Page 1

o espaço da arte e do profissional

Galeria de tattoos Novas referências de artes para você

vanessa torrez: Art Nouveau na pele suspensão humana

o! v i s u l exc

Entrevista com o body piercer Snoopy

Imprensa erra... Mas reconhece. E aprende com profissionais

estilos e artistas

Os grandes nomes da tattoo no País

Convenções: os premiados de Porto alegre e os eventos no Brasil e exterior


[Índice] [Jornal Tattoo]

Convenções: Paraíba, Belo Horizonte e Argentina Agenda: o que ainda vai rolar! P.44 [Minhas Tattoos] [Portfolio]

“Um artista está sempre aprendendo” diz Willian Eduardo, o tatuador em destaque nesta edição

Vanessa Torrez, a modelo da capa, fala sobre os desenhos em sua pele. Entre eles o que foi inspirado na obra de Alfons Mucha P.50

18

[Galeria de Arte]

Foto: Alexandre Tavares

Os melhores trabalhos como referência para você

P.28

[Estilos e Artistas] [Tattoo na Mídia]

JT erra e SBT tenta corrigir

24

editorial mensagens Convenção Cultura e afins Body art

[Tattoo Brasil]

Bola fala de convenções e profissão em Porto Alegre (RS)

10

saúde desenho estudo

4 5 14 26 38 52 54 56

Galo

Brinkedo

César

Exclusivo Artistas convidados mostram seus trabalhos P.6 e estilos preferidos

Namaã

André Rodrigues

Neto

3 Tatuadores & Body Piercers


[Editorial]

N

Compromisso e informação

esta 3ª edição, Tatuador s e Body Piercers traz uma entrevista sobre suspensão com o body piercer Snoopy, que aproveita o espaço para desabafar sobre a atual situação

do piercing no país. Uma oportunidade para você conferir também notícias importantes na

seção Jornal Tattoo e saber como participar da campanha de regulamentação da profissão dos tatuadores e body piercers. Uma matéria sobre cicatrização vai ajudar as pessoas a entenderem um pouco mais sobre o processo que passa a pele depois de ser tatuada e perfurada e os cuidados que devem ser tomados para um resultado perfeito. Na sessão portifólio, vamos conhecer de perto o trabalho do tatuador Willian, que expõe sua arte em peles e telas. A revista traz também o artigo da psicóloga Patrícia Bahia, um estudo sobre os significados envolvidos no ato de pintar a pele definitivamente. Discutimos também um assunto que causou revolta nos tatuadores no mês passado, a polêmica matéria do Jornal da Tarde. Além disso, esta edição está mais divertida graças à nova personagem do quadrinista Márcio Baraldi, a Lady Tattoo, que retrata com muito bom humor o dia-a-dia de uma tatuadora, uma homenagem de Baraldi as mulheres que conquistam cada vez mais espaço na body art. Por fim, agradecemos aos colaboradores, parceiros, anunciantes e aos profissionais da body art que, com muito ânimo nos ajudaram em mais um fechamento editorial da revista. E em especial o apoio dos nossos leitores que prestigiam este trabalho e contribuem com sugestões, críticas e opiniões fundamentais para a evolução constante deste projeto editorial. A equipe deseja uma boa leitura a todos!

[Expediente] Coordenação Editorial Izabel G. Araújo Sérgio Regis Paes Redação e Reportagem Juliana Guerra Consultoria editorial Barata (Vinícius Guerra Paes) Colaboradores Alexandre Saraiva e Alessandro Tavares Fotografia Márcio Baraldi Quadrinista Marília Scomparin Pesquisa e Cliping Milze Kobashikawa Body Piercing Projeto gráfico JVS Gráfica e Editora Ltda. Direção de arte Sérgio Regis Paes - Mtb: 20.715 Design e Diagramação Rodrigo Piva Publicidade André Kolesnik Mozor Izabel Guerra Impressão HR Gráfica e Editora Ltda. Distribuição S. A. O Estado de São Paulo

[Contatos] Informações e Solicitações: revista@revistatatuadores.com.br Envio de Fotos ou Desenhos: foto@revistatatuadores.com.br Espaço do Leitor: redacao@revistatatuadores.com.br Publicidade: publicidade@revistatatuadores.com.br Solicição de exemplares: revista@revistatatuadores.com.br I S S N 18 0 9 - 6719

w w w.revistatatuadores.com.br

CAPA Modelo: Vanessa Torrez | Tatuagem: Mauro Nunes | Fotografia: Alexandre Saraiva A foto da capa faz parte do ensaio “Garotas Tatuadas” de Alexandre Saraiva. O fotógrafo é formado e pós graduado em publicidade. Desde 96 trabalha profissionalmente como fotógrafo, e já é reconhecido internacionalmente. Hoje em dia ele se dedica à imagens publicitárias, editoriais de moda, catálogos, e projetos pessoais como o que ilustra a capa desta edição. O projeto “ Garotas Tatuadas” será exposto na 10ª Convenção Internacional de Tatuagem de São Paulo, que acontece no mês de outubro, em São Paulo. Site: www.alesaraiva.com.br | Contato: alexandresaraiva@hotmail.com.br

Jul/Ago/2006  Tatuadores & Body Piercers

Publicação editorial e produção gráfica realizada por JVS Gráfica e Editora Ltda - Fone/fax: (11) 3871-0809. e-mail: jvsgraficaeditora@uol.com.br ATENÇÃO: INFORMAÇÃO IMPORTANTE

A Revista Tatuadores & Body Piercers considera autorizada a publicação das fotos de pessoas, tatuagens e desenhos enviadas à sua redação. Portanto, só devem ser enviadas à Redação fotos para publicação.


[Mensagens]

Espaço do leitor

Este espaço é dedicado as opiniões, sugestões e críticas do leitor. Nossa redação esclarece dúvidas e publica mensagens que exponham idéias e proponham debates. Além disso, acreditamos que através da revista Tatuadores, os profissionais possam ampliar o contato com seu público.

Escreva para Revista Tatuador s:

redacao@revistatatuadores.com.br ou pelo Telefone/Fax: (11) 3871-0809 aos cuidados da redação.

 As

mensagens recebidas podem ser editadas em função do espaço disponível na seção ou para uma melhor compreensão do que está sendo dito.

 Olá, meu nome é Abelardo, faço tattoo há mais ou menos um ano em um espaço que reservei na minha casa. Gostaria de dar os parabéns pela revista e destacar a matéria sobre o glutaraldeído, que foi muito esclarecedora. Só gostaria de saber se o ácido peracético, se usado corretamente, é eficiente contra doenças como a hepatite C e o vírus HIV. Se possível, publiquem uma matéria sobre como esterilizar os equipamentos não descartáveis pois a realidade é que muitas pessoas, como eu, não têm condições de comprar uma autoclave. Abelardo Resposta: Abelardo, o ideal é você adquirir uma auto-clave o mais rápido possível, já que ela é o único equipamento realmente eficaz na esterilização de materiais não descartáveis, como biqueiras e hastes - lembre-se que agulhas e batoques devem ser sempre descartáveis! A não realização desses procedimentos pode comprometer a saúde de seus clientes. Segundo a biomédica Lusiane Camilo Borges, “ é comprovada a resistência de alguns microorganismos ao calor seco (estufa)”, por isso não basta possuir um forninho

odontológico. O material que não pode ser submetido a altas temperaturas deve ser submerso no ácido peracético durante 1 hora, a substância é um potente esterilizante e não há relatos de resistência microbiana a este princípio ativo. Mas lembre-se que A ESTERILIZAÇÃO POR AUTOCLAVE É INDISPENSÁVEL PARA UM PROCEDIMENTO SEM RISCOS! O material deve ser esterilizado somente no ácido peracético apenas em casos de emergência. Além disso, é imprescíndível realizar o teste biológico da auto-clave regularmente. Fique atento também quanto às condições de higiene do seu local de trabalho. Seguindo a sua sugestão, na próxima edição publicaremos uma matéria sobre esterilização para esclarecer outras dúvidas, ok? Abraço, RTBP

PROCURA-SE TRABALHO  Sem dúvida essa é a melhor revista disponível no mercado brasileiro. Até que enfim chegou uma revista de qualidade onde as fotos de tattoo são selecionadas, isso prova que o mercado brasileiro de tatuagem não perde em nada para os “gringos”. Como tatuador, fico muito feliz em ter uma revista dessa qualidade no Brasil, isso mostra a evolução dessa nobre arte no pais. Aproveitando o espaço quero deixar um recado: Preciso trabalhar urgente num Studio de tattoo, pois vim de Piracicaba interior de SP e estou desempregado. Já trabalhei 1 ano Red Spiders Tattoo e 2 meses no Klar Tattoo, ambos em Piracicaba. Tenho 6 anos de curso de desenho, sou ex- professor de desenho, trabalho há 10 anos como desenhista e há 4 anos como tatuador. Moro no bairro da Liberdade (SP) e tenho 20 anos. Se interessar a algum Studio de tattoo, por favor entrar em contato: Tel.: (19) 92125520 ou (11) 32770231 Muito obrigado. Leonardo Henrique de Almeida (Fractal)  Olá pessoal da revista Tatuadores! Escrevo-lhes para parabenizá-los pela extraordinária qualidade da revista, que na minha opinião é a melhor do país! Desejo muita sorte a todos vocês, que continuem divulgando esse maravilhoso mundo da body art que com

Nota da redaÇÃo Para publicar seu trabalho nesta revista Informe sempre o nome do tatuador, estúdio, cidade e estado. Seções Galeria e Desenhos Envie seus trabalhos por e-mail. Para ser publicada com boa qualidade envie imagem com 300 DPI de resolução, em formato JPG para reprodução em tamanho original. Para contatos com a Revista Tatuadores & Body Piercers: redacao@revistatatuadores.com.br - cartas, dúvidas e sugestões de pautas foto@revistatatuadores.com.br - fotos de tattoos, piercings, outras imagens e desenhos publicidade@revistatuadores.com.br - para anunciar na revista revista@revistatatuadores.com.br - pedido de revistas e assinaturas para todo o Brasil Fone/fax.: (11) 3871-0809

muito orgulho faço parte. Fiquem com Deus e até a próxima!!! Um grande abraço, EVELYN

 Chegou o que faltava, uma revista recheada com boas matérias, principalmente as que orientam sobre os riscos de doenças infecto-contagiosas, além da qualidade dos trabalhos publicados. Esperamos que continue com várias boas matérias, pois já estamos cansados de adquirir revistas somente para ver fotos, muitas vezes sem a qualidade que se espera. O difícil é esperar 2 meses pela próxima edição. Espero ter minha foto sendo tatuada na próxima edição! Vida longa a Tatuador@s & Body Piercers. Fábio C. Demarchi - Santo André - SP CRIATIVIDADE!  É possível tatuar essa palavra em todas as páginas da Revista Tatuadores e Body Piercers. Quando eu fui a banca de jornal ver as revistas sobre tatuagens deste mês, eu pensei novamente: - Vou aumentar minha coleção, mas sei que vou comprar outra revista igual a do mês passado, e igual a do mês retrasado,etc, etc... Afinal de contas, as revistas que tem por aí, são apenas catálogos de desenho (E isso eu já tenho!!). Eu queria uma revista com desenhos sim, mas com conteúdo a mais, diferente, com criatividade, informação, matérias ousadas, sugestões... Quando olhei para Tatuadores e Body Piercers confesso que fiquei ressabiado, mas ao folhear.... Carambaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!! Saímos da “mesmice”!! Fui lendo no ônibus, na faculdade, em casa... Viciei....!!! É bom saber que existem pessoas que perceberam que não é difícil pensar!!! Ainda mais, para quem está escrevendo sobre um assunto que é pura imaginação. Parabéns... Sem hipocrisia, vocês fizeram a diferença. Agora mantenham a diferença em pé, firme, forte e tatuada!!! Abraços, Alberto Campi – São Paulo - SP

O significado do símbolo no nome da revista tatuador s

O uso da @ com uma pequena intervenção gráfica possibilita uma leitura comum aos dois gêneros do nome da revista - Tatuadores/as – feminino e masculino. É essa a idéia dos editores, utilizar o símbolo com o significado de e/a. A Revista Tatuador s pretende, dessa forma, contemplar os homens e mulheres, profissionais da tatuagem e do body piercing, no Brasil.

