Page 1


4 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

Í N D I C E

Capa pag. 31

Pag. 11

Pag. 22

11

No mês dedicado às elas a Styllo Vip traz a experiência de vida de importantes mulheres

49

A pele morena e negra precisa de uma atenção especial na hora da maquiagem

22

Violência contra a mulher, inclui diversas formas de agressão física, sexual e psicológica

51

UNIC inaugura duas novas clínicas

26

Social formatura Dale Carnegie

52

Vertigem, zumbido, enjoo... Entenda mais sobre a labirintite e saiba como agir durante as crises

28

Adestramento é a técnica que educa os animais e melhora a comunicação entre os donos e os cães

53

Vip Notícias

31

INDAP- inaugurado o laboratório médico mais completo do Estado de Mato Grosso

57

Com quem deixar o bebê após a licençamaternidade: avó, escola ou babá?

34

Madeira de demolição combina rusticidade com requinte na decoração

61

Deputado Wagner Ramos é eleito vice-líder na Assembleia Legislativa

41

Pré-natal: os cuidados com o bebê começam na gravidez

62

Lixo tecnológico ainda é problema

42

Construções e reformas realizadas sem acompanhamento de um arquiteto ou engenheiro trazem “dor de cabeça”

66

Espaço Vip

45

Vip Variedades

46

Prepare-se para a declaração do Imposto de Renda 2011

47

Cuidados após a depilação

48

Liberdade e cultura expressas pela capoeira Pag. 62

Pag. 66


Inspiração

Editorial

...O mês das mulheres

Para inovar e crescer, é preciso ousar. Para ousar é preciso ter estilo. E o temos de sobra! Já disse o filósofo Sócrates que “uma vida sem desafios não vale a pena ser vivida”. Nós acreditamos nisso e colocamos em nossas páginas o desafio de oferecer informações diferenciadas e de qualidade todos os meses. Dizem que o ano começa para valer no Brasil somente depois da folia de Momo. Mas, pelo menos aqui na redação o trabalho é constante e mesmo nas férias, nosso empenho foi o mesmo para manter a qualidade da informação, faça chuva ou faça sol. Agora, você tem em mãos uma edição pra lá de inspiradora, para alavancar o “seu ano”. No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, preparamos um especial com histórias de seis mulheres, de diferentes áreas de atuação, mas movidas pela mesma paixão. Especialistas também falam, sobre um tema que infelizmente ainda é a realidade de muitas mulheres, a violência doméstica. Aventura, saúde, personalidade, crescimento,tecnologia, viagem, política, conhecimento... As palavras são muitas, mas cada uma, ao seu modo, se encaixa nesta edição da Revista Styllo Vip. Você confere ainda, matérias sobre o que fazer com o Lixo Eletrônico, notícias da região, pré-natal e outras. E na Nossa Capa você vai saber um pouco mais sobre a vida e o trabalho da médica patologista Thais Fernanda Martins. Até a próxima!

16

Expediente

Atendimento ao leitor, críticas, dúvidas e sugestões: (65) 3326 4453 / 9997 8911 revistasv@gmail.com revistasv@hotmail.com

Dulce Mary

Marketing e Produção

Janssen Barufe

Design e Diagramação

Jocelaine Simão Jornalismo

Rua Olívio de Lima, 51-S - Centro Tangará da Serra / MT CEP 78.300.000

Mari Segabinazi

Leani Ruppel Diretora Executiva leaniruppel@terra.com.br

Contato Comercial

www.styllovip.com.br

5 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

Diretora Executiva: Leani Ruppel Jornalista Responsável: Jocelaine Simão DRT/RS nº 11951 Design e Diagramação: Janssen Barufe Marketing e Produção: Dulce Mary Redação/Revisão: Jocelaine Simão, Leani Ruppel Contato Publicitário: Mari Segabinazi Fotos: Lamego Eventos Colaboradores: Osmir Bardelli, Jonathan Souza Circulação: Tangará da Serra, Nova Olímpia, Barra do Bugres, Brasnorte, Denise, Cáceres, Arenápolis, Campo Novo do Parecis, Nortelândia, Sapezal, Cuiabá e Várzea Grande Impressão: Idealiza Gráfica e Editora Tiragem: 6.000 exemplares


Rejuvenescimento Facial 3D sardas e alterações cutâneas causadas pelo dano solar. Na camada média, o Laser CO2 Fracionado e a Mesolift remove as células superficiais, afina e alisa a pele provocando intenso estímulo do colágeno e regulariza a textura da pele, poros dilatados e cicatrizes, inclusive as de acne. Já a Radiofrequência atua na derme profunda, estimulando a produção de colágeno e provocando uma retração (encolhimento) da pele, o que combate e reduz a flacidez. Em poucos dias é possível perceber uma pele lisa, rosada, esticada e sem manchas. Resultados mais significantes são observados após dois meses, no final do tratamento. A aparência é de um ar saudável e rejuvenescido em muitos anos. Nada traz uma melhora cutânea rejuvenescimento mais acentuada do que esta combinação. Para atingir o máximo de rejuvenes-

Dr. Paulo Salustiano Médico CRM-MT 4110

cimento facial é só complementar este tratamento com algumas gotinhas de Botox® e umas amplas de preenchimento para sulcos e lábios. Para resultados ainda mais expressivos, para modelagem e flacidez da face, podem ser associadas outras técnicas como preenchimentos (para lábios e sulcos), a Bioplastia e o Toxina Botulínica (Botox) para rugas de expressão. A manutenção dos resultados depende de cuidados diários com a pele, como higiene e proteção solar. Um tratamento com produtos para uso em casa é indispensável para manter o resultado e a pele iluminada.

7 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

Graças aos avanços da tecnologia, o rejuvenescimento facial sem cirurgia já é uma realidade. Trata-se do rejuvenescimento facial “3D” (tridimensional), considerado pelos médicos americanos como tratamento Gold Standart para rejuvenescimento da face, pescoço e dorso das mãos. O sistema é chamado de tridimensional porque atua em três camadas da pele (epiderme, derme e subcutâneo) utilizando quatro tecnologias:Laser CO2 Fracionado, Mesolift , Anti-Age for Face e a Radiofrequência Tri-polar / Six- polar com Infravermelho. Uma das grandes vantagens desta técnica, é que ela traz resultados rápidos sem comprometer a aparência ou a vida do paciente, que pode voltar às suas atividades normais logo após o procedimento. Para tratar a camada superficial, o rejuvenescimento 3D utiliza o Anti-Age for Face que elimina manchas,rugas,


10 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

Sem desperdícios: a manipulação oferece medicamentos na medida exata Foi-se o tempo em que a farmácia de manipulação atendia apenas a algumas especialidades médicas. Hoje em dia é possível manipular praticamente qualquer medicamento. A diferença é que nas farmácias de manipulação os medicamentos atendem a uma prescrição personalizada, desenvolvidos individualmente para cada paciente, enquanto os remédios industrializados, que são fabricados em alta escala e com dosagens padronizadas. Os remédios manipulados, no entanto, são produzidos com as mesmas substâncias ativas presentes nos medicamentos de marca. A diferença é são produzidos na própria farmácia e em laboratórios próprios. O medicamento manipulado apresenta diversas vantagens em relação aos industrializados. Além de ser geralmente mais barato, o ajuste das dosagens é feito de acordo com as necessidades de cada paciente, ou seja, idade, posologia, tempo de uso, desta forma evitando o armazenamento de remédios e despesas desnecessárias. A facilidade de administração é outra vantagem: o médico pode escolher o melhor veículo, e é possível associar princípios ativos compatíveis em um só medicamento, evitando a administração de muitos remédios e facilitando a adesão ao tratamento. Pacientes diabéticos, por exemplo, podem solicitar xaropes sem adição de açúcar. Pediatras também podem prescrever medicamentos com aromas e sabores especiais. Os remédios manipulados podem ser apresentados de várias formas: cápsulas, pós, géis, xaropes, entre outros. Há ainda a opção para manipular medicamentos fitoterápicos, produzidos a partir de plantas com dosagem padronizadas. A proximidade com o farmacêutico possibilita ao paciente entrar em contato diretamente com o profissional que fez o seu medicamento. Isso proporciona uma relação direta entre o médico, o paciente e o farmacêutico, que certamente agiliza a busca por resultados. O alto grau de credibilidade que as farmácias de manipulação conquistaram junto à classe médica e pacientes é devido aos processos de qualidade que os medicamentos passam, desde análises de matéria-prima até o controle do produto pronto. A Maxi Pharma participa do Sistema Nacional de Aperfeiçoamento e Monitoramento Magistral (SINAMM), o que garante a qualificação de seus colaboradores e de todo processo de qualidade interna. Há nove anos no mercado a Maxi Pharma com credibilidade conquistou a confiança dos seus clientes.


ELAS SÃO EXEMPLO Ah...

11 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

a paixão. Diz o dicionário que paixão pode ser “sentimento, gosto ou amor intensos a ponto de ofuscar a razão; grande entusiasmo por alguma coisa”. Pois estes sentimentos estão presentes na vida de seis mulheres, de diferentes áreas de atuação, que a revista Styllo Vip foi entrevistar para homenagear a passagem do Dia Internacional da Mulher, em 8 de março. São seis histórias diferentes, mas semelhantes pela paixão. Vivências que você, leitor, conhecerá nesta reportagem. O amor pelo que fazem torna estas mulheres especiais, tanto pelo modo como encaram a profissão como pela maneira que vêem a realidade. O amor que as guia na sua trajetória é incondicional. Confira nas páginas seguintes as histórias destas mulheres e a paixão que as levou ao sucesso. Boa leitura.


“Trabalho voluntário uma lição de vida” Para ela, ajudar significa doar seu tempo e principalmente carinho e atenção

12 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

Q

uem não tem alguns minutos disponíveis pelo menos uma vez por semana? Pois esse pode ser o tempo suficiente para fazer algo importante para alguém que esteja necessitando. Com esse pensamento, cada vez mais pessoas estão aderindo à causa do voluntariado. E para quem pensa que desenvolver uma atividade solidária é algo difícil, há quem prove que pequenos gestos podem melhorar a vida de muita gente. Como no caso da empresária Adriana Fátima Lorenzetti dos Santos. “Quem já trabalhou como voluntário em alguma entidade ou instituição sabe que, a felicidade dos beneficiados é gratificante. Ser voluntário é fácil, basta querer e ter comprometimento”. É assim que a empresária define o trabalho voluntário que realiza há 12 anos através da Associação das Senhoras Rotarianos (ASR) instituída Casa da Amizade e hoje como presidente da ASR juntamente com suas companheiras realiza projetos importantes para nossa comunidade. Natural de Realeza no Paraná, Adriana mudou-se para Tangará da Serra em 1980, mas em 1982 mudou-se para Amambai no Mato Grosso do Sul, onde conheceu o seu esposo Florisvaldo. Eles casaram em 1986, três anos depois fixou residência em Tangará da Serra e desde então trabalha no ramo de refrigeração. Mãe de três filhos Diego, Cássio e Lucas, ela é formada em Administração de Empresas e MBA em Gestão de Negócios. Adriana conta que o seu engajamento no trabalho voluntário começou quando o seu esposo se tornou membro do Rotary Clube Tangara da Serra, e desde então dividi o seu tempo com as ações da ASR, o trabalho na empresa e família. “Todo esse envolvimento vem do coração. É gratificante e bom para a alma poder ajudar”, enfatiza. A empresária afirma que o envolvimento em uma causa social como as de-

senvolvidas pela ASR torna a vida mais especial. “A gente faz porque gosta e a iniciativa vem do coração” Para ela, essa entrega faz muita diferença para aqueles que precisam. “Eles vêem estas atitudes como um vínculo de afetividade, onde detalhes que passariam despercebidos para muitos, fazem toda a diferença, como um bom dia ou um abraço.” Segundo ela, as pessoas necessitam de um cuidado não apenas relacionado à proteção, mas um cuidado que provoque a mudança. Ela explica que a Adriana Lorenzetti dos Santos - Tangará da Serra /MT ASR desenvolve várias ações que beneficiam as entidades sociais de Tangará da ambiente em que se vive; a cultura e a Serra como também pessoas da comueducação do povo e o acesso dos mais nenidade, que recorrem a ela solicitando cessitados à oportunidades. auxílio. “É muito bom poder participar e motivar as companheiras ao trabalho voluntário, isso nos fortalece, além de proporcionar um grande retorno de alegria e satisfação”, diz Adriana. “Essas pessoas que precisam de ajuda nos ensinam muito. Eu me sinto realizada. Só participando para se ter uma idéia de como é gratificante ser voluntária”, afirma ela, que já está trabalhando na realização do projeto ‘Gotinhas de Presente’, desenvolvido em todo o país pelas ASR´s que buscam a erradicação da poliomielite no mundo, para isso a ASR de Tangara da Serra estará promovendo um Baile de Máscara, para arrecadação de recursos onde cada um real equivale a uma dose de vacina. Assim como Adriana F. Lorenzetti dos Santos, muitas outras pessoas já perceberam que é possível melhorar o

“Eu me sinto realizada. Só participando para se ter uma idéia de como é gratificante ser voluntária”


“Dedicação, competência e muito amor pelo que faz”

O

perfil da mulher na liderança vem se tornando cada vez mais evidente. Estima-se que 36% das melhores empresas para trabalhar no Brasil são lideradas por mulheres. Um exemplo de dinamismo e sucesso Alessandra Wieczorek, 36 anos administra duas empresas: Posto 3 Shopping e Extintores Mato Grosso. Natural de Seberi Rio Grande do Sul, formada em Matemática e está concluindo o curso de pós-graduação em Gestão de Pessoas nas Organizações. Chegou em Tangará da Serra em 1998 e desde então ingressou na atividade de distribuição de combustíveis. Alessandra é mãe de Lucas (11), Beatriz (4) e casada com o empresá-

rio Carlos Alberto Pasquini. Com espírito empreendedor, muito trabalho e dedicação, aliado ao crescimento econômico, alcançou êxito profissional, a confiança dos fornecedores e de uma clientela diferenciada. Para esta jovem empresária o sucesso não tem segredo. “Se tivesse, é claro, eu não contaria”, brinca, aos risos, no entanto, as dicas que passa àqueles que procuram uma “fórmula mágica” para o reconhecimento profissional estão centradas, sobretudo, na dedicação, competência e gostar muito do que se faz. “Não deixar, nunca, de ler e estar atualizada”, aconselha. Alessandra conta que quando chegou

Alessandra Wieczorek - Tangará da Serra /MT

no Mato Grosso, lecionava um turno e trabalhava no posto de combustível da família, além de cuidar da casa e do primeiro filho, Lucas. “Foi um período difícil, o Lucas acabava indo comigo para o trabalho”. Aos poucos o trabalho no posto foi exigindo mais responsabilidade, o que levou Alessandra, a deixar o magistério e se dedicar à administração da empresa, que estava em pleno desenvolvimento. Hoje, ela comanda as duas empresas, cuida e acompanha de perto o dia a dia dos filhos. “Sou eu quem levo na escola, vou em todas as reuniões, procuro estar sempre perto deles, e fazer que o nosso tempo junto seja sempre harmonioso, acredito na qualidade do tempo que passamos juntos e não na quantidade”, diz. Ela acredita que devido à modernidade e todas as responsabilidades assumidas pela mulher o ideal é se programar. “Faço um agenda diária dos meus compromissos e sempre dedico um tempo para minha família e também para cuidar de mim”, diz Alessandra. Alessandra também faz parte da BPW, é uma das associadas participativas e engajadas nos projetos, tanto que participou efetivamente da Campanha “Vamos Limpar Tangará”, promovida pela entidade. Sobre o fato de ser mulher e trabalhar em um ramo geralmente administrado por homens, Alessandra, diz que encara com naturalidade e muito respeito. “Se de alguma maneira o fato de ser mulher atrapalhou, confesso que não prestei atenção a preconceitos ou atravessadores”, reconhece. Sempre conviveu muito bem, continua, “tanto com os colegas homens quanto com as mulheres”. A jovem empresária acredita que tudo na vida acontece com o propósito de Deus. “Sou católica e busco educar meus filhos nos princípios cristãos, pois Deus é a base de tudo, e acredito muito no trecho da Bíblia que diz Tudo posso naquele que me fortalece”.

...Com espírito empreendedor e muito trabalho alcançou grande êxito profissional...

