Page 1

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

1


ANUNCIANTE SUPRA DESDE FEV/09


Acessórios de limpeza.....................................20,24,25

Lavadoras de alta pressão...............................20,24,25

Acessórios poliesportivos............................................5

Letreiros......................................................................5

Adesivo 3D anti-impacto............................................20

Lixeira..............................................................20,24,25

Agendas escolares....................................................29

Locação de tecnologia...............................................14

Armário multiúso.......................................................20

Lousa Digital.....................................................3º capa

Arquitetura e Urbanismo............................................13

Lousa escolar...............................................3ª capa,13

Bebedouro............................................................22,32

Lousa interativa.................................................3ª capa

Brinquedos......................................................17,27,34

Marketing Educacional..........................................30,31

Brinquedos educativos / pedagógicos........................17

Máquinas desentupidoras de esgoto..........................28

Brinquedoteca...........................................................27

Modelo anatômico.....................................................29

Bolas Promocionais...................................................16

Móveis escolares....................................2ª, 3ª, 4ª capa

Cadernos e diários de classe.....................................29

Móveis para escritório.............................2ª, 3ª, 4ª capa

Cadeirinha de bebê....................................................16

Móveis para laboratório.............................................22

Cama empilhável......................................................7,9

Móveis para refeitório..............................2ª, 3ª, 4ª capa

Comunicação Visual....................................................5

Painéis e Letreiros..................................................5,25

Canudo para diploma.................................................28

Parede lousa.............................................................25

Capelo.......................................................................28

Pintura de fachada.....................................................28

Carro coletor....................................................20,24,25

Piso....................................................1ª capa,15,25,27

Carro funcional.....................................................24,25

Piso de borracha.......................................1ª capa,5,15

Casinha de boneca....................................................17

Piso Ecológico..............................................1ª capa,15

Cobertura metálica....................................................11

Piso esportivo..................................... 1ª capa,5,15,29

Contabilidade.............................................................34

Piso Paviflex..............................................................20

Construção: Quadras esportivas..................................5

Piso Vinílico........................................................23, 25

Copiadora: equipamento digital..................................20

Playground......................................................17,27,34

Diário escolar.............................................................29

Playground com espuma...........................................17

Doação.................................................................26,33

Playground em tronco de eucalipto............................34

Doação de roupas e brinquedos.................................26

Produtos de limpeza..................................................25

Enceradeira .....................................................20,24,25

Projetor......................................................................20

Engenharia e Reformas..............................................24

Protetor de parede.....................................................23

Estrutura metálica......................................................11

Quadro branco/ magnético.........................................13

Exterminador de mosquito....................................18,34

Reformas.............................................................24,28

Gestão escolar...........................................................19

Revestimento para colunas........................................23

Gráfica......................................................................13

Software administrativo .............................................19

Grama sintética..................................................5,17,27

Tela de projeção.........................................................20

Impressora................................................................20

Telefone Corporativo..................................................32

Interface Web............................................................19

Toldos....................................................................5,23

Jogos educativos.......................................................17

Uniformes escolares..................................................16

Jogos gigantes espumados..................................17,27

Ventilador...................................................................22

Laboratório: Produtos................................................29

Vidraria para laboratório.............................................29


PROJETOS

Por Natália Mancio

Intercâmbio cultural

Porque sair de sala de aula pode auxiliar no desenvolvimento do aluno Derrubar as paredes da sala de aula. Derrubar os muros das escolas. Derrubar barreiras. Não no sentido literal, mas literário e cultural dentro da comunidade escolar. Algo fundamental para o desenvolvimento dos alunos e cada vez mais praticado pelas instituições. Projetos que promovem um intercâmbio cultural ganham força e levam alunos muito além dos muros da escola. Desta forma, eles mudam sua atitude e seu olhar. Desenvolvem uma postura muito aguçada de observação da cidade e da arte. O repertório amplia e eles passam a comparar artistas e a conhecer suas características e peculiaridades. Eles desenvolvem, também, o pertencimento a esses espaços. Aprendem a se movimentar, se posicionar, respeitar e entender a lógica do ambiente, além de observar criticamente e de diferentes ângulos as obras. No projeto Pelas Ruas de São Paulo, o Colégio Santo Ivo reúne grupos com cerca de 20 alunos que têm interesse em participar das saídas, que são voluntárias. As exposições visitadas são escolhidas ao longo do ano, conforme vão surgindo. O repertório é bastante vasto, uma vez que inclui desde exposições de

