Page 1

Ano 4 – Edição 39 | Outubro/Novembro 2012

495 anos

Reforma Protestante Cinco Solas

Somente a Fe • Somente a Escritura • Somente Cristo • Somente a graca • Gloria somente a Deus


PASSO FUNDO - RS 2 Outubro/Novembro 2012 | Veracidade


Ministério Filadélfia "A Fé vem pelo Ouvir" Igreja do Senhor Jesus Cristo em Passo Fundo

Romanos 10:17

ASSISTA

na TV Passo Fundo | Canal 20 - NET

REUNIÕES

Programa

Tempo de Restauração

Quarta-feira: 8h – Estudo Bíblico 19h30min – Culto

todas as QUARTAS às 22h30min

Sábado: 18h – Seminário Domingo: 9h30min - Culto

Rua Coronel Pelegrini, 789 (próximo ao Clube Sub-Tenentes) Bairro Cruzeiro – Passo Fundo –RS - Fone: (54) 3313 3749

Site: www.ministériofilafelfia.tv.br

E-mail: filadelfia-pf@hotmail.com

Seminário de Louvor e Adoração 2 e 3 de Novembro de 2012 Passo Fundo - RS

Venha e Participe!

Deus tem muito mais para nós... Realização: Escola de Treinamento Teológico e Ministerial Ágape Informações: pastor Alexandre Bezerra dos Santos (Igreja Fogo Santo) Telefones: (54) 9218-4892 e (54) 8130-4284

Local: Teatro Municipal Múcio de Castro - Av. Brasil - Centro nº 758 - PASSO FUNDO-RS Outubro/Novembro 2012 | Veracidade 3


Editorial

E

sta 39ª edição da Revista Veracidade é, antes de tudo, comemorativa. A Reforma Protestante, movimento que deu origem às igrejas evangélicas e cristãs protestantes está completando 495 anos e seu legado precisa permanecer vivo. Podemos ver que crescer, nossas igrejas estão crescendo, inclusive com crescimento que impressiona a nível regional e nacional, conforme mostramos na matéria sobre crescimento dos evangélicos. Entretanto, quanto dos princípios fundamentais das Escrituras, pregados pela Reforma, e ainda, pelos apóstolos, estão vivos em nós e em nossas comunidades cristãs, ainda hoje? Podemos nos submeter a uma autoanálise de fé, durante a leitura da matéria principal da edição, que apresenta os cinco “solas” ou cinco princípios cristãos fundamentais, defendidos pelos reformadores do século 16. Um destes princípios é que a vida de cada filho de Deus deve trazer glória somente a Ele, através do cumprimento da tarefa de redenção da Criação, nos mais diversos setores sociais, entre eles, a política. Política é um assunto bastante presente nesta revista que você tem em mãos. Afinal, apresentamos uma análise dos resultados das eleições municipais, com enfoque no desempenho dos candidatos evangélicos e até explicações da matemática eleitoral. Além disso, o terceiro vereador mais votado de Passo Fundo, um evangelista que chega à Câmara em 2013, nos concedeu uma entrevista exclusiva. Outras seções giram em torno deste tema e valerão a pena ser conferidas. Você vai ler, ainda, uma matéria sobre um dos muitos lutadores evangélicos de UFC, uma febre nacional, cada vez mais popular, inclusive entre os cristãos. A polêmica da violência é abordada na matéria. E verá que Hollywood está apostando na Bíblia e uma fornada de superproduções cinematográficas vai girar em torno de temas do Velho e Novo Testamento. Nossas seções também esperam por você, como sempre, com conselhos para os pais, “clicks” dos eventos que “rolaram”, dicas e curiosidades, palavras de edificação, testemunho e notícias curtas, mas não menos importantes, em forma de números e frases. Lembre-se: você, leitor, tem espaços em que pode interagir com a Revista Veracidade, enviando emails, fotos ou cartas à redação e nos acompanhando através da Internet e redes sociais. O lançamento do novo site está em contagem regressiva. Participe com comentários, críticas, sugestões e, inclusive, com material produzido por você! Não esqueça, também, de dar uma boa olhada nos anúncios de parceiros em nossas páginas. Assim, você não perderá nenhum evento importante e saberá sempre onde encontrar muito do que precisa, produtos ou serviços, na nossa região. Aproveitem cada página de informação que edifica! Fabíola Frosi Repórter/Jornalista responsável

A informação que edifica

Assine hoje e receba em sua casa

seis edições por apenas R$ 25,20. Assine e receba a sua REVISTA VERACIDADE com economia e comodidade.

Entre em contato 54 8431.0771 54 9171.0171 revistaveracidade@hotmail.com 4 Outubro/Novembro 2012 | Veracidade

sumário

495 anos de Reforma Protestante

CAPA

Pág. 12

Os cinco “solas”

Pág. 5

ESPAÇO DO LEITOR PARA REFLETIR

ENTREVISTA NOTÍCIAS

TESTEMUNHO SOLTANDO O VERBO

De mãe para mãe

Pág. 5

De pai para pai

Pág. 5

Um evangelista chega à Câmara: Sidinei Ávila

Pág. 6

O lutador evangélico Vitor Belfort é cotado para futuro diretor da UFC, mas segue lutando

Pág. 8

ONG regata dois mil cristãos aprisionados no Sudão

Pág. 8

Hollywood faz nova aposta em temas bíblicos

Pág. 9

Passadas as eleições, análises sejam feitas Participação evangélica merece destaque

Pág. 10

Evangélicos crescem 80% em Passo Fundo, em 10 anos

Pág. 11

Álcool, balada e drogas não combinam com esportes

Pág. 14

Política também é lugar de glorificar a Deus!

Pág 17

CLICKS

Pág. 16

DE TUDO UM POUCO

Pág. 18

DICAS

Pág. 19

HUMOR

Pág. 19

CURTÍSSIMAS

Números / Quem disse?

Pág. 20

PALAVRA VIVA

A mentalidade política frente à desigualdade social

Pág. 21

Expediente Diagramação e Arte: Prisma - 54 3045-3489 Impressão: Gráfica Luvipa - 54 3312 7015 Tiragem: 3000 exemplares Correspondência: Rua José Bonifácio, 1276 CEP 99070-070 - Passo Fundo/RS (DRT 008347/05-79 DEC 83284/79) / fabiolafrosi@yahoo.com.br Fones: (54) 8431-0771 / 9171-0171 / 3317-1451 Colaboradores desta edição: pastor Marlon Azevedo, Email: revistaveracidade@hotmail.com pastor Éder Dalcin, pastor João Campos, pastor João Site: www.revistaveracidadeonline.com.br Silveira, pastor Alexandro da Luz, pastor Eduardo de Souza, Curta e acompanhe nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/revistaveracidade Patrick Khassan, Diego Luis Algarve. CNPJ: 11.799.485/0001-41 NIRE: 43-8-0007012-2 Diretor Geral: pastor Luciano Nascimento Editora / Revisora: Sinara Greice R. do Nascimento Repórter/Jornalista Responsável: Fabíola Frosi

“Essa revista não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados, que não representam necessariamente a opinião da revista.”


Espaço do leitor

Para refletir...

Quero parabenizar o novo formato da Revista Veracidade, principalmente pela relevância dos temas abordados. Aproveito para citar como exemplo a belíssima reportagem escrita na edição 37 “Design Inteligente cresce e aquece as discussões entre Ciência e Religião”. Observo o tema bem pesquisado, informativo e escrito de uma maneira acessível aos leitores. Saliento ainda a preocupação da escritora em colocar material complementar ao seu texto o que deixa o entendimento geral do artigo mais consistente. Assim como o colega Marcos Eberlin teve coragem de popularizar a Teoria DI através de suas palestras, escrever sobre o tema Ciência e Religião também não deixa de ser um ato corajoso. Por isso parabenizo a Fabíola Frosi pelo artigo publicado. Acredito que, aos poucos quebrar a visão dualista que existe na igreja sobre Sagrado X Secular, é a melhor forma de implantarmos o Reino de Deus na terra, no qual a igreja tem sido chamada.

De mãe para mãe

P

ode haver um presente melhor para uma mãe do que a salvação de seus filhos? A mãe carrega o filho no coração, no ventre, nos braços, nos sonhos, nas orações… Nenhuma outra força na vida da criança é tão poderosa e influente como a mãe. Muitos homens famosos foram influenciados por suas mães. A mãe de George Washington era uma mulher cristã piedosa, com profundo senso único. Seu filho foi o primeiro e um dos melhores presidentes dos Estados Unidos da América. Por outro lado a mãe de Nero, era gananciosa, sensual e assassina, acabou sendo morta pelo próprio filho. Sem dúvida alguma a mãe pode influen-

silene Giarolo Campos,

Bacharel em Química, Passo Fundo, RS

Lamentável o grosseiro erro de concordância “CRESCE E AQUECE AS DISCUSSÕES...”. Ninguém da redação viu? Paulo Bento Silveira da Fontoura

Dica de mãe para mãe.

pbfontoura@ibest.com.br

Com relação à concordância da manchete da edição 37, acreditamos que o amigo leitor não deva ter observado a frase como um todo, tendo então uma visão distorcida quanto à concordância. Analise conosco observando a frase em sua totalidade: “Design Inteligente cresce e aquece as discussões entre Ciência e Religião”. Foi o “Design Inteligente” (no singular) quem cresceu e aqueceu as discussões entre “Ciência e Religião”, portanto, os verbos estão corretamente empregados e a concordância está certa.

Excelente matéria referente a um tema tão importante para os dias em que vive a Igreja, atualmente. Precisamos voltar à essência do Cristianismo, ao que os apóstolos e os pais da Igreja criam e ensinavam como sã doutrina para os santos. Parabéns!” Daniel Camargo

Empresário, Passo Fundo, RS

FALE CONOSCO E-MAILS À REDAÇÃO: revistaveracidade@hotmail.com Se você tem um comentário, crítica ou sugestão, envie-nos, incluindo seu nome, cidade e, se possível, sua profissão. Ele será muito bem recebido e poderá ser editado e usado em mídia impressa e eletrônica. PARTICIPE!

ciar seu filho tanto para o bem quanto para o mal. A pressa é um distintivo da nossa geração, não temos tempo, corremos o dia todo, vivemos sob o peso do estresse. As mães não têm tempo para os filhos; a família, em muitos lares, deixou de ser prioridade... Mães, é urgente reverter esta situação, é preciso levantar-se em favor dos filhos e da família. Quero meus filhos salvos? Então, preciso ser mãe que passa tempo orando, falando de Deus para os filhos e dos filhos para Deus. Preciso ser mãe que derrama o coração diante de Deus em fervente oração. Preciso ser mãe que passa tempo no altar da intercessão (se tenho tempo para ir ao salão de beleza, ao shopping, à academia, acessar facebook, conversar com as amigas, então, também tenho tempo para orar). A maior influência que uma mãe pode exercer na vida dos filhos é por meio da oração. Temos que priorizar, organizar nossa vida a favor disso. Ainda há tempo! Deus está à procura de mães que oram, choram e gemem por seus filhos. Leia na Bíblia grandes exemplos de mães, identifique-se com elas: Rispa (2 Samuel 21:8-22), Joquebede (Êxodo 2:1-2) e Débora (Juízes 4:5). Já orou por seu filho hoje?

De pai para pai

C

onhece a história bíblica que nos fala de um filho bastardo que se tornou herói nacional? Esta passagem encontra-se no livro de Juízes capítulo 11: “Era então Jefté, o gileadita, homem valente, porém filho de uma prostituta: Gileade gerara Jefté. Também, a mulher de Gileade lhe deu filhos, os quais, quando já grandes, expulsaram a Jefté e lhe disseram: Não herdarás em casa de nosso pai, porque és filho de outra mulher. Então Jefté fugiu da presença de seus irmãos e habitou na terra de Tobe, e homens levianos se ajuntaram com ele e com ele saíram.” (Juízes 11:1-3). Você notou bem o legado maldito que Jefté ganhou? O pai era adúltero, a mãe prostituta e os irmãos, odiosos e mesquinhos. Não é de admirar que Jefté tenha caído na delinquência. Ao ser mandado para fora de sua casa, o jovem juntouse com a turma ‘da pesada’ de Tobe. Só ali o moço encontrou aceitação e amor. Ainda hoje há crianças marcadas para sempre, porque são frutos de relações irresponsáveis entre pessoas que não assumem a paternidade. Pais, por favor, amem seus filhos para que eles não necessitem buscar amor nas rodas dos bares, entre gangues ou entre traficantes de drogas. A maior necessidade de uma criança é saber que é amada por seus pais. Mas a história de Jefté não é uma história de fracasso. Ele tornou-se um respeitado juiz de Israel.

O próprio Deus o amparou. A palavra garante: Porque se meu pai e minha mãe me desampararem, o Senhor me acolherá. Deus fez isso com Jefté. Ele o abençoou e o ajudou nas suas crises e batalhas. A graça e amor divinos revelados a Jefté fora o bastante para que ele colocasse sua fé em Deus. E Deus o destacou, colocando-o entre os heróis da fé de todos os tempos. Histórias como a de Jefté deixam claro que pela fé em Jesus qualquer pecador pode entrar na família de Deus. Até mesmo um filho como Jefté. Essa dica é de pai para pai.

