Issuu on Google+

AGO | SET 2013 R$ 9,90

Redescobrindo Bali

R E L I G I ÃO , F Ú R I A S DA N AT U R E Z A , A L TA S N O I TA DA S E M U I TO S U R F !

Naufragados

D I R E I TA S T U B U L A R E S E O M I ST É R I O Q U E G I RA E M TO R N O D E S S A P RA I A

Arraial Do Cabo

PA S S E I O P E L A S ÁG UA S C R I STA L I N A S D E S S A P É R O L A D O AT L Â N T I C O

John John Florence, Bali


PAG 10

ÍNDICE

Entrevista

.62

Redescobrindo Bali

.78

Naufragados

.98

Arraial Do Cabo

.112

Ensaio

.129

Pedro Battaglin trocou o Rio pela Califórnia há cinco anos para assumir a direção do ISP (International Surfboards Program) na Rusty. A visão ainda pouco conhecida desse paraíso que mistura religião, fúrias da natureza, altas noitadas e, o principal, muito surf!

Conheça as direitas tubulares e o mistério que gira em torno dessa praia.

Um passeio pelas águas cristalinas dessa pérola do Atlântico.

Toda a sensualidade da surfista, atriz e apresentadora Emilie Biasson.


Final de tarde clรกssico em Bali. Foto: Pedro Tojal.

11


PAG 20

EDITORIAL


A GARANTIA DE UM BOM SURF Na edição de agosto, a Surfar escolheu três diferentes

onda considerada de high performance e bastante tubular.

destinos que são bastante procurados nos meses de junho a

Você vai entender por que os surfistas estão sempre muito

agosto: Bali na Indonésia, Naufragados em Floripa e Arraial

atentos às condições ideais para um dia de surf nesse pico,

do Cabo no Rio de Janeiro. Na matéria “Redescobrindo Bali”,

que é considerado um dos melhores da ilha. E seguindo essa

vamos deixar você atualizado com tudo que está acontecendo

mesma linha editorial, trazemos para você o Trip Surfar em

por lá, de como o desenvolvimento influenciou o mercado

Arraial do Cabo. Localizada a 140 km do Rio de Janeiro, a

do surf, que voltou a investir forte em Bali, inclusive com a

pacata cidade é cercada de praias com águas transparentes e

realização de uma etapa do WCT em Keramas. A ilha voltou

ondas perfeitas.

a ser um destino e não apenas um lugar de passagem. Hoje é

Essa edição completou dois anos que a Surfar está sendo

normal ver os tops do WCT indo surfar em Keramas, Canggu

distribuída em território nacional. Um sonho que começou há

ou Padang. O havaiano John John Florence, capa dessa

cinco anos e que vem se consolidando no mercado como um

edição, até alugou uma casa em frente à praia com altas

veículo de grande aceitação pelos que amam nosso esporte.

direitas para produzir um material exclusivo para revistas e

Uma revista feita de surfista para surfista e que vai te levar aos

filmes publicitários do seu patrocinador.

melhores picos do planeta sem muita enrolacão.

Dando continuidade a nossa cobertura pelo litoral

Vamos todos pra dentro d’água Surfar!

brasileiro, mais precisamente em Florianópolis, fomos checar de perto as direitas da praia dos Naufragados, uma

José Roberto Annibal

Acima: O australiano Josh Kerr vem mostrando muita versatilidade no Tour tanto nas manobras aéreas quantos nos tubos. Na foto: Kerr em algum lugar de Bali. Na capa: Após ficar duas etapas fora do Tour, o havaiano John John Florence aproveitou a passagem do WCT por Bali para treinar em um secret longe da badalação. Fotos: Pedro Tojal.

21


PAG 28

MAIOR DA SÉRIE


Os surfistas brasileiros continuam superando seus limites. Carlos Burle desceu recentemente uma onda gigante no litoral do Chile. Apesar de ainda não ter uma medição oficial, ele acredita que o tamanho seja cerca de 24 metros. Caso o número seja confirmado, Burle supera a marca do havaiano Garret McNamara, que surfou 23,7m, em Portugal, no ano de 2011. Foto: Rafael Tapia