Jul/Ago/2006 5 Tatuadores & Body Piercers


realismo / P&B

[Estilos e Artistas]

realismo

André Rodrigues é tatuador há 5 anos, decidiu se dedicar a tatuagem depois de 6 anos dando aulas de desenho. Além de realismo curte muito o new school, mas como ele mesmo diz, “tatuagem boa é tatuagem bem feita, independente do estilo!”

Nome: Naamã Studio: Desxsordem Tattoo Araraqura (SP)

Jul/Ago/2006  Tatuadores & Body Piercers

Nome:

André Rodrigues Studio:

Polaco Tatoo São Paulo (SP)

P&B

Naamã, 36 anos, é de Araraquara (SP) e tatua há 6 anos no seu próprio estúdio. Ele já coleciona 18 prêmios de convenções nacionais e internacionais. O estilo que mais gosta é o preto e branco, sempre ligado à figuras “from hell”.


New School / Old School

[Estilos e Artistas]

New School

Brinkedo Tatua profissionalmente há 12 anos, seu trabalho é marcado pela influência do graffite, que já praticava antes de se tornar tatuador. Gosta de trabalhar com suas próprias criações que são feitas a partir da idéia do cliente

Nome:

Neto Studio: Led´s Tatto

Nome:

Brinkedo Studio:

Stone Age Tattoo São Paulo (SP)

Old School

Neto tatua há 12 anos. Seus estilos preferidos são: old school e oriental

São Paulo (SP)

Jul/Ago/2006  Tatuadores & Body Piercers


Oriental / Comics

[Estilos e Artistas]

Oriental

Tatuador de Porto alegre (RS), César admira o trabalho tradicional japonês mas gosta de criar com liberdade em cima do estilo. Além disso, ele trabalha muito com o free-hand, que segundo ele é a melhor maneira de adaptar a arte ao corpo

Nome:

Galo Studio: Galo Tattoo

São Paulo (SP)

Jul/Ago/2006  Tatuadores & Body Piercers

Nome:

César De Cesaro Studio:

The Cut Tattoo Porto Alegre (RS)

Comics

Galo tatua há 4 anos e diz gostar de todos os tipos de desenhos, mas já se destaca no comic´s, estilo que lhe rendeu vários prêmios em convenções. Além disso, ele curte criar séries comerciais e seus próprios personagens


[Tattoo Brasil]

Atitude

no Sul do País Um dos realizadores do 2 o Porto Alegre Tattoo Festival, o tatuador Leandro Pereira Flec k, o Bola, conversou com a Revist a Tatuadores durante o evento e falou sobre a profi ssão na sua cidade e sobre a sua trajetória nessa arte corporal. Confi ra!

Por Juliana Guerra RTBP: Como foi montar as duas edições da convenção , o que esse evento significa para os tatuadores do Rio Grande do Sul? Bola: A primeira foi feita num formato nada audacioso, algo bem modesto. O pessoal participou, curtiu, e a 2a foi mais fácil, porque as pessoas já sabiam o que a gente queria fazer e entenderam a nossa proposta. É esse tipo de evento que ajuda a quebrar o preconceito que ainda existe. O nosso objetivo ao fazer essas convenções aqui no Sul é unir os profissionais. Não queremos crescer demais e mudar o formato do evento para não perdermos contato com os expositores. RTBP: Como foi a convenção deste ano? B: Foi uma realização minha e do Lagarto (Lagarto Tattoo) e superou as nossas expectativas. Foi emocionante ver a galera toda trabalhando, o pessoal se empenhando pra participar do concurso, a palestra que teve...foi incrível! No ano passado nós chegamos a colocar 6 mil pessoas. Esse ano, a princípio na sexta e no sábado já foi comprovado que o público foi o dobro comparado ao do ano passado. RTBP: Como você vê a profissão em POA, a tatuagem é bem aceita pela sociedade? B: Com relação ao preconceito aqui é como em qualquer outra cidade, existe ainda aquele preconceito que vai sendo quebrado através desse tipo de eventos. Tentando mostrar pro pessoal que tatuagem não é um bicho de sete cabeças, como muita gente pensa que é e também para conscientizar o pessoal, com relação a assepsia e higiene. Hoje em dia os tatuadores estão muito preocupados e comprometidos com es-

Jul/Ago/2006 10 Tatuadores & Body Piercers

Família reunida (mulher e filhos): Igor, Vera Lucia, Yan e Bola


[Tattoo Brasil]

ses cuidados. E um exemplo disso, é que a maioria

eu nem sabia que ele tatuava mais, ele tatua em

já possui auto-clave. Isso ajuda a acabar com aquela

Florianópolis (SC), já tatuou na Bahia, em vários es-

imagem que as vezes o governo tem com relação ao submundo da tatuagem, de que é uma coisa “underground”, hoje em dia não é mais. RTBP: Vocês tem algum contato com profissionais de outros Estados do país? B: Eu, o Lagarto e mais uma loja do Rio Grande do Sul estamos associados ao Sindicato das Empresas de Tatuagem e Body Piercing do Estado de São Paulo (SETBPESP), para poder receber informações do que está acontecendo lá e repassar para o maior número de pessoas aqui no Sul, mesmo sem poder contar

Um bom tatuador é aquele que quando termina uma tatuagem, fica preocupado em saber se a pessoa que foi tatuada, realmente ficou feliz em carregar um trabalho feito por ele.

tados. Ele veio visitar a convenção e me procurou, foi um “remenber” de tudo. Eu disse para ele o que me proporcionou o nosso primeiro contato, quando ele disse que eu tinha potencial pra desenhar e que eu poderia ser um bom tatuador. Naquela hora, eu não levei fé nisso, mas batalhei bastante, e hoje estou aqui. Não comecei com nenhum tipo de apoio, muita gente fala: “o pessoal tem que dar oportunidade pra quem está começando, ninguém começa com estúdio montado”. Com certeza não, mas hoje em dia começa com bem mais informações pra trabalhar da forma correta do que antigamente.

com algumas assistências por causa da distância. Se tem alguém fazendo alguma coisa pela tatuagem a

RTBP: Quais os artistas que você admira?

gente apoia e tenta ajudar porque é a nossa vida. Eu

B: Admiro muito os trabalhos de Filip Leu,

sustento a minha família, os meus 2 filhos e a minha

Bob Montagna, Jack Rudy, Brian Everet, Robert

esposa, com o meu trabalho.

Hernadez, Paul Booth e Stephanie Chaudesaigs. Aqui no Brasil, gosto muito do estilo do Mauro

RTBP: Quando e como você começou a tatuar,

Nunes, André Rodrigues e Glauco Tattoo, que na

o que despertou o seu interesse pela tatuagem?

minha opinião, foi um dos pioneiros e é um dos

B: Eu trabalho como tatuador há 17 anos. O in-

melhores tatuadores aqui de Porto Alegre.

teresse surgiu a partir de outros tatuadores, eu me espelhei num tatuador. Inclusive rolou uma curiosi-

RTBP: O que você diria pra quem está co-

dade nesse evento: o cara que me vendeu a minha

meçando a tatuar agora? O que é necessário

primeira máquina, o Ricardo Tattoo, apareceu aqui

para ser um bom tatuador?

Jul/Ago/2006 11 Tatuadores & Body Piercers


[Tattoo Brasil]

É difícil a gente botar na cabeça de um tatuador que ele está trabalhando da maneira errada, mas é fácil a gente conscientizar o público que ele pode procurar o profissional que está trabalhando da forma correta. B: Começar da maneira correta. Se espe-

isso, explicamos pra eles qual é a diferença

lhar nos ótimos tatuadores que nós temos em

do bom e do mal profissional para informar

todo o Brasil, que trabalham certo pela tatu-

o público em geral. Porque é difícil a gente

agem, que zelam pela imagem da profissão.

botar na cabeça de um tatuador que ele está

O iniciante tem que procurar valorizar todo

trabalhando da maneira errada, mas é fácil a

esse trabalho que o pessoal teve para manter

gente conscientizar as pessoas que elas podem

o nome da tatuagem limpo. E por isso que nós

procurar o tatuador que está trabalhando de

estamos lutando ainda. Nas convenções nós

forma correta.

demos destaque à temas como a ética, o pro-

Pra mim, um bom tatuador é aquele que

fissionalismo e a biossegurança. Conversamos

quando termina uma tatuagem, fica preocupa-

com o pessoal de todas as mídias que se inte-

do em saber se a pessoa que foi tatuada real-

ressaram em fazer cobertura do evento sobre

mente ficou feliz em carregar um trabalho feito por ele. É o cara que zela pela sua integridade e a do cliente, é humilde, sincero e nunca está satisfeito e achando que não tem mais o que aprender.