Outubro/Novembro 2012 | Veracidade 5


Entrevista

E

Um

Evangelista chega à Câmara Revista Veracidade: O senhor foi eleito com uma votação expressiva. Dentre os vinte e um eleitos, foi o terceiro mais votado da cidade e o mais votado do Partido Democrático Trabalhista (PDT), um dos grandes partidos do nosso estado e país. A que se deve essa vitória? Sidnei Ávila: Em primeiro lugar devo a Deus e a glória dessa minha vitória a Jesus. Eu já disse isso na imprensa. Mas a reconheço, também, como fruto de um trabalho que vem sendo feito há mais de 10 anos. Em 2004, concorri pela primeira vez e fiz 909 votos. Não desisti do meu projeto, que tenho como uma chamada de Deus. Em 2008, fui de novo às urnas e dobrei a votação, com 1814 votos. Fiquei de 2º suplente do PDT e aí, sim, nos últimos quatro anos, participei ativamente da administração pública, pois a votação daquele ano me credenciou para isso. Fui coordenador de bairro durante um ano, por quatro meses substituí o vereador Dr. Basegio, no seu licenciamento para concorrer para deputado es13ª IEQ

RV: Qual é a sua história de fé, com Deus? Sidnei: Eu tive a oportunidade de estudar no IE, um colégio metodista, onde muito aprendi sobre a Palavra de Deus,

Quadrangular

Participe de nossas REUNIÕES DE FÉ Quartas-feiras às 20h | Sextas-feiras às 20h | Domingos às 20h

Rua Goiás, 96 – Bairro Santa Maria – Passo Fundo / RS | (54) 3315 6151 / 9194 0761

6 Outubro/Novembro 2012 | Veracidade

Por FABÍOLA FROSI

tadual, mais seis meses fui o primeiro ouvidor geral do município e, durante oito meses, fui chefe de gabinete do prefeito Airton Dipp. Então, foi uma construção ao longo do tempo, a gente veio construindo o nome, consolidando um trabalho, que culminou, agora, com essa votação: 2705 votos. Foi difícil? Foi. Mas, hoje, olho para esta votação que fiz, olho para o trabalho que já realizei e vejo que Deus me honrou para chegar aonde cheguei. Agradeço a todos que fizeram parte dessa vitória, me apoiando. Como a Revista Veracidade é um instrumento que circula muito bem, então, o meu agradecimento público a cada irmão e irmã que votou em mim por eu ser um evangélico e, muito além disso, por eu ter um trabalho prestado para a comunidade.

A Igreja do Evangelho Pr. Nilson | Pra. Marli

m uma padaria popular, daquelas de nossa cidade em que podemos nos sentar e lanchar, local escolhido por meu entrevistado, eu aguardava o homem que foi o terceiro vereador mais votado de Passo Fundo, nas últimas eleições de 7 de outubro. Um cristão evangélico, membro da Igreja Assembleia de Deus, que entrou para a política há 12 anos e concorreu pela terceira vez a um cargo na Câmara Municipal de Vereadores, em 2012. Aos 49 anos, pai de três filhos, Sidnei Ávila entrou acompanhado apenas da esposa e, antes que chegasse à nossa mesa, foi abordado por um casal que o reconheceu e parabenizou pela vitória, com grande animação, despertando logo a curiosidade de outros presentes na padaria. Eu aguardei, observando o quadro em que, com muita simpatia, o vereador eleito respondia e interagia com aquelas pessoas. Quando conseguiu se despedir de todos, sentou-se de costas para o salão, na intenção de não ser mais reconhecido e, assim, não interromper o desenrolar da entrevista. O futuro vereador respondeu a tudo com simplicidade, serenidade, firmeza e desviando poucas vezes o olhar, para algum bilhete que a esposa escrevia, de improviso, ao longo da entrevista concedida à Revista Veracidade, apenas quatro dias após sua vitória expressiva nas urnas.

quando era adolescente. Mas essa semente só foi florescer alguns anos depois. Aceitei a Jesus dos 19 para os 20 anos, depois de ter sido desenganado pelos médicos por causa de uma doença e estar com problemas depressivos, dos quais sofri por três anos. Nessa época, os médicos disseram que eu ia ficar cego ou paralítico e, quando chamaram meu pai e minha mãe e deram este diagnóstico, bateu o desespero na minha família, por eu ser ainda jovem e ser um filho que nunca dei problema para os meus pais. Um dia uma senhora chegou e me falou de Deus, me convidou para ir numa igreja evangélica, pela primeira vez. Eu fui e, naquele culto, parecia que o pastor estava pregando para mim. Ele falou sobre o amor de Deus por nós, que Jesus era a prova maior do amor de Deus, que quem aceitava Jesus tinha uma nova vida, tinha uma paz verdadeira. E eram as duas coisas que eu mais queria na minha vida, pois com quase 20 anos já estava cansado de viver e tinha um vazio interior muito grande, que nada preenchia. Eu não sabia como

DOMINGO 9h30 (Escola Bíblica Dominical) 19h30 (Culto de Adoração e Louvor a Deus)

QUINTA 19h (Grupo de Discipulado) 20h (Culto de Libertação)

SEGUNDA 15h (Reunião da Soc. Metodista de Mulheres) 20h (Aula de bateria)

SEXTA 19h30 (Grupo de Discipulado com Jovens)

TERÇA 19h30min (Grupo de Discipulando nos Lares) QUARTA 14h (Escola Dorcas) 15h30 (Tarde com Cristo - Estudo Bíblico) 20h (Evangelização nas Casas)

SÁBADO 16h30 (Ensaio do Ministério de Música) 18h (Aula de Técnica Vocal) 20h (Culto da Juventude)

Av. Brasil - esq. Bento Gonçalves - Centro - Fone: (54) 3313-4385 - Passo Fundo - RS


preencher aquele vazio. Naquele culto, aquele pastor me mostrou o pão da vida e a água da vida e eu fui satisfeito. Isto tem 29 anos e, de lá pra cá, Jesus me curou e eu não fiquei nem cego, nem paralítico. A maior dádiva foi ter sido salvo por Jesus e, depois desta, a grande dádiva é poder ser um instrumento nas mãos dEle. Sou evangelista da Assembleia de Deus, coordeno uma equipe de evangelização com música e pregação, chamada Equipe Boa Semente, e que vai onde é convidada, para levar a semente, que é a Palavra de Deus. Também sou formado em Teologia pela Eetad e pela Corbã, que são dois cursos teológicos que a nossa igreja tem. RV: O que é a política para o senhor e quando começou sua carreira como político? Sidnei: A política está diretamente relacionada a nós, ninguém foge dela. Esta arte de administrar os recursos públicos, o bem público, defender os interesses públicos, da sociedade como um todo é o que influencia se vai melhorar o pão na nossa mesa, o emprego, a nossa renda mensal, por exemplo. Além disso, este é um momento em que muitas leis que ferem os princípios cristãos estão tramitando, e é contra essas leis, que ferem a liberdade de expressão e de fé, que também precisamos de quem se levante. Somente com a ação política cristã algumas dessas coisas podem ser protegidas e representadas. Sobre minha carreira política, ela começou no ano 2000, quando o meu pastor me convidou para representar a igreja na área política. Naquela época, o povo evangélico ainda tinha a ideia de que política era do diabo e que todo político era corrupto, por isso, o cristão não podia estar envolvido, porque se contaminava. Duas vezes fui candidato a presidente do meu bairro e, por voto da comunidade, perdi na primeira vez e depois de dois anos, tentei de novo. Desta vez, fui eleito e fiz um bom trabalho. Dois anos depois, fui candidato a vereador, conforme já contei, em 2004 e, também em 2008, antes dessa vitória, agora, em 2012. A ideia, desde o início, era concorrer e ser eleito, visando a Câmara de Vereadores, mas tendo base, pois a igreja não pode ser considerada sua base política, isso é ilusão, e a pior coisa que a ilusão traz é a frustração, em qualquer área, pessoal, profissional, familiar. Eu procurei não me iludir e nem me frustrar com as “derrotas”. Em nenhum momento me frustrei ou me culpei, ou culpei a igreja por não votar em mim, ao longo desta trajetória. Eu sabia que era uma construção. Sabia que não era um projeto em curto prazo. Meu perfil, desde o início, é de fazer uma política de mãos limpas e de consciência limpa, com o temor de Deus, que é o princípio da sabedoria. Temor não é medo, é respeito a Ele e consciência de que darei conta de todos os meus atos ao Criador. Se eu fizer o mal, darei conta disso e, se fizer o bem, terei o galardão, a recompensa por isso. Deus não vai pedir conta daquilo que nós quisemos fazer, mas não pudemos. Deus vai pedir conta daquilo que Ele deu condições da gente fazer e nós não fizemos ou fizemos mal. Disso teremos que prestar conta.

RV: Quais são os problemas da nossa cidade que mais lhe preocupam? Sidnei: Drogas. A droga, hoje, é um grande problema no Brasil e no mundo e Passo Fundo não fica fora. No Brasil, 80% dos presidiários estão ali por causa dela, sendo que 85% destes são jovens com menos de 35 anos. Outro exemplo: 85% dos homicídios estão relacionados com as drogas. Então, a prevenção, o trabalho de recuperação, de ressocialização do dependente químico precisa ser encarado como essencialmente necessário. Essa é uma pandemia, da qual todos somos vítimas, mesmo quando não há um dependente químico na nossa família, pois todos estamos a mercê de sofrer com um ato criminoso praticado em função da dependência de uma outra pessoa, mesmo dentro da nossas casas. Nós, como agentes públicos, precisamos fazer alguma ação em prol da prevenção, da recuperação e da ressocialização dessas pessoas. Não vamos resolver tudo, mas vamos trabalhar para amenizar o problema. RV: Quais deverão ser os seus primeiros passos como vereador? Sidnei: Por termos ficado na oposição ao prefeito eleito, há uma tendência de ficarmos mais na fiscalização das ações da Prefeitura, até porque, acredito que algumas das promessas eleitorais dele não poderão ser cumpridas, mas precisaremos cobrar isso. Porém, como eu tenho uma relação política com pessoas em Brasília, pretendo trazer investimentos federais para Passo Fundo. Já conseguimos R$ 250 mil para a construção da Casa do Idoso, que atenderá 40 pessoas, sendo 20 em sistema de internato e outros 20 em semi internato, onde o idoso não perde o vínculo familiar. Este recurso já está garantido para o próximo ano e é importante, já que o Brasil é um país que está envelhecendo e nós precisamos nos preocupar em cuidar da nossa terceira idade. Também vou trabalhar com os movimentos de bairros, pois a minha origem está nesse movimento. O meu gabinete será o gabinete das associações de bairros e dos evangélicos. RV: Como o senhor responderia às pessoas que ficaram descontentes com sua atuação nesses últimos quatro anos e o quê os pastores e irmãos em Cristo devem, ou não devem, esperar do senhor? Sidinei: Nesses quatro anos em que participei da administração do governo Dipp, me tornei uma referência evangélica no meio da Prefeitura e quando um evangélico chegava com solicitações, era eu quem atendia e dava encaminhamento às questões. Muitas delas, consegui resolver, sempre dentro da legalidade, sem enrolar, sem mentir, e isso fez com que eu tivesse, também, o respaldo dos evangélicos, pois havia mais de doze igrejas diferentes me apoiando e que também me apoiaram nessa eleição atual, em função disso tudo. O descontentamento em relação à minha pessoa é por não termos conseguido dar uma resposta 100%. Há coisas pontuais, que não se conseguiu resolver. Não temos varinha mágica e há ques-

tões que não se resolvem da noite para o dia. Outras vezes, a pessoa solicita uma coisa que está fora do nosso alcance e a gente não pode se comprometer para atender. Você tem que ter essa linha de conduta, que pode insatisfazer alguém, mas tenho que manter essa postura. Nos próximos quatro anos, quero me colocar, com essa mesma postura, à disposição da comunidade. Quem tiver alguma ideia que é boa para a cidade, para o bairro, que possa trazer para o vereador. Não fique fechado. Quero apresentar boas ideias na Câmara e buscar os recursos necessários para implementá-las. RV: Um dos seus projetos de lei é o da criação da Semana da Cultura Evangélica, que foi bastante questionado e ainda não alcançou apoio majoritário da comunidade evangélica, sobretudo por questionar-se a data de sua realização. Há possibilidade de mudança desta data? Sidnei: Alguns questionam a data, por ser na semana do Carnaval e muitos saírem para retiros. Entretanto, outros muitos ficam na cidade e este é um feriado longo e um espaço vazio no calendário municipal. Se alguém não gosta de carnaval, não tem nada para fazer na cidade. Nós queremos tornar essa semana um evento de referência na região, que muitos se programem para participar, promovendo uma integração entre as igrejas. Agora, com o mandato de vereador, terei maiores condições de realizar esse projeto. Em 2013, vamos fazer quatro dias, de sábado à terça, com acampamento evangélico, exposição dos empresários evangélicos, oficinas de música e teatro durante o dia e, nas três noites, grandes momentos de pregação, de louvor e adoração. Na última manhã, na terça, que é feriado de carnaval, dentro do projeto, está o de fazermos uma manhã missionária, que será voltada para a África. RV: O senhor ainda é jovem, pretende avançar na carreira política? Sidnei: Acho que a porta se abriu, eu precisava desse espaço. Daqui para frente, quem vai direcionar é Deus. Estou confiante em fazer um bom trabalho, que vai poder me credenciar a ocupar outros espaços. Não quero ser o eterno vereador, acho que faz parte do ser humano buscar outros espaços, começando debaixo. A minha base foi a associação de bairros e cheguei a vereador. Existe um espaço para ser ocupado e há um anseio por renovação. RV: O senhor desejaria deixar mais alguma mensagem à Revista e aos nossos leitores? Sidnei: Quero agradecer à Revista Veracidade que, aqui em Passo Fundo, tem sido um instrumento, uma ferramenta de divulgação das atividades dos evangélicos, sendo aberta a todos, e me colocar à disposição, bem como o meu gabinete, para fazermos um trabalho em conjunto nesses quatro anos em que vou estar representando o nosso segmento. Que a Revista possa ter acesso às informações, às nossas ações na Câmara. Que possam receber as ideias dos membros da nossa comunidade e trazer para o vereador.

MISSÃO MUNDIAL

A IGREJA PERTO DE VOCÊ!

