Issuu on Google+

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

1


ANUNCIANTE SUPRA DESDE AGO/05


Acessórios de limpeza.........................................27, 34

Jogos educacionais..............................................16,17

Acessórios esportivos...............................................20

Jogos gigantes espumados..................................16,17

Agenda Escolar...................................................23, 29

Laboratório: equipamentos........................................26

Áudio equipamentos..................................................31

Laboratório: mobiliário...............................................25

Balanço para bebê.....................................................16

Laboratório: Produtos...........................................25,26

Banda, bandinha........................................................29

Lavadoras de alta pressão....................................27,34

Bebedouro.......................................................12,22,26

Lixeira.......................................................................34

Berço........................................................................20

Lousa escolar............................................................25

Bolas promocionais ....................................................7

Lousa interativa.........................................................11

Brindes.........................................................7,23,24,27

Modelo anatômico.....................................................26

Brinquedos...........................................................16,17

Móveis escolares...........2ª Capa, 13,19,20,27, 4ª Capa

Brinquedos educativos / Pedagógicos...................16,17

Móveis para escritório............................13,19, 4ª Capa

Brinquedos Temáticos...........................................16,17

Móveis para refeitório.......................13,19, 20, 4ª Capa

Brinquedoteca...........................................................27

Papel de Parede.........................................................16

Caderno personalizado..............................................23

Pasta Zip Zap..............................................................7

Cama empilhável.......................................1ª capa 7,28

Piso................................................................15,16,25

Cantoneiras...............................................................33

Piso de borracha.............................................15,16,25

Canudo para diploma............................................23,32

Piso em vinílico....................................................16,25

Capacho...............................................................24,34

Piso esportivo......................................................20,25

Capacitação de docentes...........................................10

Piso Paviflex.........................................................16,25

Capelo..................................................................23,32

Playground......................................................16,17,34

Carro coletor.........................................................27,34

Playground com espuma......................................16,17

Carro funcional.....................................................27,34

Playground em tronco de eucalipto............................17

Casinha de boneca...............................................16,17

Projetor......................................................................31

Cine educativo...........................................................14

Protetor de coluna p/ quadras...............................22,26

Circuito de Atividades...........................................16,17

Protetor de parede...........................................22,26,33

Cobertura de policarbonato...................................30,31

Purificador de água..............................................12,22

Construções esportivas.............................................20

Quadra poliesportiva..................................................20

Copiadora: equipamento digital..................................18

Quadro branco/ magnético.........................................25

Cortina 16

Radiocomunicação....................................................33

Desentupidora...........................................................24

sensor de presença...................................................32

Digitalização de livros................................................33

Software administrativo.............................................21

Enceradeira..........................................................27,34

Tapetes................................................................24,33

Ensino a distância......................................................32

Tecnologia educacional.............................................14

Estojo Zip Zap.............................................................7

Tela de projeção...................................................11,31

Estrutura Metálica.............................................3ª Capa

Toldos..................................................................30,31

Faixas decorativas.....................................................33

Uniformes Escolares..................................................22

Filtro de água.......................................................12,22

Varredora.............................................................27,34

Grama Sintética...............................................16,17,25

Ventilador..................................................................26

Impressão.................................................................18

Vidraria para laboratório.............................................26

Instrumentos musicais..............................................29


ENSINO

Por Natália Mancio

Preparados para o vestibular

Instituições apostam em grade curricular adaptada e reforço no rotina de estudos para dar apoio aos alunos A estudante do 3º ano do Ensino Médio do Colégio Poliedro de São José dos Campos (SP), Diana Nakamura Pereira, é um grande exemplo de que com esforço e dedicação é possível alcançar os objetivos almejados. Ela estuda no Poliedro desde o 6º ano do Ensino Fundamental II. Foi nesta instituição que ela obteve toda a preparação necessária para alcançar ótimos resultados nos vestibulares de Medicina de 2016. Com uma rotina intensa de estudos, das 8h00 às 21h00, além de conquistar o 1º lugar na classificação geral da Unesp (Universidade Estadual Paulista), ela também passou nos vestibulares USP Pinheiros (no 26º lugar), Famerp (Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Unifesp (Universidade Federal de Minas Gerais) e UFPR (Universidade Federal do Paraná). Na primeira fase da prova da Unesp, Diana contabilizou 86 acertos em 90 questões. “O conteúdo que aprendi no Poliedro e as orientações dos professores foram fundamentais para a classificação em seis vestibulares de Medicina”, afirma a estudante, satisfeita