13 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

Para a empresária Alessandra Wieczorek o sucesso não tem segredo


“Quando fazemos o que gostamos fica tudo mais fácil”

A médica ginecologista Elisangela Ferreira confessa que a medicina é a sua vida

14 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

“Exerço a medicina de maneira integral há sete anos. Isto significa que sou médica 24 horas por dia. A medicina me proporcionou o prazer de ajudar as pessoas, salvar vidas e ver que meu esforço pessoal se transformou num grande benefício”. É com essas palavras que a médica ginecologista, Elisangela L. França K. Ferreira define a sua paixão pela Medicina. Ela se formou em 2004 pela faculdade Unoeste em Presidente Prudente – SP e fez especialização em Ginecologia e Obstetrícia pelo Hospital Universitário da faculdade de Medicina da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul. “Nesse tempo todo de trabalho, eu, como a maioria dos médicos que trabalha com seriedade e dedicação, devo quase tudo à Medicina, desde grandes alegrias até al-

guns dissabores.” Casada com o médico Marcos Akio Koga Ferreira, fixou residência em Tangará da Serra em 2006, depois de trabalhar dois anos em Barra do Bugres. Focada na profissão, a Dra. Elisangela ainda não tem filhos, mas já trouxe muitos bebês à vida. A médica conta que veio para Tangará, depois de receber um convite para trabalhar juntamente com a Dra. Samira, e desde então está trabalhando para conquistar seu espaço. ”Busco desenvolver minha profissão com a maior dedicação e carinho possível, aliando atualização constante, empatia, amizade, e proximidade com minhas clientes. Elisangela ao ser questionada sobre o significado da Medicina na sua vida é categórica em dizer “a medicina é minha vida, não consigo me imaginar fazendo outra coisa, a não ser sendo médica. Apesar de ser uma profissão bastante cansativa, se pudesse voltar no tempo e escolher uma profissão com certeza seria Medicina.” A médica conta que desde a época de colégio sempre se interessou por temas relacionados a Ginecologia. “ Durante a faculdade até pensei em fazer outra especialidade, porém quando passei pelo estágio prático de ginecologia e obstetrícia me ‘senti em casa’. Tive real convicção de que era aquilo que eu deveria fazer.” Sobre conciliar a vida pessoal com a profissional diz que considera um desafio. “Na realidade, deveria responder esta pergunta com um sonoro “Não consigo”. Exercendo a medicina, não se consegue separar a vida pessoal da profissional, e isto se deve ao tipo de envolvimento que tenho com minha profissão. Tenho um caso de amor com a medicina. Quando se ama aquilo que se faz e se Elisangela Koga Ferreira - Tangará da Serra /MT

trabalha com alegria, é fácil conciliar, pois sua família passa a se orgulhar da sua profissão. É claro que alguns interesses acabam sendo comprometidos, mas nada que não possa ser compensado depois”, relata a médica. A medicina requer muito estudo e atualização. O ritmo das descobertas se acelera e o número de revistas médicas se avoluma e, a partir disto, torna-se imperioso dedicar horas de estudo em reclusão dentro de seu próprio lar. “ Considero um desafio muito grande conciliar profissão e vida pessoal, como mulher; pois, hoje em dia, a mulher profissional, também é a mulher mãe, mulher esposa, mulher dona de casa... Porém nós somos dotadas de uma capacidade incrível de conseguir desenvolver várias atividades simultaneamente, nos aperfeiçoando cada vez mais em tudo que fazemos”, diz Elisangela, frisando que “atualmente, a mulher tem um papel muito importante na sociedade, apesar de ainda haver muito preconceito. Porém, com sua inteligência, delicadeza e perspicácia, a mulher tem conquistado seu espaço e alcançado reconhecimento”.

“Quando se ama aquilo que se faz e se trabalha com alegria, é fácil conciliar, pois sua família passa a se orgulhar da sua profissão”


“Cada vez gosto mais do que faço” Kelen Simone exemplo de competência e liderança no setor educacional

15 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

C

om um extenso currículo Kelen Simone Nunes Fernandes Ramos, 34 anos, é um exemplo de competência e liderança no setor educacional de Tangará da Serra. Técnica em Contabilidade, graduada em Letras, especialista em Gestão Escolar e mestre em Educação, Administração e Comunicação, ela consolidou a sua carreira como coordenadora de integração escola/ comunidade da Escola Técnica Estadual de Educação Profissional Tecnológica do Estado de Mato Grosso. A instituição é considerada modelo de bom ensino técnico e profissionalizante na região. De família goiana Kelen Simone veio para o estado de Mato Grosso ainda criança, e em Tangará da Serra construiu a sua família. Casada com o deputado Wagner Ramos e mãe do pequeno Leonardo Henrique, 5 anos, ela não mede esforços para conciliar o trabalho, os estudos e a família. Com um sorriso cativante Kelen Simone conta que ingressou na educação acreditando ser o caminho que iria lhe ajudar a ingressar no curso de Direito, pois desde menina sempre sonhou em ser Promotora de Justiça. “Muitas vezes os nossos projetos, não são os projetos de Deus, digo isso, porque nunca pensei em atuar na área da educação, mas Kelen Simone - Tangará da Serra /MT acabamos percorrendo outros caminhos, o sonho de cursar Direito, foi interrompido devido à dificuldades financeiras”. Com a certeza de que precisava cursar uma graduação Kelen nhar tudo que o envolve, desde participar das reuniões na escola, Simone ingressou no curso de Letras na Unemat, logo após, ter leva-lo para o Inglês, para a natação, olhar os cadernos todo final retornado para Tangará da Serra. “Em 2001 comecei a faculdade de tarde, pois acredito que a importância não está na quantidade de Letras, a namorar o Wagner, em 2004 nos casamos, conclui a de tempo que passamos juntos e sim na qualidade dele”. graduação e engravidei do Leonardo Henrique, posso dizer que Ela é categórica em dizer que a maternidade foi o melhor 2004 foi o ano que marcou a minha vida”, conta. presente que Deus lhe deu. “É maravilhoso reconhecer no seu Sempre com um belo sorriso Kelen Simone diz sentir-se uma filho seus defeitos e também suas virtudes”, diz Kelen Simone, mulher realizada tanto a nível pessoal quanto profissional. Feliz adiantando que já está planejando a chegada de um novo bebê. com o trabalho na escola confessou que é apaixonada pelo que O fato de ser mulher não representa um empecilho na sua faz e que várias vezes já pensou em diminuir o ritmo de vida, vida profissional. “Nunca sofri nenhum tipo de preconceito, muimas o amor pela profissão semto embora, sabemos que ele exista”. pre falou mais alto. “Fui fazer Ela não crê no segredo para o su...Você, eu, nós que temos a capacidade de Letras, pensando no Direito, mas cesso. Acreditar em si e ter prazer gerar outro ser, temos também o dever de na faculdade conheci o poder máno que se propõe a fazer, garante: é gerar alternativas para que a nossa Ação gico que a educação tem de transa chave para uma vida profissional criadora, realmente ajude outras mulheres a formar as pessoas, de interferir na promissora e feliz.“Eu sabia o que conquistarem a liberdade e a honra de Serem economia do país e me apaixonei. queria e fui em frente, apesar de toMULHERES, obra prima da criação de DEUS... Hoje, já penso em doutorado nesdas as dificuldades, jamais pensei sa área”, conta Kelen Simone, friem desistir dos meus objetivos e sando que “cada vez mais gosto do que faço”. sempre pude contar com o apoio dos meus pais, do meu espoMas, o seu trabalho não se limita à Escola Técnica. Ela tem so e é claro da presença de Deus na minha vida”. Muito otiuma extensa agenda de compromissos, pois precisa acompanhar o mista, Kelen Simone diz que a vida é feita de oportunidades e esposo Wagner Ramos, é responsável pelo lar, está sempre estuacredita que a mulher a cada dia que passa está conquistando dando e precisa cuidar da família. “Para concluir o mestrado, premais espaço, porém, frisa que diante de tantas conquistas viecisei me ausentar um pouco da minha família, e deixar o Leonardo ram também o acúmulo de deveres e obrigações, que muitas Henrique era o que mais me magoava, mas sempre busco acompavezes termina por sobrecarregá-la.


“Mãos femininas no comando” Do campo a presidência da Câmara de Vereadores de Nova Olímpia

16 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

A

Marina Gonçalves - Nova Olímpia /MT

idéia de que existem profissões exclusivamente femininas ou masculinas caiu por terra já há algum tempo. Hoje, o que vemos é que, cada vez mais, as características mais fortes em um gênero ou no outro são necessárias a todas as profissões. E, nessa idéia de que as competências comportamentais são imprescindíveis, as qualidades femininas vêm se destacando como fundamentais num mundo corporativo ainda predominantemente masculino. Acredibilidade na competência das mulheres também para a política está em ascenção na região. De alguns anos para cá, elas têm arrebatado os milhares de votos nas eleições para os mais diversos cargos e chegado a colocações habitualmente alcançadas somente pelos homens. Um exemplo disso é a vereadora Marina Gonçalves do município de Nova Olímpia. Aos 50 anos, depois de quatro mandatos sem uma mulher no Legislativo, Marina conquistou 331 votos, sendo eleita vereadora. Por unanimidade ela assumiu a presidência da Casa. Com uma história marcante Marina encara com muito otimismo este novo desafio. Sendo a primeira mulher a assumir a presidência da Câmara de Vereadores de Nova Olímpia, ela vê sua eleição como uma conquista muito honrosa. Ela tem o ensino médio completo, mas já trabalhava informalmente desde pequena na plantação e colheita de laranja para ajudar a família. Casada com o agro-empresário Luiz Roberto Gonçalves mudou-se para o Mato Grosso em 1983. Mãe dedicada de Ana Paula (34 anos, acadêmica de Letras), Paulo Roberto (30 anos, engenheiro agrônomo) Luiz Roberto Júnior (16 anos, estudante) e Elton (in memorian). E avó da pequena Marina. Marina conta que veio para Nova Olímpia para acompanhar o marido que havia sido convidado para trabalhar nas Usinas Itamarati. “Foi um período difícil, mas contamos com grandes amigos, pois os nossos familiares estavam distantes”. A vida da vereadora foi motivada por constantes desafios, ela conta que em 2001 seu marido saiu da Usina Itamarati e foi para uma outra cidade, sendo que neste momento


Superação

A vereadora conta que durante a sua vida teve uma perda muito dolorosa, a do filho Elton em um acidente. “Não há palavras para descrever esta dor, que para uma mãe, jamais

passa. Neste período descobri o que é ter amigos de verdade, e também que o dinheiro não pode trazer de volta quem amamos, por isso precisamos sempre nos corrigir no dia-a-dia, nunca passar por cima de quem está ao nosso lado”.

A mulher na política

A vereadora começou o seu envolvimento com a política de uma forma muito tímida, acompanhando seu marido, que disputou nas últimas eleições o cargo de vice-prefeito. “Estava participando de uma reunião e o partido precisava de mais nomes para concorrer a vereador, e na hora, sem mesmo falar para o meu marido, levantei e disse que aceitava concorrer, e desde aquele dia foi um trabalho de conquistar voto a voto, de porta em porta, pois queria que os eleitores conhecessem a Marina, mas foi um desafio muito grande, mas contei com o apoio e o carinho da minha família e amigos. Agradeço de coração cada um dos votos que conquistei.” Durante sua campanha Marina usava como slogan a frase “mulher tire o pé do chão” e é com essa filosofia que pretende continuar trabalhando. Ela diz que não há segredo para o sucesso. No entanto, a paixão pelo que se faz é o que move as pessoas à realização, seja ela profissional ou pessoal. “O que faço se multiplica. Há nisso um trabalho realizado com muito afinco, com muito amor e dedicação”, ensina. À frente da Câmara de Vereadores de Nova Olímpia em menos de dois meses já foi responsável

juntamente com seus colegas por muitas mudanças na Casa, em especial na parte estética, e para o próximo mês pretende implantar o projeto Sessão Intinerante nos bairros da cidade. “É um grande projeto e através dele nós vereadores iremos ouvir de perto o que os moradores desejam, dentro da sua realidade, e a comunidade também irá conhecer e entender a função do vereador”, explica.

Conquistas

Marina afirma que as mulheres devem lutar para conquistar seus espaços, mas lembra que ainda existe discriminação. A vereadora acredita que há muitas conquistas a comemorar. “Podemos dizer que subimos degraus. Neste dia em especial, às mulheres devem acordar, reavaliar o presente e projetar o futuro, levando sempre consigo valores como a verdade, dignidade, humildade e otimismo acima de tudo.

“Não há segredo para o sucesso, a paixão pelo que se faz é o que move as pessoas à realização, seja ela profissional ou pessoal” 17 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

teve que assumir a administração da Fazenda Bela Vista, até então administrada por Luiz Roberto. “Da noite pro dia assumi uma fazenda que na época envolvia mais de 60 funcionários, levantava às 3 horas da manhã, para levar os funcionários que residiam em Nova Olímpia para a fazenda distante 42 quilômetros, acompanhava desde a troca de turno até a queima da cana”, lembra Marina, salientando que sempre buscou realizar seu trabalho com muito respeito, tratando todos de igual pra igual. “Desde o início procurei aprender, para depois cobrar, até dirigir caminhão e trator meu pai me ensinou”, recorda a vereadora, salientando que os seus filhos Ana Paulo e Júnior e pequena Marina moraram com Luiz Roberto durante um ano, e neste período só se viam nos finais de semana. “Foi uma fase difícil, mas com o tempo as coisas se ajeitaram e eles vieram morar comigo em Nova Olímpia”. Marina conta que durante este percurso teve muitas madrugadas de choro. “Foi um longo período, principalmente os três anos que o Luiz Roberto estava morando em outra cidade, pois tinha que conciliar o trabalho que geralmente envolvia todo o meu dia, os meus filhos, sendo que o mais novo tinha apenas cinco ano, mas nunca fui de desistir, sempre lutei pelos meus objetivos, e também contei com a ajuda de excelentes funcionários, sendo que um deles já trabalha com a minha família há mais de 18 anos, mas mesmo hoje estando perto deles, sinto saudades de mais momentos em casa” Ela se classifica como uma mulher guerreira, que desde cedo batalhou pelos seus objetivos. “Não aceito a derrota como resposta, luto pelos meus ideais, busco sempre caminhar lado a lado com minha equipe, e quando falo equipe englobo tudo, ando lado a lado com minha família, com meus funcionários, com os meus colegas na Câmara de Vereadores, enfim com todos.”


“Conquista, muita dedicação e sucesso”

18 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

S

A empresária Rozane Montana aprendeu a vencer os obstáculos, mantendo sempre o entusiasmo

no próximo semestre. Este será o ponto eja na liderança de grandes emprealto da minha carreira, é a realização de sas, instituições educacionais ou qualquer profissional que trabalha nesmovimentos sociais, não é de hoje te ramo, lançar no mercado fragrâncias que as mulheres têm ganhado espaço no de perfumes exclusivas com sua própria mercado de trabalho. Em cargos tradimarca”, diz a empresária que confessa cionalmente ocupados por homens, elas que agora os próximos planos é se dediaprenderam a lidar com o preconceito car cada dia mais pelas exclusividades e aproveitam características peculiares, das marcas conquistadas à nível nacional como a sensibilidade, para se destacar. e pela sua marca própria marca de perConheça uma mulher que encarou os defumes que ja está sendo lançada. “Sou safios da vida com firmeza e determinauma pessoa realizada. Acredito que as ção, e mostra que o amadurecimento e a dificuldades sejam as mesmas para todos. sabedoria resultaram em uma carreira de O importante é não ter medo e nem se sucesso. Pois para viver uma vida signisentir insegura. Com garra e competênficativa, é preciso estar aberto ao que o cia, as dificuldades só nos fazem crescer. amanhã pode trazer e tornar o cotidiano Quando é possível, corrigimos o que está um constante aprendizado. errado. Caso contrário, adequamo-nos Há 17 anos, a empresária Rozane às nossas metas. Tenho uma frase que a Montana, 34 anos, começou sua trajetórepito todos os dias, ‘tudo que acredito ria com vendas de perfumes importados, que posso ter, eu tenho, basta acreditar e anos depois teve algumas lojas de varebuscar conquistar isso para minha vida’! jos, inclusive uma em Tangara da serra, Esse é o segredo”, diz a empresária. onde morou por 20 anos, na qual a mesma Rozane diz ter na família seu porto sesó permanece com sua marca. Rozane, abriu mão do varejo para dedicar-se apenas a importação e distribuição de perfumes exclusivos. Com isso, descobriu sua vocação profissional que transformou a sua vida. “Hoje tem sua própria importadora, a ROFAM’S que é do mesmo grupo da MONT’ANNE PARFUMS na qual importa marcas francesas com exclusividade e detenção para todo país e que obtém grande sucesso, atendendo as principais redes de perfumarias de todo o Brasil. Rozane diz que aprendeu a vencer os obstáculos, mantendo sempre o entusiasmo. Ela também está preparando o lançamento em breve de fragrâncias exclusivas em nome da própria marca Mont’Anne Parfums. “Os novos aromas, que estão sendo fabricados em Netherlands na Europa, devem chegar no mercado Rozane Montana - Cuiabá /MT

guro. “Meus pais são como a minha menina dos olhos. São tudo na minha vida, agradeço pela educação que recebi, pelo carinho, amor e o apoio incondicional”. Ela diz que sempre buscou tornar os seus sonhos e desejos em realidades e suas decisões são baseadas em seus anseios de crescimento, nunca desistiu de seus objetivos. “As mulheres têm um toque que são sempre um diferencial, principalmente no mundo de negócios”. Em sua trajetória, a empresária conta não ter sofrido preconceito. ”Conquistei a confiança e o respeito dos que trabalham comigo naturalmente. Sempre respeitei a todos, igualmente. Viajo muito e em razão disso convivo com os mais diversos tipos de personalidades no mundo inteiro, por isso sempre respeito o espaço de cada um. “É imprescindível respeitar a individualidade do outro”, afirma. Para ela, a mulheres já predominam no mercado, citando o fato de hoje o nosso país estar sendo governado por uma mulher. “A mulher e capaz, inteligente, autêntica, e cada vez mais está ocupando o seu espaço, se tornando mais independente”, declara a empresária.