BAIRRO SÃO LUIZ (Rua Araçá) Terças às 20h Sextas às 14h30 Quintas às 20h Domingos às 20h

DOMINGO: 9h | 17h (Jovens) | 19h30min TERÇAS / QUINTAS: Células no lares BAIRRO SÃO JOSÉ (Av. Pe. Antonio Vieira) Terças às 20h Sextas às 20h Quintas às 20h Domingos às 20h

BAIRRO FARROUPILHA (Rua São Judas Tadeu, 388) Segundas às 14h30 Sextas às 20h Quartas às 20h Domingos às 19h30

IGREJA IGREJAEM EMCÉLULAS CÉLULAS

WWW.IGREJAMISSAOMUNDIAL.ORG.BR

Rua Minas Gerais, 1602 - Bairro Lucas Araújo - Passo Fundo - RS

(54)

8401.4938

Outubro/Novembro 2012 | Veracidade 7


Notícias

O lutador evangélico

Vitor Belfort é cotado

para futuro diretor da UFC, mas segue lutando

S

empre empolgado com os assuntos que envolvem a parte empresarial da Ultimate Fighting Championship (UFC), o lutador evangélico Vitor Belfort falou sobre o mundo dos negócios na luta, para a revista Isto É Dinheiro. Na entrevista, o carioca fala das experiências que já teve com finanças e demonstra seu interesse em mandar na UFC. Para quem não sabe, as cada vez mais populares lutas, que estão virando uma febre no Brasil, principalmente pela participação de lutadores brasileiros originários do Jiu Jitsu, são administradas por esta empresa, conhecida pela sigla UFC, que tem dono, diretoria e tudo o mais e que, inclusive, é muito lucrativa. “Sai o lutador e entra em cena o CEO [Chief Executive Officer, ou diretor executivo] da UFC. Entre os lutadores brasileiros, sou o mais preparado para assumir o papel de CEO, porque sempre administrei minha carreira como se fosse uma empresa”, declarou Vitor Belfort. Pela gigantesca quantia de dinheiro que a UFC movimenta, seria realmente necessário alguém com alta responsabilidade financeira para comandá-la. Segundo dados da Isto É Dinheiro, o valor de mercado do evento está avaliado em um bilhão de dólares. Para chegar ao posto de CEO da UFC, Vitor já conta com

o apoio de um de seus principais comandantes, Dana White, CEO atual e sócio proprietário da UFC. “O Vitor sempre foi um grande embaixador do esporte. Não poderia pensar em ninguém melhor para trabalhar conosco”, comenta White. Por enquanto, Belfort segue lutando, como no último 22 de setembro. Com poucas opções de nomes para enfrentar Jon Jones no combate pelo título dos meio-pesados, no UFC nº 152, após lesões e rejeições por parte de outros lutadores, Dana White, procurou o brasileiro, que aceitou imediatamente. Entretanto, Vitor perdeu para o americano, que seguiu como campeão da categoria. “Após aceitar a luta, consegui treinar apenas duas semanas”, confessa o brasileiro, mostrando a mão inchada. “A lesão limitou minhas condições de preparação. Mas o enfrento [Jones] de novo, se for de igual pra igual”, completa. Vitor Belfort chama atenção nas lutas por usar o nome de Jesus em seu calção. Em suas entrevistas, ele faz questão de evidenciar sua fé, e sempre é visto fazendo suas orações antes e após as lutas. No Rio de Janeiro, ele frequenta a Igreja Batista. Após a conversão ele conta que amadureceu e tem se dedicado mais à família. É casado com Joana Pra-

do e tem três filhos: Davi, Vitória e Kyara. A família mora em Las Vegas, nos Estados Unidos. As experiências, que formaram seu caráter e fortaleceram sua fé, estão relatadas em seu primeiro livro, “Vitor Belfort: Lições de garra, fé e sucesso”, pela editora Thomas Nelson. Quando questionado pela Revista GQ online sobre a violência do esporte que pratica, ele respondeu: “Eu acho que não é violento porque existem regras. Veja, uma falta no futebol é o quê? Fazer uma falta é uma violência. Porque o jogador faltoso está infringindo as regras, a falta não faz parte delas. Futebol é o esporte que mais tem falta. No futebol americano, por exemplo, aquelas entradas fulminantes podem ser feitas, fazem parte das regras. No hóquei, o jogador tem o direito de brigar com o outro por dez segundos. Não é violência porque estou preparado. Estou conivente, assinei um contrato, estou competindo com um adversário mediante aquelas regras. Há limites para seguir. Existem regras claras e existem limites. As contusões que acontecem na luta são muito menos agressivas do que as que acontecem no ciclismo, na Fórmula 1, na Indy, porque nestes outros esportes se perdem vidas”, conclui convicto.

ONG resgata dois mil cristãos aprisionados no Sudão Uma grande operação realizada pela organização Barnabas Aid resgatou cerca de duas mil mulheres e crianças cristãs, que estavam presas no Sudão. Depois de uma série de obstáculos políticos e burocráticos, já foram realizados, com sucesso, desde o dia 19 de setembro, doze voos fretados, que saíram de Cartum, capital do Sudão (ao norte) para Juba, a capital do Sudão do Sul. Há anos existem conflitos no Sudão, que tinha governo muçulmano, mas com população de maioria cristã, sobretudo no sul. Em julho de 2011, os conflitos resultaram na independência do Sudão do Sul e os cristãos que ficaram no norte, sob um governo muçulmano que declara frequentemente querer tornar a população 100% islâmica, com imposição da sharia (lei islâmica), passaram a sofrer muita perseguição. Alguns, que tiveram condições financeiras, conseguiram mudarse para o novo país, ao sul. Entretanto, o governo do Sudão (norte) fechou as fronteiras em seguida e organizações cristãs e humanitárias de todo o mundo temeram que, aqueles que permaneceram forçadamente, viessem a ser massacrados ou retaliados de alguma outra forma. Eles já tinham sido despojados de sua cidadania e o presidente Omar AL-Bashir havia deixado claro que não eram mais bem-vindos ali. O Barna8 Outubro/Novembro 2012 | Veracidade

bas Aid afirmou, ainda, que “além de enfrentarem o perigo de morte, os cristãos empobrecidos do sul que ainda estão presos em Cartum, têm vivido em condições terríveis nos abrigos improvisados da periferia da cidade, há muitos meses”. Por isso, os resgates estão sendo necessários. A missão de resgate tem se estendido desde setembro e deve ser concluída em breve. Os líderes da Igreja e da comunidade local identificaram os cristãos mais necessitados e vulneráveis entre as centenas de milhares de sulistas que estavam “presos” em Cartum. “Eles serão acolhidos nas instalações de acolhimento temporário, criadas pelo governo sudanês do Sul, antes de chegar até os membros de suas famílias, espalhados por todo o país”, disse um porta-voz do Barnabas Aid, que ressaltou: ”A Igreja no Sudão do Sul está pronta para ajudá-los com as suas necessidades imediatas”. Entretanto, apesar de ser rico em reservas de petróleo, o Sudão do Sul é um dos países mais pobres do mundo, com altas taxas de mortalidade infantil, e um sistema de saúde considerado um dos piores do mundo. Em termos de educação somente 27% da população acima dos 15 anos sabe ler e escrever, chegando a 84% o índice de analfabetismo entre as mulheres e boa parte das crianças não frequentam unidades escolares.

Na próxima edição, matéria especial sobre o islamismo. Não perca!


Hollywood faz nova aposta em temas bíblicos

A

enorme arca de madeira, com mais de 40 metros, de “Noah”, filme sobre o herói bíblico Noé que está em fase de produção, não vai carregar apenas um monte de animais, mas também uma das maiores apostas de Hollywood dos últimos anos. O épico “Noah”, estrelado por Russell Crowe e que está custando 125 milhões de dólares para a Paramount Pictures, é um dos filmes carregados de Bíblia que estão sendo produzidos pelos principais estúdios de cinema americanos. Existem razões econômicas persuasivas para Hollywood abraçar o Livro Sagrado. Os estúdios de cinema estão cada vez mais confiantes nesse tipo de material com audiência garantida, algo que a Bíblia (o livro mais vendido da história) certamente tem. E, assim como os super-heróis das histórias em quadrinhos, nos quais as companhias confiaram na última década, histórias bíblicas são facilmente reconhecidas pela audiência. Além do mais, elas são gratuitas: os estúdios não precisam pagar altas taxas de licenciamento para adaptar histórias e personagens já de domínio público. O estúdio Warner está preparando um filme sobre Moisés, que possivelmente se chamará “Deuses e Reis”, cuja direção está sendo negociada com Steven Spielberg. Este mesmo estúdio também comprou o roteiro de “Pôncio Pilatos”. Outro projeto relativo a Moisés, chamado “Exodus”, está sendo desenvolvido pela Fox e a Sony está produzindo “A Redenção de Caim”, um filme sobrenatural imprecisamente inspirado na história fratricida de Caim e Abel, projeto programado para ser a estreia do ator Will Smith como diretor. E, ainda, a Lionsgate irá distribuir “Maria, Mãe de Cristo”, que tem sido anunciado

como a “prequela” de “A Paixão de Cristo”. Só nos anos 50, Hollywood esteve tão apaixonada pelas escrituras como agora. Após a Segunda Guerra Mundial, os estúdios de cinema contavam com os épicos religiosos como veículos para suas maiores estrelas. Desta época, surgiram clássicos de muito sucesso, como por exemplo: “Os Dez Mandamentos”, em 1956; “Ben-Hur”, em 1959 e “Sansão e Dalila”, em 1949. Por volta dos anos 60, porém, inúmeros filmes do estilo épico-bíblico fracassaram. Como resultado, os caros musicais e filmes religiosos foram considerados culpados pelos problemas financeiros da indústria do cinema na época, segundo Drew Casper, historiador de cinema e professor da Universidade do Sul da Califórnia. “Esses gêneros passaram a ser evitados desde então”, disse. A secularização da cultura americana no pós-guerra que ganhou impulso nos anos 60 e 70 contribuiu ainda mais para a derrocada dos filmes bíblicos, de acordo com Casper. O material bíblico apresenta vários desafios. As histórias não apenas têm sido objeto de séculos de interpretação e pesquisa acadêmica, mas individualmente, cada diretor executivo de estúdio e frequentador de cinema aborda o tema de acordo com o seu próprio ponto de vista; e religião é um assunto onde geralmente há pouco consenso. A Paramount elaborou o cronograma de produção de “Noah” de modo a ter tempo hábil para que o roteiro pudesse contar com consultas a especialistas no estudo da Bíblia e, na fase de pós-produção, com testes de pré-exibição para grupos religiosos. Como resultado, o filme só deve ser lançado no início de 2014. O filme, escrito por

Aronofsky (que dirigiu “Cisne Negro”), Ari Handel e John Logan (um dos roteiristas de “Gladiador”), está sendo rodado nos Estados Unidos e na Islândia agora.

A informação que edifica

Distribuição Gratuita Seu anúncio pode ser

500

Igrejas Evangélicas

exemplares

1.000 exemplares

1.500 exemplares

Centros Comerciais e Centros Médicos Livrarias Evangélicas e Supermercados

visto aqui por

milhares de pessoas, com um baixo custo

Está esperando o quê? Ligue agora! 54 8431.0771 | 9171.0171 CONFIRA NOSSO SITE: www.revistaveracidadeonline.com.br Curta e acompanhe nossa fanpage no Facebook: www.facebook.com/revistaveracidade

Outubro/Novembro 2012 | Veracidade 9


Notícias

Passadas as eleições, análises sejam feitas Participação evangélica merece destaque

P

ara a Câmara Municipal de Vereadores, que este ano volta a ter 21 representantes da comunidade, ao invés das doze vagas que foram preenchidas nas eleições de 2008, sete vereadores foram reeleitos (ou seja, mais da metade dos anteriores), enquanto os quatorze demais vão exercer seu primeiro mandato. Dentre estes, um evangélico, que é nosso entrevistado nesta mesma edição, Sidnei Ávila, foi o terceiro mais votado. Entretanto, a Revista Veracidade contabilizou, pelo menos, quinze candidatos a vereador que são declaradamente evangélicos, conforme o quadro. Destes, o segundo mais votado foi João Campos, que levou mais votos do que os cinco últimos eleitos, por conta da matemática eleitoral (veja explicação em em quadro na página ao lado), e que fica como 1º suplente da sua legenda e, no caso de alianças que envolvam um dos cinco eleitos por seu partido, ele também poderá assumir uma cadeira, o que analistas políticos consideram bastante provável. Ao todo, estes quinze evangélicos receberam 9.330 votos, número que seria suficiente para eleger, no mínimo, quatro candidatos. A média de idade dos recém eleitos é de 46 anos e onze deles, ou seja, mais da metade, possuem Ensino Superior Completo. Além disso, Passo Fundo terá uma vereadora. Para o presidente do Partido Social Cristão (PSC), Luciano Nascimento, a maior surpresa na Câmara Municipal foi a não reeleição de seu atual presidente, Luiz Miguel. Nascimento explica, também, que o PSC é o único partido no Brasil, atualmente, que levanta a bandeira do Cristianismo como doutrina partidária e que pauta sua atuação na ética cristã, independente da igreja ou denominação dos afiliados. A sigla do PSC existe em Passo Fundo, desde 2000, mas nunca havia lançado nenhum candidato antes. “Comparado com o número de votos feito por partidos que já participaram, inclusive, da última administração, o PSC iniciou muito bem a sua história nas urnas passofundenses”, avalia Luciano Nascimento. “No Rio Grande do Sul, elegemos

10 Outubro/Novembro 2012 | Veracidade

um prefeito e mais oito vereadores, a tendência é crescer”, finaliza. Uma curiosidade sobre a participação dos evangélicos na política passofundense é que, além de Luciano Nascimento, presidente do PSC, a cidade conta com mais três presidentes de partido que são evangélicos: Sebastião dos Santos, presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) e evangelista da Assembleia de Deus; Ginez Leopoldo de Campos, presidente do Partido Verde (PV) e diácono da Igreja Luterana da Renovação e Flamino Mello de Lima, presidente do Partido da República (PR) e membro da Igreja Batista Independente. Os evangélicos parecem estar redescobrindo a importância da participação política e cidadã, nos últimos anos. O candidato e pastor João Campos explica: “o voto é um procuração em branco que se passa ao legislador para tomar decisões em nosso lugar, por isso, principalmente o cristão deve ter responsabilidade na hora de escolher quem irá tomar essas decisões”. Entretanto, é preciso lembrar que a corrupção está dentro do ser humano, que é pecador e inclinado para o mal, sendo cristão ou não. Os cristãos, porém, dependem da graça de Deus para serem fieis e honestos. Quanto à política, que é conduzida por seres humanos, podemos ter uma esperança limitada, pois apesar de influenciar muito a nossa vida, não tem o poder para mudar o coração humano. Para prefeito, Luciano Azevedo foi eleito, em primeiro turno, já que a população de Passo Fundo é inferior a 200 mil eleitores e, por isso, aqui não existe segundo turno. A diferença foi de cinco mil votos para o segundo colocado, René Cecconello, candidato da situação. O extraoficial terceiro colocado foi Osvaldo Gomes, antigo prefeito que “sempre voltava”. O indeferimento da candidatura dele, em primeira e segunda instâncias, ainda em agosto, em função de irregularidades encontradas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em uma de suas administrações anterio-

res, mesmo com a apelação ao Tribunal Superior, parece ter bastado para convencer parte da população de sua falta de inocência. A decisão dos juízes se baseou na mais que importante Lei da Ficha Limpa. Vale dizer que seu número de votos ainda foi expressivo, para quem está “pendurado pela justiça”. Seus números oficiais, porém, são de 0% dos votos, até que o caso termine de ser julgado. As outras duas candidaturas, de Marcelo Zeni e Bradimir Silva, eram de protesto e contabilizaram cerca de 2% dos votos, cada uma.