Bola foi um dos organizadores do 2ª Porto Alegre Tattoo Festival, evento que chamou também a atenção da mídia televisiva

Jul/Ago/2006 12 Tatuadores & Body Piercers


[Convenção]

IIº Porto Alegre Tattoo Festival

a

União Respeito e Ética Por Portal Tattoo

Jul/Ago/2006 14 Tatuadores & Body Piercers

s palavras acima parecem uma receita para o sucesso? Exatamente! E sucesso agora é a quarta palavra do lema deste evento que reuniu profissionais de tatuagem, piercing e arte corporal, além de visitantes de diversas partes do país. Além dos estandes de tatuagem e piercing, muitos representando grandes ícones da arte na pele, o evento ainda contou com estandes de moda e acessórios, uma centra l de esterilização, uma galeria de artes onde ficaram expostos os quadros produzidos pelos tatuadores e uma praça de alimentação tranqüila, de onde as pessoas podiam assistir em um telão, a diversos vídeos sobre assuntos relacionados à tatuagem. Durante todos os dias, houve sorteios de brindes, tatuagens, piercings e muito mais, tudo isso ao som da Rádio POA Tattoo Festival e seu variado repertório. O evento também contou com um workshop sobre escarificação, piercing e suspensão com o renomado body piercer Snoopy, de São Paulo, além de duas palestras: uma sobre Biossegurança e outra sobre ética e sindicalização com o integrante do Sindicato dos Tatuadores de São Paulo, Carlinhos Tattoo e Nestor. Profissionais de limpeza e recolhimento de material Bio-infectante estiveram presentes tornando o evento mais agradável e muito seguro, assim como uma grande equipe de orientadores, sempre disponíveis e cordiais. “O festival se desenvolveu em um clima perfeito, foi uma grande confraternização.” - afirma o tatuador e expositor Vela, do estúdio Alien Tattoo. Como não poderia deixar de ser, o concurso esteve lotado de espectadores e repleto de ótimos

trabalhos. “O melhor do evento foi ver a alta qualidade dos trabalhos” - afirma Vela Tattoo. Foram premiados o primeiro e segundo lugares nas categorias: Colorido, Old School, New School, Comics, Preto e cinza, Tribal, Portrait, Costas, Oriental, Realismo, tatuador revelação, piercing mais exótico e melhor tatuagem do evento. A apresentação das tatuagens foi filmada e mostrada no telão para que o público pudesse ter uma melhor visualização das mesmas. Também ouve premiação para os primeiros e segundos lugares na categoria série de desenhos. O primeiro lugar na categoria Série Colorida foi para o Sidney e o segundo lugar ficou com André Rodrigues. Na categoria Série Preto e Branca, Sidney foi o primeiro lugar e Ratinho Tattoo o segundo. Domingo foi o melhor dia para a visitante e tatuadora Aline Morellato que compareceu nos três dias de evento e acrescentou: “O melhor do evento foi a mostra dos trabalhos no concurso e as tatuagens sendo feitas ao vivo.” O fotógrafo profissional Ricardo Lage marcou presença e clicou as tatugens e personalidades que circulavam pelos corredores. O Portal Tattoo, mais uma vez, chegou junto e registrou tudo. O II Porto Alegre Tattoo Festival, com sua notável organização, obteve um resultado muito positivo e pôde contribuir, mais uma vez, para engrandecer a nossa arte que merece sempre muito respeito e reconhecimento. Parabéns a todos que contribuíram com este grande sucesso. Um forte abraço da Equipe Portal Tattoo e Revista Tatuadores & Body Piercers


Tattoos premiadas IIº Porto Alegre Tattoo Festival 2006 Fotos: Portal Tattoo

Por Verani (Verani Tattoo) 1º Lugar - Colorida

Por Marcelo (Rebel Arts) 1º Lugar - Comics

Por Mana (Scorpions Tattoo RS) 2º Lugar - Colorida

Por Palermo (Vertigem Tattoo) 1º Lugar Costas

Foram premiados o primeiro e segundo lugares nas categorias: Colorido, Old School, New School, Comics, Preto e cinza, Tribal, Portrait, Costas, Oriental, Realismo, tatuador revelação, piercing mais exótico e melhor tatuagem do evento

Por Xande (La Luz de Jesus) 2º Lugar - Costas

Por Guinho (Guinho Tattoo) 2º Lugar - Comics

Por Eder (Tattoo Arte) 1º Lugar - Feita no evento

Por Toucinho (Upgrade Supplies) 2º Lugar - Feita no evento

Jul/Ago/2006 15 Tatuadores & Body Piercers


[Convenção]

Por André Rodrigues - 1º Lugar - New School

Por Eder (Tattoo Arte) 1º Lugar - Old School

Por Jorge (Vertigem Tattoo) 1º Lugar - Oriental

Jul/Ago/2006 16 Tatuadores & Body Piercers

Por Robério (Beatnik Tattoo) - 2º Lugar - New School

Por Verani (Verani Tattoo) 2º Lugar - Old School

Por Tiago (Tattoo Comics) 2º Lugar - Oriental

Por Verani (Verani Tattoo) 1º Lugar - Preto/Cinza

Por Marcelo (Rebel Arts) 2º Lugar - Preto/Cinza


Tattoos premiadas IIº Porto Alegre Tattoo Festival 2006 Fotos: Portal Tattoo Por Tiago (Eletric Tattoo) 1º Lugar - Tatuador revelação Por Robério (Beatnik Tattoo) 1º Lugar - Realismo

Por Marcos (Arte na Pele) 1º Lugar - Fotografia

Por Robério (Beatnik Tattoo) 2º Lugar - Fotografia

Por Os Paredes (Verani Tattoo) - 1° Lugar - Tribal

Por Marco Antônio (Bat Cat Tattoo) 2º Lugar - Realismo

Por Eliane (Red House Tattoo RS) 2° Lugar - Tribal

Jul/Ago/2006 17 Tatuadores & Body Piercers


[Portfolio]

“tatuador tem que

desenhar!¨ Fã do estilo oriental e realista, Willian sempre se dedicou ao desenho. Além de tatuar, ele cria a sua própria arte

Willian tatuando no seu estúdio, o Celtic Tattoo, em Santo André (SP) Willian também pinta telas, shapes de skate e cria séries de desenhos para tattoo

w

Por Juliana Guerra

illian Eduardo, 29 anos, tatua há 9 anos e sempre gostou de desenhar. Ele conta que o interesse pela tatuagem surgiu quando frequentava estúdios para ver os desenhos. “Só que na época haviam poucos estúdios e as pessoas não gostavam muito, nem minha família apoiava.” O incentivo para começar

Jul/Ago/2006 1 Tatuadores & Body Piercers

a tatuar partiu do tatuador Marcelo que conheceu os desenhos de Willian e disse que ele levava jeito para a técnica, “ele começou a me ensinar e em troca eu ajudava ele em sua loja, limpava os materiais de tattoo e atendia as pessoas, curti muito aquela época, ele me deu muita força.” Quando começou, suas principais referências eram Marcelo, George, Mauro (Crazy Tattoo), Filip Leu, entre outros. Hoje em dia


[Portfolio]

Na opinião de Willian, os trabalho free-hand dão oportunidade do tatuador usar a imaginação. O desenho é criado à caneta direto na pele

Essa atividade só deveria ser legalizada para estúdios que trabalham com responsabilidade

um rascunho para saber mais ou menos como é que ela quer, depois completo com canetas ( Free Hand) após a aprovação do cliente começamos a tattoo.” Segundo o tatuador, na tatuagem free-hand ( mão-livre) o tatuador pode trabalhar com muito mais liberdade e usar a imaginação para criar. Os estilos preferidos de Willian são o oriental e o realista. “Oriental: porque acho muito legal a cultura japonesa. Realista: porque gos-

suas principais influências são: Shige (Yellow Blaze), Maurício Teodoro, Junior, Ivan Izazi, Marcio Duarte, Cigano, Julio, Wido de Marval, Horiyoshi 3. Além de tatuar, Willian também faz pinturas em tela, shapes de skates e cria séries de desenhos para tattoo. Isso o ajuda a elaborar desenhos personalizados, ao gosto do cliente. “A pessoa me dá sua idéia aí fazemos

Jul/Ago/2006 19 Tatuadores & Body Piercers


[Portfolio]

O estilo oriental está entre os preferidos do tatuador

Buenos Aires Tattoo 2006

Wilian Eduardo (ao centro) com amigos na convenção de Sancast na Argentina

Jul/Ago/2006 20 Tatuadores & Body Piercers

Willian costuma participar de convenções para divulgar o seu trabalho, recentemente ele esteve na Convenção do Sancast, na Argentina. “ Por ser um evento com poucos expositores é de muito boa qualidade. As pessoas vão para se tatuar, mas elas procuram o tatuador conforme o estilo que querem fazer cada trabalho... Foi muito bom, fiz vários trabalhos e fui muito bem tratado.” Quanto a qualidade dos trabalhos ele ressalta “Acho que não tem diferença entre os tatuadores brasileiros e argentinos, acho que não devemos nada para nenhum lugar em matéria de tattoo, aqui também temos ótimos artistas.


[Portfolio] to muito de retratos, desenhos sem contorno aparecendo.” Willian considera fundamental que o tatuador seja também um desenhista. “Acho que tatuador tem que desenhar, essa de que alguns tatuadores falam que tatuam mais não desenham, isso é furado... e tem que gostar de tattoo não fazer só pela grana mas sim porque gosta”. Ele diz que o mercado da tatuagem, apesar de ainda ser considerado “underground” cresceu muito nos últimos anos, por isso deveria haver um controle maior sobre os estabelecimentos, “acho errado que uma pessoa

Dragões, carpas e flores são figuras sempre presentes no estilo oriental

É importante sempre desenhar e procurar boas referências, para ficar cada vez melhor no que faz que não tem nenhuma noção de tattoo possa comprar um kit e sair rabiscando as pessoas sem nenhum tipo de higiene ou cuidados. Por isso, essa atividade só deveria ser legalizada para estúdios que trabalham com responsabilidade”. Para quem está começando, ele deixa um recado: “ é importante sempre desenhar e procurar boas referências, para ficar cada vez melhor no que faz e não ir atrás de tatuar só por dinheiro ou status. Não se brinca com uma coisa que pode ficar para vida toda.”

Jul/Ago/2006 21 Tatuadores & Body Piercers


desinformação na

mídia impressa

Por Juliana Guerra

N

o dia 16 de maio deste ano o Jornal da Tarde cometeu uma tremenda injustiça com os tatuadores ao publicar que a tatuagem colorida aumenta os casos de Hepatite C. A matéria “ Tatuagem: O perigo está na cor” era baseada na opinião de uma médica que partia da premissa de que os tatuadores, na hora de utilizar as cores para fazer a tattoo não trocam os recipientes das tintas, fato que seria responsável por inúmeros casos da doença. “Quanto mais cores tem o desenho, mais recipientes diferentes terão contato com a agulha e, logo depois, com o sangue da pessoa.” “Quando um desenho tem apenas um pequeno detalhe em uma determinada cor, o pote de tinta geralmente é aproveitado para um outro trabalho, analisa a médica.” Análise incorreta. Utilizar recipientes (batoques) descartáveis é uma regra básica para qualquer profissional. Depois de terminada a tatuagem, os batoques, assim como as agulhas e a tinta que restou são descartados como lixo hospitalar. A matéria, assinada pela jornalista Giuliana Reginatto, gerou revolta entre os tatuadores que encaminharam e-mails indignados à repórter pedindo a reparação do erro. A jornalista respondeu a um dos e-mails, justificando que as informações eram da médica. Porém, cabe a todo jornalista responsável checar as informações da fonte, ainda mais quando pode denegrir a imagem de uma categoria, prejudicando centenas de pessoas que trabalham dentro de normas rígidas de higiene. O Sindicato das Empresas de Tatuagem e Body Piercing do Estado de São Paulo, também

Jul/Ago/2006 2 Tatuadores & Body Piercers

não deixou barato, respondeu ao jornal e protocolou um pedido de retratação no JT. O jornal entrevistou a biomédica Lusiane Borges e publicou uma matéria falando sobre os cuidados dos estúdios com a higiene e a esterilização. Apesar de ter cedido um espaço à categoria – bem menor do que a matéria enganosa - o jornal não admitiu o erro porque não fez referência ao assunto tratado na matéria original. Um erro grave como esse pode prejudicar centenas de profissionais que sobrevivem dessa arte. E contribuir para disseminar o preconceito e aumentar o receio da sociedade em relação à tatuagem. O ideal é que, ao tratar deste assunto, a imprensa entre em contato com os profissionais e com o sindicato para se informar corretamente antes de publicar uma matéria que presta um desserviço à sociedade e à profissão.

