Page 1


OS PALÁCIOS DO FUTEBOL Copa do Mundo é um dos

assuntos mais falados no momento ao redor do mundo, porém aqui no Brasil quem não fala sobre? Mas será que sabemos tudo o que está acontecendo em relação a esse grande evento? Será que estamos por dentro de como estão as obra dos estádios? Afinal essa é a parte mais importante dos jogos. Das doze sedes, metade já está pronta há um ano, já que foram usados para sediar os

02

jogos da Copa das Confederações. Dos seis restantes, três estão em situação tranquila, enquanto a Arena Pantanal, a Arena da Baixada e a Arena Corinthians enfrentam sérios problemas com o atraso nas obras. Porém nem tudo está perdido. Confira mais sobre a situação de cada um dos estádios espalhados pelas cápitais que irão sediar os jogos em um passeio pelos quatro cantos do Brasil.


Arena da Amazônia A casa de Manaus para a Copa do Mundo teve sua inauguração marcada para o dia 9 de março, quando recebeu a partida entre Nacional-AM e Remo, pelas quartas de final da Copa Verde. Como primeiro teste, vinte mil lugares foram liberados, sendo que sete mil ingressos seguiram para operários das obras do estado. A Arena Amazônia terá 42.377 lugares, restaurantes, estacionamento subterrâneo e um acesso por meio de um corredor de ônibus e monotrilho. Ela receberá quatro jogos de primeira fase da Copa do Mundo da FIFA 2014™ e servirá posteriormente como um grande pólo de atração turística para shows e eventos na região.

Arena da Baixada Estádio que mais sofre problemas em sua reta final de obras, a casa do Atlético-PR quase ficou fora da Copa do Mundo, mas, após ultimato da Fifa, foi confirmada no Mundial. Os trabalhos foram acelerados e receberam um aumento de operários. É esperado que receba seu primeiro teste já no fim de março. As alterações realizadas para receber os jogos foram de uma série de adaptações e em uma delas está a proposta de que seja construído mais um lance de arquibancadas paralelas ao campo. A capacidade será aumentada assim para 40 mil pessoas, e receberá quatro jogos do Mundial de 2014.

03


Arena Corinthians O polêmico estádio que o Corinthians está construido em Itaquera, teve como principal problema o acidente envolvendo um guindaste em novembro de 2013, que resultou na morte de dois operários. O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, já se pronunciou dizendo que acredita que o estádio de São Paulo só estará pronto a menos de um mês da Copa do Mundo, sendo que o estádio foi escolhido para receber a partida de abertura e abrigará ainda outros cinco jogos, entre os quais uma das semifinais.

Arena das Dunas Foi o primeiro estádio pós-Copa das Confederações a ser inaugurado. A arena de Natal recebeu seu primeiro jogo em 26 de janeiro, o duelo entre América-RN e Confiança-SE pela Copa do Nordeste. Aos poucos, o estado começa a se integrar ao cotidiano futebolístico do Rio Grande do Norte.

Arena Fonte Nova Utilizado na Copa das Confederações o estádio de Salvador vem recebendo jogos do Bahia e foi palco de show do cantor inglês Elton John. Na Copa do Mundo, a Fonte Nova terá partidas de primeira fase, quartas de final e oitavas.

04


Arena Pantanal Um dos três estádios que seguem em obras, a Arena Pantanal receberá Mixto x Santos, pela Copa do Brasil, em 2 de abril. A arena instalou recentemente suas traves e tem alguns detalhes para terminar. O estádio ainda foi alvo de polêmica por conta de incêndio que ocorreu em 2013, já que o Ministério Público de Mato Grosso pediu uma inspeção para verificar se houve danos à estrutura.

Arena Pernambuco Um dos palcos da Copa das Confederações, a Arena Pernambuco se tornou o estádio do Náutico e recebeu partidas de Campeonato Brasileiro, Copa do Nordeste e Campeonato Pernambucano.

Beira-Rio O segundo estádio pós-Copa das Confederações a ser finalizado, o Beira-Rio foi reinaugurado oficialmente em partida entre o Internacional e o Caxias, que terminou com goleada colorada por 4 a 0. A arena foi motivo de polêmica por causa das obras em seu entorno por conta de quem bancaria os custos.

05


Castelão Dos 12 estádios da Copa do Mundo, o Castelão foi o primeiro a ficar pronto. Palco da Copa das Confederações, o local vem sendo usado pelo Ceará em suas partidas da Série B, Copa do Nordeste e Campeonato Pernambucano.

Mineirão Um dos primeiros estádios a ficar pronto, o Mineirão virou a casa do Cruzeiro, já que o Atlético-MG passou a usar o Independência. A equipe alvinegra, entretanto, venceu a Copa Libertadores de 2013 em final contra o Olimpia disputada na arena da Copa. O Cruzeiro também tem uma conquista construída na arena: o Campeonato Brasileiro da última temporada.

06


Mané Garrincha Desde que foi inaugurado, o Estádio Nacional Mané Garrincha sofreu com a falta de uso. A arena foi utilizada no Campeonato Brasileiro em jogos de times paulistas e cariocas, mas é subaproveitada no Estadual local.

Maracanã Palco da final da Copa das Confederações e da Copa do Mundo, o Maracanã já tem uma história pós-reforma. O estádio já viu o Brasil campeão em final contra a Espanha, recebeu clássicos cariocas e abrigou o título da Copa do Brasil de 2013, conquistada pelo Flamengo em final contra o Atlético-PR.

07


OS 12 CANTOS DO

BRASIL

Confira os locais que não podem Visitar uma lugar sem saber passar em branco durante sua nada sobre o lugar não é nada legal, pois além de sentir perdi- visita. do também não se sabe por onde começar a explorar. Por essa razão preparamos um guia com as informações mais necessárias sobre as dozes cidades sedes dessa Copa 2014.