arte clássica, como as renascentistas, até de arte contemporânea. Entre os lugares já visitados estão MASP, Pinacoteca, MAC, MAM, Instituto Tomie Ohtake, Centro Cultural Banco do Brasil, Instituto Moreiras Sales, Unibes Cultural, Bienal de Artes de São Paulo, Casa Amarela, Beco do Batman, Festival Internacional de Linguagem Eletrônica, Centro Cultural da Fiesp e Museu Lasar Segall. Uma das ideias principais do projeto é levar os alunos a se apoderarem do espaço em que habitam e perceberem que a cidade tem movimento, não é cinza e estática. Para isso, são proporcionadas essas visitas aos espaços culturais, onde eles dialogam com os monitores e com os professores de Artes, que sempre os acompanham. Eles observam as obras e comparam com o repertório que eles já trazem em conhecimento prévio. Os pais dos alunos que participam com regularidade do Pelas Ruas de São Paulo relatam a mudança de postura desses adolescentes em visitas a museus pelo mundo, além da ampliação do repertório artístico e cultural. A forma com que esses alunos observam e analisam as obras muda e eles conseguem, muitas vezes, identificar o período nos quais elas se inserem, as

características de determinado artista e a qual movimento pertence. “A visitação a museus e a integração da escola em relação a este exercício soma repertório ao aluno. Ir a exposições de arte é um hábito a ser construído e incentivado. Apesar de as cidades apresentarem opções interessantes e gratuitas, os espaços dedicados às artes visuais ainda são pouco frequentados. O museu, ou centro cultural, pode ser um local de entretenimento, mas é também, e talvez o seja antes de tudo, um centro de pesquisa, preservação da história e apresentação de objetos, documentos e experiências que, de algum modo, se tornam caros à sociedade. Desta forma, lê-se em arte a reflexão de nossa própria memória.”, explica Silvia Roda, Orientadora Educacional do 2º ao 8º ano do Ensino Fundamental e responsável pelo projeto. Ganhando o mundo Quando se fala em aprender outro idioma, logo vem à mente uma sala de aula e livros repletos de exercícios. Apesar de ser a forma tradicional de aprender outra língua, aprimorar-se fora desse ambiente faz com que os alunos estudem de maneira mais didática e prazerosa. É assim que acontece nos chamados intercâmbios,

continua na pág. 06

4

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS


ANUNCIANTE SUPRA DESDE JAN/19 ANUNCIANTE SUPRA DESDE AGO/18

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

5


onde os estudantes têm a oportunidade de se envolver não só com o idioma, mas também com a cultura do país em que visita. Além disso, adquire novas experiências e desenvolve habilidades que antes não conhecia. Embora o inglês e o espanhol apareçam como as línguas mais procuradas, a pesquisa revelou que idiomas como alemão, francês, italiano, japonês e mandarim também ganharam destaque. No Colégio Oshiman, localizado na Vila Mariana, SP, o calendário de intercâmbios é diversificado. Nas férias de julho, o Colégio proporciona aos alunos a possibilidade de vivenciar a cultura de países como Irlanda, Inglaterra, Espanha, Canadá, Peru e Chile. No entanto, o mais procurado é o “Shisetsudan” – uma viagem de intercâmbio ao Japão de 45 dias, entre os meses de dezembro e janeiro. O intercâmbio surgiu no Colégio com o objetivo de ensinar aos jovens a importância de conhecer a cultura do próximo e, consequentemente, respeitá-lo. De acordo com a diretora do Colégio Oshiman, Mayumi Madueño, o Shisetsudan já faz parte da história dos alunos há 45 anos e, em 2018, levará ao Japão a 21ª delegação – composta por 31 adolescentes –, a fim de aprimorar os conhecimentos sobre a língua, a cultura e as tradições do povo japonês. “No intercâmbio, os alunos descobrem que possuem habilidades e talentos que, até então, desconheciam. Nossa intenção é fazer com que eles vivenciem o maior número de situações possíveis para que possam se conhecer melhor e, ainda, entender e respeitar as particularidades do próximo.”, explicou Mayumi. Realizado a cada dois anos, o

6

Supra Ensino

Shisetsudan é uma viagem repleta de atividades nas quais os jovens terão de saber como se comportar, agir e reagir. Eles terão contato com personalidades políticas, participação em cerimônias tradicionais, saudação ao Imperador no Palácio Imperial, visitação a templos e museus importantes, além de ficarem hospedados na casa de famílias tradicionais. Antes da viagem, os alunos passam por um treinamento de idioma e etiqueta dos costumes japoneses, para que estejam mais bem preparados para viverem tais experiências. Após a experiência de promover o Intercâmbio Cultural Marista, a Província Marista Brasil Centro-Norte (PMBCN) lançou esse ano o Intercâmbio Esportivo Marista com o objetivo de promover a experiência da internacionalidade e da interculturalidade, por meio da prática esportiva. Além das modalidades de basquetebol, voleibol e futebol, há opções também para quem se interessar pelas áreas artísticas – dança e teatro. O Intercâmbio Esportivo é voltado para os estudantes Maristas de 12 a 17 anos, que podem escolher as cidades norteamericanas de Orlando ou Nova Iorque para realizar as práticas esportivas ou culturais. Em Orlando, poderá se optar pelo Basquete, Futebol ou Vôlei, e, em todas as três opções, haverá treinamento de 12 horas semanais, visitas e palestras na rede esportiva de televisão ESPN Wide World of Sports, ingressos para assistir a jogos amistosos, além de visitas aos tradicionais parques de diversão, como o Magic Kingdom, Epcot Center, Hollywood Studios e Animal Kingdom. Em Nova Iorque, os estudantes, que optarem por dança ou teatro, terão direito a participar de

