Page 31

tags: asa delta, vôo livre, radical, alturas, céu

ndo visto do alto vés de uma estrutura chamada bullet, ficando pendurado no centro da asa e a comanda deslocando o seu peso. Se ele se jogar para a direita, a asa vai para a direita, e vice-versa. Algumas asas mais recentes são feitas a partir de fibra de carbono, com comando aerodinâmico semelhante ao de aviões e com a aparência de planador.

Voe com segurança

[

[

Senti medo, mas quando estava no ar não queria pousar...

Quem já passou pela experiência, recomenda. “Senti medo, mas quando estava no ar não queria pousar. Me senti corajosa e ao mesmo tempo livre”, garantiu a cobradora Letícia Pereira, que decolou do Morro Santo Antônio, em Caraguatatuba-SP.

Seja no vôo duplo ou no individual, a segurança é primordial. “Apesar de ser um esporte radical, é muito seguro, pois só é praticado por pilotos conscientes e responsáveis”, afirma Mauro Oliveira, secretário do Clube São Pedro de Vôo Livre (CSPVL), São Pedro-SP. O uso de capacete e para quedas de emergência são obrigatórios, além da necessidade de decolar em boas condições de tempo, com sol e ventos de 10 km/h. Os instrutores recomendam também vestir roupas adequadas, como agasalho, tênis e luvas, e levar água, protetor solar, óculos escuros e, é claro, a máquina fotográfica.

Quer voar? Clube São Pedro de Vôo Livre - São Pedro/SP - (19) 3483.3516 - www.cspvl.com.br Clube de Vôo Livre das Estâncias - Socorro/SP - www.socorro.tur.br

31

Revista Tag #4  

Edição 4 da Revista Tag