem sempre há tempo para compras pessoais, para a família e os encontros de negócios. Por isso, para ajudar os executivos brasileiros a 96 revistazaz.com.br

conciliar todos os compromissos e as compras, a brasileira Dione Occhipinti e a francesa Sarah-Mathilde Chan Kin, especialistas em moda, Image Consulting e Fashion Promotion, criaram uma empresa para oferecer aos executivos mais exigentes e seletivos uma verdadeira experiência de moda, beleza, lazer e bem-estar em Paris. As personal shoppers acompanham ou fazem as compras pelos clientes. Com a otimização do tempo é possível conhecer apenas os endereços mais interessantes ou ainda escolher apenas os presentes que mais têm a ver com a sua personalidade ou com a família. Para se ajustar às demandas de cada visitante em Paris, elas oferecem diferentes serviços. O “Shopping Tour de Luxo”, o “Shopping Gift” e o “Fashion Tour Consulting”. E é tudo pensado de acordo com o corpo, preferências, gostos, objetivos, estilo de vida e orçamento. Quer saber mais? Acesse o site www.numinapersonalshopper.com. Fonte: AD Comunicação & Marketing


Vestido de renda para Álika Boutique

shopping ZAZ

Espartilho e calcinha branca para D'Amore Sex Shop. Além de ser usado como lingerie o espartilho também pode ser usado com calça jeans. Preços consultados em Maio/2011

Casaco Chanel R$ 161, regata de seda R$ 78,40 e calça com pregas R$ 133 para Mamboo Colar para Mamboo R$ 69,30

Vestida para Matar!

Bolsa Tommy Hilfiger para Genko Mix R$ 286

Não deixe que o dia dos namorados seja mais um dia comum. Capriche no visual o dia todo e conquiste o olhar de seu amado! Algema de pelúcia para D'Amore Sex Shop

Clutch para Álika Boutique Sapato Via Marte para Genko Mix R$ 140

Sapato Vizzano para Genko Mix R$ 110

Open Boots Dummond para Genko Mix R$ 270

FOTOS: RAFAEL SAES Lojas: Álika Boutique, Av. Tiradentes, 1305, 44 3026-2155 • D’Amore Sex Shop, Av. Anchieta, 384, 44 3222-6969 • Genko Mix, Shopping Maringá Park, 44 3025-5005 • Mamboo, Rua Néo Alves Martins, 2371, 44 30253130. 98 revistazaz.com.br


Salto alto durante o dia, saladinha no almoço e aula de spinning à noite. Ficar bonita já é um sacrifício, a depilação não precisa ser mais um. A ClínicaTribulato, referência em lipoescultura, agora traz os mais avançados tratamentos dermatológicos, como a depilação em Light Sheer Duet. Um laser inovador que age mais rápido, proporcionando maior conforto e menos dor. E ainda conta com serviços de rejuvenescimento facial e corporal, redução de estrias, manchas e cicatrizes para você ficar cada dia mais linda. ClínicaTribulato. Sua beleza merece um tratamento assim.

Dra. Tatiana Salua Tribulato - CRM 28737 Dr. Jair Cesar Tribulato - Diretor Clínico - CRM 8135 w w w. t r i bu l a t o. c o m . br Maringá - 44 3031.4000 / Apucarana - 43 3033.4000


*

Camisa urban para Brooksfield Junior R$ 189

*

Tênis em couro para Brooksfield Junior R$ 274

100 revistazaz.com.br

*

Boné collection para Brooksfield Junior R$ 79

BRIT

ROCK

A nova coleção da Brooksfield traz influências do rock inglês: tecidos, texturas e estampas trazem o feeling, a classe e o charme dos bretões para o inverno brasileiro. Fãs do rock, uni-vos! FOTOS: RAFAEL SAES

Preços consultados em Maio/2011

shopping ZAZ


*

Bermuda streetwear urban para Brooksfield Junior R$ 224

Loja: Brooksfield Shopping Catuaí Maringá 44 3225 1919

*

Jaqueta streetwear marinho para Brooksfield Junior R$ 324

Jaqueta vermelha R$ 269, camisa pólo, cinto couro R$ 109, calça jeans urban Jaqueta vermelha R$ 269, camisa pólo para Brooksfield Junior

revistazaz.com.br 101


Vestido piquet R$ 137,90 e cachecol lã R$ 66,50 para Mamboo

Preços consultados em Maio/2011

shopping ZAZ

q A trama

Vestido túnica R$ 252 e colete Frufru R$ 128 para Mamboo

da estação

Lembra daquela historinha que tricô e crochê são modelitos da vovó ou são peças regionais demais? Pois isso já virou lenda. Prepare seu guarda-roupa pois o artesanal chegou com força total e mais fashionista do que nunca neste inverno.

FOTOS: RAFAEL SAES Loja: Mamboo Rua Néo Alves Martins, 2371 44 30253130 102 revistazaz.com.br

Vestido floral longo R$ 160,30 e casaco de crochê R$ 203 para Mamboo


O Inverno conspira a seu favor!

q

shopping ZAZ

Até mesmo quem não gosta quando o termômetro despenca concorda que o frio deixa as pessoas mais elegantes. Um dos segredinhos para alcançar este charme invernal é a sobreposição de peças, por isso, abuse dessa mistura e garanta uma estação ainda mais bonita.

Casaco Dzarm para Genko Mix R$ 224

Preços consultados em Maio/2011

FOTOS: RAFAEL SAES

Camisa franzida para Mamboo R$ 175

Cacherrel Dopping para Genko Mix R$ 180

Cinto para Mamboo R$ 35

FOTOS: RAFAEL SAES Lojas : Mamboo Rua Néo Alves Martins, 2371 44 3025-3130 Genko Mix Shopping Maringá Park 44 3025-5005 Calça jeans Dopping com estampa de onça para Genko Mix R$ 250

Calça montaria para Mamboo R$ 143,50

Caban Levis para Genko Mix R$ 499

revistazaz.com.br 103


Preรงos consultados em Maio/2011

revistazaz.com.br 105


drops

q Foto: Zig Kock

MERCADO FASHION Todo mundo quer comprar em Foz PESQUISA Diná Maria Zanatta TEXTO Ana Paula Machado Velho Quando as pessoas aqui do Paraná dizem vamos à Foz, lá no fundinho estão cheias de “boas” intenções: ir às compras. E não é para menos. O comércio diversificado da Tríplice Fronteira atrai compradores do Brasil inteiro, gente seduzida por preços tentadores e lançamentos ainda inéditos no País. A viagem pode começar no Rafain Palace Hotel & Convention Center, que possibilita ao hóspede trabalhar, se divertir e trabalhar, ou apenas se divertir no mesmo ambiente. São 10 mil m² de área para estacionamento; 210 apartamentos e 14 suítes que disponibilizam todo conforto para que o hóspede se sinta no seu próprio 106 revistazaz.com.br

quarto, em casa. De lá ou contratando alguma agência de viagem da cidade é fácil contratar um “transfer” para o Paraguai ou para a Argentina para ir às compras. A pacata cidade argentina de Puerto Iguazú abriga um comércio familiar que aspirava prosperidade até a crise cambial que levou a Argentina à bancarrota. Atualmente, a recuperação da economia local é visível, fazendo da cidade um bom lugar de compras para quem busca vinhos e roupas. O comércio diversificado de Cidade Del Este, no Paraguai, já chegou a ser o segundo maior do mundo em negócios nos anos 90. E a cada dia surgem novidades. Shoppings cada vez mais estruturados para receber turistas de alto padrão, como o Shopping Del Este e Shopping Americana. E lojas como a SAX, onde o turista encontra marcas de renome internacional como Dolce & Gabbana, Armani, Dior, Tommy Hilfiger, Chanel, Fendi.

Além das compras

E tem muito mais em Foz. As cataratas do Iguaçu receberam, em 2010, mais de 1,2 milhões de turistas, que curtiram todos


Foto: Nilton Rolim

os atrativos turísticos do Parque Nacional do Iguaçu e suas 275 quedes e a maioria mede cerca de 80 metros de altura, esculpidas há mais de 120 milhões de ano. Outros passeios complementam toda a grandiosidade da Terra das Cataratas, como é o caso do passeio de barco Macuco Safári, atividade que consegue gerar adrenalina e relaxamento ao mesmo tempo. Ainda dentro do Parque Nacional, tem arvorismo, tirolesa de 25 metros, pulo do gato com 15 metros de altura e uma parede de escalada in door, o rapel com 55 metros de altura e por final tem o rafting, esporte feito nas corredeiras do Rio Iguaçu, logo abaixo das Cataratas do Iguaçu. Um pouco mais calmo, mas não menos atraente, o Parque das Aves, localizado no portão de entrada do Parque Nacional do Iguaçu, guarda mais de 900 aves de 180 espécies, formando uma miscelânea de cores e sons. Foz do Iguaçu foi presenteada com a maior Hidrelétrica do Planeta: a Itaipu Binacional. Além de gerar energia foi

feito um trabalho social e recuperação do ecossistema em volta do reservatório. O resultado é o Complexo Turístico Itaipu, composto pelo Centro de Visitantes, o espetáculo da Iluminação da Usina, o Refúgio Biológico Bela Vista, o Ecomuseu, o Canal da Piracema, O Canal de Águas Bravas e a visita ao interior da usina. A variedade gastronômica também reserva agradáveis surpresas a quem visita Foz do Iguaçu. O ecletismo cultural e étnico faz da região uma das mais cosmopolitas do mundo, contribui para essa grande diversidade culinária. São mais de 150 estabelecimentos, onde se pode provar dos mais diversos cardápios. Depois, só um bom agito noturno. As opções vão desde bares temáticos a animadas discotecas.