“As mulheres têm um toque que é sempre um diferencial, principalmente no mundo de negócios”


19 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011


20 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011


22 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

por Jocelaine Simão

COMPORTAMENTO

O PERIGO PODE ESTAR AO SEU LADO

É um ciclo de violência baseado na discussão, na agressão e no perdão

N

ão mais satisfeita com o relacionamento, ela terminou o namoro. Ele, inconformado com o rompimento, assassinou brutalmente a ex-companheira. Episódios como esse já não revoltam a sociedade como antes. Não que a população esteja indiferente em relação à violência contra a mulher, e sim pela banalização dos casos que viraram rotina nas delegacias e na mídia. O Mapa da Violência 2010, elaborado pelo Instituto Sangari – realizado com base no banco de dados do Sistema Único de Saúde (SUS) –, revela que dez mulheres são mortas por dia no Brasil, sendo a motivação geralmente de natureza passional. O número ilustra apenas o último capítulo de uma história que abrange muito mais do que fatalidades. A violência contra a mulher inclui diversas formas de agressão física, sexual e psicológica.

Muitas mulheres vítimas de violência sofrem caladas ou procuram recurso muito tarde, quando a situação atinge proporções preocupantes. Depois, geralmente se arrependem e partem para a reconciliação. Essa postura submissa é um dos fatores que permitem atitudes violentas dos companheiros. Muitas mulheres perdoam porque dependem financeiramente do marido, têm pena dos filhos ou ainda acreditam que as agressões não vão mais se repetir. Além disso, as mulheres são mais tolerantes por natureza, o instinto maternal leva ao perdão. Sair desse tipo de relação não é fácil, porém não impossível. O primeiro passo, e o mais importante, é a mulher querer sair. E o mais complicado: buscar motivação para seguir na ideia de que a relação não faz bem para ela. A promotora de Justiça e Coordena-

dora das Promotorias de Combate à Violência Doméstica de Cuiabá, Lindinalva Rodrigues Dalla Costa, frisa que as campanhas e projetos preventivos estimulam as denúncias. “As mulheres devem se conscientizar de que merecem mais do que uma má companhia, merecem na verdade a felicidade a qual não existe em uma relação violenta e abusiva, por isso devem romper a barreira do silêncio e do medo, pois somente denunciando o agressor ela conseguirá por fim ao abuso”, salienta. Ela destaca que a forma mais eficiente de dar segurança a mulher consiste exatamente em fazer cumprir a Lei Maria da Penha em


Lindinalva Rodrigues Dalla Costa |

Promotora de Justiça e Coordenadora das Promotorias de Combate à Violência Doméstica de Cuiabá

Juliana Chiquito Palhares |

Delegada adjunta na Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Várzea Grande

EFICÁCIA DA LEI MARIA DA PENHA

Um comportamento humano secular de violação dos direitos humanos das mulheres não se encerra de uma hora para outra, apenas a “golpe de leis”, de acordo com a promotora, é necessário uma transformação cultural que deixe de considerar a mulher na sociedade de forma subalterna e ‘coisificada’. “Não veremos os verdadeiros resultados da lei em poucos anos, pois a princípio, ela não diminui os casos, pelo contrário, acelera e aumenta a quantidade das denúncias, na medida em que as estimula, dando visibilidade aos casos, que na verdade não aumentaram, apenas deixaram de ser ‘invisíveis’, declara. Lindinalva vai mais longe ao afirmar que os homens precisam saber que a Lei Maria da Penha é uma aliada deles, que não existe para persegui-los,

mas para auxiliar as famílias que sofrem com a violência contra a mulher, que na verdade, machuca toda a família. ”Os homens precisam ter consciência de que podem ser nossos aliados na luta contra a violência doméstica, que é uma causa de todos nós, mulheres e homens, em busca da igualdade de gênero. Os homens não abusivos e que não agridem as mulheres não precisam temer a Lei Maria da Penha, que não foi feita para eles”, enfatiza.

VÁRIAS FACES DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

A violência doméstica pode ser entendida em todas as formas de violência, a física, a moral, a psicológica, a sexual e a patrimonial, ou seja, atos e omissões que atingem os bens tutelados pelo Estado. A delegada adjunta na Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Várzea Grande, Juliana Chiquito Palhares, exemplifica a violência física como os crimes de lesão corporal, tentativa de homicídio; a violência sexual, como o crime de Estupro; a violência psicológica como o crime de ameaça e a contravenção penal de perturbação da tranqüilidade; a violência patrimonial, como o crime de dano e a violência moral, como os crimes de injúria, difamação. “A Lei Maria da Penha possui mecanismos de proteção e defesa de todos os direitos e garantias nela consagrados e trata-se de ferramenta muito eficaz”. Segundo ela, os registros mais freqüentes são de crimes de Ameaça e Lesão Corporal. “Muitas vezes a mulher não denuncia por não contar com apoio necessário para continuar a desenvolver suas atividades, ou mesmo por ter uma dependência financeira do seu agressor. Nesse sentido, esclareço que a Lei Maria da Penha prevê o encaminhamento da ofendida e seus filhos à Casa de Amparo, um local

mantido pelo poder público, de localização sigilosa e exclusivamente destinado para o acolhimento de mulheres em situação de violência doméstica até que outras medidas sejam efetivadas, como a prisão do agressor ou mesmo o afastamento do lar”. Segundo ela, é importante destacar que uma vez deferidas as medidas de proteção solicitadas pela vítima, vindo o agressor a descumpri-las, o fato deve ser noticiado à Autoridade Policial que fará a comunicação ao Poder Judiciário e Ministério Público, podendo ser decretada a prisão preventiva do mesmo.

SINAIS A seguir os principais sinais apresentados por uma mulher que foi ou está sendo vítima de violência. As características vão além das desculpas de quedas e batidas para explicar sinais físicos evidentes, mas outros comportamentos indicam também violência psicológica. • Demonstração de grande tristeza ou depressão; • Mulher fica mais fechada e passa a falar menos; • As conversas sobre o cotidiano também desaparecem, incluindo assuntos que não têm ligação com o relacionamento; • Repentinamente deixa de ter vida social; • Evita visitas e também a companhia de amigos e parentes; • Sua aparência torna-se mais desleixada, deixa de arrumar ou de se maquiar; • As ausências no trabalho tornamse mais frequentes.

23 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

todos os seus termos, dando atendimento especializado e humanizado à mulher, seja, pela Polícia Militar, nas Delegacias de Polícia, nos Fóruns e nas Promotorias de Justiça. “Se a mulher não recebe o tratamento adequado, ela não retorna e não se sente estimulada a falar sobre o sofrimento que a violência doméstica provoca”. A violência doméstica acontece em todas as classes sociais indistintamente. “A violência não é um problema social, ligado à ausência de recursos materiais, mas cultural, ligado à educação machista e preconceituosa repassada a muitos homens, que insistem que a companheira deve obedecê-los, sob pena de serem agredidas de alguma maneira. Contudo, as mulheres têm vergonha muitas vezes de verbalizar o abuso, por isso as de baixa escolaridade e renda, denunciam mais, por serem mais espontâneas e verdadeiras, tornando mais visível a violência nessa classe, o que não significa que não ocorra, e em grande quantidade, nas demais”.


Ele te ama e depois te “maltrata”!? Ele pode ser um misógino!

24 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

Oriundo do grego “misógino” é termo pelos psicólogos para designar a pessoa que odeia mulheres: miso = odiar e gyne = mulher. Isso, teoricamente falando, porque, na vida real, nem sempre é fácil reconhecer um misógino. De acordo com a Terapeuta de família, Life-Coach e Practitioner em Florais de Bach, Maria Inêz C. Oliveira, muitas de suas pacientes fazem parte de um grupo de relacionamentos com homens misóginos. “É também um distúrbio de caráter, mas se diferencia dos demais porque no início do namoro são homens gentis e carinhosos, mas com o passar do tempo vão testando suas parceiras para tentarem estabelecer qual é o limite de poder psicológico que eles podem exercer sobre elas. Quando não encontram resistência feminina, pelos mais variados motivos, esses homens passam a exercer total controle sobre como vivem e se comportam essas mulheres”, explica a terapeuta, salientando que “Começam a ‘minar’ sua autoconfiança. Menosprezam suas opiniões e seu trabalho a ponto de muitas vezes na tentativa de agradá-los, elas chegarem a abdicar de suas vidas profissionais, sociais e/ ou familiares. Gritam e se enfurecem quando sentem-se ameaçados e atribuem a elas culpa por tudo que sair errado na vida deles.”

Na opinião de Maria Inêz o pior acontece quando a mulher assume o sentimento de culpa, porque se anulam e passam a viver na expectativa de agradá-los e serem reconhecidas. “O que não acontecerá, visto que eles fazem de tudo para destruí-las psicologicamente. São capazes das maiores gentilezas e no momento seguinte se enfurecerem aos gritos ou se retiram do ambiente num silêncio amedrontador. Mulheres e filhos vivem em constante tensão por não saberem quando será o novo episódio.”

Com o passar do tempo vão testando suas parceiras para estabelecer qual é o limite de poder psicológico que eles podem exercer sobre elas A terapeuta salienta que a maneira mais comum dessas mulheres externarem a raiva que sentem deles será através de doenças físicas. É como se quisessem demonstrar o quanto eles as fazem infelizes, mas isso também é em vão, porque qualquer fragilidade delas os deixam enfurecidos, muitas vezes negando ou distorcendo fatos à sua conveniência e atribuindo-lhes adjetivos sempre em caráter pejorativo, como: lamurientas, choro-

nas, mimadas, exageradas, burras, incapazes e, principalmente, loucas. Segundo ela, geralmente fora de casa eles são cidadãos “acima de qualquer suspeita”, o que não invalida algumas humilhações perante terceiros, mas é em casa que eles se mostram algozes de suas mulheres. “Excepcionalmente são agredidas fisicamente, o que consiste num grave perigo, porque as pessoas ainda tendem a pensar que a agressão só existe quando ela se materializa fisicamente. Se nessas o exame clínico as detecta, é na terapia que se identificam as feridas e sequelas emocionais e psicológicas. Enfraquecidas e impotentes é quando muitas procuram a ajuda profissional, mas eles não aceitarão acompanhá-las no tratamento, alegando que o problema são elas e que a relação não vai bem por causa delas. Às vezes acabam aceitando a terapia, mas se continuam resistindo, é hora dessas mulheres se auto-resgatarem, descobrirem que são muito mais fortes e competentes do que imaginavam e se libertarem desses abusos, levando seus filhos para um outro ambiente onde possam viver em paz. Aliás, ‘paz’ é o que elas mais verbalizam estarem buscando”, conclui a terapeuta.

Maria Inêz C. Oliveira, Terapeuta, Life Coach e Practitioner


ADESTRAMENTO por Jocelaine Simão

Cãozinho bem educado

P

ular em você e nas visitas, roer os móveis, latir o tempo todo e te levar para passear são algumas características do seu cãozinho? Cachorros são animais alegres e cheios de vida, mas isso não significa que incomodar e envergonhar o dono seja normal e aceitável. Uma boa solução para esses incovenientes é o adestramento. A técnica educa os animais e melhora a comunicação entre os donos e os cães, de forma que um pode entender o outro. Uma das principais causas da desobediência dos cães é a falta de limites e liderança. O dono deve mostrar quem é o líder, quem manda (com autoridade e carinho, sem violência). Um cachorro que sai roendo tudo, bagunça a casa, faz xixi por todo lado, faz isso porque acha que todo o espaço é seu e assim quer demarcar o seu lugar. Quando sai para passear, é ele quem leva o dono, decide aonde ir, quando parar. O animal se sente o líder, o dono do dono. Através de comandos ditos com voz firme, como senta, deita, vem ou aqui, não

pula, não morder e andando junto, o cão reconhece o seu lugar, o dono se firma como liderança e é estabelecida uma relação agradável. Além da educação, o adestramento também pode ter como objetivo a defesa patrimonial e as exposições. Para se apresentar em uma exposição, o cão deve ser treinado para realizar atividades específicas para a competição, como ficar sentado e andar por um determinado lugar. Já na defesa patrimonial, o cachorro é adestrado para proteger a casa através de latidos que chamem a atenção dos donos. Não é recomendado técnicas que ensinem o cão a ser violento, O ideal é começar o adestramento do cão a partir do sexto mês de vida, pois todas as vacinas já foram aplicadas e os dentes já nasceram. Já se o cão vai competir, o adestramento pode começar quando ele tiver quatro meses, porque são comandos muito simples. O período médio de treinos é de três ou quatro meses, dependendo da idade, raça e personalidade do animal. Os cachorros mais

velhos também podem ser educados, mas o tempo gasto será mais longo. É preciso saber, por exemplo, se o cão tem medo de água, se ele dorme sozinho, se tem alguém que bate nele. Outro ponto importante é o acompanhamento dos donos. A presença deles é indispensável para que o adestrador possa ensiná-los a usar corretamente as palavras com o tom de voz adequado para que o cachorro o obedeça. Um cão adestrado não vira um escravo, uma espécie de robô. Ele continuará espontâneo e alegre, mas de forma educada e agradável.

28 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

IMAGEM: Free Image Works


Projeto idealizado há três anos concluiu última fase em fevereiro, tornando-se um dos laboratórios médicos mais completos do Mato Grosso co e tratamento das doenças oncológicas.

INDAP conta com médica residente em Tangará da Serra

A equipe técnica será coordenada pela médica patologista Thaís Fernanda Martins Gonsales. Thaís formou-se em 2007 na Faculdade de Medicina de Marília (SP) – Famema e fez Residência Médica na Faculdade de Medicina do ABC em Santo André- SP com o título de especialista em Anatomia Patológica além de pós -graduação em Citopatologia, pela Fundação Oncocentro de São Paulo(FOSP). Casada com o médico radiologista Ricardo Gonsales e contando com o apoio da direção da Doyon na concretização do projeto, idealizado há três anos. Outro destaque do INDAP é o fato de que o médico patologista reside no município, permitido melhor interação com o médico assistente. Segundo a Dra. Thaís, o médico patologista atua nos “bastidores da medicina”, desenvolvendo um trabalho fundamental – o diagnóstico do câncer. É dele também, muitas vezes, a responsabilidade de definir se um órgão é adequado ou não para o transplante, além de desempenhar importante papel no tratamento dos pacientes transplantados e em outras doenças inflamatórias e infecciosas específicas como, por exemplo, a hanseníase.

Espaço amplo e arrojado

Com instalações amplas e modernas, a nova área da Anatomia Patológica de Tangará da Serra vai oferecer qualidade no atendimento a pacientes que precisam de um diagnóstico confiável. Segundo Thaís um dos diferenciais do INDAP é que as lâminas são confeccionadas e interpretadas no local, o que proporciona que o laudo seja entregue em 48 horas (Citologia) e 72 horas (Biópsia). “Os exames são recebidos e processados diariamente e o laboratório oferece serviço próprio de coleta diária nos consultórios e hospitais, além de fornecer todo o material para envio dos exames”.