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

workshops nas modalidades desejadas, organizados e preparados pela Escola Oficial da Broadway – no caso de a opção ser o teatro ainda haverá aulas na The Acting Studio, ingressos para assistir a três musicais na Broadway, city-tour pela cidade, com parada no Museu de Ciências Naturais, e back stage no Teatro Amsterdã. Ou seja, irão respirar esporte e cultura! Théo, 18, embarcou em fevereiro do ano passado para o Canadá, para um Gap Year de de nove meses, também promovido pela Teraví, na cidade de Vancouver. Lá, ele terminou seu curso de inglês e estudou liderança sustentável. Logo em seguida, fez um curso introdutório de Design de Games e, ao final, teve uma experiência de trabalho voluntário em uma fazenda orgânica na região de British Columbia. “Antes de ir para Vancouver, estava prestes a prestar os vestibulares, porém sem nenhuma ideia de que carreira seguir. E, hoje tenho certeza que fiz a escolha certa e que não poderia ter vivido isso em um lugar melhor. Parece que Vancouver foi feita pra mim. Por conta de inúmeros cases de sucesso, a Teraví vai investir na elaboração desse tipo de programa com mais intensidade em 2019. “O Gap Year nada mais é do que um período sabático de estudos, que congrega aprendizado acadêmico e uma experiência de vida sem precedentes na vida desses jovens. Eles amadurecem muito, ganham autonomia e passam a ter mais consciência de si próprios, do que gostam e querem para a vida.”, conta Pamela Piazentin, fundadora da empresa. As oportunidades voluntárias na escola estão relacionadas à comunidade e envolvem a organizações locais de ajuda como a Anode, que apoia famílias em situação de pobreza ou a Anjos Roxos, que tem por objetivo aumentar a conscientização sobre a demência. “São várias as habilidades desenvolvidas por meio do voluntariado, todas extremamente valorizadas no mercado de trabalho atual”, afirma Cláudia Leite, Chefe de Admissões da EF Academy Brazil. “Entre elas, a capacidade de trabalhar em equipe, o desenvolvimento de empatia, liderança e sensibilidade. Não só as empresas, mas também as universidades se interessam por essa questão na hora de avaliar um candidato.”, finaliza. Nos campus de Nova York, nos Estados Unidos, e Oxford, na Inglaterra, há também atividades focadas na liderança e serviço, no qual os jovens podem aderir a programas de voluntariado para conhecer melhor e se envolver com a comunidade local.


ANUNCIANTE SUPRA DESDE FEV/12

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

7


PEDAGOGIA

Por Natália Mancio

Volta às aulas!

Qual o papel da escola na adaptação das crianças no início do ano letivo A volta às aulas na educação infantil sempre traz muitas expectativas, principalmente para os pequenos que iniciam uma nova fase. Este é momento de ansiedade e medo também para os pais, que sentem muita insegurança ao deixarem seus filhos sobre a responsabilidade de outras pessoas. Todo início de ano existe um período de adaptação escolar. O ingresso de crianças, especialmente as de 1ª infância na escola, parte importante do seu desenvolvimento, ou mudança de escola para os alunos maiores, constitui um processo que envolve sentimentos como a insegurança, o desejo de explorar novos espaços e o brincar. A ideia do acolhimento é ajudar as crianças a vincular-se aos novos amigos, professores e funcionários, possibilitando não apenas boas experiências individuais, mas principalmente coletivas. Essas ações do acolhimento são sempre planejadas pela Equipe pedagógica e ajustadas conforme a escola avança na conquista da confiança da criança e dos pais, visando minimizar o estresse causado pela ambientação ao novo espaço, à integração com todos

e à insegurança dos pais. Entendo que o acolhimento é além de tudo, um conjunto integrado de ações que visam reconhecer as necessidades dos alunos e famílias, que se dá no início do ano, e se estende para o ano todo. No Colégio Mary Ward, localizado no Tatuapé, em São Paulo, não é diferente: algumas crianças chegam bastante tensas, outras assustadas. Há também aquelas muito eufóricas. Segundo a coordenadora pedagógica da Educação Infantil e Ensino Fundamental I, Adriana Santos Meneguello, é comum que as crianças se sintam inseguras na volta às aulas, pois estão longe da mãe, da casa, dos brinquedos preferidos, uma vez que este é também o início de um novo ciclo em suas vidas. Por isso, para fazer com que esta experiência seja bastante positiva, o Colégio realiza várias atividades lúdicas e atraentes, como oficinas de pintura, rodas de conversas, contação de histórias, brincadeiras. “Todas essas atividades proporcionam um maior entrosamento entre os alunos e faz com se conheçam melhor e se sintam mais seguros e confiantes.”, ressalta Adriana.