revistazaz.com.br 107


tecnologia

Necessidade, ambição, compulsão ou paixão mesmo? Pode ser tudo isso! Confira como as pessoas têm lidado emocionalmente com as novidades tecnológicas

revistazaz.com.br 109

TEXTO: MURILO BENITES • FOTOS: DIVULGAÇÃO

PLUGGED


Novos produtos surgem quase diariamente, tornando extremamente complicada a tarefa de se manter atualizado. Mesmo assim, muitos procuram fazê-lo.

b 110 revistazaz.com.br

Televisão, notebook, câmera digital, celular... Há quem compre esses produtos uma vez e fique com eles por anos e anos, até que quebrem ou percam sua utilidade, sem se preocuparem se existem novas e melhores versões no mercado. No entanto, outra parcela cresce cada vez mais: a que busca sempre adquirir os últimos lançamentos tecnológicos. Novos produtos surgem quase diariamente, tornando extremamente complicada a tarefa de se manter atualizado. Mesmo assim, muitos procuram fazê-lo. O que difere esses consumidores são os diferentes motivos que os levam a adquirir os novos produtos. Maria Eduarda Medeiros, 20 anos, não se considera uma apaixonada por tecnologia, mas admite que possui e utiliza diversos produtos de última geração. “Sou curiosa, gosto de estar por dentro das novidades. Me interesso e procuro ter acesso aos novos avanços tecnológicos” afirma. Para ela, “existem os apaixonados, que querem sempre estar por dentro de tudo, gostam de ler a respeito e possuem seus aparelhos ‘hightech’ na medida do possível. É disso que eles gostam, mas não fazem dessa ambição uma obsessão, como eu acho que é o caso dos compulsivos. Com eles, isso se torna um hábito constante e automático”, opina. O analista de comunicação e

publicitário Marco Antônio de Jesus Almeida é um caso. Desde criança, ele se interessava por novos videogames e jogos de computador. Hoje, com 22 anos, Almeida é um verdadeiro apaixonado e possui de TV HD a câmera fotográfica de última geração. Além disso, para ele, consumir e estar por dentro das novidades tecnológicas é também uma necessidade. “No meu emprego tenho que estar sempre bem atualizado para produzir estudos e análises mercadológicas que falam exatamente sobre novas tecnologias”, explica. Enquanto isso, as grandes empresas do ramo, como a Apple, fazem seu papel, constantemente lançando novas versões de seus produtos, mas que, muitas vezes, apresentam apenas um design diferente ou poucas funções adicionais. Para Maria Eduarda, tudo não passa de estratégia de mercado. “As empresas deixam de lançar uma tecnologia mais avançada, que eles já possuem e controlam, para lucrar mais com as versões já ultrapassadas”, afirma. Almeida faz coro: “elas aproveitam para soltar as inovações tecnológicas no mercado de maneira gradativa, como estratégia mercadológica, para fidelizar o consumidor.”


EMOÇÕES EM FORMA DE IMAGENS Uma das principais dificuldades encontradas por quem se comunica com outras pessoas via internet é a inviabilidade de enfatizar e dar sentido a certas frases e palavras por meio de artifícios comuns em diálogos, como o tom de voz e expressões faciais. Como fazer, por exemplo, para que a frase “você é um palhaço!” não soe para o outro de uma forma indesejável? Talvez dizer “você é um palhaço! :)” facilite a compreensão e evite malentendidos. Estes são os chamados emoticons, (combinação das palavras emotion e icon) que, por meio de uma sequência de caracteres ou de uma imagem, são capazes de traduzir alguns dos sentimentos de quem os utiliza. Foi em março de 1953, nas páginas do jornal americano New York Herald Tribune que foram estampados os primeiros emoticons

de que se tem registro. Era uma propaganda do filme Lili, um musical estrelado pela atriz Leslie Caron, onde se viam o desenho de uma carinha feliz, uma chorando e outra em forma de coração. Desde então, os emoticons se aprimoraram e, com o advento da internet, se multiplicaram e tomaram conta das conversações cibernéticas escritas. De simples smileys a imagens elaboradas, novos emoticons são criados diariamente. É claro que eles não significam a salvação definitiva para quem encontra problemas em se fazer entender claramente via internet, muito menos uma ferramenta capaz de fazer os diálogos virtuais de texto substituírem uma conversa de voz. No entanto, é inegável que eles vieram para ficar e que são cada vez mais utilizados e facilmente compreendidos pelas pessoas.

revistazaz.com.br 111


drops

Força do oriente 18 de junho é comemorado o Dia da Imigração Japonesa no Brasil. E nós não podíamos deixar de homenagear um povo apaixonado, que ajudou a construir Maringá. Atualmente, existem no Brasil 1,5 milhões de japoneses e descendentes. É a maior população nipônica fora do Japão. 80% estão no Estado de São Paulo, a maioria na capital. Outros focos importantes são o Paraná, o Pará e a Ilha do Careiro, no Amazonas. A imigração japonesa no Brasil começou no início do século XX, como um acordo entre o governo japonês e o brasileiro. O Japão vivia, desde o final do século XIX, uma crise demográfica, enquanto o Brasil necessitava de mão-de-obra para a lavoura do café. Segundo o trabalho “Migrações para a América: a presença nipo-brasileira no Norte Novo de Maringá”, da professora titular do Departamento de História da Universidade Estadual de Maringá, Hilda Pívaro Stadniky, a chegada dos imigrantes japoneses no Norte Novo do Paraná, inegavelmente, contribuiu para o processo de colonização da região. “Sem qualquer dúvida, este fenômeno migratório de longa distância, cruzando oceanos, marcou significativamente a história do Norte do Paraná desde seus primórdios até os dias atuais onde são visíveis os elementos econômicos e culturais da presença de nipo-brasileiros” (http:// www.unizar.es/eueez/cahe/stadniky.pdf).

Estatísticas da UEM em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, mostrou não só que Maringá abriga a terceira maior colônia nipônica do Paraná, mas fez um retrato da comunidade nipônica. O levantamento determinou que, naquela ocasião, 4.034 famílias compunham a comunidade, somando 14.324 pessoas. Desse total, 1.846 (15%) eram dekasseguis que viviam e trabalhavam no Japão. Da população estimada em 12.478 pessoas que residem em Maringá, 6,61% eram isseis (pessoas nascidas no Japão), 35,45% nisseis (filhos nascidos no Brasil), 37,72% sanseis (netos) e 13,79% ionseis (bisnetos de japoneses). Os números coletados revelaram que a idade média dos descendentes de japoneses em Maringá era de 40,12 anos; que 52% da população era formada por mulheres e que o número médio de filhos era de 2,4 por família, percentual que coincide com a média da região Sul do Brasil. Quanto à religião os descendentes eram em sua maioria católicos, seguidos por evangélicos e budistas. 49,66% dos descendentes eram casados e que 47% falavam, compreendiam e escreviam o idioma japonês, sendo que a geração nissei é a que mais fala a língua japonesa (31%), seguida pelos sanseis (16%). Esse é o retrato do povo de olhinho puxado e comportamento recatado que faz da nossa Maringá um lugar apaixonante para se viver.

Quem são os “nossos” japoneses?

Uma pesquisa realizada, em 2009, pelo Departamento de revistazaz.com.br 113


ciência e saúde TEXTO: KAREN FACCIN* • FOTOS: Z/2 IDEA BUREAU

ADEUS AO DESCONFORTO! Verde. Cor calma, que estimula um sentimento de conforto, segurança, harmonia e relaxação. Geralmente essas sensações passam longe do que sentimos em ir ao dentista, mas antes mesmo de entrar na clínica ortodôntica da Dra. Lucia Ozelame, o verdinho claro da fachada passa a fazer todo o sentido. Preocupando-se com o bem-estar de seus pacientes, em 1997 Dra. Lucia planejou os mínimos detalhes de cada cômodo de sua clínica. Iluminação natural, acessibilidade e conforto foram

as prioridades que a experiente ortodontista teve na construção da clínica que mais tarde seria o cenário de transformação do sorriso dos maringaenses. Mas o cuidado não era só na arquitetura do local, a busca por conhecimento em importantes instituições de pesquisa cientifica em ortodontia do país e do exterior, acrescentam ao currículo e aos resultados do trabalho da ortodontista, que há anos oferece serviços ortodônticos com qualidade, modernidade e humanização.

Atualização constante

Com o amadurecimento da carreira a Dra. Lucia afirma que “envelhecer evoluindo” é algo que se mostra presente no seu trabalho. Acompanhando as inovações tecnológicas, a ortodontista enfatiza que as propagandas não a seduzem, que independentemente da evolução é necessário “saber, testar e conhecer”, para, então, garantir que seus pacientes tenham acesso a serviços modernos, mas também seguros.

*Estagiária sob supervisão de Ana Paula Machado Velho

O aparelho nos dentes mudou. Menos tempo, menos dor, mais eficácia: a Dra. Lucia Ozelame nos explica as mudanças no sistema que é a nova revolução na ortodontia, e diz porque utiliza o novo método

revistazaz.com.br 115


Brackets com “borrachinha”: atrito e concentração da força, causando desconforto e prolongando o tratamento.

Uma das últimas novidades que a ortodontista testou e aprovou é o Damon System, aparelho dentário fixo que revolucionou o tratamento ortodôntico. O aparelho funciona sem os elásticos convencionais que “prendem” o fio do aparelho. Em seu lugar, são utilizados brackets autoligados, isto é, o fio é preso aos brackets por meio de uma “guilhotina” pré-existente em cada bracket. A maneira como o fio é preso faz toda a diferença: enquanto com o método tradicional as borrachinhas provocam muito atrito e muita fricção, com os brackets autoligados, sem fricção, a dentição se move mais rapidamente, pois o atrito se reduz, logo, a duração do tratamento pode chegar a ser 50% menor.