4

Supra Ensino

com as conquistas. Todas essas conquistas realizadas sem a necessidade de um curso prévestibular no período do contra turno escolar. José Hélio de Moura Filho, coordenador pedagógico do Ensino Médio do Colégio Poliedro de São José dos Campos explica que desde o ensino médio a instituição conta com uma equipe de orientação educacional e pedagógica, formada por pedagogos, psicólogos e psicopedagogos, o que garante um atendimento individualizado para os alunos, nos aspectos acadêmicos e interpessoais, principalmente no que tange a preparação para o vestibular. Após provas e avaliações, o estudante recebe um feedback individualizado, o que permite melhorar as suas possíveis deficiências de estudos e organizar seu tempo, de acordo com as matérias que exigem maior preparação para as provas dos vestibulares que pretende prestar. “Os números da escola comprovam a excelência do trabalho efetuado. Em 2016, os alunos da Unidade São José dos Campos tiveram um excelente desempenho em diversos vestibulares pelo Brasil. Foram 449 aprovações nas

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

mais concorridas universidades, assim como no exemplo acima. Além disso, o Colégio Poliedro de São José dos Campos (SP) figura no ranking das 100 melhores escolas do Enem 2014. Além disso, é o segundo colocado na região do Vale do Paraíba e o segundo no País no recorte dos 30 alunos com melhor desempenho nesta prova. Presente em todo o País, o Sistema de Ensino Poliedro (SEP) prepara estudantes de todo o Brasil para o exame com a Coleção Enem.”, celebra o coordenador. A diretoria da Rede Educacional ALUB, explica que a instituição não tem o norteador apenas de trabalhar o desenvolvimento do aluno para promoção no vestibular e defendem uma escola, uma instituição que tem os valores e a formação humanacomo foco. “Entretanto, não podemos ignorar o fato de que uma boa nota dos estudantes na prova reflete significativamente na comunidade escolar como um todo, sobretudo para as famílias. Temos percebido, ao longo de nossa trajetória, que muitos pais e mães se preocupam sim em como a escola está posicionada no ranking da nota final do Enem. Essa preocupação é levada em consideração como um dos principais critérios, tal qual o valor da mensalidade da escola, sua localização e a qualificação do corpo docente. Há quatro anos consecutivos, a instituição desponta no Distrito Federal, entre as cinco escolas que mais aprovam no Enem.”, explica Vânia Regina Resende, mestra em educação e psicopedagoga da ALUB. “Aproveitando o clima das Olimpíadas, como uma referência de comparação, entendemos a preparação para o vestibular, para o Enem, como uma longa caminhada, cercada por vários desafios que exige da nossa escola excelentes professores, rico planejamento pedagógico e, principalmente dos estudantes, muita dedicação. Dedicação que conquistamos através de muita e adequada motivação.”, completa. Welington Nunes Souza, coordenador


psicopedagógico do Ensino Médio do Colégio Marista Arquidiocesano conta que a escola trabalha, na vertente pedagógica, pela excelência acadêmica com professores qualificados e experientes. Esses profissionais são capacitados para compreender e para lidar com os desafios do vestibular, analisando os conteúdos relevantes, a individualidade e a coletividade dos alunos no acompanhamento, na gestão dos resultados e nas respectivas orientações. “A grade horária é composta por aulas curriculares nos turnos da manhã e da tarde, além de haver um plantão de dúvidas para trabalhar com as dificuldades dos alunos, promovendo o avanço intelectual e cenários desafiadores. Os alunos também contam com o programa de Orientação Profissional, que busca promover a maturidade da escolha da carreira dos jovens. A família também é envolvida neste processo, de modo a firmar parceria com a escola e com o educando, reconhecendo suas escolhas e decisões.”. Na 1ª e 2ª séries, os alunos ainda participam de oficinas do Projeto Interdisciplinar, que promovem o desenvolvimento da capacidade de escolha e do aprofundamento dos estudos por meio do protagonismo do aluno. Além disso, estes alunos podem participar do Plantão de Dúvidas e têm a possibilidade de participar das atividades culturais oferecidas pela escola. “É importante fazermos uma leitura do cenário e do contexto atual destas provas, da formação e do desenvolvimento integral dos alunos, para que possamos ajustar uma grade curricular quedê conta destas