08


Belo Horizonte

Terceira maior região metropolitana do país com 4,8 milhões de habitantes, Belo Horizonte é um dos principais destinos do turismo de negócios do país. O famoso tempero mineiro faz parte da cultura da cidade e atrai visitantes.

Pontos turísticos: Praça da Estação, Conjunto Arquitetônico

da Praça da Liberdade e Museu de Arte da Pampulha.

Hotéis:

Boulevard Express - 3 estrelas Valor: R$ 164,00 por noite. Max Savassi Apart Service - 4 estrelas Valor: R$ 149,00 por noite. Belo Horizonte Othon Palace - 4 estrelas Valor: R$ 206,00 por noite.

Curiosidades: Clima: tropical de altitude; Código telefônico de área: 31.

Brasília

Brasília, a capital do Brasil, é Patrimônio Cultural da Humanidade. A cidade esbanja modernidade na arquitetura, diversidade nos sotaques e criatividade na gastronomia que extrai o melhor dos temperos nacionais e internacionais.

Pontos turísticos: Ponte Juscelino Kubitschek, Catedral

Metropolitana de Nossa Senhora Aparecida e Parque Nacional de Brasília

Hotéis:

Kubitschek Plaza Hotel - 5 estrelas Valor: R$ 245,00 por noite. Metropolitan Flat - 4 estrelas Valor: R$ 186,00 por noite Manhattan Plaza - 4estrelas Valor: R$ 202,00 por noite

Curiosidades: Clima: Tropical de altitude, com temperatura média anual de 21º C; Código de área: 61.

09


Cuiabá

Cuiabá, capital do Mato Grosso, está situada no exato local onde se situa o Centro Geodésico da América do Sul, ou seja, na parte mais central do continente. A capital é porta de entrada para três dos principais biomas do Brasil: o Cerrado, o Pantanal e a Amazônia, destinos turísticos que atraem os amantes do contato direto com a flora e a fauna.

Pontos turísticos: Museu do Índio, Casa do Artesão e Catedral Basílica do Senhor Bom Jesus de Cuiabá.

Hotéis:

Deville Cuiabá - 4 estrelas Valor: R$ 201,00 por noite InterCity Premium Cuiabá - 4 estrelas. Valor: R$ 156,00 por noite Hotel Gran Odara - 5 estrelas Valor: R$ 260,00 por noite

Curiosidades: Clima: Tropical quente e úmido; Código de área: 65.

Curitiba

Curitiba ostenta um dos maiores índices de qualidade de vida do Brasil, seu cuidado com o meio ambiente a tornou modelo no Brasil e no mundo, é o principal produtor agrícola brasileiro e o quarto maior centro industrial do país. O estado reúne uma cultura bastante diversificada, que engloba portugueses, italianos, ucranianos, alemães, poloneses, holandeses, árabes e japoneses.

Pontos turísticos: Museu Ferroviário, Museu Oscar Niemeyer e Praça Tiradentes.

Hotéis:

Blue Tree Towers Curitiba - 4 estrelas Valor: R$ 179,00 por noite Hotel Nikko - 4 estrelas Valor: R$ 149,00 por noite Hotel Garden Curitiba - 3 estrelas Valor: 109,00 por noite

Curiosidades: Clima: subtropical; Código de área: 41.

10


Fortaleza

Cercada por dunas brancas de areia fina, a capital cearense - Fortaleza - captura os visitantes em uma mistura de luminosidade e praias. Sua região metropolitana oferece praias repletas de restaurantes e bares que transformam o dia em uma experiência sensorial.

Pontos turísticos: Theatro José de Alencar, Beach Park e

Praia do Futuro

Hotéis:

Ponta Mar Hotel - 4 estrelas Valor: R$ 243,00 por noite Hotel Luzeiros - 4 estrelas Valor: R$ 225,00 por noite Maredomus Hotel - 3 estrelas Valor: R$ 193,00 por noite

Curiosidades: Clima: Tropical. Temperatura média 27 ºC; Código de área: (85).

Manaus

O Amazonas é o maior estado brasileiro e um dos locais mais famosos em todo o mundo por estar localizado em meio à maior floresta tropical do planeta. A cidade conta com importantes parques e reservas e a possibilidade de avistar centenas de espécies típicas da região, como o peixeboi-amazônico, as araras e centenas de outros.

Pontos turísticos: Centro de Artesanato Branco e Silva,

Centro Cultural Palácio Rio Negro e Encontro das Águas.

Hotéis:

Go Inn Manaus - 3 estrelas Valor: R$ 152,00 por noite Plaza Hotel Manaus - 3 estrelas Valor: R$ 118,00 por noite Hotel Saint Paul - 3 estrelas Valor: R$ 195,00 por noite

Curiosidades: Código de área: 92.

11


Natal

Um dos litorais mais famosos e mais procurados por brasileiros e por um número cada vez maior de estrangeiros, a costa do Rio Grande do Norte faz uma esquina no Atlântico e oferece a seus visitantes paisagens deslumbrantes, banhadas por águas claras e mornas, onde é comum, durante os períodos de maré baixa, relaxar em uma piscina natural, formada pela água do mar.

Pontos turísticos: Farol de Mãe Luiza, Morro do Careca e Forte dos Reis Magos

Hotéis:

Manary Praia Hotel - 4 estrelas Valor: R$359,00 por noite Apart Hotel Serantes - 3 estrelas Valor: R$ 170,00 por noite Pousada Arco Íris - 2 estrelas Valor: R$ 125,00 por noite

Curiosidades: Clima: Tropical úmido.; Código de área: (84).