Reclam Fotos: Alexandre Tavares

[Tattoo na mídia]

Dr. Noel (no alto à direita) afirma: “Na matéria do JT, a jornalista publicou a informação da médica de forma generalizada, atingindo quem exerce a profissão corretamente, nos procedimentos de biossegurança”. Acima, Gugu Liberato comenta o trabalho bem realizado das tatuadoras

D

epois da produção do SBT receber centenas de e-mails, encaminhados pelo Sindicato das Empresas de Tatuadores e Body Piercers do Estado de São Paulo, reclamando das matérias “sensacionalistas” elaboradas pelo programa Domingo Legal que muitas vezes desrespeitou os profissionais e adeptos da body art durante as convenções, a produção do programa resolveu se redimir e desta vez mostrou a tatuagem de uma forma positi-


[Tattoo na mídia]

ar pode dar resultados

O tatuador Fábio Mafezolli comenta a realização do trabalho no palco

va. Além disso aproveitou para abordar a polêmica envolvendo a matéria do Jornal da Tarde. No seu programa de domingo, o apresentador Gugu Liberato trouxe ao palco alguns tatuadores e body piercers, entre eles as tatuadoras Fernanda e Paty Fada que realizaram trabalhos na presença de um médico. Ele não só aprovou os procedimentos de assepsia utilizados como também considerou que a médica autora do estudo que deu origem a matéria do JT, generalizou o fato, já que a grande maioria dos tatuadores utiliza batoques descartáveis e seguem os padrões de higiene necessários para evitar o risco de hepatite C. Os tatuadores Sadam e Fábio Mafezolli também estiveram presentes no programa, que desta vez preocupou-se em dar voz aos tatuadores. Segundo o tatuador Roberto Ferraraccio, o Sadam, desta vez o SBT mostrou o lado do profissional, abordando os cuidados que a profissão envolve. “ Aos poucos a mídia televisiva está aprendendo a lidar com o tema e começa a divulgar a arte de forma positiva levando a profissão a sério.”

Fernanda Tattoo do Santapelle Tattoo, Taís (tatuada) e Pat Fada do Wing Color Tattoo (à esq.) e (à dir.) Gugu mostra sua hena feita para a ocasião

Jul/Ago/2006 25 Tatuadores & Body Piercers


Links

[Cultura e Afins] Livros

Site da mais famosa publicação argentina sobre tatuagem e body art, a revista Piel. Matérias sobre técnicas, entrevistas com artistas e uma ampla galeria de imagens. Em espanhol. www.pielmag.com

Muito além da vaidade

Sim, tatuar-se é um ato de vaidade, mas o livro “Tatuagem: Dor. Prazer. E muita vaidade. do jornalista Apoenan Rodrigues deixa claro que marcar a pele definitivamente pode ir muito além de modismo representando diversos signiQuer conhecer um pouco mais sobre piercings? Esse site é um bom lugar para achar informações e curiosidades. Destaque para o museu que traz fotos de piercings tribais. Em inglês. www.piercing.org

ficados para os tatuados. Através do depoimento de tatuados, tatuadores, piercers, dermatologistas e psicanalistas, o autor reúne informações que ajudam a compor de forma bem intencionada o universo das artes corporais. O livro faz parte da coleção Repórter Especial, que aborda diversos te-

Muitas informações e fotos sobre suspensão podem ser encontradas nesse site, que é considerado num dos mais completos sobre a técnica. Reúne vários grupos americanos que praticam a suspensão. Em inglês. www.suspension.org

mas pesquisados por jornalistas. Nele, o autor aprofunda o assunto buscando explicações na psicanálise, passando

Livro: Editora Terceiro Nome, SP R$18,00

pela história e os significados místicos e rituais atribuídos a essa arte milenar. Depoimentos de pessoas conhecidas

Bonequinhas meigas... e sanguinárias. Pinturas surrealistas no estilo inconfundível do pintor norte-americano Marky Ryden. Em inglês. www.markryden.com

Jul/Ago/2006 26 Tatuadores & Body Piercers

médicas especialistas em tratamento a laser para a remoção de tatuagem.

por seus corpos coloridos ilustram a nar-

Um pergunta permeia a reportagem

rativa expondo os dois lados da moeda, os

de Apoenan Rodrigues, mas afinal por-

que têm orgulho de suas tattoos e os que

que as pessoas se tatuam? Entender o

se arrependem por causa do olhar discri-

ato como uma forma de expressão cor-

minador da sociedade. O autor finaliza o

poral é fácil, impossível é entender o

assunto com uma entrevista com duas

preconceito!


[Galeria de Arte]

Douglas - Polaco Tattoo Shop (São Paulo - SP)

Brinkedo - Stone Age Tattoo (São Paulo - SP)

André Rodrigues - Polaco Tattoo Shop (São Paulo - SP) 28 Tatuadores & Body Piercers

César de Cesaro - The Cut Tattoo (Porto Alegre - RS)


[Galeria de Arte]

Ângelo - Viking Tattoo (Praia Grande - SP) Brinkedo - Stone Age Tattoo (São Paulo - SP)

Leandro (São Paulo SP) Léo Tattoo (São Paulo - SP)

Alex Cruz - Stone Age (São Paulo - SP)

Márcio Lemes - Manifest Tattoo (São Caetano - SP)

29 Tatuadores & Body Piercers


[Galeria de Arte]

Ângelo - Viking Tattoo (Praia Grande - SP)

Beto - Náutica Tattoo 30 Tatuadores & Body Piercers

Adão - Náutica Tattoo

André Rodrigues - Polaco Tattoo Shop (São Paulo - SP)


[Galeria de Arte]

Alex Cruz - Stone Age (São Paulo - SP)

Terone - Terone Tattoo (São Paulo - SP)

Carlinhos Tattoo - Scorpions Tattoo (São Paulo - SP)

Raphael - RR Tattoo 32 Tatuadores & Body Piercers

Du Andrade - Náutica Tattoo

Dedé - Colorbomb Tattoo (Porto Alegre - RS)


[Galeria de Arte]

Ângelo - Viking Tattoo (Praia Grande - SP)

Ralph - Art Style Tattoo (Santo André - SP)

Beto - Náutica Tattoo

Terone - Terone Tattoo (São Paulo - SP)

Milton Sartori Ângelo - Viking Tattoo (Praia Grande - SP)

33 Tatuadores & Body Piercers


[Galeria de Arte]

Márcio Lima - Scorpions Tattoo (São Paulo - SP)

Brinkedo - Stone Age Tattoo (São Paulo - SP)

Ângelo - Viking Tattoo (Praia Grande - SP)

Ângelo - Viking Tattoo (Praia Grande - SP) 34 Tatuadores & Body Piercers

Márcio Lemes - Manifest Tattoo (São Caetano - SP)


[Galeria de Arte]

Adão - Náutica Tattoo

Márcio Lima - Scorpions Tattoo (São Paulo - SP)

Douglas - Polaco Tattoo Shop (São Paulo - SP)

Beto - Náutica Tattoo

Márcio Lemes Manifest Tattoo (São Caetano - SP)

Dedé - Colorbomb Tattoo (Porto Alegre - RS) 36 Tatuadores & Body Piercers


[Galeria de Arte]

Adão - Náutica Tattoo

Julio - Celtic Tattoo (Santo André - SP)

André Rodrigues - Polaco Tattoo Shop (São Paulo - SP)

Carlinhos Tattoo - Scorpions Tattoo (São Paulo - SP)

Fábio - Angel Salvage (São Paulo - SP)

Beto - Náutica Tattoo 37 Tatuadores & Body Piercers


superação no ar

[Body Art]

Por Juliana Guerra

S

er suspenso por ganchos cravados na pele pode ser considerada uma prática radical, mas não é isso que dizem os adeptos da suspensão, técnica que não pode ser considerada uma body mod, já que não modifica o corpo, mas com certeza transforma a mente dos que a praticam simbolizando a autosuperação dos limites do corpo. Para conhecer um pouco mais sobre a técnica da suspensão entrevistamos o body piercer Snoopy. Atualmente ele trabalha no estúdio Mix Tattoo e promove work shops sobre body modification e piercing para adeptos e iniciantes.

Jul/Ago/2006 38 Tatuadores & Body Piercers

“Pra mim signifi ca superação... Desde a preparação até a elevação, me pergunto o porquê , procuro motivos, e a resposta é que tenho meu momento lá no alto, só eu e o meu ritual, minha libertação. E ninguém pode tirar isso de mim, nem mesmo a dor.” Geovane Mineiro

RTBP: Como que você começou a fazer suspensões e há quanto tempo você trabalha com essa técnica? Snoopy: Eu trabalho com suspensão humana há 6 anos. O interesse surgiu quando eu ganhei de um grande amigo um livro chamado Sundance que falava sobre o ritual que os indíos Sioux faziam. Depois eu me aprofundei por intermédio da internet, estudando bastante também através de livros e buscando conhecimento com médicos. RTBP: Qual o conhecimento que você considera fundamental para se realizar uma suspensão? S: A suspensão envolve uma série de coisas, o piercer tem que saber como se faz esterilização, anti-sepcia, assepcia, e como proceder depois da perfuração e entender principalmente de anatomia humana. Além disso é fundamental ter um curso de primeiros socorros. RTBP: Quando surgiu a suspensão e quais os rituais envolvidos na sua prática ao longo da história? S: Existem vários tipos de suspensões e cada uma

Posição o-kee-pa, considerada a mais dolorida das suspensões, realizada ao ar livre, em um sítio na Zona Leste de São Paulo

delas tem um história. A mais conhecida hoje em dia é o Suicidal que é feita pelas costas. Em 1840,o relato dessa experiência apareceu através de um francês, que descreveu a técnica utilizada em rituais indígenas , no livro “Modern e primitive”. Os índios acreditavam que para um homem se tornar guerreiro ele tinha de ser suspenso. A posição Superman era utilizada por volta de 1800, geralmente nas guerras, para o índio ter um alcance de visão maior e poder enxergar o inimigo, pra não ser atacado de surpresa. O “o -kee –paa” , - suspensão frontal com apenas 2 ganchos – vem dos guerreiros índios siouxs ( norte-americanos). Eles acreditavam que quando havia alguém da família com alguma doença , eles poderiam passar a dor pelo doente através da suspensão, como se tivessem pagando algum tipo de promessa. Eram suspensos por garras de águia no peito e tinha toda uma preparação, alimentação adequada e um ritual dentro da tipira (oca), onde eram colocadas pedras incandescentes e feita uma sauna para dilatar os poros e só depois era realizada a suspensão.