Votação dos candidatos evangélicos à Câmara Municipal de Vereadores de Passo Fundo CANDIDATO

PARTIDO

Nº DE VOTOS

Sidnei Ávila

PDT

2.705

PMDB

1.195

Zé Eurides

PSB

1.052

Professor Carlitos

PT

808

Pastor Dirceu Moteiro

PPS

744

Sargento Evandro

PT

718

Pastor Natalino

PRB

706

José Monteiro

PSB

386

Marcelo Gatto

PSC

246

Carina Mendes

PSB

220

Resoli De Mello

PSC

178

Pastor Evandro

PP

165

Salete Grando

PT

93

Zaira Cledi

PSC

62

Dilce

PR

52

Pastor João Campos

TOTAL

9.330

NOTA: Caso seja evangélico, tenha concorrido para a Câmara Municipal de Vereadores de Passo Fundo nesta eleição e seu nome não se encontra nesta listagem, entre em contato conosco que publicaremos na próxima edição.


A matemática eleitoral Como são preenchidas as vagas no Legislativo Municipal.

1º) É feito o cálculo do Quociente Eleitoral São contados todos os votos válidos (que não são nulos, nem em branco) para vereador, naquela eleição, e divididos pelo número de vagas disponíveis na Câmara. No caso de Passo Fundo, foram 110.471 votos divididos por 21 vagas, o que deu 5.260,52. A regra diz que se “arredonda” para mais ou para menos, dependendo se os “quebrados” passaram de meio ponto, o que foi o caso. O quociente ficou 5.261 votos para cada vaga.

2º) É feito o cálculo do Quociente Partidário (QP) São somados os votos de todos os vereadores de um mesmo partido ou de uma coligação de partidos, incluindo os votos dados nas legendas destes (dois primeiros nº dos candidatos). A soma dos votos dos partidos ou coligações são divididos pelo nº do Quociente Eleitoral (passo anterior), o que determina quantas vagas cada coligação vai ocupar na Câmara. No caso de Passo Fundo, tivemos 7 coligações para o pleito de vereadores (sendo que algumas destas se uniram, também, para apoiar os candidatos a prefeito). No caso de Passo Fundo ficou assim: PTB, PMDB, PTdoB: 4 vagas PT, PR, PSC: 3 vagas DEM, PPS: 2 vagas PDT, PSL, PSDC: 3 vagas PP: 2 vagas PTC, PSB: 2 vagas PCdoB, PRB, PRTB, PHS: 2 vagas

3º) É feito o cálculo das médias para ocupar as vagas que sobraram Se somarmos as vagas acima, ocupadas por QP, teremos 18 vagas ocupadas. Ou seja, sobraram três (3), em Passo Fundo. É aí que o cálculo se complica um pouco. Precisamos pegar o número de vagas conquistadas por cada partido ou coligação e somar 1. Então, pegamos novamente o QP daquele grupo e dividimos por esse número. Por exemplo, pegamos o QP (votos) da coligação PTB, PMDB, PTdoB e dividimos por 4 (vagas obtidas) +1, ou seja, por 5. E assim por diante, com todos. Os resultados são comparados e os mais altos vão ocupando as vagas que sobraram. No caso de Passo Fundo, as três primeiras coligações citadas obtiveram mais uma vaga, cada uma. Foram os vereadores eleitos “por média”. É por conta dessas regras e cálculos que alguns vereadores com menos votos que outros acabam sendo eleitos, porque o que garante a quantidade de vagas é o número total de votos daquele partido ou coligação. Dessa forma, os votos de um candidato pequeno, sem chances de ser eleito, auxiliam seu partido a obter maior QP e, consequentemente, mais cadeiras na Câmara.

Evangélicos crescem 80% em Passo Fundo, em 10 anos

O

s quinze mil evangélicos em passeata, pelas ruas de Passo Fundo, em junho de 2011, na primeira “Marcha para Jesus” da última década, surpreenderam, em número, até mesmo aos organizadores do evento. Ninguém tinha a noção exata do quanto este grupo havia crescido, nos últimos anos. Em 2012, o mesmo evento reuniu dezoito mil pessoas. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) confirma o fenômeno: o crescimento de 80,31%, em Passo Fundo e arredores, desde o censo anterior, no ano 2000, quando eram 15.328 habitantes, até o último, em 2010, com 27.638 pessoas respondendo ao item religião do censo como sendo evangélicas, ou seja, 15% da população. O crescimento dos cristãos evangélicos, em Passo Fundo, foi superior ao crescimento nacional deste grupo, que ficou em torno de 61%, no mesmo período, e já foi considerado acelerado. A diferença é que, em números nacionais, os cristãos católicos decresceram e, aqui, eles apresentaram crescimento de pouco mais de 26%, na década. É claro que pode ser feita uma série de subdivisões nos dados. Por exemplo, o número de mulheres evangélicas, na cidade, supera o número de homens e há um crescimento maior das igrejas de origem pentecostal do que das igrejas evangélicas de missão. Além disso, a contagem da população, em geral, não inclui os chamados “flutuantes”, que são pessoas que trabalham, estudam ou vivem parte do ano em Passo Fundo, mas não permanecem mais de doze meses ininterruptos por aqui. Estes giram em torno de 20 a 30 mil pessoas. Segundo o diretor do IBGE, Jorge Benhur Bilhar, este é um dado importante, na cidade, já que ela atrai muitos flutuantes, por conta dos atendimentos de saúde e

da busca do conhecimento, através dos cursos superiores e tecnológicos. “Estes flutuantes não são contabilizados na população de 187.298 habitantes, segundo a estimativa deste ano de 2012, o que causa protestos do governo municipal, pois os dados do IBGE são parâmetros para todos os tipos de políticas públicas e envios de recursos para a região, entre outros”, explica. A questão é que estas pessoas usufruem dos serviços públicos da cidade, mas acabam não contribuindo para a sua manutenção e melhoria, por não serem contabilizados. Outros dados importantes sobre a população passofundense é que ela cresce cerca de 1% ao ano e que mais de 97% dos habitantes vivem na zona urbana, sendo que algumas áreas rurais já estão se tornando urbanizadas, mas os perímetros não foram alterados pelo governo municipal, ainda, como a Morada Além do Horizonte, cujos moradores contam como população rural. Em termos econômicos, por ser um centro convergente, segundo Bilhar, com base no Produto Interno Bruto (PIB) do município, 78% está em comércio e serviços, quase 20% na indústria e apenas 2,5% na agricultura, ao contrário do que muitos pensam. Bilhar destaca, ainda, a importância do aeroporto, alertando que todos os novos investimentos atraídos à cidade, nos últimos anos, estão aqui por conta deste serviço. O diretor explica que a região de Passo Fundo, com seus 26 municípios vizinhos, é considerada, pelo IBGE, uma das 35 microrregiões do estado, que contém sete áreas maiores, chamadas de mesorregiões. O IBGE é vinculado ao órgão federal do planejamento e qualquer pessoa, física ou jurídica, é obrigada a fornecer informações às suas pesquisas.

TEMPLO NOVO: Rua Juvência Annes, 58 | TEMPLO ANTIGO: Rua Jacinto Vila Nova, 246 | Bairro Annes - Passo Fundo Outubro/Novembro 2012 | Veracidade 11


Capa

495 anos

da Reforma Protestante Os cinco “solas”

C

onhecer a história da Igreja Cristã é conhecer, também, parte da história da própria humanidade. Para quem é cristão, isto é essencialmente recomendável e, para quem não é, no mínimo, muito importante. O que os cristãos creem, de modo geral, é que o “fundador” do Cristianismo foi o próprio Deus, que é o Criador e Dono de todas as coisas e Aquele que se manifestou ao povo judeu para, em seguida, vir Ele próprio à terra, através do Seu Filho, a fim de promover a reconciliação do ser humano e de toda sua criação com Ele mesmo, novamente. Jesus, o Deus Filho, após sua morte, ressurreição e retorno aos céus, deixou discípulos que iniciaram a Igreja Cristã. No início, foram denominados, apenas, como “os do Caminho” e sofreram muita perseguição, em meio à dominação do Império Romano, que costumavam conceder liberdade religiosa e de culto aos seus súditos. No caso dos cristãos, porém, sua devoção a outro Senhor, que não o Imperador, era considerada prejudicial à unidade do Império.

Cristianismo Perseguido

Cristianismo Perseguidor

A perseguição, porém, não impediu o Cristianismo de crescer e expandir-se, inclusive, entre as elites, até que um imperador romano, chamado Constantino, cuja conversão ainda é colocada em dúvida, estabeleceu, a partir do ano de 312 d.C. uma estreita ligação entre o Império Romano e a Igreja Cristã, dando-lhe mais do que status de religião legalizada, mas de religião pessoal dos imperadores. Posteriormente, o Cristianismo veio a tornar-se religião oficial do Império Romano e, antes que este ruísse sob o domínio dos bárbaros, muitos destes dominadores já haviam tornado-se cristãos, também, ou se converteriam a seguir. Historiadores acreditam que foi o Cristianismo que trouxe a manutenção da civilização europeia, com a Igreja sendo a única instituição social romana que não se desintegrou no processo de dissolução da parte ocidental do império romano, assumindo muitas funções das demais instituições, negociando a segurança das cidades ou conservando o patrimônio intelectual, através dos monastérios, por exemplo.

O status e o poder da Igreja Cristã só aumentaram e, gradualmente, alguns fatores conjugados passaram a promover a corrupção desta Igreja. Entre eles, primeiro, uma alienação quanto à centralidade e relevância do conhecimento da Bíblia pelas pessoas em geral e, segundo, a ideia falsa de que a autoridade absoluta, e até infalível, provinha de figuras humanas (papas, bispos). Dogmas e práticas antibíblicas passaram a ser adotados e ensinados. A Igreja estava corrompendo-se. Cruzadas (esforço militar contra os infiéis), inquisição (julgamento e condenação à morte dos hereges, ou seja, qualquer pessoa que não concordasse com os dogmas e ensinamentos), enorme corrupção moral interna e práticas indignas com o fim de arrecadar ofertas, como indulgências (venda do perdão dos pecados e da salvação) estavam entre as práticas desta igreja corrompida. Mas isso não significa que sacerdotes fieis a Deus e sinceros não continuassem a existir no meio dela, ainda agindo com integridade. E foi um deles que ousou denunciar o que estava errado, propondo uma correção de rumos, uma reforma.

vários lugares da Europa, sendo que, muitos deles, nunca se conheceram pessoalmente. Entre eles: Calvino, Farel e Zuínglio, na Suíça e França; Henrique VIII, na Inglaterra; John Knox, na Escócia; Guido de Brès e movimentos populares, na Holanda e muitos outros. Em alguns desses lugares, a Reforma foi favorecida pelo apoio dos reis e governantes, em outros não. Começaram a surgir, a partir daí, as primeiras igrejas cristãs fora do domínio do catolicismo romano. Estes cristãos ficaram conhecidos, primeiramente, como Protestantes, Luteranos ou Reformados e praticamente todos tinham em comum a defesa de cinco pontos essenciais, que ficaram conhecidos como “cinco solas”.

O Início

Os Cinco “Solas”

Cena do filme “Lutero”, de 2003, com Joseph Fiennes no papel do reformador. Vale a pena assistir.

12 Outubro/Novembro 2012 | Veracidade

Martinho Lutero nasceu na Alemanha, em 1483 e foi um monge agostiniano extremamente dedicado e piedoso, doutor em Teologia e que teve uma experiência genuína com a graça e o perdão de Deus. Ele não foi mais o mesmo depois de uma viagem a Roma e nem suportou ver os desvios da Igreja em termos de ensinos e práticas antibíblicas. Por isso, propôs uma discussão aberta sobre os pontos que considerava problemáticos e errados. Fez isso escrevendo 95 teses (argumentos) e fixando-os na porta da Igreja do Castelo de Wittenberg, onde costumava pregar, no dia 31 de Outubro de 1517. Este ato e esta data marcam o início da Reforma Protestante. A história é longa, com momentos emocionantes e vale a pena aprofundar o tema, através de livros e filmes. Por fim, a Igreja não apenas rejeitou os argumentos de Lutero, mas acabou por excomungá-lo, ou seja, expulsá-lo da Igreja e do sacerdócio. Bem antes disso, entretanto, suas 95 Teses foram traduzidas para o alemão e amplamente copiadas e impressas. Duas semanas depois de terem sido fixadas na porta, em Wittenberg, já estavam por toda Alemanha e, em dois meses, por toda a Europa, graças à invenção contemporânea de outro alemão: a imprensa. Com isso, outros reformadores foram surgindo, em

Os “solas” são frases latinas (o latim era uma língua universal), surgidas durante a Reforma, refutando ensinamentos da Igreja da época. Em latim, “sola” significa “somente”. Os cinco “somente” sintetizam os credos teológicos básicos dos reformadores, pilares essenciais da vida e prática cristã. É importante dizer que não foram “inventados” pelos reformadores, mas são uma retomada do Cristianismo bíblico e histórico, desde os tempos dos apóstolos, ao qual a Igreja, naquele momento da História, havia abandonado. Estes deveriam ser constantemente lembrados e diariamente vividos, evitando que a Igreja Cristã voltasse a se desviar. Dessa forma, a igreja atual, em pleno século 21, ainda pode e deve, relembrar, ensinar ou, quem sabe, aprender estes cinco pilares, para que os cristãos de agora, vivam sob a Verdade.