Porto Alegre

O Rio Grande do Sul reúne uma matriz diferente da cultura brasileira. O traço multicultural de sua gastronomia é herança das várias etnias que colonizaram a região. Das churrascarias, que assam carne diretamente na brasa, com ou sem emprego de espeto, fazendo dela o principal prato regional.

Pontos turísticos: Praça da Matriz, Lago Guaíba e Mercado Público Central

Hotéis:

Harbor Hotel Regent Suites - 4 estrelas Valor: R$144,00 por noite Everest Porto Alegre Hotel - 4 estrelas Valor: R$189,00 por noite Lido Hotel - 3 estrelas Valor: R$114,00 por noite

Curiosidades: Clima: Subtropical úmido; Código de área: 51.

12


Recife

A cidade é conhecida pelas festas de Carnaval e São João e pelo famoso espetáculo teatral da Paixão de Cristo durante a Semana Santa, que há mais de 40 anos traz pessoas do mundo inteiro para se emocionarem com a encenação. Recife é ainda berço das apresentações populares de rua e da cultura culinária típica, sendo o primeiro polo gastronômico do Norte e Nordeste - e o terceiro do Brasil.

Pontos turísticos: Casa da Cultura, Capela Dourada e Forte de São Tiago das Cinco Pontas

Hotéis:

Mercure Recife Metropolis Hotel - 3 estrelas Valor: R$216,00 por noite Recife Praia Hotel - 4 estrelas Valor: R$246,00 por noite Park Hotel - 3 estrelas Valor: R$260,00 por noite

Curiosidades: Clima: Tropical quente-úmido. Temperatura média de 25 a 32°C;Código de área: 81.

Rio de Janeiro

Considerado o cartão-postal brasileiro, o Rio de Janeiro é o nome mais conhecido do Brasil no exterior. A fama se deve em parte à sua capital onde estão lindas praias e atrações naturais que tornaram sua beleza reconhecida em todo o mundo. É lá que estão referências internacionalmente conhecidas, como o Cristo Redentor, o Maracanã, o Pão de Açúcar e a garota de Ipanema.

Pontos turísticos: Cristo Redentor , Mirante Dona Marta e Praia de Copacabana

Hotéis:

Caesar Park Rio de Janeiro - 5 estrelas Valor: R$819,00 por noite Hotel OK - 4 estrelas Valor: R$200,00 por noite Hotel Atlântico Business Centro - 4 estrelas Valor: R$376,00 por noite

Curiosidades: Clima: tropical e tropical de altitude;Código de área: 21.

13


Salvador

O Foi em Porto Seguro, no sul do estado, onde hoje é a Baía de Cabrália, que Pedro Álvares Cabral aportou em busca de um “porto seguro” para as naus portuguesas. Foi lá a celebração da primeira missa que marcou a chegada dos portugueses ao País, em 1500. As primeiras vilas surgiram ali e a primeira capital brasileira foi Salvador, detentora hoje de uma cultura rica e conhecida no mundo todo.

Pontos turísticos: Praia do Flamengo, Elevador Lacerda e Forte de Santo Antônio da Barra Hotéis:

ibis Salvador Rio Vermelho - 4 estrelas Valor: R$149,00 por noite Mercure Salvador Rio Vermelho Hotel - 3 estrelas Valor: RS198,00 por noite Golden Park Hotel Salvador - 4 estrelas Valor: R$178,00 por noite

Curiosidades: Código de área: 71.

São Paulo

São Paulo é um estado que reserva muitas surpresas aos seus visitantes. Da cosmopolita capital, às praias, montanhas e florestas preservadas, não faltam atrações para quem chega a passeio ou negócios. Não bastassem as atrações permanentes da cidade, o calendário de eventos locais – com peso internacional – atrai ainda mais os turistas, seja em busca de espetáculos artísticos e culturais.

Pontos turísticos: Catedral da Sé, Masp e Parque do Ibirapuera

Hotéis:

Sofitel Jequitimar Guaruja - 5 estrelas Valor: R$648,00 por noite Travel Inn Braston São Paulo - 4 estrelas Valor: R$221,00 por noite Golden Tulip Belas Artes - 4 estrelas Valor: R$219,00 por noite

Curiosidades: Clima: Tropical de altitude.; Código de área: 11.

14


SELEÇÕES CAMPEÃS Depois de uma longa jornada e uma bateria de jogos para descobrir quais seleções iriam representar o seu pais no mundial da Copa do Mundo 2014 no Brasil, foram convocados apenas trinta e duas seleções.

Para deixar a torcida com mais vontade de assistir aos jogos, o Guia Brazuaca preparou uma matéria recheada sobre as seleções que estarão na disputa. Descubra um pouco mais sobre cada uma delas.

Grupo A:

Grupo B:

Brasil Croácia México Camarões

Espanha Holanda Chile Austrália

Grupo C:

Colômbia Grécia Costa do Marfim Japão

Suíça Equador França Honduras

Alemanha Portugal Gana Estados Unidos

16

Uruguai Costa Rica Inglaterra Itália

Grupo E:

Grupo D:

Grupo F:

Argentina Bósnia e Herzegovina Irã Nigéria

Grupo G: Bélgica Argélia Russia Coreia do Sul

Grupo H:


Brasil Brasil – Pais sede Foi campeão em 1958, 1962, 1970, 1994 e em 2002 , por essa razão é a seleção com maior número de vitórias. Mas nos anos de 1930, 1934 e 1966 a seleção brasileira foi eliminada na primeira fase.