Christiane de Lima Ferreira, psicopedagoga do Instituto Alpha Lumen explica que para promover um bom acolhimento que favoreça uma boa adaptação à criança e que será um fator importante para todo o ano letivo, e para toda vida escolar dela, são necessárias dinâmicas que evitem constrangimento, traumas e rejeições. “Devemos fazer atividades para promover o bem-estar de todos os pequenos. Essas dinâmicas iniciais podem servir de “quebra-gelo” para a inserção à vida escolar com sucesso. Acredito que até no ato da matrícula já devemos instruir essa família, sobre os procedimentos de adaptação. Outra dica é levar a criança para conhecer a escola e como ela funciona. No início, há indicações do familiar permanecer na escola por alguns dias até que a criança se sinta mais segura. Então, as dinâmicas devem promover pequenas experiências às crianças de ficarem sem os pais. Deve haver um clima de interação entre os calouros e veteranos.”. É muito importante esse acolhimento nos primeiros dias da escola, pois o objetivo principal é fazê-los se

continua na pág. 10

8

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS


ANUNCIANTE SUPRA DESDE MAR/14

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

9


sentirem seguros, confiantes e felizes. Então, a escola deve realiza atividades especiais e prepara os espaços para que as crianças possam fazer descobertas, se sintam motivados e curiosos para essas atividades em sala de aula. “Isso faz com que eles criem um vínculo com a professora e, aos poucos, deixem de identificar a família como o “único porto seguro” e faz com que os pequenos sintam vontade de voltar para a escola todos os dias. Em nossa escola as dinâmicas dependem da faixa etária de cada criança. Os menores que estão no Maternal, realizam diversas brincadeiras como bolhinhas de sabão e brinquedos de encaixe, e a família também participa desse primeiro momento, para que as crianças se sintam seguras e aos poucos, os pais vão se distanciando até chegar ao ponto que cada criança fique apenas com a professora e os coleguinhas de classe. Nesse momento, a sala também já está preparada com brinquedos voltados para a idade dos alunos que eles possam se interagir.”, detalha Mônica Mazzo, diretora pedagógica do colégio AB Sabin. O processo de adaptação é de extrema importância para a criança. A adaptação é um esforço que a criança realiza para ficar bem, no espaço novo, com pessoas e crianças “novas”. Falamos sobre acolhimento, termo utilizado adequado para a criança nesse momento. Pois para que ela se “adapte “ é necessário que haja um “acolhimento”. Cada criança pode perceber esse processo de diferentes maneiras. Enquanto algumas podem perceber a escola como um lugardivertido e seguro, outras podem enxergar a separação da família como um momento de muita angústia e sofrimento (apresentando choro entre outros comportamentos). “A afetividade no acolhimento é de extrema importância, pois contribui para o processo de adaptação. Esse acolhimento/ adaptação serve como alicerce para o conhecimento que a criança vai adquirir durante a vida. Se esse período for frustrante, traumático, pode vir a comprometer o desenvolvimento escolar, social e afetivo.”, explica Angeline Nascimento Lima Uenoyama, psicóloga do Espaço Clínico Ápice. Para ela ainda, algumas famílias precisam de auxílio para enfrentar esse momento, tornando-o

10

Supra Ensino

o menos difícil possível e para isso contará com os profissionais e a escola que devem planejar e se preparar bem para a situação. Nesse sentido, o apoio Pedagógico e Psicológico devem cumprir o seu papel de acompanhar os pais e filhos que estão mais inseguros, quanto as carências e necessidades dos seus filhos. No Colégio Marista São José – Tijuca, esse processo de acolhida acontece com o desejo de conhecer essa criança, no propósito de conhecer os seus interesses e de busca de sentido de presença, favorecendo que ela se sinta parte do espaço. Com os estudantes novatos, promovemos um processo de “apadrinhamento”. Em cada dia diferente, a criança se sente acolhida por diversos colegas da turma, ela se sente cuidada já no primeiro contato. Na primeira roda de conversa é proposto isso para a turma. As crianças combinam as atividades de apadrinhamento, para cuidar do colega. Temos também um momento coletivo de todas as turmas, a celebração do AMAR (Acolhida Marista), uma atividade divertida, com música, teatro, brincadeiras cantadas, na qual o objetivo é celebrar a vida de cada pessoa que forma esse grupo. “O papel dos pais é estar junto da escola, favorecendo essa entrada da criança nesse novo ambiente. É muito importante que a família deixe transparecer que ela confia naquele espaço. Assim, a criança se sente mais segura e confiante para os desafios do novo ambiente e de interação com novos amigos.”, conta Tânia Danielli Damásio, coordenadora pedagógica da Educação Infantil e do 1° ano do ensino fundamental da instituição. “Temos com princípio fazer sempre uma boa acolhida às famílias, em especial aos alunos, que são o nosso maior foco de atenção. Teremos momentos de acolhida das famílias da educação infantil ao ensino médio e dinâmicas diferenciadas para os alunos de acordo com a faixa etária. Na véspera da volta às aulas, por exemplo, faremos a reunião com as famílias do fundamental 1 e no dia seguinte acolheremos os alunos. Nessa proposta de receber os pais e responsáveis antes do primeiro dia, temos a intencionalidade de tranquilizar as famílias, não as deixando ansiosas, o que se reflete em maior tranquilidade para nossas crianças e estudantes maiores.”, completa a diretora do