O aparelho com o sistema de “borrachinhas”: maior atrito, desconforto prolongado.

O Damon System: dispositivo que abre e fecha, com atrito reduzido, evitando desconforto e acelerando o tratamento.

Fio: termoativado

O sistema Damon System requer fios de última geração. Ele é feito com uma liga de cobre, níquel e titânio. Essas características fazem com que o fio seja termoativado, isto é, ele capta a variação térmica da boca quando está instalado no aparelho. “É o inverso da teoria dos metais, que aprendemos

116 revistazaz.com.br

Na gravura, o aparelho estético: não usando ligaduras metálicas, ele fica sempre transparente, esteticamente invísivel quando visto a 50cm de distância.


Acima, Dra. Lucia Ozelame utiliza o novo método passando o fio, termoativado, pelos brackets do Damon System: “Este sistema reduz em até 50% o tempo de uso do aparelho.”

Na foto, o aparelho estético (acima): não usando ligaduras metálicas, ele fica sempre transparente, esteticamente invísivel quando visto a 50cm de distância.

no colégio: quando está quente, como na temperatura da boca, ele se enrijece. Quando passamos gelo, e ele fica completamente maleável”, completa a ortontista. Isso gera menos atrito e o fio pode correr solto: a movimentação e o ralinhamento da arcada corre durante todo o mês, e o paciente vai com menos frequencia ao consultório do ortodontista. Mesmo com menos visitas, o tratamento é mais rápido. As propriedades do novo aparelho ortodôntico vão além. Apresentam soluções eficazes para os principais incômodos dos pacientes que usam o aparelho fixo. Por ser um aparelho que se molda à boca do paciente, é possível ter um sorriso individualizado, evitando a extração de dentes e realizando o tratamento com menos dor e desconforto. A novidade certamente veio para ficar.

Mais informações no site da Dra. Lucia Ozelame:

www.ortodontiapr.com.br

Um exemplo do resultado final: o sorriso, além de bonito, tem a personalidade do paciente: a individualização do sorriso é outro diferencial do Damon System. revistazaz.com.br 117


FOTOS: ARQUIVO/DIVULGAÇÃO • TEXTO: ABRAHAM SHAPIRO

negócios

Nova coluna

Sucesso, razão e paixão Palavra tem significado. Desde a origem de um verbo até nós, seu emprego se adapta a situações de tempo, circunstância, cultura, contexto, frequência de uso etc. Termos da mesma língua têm nuances de sentido entre dois países que a empregam ou de um estado para outro de um mesmo país. No mundo corporativo, a palavra paixão foi recentemente introduzida com especial intensidade como caminho único para o sucesso. “Paixão pelo trabalho”; “paixão pelo produto”; “paixão pela marca”. Está no dicionário: “Paixão: sentimento, gosto ou amor intenso a ponto de ofuscar a razão”. “Amor intenso”: parte atraente do conceito. “A ponto de ofuscar a razão”: parte que incomoda. A tendência humana é de pegar o que agrada e largar o que causa desconforto. Não é isso o que ocorre com a paixão. O que é a Harley Davidson? Fabricante de motocicletas? É o que você e a Receita Federal dos Estados Unidos pensam. Eles comercializam motos, peças, componentes, acessórios, vestuário completo, ou seja, eles vendem modo de viver, jeito de pensar, sentimento, e mais, muito mais que isso. Você conhece alguém que seja adepto do “Harley Davidson Way of Life”? Então você tem um bom exemplo do que é paixão. Gente que tatua a logomarca da empresa sobre o corpo. É amor intenso sem levar em conta a razão. 118 revistazaz.com.br

Truque de marketing? Patologia? Não sei. O fato é que, no caso da Harley Davidson, seja lá qual for o diagnóstico, estamos diante de um fenômeno que vale trilhões. E é fruto de uma paixão. Aqui parece que paixão é a via única para um grande sucesso.

Escolhas

Cada vez mais as empresas dão enfoque sobre quem contratar e/ou manter no quadro de colaboradores. Buscam gente altamente concentrada naquilo que faz – pessoas cuja opção profissional tenha saído do que mais gostam e melhor sabem fazer na vida. A regra é: “Quem não tem paixão por nada que diga respeito aos objetivos da empresa, deve ser descartado”. Mas como medir isso? Talvez atenda a este quesito aquele funcionário que perde a noção do tempo quando trabalha, que não se incomoda em ter de ir ao escritório no final de semana ou de sempre fazer horas extras. Ou quem sabe: aquele que orgulha-se de suas realizações e jamais se arrepende da profissão que escolheu. Típicas descrições de um sujeito apaixonado pelo que faz! Sem dúvida.

E isso é bom?

Partamos do pressuposto de que tudo tem dois lados. Do lado do bem, este colaborador conquista


seus propósitos, trabalha por algo mais do que dinheiro, cumpre sua missão pessoal e realiza um sonho pessoal enquanto atinge as metas da empresa.

E do lado que não é bom?

Como consultor de empresas e coach de líderes, sempre tive o propósito de melhorar a vida das pessoas através do sentido e da motivação. Meu slogan é: “Mentes Sãs em Corporações Sãs”. Para atingir este posicionamento nunca enxerguei barreiras. Amo o que faço, e, por muito tempo, os limites que outros me instruíram a impôr sobre o exercício profissional apaixonado que adotei para mim entraram por um ouvido e saíram pelo outro. Passei anos me entregando de alma e corpo ao trabalho, estudando, aperfeiçoando competências, galgando degraus rumo ao topo até que, certo dia, meu filho mais velho concluía sua faculdade. Ele aproximou-se de mim e informou-me que dali um mês iria a Israel fazer sua pós-graduação. Dois dias depois, foi a vez de minha filha, a caçula, comunicar que trancaria matrícula de seu curso de Administração e iria com o irmão cursar uma extensão universitária

em Tel Aviv. Fiquei alegre por tomarem decisões importantes. Mas passei por um choque. Dei conta de que eu os conhecia muito pouco para separar-me deles. O tempo havia passado rápido demais e tudo o que eu tinha feito até então foi trabalhar. De tudo o que podíamos ter trocado na relação pai-filhos, eu havia dado muito pouco de mim. Paixão pelo trabalho! Foi o que tivera até aquele instante. Ganhei algum dinheiro, conheci a fama, colhi satisfação por onde passei, atingi muitos objetivos. Mas coisas importantes foram sacrificadas por isso. Tive a razão ofuscada em função de uma profissão. Podia ter feito tudo de modo diferente e obtido os mesmos resultados. O que eu precisava para isso era só um bocado mais de julgamento, de lógica e visão prática. Coisas valiosas ficaram de fora. E agora, não dá mais para voltar. Ficaram para trás. O sucesso compensa? Creio não ser esta a melhor pergunta, mas “como alcançar sucesso”? Minha resposta sincera é: com amor. Com gosto. Com sentimento. Com tudo isso, intensamente. Com paixão? Com a razão ofuscada? Jamais!

Abraham Shapiro é consultor empresarial e coach de líderes da alta administração. shapiro@shapiro.com.br

revistazaz.com.br 119


desejo

ANA PAULA MACHADO VELHO

e

PAIXÃO POR CULTURA

BOLSAS DE CORRENTES

As bolsas em matelassê com alça de correntes nunca mais saíram de moda depois que Coco as colocou no mercado em 1955. O modelo se tornou indispensável para as mulheres clássicas. Quem nunca sonhou em ter uma dessas no armário? A estilista usou como inspiração a moda dos jóqueis para criar o modelo chamado de 2.55. O nome, aliás, é uma referência à data em que foi criada, fevereiro de 1955.

PRETO BÁSICO

Chanel dizia que a roupa deveria se moldar ao corpo, e não o contrário, por isso criou no vestidinho preto um conceito de linhas modernas e confiantes. Imortalizou a peça num modelo elegante, não chamativo, popularizado por Audrey Hepburn no filme “Bonequinha de Luxo”. Até hoje é regra ter um vestidinho preto simples no guardaroupa para usar, seja no dia a dia do trabalho com casaquinho e salto alto ou incrementado com jóias e acessórios para eventos noturnos e coquetéis.

120 revistazaz.com.br


Chanel é tudo

Paixão e loucura pela moda. Foi assim que a estilista Gabrielle (Coco) Chanel viveu o mundo fashion. Por isso, ela foi responsável pela criação de ícones da moda, que vem se transformando ao longo das décadas e ainda são objetos de desejo na vida da gente. São clássicos. E clássicos nunca saem de moda.

TAILLEUR

Ao longo da década de 20, conhecida como os anos loucos, Gabrielle Chanel liderou os estilistas ao propor conjuntos de saia e casaco: o tailleur, que permitiam o movimento das pernas. Mais soltas a partir dos quadris, as saias vão acompanhar os passos da dança. O chapéu cloche, firme à cabeça, garante os passeios de carro e a liberdade do caminhar pelas ruas das cidades. Ainda no século XXI, quando se encontra um tailler de ótimo caimento e feito de tecido de qualidade, temos certeza que estamos comprando peças que podem ser usadas unidas ou separadas. E um tailler não anda sozinho, vem acompanhado de sapatos ou sandálias, bolsas e bijoux.