Fotos: Rogério Breda (Ratinho)

[Body Art]

Suspensão na posição knee (joelhos), feita em Alex Ajudantes prendem as cordas no suporte para suspensão: utilização de materiais de alpinismo

Snoopy prepara o material utilizado na suspensão realizada em um galpão em Porto Alegre (RS) RTBP: Quais são os tipos de suspensão que existem e como é feita cada uma delas? S: Existe o “Coma”, feito pelo peito e joelhos, onde são utilizados de 6 a 8 ganchos, o “Suicidal”, pelas costas, o “O kee pa” ou frontal , com 2 ganchos no peito, que está sendo mais difundida no Brasil, atualmente. Tem também o “Knee”, que é feito através de dois ganchos cravados nos joelhos e a “ Flor deLotus”, onde a pessoa é suspensa na posição sentada de pernas cruzadas por granchos nas costas e coxas. A distribuição correta dos ganchos é fundamental em toda elas. RTBP: Você já foi suspenso? Qual foi a sensação? S: Depois de estudar sobre suspensão eu me interessei em fazer, é algo que tem que ser preparado mental e fisicamente. Foi uma idéia que foi amadurecendo na minha cabeça, porque a suspensão na realidade é superação. No “O kee paa” por exemplo, você está brigando contra os seus instintos, é uma dor intensa, do começo ao fim. Quando é cravado o gancho e a pessoa é suspensa, automaticamente o seu organismo produz uma substância chamada endorfina, então é isso que dá a sensação de alívio, é o analgésico do próprio corpo.

Então considerando todo esse tipo de coisa, pra mim foi mais um lance de superação mesmo e de conhecimento , tive de passar por isso pra saber como era. RTBP: Como deve ser feita a preparação da pessoa que vai ser suspensa? S: Deve haver uma preparação quanto à alimentação. Uma semana antes da suspensão a pessoa deve cortar todo tipo de carne, ingerindo somente frutas legumes e verduras, porque o organismo tem que estar limpo e funcionando bem. Se a pessoa tiver ingerido algum alimento pesado, na hora da suspensão o estômago contrai e ela pode vomitar. Mas o mais importante é saber se a pessoa que será suspensa tem algum antecedente de derrame cerebral (AVC). Podem ocorrer problemas como desde uma queda de pressão até uma parada cardíaca. Para evitar esse tipo de riscos, eu faço uma ficha

Ganchos de aço cirúrgico com cerca de 3 mm são utilizados nas suspensões de anamnésia, para ter informações clínicas sobre a pessoa. Além disso, a pele deve passar por um processo de assepsia e tricotomia, deve-se remover os pelos da pele,

“Os índios acreditavam que para um homem se tornar guerreiro ele tinha que ser suspenso” passar o álcool 70% e lavar com sabonete antibactericida, isolar o local e só depois fazer as marcações. E outra coisa, álcool e drogas antes ou durante a suspensão nem pensar!

Atenção: Estes são procedimentos cirúrgicos que exigem profissionais especializados e acompanhamento médico para serem realizados.

Jul/Ago/2006 39 Tatuadores & Body Piercers


[Body Art]

Snoopy faz a marcação no tórax de Geovane antes da suspenção, a perfeita distribuição dos ganchos é fundamental RTBP: Qual é o material utilizado na suspensão? S: Os ganchos são de aço cirúrgico e suportam cerca de 180 quilos, e não é em qualquer lugar que se compra, antigamente o pessoal usava ganchos de pesca, hoje em dia a gente tem todo um aparato de qualidade pra suspensão acessível. Além disso, eu trabalho com equipamentos de alpinismo, carretilha, cordas,etc. Os ganchos devem ser esterilizados. Os ganchos e o suporte para suspensão variam de acordo com o peso da pessoa. RTBP: A suspensão é um trabalho em equipe? S: As vezes conto com a ajuda de outros piercers para ter um controle maior da situação, mas o procedimento de perfuração com os ganchos eu faço sozinho. Mas pode-se também trabalhar em conjunto e pedir para alguém puxar a pele na hora da perfuração, porque pega derme e epiderme, e tem que tomar muito cuidado com isso pra não aprofundar demais, para não ocorrer hemorragia interna.

ganchos cravados nas costas para a suspensão na posição “Suicidal”

não é interessante um estranho olhando aquilo e torcendo contra, querendo que dê errado. Nem tudo você pode expor pra mídia aberta, para isso existem as mídias direcionadas, revistas e sites. A gente tá falando de arte, então arte a gente tá dando o direito das pessoas julgarem, muitos vão aplaudir, vão achar bonito, outros vão achar horrível. O que é mais importante é você direcionar o que você faz e dar o melhor de si, se não tiver essa consciência é melhor não fazer. RTBP: Existe um tempo máximo para ficar suspenso? S: Não, isso varia porque a gente está lidando com superação humana, então depende da resistência de cada um. Os índios chegavam a ficar até 48 horas suspensos, eles só desciam pra comer. Geralmente as pessoas ficam de 30 a 45 minutos. Das suspensões que eu fiz o máximo de tempo que aguentaram foi 1 hora e o mínimo 5 minutos, mas o importante é não forçar a barra, sentiu que não está aguentando mais, é melhor baixar.

“A suspensão deve ser preparada mental e fisicamente” RTBP: Existe um ambiente adequado para realizar a suspensão? S: Não gosto de fazer isso em locais tipo “balada”. É melhor fazer entre as pessoas do meio, a gente tem que tomar cuidado onde expõe isso. Geralmente eu faço em chácaras, entre amigos, porque pra mim

Jul/Ago/2006 40 Tatuadores & Body Piercers

RTBP: Qual a posição mais dolorida? S: É o O kee Paa, porque se a pessoa não estiver preparada ela vai passar mal e ter problemas sérios. Nesse tipo de suspensão a gente trabalha com apenas 2 ganchos um de cada lado do tórax, isso repuxa a pele da axila e a de baixo das costas, então é desgastante, depois que termina você sen-

te um alívio e um peso também. Mas cada um reage de uma forma, as sensações são diferentes. Eu já vi gente aplicando anestesia para fazer isso, é um perigo pois pode ocorrer um choque anafilático. É proibido e só médicos anestesistas podem realizar esse procedimento. Para aliviar a dor podem ser usados apenas anestésicos tópicos. RTBP: Quais os cuidados depois da suspensão? S: Depois de remover os ganchos, deve ser feita uma drenagem (massagem) no local pra tirar o ar interno, se aquele ar ficar ele pode formar um cisto, causando problemas graves. Além disso, há necessidade de orientação, a pessoa deve se alimentar bem e cuidar do local da perfuração, limpando com sabonete antisséptico.

RTBP: O que você diria para alguém que está pensando em fazer uma suspensão? S: Gostaria de deixar bem claro que eu não comercializo essa prática, mas a primeira coisa a fazer é procurar pessoas qualificadas, ter recomendações, pedir certificado de enfermagem, primeiros socorros. Esses cuidados devem ser tomados por amor a sua vida, pois você pode colocá-la em risco fazendo suspensão da maneira errada. Contato: snoopypiercer@hotmail.com Dica: O filme “Um homem chamado Cavalo”, reproduz o ritual do “O kee paa” utilizado pelos índios. NOTA: * todas as suspensões expostas aqui foram realizadas pelo body piercer Snoopy

Atenção: Estes são procedimentos cirúrgicos que exigem profissionais especializados e acompanhamento médico para serem realizados.


O desabafo

[Body Art]

Fotos : Snoopy - Arquivo pessoal

B

“Eu acho importante as pessoas respeitarem as outras por mérito. Eu não respeito ninguém só por ter a orelha alargada de 45 mm ou 2 plugs de 10mm no nariz... Vamos ser originais, verdadeiros, com uma essência e uma história pra contar” Snoopy

Jul/Ago/2006 42 Tatuadores & Body Piercers

ody piercer há 8 anos, Ronaldo Sampaio, mais lha alargada em 35 mm querendo fechar novamente. Enconhecido como Snoopy, acredita que atualtão eu acho que o profissional tem que ter a consciência mente há uma defasagem de piercers no país de alertar para as modificações que são irreversíveis”. por causa de muitos oportunistas que estão aproveitando Snoopy conta que sempre teve contato com médicos, a popularização do piercing no Brasil para ganhar dinheipara aprender mais sobre os procedimentos. “ Eu aprendi ro sem se responsabilizar pela saúde alheia. “O profiso piercing de uma forma e a medicina me ensinou de ousional tem nome e o nome dele não é preço, promoção? tra, hoje em dia eu consigo unir as duas coisas.” Apesar de Promoção todo mundo faz, mas o problema é quem tá existirem muitos profissionais competentes no mercado botando a mão no seu corpo”, ressalta o piercer. Segundo que dão bons cursos, o piercer acha que ainda falta inforele, isso fez com que muita gente competente abandomação, por isso faz planos de abrir uma escola de body art nasse a profissão. em parceria com médicos. Outra coisa que incomoda Snoopy “Isso aqui não é freakshow, eu não como profissional é o sensacionalismo que quero precisar ser um monstrinho pra muitas emissoras de TV utilizam ao mostrar trabalhar em estúdio, a questão vai muito a body art. Na sua opinião, na maioria das além disso, a gente tem que trabalhar com vezes a TV só quer saber de mostrar e não ética e buscar conhecimento sempre.” de explicar como funcionam alguns proceSnoopy cita os profissionais que ele dimentos. “Se o pessoal que está na profis- Snoopy realiza considera os melhores do país, como André perfuração são há mais tempo não tomar cuidado isso Meyer, André Fernandes, Zuba, Jairo e Miss (pocket piercing) vai virar um circo”. Para ele, o importante é Caraia que são piercers pioneiros no país a mídia aberta começar a dar ênfase aos profissionais que e ajudaram a propagar a boa imagem do piercing, por estão preocupados em passar conteúdo. isso devem ser respeitados e servir como exemplo para Atualmente Snoopy faz piercing básico, genital, os iniciantes. Como referência internacional ele cita Fakir pocket, implantes, branding, escarificação Mustafar, um dos precurssores mundiais da body art. e suspensão. Ele lembra que os vários tipos de body “Eu acho importante as pessoas respeitarem as oumod devem ser realizados apenas por profissionais expetras por mérito, eu não respeito ninguém por ter a orelha rientes e qualificados pois não se aprende essas técnicas alargada de 45 mm ou 2 plugs de 10mm no nariz, eu conde uma hora pra outra, faz parte de um processo de sidero alguém pelo que ele é como profissional ou como aprendizagem. “Eu comecei limpando loja, depois passei pessoa. Hoje em dia ficou engraçado, é um bando de a aplicar piercing, depois comecei a procurar mais conhegente, um querendo ser mais diferente que o outro, mas cimento, então tudo isso é um degrau , estou atuando eu acho que não tem nada mais igual do que um monte nesse mercado desde 98, e eu sustento a minha família de diferentes, vamos ser originais, verdadeiros, com uma graças ao meu trabalho.” essência e uma história pra contar. Não vem pagar de “Hoje em dia eu estou vendo muita gente com a oremaluquinho não!”