Graça somente ou “Sola gratia” Durante a Reforma, os líderes protestantes e os teólogos geralmente concordavam que a doutrina da salvação da Igreja Católica Romana seria uma mistura de confiança na graça de Deus e confiança no mérito de suas próprias obras, comportamento este


Também diziam que, mesmo as boas obras, a piedade, o ser correto ou atos de caridade não são a causa da salvação, mas a consequência natural na vida de alguém que foi salvo. Sabedores e conscientes de sua condição deplorável como pecadores, os cristãos creem que só é possível ser aceito por Deus, se estiverem unidos com Jesus pela fé. Somente com a confissão dos lábios e a confiança de coração, podem escapar da justa ira de Deus (Rm 1:18). A salvação ocorre quando, pela fé, um cristão vincula-se com Jesus. Dessa forma, ele é adotado “em Cristo”, como filho de Deus e passa a desfrutar de todo o amor, o cuidado, a provisão e a fidelidade do Pai para com o seu Filho, desde a Eternidade. Unido a Cristo e tornado, igualmente, filho, tem, ainda, acesso a uma graça especial (Espírito Santo) que o educa e o dirige de forma operosa até a sua glorificação com Jesus. Pautados na mesma fé, temos uma grande comunidade (Hb 11) de homens e mulheres, que viveram por meio e na fé em Deus, confiantes de que sua existência era uma jornada pautada nos planos divinos. Por isso não esmoreceram, continuaram crendo até verem concretizados os desígnios de Deus em suas vidas.

Somente Cristo ou “Solus Christus”

chamado pelos protestantes de sinergismo. A posição reformada é a de que tudo é dádiva, que a existência já é fruto de um presente, cada minuto de vida é fruto de decretos graciosos e amorosos de Deus. Reconhece que todo ato bem feito e toda boa obra só podem proceder de Deus, do Pai das luzes (Tg 1:17). Reconhece que a salvação, justificação, santificação, regeneração e fé são resultados de uma série de ações soberanas, por isso, graciosas, não condicionadas em nada no homem. Não são frutos de um desempenho autônomo ou independente, mas de uma atuação constante do amor de Deus, conduzindo e capacitando seus filhos a fazerem a vontade dEle, em gratidão. É Deus quem opera suas ações no ser humano por graça, é Deus quem implanta no homem o “querer e o efetuar” a salvação (Fp 2:13). Na graça a pretensão humana é encerrada, e a glória de Deus é evidenciada (Ef 2:9).

Fé somente ou “Sola fide” Os reformadores protestaram contra a ideia de que a salvação de uma pessoa seja obtida por outro meio que não seja a fé em Jesus, como o Cristo e Filho de Deus. Por isso, foram contra a “venda de perdão”, concedida por meio de pagamento (indulgências), que era um documento assinado, geralmente, pelo papa.

Os reformadores quiseram dizer, com isso, que a Igreja não tem outro “cabeça” na terra (papa) e que em nenhum outro há salvação ou mediação. A centralidade é de Cristo e somente Ele pode revelar o Pai (Jo 1:18). Ele é o Ungido, o Messias, o Rei; Servo, Cordeiro e Verbo de Deus. Aquele por quem e para quem todas as coisas foram criadas (Jo 1:3) e por meio de quem tudo subsiste (Cl 1:16 e 17). Jesus Cristo, o Filho Unigênito de Deus, amado desde a Eternidade pelo Pai, revelou-se aos homens por meio de sua encarnação, íntegro de sua divindade e, também, de sua humanidade, para trazer os homens para o Pai. Em sua humilhação, morte e ressurreição Jesus Cristo inaugura uma nova criação nEle. Por isso, todos que se unem com Ele são “recriados” (Ef 2:10) e por isso em Jesus um nova humanidade emerge, para a Glória de Deus. Jesus Cristo é a pedra angular de onde surge uma comunidade renovada, eleita e preciosa, chamada “Igreja” (Ef 2:20 e 1Pe 2:6-10). Na Igreja, Cristo se revela e é comunicado. A Igreja é esta comunidade dinâmica, que em sua discrição e invisibilidade, se visibiliza através do testemunho de verdadeiros cristãos regenerados, identificados com Cristo por meio do batismo cristão. Também se visibiliza na Igreja local, que se reúne ao redor da Palavra de Deus e da mesa da Ceia, ordenança de Jesus para os santos. Lá na Igreja local e visível, cristãos celebram sua páscoa, seu êxodo e retorno do exílio.

Somente a Escritura ou “Sola scriptura” Segundo a Reforma é o princípio no qual a Escritura (Bíblia) é suficiente enquanto recurso de orientação existencial para nossa jornada sobre a terra. O cristão sabe que encontra nela “palavras de vida eterna”, plenitude existencial e compreensão de Deus e de sua vontade. Reconhece que, junto com todos os grandes mestres do cristianismo, debruça-se sobre esta Verdade, buscando em sua complexidade e simplicidade, orientação para viver para a glória de Deus. As Escrituras são fontes de sabedoria para um viver habilidoso e compõem a visão de mundo de um cristão, iluminando sua relação com Deus, o próximo e a criação. A afirmação “sola scriptura” da reforma protestante não significava uma rejeição de tudo que a Igreja

havia acumulado durante os séculos de interpretação bíblica e doutrinária (tradição), mas que esta tradição teológica do cristianismo deveria permanecer sempre sob a supervisão e crítica das Escrituras. Quando há divergências entre Bíblia e tradição, a Bíblia tem sempre a primazia.

Glória somente a Deus ou “Soli Deo gloria” É o princípio segundo o qual toda a glória é devida a Deus por si só, uma vez que os homens nada podem autonomamente, sem Ele. Os reformadores acreditavam que os seres humanos (mesmo os santos canonizados pela Igreja Católica Romana, os papas, e as autoridades eclesiástica) não eram dignos da glória que lhes foi atribuída. A graça, a fé, Cristo e as Escrituras, se articulam de forma a projetar a vida do cristão para uma tarefa na criação onde Deus seja sempre glorificado (Rm 11:36). Para um cristão autêntico, sua vida e tudo que nela acontece, bem como na Igreja de Cristo, envolvem um único propósito final e definitivo: a glória de Deus. A alegria de um cristão está em tornar Deus conhecido e reconhecido em seus feitos, tarefa e missão. Não há ato cultural ou trabalho de um discípulo de Cristo que não aponte para Deus e se torne uma interface onde Deus é reconhecido, proclamado e honrado (Coram Deo). Isto significa dizer que os reformadores não acreditavam existir trabalho “secular”, nem lhe davam importância menor, pois trabalhavam não somente pela reforma da Igreja, como sendo a vontade de Deus, mas também por uma reforma da cultura, da sociedade, da ciência, da filosofia, da educação e assim por diante. Ou seja, as leis de Deus são princípios balizadores para que o salvo possa viver integralmente neste mundo de forma submissa e tendo Deus como referência, trazendo glória a Ele em tudo.

Necessidade da Reforma Hoje O movimento evangélico atual perdeu, ou está perdendo, pontos essenciais da Reforma, é o que muitos líderes e teólogos lamentam. Um pequeno desvio, ao longo do caminho e dos séculos, torna-se quilômetros de distância do rumo original e correto. Já o engano, fica mais difícil de ser identificado, mesmo por alguns mais sinceros e bem intencionados. Talvez seja um pouco do que está acontecendo: Evangelho da autoajuda, que acaba por deturpar o entendimento da condição depravada do homem e sua necessidade da Graça salvadora de Deus; campanhas em igrejas que, literalmente, vendem a bênção, só que não é mais a salvação, agora são as bênçãos neste mundo mesmo, promovendo a ganância e a instrumentalização de Cristo e não Seu Senhorio; líderes que se levantam como verdadeiros “papas evangélicos”, paternalistas, infalíveis e dignos de toda honra; igrejas inteiras ensinando salvação por meio de esforços religiosos; músicas ditas de “adoração”, mas apenas descrevendo experiências psicológicas e promessas pessoais de santidade, mas vazias de conteúdo das Escrituras e, para piorar, no Brasil, tudo isso está na televisão aberta, alcançando e massificando com este tipo de falso Evangelho, que não transforma nem ao ser humano, nem à sociedade. Que os 495 anos da Reforma e os cinco “solas” sirvam para nos levar a refletir sobre o que temos crido, praticado e ensinado. É tempo de voltar a reformar-se! Nota: Trechos dos cinco solas extraídos do texto “Reformando-se”, de Igor Miguel.

IGREJA DA RENOVAÇÃO LUTERANA DO BRASIL

Domingo: 9h e 19h | Quarta-feira15h | Quinta-feira20h | 1° Sábado do Mês 20h (Culto Jovem)

www.igrejaespacoesperanca.com.br

IGREJA SEDE: Rua Uruguai nº 2104 – Centro Outubro/Novembro 2012 | Veracidade 13


Testemunho

Álcool, balada e drogas não combinam com esportes V

ivemos em um mundo tenebroso, com drogas lícitas e ilícitas, com indústrias e comércios para as legalizadas (álcool, cigarro) e traficantes para as ilícitas e, não bastando tal calamidade, ainda existem políticos que querem legalizar o uso da maconha! Muitos se perdem no mundo das drogas... São casos que parecem não ter solução... Situações de sofrimento, angústia, destruição, degradação, desespero... Foi exatamente esta a realidade vivida pela mãe de Diego, vendo o fruto de seu ventre destruindo-se e convivendo com traficantes. A mãe pensa no filhinho do qual trocou as fraldas, alimentou, cuidou... e quanta dor! Se você, lendo estas palavras agora, vive uma situação semelhante, saiba que Jesus Cristo tem PODER para libertar, sarar e restaurar, TRANSFORMAR QUALQUER SITUAÇÃO. Creia! Como disse o Diego Luis Algarve, membro da Igreja O Brasil Para Cristo, em seu testemunho: “A droga é um caminho sem saída, a não ser que exista uma intervenção divina e isto foi o que aconteceu na minha vida, tive um encontro com Cristo”. Então, não esmoreça, nada é impossível para Deus. Acompanhe o relato.

Diego, 29 anos, casado com Daiane, pai de João Pedro e Eduarda (enteada), conta que teve uma infância normal e, como a maioria dos meninos, sempre gostou da “bola”. Desde os cinco anos de idade jogava futebol e, aos quinze, já fazia parte da equipe de futsal da Semeato/Sesi/Clube Juvenil. “Naquela época nós tínhamos um time muito forte, éramos conhecidos como “A Máquina do Sul”, conquistávamos todos os títulos estaduais nas categorias de base, o time era uma potência no Rio Grande do Sul”, conta Diego. Uma adolescência tranquila, com apoio familiar, tudo dentro da normalidade e uma carreira promissora pela frente, porém, nesta época, Diego começou a relacionar-se com pessoas fora do grupo do futebol e, em uma noite, por curiosidade, resolveu experimentar algo novo: “Aos quinze anos conheci a cocaína, antes mesmo de conhecer outras drogas mais fracas, e ‘me apaixonei por ela’, mas a partir dali minha vida foi por água abaixo, virei escravo da droga. Fui dependente por sete anos e sofri as consequências do vício, convivendo com traficantes”, relata. A carreira no futebol prosseguiu, apesar do vício (camuflado), e com dezenove anos já jogava futsal profissionalmente, fazendo parte da equipe da UPF. “Mas, com certeza, bebida e drogas não combinam com quem pratica esportes. Ouvia isto desde muito cedo, meu pai dizia: ‘Meu filho, bebida, balada e drogas não combinam com atleta’. Mas eu já estava nessa e fui me afundando, não queria nada com nada, tive até oportunidade para jogar no exterior. Dos meus colegas de treino, da época, hoje muitos estão jogando na Itália e Espanha e, destes, alguns eram meus reservas”, comenta. O dependente químico normalmente não consegue enxer-

gar o sofrimento dos familiares ao seu redor, busca simplesmente a sua própria satisfação e isto também se tornou uma realidade na vida de Diego, até que, em 2004, já com 21 anos, após uma noite muito turbulenta, resolveu voltar para casa. ”Estava há 48 horas fora de casa e me recordo que quando cheguei, encontrei uma carta, que a minha mãe me deixou em cima de minha cama. Na carta, ela dizia o quanto me amava e falava das recordações de quando eu nasci, de minha infância e como ela estava vivendo naquele momento... Eu havia passado 48 horas na casa de um traficante e, quando li aquela carta, chorei muito... Pedi ajuda para minha mãe e prontamente ela me estendeu a mão e disse: ‘Filho, faz muito tempo que espero por você me pedir ajuda e agora a mãe vai te ajudar’. A partir deste momento Deus iniciou uma obra em minha vida.”, testemunha hoje o irmão Diego. Em conjunto com o pai, Diego procurou uma casa de recuperação para internar-se na busca de tratamento para libertação do vício. Acabou indo para Maringá, na Associação Beneficente Filadélfia (ABF). Ressalta que foi uma luta até o momento da efetivação da internação. “Vivia no mundo das drogas, e quem está neste mundo não quer sair, está afundado... Enfim, fui para a ABF e na apresentação dos internos, quando cheguei naquela casa, o pastor disse que há apenas um dia tinha sido criado o site da casa e que a primeira pessoa a pesquisar no site, estava lá o registro, tinha sido de Passo Fundo. Era o meu pai... ali pude entender que Deus estava iniciando algo em minha vida”. Diego ressalta que a casa de recuperação foi muito importante na sua libertação das drogas e conversão, e que lá reaprendeu os valores perdidos. “Eu sempre tive comida, roupa lavada e tudo mais e não valorizava. Lá aprendi a dar valor para a vida e

"Se Deus é por nós, quem será contra nós?" Rm 8:31

14 Outubro/Novembro 2012 | Veracidade

para as coisas que minha mãe e família faziam para mim. Na casa de recuperação, tínhamos que lavar roupa, fazer a limpeza, sempre cumprindo escalas. Trabalhando, fui recuperando os valores que tinha perdido com a cocaína. Nunca vou esquecer o amor com que fui acolhido pelos obreiros e pelas pessoas que trabalhavam naquela casa evangélica de recuperação”, testemunha. Hoje, Diego vive uma nova história, totalmente transformada. Constituiu família, que está junto com ele no Caminho do Senhor, e ainda, através de sua vida, estão andando com Cristo sua mãe, sua irmã e sogra. “A Palavra de Atos 16:31 está se cumprindo na minha família!”, declara com convicção. Para finalizar, Diego deixa uma mensagem aos(as) leitores(as): “A droga é um caminho sem saída, a não ser que exista uma intervenção divina e isto foi o que aconteceu na minha vida: tive um encontro com Cristo. Quero deixar para os(as) leitores(as) da Revista àquela frase que aprendi com meu pai, e que, na época, não dei valor, não quis ouvir e sofri as consequências por isto: droga e bebida não combinam com atleta, não combinam com ninguém, pois a própria palavra diz, é uma ‘droga’, ela vem para destruir. Depois que conheci Jesus as coisas não melhoraram, aprendi pela Bíblia que as coisas não melhoram, elas mudam, se transformam. Jesus me libertou e transformou minha vida, me deu filhos, uma família, trabalho, casa (tenho minha casa própria hoje, para honra e glória de Jesus), Deus nunca deixou faltar nada dentro da minha casa. E, algo que considero muito é saber que, hoje, a minha mãe pode dormir noites boas de sono... devo muito a ela... Deus usou muito a minha mãe. Jesus transformou minha vida depois que me converti!”, finaliza com lágrimas nos olhos.