necessidades de formação, mas que também abarque a preparação para a vida. Nesse sentido, ações como aulas sobre questões de atualidades, redação e plantões foram redesenhadas.”, complementa o coordenador. Para testar o aprendizado dos alunos, estimular a sua visão crítica e deixálos mais seguros tanto para as provas escolares como vestibular e ENEM, o Colégio Concórdia oferece uma série de oportunidades de aprendizado e ações ao longo do ano. Desde o início do Ensino Médio o aluno participa de uma bateria de simulados e plantões de dúvidas em que são oferecidas oportunidades de aprofundar o conteúdo das disciplinas e ter apoiona resolução dos exercícios mais difíceis. O aluno também tem à disposição uma plataforma de avaliação adaptativa, por meio da qual acessa os principais conteúdos de exatas com aulas especiais on-line e dicas de estudo. O Colégio Concórdia também oferece apoio na escolha da profissão. O destaque é a Feira das Profissões organizada pelo colégio, que em 2016 chega à sua 12ª edição. “O evento, que acontece em setembro, foi criado para orientar os alunos do Ensino Médio sobre o dia-a-dia de diferentes profissões, por meio de palestras e batepapo com profissionais que descrevem suas experiências, dificuldades e vantagens de cada carreira. O estudante, além do estudo diário necessário à sua formação, precisa se preocupar com seu futuro, com a empregabilidade, e na Feira das Profissões, onde reunimos diversos profissionais de diversas áreas de atuação, é possível conhecer, tirar dúvidas e questionar para ter mais

segurança ao fazer uma escolha tão importante.”, comenta Edson Wander Eller, diretor da instituição. É de extrema importância que a equipe psicopedagógica da instituição dê suporte emocional para o aluno em fase de vestibular. A Rede ALU0B, por exemplo, entende que a intervenção do psicopedagogo e de toda equipe que compõe o SOE – Serviço de Orientação Educacional deve ser, sobretudo, preventiva. O intuito é detectar as dificuldades e promover sugestões metodológicas, orientação vocacional, educacional e ocupacional ou de forma terapêutica. “Buscamos identificar estudantes com dificuldades, elaboramos diagnósticos e procuramos junto às famílias e equipe docente, quando é o caso, soluções para as dificuldades detectadas. A partir do estudo da origem da dificuldade em aprender, o psicopedagogo/SOE orienta que se procure um profissional especializado, atividades que estimulam as funções cognitivas não ativadas.”, diz Vânia Regina. Já o Poliedro, conta com uma equipe qualificada de psicopedagogos, que auxilia o estudante não somente nas questões voltadas para o intenso ritmo de estudos exigido para uma boa preparação para ovestibular, como também em conceitos que envolvem a família e as cobranças sociais vivenciadas nesta fase da vida. “Os adolescentes, com novas expectativas e descobertas, muitas delas difíceis, não sabem avaliar os riscos. Neste sentido, o trabalho de orientação educacional é muito importante. Criamos, inclusive, grupos de controle de ansiedade para os vestibulandos.”, conta José Hélio.

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

5


PEDAGOGIA

Por Natália Mancio

Como lidar com a discalculia

Diagnóstico precoce diminui a probabilidade de insucesso escolar Causada por má formação neurológica, a discalculia pode ser descoberta logo nos primeiros anos de vida através da trajetória de aprendizagem e do desenvolvimento da criança com relaçãoà tudo que está relacionado aos números. Mas é preciso ficar atento, pois nem todas as crianças gostam de contas e existe uma grande diferença entre quem acha matemática chata e difícil e quem sofre de um distúrbio. A professora especialista em linguística e franqueada da rede Tutores em Uberlândia (MG), Juliana Reis, explica como tratar e amenizar a discalculia, fazendo com que a criança passe pela vida escolar da maneira menos traumática possível. “Muitas vezes uma criança diagnosticada com discalculia é tratada como quem tem dificuldades gerais de aprendizagem, moderada, grave ou profunda. É difícil diagnosticar o distúrbio, pois nem sempre é visto como uma condição separada. O profissional deve sempre fazer orientações gerais sobre as dificuldades matemáticas e, a partir daí, planejar as intervenções pedagógicas necessárias. Só é possível perceber traços de discalculia a partir da maturação neurológica compatíveis com a demanda matemática da fase em que a criança se encontra. Nãose trata de um distúrbio que se percebe da noite para o dia.”, explica. De acordo com Quézia Bombonatto, pedagoga, especialista em descalculia e diretora da Associação Brasileira de Psicopedagogia, a também chamada de discalculia de desenvolvimento é uma dificuldade de matemática, mas a diferença é que o acontece é um transtorno da maturação nas habilidades matemáticas. Não é adquirida por essas falhas acima. A discalculia implica em uma imaturação do sistema nervoso, é uma disfunção. “Discalculia é um transtorno estrutural da maturação das habilidades matemáticas, as quais incluem as habilidades linguísticas, perceptuais e de atenção. Não decorre de uma lesão cerebral, mas de disfunções neurológicas ou imaturidade das funções neurológicas, e está associada às dificuldades específicas no processo da aprendizagem do cálculo, que se observam entre indivíduos de inteligência normal. Decorre de falhas na representação dos fatos numéricos, na execução dos procedimentos