[Jornal Tattoo] Direitos

Tatuagem não pode excluir candidato de concurso da PM

Candidato para cargo na Polícia Militar não pode ser desclassificado dos testes simplesmente pelo fato de ter tatuagens. Este é o entendimento da 8ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, que acatou apelação de concorrente eliminado de concurso por ser tatuado. A Câmara determinou que, no próximo concurso público do corpo de bombeiros, o candidato ingresse a partir do teste de capacitação física, etapa na qual foi eliminado. Para o relator do processo, desembargador Duarte de Paula, o fato de o candidato ter tatuagens em seu corpo não é justificativa plausível para sua reprovação no exame médico, já que elas não o impedem de exercer as atividades exigidas pelo cargo. Segundo o candidato, após ter sido aprovado nos testes escritos no concurso para cargos no corpo de bombeiros, ele foi desclassificado na etapa seguinte, o exame médico, unicamente pelo fato de possuir tatuagens. Ele alegou que a sua eliminação seria ilegal, pois a Lei 5.301/69 (Estatuto da Polícia Militar de Minas Gerais) exige somente que o candidato demonstre ter sanidade física. A Polícia Militar defendeu que a Lei 5.301/69 foi regulamentada pela Resolução 112/03, que estabelece que a tatuagem em locais visíveis é considerada fator de contra-indicação para a admissão no corpo de bombeiros. No entanto, os desembargadores entenderam que, ao classificar a tatuagem como um fator incapacitante, que possa excluir o candidato do concurso, a Resolução 112/03 extrapola os objetivos da Lei 5.301/69, que somente pretende que os candidatos a cargos na PM possuam capacidade física para o exercício de suas funções. Processo 1.0024.04.373264-3/002 (Revista Consultor Jurídico, 23 de janeiro de 2006)

Jul/Ago/2006 44 Tatuadores & Body Piercers

agenda

Agosto 2006

Osasco Tattoo Festival

Nos dias 12 e 13 de agosto, Serpius Tatto realiza o primeiro Osasco Tattoo Festival, com o objetivo de compartilhar informações e novas tendências, propiciar a integração de artistas e profissionais, divulgar técnicas, equipamentos e materiais, e aprimorar a qualidade dos estúdios. O evento abre espaço também para o debate sobre a posição da classe perante a sociedade e suas formas de comportamento. A convenção conta com apresentação de shows, performance, moda, serviços de recreação infantil, praça de alimentação e bar. Local: Ginásio do Floresta, Rua Dr. Jaime Regalo Pereira, 77 – Centro de Osasco. Contatos: 3699-0181 ou e-mail: serpiustattoo@uol.com.br http://www.osascotattoofestival.kit.net/

Tattoozone Brasília Festival

Nos dias 11, 12 e 13 de agosto em Brasília acontece o 1º Tattoozone Brasília Festival, comportamento, moda, atitude e muita tattoo. O evento conta com uma estrutura e atrações inovadoras que fizeram o sucesso do Tattoozone no Rio e em Belo Horizonte. Já no dia 14 será feita uma passeata em frente ao Planalto em favor da Regulamentação da Profissão de Tatuador. Contato: Boreu Tattoo (61) 3447.4820 / 21) 2545.5674 ou pelo site www.tattoozonefestival.com


Campanha

Regulamentação da profissão: assine embaixo!

[Jornal Tattoo] PublicaçÃo

Arte e informação no Norte e Nordeste A revista Tattoo Style é um projeto do tatuador Negrado, de Recife (PE), e já conquistou o público do norte e nordeste do Brasil. A proposta de Negrado é divulgar a arte e os profissionais, e publicar trabalhos de tatuadores do todo país. Entrevista com tatuadores, body piercers e tatuados são destaques da Tattoo Style. Confira! Contatos: negroroots1@hotmail.com.br

Sindicato realiza curso de biossegurança O próximo treinamento de Biossegurança e Controle de Infecção do Sindicato das Empresas de Tatuagem e Body Piercing do Estado de São Paulo será no dia 23/10/06, segunda-feira, das 10 às 19 horas, ministrado pela Biomédica Dra. Lusiane Borges. Para maiores informações e para fazer sua reserva, entre em contato por e-mail ou telefone com o Sindicato: (11) 5573-6787 ou arte@sindicatodostatuadores.com.br.

Concurso

Realismo

Dallier 1º lugar

O Sindicato das Empresas de Tatuagem e Body Piercers do Estado de São Paulo em parceria com o Sindicato das Tatuadores e Body Piercers do Rio de Janeiro está realizando uma campanha pela regulamentação da profissão de tatuador e pela criação de conselhos regionais fiscalizadores. O objetivo é recolher o maior número possível de assinaturas favoráveis à regulamentação da categoria. Qualquer pessoa a partir dos 16 anos pode assinar!!! Faça parte desta causa, recolha assinaturas no seu estúdio, trabalho ou entre amigos! As assinaturas devem ser enviadas para a caixa postal: n° 12.886 CEP 04010-970 Entre no site: www.sindicatodostatuadores.com.br e imprima o formulário de participação. Ou assine pela internet, no site www.tattoolegal.com.br. Sua ajuda é fundamental para pleitear junto aos órgãos governamentais o reconhecimento da profissão.

Ticano 2º Lugar

Alexandre Veríssimo 3º Lugar

Portal Tattoo Entre dezembro de 2005 e março de 2006 aconteceu o Concurso Portal Tattoo nas categorias Realista e Tribal. No site www. portaltattoo.com encontram-se os resultados dos concursos anteriores. Aqui estão os três primeiros primeiros colocados destas últi-

tribaL

Hugo 1º Lugar

Dallier 2º Lugar

Sergio Cruz 3º lugar

mas categorias. Um grande abraço da Equipe Portal Tattoo a todos os leitores da Revista Tatuadores. Até a próxima!

Jul/Ago/2006 45 Tatuadores & Body Piercers


[Jornal Tattoo]

EVENTOS

2ª Buenos Aires Tattoo Expo

O evento aconteceu nos dias 7, 8 e 9 de julho no histórico edificio de Suipacha y Bartolomé Mitre “Palacio San Miguel”, em Buenos Aires (Argentina) e foi realizado pelo estúdio Sancast Tattoo Crew Um dos destaques do Bs As Tattoo Expo foi o painel de Art Fussion realizado pelos artistas: Mariano Castiglione , Chad Koeplinger , Sergio Sancast , Pablo Barada, Naamã de Oliveira, trabalho que foi leiloado

no final do evento. Além disso, ocorreram várias palestras sobre os diversos estilos de tatuagem, com tradutores de inglês e espanhol. O ponto forte da convenção foi a premiação dos trabalhos nos 3 dias do envento nas categorias: colorida, black and gray, oriental, new school, melhor tattoo do dia. Veja mais fotos no site: www.buenosairestattooexpo.com *colaboração de Willian Eduardo (Celtic Tattoo) e Sancast Tattoo

Participaram também da convenção os brasileiros: Naamã de Oliveira do estúdio Dexsorden Tattoo, conquistando dois prêmios para Melhor Tatto do Dia, na Sexta-feira e sábado. E 2ª colocação para Melhor Tatto Colorida. Mauro Nunes do Tattoo You, conquistando Mejor Small.

Jul/Ago/2006 46 Tatuadores & Body Piercers

1º BH Tattoo Zone Festival O Festival aconteceu nos dias 9, 10 e 11 de junho no tradicional centro de convenções da cidade, o Minascentro. Foram três dias de arte, lazer e negócios, com presença de grandes nomes no setor de tatuagem, piercing, e moda vindos de diversas localidades do país. Tattoozone reforçou seu novo conceito em convenções e contou com lavatórios e salas especiais de procedimento para os profissionais, além de uma central de esterilização completa e distribuição de kits especiais para higiene e descarte de materiais, promovendo a arte no evento, com consciência e responsabilidade e divulgando ao público os procedimentos corretos de uma tatuagem e piercing. O concurso de tatuagem, realizado no Domingo, teve em seu corpo de jurados: Boreu Tattoo, Lister Boris, Mauro e Rick. Foram premiados os melhores trabalhos nas categorias: Old School; New School; Realista; Foto Realista; Colorida; Costas; Preto e Cinza; Orientais; Tribal; Comics; Biomecânico; Feminina. O prêmio pela melhor série de desenhos do concurso foi para Markokaaone. A melhor tatuagem feita no evento teve a autoria de Dallier, do estúdio Dallier Tattoo – RJ e o título de tatuador revelação ficou com Alexandre Verísimo, do estúdio Tattoo A – GO, premiado com uma máquina de tatuagem. O tatuador Lister Boris, foi homenageado pelo organizador do concurso Mauro Simões, por ser o tatuador mais antigo do Brasil em exercício e por sua contribuição à tatuagem brasileira. Visite o site www.portaltattoo.com e confira a cobertura fotográfica do evento. (Colaboração: Portal Tattoo)


ProMoçÃo De Julho

ganhadores do livro ilustrado e autografádo por Marcio baraldi “Tattoozinho” o primeiro personagem tatuador dos quadrinhos! Por Marcio baraldi Paula Pereira de Mendonça – São Paulo Wanderley Ferreira da Silva - São Paulo Abelardo Correia freire - São Paulo Fábio C. Demarchi - Santo André - SP Marco Aurélio Santner - São Paulo Tatiana dos Santos - São Paulo Leonardo Rodrigues - São Paulo Bruna Videira - São Paulo Gabrielle Carlos - São Paulo Janaina Golvêa - São Paulo

TaTToos Para os leiTores ganhadores do 1º sorteio de Tattoos da revista Tatuadores & body Piercers:

Alberto Campi – São Paulo - SP Fábio C. Demarchi – Santo André - SP Ágata Norbiato – Santos - SP Evelyn – São Paulo - SP Ana Rosa Pantaleão – Santo André - SP

erraTa

1a edição: 

Entrevista com Carlinhos Tattoo: 2a resposta: a partir desse ano; 5a resposta: pias e não guias; 7a resposta: o certo é um ano e não um mês. a

2 edição:

Na seção Galeria de Arte – Pág 32, no alto a direita, o autor da tatuagem é o tatuador Polska (Polska Tattoo – Santos – SP) e não Julio do CelticTattoo Studio. Na matéria Arte a flor da pele, na pag. 20: Amanda Duarte é fisioterapeuta, e não biomédica.  Na seção Body Art, na matéria “Intercâmbio na body art”, na pág. 42 as fotos são de autoria de André Fernandes.  Na seção Memória: em Museu Tattoo os quadros com moldura não são do tatuador Brinquedo, são quadros de Charles f. Goldie.  Na seção Cultura e Afi ns, na matéria “Estilo, arte e rebeldia em 5 mil anos estampados na pele”: o nome da editora que publicou o livro “Tatuagens piercing e outras mensagens do corpo” é Cosac Naify. Telefone para contato: 3218-1444. E-mail: info@cosacnaify.com.br  Na seção Desenhos na pág. 58, os autores corretos da esquerda para a direita, são: Polska, Ralph, Giscard. E na parte de baixo da pag. De Mazox – Hard Core Tattoo  Na seção Jornal Tattoo: -Pág. 47, subseção Memória: a legenda correta da foto a direita é: Edgard recebe prêmio de 2ª melhor tatuagem realista durante 7ª Convenção Internacional de Tatuagem em 2003. -Pag. 48: ácido peracético: o tempo correto de esterilização é de 1 hora e não 30 minutos. -Pág. 49 na subseção Agenda / Convenção de Osasco Tattoo Festival: o telefone de contato correto é 3699-0181.  