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

colégio, Eveline Morelli Lima. Na Educação Infantil o vínculo positivo com a escola é um fator determinante para o sucesso do processo de aprendizagem. Segundo o educador francês Henri Wallon, a emoção é o primeiro e mais forte vínculo entre os indivíduos. Sendo assim, é primordial que nos primeiros dias de aula a escola se prepare para acolher os estudantes de maneira organizada e afetuosa, criando um ambiente prazeroso de carinho e segurança. “Os pais têm papel fundamental neste processo, uma vez que a segurança dos filhos depende muito da postura dos familiares. É importante que a família converse com a criança anteriormente e explique todo o processo, demonstrando paciência e confiança no colégio.”, relata Maria Fernanda Girardi, coordenadora da Educação Infantil Colégio Marista São José – Barra. O Colégio Franciscano Pio XII, instituição de educação localizada no bairro do Morumbi, em São Paulo, criou o projeto de Tutoria de Alunos em parceria com os veteranos do Fundamental II para integrar os novos estudantes que entram ao longo do semestre. A ideia foi pensada para que estes jovens que chegam ao Colégio não se sintam deslocados, que se integrem ao ambiente escolar e com os demais alunos. “Este projeto é um grande trabalho e é também muito importante porque cuida da integração e do relacionamento entre os estudantes, visando o bem da acolhida dos novos alunos. Além disso, trata com importância os sentimentos das crianças.”, afirma Sandra Braga, Orientadora Educacional do Ensino Fundamental II do colégio. Paula Neves Fava Bon, orientadora educacional do 1º ano do Ensino Fundamental I e Educação Infantil na instituição, também concorda que a adaptação é importante para que a criança se sinta bem e acolhida dentro de um novo espaço e com os novos adultos do colégio, pois são relacionamentos diferentes dos que ela tem em casa. “No Colégio Franciscano Pio XII, nós prezamos muito por esse acolhimento. Desde o dia em que a criança vem com sua família conhecer o espaço, recebemos pais e alunos juntos para que ambos se sintam seguros. Acreditamos que se os pais estiverem certos da escolha da escola, do trabalho pedagógico, já continua na pág. 12


ANUNCIANTE SUPRA DESDE MAI/16

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

11


teremos 50% da adaptação garantida.”, complementa. De acordo com Ana Lígia, gerente pedagógica da Associação Nova Escola, os pais precisam demonstrar para a criança que estão seguros da escolha e ser parceiros da escola durante a adaptação. “No caso das que vão para uma nova escola, eles (ou um adulto que seja referência para a criança) precisam ficar na escola nos primeiros dias e colaborar para que a criança se familiarize e sinta segurança de estar ali. Cada criança tem seu tempo. Para algumas, esse processo é simples. Outras podem levar semanas e até meses para se adaptar.”. Os pais e a escola têm que conseguir respeitar esse tempo e promover ações que colaborem para a transição ser o mais suave possível. Nesse período pré-mudanças, as crianças podem apresentar tristeza, insegurança, frustração, medo ou ansiedade. O acolhimento no início do ano letivo é essencial para a parceria da escola e dos professores com os alunos. No caso de crianças menores, o maior problema na volta às aulas é a saudade de casa. Depois de tanto tempo com os pais, pode ser necessário um período de readaptação. Talvez o educador precise repetir o que fez na época que a criança começou a frequentar a escola ou pré-escola: explicar o porquê de ir ao colégio, deixar os pais ficarem um pouco com ele na sala de aula por uns dias etc. Para Andrea Ramal, educadora, escritora, consultora em Educação e

12

Supra Ensino

Doutora em Educação pela PUC-Rio, é tarefa do professor construir um ambiente afetivo, onde as crianças se percebam valorizadas e motivadas a participar das aulas, gostar da escola e sentirem-se felizes por lá estarem.” Pensando nessa fase de adaptação à rotina escolar, é importante receber bem os alunos novos e antigos com atividades que animem e ajudem na integração da turma. Uma boa pedida é fazer dinâmicas de grupo, jogos e atividades motivadoras, que tornem esse retorno algo mais suave. Uma

