Page 1


Espaço Decor:

nobreza em cada detalhe por Lívia Rangel

Depois de nove meses planejando, o sonho virou realidade. Um ambiente que inspira arte, bom gosto e sofisticação. Assim é o Espaço Decor. Ele te encanta no primeiro olhar. Em cada canto da loja, uma tendência. Mais uma novidade do Grupo Grande Rio. E que conta com a parceria da designer Alessandra Oliveira. “O Grande Rio queria agregar valor ao grupo com uma loja de alta linha e então recebi o convite do próprio Carlinhos Severgnine. Aceitei esse novo desafio e estou adorando a oportunidade. Eu já tive uma loja de decoração na cidade. Então nós juntamos as ideias e o resultado superou as expectativas. Os clientes mesmos destacam que é uma loja diferenciada comparando inclusive com os mercados das cidades vizinhas”, disse a gerente Alessandra. Isso porque se trata de uma loja de decoração completa. Aqui você encontra variedade

Decoração

em papel de parede, tapetes, quadros, mesa posta e planejados. Outra novidade é a linha exclusiva de cama, mesa e banho Ruth Sanches. Conforto e requinte em 400 fios egípcios, 200 fios acetinados e 230 fios de fibra de bambu. Sem falar da garantia de móveis 100% madeira. E o cliente ainda recebe diversas dicas para deixar sua casa com ambiente de novela. “Nós também prestamos consultoria, tendo a opção de montar os ambientes na loja ou na própria casa do cliente inclusive com projetos”, destaca a gerente. Segundo ela, a loja também vai inovar o mercado imobiliário em parceria com a Construtora Dom Diego. “Vamos decorar alguns apartamentos e vendê-los prontos para morar. O proprietário terá de levar apenas as roupas”, revela Alessandra. Aqui, você só precisar sonhar. O resto é por conta do Espaço Decor.

“A lei suprema da arte é a representação do que é belo”

Planejados

Móveis e1ir0a0% mad Espaço Decor Grande Rio - Rod. do Sol, n.º 1418 Aeroporto, 3º andar do Magazin Grande Rio, Guarapari – ES 27 3361-4812 / 27 9 8171-5455 / 28 9 9914-1553 www.espacodecorgranderio.com.br alessandra@espacodecorgranderio.com.br

Papel dee Pared Toda arte em transformar seu ambiente.


Vamos festejar?! por Lívia Rangel Guarapari está em festa. Isso porque a cidade acaba de ganhar um espaço próprio para eventos. O Belvedere Festas foi inaugurado em julho e já estreou comemorando o aniversário de um aninho da princesa Helena. Com ambiente climatizado, amplo e de fácil acesso, a festa foi só elogios. “O evento foi para 150 pessoas que ficaram muito bem acomodadas e ainda reservamos um espaço para recreação. Os banheiros são luxuosos e adaptados, a acessibilidade é fundamental. O fraldário é um diferen-

cial, porque as mamães tiveram um lugar apropriado para amamentar e trocar seus filhos”, conta a mãe de Helena, Tatiana Perim. São 900 metros quadrados na Rodovia do Sol. “É um projeto feito especialmente para eventos. Não se trata de adaptação. Temos um salão

sem colunas de 370 metros quadrados. Estamos de portas abertas para todos os tipos de eventos: infantil, casamento, debutante, formatura, corporativo. Vamos festejar juntos?”, convida o proprietário André Mucida.

O evento foi para 150 pessoas que ficaram muito bem acomodadas e ainda reservamos um espaço para recreação. Os banheiros são luxuosos e adaptados, a acessibilidade é fundamental. O fraldário é um diferencial, porque as mamães tiveram um lugar apropriado para amamentar e trocar seus filhos

- Ambiente Termo Acústico e Climatizado - Elevador Acessível - Lounge com Jardim - Banheiros Confortáveis e Acessíveis - Acesso Vip - Camarim com Banheiro - Churrasqueira - Salão Amplo sem Colunas - Ampla Cozinha com Bancadas em Aço Inox - Fraldário - Fácil Acesso

27 9

8182.4294 - belvederefestas@gmail.com - Rodovia do Sol, Santa Rosa - Guarapari/ES


Editorial Cuide-se! Expediente

Quem somos

Diretora Executiva: Elisa Santos Diretor Comercial: Hamilton Garcia Editora: Lívia Rangel (Mtb 2281-ES) Reportagem: Gabriely Sant’Ana Gessika Avila Glenda Machado Lívia Rangel Marcos Siqueira Diretor de Arte: Renan Toledo Diretor de Criação: Sidnei Trancoso Edição de Arte: Gabriela Gasparini Projeto gráfico e editoração: HM Propaganda www.hmpropaganda.com.br Fotografia: HM Propaganda e divulgação Colaborou nesta edição: Soraia Marracini Site: www.revistasou.com Facebook: revistasouguarapari Redação e Assinaturas: Rua Getúlio Vargas, 161, Ed. Diamante, Sala 4, Centro - Guarapari/ES CEP: 29.200-180 Telefax: 27 3361-4163 27 3114-0433 contato@revistasou.com

Filiado:

É sempre assim: a gente nunca acredita que algo de ruim possa nos acontecer. “Isso é só com a vizinha, a amiga, a conhecida.. comigo não”, a gente imagina. A vida, entretanto, é um mistério e ninguém é capaz de adivinhar em qual casa a roleta-russa da fatalidade vai parar da próxima vez. Por exemplo, o câncer de mama. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), mais de 30 mulheres morrem por dia em decorrência desse tipo de câncer e uma em cada grupo de 8 está sujeita a receber o diagnóstico. Só neste ano, o Brasil deve registrar 57 mil novos casos da doença. Portanto, ninguém deve se descuidar: mulheres ou homens. Sim, eles também podem adquirir o câncer de mama. E se o diagnóstico bateu à sua porta, não desanime. O câncer de mama tem um alto índice de cura, principalmente se for detectado precocemente e existem diversos tratamentos que permitem ao paciente passar por esse período com o máximo de bem-estar possível. Essa é a tônica da nossa reportagem de capa, que exalta o Outubro Rosa. A Revista Sou é uma grande apoiadora e todos os anos veste a camisa. Outra campanha que resolvemos abraçar é a do consumo consciente da água. Estamos vivendo a maior crise hídrica da história do nosso Estado. Já são mais de 1.000 dias em estado de alerta e a previsão de chuvas para os próximos meses não é das mais animadoras. Então vamos promover formas de economizar água, fechando a torneira sempre que possível e dando preferência a lavar o carro ou a varanda com balde e vassoura em vez da mangueira. São atitudes, simples, que parecem pequenas ou até insignificantes, mas não se esqueçam: é de gota em gota que se forma um oceano. Não deixe para amanhã, comece hoje mesmo! E aproveite a vida e todos os momentos que ela oferece. Essa é a maior retribuição que podemos dar por esse grande presente que é VIVER! Aproveite a leitura! Elisa Santos Diretora Executiva da Revista Sou

A Revista Sou é uma publicação da HM Propaganda. É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do editor. Todos os direitos reservados.


índice Saúde

Capa

Entrevista

28

Outubro Rosa

Duas décadas de amor à música Reportagens

Seções

Boa Leitura Coisa de Homem Sou Vip Bom Apetite Pet é Tudo de Bom

36

10 15 25 34 48

Comportamento Muito lixo, pouca água Saúde Setembro Amarelo Voluntariado Palhaço Missionário Solidariedade Chá beneficente Solidariedade Colorindo Sonhos Viva Melhor Contagem regressiva para o Verão Esporte Guarapari é ouro no Jiu-Jitsu

08 12 14 18 38 41 44


www.revistasou.com

Eventos

7


8 Educação Meio Ambiente

Muito lixo... por Gabriely Sant’Ana

■ Vamos ser sinceros: você separa seu lixo? Antes de descartar aquele potinho de manteiga ou caixa de leite, pensa de que forma poderia reaproveitá-lo? E os alimentos? Está comprando na quantidade certa ou sempre sobram aquelas folhas a mais, que secam, ficam amareladas e acabam na lixeira? Pois atitudes como essa dizem muito sobre o ambiente que queremos deixar para as gerações futuras. É preciso repensar nossa forma de ver o lixo. Deixar de ser sinônimo de algo puramente inútil para um conjunto de elementos que precisam de manejo diferenciado. Segundo último levantamento pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), cada brasileiro produz, em média, 1,062 quilos de lixo por dia. Isso representa 31,86 kg de resíduos por mês ou quase 390 kg por ano!

O lixo pode ser classificado como seco ou úmido e todos têm uma possibilidade de transformação. O lixo seco é composto por materiais potencialmente recicláveis (papel, vidro, lata, plástico), enquanto o úmido corresponde à parte orgânica dos resíduos, como as sobras de alimentos, cascas de frutas, etc., que podem ser usados para compostagem, por exemplo.

Se avançarmos na conta e multiplicar essa quantidade pelo número de habitantes do país (206 milhões de acordo com o IBGE 2016), o resultado final são nada mais, nada menos que 80,34 bilhões de quilos de lixo! Mas como mudar isso? Afinal, uma montanha de lixo não se desfaz em um passe de mágica. É preciso um trabalho de formiguinha, preferencialmente adotando o princípio dos 3Rs – Reduzir, Reutilizar e Reciclar. Reduzir significa consumir menos produtos e preferir aqueles que ofereçam menor potencial de geração de resíduos e tenham maior durabilidade. Reutilizar é, por exemplo, usar novamente as embalagens com um novo fim. Já Reciclar envolve a transformação dos materiais, como fabricar um produto a partir de um material usado.

Comece em casa

Em Guarapari, há diversos programas e organizações que incentivam o reaproveitamento. Uma das iniciativas mais marcantes é a Associação de Catadores de Catadores de Materiais Recicláveis (Asscamarg).

O que ela recebe: Lixo seco em geral (papelão, pet, plástico, alumínio, sucatas, papel, vidros e embalagens) e óleo de cozinha usado, depositado em garrafas pet.

Onde entregar: • Galpão da Asscamarg, na Rua Ruy Cortês, 01, bairro Ilhas Verdes – em frente ao Posto de Combustível Perocão. • Pontos de entrega voluntária: Concha Gás, em Muquiçaba e Posto Dino, no Centro • Residência da D. Sônia Garcia, Rua Sevilha, Praia do Morro (Quadra do Paulista) • Para quem mora em condomínios é possível cadastrar o prédio para receber a coleta regular da associação. Basta ligar para os números 3261-4816 (sede) ou 99865-6471 (Gilda).

O que você tem fe


Meio Ambiente

www.revistasou.com

9

...Pouca Água Enquanto o lixo se multiplica, a proporção se inverte quando se fala em água potável. O Espírito Santo completou em agosto, 1.000 dias de crise hídrica, depois de três anos consecutivos de chuvas abaixo da média. Segundo a Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan), os próximos meses, até o fim do ano, serão de alerta e intensificação das ações para minimizar os impactos da seca. Isso porque a chuva não deve ser suficiente para recarregar completamente o lençol freático, que depois de um longo período de chuvas abaixo da média, está muito aquém do normal. Além disso, o solo está muito seco, degradado e sem cobertura vegetal, o que compromete a infiltração de água. Ou seja, mesmo com as chuvas voltando, é preciso economizar mais do que nunca. Outro fator que chama a atenção é que as vazões dos Rios Benevente e Conceição, principais rios que abastecem Guarapari, vêm caindo sucessivamente. Mas a situação ainda não é alarmante, se comparada a outros municípios capixabas, principalmente os localizados nas regiões Norte e Noroeste. O que pode ser feito de imediato? Economizar e racionalizar o uso da água. Essa é a primeira coisa. Se não fizer isso, ela vai acabar mais rápido. Tome banhos mais curtos e faça reúso da água. Armazenar água é uma boa medida? Racionalizar não é armazenar. É dosar o uso da água. Se todo mundo armazenar, vai ter um déficit.

Racionamento O racionamento depende agora da disponibilidade hídrica dos mananciais. Se não chover ou se o consumo não reduzir, o quadro poderá se agravar e poderemos chegar no estágio 2. Nesta fase, o sistema de rodízio passa de um dia de restrição de água para dois ou três.

O quanto você economiza... Lavando a louça, com a torneira fechada enquanto ensaboa: Até 97 litros Tomando banho, com o chuveiro fechado enquanto ensaboa: Até 160 litros Lavando a calçada sem mangueira: Até 250 litros Lavando o carro sem mangueira: Até 520 litros Escovando os dentes com a torneira fechada: Até 24 litros

Xixi no box: uma atitude que faz diferença

Se todas as pessoas preferissem fazer xixi no chuveiro, ao invés de utilizar o vaso antes de tomar banho, cada uma delas economizaria 12 litros de água diariamente. Isso resultaria na preservação de recursos naturais e das nascentes dos rios. Assim, os reservatórios pelo mundo teriam mais água potável e a natureza agradeceria. Esta é a ideia da campanha da SOS Mata Atlântica, batizada de Xixi no Banho. A intenção é fazer com que os cidadãos economizem uma descarga por dia. Desta forma, se levar em consideração os 12 litros diários, cada pessoa deixaria de gastar em torno de 360 litros mensais, o equivalente a um dia de consumo de um morador do Sudeste brasileiro. Para quem ainda não aderiu à campanha, a organização afirma que não é nojento e nem corre o risco de haver qualquer tipo de transmissão de doença, pois o xixi é composto em 95% de água e os outros 5% representam substâncias como ureia e sal. Sem falar que a água corrente leva o líquido embora. A SOS Mata Atlântica ainda faz um lembrete: faça o xixi logo no início do banho.

eito para mudar?


10 Boa Leitura

Boa leitura!

Dia das crianças?

Dê livros de presente!

Ler é um hábito poderoso que nos faz conhecer mundos e ideias. Quer um presente melhor para as crianças do que um bom livro? Melhor ainda se você acompanhar os pequenos nessa viagem, lendo junto com eles. A Revista Sou separou três sugestões, cada uma para uma faixa etária.

1 Quem canta seus males espanta Theodora de Almeida Este livro contém as tradicionais cantigas, parlendas e adivinhas. A ideia é manter a tradição, de geração em geração, ouvindo, lendo e cantando juntos. Ajuda muito na alfabetização. Indicado para crianças de 0 a 4 anos.