6

Supra Ensino

aritméticos e respectiva representação espacial, na impossibilidade de realizar cálculos mentais, de reconhecer a relação entre os diversos conceitos e utilizá-los na resolução de situaçõesproblema.”, detalha a especialista. A discalculia é dividida em seis subtipos de dificuldade: Verbal - para nomear as quantidades matemáticas, os símbolos Practognóstica - dificuldade para enumerar e comparar Léxica- leitura de símbolos Gráfica- a escrita dos símbolos Ideognóstica realização das operações mentais e dos conceitos matemáticos Operacional - execução das operações e cálculos numéricos. Alessandra Felippello, franqueada e gestora educacional das unidades da Tutores em Cotia explica que como a discalculia não é uma doença, e sim um transtorno, seu tratamento não é medicamentoso. Ele acontece através da ação após o diagnóstico multidisciplinar, focando num trabalho de tutoria do psicopedagogo com a criança, auxiliando-a desenvolver ferramentas para lidar com os conceitos matemáticos. “A discalculia geralmente é percebida quando a criança começa a frequentar a escola. Na pré escola, ela já pode ser percebida, mas no ensino fundamental quando a criança começa a vivenciar com mais frequência atividades que envolvem cálculos, contagem, noções de tempo, peso etc.; os sintomas se tornarão mais evidentes. Seu diagnóstico deve ser realizado por uma equipe multidisciplinar que

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

envolve vários profissionais de área da saúde: neurologista , fonoaudiólogo, psicólogo e psicopedagogo.”, completa. Cada escola lida com a situação de uma forma. Em uma das instituições que pesquisamos, os alunos com discalculia são avaliados de forma diferenciada, em outro período, pelo próprio professor das disciplinas de Fisica, Química e Matemática. “Eles sentam no centro da sala e nas carteiras da frente. O professores são orientados para dar uma atenção mais individualizada e quando há necessidade atendem, no contra turno as dificuldades específicas utilizando outras estratégias pedagógicas.”, explica a diretora do Colégio Liceu Santa Cruz, do Grupo A, Mirna Eloi Suzano. O aluno diagnosticado com discalculia não obrigatoriamente apresenta dificuldade em outras disciplinas e áreas. A dificuldade do aprendizado da matemática na discalculia é uma dificuldade específica no mecanismo dos cálculos e resolução de problemas. No entanto, caso não seja diagnosticada a tempo, a discalculia pode comprometer o desenvolvimento escolar em outros aspectos também. “O aluno discalcúlico, devido à sua limitação, pode adquirir o medo de enfrentar novas experiências de aprendizagem por desacreditar na sua capacidade. Pode também passar a apresentar problemas de conduta, tornar-se agressivo, apático ou desinteressado. É comum que pais, professores e até colegas, por desconhecerem o que realmente acontece com o discalcúlico acabem abalando ainda mais sua autoestima com críticas e punições.” finaliza Quézia.