Agilidade nos resultados

No INDAP, os médicos podem escolher a melhor forma de receber os resultados de seus pacientes: internet, laudo impresso e entregue em seu consultório ou diretamente para o

Av. Pres. Tancredo A. Neves, 945-W (Clínica Doyon) - Setor Laboratório - Sala 02 - Jardim do Lago - Tangará da Serra - MT CEP 78300-000

65 3325 4040 www.laboratoriodepatologia.com.br

CAPA

paciente. Contar sempre com um profissional da equipe técnica para dialogar cientificamente é um dos diferenciais do Instituto. “O levantamento dos resultados online pode ser feito através do site www.laboratoriodepatologia.com.br

Dra. Thais F. Martins Gonsales

31 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

O

Instituto Diagnóstico em Anatomia Patológica (INDAP) é uma instituição focada em atender com qualidade e tecnologia de ponta às necessidades de seus clientes. O projeto idealizado há 03 anos, sendo concluído em fevereiro, conta com profissionais altamente qualificados e comprometidos com a valorização da vida humana. Com um portfólio que reúne exames de diversas áreas, incluindo anátomo patológico, citopatológico cérvico – vaginal (Papanicolaou), citopatológico de punção aspirativa (PAAF), citopatológico oncótico de líquidos, exame peroperatório de congelação, imuno-histoquímica, imunofluorescência e revisão de lâminas, o Laboratório já nasce com o Programa de Garantia de Qualidade, objetivando as certificações e acreditações do Sistema de Gestão da Qualidade e Programa de Controle da Qualidade internos e externos. A área técnica conta com equipamentos de última geração e softwares de apoio específico, escolhidos e monitorados pelo seu desempenho analítico (menor imprecisão ou variação analítica possível), que garantem a eficácia e segurança dos exames. E para segurança dos clientes todas as etapas são realizadas em um mesmo local, impedindo assim o extravio ou danificação do material. Para completar, disponibiliza canais de comunicação para que os médicos possam entrar em contato com a equipe técnica e consigam informações complementares que colaborem na interpretação dos resultados dos exames. A equipe técnica é formada pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA), referência nacional no diagnósti-

por Jocelaine Simão

Primeiro Laboratório Médico de Tangará da Serra


32 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011


40 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

por Jocelaine Simão

COMPORTAMENTO

Bullying sai do ambiente escolar e fica cada vez mais comum no meio virtual

A

s facilidades proporcionadas pelos avanços tecnológicos, como a internet, são grandes, entretanto, o lado que expõe pessoas e facilita crimes vem sendo ressaltado por especialistas como mudanças provocadas pelas novidades. O bullying sempre existiu e sempre vai existir porque é mais uma forma de violência. Contudo, nos últimos anos, o modo como essa violência é exercida tem crescido e se tornado mais cruel, devido ao avanço da tecnologia. Neste caso, temos o cyberbullying. Os autores do cyberbullying, principalmente adolescentes, usam as redes sociais para desenvolver uma espécie de massacre com relação às vítimas. É uma verdadeira avalanche de calúnias e difamações, que pode começar como uma grande brincadeira de mau gosto, como uma montagem com fotos, usando rosto e corpo de diferentes pessoas, até a divulgação de filmes pornográficos. O caráter de crueldade deve-se ao fato de os agressores considerarem a possibilidade de anonimato. Entretanto, já existem entidades que atuam na identificação, localização e punição de quem pratica, assim como na inibição e na coibição dos atos, como a ONG SaferNet Brasil, que visa à proteção dos direitos humanos na internet. As agressões disseminadas em meio virtual são caracterizadas como bullying porque apresentam as três características que o identificam. Uma é a repetição. Para ser considerada bullying, a agressão deve ser recorrente, ocorrendo no mínimo três vezes, o que se aplica à internet, quando as postagens se replicam em alta velocidade, ganhando, muitas vezes, caráter viral. Outra caraterística do bullying é a intencionalidade, que determina como

Praticado, na maioria das vezes, por adolescentes, o cyberbullying pode ter início como uma brincadeira de mau gosto e evoluir para uma série de calúnias foco a humilhação e a agressão. Quando alguém divulga, na rede, mensagens ou imagens que pretendem ofender outra pessoa, a intenção está clara. E, por último, a terceira característica aponta a incapacidade de reação por parte da vítima. Os agredidos geralmente são pessoas reservadas, que não têm o perfil de quem responderia à agressão sofrida. Quando falamos de internet, como fazer frente se o conteúdo está ali, à disposição de todos?

Da escola à universidade

Definido como toda violência que ocorre, primeiramente, em âmbito escolar, o bullying pode abranger níveis que vão desde o jardim da infância até o final de cursos superiores. Um bom exemplo de bullying é o ritual de passagem para a universidade, definido como trote, no qual os estudantes são humilhados e, às vezes, até agredidos. As agressões em ambiente escolar podem ocorrer de três formas. Uma seria entre os próprios alunos. As outras seriam entre professor e aluno e entre alunos e professores.

Vítima x agressor

Os pais devem ficar atentos às atitudes e ao comportamento dos filhos. Os especialistas explicam que as vítimas se apresentam como pessoas tristes, isoladas do meio social e que se sentem mal constantemente. São crianças e jovens que nunca recebem ligações de amigos e que nunca são convidados para sair com a turma. É mais comum que os pais da vítima percebam o problema, diferentemente dos pais dos agressores. No Brasil, tivemos três casos de bullying que resultaram em mortes. Eram adolescentes que sofriam agressões e retornaram à escola para matar pessoas.

Isto porque o agressor tem características de pessoa bem entrosada com os outros, são populares e participam de grupos sociais. Isso faz com que os pais ignorem o problema quando a escola emite qualquer tipo de reclamação com relação ao aluno, por exemplo. A especialista afirma que uma das medidas adotadas no ambiente escolar é colocar agressor e agredido frente a frente, a fim de que façam as pazes. Não há nada pior do que isso. Em casos assim, o agressor acaba por sair fortalecido porque as ameaças continuam e podem extrapolar os muros da escola. Então, as agressões passam a ser feitas na esquina, no shopping etc. O ideal é que professores, alunos e funcionários da escola sejam mobilizados em prol da definição de uma política que combata a prática. Se o problema não puder ser resolvido com a ajuda da comunidade acadêmica e dos pais, a dica dela é buscar auxílio do Conselho Tutelar.

Transtornos podem levar à morte

Por se tratar de uma forma de violência contínua, em que o agredido teme revelar o problema, muitas vezes, devido às ameaças feitas pelo agressor, o bullying pode acarretar uma série de problemas de saúde. A curto prazo, podem surgir sintomas psicossomáticos, como diarreia, náuseas, vômitos e tonturas, todos relacionados ao momento de ir à escola. “Crianças que estudam no período da manhã tendem a começar a passar mal no domingo à noite. Isto porque existe recusa quanto à ida à escola, o que pode provocar desinteresse e fobia escolar, além da queda no rendimento”. A longo prazo, o quadro pode evoluir para pânico, ansiedade, depressão, chegando até a casos de homicídio e suicídio.


A

importância do pré-natal baseia-se na premissa que tudo o que a futura mamãe faz, ou deixa de fazer, durante os nove meses de gestação, tem um grande impacto na saúde do bebê. É por essa razão que é tão importante seguir à risca as recomendações médicas e fazer todos os exames recomendados pelo obstetra nos meses que antecedem o nascimento do bebê. O pré-natal é o acompanhamento médico dedicado à gestante e ao bebê que tem como objetivo a prevenção, a orientação, o esclarecimento e o diagnóstico de qualquer alteração da saúde da gestante e/ou do bebê. É durante o pré-natal que todas as dúvidas do casal serão esclarecidas, o que é muito importante, já que é possível descaracterizar alguns mitos que são muito frequentes neste período. Em média, uma gravidez dura quarenta semanas, por essa razão além da qualidade das consultas, a frequência é fundamental. Durante o pré-natal, as consultas são mensais até a 32ª/33ª semana, quinzenais, até a 36ª semana e, semanais, a partir da 37ª semana. Após esse período, a gestante deve ser acompanhada pelo obstetra a cada dois ou três dias.

Importância do pré-natal

Garantir que a gestante e o nenê mantenham-se saudáveis durante os nove meses é a principal missão do pré-natal, mas o período também possui outros atributos. Além de fazer o acompanhamento do desenvolvimento do bebê e diagnosticar intercorrências clínicas e/ou obstétricas, os nove meses de gestação tem também a função de preparar o casal para o parto, assim como para a amamentação. A gestação é um período marcado por transformações físicas e emocionais, por isto, tanto a gestante quanto o seu companheiro têm muitas dúvidas durante este período que antecede o nascimento. Todo casal que espera um bebê deve

ter respostas às suas indagações. Quanto mais seguros sobre todo o processo que está por vir, melhor e mais tranquilo será o parto. Todas as vantagens e desvantagens de cada escolha devem ser esclarecidas. Hoje, recomendamos que o pré-natal comece antes mesmo da concepção, preferencialmente, três meses antes. Pois, assim, a mulher poderá realizar uma consulta médica completa, bem como todos os exames prévios à gestação. Se houver qualquer alteração, tanto clínica como laboratorial, ela, mulher poderá, em tempo hábil, realizar o tratamento mais apropriado. O uso de ácido fólico, três meses antes da concepção, com o objetivo de diminuir a incidência de malformações do sistema nervoso central faz parte desta fase anterior à concepção.

Tudo sobre o pré-natal

Para o obstetra, a primeira consulta do pré-natal é a mais importante. Afinal, é nessa consulta que se estabelecerá uma relação mútua de confiança entre a grávida e seu médico. Geralmente, a primeira é a consulta mais demorada, pois será questionada toda história clínica da gestante, bem como todos os antecedentes pessoais e familiares, hábitos, vícios, cirurgias prévias e uso de medicamentos. Além disso, é nesta primeira consulta que serão solicitados vários exames como hemograma, glicemia de jejum, tipagem sanguínea + fator RH, sorologias para toxoplasmose, rubéola, citomegalovírus, sífilis, AIDS, hepatite B e C, urocultura + antibiograma, prevenção do câncer do colo uterino (Papanicolau) e ultrassonografia obstétrica. Muitos destes exames serão repetidos no decorrer do pré-natal, assim como a ultrassonografia, que será realizada conforme a

idade gestacional.

Sinais de problemas

Durante o pré-natal podemos identificar mulheres com maior risco de complicações durante a gestação e o parto e podemos utilizar os recursos necessários para garantir uma gravidez e um parto saudáveis, diminuindo as chances da ocorrência de problemas para a mãe e o nenê. A intercorrência clínica mais frequente durante a gravidez é a anemia. É por essa razão que os obstetras recomendam o uso de sulfato ferroso durante o pré-natal. Outra intercorrência clínica comum durante a gestação é a infecção urinária. É fato que de todas as gestantes, 6% apresentarão bacteriúria assintomática, que é uma infecção urinária que não apresenta sintomas; destas 30% evoluirão com um tipo de infecção urinária mais grave que necessitará de internação hospitalar. Mas, se a gestante contar com o acompanhamento pré-natal, tratar esse problema será bem mais fácil e seguro. Outro problema comum e que pode ser tratado durante o pré-natal é a hipertensão arterial, presente em 10% das gestantes, sendo a maior causa de óbito materno, se não tratada previamente.


CONSTRUÇÃO por Jocelaine Simão

É hora de construir e reformar. Construções e reformas realizadas sem acompanhamento

de um arquiteto ou engenheiro trazem “dor de cabeça” mais cedo ou mais tarde

C

hegou a hora de arregaçar as mangas e iniciar aquela obra de construção da casa tão desejada ou a reforma que a residência tanto precisa. E começa a busca por indicações de bons pedreiros e mestres de obras, para então pesquisar os materiais e seus preços. Pois se você se identifica com esta situação, é bom rever seus conceitos, porque a primeira coisa que se deve pensar é no profissional especializado que vai orientar a sua construção e até mesmo ajudá-lo na escolha do terreno antes de pensar nas obras. E este profissional é o arquiteto ou engenheiro. É ele quem vai montar um projeto, dando uma noção clara do que o proprietário deve fazer. O resultado de obras realizadas de modo informal são problemas como falta de conforto, luminosidade, ventilação, sem contar a questão estrutural. Segundo os especialistas a estrutura que não está bem feita, gera transtornos não só para ele, como para o vizinho. E quando você enxergar alguma obra sem placas, que possui com informações técnicas sobre a

construção, inclusive, o nome e registro do profissional responsável, podem ser duas coisas: ou a placa não está visível ou ainda não foi providenciada ou pior, não há um profissional especializado trabalhando. Existe uma idéia de que contratar um profissional especializado fica caro demais e as pessoas preferem arriscar em construções precárias. Normalmente, em uma obra informal, no Brasil, o desperdício de materiais chega a 30%. O valor para ter um arquiteto ou engenheiro acompanhando a construção ou reforma desde o projeto fica entre 5% a 7% do total da obra. E ainda reduz drasticamente o desperdício. E se você for trocar um piso, ou azulejo, é recomendado chamar um arquiteto, engenheiro, mesmo que não interfira na estrutura do local? A resposta é sim. O profissional planeja, projeta de acordo com a real necessidade do cliente e deixa claro o quanto a pessoa vai precisar comprar. Quem não é técnico, vai ‘chutando’ e sobra material. Fora o gasto financeiro além do neces-

sário, o lado estético também é importante. As pessoas acabam achando tudo bonito, mas nem sempre sabem harmonizar. Antes de contratar um arquiteto ou engenheiro, você pode pedir que ele veja a área da obra, faça uma análise do local e assim informar o preço de seu serviço, “sem compromisso”. Para começar a construir, é possível contratar um arquiteto ou engenheiro autônomo ou ainda uma construtora. Será desenvolvido, no mínimo, projetos ligados à area estrutural, elétrica, hidráulica e telefônica e durante o projeto ele vai saber o quanto a pessoa pode gastar, em quanto tempo deseja que a obra fique pronta, sendo responsável por todo andamento da obra, inclusive na contratação de pedreiros e mestre de obra. Se você vai reformar ou construir, mas ainda não se convenceu de que deve contratar um profissional especializado, pelo menos, procure um, peça para fazer um orçamento, entenda ainda mais sobre o trabalho dele para perceber que, além de economia, você está investindo na segurança e valorização do seu imóvel.


­Fatores de risco

Os principais fatores de risco são: idade acima de 50 anos; história familiar de câncer de cólon e reto; história pessoal pregressa de câncer de ovário, endométrio ou mama; dieta com alto conteúdo de gordura, carne e baixo teor de cálcio; obesidade e sedentarismo. Também são fatores de risco doenças inflamatórias do cólon como retocolite ulcerativa crônica e Doença de Cronh; algumas condições hereditárias do intestino grosso.

Detecção precoce

O câncer colo-retal quando detectado em seu estágio inicial possui grandes chances de cura, diminuindo a taxa de mortalidade associada ao tumor. Pessoas com mais de 50 anos devem ser submetidas a exames de investigação, sendo na maioria dos casos a colonoscopia. Para indivíduos com histórico pessoal ou familiar de câncer de cólon e reto , portadores de doença inflamatória do cólon e de algumas condições hereditárias devem procurar orientação médica para avaliar a necessidade de investigação.

Sintomas

Indivíduos acima de 50 anos com anemia de origem indeterminada e que apresentam a suspeita de perda crônica de sangue no hemograma, devem realizar endoscopia gastrointestinal superior e inferior. Outros sintomas que podem ocorrer são dor abdominal, massa abdominal, sangramento nas fezes, constipação, diarréia, náuseas, vômitos, fraqueza e desconforto retal.

Diagnóstico

O diagnóstico da doença é feito através de biópsia endoscópica com estudo histopatológico.

Tratamento

A cirurgia é o seu tratamento primário, retirando a parte do intestino afetada e os linfonodos próximos a esta região. Após o tratamento cirúrgico, a radioterapia associada ou não à quimioterapia é utilizada para diminuir a possibilidade da volta do tumor (recidiva). Quando a doença está disseminada, com metástases para o fígado, pulmão ou outros órgãos, as chances de cura diminuem mas o tratamento deve ser realizado.

Prevenção

Uma dieta rica em frutas, vegetais, fibras, cálcio, folato e pobre em gorduras animais é considerada uma medida preventiva. A ingestão excessiva e prolongada de bebidas alcóolicas deve ser evitada. Como prevenção é indicada uma dieta saudável e a prática de exercícios físicos.

43 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

O

câncer colorretal abrange tumores que acometem o intestino grosso (cólon e reto). É tratável e, na maioria dos casos curável, desde que detectado antes de se disseminar para outros órgãos. Grande parte desses tumores se inicia a partir de pólipos, lesões benignas que podem crescer na parede interna do intestino grosso. Uma maneira de prevenir o aparecimento dos tumores seria a detecção e a remoção dos pólipos antes de eles se tornarem malignos.

CÂNCER

Câncer Colorretal


por Jocelaine Simão

Distração criativa. A conotação negativa para pessoas distraídas caiu por terra a partir de resultados de pesquisas divulgadas recentemente. Segundo os trabalhos a distração está vinculada à criatividade, especialmente na hora de resolver problemas mais complexos. Como tudo, no entanto, há limites. Excesso de distração combina com esquizofrenia, um distúrbio que pode resultar em alucinações, delírios e fuga da realidade. O efeito positivo, conforme os pesquisadores, pode ser entendido como o “dar um tempo” em meio ao furacão de problemas ou sobrecarga de trabalho. Nesse momento a pausa, no caso a distração, costuma trazer a resposta mais rapidamente. O estudo foi publicado na revista Psychological Science e afirma que o processo de solução de problemas inclui tanto a distração quanto um período de pensamento consciente, sem o qual o problema não tem como ser racionalmente resolvido. Gordura no espelho. Algo que todos já ouviram foi comprovado cientifica-

Doce lar

• Adubo: Casca de ovo vira adubo. Seque-as bem e bata no liquidificador, serve para afiar as lâminas e sendo rico em cálcio, o pó obtido é ótimo adubo para as plantas. • Sobrou queijo: Aproveite essas sobras. Experimente cortar o queijo duro, que também pode ser provolone, ementhal, gouda ou cheddar, em cubos de dois centímetros. Passe-os na farinha de trigo, no ovo batido e na farinha de rosca. Frite em óleo bem quente até que fiquem douradinhos. Escorra em papel absorvente. Mantenha aquecido até a hora de servir. • Como usar cada tipo de tempero: Flores, talos e folhas devem ser acrescentados aos pratos ao final do cozimento para que não percam o gosto. As ervas secas podem ser colocadas cinco a dez minutos antes de finalizar o prato para que absorvam os líquidos e liberem suas propriedades. Sementes e raízes, colocar desde o início do preparo para que cozinhem bem.