2 Rubens, o semeador Ruth Rocha Ruth Rocha conta a história de Rubens, o ilustrador do livro, que começou a plantar árvores quando ainda era criança. É uma verdadeira declaração de amor às árvores. E com ele as crianças aprendem o nome e as características de diversas espécies. Bom para aquela época em que os pequenos querem entender tudo ao seu redor, de 5 a 10 anos.

3 O menino no espelho Fernando Sabino À medida que amadurecem, as crianças precisam ter contato com bons textos e Fernando Sabino tem um estilo acessível, mas nem por isso simples demais. Nesse livro, o autor aborda valores importantes, como a amizade e a família, ao narrar em primeira pessoa suas travessuras quando garoto. A partir de 10 anos.


www.revistasou.com

A felicidade do cliente

Revista Sou 11

em primeiro lugar por Gabriely Sant’Ana

com marcas A RB Cosméticos trabalha Herrera, renomadas, como Carolina banne, L’ôreal, Chanel, Lancôme, Paco Ra t, Mac, Silicon Mix, Victoria’s Secre de relógios Shiseido, Mary Kay, além a e Diesel. Michael Kors, Guess, Invict A preocupação com a beleza é uma marca do brasileiro, não importa se é homem ou mulher. Este tipo de produto, que antes era considerado supérfluo, agora se tornou item de primeira necessidade. Segundo um estudo do SPC Brasil e Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas, seis em cada dez brasileiros consideram-se pessoas vaidosas e 65,7% concordam com a ideia de que cuidar da aparência não é luxo. Para a maioria, atributos físicos potencializam oportunidades de vida e também a carreira profissional. É nisso que investe a RB Cosméticos, uma empresa completa na linha de beleza que trabalha com marcas renomadas, como Carolina Herrera, Chanel, Lancôme, Paco Rabanne, L’ôreal, Silicon Mix, Victoria’s Secret, Mac, Shiseido, Mary Kay, além de relógios Michael Kors, Guess, Invicta e Diesel. “O mercado de beleza sempre foi algo que gostamos e por isso o fazemos com amor. Levamos para nossos clientes o que há de melhor: algo que o vá satisfazer e torná-lo mais feliz. Por isso buscamos nos aperfeiçoar a cada dia”, destaca a consultora de beleza, Rosângela Bassetto. A empresa está há 15 anos no mercado e aposta em inovações para atender à demanda. Uma de-

Marcas renomadas e atendimento personalizado são os diferenciais da RB Cosméticos

las é o uso das redes sociais. “Elas são um enorme benefício para todos nós. Atendemos muito pelo Facebook e Whatsapp, não somente apresentando os lançamentos e promoções, mas também tirando dúvidas dos clientes e dando dicas”, explica Rosângela. Para a consultora, a grande diferença da RB está aí: na busca da proximidade com os clientes. Tanto que o negócio não conta com uma loja física. “Nós vamos até o cliente, e levamos todo nosso portfólio de produtos com comodidade e conforto. E a entrega acontece da mesma forma, sem que ele tenha a preocupação em estar se deslocando ou buscando um tempo para ir até um determinado lugar para retirar seus pedidos”. A empresa também garante facilidade de pagamento, aceitando todas as bandeiras de cartões de crédito e débito e de vale alimentação. E o final de ano promete. “A expectativa é maravilhosa, pois já estamos nos preparando para atender nossos clientes em todas as suas necessidades. Queremos todos felizes e satisfeitos para curtir um final de ano de ótimas festas”.

Então, que tal conhecer melhor a RB? AGENDE A VISITA: RB Cosméticos Rosângela Bassetto: 9 9727-1736 Rômulo Bravin: 9 9939-6912 Facebook: RB-Cosmeticos Facilidade no pagamento, à vista ou parcelado. Aceitamos todas as bandeiras de cartões de crédito e débito entre outras formas exclusivas de pagamento

RB CONSULTORIA DE COSMÉTICOS

Sou cliente da RB porque é uma empresa comprometida, tem pronta entrega de marcas variadas e excelentes preços. Na hora de presentear algum parente ou amigo, eles também têm sempre ótimas opções Gisele Magnago, empresária

A cliente Gisele entre os proprietários da RB, Rôsangela e Rômulo


12

Saúde

CVV: 1 milhão de

24 horas por dia a favor da vida por Lívia Rangel ■ Não são médicos, nem terapeutas. Mas eles doam algo precioso e raro nos dias de hoje: tempo. São 24 horas por dia a favor da vida. Esse é o lema dos voluntários do Centro de Valorização à Vida (CVV). Uma entidade sem fins lucrativos que atua gratuitamente na prevenção do suicídio desde 1962. Hoje, são um milhão de ligações por ano sem julgamentos e tudo mantido em sigilo.

E para quebrar o tabu que é falar do suicídio, a entidade é uma das principais idealizadoras da campanha Setembro Amarelo. “É um problema de saúde pública. Hoje, o suicídio já mata mais jovens do que a Aids. É um mal silencioso, pois as pessoas fogem do assunto e por medo ou desconhecimento, não veem os sinais de alerta, o pedido de socorro”, conta um dos voluntários do CVV Vitória, Júnior Sampaio.

No Espírito Santo, são duas unidades do CVV. A sede na capital e no dia 17 de setembro foi inaugurado mais um posto em Linhares. “É um trabalho contínuo, 24 horas por dias, finais de semana, feriados, inclusive Natal, Carnaval, Réveillon. Atendemos em média, cem ligações por dia, em Vitória. Às vezes, é só um desabafo. Mas em muitos casos, o dom de ouvir tem o poder de salvar vidas”, ressalta o voluntário.

? s n e ? v o j s s i a o m a t a O que m O Brasil é 8º país

de jovens morrem no mundo anualmente, vítimas de causas evitáveis ou tratáveis

em número de suicídios

32 brasileiros se matam por dia

1º Trânsito 2º Suicídio 3º HIV/Aids 4º Violência

9 em cada

No mundo esse número chega a 2.200

Para cada caso fatal, há pelo menos outras 20 tentativas fracassadas

10 casos poderiam ser prevenidos

Fonte: OMS

1,3 milhão

1º Índia (258 mil óbitos) 2º China (120,7 mil) 3º EUA (43 mil) 4º Rússia (31 mil) 5º Japão (29 mil) 6º Coreia do Sul (17 mil) 7º Paquistão (13 mil) 8º Brasil (11,8 mil)


Saúde 13

www.revistasou.com

Vamos acabar com os mitos! As pessoas que falam sobre o suicídio querem apenas chamar a atenção? Todas as ameaças de se fazer mal devem ser levadas a sério. O suicídio é sempre impulsivo e acontece sem aviso? O suicida normalmente deixa mensagens sobre a intenção de se matar.

Os indivíduos suicidas querem mesmo morrer? A maioria dos suicidas partilha os seus pensamentos com pelo menos uma pessoa ou liga para linha telefônica de emergência, o que constitui prova de ambivalência e não de empenhamento em se matar. Quando um indivíduo mostra sinais de melhoria ou sobrevive a uma tentativa de suicídio, está fora de perigo? Na verdade, um dos períodos mais perigosos é imediatamente depois da crise, ou quando a pessoa está no hospital, na sequência de uma tentativa. A semana que se segue à alta é um período durante o qual a pessoa está particularmente fragilizada e em perigo de se fazer mal.

O suicídio é sempre hereditário? Nem todos os suicídios podem ser associados à hereditariedade e estudos conclusivos são limitados. Uma história familiar de suicídio, no entanto, é um fator de risco importante para o comportamento suicida, particularmente em famílias onde a depressão é comum. Os indivíduos que tentam ou cometem suicídio têm sempre alguma perturbação mental? Os comportamentos suicidas têm sido associados à depressão, abuso de substâncias, esquizofrenia e outras perturbações mentais, além dos comportamentos destrutivos e agressivos. No entanto, esta associação não deve ser sobrestimada. A proporção relativa destas perturbações varia de lugar para lugar e há casos em que nenhuma perturbação mental foi detectada. Após uma pessoa tentar cometer suicídio uma vez, nunca voltará a tentar novamente? Na verdade, as tentativas de suicídio são um preditor crucial do suicídio As crianças não cometem suicídio dado que não entendem que a morte é final e são cognitivamente incapazes de se empenhar num ato suicida? Embora seja raro, as crianças cometem suicídio e, qualquer gesto, em qualquer idade, deve ser levado muito seriamente.

Fonte: Cartilha de Prevenção ao Suicídio

ligações por ano


14 Voluntariado

Palhaço missionário

de Guarapari coordena construção de escola

orfanato em Honduras por Marcos Siqueira

■ Deixar tudo para se dedicar a ajudar o próximo e levar a palavra e o amor de Deus para crianças e adultos de várias partes do Brasil e do Mundo. Essa é a missão de Alex Toledo, missionário da 1ª Igreja Batista de Guarapari. Alex dá vida ao Palhaço Mixirica e coordena a Associação Ministério Multicultural Fábrica de Sonhos, que vai construir uma escola orfanato em Tegucigalpa, capital de Honduras. Alex já viajou para países da África, México e Nepal, mas em 2012, vendo de perto os problemas sociais de Honduras, ele se sentiu chamado a fazer algo para ajudar. “Deus colocou no meu coração a ideia de construir a escola orfanato e eu compartilhei com os meus amigos. Juntos, fundamos a Fábrica de Sonhos”. Mas, por que escolher Honduras e não o Brasil? Segundo o missionário, essa é uma pergunta frequente que ele responde da seguinte forma: “Entendi que foi uma orientação de Deus. Eu vi que situação deles é pior do que a do Brasil. A violência lá é muito grande. As crianças são aliciadas por traficantes, falta saneamento básico e muitos não frequentam a escola, pois mesmo as públicas cobram taxas que os pais não podem pagar. Mas também pensamos em futuramente levar o projeto para a Amazônia”. Para construir a instituição, a associação organiza um bazar, vende comidas na cantina da igreja, conta com doações e em breve vai lançar o DVD do musical Fábrica de Sonho. O ponta pé inicial já foi dado. “O terreno de 1500 m² já está sendo pago com o dinheiro arreca-

Doações: Ministério Multicultural Fábrica de Sonhos Banco do Brasil Agência: 0924-5 Conta corrente: 49398-8 Mais informações: 27 98138-4639

dado e a previsão é de que a obra comece em janeiro do próximo ano”, contou Alex. Quem quiser colocar a mão na massa ou futuramente doar algum tipo de trabalho, oferecendo cursos para as mães das crianças pode procurar o missionário. “Não podemos bancar a passagem, mas quem tiver condições e vontade será bem-vindo”. Mudança de vida Alex Toledo trabalhava fazendo pinturas artísticas e decidiu se dedicar exclusivamente com o voluntariado quando ele e uma amiga implantaram o projeto Só Riso, na 1ª Igreja Batista de Guarapari. No Só Riso, ele resolveu usar o personagem Palhaço Mixirica para evangelizar e alegrar crianças hospitalizadas. Para se manter, o palhaço conta com a oferta das igrejas que o convida para realizar as apresentações. “Não cobro nada pelo meu trabalho. As pessoas me oferecem o que elas sentem que podem dar”. Para o artista, o maior desafio é conseguir realizar a obra de Deus. “Não sei dizer sobre questões de dificuldades, pois Deus não falhou comigo. Acredito que Ele vai colocando as coisas no nosso caminho no tempo certo”.

Durante visita em Honduras, o missionário se sensibilizou com as dificuldades enfrentadas pelas crianças da região.

Palhaço Mixirica vai lançar DVD Fábrica de Sonhos com o intuito de arrecadar recursos para a construção do orfanato.


www.revistasou.com

Câncer de Próstata

Coisa de Homem Esporte 15

Informação é sinônimo de prevenção por Lívia Rangel

Novembro Azul ■ “O câncer de próstata é o segundo câncer que mais acomete o homem, perdendo apenas para o câncer de pele. É silencioso e nas fases iniciais geralmente é assintomático. Se desco-

berto precocemente, tem 90% de chance de cura”, alerta o urologista Dr. Gustavo Miranda Vieira. Segundo ele, a importância da campanha é

conscientizar os homens dos riscos e incentivá-los a se prevenir. “A melhor prevenção é a informação. O exame da próstata é rápido, indolor e essencial no diagnóstico e tratamentos”.

É o segundo tipo de câncer que mais mata no Brasil 1 em cada 6 homens terá a doença

1 em cada 36 pacientes morrerá

9 em cada 10 casos têm chance de cura quando diagnosticado cedo

O que é próstata? É uma glândula que só os homens possuem, localizada logo abaixo da bexiga. Ela produz parte do sêmen, líquido que contêm os espermatozoides produzidos pelos testículos e que é eliminado durante o ato sexual.

Alerta Com o avanço da doença, a chance de cura diminui. Nas fases mais avançadas, são realizados apenas tratamentos paliativos com hormônios para prolongar o tempo de vida. É quando podem surgir alguns sintomas, como: desconforto, ardência, sangramento e até obstrução urinária além de dor nos ossos.

Os tratamentos: Radioterapia pélvica – sem cirurgia, o câncer é tratado através da irradiação.

A partir dos 45 anos Essa é a idade que os homens com fatores de risco, como histórico na família e ser da cor negra, devem começar a fazer os exames anualmente.

A partir dos 50 anos Essa é a idade em que se deve começar a fazer o exame de sangue PSA e o exame digital de próstata (toque retal) anualmente.

Urologista pela Universidade Federal do Espírito Santo Membro da Sociedade Brasileira de Urologia

Guarapari Psicomedic - Rua Prefeito Epaminondas de Almeida, 181 - Parque Areia Preta, Guarapari-ES Tel: 27 3362.1858 / 3361.5066

Prostatectomia radical – considerada a cirurgia convencional, que retira a próstata por completo através de uma incisão na parte inferior da barriga. Prostatectomia por vídeo-laparoscopia – a próstata é retirada completamente através de pequenas incisões no abdômen. Prostatectomia robótica – a próstata é retirada completamente através de pequenas incisões na barriga, com o auxílio da robótica. O robô, que se chama Da Vince, é comandado pelo cirurgião urologista. Essa é a técnica mais moderna.