Escalação: Julio César, Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz, Filipe Luis, Luiz Gustavo, Paulinho, Oscar, Hulk, Neymar e Fred. Técnico: Luiz Felipe Scolar

Jogadores destaques

Oscar Apesar de nunca ter jogado uma Copa do Mundo, Oscar foi revelado no Internacional e está desde 2012 no Chelsea, da Inglaterra, onde foi um dos artilheiros do clube na Premier League com 8 gols.

Neymar Aos 21 anos terá a chance de disputar sua primeira Copa do Mundo. O jogador foi o artilheiro do Campeonato Paulista e da Libertadores da América em 2012, e tem pela Seleção Brasileira 17 gols em 27 jogos.

17


Croácia Croácia – Europa Já participou quatro vezes do mundial porém nunca ganhou, sua melhor posição foi em 1998 em terceiro lugar.

Escalação: Pletiskosa, Vida, Louren, Coruka, Strinic, Vukojevic, Kranjoar, Srna, Modric, Olic e Mandzukic. Técnico: Igor Štimac

Jogadores destaques

Luka Modric Com 28 anos, Modric é considerado um jogador com muita técnica e um excelente organizador de jogo.

18

Darijo Srna Famoso pela precisão nas bolas paradas, é considerado o grande líder da seleção croata. Foi o jogador que mais vestiu a camiseta quadriculada na história.


México México – América Central Já participou quinze vezes porém nunca ganhou ficou apenas nas quartas de finais em 1970 e 1986.

Escalação: Ochoa, Layún, Rafa Márquez, Ayala, Torres, Peña, Zavala, Giovani dos Santos, Aquino, Chicharito e Peralta. Técnico: Miguel Herrera

Jogadores destaques

Chicharito Hernández Desde 2010 no Manchester United, Hernández é o grande nome do futebol mexicano. Rápido e preciso nas finalizações, o atacante é a principal aposta do país.

Oribe Peralta Deu a classificação ao México na repescagem. Foram cinco gols nos dois jogos contra a Nova Zelândia.

19


20

Camarões Camarões – África Outra seleção que não passou das quartas de finais, porém só conseguiram se classificar para o mundial quatro vezes.

Escalação: Itandje, Nyom, N’Kolou, Chedjou, Nounkeu, Enoh, Matip, Song, Makoun, Eto’o e Webo. Técnico: Volker Finke

Jogadores destaques

Samuel Eto’o O maior artilheiro da história de Camarões. Aos 32 anos, o atacante, capitão do time, disputará sua quarta Copa do Mundo. No currículo, o jogador do Chelsea ostenta dois mundiais e duas Ligas dos Campeões, entre outros títulos.

Alexandre Song Pela ausência de meias criativos, na seleção Song atua mais adiantado, mas o seu forte é a marcação, nunca marcou um gol por Camarões.


Espanha Espanha – Europa Campeã em 2010, a Seleção espanhola já participou de quatorze mundiais, porém só tem um título.

Escalação: Iker Casillas, Álvaro Arbeloa, Gerard Piqué, Sergio Ramos, Jordi Alba, Xavi Hernández, Sergio Busquets, Xabi Alonso, Pedro Rodriguez, Andrés Iniesta e David Villa. Técnico: Vicente del Bosque

Jogadores destaques

Gerard Piqué O jogador do Barcelona de 26 anos é um dos melhores do mundo na posição, muito preciso na marcação e com ótimo tempo de bola no jogo aéreo.

Xavi Hernández De passe preciso, o jogador que controla o ritmo de jogo das duas melhores equipes do século XXI, tem 33 anos e participará de sua quarta Copa do Mundo.

21


22

Holanda Holanda – Europa ( Países Baixos) Vice-Campeão por três vezes nos anos de 1974, 1978 e 2010, Holanda tem dez participações no mundial sendo uma delas eliminada na primeira fase.

Escalação: Stekelenburg, Janmaat, De Vrij, Martins , Willems, De Guzman, Lens, Strootman, Sneijder, Robben e Van Persie. Técnico: Louis Van Gaal (HOL)

Jogadores destaques

Sneijder Com 29 anos o jogador apresenta boa técnica, visão de jogo e sucesso em finalizações. Foi o protagonista da seleção holandesa no Mundial de 2010.

Van Persie Com 30 anos é um dos principais centroavantes do mundo. Foi o goleador da liga inglesa nas últimas duas temporadas.


Chile Chile – América do Sul Com nove participações, sua melhor posição foi em terceiro lugar em 1962.

Escalação: Bravo, Rojas, Marcos González, Medel, Mena, Pizarro, Marcelo Díaz, Isla, Vidal, Vargas e Sánchez. Técnico: Jorge Sampaoli

Jogadores destaques

Sánchez Um dos atacantes mais rápidos do futebol mundial. Alexis Alejandro Sánchez, 24 anos, é um jogador agudo, que gosta de ir para cima dos adversários. Costuma jogar pelas pontas.

Vidal Aos 26 anos, o chileno é um dos principais jogadores da grande Juventus e apesar de meia, se apresenta constantemente na área. Na última temporada, marcou 15 gols. Nas Eliminatórias é o vice-artilheiro da seleção, com 4 gols marcados.

23


Austrália Austrália – Oceania Em 2006 a seleção australiana garantiu seu melhor lugar na história do campeonato sendo eliminada nas oitavas de finais, porém a seleção só tem quatro mundiais na sua história.

Escalação Schwarzer, Ognenovski, Neill, McKay, Wilkshire, Milligan, Bresciano, Tommy Oar, Robbie Kruse e Holm Tim Cahill. Técnico: Ange Postecoglou

Jogadores destaques

Mark Bresciano Dos 19 anos aos 31 anos, Bresciano jogou na Itália e passou por Empoli, Parma, Palermo e Lazio antes de se transferir para o Oriente Médio. Com 33 anos, já não tem o mesmo vigor físico de antes. Por isso, hoje atua mais distante do gol, como um volante.