AS PÉROLAS

Foi também na década de 20 que Chanel inseriu a pérola no contexto da moda. E essa joia nunca mais voltou para o ostracismo, literalmente. Qual a mulher que não gosta de usar um colar de pérolas numa ocasião sofisticada? Todas nós temos um no porta-jóias. Eles existem aos milhares, em modelos muito discretos, com uma volta ou mais. Há também pulseiras. Enfim, as pérolas brancas são mega femininas e complementam qualquer look com bastante distinção.

revistazaz.com.br 121


música

ANA PAULA MACHADO VELHO

e

PAIXÃO POR CULTURA

Somos apaixonados por música Milhões de fãs loucamente apaixonadas por Paul McCartney, John Lennon, George Harrison e Ringo Starr. Foi preciso criar um termo específico para definir as manifestações entusiasmadas de afeto pelos Beatles na década de 1960: Beatlemania. Com ela, iniciou-se de uma nova era na música, em que a relação entre artistas e fãs passou a adquirir níveis de afeto. Quem era “beatlemaníaco” não apenas gostava dos Beatles e das suas músicas, era completamente apaixonado por cada um deles. Os teatros onde o quarteto de Liverpool se apresentava estavam sempre lotados e eram cercados por centenas de pessoas, que depois saíam correndo atrás do carro do grupo, em busca de um autógrafo, um abraço, ou, ao menos, um aceno. Nos shows, os gritos vindos da platéia eram

122 revistazaz.com.br

tão altos que por vezes não se conseguia nem ouvir as músicas. Para os Beatles, o resultado disso foi um estrondoso sucesso mundial, milhões de discos vendidos e o justo título de melhor banda de todos os tempos. Desde o fenômeno da beatlemania, muitas outras bandas e artistas conquistaram a paixão incondicional de seus fãs. Bons exemplos internacionais são Nirvana, Iron Maiden, AC/ DC, Metallica e U2. No Brasil, Raul Seixas e grupos como Legião Urbana e Los Hermanos possuem um vasto número de adoradores. É inegável que a beatlemania foi um marco nesse lance de paixão na música. Ela trouxe essa discussão à tona e a elevou a um nível nunca antes visto. Mesmo assim, sabe-se que, desde os primórdios, a relação do ser humano com o som é

estreita. Começou com a batida nos tambores primitivos e gradativamente se tornou parte da característica do homem. Não se sabe ao certo o porquê, mas grande parte das pessoas já nasce apaixonada pela música, seja qual for o estilo. E quando o assunto é esse, os brasileiros podem ser vistos como referência no mundo. A pesquisa Music Metters, realizada no ano passado por uma empresa de análises de mercado, mostrou que o Brasil é o país mais apaixonado por música do planeta. Os australianos ficaram com a penúltima colocação. Foram feitas entrevistas com oito mil adultos em treze países, e a maior parte se considerou apaixonada por música. Apenas 6% disseram não dar a mínima para ela...


GUTEMBERGUE LIMA

cyberbit

e

PAIXÃO POR CULTURA

@paixone-se ENCONTRE ALGUÉM

As gerações mais experientes devem se lembrar bem das antigas agências matrimoniais, nas quais era possível encontrar uma consultoria e pesquisar em arquivos fichas de possíveis pretendentes para uma vida conjugal. Em tempos de WEB 2.0 o negócio é encontrar alguém sem ter de sair da frente do computador. O site “e-Harmony” já é campeão de acessos nos Estados Unidos, onde é responsável por 5% dos casamentos realizados por lá e, desde o ano passado, vem caindo no gosto dos brasileiros. Após preencher um cadastro você recebe um Estudo de Personalidade gratuitamente. É um pouco extenso e pode levar horas preenchendo. Após essa coleta e análise de dados o site apresenta pessoas que combinam com você sem custo. Que tal tentar? http://www.eharmony.com.br/

MANDE FLORES

Após ter encontrado alguém especial é hora de cultivar os sentimentos. E existe algo mais romântico que flores? O “Flores Online” é uma floricultura virtual que vende para todo o Brasil. É possível navegar nas seções temáticas da página e selecionar arranjos especiais e mandar entregar para a pessoa amada. Cada uma tem o seu significado e para os marinheiros de primeira viagem é bom ler a seção “Significado das Flores” que o site traz. Para os mais diversos propósitos, as flores além de emocionar cativam quem as recebe e geram saldo positivo para quem as oferece. Buquês sofisticados, arranjos temáticos e caixas especiais – diga-se de passagem muito originais – estão nas gôndolas da loja virtual. Programe-se caso deseje presentear a pessoa amada em uma data específica: os pedidos devem ser feitos com pelo menos 48 horas de antecedência. http://www.floresonline.com.br

CULTIVE O AMOR

Uma página trivial, mas que pode dar uma mãozinha para quem tem dificuldade em começar, manter ou reacender as chamas de um relacionamento. Embora o nome seja “Namorando”, o site tem grande conteúdo para casados, solteiros e apaixonados. A dica é navegar pelos canais exclusivos como o banco de cartas de amor, conselhos e histórias de sucesso. Entre as cartas, tem modelos para quem precisa das palavras certas para expressar sua saudade ou dar o péna-bunda de um companheiro infiel. Para quem acredita, pode tentar a sorte em alguma das simpatias para dar uma forcinha extra no amor. Terapeutas auxiliam com dicas para favorecer o amor e o sexo dos casais. Um serviço de cadastro similar ao “e-Harmony” que mostramos acima também aparece no “Namorando”. Se você está em busca de alguém, vale a pena uma visita à página, ler os artigos, conhecer histórias de quem já foi flechado pelo cupido e tentar a sorte em buscar sua alma gêmea. http://www.namorando.com.br/

revistazaz.com.br 123


livros

ANA PAULA MACHADO VELHO

e

PAIXÃO POR CULTURA

O OUTONO DA IDADE MÉDIA JOHAN HUIZINGA

Os últimos suspiros de um dos períodos mais dramáticos e apaixonantes da nossa história é o tema desta obra. Esse grande clássico da historiografia ocidental foi publicado em 1919. É a obra-prima de Johan Huizinga (1872-1945) e foi publicado em mais de vinte línguas. Nele a Idade Média é vista na plenitude de seus contrastes, distante do lugarcomum segundo o qual ela não passaria de uma transição, longa e letárgica, entre o brilho da Antiguidade e do Renascimento. O autor mostra as formas de vida e de pensamento medievais, tal como se expressaram na cultura, na arte, na religião e no pensamento, e também nos modos de expressão da felicidade, do sofrimento, do amor e do medo da morte no dia a dia das pessoas. Huizinga utilizou métodos e fontes históricas pouco usuais em sua época. Combinando a crença no poder revelador da obra de arte e um olhar muito semelhante ao de um antropólogo, ele se tornou um pioneiro do que mais tarde se denominou história das mentalidades. Lançamento da Editora Cosac Naif.

LOBÃO - 50 ANOS A MIL JOÃO LUÍZ WOERDENBAG FILHO

A desregrada autobiografia de João Luíz Woerdenbag Filho, o Lobão, lançada pela editora Agir, tem quase 600 páginas e foi escrita com o auxílio do jornalista Claudio Tognolli. Só mesmo um calhamaço para resumir de toda a história de Lobão, que começa a ser contada pelo dia em que ele e Cazuza cheiraram cocaína no caixão do amigo falecido, líder do grupo Gang 90 e as Absurdettes, Julio Barroso. Enfim, “Lobão - 50 anos em mil” ainda traz fotos e outras histórias de arrepiar, como a saída conturbada de casa (que rendeu golpes de violão no pai que deixaram o homem desacordado e ensaguentado no chão) e o suicídio da mãe. É fácil imaginar a voz de Lobão narrando os casos. Vamos combinar que ele já deu o que falar com suas atitudes questionáveis, talvez, para chamar a atenção. Neste livro, porém, todos concordam, tem um quê de paixão.

ATLAS JORGE LUIS BORGES E MARÍA KODAMA

Sabemos, pela Odisseia, que a viagem é um dos motivos mais antigos da tradição literária do Ocidente, e quem viaja tem sempre alguma história para contar. Especialmente quando o viajante é Borges: ao contrário do turista apressado, que quer ver tudo sem compreender nada do país visitado, ele escolhia uma paisagem urbana ou um elemento da natureza, para então criar uma breve história fundamentada num mito. Assim, foi capaz de desenvolver analogias simbólicas a partir de um objeto banal, um simples mas delicioso brioche, por exemplo. A essas impressões de suas inúmeras viagens une-se as fotografias de María Kodama, sua última esposa. Os mares, céus e noites das viagens aguardaram um lento e silencioso trabalho de decantação no fundo escuro da experiência até se cristalizarem nesta obra. Atlas foi o último livro publicado em vida pelo escritor argentino. Apaixonante!!!

124 revistazaz.com.br


cinema

ELTON TELLES

e

PAIXÃO POR CULTURA

OS CALIENTES

O Cupido flechou os corações dos atores Javier Bardem e Penélope Cruz durante as filmagens da comédia de Woody Allen “Vicky Cristina Barcelona”, em 2007. A partir de então, engataram um relacionamento discreto – apesar do alvoroço da mídia –, casaram-se às escondidas no ano passado e, hoje, figuram entre os casais mais bonitos e talentosos do cinema. Os pombinhos já atuaram na película “Carne Trêmula”, de Pedro Almodóvar, mas só depois que conquistaram espaço em Hollywood, tiveram a chance de contracenar. A química entre Bardem e Penélope em cena é o tempero picante que faz “Vicky Cristina Barcelona” transbordar paixão e desejo, estabelecendo-se como um dos filmes mais liberais e sedutores dos últimos anos.

OS DESCASADOS

Apesar dos oito casamentos que marcaram a vida da inesquecível Elizabeth Taylor, que morreu este ano aos 79, a atriz afirmava que o grande amor de sua vida sempre fora o também ator Richard Burton. A paixão começou no set do épico “Cleópatra”, de 1962, em que Liz interpreta a rainha egípcia e Burton, seu amante e futuro marido, Marco Antonio. Essa é a maior prova de que a vida imita a arte. Como os personagens do filme, sob escândalos e reprovações de muitos, os atores abandonaram seus cônjuges e se casaram. O divórcio veio 10 anos depois, e a recaída, logo na sequência. Trocaram alianças novamente no ano seguinte do rompimento, mas a segunda união só durou alguns meses. Taylor e Burton estrelaram 11 filmes juntos e diziam que o amor que sempre os uniu também foi o responsável pela separação.