INFORME

Igreja do Evangelho

QUADRANGULAR Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e eternamente PASTOR JOÃO CAMPOS*

Liderança & relacionamento Experiência é a palavra com a qual posso descrever a participação numa campanha eleitoral. Um momento muito especial, que creio, faz crescer quem o experimenta. A pessoa que se candidata expõe-se, e passa a ser aquele personagem analisado, criticado, elogiado e muitos outros adjetivos cabíveis, por todas as pessoas. Por isso, digo, fazer parte desse processo requer, no mínimo, coragem, determinação e perseverança. Ficamos sujeito a todas as comparações possíveis, assim como, também, encontramos pessoas das mais diferentes personalidades. Saber administrar tudo requer tolerância, paciência e, acima de tudo, sabedoria. Quero, nesta oportunidade, agradecer a todos meus 1194 amigos que confiaram em mim, pois votaram, para vereador, em um candidato apenas pela amizade e propostas. Estes amigos incondicionais, não levaram nada em troca do seu voto, pois

fizemos uma campanha de “política limpa”, sem distribuir nem litro de gasolina, nem cestas básicas, ou qualquer outra troca por votos. Apresentamos nossa história de trabalho, honestidade e compromisso com tudo o que fazemos, sempre respeitando nosso semelhante e isso, com certeza, fez a diferença para alcançar esse número expressivo de votos, mesmo sendo candidato pela primeira vez. Agradeço a todos que colocaram faixas de divulgação em casa, adesivos no carro e no peito, que empunharam bandeira, assumiram seu posicionamento, que foram para rua conosco; enfim, a todos que panfletaram e pediram apoio ao nosso projeto. Que Deus os recompense com as mais ricas bênçãos. Agradeço aos  colegas de ministério e à minha amada Igreja Quadrangular, que confiou em mim para ser seu representante; ao meu bispo regional, reverendo Jaci F. de Jesus, pelo apoio; à

minha equipe de trabalho, que não mediu esforços, sempre, em todos os movimentos; aos nossos irmãos e jovens, que com muita alegria sempre estiveram conosco. Agradeço aos pastores e aos irmãos de outras denominações, que sempre nos receberam com muito carinho e cordialidade. Reforço, aqui, meu compromisso com todos, sempre me colocando à inteira disposição. Agradeço à minha família, que esteve sempre ao meu lado, me incentivando e apoiando e ao meu filho, João Guilherme, responsável pelo material de divulgação e marketing. Agradeço a DEUS, por ter me escolhido para estar à frente de um projeto grandioso que, tenho certeza, está apenas começando, e ainda dará muito bom resultado ao seu Reino.

Igreja do Evangelho

QUADRANGULAR Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e eternamente

Que DEUS nos abençoe.

*João Campos é pastor da 13ª Igreja do Evangelho Quadrangular (IEQ – Victor Issler), em Passo Fundo, graduado em Teologia e Gestão Comercial/MBA Gestão de Pessoas. Contato: prjoaocampos@bol.com.br.

PASTOR MARLON AZEVEDO*

Vivendo em profundidade “Noé, porém, achou graça aos olhos do Senhor... Noé era varão justo e reto em suas gerações; Noé andava com Deus.” (Gênesis 6:8-9) A história deste homem chamado Noé tem muitas coisas a serem destacadas como ensinamentos essenciais para a vivência cristã. Mas, nesta edição vou deter-me nos ‘benefícios que são alcançados pela pessoa que vive em profundidade’, que escolhe se enraizar no relacionamento com Deus. Esta pessoa: 1 – É PERCEBIDA POR DEUS Noé vivia em uma época de perversão e maldade, mas, não compartilhava das mesmas coisas e situações com seus contemporâneos. Neste contexto, Deus decide acabar com aquela geração, porém, dentre todos os habitantes da terra, um chamou a atenção de Deus: Noé. Muitas vezes o ser humano quer ser percebido pelos homens, elogiado, notado e para isto expõe seus valores exteriores somente, porém, na verdade, o seu interior não condiz com a propaganda feita. É como uma árvore onde o caule e os galhos são grandes e bonitos, até mesmo as flores e folhas são lindas, no entanto, o que importa é a raiz, aquela que está escondida e que lhe garante a vida. Assim deve ser aquele que quer ser ‘percebido por Deus’, não adianta querer mostrar um exterior maravilhoso, se o que está escondido revela outra realidade. 2- É APTA PARA SER USADA POR DEUS Deus decidiu acabar com a raça humana, porém, ao observar a todos encontrou um homem que não se contaminou com o veneno dos demais, Deus então resolve usá-lo para um grande propósito de recomeço.

Amigo(a) leitor(a), só estaremos aptos para sermos usados por Deus quando vivermos em profundidade, e isso requer renúncia, desprendimento, coragem e amor verdadeiro ao Senhor. Você deseja ser usado(a) por Deus? Deseja ganhar almas para o Seu Reino? Quer ser uma bênção para todos os que convivem contigo? Então me responda o seguinte: Você tem sido igual às pessoas que te rodeiam? Para estarmos aptos a sermos usados por Deus precisamos ser diferentes da maioria de nossa geração (corrompida, contaminada). Deus quer usar a minoria! 3- PASSA A VER COM A PERSPECTIVA DE DEUS O ‘reino natural’ vemos com olhos naturais. Mas, o ‘Reino de Deus’, o espiritual, é preciso ser espiritual para conseguir enxergar. Noé passou a ver as coisas da sua época com a visão sobrenatural. Os seus amigos e vizinhos o chamavam de ‘velho caduco’ por estar construindo uma arca em época de seca: “Vai chover quando? Tá louco?”. Mas ele tinha um relacionamento profundo com Deus e não dava ouvidos aos carnais, aos murmuradores, aos contaminados; seu interesse estava em obedecer ao Senhor e, por isso foi percebido, usado e honrado por Deus. Deus ainda procura ‘Noés’, homens, mulheres, jovens e adolescentes que queiram fazer a diferença, viver diferente, ser diferente... Para estes a recompensa também será diferente! Que o Espírito Santo nos ajude a sermos profundos e não superficiais; santos e não profanos; justos, fiéis, amáveis, acolhedores, servos, discípulos... Deus os abençoe.

* Marlon Azevedo é pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular Vila Luiza, em Passo Fundo, graduado em Teologia. Contato: marlonazevedo@terra.com.br .

programa

Todos os SÁBADOS das 23h às 23h30min e DOMINGOS das 23h às 24h Rádio Diário AM 570

www.diarioam570.com.br

Rádio Jovem – IEQ Sede programaeh@hotmail.com Eh Programaeh @ProgramaEh

Outubro/Novembro 2012 | Veracidade 15


Clicks

ENViE o seu “click” especial para revistaveracidade@hotmail.com, ELE PODErá sEr PuBLiCADO!

O Ministério “Casados para Sempre” da igreja O Brasil para Cristo, instituído há três anos na igreja, com a liderança de Giuliano e Camilla Cunha, forma novos casais para um verdadeiro matrimônio cristão: de casados a casados para sempre. Nesse período, 21 casais se formaram no curso. Na noite de 29 de outubro, aconteceu mais uma formatura de seis casais que realizaram o treinamento a fim de buscarem cura, fortalecimento e salvação para seu casamento. A formatura foi celebrada no pavilhão da igreja. Após a cerimônia de colação dos formandos, o Pastor Alessandro Dutra realizou o casamento civil do casal Jean e Jaqueline, também alunos do curso. Momentos emocionantes e inesquecíveis!

A II Jornada e a I Jornadinha Cristãs de Literatura contaram com a participação da Livraria Elohim, que montou estande no local, e da Escola do Reino, cujos alunos se deliciaram com a peça de teatro infantil “A Jornada de Sara” e, depois, com um momento de leitura no ônibus biblioteca “O Fabuloso”, um projeto da Prefeitura Municipal que esteve à disposição das crianças durante o evento.

Homens de Negócio nep (Associação de ho Ad da 6 24 lo tu objetivo de forO Capí Passo Fundo, tem o em o ad di se , o) en autoridado Evangelho Pl entre empresários e uo út m o oi ap do s vé sso e talecer valores, atra experiências de suce am lh rti pa m co e qu s re com Jesus. Foi o des, homens e mulhe um relacionamento de s vé ra at l, oa ss pe no Restaurante transformação ira, 14 de setembro, fe axt se de ite no , os presenque aconteceu na ós o delicioso jantar ap de on , ra st le Pa Mac Leth: um Jantar unho pessoal de Fran tes ouviram o testem , radialista, duas ve cisco Rossi, advogado iu pr m cu co (SP) e que zes Prefeito de Osas l. o Deputado Federa três mandatos com Rossi (foto, ao cenO relato de Francisco edificante! tro) foi impactante e 16 Outubro/Novembro 2012 | Veracidade

Pastores Alessa ndro

e Andréia Du tra

O Conselho de Pais da Escola do Reino promoveu um almoço divertido, com direito à peça de teatro encenada pelos próprios pais e a brincadeiras, numa ampla área de lazer e natureza, em Passo Fundo. A festa foi em comemoração ao Dia das Crianças, mas foi diversão garantida e comunhão de pais e filhos e entre as famílias da comunidade escolar.

O Chá de Mulheres na Igreja Espaço Espera ca de duzentas irmãs nça, em setembro, re , para confraternizar uniu cere escutar a Palavra, da, pregada pela m sempre profunissionária Edméia W illiams, que também projeto social cristão falou sobre seu , chamado “Casa de Maria e Marta”, situa Marta, no Rio de Ja do no Morro D. neiro, e que atende crianças daquela co aulas extras e de refo munidade, com rço e com refeições, no turno inverso do tou como aquela co es colar. Ela conmunidade carente te m sido transformad Evangelho. O próxim a pelo poder do o Chá de Mulheres, com brechó e bazar, 15 de novembro, na acontece no dia igreja sede, Rua Urug uai, 2104. O objetiv construção de uma o é ajudar na igreja, no Bairro Jabo ticabal (Passo Fundo) .

A 13ª Igreja do Evangelho Quadrangular festejou a Semana Farroupilha de uma maneira muito especial. Na noite de 22 de setembro realizou um típico Jantar Campeiro envolvendo toda sua membresia e convidados. Estiveram presentes mais de 100 pessoas e, na maioria, vestidas a caráter! O evento iniciou com a ministração de louvores em ritmo gaúcho, seguido de um momento especial de oração. Logo após, a comunidade pode compartilhar o saboroso jantar, onde percebeu-se, mais uma vez, o desprendimento da comunidade liderada pelo casal de pastores Nilson e Marli Antunes. Um dos maiores destaques da noite foi a decoração: linda, planejada e elaborada nos mínimos detalhes!

e Marli Antunes Pastores Nilson

mais clicks em www.facebook.com/revistaveracidade.