24

Tim Cahill Cahill, 33 anos, é um dos jogadores de maior sucesso do futebol australiano. Apesar de ser meia de formação, a carência de atacantes de qualidade na Austrália fez o técnico Holger Osieck adiantá-lo. Na seleção, atua como centroavante.


Colômbia Colômbia – América do Sul Das cinco participações no mundial chegou às oitavas de final em 1990 e não passou da fase de grupos em 1962, 1994 e 1998.

Escalação: Ospina, Zúñiga, Zapata, Yepes, Armero, Sánchez, Aguilar, Macnelly Torres, James Rodríguez, Téo Gutierrez e Falcao García. Técnico: José Néstor Pekerman (ARG)

Jogadores destaques

Jackson Martínez Contratado pelo Porto em 2012 depois de marcar 30 gols pelo Jaquares, do México, Martínez tem feito sucesso no clube marcando gols decisivos. Com 26 anos, marcou 31 gols em 43 jogos na última temporada. É uma boa opção que Pekerman tem para montar o time.

James Rodríguez O jovem de 22 anos é uma das apostas do técnico argentino José Néstor Perkeman. Impressiona pela versatilidade, velocidade e, principalmente, pela habilidade.

25


Grécia Grécia – Europa Participou três vezes da copa e nunca passou da fase de grupos.

Escalação: Orestis Karnezis, Giannis Maniatis, Sokratis Papastathopoulos, Vasilis Torosidis, Giorgos Tzavellas, Kostas Katsouranis, Dimitris Siovas, Giorgos Karagounis, Kostas Mitroglou, Dimitris Salpingidis e Giorgios Samaras. Técnico: Fernando Santos

Jogadores destaques

Konstantinos Mitroglou Homem de área, Mitroglou marcou dois gols nestas Eliminatórias. O atacante tem 25 anos, atua pelo Olympiacos e desde 2009 defende a Grécia.

26

Dimitris Salpigidis O atacante de 32 anos joga pelo PAOK, da Grécia. Um dos destaques da seleção grega, já marcou duas vezes nas Eliminatórias.


Costa do Marfim Costa do Marfim – África A seleção não tem uma boa colocação nas copas passadas. Com apenas três mundiais, o pais participou nos anos 2006 e 2010, agora está classificado para a copa de 2014.

Escalação: Barry, Aurier, Zokora, Bamba, Boka, Tiote, Serey, Kalou, Yaya Toure, Gervinho e Drogba. Técnico: Sabri Lamouchi

Jogadores destaques

Yaya Touré No esquema da Costa do Marfim ele atua mais adiantado e joga como um volante com liberdade para avançar. Touré não é um jogador habilidoso, mas tem vigor físico acima da média, passe preciso e boa finalização.

Gervinho O meia-atacante ganhou o apelido Gervinho de um técnico brasileiro quando ainda atuava no país natal.

27


Japão Japão – Ásia Participou das ultimas quatro copas ficando nas oitavas de finais na ultima.

Escalação: Eiji Kawashima, Hiroki Sakai, Yuto Nagatomo, Maya Yoshida, Hiroshi Kiyotake, Yasuyuki Konno, Shinji Okazaki, Keisuke Honda, Makoto Hasebe, Yasuhito Endo e Ryoichi Maeda. Técnico: Alberto Zaccheroni

Jogadores destaques

Shinji Kagawa É um dos principais astros do futebol japonês, mesmo que ainda jovem com 24 anos. Kagawa alia a tradicional velocidade do futebol asiático com bons passes e chutes eficientes. Participou da Olimpíada de 2008 e do título asiático de 2011. Fará, no Brasil, a sua primeira Copa do Mundo.

28

Yasuhito Endo Veterano, tem 33 anos e é a principal peça ofensiva japonesa e tem boa qualidade técnica, mesmo sem nunca ter jogado fora do país natal.


Uruguai Uruguai – América do Sul Campeão nos anos 1930 e 1950 já participou dozes vezes do mundial sendo duas delas seguidas.

Escalação: Muslera, Pereira, Lugano, Godín, Fucile, Pérez, Arévalo, Stuani, Rodríguez, Suárez e Cavani. Técnico: Óscar Tabárez

Jogadores destaques

Edinson Cavani O jogador de 26 anos foi o artilheiro do último Campeonato Italiano 2011/2012, com 29 gols em 34 jogos, quando atuava pelo Napoli, sendo vicecampeão da competição.

Diego Lugano O zagueiro de 33 anos é o capitão da Seleção Uruguaia. Teve grande passagem pelo São Paulo, onde conquistou o Campeonato Brasileiro, a Copa Libertadores e o Mundial.

29


Costa Rica Costa Rica – América Central Chegou às oitavas em 1990 e participou quatro vezes do mundial.

Escalação: Navas, Acosta(Campbell), González, Umaña, Gamboa, Celso Borges, Michael Barrantes, Junior Díaz, Bryan Ruiz, Cristian Bolaños e Saborío. Técnico: Jorge Luis Pinto (COL)

Jogadores destaques

Álvaro Saborío O atacante de 31 anos é o artilheiro costarriquenho, marcando 30 vezes. Joga no Real Salt Lake, dos EUA, pelo qual teve média de 17 gols nas últimas três temporadas.

30

Bryan Ruiz É, atualmente, o atleta de maior sucesso do país. Não é um atacante de muitos gols, como tem boa visão de jogo, na maioria das vezes atua como meia mais recuado.


Inglaterra Inglaterra – Europa Tem o título de campeã em 1966, porém em 1950 e 1958 a seleção inglesa foi eliminada na primeira fase.