[Jornal Tattoo]

EVENTOS

HISTÓRIA

1ª Convenção de Tatuagem da Paraíba

Laura Helena tatua durante o evento

Apresentação de suspoensão humana no encerramento do evento A 1ª Convenção de Tatuagem da Paraíba aconteceu nos dias 2, 3 e 4 de junho em João Pessoa no Jangada Clube, e animou o fim de semana dos paraibanos. O evento foi idealizado e produzido pelo artista plástico e produtor de eventos culturais Ícaro Falcão e pela Associação dos Tatuadores e Piercer da Paraíba ATP-PB, a parte artística teve o patrocínio do Governo Municipal através de sua Fundação de Cultura (Funjope). No evento estiveram presentes tatuadores de vários lugares do Brasil. A convenção contou ainda com a apresentação de bandas e DJ’s, descontraindo o público que lotou o evento durante os três dias. O Sindicato dos Tatuadores, levou suas mensagens sobre a regulamentação da profissão, divulgando informações sobre a higiêne e biosegurança nos estúdios, através da

Jul/Ago/2006 48 Tatuadores & Body Piercers

distribuição de boletim informativo. A Vigilância Sanitária da cidade também passou por lá distribuindo preservativos e orientando o público sobre AIDS, DST’s, Hepatites e outras doenças perigosas. No fechamento do evento aconteceu uma apresentação de suspensão humana, feita pelo Body Piercer Valnei (PE). A entrada para a Convenção custou R$ 3,00 mais um quilo de alimento, que foi destinado a instituições de caridade com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) do Município. Um bom exemplo de solidariedade a ser seguido pelas grandes convenções que acontecem Brasil a fora. Colaboração de Carlinhos Tattoo

Arqueólogos acham múmia tatuada Um grupo de pesquisadores americanos e peruanos encontrou uma múmia tatuada em um antigo centro cerimonial do norte do Peru. A descoberta pode fornecer informações preciosas sobre a civilização mochica, o primeiro Estado sulamericano, antecessor dos incas. A múmia foi datada em 450 d.C. As tatuagens nos braços representam animais míticos, aranhas e motivos geométricos. A múmia pertence a uma mulher que deveria ter 30 anos quando morreu, e é a mais bem preservada daquela cultura. Ela foi descoberta pela equipe do antropólogo físico John Verano, da Universidade Tulane (EUA), na huaca (templo) Cao Viejo, no complexo arqueológico de El Brujo (60 km ao norte de Trujillo no norte do Peru). A múmia foi datada em 450 d.C A mulher foi enterrada com diversos itens cerimoniais e os restos de uma adolescente sacrificada na mesma ocasião --era comum entre os mochicas sacrificar servos quando alguém importante morria. Pela primeira vez num enterramento feminino daquela cultura, armas acompanham o cadáver. Até onde se sabe, o privilégio era de homens. (Folha de São Paulo – 17/05/2006)


[Minhas Tattoos]

Desenhos de representações femininas, entre elas a musa do pintor tcheco, compõe as tattoos de Vanessa Torrez Por Juliana Guerra

C

erca de 30 horas foram necessárias para que o tatuador Mauro Nunes cobrisse as costas da tatuadora Vanessa Torrez, com uma

pintura de *Alfons Mucha, um dos principais nomes da *Art Nouveau ( Nova Arte). A tatuagem ainda

não está totalmente concluída, mas faltam apenas alguns retoques, conta Vanessa. Ela pesquisou a figura com o tatuador, e a afinidade de gosto entre os dois foi Foto: Alexandre Saraiva

fundamental para que eles entrassem em um consenso. O desenho foi inspirado na criação do famoso pintor tcheco. “ Eu fiquei enchendo o saco para o Mauro fazer o desenho, ele fez e eu gostei. Logo de cara a gente já se entendeu, ele fez só o esboço e eu deixei tudo por conta dele, porque eu confio no trabalho e acho que quando você quer uma tattoo legal tem que deixar o tatuador criar”. Ela fala por experiência própria, tatua profissionalmente há 3 anos, e começou a se interessar pela arte quando escolheu o tema para um trabalho de fotografia na faculdade de desenho industrial. A partir daí começou a

Jul/Ago/2006 50 Tatuadores & Body Piercers

Odesenho, no estilo Arte Nouveau, é inspirado numa pintura de Alfons Mucha


[Minhas Tattoos]

Vanessa Torrez

O estilo old school é um dos preferidos da tatuadora - Presente do tatuador Rodrigo Melo

frequentar estúdios, onde trabalhou por

há dez anos atrás, com 18 anos “Como

um tempo para aprender a técnica. “Me

a maioria das pessoas eu comecei com

formei na faculdade mas acabei nem

uma pequenininha e depois eu não parei

trabalhando na área porque eu já tava

mais, fui fazendo várias e há 2 anos eu

tatuando e continuei tatuando.” “Recebi

resolvi fechar as costas”.

muita ajuda dos meninos do Tattoo You.

As tatuagens de Vanessa são todas

O Sérgio, o Mauro, o Alemão, o Gu e o

representações da figura feminina, entre

Fabinho, me deram vários toques e eu

elas a mulher com uma andorinha no es-

aprendi bastante.”

tilo old school, estampada no braço es-

A primeira tatuagem Vanessa fez

querdo. Na perna esquerda, ela mesma tatuou uma gueixa com arabescos.

*

Gueixa com arabescos: tatuada por Vanessa

Quando você quer uma tattoo legal tem que deixar o tatuador criar Atualmente, Vanessa trabalha no seu próprio estúdio, o Nuclear Tattoo, no bair-

Segundo Vanessa o fato de ser mu-

ro da Bela Vista, em São Paulo. Ela já tem

lher só a ajuda na profissão, “tem gente

planos para a próxima tattoo, “eu pretendo

que prefere porque acha que vai doer

preencher o braço, pelo menos meia man-

menos, ou que a mulher é mais delicada,

ga, mas não sei com quem ainda, nem o

mas detalhista .”

quê.... talvez algo old school.”

Arte nouveau : movimento estético europeu do final do séc XIX, que ficou conhecido principalmente na arte decorativa, inspirado nas formas sinuosas e curvilíneas da natureza, influenciou o moderno design. *Alfons Maria Mucha (1860/1939): famoso artista gráfico e ilustrador da Art Nouveau. O autor tcheco ficou conhecido pelos cartazes e anúncios que fez para os espetáculos da atriz Sarah Bernardth, na França. Autor também da série de pinturas “ Épicos Eslavos”. ( anexar desenhos do pintor)

Jul/Ago/2006 51 Tatuadores & Body Piercers


[Saúde]

Tudo que você deve saber sobre

Cicatrização

Os cuidados durante o processo de cicatrização são fundamentais para garantir o bom resultado de uma tatuagem ou body piercing Por Juliana Guerra

O

cirurgião plástico Alexandre Barbosa define a cicatrização como uma “resposta reparatória do organismo para a quebra da solução de continuidade de um tecido orgânico”. Ou seja, depois de lesada a pele passa por um processo natural de reparação. “ Isso ocorre através de uma rede de células (fibroblastos) em uma estrutura de colágeno”, conclui o médico. Ele diz que a pele é o maior órgão do corpo e o que tem maior interação com as agressões externas, por isso cuidados básicos como repouso da região afetada e assepsia local são imprescindíveis para uma boa cicatrização. Alexandre Barbosa explica que existem diversos produtos que podem auxiliar no processo “eles contém enzimas ou substâncias que fazem parte do processo cicatricial”. Segundo ele, o que pode atrapalhar na cicatrização é a baixa imunidade do paciente e os maus cuidados de assepsia e anti-sepsia. Além disso é importante verificar se a pele do local está sadia. Dr. Barbosa lembra ainda que os diabéticos tem deficiência de fatores intrínsecos à cicatrização, assim como outras doenças que baixam a resistência imunológica do organismo.

Jul/Ago/2006 52 Tatuadores & Body Piercers

Durante o período de cicatrização a falta de higiene no local pode comprometer o resultado final, causando uma infecção. Por isso, é importante que seja feita uma assepsia correta do local antes da perfuração para remover as possíveis bactérias presentes, além disso, todo material que entrará em contato com o corte deve ser devidamente esterilizado. No caso do piercing, depois da perfuração, o tecido ao redor da jóia é reconstituído e queratinizado, num processo chamado epitelização. Nos segundos seguintes à perfuração ocorre a hemostasia, coagulação do sangue na extremidade destes vasos sanguíneos rompidos que serve para conter a perda de sangue. Por isso, a limpeza após a perfuração deve ser suave para não remover os pequenos coágulos que estão obstruindo os vasos sangrantes. A partir do momento da lesão e durante os primeiros dois dias ocorre a denominada fase inflamatória. Dor, calor, inchaço, vermelhidão e a saída de secreções líquidas amareladas são sintomas comuns nessa fase. Este fenômeno permite que micróbios, outros fragmentos teciduais e corpos estranhos sejam expelidos e possam ser removidos da zona traumatizada. Após o 3o dia e durante as próximas duas semanas, o ferimento começa a ter um as-

pecto esbranquiçado devido a multiplicação das células epiteliais e o acúmulo de colágeno que permitem uma aderência cada vez mais resistente ao local lesado. É importante lembrar que o período de cicatrização pode variar de uma pessoa para outra, já que cada organismo reage segundo fatores genéticos e ambientais próprios. Não esqueça: Durante o período de cicatrização – do piercing e da tatuagem- devese evitar exposição da pele ao Sol, ao mar, à piscina e bronzeamento a laser, além do uso de roupas apertadas sobre a área lesada. Atualmente existem no mercado pomadas e cremes desenvolvidos especialmente para a cicatrização de tatuagens e piercings. Ao optar por esses produtos, exija garantia de qualidade.

PierCiNG O tempo de cicatrização do piercing muda conforme a área do corpo perfurada: A região deve ser limpa com sabonete neutro (durante o banho) e spray anti-séptico ou soro fisiológico- 3 vezes ao dia. Não esfregue o local e evite atritos. O piercing deve ser de aço cirúrgico 316 L, titânio ou ouro 18 k.


tAtUAGem

CUiDADos

O ferimento da tatuagem pode ser considerado menos agressivo que o do piercing. As agulhas passam pela base da primeira camada da pele (epiderme) e atingem a segunda camada (derme), onde o pigmento é armazenado. Independente do tamanho, a tatuagem demora de 7 a 15 dias para cicatrizar.