ANUNCIANTE SUPRA DESDE FEV/12 ANUNCIANTE SUPRA DESDE ABR/16

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

7


ESTRUTURA

Por Natália Mancio

Diminua esse peso

Quais opções as escolas têm oferecidos aos pais para diminuir o peso das mochilas dos alunos Mochilas que chegam a pesar até 12kg preocupam pais e as escolas buscam soluções para aliviar o peso nas costas dos alunos. A cada ano os fabricantes de material escolar, na tentativa de conquistar o consumidor, têm investido em marketing que, além de designers e cores atraentes, vêm aumentado significativamente o peso dos produtos; cadernos de capa dura e estojos de lápis enormes são exemplos disso. Grande parte das mochilas disponíveis no mercado pesam a metade do peso aceitável para todo material. Nesse cenário e, partindo do pressuposto que as crianças estão em processo de construção de autonomia, cabe tanto à instituição quanto à família a orientação e acompanhamento da compra à organização do material, evitando o transporte desnecessário de livros, cadernos e outros objetos. Patrícia Mara Mota da Silva Vilena Pinto, coordenadora pedagógica na escola Educarte, Unidade Parceira do Sistema de Ensino Poliedro, explica que um olhar criterioso para este cenário é parte integrante do compromisso da instituição com a comunidade

8

Supra Ensino

escolar, orientando alunos, pais e/ ou responsáveis para saúde na rotina escolar. “Nossas iniciativas são pautadas em um ambiente saudável. A equipe pedagógica elabora o horário escolar no ensino fundamental I contemplando disciplinas e seus respectivos materiais com a meta de termos menos peso possível na mochila. Na educação infantil, os materiais permanecem em sala de aula, recolhidos nos armários, devidamente nomeados e vai para casa apenas o necessário como agenda e caderno de tarefa quando corresponde a faixa etária que o utilize.”, completa. Mochilas muito pesadas podem gerar problemas de coluna e dores nas costas das crianças e adolescentes. Para que os alunos transitem sem excesso de peso todos os dias, o Colégio Horizontes oferece armários individuais para que todos deixem os seus materiais na escola. Além disso, o material didático do colégio é pensado e elaborado de forma a diminuir o volume e o peso e facilitar o transporte. Veja o exemplo das ações adotadas pela instituição: Ensino Fundamental I (2º ao 5º ano) 1 - O Colégio utiliza apostila única

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

com todas as disciplinas, e os cadernos de lição de casa não são os mesmos dos usados em classe. Sendo assim, as disciplinas são unidas para diminuir o número de cadernos. Ou seja, os estudantes precisam ter um caderno para matemática e verso português (lição de casa todos os dias); um caderno para História, Geografia e Ciências (lições são intercaladas dependendo dos dias da semana). 2 - O restante dos materiais fica na escola e os responsáveis podem vê-los na reunião de pais. Ensino Fundamental II (5º ao 9º ano) 3 – Os alunos também utilizam apostila única com todas as disciplinas, podendo optar por cadernos de 100 folhas por disciplina ou fichários. Ensino Médio 4 – Nessa fase os estudantes também utilizam apostila para todas as matérias e podem optar por cadernos de 100 folhas ou fichários. Os livros de texto e de lição de casa devem ficar em casa para leitura prévia. Há opção, ainda, de baixar os livros de texto e de lição de casa no tablet. Além de todas essas medidas o Horizontes orienta seus alunos que: A - A mochila ideal não deve ultrapassar 10% do peso do aluno. Para evitar o excesso de peso, o aluno não deve levar à sala de aula itens que não serão usados, objetos desnecessários à escola como brinquedos, roupas e aparelhos eletrônicos. B - O modelo da mochila também faz diferença no peso. O aluno deve evitar mochilas com apenas uma alça. Aquelas com rodinhas podem facilitar o transporte do material sem sobrecarregar as costas. No caso de mochila de ombro, devem ser acolchoadas, com fácil ajuste e com tamanho igual às costas do aluno. De acordo com Padre Samuel Alves Cruz, diretor pedagógico do Colégio Divino Salvador (Jundiaí/SP) a escola passou a oferecer, há mais de cinco anos, armários para que os alunos deixem


o material que não será utilizado em casa, como mapas, alguns livros e dicionários, por exemplo. Esses espaços são alugados e o valor é anual, simbólico para manter o serviço. “Estamos sempre interessado no bem estar dos alunos e uma de suas preocupações é quanto ao peso das mochilas. Sempre conversando com os alunos, orientando quanto ao material que carregam diariamente e também conversamos com os pais nas reuniões.”, explica o profissional que também comemora: “Já percebemos uma mudança na postura dos alunos, mudança na hora de sentar nas cadeiras e a organização em sala de aula. Muitos dos alunos que apresentavam dores nas costas foram orientados, utilizam o serviço e percebem as mudanças positivas.”, celebra o diretor. Trabalhar pedagogicamente o tema em todos os eixos da educação infantil e todas as disciplinas no ensino