Escalação: Hart, Lescott, Jagielka, Baines, Johnson, Lampard, Gerrard, Welbeck, Rooney, Walcott e Sturridge. Técnico: Roy Hodgson

Jogadores destaques

Steven Gerrard Como capitão, Gerrard de 33 anos, é o responsável pela saída de bola e controla o ritmo da equipe.

Joe Hart Ele foi ao Mundial de 2010, mas como segundo reserva, não atuou. Hart, 26 anos, é há três temporadas o goleiro menos vazado do liga inglesa, uma das mais disputadas da Europa.

31


Itália Itália – Europa Campeã nos anos 1934, 1938, 1982 e em 2006, a seleção italiana participou dezoito vezes da competição.

Escalação: Buffon, Barzagli, Bonucci, Chiellini, Maggio, Pirlo, De Rossi, Giaccherini, Marchisio, Montolivo e Balotellli. Técnico: Cesare Prandelli

Jogadores destaques

Balotelli O atacante se destaca pela velocidade e pelas boas finalizações, além de apresentar muita técnica.

32

Buffon Remanescente do grupo campeão de 2006, Buffon é um dos melhores goleiros da história do futebol. Seguro, tem lugar garantido defendendo a meta da seleção italiana.


Suíça Suíça – Europa De dez mundiais em três chegou às quartas de finais e em 1950, 1962 e 2010 não passou da primeira fase.

Escalação: Benaglio, Von Bergen, Djourou, Ricardo Rodríguez, Lichtseiner, Behrami, Inler, Xhaka, Stocker, Derdiyok e Shaqiri. Técnico: Ottmar Hitzfeld (ALE)

Jogadores destaques

Benaglio Debaixo das traves, Diego Benaglio é um dos melhores do mundo da sua posição. Atualmente com 29 anos, o goleiro foi campeão alemão pelo Wolfsburg em 2009 e defenderá a meta da Suíça em 2014.

Valentin Stocker Com 24 anos, o meia Valentin Stocker atualmente joga pelo Basel, da Suíça. É um dos jogadores mais importantes da seleção suíça.

33


Equador Equador – América do Sul Das três vezes que participou sua melhor colocação foi em 2006 quando foi até as oitavas de finais.

Escalação: Alexander Dominguez, Juan Carlos Paredes, Gabriel Achilier, Frickson Erazo, Walter Ayovi, Segundo Castillo, Christian Noboa, Antonio Valencia, Enner Valencia, Jefferson Montero e Felipe Caicedo. Técnico: Reinaldo Rueda

Jogadores destaques

Christian Noboa É um dos poucos equatorianos que se destacou a ponto de jogar na Europa. O volante experiente, é de proteger a defesa, mas gosta de aparecer como elemento surpresa na frente.

34

Felipe Caicedo Com 1,87 metro de altura e cerca de 80 quilos, Caicedo compensa a falta de velocidade com uma boa presença de área.


França França – Europa Calculando quatorze participações no mundial a seleção só foi campeã um vez em 1998.

Escalação: Lloris, Sagna, Koscielny, Sakho, Evra, Sissoko, Matuidi, Valbuena, Ribéry, Benzema e Giroud. Técnico: Didier Deschamps

Jogadores destaques

Olivier Giroud O centroavante se destacou em seu país de origem atuando pelo Montpellier, onde foi campeão e artilheiro do Campeonato Francês em 2012, com 21 gols.

Mathieu Valbuena O meia é conhecido pela habilidade e grande velocidade que possui. O jogador de 29 anos defende as cores da França desde.

35


Honduras Honduras – América Central Em 2014 será a terceira vez da seleção de Honduras que até hoje não passou da primeira fase.

Escalação: Valladares, Figueroa, Bernárdez, Izaguirre, Beckeles, Palacios, Garrido, Espinoza, García, Costly e Bengtson. Técnico: Luis Fernando Suárez

Jogadores destaques

Figueroa A imposição física é uma das virtudes do zagueiro de 30 anos, que também costuma atuar na lateral esquerda.

Bengtson Com Jerry Ricardo Bengtson em campo, Honduras não deve passar em branco como na Copa de 2010, quando não marcou nenhum gol em três partidas. Goleador das Eliminatórias, com oito gols, o atacante de passada larga e bom posicionamento na área.

36


Argentina Argentina – América do Sul Campeão nos anos 1978 e 1986 e em 2014 será sua décima sexta participação no mundial.

Escalação: Romero, Zabaleta, Federico Fernández, Garay, Rojo, Mascherano, Gago, Di María, Messi, Agüero e Higuaín. Técnico: Alejandro Sabella

Jogadores destaques

Higuaín Um atacante completo: goleador, tem presença de área, bom chute e sabe cabecear.

Messi Nenhum jogador de futebol conquistou quatro bolas de ouro da Fifa de melhor do mundo. É o principal jogador argentino para a conquista do tricampeonato Mundial.

37


Bósnia e Herzegovina Bósnia e Herzegovina – Europa Estreante no mundial.

Escalação: Asmir Begović, Emir Spahić, Avdija Vršajević, Ognjen Vranješ, Senad Lulić, Sejad Salihović, Haris Medunjanin, Miralem Pjanić, Zvjezdan Misimović, Vedad Ibišević e Edin Džeko. Técnico: Safet Sušić Jogadores destaques

Vedad Ibisevic O atacante de 29 anos começou a carreira jogando nos EUA e desde 2012 está na Alemanha, onde defende o Stuttgart.

38

Miralem Pjanic O meia de 23 anos começou sua carreira no futebol jogando na França, pelo Lyon, e, desde 2011, atua no Roma. Desde 2008 defende a Bósnia. Tem 3 gols nas Eliminatórias.