Língua: de 2 semanas a 1 mês - Limpar com antiséptico bucal sempre depois das refeições. Queixo e lábio: 1 a 3 meses. Lavar com antiséptico bucal na parte interna e spray antiséptico por fora. Nariz: 1 a 3 meses. Septo nasal:3meses. Umbigo: 3 a 6 meses. Orelha (lóbulo): 1 semana a 1 mês. Orelha (cartilagem): 3 a 6 meses – o processo é mais demorado devido a pouca irrigação de sangue no local. Genitais: 2 semanas a 1 mês - Importante: não mantenha relações sexuais até que o piercing esteja completamente cicatrizado. Mamilo: 1 a 3 meses. Sombrancelha: 2 semanas a 1 mês.

CUiDADos

Importante: No caso de reações alérgicas procure orientação médica.

ProbLemAs NA CiCAtriZAÇÃo Quelóide: é uma cicatrização exagerada que ultrapassa a linha do corte original formando um tumor beligno de aspecto avermelhado e duro, muitas vezes dolorido e Quelóide: pode ser incômodo. Pode detectado através aparecer até 30 de outras cicatrizes dias depois do do cliente corte e é mais complexo e de difícil tratamento que a cicatrização hipertrófica pois pode crescer descontroladamente. Não é causado por fatores externos, algumas pessoas têm predisposição a desenvolvê-lo, por isso o profissional pode detectá-lo observando outras cicatrizes do paciente ou através do

Lave com água fria e sabonete neutro e seque levemente. Em seguida passe uma camada fina de pomada cicatrizante e cubra-a com plástico PVC – que deve ser trocado 2 vezes ao diapara não ficar exposta ( apenas nos 3 primeiros dias)  Não arranque a casquinha que se formará sobre a tattoo, deixe que ela caia naturalmente.  Evite praticar exercícios físicos, pois o suor atraí bactérias.  Evite álcool, cigarros e drogas, pois essas substâncias podem baixar a resistência do organismo. Evite alimentos gordurosos, apimentados ou muito condimentados, carne de porco e frutos do mar, pois eles podem causar alergias atrapalhando a cicatrização.  Depois da cicatrização, ao se expor ao Sol utilize sempre protetor solar fator 60 na tatuagem para manter a sua cor original.  Mantenha a pele hidratada para conservar a cor e as formas originais da tatuagem. 

histórico médico, nesse caso pode ser evitado com um tratamento antes da cirurgia. É mais comum em peles negras e orientais e em pessoas entre 10 e 30 anos e ocorrem com maior freqüência, na orelha, face, ombros e tronco superior. Pode ser tratado através de corticosteróides tópicos e compressão de placas de silicone, radioterapia local (betaterapia) uso de lasers; terapia fotodinâmica e a criocirurgia (congelamento); cirurgia convencional acompanhada de tratamentos, entre outros. Cicatrização hipertrófica: Cicatrização em alto-relevo - semelhante ao quelóide, mas menor. Geralmente aparece logo após o corte mas não ultrapassa a linha da lesão. Pode ser tratada através de pomadas à base de corticóides; intradermoterapia, entre outros. Nesses casos procure sempre um dermatologista

(Fontes: www.abcdasaude.com.br; www. derme.com.br; Dr. Alexandre Barbosa CRM: 74037)

Jul/Ago/2006 53 Tatuadores & Body Piercers


[Desenhos]

Jul/Ago/2006 54 Tatuadores & Body Piercers

Compact Flash

Osmar Tattoo


[Desenhos]

Osmar Tattoo

Compact Flash

Jul/Ago/2006 55 Tatuadores & Body Piercers


[Da Universidade]

1000 Tattos - Henk Schiffmacher - 2005 - Taschen

Parte 1*

A expressão artística corporal e a

Relação com o Corpo Tatuado Por Patrícia Fernandes Bahia patricia@psicin.psc.br

1000 Tattos - Henk Schiffmacher - 2005 - Taschen

Tatuagem contemporânea, expressão da cultura ocidental de consumo

Jul/Ago/2006 56 Tatuadores & Body Piercers

O

Rosa como amor, paixão ou sofrimento?

s primitivos já utilizavam a tatuagem como um canal de expressão, assim como faziam com a pintura corporal, pois relacionavam o sentido da forma com a ordem social, religiosa e psicológica. Se vestindo, se pintando, dançando e cantando em rituais religiosos e festivos, eles organizavam a forma no corpo e no espaço. A compreensão e integração do corpo como um canal de expressão das emoções e sentimentos, através de suas formas e de tudo o que for possível criar através do corpo ou nele próprio, é o que conecta o homem com o sagrado ou com o processo de adquirir consciência de si mesmo. Os mitos ligam universalmente todos os seres humanos a histórias que transcendem tempo e espaço. Nos permitem buscar a compreensão de nossas vidas, criando nossas próprias histórias mitológicas e transcendendo a ordem social, buscando dentro de nós as nossas próprias contribuições a essa mesma Mitologia. “O significado da mitologia pessoal é simplesmente descobrir que estamos repetindo um padrão mítico tradicional ou, como disse Yeats, que estamos em contato com um “sobrenatural” ainda vivo, que exige que criemos novas mitologias com a matéria de nossas próprias vidas(...)” 1 O mito em si é o contexto perdido pelo homem, que tenta resgatá-lo através de imagens e símbolos produzidos por ele mesmo para preencher esse vazio. A mitologia e as imagens estão intrinsecamente


Marks of Civilization - editor Arnold Rubin - 1988, Universidade da Califórnia

[Da Universidade]

1000 Tattos Henk Schiffmacher - 2005 - Taschen

ligadas ao arquétipo, pois através delas ele é representado. Só podemos fazer mudanças duradouras em nossas vidas se transformarmos nossos complexos, o que só é possível atingindo seus núcleos arquetípicos. Ao lidarmos com a “mitologia pessoal” e resgatá-la, estamos tomando consciência de um papel que até então era vivido de forma inconsciente. Segundo Eliade, os mitos e ritos revelam uma situação limite do homem, na qual ele toma consciência de seu lugar no universo. Acredito que, ao reproduzirmos e transformarmos os mitos, através da arte ou de qualquer outra forma de expressão, estamos dando um passo no sentido de encontrarmos seus significados em nossa história pessoal. Isto também se manifesta através da aplicação de tatuagens ao corpo, como os primitivos faziam, numa forma de conexão com rituais e cerimônias (o sagrado). Nossos corpos falam sobre nosso presente e passado. O que colo-

Rito de passagem. A busca por identidade camos nele (roupas, adornos, pintura, tatuagem, piercing etc) pode passar para os que nos olham atentamente as facetas de nossa personalidade. Quando colocamos um adorno demonstramos um estado de espírito ou uma preocupação em estar bonito. Já quando o adornamos de forma a que aquilo fique em nosso corpo permanentemente, devemos considerar que tal ato tenha significado mais profundo para quem o fez. A carga simbólica de uma tatuagem pode expressar significados não verbalizados pelo indivíduo, inconscientes ou não, mas presentes em sua história no ato da feitura da tatuagem. Sendo assim, a figura tatuada quer exteriorizar algo que de outra forma o indivíduo não o faria, se transformando assim em comunicação não-verbal de um estado de sua psique. Podendo se dizer que esta forma de expressão estaria ligada ao mesmo tempo com toda a psique do indivíduo, tra-

Virgem de Guadalupe. Tatuagem de gangs do Novo México duzida pela imagem inconsciente. As imagens e os símbolos ocupam na psique humana vital importância tanto nos dias de hoje quanto nos de outrora, revelando o que esta traz de mais profundo. Como pontuou Jung, o símbolo possui um elemento sagrado que é o poder de religar o homem ao seu sentimento. Como Nise da Silveira diz, no seu livro Vida e Obra de Jung, o símbolo é uma linguagem universal infinitamente rica, capaz de exprimir por meio de imagens muitas coisas que transcendem as problemáticas específicas dos indivíduos. Conhecer o homem primordial é tentar traduzir suas imagens e símbolos e montar então sua narrativa, o mito. “As imagens surgem como portadoras de mensagens que estão faltando - às vezes perigosamente faltando - em conseqüência de opiniões e convicções unilaterais do consciente. A pressão crescente das imagens é

Os mitos e ritos revelam um situação limite do homem, na qual ele toma consciência do seu lugar no universo

Jul/Ago/2006 57 Tatuadores & Body Piercers


Ref: Na própria foto

[Da Universidade] uma forma de defesa de um sistema psíquico auto-regulador ....” 2 Diante desta citação, penso que, para a vida psíquica do indivíduo, a feitura de uma tatuagem é portadora de mensagens não verbalizadas, que de outra forma, naquele determinado momento da vida, não poderiam ser expressas. Nos dias de hoje, a prática da tatuagem é comumente associada a grupos humanos específicos (gangues, marinheiros etc). Tais grupos são os principais objetos de estudos no que se refere à tatuagem, pois representam a identificação tribal no mundo contemporâneo. Os indivíduos inseridos nestes grupos prezam por uma identificação social, pertencem à sociedade na medida em que estão participando de algo coletivo. A vinculação da tatuagem a tais grupos, na cultura ocidental, torna-a uma prática usualmente identificada com a relação grupal ou tribal do indivíduo que a faz. Mas a tatuagem pode ser considerada também uma expressão individual. O indivíduo isolado procura por uma relação mais pessoal com esta expressão, implicando seu desenvolvimento naquilo que está tatuando ― Óbvio que isto acontece inicialmente de forma inconsciente, pois acredito que isso se dê devido a um processo pelo qual o indivíduo passa em seu auto-conhecimento ― Diante de uma referência histórica pessoal, a tatuaPríncipe Constantino da Albânia

1000 Tattos - Henk Schiffmacher - 2005 - Taschen

Guerreiro Maori

Jul/Ago/2006 58 Tatuadores & Body Piercers

gem deve ser vista como um material de grande riqueza sobre a história pregressa do indivíduo que a fez. Este material deve ser investigado com o mesmo cuidado com que se investiga o material onírico, pois possui igual ou até maior relevância na direção do tratamento deste indivíduo. Desta forma podemos conhecer sua relação com o símbolo e uma gama de fatos relacionados a este que estão imersos no mundo de expressão não-verbal. A esfera que envolvia o indivíduo quando fez sua tatuagem pode trazer para a comunicação deste uma gama de emoções que foram suprimidas, através de um símbolo que nunca poderá ser removido. Ficam, então, estas emoções eternizadas em sua pele para que ele não se esqueça desta passagem em sua história. Cabe aqui uma investigação cuidadosa destas emoções, que tanto marcaram este indivíduo, na tentativa de clareá-las para o próprio indivíduo, a fim de promover a conscientização dos significados da tatuagem em sua vida. A tatuagem não só revela informações sobre a história do indivíduo, mas o sintoniza em uma gama de perspectivas relacionadas ao desenho, que passam a dizer respeito a ele e a afetar a forma como outras pessoas o vêem. 1 2

Stephen Larsen - Imaginação Mítica - pg. 29. Whitmont, C Edward - A busca do símbolo - São Paulo: Cultrix, 1995, pg. 26. Patrícia Bahia é psicóloga e editora do site www.psicin.psc.br - Psicologia e Inconsciente.

*Continua na próxima edição


Revista Tatuadores - Edição 3  

Edição número 3 da Revista Tatuadores & Body Piercers

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you