ÁREAS DE ATUAÇÃO: • Andrologia • Infertilidade • Cirurgia Minimamente Invasiva • Cirurgias urológicas laparoscópicas • Endo-urologia – Tratamento de cálculos renais com Laser • Uro-oncologia Vitória UroMaster - Av. Nossa Senhora da Penha, 570. Ed. Centro da Praia. Salas 707/708. P. do Canto, Vitória-ES Tel: 27 3345.8383


16 Revista Sou

Cozinha Capixaba: seu self-service com tempero caseiro

por Lívia Rangel Na correria do dia a dia, hoje é comum muitas famílias optarem por almoçar fora de casa. É mais fácil, rápido e prático. E que tal aliar sabor a essa comodidade? Isso mesmo, um self-service com gostinho de comida caseira. Essa é a linha de trabalho da Cozinha Capixaba. Há dois anos reunindo famílias na hora do almoço. São 16 opções entre carnes, massas e acompanhamentos em geral, além de oito tipos diferentes de saladas. Uma vez por semana, o estabelecimento faz um mimo aos clientes: serve o tradicional prato de peixe com camarão. Cardápio garantido também aos sábados, quando o menu conta com bobó de camarão, peixe assado e camarões fritos. “Nesses dois anos podemos dizer que fizemos mais que clientes, nos tornamos amigos. São famílias que almoçam todos os dias conosco desde que assumimos o restaurante. É uma fidelidade

que construímos com uma comida de qualidade e um atendimento diferenciado. Além do sabor, nós priorizamos uma boa recepção”, conta o proprietários Eunice e Pedro Henrique Barbosa de Almeida. Além do self-service a R$ 31,90 o quilo, o restaurante também trabalha com prato executivo a R$ 11,00. O Cozinha Capixaba ainda conta com marmitex, tendo duas opções: a pequena que custa R$ 7,00 e a grande que sai por R$ 11,00. E o melhor: você recebe onde estiver sem cobrança da taxa de entrega. Os adeptos da linha fitness, podem optar pelo marmitex fit a R$ 11,00. “É uma marmita balanceada, com opções de carne magra acompanhada de uma variedade de legumes e verduras selecionados em uma embalagem especial”, explica Pedro Henrique. E para dar conta de tudo isso, ele possui uma equipe capacitada. São cinco funcionários que já fazem parte da Fa-

mília Cozinha Capixaba. “Todos estão com a gente desde que abrimos”, destaca o proprietário. Ele ainda revela o segredo do sucesso: o chefe de cozinha Adimar Prata. “Ele guarda o segredo do tempero da família há 20 anos”. Ficou com água na boca? Então venha experimentar! O Restaurante Cozinha Capixaba funciona de segunda a sábado, das 11h às 14h, no Centro de Guarapari. Rua Carlos Santana, 106, loja 01, Ed. Elizabeth Haddad, Centro.

Aberto de Segunda a sábado 11h as 14h


www.revistasou.com

17


18 Solidariedade

Muitos valores, um o por Gabriely Sant’Ana

Beth

Chá Pessoas de 13 de novembro Boate LuAzul, das 1 Ingresso: R$ 50,0 tem direito a particip sortear uma joia e u

Dora

Eu não acredito em caridade. Eu acredito em solidariedade. Caridade é tão vertical: vai de cima para baixo. Solidariedade é horizontal: respeita a outra pessoa e aprende com o outro. A maioria de nós tem muito que aprender com as outras pessoas

A

j

u

d a

Darcy Jr: My Dreams e Lutex “Contribuo desde a primeira edição do Chá. Apoio o projeto por saber que o destino da renda arrecadada ajudará pessoas que realmente precisam de ajuda.”

So

lida rie da de

■ Existem os que ouvem essas palavras de Eduardo Galeano ao lado e só acham bonitas, mas, felizmente, há muitos outros que as consideram um chamado e partem para o trabalho. Foi para homenagear esse segundo grupo que as empresárias Dora Nossa e Beth Pádua criaram em 2011, o Chá Beneficente “Pessoas de Valor”. Este ano, o evento chega à sexta edição, a ser realizada no dia 13 de novembro, das 16h às 19h30 na boate LuAzul. As duas amigas contam que tudo começou de forma despretensiosa, para ajudar algumas instituições já reconhecidas, mas que não ganhavam recursos suficientes para

Silvana Daniel: Silvana Daniel “É um projeto sério, onde a prioridade é a ajuda ao próximo! Há seis anos contribuo com a compra de cotas, desfile de modas, doação de brindes e venda de ingressos, fazendo o possível pra abrilhantar ainda mais esse evento, que se multiplicou com o passar dos anos.”

S

e ri e

da de


Solidariedade 19

a d r u j a : o v i t obje www.revistasou.com

Helaine Cláudia

Darcy

Valor – 6ª edição 6h às 19h30 0. Com mais R$ 50,00, a pessoa ar da Ação entre Amigos que vai ma cama de casal completa.

Silvana

ampliar suas atividades. São elas Associação Mão Amiga, Crescer Com Viver, Salvamar e Portal da Luz. “O primeiro Chá foi na minha casa. Pensamos em fazer para 180 pessoas, mas apareceram mais de 200! A partir de então, começamos a realizar na LuAzul, onde recebemos 500 pessoas para curtirem um dia diferente, de confraternização, lazer e sobretudo, de solidariedade”, diz Dora. E o evento foi crescendo tanto que elas mesmas começaram a atrair voluntários dispostos a fortalecer essa rede de apoio. “A cada edição sempre tem uma pessoa que

A m

o

R

Anna Claudia Almeida: Ana Bisai “Apoiamos por acreditar neste projeto e também pela sua principal finalidade que é de alguma maneira contribuir para o crescimento de outras pessoas. Estamos no projeto desde o início e nossa contribuição se dá através do patrocínio, desfile de calçados e bolsas, venda de ingressos e doação de brindes, buscando sempre contribuir para o sucesso do evento. “

Gra ti da o s

Anne Zorzaneli “A causa é muito nobre e o projeto é conduzido por pessoas sérias de boa índole. Colaboro há dois anos na captação de parcerias e sorteando uma joia exclusiva para os participantes.”

vai lá participar e se encanta com a causa. Mesmo quem não é patrocinador ou colaborador, sempre arranja um jeitinho de contribuir. Por exemplo, recebemos brindes de quase todo o comércio de Guarapari para sortear”, completa Beth. Além dos sorteios, o carro chefe do Chá são os leilões. Roupas, bolsas, calçados e até joias são disputadas lance a lance pelos presentes. “Escolhemos os itens do leilão com muito carinho. Depois da venda dos convites, essa é a nossa maior fonte de arrecadação”. Em 2015, o Chá arrecadou aproximadamente R$ 60 mil de lucro, que foram dis-

tribuídos igualmente entre as instituições apoiadas. O resultado das doações poderão ser conferidos no evento deste ano. Antes disso, porém, as empresárias fizeram questão de visitar cada local para ver as melhorias conquistadas. Os homens, cada vez mais presentes, também podem se animar. Pela primeira vez, o bar da LuAzul estará aberto durante o evento. Outras atrações são os desfiles com participação de lojas da cidade e atrações culturais. Para este ano, as organizadoras estão preparando uma surpresa. Portanto, aguardem!

Helaine Pinheiro: Atrevida Moda Íntima “Apoio o chá porque vejo que é um evento que ajuda pessoas que precisam de verdade. E me sinto feliz em poder ajudar de alguma forma. Sou patrocinadora desde a primeira edição e contribuo com um valor estipulado por eles. Também dou peças para o desfile, que depois são leiloadas.”


20


Revista Sou 21

www.revistasou.com

o caminho mais curto entre você e seu destino Viajar enriquece a mente, relaxa o corpo e dá voz à alma! por Lívia Rangel Quem não sonha em viajar? Os brasileiros, por exemplo, tem como o maior sonho de consumo fazer aquela tão esperada viagem. Agora ficou ainda mais fácil com a Sala Vip. A agência trouxe um novo conceito de turismo e lazer que visa facilitar a realização do seu sonho, encurtando o caminho entre você e seu destino! É a “Boutique Viagens”, caracterizada principalmente pelo atendimento personalizado. A Mais de 20 anos de turismo com Sala Vip monta experiência em companhia os pacotes de aérea, consolidadoras e agências acordo com o de viagens de lazer e corporativas orçamento e o perfil de cada cliente incluindo passagens, traslados, hospedagem, aluguel de veículos, passeios, cruzeiros e muito mais tanto em território nacional como

internacional. “O nosso foco é proporcionar lazer com segurança e comodidade. O nosso objetivo é conhecer o cliente, traçar o seu perfil e oferecer um destino e roteiro que atenda às expectativas da viagem. Hoje é tudo tão cibernético que o mercado está carente de uma boa conversa. Nós recebemos os clientes aqui na agência e atendemos a domicílio mediante agendamento”, afirma a sócia10 anos de turismo com -proprietária Luexperiência internacional como executiva CVC em Buenos Aires ciana Lopes. Outro difena Argentina e consultora comercial e corporativa rencial da agência são os passeios culturais realizados uma vez por mês para turistas e moradores de Guarapari. “Já fomos assistir o Encontro de Corais e Peça Teatral no Carlos

Gomes em Vitória. Agora estamos agendando mais dois passeios. Em outubro, teremos a Festa da Polenta em Venda Nova do Imigrante. E em novembro será a vez do Museu do Amanhã no Rio de Janeiro”, conta a sócia-proprietária Fabíola Magalhães. Situada em um dos cartões postais da cidade, a agência fica localizada na Av. Beira Mar na Praia do Morro. “A Sala Vip é a realização de um sonho. Em nove meses de funcionamento estamos conseguindo implantar nossos projetos, porque acreditamos no potencial turístico de Guarapari e do Espírito Santo. E não tinha localização melhor, pois o bairro conta com grande número de moradores e alto fluxo de turistas”, disse Fabíola. E ainda alertam para as compras diretas na internet. “A melhor opção é procurar um bom consultor de viagens. Viajar por conta própria pode ser um risco, pois muitas vezes não ter informações suficientes sobre um destino pode trazer prejuízos ao seu bolso e a sua viagem”, destaca Luciana. Com a Sala Vip, você só terá dois trabalhos: o de arrumar as malas e o de curtir a viagem.

Av. Beira mar, 906, Ed. Trade Center, Loja 28A - Praia do Morro, Guarapari - ES. Excelente localização. Fácil acesso e locais para estacionar. 27 3262.0981 | 27 99638.7559 luciana@salavipviagens.com.br salavipboutiquedeviagens

salavipboutiquedeviagens

salavipviagens.blogspot.com.br


22 Revista Sou

1º passo Contratar uma cerimonialista

Festa sob

3º passo

medida Acompanhar sem estresse Com as opções de orçamentos em mãos, os detalhes acertados, sua rotina continua normal e inclusive com tempo para curtir o anfitrião da festa.

Organizar uma festa não é fácil. Exige tempo, dedicação e muito comprometimento. Mas pode se tornar uma tarefa prazerosa: basta contratar uma cerimonialista.

2º passo

4º passo

Planejar em conjunto É um profissional que vai participar de todas as etapas, desde a concepção da festa até a execução no dia. Você só terá o trabalho de dizer o que quer e qual o seu orçamento.

Conferência dos Serviços:

Juliana Monjardim Assessoria e cerimonialista de festas infantis 27 9 9965.0353

Garantia de Sucesso!

Curtir a festa Sem preocupações no dia do evento, você pode aproveitar cada momento. E o melhor, em caso de imprevistos, a cerimonialista resolverá de forma rápida e discreta. É sucesso garantido.

Os benefícios Orçamentos mais acessíveis:

Otimização do tempo:

Apoio com experiência:

pesquisa de preços, organização de horários e instruções aos profissionais é de responsabilidade da cerimonialista.

suporte antes, durante a após o evento com profissionais qualificados a fim de garantir a realização do seu sonho.

$ contratar, confirmar e verificar se todos estão de acordo com o contrato. E quando preciso, cobrar!

o contato direto com fornecedores possibilita preços mais em conta. Logo, é sinônimo de economia.


www.revistasou.com

23


24 Revista Sou

Saúde da pele, isso envolve você.

A saúde e a aparência da pele estão diretamente relacionadas com os hábitos alimentares e o estilo de vida que você escolheu. Existem dois tipos de envelhecimento da pele: o primeiro é decorrente da passagem do tempo e a genética e o outro, que requer maior atenção, é provocado pela exposição ao sol e fatores ambientais. O agente maior causador de

danos é a radiação solar ultravioleta. Ela atua na pele causando fotoenvelhecimento com aparecimento de manchas, pintas, sardas e o temido melasma, além do aparecimento dos cânceres da pele. Fisiologicamente, o envelhecimento está associado à perda de tecido fibroso e à taxa mais lenta de renovação celular. O colágeno e as fibras formadas

por ele são responsáveis pelas propriedades biomecânicas da pele, permitindo que ela atue como órgão de proteção contra traumas externos. Com o envelhecimento, existe uma redução da quantidade de colágeno na pele. Estima se que a partir de 21 anos cerca de 1% de colágeno é perdido, com isso a pele vai perdendo sua elasticidade, espessura e vai surgindo as rugas.

Quer saber como manter a pele bonita e saudável por mais tempo com alguns tratamentos? A maioria dos tratamentos tem como objetivo estimular o aumento da produção de colágeno e remover as camadas superficiais da pele. Estes tratamentos atuam melhorando a coloração, suavizando sulcos, rugas e cicatrizes, melhorando o aspecto geral da pele. São exemplos : o laser fracionado e o microagulhamento com drug dellivery. Já a Luz Intensa Pulsada, uma tecnologia usada para tratar melanoses (manchas) e vasos (vasinhos da face, rosácea), também estimula a produção do colágeno na pele. O Peeling é outro tratamento bem usado por se tratar de um método não invasivo onde se aplica um ácido na pele com objetivo de promover renovação celular, melhora das manchas e linhas finas. A Toxina Botulínica (botox), um dos tratamentos mais procurados, promove efeito tensor sob a pele, suavizando rugas e linhas de expressão. Entre elas, estão as rugas da testa, a glabela (espaço entre as sobrancelhas) e, os pés de galinha, rugas que se formam na região dos olhos. Os resultados aparecem em 7 a 10 dias após a aplicação e persistem por 4 a 6 meses. O botox também é usado para o tratamento de hiperidrose excessiva (suor excessivo) e distúrbios musculares como espasmos, estrabismo e distonias. Já para os sulcos ao redor dos lábios, entre eles o famoso bigode chinês - linha que se forma entre o nariz e o canto da boca - o mais recomendado é o preenchimento facial com Ácido Hialurônico que é uma substância produzida naturalmente no nosso organismo, e atua restaurando o volume de áreas como as maçãs do rosto, lábios, mãos emagrecidas e “olheiras fundas “e também preenchendo sulcos, cicatrizes de acne e rugas na boca ( acima dos lábios ). É uma técnica segura e prática a qual traz grande satisfação para os pacientes pois seus resultados são imediatos e ainda existe uma melhora progressiva nos dias seguintes ao procedimento . Os resultados duram por um ano. Se os sinais de envelhecimento da pele o incomodam, você pode consultar um Médico especialista. Há tratamentos e procedimentos pouco invasivos para atenuar as rugas e dar firmeza à pele que deixam muitas pessoas com aparência mais jovem. Converse com seu médico.