Irã Irã – Ásia Será a quarta vez da seleção do Irão na copa, das outras três vezes o time não passou da primeira fase.

Escalação: Ahmadi, Sadeghi, Jalal Hosseini, Beigzadeh, Montazeri, Nekounam, Teymourian, Shojaei, Heydari, Jabbari e Ghoochannejhad. Técnico: Carlos Queiroz (POR)

Jogadores destaques

Javad Nekounam Capitão da seleção iraniana, Nekounam retornou ao futebol do país natal na temporada passada. Levou o Esteghlal ao título nacional, liderando o time e marcando cinco gols em 27 partidas disputadas.

Andranik Teymourian O volante Teymourian, 30 anos, um verdadeiro cão de guarda à frente dos zagueiros iranianos. Característica de marcação adquirida nos cinco anos no futebol inglês, com as camisas do Bolton, Fulham e Barnsley.

39


Nigéria Nigéria – África Esteve nas oitavas de finais nos anos de 1994 e 1998, e em 2014 disputará sua quinta copa.

Escalação: Enyeama, Oboabona, Omeruo, Echiesile, Ambrose, Mikel, Onazi, Moses, Oduamadi, Musa e Emenike. Técnico: Stephen Keshi

Jogadores destaques

John Obi Mikel Além de um bom marcador, Mikel tem um bom aproveitamento de passes, fundamental para o principal responsável pela saída de bola nigeriana.

40

Emmanuel Emenike Emenike é o homem gol da Nigéria. Todos no seleção jogam para que a bola chegue aos pés do camisa 9, que pode jogar tanto como referência como pelos lados do campo.


Alemanha Alemanha – Europa Já participou do mundial dezessete vezes, sendo dezesseis deles consecutivos.

Escalação: Neuer, Lahm, Mertesacker, Boateng, Schmelzer, Khedira, Kroos, Götze, Özil, Reus e Müller. Técnico: Joachim Löw

Jogadores destaques

Lahm Lateral como os de antigamente, exerce com perfeição a dupla função de marcar, sem a bola, e atacar, com a posse. Sempre consegue bons cruzamentos.

Neuer O goleiro alemão tem ótimo posicionamento e tempo de reação. Conquistou, nesta temporada, pelo Bayern de Munique, a Liga dos Campeões, o Campeonato Alemão e a Copa da Alemanha.

41


Potugal Portugal – Europa De cinco mundiais sua melhor colocação foi em 1966 quando conquistou o terceiro lugar.

Escalação: Rui Patrício, João Pereira, Pepe, Bruno Alves, Coentrão, Miguel Veloso, João Moutinho, Nani, Varela, Cristiano Ronaldo e Hélder Postiga. Técnico: Paulo Jorge Bento

Jogadores destaques

Cristiano Ronaldo Capitão e melhor jogador da equipe, o camisa 7 reúne todas as virtudes de um grande atleta: habilidade, força, classe e objetividade. Tem 47 gols pela seleção portuguesa, apenas mais um para se tornar o maior artilheiro da história de Portugal.

42

Hélder Postiga O atacante de 31 anos defende a seleção de Portugal desde 2003, e sua qualidade marcante é marcar gols, tanto que foi o artilheiro da equipe lusa nas Eliminatórias.


Gana Gana – África Sua melhor colocação foi em 2010 em que chegaram nas quartas de finais.

Escalação: Dauda, Inkoom, Mensah, Boye, Opare, Muntari, Essien, André Ayew, Kwadwo Asamoah, Asamoah Gyan e Waris. Técnico: James Kwesi Appiah

Jogadores destaques

André Ayew Com 23 anos é um dos principais jogadores do Olympique de Marselha, da França, e da seleção ganesa. Veloz e habilidoso, o canhoto é um atacante que gosta de carregar a bola, mas também tem presença de área.

Asamoah Gyan Asamoah Gyan foi o goleador das Eliminatórias e nas últimas três temporadas marcou 57 gols pelo Al Ain, dos Emirados Árabes. Aos 27 anos, o ganês vai para a sua terceira Copa.

43


Estados Unidos Estados Unidos – América do Norte Depois de nove copas participando e em 1930 alcançou o terceiro lugar.

Escalação: Tim Howard, Damarcus Beasley, Omar Gonzalez, Clarence Goodson, Jermaine Jones, Kyle Beckerman, Alejandro Bedoya, Fabian Johnson, Clint Dempsey, Landon Donovan e Eddie Johnson. Técnico: Jürgen Klinsmann(ALE)

Jogadores destaques

Landon Donovan O veterano Landon Donovan é a principal arma ofensiva do time dos Estados Unidos, que aparece em todas as Copas desde 1990. Aos 31 anos, carrega a experiência de três Copas do Mundo no currículo.

44

DaMarcus Beasley Beasley, de 31 anos, surgiu como uma grande promessa do futebol dos Estados Unidos, mas não conseguiu ser tão efetivo. Ainda assim, o jogador do Puebla, do México, é fundamental em uma das principais forças da Concacaf.


Bélgica Bélgica – Europa Sua melhor colocação foi no ano de 1986 quando conseguiu o quarto lugar. A seleção da Bélgica em 2014 participará do seu décimo segundo mundial.

Escalação: Courtois, Vermaelen, Kompany, Vertonghen, Alderweireld, Witsel, Dembélé, Fellaíni, Hazard, De Bruyne e Benteke. Técnico: Marc Wilmots

Jogadores destaques

Hazard Se esta é a melhor geração da Bélgica desde 1986, Eden Hazard cumpre o papel que era de Enzo Scifo na seleção: a de craque do time.