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

sessão de cinema, seguida de debate, também é uma boa opção. Exemplos de dinâmicas que podem ser oferecidas: Pesquisas sobre temas da atualidade; dinâmicas de grupo, como teatrinhos e produção de vídeos e animações; Desafios e jogos educativos, com debate sobre notícias de telejornais; simulados sobre temas atuais.”. A diretora da Rede Daltro Educacional, Teresa Daltro, explica que o papel dos pais nessa adaptação é fundamental, pois eles precisam estar atentos ao novo espaço escolar, às pessoas que estão atuando com seu filho, buscando entender, para confiar, a proposta da escola. Confiar na instituição escolhida transfere para criança a segurança que a escola necessita para facilitar o processo. O período de adaptação é uma fase fundamental para a escola e família, não tem um “manual” de como será realizado, nem datas prévias para ser finalizado. Mas, precisa ser cuidadosamente planejado pela escola, que precisa estar atenta tanto aos pequenos, quanto às suas famílias. “Podemos afirmar que a adaptação não tem receita, mas exige dos educadores da escola uma total dedicação para cada criança e sua família, de forma que possam iniciar o vínculo tão importante entre família e escola, pois assim se constrói confiança, ou seja, “fiar”, “tecer” junto, uma nova história.”, finaliza.


ANUNCIANTE SUPRA DESDE MAI/17

ANUNCIANTE SUPRA DESDE SET/98

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

13


ESTRUTURA

Por Natália Mancio

Locação de tecnologia

Porque investir no aluguel de equipamentos pode ser vantajoso para as escolas Pare um minuto para calcular os custos com a troca de aparelhos eletrônicos periodicamente. Com as atualizações de software, com a compra constante de novos programas. Agora multiplique esse número, por exemplo, por uma sala de aula com 30 alunos. Muitas vezes para oferecer aos alunos materiais de ponta e o que existe de mais avançado em relação à tecnologia, as escolas precisam desembolsar um valor, muitas vezes inviável, para montar, por exemplo, uma sala de multimídia. Para solucionar essa questão, o aluguel de equipamentos, tem se tornado um negócio bastante popular e que cresce a cada dia, com muitas empresas usando o aluguel de notebooks, tablets, lousas eletrônicas, etc., como a forma mais fácil e sensata de resolver problemas com a demanda de equipamentos tanto para alunos quanto para funcionários. Um dos fatores que fazem o mercado crescer é o alto risco sofrido pelas escolas em ter alunos improdutivos e desinteressados em sala de aula, por conta de equipamentos danificados e obsoletos. Para os gestores, além do benefício de promover implementações tecnológicas com mais agilidade, a locação de

14

Supra Ensino

equipamentos gera melhoria na produtividade das equipes, que podem se dedicar inteiramente ao projetos e soluções inovadoras focadas na gestão da escola. Listamos algumas vantagens: • Não há prejuízo com equipamentos obsoletos. • Facilidade para implementar novas tecnologias, equipamentos sempre atualizados. • Agilidade e flexibilidade para suporte técnico. • Customização da infraestrutura de TI. A Convex é uma empresa especializada na locação de equipamentos para TI. Criada para atender projetos que necessitem de flexibilidade e otimização de custos, tornou-se em duas décadas de atuação uma das maiores empresas do mercado. Esta posição de liderança foi alcançada por meio de investimentos massivos em um parque de aproximadamente 50.000 equipamentos compatíveis a vários tipos de projetos. A empresa possui presença ativa no mercado de tecnologia educacional. A experiência e excelente reputação proporcionou a parceria com a Positivo Informática para equipar escolas com dispositivos e aplicativos voltados a

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

estudantes de várias faixas etárias, com equipamentos concebidos para tornar o aprendizado mais agradável e colaborativo. O design arrojado inclui softwares de gerenciamento e acesso à internet. Educadores têm à disposição recursos de multimídia versáteis que se adaptam à necessidade de mobilidade e conectividade dos estudantes. “A vantagem principal da locação, além de não existir o desembolso financeiro para a compra de todos os equipamentos, a escola terá toda garantia com suporte e assistência técnica, implantação e acompanhamento do uso da tecnologia, tudo que envolve a utilização do produto está incluso na locação. E um dos produtos mais locados por nós são os carrinhos móveis, em que você consegue concentrar todos os chromebooks ao mesmo tempo, em uma peça única, criando um laboratório móvel, que pode circular toda a escola. Levando junto ainda o Wi-Fi.”, explica Mauro Fernandes, diretor comercial da empresa. A Convex tem ainda uma parceria com o programa Google for Education, utilizada atualmente por instituições de ensino inovadoras que buscam flexibilidade e facilidade nas salas de aula. O Google for Education é uma solução para alunos e professores trabalharem juntos com muito mais facilidade e praticidade, através da G suite a escola irá se beneficiar de um leque de aplicativos capazes de levar tecnologia e integração entre eles, utilizando ainda o Chromebook, que é o notebook com sistema operacional Chrome OS, rápido, leve e prático. Outro destaque desse serviço é o o Google Classroom, um serviço, gratuito para alunos e professores, que disponibiliza a criação de sala de aulas, com distribuição de tarefas e envio de feedbacks, tudo em um único lugar. “A Convex é parceira oficial do Google for Education e está habilitada para lhe oferecer a G Suite para as escolas. Nós realizamos desde a aplicação do formulário de solicitação de uso da tecnologia para o Google, até a sua implementação e posterior acompanhamento.”, finaliza Mauro.