Conheça Drª. Ingrid Charpinel: - Pós-graduada em Dermatologia pelo Hospital Santa Casa de Misericórdia Nossa Senhora da Saúde no Rio de Janeiro e em Medicina Estética pela Sociedade Brasileira de Medicina Estética do Estado do Rio de Janeiro (SBME- RJ) - Fez estágio em doenças dermatológicas infecciosas na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e no Instituto do Câncer (INCA) - Em 2015, conquistou dois títulos de fellowship no exterior nas áreas de dermatoscopia e câncer de pele no hospital ASMN - Ascispedale Santa Maria Nuova - na região de Reggio Emilie na Itália e na Universidade de Miami e Hospital Mont Sinai em Miami nos Estados Unidos

ICS

Dra Ingrid Charpinel CRM ES 10856

Clínica Monte Moriá

27 3362.1482 Rua Horácio Santana, número 56, Parque Areia Preta - Guarapari/ES


Sou Vip 25

www.revistasou.com

Aniversário I

Renan Alves, Michelli e Maria Clara

Francisco e Helena

Tatiana Perim e Francisco são só alegria. Comemoraram em grande estilo o aniversário da pequena Helena. Familiares e amigos se deliciaram no banquete da Sabores, no espaço Belvedere Eventos, fotos de Renan Alves e equipe e uma delícia de festa que brindou todos presentes. Parabéns!

Sou

Neuza Marchesi e Nelson Mello

Davi, Tatiana, Helena e Lara

Aniversário IV

O jovem empresário Luciano Alves comemorou os 10 anos da Guaragua, oferecendo ótimas promoções. Parabéns à família.

Letícia e amigas.

Aniversário II

Letícia Parreiras reuniu amigos e parentes para comemorar mais uma primavera, e claro, tudo foi uma Delícia. Parabéns à Doce amiga.

Comemoração Giulia, Leticia e Bernardo.

O aniversário de Guarapari ficou marcado com os desfiles das escolas e mais um ano a professora Ana Lúcia Peixoto e suas balizas da escola Costa e Silva deram show. Abraços da coluna!


26 Sou Vip

Lígia, Raianne, Luiza e Mariana

Aniversário III

Adolpho Garcia comemorou entre amigos e familiares os seus 17 anos. Detalhe: foi uma festa surpresa. Afinal, é bem amado entre todos e merece todo carinho.

Solidariedade

A escola Jesus Menino realizou sua 18ª Olimpíadas Escolares e o tema esse ano foi: Você também é super! Ao final das Olimpíadas as equipes conseguiram arrecadar alimentos e roupas que foram doados ao Lameirão : Sopão de Dona Valdina, à família do Corredor Marcos Neri e ao Recanto dos Idosos Santo Antonio. Parabéns às equipes.


Sou Vip 27

www.revistasou.com

Jorge Zouain e José Lino Sepulcri

Homenagem

Gutman Uchoa, Jorge Zouain e José Lino Sepulcri

Sou

O dia 24 de setembro foi marcado por uma solenidade no Sesc Guarapari que concedeu ao empresário Jorginho Zouain, dos Supermercados Santo Antônio, a Medalha de Mérito Comercial. O evento, organizado pela Fecomércio também homenageou as famílias de João Vieira Simões e Adamastor Antônio cujos nomes agora identificam as novas quadras poliesportivas e ginásio de esportes do local. Na mesma noite, o Sesc comemorou 70 anos de existência.

Tales, Rosimara, Rosângela, Ronaldo, Cláudia e Gabriela


28 Capa

a s o r o r Outub por Lívia Rangel

■ Mulher nenhuma está preparada para o diagnóstico de câncer de mama. O erro é acreditar que nunca vai acontecer com a gente. Mas os números alertam: são previstos mais de 57 mil novos casos para este ano. É o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil. E mesmo assim nos excluímos das estatísticas. Com Maria da Penha Risieri não foi diferente. Aos 45 anos, ela luta pela vida. Sempre fez os exames de rotina e foi um simples ato, mas importante, que salvou a sua vida: o autoexame. Acostumada a fazer com frequência, sentiu um nódulo em fevereiro deste ano. “De imediato, eu e meu esposo cogitamos a ideia de que poderia ter dado algum problema na prótese que coloquei há 8 anos. Mas confesso que fiquei apavorada, por ser um nódulo grande. Entrei em um mundo de dúvidas e incertezas”, conta Penha. Em uma corrida contra o tempo, começou a bateria de exames. “O médico havia pedido oito chapas de mamografia, mas na clínica foram feitas 20. Saí da clínica com a orientação de procurar um mastologista urgente. Algo me dizia que era um problema sério e era. A hipótese do diagnóstico era câncer de mama”.

Um nódulo de 8,7 cm mudou a sua vida. Mas a descoberta não foi a pior parte para ela, e sim a espera do resultado da biopsia. “Foi uma semana de tortura, porque a gente fica apreensiva. É ele que vai revelar o tipo de câncer e o tratamento”. Então começaram as sessões de quimioterapia. Ao todo, foram 16. Para então fazer a mastectomia – a remoção total da mama. “Eu tinha medo da quimioterapia por tudo o que já ouvi e até presenciei no hospital. Mas cada organismo reage de uma forma. Mas Graças a Deus, reagi muito bem”, destaca Penha. Desde então está descobrindo um caminho de força, fé e coragem que lhe faz erguer a cabeça para lutar pela vida. “O diagnóstico de câncer não é mais sentença de morte. A descoberta precoce e o tratamento imediato aumentam cada vez mais a chance de cura. Aliado a isso entra a reação do paciente. Acreditem, quando o médico fala com pensamento positivo e bom humor isso já ajuda e muito na recuperação e a seguir em frente”. Penha chegou a ser orientada a trancar a faculdade de Engenharia Civil. No entanto, guerreira, ela não abriu mão do sonho e está fazendo o 8º período em curso domiciliar com provas agendadas na

instituição. Será seu segundo diploma, pois já é graduada em Recursos Humanos com pós em Engenharia da Segurança do Trabalho. “A hipótese de ter que abandonar a faculdade foi pior do que raspar a cabeça. Achei que seria o mais difícil, porque mexe com a nossa autoestima. Mas confesso que no momento de cortar o cabelo, fechei os olhos e entreguei nas mãos de Deus. E Ele segurou a minha mão. Quando abri os olhos, tudo ficou mais fácil. E com o meu cabelo, fizemos a minha peruca. Ficou linda!”. Porém, essa força toda tem nome e chama família. “Deus vem em primeiro lugar, depois a família. Dedico grande parte da minha superação ao meu marido Aarão. Agradeço a todos os familiares, amigos e orações. É com esse apoio, carinho, força e fé que vencemos a guerra contra o câncer”. Uma luta que foi registrada e faz parte da exposição fotográfica de Fernanda Ribeiro no Shopping Boulevard em Vila Velha. “É um trabalho que traz a beleza, a força e os medos da mulher independente da fase em que se encontra o câncer”, diz Penha. A exposição segue até o dia 31 de outubro. O sonho? Ficar curada. O aprendizado? Se colocar sempre no lugar do outro. O conselho? Cuide-se! Em outubro, os holofotes se voltam para o assunto. Mas o cuidado com a saúde tem que ser diário. “Todo detalhe faz a diferença quando se trata de saúde. Dê mais valor a sua vida. Não deixe para amanhã, comece hoje mesmo”.


Capa 29

www.revistasou.com

Prevencao a um toque Fazer visitas anuais ao ginecologista, realizar o autoexame uma vez por mês e submeter-se à mamografia anualmente após os 40 anos. Essa é a melhor receita para quem quer se prevenir do câncer de mama. É o que afirma a ginecologista Dr.ª Angela Gianordoli. Além de evitar fatores de risco relacionados aos hábitos de vida como ingestão de bebida alcoólica, sedentarismo, obesidade e tabagismo. “O exame da mama faz parte do preventivo que deve ser feito uma vez por ano com ginecologista. Mas as mulheres precisam conhecer o próprio corpo, porque o autoexame facilita a percepção de alterações como pequenos nódulos nas mamas e axilas, saída de secreção pelos mamilos, mudança de cor da pele, retrações, vermelhidão ou coceira, sinais inflamatórios como ficar com aspecto de casca de laranja”, explica Dr.ª Angela. Outros fatores de risco estão relacionados ao histórico reprodutivo da mulher como menarca precoce, menstruação antes dos 12 anos; menopausa tardia, depois dos 55 anos; primeira gravidez depois dos 30 anos; não ter filhos; uso de anticoncepcional e terapia de reposição hormonal por longo prazo. “Quanto mais tardia a menopausa, maior a chance de desenvolver a

doença. Por outro lado, quanto mais gestações ou período prolongado de amamentação, menor o risco. Isso porque diminui a quantidade de hormônios femininos à qual a mulher é submetida ao longo da vida. O estrogênio serve de ‘alimento’ para as células cancerígenas”, alerta a ginecologista. A herança genética também faz parte da lista dos fatores de risco. “Quem tem histórico na família, principalmente em parentes consanguíneos e jovens, precisa redobrar a atenção. Está aumentando o caso de mulheres com câncer antes dos 30 anos. Tudo é consequência dos novos hábitos de vida do mundo moderno. Não tem como fugir da velha e tradicional receita: ter alimentação balanceada, praticar atividades físicas regularmente, não fumar, evitar bebida alcoólica e não esquecer do check-up anual”.

Faça mensalmente após o período menstrual No espelho

Fique atenta às mudanças: achatamento, saliência, enrugamento, vermelhidão, aspereza, sensação de dureza nos seis.

No banho

Com o braço esquerdo erguido por trás da cabeça, apalpe e pressione o seio direito em busca de corpos estranhos. Depois, pressione o mamilo e verifique se ele expele algum líquido de coloração vermelha ou anormal. Em seguida faça na mama esquerda com o braço direito.

Deitada

Os números 1 em cada 8 mulheres pode ser diagnosticada com câncer de mama Mais de 30 mulheres morrem por dia de câncer de mama

95% de chance

O autoexame

de cura se detectado precocemente

Fonte: Inca.

Posicione a mão esquerda sob a cabeça e com a parte interna dos dedos da outra mão pressione gentilmente o seio esquerdo no sentido de fora para dentro em formato de espiral. Fique atenta a engrossamento do tecido e pequenas protuberâncias. Depois repita a operação no outro lado.


30

Capa

O poder dos alimentos

A alimentação é uma grande aliada na prevenção de doenças. Com o câncer de mama não é diferente. No entanto, é preciso saber dosar o que se ouve e lê por aí. Para se alimentar de forma saudável, não é preciso comer nenhuma “semente dos Alpes da Tazmânia Oriental”. Os alimentos do nosso dia a dia contêm substâncias que podem ser verdadeiros aliados ou perigosos vilões. E quem desvenda esses mistérios é a nutricionista Beatriz Keller. Frutas ricas em substâncias antioxidantes ajudam a prevenir o câncer de mama como framboesa, melancia, uva vermelha, tomate e morango?

O papel dos antioxidantes é proteger as células sadias do organismo contra a ação oxidativa dos radicais livres antes que danifiquem as moléculas e degradem nutrientes importantes do corpo, gerando possíveis doenças, como o câncer. Dieta rica em carnes vermelha e de porco contribui para o desenvolvimento da doença? As substâncias conhecidas como nitrosaminas, um composto produzido a partir de nitritos e aminas, são agentes carcinogênicos. A forma de preparo está relacionada à concentração desses agentes, sendo maior em carnes fritas, defumadas, curadas e churrasco com utilização de carvão. Por outro lado são menores quando as carnes são cozidas. E a ingestão de gorduras, que sempre ocorre quando consumimos carnes vermelhas, já constitui fator adicional de risco. Dê preferência às carnes brancas. Condimentos e temperos podem aumentar o risco de ter a doença? Os temperos e condimentos artificiais usados para dar gosto aos alimentos dão um toque especial, mas escondem perigos como provocar câncer. Já as ervas e especiarias como açafrão, cúrcuma, canela possuem alta atividade antioxidante exercendo uma poderosa proteção contra a doença.

Comer brócolis ajuda a prevenir? Apesar do brócolis apresentar uma alta concentração de substâncias anticancerígenas não há estudo que comprove sua ação no risco ou tratamento do câncer. Ingerir bebida alcóolica aumenta as chances de ter a doença? Se ingerido em excesso, o álcool pode aumentar o risco de tumores de cabeça e pescoço, mama, fígado e pâncreas. Existem alimentos que funcionem como quimioterapia natural? Os quimioterápicos naturais são extraídos de plantas e alimentos ricos em substâncias anticancerígenas, porém insuficientes para combater a doença. Obesidade aumenta o risco de câncer de mama? É o segundo maior fator de risco evitável para o desenvolvimento de alguns tipos de câncer, pois o acúmulo de gordura no tecido adiposo pode desenfrear a multiplicação de células malignas.Acredita-se que o aumento do risco de alguns tumores como o de mama, endométrio e intestino grosso nas pessoas obesas inclui as alterações dos hormônios sexuais (estrogênio, progesterona e androgênios).