OS LENDÁRIOS

Katharine Hepburn e Spencer Tracy protagonizaram um dos romances mais belos e inquestionáveis do cinema. Não se casaram no papel e sempre mantiveram o relacionamento reservado, longe da mídia e dos fotógrafos. Atuaram juntos em nove filmes, dentre eles “A Mulher do Dia”, “A Costela de Adão” e o clássico “Adivinhe Quem Vem para Jantar”. Este último, Hepburn se recusou a assistir em memória ao parceiro, por ter sido sua última aparição nas telonas, depois de morrer prematuramente aos 67 anos, vítima de infarto. Não apenas pelas atuações extraordinárias que renderam ao longo de suas carreiras – juntos, detinham seis estatuetas do Oscar –, Hepburn e Tracy são duas lendas também pelo amor genuíno e admiração mútua que sentiam um pelo outro.

OS ILUSTRES

Atualmente, o casal mais badalado do showbiz, sem dúvida, é Brad Pitt e Angelina Jolie. O envolvimento dos atores foi marcado por polêmicas durante as filmagens de “Sr. & Sra. Smith”, já que Pitt era casado com a atriz Jennifer Aniston, mas não conseguiu resistir aos encantos de La Jolie e a solicitação do divórcio foi imediata ao términos das gravações. Dizem as más línguas que Jolie também havia sido o pivô da separação entre Laura Dern e Billy Bob Thornton, com quem a atriz ficou casada por quase três anos, e que a atriz francesa Vanessa Paradis, tentou impedir a participação do parceiro Johnny Depp no recente filme “O Turista” por conta da escalação de Angelina Jolie como seu par romântico. O casal Brangelina, como é conhecido na mídia, tem seis filhos e diversas ações de filantropia pelo mundo. Casal celebridade, mas também ativista.

revistazaz.com.br 125


agenda

e

PAIXÃO POR CULTURA

Image Brazil

Fotografia e design digital são tema de feira em São Paulo, de 2 a 4 de agosto. É a 19ª Photo Image Brazil - Feira Internacional da Imagem, que traz novidades em fotografia digital e outras novidades ligadas aos segmentos de fotografia, pré-impressão, impressão digital, vídeo, webdesign e digital signage, reunindo os principais fabricantes e importadores de equipamentos e acessórios fotográficos. Paralelamente à feira, será realizado o Fórum Photo Image Brazil 2011. Os eventos vão acontecer no ExpoCenter Norte, em São Paulo. Saiba mais no site: www.photoimagebrazil.com.br.

Mostra de Queijos, Vinhos e Delicatessen

Os mais diferenciados tipos de queijos, vinhos, especiarias, embutidos, frutos do mar, cachaças finas e outros produtos de delikatessen fabricados no Brasil estarão reunidos na SC Gourmet – 1ª Mostra Brasileira de Queijos, Vinhos e Delicatessen, que ocorre de 21 a 24 de julho, no Parque Vila Germânica, em Blumenau (SC). Além da exposição de produtos, haverá palestras, workshops e jantares com harmonização de vinhos. O evento ocorrerá paralelamente à 18ª Festitália, evento que celebra a cultura italiana trazida pelos imigrantes. São esperadas cerca de 30 mil pessoas no horário noturno, quando a SC Gourmet estará aberta aos consumidores.

126 revistazaz.com.br

Lighting design

Designers de todo planeta se reúne em Madri no PLDC 2011 - Professional Lighting Design Convention. Em sua terceira edição, a PLDC consolida-se como a principal convenção do setor no planeta. Sua meta é reforçar o espírito corporativo da profissão e disseminar novas tecnologias. O evento acontece de 19 a 22 de outubro em Madri, com uma programação que prevê cerca de 70 workshops e mesas-redondas. Tudo isso, acompanhado de uma feira com os principais fabricantes do setor de iluminação. É preciso se agendar. Informações e inscrições: www.pld-c.com

Expolazer

A 18ª edição da Feira Internacional de Piscinas & Spas, Arquitetura e Paisagismo, vai movimentar o ExpoCenter Norte, em São Paulo, entre os dias 3 e 6 de agosto. A Expolazer é a maior feira de negócios da América do Sul para os setores de piscinas, spas e acessórios; decoração; acabamentos; paisagismo e arquitetura. Reúne os principais fabricantes do setor para apresentar as novidades a lojistas, arquitetos, decoradores, engenheiros, construtoras, distribuidores e importadores. Informações: www.expolazer.com.br


adega

ANA PAULA MACHADO VELHO

e

PAIXÃO POR CULTURA

Quem não inclui o champagne, ou champanha em português, ao imaginar uma cena de pura paixão? Pois é com ela que brindamos essa edição. Quando uma garrafa de vinho estourou na adega do Abade de Hautvillers, o mundo ficou mais rico e bem mais alegre. O nosso bom beneditino Dom Perignon, inteligentemente, deduziu do fato que a fermentação do vinho não havia sido interrompida com o engarrafamento. E tratou de verificar se isso não era uma mensagem do céu. Era. O efeito dessa segunda fermentação tornava o vinho mais leve e deliciosamente borbulhante. Estava inventado (ou descoberto) o champagne. Se o vinho é uma bebida que conta com as boas graças do Senhor, a ponto de significar o seu sangue, o champagne deverá figurar no Grande Banquete. Observem, por exemplo, que ele está sempre intimamente ligado ao agradável início das coisas e nunca aos desagradáveis finais. E está sempre no lado ensolarado da vida. É um símbolo de esperança e de elegância. Poucas coisas são tão sensuais quanto à cócega que as bolhas do champanha fazem na ponta do nariz e no céu da boca. E nada mais alegre.

128 revistazaz.com.br

Com apenas 12% de álcool, nenhuma bebida é tão ampla: pode ser servida pela manhã, para quebrar o jejum; ou em cálices altos e estreitos, as tais flutes, à mesa, na ordem do mais seco para o mais doce: Brut, Extra-seco, Seco, Meio Seco e Doce, do s salgadinhos à sobremesa. E pode-se tomar à noite, antes de deitar. E entre o universo do champagne marcas se destacam. A primeira, que registra o nome de seu inventor Dom Perignon, é produzida pela francesa Maison Moët & Chandon, fundada em 1743. A vinícola pertence, hoje em dia, ao grupo LVMH, o maior produtor de artigos de luxo do mundo. Aliás, Moët & Chandon é outro produto da Casa. Mas não podemos esquecer do chiquérrimo Veuve Clicquot. Se o frei Dom Pérignon criou o champanhe, a viúva Clicquot o reinventou, transformando a bebida borbulhante em um ícone do consumo de luxo. A história da vinícola começou em 1772 quando Philippe ClicquotMuiron fundou um comércio de vinhos com o nome Clicquot na

região de Reims na França. Três anos mais tarde seria a primeira a introduzir o champanhe rosé. Um fato que mudaria os rumos da empresa e tornaria a marca uma das mais luxuosas do mundo ocorreu em 1798 quando seu filho, François, casou-se com Nicole Barbe Ponsardin. Em 1805, Madame Clicquot ficou viúva aos 27 anos de idade e assumiu o controle dos negócios. A Casa Clicquot passou então a denominarse Veuve Clicquot-Ponsardin. Surgia assim a marca Veuve Clicquot. Um produto para os paladares mais endinheirados do mundo. Sempre procurou assegurar, mais que preço, um compromisso com a qualidade e o buquê inconfundível, isto é, aquele aroma e sabor borbulhante que fizeram desse um precioso líquido, apreciado por reis, rainhas e até seus súditos, quando o dinheiro abunda na carteira e na conta bancária. Fonte: http://mundodasmarcas. blogspot.com


rápidas

e

PAIXÃO POR CULTURA

Ares da Grécia

Apesar do tímido cenário de moda, vem da Grécia um novo nome no desenho de roupa para homens. Sotiris Georgiou é um jovem estilista de Atenas que, em 2004, começou a mostrar suas criações na semana de moda local. O alvo inicial era o público feminino que, a partir de 2008, ganhou a companhia das peças para homens e é mesmo o que chama a atenção no trabalho dele, devido às formas inusitadas e à exploração de técnicas que misturam volumes arquitetônicos, ritmo e geometria. Na coleção para o inverno 2012, Sotiris mergulha nos tempos de crise, expressando medo, obscurantismo e negação. Essas palavras foram somadas e traduzidas em formas, cores e tecidos na coleção Multidimensional. As peças transformam o vocabulário inicial em formatos ideais, aos quais ele atribui mensagens de esperança, reveladas na beleza das formas.

Tênis ecológico

Na última Amsterdam Fashion Week, a marca alemã OAT lançou uma coleção de tênis com apelo ecológico original. Todo o ciclo de vida do produto foi pensado e alinhado com princípios de preocupação ambiental. Os calçados da Virgin Collection são totalmente biodegradáveis. E a OAT foi ainda mais longe e embutiu sementes na língua de cada um dos modelos de tênis. O marca sugere que, depois de determinado tempo de uso, o proprietário cave um buraco no jardim e enterre seu modelo. Daí é só esperar que dali vai brotar algum tipo de vegetal. Para evitar surpresas, as sementes são devidamente identificadas e ninguém corre o risco de ver nascer uma grande árvore em um canteiro de apartamento. As sementes são de flores silvestres, a coleção tem modelos para homens e mulheres e o projeto já ganhou alguns prêmios em função da boa ideia.