PAG 62

POR TRÁS DAS ONDAS


PELO MUNDO AFORA

esde o início dos anos 80, o carioca PEDRO BATTAGLIN, 50 anos, vem dedicando boa parte da sua vida à fabricação de pranchas de surf. Nascido na zona sul e criado nas ondas do Quebra-Mar, Battaglin montou a Hotstick, que chegou a produzir 3500 pranchas por ano. Em 1995, ele trouxe a marca Rusty para o Brasil, investindo em atletas e anúncios nas principais revistas. Sempre teve como prioridade ter uma boa equipe de surf, inclusive conseguiu colocar Léo Neves no WCT em 2007. Uma conquista e tanto que lhe rendeu um lugar no hall dos shapers internacionais. Além dos negócios, a paixão pela arte de shapear fez nascer uma grande amizade com o renomado shaper Rusty Preisendorfer, dono da marca. Fluente em espanhol, inglês, italiano e balinês, Pedro Battaglin se mudou para San Diego com seus dois filhos e a esposa há cinco anos, onde trabalha como diretor do programa mundial de pranchas da Rusty, viajando mundo afora, fazendo pranchas por onde passa e ficando muito tempo dentro d’água. Em entrevista à Surfar, Pedro contou um pouco sobre o mercado de surf internacional, a imagem do nosso país lá fora, a luta pela valorização dos nossos atletas e a evolução das pranchas. –––– por JOSÉ ROBERTO ANNIBAL fotos MARCIO CANAVARRO 63


Iuri Borba

Em algum lugar de Bali...


N

os anos 70, a Indonésia foi “descoberta” pelo mundo do surf. Australianos e americanos começaram a buscar em Bali a tão sonhada onda da vida.

Veja nas próximas páginas uma visão ainda pouco conhecida desse paraíso que mistura religião, fúrias da natureza, festas e, o principal, altas ondas. 79


Ao invĂŠs de surfar as esquerdas disputadas de Uluwatu e Padang, Stephan Figueiredo preferiu investir em ondas menos badaladas. O resultado foi esse...


95 Pedro Tojal


Marco Polo em um daqueles dias perfeitos que falta braço para permanecer dentro d’água.


O “secret” menos secret de Florianópolis! É assim que os surfistas chamam a praia dos Naufragados. Localizado no extremo sul da ilha, esse pico tem uma aura de mistério por conta dos fatos históricos registrados na região. Mas o que realmente atrai a galera para fazer a trilha de meia hora até Naufragados são as direitas tubulares que quebram por lá. A Revista Surfar foi conhecer esse lugar mágico da Ilha de Floripa.

Celso Pereira Jr

–––– texto e fotos Renato Tinoco

99


TRIP


Localizada a 140 km do Rio de Janeiro, Arraial do Cabo é uma cidade pacata, cercada por praias que encantam moradores e turistas que visitam o lugar. Dunas, restingas, lagoas e costões compõem uma das mais belas paisagens do nosso litoral e garantem a diversão mesmo nos dias de flat. Na superfície de águas cristalinas, altas ondas quebram ao longo do ano inteiro. No fundo do mar, uma imensidão azul de visibilidade paradisíaca e fauna marinha abundante fazem Arraial ser considerada a capital do mergulho brasileiro. A Surfar desembarcou nesse paraíso do Atlântico que recebe cada vez mais investimentos em infraestrutura, porém ao mesmo tempo mantém o clima típico das vilas de pescadores, abrigando gente humilde e hospitaleira. O aroma da maresia, o sabor do pescado e o visual do pôr do sol serão difíceis de reproduzir nessas páginas. Mas vamos tentar mostrar para vocês um pouco desse lugar querido e protegido pelos seus habitantes. E como não podia ser diferente, tudo sobre o surf nos melhores picos de Arraial!!. –––– por LUCAS GAYOSO fotos JORGE LUIZ PORTO

Água verde e altas ondas num dia clássico no canto esquerdo da Praia Grande.

113


[ “Surf não é um esporte. É um contato com Deus!” ] Filha de um velejador francês com uma brasileira, EMILIE BIASON nasceu em Paraty e a paixão pelo mar sempre esteve presente na sua vida. No começo, Emilie velejava com os amigos, mas o surf veio logo em seguida. “Sempre gostei de andar com os meninos, a gente fazia aula de vela e participava de regatas até que um dia eles foram sumindo das aulas, pois tinham encontrado outro esporte: o surf. Como sou curiosa, quis descobrir o que era esse tal de surf. No começo ninguém queria me empurrar na espuma, então tive que aprender na marra e engoli alguns litros d’água (risos), mas sempre fui boa observadora e aprendi rápido. Tive uma paixão intensa pelo ‘negócio’ e desde então a gente vive junto”, conta. Aos 17 anos, a surfista se mudou para o Rio de Janeiro para

estudar teatro, porém nunca deixou o surf de lado. Emilie chegou até a participar de algumas competições, só que viu que essa não era a praia dela: “A minha essência se encaixa perfeitamente no modo como surfo porque é natural, é livre. E liberdade é a palavra que eu mais gosto.” Atualmente, com 23 anos, Emilie é atriz e trabalha como apresentadora no canal Multishow nos programas Extremos e Férias no Rosa, além de estar escrevendo uma série de dramaturgia para a TV. E no surf alcançou novos voos: “Hoje o surf tomou um lugar, profissionalmente falando, que sempre sonhei, que é de trabalhar como freesurfer. Tenho uma marca bacana que me apoia, assim, posso continuar a surfar como sempre, por amor.”