Fisioterapia, uma formula magica para resgatar a postura diante da vida Você sabia que a fisioterapia pode ser uma fórmula mágica para as mulheres que enfrentam o câncer de mama? Além de preparar o corpo para os tratamentos, ainda contribui para a reabilitação e previne possíveis complicações. São diversos movimentos com um único objetivo: acelerar a recuperação e melhorar a qualidade de vida. Trata-se de uma intervenção que pode fazer a diferença desde o diagnóstico até o pós-operatório. “O ideal é que a paciente tenha o suporte da fisioterapia assim que obtém o diagnóstico com o tratamento traçado pelo médico. No pré-operatório, as técnicas vão trabalhar as tensões musculares, principalmente na região de ombro e pescoço a fim de aliviá-las e assim preparar o corpo para fazer a cirurgia de mastectomia – que é a retirada da mama com tumor”, destaca a fisioterapeuta Dr.ª Camila Amaral. O que também ocorre durante o trata-

mento quando a mulher é submetida à quimioterapia, radioterapia e cirurgia. “Com a queda dos cabelos e a retirada da mama, as pacientes tendem a ter uma alteração postural com os ombros curvados para dentro tanto por vergonha como por causa da dor. É aí que a fisioterapia entra em cena mais uma vez trabalhando todo esse lado postural”, enfatiza a fisioterapeuta. No pós-operatório não é diferente. Na verdade é quando ela se torna um dos procedimentos mais fundamentais na reabilitação. “As complicações dependem do tipo de cirur-

gia. Mas geralmente na mastectomia há comprometimento da parte dos vasos linfáticos. Como os glândulos linfáticos são seccionados para garantir que não ocorra metástase, podem ocorrer edemas nos membros superiores. Na incisão também pode surgir lesões como aderência”, explica Dr.ª Camila. Como cada organismo reage de um jeito diferente, são avaliadas as alterações funcionais para então definirem um plano fisioterapêutico. Segundo ela, o tipo de abordagem e a duração do acompanhamento vão depender de cada caso. “Para resolver esses problemas e até mesmo evitar que eles apareçam, nada melhor que boas técnicas de fisioterapia como exercícios de alongamento, relaxamento, ganho de amplitude de movimento e drenagem linfática. A fisioterapia pode ser a sua fórmula mágica no combate ao câncer de mama”.


Capa 31

www.revistasou.com

O que evitar durante o tratamento quimioterápico? Carnes processadas:

São ricas em agentes cancerígenos como produtos químicos, conservantes e nitrato de sódio. Inclusive o peito de peru.

Farinha branca:

Substituir pela integral, pois após ser refinada, os nutrientes naturais são todos destruídos. Além disso, o câncer se alimenta principalmente do açúcar na corrente sanguínea.

Amendoim e derivados:

Desde que não seja industrializado, o amendoim natural assim como as outras oleaginosas (castanhas e nozes) devem ser incluídas, pois tem ação antioxidante, um protetor contra o câncer.

Água com Gás:

As embalagens de plástico contêm bisfenol, substância que pode ser liberada pelo aquecimento da temperatura no transporte e tem ação cancerígena por desregular o sistema hormonal, favorecendo, por exemplo, o desenvolvimento de câncer de mama e próstata. O indicado é utilizar embalagens de vidro.

Refrigerantes: Além de serem compostos por inúmeros corantes artificiais e produtos químicos, são ricos em açúcar, que alimenta o câncer.

Voce esta com seus exames em dia? Você sabia que com uma alimentação saudável e prática de atividade física regularmente é possível reduzir em até 28% o risco de desenvolver o câncer de mama? E que com um diagnóstico precoce, as chances de cura podem chegar a 100%? São hábitos simples que podem salvar vidas como fazer o autoexame e evitar os fatores de risco como sobrepeso, obesidade, consumo de bebida alcoólica, fumo.. “O câncer de mama não tem um método de prevenção 100% eficaz, pois há outros fatores de risco como idade avançada e histórico familiar. Por isso, se faz necessário diagnosticá-lo o mais precocemente possível. Para isto recomenda-se que as mulheres conheçam o próprio corpo e façam o autoexame das mamas, pelo menos uma vez por mês”, orienta a médica radiologista Dr.ª Karla Bittencourt. De acordo com ela, o ideal é fazer entre o sétimo dia e o décimo dia do ciclo menstrual. Enquanto que as mulheres que já estão na menopausa devem escolher um dia para fazer todo mês. Aliado a isso entram outros exames importantes que não podem faltar na lista do check-up anual: ultrassonografia e mamografia. “Quem tem parente de primeiro grau que já

Você sabia? Com o avanço tecnológico e científico, as mulheres estão contando cada vez mais com técnicas, procedimentos e tratamentos que aliviam as sequelas de uma doença. No caso do câncer de mama, um dos maiores medos das pacientes é a reconstrução da mama. Afinal, não tem como negar que os seis é um dos principais símbolos da feminilidade. E foi assim que surgiu a Oncoplastia. Você já ouviu falar? “A Oncoplastia consiste na utilização de

teve câncer de mama, deve começar a realizar os exames 10 anos antes da data em ele teve a doença. Mas jamais deve ser feitos antes dos 25 anos. Caso contrário, é recomendado fazer anualmente a partir dos 40 anos. E tão importante como o preventivo”, afirma a médica. Ela ainda ressalta que “não há motivo para se preocupar quanto à dose de radiação da mamografia, pois é baixa e segura”. Já a ultrassonografia é mais indicada para as mulheres jovens, pois detecta melhor os tumores em mamas com predomínio de tecido fibroglandular que pode dificultar a imagem na mamografia. técnicas de cirurgia estética da mama em situações em que a paciente é portadora de câncer de mama e necessita de reconstrução. Seja na realização de cirurgias conservadoras, seja em cirurgias radicais”, explica o médico mastologista Dr. André Motoki. Segundo ele, é indicada para pacientes que não precisam fazer a mastectomia radical – a retirada completa da mama e da pele. “Não pode ser feita de forma imediata, mas é possível a realização de reconstrução tardia como após o tratamento”, explica Dr. André.

Os sinais de alerta! Nódulo único e endurecido Abaulamentos de uma parte da mama Edema (inchaço) da pele Hiperemia (vermelhidão) da pele Sensação de nódulo na axila Espessamento ou retração da pele ou do mamilo Secreção espontânea sanguinolenta ou hialina (transparente) pelos mamilos Inchaço do braço


32

Capa

Apos o diagnostico, o melhor remedio e o amor Para quem vê de longe, a batalha contra o câncer de mama parece assustadora e é. O que muitos não sabem é que mesmo depois de vencer a doença, os desafios continuam. São efeitos colaterais que requerem medicação por longos períodos, insegurança e medo que o tumor volte, impacto econômico por conta do tratamento que pode desequilibrar o orçamento financeiro.. Mas por outro lado, é uma história de superação que deixa lições de vida não só para quem enfrenta o câncer como também para a família, os amigos e todos que acompanham essa vitória. Foi assim com a empresária Léa Regina Heard Travassos. Em 2003, ela sentiu um nódulo no seio direito fazendo o autoexame no banho. Mas como estava no período menstrual e tinha displasia mamária, não se preocupou no primeiro momento. No entanto, ela sentiu de novo e mesmo com os exames em dia, ficou intrigada. O jeito foi recorrer a um novo profissional e refazer a mamografia. “Foi Graças a Dr.ª Karla Bittencourt que descobri o meu câncer. Médica radiologista, competente e cuidadosa com nós, mulheres, ela fez minha ma-

mografia e, não satisfeita, fez uma ultrassonografia mamária. A partir dali, olhando para ela, com olhar de preocupação, eu já sabia que não devia ser boa coisa”, lembra Léa. Encaminhada para o mastologista, fez a biopsia e ouviu a frase fatídica do médico: “você está com câncer!”. Porém, quem passou pela experiência conta que o diagnóstico é apenas o começo da batalha. “O nódulo era maligno com 29mm. A minha reação não deve ter sido diferente de outras pacientes. Eu me perguntava: Será que vou morrer? O que faço agora? Vou poder contar com meu marido e minha filha? Onde está a minha fé?”. Para atenuar essa dor e aflição, o único remédio chama amor. “Passado o susto, entendi que não era sentença de morte. Mesmo sendo um tumor maligno de alta agressividade, eu podia contar, sim, com meu marido, minha família, meus amigos verdadeiros e com a competência dos médicos. Minha fé foi renovada e decidi que venceria o câncer!”, conta Léa. Foram dois meses de luta pela vida entre exames e procedimentos cirúrgicos. Depois da mastectomia, o alívio: não havia metástase.

Um ano após a retirada da mama direita, por orientação médica ela também retirou a mama esquerda por prevenção. “Fiz a reconstrução das mamas, coloquei novos silicones e hoje me sinto completamente recuperada e feliz. Aprendi e compreendi que somos totalmente capazes de nos adaptar e enfrentar situações que fogem dos nossos sonhos e metas. E percebi que podemos sair melhores e mais fortalecidos com todas as experiências de vida. Aprendi que a nossa vida é fascinante e vale a pena lutar por ela a cada segundo”.


www.revistasou.com

33


34

Receita Bom Apetite

Siri

Chef Soraia Marracini, Restaurante Casa Marracini

■ A palavra “siri” vem do termo tupi “si’ri”, que significa correr, deslizar, andar para trás. Estas espécies vivem em todo o mundo em ambientes marinhos e em estuários (zona de transição entre o mar e rios). São diferenciados dos caranguejos por seu último par de patas que assumem a forma de nadadeiras, dando-lhe uma capacidade de locomoção em ambientes aquáticos que seus primos caranguejos não têm. Sua carne é muito consumida e apreciada, principalmente em cidades litorâneas. Além de muito saborosa, ela é rica em proteínas, vitamina A, vitaminas do complexo B, vitamina C, zinco, sais minerais e bastante cálcio, sendo muito aconselhada para idosos com problemas nos ossos e articulações. É também pouco calórica, ótima para quem quer perder ou manter peso. Pode ser usada em salgados, moquecas, muma, na nossa torta capixaba e nesta delícia que vou passar para vocês agora.

Drª.Mariana M CASQUINHA DE SIRI

Ingredientes: Para a casquinha de siri

GRATIDNeADr Am a t o l o g i s t

■ 400 g de siri desfiado ■ 100 ml de azeite de oliva ■ 60 g de alho picado ■ 60 g de cebola picada ■ 60 g de tomates sem pele e sem sementes picados ■ 60 g de coentro picado ■ 60 g de limão ■ 60 ml de leite de coco ■ 30 ml de óleo de urucum ■ Catupiry ■ 4 unidades de casquinha de siri ou 4 ramequins ■ Sal e pimenta à gosto

Para a farofa de alho

■ 60 g de alho picado ■ 200 g de farinha de mandioca ■ Manteiga e azeite o quanto baste ■ Sal e pimenta à gosto ■ Se quiser a farofa vermelhinha, acrescente óleo de urucum

Dica da chef Se preferir sem o catupiry, pode ser servida sem gratinar, apenas com a farofa que também fica muito bom.

Preparo:

Aqueça o azeite com o óleo de urucum e doure a cebola, depois o alho e por último o tomate. Acrescente o siri, refogue um pouco e junte o suco de limão, o leite de coco e acerte o sal. Acrescente o coentro. Coloque dentro das casquinhas, ou dos ramequins, aperte e faça uma camada com o catupiry. Leve ao forno para gratinar. Enquanto isso faça a farofa aquecendo o azeite e a manteiga, doure o alho levemente e acrescente a farinha mexendo sempre. Acerte o sal e sirva com a casquinha e rodelas de limão.

27 3261-1616 fb.com/casamarracini


Revista Sou 35

www.revistasou.com

Microagulhamento:

novo método para rejuvenescimento da pele O microagulhamento é uma técnica já conceituada e sedimentada no mercado. Ela consiste em causar microperfurações na pele do paciente através de um rolo específico todo agulhado que estimula a regeneração celular por meio do processo de cicatrização, proliferação de células-tronco e formação de fibras de colágeno. O resultado? Pele mais viçosa, luminosa e jovem.

Indicações - Fotoenvelhecimento - Cicatrizes de acne, de queimadura, cirúrgicas -Tratamento de estrias, celulite e melasma - Melhora da textura da pele (poros dilatados) - Combate rugas e flacidez - Auxilia na deposição de substâncias terapêuticas nas camadas mais profundas da pele (drug delivery)

Resultados

Drª.Mariana Machado Gomes Dermatologista Adulto e Infantil

CRM 10477 - ES | RQE 8598 mariana-machado@hotmail.com

Drª.Mariana Mach É possível perceber uma melhora após dois meses, uma vez que o “amadurecimento” do novo colágeno é um processo lento. Dentro de duas a quatro sessões, já é notória a diferença na pele. Mas é preciso dar um intervalo de seis a oito semanas entre elas.