Ambicione

Serão mais de 100 modelos distintos, em mais de 20 pontos de tricot diferentes já estão à disposição de nós, consumidoras, na Rua Oscar Freire, 954, em São Paulo. É a coleção exclusiva da Ambicione, uma malharia do Rio Grande do Sul com 13 anos de experiência e tradição. A empresa é uma das quatro maiores e mais importantes empresas do segmento na América Latina e foi a primeira do segmento a implantar o tecimento integral e sem costura por aqui, sem contar que é única do continente a possuir um laboratório de desenvolvimentos de cores. Isso significa que qualquer pessoa pode chegar à fábrica com um vidro de esmalte trazido de Tóquio, que a marca produz, na hora, exatamente o mesmo tom, possibilitando o tingimento de suas malhas em uma gama de cores que vai tão longe quanto a imaginação. Quer saber mais? Dê um pulo até lá!

Femina

A Bergerson lança a Coleção Femina, com joias que são uma celebração à feminilidade. A moda e o mundo das passarelas chegam influenciando o design de joias com o resgate de looks curvilíneos e românticos, que privilegiam o estilo sob um prisma moderno e muito desejado. As joias da Coleção Femina celebram três estilos marcantes de mulheres contemporâneas. Uma delas com perfil urbano e minimalista, outra com gosto mais atemporal e direcionada para adereços de ares vintage e aquela que prefere ser moderna vestindo adornos de linguagem étnica. Foram batizadas com os selos Urbana, Vintage e Origem. As peças, que saíram das mãos de mestres joalheiros, aliam confecção requintada à exclusividade. Nada mais luxuoso.

130 revistazaz.com.br


arte 2.0 SÉRGIO TAVARES

PAIXÃO POR FOTOGRAFIA Minha história com a fotografia começou quando ainda estava dentro da barriga da minha mãe. Desde pequena sou apaixonada por fotos. Antes eu via essa arte como uma forma de eternizar lembranças, hoje eu vejo como uma forma de passar para os outros meus sonhos, cenas que se passam dentro da minha cabeça quando eu vejo ou escuto algo que estimula a minha imaginação. Essas fotos fazem parte de um projeto que eu fiz inspirado na música “Friday I’m in Love” do The Cure, que tem tudo a ver com o que eu estou sentindo.

134 revistazaz.com.br


Melina Almeida Barboza de Souza, 23 anos, nasceu na capital do Rio de Janeiro, mas moro em Curitiba há 21 anos. Está no último ano de Psicologia e sempre que pode está com a câmera em mãos. Na internet é conhecida pelos apelidos Honey Pie e melinwonderland.

revistazaz.com.br 135


drops

w p Paixão de aluguel

A realidade daqueles que alugam o corpo não é tão glamorosa como a que mostra o filme Bruna Surfistinha. O amor de aluguel vai muito além da opção individual faz parte da nossa história e da cultura. A prostituição foi por muito tempo, uma forma de lepra que contaminava com a maior facilidade, que a sociedade fazia questão de atirar pedras e expulsá-la de perto das virgens que não conheciam os prazeres da carne. Nas palavras de Luiz Gonzaga de Sousa, “a prostituta era conhecida pelo seu vestir, pela sua maneira de vida, e sua compostura diante dos homens, que não se saciavam sexualmente, perfilando nos cabarés 136 revistazaz.com.br

para conseguir um pouco de prazer as suas satisfações eróticas, e que não tinham coragem de praticá-las com sua esposa, intocável. No mundo moderno, a prostituição conhecida do passado, isto é aquela que está abertamente sendo apresentada à sociedade como uma classe à parte, dentro do processo de discriminação e indiferença, quase já não existe, devido ao surgimento de uma abertura que a disfarçou e encobriu os seus efeitos. Pois, os abnegados pais já não expulsam mais as suas filhas quando se tornam mulheres. Mas, segundo Fausto Salvadori, no blog Papo de Homem, toda discussão sobre a situação legal da prostituição vira um debate sobre a prostituição feminina. Por que será que isso acontece? O fato é que a prostituição feminina é a que realmente nos perturba.


“O homem que se prostitui não nos choca. Entendemos que os homens são donos do próprio nariz (e do resto) e, sendo maiores de idade, sabem o que estão fazendo quando se tornam michês. Afinal, homens gostam de sexo e transar para eles não deve ser um sacrifício. As mulheres, não. Jamais escolhem se prostituir. Quando vendem seu corpo, é porque são mártires ou devassas”, escreve Salvadori. E completa: “na real, condenar a prostituição é uma das tantas formas usadas para controlar a sexualidade feminina, tanto quanto proibir o aborto ou obrigar mulheres a usar burca”. E, pelo que se vê, muita gente começa a enxergar a mulher que se prostitui de forma diferente. E um dos episódios que provocou isso no nosso

País foi o lançamento do livro Bruna Surfistinha, que contava a história de uma prostituta que não só mostrava o rosto como falava de seu trabalho como uma opção de vida. E há como negar que a prostituição foi boa para ela? Afinal, foi alugando o corpo que Raquel Pacheco reuniu material para um livro de sucesso que virou filme, aprendeu mais sobre sexo sem deixar de gostar da coisa, conquistou fama, dinheiro e, por fim, amor. Bruna foi puta com dignidade. E acredita-se que casos semelhantes são muito mais comuns do que se pensa. Só não se pode esquecer, como a própria Raquel fez questão de marcar, que entregar o corpo a qualquer homem, sem amor e por dinheiro não é tarefa fácil. Não é para macho

não. É coisa de Mulher, com M maiúsculo! Fontes: Ética e sociedade (http://www.eumed.net/) Papo de Homem (http://papodehomem.com.br)

As ilustrações acima , em cores, são de Amanda Conner para a revista “A Pro”, de Garth Ennis, primeira (e única) revista em quadrinhos a trazer uma prostituta no papel de superheroína.

revistazaz.com.br 137


literatura

Poesia, o

analgésico da alma TEXTO: LILIANE DANAS • FOTOS: DIVULGAÇÃO/ARQUIVO

Versos, estrofes, rimas, ritmo, musicalidade e simetria, não importa como é feita, no final das contas é tudo poesia, o idioma dos apaixonados pela vida A poesia é aquela arte que toca o coração com as palavras, que nos permite viajar na imaginação sem medo de dizer coisas consideradas indescritíveis. Há quem diga que, mesmo assim, os versos podem ser insuficientes para expressar toda a paixão que nos tira o ar e até mesmo o chão. Impossível de definir, como disse Mário Quintana, “a poesia não se entrega a quem a define”. Quem nunca se emocionou, se identificou ou teve vontade de mandar aquela estrofe especial para outro alguém especial? No auge da “brasa”, há sempre quem se renda às belas estrofes de Carlos Drummond de Andrade, Vinícius de Moraes com seus sonetos que tornaram-se o hino dos apaixonados, das reflexões de Fernando Pessoa, tentando explicar o que é esse sentimento que nos deixam diferentes, bobos e com borboletas na barriga. O romantismo não acabou, nem os tempos modernos serão capazes de suspender as declarações de amor. Assim como os sentimentos, sempre existirão poetas que nunca desistirão de manter a chama acesa, que não conhecem outra maneira de amar a não ser amando e se expressando. Vinícius já dizia “...quem passou por essa vida e não viveu, pode ser mais, mas sabe menos do que eu. Porque a vida só se dá para quem se deu. Para quem amou, para quem chorou, para quem sofreu. Ah, quem nunca curtiu uma paixão nunca vai ter nada, não. Não há mal pior que a descrença. Mesmo o amor que não compensa é melhor que a solidão...”. Poetas, todos nós somos, nem que seja lá no fundo. Estamos em constante conflito com nossos próprios sentimentos. A diferença é que uns se expressam e outros apenas deixam essa sensação passar como um simples pensamento. O poeta não é aquele que apenas sofre por amor, mas aquele que busca uma essência. Seja no próprio amor, no perdão, na vida ou naquele exato momento que está vivendo. O importante mesmo é nunca esconder os bons sentimentos, seja fazendo poesia ou apenas escrevendo um bilhete, um texto, um e-mail ou uma carta de amor.

revistazaz.com.br 139


É difícil para os indecisos. É assustador para os medrosos. Avassalador para os apaixonados! Mas, os vencedores no amor são os fortes. Os que sabem o que querem e querem o que têm! Sonhar um sonho a dois, e nunca desistir da busca de ser feliz, é para poucos!"

“Paixão é uma infinidade de ilusões que serve de analgésico para a alma. As paixões são como ventanias que enfurnam as velas dos navios, fazendo-os navegar; outras vezes podem fazêlos naufragar, mas se não fossem elas, não haveriam viagens nem aventuras nem novas descobertas.”

Cecília Meireles

Voltaire

“Diferente da paixão O amor é um sentimento Está acima da razão E do passar do tempo...” Roberto Carlos

140 revistazaz.com.br


“Não te amo como se fosse rosa de sal, topázio ou flecha de cravos que propagam o fogo: te amo secretamente, entre a sombra e a alma. Te amo como a planta que não floresce e leva dentro de si, oculta, a luz daquelas flores, e graças a teu amor vive escuro em meu corpo o apertado aroma que ascender da terra. Te amo sem saber como, nem quando, nem onde, te amo diretamente sem problemas nem orgulho: assim te amo porque não sei amar de outra maneira, Se não assim deste modo em que não sou nem és tão perto que a tua mão sobre meu peito é minha tão perto que se fecham teus olhos com meu sonho.” Pablo Neruda

“Os homens que se emocionam com as paixões são capazes de ter mais doçura na vida.” René Descartes

revistazaz.com.br 141


arquitetura FOTOS: ARQUIVO/DIVULGAÇÃO • TEXTO: KAREN FACCIN*

F

NOSSO QUARTO, NOSSO AMOR EM HOMENAGEM ÀS BODAS DA CASA COR E A TODOS OS CASAIS APAIXONADOS, FIZEMOS UMA RETROSPECTIVA DE QUARTOS INSPIRADORES QUE MARCARAM OS

25 ANOS DA MOSTRA. ENTRE AS 21 FRANQUIAS DA CASA COR ESPALHADAS PELO BRASIL E EXTERIOR, ESCOLHEMOS AMBIENTES CHARMOSOS E DIFERENCIADOS QUE CERTAMENTE INSPIRARAM O CLIMA DE ROMANCE DE QUEM CONTEMPLOU AS EXPOSIÇÕES.