Sabia que água ajuda a emagrecer? Não tem jeito. Todo início de verão é o mesmo dilema: perder alguns quilinhos para poder entrar no biquíni e fazer bonito na praia ou na piscina. Então, é hora de tentar perder todas as gordurinhas acumuladas ao longo da estação do frio. E vamos combinar que essa não é uma tarefa muito fácil de ser realizada. Mas a boa notícia é que um estudo realizado na Universidade da Virgínia, nos Estados Unidos, descobriu que tomar água pode ajudar a perder peso. A conclusão é a seguinte: quem ingere pelo menos dois copos de água antes das refeições (cerca de meia hora antes) acaba comendo menos e elimina mais líquido do que quem não bebe. A medida serve mais ou menos para “enganar o cérebro”, já que ao tomar água a pessoa sente-se com a sensação de barriga cheia e acaba comendo menos. Este estudo acompanhou durante um ano os participantes dos testes e percebeu que aqueles que tinham continuado a tomar água antes das refeições tinham emagrecido mais – cerca de dois quilos a menos em média. Está aí um jeito bem fácil de perder peso, né?! Fica a dica.

Aspirina para o câncer. Conhecida como a solução para dores de cabeça, a aspirina acaba de ganhar uma função

bem mais nobre. Uma revisão de estudos publicada pelo jornal médico Lancet aponta que há tumores que podem ser evitados com o consumo de uma dose do medicamento todos os dias. Entre os tipos de câncer avaliados estão os de intestino, esôfago, pâncreas, próstata, estômago e colorretal. Mas não é tão simples quanto parece. Segundo o estudo, o remédio só passaria a trazer benefícios após cinco anos de consumo diário. A pesquisa somou dados de mais de 25 mil pessoas. Todas tomavam a aspirina para evitar a recorrência de problemas cardíacos e foram acompanhadas pelos pesquisadores por no mínimo quatro anos. O sexo dos pacientes e o tabagismo não influenciaram os resultados. Mas a idade, sim. Quanto mais velha a pessoa era, mais forte foi o efeito da aspirina. Pacientes com mais de 65 anos que usavam o remédio tiveram um índice de morte por câncer 7% menor do que os que não tomavam, depois de 20 anos de acompanhamento.

45 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

mente. Um estudo publicado no site do jornal britânico The Telegraph mostra que apenas uma em cada 17 mulheres com peso saudável realmente se considera magra. Na avaliação com 2.257 pessoas se identifica uma visão perturbadora da autoestima feminina. As voluntárias foram convidadas a olhar para si no espelho e escolher a partir de 12 adjetivos para descrever como se sentiam, ou como achavam que pareciam. As participantes também foram medidas para determinar se estavam com sobrepeso ou peso saudável. Entre as mulheres que tinham peso ideal para sua altura, apenas 13% disseram que se sentiam felizes quando viam seu reflexo e somente 6% pensavam que eram magras.


DECLARAÇÃO IR

Declaração do Imposto de Renda 2011

Saiba o que mudou e fique atento ao prazo de entrega

C

omeçou no dia 1º de março e vai até 29 de abril o prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2011, ano-base 2010. Quem perder o prazo estará sujeito a uma multa mínima de R$ 165,74.

Formas de entrega

A declaração poderá ser enviada pela internet, por meio da utilização do programa de transmissão da Receita Federal (Receitanet), ou via disquete (nas agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal). Em 2011, pela primeira vez, não será permitida a entrega via formulários.

Obrigatoriedade

Segundo a Receita Federal, estão obrigadas a apresentar a declaração as pessoas físicas que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 22.487,25 em 2010. Também estão obrigados a apresentar o documento os contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil neste ano. Também é obrigatória a entrega para quem obteve, em qualquer mês de 2010, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas.

Atividade rural

46 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

Também é obrigatória a entrega da declaração de IR 2011 para quem teve, em

2010, receita bruta em valor superior a R$ 112.436,25 oriunda de atividade rural. O documento também tem de ser entregue por quem pretenda compensar, no ano-calendário de 2010 ou posteriores, prejuízos de anos-calendário anteriores ou do próprio ano-calendário de 2010.

Completo ou simplificado

A Receita Federal lembra que os contribuintes podem optar por dois modelos na entrega do documento: simplificado ou completo. A regra para fazer a declaração simplificada continua a mesma: desconto de 20% na renda tributável. Este desconto substitui todas as deduções legais da declaração completa. Em 2011, o limite do desconto é de R$ 13.317,09. Em 2010, o limite foi de R$ 12.743,63. No caso da dedução por dependentes, possível apenas por meio da declaração completa, o valor subiu de até R$ 1.730,40 em 2010 para até R$ 1.808,28 no ano que vem. Nas despesas com educação (ensino infantil, fundamental, médio, técnico e superior, o que engloba graduação e pós-graduação), o limite individual de dedução passou de até R$ 2.708,94, em 2010, para até R$ 2.830,84 no próximo ano. Para despesas médicas, Podem ser deduzidos pagamentos a médicos, dentistas, fisioterapeutas, Fonoaudiólogos, hospitais, além de exames laboratoriais, serviços radiológicos, aparelhos ortopédicos e próteses ortopédicas e dentárias.

Declaração de bens e dívidas

Segundo o Fisco, a pessoa física deve rela-

cionar, na declaração do IR, os bens e direitos que, no Brasil ou no exterior, assim como suas dívidas. De acordo com o órgão, ficam dispensados de serem informados os saldos em contas correntes abaixo de R$ 140, os bens móveis, exceto carros, embarcações e aeronaves, com valor abaixo de R$ 5 mil. Também não precisam ser informados valores de ações, assim como ouro, ou outro ativo financeiro, com valor abaixo de R$ 1 mil. As dívidas dos contribuintes, ou seus dependentes, que sejam menores do que R$ 5 mil em 31 de dezembro de 2010 também não precisam ser declaradas.

Imposto a pagar

Caso o contribuinte tenha auferido imposto a pagar em sua declaração do IR, a Receita informou que isso poderá ser dividido em até oito cotas mensais, mas nenhuma delas pode ser inferior a R$ 50. Caso o imposto a pagar seja menor do que R$ 100, deverá ser pago em cota única. A primeira cota, ou a única, devem ser pagas até 29 de abril, e as demais até o último dia útil de cada mês, acrescidas de juros. O débito automático em conta corrente também permanece como opção para o pagamento do imposto devido ao Fisco, mas é permitida somente para declarações apresentadas até 31 de março para cota única, ou primeira cota, ou entre 1º e 29 de abril a partir da segunda cota.


Método adequado para cada tipo de pele pode evitar manchas indesejadas

D

epilar é algo que faz parte da vida feminina desde a adolescência. Algo que irrita diversas mulheres, afinal a retirada dos pelos é algo totalmente incômodo, mas antes e até mesmo depois de realizar uma depilação através dos diversos métodos existentes, para amenizar um pouco a sensação é indicado que a mulher tenha consigo alguns cuidados que farão toda a diferença. A limpeza, tonificação, hidratação e aplicação de filtros solares são procedimentos muito importantes para quem não quer ter problemas ao eliminar os pelinhos indesejáveis. Antes e depois da depilação, é bom evitar a exposição direta ao sol no dia e usar protetor solar ao sair de casa. Para levantar e desencravar os pêlos, a dica é fazer antes uma esfoliação na área a ser depilada. O local deve estar limpo e livre de óleos e produtos que contenham álcool, por isso o ideal é fazer a

depilação após o banho. Um cuidado essencial após a depilação é não aplicar nenhum cosmético ou produto que contenha álcool (como desodorantes e perfumes, por exemplo) nas 12 horas seguintes. A pele deve ser lavada apenas com água e sabonete neutro, de preferência. São permitidos - e recomendados - os hidratantes suaves e géis relaxantes com calêndula, camomila ou azuleno. Alguns salões de beleza oferecem máscaras e cremes que minimizam os efeitos agressivos provenientes do uso das ceras. Para não ter problemas com pêlos encravados, a sugestão é fazer uma esfoliação com bucha vegetal três dias após a depilação. Depois de tirar os pêlos das pernas e virilhas, evite calcinhas e calças muito apertadas, pelo menos durante as primeiras 24 horas. A roupa justa demais dificulta a respiração da pele, que estará mais sensível.

HIGIENE PESSOAL

Cuidados após depilação devem ser redobrados


CULTURA por Jocelaine Simão

Capoeira, movimento e arte. Policial concilia profissão com a prática da capoeira

V

ocê já imaginou ter um policial capoeirista? Ou então... um professor de capoeira policial? É isso mesmo o que acontece com o policial militar William de Campos, que durante o dia usa farda para exercer a profissão formal e a noite não abre mão de colocar seu abadá para ministrar aulas e participar das rodas de capoeira. Desde menino, ele é apaixonado pela prática e fez dela uma causa de vida. “Comecei a treinar pelo gosto da capoeira como brincadeira, como esporte mesmo”, recorda. O que ele não imaginava era que passaria toda a sua adolescência envolvido com aulas, encontros, rodas e viagens relacionadas ao esporte. Passados 20 anos de muita disciplina e treino, o instrutor Máquina como é conhecido não consegue enxergar sua história sem a capoeira. “Com ela conheci diferentes lugares e pessoas”, diz. Prova disso, está na participação de encontros com representatividade internacional, como os de Cuiabá, Brasília e Rio de Janeiro. A Associação Capoeira Vip está espalhada pelo mundo inteiro com filiais na Alemanha, Espanha, Turquia e Polônia. Inclusive o mestre do Grupo José Lauro Ribeiro o “Mestre Bigodinho” está ministrando aulas na Alemanha. Atualmente o instrutor Máquina disponibiliza turmas para crianças, jovens e adultos, além de realizar um trabalho social nas comunidades carentes. Desde 2008 está desenvolvendo nas escolas estaduais o “Projeto Capoeira na Escola – entre o berimbau e o caderno – Formando Cidadãos”.

48 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

Amor pela ginga

O policial-instrutor destaca a lealdade e a boa conduta como os principais tópicos da filosofia capoeirista. Para os interessados em ingressar na modalidade, ele aponta o desempenho físico e social como uns dos grandes ganhos do esporte. “A capoeira ajuda na sociabilização, principalmente das crianças, pois é um esporte que não dá pra fazer sozinho”, garante. A liberdade de expressar sentimentos, através da composição de músicas, e a habilidade com os instrumentos musicais são outros pontos positivos. A concentração também é desenvolvida por meio de técnicas específicas para cada movimento. Nessa hora, Máquina afirma que o vale mesmo é a disciplina do atleta. “Na ca-

poeira, nem sempre o mais forte supera o fraco”, reforça. Além de promover batizados, cursos e workshops, o instrutor Máquina é convidado para participar de eventos em outras cidades. No mês de abril viaja para a Alemanha, onde permanecerá por três meses divulgando a capoeira. “Mesmo com dificuldade, compensa, porque podemos mostrar a capoeira de forma positiva para a sociedade que assiste ao evento”, explica.

Dedicação para ter reconhecimento

William durante três anos desenvolveu o projeto de Capoeira com os alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – Apae - e tal trabalho foi selecionado e recebeu verbas do Projeto Criança Esperança da Rede Globo. Em Tangara, não são poucos os alunos atendidos pelo projeto da Associação. Willian atende os alunos das escolas 29 de Novembro, Bento Muniz, Manoel Marinheiro e Pedro Alberto Tayano.

De uma dedicação extrema ao trabalho que realiza, o instrutor Máquina afirma que a capoeira é mais que um esporte, é uma filosofia de vida. “Temos a certeza que a capoeira, além de ser um dos esportes mais completos, que movimenta todos os músculos do corpo, também garante uma melhor qualidade de vida emocional e espiritual. É uma terapia, um momento em que todas as coisas que acontecem fora da roda são esquecidas”, disse. “Os encontros, muitas vezes, são uma forma de manter os jovens longe das ruas, afastando-os da violência.” A capoeira encanta pelas manhas/ arte que o movimento sugere. Os capoeiristas que desafiam os próprios limites e provam que, independente da cor ou raça, a paixão sempre fala mais alto quando se trata de desenvolver as aptidões. Além de ser um esporte saudável, a capoeira é um instrumento que estimula o interesse pelo

estudo, desenvolve várias habilidades pedagógicas e promove a auto-estima e o convívio social.

... SAIBA MAIS A capoeira nasceu na senzala, como um dos primeiros movimentos sociais surgidos no Brasil, de um povo que nunca aceitou a escravidão. E hoje está inserida na cultura mundial. É uma arte que integra pessoas de todas as classes e raças e difunde o objetivo de Zumbi. Enfim, é um instrumento de união. Lei Sancionado em julho deste ano pelo presidente Lula, o Estatuto da Igualdade Racial reconhece a capoeira como desporto de criação nacional em todas as suas manifestações: esporte, luta, dança ou música. Isso significa que está garantido o livre exercício da capoeira e também a possibilidade de reconhecimento público da prática.

Instrutor “Máquina” destaca lealdade e boa conduta como os principais tópicos da filosofia capoerista


1º Aplique o corretivo para encobrir as

4º Espalhe com um pincel mais grosso uma

7º Passe o rímel preto várias vezes sempre

olheiras e imperfeições da pele. Passe a base

camada fina de pó facial, apenas na região dos

de baixo para cima. Tome cuidado para não

uniformemente no rosto e pescoço com o

olhos. No final, você vai perceber como essa

carregar demais a expressão dos olhos;

auxilio de uma esponjinha;

parte fica mais iluminada;

8º Faça um movimento com a boca, como se

2º Realce as sobrancelhas aplicando um pouco

5º Passe o lápis preto rente aos cílios superio-

fosse dar um beijo e aplique o blush na região

de sombra marrom opaca com um pincel;

res e esfumace-o com a ajuda de um pincel.

das bochechas;

3º Passe a sombra dourada em toda a pálpebra,

Faça isso somente na região da pálpebra

9º Contorne a boca com lápis labial marrom,

desde os cílios até as sobrancelhas. Para dar um

superior, para dar um efeito dégradé;

seguindo o desenho dos lábios;

charme a mais, passe um pouquinho de sombra

6º Aplique uma camada fina de delineador,

10º Esfumace bem o contorno do lápis com gloss

nos cílios inferiores, bem rente ao nariz;

rente aos cílios superiores;

brilhante dourado, para ficar com efeito natural.

BELEZA FEMININIA

Maquiagem para pele morena – Dicas e Fotos

por Jocelaine Simão

A

maquiagem já faz parte do mundo feminino há muito tempo. Há um tipo de maquiagem para cada tom de pele. A pele morena e negra precisa de uma atenção especial, pois os tons usados não são os mesmo que na pele branca. Certos tons ficam lindos apenas em morenas e não nas peles brancas. Quando for optar pela base procure não usar tons rosados. No caso da pele morena o indicado é usar tons laranjas, dourados e marrons. Esses tons dão destaque à pele mais escura, diferentemente dos tons rosados. Passe um corretivo mais claro na parte das olheiras (se você tiver) e ainda nas pálpebras, para dar maior fixação na sombra. Use blush um pouco avermelhado ou rosado (nesse caso pode usar esses tons) nas laterais do nariz (para parecer um pouco mais fino, se assim preferir), nas maçãs do rosto e na testa. Se os seus olhos forem grandes demais, disfarce com sombreado na hora de passar a sombra. Ele pode ser borrado para cima e para baixo. Por fim, aplique lápis delineador rente aos cílios de cima e nos debaixo. Use e abuse da mascara para cílios que no caso deve ser extremamente forte e negra. Na boca os tons de marrom e rosa ficam perfeitos, mas você pode também usar um gloss transparente que da um lindo efeito também. Arrase em qualquer lugar com a maquiagem ideal.


Dr. José Randolpho 1° lugar em Excelência de Atendimento

O

médico oftalmologista José Randolpho de Azevedo pelo oitavo ano consecutivo recebeu o prêmio Qualidade Empresarial e Profissional promovido pelo Instituto Record Telecomunicações e Eventos Ltda na categoria Excelência em Atendimento. A OLHOS CLINICA – Oftalmologia e Otorrinolaringologia também foi agraciada com o prêmio. Para o médico, o prêmio é retribuição pela dedicação que exerce seu trabalho, sempre priorizando o melhor atendimento do primeiro ao último paciente. “É gratificante ver que como profissional estou sendo lembrado pelos tangaraenses há oito anos consecutivos, é o reconhecimento de todo o meu trabalho, e para realizá-lo da melhor forma, estou sempre em busca da atualização participando de congressos e seminários na área de oftalmologia”. A OLHOS CLÍNICA atende convênios, particular e prefeituras, oferecendo consultas, exames especializados, adaptação de lentes de contato, micro cirurgia ocular e cirurgia refrativa a laser.

50 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

Cirurgia Refrativa Lentes de Contato Micro Cirurgia Ocular Consultas Exames Especializados

OLHOSCLÍNICA

OFTALMOLOGIA E OTORRINOLARINGOLOGIA

Olhos Clínica vencedora do Prêmio Record de Qualidade Empresarial e Profissional na categoria ‘Oftamologia e Otorrinolaringologia’.