Procedimentos:

Machado Gomes Dermatologista Adul Clínica IGG - Guarapari/ES - 27 3361.0947 Rua Fernando de Abreu, 19 São Judas Tadeu - Próxima à Igreja Batista

- Toxina Botulínica - Preenchimento Cutâneo - Peelings Químicos - Microagulhamento per-cutâneo

a Adulto e Infantil

Vitória/ES - 27 3225.4488 Av. Nossa Senhora da Penha, 367 Praia do Canto


36

Entrevista

Duas décadas de amor à

música por Lívia Rangel

■ Música Clássica na veia e sentimento na voz. Esse sempre foi o seu maior incentivo para investir na carreira de cantor lírico e jamais desistir do sonho de se tornar maestro. Inárley Carletti se encontrou nos corais do município e hoje é referência a nível nacional quando o assunto é ópera. Como o Brasil não tem muita tradição nesse gênero musical, o jeito é buscar o aprimoramento fora do país. E não foi diferente com o nosso Maestro. Inárley está mestrando em Direção de Orquestras em Viena na Áustria. Isso sem falar no trabalho vocal que requer muita dedicação, já que a voz de um cantor lírico precisa ser bem trabalhada. Já são 20 anos de carreira, centenas de apresentações, dezenas de corais, uma escola de música e agora inovando o conceito de cultura com os Concertos das Estações. Mesmo diante da ausência de incentivo e políticas públicas para os artistas, ele soube reger um caminho de cantos e encantos em Guarapari. Revista Sou - Como descobriu o dom para a música? Inárley Carletti – Na década de 80, ainda criança, vi Pavarotti pela primeira vez na TV. Fiquei alucinado. Comecei a imitá-lo e logo recebi

o título da “criança que tinha uma voz diferente, aguda e afinada”. Meus pais não tinham condições financeiras de me matricular em uma escola de música. Então, quando fiz 15 anos, resolvi trabalhar e pagar os meus estudos. Infelizmente, o meu trabalho como balconista de material de construção não me garantiam o valor necessário. Então resolvi montar um coral na igreja com uma pequena mensalidade. Por que optou por ser maestro? Confesso que achava a profissão um pouco estranha, aquela pessoa “balançando os braços”. Eu sempre achei que a orquestra tocava sozinha. Mas quando comecei a estudar música e a trabalhar com o coral da igreja, percebi que não era bem assim e notei a importância de estudar regência. Depois que terminei a minha primeira graduação em canto, pois não poderia perder o timbre vocal que estava sendo moldado, resolvi estudar regência coral. Fiquei tão deslumbrado com a técnica do maestro, que ingressei na regência orquestral, o estudo mais difícil da música. Qual a sua formação? Iniciei os estudos no Conservatório de Música de Cachoeiro de Itapemirim. Depois, a con-


Entrevista 37

www.revistasou.com

A música representa que estou no caminho certo, que apesar das dificuldades, nunca devemos deixar um sonho adormecido. Vale a pena plantar cada semente, pois a certeza da colheita um dia chega

vite da cantora lírica Neyde Thomas ingressei na Escola Superiora de Belas Artes em Curitiba. Sou bacharel em canto lírico pela Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames) e em regência orquestral pelo Conservatório Brasileiro de Música no Rio de Janeiro. Além de extensão em Polifonia Vocal na Espanha e Técnica em Ópera no Scalla de Milão na Itália. Agora mestrando em Direção de Orquestras em Viena na Áustria. Qual a parte mais difícil em se fazer um mestrado fora do país? O mestrado está sendo o curso mais difícil que já fiz. A dificuldade não está nas matérias, mas sim na comunicação do idioma – Deutch (Alemão). Porém, a experiência em estar na cidade mais clássica do mundo, estudando com os melhores, me dá muita força, inspiração e vontade de aprender tudo o que estiver ao meu alcance. Inclusive, algumas ideias do concerto de primavera vieram de lá. E como surgiu a ideia de promover o Concerto das Estações? Com o sucesso dos corais Clássico Allegro e Cantos e Encantos de Guarapari, achava muito longo ensaiar apenas para as apresentações corporativas e de Natal. Como aqui na cidade e no

estado não tinha eventos desta natureza, resolvi criar a série das estações sempre trazendo essa atmosfera típica de cada época para o palco e para as músicas.

se consolidar de fato, acredito que poderemos ter novos horizontes e sonhar com projetos sólidos principalmente para crianças e adolescentes de baixa renda.

Como você avalia a cultura hoje em Guarapari? Guarapari tem um celeiro cultural enorme, mas faltam investimentos, incentivos, interesse. Isso nos faz caminhar a passos lentos. Estamos com projetos maravilhosos, de ressocialização por meio da música, mas precisamos de muitas mãos juntas para alcançar esses objetivos. Maestro sozinho não faz orquestra. E um povo sem cultura, é um povo morto.

Qual o seu conselho para essas crianças e jovens que também sonham em ser artistas? Não desistam dos seus sonhos. Não importa a idade. Pais, incentivem seus filhos a estudar algum instrumento musical. Você vai se surpreender com a educação, a concentração, a disciplina que se aprende e leva para toda a vida. E quando conseguimos de alguma forma ajudar crianças que apesar do talento não possuem condições de estudar música, escutar o som emitido por cada um é de arrepiar a alma, porque você sente no olhar delas a vontade de aprender.

Qual a parte mais difícil em se viver da música? Não temos políticas públicas capazes de apoiar bons projetos. Sempre fui contra a prostituição musical, no qual artistas aceitam fazer projetos e apresentações por valores simbólicos. A música é considerada a sétima arte, a mais bela, e deveria ser mais valorizada. Em nossa cidade estão surgindo algumas ações que começam a surtir efeito, como o credenciamento de grupos e bandas no setor público. Quando o Conselho da Cultura

O que a música representa na sua vida? Difícil responder, mas vou tentar sintetizar em apenas uma frase: “trabalhe com o que goste e você não terá que trabalhar um dia sequer na sua vida”. A música representa que estou no caminho certo, que apesar das dificuldades, nunca devemos deixar um sonho adormecido. Vale a pena plantar cada semente, pois a certeza da colheita um dia chega, e como chega..


o d n i r o ol h s CS on o

38

Viva Melhor

por Lívia Rangel

■ Qual mulher nunca sonhou em ser mãe? A gravidez é um dos desejos mais cobiçados entre o sexo feminino independente de raça, cor, religião, classe social, idade... Em alguns casos, essa experiência se torna ainda mais nobre: quando a maternidade vira uma verdadeira missão de Deus. Afinal, ser mãe já é um dom divino. Mas ter um filho especial é presenciar um “milagre” a cada dia. É como definem as próprias mães de crianças com síndromes raras. Não tem como negar que a descoberta é um choque. Mas depois, elas contam que há dois caminhos: o das lamentações ou o das superações. E foi trilhando amor, paciência e fé que hoje essas três mulheres colhem sorrisos, vitórias e bênçãos.

Rose Toledo, Desireé Merigueti e Shirlei do Nascimento optaram por colorir ainda mais esse sonho. Em julho, elas criaram um grupo no whatsapp para compartilhar informações, dicas, dores, dificuldades e os avanços. E foram além, também promoveram o primeiro passeio de inclusão em agosto com direito a trenzinho, palhaço, mágica e picnic na área externa do Radium Hotel. “Eu vi um grupo parecido no facebook de São Paulo. Lá, eles organizaram uma corrida com crianças especiais. Então, pensei em fazer em Guarapari. Porque as famílias de crianças com necessidades, principalmente, as mães acabam anulando a vida social. E foi quando surgiu a ideia de promover inclusão, acessibilidade e lazer”, conta Rose.

Intitulado “Colorindo Sonhos”, agora o grupo já conta com um calendário mensal de atividades. No momento estão divulgando a campanha “Plante Amor, Colha Acessibilidade”. “Consiste na doação de tampinhas plásticas e lacres de latinhas que serão trocadas por cadeiras de rodas para pessoas com pouca ou sem nenhuma mobilidade”, explica Desireé. Juntas, elas se ajudam e ainda encontram forças para dar suporte a famílias que passam pelo mesmo desafio. “É impressionante como a gente começa a dar valor às pequenas coisas, porque quando nossos filhos aprendem a fazer um gesto que para gente é simples, mas para eles é como presenciar um milagre a cada dia”, destaca Shirlei.

Sobra amor, falta informação Até os cinco meses, tudo estava normal. Mas todos sabem como é mãe, né? Qualquer atitude diferente é suspeita. E foi assim com Davi. Rose percebeu que ele estava perdendo o que já tinha aprendido, como sustentar o pescoço e ficar de bruços. Foi quando começou a saga aos médicos. No início, os pediatras diziam que era normal até que começaram as convulsões. Eram 60, 70, 80 por dia. “Depois de diversas consultas, chegamos ao diagnóstico: Paralisia, Síndrome de West e hipótese de Miopatia Mitocondrial. São doenças genéticas, degenerativas e neurológicas sem tratamento, sem cura e com expectativa de vida de 3 anos”, lembra Rose. Os médicos diziam que ela só podia tentar melhorar a qualidade de vida do Davi. Mas Rose não se conformou e até hoje busca um tratamento para Davi. “Eu não podia aceitar. Deus tem um propósito para Davi.

Já fizemos diversos exames que já foram para Estados Unidos, Alemanha, Holanda. Davi tem uma mutação única no mundo. Então o que eu puder ajudar nas pesquisas em busca de alternativas, eu vou fazer”. Para ela, o mais difícil é a falta de informação pelos próprios médicos. “A gente chega para uma consulta e nós temos que explicar a doença. Muitos não sabem nem como lidar com Davi”, ressalta. Em contrapartida, o maior aprendizado é respeitar o próximo. “Nós temos que aprender a lidar com preconceito, cobrança, desinformação, falta de acessibilidade”. Hoje, Davi está com 4 anos. Com ajuda de medicamentos, as convulsões reduziram para 8 a 10 por dia. Ele não tem sustentação do corpo, não fala, se alimenta por sonda. Mas nada disso impede dele sorrir, viver e ser feliz. “Davi ensina o amor. Ele uniu muito a minha família,

principalmente meu marido Gelbes, meu filho Lucas e minha mãe Rita. Eles são meu alic e r c e ”, afirma Rose.

Rose com o marido Gelbes e os filhos Lucas e Davi.


Viva Melhor 39

www.revistasou.com

Mais respeito, menos cobrança O pequeno João Gabriel já nasceu dando um susto em Desireé. Ele demorou para dar aquele famoso chorinho e surpreendeu a família quando notaram um hemangioma em todo o lado direito do corpo, da cabeça aos dedinhos do pé. Do hospital foi para pesquisas, consultas, exames até que constatou que ele era portador de Sturge Weber. Uma síndrome rara, que atinge um recém-nascido em cada 50 mil. Uma doença congênita e neurológica causada pela má formação de um dos lados do cérebro. Associada a glaucoma, com 38 dias de vida ele já foi submetido à primeira cirurgia. Com cinco meses começaram as crises convulsivas que só diminuíram aos 3 anos de idade. Hoje, ele tem 6 anos. Mas com uma

idade mental de uma criança de 3. “João toma seis remédios por dia para controlar as convulsões. Tem dificuldade na fala, o olho direito é comprometido pela mioDesireé co m o espo so José F pia, a dentição é alterada, anda os filhos Is ernando e adora e Jo ão Gabrie mancando com pouco equilíbrio l. e ainda assim é pura alegria! É um aprendizado enorme, porque temos que controlar a nossa expectativa e respeitar o tempo presentes. “É emocionante ver o amor que todele. Ele aprendeu a andar, por exemplo, com 3 dos têm por ele. Isadora, que só tem 15 anos, já anos. E cada aprendizado é uma vitória”, conta abriu mão de muita coisa pela saúde do irmão. A gente sofre muito com as cobranças, princiDesireé. E ela não está sozinha nesta luta, conta palmente da sociedade. Não é fácil, mas o imcom o apoio da filha Isadora e do marido José portante é ter a consciência de que doamos o Fernando. Além dos sogros que estão sempre nosso melhor”.

Com apoio, mas sem acessibilidade Matheus já nasceu lutando pela vida. Com parto prematuro, ele teve parada cardíaca, infecção bacteriana e passou seus dois primeiros meses de vida no hospital. Para Shirlei, era um procedimento normal por ter nascido de seis meses. Porém, só mais tarde veio o diagnóstico em uma consulta que seria de rotina: Paralisia Cerebral. “Matheus já estava com quatro meses e até então ninguém tinha me falado nada. Na hora foi um choque, mas depois a gente descobre uma força e uma fé que nem nós mesmos sabíamos que tínhamos”, conta Shirley. O pai não aguentou a pressão e hoje ela conta com a ajuda do filho mais velho Luiz Felipe, 22 anos. “Ele é meu braço direito, meu braço esquerdo”, diz a mãe coruja. Matheus está com 5 anos, usa cadeira de rodas e tem o desenvolvimento intelectual tardio. Frequentou a Pestalozzi por dois anos e hoje estuda em escola da rede municipal. Para Shirlei, uma das principais dificuldades é a falta de acessibilidade. “Eu ando muito de ônibus, mas nem todos têm a boa vontade de ajudar. As calçadas também não são acessíveis. É

Plante Amor Colha Acessibilidade Doe tampinhas plásticas e lacres de latinha. A sua doação será trocada por cadeiras de rodas para pessoas com pouca ou nenhuma mobilidade. De pouquinho em pouquinho enchemos a garrafa e faremos alguém feliz! Fazemos o bem sem ver a quem, esse é o nosso lema. Contribua você também!

Shirlei co m os fil Felipe e M hos Luiz atheus.

complicado sair com Matheus”. E mesmo que pareça démodé, não tem como negar que ele veio para unir a família. “Meus pais, irmãos, cunhadas, todo mundo ajuda muito. Eles têm um carinho enorme por Matheus. Ele é a prova viva do amor de Deus. Eu digo que ele me salvou, veio para dar o rumo certo na minha vida. Sem ele, nem sei se eu estaria mais aqui”.

Informações: Desireé - 27 9 9527.4693 Rose - 27 9 9816.5775 Shirlei - 27 9 9880.3854


40


Viva Melhor 41

www.revistasou.com

Contagem regressiva

para o verão: ■ No dia 21 de dezembro começa a estação mais esperada pela maioria dos brasileiros: o verão. E com ele vem a vontade de ficar em forma, não é mesmo? Afinal, a combinação sol, praia e piscina deixa os corpos à mostra. Mas calma, não precisa se desesperar! Ainda dá tempo de dar um up no visual para brilhar na estação mais quente do ano. Claro que não existem milagres, mas adotando novos hábitos você vai se sentir mais confiante para desfilar com seu biquíni ou sunga. Para começar, é hora de mudar o visual. Um corte de cabelo tem o poder de transformar a pessoa radicalmente. Ele pode afinar o rosto,

rejuvenescer e até mesmo ser o pontapé inicial para um novo estilo. Então, fique atento as tendências de cortes e cores para este verão com o proprietário do Salão Golden Hair, Cristiano Gomes de Oliveira. Também vale a pena recorrer aos tratamentos estéticos para acabar com os vilões como celulite, estria, flacidez e gordura localizada. Além dos procedimentos para recuperar a vida da pele.

Tudo isso você encontra na Clínica Bem-Estar. A fisioterapeuta dermato-funcional Roberta Louzada traz as novidades do mercado até você. Finalizando, é preciso mudar a alimentação e adotar um treino de pelo menos uma hora por dia. Mas como o tempo é curto, opte por uma atividade com resultados mais rápidos. Uma boa dica é o Crossfit. Então, que comece a contagem regressiva...

Curto ou bagunçado? Ruivo, platinado ou dourado?

Qual o seu look nesta estação?