ANUNCIANTE SUPRA DESDE JUN/12

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

15


ANUNCIANTE SUPRA DESDE AGO/16 ANUNCIANTE SUPRA DESDE JAN/99

16

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS


ANUNCIANTE SUPRA DESDE JAN/08 ANUNCIANTE SUPRA DESDE JUL/03

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

17


ADMINISTRATIVO Por Natália Mancio

Gestão na palma da mão

Como os softwares ajudam no dia a dia das escolas A secretaria das escolas já foi um dos lugares mais frequentados por pais durante muito tempo. Solicitar históricos, declarações, retirar boletos e boletins, agendar reunião com a diretoria, buscar informações sobre o dia a dia das escolas e claro, negociar matrículas e rematrículas. Porém, com o tempo cada vez mais escasso e precioso, foi preciso pensar em soluções que estreitassem a relação dos pais com as escolas e trouxesse mais praticidade ao dia a dia, economizando tempo e recursos. Atualmente, os smartphones e computadores carregam a “vida” das pessoas, app de bancos, para monitorar a alimentação e a prática de esportes, compras de supermercado, etc... E claro que a rotina com os filhos na escola também entraria nesse ciclo. Pensando nisso, escolas investem cada vez mais em softwares e aplicativos que tragam essa funcionalidade à vida dos pais. O ACADESC, software de gestão escolar criado pela Fanny’s Informática integra secretaria, área financeira, gestão pedagógica e permite a comunicação entre a escola, pais, alunos

18

Supra Ensino

e professores. Opera em ambiente gráfico e de fácil visualização que torna a navegação mais amigável, gerencia todas as informações e controla de forma eficaz a vida escolar de cada aluno. O software é oferecido como locação permitindo um excelente custobenefício, possui muita flexibilidade e proporciona rapidez e agilidade no dia a dia. A implantação, orientação e treinamento é realizado pela equipe de suporte técnico da própria empresa. “O ACADESC foi nosso primeiro software e hoje é comercializado em todo Brasil. Desenvolvido pela Fanny’s Informática, ele é um sistema completo que otimiza todos os processos administrativos, entre em contato conosco e solicite uma proposta comercial. Depois vieram os outros softwares e todos os outros serviços que oferecemos para as escolas. A tecnologia vem para poder deixar tudo online, com as informações que os pais e as escolas precisam na hora certa. Os pais têm acesso via nuvem e online, e as escolas integram via intranet.”, explica Lilian Cavalcanti Taurino, psicóloga e gestora que integra a gestão do ACADESC.

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

A organização da secretaria começa com o cadastro dos alunos, ocorrências relacionadas a área pedagógica, ficha médica completa e configuração do regimento escolar. Todas as informações ficam disponíveis, são mais de 160 relatórios que serão visualizados no sistema ou exportados para outros softwares (editores de texto e planilhas eletrônicas). Podemos citar alguns como: listas de notas e faltas, lista de melhores alunos, ficha individual, gráfico de aproveitamento, gráfico de componente curricular, atas por período, listas de notas mínimas por período, listagem de atrasos, estatísticas de notas, etc. “A escola tem à disposição o histórico escolar do aluno, ficha cadastral completa do aluno, incluindo todas as disciplinas, organizando todas as informações sobre turmas, horários, etc.”, completa. Na área “Financeiro” do software poderá ser visualizada uma tabela de preços por modalidade dos cursos, por exemplo, podendo ser incluídas outras despesas ou taxas adicionais, consultas dos pagamentos efetuados e o fluxo de caixa. Para os pais, o ACADESC vem como um apoio e suporte na educação dos filhos. Como??? Imagine um cenário: o filho não entrega um trabalho para o professor e o pai só descobre quando a nota chega no final do bimestre. Isso com o app não acontece. Porque com o acesso imediato dos pais, eles conseguem ver quais lições foram passadas para os filhos, controle de falta, comportamento em sala de aula. “Dentro da área de calendário, por exemplo, os pais saberão toda a agenda de eventos escola do ano, com datas comemorativas e festas. E dentro da área de Fórum, o pai pode enviar uma mensagem para uma área específica da escola como secretaria ou gestão pedagógica, por exemplo, e será respondido online.”, detalha Lilian. Este sistema permite aos pais através de acesso Web a visualização de informações do plano de pagamento, imprimir segunda via de boleto bancário, avaliação de notas e faltas, boletim escolar, ocorrências e comunicados da instituição.