CONFIRA! *Estagiária sob supervisão de Ana Paula Machado Velho

144 revistazaz.com.br


Suíte do Casal Apaixonado, Casa Cor São Paulo 2010, por Sueli Adorni.

No ápice da paixão, qualquer canto improvisado se transforma em um ninho de amor. Na urgência do desejo, no momento da conquista não são necessárias quatro paredes para se sentir em um paraíso particular. O popular “banco de trás do carro” se transforma em uma suíte cinco estrelas. Mas não é toda paixão que sobrevive para sempre ao improviso. Com o amadurecer do relacionamento, surge a vontade de ter um cantinho especial para relaxar e curtir bons momentos juntos. Um oásis íntimo que equilibra as inspirações e preferências de ambos, também chamado de quarto de casal. Seja com um ar mais despojado, um estilo clássico, romântico ou minimalista, é no quarto que mora o aconchego dos lençóis, a

trilha sonora preferida, o perfume que suscita o desejo, a iluminação intimista e a tão especial companhia da pessoa amada. Mas como não é toda a noite que se dorme de conchinha. Não é só de romance que se faz o quarto de casal. A ele estão aliados a funcionalidade, tecnologia, beleza e conforto. E para retratar tão bem o refúgio dos pombinhos, nada como quem acaba de completar bodas de prata, não é? Com refinamento, qualidade e bom gosto, há 25 anos a Casa Cor, maior evento de arquitetura e decoração das Américas, construiu uma união duradoura. Entre criatividade e sofisticação, hoje comemora a democratização do design nos lares brasileiros.

A história de amor entre marcas de sucesso e profissionais renomados já foi testemunhada por milhares de pessoas do mundo inteiro. Prova disso é o crescimento do público em dois mil por cento em relação à primeira edição da mostra. O segredo do sucesso da Casa Cor certamente deve passar pela premissa de que criatividade e boas idéias cabem em qualquer espaço, principalmente no lugar onde o casal passa mais tempo juntos. Para reavivar a paixão e estimular o convívio a dois nada como investir num ambiente aconchegante e charmoso que renove o prazer de estar em casa.

revistazaz.com.br 145


Quarto Love, Casa Cor Maranh達o 2011 por Ana Karine Arruda e Samantha Alencar 146 revistazaz.com.br


Quarto do casal, Casa Cor Bahia 2009, por Flávio Moura

“Tantos beijos e carícias, tantas curvas e delícias Mais palavras, mais calor E chegamos ofegantes ao destino dos amantes Nosso quarto, nosso amor” (Pelas esquinas da nossa casa – Roberto Carlos)

Quarto de casal, Casa Cor Brasília 2009, por Circe Milano e Cilda Oliveira

revistazaz.com.br 147


shopping ZAZ CASA Tapete de couro e pele para Gold Line Móveis Sofá Mitchel verde musgo em ultra sued e almofadas em pele sintética para Gold Line Móveis

Vasos de cerâmica para Gold Line Móveis

CURTA O QUE O INVERNO TEM DE MELHOR: A SUA CASA! Nada como um preguiçoso dia de frio para curtir o aconchego do nosso cantinho. Pensando no seu conforto e no requinte do seu lar, a Gold LineMóveis oferece produtos que neste inverno vão cair como uma luva na sua casa.

FOTOS: RAFAEL SAES

148 revistazaz.com.br

Mesa de jantar com base de troncos de árvore natual e cadeiras Solos para Gold Line Móveis


g Poltrona e puff Luna de fibra natural para Gold Line Móveis

Luminária Spider para Gold Line Móveis

Laterna para vela para Gold Line Móveis

Mesa de centro Bambuzia e fruteira em relevo para Gold Line Móveis

LOJA Gold Line Móveis Rodovia PR 317 – Km 05 Saída para Campo Mourão 44 4001-3040

revistazaz.com.br 149


g shopping ZAZ

Liquidificador vermelho Kitchenaid Batedeira vermelha Kitchenaid Havana

Cafeteira arno Dolce Gusto vermelha

Jogo de panelas vermelhas (7 peças) Kitchenaid

Cozinha Apaixonante Na Digital Home Shop uma linha completa de eletrodomésticos e utensílios de cozinha traz as cores da paixão. O vermelho se destaca e traz o que o design mundial tem de mais moderno. Nem é preciso dizer que o visual das peças é irresistível. Fotos: Divulgação

Loja: Digital Home Shop Av. Cerro Azul, 107 Telefone 44 3227 1737

Fogão Bertazzoni vermelho Rrefrigerador Brastemp Retrô vermelho

150 revistazaz.com.br


g shopping ZAZ

Cadeiras DAR, para Casa e Escritório

Paixãopordesign Charles Eames (1907-1978), nasceu em Saint-Louis, EUA, estudou arquitetura na Washington University. Em 1940, conheceu Ray Kaiser (1912-1989), californiana, artista plástica por formação, que mais tarde se tornaria sua esposa, e que frequentava o curso de tecelagem, na época já artista conhecida, enquanto C.Eames dirigia o departamento de Design Industrial. Na Marinha, durante a primeira guerra, ele pode desenvolver diversos estudos em placas e materiais. Isso possibilitou que o casal, posteriormente, se tornasse um dos mais criativos e inovadores designers de móveis da História. A Casa e Escritório orgulhosamente apresenta alguns modelos disponíveis no seu acervo! Fotos: Divulgação Cadeira Esteirinha Charles Earnes

Cadeira DAR, base em madeira, para Casa e Escritório

DAR balanço, para Casa e Escritório

Cadeira DKR aramada, base fixa, para Casa e Escritório

Poltrona e puff Charles Earnes

Loja: Casa e Escritório Av. XV de Novembro, 1046 44 3305 1800 revistazaz.com.br 151


g shopping ZAZ

...eu só penso em você, já não sei mais porque em ti eu consigo encontrar um caminho, um motivo, um lugar

MEU

pra eu poder repousar

Está pensando em presentear seu amor, seu dengo, seu docinho, seu morzão? Não importa o jeito que vocês se chamam, o presente ideal para o seu namorado (a) está na Imaginarium

Álbum Adoro para Imaginarium R$ 47,90

FOTOS: RAFAEL SAES

Kit Fondue para Imaginarium R$ 49

Bolsa Olhar Discreto para Imaginarium R$ 150

Porta-pijama Nosso amor não tem igual para Imaginarium R$ 74,90

Pantufa tênis para Imaginarium R$ 59 Kit de receitinhas Só quero com você para Imaginarium R$ 14,90

152 revistazaz.com.br


AMOR

g shopping ZAZ

Porta-retrato digital Eu amo você para Imaginarium R$ 299

Preços consultados em Maio/2011

Almofada Boas Vibrações para Imaginarium R$ 89,90

Caixa 100% Grande Amor para Imaginarium R$ 69,90

Camiseta mochila para Imaginarium R$ 69

Loja: Imaginarium Shopping Maringá Park (1° piso) 44 3025-4844

Cueca inflamável fluorescente para Imaginarium R$ 47,90 Pantufa tênis para Imaginarium R$ 59. revistazaz.com.br 153


A Kelvin Lighting Design foi ao Salão do Móvel de Milão 2011. Publicamos aqui um diário sobre que aconteceu por lá. Arquitetos e apaixonados, preparem-se!

Especial: Euroluce A semana do Salão Internacional do Móvel de Milão, que ocorreu entre os dias 12 e 17 de abril, comemora este ano sua 50a edição. Arquitetos, designers, universitários, jornalistas e empresários se reúnem na cidade para descobrir o que há de mais criativo, tecnológico e sustentável no universo do design. A 26a edição da Mostra Internacional de Iluminação, mais conhecida como Euroluce, traz novidades apresentadas pro 450 expositores.

156 revistazaz.com.br


Foto: Guilherme Menezes

Arianne Vatanabe, diretora da Kelvin Lighting Design, esteve por lá e trouxe informações, fotos e comentários. Nas próximas páginas segue a seleção da Kelvin LD para o Euroluce 2011. revistazaz.com.br 157


Especial: Euroluce

Foto: Arquivo pessoal

“Essa peça transmite delicadeza e uma forte ligação com a natureza e suas formas orgânicas. A luz e a forma estão intimamente ligada.”

Luminária Poppy, desenho do trio Ulrich Beckert, Georg SoancaPollack e Peter Thammer, para a marca Serien. Quando a peça é acendida ela abre como uma flor. Isso é possível graças às finas folhas de bi-metal, que se dilatam com o calor da lâmpada.

158 revistazaz.com.br

Palavras-chave: Natureza, luz, forma


Foto: Arquivo pessoal

“O espaço da Kartell era totalmente pop, lúdico e divertido. Os materiais e transparências, característicos das peças da marca, preenchiam o espaço.”

A Kartell, conceituada empresa italiana que conta com mais de 50 anos de existência com produtos históricos no design internacional, reuniu toda a sua coleção e apresentou novidades no mobiliário e luminárias assinadas por designers como Ron Arad, Antonio Citterio, Patricia Urquiola, Paolo Rizzatto e Philippe Starck.