131


PAG 146

PRÓXIMO NÚMERO

Pedro Tojal

INDONÉSIA 2013

Quem será que vai levar o Indobarrels Oakley Pro 2013?

EXPEDIENTE Editor Chefe: José Roberto Annibal – annibal@revistasurfar.com.br Redação: Déborah Fontenelle (Redatora) – deborah@revistasurfar.com.br Anna Marsillac – anna@revistasurfar.com.br Lucas Gayoso – lucas@revistasurfar.com.br Pedro Guedes (Estagiário) – pedro@revistasurfar.com.br Arte: João Marcelo – joaomarcelo@revistasurfar.com.br Fotógrafo staff: Pedro Tojal – tojal@revistasurfar.com.br Colunistas: Bruno Lemos, Felipe Cesarano e Otavio Pacheco Colaboradores edição – Texto: Renato Tinoco. Fotos: Basílio Ruy, Bruno Lemos/Liquid Eye, Carlos Zuniga, Diogo d’Orey, Everton Luís, Hayden-Smith/ASP, Hennings/Oakley, Henrique Pinguim, Iuri Borba, James Thisted, Jorge Luiz Porto, Junior Enomoto, Kirstin/ASP, Marcelo Freire, Marcelo Mattos, Marcio Canavarro, Paulo Armando, Pedro Felizardo, Pedro Gomes, Pedro Monteiro, Rafael Tapia, Renato Tinoco, Ricardo Altoé, Robertson/ASP, Rodrigo Brandassi, Tatiane Araújo Publicidade: Thaís Havel – thais@revistasurfar.com.br Marcelo Souza Carmo – marcelo@revistasurfar.com.br Sérgio Ferreira – serginho@revistasurfar.com.br Financeiro: Claudia Jambo – claudia@revistasurfar.com.br Tratamento de Imagem: Aliomar Gandra Jornalista Responsável: José Roberto Annibal – MTB 19.799 A Revista Surfar pertence à Forever Surf Editora e as matérias assinadas não representam obrigatoriamente a opinião desta revista e sim de seus autores. Endereço para correspondência: Av. Ayrton Senna, 250, sala 209, Barra da Tijuca, Cep:22793-000. Contato para publicidade: (21) 2433-0235 / 2480-4206 – surfar@revistasurfar.com.br

COMITÊ EXECUTIVO Jorge Carneiro, Luiz Fernando Pedroso, Lula Vieira e Ana Carolina Trannin. DIRETORA EXECUTIVA Ana Carolina Trannin MARKETING E EVENTOS Gerente de marketing e eventos: Cláudio Rahal Coordenadora de marketing: Ítaca Pacheco Assistente de marketing: Rafael Couto Assistente de marketing: Rodrigo Barreto CIRCULAÇÃO E PLANEJAMENTO Gerente: Arianne Castilha Produção gráfica: Wagner Pinheiro Assistente de PCP: Paula Medeiros Analista de Circulação: Cinthya Müller Assistente de Circulação: Roberta Aguiar Analista de Planejamento: Carlos Rodrigo Martuscelli Analista de Planejamento: Joseane Gomes Vendas avulsas: Fernanda Cicarelli NÚCLEO MULTIMÍDIA E ASSINATURAS Diretora: Mariana Monné Redatora: Fernanda Figueiredo Web Designer: Rafael Gushiken Coordenadora de vendas web: Michele Lima Assistente administrativa: Eliene Lima Gerente de assinaturas: Alex Jardim Consultor de vendas pessoais: Rodrigo de Souza Analista de atendimento: Cleide Orlandoni Analista de atendimento: Marcia Paiva Silva Analista de planejamento: Cintia Bissoli

EDITORA DUETTO EDITORIAL LTDA Rua Cunha Gago, 412, cj.33 – Pinheiros São Paulo – SP – Cep: 05421-001 Tel: (11) 2713-8150 – Fax: (11) 2713-8197 IMPRESSÃO: Edigráfica Números atrasados e edições especiais podem ser adquiridos através da Loja Duetto (www.lojaduetto.com.br) ao preço da última edição acrescido dos custos de postagem, mediante disponibilidade de nossos estoques Surfar #32 é uma publicação da Forever Surf Editora licenciada para a Ediouro Duetto Editorial Ltda. Distribuição nacional Dinap S.A – Rua Doutor Kenkiti Shimomoto, 1678 – Osasco – SP.


Surfar #32