Se o objetivo é se preparar para o verão, nada melhor que um bom corte e novas cores para transformar o visual. Então fique atento às tendências! A Revista Sou conversou com um dos melhores especialistas no assunto: o proprietário do salão Golden Hair, Cristiano de Oliveira.

Os cortes Com o calor da estação, não tem como resistir a um corte mais curto. Neste verão, um dos looks que vai bombar é justamente o Pixie Cut. “Aquele corte tipo Joãozinho. A feminilidade no visual fica por conta da franja, que pode ser desfiada, curta ou na altura do queixo”, explica. Outro que também está em alta é o Messy Hair. Traduzindo para o português, “cabelo bagunçado”. “Geral-

Messy Hair

Pixie Cut

mente na altura do ombro, bem desconectado e prático. Aquele corte que lava, amassa e está pronto para sair”. Porém, mesmo com as temperaturas lá no alto, os cabelos longos fazem a cabeça da mulherada. Neste caso, a dica é abusar o rabo de cavalo baixo. “Simples e elegante, o penteado permite variações: dividido ao meio, com risca lateral, com volume ou com efeito bem liso”. Rabo de Cavalo

Cabelos & Estética

Crhistiano Oliveira

27 3262-9053 | 27 9 9848-1645 Getúlio Vargas, Ed. Diamante Sobreloja 03 - Centro

As cores Pintar ou não pintar o cabelo? Essa é uma dúvida constante entre as mulheres. Então a primeira dica para não se arrepender é procurar um bom cabelereiro. E se você quer entrar na moda descubra qual das tendências combina mais com o seu estilo: ruivo, platinado ou dourado? “As ruivas vem com força total em dois tons: ruivo variante e cobre. São cores de personalidade”, ressalta Cristiano. Os platinados também continuam em alta. “Essa tendência é para quem tem coragem, pois é uma

mudança radical. Para chegar ao tom é necessário descolorir as madeixas”. Já o loiro dourado volta com tudo. “O mais importante é ter cuidado para não ficar muito caricato. Para manter o aspecto natural do loiro é preciso manter mechas bem finas e levemente clareando para as pontas”, alerta Cristiano. E aí: qual tem a sua cara?


42 Viva Melhor

As novas armas contra os

vilões do verão

Depois de mudar o visual, chegou a hora de recorrer aos tratamentos estéticos para potencializar os resultados e acabar com os vilões do verão. Nada de gordura localizada, celulite, estria ou flacidez. Em Guarapari, quem tem trazido as novidades do mercado até você é a Clínica Bem-Estar. “Faltam menos de dois meses para verão. Antigamente, realmente seria difícil conseguir ficar em boa forma em tão pouco tempo. Mas, hoje, com os avanços tecnológicos, não só em máquinas e equipamentos, mas também em estudos e pesquisas, é possível”, garante a fisioterapeuta dermato-funcional Roberta Louzada. Para começar, que tal perder até 15 kg em um mês? Isso mesmo, não é mentira nem brincadeira. É o tratamento chamado 5S. São cinco segredos que vão resultar em emagrecimento com saúde. “É um método diferenciado e inovador com três fases em 90 dias. O primeiro mês é o da perda, o segundo é a manutenção e o terceiro, a reeducação”, explica Roberta. Dra. Roberta Louzada de Oliveira Fisioterapeuta - crefito 2/36203-F Dermato-Funcional 27 3362-1749 27 9 9970-1591 Av. Davino Mattos, 445 Centro - Guarapari/ES roblouzada@gmail.com

Medicina Estética - Aplicação de Toxina Botulínica (botox) - Preenchimento Facial - Peelings - Esclerose de vasos - Intradermoterapia (mesoterapia) para envelhecimento facial e celulite

Dra. Regina Saul Levy - CRM-ES 7253

E quais são esses cinco segredos? Primeiro, uma dieta personalizada com acompanhamento nutricional e consultoria diária. “Esse contato constante estimula o paciente a não sair da dieta além de ser um canal direto para tirar dúvidas e trocar informações”. Depois vem a ajuda dos nutracêuticos. “São compostos retirados dos alimentos que trazem benefícios à saúde , suprindo as carências nutricionais, prevenindo e tratando doenças”. Tudo isso associado a um trabalho de reequilíbrio do metabolismo com a desinflamação e reprogramação do hi-

potálamo, responsável pelo controle metabólico, regulador das emoções, controlador da fome e da sede e da temperatura corporal. “Quando está em descontrole, gera ansiedade, fome, compulsão. Mas se estiver em equilíbrio, será mais fácil passar pela reeducação alimentar”, destaca Roberta. Para finalizar, os tratamentos estéticos entram em cena para queimar a gordura localizada, estimular a renovação celular e combater estrias, celulites e flacidez. “O objetivo é manter o peso e evitar o efeito sanfona. Se começar agora, você já vai chegar no verão com o peso desejado”.

Gordura Localizada Criolaserlipólise

Celulite Ondas de Choque

Em parceria com a super Top Rose Moreth, profissional já reconhecida nacionalmente com seus resultados fantásticos de criolipólise, oferecemos os melhores tratamentos com os melhores resultados. Trabalhamos com a Criolaserlipólise Diamantado, técnica criada por ela mesma que proporciona perda de maior percentual de gordura em cada sessão realizada. O laser acelera o metabolismo celular favorecendo resultados mais avançados

Estria – Striort “Uma técnica que utiliza um programa de vacuoterapia associado a produtos ortomoleculares que vão ajudar na regeneração do tecido, melhorando o aspecto e normalizando a pele”

“As ondas de choque conseguem destruir os nódulos de celulite ativando a circulação sanguínea e eliminando as toxinas, o que melhora o aspecto da pele além de combater a flacidez”

Flacidez Radiofrequência “É o que lidera hoje no mercado. O aparelho transmite ondas eletromagnéticas que atuam diretamente na estimulação do colágeno e do enrijecimento do tecido. Associado à corrente russa, também terá um fortalecimento do músculo melhorando o resultado”


Viva Melhor 43

www.revistasou.com

CrossFit: resultado e saúde no mesmo treino por Lívia Rangel

E não podemos esquecer da atividade física. Por isso, é hora de suar a camisa com o Crossfit. Um treino que trabalha todas as aptidões físicas independente de idade, peso ou experiência. O importante aqui é chegar ao seu limite em carga e em intensidade a fim de acelerar o metabolismo, melhorar o condicionamento físico e perder alguns quilinhos. “É um treino com grande variedade de movimentos funcionais, o que já quebra a monotonia das rotinas tradicionais de exercícios. Essa variação combinada à alta intensidade resulta em melhorias

no condicionamento cardiorrespiratório e muscular, além de queimar muitas calorias em curto prazo”, explica o profissional de Educação Física Eloy Gomes Martins. E o mais importante é que além de chegar em forma na estação mais aguardada do ano, você ainda emagrece de forma saudável. “Ao treinar para aprimorar o seu condicionamento físico, consequentemente está treinando para melhorar a sua saúde ao desenvolver diversas capacidades na mesma atividade: força, resistência cardiorrespiratória, resistência muscular, velocidade, potência, coordenação, agilidade, equilíbrio, flexibilidade e precisão”, destaca o profissional de Educação Física Joel P. Jesus Júnior. Das modalidades esportivas, é a mais completa porque reúne diversas técnicas no mesmo treino: levantamento de peso, ginástica olímpica, exercícios de força e da parte cardiorrespiratória. E o melhor, um treino médio gasta mais de 1200 calorias. Está esperando o quê? Quer

chegar no verão com tudo em cima? Então comece hoje mesmo!

Mais informações: 27 99519-2828 Facebook: CrossFit Guarapari


44 Esporte

Guara

ouro por Lívia Rangel

Maria Eduarda Medeiros Berger 14 anos | 52,5 kg Categoria médio | Faixa Laranja Patrocínio: MJR Construction

■ O Jiu-Jitsu é um esporte de origem indiana e japonesa do século XVII. É considerada uma das artes marciais mais tradicionais, criada por monges budistas e aperfeiçoada por samurais. No Brasil, teve sua popularização através do atleta Carlos Gracie. Em Guarapari, quem está fazendo história é o atleta, treinador e campeão Thiago Oliveira. São 20 anos de prática, 16 como treinador e 8 à frente da própria equipe Striker. São 500 atletas ao todo. Destes, 100 são de Guarapari. O restante é das filiais em Anchieta, Piúma, Alegre, Guaçuí, Vila Velha, São Mateus, São José do Calçado, Nova Venécia e Pedro Canário. A equipe é filiada à Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu e Federação Espírito Santo de Jiu-Jitsu. “Eu comecei por hobby e me apaixonei. Quando vi já estava envolvido até a cabeça. Na faixa roxa, já comecei a ser instrutor. Com 20 anos, já puxava aula para os pequenos. Eu fazia parte de outras equipes e competia, mas sempre tive o sonho de montar a minha família Striker. Em 2008, esse sonho virou realidade”, conta Thiago – que é faixa preta 2º grau. Um sonho compartilhado com centenas de atletas que dão show no tatame seja em nível estadual, nacional ou mundial. Guarapari é ouro na certa. São 50 competidores ativos na cidade. Dos 12 que foram para o mundial em julho, oito consagraram-se campeões. “É resultado de muita dedicação, esforço e treino”, destaca Thiago.

No tatame: eles dividem o amor pelo esporte Letícia Wambier 17 anos | 57 kg Categoria médio | Faixa Azul Sem patrocínio

João Bosco Sousa Calil 17 anos | 58,5 kg Categoria peso pluma | Faixa Azul Patrocínio: Academia Pepê Apolo, Simões Contabilidade, Idealy Construtora, Nutrex Suplementos

Dividida entre os livros e os treinos, ela é campeã mundial de Jiu-jitsu 2016. Letícia treina desde os 14 anos. Antes, chegou a fazer quatro anos de Muay Thai. “Entrei para ter uma base de chão, mas acabei gostando e ficando”, conta a atleta que já coleciona mais de 20 medalhas. Só no estadual, já ganhou subiu ao pódio mais de 10 vezes. Nas “horas vagas”, tem que estudar. Afinal, ela presta vestibular neste ano e também precisa ser ouro. “Eu estou dividida entre Direito e Medicina. Mas o que quero mesmo e seguir carreira no Jiu-Jitsu”, revela.

Foi no tatame onde ele se apaixonou não só pelo esporte, como também pediu sua atleta preferida em namoro. Uma união que já dura dois anos. João Bosco nunca perdeu uma etapa estadual desde a faixa branca. Difícil até de contar quantas medalhas tem em casa. A resposta? “Mais de 30”, diz orgulhoso. Vice-campeão no brasileiro deste ano, a consagração veio no mundial com o ouro. “Eu sempre começava a fazer esporte e parava. Foi assim com o futebol, natação, Muay Thai. Mas com Jiu-Jitsu é diferente. É uma paixão mesmo”, afirma o atleta.


Esporte 45

www.revistasou.com

apari é

no Jiu-Jitsu Um sonho em comum: ser atleta profissional Darik Vieira Baiense 16 anos | 64 kg Categoria pena | Faixa Azul Patrocínio: Adega, Fitbox, Massoterapeuta Débora, Nutrex Suplementos

Depois de um ano parada, ela voltou com tudo. Os três anos de dedicação valeram a pena. Maria Eduarda fez dobradinha neste ano: é campeã brasileira e mundial. Começou por incentivo do tio e primo, mas tomou gosto mesmo quando ingressou no projeto social do Portal. “Eu cheguei a tentar balé, mas não é o meu estilo. Minha casa é no tatame. Quando a gente ganha é uma emoção muito grande, porque a gente não imagina que pode ir tão longe. E eu quero mais, quero seguir carreira no esporte”, destaca. Hoje, são 15 medalhas contando estadual e sul-americano.

Darik treina desde criança. O contato com o esporte começou aos 6 anos. E ele revela: “Jiu-Jitsu vicia. Depois que começa, é difícil parar”. Campeão mundial, sul-americano e brasileiro, ele conta que a arte marcial é um grande aprendizado. “É muita disciplina, concentração, controle. Meu sonho é ser campeão na faixa preta. É difícil, porque não temos muito patrocínio. Apenas apoio de alguns colegas. Mas não é impossível”, disse Darik. E ele está no caminho certo, pois já tem mais de 40 títulos na bagagem e muita história ainda para contar.

Dedicação e garra: o caminho para o pódio Juliana Campos de Araújo 30 anos | 81 kg Categoria super pesado | Faixa Azul Patrocínio: Enjoy, Nutricionista Emanuele Simões, Forninho Light De manhã, ela trabalha pelas ruas da cidade como gari. À tarde, troca o uniforme pelo kimono e cai dentro. Juliana treina desde 2012. Mas este ano foi a primeira vez em que participou de uma competição em nível mundial. E já começou com o pé direito: ganhou o brasileiro e o mundial. O segredo para o sucesso? Ela revela em apenas uma palavra: “dedicação”. No começo, entrou no esporte por questões de saúde. Mas com o tempo, os treinos se tornaram uma paixão. “Quando estou trabalhando, fico contando os minutos para chegar aqui no tatame e lutar”.

Lucas de Alencar 17 anos | 69 kg Categoria leve | Faixa Azul Patrocínio: André Alencar Stockler Depois de dois anos treinando, a realização de um sonho. Lucas foi bronze no mundial. A meta agora é intensificar os treinos para subir mais dois degraus no ano que vem. “Terceiro lugar já é uma grande vitória, porque o nível técnico dos atletas é muito alto. E para mim serviu como um empurrão para pegar mais pesado, me dedicar mais, para conseguir mais um título e desta vez de ouro”, enfatiza o atleta que já possui mais de 20 medalhas entre estadual e sul-americano. “Eu quero chegar na faixa preta e ser campeão. Um sonho que depende só de mim e vou conseguir”.