OLHOSCLÍNICA

OFTALMOLOGIA E OTORRINOLARINGOLOGIA

RUA ANTONIO HORTOLANI Nº 841-W - CEP 78300-000 TANGARÁ DA SERRA - MT 65 3326 1715 65 3325 1715


UNIC

Clínica Odontologia

UNIC Tangará da Serra UNIC inaugura nova clínica de odontologia e fisioterapia com equipamentos de última geração Fevereiro foi o mês da fita vermelha na Faculdade UNIC de Tangará da Serra. A conceituada instituição inaugurou duas novas clínicas, uma de Odontologia e outra de Fisioterapia. As novas conquistas foram entregues em clima de imensa alegria a comunidade acadêmica e à sociedade em geral. A diretora geral da UNIC e mestre em educação Sônia Cristina Alves Furquim fez questão de destacar que a preocupação da faculdade ao oferecer novos espaços como as clínicas recém inauguradas se volta para a qualidade do ensino praticado na instituição. “Nossa preocupação é dar uma boa formação aos profissionais formados pela UNIC, para que sejam profissionais competitivos no mercado de trabalho e capazes de oferecer um bom serviço aos seus clientes e à comunidade”, disse. A Clínica Odontológica conta com 14 boxes de atendimentos, além de uma moderna sala de Raio X, espaço para revelação e um escovódromo. Além do aspecto acadêmico, a clínica também é importante para a comunidade, já que através dos alunos oferecerá cerca de 56 atendimentos diários dentro das áreas específicas do curso. Sônia informa que o atendimento odontológico oferecido na clínica à comunidade é gratuito, pelos acadêmicos que estão cursando a partir do 4º semestre, sendo sempre orientados pelos professores. Os alunos realizam gratuitamente procedimentos clínicos como tratamentos endo¬dônticos, prótese (dentaduras), dentística( estética), periodontia (raspagem e profilaxia), endodontia e cirurgias. Para as próteses dentárias são cobradas taxas de baixo custo. O atendimento é desde a pediatria até a geriatria, incluindo os alunos da Apae e da Aadata. Além de realizar um trabalho social realizando um trabalho preventivo nas escolas e creches do Município. Para Sônia a nova infra-estrutura “coloca a faculdade em posição de referência nos serviços que presta e cumpre os pressupostos de uma instituição de ensino”. Atualmente o curso de Odontologia da UNIC conta com 290 alunos. A faculdade oferecerá também cursos de especialização e atualização em várias áreas ligadas a Odontologia. CONVÊNIO A UNIC firmou um convênio com o Instituto Diagnóstico em Anatomia Patológica (INDAP) na parte de estomatologia, sendo que através de um custo reduzido será possível realizar o exame que diagnostica as doenças relacionadas com a boca. CLÍNICA DE FISIOTERAPIA Os alunos do curso de Fisioterapia também foram agraciados com uma nova clínica, a qual também irá prestar atendimento à comunidade nas áreas de ortopedia, traumatologia, cardiologia, pneumologia, neurologia (adulto e pediátrico), ginecologia e obstetrícia. CURSOS Com valores acessíveis e um quadro de professores renomados, sendo mestres e doutores a UNIC oferece os cursos de graduação de Odontologia, Farmácia, Fisioterapia, Engenharia de Produção, Direito, Tecnologia e Mecanização Agrícola, Ciências Contábeis, Administração, Pedagogia e Tecnologia e Desenvolvimento de Software. Pós-graduação nas áreas de Gestão, Direito, Saúde e Contábeis. Além de um Centro de Idiomas de Inglês e Espanhol. Os alunos também dispõem de uma biblioteca com um acervo amplo e atualizado.

Av. Virgílio Favetti, nº 1200-S, Vila Alta, Tangará da Serra / MT 65 3326 5675

Clínica de Fisioterapia


Labirintite: muito além da tontura Quando tudo parece rodar ao seu redor e a sensação é de faltar o chão, convém investigar

A

tontura é uma sensação muito comum para quem sofre de labirintite. Esse é um problema que afeta o labirinto, uma região que fica dentro do ouvido e é essencial ao equilíbrio do nosso corpo. Esse pequeno órgão pode entrar em colapso por diversos motivos. Na maioria dos casos, a labirintite está relacionada com estilo de vida (problemas emocionais, vida sedentária), problemas vasculares e disfunções hormonais. A boa notícia é que, com o tratamento adequado, dá pra controlar a doença. Os órgãos responsáveis pelo equilíbrio e pela audição estão situados dentro do compartimento interno do conduto auditivo (orelha interna) e se comunicam com o sistema nervoso central por meio de terminações nervosas. Os otorrinolaringologistas confirmam que não há distinção de faixa etária para o aparecimento do problema. Na infância, ela aparece sob a forma da vertigem paroxística benigna, um equivalente de enxaqueca e vertigem. No adulto quando ocorre aumento do volume ou da pressão de um dos líquidos que preenchem o labirinto (endolinfa). Já no idoso, ocorre a labirintopatia de maior frequência, que é vertigem posicional paroxística benigna, quando o simples movimento da cabeça pode desencadear a crise. A perda de equilíbrio momentânea ou duradoura, também chamada de doença do labirinto, tem inúmeras causas.

DIAGNÓSTICO PRECISO Aparelho Vecto-Eletronistagmografia Digital

Dr. Antônio Maria Claret Otorrinolaringologista CRM/MT 2060

DÚVIDAS SOBRE LABIRINTITE #Como é o tratamento da doença?

Depende da causa. Nem todas as tonturas se originam de um distúrbio no labirinto. Às vezes, o problema está no cérebro, mas a maioria delas está realmente relacionada ao ouvido. Depois de diagnosticada, a doença pode ser tratada com medicamentos tomados via oral ou com exercícios feitos em casa, para reposicionar o labirinto.

#Quais as consequências da labirintite?

No caso das crianças, a doença pode causar mau rendimento escolar. Nos idosos, uma consequência grave são as quedas. “Como eles têm uma estrutura física mais frágil, aumenta o risco de quebrar ossos”.

#Em quais situações a labirintite piora?

Sem receber tratamento adequado, a pessoa corre o risco de ficar incapacitada. A doença pode evoluir para um quadro mais grave, como a síndrome de Ménière, uma versão mais potente da labirintite. “Nesses casos, pode ser necessário fazer uma cirurgia”, afirma o médico.

52 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

#O que fazer durante uma crise?

Vecto-Eletronistagmografia Digital é um aparelho de última geração, usado para realizar exames e diagnósticos com maior precisão nas Labirintopatias. É totalmente indolor e não agressivo. Através dele pode-se confirmar se há ou não a afecção vestibular, evidenciando o labirinto lesado. O paciente deve procurar um médico otorrinolaringologista para ter o diagnóstico correto. Os exames com o Vecto-Eletronistagmografia Digital devem ser agendados e são realizados sob a responsabilidade de um médico.

Clínica da Criança - Av. Tancredo Neves, 380-W, Centro, Tangará da Serra/MT - CEP 78300 000 65

3311 2300

Vá para um lugar ventilado e não se deite. Fique sentada, de olhos abertos, olhando para um ponto fixo na parede. Assim que a tontura melhorar, procure um médico. E lembre-se: labirintite não causa desmaios.

#Como socorrer alguém com labirintite?

Coloque-o sentado e nunca dê estimulantes, como refrigerante e café, nem coloque sal debaixo da língua. Jamais dê qualquer medicamento, pois isso pode prejudicar o doente. Se a crise persistir, leve-o ao hospital.


Amazônia tem 135 km² de área desmatada em dois meses O Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real (Deter) registrou, nos meses de novembro e dezembro do ano passado, um total de 135 quilômetros quadrados (km²) de área desmatada na Amazônia. Os dados têm como base imagens feitas por satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O Deter funciona desde 2004 como um sistema de alerta para suporte à fiscalização e controle de desmatamento e detecta apenas polígonos de desmatamento com área maior que 25 hectares. Os resultados são enviados quinzenalmente ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), responsável por fiscalizar as áreas de alerta. por Jocelaine Simão

Governador fala da importância do projeto Vale Luz O governador de Mato Grosso falou da preocupação com o destino do lixo produzido diariamente pela população e revelou o planejamento do Governo do Estado para que todos os municípios tenham a instalação de um aterro sanitário e outros projetos para tratamento e reciclagem de lixo. Um projeto interessante desenvolvido em Cuiabá pela Secretaria de Estado de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social (Setecs-MT), segundo Silval Barbosa é o Vale Luz, que em 2010 recebeu 25 toneladas de garragas PET, latas de bebibas e materiais plásticos recolhidos pela população e então reciclados pela indústria Bioterra, um dos parceiros do Governo no projeto, que já conta com a adesão de pelo menos 50 parceiros entre empresas, entidades e instituições públicas. O Vale Luz tem como objetivo reduzir o impacto poluente dos resíduos sólidos na natureza, principalmente nos rios e córregos, bem como agregar valor econômico às famílias de baixa renda, uma vez que a coleta de latas e garrafas PET e de plástico, e a entrega destes produtos nos postos de troca, possibilitam bônus, que podem ser abatidos no valor final da conta de energia.

Disque-denúncia: participação popular é essencial no combate ao crime O Governo do Estado implantou recentemente mais um canal de comunicação para a sociedade. Trata-se do disque-denúncia contra o crime organizado e ao tráfico de drogas, o 0800 647 0515. Até o momento, 80% das ligações recebidas estão relacionadas às drogas, bem como venda e uso e boca de fumo. Há também denúncias sobre a pesca na piracema, sonegação fiscal, entre outras. Para o bom desenvolvimento deste serviço é fundamental a participação da sociedade que não precisa ter medo de denunciar, visto que o Governo do Estado garante o anonimato do denunciante. As ligações podem ser feitas gratuitamente pelo telefone 0800 647 0515, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

O senador Blairo Maggi (PR-MT) afirmou que sua expectativa é grande ao assumir seu primeiro mandato de senador. Ele afirmou que deverá se dedicar à discussão das grandes reformas. Quanto à relação do Executivo com o Legislativo, o parlamentar pelo Mato Grosso afirmou acreditar que será boa, uma vez que muitos senadores que estão chegando têm experiência na gestão de governos estaduais e sabem da importância de uma relação harmoniosa entre os poderes para que se possa avançar nos grandes temas nacionais. “Temos que discutir as grandes reformas. Não sei se conseguiremos emplacá-las, mas temos a obrigação de tentar fazê-las. Temos aí a reforma política, a reforma tributária,

coisas que mexem diretamente com a vida de todos, seja o cidadão em geral, o comerciante ou aquele que está hoje com suas atividades na informalidade”, declarou Blairo, defendendo que o Senado vote o quanto antes a reforma tributária. “Passei rapidamente pelo Senado há 12 anos. De lá para cá, aprendi muita coisa. Para o país andar, é preciso que as coisas andem lá na prefeitura, no Estado. E quando falamos no Senado, as propostas para a Casa são mais genéricas, mais abrangentes, no sentido de avançar como um todo para a população”, acrescentou. Representando o Mato Grosso Pedro Taques (PDT) também foi empossado.

Alguns senadores foram empossados e já estão saindo de licença para assumir ministéiros: Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), Edison Lobão (PMDB-MA) e Alfredo Nascimento (PR-AM), que atualmente ocupam os cargos de ministros da Previdência Social, das Minas e Energia e de Transportes, respectivamente. Paulo Davim e Lobão Filho, respectivamente. Nascimento, que ainda está no meio do mandato não precisou se licenciar do cargo executivo. Seu suplente, João Pedro, permanece no Senado.

53 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

Blairo Maggi acredita em uma relação harmoniosa entre Executivo e Legislativo


54 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

Pontos cruciais do Código Florestal foram discutidos em reunião em Tangará O projeto que altera o código florestal será colocado na pauta da Câmara dos Deputados no mês de março. Segundo o presidente da Casa, Marco Maia, a data faz parte de um acordo feito pelos líderes partidários ainda em 2010. Por este acordo, o mês de fevereiro seria usado para realizar debates e possíveis aperfeiçoamentos ao projeto. Na retomada da votação do novo Código Florestal alguns pontos são cruciais para a não destruição do que resta de nossas florestas e matas ciliares, os quais foram temas de uma reunião no Parque de Exposições de Tangará da Serra. O encontro contou com a presença dos deputados federal Homero Pereira, e estadual Wagner Ramos. Na ocasião, os produtores rurais foram chamados para participar da mobilização em Brasília, que deverá ocorrer no próximo mês. O deputado Homero Pereira foi categórico em afirmar que as alterações no Código Florestal irão interferir em toda a sociedade, principalmente, por Mato Grosso ter seus municípios com economia embasada no agronegócio. O deputado Wagner Ramos informou que, logo após o carnaval, a discussão entra novamente em pauta em Brasília. “É necessário fazer uma mobilização e fortalecer a proposta da bancada ruralista, como proposta justa para Mato Grosso. As questões de zoneamento econômico serão estudadas também, e isso interfere diretamente já que estamos em área de Amazônia Legal”. Ramos salientou também que a comitiva nos próximos dias irá visitar os municípios de Sapezal, Brasnorte, Campo Novo do Parecis, Barra do Bugres e Nova Olímpia, entre outros, para mobilizar os produtores. “Temos obras da Copa do Mundo, obras de mobilidade urbana, todas paradas por conta da questão ambiental. Temos que mudar este cenário. Temos que produzir conscientemente, de forma sustentável, mas não podemos ser tolhidos do direito à produção. O produtor hoje se sente culpado por produzir, ele é criminalizado”, sentenciou.

Mais segurança para Tangará da Serra A aula inaugural do 28º Curso de Formação de Soldados/Polo Tangará da Serra contou com a presença de autoridades. O evento ocorreu no anfiteatro do Centro Cultural. Setenta novos policiais militares que passaram no concurso estadual em 2010 e foram empossados neste ano já estão participando do curso de formação no Comando Regional VII, em Tangará da Serra. De acordo com o comandante do CR VII, cel. PM Antonio Ribeiro de Morais, destes 70, pretende-se que pelo menos 50 fiquem nesta regional, suprindo o déficit do efetivo na localidade. Foram feitas algumas reformas no Batalhão da PM, na MT 358, para receber essa nova turma, como uma nova e ampla sala de aula, que deverá abrigar os alunos em seu curso de formação. Além da sala de aula, o refeitório e o campo gramado para atividades físicas complementam as reformas. Os soldados que formarem-se nesta turma deverão ainda suprir a falta de pessoal em locais como a Base Comunitária da Vila Esmeralda, que hoje conta com apenas um policial tomando conta do prédio e onde não estão sendo feitos certos procedimentos, como lavratura de BO e atendimento a ocorrências, por falta de efetivo. Esses novos soldados devem ser incorporados também à nova proposta de um batalhão da Polícia Ambiental em Tangará da Serra, que deverá ser instalado na Base Comunitária da Vila Esmeralda.

Empossada nova diretoria da Associação Mato-Grossense do Ministério Público

A nova diretoria da Associação Mato-grossense do Ministério Público tomou posse na sede da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ). O novo presidente da instituição, o promotor de Justiça Vinicius Gahyva Martins, foi eleito no dia 6 de dezembro de 2010 para o triênio 2011 - 2014. O evento contou com a presença do então presidente da instituição, promotor de Justiça José Antônio Borges, e do procurador-geral de Justiça, Marcelo Ferra de Carvalho. Também participaram da cerimônia de posse presidentes de Associações do MP de outros Estados e diversas autoridades. A nova diretoria também é composta pelos seguintes promotores de Justiça: Benedito Alves Ferraz (vice-presidente), Gustavo Dantas Ferraz (secretário geral e Administrativo), Reinaldo Rodrigues de Oliveira Filho (diretor financeiro), César Danilo Ribeiro de Novais (diretor de Defesa Institucional e Integração), Rosana Marra (diretora de Esportes), Moacy Felipe Camarão (diretor de Amparo ao Inativo e Apoio à Saúde) e Tiago de Souza Afonso da Silva (diretor Social e de Eventos). Palestra – Antes do início da cerimônia de posse o promotor de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul, Mauro Fonseca Andrade apresentou a palestra ‘Reforma do Código de Processo Penal’, que está em trâmite legislativo no Congresso Nacional. Doutor em Direito Processual pela Universidade de Barcelona, o palestrante é professor da Faculdade de Direito e do Programa de Pós-Graduação da Fundação Escola Superior do Ministério Público/RS e assessor da Associação do Ministério Público do Rio Grande do Sul. Dr. Vinicius Gahyva Martins


Silval Barbosa recebe projetos de mobilidade urbana e repassa para a CEF O governador Silval Barbosa entregou formalmente o primeiro projeto de mobilidade urbana – do BRT (Bus Rapid Transit) Aeroporto Marechal Rondon até o CPA (Morada da Serra) à Caixa Econômica Federal de Mato Grosso. O recebimento do projeto pela instituição financiadora aconteceu no Gabinete do governador, no Palácio Paiaguás, pelo superintendente Ivo Zecchin, que participou da apresentação da Diretoria da Agência Estadual Executora dos Projetos da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014 (Agecopa) e empresa Esteio Engenharia S/A, autora do projeto básico. “Recebemos o projeto básico do BRT, que sai do Comando da Polícia Militar até o aeroporto, e estamos repassando à Caixa Econômica Federal”, disse o governador. Ele res-

saltou que o projeto precisa de alguns ajustes e a Caixa Econômica colocou os engenheiros do corpo técnico da instituição para fazer o acompanhamento desses ajustes. O superintendente da CEF em Mato Grosso, Ivo Zecchin, disse que a partir deste momento que a Caixa passa a ter acesso ao projeto vai iniciar os trabalhos e as análises. “Existem pontos que precisam ser melhor definidos”, ressaltou. Mas o acesso ao projeto básico por parte do corpo técnico, engenheiros e arquitetos projetistas, da CEF, que vão se dedicar na análise, vai ganhar tempo para liberar o quanto antes, segundo o superintendente. “Vamos acompanhar tudo, junto com os técnicos da Agecopa”, avisa. O governador Silval Barbosa voltou reiterar que os recursos para os projetos de mobilidade urbana de Cuiabá e Várzea Grande, na ordem de R$ 485 milhões, já estão assegurados e não tem nada a ver o PAC

Mobilidade Grandes Cidades, voltado para a mobilidade urbana de cidades brasileiras entre 750 mil habitantes, e de 3 milhões de habitantes para regiões metropolitanas, recém-anunciado pelo governo federal. “Tudo que pleiteamos junto ao Governo Federal estão assegurados. Cuiabá e Várzea Grande não perderam nada”, enfatizou. Os demais recursos são do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes).