ANUNCIANTE SUPRA DESDE SET/02

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

19


20

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS ANUNCIANTE SUPRA DESDE FEV/00

ANUNCIANTE SUPRA DESDE SET/06 ANUNCIANTE SUPRA DESDE JUL/13


ANUNCIANTE SUPRA DESDE ABR/99

ANUNCIANTE SUPRA DESDE AGO/17

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

21


22

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

ANUNCIANTE SUPRA DESDE OUT/00

ANUNCIANTE SUPRA DESDE NOV/07

ANUNCIANTE SUPRA DESDE MAI/13


ANUNCIANTE SUPRA DESDE NOV/12

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

23


24

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS ANUNCIANTE SUPRA DESDE FEV/12

ANUNCIANTE SUPRA DESDE NOV/16

ANUNCIANTE SUPRA DESDE MAI/18


ANUNCIANTE SUPRA DESDE SET/98

ANUNCIANTE SUPRA DESDE MAI/17

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

25


ANUNCIANTE SUPRA DESDE MAI/17

26

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS


ANUNCIANTE SUPRA DESDE NOV/12 ANUNCIANTE SUPRA DESDE DEZ/15

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

27


ANUNCIANTE SUPRA DESDE FEV/14 ANUNCIANTE SUPRA DESDE FEV/19

28

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS


ANUNCIANTE SUPRA DESDE ABR/99 ANUNCIANTE SUPRA DESDE JUL/01

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

29


O papel do líder na formação da cultura organizacional da escola A cultura da empresa é uma ferramenta poderosa de gestão. Ela nasce dos valores do líder e se consolida com as atitudes dos funcionários. Quando o mantenedor, diretor e coordenador expressam claramente suas opiniões e valores, criam as bases comportamentais, de prioridades e atitudes que são seguidas por todos. Portanto, sempre dê o exemplo, pois as atitudes dos líderes ditam o sucesso ou o fracasso da empresa. Este consciente e inconsciente coletivo, geralmente subestimados, são um dos principais fatores que levam ao

sucesso de um empreendimento. Chris Zook e James Allen, líderes da Consultoria Bain & Company e fundadores do Bain Founder´s Mentality 100, uma rede global de empresas de alto crescimento e autores do best-seller The Founder´s Mentality, chamam este estado de espírito de “As mentalidades do fundador”, que significa “todos pensam e agem como donos da escola”. Segundo os consultores, uma empresa tem esta mentalidade quando seus funcionários encaram os princípios e o estilo empreendedor característicos dos grandes fundadores.

Clayton M. Christensen, professor de administração de Harvard e autor do livro The Innovator´s Dilemma: When New Technologies Cause Great Firms to Fail, afirma que “para alguns executivos desenvolver uma operação significa, necessariamente, abandonar a antiga, e eles relutam em fazer isso pois ela funciona”. As colocações do professor Clayton se aplicam às escolas: diretores e coordenadores não inovam por acharem que tudo está funcionando, mesmo que de forma inadequada e com resultados medianos. Por que mudar se a escola funciona há muito tempo desta forma?

ANUNCIANTE SUPRA DESDE AGO/11

Organograma funcional: Premissa básica de qualquer negócio que visa ao crescimento sustentável

30

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS


A organização ocorre quando os líderes possuem uma visão holística da empresa para identificar as áreas que funcionam a contento e as lacunas que precisam melhorar. Para que cada indivíduo cumpra suas tarefas é importante construir um organograma funcional que propicie a visualização e compreensão do funcionamento das relações da empresa e sua estrutura interna de trabalho. O organograma funcional é elaborado de forma que possa ser facilmente interpretado e que se mostre flexível às mudanças.

A imagem mostra de cima para baixo os cargos existentes na escola, com sua devida posição, dos líderes até as funções estritamente operacionais. É imprescindível que todas as áreas e setores tenham responsáveis. Estes poderão acumular várias atribuições dependendo do tamanho e infraestrutura da instituição. A ilustração do organograma funcional abaixo está subdividida em dois tipos de funções: liderança (direção, gerência, supervisão) e ope-

racional. As funções de direção, gerência e supervisão são atividades que necessitam de uma grande quantidade de inteligência relacional e um calendário de horários fixos focado nas prioridades, enquanto que as funções operacionais, por dispender muito tempo dos colaboradores, precisam de padronização, rotina e metas claras. O treinamento e a capacitação são imprescindíveis para o desenvolvimento de um bom trabalho. Quanto mais capacitados forem os colaboradores que exercem funções operacionais, menor será o trabalho dos líderes.

ANUNCIANTE SUPRA DESDE AGO/11

O coordenador e o supervisor atuarão como assessores e não como fiscalizadores. Por este motivo é importante criar a cultura na empresa de instrução periódica. A Rabbit dispõe de um programa de capacitação completo para auxiliar as escolas nesta empreitada.

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

31


ANUNCIANTE SUPRA DESDE JAN/97 ANUNCIANTE SUPRA DESDE JAN/17

32

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS


O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

33


34

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

ANUNCIANTE SUPRA DESDE JUN/14 ANUNCIANTE SUPRA DESDE MAR/18

ANUNCIANTE SUPRA DESDE FEV/15


ANUNCIANTE SUPRA DESDE FEV/98

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Supra Ensino

35


ANUNCIANTE SUPRA DESDE SET/96

36

Supra Ensino

O MELHOR GUIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS PARA ESCOLAS

Profile for Editora Supra Ltda.

Supra Ensino Fevereiro 2019  

Supra Ensino Fevereiro 2019