Soltando o verbo

Política também é lugar de glorificar a Deus! Muitos crentes dizem: “A política é coisa do mundo!”. Sim, concordo que é “coisa do mundo”, porém, do mundo em que vivemos, do mundo que é de Deus! A política faz parte do nosso dia a dia... Outros dizem: “A política é do diabo!”. Não concordo, pois Cristo é Senhor de tudo e “nEle foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, SEJAM TRONOS, SEJAM SOBERANIAS”, conforme Paulo escreveu em Colossenses e ele está se referindo aos governos, civis ou monárquicos. Entretanto, se os cristãos, que são o Corpo de Cristo na terra, se ausentarem de qualquer cenário, inclusive do político, é óbvio que as trevas vão tentar dominar. O diabo não é dono de nada, só tem alguma coisa quando usurpou. Creio que a principal razão da igreja ser salva e continuar no mundo é para ser o Corpo de Cristo e redimir toda a criação de Deus, para Sua glória. Ou seja, influenciar, iluminar onde há trevas, salgar, dar sabor, mostrar em seu proceder o que são as veredas antigas da moral e dos bons costumes e estabelecer a justiça e o direito. Sou convicto que a solução para este mundo tão corrompido está na orientação da Palavra de Deus sendo utilizada para legislar, governar. Acredito que a partir do dia em que cargos públicos passarem a ser ocupados por homens e mulheres tementes a Deus, que sabem que dependem da Graça dEle para viver e que se importem com o que é justo, as coisas poderão mudar no nosso país, estado e cidade. A honestidade não é inata no ser humano, o natural é o pecado, é o que a Bíblia diz. Por isso, precisamos de administradores públicos que desenvolvam gestões transparentes e legisladores que criem leis em que as ações dos políticos são auditadas, verificadas e tenham participação da comunidade. Os políticos cristãos não devem confiar na sua santidade ou honestidade, mas criar mecanismos de que nin-

guém venha a ter a chance de “cair em tentação”. Inclusive eles próprios. Pois, “aquele que está em pé, cuide para que não caia”. Desta forma, talvez não precisaríamos ver tantos políticos influentes do cenário nacional no banco dos réus, sendo julgados e condenados por corrupção (Vergonhoso! Mas necessário!). E que sigamos punindo todos os corruptos! Sem dúvida, teríamos condições de eleger, nestas últimas eleições, pelo menos cinco vereadores evangélicos (comprometidos com o Reino de Deus) para a Câmara Municipal de Passo Fundo. No entanto, apenas um foi eleito. Claro que é importante termos um representante da comunidade evangélica na Câmara de Vereadores, porém, mais do que eleger “representantes de uma classe”, temos que formar cristãos cidadãos, no seio de nossas igrejas, que venham a aprender uma visão cristã da política e da sua importância. Destes, alguns vocacionados se levantarão para glorificar a Deus na Sua Obra na administração pública. Sim! Ser político tem que ser um chamado, como ser pastor! Os demais entenderão a importância do seu voto e terão consciência crítica e cristã para votar certo, em candidatos do bem, com propostas coerentes com a sua fé e que lutarão pelo bem de toda a sociedade, glorificando a Deus. Sou tentado a questionar por que muitos cristãos não votam em cristãos, mas creio que o trabalho dos pastores ainda é longo e árduo, rumo a um aprendizado, primeiro e, em seguida, ao ensino do povo sob sua liderança para exercer uma cidadania consciente. Não podemos ser imediatistas e nem perder as esperanças. Não podemos achar que, convidar um membro a se candidatar e/ou orientar o povo a votar em um candidato são o suficiente e, com isso, estamos fazendo nossa parte como líderes. Não! Os cristãos evangélicos estão descobrindo, agora, que política também é mais um lugar para glorificarmos a Deus. Avance-

mos, começando por aprender e, também, ensinar aos cristãos evangélicos como serem cidadãos, não comprando votos, não recebendo favores, nem pedindo favorecimentos ilícitos, por exemplo. Participando dos movimentos de classe, de bairros, estudantil, mesmo quando sejam voluntários. E façamos isto a partir de agora, bem antes de um novo processo eleitoral iniciar. Somente assim, a Criação, que aguarda ansiosamente pela manifestação dos filhos de Deus, poderá ser satisfeita. Concluo, afirmando que a Igreja precisa pedir ao Espírito Santo que nos oriente em todas as esferas de atuação social em que os cristãos estão inseridos. Cristo vai influenciar este mundo à medida que cristãos vocacionados ocuparem seus lugares e seus chamados na política, nas artes, na educação, nos negócios, nos esportes, na ciência e assim por diante. Pode parecer uma obra grande demais, mas, como dizia um cristão fervoroso que chegou a ser primeiro ministro da Holanda, chamado Abraham Kuyper: “Não há um único centímetro quadrado em todos os domínios da existência humana sobre o qual Cristo, que é soberano sobre tudo, não clame: é meu!”. Por pastor JOÃO SILVEIRA* * João Silveira é pastor Presidente da Igreja Evangélica Celebrai, em Passo Fundo e Presidente da Conpas (Conselho de Pastores Evangélicos de Passo Fundo). Contato: prjsilveira07@yahoo.com.br .

Outubro/Novembro 2012 | Veracidade 17


De tudo um pouco... Silenciosa, a doença pode levar a muitas complicações, mas é possível prevenir-se, mantendo hábitos saudáveis, como alimentação equilibrada e atividade física.

7,5 milhões de brasileiros adultos são diabéticos Como evitar e controlar o diabetes?

Entenda a doença O que é? Aumento das taxas de glicose (açúcar) no sangue, pela falta da produção de insulina. Qual é o grupo de risco? Pessoas pouco saudáveis, normalmente com mais de 40 anos, obesas e que não praticam exercícios físicos. Quais problemas pode causar? Se não for tratada, pode ocasionar cegueira, problemas de coração, amputações, impotência sexual e problemas nos rins.

Tipo 1 - É necessário ter predisposição genética para desenvolver este tipo. O corpo começa a produzir anticorpos contra si mesmo, destruindo as células do pâncreas. É mais comum em crianças e adolescentes. O tratamento é baseado na aplicação de insulina.

Conheça os diferentes tipos

Tipo 2 - Está relacionado a pessoas com pouca qualidade de vida, que não fazem exercícios físicos e comem muito carboidrato, açúcar e gordura. Isso prejudica o funcionamento do pâncreas, causando diabetes. Para regularizar as taxas de glicemia (glicose no sangue) é preciso tomar medicamentos ou, em alguns casos, injetar insulina.

Atenção se você... Urinar muitas vezes ao dia. Apresentar perda de peso significativa. Sentir fome constantemente. Sentir cansaço frequente.

Gestacional - Se a mulher ganha peso excessivo na gravidez, pode ter diabetes gestacional. A estimativa normal é engordar de 9 a 12 quilos, acima dessa média, o nível de glicose no sangue aumenta. O tratamento é feito com alterações na dieta, mas pode ser preciso o uso de insulina.

Previna-se! Faça exercícios regulares, o que reduz os níveis de glicose no sangue. Tenha uma dieta balanceada, comendo fibras, grãos e evitando o excesso de massas e doces. Faça uma vez por ano o exame de glicemia.

Crianças que fazem a lição de casa diariamente aprendem mais, têm notas melhores e se tornam mais seguras Como ajudar seu filho a estudar melhor

Faça a sua parte

organização • Veja o que ele tem de li|çãoMuitade casa e qual a data da entrega. Ajude-o a

as regras da lição • Converse |Combine com o seu filho e combine com ele uma ro-

organizar o tempo e evitar acumular as tarefas.

|vidas, ajude-o, mas não responda por ele! O  Sem dar respostas •Se seu filho tiver dú-

melhor é dar dicas para que ele pense e chegue à própria conclusão. de barulho • Desligue a televisão e o |Nada rádio e tente eliminar sons que possam atrapalhar a concentração.

chão, no sofá ou na cama, ele não ficará bem. Prefira que ele se sente em uma cadeira, em frente a uma mesa, de modo que fique com o cotovelo na altura do tampo.

tina para a lição de casa. Onde ela será feita, em que horário, quanto tempo vai durar, etc.  Valorize o esforço do seu filho • Mostre que você se interessa pela lição, mesmo que não conheça o conteúdo. Peça, diariamente, que ele lhe explique o que aprendeu de novo na escola.  Incentive-o a rever a lição • Criança costuma ter pressa, quer acabar logo a lição para

de começar • Parar a lição para apon|Antes tar o lápis ou pegar o livro, não é bom. Por isso, | veja se todo o material que ele vai usar está à mão.

|da lição dele, faça algo que não pareça mais  Momento especial • No mesmo momento

arrumado • Organize e deixe limpo o “interessante”. Assim, ele se concentrará me- | |Tudo local definido para seu filho fazer a lição. lhor e não ficará ansioso para terminar.   e conforto • O bem-estar é muito imDisposição em alta • Na hora da lição seu |Luz portante. Verifique a iluminação. Quanto mais |filho precisa estar bem disposto. Ou seja: não confortável ele estiver, melhor!

|hora da lição, pode ajudar ou atrapalhar. No  Boa postura • O lugar do seu filho sentar, na

18 Outubro/Novembro 2012 | Veracidade

pode estar cansado, com fome, irritado, distraído,... O melhor neste caso é resolver o problema primeiro.

poder brincar. Ensine seu filho a sempre revisar o que fez – sejam contas ou textos.  Estimule, mas não ensine • Muita coisa mudou desde que você saiu da escola. Por isso, não tente ensinar a matéria do seu jeito. Isso pode confundir o seu filho. Ensinar é tarefa do professor.  Acompanhe a correção da lição • Veja se a lição foi corrigida. A falta de correção desestimula o aluno. Ele entende que o esforço não valeu a pena. Se isso acontecer sempre, converse com o professor.

| |


Dicas

Por PATRICK KHASSAN

Para Ouvir

Para Ler

“Onde a Fé é pouco ensinada...”

“Tocando o céu com o Louvor...” Muito aguardado pelos fãs, que esperam há 3 anos por um CD inédito da cantora, eis que a espera acabou, pois a simpática e talentosa cantora Mara Lima lançou seu novo CD, intitulado “Vou Tocar o Céu”, produzido por Melk Carvalhedo e com repertório de grandes nomes da música gospel como Anderson Freire e Moisés Cleyton. Além de ser um álbum em comemoração aos 30 anos de ministério da cantora esse novo trabalho é lançado depois da recuperação das cordas vocais que haviam impedido Mara de gravar novos projetos, nos últimos anos. Com 12 faixas ao bom som de música Pentecostal, “Vou Tocar o Céu” teve todas suas etapas criteriosamente pensadas para dar origem a um produto de excelência, desde a escolha do repertório até as locações para as fotos, tudo foi pensando para que o resultado final fosse um verdadeiro presente aos fãs.

A reedição de “PONHA ISTO NA CABEÇA!” – Editora Palavra - revela-nos o quão importante é esse livro para os jovens cristãos universitários. Afinal, o tempo que eles passam na faculdade é de duras provas à fé cristã. Ideias, conceitos, preconceitos, valores e cosmovisões são, por vezes, insistentemente, colocados na cabeça dos discentes. E, para ajudá-lo a resistir essa forte onda, que tenta arrastar todo o campus, é que existe este livro.  “Ponha Isto na Cabeça” é um livro atualíssimo, desafiador... Polêmico, ou seja, parecido com a universidade! Uma ótima ferramenta para pais, líderes, pastores, professores e estudantes que atenderem ao ide de Jesus nas instituições de ensino!

Para Assistir

“Jesus! Tão atual quanto há dois mil anos atrás...” Como seria encontrar-se com um estranho que conhece profundamente sua alma em um momento em que a esperança parece ter desaparecido de sua vida? Jesus aparecendo nas mais inusitadas situações para socorrer aqueles que já não sabem onde encontrar as respostas para o rumo de suas vidas. Nos sete episódios desta série, alguns dos mais importantes ensinamentos de Cristo são revisitados, ambientados nos dias de hoje, testemunhando como Seu amor é incondicional. “Encontros – 7 Histórias”, levará você a perceber o quanto Jesus Cristo está presente e próximo de sua vida e daqueles que o cercam! ...a tua palavra é a verdade. Jo 17:17

CDs - Bíblias - Livros Camisetas - Presentes

Fone: (54) 3311.9751

Cel. Chicuta, 604 - Passo Fundo/RS e-mail: livrariaelohim@gmail.com

HUMOR

vista

Anuncie na re

54

Ligue agora!.0 1 7 1

8431.07 7 1|9 1

TRANSPORTE E TELE ENTREGA

Arara Vermelha Nativa das florestas da América do Sul

PRADO GÁS 54 8416 4055

3313 4857

PASSO FUNDO - RS

71

Moda Infantil e Brinquedos Educativos ENXOVAL PARA BEBÊ CONFECÇÕES, CALÇADOS

54

3329.1304

Av. Flores da Cunha, 2588 | CARAZINHO - RS

EXCURSÕES (VIAGENS, TURISMO) ENTREGAS (PORTES GRANDE E PEQUENO) RAPIDEZ E SEGURANÇA 54

LIGUE 3312 3388

(fale com irmão Nilson) PASSO FUNDO - RS

Outubro/Novembro 2012 | Veracidade 19

P


Curtíssimas Quem disse?

Números

10.693.929

pessoas, conforme dados do Censo 2010, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), residem no estado do Rio Grande do Sul.

496

municípios compõem o estado do Rio Grande do Sul.

42,3 milhões

de brasileiros são evangélicos (22% dos habitantes do país). Dados do Censo 2010, IBGE.

9,2 milhões

de pessoas responderam ao questionário do IBGE (Censo 2010) dizendo-se evangélicos, porém, sem denominação específica. Um verdadeiro fenômeno e que já começa a ser chamado de “os sem igreja”.

6,8 milhões

de pessoas tiveram acesso à Palavra de Deus por meio da Sociedade Bíblica do Brasil, em 2011.

36,4%

das uniões entre casais realizadas no Brasil, em 2010, não foram por meio de casamentos civis e religiosos, mas pela união consensual. Isso é um reflexo de que a vida, hoje, está mais orientada por valores não religiosos.

R$ 8.000.000,00

É o valor que a União irá reaver. Eles estavam depositados em uma conta na Caixa Federal, desde 2006, e deveriam ter sido utilizados para o projeto de construção do novo Presídio Estadual de Passo Fundo. Após constatar irregularidades no contrato com a empresa responsável pelo projeto, o Tribunal de Contas da União paralisou as obras em Junho de 2011 e, até o momento, passados seis anos da aprovação da obra, apenas 7% foi construído. Esta demanda atravessou três governos estaduais.

R$ 428.229.000,00

é a previsão do orçamento do município de Passo Fundo para 2013, R$ 25 milhões a mais do que 2012.

R$ 97.225.135,00

é a previsão do orçamento do município de Passo Fundo para a Secretaria de Educação, em 2013. É com este montante que a população aguarda, ansiosamente, a efetivação de algumas das promessas de campanha do prefeito eleito: distribuição gratuita de uniformes escolares para todos os alunos da rede municipal de ensino e a criação de novas escolas de educação infantil, inclusive com horários alternativos para atender a demanda das mães que trabalham à noite.