Intolerância alimentar e alergia ao leite

N

56 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

a superfície mucosa do intestino delgado há células que produzem, estocam e liberam uma enzima digestiva chamada lactase, responsável pela digestão da lactose. Quando esta é má absorvida, passa a ser fermentada pela flora intestinal, produzindo gás e ácidos orgânicos, o que resulta na assim chamada diarréia osmótica, com grande perda intestinal dos líquidos orgânicos. Essa reação é proporcional à quantidade do alimento que foi ingerida. A quantidade de lactose que causa sintomas é individual, dependendo não apenas do grau de deficiência de lactase, mas da quantidade e de que forma a lactose é ingerida. Assim, a maioria dos deficientes de lactase pode ingerir o equivalente a um ou dois copos de leite ao dia, desde que com amplos intervalos e não diariamente. Quando a dose de leite ou derivados é maior, surge diarréia líquida, acompanhada de cólicas. A queixa de ardência anal e assadura ocorre porque a acidez fecal passa a ser intensa (pH 6,0).

A maioria dos pacientes que só tem intolerância a lactose, não tem evidências de desnutrição, nem mesmo maior perda de peso. Quando isso ocorre, pode haver a associação da intolerância com outras doenças gastro-intestinais. A incapacidade de digerir a lactose (açúcar presente no leite), produzindo alterações abdominais e diarréia, é mais evidente nas primeiras horas seguintes ao seu consumo. Em geral, os níveis de lactase na infância são normais e na idade adulta é menor. A diminuição na produção dessa enzima ou a baixa atividade dela no decorrer da vida é determinada principalmente por fatores genéticos. Porém, aspectos ambientais como a presença de desnutrição, parasitoses, infecções intestinais e alcoolismo também podem desencadear uma deficiência secundária de lactase.

Dúvidas frequentes #Qual a diferença entre intolerância ao leite e alergia ao leite? Na intolerância alimentar, não há mecanismo imune envolvido na origem dos sintomas, enquanto na alergia alimentar os sintomas resultam de reações imunológicas. Sintomas de intolerância: dor abdominal em cólica, diarréia, náuseas, flatulência e/ ou distensão abdominal. Os sintomas de alergia ao leite são vômitos, desnutrição, vermelhidão da pele e diarréia.

#Como o médico faz o diagnóstico?

Dra. Mariana Mendonça de Mello Hermida Pediatra CRM/MT 5088

Av. Tancredo Neves, 480-N, Centro

65 3311 2340 - 65 3311 2300

Freqüentemente a intolerância à lactose é sugerida pela história clínica, principalmente quando os dados são definidos e especificamente perguntados. Pode-se realizar dieta de exclusão de todas as fontes alimentares que contêm lactose como teste terapêutico, com duração de 2 semanas.

A diminuição de sintomas após algumas semanas de dieta livre de lactose serve como teste diagnóstico/ terapêutico.

#Que devo fazer? Devo evitar todos os produtos lácteos? Não. O leite e produtos lácteos são parte de uma dieta equilibrada. São ricos em nutrientes como proteínas e cálcio, que são vitais para que o organismo seja forte e saudável. O cálcio, por exemplo, é um nutriente especialmente importante para manter a saúde dos dentes e ossos forte. Além disso, evitar produtos lácteos, não garante que não se esteja a ingerir lactose, uma vez que esta aparece em muitos produtos como bolos, cereais instantâneos, chocolate, gelados, salsichas, batata frita e outros. É importante ler atentamente os ingredientes nos rótulos e pacotes. Uma alternativa seria também o consumo de iogurte ou leites fermentados, uma vez que a lactose nestes produtos já foi previamente digerida por bactérias láticas.


MATERNIDADE por Jocelaine Simão

Avó, babá ou creche – existe uma opção ideal?

H

Juliana Oliveira Felippin, psicóloga

sendo vítimas de maus tratos. Os especialistas têm opiniões diferentes sobre a opção ideal, mas concordam em dois pontos. O primeiro é que a mãe deve se preparar para essa separação, também denominada transferência de cuidados, mesmo que por algumas horas, a uma outra pessoa. O segundo é que, seja qual for a decisão tomada, não precisa ser definitiva. Ou seja: se não deu certo, pode-se rearranjar tudo. A psicóloga Juliana Oliveira Felippin afirma que as decisões pertinentes a vida dos filhos causam insegurança nos pais, e o fato de deixá-los aos cuidados de outros é um fator que gera ansiedade. Querendo fazer a melhor escolha, vários fatores devem ser ponderados, alerta a profissional. “O primeiro passo é avaliar qual decisão irá deixar o pai e mãe mais confiantes, ou seja, deixar a criança em casa sob o olhar de cuidadores, que geralmente são avós ou ba-

57 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

Com quem deixar meu filho?

ora de voltar ao trabalho. E agora? Com quem deixar os filhos? O dilema faz parte da vida das mulheres modernas. Primeiro, são nove meses de muita expectativa até o momento do nascimento. Depois, momentos de realização, descobertas e intimidade. Mas a licença maternidade chega ao fim. Por razões financeiras ou profissionais, não tem mais como adiar a volta ao batente. Na opinião dos especialistas, não existe opção ideal, tudo vai depender da realidade familiar. Entretanto, algumas considerações merecem atenção. Uma criança até 1 ano de idade, por exemplo, tem muito mais propensão a adquirir doenças, e por isto, do ponto de vista médico, seria mais indicado que ela permanecesse num lugar mais reservado como sua casa ou a de um parente. Por outro lado, sob o ponto de vista psicológico, é muito importante que a criança tenha oportunidade de conviver com crianças da mesma faixa etária para que, mais tarde, não haja problemas de sociabilização. Para quem opta por contratar uma babá, é preciso ficar atento. Diante de qualquer suspeita, os pais devem observar, sobretudo, o comportamento das crianças, que pode sofrer mudanças caso elas estejam


bás ou matricular em uma escola, creche ou maternal. Qualquer uma das opções terá seus prós e contras, portanto, é interessante que sejam avaliados seus próprios valores em relação à educação e quais são suas expectativas para o futuro de seus filhos.” A profissional alerta se a escolha for deixar a criança em casa, visando que ela desenvolva-se próximo de pessoas conhecidas e usufrua de atenção mais direcionada, principalmente no caso de avós, a dica é apostar em uma conversa franca e com regras que não interfiram na sua visão de educação. No caso de optar por babás e cuidadores, os pais devem buscar referências, e ver se esta pessoa tem o perfil desejado (vocação, ética e treinamento) para estar presente nas rotinas familiares, pois se trata de uma importante profissão. ”Hoje contamos com a oferta por parte das instituições de ensino, tanto públicas quanto particulares, de salas de pré-escola, que desenvolvem o lúdico, motricidade e a convivência social de crianças a partir dos 6 meses. Até a entrada no ensino fundamental a escolha deverá se basear onde a criança será acolhida com carinho e segurança. Em qualquer um dos casos, converse com amigos, busque referências, faça visitas às instituições, converse com quem ficará com seu filho, e saiba que a decisão não precisará ser definitiva. Prepare-se para essa separação, para esta transferência de cuidados, lembrando-se, que a educação é responsabilidade dos pais, e não se pode terceirizar este serviço”.

“Comecei a preparar tudo ainda na gravidez”

Marinheira de primeira viagem, a empre-

58 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

Rubia Deon, advogada

sária e advogada Rubia Deon montou um verdadeiro plano estratégico para a chegada dos filhos Benjamim e Davi José. Ela voltou ao trabalho logo no segundo mês de vida dos “guris”, como ela mesma os chama. E, para garantir a tranqüilidade dos filhos, começou a preparar tudo ainda na gravidez. A primeira providência foi encontrar uma profissional que pudesse ficar com os bebês. O requisito fundamental era confiança. “Sempre tive uma ajudante, e com a gravidez optei em contratar mais uma pessoa, que durante a gestação começou a conviver com a minha família, em um período de adaptação. Com o nascimento dos gêmeos, antes que dissesemos “perdemos” a ajuda da minha mãe e da minha sogra, que nos primeiros meses, fizeram um revezamento para nos ajudar, eu e Rodrigo (esposo) resolvemos contratar mais uma babá, esta para o período da noite”, conta. Mesmo planejando tudo com antecedência, voltar ao trabalho não foi fácil. “A minha agenda está sendo programada com os horários dos gêmeos, que felizmente já têm uma rotina diária, a qual possibilita que eu organize/ administre o meu dia-a-dia”. “Desde o momento que descobri que a gestação era múltipla comecei a me preparar para isso, li muitos livros, recebi muita orientação de médicos especialistas na área, e, então, fui percebendo que não teria como dar conta dos dois sozinha, por isso desde o início sabia que teria que contar com a ajuda de todos e, por estes motivos, agora, o fato de outras pessoas me ajudarem é aceito com tranqüilidade”, conta Rúbia. Além da confiança adquirida nas profissionais, a empresária conta com a ajuda do marido, da mãe, que mesmo morando em outra cidade, tem passado a maior parte do tempo em Tangará da Serra, e até mesmo dos amigos. “Em caso de alguma emergência, está todo mundo perto. Está tranqüilo, tudo sob controle, pois estou conseguindo administrar o tempo, os sentimentos, e me sinto muito abençoada por Deus, portanto só posso dizer que apesar do corre-corre dos dias, estou muito, muito feliz, e realizada!”

“Fico mais tranquila sabendo que ele está com profissionais”

A telefonista Regina Carvalho voltou a trabalhar quando o filho Paulo Augusto estava com quatro meses. A escolha

possibilitou a volta ao trabalho e o aumento da renda da família. É uma criança muito comunicativa, esperta e independente e a mãe tem certeza de que o convívio com outras crianças e a presença de profissionais preparados é responsável pelo fato. “Fico muito mais tranqüila sabendo que ele está na escolinha, pois ele está com profissionais”. Ela conta que o convívio com outras crianças também pesou na hora da decisão. “Acho importante a criança estar próxima de outras crianças da mesma idade para que ela possa se socializar. Acho melhor que ficar em casa com outros adultos”, diz. “Também é importante que a criança tenha um tempo em casa, no seu espaço, e tenha qualidade no tempo que passa com os familiares”, Regina salientando que o pequeno Paulo Augusto, nos primeiros meses ficou na companhia da avó materna. Outro cuidado importante para Regina é a escolha do local, é preciso pesquisar muito. “Levei em consideração a equipe de profissionais, a localização, o ambiente, segurança, cuidados com a alimentação e o horário mais flexível”. Hoje ele está com 2 anos e 4 meses e vai para o segundo ano na escolinha. “Não pensei duas vezes em matricular. Acredito que esta sendo positivo para o seu crescimento”. Confirmando o que dizem profissionais, Regina acredita que a adaptação foi mais difícil para ela que para o filho. E hoje não tem do que se queixar. Além de estar satisfeita com a opção, ela tem certeza de que o filho também está. “Ele adora ir para a escolinha e participa de todas as atividades”. Regina Carvalho, telefonista


59 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

IDEALIZA


Para o quinto deputado mais votado no estado, parte do sucesso futuro de Mato Grosso depende da consolidação de propostas e projetos na AL

POLÍTICA

Wagner Ramos aposta nas ações conjuntas entre os parlamentares e Poderes constituídos

A busca por uma união mais fortalecida entre os Poderes constituídos e a concentração de esforços na defesa cada vez mais consistente da sociedade mato-grossense marcarão os próximos quatro anos do deputado Wagner Ramos (PR). Além dessa garantia dada durante a solenidade que oficializou sua posse para a 17ª Legislatura da Assembleia Legislativa (2011-2014), o detentor da quinta maior votação no estado – nas eleições de 2010 – disse que grande parte do sucesso de Mato Grosso nos próximos anos dependerá da consolidação de propostas e pr ojetos apresentados e trabalhados no âmbito do Legislativo Estadual. “Não podemos nos desviar mais, um momento sequer, do objetivo maior que é proporcionar melhores condições de vida e – consequentemente – de maior dignidade para o povo mato-grossense”, disse o parlamentar. Para a materialização desse objetivo, ele preparou uma agenda de ações estratégicas voltadas para a conquista da autossuficiência pelos municípios e apontou: “A principal delas é a busca e o fortalecimento de ações conjuntas entre parlamentares e os Poderes constituídos”. Em uma rápida análise sobre o desempenho da Assembleia, na 16ª Legislatura (2007-2010), Wagner Ramos observou que ela manteve o nível de excelência de períodos anteriores – em suas respectivas épocas – e enalteceu o perfil de engajamento e de articulações da instituição com todos os demais Legislativos estaduais brasileiros.

Estado terá Centro de Referência para Tratamento da Hanseníase Após sete meses de estudos, AL aprovou proposta de Wagner Ramos para reduzir o quadro da doença ao nível da infecção ou a índice zero

Já está com o governo – aprovado em definitivo pela Assembleia Legislativa – o Projeto de Lei nº 198/2010, que cria um Centro de Referência para Tratamento da Hanseníase em Mato Grosso. A medida vai possibilitar a oferta de diagnóstico e o tratamento a pessoas com hanseníase, em sua fase inicial. Ela é apontada como única solução para redução ou extinção do quadro da doença no estado. Pelo projeto, a implantação desse centro poderá acontecer em parceria com prefeituras, hospitais beneficentes, instituições universitárias públicas e privadas, e instituições filantrópicas que ofereçam cursos e atendimentos nessa especialidade. “Somente com determinação e competência dos vários setores da sociedade poderemos eliminar

a hanseníase de nossas comunidades e dar uma qualidade de vida satisfatória para o portador da doença que estiver em tratamento”, alertou o autor do projeto, deputado Wagner Ramos (PR). Segundo ele, o poder público tem o dever de conduzir o problema com a máxima seriedade, encarando-o friamente – com isenção de ideologias de quaisquer naturezas. O principal objetivo do Centro de Referência de Hanseníase é a oferta de assistência às pessoas atingidas pela doença, por meio do atendimento integralizado no Sistema Único de Saúde (SUS). O centro deve oferecer ainda atendimentos ambulatorial e hospitalar completos, com leitos de retaguarda.

O deputado Wagner Ramos (PR) – representante de Tangará da Serra e do médio norte do estado – é o novo vice-líder do governo na Assembleia Legislativa. A indicação foi feita pelo governador Silval Barbosa (PMDB). A partir de agora, o quinto parlamentar mais votado em todo o estado vai formar com o deputado peemedebista Romoaldo Júnior – o novo líder – a dupla de representantes do Executivo na Assembleia mato-grossense. Considerado pelos demais colegas uma liderança que se pauta pelo diálogo e pela relação amistosa com todos, Wagner Ramos é elogiado por eles como “companheiro sempre atento e que sabe ouvir e conversar com seus companheiros, indistintamente”. Para o parlamentar republicano, grande parte do sucesso de Mato Grosso nos próximos anos vai depender da consolida-

ção de propostas e projetos apresentados e trabalhados no âmbito do Legislativo estadual, sempre respeitando os interesses maiores do estado e de sua sociedade. “A busca por uma união mais fortalecida entre os Poderes constituídos e a concentração de esforços na defesa cada vez mais consistente da sociedade mato-grossense marcarão a 17ª Legislatura da Assembleia Legislativa. Não podemos nos desviar mais, um momento sequer, do objetivo maior que é proporcionar melhores condições de vida e – consequentemente – de maior dignidade para o povo mato-grossense”, salientou. Para materialização desse objetivo junto com a nova atribuição que lhe foi conferida, Wagner Ramos preparou uma agenda de ações estratégicas voltadas para a conquista da autossuficiência pelos municípios.