Fellaini O belga de 26 anos é o que se acostumou a chamar de jogador moderno. Fellaini atua em todas as funções do meio-campo e do ataque sem comprometer a qualidade do seu futebol.

45


Argélia Argélia – África De todas as vezes que participou em 1982, 1986 e 2010 foi eliminado na primeira fase.

Escalação: MBolhi, Mostefa-Sbaa, Boucherka, Belkalem, Mejbah, Yebda, Medjani, Fechouli, Taider, Soudani e Slimani. Técnico: Vahid Halilhodžić

Jogadores destaques

Hassan Yebda O volante de 29 anos foi revelado pelo Auxerre e depois passou por Le Mans, Benfica, Portsmouth, Napoli e atualmente defende o Granada, da Espanha.

46

Sofiane Feghouli Nas categorias de base, chegou a jogar pela França, onde se profissionalizou, no Grenoble. Em 2010 foi contratado pelo time espanhol.


Rússia Rússia – Euroásia Como União Soviética, a seleção da Rússia conquistou o quarto lugar em 1966.

Escalação: Akinfeev, Inglashevich, Vasili Berezutski, Kombarov, Anyukov, Denisov, Fayzulin, Shirokov, Kokorin, Bystrov e Kerzhakov. Técnico: Fabio Capello

Jogadores destaques

Kerzhakov Nenhum jogador russo faz mais gols do que Alexander Kerzhakov por temporada. Desde que voltou ao futebol do país, há cinco anos, após conquistar a Copa da Uefa (2006/2007) com o Sevilla, da Espanha, o centroavante de 30 anos está entre os principais goleadores da Liga Russa.

Kokorin A esperança dos russos é a de que o futebol do atacante do Dínamo de Moscou continue evoluindo e não se torne uma eterna promessa, como os colegas citados anteriormente. Ao lado de Kerzhakov, é o artilheiro da seleção nas Eliminatórias - até a oitava rodada -, com quatro gols, mas com dois jogos a menos.

47


Coreia do Sul Coreia do Sul – Ásia Esteve presente no mundial oito vezes e todas elas consecutivas. Sua melhor colocação foi em 2002 quando chegou a semifinal.

Escalação: Jung Sung-Ryong, Kwak Tae-Hwi, Kim Kee-Hee, Kim Chi-Woo, Shin Kwang-Hoon, Han Kook-Young, Kim Nam-Il, Lee Keun-Ho, Kim Bo-Kyung, Lee ChungYong e Lee Dong-Gook. Técnico: Choi Kang-Hee

Jogadores destaques

Son Heung-Min Com apenas 20 anos, ele está desde os 16 jogando com a camisa do Hamburgo, na Alemanha. Este ano foi artilheiro da equipe, com 12 gols, e uma das revelações da Bundesliga. É versátil, pode jogar tanto no meio-campo quanto no ataque.

48

Lee Chung-Yong Aos 24 anos, retornou ao futebol na temporada passada, após nove meses se recuperando de uma lesão na perna, quebrada por entrada violenta. Este ano, por pouco não levou o clube de volta a Premier League, com cinco assistências e quatro gols.


49


Curiosidades * A escolha

do nome “Brazuca” foi feita no ano passado por votação popular, ela levou 77,8% dos votos, ganhando de “Bossa Nova” (14,6%) e “Carnavalesca” (7,6%). No total, foram 1,1 milhão de votos.

* Quanto às especificações, a Brazuca pesa 437 gramas (um pouco mais leve que a Jabulani) e tem 69 cm de circunferência, próximo a uma bola comum. Os engenheiros da Adidas insistem que os tamanhos dos painéis compõem a fórmula geométrica perfeita para uma bola de futebol. A forma da Brazuca tem como objetivo dar maior aderência à bola, torná-la mais estável de se manusear, e melhorar sua aerodinâmica. * Fuleco foi eleito o nome do mascote da Copa do Mundo 2014 . Fuleco é a junção das palavras “futebol” e “ecologia”, conceitos que a entidade vê como fundamentais para o Mundial. O povo votou e a FIFA confirmou: Fuleco.

50


Curiosidades

Lista dos Campões

Ano Campeão

Sede

2010 Espanha África do Sul 2006 Itália Alemanha 2002 Brasil Coreia do Sul e Japão 1998 França França 1994 Brasil Estados Unidos 1990 Alemanha Ocidental Italia 1986 Argentina Mexico 1982 Italia Espanha 1978 Argentina Argentina 1974 Alemanha Oc. Alemanha Oc. 1970 Brasil Mexico 1966 Inglaterra Inglaterra 1962 Brasil Chile 1958 Brasil Suécia 1954 Alemanha Oc. Suiça 1950 Uruguai Brasil 1938 Italia França 1934 Italia Italia 1930 Uruguai Uruguai

* A Russia herdou todas as estatísticas da antiga União Sovietica.

* Em 1942 e 1946 não houve competição devido a segunda guerra mundial.

* A Alemanha ainda não ganhou nenhuma Copa do Mundo após sua reunificação.

* A Alemanha é a reunificação da Alemanha Ocidental com a Alemanha Oriental.

*Tchecoslováquia não mais existe, pois se dissolveu em duas Nações: Republica Checa e Eslováquia.

* De acordo com a tabela podemos perceber que nas últimas 5 Copas , em 3 anos tivemos campeões europeus.

51


Edição especial Copa 2014 nº 0.1 Redação: Bárbara Allen e Julia Lins Design e Diagramação: Bárbara Allen Créditos: copa2014.gov.br / copadomundo.ig.com.br/ zerohora.clicrbs.com.br


Guia Brazuca  

Por Bárbara Allen e Julia Lins

Advertisement