Os benefícios Defesa pessoal – é uma modalidade que visa mais técnica que força. Você pode imobilizar uma pessoa com um peso maior que o seu, por exemplo. Diminui o estresse – toda atividade física promove um bem-estar por conta da liberação da endorfina, um hormônio que regula a emoção e relaxa o corpo. Define o corpo – algumas posições necessitam do movimento de vários músculos e essa força ajuda a tonificar o corpo, principalmente abdômen, pernas e braços. Aumenta a resistência – como alia exercícios no chão e aeróbico, proporciona grande melhora na respiração e na capacidade cardiovascular. Melhora os reflexos – como o atleta tem que estar atento aos movimentos do adversário para se defender e até mesmo atacar, desenvolve os reflexos e a coordenação motora. Ajuda no emagrecimento – em uma aula de 90 minutos, o praticante pode perder de 500 a 1000 calorias além de acelerar o metabolismo e aumentar a flexibilidade.


46

Política

10 medidas

para acabar com a

corrupcao por Marcos Siqueira

■ Corrupção. Essa palavra se tornou recorrente no dia a dia dos brasileiros que passaram a acompanhar as várias denúncias, principalmente da Operação Lava Jato, de crimes contra o patrimônio público envolvendo agentes do Estado e de empresas privadas. E foi a partir das experiências adquiridas em investigações criminais, como a Lava Jato, que membros do Ministério Público Federal (MPF) em Curitiba começaram a desenvolver propostas de alterações legislativas para combater a corrupção e a impunidade no Brasil. A reunião destas propostas culminou na Campanha “10 Medidas Contra a Corrupção”, que originou um projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados, em Brasília. Mas o que é corrupção? Segundo o procurador da República e coordenador

estadual da campanha, Ercias Rodrigues de Sousa, “corrupção designa uma conduta que causa lesão à fazenda pública e ao mesmo tempo, enriquecimento do corrupto”. O procurador explica que as 10 medidas se dividem em três eixos principais: prevenção, melhor repressão e maior rapidez na recuperação do dinheiro desviado. “Também queremos dar mais transparência aos processos, divulgando as estatísticas e informações”. Outro ponto importante é que os condenados em 2ª instância já comecem a cumprir a pena. As possibilidades de recursos e a demora nos processos acabam contribuindo com a sensação de impunidade. “No Brasil, temos quatro instâncias. Depois dos juízes Federais de direito, é possível recorrer nos Tribunais de Justiça (2ª instância), Superior

Tribunal de Justiça (3ª instância) e Supremo Tribunal Federal (4ª instância). A ideia é que o andamentos dos processos durem em média três anos na primeira instância e até um ano nas demais”. Para que a campanha se tornasse um projeto de lei, mais de 2 milhões de assinatura foram coletadas em todo o país. Aqui no Espírito Santo, foram mais de 46 mil. Agora cabe ao Congresso aprovar as medidas. Para o procurador, é importante conscientizar o brasileiro para que os resultados apareçam. “Nenhuma sociedade conseguiu eliminar a corrupção. Países como a Dinamarca ainda apresentam índices desse crime, mas a percepção é menor. Precisamos mudar a cultura da corrupção e isso vários países conseguiram”.


Política 47

www.revistasou.com

Conheça um pouco das 10 medidas contra a corrupção! 1. Prevenção à corrupção, transparência e proteção à fonte de informação

5. Celeridade nas ações de improbidade administrativa

9. Prisão preventiva para evitar a dissipação do dinheiro desviado

Essa medida visa realizar simulações de situações com o objetivo de testar a conduta moral do agente público, sem que ele tome conhecimento. Além disso, objetiva estimular o investimento em publicidade voltada a estabelecer uma cultura de intolerância à corrupção e estimular a denúncia de casos de corrupção.

Adoção de uma defesa inicial única (hoje ela é duplicada), após a qual o juiz poderá extinguir a ação caso seja infundada. Criação de varas, câmaras e turmas especializadas para julgar ações de improbidade administrativa e ações decorrentes da lei anticorrupção.

Propõe a criação da hipótese de prisão para permitir a identificação e a localização da quantia desviada ou para evitar que sejam utilizados para financiar a fuga ou a defesa do investigado ou acusado.

2. Criminalização do enriquecimento ilícito de agentes públicos

6. Reforma no sistema de prescrição penal

10. Recuperação do lucro derivado do crime

A dificuldade de provar a corrupção garante a impunidade e incentiva o comportamento corrupto. A criminalização do enriquecimento ilícito garante que o agente não fique impune mesmo quando não for possível descobrir ou comprovar quais foram os atos específicos de corrupção praticados.

3. Aumento das penas e crime hediondo para corrupção de altos valores As penas que hoje são de 2 a 12 anos passam a ser de 4 a 12 anos, podendo variar entre 12 e 25 anos quando os valores desviados ultrapassam R$ 8 milhões. A corrupção envolvendo valores superiores a cem salários mínimos passa a ser considerado crime hediondo, não cabendo o perdão integral ou parcial da pena.

4. Aumento da eficiência dos recursos no processo penal Alterações pontuais do Código de Processo Penal (CPP) e uma emenda constitucional com a possibilidade de execução imediata da condenação quando o tribunal reconhece abuso do direito de recorrer.

A medida seis promove alterações em artigos do Código Penal que regem o sistema prescricional, com o objetivo de corrigir distorções do sistema. As mudanças envolvem a ampliação dos prazos da prescrição da pretensão executória e a extinção da prescrição retroativa.

7. Ajustes nas nulidades penais A medida sete propõe uma série de alterações no capítulo de nulidades do Código de Processo Penal. Entre os objetivos está a perda do direito de apontar um fato errado a partir do momento em que a parte deveria ter alegado e se omitiu. Alguns advogados usam esse recurso para reiniciar o processo.

8. Responsabilização dos partidos políticos e criminalização do caixa 2 A medida propõe a responsabilização objetiva dos partidos políticos em relação a práticas corruptas, a criminalização do caixa dois e da lavagem de dinheiro.

A décima medida traz duas inovações legislativas que fecham brechas na lei para evitar que o criminoso alcance vantagens indevidas. A primeira delas é a criação do confisco alargado, que permite identificar a diferença entre o patrimônio de origem lícita e ilícita do condenado. A segunda possibilita devolver para a administração pública os bens de origem ilícita independentemente da responsabilização do autor dos fatos, que pode não ser punido por não ser descoberto, por falecer ou em decorrência de prescrição.

Nenhuma sociedade conseguiu eliminar a corrupção. Países como a Dinamarca ainda apresentam índices desse crime, mas a percepção é menor


48

VivaéMelhor Pet Tudo de Bom

Já pensou em fazer plano de saúde para o seu pet?

Uma preocupação constante com os bichinhos de estimação é a saúde. Afinal, o amor pelos animais é tão grande que eles acabam se tornando membros da família. Para isso, acaba de chegar ao mercado o PetSalut. Um plano de saúde pet, que garante vacinas, consultas, internação, cirurgias, exames e até castração. “Ter um plano de saúde é uma garantia para o dono e para o animal, que ganha saúde e bem-estar”, afirmou a veterinária Marcela Barros Azevedo,

da Clínica Cane & Gatto, conveniada em Guarapari. Segundo ela, o plano de saúde ainda oferece serviços especializados como odontologia, dermatologia, oftalmologia e ortopedia a um preço acessível. E sem distinção de raça, tamanho e idade. “O PetSalut é o único plano que reembolsa o tutor. Se o animal for atendido em outra clínica, que não é conveniada, o plano paga o que foi gasto, de acordo com a nossa tabela de procedimentos”, explicou Thiago Bassetti Batista, um dos diretores do PetSalut. Sem falar que estimula a prevenção. “Sem o plano de saúde, cães e gatos são levados ao vete-

rinário uma vez ao ano ou quando já estão doentes, o que pode ser fatal”, afirma a veterinária Maria Isabel Itho, da Clínica Cane & Gatto. E isso muda com o plano através de consultas regulares, exames periódicos e vacinação. Não podemos esquecer que o melhor remédio para o seu bichinho é a prevenção.

27 3114-0021 / 27 9 9934-9458 Consultas, dermatologia, cirurgia, internação, exames laboratoriais, vacinas, banho e tosa.

Dra. Maria Isabel Itho CRMV-ES667 27 9 9848-1533

Dra. Marcela Barros Azevedo CRMV-ES1430 27 9 9630-4815

Serviço: R. Carlos Santana, nº 80 - Parque Areia Preta, Guarapari/ES (em frente ao Lab. Glab)


www.revistasou.com

Um olhar no jardim dos esquecidos

Cultura 49

por Lívia Rangel

J o s é O li

v e ir a M

M a ri a d a Pen

ha

S a b r ina e R

o na ld o

a tia s

Lixo Huma no “Passando pela Ponta da Fruta em 2012, vi este senhor abraçado ao cachorro. Fotografei e acabou sendo veiculada em um jornal estadual no Natal. No dia seguinte foi tema de reportagem, pois a filha dele acabou reconhecendo-o e foi procurá-lo. Ele já estava fora de casa há uns cinco anos”

“Fotografar é colocar na mesma linha de mira a cabeça, o olho e o coração”, já definia o fotógrafo francês Henri Cartier-Bresson (1908-2004). E é possível entender bem essa frase ao se deparar com as fotos de Marcelo Moryan. Além de publicitário, designer e escritor, agora também coleciona o título de fotógrafo em seu currículo. Já são duas décadas de experiências com artes visuais, mas não tem como esconder que foi na fotografia onde exercitou a sua liberdade de expressão. “Há sete anos, escrevi em um dos meus currículos que estava em namoro sério com a fotografia quando comprei a minha primeira máquina. Pois então, hoje, estou casado com a fotografia e que este casamento gere muitos frutos!”. Com um olhar no jardim dos esquecidos, ele gosta de captar tudo aquilo que está bem dian-

“Após visitar uma mostra impressionista, me deparei com esta cena em São Paulo. A beleza do concreto em um viaduto tentava esconder seu entulho humano”

te dos nossos olhos, mas que a maioria não quer enxergar. “Você pode não ver tudo o que a luz do momento revela se vê apenas o que os seus olhos veem. É preciso deixar o coração fotografar – apontar o caminho para o que o sentimento diz”. Em cada clique, uma inspiração: seja pela beleza do concreto em um viaduto que tentava esconder seu “entulho humano”; seja pela fronteira das desigualdades; seja pelo “lixo humano”, seja “jogado aos pombos”. Um olhar eterno sobre os marginalizados que desperta, nem que seja por alguns segundos, uma autorreflexão. Outra vertente que também já é marca do fotógrafo são os registros de paisagens e do cotidiano da nossa linda cidade. Inclusive, este foi o tema da sua primeira mostra “Nuances de Guarapari”. Apresentada no eixo Guarapari, Vila Velha e Vitória, as 40 obras de arte receberam a visita de

“Em 2013, vi este casal de moradores de rua e resolvi fazer um ensaio fotográfico dela grávida na rua mesmo. É a minha foto mais compartilhada e comentada”

Marcelo Moryan mais de 35 mil pessoas. E agora vão se transformar em um livro. Mas este não é o único projeto. A expectativa também gira em torno do seu próximo convite para mais uma exposição do belo. E já tem duas em andamento: “Jardim dos Esquecidos” e nas “Margens da Dor”. “O primeiro conscientiza para as desigualdades sociais e o outro aborda o sofrimento em torno das mortes em acidentes de trânsito. Aguardem!”.


50

Economia

Seu emprego pode estar na internet,

mas cuidado com os golpes por Gessika Avila

CURR

ÍCULO

■ O Brasil continua vivendo um momento economicamente delicado. O número de desempregados tem crescido consideravelmente e levado muitas pessoas ao desespero na hora de se candidatarem a uma vaga de trabalho. A internet é uma ferramenta que pode ajudar bastante em situações como essa, mas todo cuidado é pouco: criminosos também utilizam o meio para dar golpes em trabalhadores. É o caso de um estudante de Administração de Guarapari, que prefere não se identificar. Ele estava à procura de emprego nas redes sociais e saiu no prejuízo. A página encontrada por ele anunciava uma vaga de porteiro, mas, para se candidatar, o estudante teria que ter curso na área. Para isso, teria que pagar uma taxa de R$ 150. Mas depois que o depósito foi feito na conta indicada, a página foi excluída da rede. Casos como esse são mais comuns do que pensamos: há registros de ocorrências de 33 vítimas em Vitória; 200 em Ponta da Fruta, Vila Velha; e 80 em Anchieta e Guarapari. A delegada Rhaiana Bremenkamp Coelho, da Delegacia de Defraudações e Falsificações (Defa), afirma que, com a crise econômica, houve um aumento no chamado “golpe do falso emprego”. De acordo com ela, criminosos estão se aproveitando de um momento de fragilidade

de quem está em busca de seu primeiro emprego ou tentando reingressar no mercado de trabalho. Os golpistas utilizam várias iscas para o golpe: falsos anúncios em nome de grandes empresas; captação de currículos cadastrados em sites e ligações oferecendo vagas irrecusáveis com benefícios e salários que não condizem com o cargo em questão. “O mais comum é que os criminosos solicitem o pagamento de um suposto curso (capacitação) necessário para a vaga. Mas já existem outras variações, por exemplo, pedindo para a vítima comprar determinado aparelho celular para que um aplicativo seja instalado e ela possa começar a trabalhar. Assim que a vítima entrega o aparelho, os criminosos desaparecem. “Uma característica desse crime é a grande quantidade de vítimas que caem por vez no golpe, isso em razão dos anúncios de vagas publicadas na rede terem a capacidade de atingir muitas pessoas ao mesmo tempo”, explica a delegada. Ela ainda ressalta que é importante desconfiar de ofertas vantajosas demais e da exigência de valores. “É necessário que a população busque informação e verifique se aquela empresa realmente existe e se está ofertando vagas. Normalmente quando é golpe, existem alertas na internet postados por outras vítimas.

É necessário que a população busque informação e verifique se aquela empresa realmente existe e se está ofertando vagas. Normalmente quando é golpe, existem alertas na internet postados por outras vítimas Na rede é possível pesquisar pelo nome da empresa, encontrar endereço e telefone fixo”. Caso a pessoa desconfie ou caia no golpe, o ideal é registrar um boletim de ocorrência, o que permite que a polícia chegue mais rápido aos autores e evite novos crimes, além de ajudar a descobrir como os golpes estão ocorrendo e que assim seja dada devida informação à população.


www.revistasou.com

51


52

Revista Sou Edição 17  

É tempo de refletir e ser solidário, e a Revista Sou em sua 17ª edição não poderia ficar de fora dessa movimentação do bem. Detectar o probl...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you