61 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

Deputado Vagner Ramos é eleito vice-líder na Assembleia Legislativa


IMPACTO AMBIENTAL por Jocelaine Simão

62 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

Lixo tecnológico ainda é problema Os materiais podem ser entregues na sede da Coopertan localizada na Linha 12, que reaproveita o lixo tecnológico

O

avanço da tecnologia diminuiu o tempo de uso dos aparelhos eletrônicos. Com a modernização cada vez mais acelerada dos equipamentos, novos modelos de computadores, celulares e televisores são lançados a todo momento, estimulando os consumidores a se manterem atualizados com as novidades tecnológicas. Entretanto, paralelo ao crescente consumismo, a sociedade ainda carece de um sistema específico para o recolhimento do lixo eletrônico. O problema já foi apontado por diversos meios de comunicação, mas o destino destes materiais continua sendo uma dificuldade encontrada pela população. Sem saber onde descartar uma máquina de lavar, a professora Selma Natália Santos entregou o eletrodoméstico para um catador de lixo. Há cerca de um mês, ela voltou a acumular equipamentos eletrônicos sem utilidade em sua residência. “Tenho um micro-ondas estragado e não sei mais como proceder para me desfazer”, lamenta. A falta de uma estratégia para tratar o assunto faz com que o Brasil seja um dos maiores produtores de lixo eletrônico do mundo. Conforme dados da Organização das Nações Unidas (ONU), cada brasileiro joga fora cerca de meio quilo desse tipo de resíduo em um período de 12 meses. O Programa Nacional das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) divulgou que a produção de lixo eletrônico aumenta cerca de 40 milhões de toneladas por ano. O diretor do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), Jefferson de Luiz Lima da Silva, reconhece que a situação é preocupante. “Somos conhecedores do impacto ambiental e dos danos à saúde que o lixo eletrônico pode causar, por isso organizamos uma estratégia de coleta e reciclagem, ou seja, o recolhimento desde material está sendo realizado pela Associação de Catadores de Material Reciclável de Tangará da Serra (Coopertan) nos horários

do Recicla”, informa Silva, salientando que os materiais também podem ser entregues na sede da Coopertan localizada na Linha 12, que aproveita o lixo. Outra alternativa apontada pelo diretor é que a entrega deste material pode ser feita diretamente no Samae.

Poluição

Veja os malefícios que os elementos utilizados nos equipamentos eletrônicos podem causar à saúde:

•• Chumbo – usado em TVs, celulares e computadores, causa danos cerebrais, neurológicos e renais, doenças no sangue e comprometimento de fetos. Em altos níveis de exposição causa vômito, diarréia, convulsões, coma e morte. •• Mercúrio – usado em lâmpadas, displays, telas LCD, chaves e circuitos impressos. Altos níveis de exposição contribuem para danos cerebrais, renais e problemas de desenvolvimento de fetos, podendo contaminar o leite materno e os peixes. A sua ingestão ou inalação causa danos ao sistema nervoso central e aos rins. •• Cádmio – usado em baterias de celulares, resistores, detetores de infra-vermelho, semicondutores, tubos de TV antigos e alguns plásticos. Sua concentração no organismo é cumulativa e pode causar problemas de rins, danos na estrutura óssea, além de ser cancerígeno. •• Arsênico – usado em celulares. Causa doenças de pele, prejudica o sistema nervoso central e pode causar câncer de pulmão. •• Berílio – usado em placas-mãe de computadores e celulares. Causa câncer de pulmão. •• Cromo hexavalente – usado na proteção de placas metálicas contra a corrosão. Causa bronquite asmática e deformações do DNA. •• Plásticos e PVC – constituem, em média, 20% do material dos computadores, usados em circuitos impressos e componentes como conectores, gabinetes e cabos. São difíceis de serem separados na reciclagem e, quando queimados, produzem substâncias tóxicas que, se inaladas, causam problemas no aparelho respiratório. •• Retardante de chamas (BRT) - causam desordens hormonais, nervosas e reprodutivas.


CAMPO NOVO DO PARECIS. Secretário busca investidores no Sul do país.

por Jocelaine Simão

O Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, José Diogo Dutra, esteve visitando o complexo industrial da empresa GIOVELLI – Indústria de Óleos Vegetais, localizada na cidade gaúcha de Guarani das Missões. A visita teve como objetivo buscar novos investidores para o município de Campo Novo do Parecis. Existente há mais de 50 anos, a empresa GIOVELLI é uma tradicional indústria de processamento de soja, girassol e canola na região das missões no Rio Grande do Sul. Assim, diante do interesse de expansão do complexo industrial, para outras regiões, o secretário, que já vinha mantendo contato com o grupo, foi conhecer a empresa e posicionar Campo Novo do Parecis como opção para receber os investimentos. Na ocasião ficou acertado entre o Secretário e a diretoria do Grupo Giovelli uma visita à Campo Novo do Parecis no primeiro semestre de 2011, para avançar no estudo de viabilidade, uma vez que as potencialidades do município, demonstrada pelo Secretário, foram muito bem recebidas pelos empresários.

SAPEZAL. Encontro de agronegócios fomenta agregação de valor a produção local.

CUIABÁ. Sede da Agecopa

é inaugurada.

A Agência Estadual de Execução dos Projetos da Copa do Mundo de 2014 (Agecopa) foi inaugurada no bairro Goiabeiras. Para o governador de Mato Grosso, Silval Barbosa, a realização da Copa do Mundo 2014 em Cuiabá será uma ação conjunta e responsabilidade de todos, do Governo, Agecopa e todos os Poderes, “e o sucesso dela será compartilhada com todos os mato-grossenses, por isso que não podemos errar”. O prédio, na avenida Lava Pés, permitirá o melhor acompanhamento da população de todas as obras e ações que preparam a Capital e os municípios da Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá (Baixada Cuiabana) para o mundial da Fifa. A Agecopa, criada pela Lei Complementar 365 de 25 de setembro de 2009, é responsável pelo planejamento, execução, controle, fiscalização e a coordenação dos projetos especiais do Governo destinados a viabilizar todas as ações pertinentes para a realização da Copa do Mundo 2014. O governador Silval Barbosa garantiu que não vai haver frustração, de anunciar alguma obra e que ela não seja realizada. Como exemplo citou o caso das obras para o BTR (os ônibus biarticulados), que já tem recursos garantidos na Caixa Econômica Federal e está dependendo apenas do projeto executivo para ser liberado.

63 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

O município de Sapezal sediou o 1º Encontro de Agronegócio. O evento reuniu empresários, produtores rurais, consultores e especialistas em agronegócios de diversas regiões do país, além de palestrantes internacionais com amplo conhecimento sobre o tema. Segundo o secretário da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, Fernando Cesar Paim, o evento teve como principal objetivo a implantação e o desenvolvimento de atividades como avicultura e suinocultura em Sapezal. Paim frisa que o encontro buscou promover a integração e valorização do agronegócio na região, principalmente na promoção destas atividades. Para o proprietário da GPS Assessoria de Projetos, Vitor Garcia, responsável pelo elenco de palestrantes do dia e por projetos de inúmeros empreendimentos (frigoríficos, granjas, fabricas de rações, entre outros) distribuídos pelo país afora, o município de Sapezal possui todos os atributos para a instalação do agronegócio. O presidente do Instituto Nacional de Carne Suína, Wolmir de Souza, destacou a necessidade do desenvolvimento da produção de aves e suínos para a região e defendeu a promoção de um selo de qualidade, independente da quantidade de produtores. “Atividades como esta elevam o Índice de Desenvolvimento Humano de um município (IDH), e com um selo de qualidade, uma marca única de diversos produtores da região, é possível agregar mais valor ainda a produção”.


BARRA DO BUGRES. Unemat receberá prédio do Governo do Estado em Barra do Bugres

ARENÁPOLIS. Pesquisa aponta aprovação de gestão Farid em Arenápolis

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) recebeu do Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Ciência e Tecnologia (Secitec-MT), o prédio do antigo hospital da Usina Barralcool. O imóvel, que será transferido para a Unemat, vai abrigar o campus II da instituição e no local serão instalados e implementadas ações que visam melhorar o atendimento a comunidade acadêmica e sociedade. O coordenador pró-tempore do campus, professor Alexandre Porto, explica que o imóvel, que está localizado à 270 metros de distância do atual campus da Unemat, possui uma área total de 11 mil metros quadrados, sendo 1.100 metros quadrados de área construída. A proposta da Unemat é que no local funcione um laboratório com 50 máquinas para aulas de inclusão digital que atenderá o público externo a ser realizada em parceria com o Município e o Governo Federal, construção de um ginásio poliesportivo, construção de um anfiteatro para atender melhor toda comunidade acadêmica, construção de um Restaurante Universitário, dando melhores e mais baratas condições de alimentação para professores e acadêmicos, construção de Sala de Pós-graduação, laboratório de Informática para pós-graduação, construção de sala de pesquisas para professores e construção de uma nova biblioteca.Ainda na quarta-feira, a Unemat confere grau de licenciados e bacharéis a 95 profissionais dos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia de Produção Agroindustrial, computação e matemática formados pelo campus de Barra do Bugres.

A administração municipal do prefeito Farid Tenório do município de Arenápolis recebeu avaliação positiva da população em levantamento pelo instituto Prodata/Folha Pesquisas, de Cuiabá. O prefeito municipal Farid Tenório disse que recebe a avaliação com muita satisfação, principalmente pelo fato de ter enfrentando nos últimos dois anos muitas dificuldades financeiras, que impediram de concluir projetos importantes de seu governo. “A população tem entendido a situação em que encontrei o município, e mesmo assim foram muitos os avanços nestes dois anos de governo” ressaltou ele. O gestor municipal apontou ainda que conseguiu melhorar o parque de máquinas para atender melhor a população, avançou significativamente na educação e que na saúde implantou uma gestão sem clientelismos e politicagem, visando atender os usuários com qualidade. “Implantamos também uma gestão austera que nos assegurou investir nas áreas prioritárias, mesmo diante das dificuldades que temos enfrentado” resumiu. O instituto quis saber ainda o que a população aprova na atual administração, e 22% respondeu que o fato de o prefeito ser trabalhador é um dos pontos positivos, 13% a pavimentação de ruas e avenidas da cidade, 11% que o prefeito é honesto, 9% que ele é boa pessoa, 6% destacaram o trabalho realizado em favor dos idosos, 4% lembraram dos cursos profissionalizantes e 3% o fato de ter melhorado a educação do município. Não souberam ou não quiseram responder a pergunta 28% dos entrevistados, e outros 4% apontaram outras obras como fatores positivos da atual gestão. A avaliação da administração é avaliada positivamente por 73% da população, somando-se os números obtidos em ótima, boa e regular, outros 22% consideraram ruim e péssima, e não quiseram ou não souberam responder apenas 5% dos entrevistados.

64 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

NORTELÂNDIA. População de Nortelândia comemora aniversário com obras A população do município de Nortelândia comemorou 57 anos de emancipação política com a inauguração de diversas obras que irão melhorar significativamente a vida dos nortelandenses. O governador Silval Barbosa juntamente com o prefeito, Neurilan Fraga entregou as obras. “Essa é uma grande festa e é uma satisfação participar dessa série de atividades aqui em Nortelândia onde o Governo do Estado entra como parceiro do município. É através dessa parceria que vamos solucionar os problemas não só daqui dessa cidade, mas de todos os municípios de Mato Grosso”, disse o governador. As obras nas áreas de infraestrutura, saúde, educação, esporte e lazer são revertidas em alegria, constatando a esperança de uma comunidade onde o desenvolvimento está presente. “Essa série de ações vai proporcionar qualidade de vida para população”, frisou o prefeito Neurilan Fraga. Ele disse ainda que ações como essas atraem investimentos da iniciativa privada, alavancando a economia local. Segundo o prefeito, ao todo as obras somam o montante de R$ 4 milhões distribuídos entre pavimentações asfálticas, quadra poliesportiva de um residencial, campo de futebol society, centro de reabilitação e entrega de ônibus, ambulâncias que aos poucos trazem o desenvolvimento para Nortelândia.

BRASNORTE. Atleta é convocada pela Confederação Brasileira de Atletismo A jovem Lourdes Fernanda de Souza Dallazem, conquistou um importante espaço no esporte durante o ano de 2010, o resultado de tanto esforço e determinação resultou em um convite do coordenador técnico da Confederação Brasileira de Atletismo (CBat), Luiz Alberto de Oliveira, o mesmo que orientou o campeão olímpico Joaquim Cruz e o campeão mundial indoor Zequinha Barbosa. O professor Audirley Peterle, o Dedei, comentou que a atleta já cumpriu sua etapa em Brasnorte. Fernanda iniciou a carreira em um projeto desenvolvido pela prefeitura de Brasnorte, o “Papa-léguas” e se destacou inicialmente em competições locais, posteriormente ocupou lugar de destaque entre atletas do Estado de Mato Grosso e hoje é uma aposta da Confederação Brasileira. Mesmo distante, o professor de Brasnorte e a Secretaria de Esporte terão acesso às competições e resultados obtidos por Fernanda.


VÁRZEA GRANDE. Laboratório do Sipia implantado em Mato Grosso é único no Brasil

CÁCERES. Ações da prefeitura eliminam óbitos e reduzem em 60% os casos de dengue O município de Cáceres reduziu em 60% os casos de dengue. O resultado é atribuído as ações do programa permanente de prevenção e combate à dengue desenvolvido pela prefeitura através da Secretaria de Saúde e Coordenadoria da Vigilância em Saúde. De acordo com a Coordenadora da Vigilância, Arlene Alcântara, em 2009 foram registrados 3.098 casos, sendo 288 graves e seis mortes por dengue. Já este ano, além de não registrar óbitos, o município contabilizou apenas 1.325 casos, sendo que apenas 35 foram do tipo mais grave da doença. Segundo ela, a redução dos casos de dengue a intensificação das ações com enfoque na sensibilização e mobilização social, ponto crucial no controle da dengue. Apesar da queda acentuada, Arlene Alcântara diz que o combate à doença está sendo intensificado todos os dias. No mês passado o Levantamento Infestação (LIRA), identificou um Índice de Infestação Predial (IIP) de 1,8%. No mesmo período no ano passado, o IIP era de 4,7, deixando à cidade a beira de uma epidemia. De acordo com dados divulgados recentemente pela Secretaria Estadual de Saúde, os números de Cáceres hoje são bem inferiores aos de Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Sinop, Barra do Garças e Tangará da Serra, principais cidades do Estado.

O Sistema Nacional de Informação para a Infância e Adolescência (Sipia) é um sistema via web criado pela Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República (Sedh) e desenvolvido pelo Governo do Estado. O sistema permite a produção de conhecimentos específicos, de situações concretas de violação de direitos de criança e adolescente, identifica medidas de proteção socioeducativas necessárias, por meio de relatórios de situação. Por esses documentos produzidos pelo software, é possível também obter informações para a criação de políticas públicas voltadas para o segmento. A Sedh assumiu o compromisso de implantar o Sipia nos 141 municípios no Estado. Só no ano passado foi atingido 92% da meta estabelecida. De acordo com o Administrador Estadual do Sipia, Sociólogo Mauro César Souza, foram organizadas 16 turmas para qualificação dos conselheiros. Cada uma com representantes de nove cidades. “Atingimos a marca de 94,44% de presença nas turmas. As ausências dos municipios ficaram na margem de 12,50%. Importante ressaltar que a criação de um laboratório de informática criado com o único objetivo de atender as demandas registradas no Sipia é uma iniciativa inédita no país”, ressaltou o administrador.

TANGARÁ DA SERRA. Sine de Tangará: O 2º que mais emprega no Estado

NOVA OLÍMPIA. Cine Teatro Municipal novo espaço cultural inaugurado O Cine Teatro Municipal de Nova Olímpia tem espaço para atender 200 pessoas sentadas. O novo local destinado para a promoção da cultura foi adquirido com esforço da Associação dos Produtores Culturais de Nova Olímpia (APCNOL) através do Ministério da Cultura que enviou para o município o kit Cine Mais Cultura, uma das ações do Programa Mais Cultura do Governo Federal. Nova Olímpia foi uma dos 15 cidades de Mato Grosso contemplada com Cine Teatro. De acordo com o coordenador do projeto Cine Teatro, Genival Soares, além do cinema o espaço cultural será um local atrativo de incentivo a arte cênica, teatro, danças, músicas e entre outras atividades culturais. O objetivo do projeto é promover o acesso ao cinema e a valorização dos filmes Brasileiros.

65 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011

De acordo com dados do Sistema Integrado de Gestão e Emprego (SIGAE), o Sine de Tangará da Serra é o 2º que mais emprega pessoas no Estado, perdendo apenas para a capital Cuiabá. Em terceiro lugar esta Rondonópolis e na seqüência Várzea Grande. De acordo com o prefeito municipal, Júlio César Ladeia, os dados mostram que as empresas instaladas na cidade são solidas e estão crescendo a cada dia, gerando assim mais emprego e renda para a população. Os dados de solicitações registrados ainda no Sine, mostram que Tangará da Serra se transformou em um centro de referência com oferta de mão de obra, tendo em vista a quantidade de vagas ofertadas de empresas de outros municípios circunvizinhos, como por exemplo, Lucas do Rio Verde, Sapezal, Campo Novo dos Parecis, Nova Olímpia, Barra do Bugres, Nova Mutum, entre outros.


66 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011


67 | STYLLO VIP | MARÇO / ABRIL 2011


Revista Styllo Vip 16  

Revista Styllo Vip Edição 16

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you