Palavras-chave: Transparência, pop, mobiliário revistazaz.com.br 159


“A FLOS apresentou vários produtos em LED aliando o design, sustentabilidade e funcionalidade.”

Foto: FLOS

Especial: Euroluce

Thierry Dreyfus apresenta Wall Rupture, um elemento “arquitetônico” que simula uma rachadura na parede e tem sua fonte de luz em LED. Pode ter seu acabamento interno prateado ou dourado e por sua aplicação se situa no limite entre produto e instalação artística. 160 revistazaz.com.br


Fotos: Arquivo pessoal

“Quando recebi o primeiro e-mail divulgando o evento, pensei: vai ser imperdível. Preciso estar lá.”

Também para a marca italiada FLOS, Philippe Starck apresenta Bibliotheque Nationale, luminária que remete ao pedestal Ktribe e apresenta em sua haste prateleiras e conectores USB.

O pendente CanCan em LED, desenhado por Marcel Wanders, é apresentado em novas versões com difusores em policarbonato colorido com motivos florais, onde antes encontrávamos difusores em tecido franzido.

Foto: Arquivo pessoal

2620LEDS foi uma das peças assinadas por Ron Gilad para a FLOS. A luminária em LED é resultado do trabalho do designer que sempre traz formas abstratas e em 3D.

revistazaz.com.br 161


Especial: Euroluce

Foto: Arquivo pessoal

“Ingo Maurer sempre se supera, suas criações e materiais utlizados são inusitados e autênticos. Puro design.”

O espaço do alemão Ingo Maurer foi uma reinvenção de si mesmo. Ele cria algumas edições especiais e limitadas de produtos já clássicos de seu repertório como BangBoom! e Viva l’Itália, edições do pendente Zettel’s 5.

Palavras-chave: Reinvenção, Ingo Maurer, design 162 revistazaz.com.br


Fotos: Arquivo pessoal

Twelve off the Wall (direita), nova arandela da família Birdies, e Johnny B. Butterfly (esquerda), onde vários modelos de borboletas “handmade” são aplicadas ao bulbo da luminária, também apresentadas pelo designer Ingo Maurer.

revistazaz.com.br 163


social Morena Rosa dá o ar da graça em Maringá

A inauguração da loja Morena Rosa no Shopping Maringá Park foi um sucesso. O coquetel que aconteceu no dia 7 de abril reuniu convidados, imprensa, diretoria e colaboradores do Grupo Morena Rosa. A loja ficou lotada e as pessoas puderam conferir as novas e belíssimas coleções das marcas do Grupo Morena Rosa. Após o coquetel de inauguração foi realizada uma festa exclusiva no Nite Club, com DJ Fabrício Peçanha.

Inauguração loja Morena Rosa

Lucas Franzato, Marco Antonio Franzato, Eduardo Franzato, Valdete Franzato

Grupo Morena Rosa. Comunicação - Lygia Valezi e Andye Iore. Marketing - Priscila Denicoli e Juliana Suemi. Supervisão de lojas - Patricia Sugeta e Wilian Bernardo

Festa Nite Club 166 revistazaz.com.br

Leila Barela, Sineida Berbert Ferreira

Moises Barros, Monica Macente, Kelly Veloso, Bruno Delfino

Bernadete Barros

Helo Gomes, blog Sanduiche de Algodão Fotos: Sergin Ribeiro, Andye Iore e Paraná Vip


x social

Gold Line em clima de festa

A Gold Line Móveis reuniu, no último dia 2 de abril, renomados arquitetos e profissionais da área de decoração para um brunch com sotaque italiano e muitas surpresas para comemorar os cinco anos de sucesso. O requinte e qualidade dos ambientes decorados pela Gold Line surpreendeu o público que apreciou o show room de móveis enquanto saboreava o delicioso bufê.

Antonio Miranda -Layane Nunes Mila Machado -Fabio Franzoi

Equipe Loja - Sueli-Graça-Jenifer-Marcia-CamilaMaria Eduarda

Aparecido Batista Mercia Batista Camila Sala

Cup-Cake!

Marceline Almeida, Marcia Haddad, Marcia Silveira, Patricia Bogdan

Simone Oliveira, Rafaella C.Lanfranchi, Alessandra Izeli

168 revistazaz.com.br

Buffet

Camila Sala- Fernanda Fontana - Marcia Haddad- Paula Lopes Fotos: Jackson Yonegura


x social

Outono-inverno Shoulder

O lançamento da coleção outono-inverno da Shoulder rende elogios até hoje. O evento que aconteceu no dia 13 de março no Catuaí Shopping, teve a presença de clientes da grife que participaram de um desfile comandado em alto estilo pela empresaria e anfitriã Maria Ines Chimentao. A coleção agradou em cheio, com muito charme e elegância, as peças outono-inverno são testemunhas de uma viagem pelas décadas de 50 e 60, com toques sutis de militarismo e romance. O evento ainda teve direito à bufê e muito champagne para brindar o sucesso da nova coleção.

Camile Marie

Luciene Guimarães

Maria Ines Chimentao , Adriana Albuquerque Nicolau

Suzi Reis 170 revistazaz.com.br

Kariene

Maria Ines Chimentao com Rafael Chimentao

Maria Luiza Ferreira

Maria Ines Chimentao Fotos: Divulgação


x social

Evento de odontologia reuniu dentistas estrangeiros em Maringá

No mês de abril Maringá sediou o segundo curso de Atualização em Odontologia Estética para dentistas estrangeiros. O evento foi coordenado e ministrado pelo Dr. Sidney Kina, com a colaboração dos professores José Carlos Romanini, Dr. Mário Fernando de Góes e Dr. Roberto Yoshida. O evento realizado no Bristol Dobly Metropole Hotel teve a participação de dentistas especialistas em Estética vindos da Argentina, México, Espanha e Colômbia, além de profissionais de empresas brasileiras, que prestigiaram o evento trazendo o que há de melhor e mais moderno em produtos odontológicos.

Expositores convidados

Jorge Felice, Santiago Cofre e Adrian Rodriguez

José Carlos Romanini, Pablo Sterpetti Marino e Sidney Kina

Todos os participantes do evento 172 revistazaz.com.br

José Carlos Romanini e Sidney Kina

Sidney Kina, Rodrigo Martínez, Paulo Gili, Teresa D Áurea Furquim, Luis Tamini, Alejandro Juarez, Vania Volpato Kina, Pablo Sterpetti Marino, Javier Casas, Lucila Pianetti e Fernanda Kanebo

Vania Volpato Kina, Sidney Kina e Lísia Nishimori Fotos: Jackson Yonegura


x social

Café Colonial do Dia das Mães

No último dia 7 de maio a Missão Cristã Elim convidou a comunidade para uma confraternização em homenagem ao Dia das Mães. O evento aconteceu no Alto da Gávea Festas e Eventos e reuniu mães e filhos para saborear um delicioso café colonial e celebrar o amor da família cristã.

Ana Vitória

Aroldo e Débora Paludetto e Débora Vinhaes

Grupo de Louvor

Marli e Pastor Mario Balan e Pastora Ana

174 revistazaz.com.br

Dra. Jovita Mataressi e Maria Fernanda

Isabel, Sunamita, Deborah, Letícia, Igor, Lia, Isadora, Lucas, Guilherme

Pastora Rejane Cristofoli e Pastora Marli Balan

Ligia Egoroff, Pastora Ana, Magda e Sophia Egoroff

Fotos: Divulgação


A PASSARELA DOS ACABAMENTOS AS NOVIDADES INTERNACIONAIS EM ACABAMENTOS VOCÊ ENCONTRA NAS NOSSAS LOJAS.

FOTO: COLEÇÃO TETRIS 2011 - MOSARTE

Maringá • Av. Juscelino Kubistcheck, 1523 • (44) 3029-1600 Campo Mourão • Av. Goioerê, 2539 • (44) 3017-1604 Londrina • Av. Madre Leonia Milito, 1355 • (43) 3025-3233 Cambé • Rodovia Celso Garcia Cid, 264-B • (43) 3154-3292 www.conceitualacabamentos.com.br


x social

O dia dos noivos

Priscila Cardoso Pereira e Clério Dallazen Junior trocaram alianças no dia 7 de maio. A cerimônia, emocionante, aconteceu na igreja São Pedro e São Paulo e a recepção dos convidados, no Buffet Haddock, onde estava preparada uma maravilhosa festa para os amigos e familiares. E falando em família, os pais da noiva Edson e Shirley Cardoso Pereira e os pais do noivo Kátia e Clério Dallazen, estavam radiantes na ocasião. A assessoria do casamento ficou por conta da Disponere Eventos, todo o charme da decoração é de autoria da Karucha, e quem eternizou a noite dos pombinhos em foto e vídeo foi Leticia Bertelli.

Família da noiva

Família do noivo

Os noivos e as amigas dela

Os noivos e os amigos dele

Os pais e os noivos

176 revistazaz.com.br

Vó Cordelia e Priscila

Priscila e Clério

Fotos: Leticia Bertelli


ponto ( z ) QUE PENA, ACABOU. Curtimos muito fazer esta edição. Como a personagem do desenho de Lichtenstein, o artista homenageado da Edição da Paixão, também sentimos a despedida. A próxima edição falará sobre o que há de novo no conceito de moradia. Arquitetura, design, interiores, detalhes, projetos: no momento, Maringá é uma das cidades do Brasil cujo mercado de construção e imobiliário está mais aquecido. Quem quer mudar, repaginar e inventar um estilo novo de viver simplesmente não pode perder. 178 revistazaz.com.br



Revista ZAZ: Edição 65