fundamental I, de acordo com Patrícia Mara Mota, contempla a iniciativa de saúde nesta rotina escolar. Por meio de poemas, músicas, histórias entre outros. Convidar fisioterapeutas para reunião temática: “Como vai o peso da mochila do seu filho”, também é considerada uma ação preventiva onde alertamos os pais e/ou responsáveis sobre esta importância. O projeto “S.O.S.Mochila”. “Nas primeiras semanas de aula alertamos pais e/ou responsáveis junto aos alunos em rotina escolar. Aos pais e/ou responsáveis desde a educação infantil até o ensino fundamental II, esta palestra tem como meta introduzir o tema primeiramente a eles que sentirão nossa atuação com os alunos e fidelizarão dando continuidade em casa. Orientamos quanto aos comprometimentos de uma mochila com excesso de peso, apresentamos nosso horário escolar com uma rotina que

contemple esta iniciativa. Solicitamos respaldo diário em desenvolvermos juntos este olhar responsável pela saúde. Aos alunos do Fundamental I e II convidamos uma equipe de fisioterapeutas para introduzirem o tema despertando a atenção dos alunos.”, detalha a coordenara. E finaliza que o alerta é satisfatório mediante aos resultados alcançados com os pais que elogiam e auxiliam nossa iniciativa. “Com os alunos percebemos um cuidado e zelo maior com o material escolar, horário a ser cumprido e consequente sua saúde.”. Sérgio Porfírio, diretor de ensino do Colégio Magnum Buritis, de Belo Horizonte conta que além da orientação constante sobre a organização da mochila, o Colégio leva em consideração, na montagem do horário de aulas, o volume de material diário que o aluno deverá carregar. “Outra ação importante no Colégio é a oferta do serviço de escaninho. Todos os nossos alunos são orientados sobre a compra, organização e peso das mochilas. O serviço de escaninho começa no 5º ano, ano de transição onde ocorre um aumento do número de disciplinas e consequentemente materiais, ao 3º ano do Ensino Médio. Essas ações já são tradicionais no Colégio. Com certeza a parceira com a família e toda essa política acerca da organização do material contribui muito para saúde dos nossos alunos.”, diz o profissioanl que também especialista em Educação e Psicanálise da Criança e do Adolescente.

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

9


PORQUE ALGUMAS BOAS ESCOLAS TEM DIFICULDADE EM CRESCER? O principal motivo que faz uma instituição de ensino crescer de forma sustentável, isto é, comprometida com o bom ensino, com os alunos, seus familiares e o meio em que vivemos, é a qualidade da sua prestação de serviços pedagógicos, que compreende a proposta pedagógica, o trabalho realizado em sala de aula, a qualidade do corpo docente e as relações interpessoais. Políticas promocionais de preços e descontos mais agressivos, investimentos na infraestrutura e em tecnologia, estratégias de antecipação das rematrículas, campanha de propaganda e pós-atendimento são fatores coadjuvantes, que impactam e mexem com o mercado em um primeiro momento, produzindo bons efeitos instantâneos que não perduram sem uma base educacional consistente. É também comum nos depararmos com uma escola que mesmo com um bom trabalho pedagógico apresente dificuldade para crescer de forma sustentável. Existem fatores externos que dificultam a vida das instituições de ensino, tais como: crise, aumento de custos, excesso de

oferta e concorrência; e também fatores internos, como: falta de visão sistêmica, desorganização e gestão. Um fator muito presente nestas escolas é a falha na divulgação e, consequentemente, na valorização da prestação dos serviços educacionais. “O trabalho realizado é bom, mas não ultrapassa os muros da escola”.

Falta, principalmente ao corpo docente, a cultura de divulgar o que acontece na sala de aula para que a instituição e os seus colaboradores sejam respeitados e valorizados. Outro aspecto relevante é a gestão da marca da instituição. Mesmo sem intenção, às vezes, as escolas geram institucionais negativos, como escolas fracas, indisciplinadas, antiquadas ou bagunçadas, que ficam enraizados na memória das pessoas que compreendem o seu público-alvo (alunos, famílias, staff, exalunos, prospects e mercado regional). A falta de comunicação e os erros de imagens são uma das principais causas que

impedem o crescimento das instituições de ensino que possuem um bom trabalho pedagógico. Neste caso, a escola precisa utilizar estratégias de comunicação com constância e periodicidade. Dicas para uma boa comunicação:

Cuidado com a linguagem - Ao invés de usar terminologias no dialeto “pedagogês”, conhecidas somente pela área educacional, a comunicabilidade se dará com mais facilidade quando houver uma linguagem econômica, isto é, coloquial, com a qual o receptor sintase familiarizado com as palavras e que, para isso, não seja necessário esforço para decifrá-las. Cuidado com o marketing de coopetência - É feito por meio da cooperação de várias empresas com o mesmo propósito ou o mesmo nicho de mercado. O trabalho que agrega valor e divisas para ambas as empresas que cooperam chama-se rede de valor. No segmento educacional, o marketing de coopetência acontece pelos incrementos de parceiros que complementam o trabalho pedagógico, como os sistemas de ensino, escolas de idiomas, empresas esportivas e de projetos diferenciados, como empreendedorismo, incentivo à leitura etc. Na busca por um diferencial competitivo, algumas escolas valorizam de forma excessiva o marketing de coopetência, correndo o risco de tornar sua imagem dependente da empresa complementar. É muito importante validar a parceria através da colocação da marca das empresas parceiras em menor escala que a marca da escola nos materiais de divulgação e na fachada. Christian Rocha Coelho Especialista em Andragogia Diretor do Grupo RABBIT Gestão, Comunicação, Marketing e Pesquisa Educacional

10

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

www.rabbitmkt.com.br


ANUNCIANTE SUPRA DESDE FEV/98

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

11


ANUNCIANTE SUPRA DESDE MAI/98

12

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS


ANUNCIANTE SUPRA DESDE JAN/97

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

13


ANUNCIANTE SUPRA DESDE MAI/13

14

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS


ANUNCIANTE SUPRA DESDE JUN/02

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

15


16

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

ANUNCIANTE SUPRA DESDE FEV/04

ANUNCIANTE SUPRA DESDE JUL/13

ANUNCIANTE SUPRA DESDE JAN/99


O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

17

ANUNCIANTE SUPRA DESDE JAN/08

ANUNCIANTE SUPRA DESDE JUL/03

ANUNCIANTE SUPRA DESDE DEZ/03


ANUNCIANTE SUPRA DESDE JAN/13

18

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS


ANUNCIANTE SUPRA DESDE SET/96

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

19


ANUNCIANTE SUPRA DESDE MAI/09 ANUNCIANTE SUPRA DESDE NOV/98

20

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS


ANUNCIANTE SUPRA DESDE SET/02

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

21


22

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

ANUNCIANTE SUPRA DESDE MAI/15

ANUNCIANTE SUPRA DESDE NOV/01

ANUNCIANTE SUPRA DESDE JAN/97


ANUNCIANTE SUPRA DESDE SET/08

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

23


24

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

ANUNCIANTE SUPRA DESDE FEV/09

ANUNCIANTE SUPRA DESDE SET/15 ANUNCIANTE SUPRA DESDE AGO/14


ANUNCIANTE SUPRA DESDE DEZ/15 ANUNCIANTE SUPRA DESDE OUT/00

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

25


26

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

ANUNCIANTE SUPRA DESDE JUL/01

ANUNCIANTE SUPRA DESDE NOV/07

ANUNCIANTE SUPRA DESDE NOV/01


ANUNCIANTE SUPRA DESDE FEV/12

ANUNCIANTE SUPRA DESDE NOV/12

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

27


28

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS


ANUNCIANTE SUPRA DESDE SET/10

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

29


30

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS ANUNCIANTE SUPRA DESDE JAN/16

ANUNCIANTE SUPRA DESDE SET/15

ANUNCIANTE SUPRA DESDE SET/03


ANUNCIANTE SUPRA DESDE MAR/14

ANUNCIANTE SUPRA DESDE JUN/13

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

31


ANUNCIANTE SUPRA DESDE FEV/15

ANUNCIANTE SUPRA DESDE JAN/97

32

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS


O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

33

ANUNCIANTE SUPRA DESDE SET/05

ANUNCIANTE SUPRA DESDE MAR/15

ANUNCIANTE SUPRA DESDE JUN/10


ANUNCIANTE SUPRA DESDE FEV/14 ANUNCIANTE SUPRA DESDE JUN/14

34

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS


ANUNCIANTE SUPRA DESDE MAI/16

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

35


ANUNCIANTE SUPRA DESDE SET/96

36

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS


Supra Ensino Agosto 2016