R$ 52.074.620,00

é a previsão orçamentária do município de Passo Fundo para a Secretaria da Saúde: 13,78% do total do orçamento do município. A expectativa da população para 2013 é grande, conforme o prometido na campanha eleitoral: Ampliação do atendimento de saúde à população, disponibilizando maior número de médicos, enfermeiros, dentistas, psicólogos e outros agentes públicos de saúde; implantação de novos centros e ambulatórios, para a realização de exames e consultas, em 24 horas, assim como garantia de disponibilização de medicamentos essenciais.

“P

assadas várias administrações ninguém teve o cuidado de ter responsabilidade com a verba que acabou se perdendo por vários atos de omissão. Uma obra que há muito se espera e que é muito necessária para a região. ”

Marcelo Pires, promotor do Ministério Público, ponderando a respeito da perda da verba federal de R$ 8 milhões destinada para construção da Penitenciária Estadual de Passo Fundo.

“Q

ualquer ensinamento que não se enquadre nas Escrituras deve ser rejeitado, mesmo que faça chover milagres todos os dias.”

“A

Martinho Lutero (1483-1546), figura central da Reforma Protestante.

educação deveria ser sempre uma educação com base religiosa... Os pais não deveriam confiar seus filhos a instrutores que os educam irreligiosamente. Colocar nossos filhos aos cuidados de pessoas sem nenhum credo é como entregar ovelhas aos cuidados de lobos.” Dr. Timothy Dwight (1752 – 1817), um respeitável ex-presidente da Universidade de Yale (New Haven, Connecticut, EUA).

“N

osso trabalho sempre respeitou quem pensa er líder é como ser uma dama: diferente, mas o fato de eu crer que a homossexualidade é pecado se você precisa e tê-la deixado incomodou provar que é, então os ativistas. Eles levantam a você não é. ” bandeira da tolerância e do Margaret Thatcher (A Dama de Ferro), primeira mulher a ser primeirarespeito, mas foram intolerantes e ministra britânica, de 1979 até 1990. violentos comigo. O movimento homossexual se transformou num recisamos da Reforma gigante que afronta a Igreja e Protestante hoje, é poucos líderes evangélicos estão uma afirmativa que estou dispostos a enfrentar a injustiça. ” fazendo. Não precisamos Pastor José Ramos Neto, afastado da capelania (Centro de Referência e Treinamento DST/AIDS) de um importante hospital de São de uma ‘nova reforma’, Paulo sem razão, apenas por causa da pressão de ativistas gays. mas de nos apropriarmos, com sinceridade, com ão nos cabe determinação, com convicção, procurar com discernimento, com desculpas para coragem, com atualização, justificar o da sua herança, tornando-a pecado. É nossa não somente autêntica, mas responsabilidade renovada, atual e relevante. ” buscar o meio de Robinson Cavalcanti, bispo anglicano que faleceu no início deste ano, no Recife. Autor de, entre outros, “Cristianismo vencer a tentação.” e Política, teoria bíblica e prática histórica” e “A Igreja,

“S

“P

“N

o País e o Mundo, desafios a uma fé engajada”.

Marisa Lobo, psicóloga, em carta aberta à “pastora lésbica” Lanna Holder, falando sobre sexualidade.

Grande variedade de

BOLSAS

CONHEÇA NOSSOS PRODUTOS

VENHA nos visitar!

Fone: 54 2103 5344

"Mas em todas as coisas somos mais que vencedores." Romanos 8:37 20 Outubro/Novembro 2012 | Veracidade

Rua Morom, 1826 - (fundos do Bella Cittá) - Centro – Passo Fundo

Email: grynagospel@hotmail.com - Facebook: gryna.artigosevangelicos


Palavra viva

PASTOR ÉDER DALCIN*

A mentalidade política frente à desigualdade social Olá queridos leitores, nesta edição gostaria de abordar um tema que acredito ser de extrema relevância, dado o momento em que vivemos: A escolha dos nossos governantes. Há uma passagem bíblica que sempre me causou estranheza e certa curiosidade, mas que com certeza nos ajuda a compreender um pouco da mente humana, quando condicionada a uma situação de domínio ou algum tipo de alienação. O povo de Israel havia sido liberto da escravatura, que por mais de quatrocentos anos lhes afligia. De acordo com as escrituras foi necessário que várias pragas recaíssem sobre seus opressores para que, só então, o Faraó os libertasse. Quando vejo o povo saindo do Egito e desejando voltar pra lá (Êxodo 14:1112) acabo por me perguntar: Será que já aprendemos a lidar com a liberdade gerada pela democracia, ou ainda insistimos em nos comportar como escravos? Existem muitas maneiras de aprisionar e escravizar. No caso da nação de Israel no Egito, os açoites e a violência física eram uma realidade e isso se comprova na situação que levou Moisés a matar um egípcio. Porém, não foi só a este tipo de prisão que o povo de Deus foi submetido. Também conhecemos os motivos que levaram à Reforma Protestante, de Martinho Lutero, no século 16. A estratégia usada para que o povo não adquirisse conhecimento das Escrituras, também configurou, por muitos anos, um tipo de alienação. Temos elegido “um palhaço” com a desculpa de que está tudo uma palhaçada mesmo, temos dito que pior não fica e, assim, elegemos um personagem como o Tiririca (não me refiro às pessoas e, sim, aos personagens). Não será isso uma maneira de fugir e evitar o confronto com a nossa própria mentalidade? Mentalidade esta que nos mantêm subjugados a um sistema, a um comodismo e a

uma sensação de impotência diante de tanta injustiça e desigualdade social. O fato de termos sido um país colonizado deixou marcas muito fortes, que hoje se refletem na nossa maneira de agir e reagir frente às situações que se nos apresentam. Passamos a outros a responsabilidade de governar, como se isso não nos influenciasse e como se, em nenhum momento, o que é decidido pelos políticos nos afetasse diretamente. Assim, preferimos não nos envolver, alguns por descaso, outros por descrédito e, ainda outros, por pensar que política não é de Deus e sim do maligno. Ouvi uma frase cujo autor, antes, era desconhecido para mim, que me fez repensar o posicionamento político: “O pior castigo para aqueles que não gostam de política é que serão governados por aqueles que gostam”. Seu autor foi Arnold Toynbee, um economista britânico que se preocupou com justiça social. Acredito que existe uma maneira de mudar tudo isso, e Jesus nos ensina com muita propriedade, quando fala que somos o sal da terra e a luz deste mundo (Mateus 5:13-16). Precisamos novamente de reforma, uma reforma em nossa maneira de agir e pensar. Necessitamos, cada vez mais, de cristãos inseridos nos mais diversos setores da nossa sociedade, inclusive na política, somente assim poderemos influenciar positivamente nas decisões, nas leis e nas prioridades que determinarão se teremos mais igualdade, justiça e paz. Que Deus abençoe!

Pastor SÉRGIO

Igreja Evangélica Fogo Santo

Participe de nossos cultos Segundas-feiras às 20h

Sextas-feiras

Terças-feiras

às 20h

Sábados

às 20h

Quintas-feiras

às 20h

Domingos

às 19h

às 15h

Pastor André Wasen

(54) 9951.4105 - andre.wasen@yahoo.com.br

Av. Petrobrás, 510

Bairro Dona Elisa

prox. ao Campo Delmar Sittoni

IGREJA ASSEMBLÉIA DAS

TESTEMUNHAS DE JESUS Bairro ZÁCHIA

REUNIÕES Terças-feiras às 20h Sextas-feiras às 20h Domingos às 19h

Rua Egon Stangler, 166

Bairro SÃO LUIZ * Éder Dalcin é pastor Presidente da Igreja Missão Mundial, em Passo Fundo, acadêmico de Psicologia e VicePresidente da Conpas (Conselho de Pastores Evangélicos de Passo Fundo). Contato: pastor.eder@hotmail.com .

REUNIÕES Segundas-feiras às 20h Quintas-feiras às 20h Sextas-feiras às 15h

Rua Carmem Miranda, 603

(54) 9986 7591 – PASSO FUNDO / RS

Outubro/Novembro 2012 | Veracidade 21


INFORME

dro e Daniela Pastores Alexan

“Até aqui o SENHOR nos ajudou.” PARE DE

SOFRER!

Existe uma solução para o seu problema! Terça 15h | Quarta 20h Sexta 20h | Domingo 19h30

Disk Oração: (54) 9125 1173

IGREJA NOVO

(1 Samuel 7:12b)

Em comemoração ao aniversário de sete anos das Igrejas Novo Reino, de 24 a 30 de setembro, foi realizada uma semana especial de cultos, com a participação de vários pregadores e cantores, na Igreja Sede de Passo Fundo. Foram dias únicos, com muitas bênçãos derramadas por Deus! “Agradecemos a JESUS, aos irmãos em Cristo, aos cooperadores e amigos da obra, que estiveram conosco nestes sete anos de trabalho em prol do Reino de Deus.” Pastores Alexandro da Luz, Altair, Wagner, Gerson, Josinei e membros da igreja Novo reino

REINO

Rua General Osório, 1985 - Centro - PASSO FUNDO - RS novoreino@hotmail.com

CINTOS BOLSAS ACESSÓRIOS

54

3313 6275

AVENIDA PRESIDENTE VARGAS, 389 PASSO FUNDO - RS

RS

ADORAÇÃO

exandro m pastor Al ORAÇÃO co

LOUVOR

LAVAGEM E ESTACIONAMENTO

Sandra (54) 9151

3123 – (54) 9928 2923

Rua Independência, 2032 (ao lado do CTG Osório Porto) PASSO FUNDO - RS

LC METALÚRGICA E FUNILARIA • Portões Eletrônicos • Portas • Janelas • Grades • Calhas • Serviços em geral 54

9964 1916 9964 2369

Rua Capitão Araújo, 1078 Centro – PASSO FUNDO/RS

LAIMER

E DANÇA COREOGRAFIA

PALAVRA

Vem AÍ!

2ª CONVENÇÃO DAS IGREJAS NOVO REINO DE 23 A 25 DE NOVEMBRO PROGRAMAÇÃO:

TEMA: “E sobre essa rocha edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.” (Mateus 16:18b)

23/11 (SEXTA-FEIRA), ÀS 19h30 - Abertura Oficial com a participação da MISSIONÁRIA EDYRLAYNE.

LOCAL: IGREJA SEDE

24/11 (SÁBADO), ÀS 19h - Culto de Avivamento e Poder com a participação da MISSIONÁRIA EDYRLAYNE.

Rua General Osório, 1985 Vila Luiza - Passo Fundo – RS

INFORMAÇÕES:

25/11 (DOMINGO), ÀS 19h - Grande Culto de Encerramento e Comunhão com a participação do conferencista internacional CLAUDIO MONGELOS.

(54) 9125 1173 / (54) 9926 1860 E-mail: novoreino@hotmail.com / Rádio Novo Reino web

AUTO MECÂNICA

Aprenda a pensar em

Inglês

ASSESSORIA CONTÁBIL

Ernani Laimer Júnior TC/CRC/RS 76.894

Adriano Sperandio

Fones 54 3632 1101 | 8143 7499

3311 9144 9998 2920 – 9906 8664

Rua Morom, 1356 Galeria Frediani – sala 21 Centro – PASSO FUNDO - RS

22 Outubro/Novembro 2012 | Veracidade

HOUSE TEATRO LIFE

FONES: 54

Rua Minas Gerais, 1570 - Lucas Araújo PASSO FUNDO - RS

Since 1998

English Solutions

Fluência em 1 ano Aulas particulares Horários flexíveis Atendimento na escola ou na empresa

Passo Fundo: 54 3045.1959 Erechim: 54 3712.1998

Marau: 54 3342.8755

www.outstandingenglish.com.br

PRESTADORA DE SERVIÇOS

Colocação de pisos e porcelanato Forro PVC Reformas em Geral

Rodrigo (54) 8113 3854 (54) 9164 8840 Rua 7 de Agosto, 747 - Boqueirão - PASSO FUNDO - RS

Cabeleireiros MEGA HAIR MECHAS CORTE MASCULINO CORTE FEMININO ESCOVA PROGRESSIVA COLORAÇÃO HIDRATAÇÃO

3312 0068

(54) AGENDE SEU HORÁRIO! Av. Sete de Setembro, 101 – Sala 03 PASSO FUNDO - RS


Bairro São José Terças-Feiras 19h30min

PROSPERIDADE A minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder 1 CORÍNTIOS 2;4

Quartas-Feiras - 15h e 19h30min

PROSPERIDADE :: Pr. Lázaro Menegoni

Pr. Lázaro Menegoni

Quintas-Feiras 19h30min

O SENHOR PELEJARÁ Pr. Joel do Carmo AV. LUIZ DE CAMÕES 94 BAIRRO SÃO JOSÉ

Quintas-Feiras - 15h e 19h30min

LIBERTAÇÃO E O CORREDOR DAS REVELAÇÕES :: Pr. Eduardo de Souza Sextas-Feiras - 12h

ABUNDÂNCIA DE DEUS :: Pr. Dionatan Boeira Sábados - 15h e 19h30min

O CLAMOR PELA FAMÍLIA :: Pr. Eduardo de Souza e Pra. Maria de Souza

ATENÇÃO Dias 21 e 23 de Novembro - 15h e 19h30min PR. JAIR RIBEIRO - Rio de Janeiro, RJ

Av. 7 de Setembro, 186 (ao lado da GARE) Centro - Passo Fundo RS.

OUÇA O

PROGRAMA

VITÓRIA Rádio Diário da Manhã AM/570 Segundas 22h30min Terças 22h Quartas 22h30min Quintas 22h Sextas 22h Sábados 22h30min CONTATOS:

programavitoria@hotmail.com VISITE-NOS:

www.iprd.com.br

Livraria e Moda Gospel

Marca da Promessa

Outubro/Novembro 2012 | Veracidade 23


54

8433 5525 3584 1604

Filosofia, método e currículo cristãos.

A PRIMEIRA HABILITAÇÃO VOCÊ NUNCA ESQUECE.

Revista Veracidade Outubro/Novembro  

Revista Veracidade Outubro/Novembro

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you